Compartilhe
Ir em baixo
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 21/1/2017, 23:25
Fala gente, atualizando o meu diário.

RECAÍ! é galera, vou recomeçar a caminhada. recaí em PMO.
Decidi sair de casa hoje. Não estava me sentindo muito bem, mas mesmo assim decidi ir num shopping que não conhecia. Ignorei o meu instinto e fui lá.
Normal, fui conhecer o shopping e bater perna mesmo, mas fiquei deprimido, porque no shopping vi muito cara feio com a sua namoradinha, me senti inferior demais.

Sentei do lado de uma mulher relativamente bonita no metrô na hora de ir e reparei ela olhando pra outro homem e me ignorando. Não só por isso também, quando eu saio de casa fico pensando em coisas como sentido da vida, esses pensamentos filosóficos, e isso costuma me deixar pra baixo.

Na hora de voltar pra casa, dentro do metrô, uma mulher ficou olhando fixamente no meu olho, ficou olhando por uns 10 segundos sem parar, e eu acabei desviando o olhar, achei o olhar invasivo demais, me senti até constrangido. Depois fiquei me sentindo um lixo por desviar o olhar primeiro do que uma mulher. Fiquei bem puto mesmo.

Depois peguei o busão e cheguei em casa. Meu pai deixou o celular dele desbloqueado, então compartilhei a internet dele e conectei com o meu notebook, aí abraço... em pouco tempo recaí.
Minha nova estratégia será guardar os notebooks aqui de casa em uma caixa e guardar essa caixa em um cômodo longe do meu quarto, pra evitar recaídas como essa.

Eu posso dizer que o meu emocional foi a peça chave pra essa recaída, além do fato de ter internet disponível em casa também.
Bom é isso. Sem chororô, eu recaí e agora vou limpar a bagunça, levantar e recomeçar a caminhada.
Um abraço forte a todos!

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
Nero
Mensagens : 114
Data de inscrição : 14/01/2017
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 22/1/2017, 01:17
Me identifiquei com o seu relato e com seus hábitos. Atualmente eu tô num estado que nem ligo de usar roupas rasgadas, camisas, cuecas.. Fiquei uns dois, três dias sem banho, barba por fazer, desânimo total. Pior é fazer o que você relatou, ir na rua e ver casais e se sentir um lixo. As vezes eu chego a ter ódio de mim mesmo. Os colaterais do reboot estão muito intenção em mim. Mas espero pelo menos ter coragem que você teve pra perder a virgindade e pagar umas putas, embora eu tenha um pavor desgraçado de ter DE.

Vou acompanhar aqui. Boa sorte pra você!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4471-meu-diario-a-ultima-esperanca
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 22/1/2017, 04:16
fala galera, eu de novo.
tive várias recaídas nessa madrugada também. de ontem pra hoje já me masturbei 5 vezes. tô esgotado e dopado, pois estava me sentindo muito deprimido e revoltado com a vida, mas a pornografia fez esse sintoma acabar.

enfim, só atualizando aqui mesmo, em breve vou retornar ao reboot. abraço a todos.

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 26/1/2017, 06:29
Fala galera, atualizando aqui o diário.

Infelizmente as coisas pra mim não estão nada bem. Tive várias recaídas nesses dois dias, acho que de lá pra cá devo ter assistido porn e me masturbado umas 15 vezes. Estou com a glande assada de tanto me masturbar.

Acho que deve ter alguma coisa a ver com o efeito caçador, pois desde que eu tive aquela primeira recaída, meu comportamento mudou! agora qualquer gatilho já me deixa fissurado por pornô, e eu não estava assim!

Enfim, agora é limpar a bagunça, se levantar e recomeçar a caminhada.
Um abraço a todos!

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 31/1/2017, 16:53
Fala galera anti-pornônheta, atualizando o meu diário.

Sábado agora eu tive uma recaída. Fui na lanhouse e baixei um pornozão pro meu HD externo. Cheguei em casa e assisti umas duas vezes, mas sei lá, não vi muita graça nessa porra! Depois disso eu apaguei o pornô do meu HD.
Uma coisa que eu reparei é que sempre quando eu tenho recaídas em pornografia a minha libido fica bem alta, mas o meu desejo não é por pornografia, e sim por mulheres reais! Então eu fui no puteiro segunda-feira (ontem) pois estava quase insuportável.

Fui na zona e comi duas putas! não vou contar aqui os detalhes das fodas, mas eu consegui gozar nas duas vezes, e sem fazer muito esforço mental, apenas me concentrando nas sensações! Pra mim isso é ótimo, pois meter em um puteiro é bem tenso. Tem a pressão do tempo, a puta nem sempre é simpática, mas enfim, meti e gozei lindo.
Eu acho que o meu desempenho sexual está melhorando porque eu simplesmente liguei o foda-se pras mulheres. Eu sinto que o meu lado romântico está morrendo, e fico feliz por isso. Ultimamente vejo uma mulher apenas como um corpo mesmo, pra descarregar o meu material genético. Não sei se é moralmente certo pensar isso, e aliás não dou a mínima.

As minhas primeiras experiências sexuais não foram muito boas, eu fiquei tenso demais, e acabei broxando. Não sei se a pornografia teve alguma coisa a ver (provavelmente teve sim), mas independente disso eu vou prosseguir com o NoFap e Reboot simplesmente porque não vejo mais tanta graça assim em assistir pornografia. É muito melhor você mesmo trepar, é muito mais gostoso gozar sentindo... vocês sabem.

Eu estou desde o mês de julho sem internet em casa. De lá pra cá obviamente eu acessei pornografia, mas num ritmo bem menor. Provavelmente o meu cérebro está "curado" parcialmente, pois ontem eu percebi uma melhora na minha performance. Não sei se esse resultado está estabilizado ou não, talvez eu vá no puteiro em breve e volto aqui pra relatar como foi.

-----x-----

Algum de vocês disse que em breve vai no puteiro, quando tiver coragem pra isso. Eu digo pra você, cara, vai logo! Já vou te dizendo que o sexo real é muito diferente da punhetinha+pornô. Quando eu fui perder a virgindade, eu me senti estranho demais. Entrei com a puta no quarto, ela foi tomar um banho e enquanto tomava o seu banho, olhava pro meu pênis, que estava 100% mole! nenhum sinal de vida, cara. Ela ainda tentou disfarçar, mas eu percebi o jeito dela, ela estava claramente incomodada com aquela situação.

Eu fiquei bastante nervoso também. Acho até que fiquei tremendo. A puta fez sexo oral em mim e depois rolou o sexo propriamente dito. Não consegui sentir nenhum prazer aquele dia cara, aquilo foi tão indiferente quanto esperar um ônibus. Nem gozar, gozei. Achei estranho demais, sei lá, a buceta da mulher não tem a mesma pressão da mão. E paguei caro, R$160,00 por 40 minutos, mas a puta roubou no tempo. Então a minha dica é, cara, vá em um puteiro barato (pesquise no GPGuia os trashs, é 30 reais pra meter 15 minutos). Não crie muita expectativa também. É normal ficar nervoso mesmo, eu quando fui perder o cabaço fiquei nervoso demais! Mas é preciso enfrentar o medo pra ampliar as suas possibilidades man. Depois que você perder o medo, o sexo vai virar algo comum na sua vida. O homem virgem superestima demais o sexo. Cara, sexo é só enfiar e tirar de dentro até gozar, é algo banal demais, perde logo essa visão romântica da coisa toda.

Você pode ficar com medo da puta te ver como um perdedor pelo fato de você pagar por sexo, mas cara, você se importa com a opinião de alguém que vende o próprio corpo? para com isso man, junta uma graninha e resolve logo isso, se você sentir que está pronto pra dar esse passo, claro. Junta a grana, escolhe uma puta que te dê algum tesão e deixa ela fazer o trabalho dela. Se quiser diga pra ela que é virgem, no meu caso eu disse pra puta que era virgem e ela apenas sorriu. Sexo é algo tão banal que eu nem me lembro do rosto da puta que eu perdi o cabaço, nem do nome.

Outra coisa que eu reparei em mim mesmo é que eu precisava de muito estímulo visual na hora do coito. Eu precisava ver por exemplo o meu membro entrando na mulher ou ver as tetas dela. E sempre acabava meio que broxando. Mas cara, sexo é muito mais sensação do que visual. Quando for comer uma mulher, preste atenção em si mesmo, ao invés de reparar na outra pessoa. Preste atenção em como se sente, em como a outra pessoa faz você se sentir, não emocionalmente falando, mas fisiologicamente falando mesmo. Preste atenção em como a outra pessoa te deixa excitado, nas sensações. Te garanto que isso vai fazer você ficar bem empolgado. Tem tanta sensação pra curtir... tem o cheiro da mulher, você pode passar a mão nela, beijar... mas pra coisa começar a andar, você primeiro tem que ligar o foda-se pra tudo e focar só em si mesmo. É isso que eu ainda estou aprendendo. É ligar o foda-se pro prazer da outra pessoa e usar aquele corpo pra obter o seu prazer, é ser bastante egoísta mesmo!

E na hora do coito, durante o boquete, segura na nuca da mulher, pra mostrar quem é que manda. Enquanto ela te chupa você segura ela pelo pescoço. Não tenha medo de fazer isso. Pode segurar pelos cabelos também. Quando for pra meteção propriamente dita, tenta economizar o máximo de energia evitando fazer movimentos desnecessários. Por exemplo, quando for comê-la de quatro, evita movimentar toda a perna pra penetrar. Você pode muito bem mover apenas o quadril.
Sexo gasta muita energia, e pra quem é magro como eu, é importante economizar essa energia! não sei o seu biotipo, mas fica a dica aí. Outra dica é: quando for no puteiro, levar apenas a grana certinha pro programa! nunca leve grana a mais, pois você VAI GASTAR. sexo é uma das coisas que mais drenam o dinheiro do homem, então muito cuidado com isso!!! a buceta é altamente viciante colega.

Fica a dica aí e abraços!

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 2/2/2017, 21:57
Fala gente

Tive uma recaída hoje hein! mas que porra...
Na verdade desde ontem eu fico acessando fotos pornográficas pelo notebook, mas hoje eu me masturbei vendo essas fotos. Tudo bem, bola pra frente. Mas o mais estranho é a deprê que eu tô sentindo, mesmo recebendo a notícia da minha aprovação na USP eu continuo triste!

Só atualizando aqui mesmo. Bora gente, o reboot tem que continuar. Abraços!

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 8/2/2017, 23:42
Olá querido diário. Atualizando as coisas aqui.

Bem, nesse tempo eu só fiz merda, eu preciso dizer que não estou levando o reboot a sério. Bem, eu fui na zona várias vezes nesse tempo, e teve um dia que as coisas deram até certo pra mim, fui na zona e tive sexo duas vezes em menos de 1 hora, com garotas diferentes, e gozei nas duas vezes! Eu até cheguei a pensar se tinha de fato algum problema neurológico causado pela pornografia! Mas hoje vejo que fui ignorante ao pensar isso, pois ainda tenho problemas de disfunção erétil sim.

Em outra ocasião, tentei fazer sexo com três putas distintas e não fiquei animado! Broxei lindamente com as putas. Sem falar que nesse tempo eu acessei bastante os fóruns de garotas de programa e continuei consumindo pornografia.
Então o que vou fazer é o seguinte: irei remover o adaptador de rede wireless do meu notebook. Isso vai evitar que eu consiga acessar a internet móvel a partir do celular.

Não tenho muito o que escrever aqui, só que tive a recaída mesmo. Mas vou me levantar e continuar a caminhada.
Abraço a todos, estamos juntos.

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
Marco
Mensagens : 1782
Data de inscrição : 09/01/2017
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 12/2/2017, 11:33
Fala Headbanger muito bom lê o seu diário cara.

Então, como estão as coisas? Os bloqueadores estão funcionando? E a força de vontade?

Parabéns pela aprovação na USP.

Sucesso cara.

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 1/3/2017, 16:15
Marco escreveu:Fala Headbanger muito bom lê o seu diário cara.

Então, como estão as coisas? Os bloqueadores estão funcionando? E a força de vontade?

Parabéns pela aprovação na USP.

Sucesso cara.

Fala marco beleza? valeu pelos cumprimentos rsrs
então man, eu tô sem bloqueador nos meus computadores, pois como eu disse uma vez, eu trabalho com isso então nenhum consegue me segurar. Mas já dei meu jeito quanto a isso (cancelei a internet lá de casa) Sobre a força de vontade, devo confessar que de vez em quando é foda, mas tamo aí.

abração!

----------

Oi gente, tudo bem? quanto tempo rsrs... atualizando o meu diário aqui

Bom, desde a minha última visita, tive uma recaída em PMO no dia 25/02. Estava tenso o negócio, sonhava quase todos os dias assistindo pornografia, até que apareceu uma brecha aqui e tive essa recaída. Semana que vem eu já começo a ir na USP, então espero não sobrar mais tempo pra acessar porn. Na verdade eu acessei pornografia porque meu pai deixou o celular dando sopa, daí eu compartilhei a internet e acessei pelo notebook, mas depois da recaída eu abri o notebook e removi o adaptador Wireless, então agora fica complicado acessar a internet pelo notebook.

Nesse tempo que fiquei fora, fiz sexo algumas vezes, no puteiro, e broxei em uma delas. Provavelmente broxei porque o reboot não está completo, mas a puta estava chapada também (drogada), então acho que isso influenciou bastante. Agora uma coisa que eu reparei também é que a minha ereção não fica 100%. Sei lá, eu até consigo fazer sexo e gozar, dependendo da energia que estiver rolando, mas eu não fico TÃÃÃÃO empolgado assim. Acho que isso vai melhorar depois que eu concluir o reboot.

Por hora é isso. Vou ficar longe de puteiros e levar o reboot a sério. 100% longe de PMO. Estou desde o dia 25 sem PMO e desde o dia 26 sem estímulos sexuais (assisti o pânico domingão e tinha estímulo demais ali, já viram aquele concurso "a novinha do funk"? pois bem rsrs)

abração a todos!

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 8/3/2017, 19:01
Fala galera, atualizando o meu diário aqui

Dia 1º eu fui na galeria do rock comprar uma camiseta do Slipknot, mas como cheguei lá umas 8h da noite, dei de cara com a galeria fechada. Então pra não perder viagem, decido passar no puteiro que fica ali perto. No caminho vejo uma puta que comi uma vez, voltando para a sua casa talvez, e finjo que não a vi. Após uma breve caminhada chego no referido lugar. Entro e sigo a rotina, que é subir e descer as escadas a procura de alguma carne comestível, mas como estava tarde a probabilidade de se achar algo legal era baixíssima, pois o puteiro estava meio vazio. Dito e feito, subi e desci o lance de escadas duas vezes, como não achei nada que me despertasse a atenção, decido ir embora.

Só que é foda, porque eu queria transar! então saí meio frustrado dali e fui embora pra minha casa. No caminho de volta é sempre a mesma merda, eu vejo várias gatinhas e quando tento fazer algum contato visual sou esnobado! isso me deixa puto demais, eu não sei lidar com a rejeição. Me sinto inferiorizado e até mesmo aterrorizado, o que torna estressante um simples passeio. Eu ainda estou aprendendo a lidar com a hostilidade do mundo... pois bem, cheguei em casa e não estava me sentindo legal. Sei lá, uma sensação de vazio, tristeza... fiquei pensando na minha vida, em todos que já passaram por ela... nas vantagens que levaram nas minhas costas... esse tipo de pensamento me deprime.

Subi em casa e vi o celular do meu velho dando sopa. Sem nem pensar muito, compartilhei a conexão com a internet via wireless e recoloquei a placa de rede sem-fio de volta no meu notebook. Fiquei acessando a internet um tempo e logo começo a recair em pornografia... acho que comecei a acessar pornografia umas 23h e só parei 7h da manhã. Me masturbei três vezes, no final da sessão pornográfica estava me sentindo um lixo total, o vazio interior e a confusão mental só aumentaram, estava me sentindo sujo mesmo, notei que a pele do meu rosto estava horrível. Uma coisa que reparei é que broxei algumas vezes mesmo acessando pornografia. Isso já acontecia antes porém eu esperava que isso sumisse por causa das inúmeras abstinências que fiz desde 2014, mas não sumiu porque eu simplesmente não faço o reboot direito.

Bom, fui dormir sujão mesmo, sem tomar banho e depois de algumas horas acordei. Limpei a bagunça e aí sim tomei um banho. Na volta rodei um software que limpa os dados do disco rígido e depois tornei a arrancar a placa de rede wi-fi dele, logo em seguida começo a reinstalar o Windows e drivers, pois uso esse notebook pra estudar e digitar os relatos que posto aqui, já que na lan-house me sinto incomodado ao tratar desse assunto. Tive que sair de casa nesse dia e notei que estava agressivo, com vontade de brigar. Achei estranho, pois a pornografia deveria abaixar a minha testosterona, então eu deveria me sentir meio moleirão. Notei alguns olhares femininos, mas isso me aterroriza demais, eu me sinto incomodado quando percebo que alguma mulher está olhando pra mim, deve ser algo relacionado com ansiedade social.

E por hora é isso mesmo... dia 6 vou começar a frequentar a USP e espero fazer alguns colegas, mas sem forçar a barra. Espero ter forças pra fazer o curso, pois eu já abandonei vários cursinhos porque me sentia aborrecido várias vezes em sair de casa e sentir as energias dos ambientes, aqui em SP é meio nojento e existe uma cultura maldita de querer sempre ser melhor do que os outros, aqui o nariz em pé reina. Também acho que vou começar a fazer academia, pra liberar substâncias químicas positivas na minha corrente sanguínea e claro, ficar longe de pornografia e puteiros. Espero ter forças pra conseguir colocar tudo isso em prática, porque é foda mesmo.

Abraço a todos e vamos juntos

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
Marco
Mensagens : 1782
Data de inscrição : 09/01/2017
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 8/3/2017, 20:08
Fala HeadBanger bom ter notícias suas.

Acho que vc é o maior conhecedor de puteiro aqui desse fórum cara kkkk

Faz isso que tu disse no teu relato: entra numa academia e aproveita pra ficar o máximo de tempo ocupado no teu curso. Usa o campus da USP em teu favor cara - fica nele a maior parte do dia e não volta pra casa, usa muito a biblioteca etc, entra de cabeça nesse teu curso e diz nunca mais a PMO. A ideia é fica o máximo de tempo em espaço público e o mínimo em espaço privado.

Sucesso cara.

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

ilCapo
Mensagens : 776
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 22
Localização : Pernambuco
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 8/3/2017, 20:53
Faala parceiro, tudo massa ?

Então, acho demasiado importante que você faça essa auto-reflexão: "O quão importante é o Reboot para a minha vida?". Mano, pelo o que eu li, você já experimentou diversas coisas na vida, e apesar de não se considerar com uma vida social tão ativa, foi num show na Av. Paulista e conseguiu falar com a galera de lá! Guerreiro! (Achei isso massa, vei. Espero fazer algo como esse também). Mas apesar disso, a pornografia ainda tem afetado significativamente a sua vida, e isso aconteceu comigo e com todos os outros aqui do Fórum. Mas uma coisa que eu tenho, tive e, com fé em Deus e muito esforço, terei, é vontade de nunca mais acessar pornografia na minha vida. Isso vale para todos nós. Você ainda pensa em acessar pornografia, ainda que seja "só mais uma sessãozinha" ?

Infelizmente não pude entrar nos tempos que você tinha dúvidas sobre ir ou não a um puteiro, mas se eu tivesse lido, com certeza eu lhe diria para NÃO IR. Percebi que aos poucos você mesmo foi percebendo que não valia muita coisa ir pra lá. E não somente porquê é ruim, porque o lugar não exala uma boa energia, mas porquê, para o nosso cérebro, uma noite num prostíbulo e uma sessão pornô não são tão diferentes assim, excetuando-se o fato de um ser real e outro virtual. Um dos textos do Toguro que falam sobre Prostituição e Reboot, é relatado sobre o mal que essa combinação nos causa.

Para não encher mais linguiça: acho que você precisa se comprometer muito mais com o experimento para assim ter algum resultado significativo. Não concordo com alguns pouquíssimos Rebooters que relataram ser o Reboot um processo fácil e simples. Não é fácil, nem simples, e precisa de muito esforço, disciplina, vontade e determinação. Sem isso, o Reboot tem muito poucas expectativas de sucesso. Tudo isso só depende de você, brother. A leitura do e-book faz-se essencial para você saber os rumos certos a serem tomados para acabar com o vício em Pornografia.

No mais, espero ter ajudado. Desejo sucesso nessa batalha, e muito FOCO, FORÇA e FÉ!

_______________________________________
"Whatever the mind can conceive, it can achieve."

"Quem quer, faz. Quem não quer, arranja desculpa."

headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Quanto tempo!

em 10/7/2017, 04:05
Oi gente tudo bem? quanto tempo!

Infelizmente não tenho nenhuma história legal pra contar. Não consegui superar o vício em PMO. Inclusive precisei pedir a internet aqui em casa de volta, por causa da faculdade. Daí já viram...
Eu não estou feliz na USP. Não sei dizer, mas desde que botei os pés na escola onde estou matriculado, senti que não era o meu lugar. Inclusive o clima lá é meio ruim. Não consegui fazer muitos contatos também. Sinto que os meus colegas de classe me evitam. Eu até fiz alguns contatos, porém eu percebi que não estava sendo valorizado o suficiente e decidi me afastar dessas pessoas. Atualmente estou de férias, e vai até o começo de agosto, quando retorno às aulas.

Fiz sexo com algumas prostitutas também. Vai fazer um mês que não procuro esse tipo de serviço. Eu percebo que uso o sexo / PMO como uma espécie de válvula de escape. Funciona assim, eu me sinto um lixo por ser um total fracassado socialmente e com as mulheres, então eu procuro prostitutas para me afirmar. Só que o sexo com prostituta na maioria das vezes é mecânico e frio. Sem falar que é perigoso pegar alguma DST. Eu peguei candidíase (acho) uns meses atrás e tive que passar no médico, e nem sei se estou 100% livre disso. Tudo porque recebi sexo oral sem camisinha.

Sexo com prostituta geralmente é frio. A puta te trata apenas como mais um cliente, uma carteira ambulante. Muitas nem olham na sua cara direito. Já teve puta que virou a cara pra mim enquanto eu estava encima dela! se alguém aqui pensa em entrar nessa vida, eu recomendo que não faça isso. Só vai perder dinheiro e o vazio que você sente não vai passar, pelo contrário, você vai se sentir pior ainda, sujo e desvalorizado. Sem falar que é muito perigoso trocar energia com esse tipo de mulher.

E nesses sexos que tive, broxei em algumas vezes, em outras não, porém precisei fazer certa "força mental" pra conseguir ficar animado o suficiente. Em nenhuma das vezes fiquei MUITO excitado. No começo eu me sentia um bosta por broxar, mas hoje em dia eu não dou a mínima pra isso. Apenas começo a me masturbar, e quando o membro fica ereto, boto pra dentro até gozar. E se não ficar ereto, está tudo bem também.

Galera, quero parar com tudo isso. Não quero mais gastar o meu dinheiro com prostituição, não quero mais assistir pornografia, mas eu não consigo me afastar. Eu acho que o meu caso não é nem por estar "viciado demais" em pornografia, é porque eu preciso lidar com muita coisa que tá escondida dentro de mim, muita carga emocional... quando eu fico longe de pornografia e prostituição, ou seja, com alguma energia sexual, eu me sinto mais consciente, eu não sei bem como explicar, mas eu me sinto como se o meu "eu interior" estivesse mais presente... porém junto com isso, vem muita coisa mal resolvida na minha vida... vem muito sentimento ruim que eu preciso lidar... então para não precisar lidar com certas coisas e sofrer, eu volto pra pornografia e prostituição, e o ciclo se repete...

por exemplo, quando eu estou na faculdade e me sinto um lixo por ver outros caras com a sua namorada e eu sendo rejeitado pelas mulheres, ao invés de tentar lidar com isso de alguma forma, eu simplesmente vou pro prostíbulo e faço sexo com uma ou duas prostitutas, para me afirmar. só que isso está totalmente errado, pois é só sexo pago!!! ou então eu assisto pornografia (ultimamente estou assistindo mais pornografia pois estou com certo medo de frequentar os prostíbulos, além da questão financeira também).

Então é isso. Eu sinto medo e ansiedade e me escondo atrás de pornografia e prostituição. Quando estou com muita energia sexual acumulada, sinto hostilidade e isso me faz ficar com medo e tristeza. Daí eu corro pra pornografia e esqueço os problemas, porém isso não está certo, eu não encaro os problemas de frente, simplesmente corro e me escondo atrás dessas porcarias nojentas.

Enfim, é isso. Estou pensando em cancelar novamente a internet aqui de casa, mesmo sabendo que vou me foder no meu curso, pois ele exige bastante do aluno e ter internet em casa é fundamental. mas por outro lado penso que já vou fazer 24 anos, e essa porcaria toda roubou os meus melhores anos... é tanta confusão mental... já pensei bastante em suicídio nesse tempo... passei algumas vezes pela praça do relógio na universidade e várias vezes pensei em subir até o final e me jogar de lá... outras vezes pensei em comprar uma arma e atirar contra a minha própria cabeça... sei lá... eu penso na vida que eu tive até agora e foi só decepção... invisível pras mulheres, sem amigos de verdade... sou um "homem" sem graça, sem valor nenhum pra sociedade... Eu só não fiz isso ainda porque quero testar o método e ficar os 90 dias sem PMO, pra ver se essa vida miserável que vivo fica melhor.

Atualmente a minha vida não tem o menor sentido... sinto um sentimento muito grande de tristeza quando acordo... durmo por várias horas, teve dia que eu dormi 14 horas seguidas... ás vezes estou tendo um sonho bom e acordo, e tento voltar pro sonho, porque a realidade é uma porcaria. Olha que patético. Minha aparência é digna de um mendigo. Barba por fazer, cabelo eu sequer cortei esse ano. pra vcs terem ideia. Desleixado mesmo. Tenho algumas coisas pra resolver na rua , mas eu tô sem vontade nenhuma. Isso tá atrasando a minha vida demais...

É isso. tô só terminando de baixar umas videoaulas aqui e vou ficar fora da internet por uns tempos. Estou pensando em cancelar a internet aqui em casa, mas ainda não tenho certeza se vou fazer isso. Abraço a todos.

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
Marco
Mensagens : 1782
Data de inscrição : 09/01/2017
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 10/7/2017, 13:46
Fala Headbanger, nem acredito que tu voltou cara. O seu é um dos diários que mais gosto de acompanhar.

Como vc já percebeu existe um problema de fundo que nos leva até a PMO. Se não resolvermos isso dificilmente superaremos esse sentimento negativo que nos faz cair.

Meu amigo, você tem que procurar alguém com quem possa trabalhar isso: um psicólogo e até um padre ou pastor se vc for religioso, ou não, não importa. Sua mãe, um amigo, não sei mas vc tem que evoluir meu velho, como todos nós aqui, e se depois de muito tentar sozinho não conseguimos sair do canto é hora de buscar ajuda com alguém.

Nós do fórum podemos ajudar mas nossa ajuda é limitada. Mas não deixe de vir aqui. Não suma novamente.

Nós evoluímos com pequenos passos. Um bom pequeno passo seria cuidar de sua aparência: se barbear, manter-se limpo, cortar o cabelo, coisa simples.

Lembro que uma vez arrisquei um penteado novo e isso me colocou muito pra cima.

Bem-vindo novamente. Força meu amigo.

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Estou de volta

em 7/8/2017, 23:06
Fala diário

bom, voltei e como todo perdedor, não fiz nada direito. Recaí, fiquei uns 6 dias sem PMO e depois recaí de novo, fiquei mais 3 dias e por último recaí hoje mesmo... fapei 3x... tenso.
PMO é a minha válvula de escape. Quando a coisa aperta, eu corro pro pornô. Hoje eu tive vontade de ir em algum prostíbulo negociar um sexo oral sem camisinha, mas achei melhor consumir pornografia ao invés de me expor a DSTs... sexo com putas e pornografia são a minha válvula de escape... quando eu me sinto frustrado ou deprimido, lá vou eu consumir essas coisas... quando eu frequentava os puteiros (tem 1 mês eu acho que não vou em nenhum), eu percebia isso em mim. Eu nem tava afim de transar, mas ia lá pra me afirmar mesmo...

E no fundo eu sinto falta de ser aceito como homem. Eu não sou aceito como um homem pelas mulheres. Não recebo olhares de interesse, quando a mulherada olha pra mim é só pra ver onde eu tô para não olhar mais. Isso é uma bosta, pq eu sou jovem e enquanto o pessoal da minha idade tá curtindo alguém legal e fazendo amigos, eu fico apodrecendo no meu quarto fazendo contas e mais contas! na faculdade sou rejeitado, talvez por ser meio largado, ou por ser meio hostil também... tudo isso pesa ainda mais pra minha tristeza se agravar.

Eu olho os meus pais... minha mãe é uma mulher sem graça e tímida, o meu pai é um ser desprovido de qualquer habilidade social... meio submisso... odeio ter os genes deles! eu penso que era melhor nem ter nascido... mesmo tendo o apoio deles pra tudo, não me sinto feliz pq me falta o lado social...falta me sentir valorizado... pq não adianta vc tentar forçar a barra e tentar se valorizar, se todo o mundo te trata como merda, é claro que vc vai acabar assimilando aquilo.

aí vcs podem falar "tá, mas e aí, vc tentou o reboot? tá se socializando?" pois bem, no começo do ano eu disse que fui lá na paulista na virada, conheci um cara e ficamos andando pela paulista juntos, pois bem, o cara sumiu do mapa!!! eu liguei pra ele algumas vezes, mas depois larguei mão e o cara sumiu!!! no mesmo dia, na estação do metrô na hora de ir embora, eu já senti que ele não tava muito legal comigo... acho que pisei na bola, vai saber.

enfim, é isso. toda tentativa de se socializar acaba nisso... não consigo atrair pessoas na minha vida, e eu sei que isso é genético. meu pai é a mesma coisa, é um cara sozinho, ninguém procura saber dele... minha mãe é meio parecida também... por isso que digo, odeio a genética deles... queria ter uma vida normal... eu percebo o jeito que as pessoas me olham, parece que se sentem incomodadas com a minha presença.

penso bastante em suicídio... em procurar alguém que venda uma arma de fogo, já que sou medroso demais pra me jogar de algum lugar alto... é triste pensar nessas coisas, mas é mais triste ainda levar uma vida de merda dessas... eu só não tentei nada desse tipo ainda porque gostaria muito de tentar o método e ver se a vida melhora um pouco, a curiosidade me instiga a continuar...

enfim, é isso. só um desabafo mesmo... depois volto aqui pra responder alguns comentários e dizer o que vou fazer a respeito disso.

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Up

em 22/8/2017, 20:56
atualizando o "diário"

bem, ontem completaria 10 dias sem PMO, mas recaí. Tava dormindo e acordei excitado, subi lá em casa e vi o celular do meu pai dando sopa, então usei o celular pra assistir pornografia. Antes de recair, estava me sentindo bem, cheio de energia, pensamentos suicidas deram uma diminuída considerável... mas tudo foi por água abaixo de novo. Voltei a pensar em suicídio e nem fui pra faculdade. Daí hoje foi a mesma coisa, acessei pornografia e me masturbei várias vezes e por horas. Espero ter forças pra sair da cama amanhã.

Comentei com a minha mãe que a internet está me fazendo mal. Pedi para ela cancelar a internet aqui de casa e pedir pro meu pai cancelar a internet do celular dele. Não tive forças pra abrir o jogo e dizer que o meu problema é com a pornografia. Ela disse que vai cancelar, e por hora é isso.

Outra coisa que esqueci de mencionar é que sonhei várias vezes que estava acessando pornografia e frequentando prostíbulos...

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty up

em 13/9/2017, 09:48
fala galera

voltei pra atualizar as coisas por aqui.

tô a 3 dias sem gozar. tô a 8 dias sem pornografia... semana passada eu tive uma recaída em pornô porque vi em um orelhão aqui no centro de SP anúncios de prostitutas, e tinha fotos explícitas coladas nesses orelhões... precisei fazer uma ligação e lá estava o gatilho. fiquei com aquilo na minha mente e acabei vendo um pouco de porn aqui na faculdade (infelizmente descobri que a rede aqui da usp não bloqueia pornô). mas nem abri nenhum vídeo, só vi um pouco da homepage do pornhub e depois saí, fui procurar prostitutas.

Fiz um programa com uma coroa, gozei normal porém percebi que foi rápido demais, nas primeiras bombadas eu já estava quase gozando. eu não sei se tem algo a ver com o fato de eu estar a 13 dias sem gozar. enfim, fiz o programa com a coroa e depois vazei. as duas primeiras gozadas foram rápidas, agora na terceira o bicho não levantava nem a pau, ela teve um bom trabalho em fazer ele levantar pra darmos a terceira. mas deu tudo certo.

e domingão agora fui em outro brega relativamente perto aqui de casa, comi uma puta com a bunda mais linda que já vi, me tratou meio mal mas deu pra gozar legal. reparei que o pau não fica 100% ereto, fica uns 70% só. isso acontece com alguém? obs pretendo ficar os 90 dias sem PMO, mas a carne é fraca, ás vezes vc tá se sentindo um bosta ou engoliu um sapo na rua e precisa dar uma relaxada........

sobre me matar, ainda penso em fazer isso de vez em quando, porém percebo que penso bem menos. parece que socializar está mais fácil. vou tomar vergonha na cara e começar uma academia em breve.

abç

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
Broda
Mensagens : 1832
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 13/9/2017, 14:11
Fala Bro!

Lendo seus relatos, fica óbvio que seu maior problema é de mentalidade.

obs pretendo ficar os 90 dias sem PMO, mas a carne é fraca, ás vezes vc tá se sentindo um bosta ou engoliu um sapo na rua e precisa dar uma relaxada........

Pensando dessa forma, é praticamente impossível levar um reboot adiante. Ou você deseja o reboot como prioridade número um da sua vida e o trata como tal, ou estará condenado a falhar eternamente. Se até levando o reboot como prioridade máxima as pessoas recaem, imagina pensando que "de vez em quando tem que dar uma relaxa no porn", ou pensando que a "carne é fraca" e que portanto você está condenado a recair.

Desculpe-me a crítica sincera, mas é o que eu estou notando e senti que deveria te alertar sobre isso, já que talvez você não esteja notando isso como um problema.

Bom, pelo menos se já está parando de pensar em suicídio, isso já é um grande passo!

Abraços.

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 22/9/2017, 17:20
Broda escreveu:
Fala Bro!

Lendo seus relatos, fica óbvio que seu maior problema é de mentalidade.

obs pretendo ficar os 90 dias sem PMO, mas a carne é fraca, ás vezes vc tá se sentindo um bosta ou engoliu um sapo na rua e precisa dar uma relaxada........

Pensando dessa forma, é praticamente impossível levar um reboot adiante. Ou você deseja o reboot como prioridade número um da sua vida e o trata como tal, ou estará condenado a falhar eternamente. Se até levando o reboot como prioridade máxima as pessoas recaem, imagina pensando que "de vez em quando tem que dar uma relaxa no porn", ou pensando que a "carne é fraca" e que portanto você está condenado a recair.

Desculpe-me a crítica sincera, mas é o que eu estou notando e senti que deveria te alertar sobre isso, já que talvez você não esteja notando isso como um problema.

Bom, pelo menos se já está parando de pensar em suicídio, isso já é um grande passo!

Abraços.

fala man, obrigado por comentar!
então, sobre essa sua citação aí, eu me referia a prostituição mesmo, mas eu gostei da sua resposta, já que percebo que prostituição e pornografia são meio semelhantes. vlw pela dica.
sobre não pensar em me matar, eu tive uma crise séria uns dias atrás, comentei com a minha mãe que penso nessas coisas, chorei. Ela me ofereceu seu ombro amigo, mas eu disse que ficaria bem. Pensei em aproveitar a ocasião pra comentar sobre tudo: putas, pornô, fracasso social, essas coisas. Porém não tive coragem pra fazer isso.

Sobre o reboot, hoje completo 1 semana sem PMO. Semana passada eu novamente procurei prostitutas, e tive um sexo meia-boca. Preferi resetar o contador, já que pra mim isso não conta como estímulo sexual real. Aliás eu reparei que o meu cérebro lida com a prostituição de uma forma parecida com a que lida com pornografia. Ultimamente tem dias que eu sonho que estou no puteiro, em outros dias eu sonho que estou acessando pornografia (mais comum). Aliás anteontem sonhei que tava comendo uma atriz pornô...

Hoje tive alguns impulsos de acessar pornografia, porém estou conseguindo me controlar. Acho que facilita um pouco o fato de estar acessando a internet num ambiente cheio de pessoas. abraço a todos!!!

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty eae

em 28/9/2017, 10:49
fala gente

bom, atualizando as coisas. Tive recaída em putaria. Sim, voltei pros puteiros, não tava aguentando!
bom, estava prestes a completar 10 dias longe de PMO + prostitutas. mas no décimo dia eu recaí, fui no brega e comi 2 prostitutas.
bem, na primeira, o pau ficou duro igual pedra, eu fiquei feliz porque mostra que o reboot tá fazendo algum efeito. agora na segunda prima eu comecei a broxar! não sei se tem a ver com o fato de eu ter gozado 30 minutos atrás, ou o santo não bateu muito bem com ela... mas enfim, fica relatado. Já aconteceu algo parecido com vcs?

uma coisa que me incomodou bastante é o fato de ficar sonhando com pornografia. Sério, eu sonhei bastante com pornografia nos dias adjacentes. Depois que gozei lá no puteiro isso passou, mas sei que vai voltar. isso mostra que ainda existe muita coisa de pornografia no meu cérebro. E minha libido estava altíssima também.

bom, agora é bola pra frente, vou me esforçar o máximo pra ficar longe dos puteiros, que eu imagino ser o meu maior problema. Pornografia até agora tá sob controle, eu realmente pensei em acessar e baixar pornografia aqui na faculdade, mas deu pra segurar o ímpeto. Agora o da prostituta eu não consegui segurar porque eu não estava conseguindo dormir galera, eu deitava pra dormir e só pensava em sexo/pornografia, daí eu prevendo que ia acabar me masturbando durante a noite decidi ir logo no puteiro. Preciso contornar isso.

abç gente!

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty News

em 23/10/2017, 07:56
Olá diário.

Faz tempo que não apareço por aqui, então vou atualizar as coisas. Consumi pornografia de vez em quando. Uma vez, acho que foi no começo do mês, baixei pornografia pro meu HD externo usando os computadores da faculdade (eu descobri que porn era liberado lá) e usei esse material por dois dias em casa. Eu reparei que não vi muita graça nisso, cheguei a broxar assistindo aos vídeos depois de me masturbar umas três vezes. patético. Bem, ontem eu também tive uma recaída, assisti uns vídeos usando a internet do celular da minha irmã, num
momento de fraqueza... estava me sentindo um lixo humano após ser ignorado por diversas mulheres por aí... pra corrigir essa falha vou me matricular numa academia de musculação em breve, pra tentar canalizar toda essa frustração e energia sexual.

Pensamentos suicidas: não parou, voltaram com força total. Não consegui mais guardar pra mim mesmo essa dor e me abri um pouco com a minha mãe, disse que ia me matar qualquer dia, ela chorou. Eu fiquei um pouco chateado na hora, mas lembrei que a minha vida é uma droga graças aos genes inferiores dela e do meu "pai". Daí passou. Bom, eu penso em acabar logo com tudo isso sim, mas não quero fazer isso antes de completar pelo menos 180 dias de abstinência sexual TOTAL, longe de pornografia e prostituição. Eu já li muitos relatos aqui, dizendo que a vida melhora pra melhor, e blá blá blá. Mas esses caras devem ser bonitos, comunicativos ou algo do tipo, eu sou simplesmente horrível e sofro todo tipo de privação social possível... não tenho amigos e só consegui chegar perto de uma mulher pagando. Então o meu plano é chegar pelo menos em 180 dias de abstinência sexual completa, daí pra frente eu posso concretizar o ato de me matar. Antes disso não.

Não que eu deteste viver ou algo do tipo, a vida é maravilhosa pra quem tem os genes certos. Eu nasci com características erradas, e sou punido pela natureza. Não é justo não ter memórias de adolescência e juventude. Enquanto a maioria das pessoas começa a fazer sexo e ficar com o sexo oposto na adolescência, eu só fui conhecer uma buceta arrombada com quase 22 anos! Isso me machuca demais, me sinto o pior dos homens, um lixo humano... E agora eu estou até tranquilo, mas quando eu fico muito tempo sem gozar, parece que tudo isso vem á tona na minha mente e me joga lá pra baixo, todo tipo de lembrança ruim surge na minha mente...

Bom, eu percebo que estou interessado em mulheres reais agora, mas do quê adianta ficar um absurdo de tempo sem gozar se elas te esnobam? antes elas não me notavam, agora eu percebo que algumas me notam porém viram a cara ou me esnobam! não sei o que é pior, ser ignorado ou esnobado. Parece que o meu humor melhorou ás vezes, já me peguei cantando sozinho por aí ou sorrindo de piadas que antes acharia sem graça. E ontem apesar de me masturbar bastante, tive uma ereção matinal normal. Acho que o meu cérebro está parcialmente curado, mas como já falei acima, a meta é ficar os 180 dias limpo, e se a vida continuar a porcaria que está, vou procurar algum traficante e comprar uma arma de fogo pra estourar os meus miolos, ou então me jogar de algum lugar alto...

abraços.

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
Broda
Mensagens : 1832
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 23/10/2017, 11:58
Eu tenho a breve impressão de que você iria estourar os miolos mesmo com 180 dias de reboot, 360 ou quantos dias fossem. Reboot faz muita coisa, mas ele sozinho não resolve esse tanto de questão aí.

Aparentemente você quer se matar por causa dos "genes ruins" que herdou dos seus pais e que te "impedem" de ter sucesso com as mulheres e socialmente com qualquer pessoa que seja. Tá, vamos supor que isso seja verdade e vamos aumentar um pouco as suas justificativas que só isso aí ainda me parece muito pouco: você quer se matar também porque você se odeia profundamente, não vê nenhuma boa qualidade e sente que seu destino é um só, o fracasso completo.

Ainda seria pouco, sinceramente. Se você tivesse uns 50 anos, talvez eu até achasse uma opção viável, mas com 22 anos é uma estupidez, porque o que não falta são oportunidades para alterar essa condição. Você tem milhares de opções, mas parece que gosta de ficar nesse estado, pois assim os outros devem sentir mais pena de você.

É o mesmo padrão da vítima, que podemos ver com uma boa frequência aqui no fórum. A pessoa acredita que já nasceu condenada, que o que acontece com ela é fruto do que ocorreu com ela num passado distante e se sente constantemente vítima das circunstâncias, como se ela não pudesse fazer nada em relação a vida dela porque os outros já estragaram tudo.

Leia os últimos relatos desse diário: http://www.comoparar.com/t5953-despedida

Será como se estivesse se vendo no espelho.

Não tem uma única pessoa que eu conheça que tenha esse padrão da vítima e que tenha sucesso na vida. Uma única sequer. Aliás, boa parte das pessoas que tem esse padrão costumam querer se matar mesmo, porque é a resposta teoricamente mais "lógica": já que não há muito o que possa ser feito porque você já está condenado, só resta essa opção para acabar com esse sofrimento constante.

Imagine um cara que tem três problemas: a mulher dele o largou, ele perdeu o emprego e ele está louco. Qual você acha que deveria ser nossa prioridade ao tentar ajudar o cara? Tentar fazer a mulher dele voltar para ele, ajudá-lo a conseguir um novo emprego ou fazê-lo voltar à consciência?

Obviamente que a resposta certa é começar pela loucura dele e torná-lo são de novo, primeiro porque ele não conseguiria manter nem a mulher e nem o emprego caso arranjássemos antes de consertar sua cabeça, segundo porque provavelmente nem isso ele conseguiria. A sua questão é parecida, só mudam os problemas, afinal de contas você não está louco e nem tem uma mulher ou emprego para perder.

A grande maioria aqui do fórum não possui essas tendências suicidas, o que mostra que não uma relação direta entre ser um viciado em P e querer se matar, o que nos leva a pensar que seu problema principal NÃO É O VÍCIO EM PORNOGRAFIA.

Essa perspectiva pode ser um pouco assustadora a princípio, porque já que o vício não é seu maior problema, então outra porra de problema, com dimensões ainda maiores, está atrapalhando sua vida. Só que, se você não consegue resolver nem o problema do vício, qual suas chances de conseguir resolver o outro?

Bem, na verdade, maiores do que conseguir matar o vício por enquanto, pois assim como o exemplo do cara louco, não adianta você começar pelo vício enquanto você não resolver o problema principal, primeiro porque você nunca se livrará da pornografia enquanto não resolvê-lo, segundo porque ainda que acontecesse um milagre e você conseguisse, ainda assim provavelmente sua vida continuaria um lixo completo.

Entenda isso: você está errando na ordem da prioridade das coisas. NÃO adianta tentar fazer o reboot enquanto você não estiver minimamente equilibrado emocionalmente e psicologicamente e a sua recuperação nesses dois quesitos, pelo menos num nível mínimo, não dependem tanto assim do reboot o tanto que você acha que depende.

O vício bagunça sim muito nossas cabeças, mas te garanto que não é nesse nível em que você se encontra. Dá para tornar sua vida bem "ok" mesmo com o vício ainda na cabeça, só que para isso você tem que tomar as decisões corretas.

1º- Por que você ainda não caçou um acompanhamento psicológico adequado? Apesar de ao procurar "psi" nas páginas do seu diário não ter encontrado nenhuma referência, eu até imagino que você tenha procurado algum e que não tenha gostado. Foda-se, sinceramente, procure até achar um que você goste e não saia dele enquanto o tratamento não acabar. Não sei se você tem dinheiro mas, independente disso, faça o possível para começar o quanto antes, dá seus pulos. Você precisa disso e precisa URGENTEMENTE.

2º- Vi que você vai começar academia. Conheço um cara que disse que curou a depressão dele com academia, mas ele também fazia acompanhamento psicológico. Acho que te fará muito bem, invista tudo que puder nisso, trace uma meta e a cumpra.

3º- Quanto mais você pensa em se matar, mais "realizável" se torna a coisa. Pessoas normais evitam de pensar nisso, primeiro porque a ideia é muito estúpida, segundo porque quando você se abre à possibilidade, mais próxima ela se torna e passa a povoar seus pensamentos. Tire essa ideia da sua cabeça, quando vier pensamentos suicidas, saia para dar uma volta, converse com alguém, enfim, se distraia. Não vai ficar trancado no seu quarto pensando em quais as maneiras mais interessantes de se matar, ou o que você deveria fazer pouco antes de realizar o ato, isso é doentio e com essas vontades irracionais NÃO EXISTE DISCUSSÃO RACIONAL. Faça o possível para afastar esses pensamentos no mesmo instante que eles surgirem.

4º- Racionalmente falando, a única opção que faz sentido para nosso cérebro é sermos positivos e pelo menos minimamente otimistas. Sim, eu sei que vai parecer que eu estou te pedindo o impossível, mas comece por aí: comece a tentar se forçar a pensar bem de si mesmo e quanto ao seu futuro. Minta descaradamente para si mesmo, eu não ligo e você não deveria ligar também. O cérebro será influenciado de forma positivamente do mesmo jeito, porque ele não é um conjunto racional de regras também absolutamente lógicas, na verdade ele é extremamente moldável e adaptável. Se você mudar a qualidade dos seus pensamentos, ainda que seja contando historinhas de que você é alguém legal e que você tem algum valor, seu cérebro a LONGO PRAZO começará a acreditar nisso e passará a produzir substâncias condizentes com esse seu novo estado de espírito. Já notou que as pessoas que aparentemente são menos lógicas são as mais felizes? É justamente pela forma que elas enxergam as coisas que elas acabam assim, não porque elas são bem sucedidas ou qualquer coisa do gênero. Então, tenha um pouco de fé em si mesmo, no seu futuro e nas coisas ao redor, ainda que isso pareça algo extremamente forçado no princípio. Eu estou começando a fazer isso e já está dando resultado. Não desista se os resultados não vierem logo, como eu disse, essas mudanças demoram um tempo para ocorrer, mas a longo prazo seu cérebro começará a criar novas redes neurais condizentes com o que você está construindo agora. Não custa tentar né.

Eu poderia dizer para você procurar uma igreja também ou alguma coisa do tipo, mas acho que você deve ser ateu, senão já teria procurado. Sei lá se você tem vontade, mas lá poderia receber uma grande ajuda também caso se abra para as pessoas. Ainda que elas achem que seu problema será solucionado de uma forma que você não acredita que será o caso, lá encontrará pessoas que realmente tenderão a se importar com você, porque é isso que eles fazem, digo isso por experiência própria, não por achismo.

Enfim, acabe com essa merda de padrão de vítima e comece a se tornar o dono da sua história. Antes de se matar, tente aceitar que você é quem faz seu destino e que, portanto, você tem a plena capacidade de se puxar desse buraco. Enquanto você acreditar que não é você que determina as coisas, não terá vontade de fazer o que é necessário, afinal de contas, do que adiantaria se você não é quem controla, não é mesmo.

Estou torcendo por você, vê se participa do fórum todo dia porra. Dá um jeito, volte aqui com mais frequência, aqui é o único lugar que você encontrará ajuda voltada especialmente para seu problema do vício e que você poderá desabafar sem medo. Esses demônios devem ser exteriorizados, assim você fica mais consciente de como resolver seu próprio problema. Ainda que você não vá conseguir fazer o reboot direito por agora, você tem maiores chances de se ajudar usando esse espaço aqui.

Abraços.

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
headbanger
Mensagens : 268
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re

em 24/10/2017, 14:33
Broda escreveu:
Eu tenho a breve impressão de que você iria estourar os miolos mesmo com 180 dias de reboot, 360 ou quantos dias fossem. Reboot faz muita coisa, mas ele sozinho não resolve esse tanto de questão aí.

Aparentemente você quer se matar por causa dos "genes ruins" que herdou dos seus pais e que te "impedem" de ter sucesso com as mulheres e socialmente com qualquer pessoa que seja. Tá, vamos supor que isso seja verdade e vamos aumentar um pouco as suas justificativas que só isso aí ainda me parece muito pouco: você quer se matar também porque você se odeia profundamente, não vê nenhuma boa qualidade e sente que seu destino é um só, o fracasso completo.

Ainda seria pouco, sinceramente. Se você tivesse uns 50 anos, talvez eu até achasse uma opção viável, mas com 22 anos é uma estupidez, porque o que não falta são oportunidades para alterar essa condição. Você tem milhares de opções, mas parece que gosta de ficar nesse estado, pois assim os outros devem sentir mais pena de você.

É o mesmo padrão da vítima, que podemos ver com uma boa frequência aqui no fórum. A pessoa acredita que já nasceu condenada, que o que acontece com ela é fruto do que ocorreu com ela num passado distante e se sente constantemente vítima das circunstâncias, como se ela não pudesse fazer nada em relação a vida dela porque os outros já estragaram tudo.

Leia os últimos relatos desse diário: http://www.comoparar.com/t5953-despedida

Será como se estivesse se vendo no espelho.

Não tem uma única pessoa que eu conheça que tenha esse padrão da vítima e que tenha sucesso na vida. Uma única sequer. Aliás, boa parte das pessoas que tem esse padrão costumam querer se matar mesmo, porque é a resposta teoricamente mais "lógica": já que não há muito o que possa ser feito porque você já está condenado, só resta essa opção para acabar com esse sofrimento constante.

Imagine um cara que tem três problemas: a mulher dele o largou, ele perdeu o emprego e ele está louco. Qual você acha que deveria ser nossa prioridade ao tentar ajudar o cara? Tentar fazer a mulher dele voltar para ele, ajudá-lo a conseguir um novo emprego ou fazê-lo voltar à consciência?

Obviamente que a resposta certa é começar pela loucura dele e torná-lo são de novo, primeiro porque ele não conseguiria manter nem a mulher e nem o emprego caso arranjássemos antes de consertar sua cabeça, segundo porque provavelmente nem isso ele conseguiria. A sua questão é parecida, só mudam os problemas, afinal de contas você não está louco e nem tem uma mulher ou emprego para perder.

A grande maioria aqui do fórum não possui essas tendências suicidas, o que mostra que não uma relação direta entre ser um viciado em P e querer se matar, o que nos leva a pensar que seu problema principal NÃO É O VÍCIO EM PORNOGRAFIA.

Essa perspectiva pode ser um pouco assustadora a princípio, porque já que o vício não é seu maior problema, então outra porra de problema, com dimensões ainda maiores, está atrapalhando sua vida. Só que, se você não consegue resolver nem o problema do vício, qual suas chances de conseguir resolver o outro?

Bem, na verdade, maiores do que conseguir matar o vício por enquanto, pois assim como o exemplo do cara louco, não adianta você começar pelo vício enquanto você não resolver o problema principal, primeiro porque você nunca se livrará da pornografia enquanto não resolvê-lo, segundo porque ainda que acontecesse um milagre e você conseguisse, ainda assim provavelmente sua vida continuaria um lixo completo.

Entenda isso: você está errando na ordem da prioridade das coisas. NÃO adianta tentar fazer o reboot enquanto você não estiver minimamente equilibrado emocionalmente e psicologicamente e a sua recuperação nesses dois quesitos, pelo menos num nível mínimo, não dependem tanto assim do reboot o tanto que você acha que depende.

O vício bagunça sim muito nossas cabeças, mas te garanto que não é nesse nível em que você se encontra. Dá para tornar sua vida bem "ok" mesmo com o vício ainda na cabeça, só que para isso você tem que tomar as decisões corretas.

1º- Por que você ainda não caçou um acompanhamento psicológico adequado? Apesar de ao procurar "psi" nas páginas do seu diário não ter encontrado nenhuma referência, eu até imagino que você tenha procurado algum e que não tenha gostado. Foda-se, sinceramente, procure até achar um que você goste e não saia dele enquanto o tratamento não acabar. Não sei se você tem dinheiro mas, independente disso, faça o possível para começar o quanto antes, dá seus pulos. Você precisa disso e precisa URGENTEMENTE.

2º- Vi que você vai começar academia. Conheço um cara que disse que curou a depressão dele com academia, mas ele também fazia acompanhamento psicológico. Acho que te fará muito bem, invista tudo que puder nisso, trace uma meta e a cumpra.

3º- Quanto mais você pensa em se matar, mais "realizável" se torna a coisa. Pessoas normais evitam de pensar nisso, primeiro porque a ideia é muito estúpida, segundo porque quando você se abre à possibilidade, mais próxima ela se torna e passa a povoar seus pensamentos. Tire essa ideia da sua cabeça, quando vier pensamentos suicidas, saia para dar uma volta, converse com alguém, enfim, se distraia. Não vai ficar trancado no seu quarto pensando em quais as maneiras mais interessantes de se matar, ou o que você deveria fazer pouco antes de realizar o ato, isso é doentio e com essas vontades irracionais NÃO EXISTE DISCUSSÃO RACIONAL. Faça o possível para afastar esses pensamentos no mesmo instante que eles surgirem.

4º- Racionalmente falando, a única opção que faz sentido para nosso cérebro é sermos positivos e pelo menos minimamente otimistas. Sim, eu sei que vai parecer que eu estou te pedindo o impossível, mas comece por aí: comece a tentar se forçar a pensar bem de si mesmo e quanto ao seu futuro. Minta descaradamente para si mesmo, eu não ligo e você não deveria ligar também. O cérebro será influenciado de forma positivamente do mesmo jeito, porque ele não é um conjunto racional de regras também absolutamente lógicas, na verdade ele é extremamente moldável e adaptável. Se você mudar a qualidade dos seus pensamentos, ainda que seja contando historinhas de que você é alguém legal e que você tem algum valor, seu cérebro a LONGO PRAZO começará a acreditar nisso e passará a produzir substâncias condizentes com esse seu novo estado de espírito. Já notou que as pessoas que aparentemente são menos lógicas são as mais felizes? É justamente pela forma que elas enxergam as coisas que elas acabam assim, não porque elas são bem sucedidas ou qualquer coisa do gênero. Então, tenha um pouco de fé em si mesmo, no seu futuro e nas coisas ao redor, ainda que isso pareça algo extremamente forçado no princípio. Eu estou começando a fazer isso e já está dando resultado. Não desista se os resultados não vierem logo, como eu disse, essas mudanças demoram um tempo para ocorrer, mas a longo prazo seu cérebro começará a criar novas redes neurais condizentes com o que você está construindo agora. Não custa tentar né.

Eu poderia dizer para você procurar uma igreja também ou alguma coisa do tipo, mas acho que você deve ser ateu, senão já teria procurado. Sei lá se você tem vontade, mas lá poderia receber uma grande ajuda também caso se abra para as pessoas. Ainda que elas achem que seu problema será solucionado de uma forma que você não acredita que será o caso, lá encontrará pessoas que realmente tenderão a se importar com você, porque é isso que eles fazem, digo isso por experiência própria, não por achismo.

Enfim, acabe com essa merda de padrão de vítima e comece a se tornar o dono da sua história. Antes de se matar, tente aceitar que você é quem faz seu destino e que, portanto, você tem a plena capacidade de se puxar desse buraco. Enquanto você acreditar que não é você que determina as coisas, não terá vontade de fazer o que é necessário, afinal de contas, do que adiantaria se você não é quem controla, não é mesmo.

Estou torcendo por você, vê se participa do fórum todo dia porra. Dá um jeito, volte aqui com mais frequência, aqui é o único lugar que você encontrará ajuda voltada especialmente para seu problema do vício e que você poderá desabafar sem medo. Esses demônios devem ser exteriorizados, assim você fica mais consciente de como resolver seu próprio problema. Ainda que você não vá conseguir fazer o reboot direito por agora, você tem maiores chances de se ajudar usando esse espaço aqui.

Abraços.

Então basicamente você disse que eu sou um mimizento do caralho. De uma forma polida mas disse. Enfim, eu não acho que seja mimimi, tenho 24 anos de idade nas costas e percebo velhos padrões se repetindo até hoje na minha vida. Não consigo mais acreditar que algum dia isso vá mudar. Perdi as esperanças. Mas o reboot continua de pé. como já falei, vou ficar os 180 dias na merda. E não vou procurar ajuda psicóloga/psiquiátrica pelo menos por enquanto. Talvez eu possa sair de casa algumas vezes para me socializar, mas por enquanto estou vulnerável em relação a isso, e uma rejeição social iria me deixar mais na merda ainda. Em suma, vou afundar de cabeça nessa dor, refletir muito na minha vida e responder eu mesmo as minhas próprias perguntas. Se eu sobreviver a isso, serei um homem renovado, renascido das cinzas. E sim, sou ateu. Virei ateu quando decidi não buscar mais respostas as minhas perguntas no mundo interior, passei a refletir sobre essa questão e decidi abandonar a fé de qualquer natureza. Vou extender esse tipo de reflexão para os outros problemas que tenho na minha vida...

Sobre pensamentos suicidas, eu li que o foco do reboot realmente não é esse, porém alguns usuários que fizeram o reboot e que estavam com esse sintoma disseram que pararam de pensar em suicídio, por isso quero tentar o reboot... e infelizmente não vou entrar aqui todos os dias, já que estou sem internet em casa (acesso a internet apenas na faculdade) e quero evitar ao máximo usar o computador, para não tornar a recair (eu já disse que a pornografia é liberada aqui na USP)

abçs

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

updates

bom, estou completando o terceiro dia hoje e está relativamente tranquilo. a coisa só começa a ficar preta a partir da primeira semana, quando surgem os sintomas de abstinência e depressão. Mas eu sempre acabo ficando na merda por causa de rejeição e comparação. Ontem mesmo estava no busão daí uma mina começou a olhar pra mim, eu nem levei muito a sério, daí depois chegou um cara mais bonito do que eu e ela chega entortava o pescoço pra olhar pro maluco, me ignorando completamente!!! fiquei meio chateado com isso, mas confesso que não fiquei tão chateado como achei que ficaria. Cheguei em casa umas 14:00hs e dormi até as 21:00hs, fiquei um pouco acordado e voltei a dormir até as 07:00, daí me arrumei e vim aqui pra faculdade. e é isso aí. Vou evitar andar com dinheiro na carteira, não quero ter recaída com prostitutas. Hoje eu vim aqui pra faculdade com 50 conto só pra fazer um lanche, já que saí de casa sem tomar café pra não perder a prova de álgebra linear, quando chegar em casa guardo o troco em algum lugar...

por hora é isso. em breve vou me matricular numa academia de musculação ou talvez não, aqui na USP tem o cepe (centro de práticas esportivas) que parece ser interessante, porém tem que ficar interagindo com pessoas e eu tô bem vulnerável a rejeição. talvez outra hora eu faça isso.

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
Ze Galo
Mensagens : 252
Data de inscrição : 18/11/2016
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 24/10/2017, 22:14
Fala amigo, eu tambem ja tive pensamentos suicidas e varias vezes fiquei me perguntando pq tudo na minha vida parecia mais dificil do q na vida dos outros... enfim, num caso extremo de reboot eu ja cogitei passar um tempo numa fazenda, sem contato com muitas pessoas, sem internet refletindo, descançando a cabeça e me purificando ao mesmo tempo q o reboot fosse avançando. EU abriria o jogo com os meus pais,e explicaria a situação. Somos viciados precisamos de um tratamento, as vezes precisamos de atitudes radicais para nos afastar do vicio, e assim, depois de um certo tempo, sua vontade em consumir P irá diminuir e vc poderia retomar sua vida normalmente. É logico q isso é só uma dica do q eu faria, pois se vc está tao perto assim de acabar com a sua vida, seria uma boa tentar essa cartada. Força guerreiro!

_______________________________________





Meu  diário: http://www.comoparar.com/t4205-o-inicio-da-saga
Broda
Mensagens : 1832
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Diário Headbanger - Página 5 Empty Re: Diário Headbanger

em 24/10/2017, 22:55
Deu pra ver que você, de certa forma, não quer ser ajudado. Não quer procurar tratamento e disse :

"Em suma, vou afundar de cabeça nessa dor, refletir muito na minha vida e responder eu mesmo as minhas próprias perguntas"

Respeito sua decisão, não vou mais postar aqui, ainda mais ao ver que você só focou na parte negativa do que eu disse, claro que eu fiz na melhor das intenções qualquer crítica que fosse para te atentar a alguns pontos, mas tudo bem. Talvez o único que possa te ajudar seja você mesmo. Espero que descubra logo tais soluções.

Peço desculpa se eu pareci meio rude, mas pelo menos eu fui completamente sincero com você. É minha forma de tratar as coisas: prefiro falar o que eu considero uma verdade dolorida, mas que eu ache que seja necessária ser ouvida, do que uma mentira conveniente e que somente vai dar um conforto emocional.

Boa sorte na sua jornada.

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum