Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1025
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Esperança para uma nova vida

em 24/1/2016, 10:09
Oi, pessoal, bom dia! Bom... o meu primeiro contato com a pornografia foi aos 7 anos de idade, quando a minha madrasta me mostrou uma revista pornográfica. Lembro-me das imagens, agora, aos 44 anos, como se acaba-se de ter lido a tal revista há um segundo atrás. Aquilo foi muito intenso. Obviamente não houve nenhuma manipulação pedófila por parte dela e eu também, por ter apenas 7 anos, não me masturbei, embora tenha ficado extremamente excitado.

Aos treze anos de idade recomecei a ver revistas pornográficas quando voltava de carona com um amigo meu. Passávamos em camelôs que vendiam uma infinidade dessas revistas e, como esse meu amigo folheava as revistas eu, para não ficar me sentindo estranho comecei a folheá-las também.

Como eu era muito religioso, na época eu era católico de carteirinho e hoje eu sou espírita, considerava tudo isso pecado mas, a culpa religiosa aumentava ainda mais o meu tesão pela pornografia. Minha mãe era professora passava o dia trabalhando e eu não tinha irmãos passando a maior parte do tempo só o que eu acho que estimulou ainda mais a minha compulsão.

Num belo dia ensolarado, quando a minha mãe estava no trabalho, eu encontrei embaixo do colchão da minha cama um monte de revistas pornográficas. Não era dela, obviamente, pois ela sempre foi muito religiosa e puritana. Pertencia a um namorado que ela tivera, que acabou o namoro mas deixou as revistas lá.

Assim, aos 13 anos de idade eu comecei a ver as figuras e manipular pela primeira vez o meu pênis. O prazer foi incrível, o maior que já tive em minha vida. Na primeira ejaculação eu tive um forte choque emocional. Por um lado um prazer físico intenso, por outro lado, uma fortíssima sensação de culpa e de pecado. Nesse momento, eu comecei a chorar, ajoelhei-me na cama todo melado e prometi a Deus que nunca mais cometeria esse pecado horrível.

Bom... Vocês devem saber a continuação dessa história... obviamente que a minha promessa não se cumpriu e comecei a me masturbar cerca de 5 vezes por dia. Sofria vários conflitos psicológicos. Minha auto-estima era abaixo de zero e eu achava que Deus me mandaria para o inferno.

Não tinha coragem de conversar isso com ninguém pois achava que somente eu tinha vício vergonhoso e horrível. Além da pornografia, gostava também de ficar olhando as meninas jogando vôlei pelas frestas da janela da minha casa e me masturbando, olhando os seus traseiros.

Minha compulsão era tão doentia que até com filmes não eróticos da época como "A Feiticeira" e "Jeane é o gênio" eu me masturbava pois as achava excitantes.

Todo o domingo ia a missa sozinho e voltava sozinho cantando os hinos católicos, chorando, e pedindo a Deus uma forma de parar. Não conseguia olhar ninguém nos olhos pois me julgava indigno e procurava sempre me isolar. Estudava muito mas não tinha grupos de amigos e muito menos namorada pois era excessivamente tímido.

A minha primeira namorada foi aos 25 anos, depois que me formei em medicina. As duas primeiras namoradas minhas eram virgens e aparentemente eu me dava bem pois havia uma masturbação a dois e não uma penetração. Acabei esses relacionamentos devido a outros motivos não-sexuais.

A minha primeira relação sexual foi as 28 anos. Bom... essa história vocês também já devem supor: na primeira tentava que tive para penetrar minha namorada, surpresa!: DE. Não consegui penetrá-la de forma nenhuma pois a minha ereção só ocorria fora da vagina, na masturbação. Isso encheu a minha namorada de grilos e eu, da minha parte, por ignorância, julguei que a culpa fosse dela. Mesmo gostando muito dela, arrumei mil e um defeitos nela e pretextos para acabar o relacionamento. Acabei o namoro, com uma pessoa que gostava muito, cuja causa principal foi a DE ocasionada pela overdose de PMO desde os treze anos de idade.

Atualmente eu vinha me masturbando apenas 2 ou 3 vezes por semana e acessando pornografia, sozinho, num motel, uma vez a cada dois meses. A questão, contudo, é que, embora casado não sinto a menor atração pela minha esposa e, esporadicamente, quando tenho relações com ela ( que se dá uma ou duas vezes por mês) eu uso viagra.

Descobri esse site através do padre Paulo Ricardo ( que mesmo sendo espírita assisto os seus cursos online, que considero excelente). Iniciei meu reboot e estou há 8 dias sem PMO. Sinto-me tranquilo, mais auto-confiante e com muita esperança. Peço a ajuda de vocês e me coloco a disposição também para apoiar quem precise se libertar desse vício. Um grande abraço a todos!
avatar
Mensagens : 426
Data de inscrição : 31/07/2015
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 24/1/2016, 21:30
Seja-Bem vindo.

_______________________________________

"Quando se vir diante do vazio da abstinencia,alegre-se porque essa dor vai recriar seu novo extraordinário estilo de vida."




[/i]Clique Aqui para ver o meu diário.Sua sabedoria é bem vinda..
avatar
Mensagens : 335
Data de inscrição : 09/07/2015
Idade : 42
Localização : Porto Alegre
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 25/1/2016, 06:51
Prezado Antonio71,

Seja bem vindo a nossa "terapia em grupo".

Desejo muita força e sucesso nesta nova fase da tua vida. Posso te afirmar com certeza que tua vida vai mudar da água para o vinho.

Conte comigo ,

abraço


_______________________________________




avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1025
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Recaída

em 25/1/2016, 08:14
Oi, pessoal, acabei de ter uma recaída e zerei o cronômetro. Sempre quando eu chego aos 7 ou 8 dias de ausência de PMO, eu recaio.  Sad

O motivo principal é que eu vejo a minha filha 1 vez por semana e a minha ex-esposa, além de ser muito sensual tem dado descaradamente em cima de mim.

Tenho resistido heroicamente a seus assédios, até porque eu sou casado e já estou há 6 anos com minha nova companheira. Como eu falei anteriormente o tesão que sinto pela minha atual esposa é zero, mas existe entre nós uma forte relação de amizade, carinho e gratidão.

Tenho medo também de ter polução noturna durante o plantão que dou nas noites do final de semana. Ter uma polução noturna no quarto dos médicos com outros dois colegas seria para mim, o fim da carreira artística. Por isso tenho receio de ir muito excitado dar plantão, após 8 dias sem PMO.

Com minha ex-esposa ocorre exatamente o oposto: ela é extremamente sensual e, ao seu lado, eu me sinto como se estivesse ao lado da Sharon Stones ( de Atração Fatal) ou da morena da globeleza. O problema é que ela não é nem um pouco confiável e já aprontou várias coisas. Da minha parte existe 100% de tesão e 0% de confiança e, portanto, de afeto.

Como eu falei, tenho resistido bravamente às investidas, indiretas e diretas da minha ex-esposa, contudo, em relação às fantasias não tenho tido o mesmo resultado. Por isso, toda vez que volto da visita a minha filha de 9 anos, eu recaio na M. Passo a semana toda equilibrado, numa castidade que faria inveja ao papa Francisco, mas, basta eu ver a minha ex-esposa que me desequilibro totalmente.

O interessante é que, quando eu era casado com ela, milagrosamente eu conseguia ter relações sem viagra ( pois ela sempre foi muito sensual). Contudo, para não ter DE eu tinha que apimentar a minha mente com imagens eróticas de filmes pornográficos que assisti. Isso me leva a perceber que, até com ela a DE estava presente, ainda que sem viagra.

Minha ex era maravilhosa na cama mas, fora da cama ela era um completo desastre, me tratando mal o tempo todo. Como todo casal passa 1% do tempo na cama e 99% do tempo fora, acabei me divorciando dela quando a minha filha tinha apenas 1 ano de idade ( ela tem 9 aninhos, atualmente)

Com minha atual esposa ocorre o contrário do meu casamento anterior - os 99% do tempo fora da cama são excelente, mas os 1% de cama são feitos regados a viagra e unicamente para eu "bater o ponto".

A minha esposa eu amo da cintura para cima e a minha ex-esposa da cintura para baixo. O ideal é que aparecesse uma mulher que tivesse a alma da minha esposa e o corpo da ex (rsrs). Eu sei, contudo, que o problema não está nas mulheres que me relaciono, mas no meu cérebro que já está danificado pela pornografia que consumo desde os 13 anos de idade ( eu tenho 44 anos)

Bom... é isso! Zerei e estou no primeiro dia sem PMO de novo. A prova de fogo será no próximo sábado quando visitarei novamente a minha filhinha. Torçam ou rezem por mim. Um abraço a todos!
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1679
Data de inscrição : 02/10/2015
Idade : 37
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 31/1/2016, 19:05
Olá Antônio71, torço pela sua recuperação. Sucesso e vitórias na sua jornada.

_______________________________________
" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ...

NÃO PERMITA QUE SEU CÉREBRO PRIMITIVO LHE COMANDE E TE DEIXE EM ESTADO DE HIPOFRONTALIDADE.

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

avatar
Mensagens : 139
Data de inscrição : 05/12/2015
Idade : 43
Localização : Europa
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 31/1/2016, 19:25
Boas Antonio71

Já imaginou a felicidade que vai sentir caso consiga ultrapassar esse fim‑de‑semana em vai ver sua ex sem PMO ? Óbvio que no mínimo iria conseguir ficar 3 semanas longe da PMO. Claro que consegue não 3 semanas mas sim 3 meses.
Agora se você continua encontrando desculpa para recair, faz me lembrar o pensamento da loura ao ver uma casca de banana no chão ... " lá vou eu escorregar outra vez".

O meu concelho e que visualize o terminus dos 90 dias com as histórias de sussesso e lute por ter a sua.

Que nunca por vencidos se conheçam.

_______________________________________
cheers QUE NUNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM cheers



avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1025
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Esperança

em 2/2/2016, 22:19
Oi, Bimike, boa noite! Agradeço pelo seu incentivo e também gostei muito da história da loira e da casca de banana. Realmente ilustra bem a minha situação.

Bom... tenho encontrado algumas formas de driblar a casca de banana. Um delas, apesar de meio maluca é o jejum. Eu estava a oito dias de abstinência e matando cachorro a grito. Resolvi, então, pular o jantar. Realmente, com fome não se tem como pensar em sexo. Quando não aguentei mais e comi alguma coisa eu estava totalmente calmo e tranquilo do ponto de vista sexual.

Hoje, tive uma recaída. Bati o meu recorde: 9 dias sem PMO mas surgiu outra casca de banana e, dessa vez, escorreguei. Uma ex-namorada minha estava internada no hospital com uma suspeita de câncer. Como médico fui visitá-la agora, às 21:30h.

Felizmente até agora os exames foram normais e o estado geral dela está ótimo. O problema é que, após a visita ela entrou no elevador comigo. Como não tinha ninguém lá rolou um beijo na boca, muito rápido e fugaz, por sinal. Contudo, isso já foi o suficiente para acionar em minha mente uma verdadeira avalanche de fantasias.

Essa minha ex-namorada sempre foi minha melhor amiga. Nós sempre nos demos muito bem na cama e o término do relacionamento só se deu porque ela era um pouco maluquinha, ou seja, já se envolveu com drogas e já me traiu com um colega meu, cardiologista.

Atualmente estou casado mas, como falei, faz mais de um mês que não tenho nada com minha esposa pois ela teve um AVC, tem andado muito doente e também porque, para ser sincero, só a amo da cintura para cima.

Bem... voltando a essa questão dessa minha ex-namorada que chamaremos de G: ela, como eu também era voyer e adorava filmes pornográficos. Resultado: quando tínhamos relações sexuais, regávamos elas com filmes eróticos o que, na hora, era muito prazeroso para ambos.O problema, contudo, é que, quando tudo terminava ficava em mim uma sensação de vazio muito grande.

Por isso, viram-me as lembranças muito intensas e com elas um forte desejo de M pensando em G. Para piorar a situação eu vim dar plantão em outro hospital na mesma cidade e, no quarto dos médicos da UTI, eu divido-o com duas colegas ( são três UTIs). Tive, assim, um medo muito grande de ter um "sonho molhado" e acordar no plantão "todo melado" na frente das colegas. Seria o fim da carreira artística.

Isso me levou a me trancar no banheiro e fazer o M. Me acalmei mas ficou uma certa sensação de vazio e tristeza. O mesmo vazio que sentia quando terminava as minhas relações apimentadas e regadas a pornografia com G.

Bom... não quero que você me tome como um fracassado. Estou apenas relatando minhas dificuldades. Não são "desculpas" para escorregar são dificuldades ou, talvez, como dizia Thomas Edson, outras formas de "não inventar a lâmpada", o que, segundo ele o deixava mais perto da vitória.

Zerei o cronômetro e estou começando novamente. Para mim, acredito que o melhor em relação a MO seja ir devagarzinho. O meu placar foi: 8 dias - zerei - 8 dias - zerei - 8 dias - zerei e agora 9 dias.

Eu me conheço, Bimike. Você e o Pirata Feio, por exemplo, têm tido um desempenho invejável no rebooting. Contudo, cada pessoa é diferente da outra. Se eu inventar de forçar a barra e chegar nos 90 dias de uma vez, a chance de, depois, eu abandonar tudo isso e atolar o pé na jaca é muito grande.

Minha meta, agora, é chegar pelo menos aos 10 dias. Se eu conseguir mais dias melhor ainda. No meu caso tem que ser assim, como o andar de uma tartaruga. Se eu quiser me comportar como uma lebre, com certeza perderei a corrida.

O que importa, contudo é que, venho me mantendo há 60 dias sem P e isso eu não abro mão. Podem aparecer duzentas cascas de banana na minha frente, mas nada de P. Em relação ao MO eu vou devagar, mas vou! Assumi esse compromisso comigo mesmo.

No demais, esses dias, mesmo poucos de ausência de PMO e sem nenhum tipo de fantasia erótica tem me dado uma turbinada muito grande na minha auto-estima, na minha auto-confiança e também na minha espiritualidade.

Vou dormir agora um pouquinho triste mas ao mesmo tempo feliz por ter batido um novo record: 9 dias sem PMO e sem perder a esperança. Admiro a sua determinação e coragem, Bimike, mas, digo por experiência própria, se você tropeçar algum dia, é importante que você também se perdoe e tenha compaixão com suas próprias limitações. Como disse Masararu Taniguchi: "O Fracasso é a base do sucesso".

Todos teremos sucesso, sim! Cada um no seu ritmo! Um forte abraço!









Bimike escreveu:Boas Antonio71

Já imaginou a felicidade que vai sentir caso consiga ultrapassar esse fim‑de‑semana em vai ver sua ex sem PMO ? Óbvio que no mínimo iria conseguir ficar 3 semanas longe da PMO. Claro que consegue não 3 semanas mas sim 3 meses.
Agora se você continua encontrando desculpa para recair, faz me lembrar o pensamento da loura ao ver uma casca de banana no chão ... " lá vou eu escorregar outra vez".

O meu concelho e que visualize o terminus dos 90 dias com as histórias de sussesso e lute por ter a sua.

Que nunca por vencidos se conheçam.
avatar
Mensagens : 139
Data de inscrição : 05/12/2015
Idade : 43
Localização : Europa
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 5/2/2016, 12:52
Antes de mais observações devo dizer-te que admiro a tua força de vontade em resistir à G.

Quanto as recaídas em MO. Eu não vejo como recaídas. Mas aprendizagens. Uma vez que a P. já pouco faz sentido, verás que o vicio deixa de ter força. O vicio é em imagens, vídeos e ter prazer (solitário) através desse recurso aliado a MO.

Cada um tem de encarar de frente como quer se livrar dele. E se tu deixa voar em MO uma vez a cada 9/10 dias pensando na G. Não é assim tão grave.

No meu ver (só meu e de mais alguns reeboters mas que não reflete na maioria dos usuários do fórum) adotar de forma coerente essa postura de se livrar da PMO até pode ser benéfica. Daqui a uns meses postaras a tua história de sussesso e dirás qual o teu método para vencer a PMO.

Numa análise mais subjacente tens de olhar para ti e ver quais os benefícios que tens vindo a adquirir mesmo praticando MO, E quais ainda faltam é que poderias ganhar sem a MO. Ao mesmo tempo coloca-os numa balança e decide o que pretendes.

Cada um aqui apesar de ler e questionar e tirar muitas dúvidas, é o próprio que decide o plano que quer seguir. E se leres bem vais encontrar muitas boas histórias em que alguns usuários aboliram a P mas foram mantendo a MO espaçosamente mais ou menos como tu.

Eu por exemplo nunca usei nem uso bloqueadores. Estarei entre o 1% que resiste???? Não sei. Durante 60 dias não fiz nenhum exercício físico (esta semana comecei a fazer mas para ficar em forma lol) serei diferente? Não sei.
Mas de uma coisa sei e bem, P não quero mais. MO não sei. Mas até completar os 90 a 100 dias com certeza que não. Caso contrário nunca poderei testar a teoria dos demais usuários.

Força e determinação.
Que nunca por vencidos nos conheçam.


_______________________________________
cheers QUE NUNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM cheers



avatar
Mensagens : 66
Data de inscrição : 01/02/2016
Localização : Brasil
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 5/2/2016, 12:57
Olá.

Você instalou os bloqueadores?

_______________________________________
avatar
Mensagens : 6110
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 34
Ver perfil do usuáriohttp://blokporn.blogspot.com

Re: Esperança para uma nova vida

em 5/2/2016, 14:14
Começa a ir em uma academia e leva sua esposa junto.

_______________________________________


Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://www.comoparar.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): [email protected]

Diário: http://www.comoparar.com/t3599-saga-do-toguro
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1025
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Obrigado a todos pelo apoio

em 7/2/2016, 23:42
[size=16]Agradeço a todos pelo apoio. Por incrível que pareça, Isaac Newton, eu não preciso usar bloqueadores. Isso porque a minha compulsão em pornografia se dá uma vez a cada dois meses quando eu tenho uma recaída e vou para algum motel, sozinho, praticar PMO. Pago um motel mais caro, que tenha computador e internet para poder viver intensamente o meu voyerismo. Desnecessário falar que, após passar uma tarde toda praticando PMO, saio de lá me sentindo um lixo, com a auto-estima na sola do sapato. Quando eu saio a moça da recepção pergunta se ficou alguém no apartamento e, quando respondo que não fico ainda mais envergonhado e constrangido.

Já percebi que, durante pelo menos 7 dias após esse meu "bacanal virtual de Herodes" eu passo a semana toda bagunçada. Como muito, engordo, não faço exercícios, fico mais desatento e preguiçoso do que o normal e tendo a me isolar de todo mundo. Fico também mais melindroso e percebo as pessoas mais irritadiças comigo, mesmo sem motivo.

Não uso, contudo, P nem no meu computador e nem no celular. Talvez alguns estudiosos acreditem que eu talvez nem seja viciado em P, já que a compulsão ocorre apenas a cada dois meses. O fato, contudo, de eu ter DE durante a penetração, de eu possuir ER também e de levar as imagens pornográficas portáteis em minha mente para todos os lugares nos coloca no mesmo Titanic.

Outra coisa também é que houve progressão sim. Atualmente o que mais me seduziam eram os sites de CFNM ( do inglês mulheres vestidas que humilham homens). Na realidade, Isaac Newton, eu tenho instalado bloqueadores não no meu celular nem no meu computador, mas na minha mente. Toda vez que eu vou ter um pensamento erótico, mudo imediatamente a minha fantasia ou me concentro no momento presente ( o que estou vendo, ouvindo, sentindo ou cheirando, agora, no presente - isso sempre dá certo).

Antes eu errava porque, antes de bloquear uma fantasia, eu me permitia "usufruir" um pouquinho dela, pelo menos por alguns segundos - resultado: MO.

Você, Toguro, deu uma excelente sugestão. Eu já estou indo para musculação cerca de duas vezes por semana ( como médico não tenho muito tempo). Estou também organizando algumas manhãs para praticar corridas. Quanto a minha esposa, contudo, o papo é outro já que ela é sequelada de AVC e atualmente vem emagrecendo muito, está sem forças. Já faz um mês que não temos relacionamentos sexuais devido ao seu estado orgânico.

Você, Bimike, agradeço pela compreensão e tolerância. Realmente, os benefícios que eu tenho anotado, mesmo com tão pouco tempo de reboot são imensos.

1. Meu desempenho no trabalho quadruplicou. Estou muito mais disposto, com boa-vontade e sem a preguiça que sempre me acompanhou durante o trabalho em outras épocas.

2,Minha auto-estima e meu auto-amor também estão nas alturas. Estou começando sinceramente a gostar mais de mim e a me ver mais como um filho de Deus, repleto de virtudes, do que como um viciado sem-vergonha, impuro e tarado ( era assim como eu me via antes).

3. Estou lidando de uma forma muito, muito melhor com o stress. Há bem pouco tempo stress era sinônimo de punheta para mim. Isso porque quando estava esperando ou ansioso pensava em P e depois a MO era só questão de tempo. IHoje, especificamente, passei quase 40 minutos numa fila da Mac Donalds, depois passei outros 20 minutos em duas filas na farmácia ( uma para pedir o remedio e outra para pagar) e, mesmo assim, consegui manter minha mente limpa, sem P nos pensamentos.

4. As pessoas estão me tratando melhor, com mais carinho e atenção. Acredito que seja devido as atitudes mais cordiais que eu venho adotando ou talvez ao tipo de energia melhor que estou emitindo.

Hoje G apareceu no plantão, estava com alguns problemas pessoais, chorou bastante, mas veio linda como nunca ( está 11kg mais magra). Felizmente disciplinei a minha a tal ponto que não tive quase nenhuma fantasia com ela. Em outras épocas as fantasias que eu tinha toda vez que eu apenas ouvia o som da sua voz no telefone ou a via pessoalmente terminavam inevitavelmente em MO.

Sinto-me um vitorioso apesar das recaídas.

É isso, pessoal, agradeço o carinho e o apoio de todos. Um grande abraço.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 6110
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 34
Ver perfil do usuáriohttp://blokporn.blogspot.com

Re: Esperança para uma nova vida

em 8/2/2016, 06:47
Não sabia sobre sua esposa. Malz aí.

No mais, parabéns pelo seu progresso. Se continuar assim, vai muito longe. Nos vemos no pódio.

_______________________________________


Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://www.comoparar.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): [email protected]

Diário: http://www.comoparar.com/t3599-saga-do-toguro
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1679
Data de inscrição : 02/10/2015
Idade : 37
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 8/2/2016, 08:05
Olá Antônio, entendi que você não ver P em vídeos com frequência, porém você sempre está com essa P em sua mente, isso caracteriza o vício. Sobre o estilo de vídeos fetichistas como mulheres que humilham homens, eu também já fui vítima desse tipo de fetiche. No meu caso o que funcionou foi mudar minhas crenças, ver esse fetiche como uma imbecilidade da mente primitiva humana que aproveita uma situação estranha às caracteristicas de um homem e relaciona isso ao sexo. Então, estou conseguindo ótimos resultados quanto a isso, desde que iniciei o Reboot não cai mais, vez ou outra perdida ainda vem alguns flashs na minha mente realcionado a esses fetiches imbecis, mas nada que me incomode ou que me leve a ficar imbecilizado como antes ficava. Também, estou investindo na fixação da crença do Homem Alfa, estou lendo material sobre isso e realmente funciona, nós homens somos Alfa e nascemos para criar, comandar, produzir e inovar para uma sociedade melhor. Aposto nessa máxima, que devemo substituir um hábito danoso (vício) por outro hábito oposto ( hábito positivo). Então espero que reflita sobre isso e veja o que você pode aplicar em seu Reboot. Desejo-lhe muito Sucesso e Vitórias.

_______________________________________
" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ...

NÃO PERMITA QUE SEU CÉREBRO PRIMITIVO LHE COMANDE E TE DEIXE EM ESTADO DE HIPOFRONTALIDADE.

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

avatar
Mensagens : 139
Data de inscrição : 05/12/2015
Idade : 43
Localização : Europa
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 9/2/2016, 15:22
Camarada.

Vou te dar um conselho simples.

Quando estiveres para desistir e ir para o motel tenta dar mais 25% de ti e adia por mais uns dias/semanas.

Se queres mesmo ir mais longe. Assim que decidires ir ao motel, resiste mesmo a porta do mesmo é em vez de entrar tenta encontrar algo que na tua juventude te dava prazer fazer ( sem ser PMO óbvio ) e vai. Da essas horas perdidas a ti mesmo.

O dinheiro que ias gastar no motel compra uma prenda a tua esposa... Um ramo de flores um colar/ algo que a deixe feliz nesta fase menos boa devido ao AVC.

Ou se quiseres ser mais audaz. .. Procura uma ou mais pessoas que sintas ser mais necessitado (pobre) e oferece-te para lhe pagares algo de comer.

Depois sempre que estiveres para regressar ao motel recorda o olhar de felicidade das pessoas que deste de comer ou do sorriso imesuravel da tu esposa.

Fica a dica. Os dias de glória podem começar nos gestos mais simples.

Que nunca por vencidos se conheçam.

_______________________________________
cheers QUE NUNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM cheers



avatar
Mensagens : 528
Data de inscrição : 24/06/2015
Idade : 35
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 10/2/2016, 17:34
Assim como o Mário também já fui vítima das fantasias de humilhação e derivadas. Sei o quanto elas são fortes e a inundação de dopamina que geram no cérebro, por isso sempre que elas vierem afaste-as com veemência.

Sinto pela situação da sua esposa, mas os companheiros acima já deram bons conselhos e acrescento que se mantenha sempre ocupado e nos momentos de ócio deixe preferencialmente o pc desligado.

_______________________________________


avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1025
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

VITÓRIA EM PEQUENOS MAS FIRMES PASSOS

em 16/2/2016, 21:39
Oi, pessoal, boa noite! Antes de mais nada quero agradecer o apoio e o carinho de todos. Admiro muito, Bimike, a sua sensibilidade, seu grande coração e sua espiritualidade! Você é uma das pessoas do grupo que mais me servem de modelo!

Bom... recaí. Mas vejo isso não como uma derrota porém como uma vitória. Afinal de contas consegui chegar aos 12 dias sem PMO ( mesmo com minha ex me tentando e tudo). Foi o meu record pois, como já tinha dito, até então só consegui 8 dias no máximo.

A minha psicóloga também tem apoiado essa minha iniciativa de ir aos poucos. A cada recaída eu me esforço para aumentar o número de dias até chegar aos 90 dias. Sem pressa. "Step by step".

Percebi como a MO faz uma diferença gritante em minha vida. A primeira coisa que percebi foi na musculação. Minha força diminuiu extraordinariamente. Os pesos que eu pegava com facilidade já não consegui mais. É como Popeye sem espinafre ou Sansão sem os cabelos.

Senti-me também preguiçoso, lerdo e algo triste ao longo do dia. "Desenergizado" talvez seja o termo correto.

O motivo da recaída? O de sempre: a minha ex-esposa. Eu resisti a ela na primeira semana. Quando eu a vi na semana passada, ela me pediu uma carona tentando arrumar um pretexto para ficar sozinha comigo. Dessa vez ela não fez nada, não veio com nenhuma indireta direta. Contudo, isso foi o bastante para minha cabeça ficar fervilhando de fantasias. Mesmo assim resisti.

Hoje, contudo, estava há 48 horas excitado em vê-la novamente. Cortava a fantasia no começo e ela vinha novamente. Resolvi ceder mais por medo da possibilidade de transar com ela ao vivo e à cores do que pela luxúria em si. Para mim a MO foi uma espécie de profilaxia para não trair minha atual esposa, que mesmo sem transar comigo, me ama muito.

Tudo bem! Estou meio tristinho mas estou bem. Tenho duas armas para usar no próximo encontro com minha ex no lugar da MO e que surtem muito efeito: a oração antes de me encontrar pedindo forças e o jejum. Não sei se vocês experimentaram mas jejuar diminui a secura extraordinariamente. Não tem como o cara sentir fome e tesão ao mesmo tempo. Um jejum de uma refeição tem para mim o efeito de umas três MO.

Outra vitória que consegui foi que, na segunda, não teve trabalho para mim pois o Posto de Saúde estava em reforma. Isso, em outras épocas era sinônimo de motel. Aquele tempo livre era usado por mim para fazer o meu "playstation" no motel. Bem... milagrosamente não senti a menor vontade de fazer isso. Simplesmente fui para casa, assisti "the walking dead" e dormi o dia todo. Pela primeira vez essa compulsão por P em motel não me tentou. Isso também é uma grande vitória.

É isso pessoal. Agradeço a todos o carinho e o apoio. Um abração: Antônio71

_______________________________________
avatar
Mensagens : 6110
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 34
Ver perfil do usuáriohttp://blokporn.blogspot.com

Re: Esperança para uma nova vida

em 17/2/2016, 04:50
Você deveria postar no fórum com mais frequência. Sozinho, ficará difícil lutar contra o vício. Apareça aqui nem pra dizer bom dia e "hoje, no banho, demorei um minuto a menos que o de costume".

Quando ocorrer essas coisas que te deixam com fantasias a mil, é mais um motivo para voltar correndo aqui e relatar o ocorrido. Outra sugestão é fazer uma caminhada.

_______________________________________


Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://www.comoparar.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): [email protected]

Diário: http://www.comoparar.com/t3599-saga-do-toguro
avatar
Mensagens : 139
Data de inscrição : 05/12/2015
Idade : 43
Localização : Europa
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 17/2/2016, 13:58
Antes de mais quero agradecer a forma lisonjeira que você vê em mim como um modelo a seguir. Me faz sentir mais orgulhoso de todo caminho que estou a percorrer e não menos importante saber que de certa forma também consigo inspirar outros a serem modelos.

Já estou praticamente nos 80 dias sem P. E sem MO. Quero que vejas e sintas assim como eu que tudo é possível.

Em quase 30 anos de MO é muita muita P não me lembro de ter estado um único dia sem este vicio, no entanto nunca soube que o era, até ao dia em surgiu no meu facebook as 50 perguntas que vem no ebook.

A luz que se fez em minha cabeça foi como um despertar para a realidade viciosa que estava a viver sendo ela uma fantasia halográfica por detrás de um monitor de computador.

Acordei na hora e fui pesquisar. Me interessei sobretudo em compartilhar com minha esposa e saber cada vez mais. Li e reli o ebook vi e revi os vídeos do gary e me interiorizei que me queria tratar de algo que até então não sabia o quanto me estava a prejudicar.

Entendo o quanto mexe contigo a G. Trata-se de alguém que despertou muito a tua sexualidade e te realizou muito nesse sentido. "O sexo na reconciliação era fenomenal" certo?

Fiquei somente um pouco desapontado pela forma como te diriges em relação à tua esposa... "Ela ama-me muito..." E tu a ela?? Transmites-lhe o mesmo sentimento ou somente compaixão por uma mulher querida mas com algo (que para ti é muito importante) que fica por fazer e por esse motivo te dedicas a PMO?
Sei que o problema do avc pesa muito na vossa relação, mas esta questão (PMO) já é anterior ao avc propriamente dito.

De vez em quando precisamos de uns puxões de orelhas e encarar a vida de frente. Não podes só aparecer aqui quando recais... É um dever teu participar mais e sempre antes de recair. Esse foi o meu método escolhido. Sempre que dava "aquela vontade" vinha aqui e desabafava, lia mais histórias de sucesso, lia as recaídas de outros e me imaginava a chegar aos 90/180/365 dias e olhar para trás e pensar: Uauuuuu voltei a ter "Aquela energia" de um garoto de 20... E acredito nisso a 100%.

Agora vê se ou tratas da G. De uma forma ou ela trata de ti de outra ou simplesmente... Ignora todos e quaisquer pensamentos em relação a ela. A G. Está a tornar-se cada vez mais uma desculpa para te imbuíres na PMO.

Nunca deixes que te conheçam por vencido.

Abraço


_______________________________________
cheers QUE NUNCA POR VENCIDOS SE CONHEÇAM cheers



avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1025
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Sexo com minha esposa é recaída? Devo zerar o contador?

em 18/2/2016, 10:55
Oi pessoal, bom dia! Ontem finalmente eu e minha esposa tivemos uma relação sexual. Quebramos quase dois meses de jejum sexual.

Estou na dúvida se recaí e devo zerar o contador ou não. Não houve P, mas confesso que houve DE ( eu usei viagra para mascarar o problema) e também ER ( tive que usar algumas imagens pornôs em minha mente para conseguir gozar).

Se eu tivesse tido uma relação com ela, com ejaculação, mas num sexo real, ao vivo e à cores, sem nenhuma fantasia pornográfica em minha mente mesmo assim teria que zerar o contador?

Agradeço as sugestões de Toguro e Bimike. Realmente vocês têm razão! Eu vou ficar mais presente no fórum e escrever antes de recair. Um grande abraço a todos.
avatar
Mensagens : 139
Data de inscrição : 05/12/2015
Idade : 43
Localização : Europa
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 18/2/2016, 11:13
Boas camarada.

No meu entender a situação fica 50 50... E explico porque. Em primeiro tratou-se de uma situação real e tendo recaído a pouco tempo é normal ainda residir alguma insegurança e para tal achares necessário recorrer ao viagra e a imagens P, no entanto tens de encarar o factor psicológico de zerar o contador mesmo tratando-se de uma situação real.

Por outro lado podes encarar este reinício do teu relacionamento com tua esposa (após dois meses de abstinência) de forma incisiva e começares a ser apartir de hoje o modelo que queres ser contabilizando assim como o teu 1o dia de uma nova vida.

E da próxima vez com tua esposa, retira o viagra da tua cabeça, as imagens P, e dedica-te aos pormenores mais importantes, toque, olhar nos olhos, beijos, e centra-te somente naquele momento.

Em vez de ires com muita sede ao pote, ganha gosto nos ingredientes e vai-te deliciando com as saudades que já tinhas em apreciar esses momentos.

A insegurança somos nós que a criamos ao não nos deixar-mos envolver de forma natural.

Fica a dica.

avatar
Mensagens : 66
Data de inscrição : 01/02/2016
Localização : Brasil
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 18/2/2016, 11:20
Bem, eu acredito que o maior objetivo do reboot é tentar viver ao máximo uma vida real. No caso de sexo real, com sua esposa, não acho que seja motivo de zerar o contador. Mas como você disse que recorreu a imagens na sua cabeça, aí realmente não sei. Talvez alguém mais experiente do fórum pode te falar.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 6110
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 34
Ver perfil do usuáriohttp://blokporn.blogspot.com

Re: Esperança para uma nova vida

em 18/2/2016, 14:24
Mulheres reais não são pornografia, portanto, a resposta é um sonoro não.

Tente se livrar do viagra, nem que seja aos poucos. Na próxima, use só meio comprimido, por exemplo, e vá diminuindo.

Nos vemos no pódio.
avatar
Mensagens : 353
Data de inscrição : 18/01/2016
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 18/2/2016, 14:52
Cara, sexo é muito saudável. Isso não é recaída.

Eu gostaria de ter uma esposa e poder fazer sexo com ela alguma vezes por semana....

Força!

_______________________________________
<
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1814
Data de inscrição : 10/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 18/2/2016, 14:58
Tópico movido para a seção de dúvidas, pois não é o começo de um diário e é baseado em uma dúvida.

Então bro, essa sua pergunta é um claro sinal de que você provavelmente ou não leu o e-book, ou leu muito mal. O problema disso é que é quase impossível enfrentar o vício sem ter lido pelo menos o e-book completamente, recomendo fazer a leitura logo. Eu li o e-book todo em umas 3 horas, é simples, rápido e obrigatório para conseguir melhores resultados. Quanto à questão de fantasiar, varia muito de opinião de pessoa para pessoa se é caso de reset ou não, como você não sabia então não deve resetar, mas deve evitar ao máximo fantasiar, seja na relação sexual ou durante o dia.

Grande abraço!


Última edição por Broda em 18/2/2016, 15:14, editado 1 vez(es)

_______________________________________


Meu diário I > http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II > http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Mensagens : 826
Data de inscrição : 01/02/2016
Localização : Valhala
Ver perfil do usuário

Re: Esperança para uma nova vida

em 18/2/2016, 15:09
Na minha opinião deve resetar por dois fatores:

- Fantasiou pra chegar ao orgasmo
- Uso de viagra(O que prejudica muito em vários sentidos)
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum