Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 639
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 41
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 22/5/2017, 06:05
Bem vindo ao fórum mano!

E bem vindo ao lugar em que todo mundo já pensou "vou fazer uma vez só, depois eu paro de novo" e se deu mal. Very Happy

Os benefícios, você já sentiu, são muitos. Então é manter a cabeça no lugar, manter o foco e ficar atento às armadilhas do vício.

Elas são muitas, mas todas são contornáveis. Smile

_______________________________________
Know, of course, thine enemy. But in knowing him do not forget above all to know thyself. The commander who embraces this totality of battle shall win even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes

avatar
Mensagens : 41
Data de inscrição : 05/08/2016
Idade : 31
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Obrigado pelas palavras, Vimes!

em 22/5/2017, 07:14
Vimes escreveu:Bem vindo ao fórum mano!

Os benefícios, você já sentiu, são muitos. Então é manter a cabeça no lugar, manter o foco e ficar atento às armadilhas do vício.

Elas são muitas, mas todas são contornáveis. Smile

Vimes, obrigado pelas palavras. Tenho muito a aprender com vocês. Por sinal, estou acompanhando o seu relato!

Como você disse, é manter o foco e ficar atento às armadilhas do vício!

Valeu, mano!


_______________________________________
avatar
Mensagens : 41
Data de inscrição : 05/08/2016
Idade : 31
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Primeiros 15 dias

em 31/5/2017, 11:32
Pessoal, me sinto na obrigação de relatar os avanços dos primeiros 15 dias.

Fácil, não foi. Tive sorte por ficar desconectado por uma semana e junto à minha namorada. O que facilitou bastante.

Meu maior desafio será nos próximos dias e semanas. Em casa, sozinho. Por mais que eu tenha bloqueadores em todos os lados. Sei que não posso vacilar.

Hoje, vendo uma notícia de "tablóides" de cunho mais sexual, já senti que eu queria ver mais coisas ligadas à pornografia. Lembrei do que aprendi no livro, que era apenas a minha dopamina tomando conta.

Estou disposto a bloquear até sites de notícias, afinal, são apenas informações de violência e sexo para atrair as pessoas para verem as matérias. As matérias mais ligadas a sexo podem estimular a dopamina e quero cortar isso pela raiz.

Nos primeiros dias, também tive vontade, mas tirei de letra. Sempre quando batia a vontade, eu lia algum relato de alguém que está passando pelo mesmo desafio e está superando e também de quem caiu na tentação. É incrível ver que somos tão iguais. Que passamos por desafios e tentações semelhantes.

Nesta última semana com minha namorada, senti uma vontade imensa de sexo com ela. Estava muito bom. O sexo melhorou muito.

Lembro que na última vez que fiz reboot (e cai na tentação após 30 dias), a sensação foi parecida. Parece que o sexo tinha outro sentido. Que é muito mais prazeroso do que apenas "transar logo para gozar".

Estou feliz e orgulhoso por estes 15 dias. Sei que o caminho é longo. Mas volto sempre aqui para ver a histórias de amigos, para me motivar e continuar na batalha!

_______________________________________
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1718
Data de inscrição : 02/10/2015
Idade : 37
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 31/5/2017, 19:54
Olá

Continue firme e quanto mais você internalizar os ensinamentos do porque viciamos o que nos leva a agirmos feitos primitivos em busca de prazer a qualquer custo. Tudo isso está descrito no E-book e nos vídeos do Dr. Gary Wilson, esteja com essas informações sempre na sua mente, quando estiver diante de um gatilho perceberá que seu cérebro primitivo está tentando suprimir o cérebro inteligente tudo isso movido pela dopamina que busca mais e mais novidades, isso causará o que chamamos de hipofrontalidade que é a prevalência e racionalização do vício em através do cérebro primitivo em detrimento da inteligência e dos centros executivos dos lóbulos frontais.


Abçs

Sucesso.

_______________________________________
" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ...

NÃO PERMITA QUE SEU CÉREBRO PRIMITIVO LHE COMANDE E TE DEIXE EM ESTADO DE HIPOFRONTALIDADE.

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

avatar
Mensagens : 41
Data de inscrição : 05/08/2016
Idade : 31
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Preciso de uma força

em 4/6/2017, 17:14
Sabe quando tudo parecia estar bem? E cai uma pedra na nossa cabeça?

Bom. Não foi ligado à PMO. Estou me mantendo firme, hoje ao vigésimo dia. Porém, estou com medo.

Minha namorada acabou de terminar comigo.
Não terminamos com choro meu. Na verdade, talvez demore para cair a ficha do que isso aconteceu. Ou talvez não sentia tanto por ela. Estou muito confuso.

Mas estou com medo de 2 coisas: de quando a ficha cair e de saber que não tenho a "válvula de escape" para não ir recorrer à PMO.

Um dos motivos que entrei nessa, era pq sentia que era um vício. Pq queria ter mais prazer de estar com ela. E pq queria ser um bom pai no futuro, quando eu tivesse filhos com ela.

Mas agora, estou com medo.
Tenho medo de quando a ficha cair, eu ficar mal. E recorrer a PMO.

Tento a recorrer a textos filosóficos para manter a calma e a mente serena. Mas preciso de uma força de vocês, amigos.

_______________________________________
Convidado
Convidado

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 4/6/2017, 20:40
cara acho que esse medo é normal..., vejo que por um lado é positivo você ter esse medo, pois pode fazer você ficar ainda mais vigilante consigo mesmo, todos nós já passamos ou iremos passar por frustrações, stress, dificuldades, tristezas, e sabemos muito bem que podem interferir nesse vício, e interferem quando deixamos isso tomar conta de nós, todos nós estamos no mesmo barco e somos todos iguais..., sabemos o quanto nosso lado emocional, e perante algumas situações da vida podem nos levar diretamente a PMO, embora você esteja vivendo esse situação sobre a sua namorada, não desista..., reforce ainda mais os bloqueadores, o seu tempo, o seu uso do PC, celular, histórias de vencedores, enfim..., todas as orientações que nos são passadas pelo ebook e pelo site, aproveite esse momento para se proteger ainda mais..., e cara a sua conquista até agora é motivação para todos nós, o que você conquistou até o momento, ninguém pode tirar..., todos os benefícios que você adquiriu já estão em você, e irão refletir em todos os aspectos da sua vida. Não desista estamos contigo... nessa luta!!!

Força Cara!
Abraço!
avatar
Mensagens : 1144
Data de inscrição : 24/03/2017
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 4/6/2017, 20:53
paulojff escreveu:Sabe quando tudo parecia estar bem? E cai uma pedra na nossa cabeça?

Bom. Não foi ligado à PMO. Estou me mantendo firme, hoje ao vigésimo dia. Porém, estou com medo.

Minha namorada acabou de terminar comigo.
Não terminamos com choro meu. Na verdade, talvez demore para cair a ficha do que isso aconteceu. Ou talvez não sentia tanto por ela. Estou muito confuso.

Mas estou com medo de 2 coisas: de quando a ficha cair e de saber que não tenho a "válvula de escape" para não ir recorrer à PMO.

Um dos motivos que entrei nessa, era pq sentia que era um vício. Pq queria ter mais prazer de estar com ela. E pq queria ser um bom pai no futuro, quando eu tivesse filhos com ela.

Mas agora, estou com medo.
Tenho medo de quando a ficha cair, eu ficar mal. E recorrer a PMO.

Tento a recorrer a textos filosóficos para manter a calma e a mente serena. Mas preciso de uma força de vocês, amigos.

Conte conosco meu amigo, não se desespere beleza? Rompimentos são totalmente naturais da vida, e como diz Buda e as filosofias budistas, precisamos aprender a DESAPEGAR meu caro. Não colocar demasiada expectativa em situações, coisas, objetos, lugares, pessoas, relacionamentos. Não pense que vai recair, isso é teu cérebro tentando racionalizar o uso de PMO, e pregando peças, ele é viciado em dopamina, e você precisará ser forte, focado e disciplinado neste momento. Isso demonstrará ainda mais tua força amigo. Se terminou não era pra ser amigo, coloque em tua cabeça. Textos filosóficos são ótimos se apoie neles, leia histórias de sucesso, não desista do Fórum, e não desista do seu diário e principalmente do REBOOT. Leia sempre o ebook também ele é um aval para tua determinação e disciplina, em momentos difíceis. Você vai VENCER, não se desespere, um grande abraço!!!

Obs: Passe em meu diário e leia minha reflexão do dia 69, quem sabe ela possa te dar forças, e despertar o GIGANTE que está em ti. Me sinto na maior obrigação e boa vontade, de pedir-te com humildade que leia lá, até mais amigo!
avatar
Mensagens : 41
Data de inscrição : 05/08/2016
Idade : 31
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 5/6/2017, 05:37
Kurama escreveu:cara acho que esse medo é normal..., vejo que por um lado é positivo você ter esse medo, pois pode fazer você  ficar ainda mais vigilante consigo mesmo, todos nós já passamos ou iremos passar por frustrações, stress, dificuldades, tristezas, e sabemos muito bem que podem interferir nesse vício, e interferem quando deixamos isso tomar conta de nós, todos nós estamos no mesmo barco e somos todos iguais..., sabemos o quanto nosso lado emocional, e perante algumas situações da vida podem nos levar diretamente a PMO, embora você esteja vivendo esse situação sobre a sua namorada, não desista..., reforce ainda mais os bloqueadores, o seu tempo, o seu uso do PC, celular, histórias de vencedores, enfim..., todas as orientações que nos são passadas pelo ebook e pelo site, aproveite esse momento para se proteger ainda mais..., e cara a sua conquista até agora é motivação para todos nós, o que você conquistou até o momento, ninguém pode tirar..., todos os benefícios que você adquiriu já estão em você, e irão refletir em todos os aspectos da sua vida. Não desista estamos contigo... nessa luta!!!

Força Cara!
Abraço!

Obrigado pelas palavras, Kurama.
É algo que irei me policiar. Terei que fazer jus ao que prego para os colegas aqui.
Mesmo trabalhando em casa (sozinho) e no computador tenho que sair um pouco. Me sinto mal por não ter amigos mais na região. Estou pensando em voltar um tempo para a minha cidade para me recompor.

Vou ficar um pouco mais distante do computador a não ser quando estiver usando computador. Os bloqueadores estão afiados. Todos os dias, vejo a história de um amigo que passou por situações piores do que a minha e conseguiu superar o desafio. Isso me motiva demais.

Realmente, ninguém vai tirar o que conquistei. E também o que vou conquistar.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 41
Data de inscrição : 05/08/2016
Idade : 31
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 5/6/2017, 05:44
Victor Lord escreveu:
paulojff escreveu:Sabe quando tudo parecia estar bem? E cai uma pedra na nossa cabeça?

Bom. Não foi ligado à PMO. Estou me mantendo firme, hoje ao vigésimo dia. Porém, estou com medo.

Minha namorada acabou de terminar comigo.
Não terminamos com choro meu. Na verdade, talvez demore para cair a ficha do que isso aconteceu. Ou talvez não sentia tanto por ela. Estou muito confuso.

Mas estou com medo de 2 coisas: de quando a ficha cair e de saber que não tenho a "válvula de escape" para não ir recorrer à PMO.

Um dos motivos que entrei nessa, era pq sentia que era um vício. Pq queria ter mais prazer de estar com ela. E pq queria ser um bom pai no futuro, quando eu tivesse filhos com ela.

Mas agora, estou com medo.
Tenho medo de quando a ficha cair, eu ficar mal. E recorrer a PMO.

Tento a recorrer a textos filosóficos para manter a calma e a mente serena. Mas preciso de uma força de vocês, amigos.

Conte conosco meu amigo, não se desespere beleza? Rompimentos são totalmente naturais da vida, e como diz Buda e as filosofias budistas, precisamos aprender a DESAPEGAR meu caro. Não colocar demasiada expectativa em situações, coisas, objetos, lugares, pessoas, relacionamentos. Não pense que vai recair, isso é teu cérebro tentando racionalizar o uso de PMO, e pregando peças, ele é viciado em dopamina, e você precisará ser forte, focado e disciplinado neste momento. Isso demonstrará ainda mais tua força amigo. Se terminou não era pra ser amigo, coloque em tua cabeça. Textos filosóficos são ótimos se apoie neles, leia histórias de sucesso, não desista do Fórum, e não desista do seu diário e principalmente do REBOOT. Leia sempre o ebook também ele é um aval para tua determinação e disciplina, em momentos difíceis. Você vai VENCER, não se desespere, um grande abraço!!!

Obs: Passe em meu diário e leia minha reflexão do dia 69, quem sabe ela possa te dar forças, e despertar o GIGANTE que está em ti. Me sinto na maior obrigação e boa vontade, de pedir-te com humildade que leia lá, até mais amigo!

Vendo pela sua ótica é verdade.
Quando vemos um casal que nem conhecemos terminando o relacionamento, não sentimos nada e dissemos "ahh.. isso é normal". Quando vemos algum amigo, sentimos um pouco de empatia e dizemos que é normal. Quando é conosco, parece que o mundo desabada. Mas porquê?
Será que não sou tão igual quanto o casal que nem conheço direito que eu diria para eles que terminar é normal. Parece que a gente enxerga nossa vida como exclusiva e as dores dela como únicas. Mas milhares de pessoas passaram pelas mesmas dores ou piores antes de nós.

Digo tudo isso, pq no fórum vejo pessoas como você e os outros amigos que estão na mesma jornada ou passaram por dificuldades maiores do que a minha. E não posso achar que a minha é exclusiva. O que posso fazer é ter a mesma determinação e força para seguir até o final.

Concordo também com você sobre a racionalização do PMO. Hoje, não vejo que o termino é o motivo para o PMO, mas sim mais uma oportunidade de eu melhorar como ser humano. Cuidar melhor de mim, ser mais próximo aos outros, ir atrás de meus sonhos e, nesse caminho, me relacionar com outras mulheres.

Eu vou vencer!!!

ps: li seu diário e reflexão do dia 69. De respondi lá!

_______________________________________
avatar
Mensagens : 1144
Data de inscrição : 24/03/2017
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 5/6/2017, 06:40
paulojff escreveu:
Victor Lord escreveu:
paulojff escreveu:Sabe quando tudo parecia estar bem? E cai uma pedra na nossa cabeça?

Bom. Não foi ligado à PMO. Estou me mantendo firme, hoje ao vigésimo dia. Porém, estou com medo.

Minha namorada acabou de terminar comigo.
Não terminamos com choro meu. Na verdade, talvez demore para cair a ficha do que isso aconteceu. Ou talvez não sentia tanto por ela. Estou muito confuso.

Mas estou com medo de 2 coisas: de quando a ficha cair e de saber que não tenho a "válvula de escape" para não ir recorrer à PMO.

Um dos motivos que entrei nessa, era pq sentia que era um vício. Pq queria ter mais prazer de estar com ela. E pq queria ser um bom pai no futuro, quando eu tivesse filhos com ela.

Mas agora, estou com medo.
Tenho medo de quando a ficha cair, eu ficar mal. E recorrer a PMO.

Tento a recorrer a textos filosóficos para manter a calma e a mente serena. Mas preciso de uma força de vocês, amigos.

Conte conosco meu amigo, não se desespere beleza? Rompimentos são totalmente naturais da vida, e como diz Buda e as filosofias budistas, precisamos aprender a DESAPEGAR meu caro. Não colocar demasiada expectativa em situações, coisas, objetos, lugares, pessoas, relacionamentos. Não pense que vai recair, isso é teu cérebro tentando racionalizar o uso de PMO, e pregando peças, ele é viciado em dopamina, e você precisará ser forte, focado e disciplinado neste momento. Isso demonstrará ainda mais tua força amigo. Se terminou não era pra ser amigo, coloque em tua cabeça. Textos filosóficos são ótimos se apoie neles, leia histórias de sucesso, não desista do Fórum, e não desista do seu diário e principalmente do REBOOT. Leia sempre o ebook também ele é um aval para tua determinação e disciplina, em momentos difíceis. Você vai VENCER, não se desespere, um grande abraço!!!

Obs: Passe em meu diário e leia minha reflexão do dia 69, quem sabe ela possa te dar forças, e despertar o GIGANTE que está em ti. Me sinto na maior obrigação e boa vontade, de pedir-te com humildade que leia lá, até mais amigo!

Vendo pela sua ótica é verdade.
Quando vemos um casal que nem conhecemos terminando o relacionamento, não sentimos nada e dissemos "ahh.. isso é normal". Quando vemos algum amigo, sentimos um pouco de empatia e dizemos que é normal. Quando é conosco, parece que o mundo desabada. Mas porquê?
Será que não sou tão igual quanto o casal que nem conheço direito que eu diria para eles que terminar é normal. Parece que a gente enxerga nossa vida como exclusiva e as dores dela como únicas. Mas milhares de pessoas passaram pelas mesmas dores ou piores antes de nós.

Digo tudo isso, pq no fórum vejo pessoas como você e os outros amigos que estão na mesma jornada ou passaram por dificuldades maiores do que a minha. E não posso achar que a minha é exclusiva. O que posso fazer é ter a mesma determinação e força para seguir até o final.

Concordo também com você sobre a racionalização do PMO. Hoje, não vejo que o termino é o motivo para o PMO, mas sim mais uma oportunidade de eu melhorar como ser humano. Cuidar melhor de mim, ser mais próximo aos outros, ir atrás de meus sonhos e, nesse caminho, me relacionar com outras mulheres.

Eu vou vencer!!!

ps: li seu diário e reflexão do dia 69. De respondi lá!

Verdade meu grande amigo, você disse tudo. Todos temos dificuldades e obstáculos a serem vencidos, por isso também temos este Fórum. Para sabermos que não estamos sozinhos nesta jornada. Tudo se estabilizará, confie. Esse tipo de vida, não podemos querer nunca mais, devemos realmente nao racionalizar mais o uso disto, e eliminar de vez este vício, PMO, não é mais opção não interessa nossas dificuldades. Se passamos por elas sem vícios, quer dizer que somos guerreiros, abraço!
avatar
Mensagens : 41
Data de inscrição : 05/08/2016
Idade : 31
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 5/6/2017, 08:26
Victor Lord escreveu:
paulojff escreveu:
Victor Lord escreveu:
paulojff escreveu:Sabe quando tudo parecia estar bem? E cai uma pedra na nossa cabeça?

Bom. Não foi ligado à PMO. Estou me mantendo firme, hoje ao vigésimo dia. Porém, estou com medo.

Minha namorada acabou de terminar comigo.
Não terminamos com choro meu. Na verdade, talvez demore para cair a ficha do que isso aconteceu. Ou talvez não sentia tanto por ela. Estou muito confuso.

Mas estou com medo de 2 coisas: de quando a ficha cair e de saber que não tenho a "válvula de escape" para não ir recorrer à PMO.

Um dos motivos que entrei nessa, era pq sentia que era um vício. Pq queria ter mais prazer de estar com ela. E pq queria ser um bom pai no futuro, quando eu tivesse filhos com ela.

Mas agora, estou com medo.
Tenho medo de quando a ficha cair, eu ficar mal. E recorrer a PMO.

Tento a recorrer a textos filosóficos para manter a calma e a mente serena. Mas preciso de uma força de vocês, amigos.

Conte conosco meu amigo, não se desespere beleza? Rompimentos são totalmente naturais da vida, e como diz Buda e as filosofias budistas, precisamos aprender a DESAPEGAR meu caro. Não colocar demasiada expectativa em situações, coisas, objetos, lugares, pessoas, relacionamentos. Não pense que vai recair, isso é teu cérebro tentando racionalizar o uso de PMO, e pregando peças, ele é viciado em dopamina, e você precisará ser forte, focado e disciplinado neste momento. Isso demonstrará ainda mais tua força amigo. Se terminou não era pra ser amigo, coloque em tua cabeça. Textos filosóficos são ótimos se apoie neles, leia histórias de sucesso, não desista do Fórum, e não desista do seu diário e principalmente do REBOOT. Leia sempre o ebook também ele é um aval para tua determinação e disciplina, em momentos difíceis. Você vai VENCER, não se desespere, um grande abraço!!!

Obs: Passe em meu diário e leia minha reflexão do dia 69, quem sabe ela possa te dar forças, e despertar o GIGANTE que está em ti. Me sinto na maior obrigação e boa vontade, de pedir-te com humildade que leia lá, até mais amigo!

Vendo pela sua ótica é verdade.
Quando vemos um casal que nem conhecemos terminando o relacionamento, não sentimos nada e dissemos "ahh.. isso é normal". Quando vemos algum amigo, sentimos um pouco de empatia e dizemos que é normal. Quando é conosco, parece que o mundo desabada. Mas porquê?
Será que não sou tão igual quanto o casal que nem conheço direito que eu diria para eles que terminar é normal. Parece que a gente enxerga nossa vida como exclusiva e as dores dela como únicas. Mas milhares de pessoas passaram pelas mesmas dores ou piores antes de nós.

Digo tudo isso, pq no fórum vejo pessoas como você e os outros amigos que estão na mesma jornada ou passaram por dificuldades maiores do que a minha. E não posso achar que a minha é exclusiva. O que posso fazer é ter a mesma determinação e força para seguir até o final.

Concordo também com você sobre a racionalização do PMO. Hoje, não vejo que o termino é o motivo para o PMO, mas sim mais uma oportunidade de eu melhorar como ser humano. Cuidar melhor de mim, ser mais próximo aos outros, ir atrás de meus sonhos e, nesse caminho, me relacionar com outras mulheres.

Eu vou vencer!!!

ps: li seu diário e reflexão do dia 69. De respondi lá!

Verdade meu grande amigo, você disse tudo. Todos temos dificuldades e obstáculos a serem vencidos, por isso também temos este Fórum. Para sabermos que não estamos sozinhos nesta jornada. Tudo se estabilizará, confie. Esse tipo de vida, não podemos querer nunca mais, devemos realmente nao racionalizar mais o uso disto, e eliminar de vez este vício, PMO, não é mais opção não interessa nossas dificuldades. Se passamos por elas sem vícios, quer dizer que somos guerreiros, abraço!

Victor Lord, agora vi a citação na sua foto de perfil. Ela é sensacional!!
Realmente, a nossa reação é o que está no nosso controle. Uma frase parecida a esta (acho que do Epiteto ou Marco Aurelio) que ficou ecoando na minha cabeça ontem a noite.

Não importa o que aconteça. Tenho que me preocupar com a minha reação quanto a isso.
Se aconteceu essa dificuldade comigo. Basta eu ter uma reação que seja de uma pessoa que não tenha dificuldade.

Admiro muito Bruce Lee.

Tem uma outra frase que acho foda, que é:
“Escolha não ser prejudicado e você não se sentirá prejudicado. Não se sinta prejudicado e você não o será” – Marco Aurélio

Se sofremos algum gatilho. Se fomos prejudicados em algo. Se tomamos alguma rasteira. Se a vida nos pregou uma surpresa.
Basta escolher não ser prejudicado que você não se sentirá. Como disse Bruce Lee, o que importa é a sua reação.

Obrigado por estar me dando essa força, Victor!

_______________________________________
Mensagens : 24
Data de inscrição : 03/06/2017
Ver perfil do usuário

Cura

em 5/6/2017, 15:48
Boa tarde, sou o Anderson tenho 33 anos estou nesse vicio doentio desde meus 14 anos, e não fazia a minima idéia que isto iria trava minha vida em tudo, estou lutando contra mas é uma guerra longa. Ja estou a 26 dias sem ver nada, mas as tensão quando vem e de matar.Tremedeiras, nervosismo, dores fortes de cabeça, estou indo ao psicólogo e ver mais algumas coisas para agregar ao traramento, pois só nisso vai ser muito difícil...
avatar
Mensagens : 639
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 41
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 6/6/2017, 07:50
"Quando é conosco, parece que o mundo desabada."

Quando a casa cai é fod's mesmo. Lembro que a decisão mais difícil que eu já tomei na minha vida foi a de me separar da minha ex esposa. E vê-la indo embora pro apartamento que ela alugou foi tranquilamente uma das mais doloridas.

29 anos nas costas - rolou há dez anos atrás - eu liguei pra minha mãe pra chorar. Very Happy

Não é sacanagem, eu liguei só pra chorar mesmo. Nem tinha o que falar, e nem ela sabia o que falar. Foi foda.

Mas...

Foi uma das melhores decisões que eu tomei na minha vida. Aquele relacionamento só me fazia mal, só me jogava pra baixo. Era muito destrutivo, e quando percebi que as coisas não estavam melhorando, mas piorando, tive de mudar algo.

Consequência óbvia, claro, eu ficava em PMO direto durante o meu casamento, pra aguentar o estresse e porque conseguir sexo com ela sem nenhuma encheção de saco, insegurança ou qualquer aleatoriedade era milagre.

O lance é que às vezes a gente gosta bagaraio de alguém. Muito mesmo. Mas não funciona. Não rola compatibilidade. Falta sintonia. A convivência não é um prazer, mas sim um exercício de paciência e auto controle.

Mas uma coisa é indiscutível: eu estou bem melhor agora, do que se tivesse continuado a sofrer com ela. A minha vida mudou, eu evoluí muito, me tornei muito mais forte e - algo que provavelmente não teria acontecido - comecei a notar, uns 8 anos atrás, os malefícios da PMO.

Antes eu não tinha controle e ficava em PMO direto. Quando percebi o problema, comecei a me controlar, mesmo tendo minhas recaídas. Mas a minha vida melhorou bastante.

E toda mulher que eu tive desde então teve em mim um homem mais forte, mais inteligente, mais limpo - todos os benefícios da abstinência, mesmo que não fosse levada tão a sério como faço hoje em dia.

Então mano, você não deve pensar que um dos seus motivos para o reboot foi a sua ex namorada. Você deve pensar que um dos grandes motivos é a sua PRÓXIMA namorada, que vai poder apreciar uma versão muito mais forte e mais masculina de você mesmo. Very Happy

Pode ser que não seja hora ainda de sair pra procurar uma namorada. Mas é uma ótima hora pra você se fortalecer, para quando a hora de sair pra procurar chegar. Wink

_______________________________________
Know, of course, thine enemy. But in knowing him do not forget above all to know thyself. The commander who embraces this totality of battle shall win even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes

Mensagens : 24
Data de inscrição : 03/06/2017
Ver perfil do usuário

Mais um dia

em 6/6/2017, 08:58
Bom dia a todos, mais um dia que segue nessa luta com o foco de se manter firme e forte, não é facil mas tbm não é impossivel só basta querer.
Tenho metas e vou seguir, restruturar minha vida, profissão e o mais importante restruturar meu casamento que seja de verdade e não com mentiras e escondendo o vício, quero ser um marido de verdade e sem essa maldiçao na minha vida, sei que vou conseguir e não vou desistir...✌✌
Mensagens : 3
Data de inscrição : 06/06/2017
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 6/6/2017, 16:13
Feliz em te ver motivado a esperança ressurge aqui,obrigado a todos que compartilham essa batalha diária conosco,assumindo um compromisso com a vida plena e real,focado na vitória,força estou com você até o fim❤️❤️❤️
Mensagens : 24
Data de inscrição : 03/06/2017
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 6/6/2017, 16:31
Sim sim, só tenho a agradecer a sua forla que é muito para conseguir leva essa faze muita dificiel para eu, sei que vou superar tudo isto e vamos ser muito felizes sem nada disto para atrapalhar
Mensagens : 24
Data de inscrição : 03/06/2017
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 7/6/2017, 05:00
Bom dia a todos, ontem a noite foi um pouco complicado comecei a sentir muito nervosismo uma grande irritação, não conseguia me concentrar na aula, com isso muita dor de cabeça. Apesar dessas anormalidades consegui superar e chega em casa depois já com um estado melhor, consegui ir dormi e não tive mais nada até o presente momento.
avatar
Mensagens : 639
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 41
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 7/6/2017, 05:06
Eu acho que o Anderson tá pirateando o tópico do Paulo. Very Happy

_______________________________________
Know, of course, thine enemy. But in knowing him do not forget above all to know thyself. The commander who embraces this totality of battle shall win even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes

Mensagens : 24
Data de inscrição : 03/06/2017
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 7/6/2017, 11:52
Kkkk to nada hein, acho que só confundi aqui
Foi mal ✌
avatar
Mensagens : 41
Data de inscrição : 05/08/2016
Idade : 31
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Obrigado, meu brother!!!

em 9/6/2017, 07:31
Vimes escreveu:"Quando é conosco, parece que o mundo desabada."

Quando a casa cai é fod's mesmo. Lembro que a decisão mais difícil que eu já tomei na minha vida foi a de me separar da minha ex esposa. E vê-la indo embora pro apartamento que ela alugou foi tranquilamente uma das mais doloridas.

29 anos nas costas - rolou há dez anos atrás - eu liguei pra minha mãe pra chorar. Very Happy

Não é sacanagem, eu liguei só pra chorar mesmo. Nem tinha o que falar, e nem ela sabia o que falar. Foi foda.

Mas...

Foi uma das melhores decisões que eu tomei na minha vida. Aquele relacionamento só me fazia mal, só me jogava pra baixo. Era muito destrutivo, e quando percebi que as coisas não estavam melhorando, mas piorando, tive de mudar algo.

Consequência óbvia, claro, eu ficava em PMO direto durante o meu casamento, pra aguentar o estresse e porque conseguir sexo com ela sem nenhuma encheção de saco, insegurança ou qualquer aleatoriedade era milagre.

O lance é que às vezes a gente gosta bagaraio de alguém. Muito mesmo. Mas não funciona. Não rola compatibilidade. Falta sintonia. A convivência não é um prazer, mas sim um exercício de paciência e auto controle.

Mas uma coisa é indiscutível: eu estou bem melhor agora, do que se tivesse continuado a sofrer com ela. A minha vida mudou, eu evoluí muito, me tornei muito mais forte e - algo que provavelmente não teria acontecido - comecei a notar, uns 8 anos atrás, os malefícios da PMO.

Antes eu não tinha controle e ficava em PMO direto. Quando percebi o problema, comecei a me controlar, mesmo tendo minhas recaídas. Mas a minha vida melhorou bastante.

E toda mulher que eu tive desde então teve em mim um homem mais forte, mais inteligente, mais limpo - todos os benefícios da abstinência, mesmo que não fosse levada tão a sério como faço hoje em dia.

Então mano, você não deve pensar que um dos seus motivos para o reboot foi a sua ex namorada. Você deve pensar que um dos grandes motivos é a sua PRÓXIMA namorada, que vai poder apreciar uma versão muito mais forte e mais masculina de você mesmo. Very Happy

Pode ser que não seja hora ainda de sair pra procurar uma namorada. Mas é uma ótima hora pra você se fortalecer, para quando a hora de sair pra procurar chegar. Wink

Obrigado pelas suas palavras, Vimes!

Você sempre está próximo para ajudar. Eu li essa sua resposta no dia que escreveu. Revi outro dia. E a cada dia foi me deixando mais forte.

Saber que existe pessoas como vocês que ajudam e que passaram pela mesma situação (ou passaram por situações mais complicadas), me dá forças.

Ainda não tive coragem de conversar com minha família. Ainda tenho esperança de voltar e parece que ao conversar com eles estarei assinando um atestado de fracasso de que dessa vez não deu certo, mesmo eles torcendo muito para mim. Como foi um termino muito mal resolvido, não teve briga, não teve desgaste. Teve apenas um termino.

Fiquei mal. Estou bem. As coisas podem mudar para melhor ou para pior.

Não deixei nenhum momento isso afetar o PMO e meu reboot. Sempre quando dava uma pequena fagulha de vontade, eu lembrava das suas palavras e dos amigos que estão aqui para me apoiar. E continuo firme. Hoje completo 25 dias!

_______________________________________
avatar
Mensagens : 41
Data de inscrição : 05/08/2016
Idade : 31
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

25o Dia!

em 9/6/2017, 07:38
Depois de alguns dias fora um pouco desfocado com o que aconteceu, estou de volta.

Esse tempo fora foi bom para me reaproximar da minha família e dos meus amigos. Enquanto estava mal com o término do relacionamento, pedi conselhos para amigos para ver o que eles falavam a respeito para eu estar preparado para o futuro.

Em pouquíssimos momentos eu pensava em PMO.

Na verdade, raramente. Quando eu pensava.

Ou lembrava das palavras dos amigos que estão aqui no foram. Nas forças de homens como o Vimes, o Kurama e o Victor Lord nesse momento complicado. Isso sem contar nas histórias de muitos outros que estão passando nessa jornada de reboot, assim como eu.

Ou quando começava a ver algo que eu sabia que iria ativar a dopamina (como ensina no Ebook), eu já largava tudo. Sem ficar olhando como louco para mulheres, sem ver fotos de mulheres (em sites de notícia), sem aplicativos de encontro.

Isso me deixou forte e estou continuando. Sei que qualquer dia posso ter uma recaída, mas quero estar cada vez mais preparado para quando eu ter vontade, eu superá-la!

Obrigado a todos!



_______________________________________
avatar
Mensagens : 1144
Data de inscrição : 24/03/2017
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 9/6/2017, 20:49
paulojff escreveu:Depois de alguns dias fora um pouco desfocado com o que aconteceu, estou de volta.

Esse tempo fora foi bom para me reaproximar da minha família e dos meus amigos. Enquanto estava mal com o término do relacionamento, pedi conselhos para amigos para ver o que eles falavam a respeito para eu estar preparado para o futuro.

Em pouquíssimos momentos eu pensava em PMO.

Na verdade, raramente. Quando eu pensava.

Ou lembrava das palavras dos amigos que estão aqui no foram. Nas forças de homens como o Vimes, o Kurama e o Victor Lord nesse momento complicado. Isso sem contar nas histórias de muitos outros que estão passando nessa jornada de reboot, assim como eu.

Ou quando começava a ver algo que eu sabia que iria ativar a dopamina (como ensina no Ebook), eu já largava tudo. Sem ficar olhando como louco para mulheres, sem ver fotos de mulheres (em sites de notícia), sem aplicativos de encontro.

Isso me deixou forte e estou continuando. Sei que qualquer dia posso ter uma recaída, mas quero estar cada vez mais preparado para quando eu ter vontade, eu superá-la!

Obrigado a todos!



Parabéns por esse momento de reflexão e conversa em família meu caro, você não tem noção do quanto isto ajuda, e as vezes só depois de um tempo de reboot, ou ao término, que vemos o quanto aprendemos com cada momento vivido e cada aprendizado que tiramos. Pode sempre contar conosco meu amigo, estamos com você, estamos no mesmo barco, no barco para encontrarmos nossa real vida e propósito, fiquemos firmes e disciplinados. Religue sempre, faça sempre o que goste, sempre tem algo a nos ensinar nesta vida, uma coisa básica como olhar nos olhos de bons amigos, parentes, primos e pessoas próximas é algo valioso. Assim como se exercitar, ler, escrever, refletir sobre a vida e organizar ela também. Não pense que terá uma recaída, pois esse pensamento é contra-produtivo. Pense que irá vencer, nem sempre estaremos 100% e felizes da vida, mas basta refletirmos sobre o que perdemos com esse vício, e o que já ganhamos com o processo e ver que nem tudo são mar de rosas, mas aliás ficar longe da PMO, é um grande mar de rosas, se comparado aquela vida medíocre que levávamos. Reforce bloqueadores, a força mental, a disciplina, as atividades, as leituras do ebook em casos de dúvidas, histórias de sucesso e também passar sempre aqui, com muita alegria de viver, pois é a vida que nos ensina lições grandiosas, um abraço grande a ti amigo VENCERÁS esta guerra!!!!

Impor a disciplina a si mesmo é uma das grandes vitórias do homem, contra si mesmo.
Textos Judaicos
avatar
Mensagens : 639
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 41
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 10/6/2017, 06:23
paulojff escreveu:Ainda não tive coragem de conversar com minha família. Ainda tenho esperança de voltar e parece que ao conversar com eles estarei assinando um atestado de fracasso de que dessa vez não deu certo, mesmo eles torcendo muito para mim.

Uma lição de vida importantíssima, que aprendi durante a minha separação:

Quando me separei, conversei com minha mãe, que é quem eu tenho mais sintonia da minha família. Meu pai sempre teve dificuldade de me entender, então eu deixei ele pra depois.

E, só pra demonstrar o que eu acabei de dizer, a primeira reação do velho foi dizer "mas o que você fez de errado pra ela te deixar?" Very Happy

Fui eu que terminei o casamento, mas na mente dele, era certeza que eu tinha feito algo de errado. Velho tonto! Very Happy

Mas de qualquer forma o importante é que eu fui contando aos poucos para a família. Só que tinha um problema. Eu estava com um puta medo de contar para a minha avó.

Sabe como é, ela era o último membro da geração mais velha, com valores mais antiquados, visão de mundo mais tradicionalista e coisa e tal. Então eu levei mais de um mês pra criar coragem de contar pra ela.

Daí o dia em que eu resolvi contar, foi mais ou menos assim:

"Vó... então... quer dizer... então... digo... pois é... digo..."
A velha me diz: "Separou, filho?"
Baixei a cabeça: "Sim, vó..."
E ela respondeu com naturalidade: "Paciência, não foi o primeiro nem vai ser o último", e logo mudou de assunto.

E eu fiquei com uma cara maomenos desse tipo -> Shocked

Traduzindo: na minha cabeça, contar pra minha avó era um puta problema.

Mas na realidade, minha avó teve duas filhas que se separaram, e sabia como funcionava o mundo. Sabia que às vezes simplesmente as coisas não dão certo. E não me culpou, não me martirizou, não me reprovou nem nada. Na verdade praticamente nem ligou.

Acontece. Smile

Então mano, se você acha que todo mundo vai te considerar um fracassado... bom, é muito possível que seja você mesmo que esteja te considerando um fracassado, enquanto os outros seriam bem mais compreensíveis. Very Happy

Não sei como foi o teu relacionamento, nem porque teria terminado.

Mas sei que essas coisas acontecem. E a maioria das pessoas sabe disso também. Smile

_______________________________________
Know, of course, thine enemy. But in knowing him do not forget above all to know thyself. The commander who embraces this totality of battle shall win even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes

avatar
Mensagens : 41
Data de inscrição : 05/08/2016
Idade : 31
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 20/6/2017, 16:45
Vimes escreveu:

Então mano, se você acha que todo mundo vai te considerar um fracassado... bom, é muito possível que seja você mesmo que esteja te considerando um fracassado, enquanto os outros seriam bem mais compreensíveis. Very Happy


Você disse tudo, Vimes.

Poucos dias depois que postei isso. Tomei coragem de fazer várias coisas que não tinha feito na minha vida. Uma delas foi resolver alguns problemas que eu tinha com algumas pessoas. Eu acreditava que a razão desse término que tive com minha namorada, poderia ter sido a razão de outros problemas que eu tinha na minha vida. E fui atrás.

Cara, isso tirou um peso enorme das minhas costas.

Depois fui falar com meus pais. E eles se mostraram extremamente compreensivos. Tanto pelo meu lado, quanto pelo lado da namorada. Perguntaram se eu queria voltar com ela e eu disse que sim. E me apoiaram.

Naquele momento, me senti amparado por eles. Vi que eu podia contar com eles no que fosse preciso. Eu sei que eles são meus pais. Mas é algo estranho... parece que quando chegamos na fase adulta, vamos nos distanciando da nossa família. Eu, por exemplo, me achava tão independente e dono de mim mesmo.

Bastou um término de relacionamento, que tudo desabou.

Sorte que encontrei minha família e meus amigos.
E sorte também, que pude encontrar lições nisso e o lado bom, ao resolver problemas que eu tinha no passado com outras pessoas.

Continuo firme e forte no meu reboot. Já são 35 dias. E me sinto ótimo.
Desde ontem, senti uma vontade imensa de PMO. Mas estou quebrando qualquer gatilho possível que possa surgir.

2 Gatilhos surgiram:
1 eu acredito que é controlável e outro não.
O controlável é um grupo que participo no Whatsapp que um cara sempre fica mandando pornografia. Eu fico puto com isso. Mas não sei como falar para ele para de enviar OU fica chato eu sair do grupo (de novo). Eu já tinha saído antes e voltei para organizar o reencontro de amigos.
Talvez seja controlável se eu sair de novo do grupo. Mas o que fiz hoje foi, assim que vi o teor do que ele mandou, limpei as mensagens do grupo.

O mais difícil de controlar é na academia. Existem mulheres com roupas minúsculas lá, coladas e em posições comprometedoras. Tento nem olhar com medo de não ativar a dopamina.
Sei a importância dos exercícios. Não posso fugir de lá.

Ps.: poucos dias depois do meu último post acabei voltando com minha namorada. Very Happy
Agradeço ao Vimes, Victor Lord e ao M.V. pela força!

_______________________________________
avatar
Mensagens : 1144
Data de inscrição : 24/03/2017
Ver perfil do usuário

Re: Meu Relato - Me Fortalecendo!

em 20/6/2017, 19:13
paulojff escreveu:
Vimes escreveu:

Então mano, se você acha que todo mundo vai te considerar um fracassado... bom, é muito possível que seja você mesmo que esteja te considerando um fracassado, enquanto os outros seriam bem mais compreensíveis. Very Happy


Você disse tudo, Vimes.

Poucos dias depois que postei isso. Tomei coragem de fazer várias coisas que não tinha feito na minha vida. Uma delas foi resolver alguns problemas que eu tinha com algumas pessoas. Eu acreditava que a razão desse término que tive com minha namorada, poderia ter sido a razão de outros problemas que eu tinha na minha vida. E fui atrás.

Cara, isso tirou um peso enorme das minhas costas.

Depois fui falar com meus pais. E eles se mostraram extremamente compreensivos. Tanto pelo meu lado, quanto pelo lado da namorada. Perguntaram se eu queria voltar com ela e eu disse que sim. E me apoiaram.

Naquele momento, me senti amparado por eles. Vi que eu podia contar com eles no que fosse preciso. Eu sei que eles são meus pais. Mas é algo estranho... parece que quando chegamos na fase adulta, vamos nos distanciando da nossa família. Eu, por exemplo, me achava tão independente e dono de mim mesmo.

Bastou um término de relacionamento, que tudo desabou.

Sorte que encontrei minha família e meus amigos.
E sorte também, que pude encontrar lições nisso e o lado bom, ao resolver problemas que eu tinha no passado com outras pessoas.

Continuo firme e forte no meu reboot. Já são 35 dias. E me sinto ótimo.
Desde ontem, senti uma vontade imensa de PMO. Mas estou quebrando qualquer gatilho possível que possa surgir.

2 Gatilhos surgiram:
1 eu acredito que é controlável e outro não.
O controlável é um grupo que participo no Whatsapp que um cara sempre fica mandando pornografia. Eu fico puto com isso. Mas não sei como falar para ele para de enviar OU fica chato eu sair do grupo (de novo). Eu já tinha saído antes e voltei para organizar o reencontro de amigos.
Talvez seja controlável se eu sair de novo do grupo. Mas o que fiz hoje foi, assim que vi o teor do que ele mandou, limpei as mensagens do grupo.

O mais difícil de controlar é na academia. Existem mulheres com roupas minúsculas lá, coladas e em posições comprometedoras. Tento nem olhar com medo de não ativar a dopamina.
Sei a importância dos exercícios. Não posso fugir de lá.

Ps.: poucos dias depois do meu último post acabei voltando com minha namorada. Very Happy
Agradeço ao Vimes, Victor Lord e ao M.V. pela força!

Eaí Paulo tudo beleza meu grande? Parabéns pelos seus 36 dias meu amigo, sua marca é ótima e inspiradora a muitos daqui, pode ter certeza absoluta disso. Continue assim que sua vitória será questão de tempo e as trevas irão se dissipar. É duro mesmo na academia meu grande,mas uma coisa eu te digo olhar você pode, o que não é recomendável é fantasiar pois é contra produtivo. Logo esse teu desejo intenso e anormal irá sumir e tudo se estabilizará a ti, creia amigo, e persista no reboot. Sugiro você passar um tempo fora desse grupo, pois ele poderá te fazer recair inevitavelmente. Dê um tempo disso, pois as fantasias e imagens ficam na mente depois. Vencerás meu caro!

A Persistência realiza o impossível.
Provérbio Chinês
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum