Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 337
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 24
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 26/4/2018, 14:23
Mano, seu último post foi uma lição filosófica e de vida. Muito bom mesmo. Relaxar e ter espontaneidade é tudo que precisamos nos nossos contatos sociais.
Forte abraço
avatar
Mensagens : 317
Data de inscrição : 05/01/2017
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 27/4/2018, 12:06
Fala Elliot, parabéns pela marca do primeiro mês de vários mano. Cara o que vc falou sobre carência eu te entendo perfeitamente e passo pela mesma situações estou procurando maneiras de ter mais amor-próprio, realmente esse é o ciclo da vida, vc só pode receber o que vc dá e tem, então se vc tem carência receberá mais carência.
Minha timidez é causada pelo falo de eu não ser eu mesmo e não me abrir verdadeiramente. Então cara acima de ficar X de sem PMO procure buscar seu verdadeiro eu dentro de vc mesmo e se redescubra. ABRAÇOS.
avatar
Mensagens : 380
Data de inscrição : 16/03/2016
Idade : 23
Localização : E Corp
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 27/4/2018, 13:51
Mr robot escreveu:Hello my friends!!

Mais uma vez cheguei nessa marca de 30 dias sem PMO, nos últimos tempos essa marca tem sido o máximo que ando conseguindo mas como eu estou aqui novamente, creio firmemente que irei ultrapassa-la. Só o fato de terem pessoas me acompanhando e vendo o meu progresso me motiva bastante, o fato de ver meu contador aumentando a cada dia, já é algo muito significativo pra mim e não quero perder isso, por isso esse fórum é de grande ajuda pra mim.

Os dias mais difíceis desse reboot foram entre os dias 15 e 18, onde estava no modo caçador e quase subindo pelas paredes. Mas o fato é que isso sempre passa, essas fissuras loucas que nos temos sempre passa!! Independe de praticar M ou não, vai passar!! Isso me deixa um tanto aliviado e otimista, pois mesmo que esteja extremamente difícil é só perseverará que ficará mais fácil logo mais.

Ando refletindo muito sobre o amor próprio e a falta dele. Fiquei consciente do fato que eu tenho muita carência afetiva e isso pode acarretar quedas em PMO também . Essa carência afetiva é aquilo de querer um carinho ou uma atenção de alguém ou que alguém te ache especial de algum modo ou simplesmente tem uma boa conversa com alguém, é o clássico de se sentir solitário. A forma de melhorar isso que eu encontrei, é tendo mais amor próprio. Se tratar bem, se elogiar e ter gratidão pelas coisas que já conquistamos parece algo simples mas tem efeito enorme na forma em que encaramos o mundo e em como convivemos com outras pessoas.  Dedicar um tempo pra se apreciar e dá a si mesmo o valor que merecemos está longe de ser algo egoísta, de fato, só podemos dá aquilo que já temos, se temos amor por nos é isso que daremos aos outros o contrario também acontece.

Também voltei a está motivado na meditação e em querer relaxar mais. Sempre fui muito tímido e lendo bastante sobre isso, cheguei a ideia de que sou tímido por não relaxar o suficiente pra ser eu mesmo. Aquela coisa de querer sempre agradar e causar uma boa impressão. Isso pode até funcionar as vezes em algumas situações mas isso acaba matando a nossa essência e nos tornando muito preocupados e ansiosos. Relaxar em situações sociais que é o caminho, todos gostam mais das pessoas que são espontâneas e não se importam tanto com as opiniões dos outros. Relaxar e deixar as coisas acontecerem por si mesmas nos torna muito mais felizes e divertidos!!

É isso amigos..

[end]

"A minha consciência tem mais peso para mim do que a opinião do mundo inteiro." – Cícero.

Agir e pensar levando em consideração apenas a opinião dos outros e pensando em como vamos ser julgados é um erro dos grandes, é interessante e útil apenas até certo ponto.

Ter amor próprio e pensar em nos mesmos não é ser egoísta concordo com você.



_______________________________________


Meu diário: http://www.comoparar.com/t3270p25-diario-do-mr_reboot
avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 27/4/2018, 15:12
rlutador escreveu:Mano, seu último post foi uma lição filosófica e de vida. Muito bom mesmo. Relaxar e ter espontaneidade é tudo que precisamos nos nossos contatos sociais.
Forte abraço

Até fiquei me achando com o seu "lição filosófica e de vida", fico feliz que tenha gostado, obrigadão por passar aqui meu amigo!!


Heitor.. escreveu:Fala Elliot, parabéns pela marca do primeiro mês de vários mano. Cara o que vc falou sobre carência eu te entendo perfeitamente e passo pela mesma situações estou procurando maneiras de ter mais amor-próprio, realmente esse é o ciclo da vida, vc só pode receber o que vc dá e tem, então se vc tem carência receberá mais carência.
Minha timidez é causada pelo falo de eu não ser eu mesmo e não me abrir verdadeiramente. Então cara acima de ficar X de sem PMO procure buscar seu verdadeiro eu dentro de vc mesmo e se redescubra. ABRAÇOS.

Pois é mano, eu sempre estou indo atrás de um jeito em que possa ser mais eu mesmo e ser mais solto, isso vem quando a gente se conhece bastante. Ficar sem PMO também é importante, porque a P altera a maneira que vemos as coisas e a maneira em que vemos nos mesmo. Ficar sem P muda drasticamente a nossa visão. Obrigadão por passar aqui!!

mr_reboot escreveu:

"A minha consciência tem mais peso para mim do que a opinião do mundo inteiro."  – Cícero.

Agir e pensar levando em consideração apenas a opinião dos outros e pensando em como vamos ser julgados é um erro dos grandes, é interessante e útil apenas até certo ponto.

Ter amor próprio e pensar em nos mesmos não é ser egoísta concordo com você.



Minha segunda personalidade sempre tem ótimas frases!!!

Brincadeiras a parte, viver em função da opinião dos outros é uma prisão cruel my friend, aos poucos estou quebrando as correntes.

Abração, obrigado por passar aqui!!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

_35_dias.txt

em 1/5/2018, 15:46
Olá amigos!!

Bom, mais um marca conquistada, 35 dias!! Na minha experiência com o reboot, considero entre 30 a 50 dias a parte mais difícil. Alguns pensamento de queda tem surgido mas com pouca força e estou evitando gatilhos e possíveis fantasias ao máximo . Tive um dia de bastante queda de humor sábado passado, onde pensamentos ruins e de baixo auto estima começaram a dominar minha mente, mas felizmente eles passaram e estou tranquilo de novo.

Em minha saga em busca de uma auto estima mais saudável, encontrei o livro "A arte de amar e ser amado" de  Robert Holden, o autor nos faz refletir sobre o nosso amor próprio e como isso influencia nas relações que temos com as outras pessoas e na forma em que amamos os outros também, é uma leitura recomendável a todos!!

Uma falha que estou tendo é uma falta de disciplina absurda. Eu sei exatamente o que fazer pra melhorar isso, mas sinto que quando eu tenho uma disciplina maior acabo sendo muito duro comigo mesmo e não consigo equilibrar entre ter uma boa disciplina e pegar leve comigo, parece que pra mim uma coisa cancela a outra, não consigo encontra o caminho do meio nessa relação. Se alguém tiver dicas de como ter uma disciplina mais saudável e estou aceitando!!

É isso amigos, sigamos na luta!!

[end]

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Mensagens : 337
Data de inscrição : 17/03/2017
Idade : 24
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 3/5/2018, 12:23
Acho que o melhor plano pra "disciplina saudável" é saber que nem sempre é possível mantê-la. É buscar fazer tudo certinho, mas quando não der, aceitar e se perdoar sobre isso. A autocrítica as vezes é eficiente ou mesmo necessária, mas se martirizar por nem sempre cumprir uma rotina é um pouco demais.
Abração, fera
avatar
Mensagens : 380
Data de inscrição : 16/03/2016
Idade : 23
Localização : E Corp
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 9/5/2018, 18:18
rlutador escreveu:Acho que o melhor plano pra "disciplina saudável" é saber que nem sempre é possível mantê-la. É buscar fazer tudo certinho, mas quando não der, aceitar e se perdoar sobre isso. A autocrítica as vezes é eficiente ou mesmo necessária, mas se martirizar por nem sempre cumprir uma rotina é um pouco demais.
Abração, fera

Assino em baixo sobre disciplina temos que reconhecer que nem sempre vai ser possível seguir todos os protocolos ao pé da letra, e se tratando de estudos acho valido ressaltar que nem sempre mais é melhor, vale muito mais duas horas de estudo concentrado do que quatro no modo automático, definir um ambiente agradável é essencial para facilitar o estudo, e se tratando de outras áreas no caso atividades físicas acho que se forçar é essencial de começo, eu depois do vício passei a odiar praticar atividades físicas sendo que antes me considerava uma criança / adolescente atlético mas acabei me tornando sedentário, nesse ponto se forçar principalmente no começo é a chave e não pensar muito simplesmente vai não dando brechas para preguiça.

_______________________________________


Meu diário: http://www.comoparar.com/t3270p25-diario-do-mr_reboot
avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 11/5/2018, 13:44
rlutador escreveu:Acho que o melhor plano pra "disciplina saudável" é saber que nem sempre é possível mantê-la. É buscar fazer tudo certinho, mas quando não der, aceitar e se perdoar sobre isso. A autocrítica as vezes é eficiente ou mesmo necessária, mas se martirizar por nem sempre cumprir uma rotina é um pouco demais.
Abração, fera

Fala mano, entendo que esse é um bom caminho, não se criticar é uma das chaves pra si manter um bom relacionamento consigo mesmo. Acho que o meu ponto falho é a motivação, tipo só consigo ter motivação pra fazer as coisas sendo duro comigo e vendo as coisas da pior maneira, dai me desperta um sentimento de urgência, dai eu corro pra fazer as coisas que tem que ser feitas, mas não gosto desse caminho. Obrigado por passar aqui.

mr_reboot escreveu:

Assino em baixo sobre disciplina temos que reconhecer que nem sempre vai ser possível seguir todos os protocolos ao pé da letra, e se tratando de estudos acho valido ressaltar que nem sempre mais é melhor, vale muito mais duas horas de estudo concentrado do que quatro no modo automático, definir um ambiente agradável é essencial para facilitar o estudo, e se tratando de outras áreas no caso atividades físicas acho que se forçar é essencial de começo, eu depois do vício passei a odiar praticar atividades físicas sendo que antes me considerava uma criança / adolescente atlético mas acabei me tornando sedentário, nesse ponto se forçar principalmente no começo é a chave e não pensar muito simplesmente vai não dando brechas para preguiça.


Obrigado pela dica de estudos, estou tendo uma certa dificuldade em estudar, então estou estudando pelo menos 1 hora por dia, eu sei que não é muito mas é melhor que nada. Sobre se força, é esse o ponto. Eu acabo me forçando exageradamente em tudo e acabo vivendo minha própria ditadura saca? Sem espaço pra descanso nem nada e isso acaba desgastando muito, mas se eu paro com isso eu acabo não fazendo nada, tá tipo 8 ou 80. Vou procurar um novo modo pra me motivar, espero que eu ache, acredito que isso irá mudar minha vida de forma muito significativa.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 609
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 21
Localização : Pernambuco
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 11/5/2018, 20:22
Olá Mr robot. Passou um tempo fora cara? Mas voltou! õ/ hehe

Meus parabéns pela sua meta alcançada. A cada passo dado é uma vitória na conta, e o essencial é nos concentrarmos no caminho da jornada, e não na meta final. Já que o único dia que temos é o dia de hoje, temos que comemorar que mais um dia passamos sem PMO.

Pra reiterar o que os amigos falaram acima: procure equilibrar. Se você se refere a estudos, estude sempre, não deixe de estudar, mas saiba que isso não é tudo. Na sua vida você seus familiares, sua saúde física, mental e espiritual, sua saúde financeira, seus amigos e tudo isso compõe o que chamamos de vida. Além dessas áreas, temos também os estudos, que é uma dentre tantas outras.

Procure no Google por "técnicas de produtividade", "gerenciamento de tempo", "como estudar com mais eficácia", "técnicas de estudo" e você encontrará alguns nortes. Você malha? Independentemente de malhar ou não, nós não vamos ter ganhos expressivos se ficarmos 2h na academia 6 dias na semana (a menos que você seja um ATLETA). Estudar é semelhante.

Busque melhorar sua técnica de estudo, aperfeiçoar a utilização do tempo. Eu também tenho procurado por isso recentemente. Sempre que eu achar algo de novo que eu ache que faça a diferença, passo aqui pra compartilhar com você. Grande abraço cara, e SUCESSO!

_______________________________________
"Champions keep playing until they get it right"



avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 11/5/2018, 23:21
ilCapo escreveu:Olá Mr robot. Passou um tempo fora cara? Mas voltou! õ/ hehe

Meus parabéns pela sua meta alcançada. A cada passo dado é uma vitória na conta, e o essencial é nos concentrarmos no caminho da jornada, e não na meta final. Já que o único dia que temos é o dia de hoje, temos que comemorar que mais um dia passamos sem PMO.

Pra reiterar o que os amigos falaram acima: procure equilibrar. Se você se refere a estudos, estude sempre, não deixe de estudar, mas saiba que isso não é tudo. Na sua vida você seus familiares, sua saúde física, mental e espiritual, sua saúde financeira, seus amigos e tudo isso compõe o que chamamos de vida. Além dessas áreas, temos também os estudos, que é uma dentre tantas outras.

Procure no Google por "técnicas de produtividade", "gerenciamento de tempo", "como estudar com mais eficácia", "técnicas de estudo" e você encontrará alguns nortes. Você malha? Independentemente de malhar ou não, nós não vamos ter ganhos expressivos se ficarmos 2h na academia 6 dias na semana (a menos que você seja um ATLETA). Estudar é semelhante.

Busque melhorar sua técnica de estudo, aperfeiçoar a utilização do tempo. Eu também tenho procurado por isso recentemente. Sempre que eu achar algo de novo que eu ache que faça a diferença, passo aqui pra compartilhar com você. Grande abraço cara, e SUCESSO!

Obrigado por passar aqui velho amigo iCapo, agradeço pelas dicas de estudo, vou procurar essas técnicas porque ando precisando bastante, uso normalmente a do pomodoro mas vou procurar mais algumas outras.

Nas outras áreas também funciono da mesma forma infelizmente, parece que só no extremo que consigo alcançar as coisas, mas sei que vou conseguir achar meu equilíbrio, tenho fé nisso!!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

metade_do_processo.win

em 11/5/2018, 23:43
45 dias amigos!!

Estou atualmente em uma jornada em busca de fortalecer meu amor próprio. Entendi que o amor que a gente sente por nos mesmo tem que ser fortalecido diariamente, pois o habito de si criticar(pra quem possui auto estima baixa) foi fortalecido durante muito tempo, pra si livrar disso exige uma pratica diária de auto compaixão. O engraçado é que quando você fortalece esse amor por si mesmo, o mundo parece mudar. Aconteceu de as pessoas me tratarem com mais carinho, pessoas que nunca mais falaram comigo voltaram a falar e até gente que me deve me pagou essa semana. Coisas que parecem "milagres" acontece quando estamos no amor. Sei que o amor vai conseguir curar os meus complexos e me trazer uma vida mais plena.

Meu maior vilão nessa jornada é o medo. Há medo que nos alimentamos por tanto tempo, que acabam ficando muito fortes e difíceis de sumir. O medo de não ser bom o bastante por exemplo, me pega de jeito e acaba me machucando demais, além de vários outros medos que limitam a minha vida. Mas tenho fé que no amor vou me curar.

O reboot segue bem tranquilo, até mais do que eu imaginava. Ando parando de fantasiar e ver as mulheres como objeto, coisa que eu nunca dei muita importância por algum motivo. Quando a gente muda a nossa visão sobre as mulheres, nossa ansiedade diminui substancialmente, passamos a enxerga-las como pessoas iguais a nos, sem por elas pedestais e sem idolatrias.

Notei também que minha libido está um pouco baixa, mas isso não é algo que eu dê muita importância. Sei lá , pra mim parece algo irrelevante, lido muito bem com flatline e coisas do tipo.

Enfim, é isso amigos

[end]

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 609
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 21
Localização : Pernambuco
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 12/5/2018, 20:45
Fala bro! Cara, achei muito massa essa sua preocupação em cultivar o amor próprio dentro de você. Acho uma parada muito importante mesmo, pois nos ajuda a ter maturidade emocional, que é um pilar muito importante na nossa vida. Quem sabe até um dos mais importantes.

Permita-me a intromissão, mas fiquei curioso: de que forma você tem feito para cultivar mais esse amor próprio?

No momento, não estou nessa vibe, mas acho super salutar vei. Tou focando mais na minha saúde física, mas sinto que depois de um tempo começar a me concentrar mais na saúde emocional, que acho que é fundamental para todas as pessoas, sobretudo para nós, Rebooters.

_______________________________________
"Champions keep playing until they get it right"



avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 12/5/2018, 22:51
ilCapo escreveu:Fala bro! Cara, achei muito massa essa sua preocupação em cultivar o amor próprio dentro de você. Acho uma parada muito importante mesmo, pois nos ajuda a ter maturidade emocional, que é um pilar muito importante na nossa vida. Quem sabe até um dos mais importantes.

Permita-me a intromissão, mas fiquei curioso: de que forma você tem feito para cultivar mais esse amor próprio?

No momento, não estou nessa vibe, mas acho super salutar vei. Tou focando mais na minha saúde física, mas sinto que depois de um tempo começar a me concentrar mais na saúde emocional, que acho que é fundamental para todas as pessoas, sobretudo para nós, Rebooters.  

Cultivar a saúde física é uma forma de amor também meu amigo( que eu ando negligenciando um pouco, mas vou melhorar!!kkk)

Eu acredito que ainda estou engatinhando nesse processo de buscar o amor próprio, ainda falta muitas áreas na minha vida pra me desenvolver e melhorar e isso é construido um dia de cada vez.

A vários fatores que ajudam a cultivar mais o amor próprio. Nesse começo eu estou evitando ao máximo me criticar e me condenar quando eu erro, coisa que eu fazia quase no automático antes. Estou evitando me comparar com as outras pessoas, o que na sociedade de hoje é bem difícil de se fazer quando todo mundo quer ser e mostrar que é melhor que os outros. Estou buscando aceitar meus defeitos e minhas limitações e buscando a humildade nas relações.

Há também as praticas diárias de meditações. Pela manhã faço exercícios respiratórios prana e meditação da plena atenção e antes de dormir repito essas duas meditações e acrescento a meditação metta(meditação da compaixão) que pra mim é praticamente uma oração e agradeço pelas coisas que aconteceram no dia e na minha vida em geral.

Ao longo do dia tento relaxar mais e ser mais espontâneo também, o que pra mim tem sido um pouco difícil porque tenho um grande medo da rejeição das outras pessoas, mas aos poucos a gente vai evoluindo. Como eu disse no outro post, o grande desafio dessa jornada é enfrentar os nossos medos, temos que ter coragem de avançar!!O amor e o medo não convivem muito bem juntos, um é oposto do outro.

Gosto de recomendar livros, recomendo o livro "10% mais feliz" do Don Harris, é um ótimo começo pra quem tem curiosidade sobre como praticar meditação, me motivou bastante a voltar a fazer a pratica diária. A meditação é um grande exercício de autoconhecimento e quanto mais você se conhece mais fácil é si amar.

Nesse jornada, cada dia a gente vai descobrindo mais coisas e mais caminhos pra se seguir. É como malhar também, cada dia que você usa o músculo do amor ele fica mais forte.

É isso, espero que tenha te ajudado matar sua curiosidade!! Abração!!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

50_dias.txt

em 16/5/2018, 22:34
Olá amigos!!

50 dias!!

Nessa minha saga rumo a conquista de uma vida mais plena, tenho me deparado com vários obstáculos no meu caminho. Há algumas crenças muito antigas que me impendem de conquistar aquilo que eu quero.

Tive a consciência de que não sei lidar com conflitos em minhas relações com outras pessoas. Não consigo confrontar alguém quando algo me incomoda e isso é algo muito perigoso. Quando você se valoriza de verdade, você não deixa ser pisado e desmerecido, você conhece o seu valor e sabe o que você merece e se impõem quando suas expectativas e necessidades são desprezadas. Quando eu evito o conflito, acabo evitando que as outras pessoas se magoem comigo mas por consequência acabo ficando magoado comigo mesmo e minha confiança acaba caindo.

Agora estou com esse propósito de aprender a me impor e me valorizar de verdade!!

Com respeito ao Reboot, vejo muitos amigos Rebooters não conseguindo evolui e recaindo com muita frequência mas pra mim o Reboot tornou algo relativamente simples e """fácil"""(muitas aspas aqui porque sei da dificuldade desse processo). E porque o Reboot se tornou algo simples pra mim? Por causa das minhas crenças!! Por eu ter completado o Reboot 4 vezes, eu tenho absoluta certeza de que consigo completar pela 5 vez. Minha crença de que eu consigo completar o Reboot acaba me fortalecendo mais e me dá mais motivação.

Sugiro aos amigos que se visualizem completando o Reboot e conquistando a tão almejada liberdade desse vicio. Façam isso todos os dias como um ritual ou "oração", com a repetição o nosso subconsciente vai entendendo isso e acaba virando uma crença de fato! A crença que podemos sim vencer esse mal!!

É isso

[End]

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Mensagens : 380
Data de inscrição : 16/03/2016
Idade : 23
Localização : E Corp
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 22/5/2018, 12:40
Mr robot escreveu:Olá amigos!!

50 dias!!

Nessa minha saga rumo a conquista de uma vida mais plena, tenho me deparado com vários obstáculos no meu caminho. Há algumas crenças muito antigas que me impendem de conquistar aquilo que eu quero.

Tive a consciência de que não sei lidar com conflitos em minhas relações com outras pessoas. Não consigo confrontar alguém quando algo me incomoda e isso é algo muito perigoso. Quando você se valoriza de verdade, você não deixa ser pisado e desmerecido, você conhece o seu valor e sabe o que você merece e se impõem quando suas expectativas e necessidades são desprezadas. Quando eu evito o conflito, acabo evitando que as outras pessoas se magoem comigo mas por consequência acabo ficando magoado comigo mesmo e minha confiança acaba caindo.

Agora estou com esse propósito de aprender a me impor e me valorizar de verdade!!

Com respeito ao Reboot, vejo muitos amigos Rebooters não conseguindo evolui e recaindo com muita frequência mas pra mim o Reboot tornou algo relativamente simples e """fácil"""(muitas aspas aqui porque sei da dificuldade desse processo). E porque o Reboot se tornou algo simples pra mim? Por causa das minhas crenças!! Por eu ter completado o Reboot 4 vezes, eu tenho absoluta certeza de que consigo completar pela 5 vez. Minha crença de que eu consigo completar o Reboot acaba me fortalecendo mais e me dá mais motivação.

Sugiro aos amigos que se visualizem completando o Reboot e conquistando a tão almejada liberdade  desse vicio. Façam isso todos os dias como um ritual ou "oração", com a repetição o nosso subconsciente vai entendendo isso e acaba virando uma crença de fato! A crença que podemos sim vencer esse mal!!

É isso

[End]

Fala meu amigo primeiro parabéns pela sua marca é notável mais da metade do percurso inicial.

Sobre o reboot ser fácil eu concordo com o seu ponto de vista em certo aspecto, a suas crenças o seu mindset atual esta te ajudando seguir o reboot sem recair, ao mesmo tempo dou meu conselho sincero de não se testar ou achar que tem controle pleno sobre o vicio, foram anos com ele tendo controle sobre a sua mente o vicio é traiçoeiro a ponto de derrubar os mais fortes em números substanciais de dias longe logo mantenha-se vigilante.

Sobre a oração eu irei tomar esse conselho.

_______________________________________


Meu diário: http://www.comoparar.com/t3270p25-diario-do-mr_reboot
avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 10/6/2018, 22:52
mr_reboot escreveu:

Fala meu amigo primeiro parabéns pela sua marca é notável mais da metade do percurso inicial.

Sobre o reboot ser fácil eu concordo com o seu ponto de vista em certo aspecto, a suas crenças o seu mindset atual esta te ajudando seguir o reboot sem recair, ao mesmo tempo dou meu conselho sincero de não se testar ou achar que tem controle pleno sobre o vicio, foram anos com ele tendo controle sobre a sua mente o vicio é traiçoeiro a ponto de derrubar os mais fortes em números substanciais de dias longe logo mantenha-se vigilante.

Sobre a oração eu irei tomar esse conselho.

Tenho total consciência do ponto que você falou, eu encaro o vicio como uma doença que a gente não o total controle sobre ela. Temos o tratamento(reboot) mas não podemos larga dele e receber alta. É pra vida toda.

Obrigado por passar por aqui amigo!!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

75_dias.txt

em 10/6/2018, 22:53
Olá amigos!!

O tempo está voando, 75 dias já!

Desculpe o excesso de ausência da minha parte aqui no fórum, final de semestre + procrastinação pra escrever= meu sumiço

Minha saga por uma vida mais plena anda aos trancos e barrancos. É uma jornada complicada tenho que confessar. Minha busca por mais amor próprio anda um pouco enfraquecida, o medo parece que é muito mais forte e é bem mais confortável não lutar contra ele.

Acho que meu principal medo é o medo da rejeição.Devido a uma criação superprotetora , acabou que não experimentei tanta rejeição quanto deveria ter experimentado para o meu amadurecimento. Cometer erros e ser rejeitado nos faz lidar melhor com as falhas, frustrações e com perfeccionismo.

Mas a meditação vem como meu alívio. Em sua prática começo ter a consciência de que essa minha "personalidade" não é fixa e posso assim dissolver mais meu ego, tirar as minhas máscaras e ser o que sou realmente! Algo sem rótulos e verdadeiramente livre. Assim posso aproveitar mais a vida, com os seus erros e acertos.

Saindo um pouquinho desse assunto, sinto que as minas tão me querendo!! Kkkkkkkk
Vejo pelo os olhares que elas me dão e a forma que elas agem na minha presença. É algo que me deixa bem contente, só falta eu agir mesmo haha. E tô me sentindo muito mais bonito também, não sei por qual motivo mas tô.

Era isso

[End]

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

Mensagens : 19
Data de inscrição : 02/06/2018
Idade : 25
Ver perfil do usuário

Continue firme!!

em 10/6/2018, 23:11
Tambem estou nessa rotina hj é meu setimo dia consecutivo sem me masturbar, e há mais de quarenta dias não assisto pornografia. Quando eu completar um mes de reboot escreverei meu diário. O que vem me ajudando bastante é ler o diario e as histórias de sucesso da galera aqui.
avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 11/6/2018, 15:17
Coymacoy escreveu:Tambem estou nessa rotina hj é meu setimo dia consecutivo sem me masturbar, e há mais de quarenta dias não assisto pornografia. Quando eu completar um mes de reboot escreverei meu diário. O que vem me ajudando  bastante é ler o diario e as histórias de sucesso da galera aqui.

Parabéns pelos sete dias mano!! Essa jornada vale a pena!! Comece a escrever o quanto antes, isso ajuda você a entender os seus próprios sentimentos enquanto escreve. Obrigado por vir aqui!!! Abração!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

Duvida.ask

em 13/6/2018, 16:18
Ando lendo alguns livros sobre o funcionamento das relações entre homens e mulheres. Nesse jogo dos sexos os autores afirmam que o homem não deve se apaixonar pela mulher, pois sairá como derrotado e fracassado perdendo assim o interesse da mulher e sendo manipulado pela a mesma. Afirmam também que não devemos esperar carinho e amor por parte delas e apenas procura-las para o sexo. Assim tratá-las apenas como objeto para o cunho sexual.

Não posso deixar de relacionar isso com a pornografia, onde a mulher é apenas isso, um objeto sexual.

Ai vem minha dúvida, será que devemos tratá-las apenas como objeto para sermos bem sucedido com elas? (Como alguns cara considerados "cafajeste" fazem)

Me deem as suas opiniões sobre esse assunto

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Mensagens : 60
Data de inscrição : 25/03/2018
Idade : 20
Localização : Roma Antiga
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 13/6/2018, 17:00
Mr robot escreveu:Ando lendo alguns livros sobre o funcionamento das relações entre homens e mulheres. Nesse jogo dos sexos os autores afirmam que o homem não deve se apaixonar pela mulher, pois sairá como derrotado e fracassado perdendo assim o interesse da mulher e sendo manipulado pela a mesma. Afirmam também que não devemos esperar carinho e amor por parte delas e apenas procura-las para o sexo. Assim tratá-las apenas como objeto para o cunho sexual.

Não posso deixar de relacionar isso com a pornografia, onde a mulher é apenas isso, um objeto sexual.

Ai vem minha dúvida, será que devemos tratá-las apenas como objeto para sermos bem sucedido com elas?  (Como alguns cara considerados "cafajeste" fazem)

Me deem as suas opiniões sobre esse assunto


Eu acredito que você está lendo Nessahan Alita, estou correto?

Eu já li todos os livros dele e me lembrei de um trecho do livro Como lidar com as mulheres, pag 44 que acredito que responda sua pergunta:

"É curioso notar que em tais romances o herói apaixonado satisfaz todos os sonhos absurdos da mocinha mas não tem seus sonhos satisfeitos pois é simples servo. As leitoras se imaginam recebendo amor e não dando, como às vezes parece. Há nisso tanta perversidade e crueldade quanto na pornografia masculina pois as peculiaridades do sexo oposto são violentadas."




_______________________________________
Jornada - Gladiador



"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei...
...E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
avatar
Mensagens : 60
Data de inscrição : 25/03/2018
Idade : 20
Localização : Roma Antiga
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 13/6/2018, 17:13
Mr robot escreveu:Ando lendo alguns livros sobre o funcionamento das relações entre homens e mulheres. Nesse jogo dos sexos os autores afirmam que o homem não deve se apaixonar pela mulher, pois sairá como derrotado e fracassado perdendo assim o interesse da mulher e sendo manipulado pela a mesma. Afirmam também que não devemos esperar carinho e amor por parte delas e apenas procura-las para o sexo. Assim tratá-las apenas como objeto para o cunho sexual.

Não posso deixar de relacionar isso com a pornografia, onde a mulher é apenas isso, um objeto sexual.

Ai vem minha dúvida, será que devemos tratá-las apenas como objeto para sermos bem sucedido com elas?  (Como alguns cara considerados "cafajeste" fazem)

Me deem as suas opiniões sobre esse assunto

Amigo, de uma olhada neste vídeo é muito top e esclarece algumas coisas

( vou escrever o vídeo, agora que reparei que ele esta cheio de gatilhos )

_______________________________________
Jornada - Gladiador



"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei...
...E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 13/6/2018, 17:22
Edward_ escreveu:

Eu acredito que você está lendo Nessahan Alita, estou correto?

Eu já li todos os livros dele e me lembrei de um trecho do livro Como lidar com as mulheres, pag 44 que acredito que responda sua pergunta:

"É curioso notar que em tais romances o herói apaixonado satisfaz todos os sonhos absurdos da mocinha mas não tem seus sonhos satisfeitos pois é simples servo. As leitoras se imaginam recebendo amor e não dando, como às vezes parece. Há nisso tanta perversidade e crueldade quanto na pornografia masculina pois as peculiaridades do sexo oposto são violentadas."




Corretíssimo, também já li todos os livros dele e estou relendo novamente. Dai veio esse questionamento, os cafajestes tratam as mulheres como objeto e ainda sim por ironia são bem sucedidos com elas.

Li outro livro do Luis Felipe Pondé onde ele diz que a mulher pra se sentir satisfeita na cama ela deve se sentir como objeto para a satisfação sexual do homem.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

avatar
Mensagens : 60
Data de inscrição : 25/03/2018
Idade : 20
Localização : Roma Antiga
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 13/6/2018, 18:16
Mr robot escreveu:
Edward_ escreveu:

Eu acredito que você está lendo Nessahan Alita, estou correto?

Eu já li todos os livros dele e me lembrei de um trecho do livro Como lidar com as mulheres, pag 44 que acredito que responda sua pergunta:

"É curioso notar que em tais romances o herói apaixonado satisfaz todos os sonhos absurdos da mocinha mas não tem seus sonhos satisfeitos pois é simples servo. As leitoras se imaginam recebendo amor e não dando, como às vezes parece. Há nisso tanta perversidade e crueldade quanto na pornografia masculina pois as peculiaridades do sexo oposto são violentadas."




Corretíssimo, também já li todos os livros dele e estou relendo novamente. Dai veio esse questionamento, os cafajestes tratam as mulheres como objeto e ainda sim por ironia são bem sucedidos com elas.

Li outro livro do Luis Felipe Pondé onde ele diz que a mulher pra se sentir satisfeita na cama ela deve se sentir como objeto para a satisfação sexual do homem.

Eu digitei o conteúdo do vídeo aqui, é sensacional:

Porque Mulheres Gostam De Cafajestes? Autor: Copini canal alphalife

50% dos homens acham que precisam ter dinheiro status e beleza para ter sucesso com as mulheres
Os outros 50% acham que precisa ser o cafajeste.

Esses caras tem o cafajeste como uma referência de homem que faz sucesso com as mulheres, então eles tentam ser esses caras
E nunca da certo por que ser uma coisa que você não é, não te traz bons resultados
Se o cafajeste faz mesmo sucesso com as mulheres, não tem como dizer, não tem como generalizar, por que são uma serie de fatores acontecendo ao mesmo tempo
Mas não se trata de o cafajeste fazer ou não sucesso com as mulheres, se trata de você achar que ele faz sucesso e ter isso como um meio de conseguir mulheres, e você está equivocado, Veja bem:

Joãozinho é um homem comum, um escravoceta, bonzinho, manjina, bajulador e ele se dá mal
Joãozinho tem um amigo chamado fulaninho, fulaninho tem uma boa aparência, um bom porte físico, se comunica bem e tem muitos amigos
Uma serie de fatores fizeram o fulaninho se tornar alguém mais popular e tudo isso aconteceu sem que o fulaninho precisasse fazer algum esforço
Junto com essa popularidade vieram também varias meninas interessadas no fulaninho
E como o fulaninho é homem ele aproveitou essas chances e cada vez mais o fulaninho era visto como um cara que tinha varias meninas atrás dele, e era um ciclo, quanto mais ele tinha mais mulheres apareciam
Dessa forma fulaninho se tornou um cafajeste
Joãozinho observa aquilo e pensa “por que as mulheres gostam de cafajestes? Eu acho que eu tenho que ser cafajeste para ter mulher”
Mas o Joãozinho não percebe os fatores que realmente fizeram o fulaninho atrair essas mulheres, o comportamento cafajeste é como se fosse uma consequência disso tudo

Pra eu te explicar por que os cafajestes atraem mulheres eu preciso que você entenda uma coisa... Existe homens que são desapegados, que agem de uma determinada maneira e atraem mulheres, esses homens as mulheres chama de cafajeste, mas esses homens não se rotulam e elas chamam eles de cafajeste por que elas não conseguem dominar esses caras
Por outro lado, existem outros homens que se rotulam como cafajestes, que se rotulam como desapegados, como comedores, e como se vestissem uma camisa escrito sou cafajeste
Mas esses caras apenas sofreram uma decepção amorosa
Enfim, quando o homem tem oportunidade de ter mulheres, encontros, sexo, eles vêm as mulheres totalmente diferentes de como um homem bonzinho vê
Esse bonzinho não tem oportunidade de mulheres, mulher para ele é algo inalcançável, intocável, sagrado, ele mesmo as colocou num pedestal e por isso elas são inacessíveis pra ele

Eventualmente quando um cara desses consegue algo com alguma mulher ele só faz merda por que ele tem medo de expressar a masculinidade dele, ele tem medo de expressar a malicia e de colocar a mulher sobre seu domínio
Resumindo, um comportamento todo baseado em insegurança, homens assim não se julgam merecedores de mulheres
Já o oposto sente do fundo do coração de que eles são merecedores
E quando esses caras estão com uma mulher, eles conseguem o que querem pelo fato de não ter medo de expressar sua própria masculinidade

Todo esses vídeos e esse contexto de cafajeste pode ser resumido em dois fatores:
O primeiro deles gira em torno da ausência do medo e da busca de aprovação
Quando o homem não tem medo nenhum dos julgamentos das mulheres, ou daquilo que ela vai pensar sobre ele, ele acaba não buscando a aprovação dela
E isso deixa o caminho livre para que o romance e o erotismo frua livremente ou seja, a ousadia
Não é que o cafajeste seja ousado, é que ele não está nem ligando para o que a mulher vai pensar
Esse comportamento que remete vagamente a rebeldia e o que da o brilho a mais
É o que estimula as emoções femininas e cria tensão sexual
Ele expressa o domínio sobre ela e não está nem aí se ela aceita ou não
Se ela aceitar ela se sente dominada, se ela não aceita ela se sente provocada, de qualquer forma e positivo
E ele expressa o que sente sem medo do que a mulher vai achar disso
E ele expressa o desejo sexual para que o sexo aconteça, se ela quiser vai acontecer, se ela não quiser, ao menos se criou um pouco de desejo nela também

O que faz o mundo dos cafajestes e dos amantes naturais girarem é a ausência de medo e ausência de busca de aprovação das mulheres
E a segundo fator é que o cafajeste, pelo fato de ter muitas mulheres vê a mulheres de igual para igual e não como alguém intocável e sagrado
Enquanto o bonzinho vê aquela menina como uma princesa que precisa ser salva com um cavalo branco, já o cafajeste a vê como uma mulher normal, que já mandou nudes pra alguém, isso na melhor das hipóteses por que na pior uma mulher que já se interessou por algum homem por ele ter dinheiro, uma mulher que já se pegou com outras mulheres no banheiro da balada e depois disse que era só curiosidade
Não, é libertinagem mesmo, é inversão de valores, quando alguém se comporta como descartável, é tratada como descartável

E não me adianta me odiar por isso, é o que acontece no mundo real
Ele vê a mulher como qualquer coisa, menos como um ser sagrado
Inconscientemente, o fato dele ver a mulher dessa forma, faz com que ele não tenha pudor com ela e algumas delas vão achar isso ótimo, outras não
Que fique claro que você não precisa ser um cafajeste pra atrair mulheres
Você pode ter e desenvolver esses atributos sem perder a sua ética e sua moral
E que fique claro também que nós atraímos pessoas que estão mais ou menos na mesma vibração que a nossa
No momento que eu me ponho em um avida de boêmia ou me jogo na matrix, eu me torno isso
E meu subconsciente comunica pro universo que é nessa vibração que eu estou, então as mulheres que vão surgir vão ser assim também
Se é isso que você quer, ótimo, mas não reclame que não encontra uma mulher que preste
Estar em uma vida de boêmia e querê aproveitar o máximo da sua vida de solteiro não é certo nem errado, mas cada ação tem um reação

_______________________________________
Jornada - Gladiador



"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei...
...E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
avatar
Mensagens : 189
Data de inscrição : 26/03/2017
Idade : 21
Ver perfil do usuário

Re: Diário Elliot Alderson

em 13/6/2018, 18:46
Edward_ escreveu:

Eu digitei o conteúdo do vídeo aqui, é sensacional:

Porque Mulheres Gostam De Cafajestes? Autor: Copini canal alphalife

50% dos homens acham que precisam ter dinheiro status e beleza para ter sucesso com as mulheres
Os outros 50% acham que precisa ser o cafajeste.

Esses caras tem o cafajeste como uma referência de homem que faz sucesso com as mulheres, então eles tentam ser esses caras
E nunca da certo por que ser uma coisa que você não é, não te traz bons resultados
Se o cafajeste faz mesmo sucesso com as mulheres, não tem como dizer, não tem como generalizar, por que são uma serie de fatores acontecendo ao mesmo tempo
Mas não se trata de o cafajeste fazer ou não sucesso com as mulheres, se trata de você achar que ele faz sucesso e ter isso como um meio de conseguir mulheres, e você está equivocado, Veja bem:

Joãozinho é um homem comum, um escravoceta, bonzinho, manjina, bajulador e ele se dá mal
Joãozinho tem um amigo chamado fulaninho, fulaninho tem uma boa aparência, um bom porte físico, se comunica bem e tem muitos amigos
Uma serie de fatores fizeram o fulaninho se tornar alguém mais popular e tudo isso aconteceu sem que o fulaninho precisasse fazer algum esforço
Junto com essa popularidade vieram também varias meninas interessadas no fulaninho
E como o fulaninho é homem ele aproveitou essas chances e cada vez mais o fulaninho era visto como um cara que tinha varias meninas atrás dele, e era um ciclo, quanto mais ele tinha mais mulheres apareciam
Dessa forma fulaninho se tornou um cafajeste
Joãozinho observa aquilo e pensa “por que as mulheres gostam de cafajestes? Eu acho que eu tenho que ser cafajeste para ter mulher”
Mas o Joãozinho não percebe os fatores que realmente fizeram o fulaninho atrair essas mulheres, o comportamento cafajeste é como se fosse uma consequência disso tudo

Pra eu te explicar por que os cafajestes atraem mulheres eu preciso que você entenda uma coisa... Existe homens que são desapegados, que agem de uma determinada maneira e atraem mulheres, esses homens as mulheres chama de cafajeste, mas esses homens não se rotulam e elas chamam eles de cafajeste por que elas não conseguem dominar esses caras
Por outro lado, existem outros homens que se rotulam como cafajestes, que se rotulam como desapegados, como comedores, e como se vestissem uma camisa escrito sou cafajeste
Mas esses caras apenas sofreram uma decepção amorosa
Enfim, quando o homem tem oportunidade de ter mulheres, encontros, sexo, eles vêm as mulheres totalmente diferentes de como um homem bonzinho vê
Esse bonzinho não tem oportunidade de mulheres, mulher para ele é algo inalcançável, intocável, sagrado, ele mesmo as colocou num pedestal e por isso elas são inacessíveis pra ele

Eventualmente quando um cara desses consegue algo com alguma mulher ele só faz merda por que ele tem medo de expressar a masculinidade dele, ele tem medo de expressar a malicia e de colocar a mulher sobre seu domínio
Resumindo, um comportamento todo baseado em insegurança, homens assim não se julgam merecedores de mulheres
Já o oposto sente do fundo do coração de que eles são merecedores
E quando esses caras estão com uma mulher, eles conseguem o que querem pelo fato de não ter medo de expressar sua própria masculinidade

Todo esses vídeos e esse contexto de cafajeste pode ser resumido em dois fatores:
O primeiro deles gira em torno da ausência do medo e da busca de aprovação
Quando o homem não tem medo nenhum dos julgamentos das mulheres, ou daquilo que ela vai pensar sobre ele, ele acaba não buscando a aprovação dela
E isso deixa o caminho livre para que o romance e o erotismo frua livremente ou seja, a ousadia
Não é que o cafajeste seja ousado, é que ele não está nem ligando para o que a mulher vai pensar
Esse comportamento que remete vagamente a rebeldia e o que da o brilho a mais
É o que estimula as emoções femininas e cria tensão sexual
Ele expressa o domínio sobre ela e não está nem aí se ela aceita ou não
Se ela aceitar ela se sente dominada, se ela não aceita ela se sente provocada, de qualquer forma e positivo
E ele expressa o que sente sem medo do que a mulher vai achar disso
E ele expressa o desejo sexual para que o sexo aconteça, se ela quiser vai acontecer, se ela não quiser, ao menos se criou um pouco de desejo nela também

O que faz o mundo dos cafajestes e dos amantes naturais girarem é a ausência de medo e ausência de busca de aprovação das mulheres
E a segundo fator é que o cafajeste, pelo fato de ter muitas mulheres vê a mulheres de igual para igual e não como alguém intocável e sagrado
Enquanto o bonzinho vê aquela menina como uma princesa que precisa ser salva com um cavalo branco, já o cafajeste a vê como uma mulher normal, que já mandou nudes pra alguém, isso na melhor das hipóteses por que na pior uma mulher que já se interessou por algum homem por ele ter dinheiro, uma mulher que já se pegou com outras mulheres no banheiro da balada e depois disse que era só curiosidade
Não, é libertinagem mesmo, é inversão de valores, quando alguém se comporta como descartável, é tratada como descartável

E não me adianta me odiar por isso, é o que acontece no mundo real
Ele vê a mulher como qualquer coisa, menos como um ser sagrado
Inconscientemente, o fato dele ver a mulher dessa forma, faz com que ele não tenha pudor com ela e algumas delas vão achar isso ótimo, outras não
Que fique claro que você não precisa ser um cafajeste pra atrair mulheres
Você pode ter e desenvolver esses atributos sem perder a sua ética e sua moral
E que fique claro também que nós atraímos pessoas que estão mais ou menos na mesma vibração que a nossa
No momento que eu me ponho em um avida de boêmia ou me jogo na matrix, eu me torno isso
E meu subconsciente comunica pro universo que é nessa vibração que eu estou, então as mulheres que vão surgir vão ser assim também
Se é isso que você quer, ótimo, mas não reclame que não encontra uma mulher que preste
Estar em uma vida de boêmia e querê aproveitar o máximo da sua vida de solteiro não é certo nem errado, mas cada ação tem um reação

Obrigado pela dedicação de transcrever o video aqui irmão!! Agregou bastante!! Otima atitude sua!!

Entendo desses conceitos de não precisar da aprovação social e do desapego. O que eu tava encucado era com a visão da "objetificação da mulher" mas acho que isso não é algo tão relevante assim pra si preocupar. A própria mulher acabar si objetificando de qualquer forma. Acho que o segredo é ser desapegado e não ligar pra opinião alheia, simples assim.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t4855-diario-elliot-alderson

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum