Compartilhe
Ir em baixo
Finado
Finado "Neguin"
Mensagens : 279
Data de inscrição : 18/01/2015
http://vicioempornografiacomoparar.com

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Re: Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot

em 23/8/2015, 12:06
Efraim Sigma escreveu: Fala Finando ''Neguin''! Muito bom seu diário, levei um tempo para ler, mas valeu a penas. Com certeza ele enriquece este fórum e a motivação de pessoas que estão começando a restauração agora. Tipo eu. ehuehuehue. Parabéns pela sua marca de 21 dias sem M, muito bom mesmo. Valeu irmão, continua firme.

Abraz.

O meu querido! Eu que agradeço.
Espero que te ajude e boa sorte na sua restauração! Wink

_______________________________________
.
"Este método pode parecer demorado, muito demorado, mas eu estou convencido de que é o mais rápido."
– Gandhi

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Img?u=6032537000345600
Projeto Lincoln 2016.
Projeto Lincoln 2016.
Mensagens : 426
Data de inscrição : 31/07/2015

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Re: Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot

em 29/8/2015, 23:01
Finado \"Neguin" escreveu:Olá amigos!
Fiz algumas edições no meu diário e vou colar minha história aqui na primeira página.
Assim fica mais fácil para quem quiser saber um pouco mais sobre o "Finado".
Ainda vou fazer algumas edições nele e deixar mais enxuto, mas por enquanto é isso aqui.

Nome (usuário): "Finado" Neguin
Idade em que começou a consumir pornografia: 13 anos
Idade atual: 24 anos
Sexo: Masculino
Orientação sexual: Heterossexual
Estado civil: Solteiro
Tentativa de reboot nº: 02

Tudo começou quando ainda era uma criança e precocemente conheci a masturbação, através de amigos mais velhos, ainda nem ejaculava. Aquilo foi se tornando um hábito visto sem nenhum problema. Nesse mesmo período minha família começou a se desestruturar, muitas brigas, separações e cobranças o que contribuiu para minha personalidade introspectiva e para esse futuro vicio. Fui crescendo e conheci as revistas e vídeos, eu era muito tímido, e aquele prazer solitário me atraia. Me lembro que a primeira vez que vi um vídeo foi em VHS na casa de um amigo. Ganhei um videogame que rodava vídeos, comecei a pegar CDs emprestado de amigos, e tudo aquilo foi se construindo, alguns anos depois chegou a internet, comecei a conhecer sites e mais sites.

Na adolescência as cobranças aumentaram e o peso de ter boas notas, de ser aceito pelos amigos, de conquistar as meninas, de escolher uma profissão, tudo isso foi um desafio no qual passei me arrastando, estudei muito pouco, gostava de praticar alguns esportes; mas fazia sem empenho nenhum, não conseguia falar com as garotas que gostava e sentia muita dificuldade para lidar com tudo aquilo. Hoje percebo como o vício destrói nossa vitalidade — vejo tudo que perdi por conta disso. Em um dado momento no colegial, percebi que estava viciado quando meu histórico na internet mostrava que o site que mais acessava era um pornô, lembro de comentar com um amigo e ele dizer, porra cara: isso é coisa de criança, vai transar. Ele já namorava, e eu nunca tinha beijado uma garota, sabia de cor a nome de quase todas as atrizes pornô, sonhava com todas elas. Assim minha adolescência foi passando; só frustração, não entendia o porque das coisas, esperava alguém para me ajudar, pensava, o que eu tenho de errado?

Seguindo a rotina do vício; fui beijar uma garota quando estava quase no último ano de escola — sexo? nem pensar, não fazia ideia do que era, a não ser aquela visão deturpada dos vídeos que assistia. Nesse período passei por muitas situações constrangedoras, de ser flagrado em casa me masturbando, de ser taxado de punheteiro; na escola de homossexual por não ter pego nenhuma menina, isso foi criando traumas e mais traumas.  Fui perder a virgindade só depois de formado, com uma garota de programa.

O tempo passou eu entrei na fase adulta. Trabalho e mais responsabilidades, mais problemas, mais pornografia.

A bebida ajudou a me relacionar com algumas garotas e mesmo com todos esses problemas decorrentes do vício sempre fiquei com algumas. Com a bebida conseguia ser menos covarde e conversar com elas, consegui transar com algumas e tive boas experiências. A proximidade de qualquer menina já era motivo para ficar exitado, tinha ereções no ônibus, no trabalho, na fila do banco, vivia disfarçando isso. Quando fazia sexo todas elogiavam minhas ereções "como você consegue ficar assim tanto tempo?" e eu me achava; caçoava de amigos que diziam ter broxado, dizia para eles que isso era impossível.

Nesse tempo meu vicio continuava a mil, porém sem escalada de estilos, sempre assistia vídeos heterossexuais e nunca procurei por nada extremo ou contra minha orientação sexual.

Uma coisa que sempre me incomodava era que não conseguia manter uma relacionamento estável com nenhuma mulher, só queria sexo e nada mais. Era frio e quanto mais viciado ficava; menos capacidade eu tinha de amar. Perdi mulheres maravilhosas por conta disso. Cheguei até a namorar um tempo, mas tudo era sem graça, oscilando momentos muito alegres — com outros de extrema depressão; como era de se esperar o relacionamento acabou — foi então que me afundei de vez.

Assistia pornografia toda a noite antes de dormir quando retornava para casa. Me recordo de finais de semana ensolarados que trancava a porta e janela do quarto e passava o dia me masturbando. Minha alegria era ficar sozinho desfrutando do meu prazer artificial. Eu percebia que minha família percebia e isso me deixava ainda mais constrangido com isso ficava mais triste a cada dia, e comecei a questionar minha dificuldade de manter um relacionamento com uma mulher, não via nenhuma relação com a pornografia, mas já tinha sacado que a masturbação diminuía meu desejo em interagir com elas; mesmo assim não dei a importância necessária a isso.

Juntando os traumas do passado e os atuais comecei a desenvolver HOCD, que só descobri o nome aqui no fórum. Nesse tempo comecei a cogitar que eu poderia ser gay por conta de toda minha dificuldade com as mulheres, porque não conseguia me manter com elas, porque era extremamente seletivo e nenhuma era boa o suficiente para mim, e principalmente porque comecei a sentir medo de ter atração por homens. Não me lembro bem como isso começou mas pelo que li aqui acho que era meu cérebro me empurrando para a "escaladada de estilos" buscando uma nova forma de excitação.

Em cerca de 6 meses estava muito mal e essas pensamentos compulsivos me atormentavam muito.

Nessa fase minha ansiedade se agravou ainda mais e o stress também. Eu andava sempre de cabeça baixa e apressado para casa, sentia medo de olhar para qualquer homem e me atrair, inclusive pessoas e amigos próximos. Não sabia o que fazer e como me comportar em relação a isso, porque não desejava e nem me sentia exitado ao olhar — só sentia medo e um sentimento ruim que não consigo descrever.

Amigos, livros e outras influencias foram mudando minha cabeça durante esse tempo e com isso cada sessão de pornô eu ficava mais cansado; cansado de assistir aquele lixo por mais de 10 anos, cansado de ver tanto sexo e praticar muito pouco, cansado de ver a mulher apenas como um objeto de prazer, cansado de perder oportunidades por conta da minha personalidade, cansado de me enganar, cansado de estar perdido; cansado de ser um moleque tocando punheta no seu quarto escuro.

Já tinha pesquisado várias vezes por algo que me ajuda-se, resolvi buscar novamente só que dessa vez em inglês, acabei encontrando o site do Gary, e logo em seguida pesquisei pelo mesmo termo só que em português. Encontrei o site do Projeto e foi assim que minha vida começou a mudar. Aceitei esse grande desafio que para mim foi um dos maiores que já enfrentei.

No meu primeiro reboot (tive uma recaída) passei todo o período em casa porque estava fazendo um projeto em home-office. Não sei se isso ajudou ou não, mas de todo caso deixo aqui registrado. Fui deletando o material  pornô aos poucos e a cada vídeo ou foto foi uma despedida (punheta) — me sinto ridículo em pensar nesse laço "afetivo" com cada um deles. Fui bloqueando os sites que acessava e dificultando cada vez mais os acessos. Depois que terminei o e-book bloqueie e deletei tudo.

Desativei meu facebook e sai de grupos no whatsapp, isso porque qualquer imagem despertava aquele monstro dentro de mim. Esse primeiro e segundo mês passei na gangorra de dias ruins, dias péssimos e alguns normais;  insônia, falta de apetite, muito apetite, incerteza se o processo funciona, acredito que foi um dos piores meses da minha vida.

Como disse anteriormente me achava o "rei da ereção", e foi aí que conheci a disfunção erétil e é engraçado que no fórum em nenhum relato vi algo parecido com o meu, a maioria diz que procurou fazer o reboot por causa de sua DE e no meu caso isso começou a acontecer logo nas primeiras semanas da restauração. Foi um tapa na cara, minha auto-estima despencou. Isso aconteceu duas ou três vezes com meninas que eu estava saindo — e uma vez com uma garota de programa (que foi o pior erro do meu reboot), o mais ridículo; em duas ocasiões eu consegui ter o orgasmo com essas mulheres na masturbação — mas no sexo não (sinal evidente de que estava viciado).

Foi assim que vivi e cheguei aqui, sei que perdi muitas coisas, mas não tenho dúvida que isso me tornou menos medíocre e tudo que passamos na vida nos ensina algo. Não me reconheço naquela pessoa que fui e não quero passar minha vida nesse mundo de fantasia, quero crescer e ser um homem; não um moleque.

Então essa é minha história, passada a limpo.
Projeto obrigado por esse espaço para poder libertar isso de mim.

Hoje eu acredito na restauração, por todos os benefícios que já venho colhendo.
Tenha paciência, o reboot funciona!

[+] Detalhes

Ansiedade social: Sempre tive dificuldade em me relacionar com as pessoas no trabalho, escola, faculdade, sempre era o último a me enturmar, "não gostava" de fazer amigos, dizia, para que me aproximar se as pessoas são todas falsas? Engraçado como o problema era sempre os outros. Não gostava de visitar parentes e sofria nas apresentações de trabalhos e quando precisava falar em público. Em situações como no trabalho que não podia lidar me masturbando — quase surtava, teve vezes que precisei me masturbar no banheiro para conseguir terminar o expediente. Veja a que nível o vício me levou, e o pior de tudo eu achava isso normal.

Olhos nos olhos: O primeiro beneficio que percebi claramente foi de conseguir conversar com as pessoas olhando nos olhos, alguns meses atrás e no passado recente nunca consegui, porque sentia uma angustia horrível, parecia que a pessoa estava vendo todos meus "segredos", e hoje, isso se foi. Eu consigo conversar com qualquer pessoa olho no olho, as vezes com algumas pessoas sinto um pequeno incomodo mas nada comparado com antes, acho que inconscientemente você sabe que está fazendo algo errado — e isso lhe causa vergonha.

Masturbação: Não conseguir fazer o reboot inteiro no hardmode mas fui reduzindo na medida que conseguia (as anotações estão nas próximas páginas do meu diário). Nas primeiras semanas extrapolei muito, penso que talvez meu vicio seja mais em masturbação do que em pornografia; não sei. Sei que a masturbação atrapalhou muito meu reboot e recomendo você a fazer ao restauração no hardmode ou o mais próximo disso.

Outros vícios: Comecei a beber quando percebi que conseguia interagir mais com as pessoas, principalmente as mulheres, então usava isso como remédio para minha timidez; mas aquele não era eu. Perdi a conta de quantas vezes me embriaguei e estraguei bons momentos, e o que eu fazia para me sentir bem? Chegava em casa e praticava PMO até me corpo dizer chega. Encontrei nesse antigo habito outro atraso para meu reboot, a ressaca física e moral — as frustrações — quase me levaram a várias recaídas. Com o andamento do reboot fui me analisando e percebendo que não precisava beber tanto assim, que nunca precisei, agora eu podia conversar com as pessoas sem qualquer tipo de droga e/ou bebida. Estava voltando ao normal, o reboot funciona!

Sono: Eu praticava o vicio quase sempre antes de dormir, antes mesmo de chegar em casa no caminho já ficava imaginando qual vídeo iria assistir, qual atriz ia querer ver, se ia ver o mesmo vídeo do dia anterior. Sendo assim, meu sono ficou bastante prejudicado e a insônia nas primeiras semanas foi intensa, meu sono ficou todo desregulado, acordava cedo demais, depois dormia tarde e vice e versa, mas passou depois dos dois primeiros meses, tive alguns sonhos eróticos leves, mas não cheguei a ejacular.

Exercício físico: Ponto essencial no meu reboot, depois que comecei a praticar esporte todos os dias tudo ficou melhor, meu corpo encontrou um nova fonte de dopamina que colaborou muito no processo.

Ajuda médica: Durante os 90 dias aproveitei para fazer um check-up geral e verificar como estava minha saúde, exames de sangue e tudo mais, também passei com o endocrinologista e urologista, todos eles disseram que casos de DE nessa idade são raros e que os exames mostravam que estava muito bem; a causa só pode ser psicológica.

Egoísmo: Quando estava viciado em pornografia e masturbação tinha o prazer na hora que queria. Sozinho. Isso modificou minha pessoa, eu me tornei um cara frio e egoísta, que só pensava em mim mesmo, apesar de refutar isso veementemente, essa era a verdade. Escutava muito pouco o que as pessoas tinham a me dizer e só esperava minha vez de falar. O vício sexual destrói qualquer tipo de afeto para com as outras pessoas e principalmente consigo mesmo.

Bloqueadores: Sem os bloqueadores não teria conseguido, depois que instalei, senti uma paz — não preciso mais me preocupar em clicar em algo que me leve para aquele inferno denovo. Depois dos bloqueadores tudo ficou mais fácil. Eu fiz senhas diferentes e joguei todas fora; "mas e se precisar alterar?" Não vou precisar.

Problemas de pele: Eu tinha uns problemas de pele horríveis, no auge do meu vicio, comecei a ter um coceira e manchas na virilha, principalmente nos dias após sessões pesadas de pornografia e isso durou quase um ano, fui em diversos médicos e nenhum soube dizer o que era. Também sofria com muita caspa nos cabelos e um médico me disse após passar um shampoo muito caro que a origem desse problema é a ansiedade, e que se não trata-se ela eu poderia usar esse produto pelo resto da vida que não ia adiantar. Eu entendi que a ansiedade que o vicio causava no meu corpo trazia esses problemas e agora em fase de recuperação não tenho mais nenhum deles.

Mulheres: Não sinto que elas olham mais do que antes, mas que antes elas olhavam e eu não percebia, imerso nas minhas fantasias, ou por vergonha de não me achar capaz de interagir com elas, de ser inferior. Hoje sinto que posso falar com qualquer garota, não vejo elas como superiores e inalcançáveis — mas sim como apenas mulheres.

O que notei de positivo:

- Firmeza ao falar, mais confiança.
- Memória muito melhor.
- Sono melhor e sonhos tranquilos na maioria das vezes, me lembro que quando deitava antes me vinham as 100 imagens diferentes que tinha visto ao mesmo tempo, tudo confuso e rápido, freqüentemente acordava no meio da noite pensando nisso.
- Raiva, stress e ansiedade reduzidos a níveis naturais.
- Bom humor, estou enxergando a vida como ela é!
- Melhor contato com a família.
- Muita vontade de conhecer pessoas novas.
- Timidez e insegurança com as mulheres muito melhor.
- Não vejo mulher como objeto sexual; redução de ereções indesejadas, antes ficava excitado em situações constrangedoras como no ônibus, na faculdade.
- Depressão baixíssima.
- Alegria de viver, sim! Em acordar bem, em beber um copo de água, ver um sorriso no Metrô, cumprimentar pessoas desconhecidas, ouvir um bom dia, boa tarde, boa noite, abraçar amigos e familiares, praticar esportes e olhar para o céu azul, coisas que parecem pedir minha reverência.
- Auto estima melhor, to rindo sozinho as vezes (risos).
- Amor próprio, zelar pela minha vida, evitar outros vícios prejudiciais, cuidar das minhas coisas, por mais simples que elas sejam, cuidar do ambiente onde estou e da minha aparência.
- Queda ou quase anulação de vontade de se masturbar freqüentemente.
- Vontade de ajudar ao próximo; quero ver as pessoas bem como estou hoje.
- Não tenho preocupação com rastros, arquivos e coisas pornográficas. Sensação de tranquilidade.


Isso que é mudança de vida.Parabéns.!!Quero chegar um dia nesse estágio de Bem-aventurança.


_______________________________________

"Quando se vir diante do vazio da abstinencia,alegre-se porque essa dor vai recriar seu novo extraordinário estilo de vida."




[/i]Clique Aqui para ver o meu diário.Sua sabedoria é bem vinda..
Finado
Finado "Neguin"
Mensagens : 279
Data de inscrição : 18/01/2015
http://vicioempornografiacomoparar.com

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Re: Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot

em 19/9/2015, 14:36
Olá pessoal, queria dizer que as coisas só tem melhorado ultimamente.
Esse ano foi de muitas conquistas e a melhor delas foi concluir a restauração.
Isso tem refletido muito positivamente em toda minha vida – inclusive na parte sexual.

Não tenho acessado muito o fórum e vou continuar assim pelos próximos meses.
To focado nos estudos e com muitas tarefas no trabalho. Mas em breve volto.

Qualquer dúvida me perguntem.
Fiquem bem,

_______________________________________
.
"Este método pode parecer demorado, muito demorado, mas eu estou convencido de que é o mais rápido."
– Gandhi

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Img?u=6032537000345600
Finado
Finado "Neguin"
Mensagens : 279
Data de inscrição : 18/01/2015
http://vicioempornografiacomoparar.com

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty 2016

em 8/2/2016, 17:45
Fala pessoal,

Esse texto ficou parado por conta de muitos compromissos nesse começo de ano. Alguns pontos eu já repensei, e outros, como o primeiro que era de não ver pornografia, já não vou consegui cumprir. Vi por duas vezes vídeos esse ano e sabe Deus o que passei para resistir a isso e não recair.

Penso que nosso cérebro demora muito para voltar ao normal. Mudanças como essas levam muito tempo. Não podemos desistir de nós mesmos.

Com esperança, vamos para 2016!

Boa noite a todos! Feliz ano novo!

Quero compartilhar alguns objetivos para 2016 em que estive pensando nos últimos dias.
Primeiro quero dizer nesses 265 dias que fiquei praticamente 100% livre da pornografia fui absolutamente curado de diversas doenças como a er e de. Também de diversas dores que sentia pelo corpo. Minha vida mudou muito e continua mudando.

Volta e meia surgem pensamentos relacionados ao vicio e uma "pequena" grande vontade de assistir pornografia. Então, decidi tomar algumas medidas para que tudo corra bem no ano que acabou de começar.

Em 2016 EU QUERO:

  • Quero viver os próximos 365 sem visualizar imagens ou vídeos com conteúdo erótico.
  • Quero investir financeiramente em softwares que bloqueiem e inibem a pornografia (apoiando iniciativas com esse intuito).
  • Quero esquecer todos os vídeos que já assisti, nomes de atrizes, e qualquer atividade relacionada a pornografia. Quero ficar cada vez mais distante de qualquer coisa que seja a favor da pornografia e atividades similares.
  • Quero reduzir a frequência de masturbações em relação ao ano passado. Quero me reeducar melhor em 2016.
  • Quero ser mais rígido e aprender a dizer não as pessoas e lugares que não me fazem bem, levando por uma via ou outra a pornografia e seus congeneres.
  • Quero aprender a me relacionar melhor com as pessoas, em todos os campos da minha vida. Em especial com as mulheres.
  • Quero ser menos influenciado negativamente.
  • Quero influenciar mais as pessoas positivamente.
  • Quero ter mais tempo livre e menos cobranças internas.
  • Quero ser mais confiante em tudo que faço.
  • Quero ser mais positivo em tudo que faço.
  • Quero ler mais livros.
  • Quero trabalhar mais vezes como voluntário; quero ajudar mais pessoas.
  • Quero fortalecer e preservar meus verdadeiros amigos(a).
  • Quero conhecer novos amigos(a) que me inspirem a viver melhor.
  • Quero gastar meu dinheiro apenas com o necessário e guardar o máximo que puder na poupança.
  • Quero me conhecer melhor e melhorar no que for possível, e no que não for possível quero reconhecer minhas dificuldades e aprender a lidar com elas.
  • Quero simplificar tudo que for possível em minha rotina. Me livrar de tudo que é desnecessário.


Agora me contem, quais os planos de vocês para 2016?

Grande abraço,
Finado

_______________________________________
.
"Este método pode parecer demorado, muito demorado, mas eu estou convencido de que é o mais rápido."
– Gandhi

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Img?u=6032537000345600
Blpr
Blpr
Mensagens : 4832
Data de inscrição : 30/05/2015

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Re: Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot

em 8/2/2016, 18:20
Finado \"Neguin" escreveu:Fala pessoal,

Esse texto ficou parado por conta de muitos compromissos nesse começo de ano. Alguns pontos eu já repensei, e outros, como o primeiro que era de não ver pornografia, já não vou consegui cumprir. Vi por duas vezes vídeos esse ano e sabe Deus o que passei para resistir a isso e não recair.

Penso que nosso cérebro demora muito para voltar ao normal. Mudanças como essas levam muito tempo. Não podemos desistir de nós mesmos.

Com esperança, vamos para 2016!

Boa noite a todos! Feliz ano novo!

Quero compartilhar alguns objetivos para 2016 em que estive pensando nos últimos dias.
Primeiro quero dizer nesses 265 dias que fiquei praticamente 100% livre da pornografia fui absolutamente curado de diversas doenças como a er e de. Também de diversas dores que sentia pelo corpo. Minha vida mudou muito e continua mudando.

Volta e meia surgem pensamentos relacionados ao vicio e uma "pequena" grande vontade de assistir pornografia. Então, decidi tomar algumas medidas para que tudo corra bem no ano que acabou de começar.

Em 2016 EU QUERO:

  • Quero viver os próximos 365 sem visualizar imagens ou vídeos com conteúdo erótico.
  • Quero investir financeiramente em softwares que bloqueiem e inibem a pornografia (apoiando iniciativas com esse intuito).
  • Quero esquecer todos os vídeos que já assisti, nomes de atrizes, e qualquer atividade relacionada a pornografia. Quero ficar cada vez mais distante de qualquer coisa que seja a favor da pornografia e atividades similares.
  • Quero reduzir a frequência de masturbações em relação ao ano passado. Quero me reeducar melhor em 2016.
  • Quero ser mais rígido e aprender a dizer não as pessoas e lugares que não me fazem bem, levando por uma via ou outra a pornografia e seus congeneres.
  • Quero aprender a me relacionar melhor com as pessoas, em todos os campos da minha vida. Em especial com as mulheres.
  • Quero ser menos influenciado negativamente.
  • Quero influenciar mais as pessoas positivamente.
  • Quero ter mais tempo livre e menos cobranças internas.
  • Quero ser mais confiante em tudo que faço.
  • Quero ser mais positivo em tudo que faço.
  • Quero ler mais livros.
  • Quero trabalhar mais vezes como voluntário; quero ajudar mais pessoas.
  • Quero fortalecer e preservar meus verdadeiros amigos(a).
  • Quero conhecer novos amigos(a) que me inspirem a viver melhor.
  • Quero gastar meu dinheiro apenas com o necessário e guardar o máximo que puder na poupança.
  • Quero me conhecer melhor e melhorar no que for possível, e no que não for possível quero reconhecer minhas dificuldades e aprender a lidar com elas.
  • Quero simplificar tudo que for possível em minha rotina. Me livrar de tudo que é desnecessário.


Agora me contem, quais os planos de vocês para 2016?

Grande abraço,
Finado

Mesmo que você viu dois vídeos, eu considero isto um lapso, é não uma recaída. É diferente você ver vídeos e descambar em compulsão novamente. É pelo número elevado de dias, você já é vitorioso.

Cara, eu consegui uma coisa nestes últimos meses que não sentia a muito tempo. Felicidade e auto-estima. Estar bem comigo mesmo e em paz sem preocupações demais com as coisas. Estar satisfeito com o corpo e com minha personalidade, sem importar com o que os outros dizem. É uma coisa eu aprendi que depender dos outros para ser feliz é a pior coisa que existe. Que este ano seja assim. É desejo encontrar uma mulher bacana, que eu possa ter uma vida muito cheia de amor e fazer planos. Estou vendo que ultimamente as mulheres estão olhando mais para mim. Estou mais sereno e confiante. Então, a vida está bacana.

_______________________________________
Link do e-book grátis:

https://drive.google.com/open?id=0B_ZBYrwrvOuJTDctSjhvdGQ1V1E


"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto, uma hora, um dia, um mês ou talvez um ano. Mas, eventualmente, ela irá sumir e outra coisa ocupará o seu lugar. Porém, se você não lutar e superar essa dor, ela vai durar para sempre". (Lancy Armstrong)


Finado
Finado "Neguin"
Mensagens : 279
Data de inscrição : 18/01/2015
http://vicioempornografiacomoparar.com

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Re: Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot

em 16/2/2016, 22:29
Tive mais um lapso hoje pessoal, vou resetar meu contador.
Algo não está funcionando Crying or Very sad

_______________________________________
.
"Este método pode parecer demorado, muito demorado, mas eu estou convencido de que é o mais rápido."
– Gandhi

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Img?u=6032537000345600
Toguro
Toguro
Mensagens : 6099
Data de inscrição : 13/11/2015
Idade : 35
http://blokporn.blogspot.com

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Re: Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot

em 17/2/2016, 08:10
Identifique seu erro, corrija-o e não o cometa mais.

E aumente sua frequência no fórum. Você está lutando contra o vício sozinho. Aqui, você tem suporte para lutar e vencer mais facilmente.

No mais, nos vemos no pódio.

_______________________________________
Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Img?u=6253155511697408

Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, dá desculpa.

Blog:

http://blokporn.blogspot.com.br/

História de Sucesso:

http://www.comoparar.com/t3167-toguro-32-anos-previa-180-dias

Email (criado especialmente para o fórum): [email protected]

Diário: http://www.comoparar.com/t3599-saga-do-toguro
Luis Santos
Luis Santos
Moderador
Moderador
Mensagens : 1288
Data de inscrição : 13/01/2015

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Tape as brechas.

em 17/2/2016, 09:23
Finado Neguin

Veja qual a brecha você não tapou e tape-a. Sempre existe algum comportamento comprometedor que deve ser modificado, ou corrigido. No mais, volte ao reboot, e lembre-se de ocupar seu tempo.


Abraços companheiro de batalhas!

Luis Santos.

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Minimize as chances de dar errado que você maximizará as chances de dar certo. (Taaviin)

Meu diário: http://www.comoparar.com/t199p150-comecando-o-processo-de-reboot?highlight=Luis+Santos

História de sucesso: http://www.comoparar.com/t525-90-dias-completos-o-reboot-funciona
Finado
Finado "Neguin"
Mensagens : 279
Data de inscrição : 18/01/2015
http://vicioempornografiacomoparar.com

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Re: Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot

em 21/2/2016, 19:16
Toguro escreveu:Identifique seu erro, corrija-o e não o cometa mais.

E aumente sua frequência no fórum. Você está lutando contra o vício sozinho. Aqui, você tem suporte para lutar e vencer mais facilmente.

No mais, nos vemos no pódio.

Obrigado Torugo, estou tomando as medidas necessárias.
Quando você diz pódio, o que quer dizer com isso?
Abs,

_______________________________________
.
"Este método pode parecer demorado, muito demorado, mas eu estou convencido de que é o mais rápido."
– Gandhi

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Img?u=6032537000345600
Finado
Finado "Neguin"
Mensagens : 279
Data de inscrição : 18/01/2015
http://vicioempornografiacomoparar.com

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Re: Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot

em 21/2/2016, 19:22
Luis Santos escreveu:Finado Neguin

Veja qual a brecha você não tapou e tape-a. Sempre existe algum comportamento comprometedor que deve ser modificado, ou corrigido. No mais, volte ao reboot, e lembre-se de ocupar seu tempo.


Abraços companheiro de batalhas!

Luis Santos.

Obrigado Luis!
Espero um dia chegar a sua meta e ter essa tranquilidade que você adquiriu em frente ao vício.
Estou tomando as medidas necessárias e vou postando as novidades.
Abs,

_______________________________________
.
"Este método pode parecer demorado, muito demorado, mas eu estou convencido de que é o mais rápido."
– Gandhi

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Img?u=6032537000345600
W. Burk
W. Burk
Mensagens : 826
Data de inscrição : 01/02/2016
Localização : Valhala

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Re: Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot

em 21/2/2016, 21:36
Pódio é aquele lugar que sobem os vencedores de esportes normalmente. Com o 1º 2º e 3º
Basicamente: "Nos vemos no topo, onde estão os vitoriosos"

Você já tem uma bagagem boa, acredito que um reset não muda os benefícios que você já teve tanto mentais, emocionais e físicos de todo o percurso.

Força nessa nova caminhada!

_______________________________________



"A dor é temporária. Ela pode durar um minuto ou uma hora. Pode até durar um ano. Mas em algum momento ela vai diminuir e outra coisa tomará o seu lugar. Porém, se você parar de lutar, essa dor vai durar para sempre"

Acompanhe o DIÁRIO: http://www.comoparar.com/t2507-diario-de-bordo-w-burk#31164
Luis Santos
Luis Santos
Moderador
Moderador
Mensagens : 1288
Data de inscrição : 13/01/2015

Finado "Neguin" [Diário] 2º Reboot - Página 4 Empty Como está?

em 17/5/2017, 11:20
Finado Neguin


Você não deu mais notícias, espero que esteja bem.



Abraço!

_______________________________________



https://docs.google.com/document/d/1e16jZBv1CEYco_rYgNzlwXdQt-WvuYhLAYuuQIsT_fQ/edit

Minimize as chances de dar errado que você maximizará as chances de dar certo. (Taaviin)

Meu diário: http://www.comoparar.com/t199p150-comecando-o-processo-de-reboot?highlight=Luis+Santos

História de sucesso: http://www.comoparar.com/t525-90-dias-completos-o-reboot-funciona
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum