Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 02/10/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Minha história - masturbação e espiritualidade

em 10/11/2014, 01:43
Olá amigos, boa noite!

Já faz algum tempo que não acesso o fórum e hj, ao voltar, decidi abrir esse tópico. Vou contar aqui a minha história para quem ainda não a conhece:

Caros, boa noite!

Tenho 25 anos e a minha história não é muito diferente da de todos aqui. Comecei a me masturbar com doze anos e já de início a níveis preocupantes; meu pai chegou a tirar a tranca do banheiro, por eu passar o dia inteiro lá dentro, por vezes passando das dez punhetas diárias. Fui crescendo e modéstia à parte, sempre fui um cara atraente fisicamente e também inteligente. Por conta disso sempre tive muitas garotas no meu pé, mas por vezes eu as rejeitava para me masturbar ou então ir atrás de prostitutas ou travestis. Sou hétero, meu interesse no caso por esse tipo de sexo seria o da fantasia com a "sujeira" da coisa. Tive alguns namoros e me viciei em cocaína. Nessa época falhei algumas vezes com uma garota pela qual eu estava apaixonado e ela não foi compreensiva. Isso me frustrou muito e me deixou inseguro. Nós nos separamos, em um ano me livrei do vício em cocaína e mais um ano depois, comecei a sair com uma garota. Na primeira vez em que fomos transar meu eu brochei. E esse foi o início do meu maior pesadelo. Tentamos uma segunda vez e nada. Na semana seguinte tb falhei. Na terceira vez eu tomei remédio, viagra. A relação deu certo e tudo o mais, fiquei aliviado por ter conseguido, mas cheio de culpa por ter sido por outros meios. Vou resumir, senão vamos longe: desde então, e isso já faz uns quatro anos, só consigo ter relações sexuais tomando remédio; já cheguei a falhar mesmo com o remédio. A única que foi sem remédio foi uma em que eu estava bêbedo e correu tudo bem, no outro dia transamos mais duas vezes comigo são e correu tudo bem. Mas foi só. Tem pessoas que compram camisinhas quando sabem que vão transar, eu compro remédio. E eu transo muito, esse ano já transei com quinze garotas diferentes. E tudo isso não passa de uma farsa, fico muito, muito, muito triste por tudo isso. O meu problema, além da pornografia, se estendeu à ansiedade: quanto o mais interessado estou na garota, mais ansioso e preocupado fico e o pau não sobe de jeito maneira.

Nunca consegui parar, mas hoje estou no meu maior número de dias sem pornografia: 21 dias! Estou saindo com uma garota da qual estou gostando; saímos duas vezes e transamos nas duas - com remédio obviamente. Estou muito empenhado a conseguir fazer o reboot e começar a ter relações sexuais normais, pq é o que mais quero na vida. Eu tenho a vida sexual que todo o homem gostaria de ter, posso sair com uma mulher por final de semana se quiser... mas ao mesmo tempo não sinto prazer nenhum com isso, pq por mais que o meu pau fique duro, eu me tornei muito insensível, então o prazer cai pela metade, fora a culpa que vem depois pela mentira e a farsa.

Posso dizer que o vício em pornografia é pior que o de cocaína, com toda a certeza. Ele é silencioso e mortal. Pq eu me sinto morto.

***

Eu escrevi isso no meu primeiro acesso, dia 02 de outubro. Estava indo tudo muito bem até a minha recaída, nos quadragésimo sexto dia. E depois disso foi só ladeira abaixo. Eu estou saindo com a garota ainda, na verdade estamos namorando; e esse final de semana eu broxei mesmo tomando remédio. Eu me sentia completamente insensível, mesmo com ela me tocando, sendo linda e nós fazendo boa parte das putarias que me excitam na internet. Hoje eu estou decidido a iniciar um novo reboot e quero entrar em 2015 livre desse inferno. Instalei o bloqueador, mandei a senha para um amigo e vamos embora. Fiquei 45 dias sem pornografia e a maior mudança que eu senti foi a minha sensibilidade; como é gostoso ser tocado e tocar uma mulher! Por mais que eu não tivesse uma ereção bacana com isso, já podia perceber que era um começo. E tenho certeza que agora vou com mais força e foco, pois já sei como é a primeira etapa.

No entanto, quero falar sobre algo que pode ser bem polêmico: espiritualidade e masturbação. Antes de mais nada, quero deixar claro que não é a minha intenção discutir crenças ou desrespeitar quem quer que seja. E tb peço que haja o mesmo respeito e maturidade por parte dos confrades.

Eu não pertenço a nenhuma religião em específico, mas já frequentei muitas e das mais diversas, desde evangélicas até budistas, centros espíritas, círculo esotérico, rosa cruz e por aí vai, a lista é longa. O fato é que eu acredito em espíritos, já vi uma vez e vez em quando consigo ouvir. Nós temos uma série de dificuldades que nos levam ao vício da pornografia e em seguida vem os fatores neurofisiológicos que acabam por nos prender. Mas isso, segundo o que EU acredito, não é tudo; existem os fatores espirituais. Assim como nós nos comprazemos em ver pornografia, tb espíritos se comprazem. E não só isso, muitos se beneficiam da "energia" que é liberada na ejaculação. Enquanto vc está vendo pornografia, tem espíritos vendo junto de vc e se regalando tanto quanto vc com o que o computador está exibindo, e a coisa vai ficando de uma tal forma que ficamos completamente fora de nós mesmos e só caímos em nós quando já está feito.

A minha intenção com esse post é acrescentar um ponto para uma discussão sadia, acredito que alguns membros possam se interessar por esse ponto de vista. E não falo isso sem razão: eu fui viciado em cocaína até o ponto de traficar drogas, até o ponto de perder tudo por conta do vício, família, emprego, carro, etc. E o que me salvou de tudo isso foi a espiritualidade. Quem quiser comentar, perguntar qualquer coisa, eu vou gostar muito de conversar e poder contar com o auxílio e a compreensão de todos!

Grato!
Theo Becker
Mensagens : 153
Data de inscrição : 09/11/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 10/11/2014, 10:41
Olá amigo e parabens pela história de sucesso e luta que vc vem travando na sua vida. A verdade é que ta difícil para todos. Em relação a espiritualidade tenho crenças diferentes da sua, mas concordamos no mesmo ponto de que a masturbação influencia de certa maneira nesse âmbito. Não adepto a espíritos (com todo respeito a vc e a outras religiões) mas pratico a oração e meditação em Deus diariamente. O que sinto é que quando pratico o PMO eu perco a sintonia com Deus, é como se me afastasse dele e nossa comunão ruísse. Interessante é que Cristo disse que o olho é a lâmpada do corpo e que se a luz que a em ti são trevas elas serão grandes, não sei se podemos aplicar ao caso mas de fato quanto mais porno vemos mais trevas internas temos....
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 02/10/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 10/11/2014, 14:02
Olá Shion, boa tarde!

Fico feliz pelo seu comentário, concordo com você! Acredito que todos nós temos uma essência divina e, ao nos misturarmos com a PMO, nós nos distanciamos dela (assim como de todas as outras coisas que compõem a nossa vida) e ela se torna abatida, ferida. Gosto muito dos ensinamentos de Jesus também! Tem um livro particularmente bom, de um grande teólogo americano chamado Emmet Fox. O nome do livro é "O Sermão da Montanha" e você pode encontrá-lo bem baratinho no estantevirtual.com.br - se vc tiver interesse é um livro bem agregador!

Ontem depois de fechar o fórum, peguei uma folha de papel que eu tinha escrito e guardado dentro de um envelope. No dia 31 de dezembro de 2013, eu escrevi nessa folha o que foi bom e ruim na minha vida em 2013 e meus objetivos para 2014. O primeiro e principal objetivo era parar com a pornografia. Consegui todos os outros, menos o principal - ainda. Acredito que 50 dias de reboot até a virada do ano (gente como passou rápido esse ano!!!!!) já conta com metade do objetivo, né? hahaahaha

Instalei o K9 e enviei um pedido para mudar o e-mail de cadastro para o de um amigo meu. Contei para ele e passei a senha e disse para ele não me dar essa senha em menos de 100 dias. Só que já vi que dá pra vc ir lá no "forgot password" e solicitar uma nova que mandam para o seu e-mail. Por isso pedi para mudar, caso eu peça uma nova senha, vai para o e-mail dele e eu não tenho acesso Wink

Força!
N941
Mensagens : 35
Data de inscrição : 18/09/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty ...

em 10/11/2014, 17:13
Muito interessante seu ponto de vista sobre espiritos, nao sei qual exatamente sua crença, eu por muito tempo fui Testemunha de Jeová e por causa do meu vicio eu fui expulso de la quando fui pedi ajudar (Mais detalhe eu contei nesse forum). Mas voltando tem uma passagem na biblia que mostra que anjos observaram as mulheres tomarem banho e dai se interessaram por ela e tiveram relação, eu conclou que se eles estavam observando ou vendo era pornografia e orelato continua falando que eles foram expulsos, entao quando vemos pornografia eles veem tambem, esta e minha opiniao particular.
Mas fiodor uma coisa que aprendi aqui com todos e com o tiagosp e que temos que nos livra desse vicio por nos para nosso beneficio, e posso ver que voce tem uma grande forca de vontade parabens e estamos todo juntos um abraço.

_______________________________________
Minha história - masturbação e espiritualidade 1es75p9h81s
Theo Becker
Mensagens : 153
Data de inscrição : 09/11/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 11/11/2014, 10:56
Olha! boa idéia essa fiodor de escrever em um envelope as metas para o próximo ano! Vou fazer isso já que estamos no final de 2014 e vc já deve imaginar qual será minha meta principal para 2015 kkkkk. E vou ler sim o livro indicado. Que loucura é essa N941? o pessoal te expulsou de lá! Sabe que é engraçado nessa questão de PMO é que não tem ninguem que depois de praticar não fica com alguma forma de remorço ou dano interior. Eu particularmente acho que o ser humano possui uma parte dentro de si que é Religiosa ou espiritual e que ela como a nossa parte ´´carnal´´ é danificada quando somos improdudentes, fazer PMO machuca tanto a nossa parte espiritual quanto pegar uma agulha e enfiar na nossa mão. Mas só sei que começei um REBOOT e tem 4 dias que não faço PMO, Valew!
Paulista
Mensagens : 132
Data de inscrição : 07/09/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 11/11/2014, 22:31
Extremamente interessante o ponto de vista de vocês! Mesmo eu não sendo adepto de nenhuma religião, no entanto eu cultivo como um principio em minha vida, o ato da "boa ação". Quando a pessoa faz coisas boas para com o mundo em geral, ela recebe isso de volta e o mesmo deve acontecer com a "crença ou fé" que vocês possuem. Isso é completamente positivo e de fato pode pesar a favor em em qualquer adversidade que vocês enfrentem.
Frequento esse fórum todo dia e quase sempre me vejo fortalecido pelos relatos lidos e com toda certeza esse é um deles Exclamation

_______________________________________
Minha história - masturbação e espiritualidade Img?u=5854033663229952
Theo Becker
Mensagens : 153
Data de inscrição : 09/11/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 12/11/2014, 13:46
Começei o Reboot com a meta de 90 dias, e estou a 5 sem PMO. Cumpra a meta ou morra tentando!
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 02/10/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 13/11/2014, 15:39
Srs, boa tarde!

Estou no quarto dia de reboot, depois de uma recaída de uma semana no quadragésimo sexto dia. Até agora estou bem tranquilo, consegui resistir facilmente ao apelo que a bunda da Kim Kardashian produziu em mim e, para falar a verdade, acho que já estou na flatline! Acredito que o processo de reboot tenha se adiantado um pouco.

Me sinto desinteressado por sexo ou pmo e o meu amigo aqui de baixo está murcho como uma uva passa. Mas estou tranquilo e nem pretendo ver se ele funciona até pq já passei por isso antes. Acho que até cabe um aviso para o pessoal que vai passar pela flatline pela primeira vez: galera, ela vem e vai, não se desesperem! Não caiam na tentação de testar a sua virilidade pois isso é uma grande armadilha! Mesmo que vc consiga não se masturbar ou ejacular sem ver pornografia, inevitavelmente seu cérebro vai recorrer ao que ele está acostumado e vc vai se lembrar de pornografia, ou seja, o que já estava sendo jogado fora acaba ficando mais um pouco com você. Ou seja, testar seu amigo durante a flatline não é uma boa ideia pq atrasa o processo de reboot! Fiquem atentos e relaxem, deixem o colega murcho mesmo que quando a coisa começar a ficar boa ele volta por si só, quando vc menos esperar =)

Theo Becker
Mensagens : 153
Data de inscrição : 09/11/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 14/11/2014, 22:11
Estava pensando nisso esses dias! Em depois dos noventa dias testar para ver se tudo tava certo, mas bom conselho pq vc falando nisso prefiro não arriscar. Estou no 7 dia de Reboot e meu amigo lá tá doendo, mas eu não vou praticar PMO!
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 02/10/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 20/11/2014, 21:53
Olá a todos!

Vou tentar manter esse tópico como uma espécie de diário. E vou ser completamente sincero.

Estou há onze dias sem ejacular com PMO. Digo sem ejacular pq nesse período eu vi PMO três vezes e acabei dando umas carícias no colega aqui de baixo. Mas consegui parar de masturbar antes de ejacular. O que me ajudava a parar era o fato de pensar que a minha potência no fds com a namorada seria em muito reduzida caso eu ejaculasse. Eu instalei os bloqueadores no PC, mas acabei pegando o note do meu pai duas vezes que me vi sozinho em casa e vi PMO. E hj eu fiquei vendo pela manhã sites de garotas de programas, dava para ver algumas fotos ao menos. Depois disso saí de casa e fui jogar bola e correr e durante todo esse tempo não me saía da cabeça uma garota de programa em específico. Voltei para casa e tentei me ocupar com outras coisas mas quando menos esperei estava no youtube vendo vídeos de umas vagabundas dançando funk. Mas consegui largar em tempo.

Duas curiosidades:

Parece que só o meu cérebro ou "influências externas" rs querem ver PMO. Pq quando eu vejo, eu fico de olhos fixos e com aquela cara de retardado, mas o pau fica meia bomba e precisa de incentivo para isso. Não consigo a ereção com PMO; fico ofegante, coração disparado e o cérebro trabalhando a mil, mas meu corpo não responde, está meio indiferente a tudo isso. No entanto, se paro e começo a pensar na minha namorada, a ereção vem e a vontade de trepar com ela tb! Olha só que maravilha heim!?

A segunda é que de tarde eu fiquei trabalhando aqui em casa muito focado, respirando e tentando não deixar o cérebro correr para aonde ele queria. Não me parava de vir na cabeça que eu estava sozinho em casa e que o note do meu pai não tem bloqueadores, mas eu me mantinha no controle! Então aconteceu uma coisa que deu errado no trabalho e no segundo que aconteceu eu comecei a ficar nervoso e com raiva e nesse exato segundo me veio um ataque com toda força para que eu fosse ver PMO. Tudo isso em um segundo; a sorte é que me dei conta e me forcei a ficar calmo, respirei, bebi água, consertei e voltei ao trabalho. Uns vinte minutos depois, outra coisa deu errado e o processo se repetiu, só que dessa vez a vontade de ver PMO foi muito mais forte. Só que justamente por isso eu fiquei mais atento, parei e refleti. De vdd, volto ao título do tópico, masturbação e espiritualidade. Sei que a maioria das pessoas aqui não acredita e até ri desse tipo de coisa, mas a cada dia mais me convenço. Bem, eu não acredito em coincidências e essas coisas que deram errado nunca deram e foi muito engraçado a forma como tudo aconteceu... como se tivessem uma tática para me desestabilizar e eu fosse ver a porcaria infernal rsrs

No mais estou ansioso por amanhã, verei a minha namorada e ficaremos juntos no fds. Como diz o Projeto, ter uma namorada ajuda muito. Ela não faz ideia de nada, mas só o fato de estar com ela, tocar nela, sentir, enfim tudo isso, tenho certeza que me ajuda no processo de reboot.

Até mais!
avatar
Mensagens : 16
Data de inscrição : 02/10/2014
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 9/12/2014, 18:40
Caros, boa tarde!

Configurei - finalmente - o open DNS. Agora o meu celular tb está bloqueado, o que é um grande alívio já era o que estava me matando. Mania de levar o celular pro banheiro pra falar no whatsapp. Deu um puta trampo, fiquei mais de uma hora pra configurar, mas consegui, valeu a pena.

Quero dar uma dica tb para o pessoal. Comecei a usar florais. Existem diversos tipos e a internet está cheia de informações sobre, então não vou me alongar sobre isso. No meu (nosso) caso, resolvi usar os florais californianos, por terem essências que atuam dentro do âmbito sexual. Se alguém se interessar, a minha receita contém as seguintes essências:

basil - hibiscus - sticky monkey flower - chaparral - lady's slipper

Vc pode fazer em farmácias de manipulação. Não precisa de receita, apenas peça essas essências, que podem ser dissolvidas em vinagre ou conhaque, independe. São quatro gostas debaixo da língua quatro vezes por dia. Um frasquinho custa uma média de treze reais e dura um pouco mais de duas semanas. Todo o tratamento de florais dura pelo menos dois meses, de forma que recomendo para quem for usar, que use durante todo o período do reboot, por pelo menos 90 dias.

Não tem absolutamente nenhum efeito colateral, eu já usei para outros fins e obtive melhora significativa, nem sei pq não me ocorreu usar para a PMO antes. Recomendo que leiam bastante pela internet e se ainda assim se sentirem inseguros, que consultem um terapeuta de florais.

Espero ter ajudado!
Adeus
Mensagens : 80
Data de inscrição : 05/12/2014
Ver perfil do usuáriohttp://[url=http://pmo-tracker.appspot.com/?u=6554596851843072][

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Assunto interessante heim

em 9/12/2014, 20:11
Olá pessoal,aqui estou novamente,na luta
Queria dizere que essa questao da espiritualidade é realmente muito interessante
concordei em alguns pontos,apesar de nao acreditar em muita coisa.

Porem,como forma de agregar no tópico,gostaria que voces assistissem
o seguinte documentário:
O PODER DA ENERGIA SEXUAL (KUNDALINI)
https://www.youtube.com/watch?v=2TZg8GfXr8k&safe=active


Independente da religião é muito interessante,pois ele envolve varias religioes,até mesmo quem é ateu.
Ele aborda a questao historica religiosa,passeando pelas mais variadas vertentes e buscando em cada uma,a compreensão sobre assuntos sexuais citando principalmente sobre o orgasmos e a energia que desperdiçamos ao fazermos sexo(seja ele mental(masturbação) ou real(fisico)).
Tudo isso pode ser facilmente compreendido neste documentário





_______________________________________
Minha história - masturbação e espiritualidade Img?u=5503807333072896
Magrao
Mensagens : 351
Data de inscrição : 30/07/2014
Idade : 33
Ver perfil do usuáriohttp://www.vivasempornografia.blogspot.com.br

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 10/12/2014, 00:19
Cara, recomendo você procurar pelos vídeos da psicóloga Fran Haag no youtube. Ela teve dois vícios também e me disse que é possível sim trocarmos um vício por outro.

_______________________________________
Meu blog: http://vivasempornografia.blogspot.com.br/

Minha história - masturbação e espiritualidade 1n8xf75zdhc

"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei...
...E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
Ragnarok
Mensagens : 5
Data de inscrição : 17/03/2018
Idade : 32
Localização : Bahia
Ver perfil do usuário

Minha história - masturbação e espiritualidade Empty Re: Minha história - masturbação e espiritualidade

em 28/2/2019, 14:41
Fiquei 45 dias sem pornografia e a maior mudança que eu senti foi a minha sensibilidade; como é gostoso ser tocado e tocar uma mulher! Por mais que eu não tivesse uma ereção bacana com isso, já podia perceber que era um começo. E tenho certeza que agora vou com mais força e foco, pois já sei como é a primeira etapa.



ENTAO O REBOOT NAO TROUXE NENHUM BENEFICIO, BENEFICIO COMO TESTOSTERONA ALTA, MAIS ENERGIA COMO TODO MUNDO NO FORUM FALA ?

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum