Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Desesperança

em 23/7/2017, 07:15
Estou namorando há um ano e sete meses, fiquei sabendo dos problemas dele com pmo no segundo mês de namoro, de lá para cá foram muitas quedas e muita dificuldade.
Ele chegou a reconhecer que estava com problemas e precisava de ajuda, leu o ebook, e até usa eventualmente o fórum.
Porém, ele volta a se expor a pmo após algum tempo de reboot, ele já finalizou o reboot duas vezes e pouco após voltou a cair, até agora eu realmente sempre tentei acreditar e confiar que as coisas melhorariam, mas estou exausta.

Dessa vez ele foi atrás de acompanhantes, não chegou a concretizar nada, mas chegou próximo disso. Agora eu realmente estou com dificuldades de continuar confiando ou insistindo em ajudar ele.

Eu não sei mais o que fazer, não consigo confiar que é possível mais... Eu o amo tanto, mas não conseguiria suportar se da próxima vez ele chegar a concretizar as fantasias dele com uma prostituta.
Poxa, mesmo depois de tantos dias de reboot...
Nunca estive tão desanimada...

Um apelo bem fragilizado de alguém muito triste...


Att.,
Beth
avatar
Torneira
Moderador
Moderador
Mensagens : 258
Data de inscrição : 05/08/2016

Re: Desesperança

em 23/7/2017, 08:08

Elizabeth, tudo bem?
Espero que a sua batalha seja vitoriosa no final.
Primeiramente bem vinda, não era frequentador desse tópico e, portanto, tenho pouca experiência com as pessoas que convivem com viciados.
Aliás, quero já apontar algo positivo: vocês dois sabem e convivem com o problema. Algo que já adianta muito tempo em termos de recuperação e de transparência sobre os problemas do relacionamento. Veja só que é algo que muitos, inclusive eu, ainda não consegui.

Pelo que relatou, a dificuldade dele é grande e a desesperança tua só aumenta. Não parece nada anormal o comportamento dele, levando-se em consideração os relatos que temos por aqui.
Seria apenas falta de comprometimento e dedicação ao reboot? Você que precisa avaliar isso.
Aqui, o foco é colocar em prática as técnicas do e-book e crescer com a experiência dos amigos de luta.
Ele está sendo disciplinado, esforçado? Nào adianta muito ser tão interessada de sua parte e nada (ou quase nada) do lado de lá, concorda?
Veja bem, não estou aqui tentando avaliar ou julgar. Longe disso. Importante nos relatar sua experiência e desanimo. MAs pode contar mais, explicar o que se passa. E traze-lo pra dentro dessa etapa tão complexa e tão importante, o reboot.
um abraço e os mais sinceros desejos de melhoras nessa briga contra o lixo!

_______________________________________
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Re: Desesperança

em 23/7/2017, 08:48
Hey, torneira,

Obrigada por responder...

Ele tem dificuldade com disciplina.
Então mesmo ele tendo se interessado pelo reboot, lido todo ebook e nunca conseguiu postar no fórum com regularidade e manter cuidados depois de muito tempo sem queda.

Ele chegou a pedir que eu instalasse os bloqueadores, e eu fiz isso, no computador e no celular dele, mas depois de algum tempo sem PMO ele meio que começa a criar uma autoconfiança gingante, que sempre leva a uma queda.

Além disso, eu até cheguei a postar antes no fórum, pq ele já completou o reboot duas vezes, e estava chegando aos 200 dias, mas ainda sim, tinha problemas recorrentes com fantasias. Mesmo tentando ser indiferente, as fantasias acompanharam ele mesmo após muito tempo sem alimentar isso.

Eu nem sei o que pensar mais, todo mundo que ele já conversou recomenda que ele pare de conversar comigo sobre dificuldade com PMO, e toda vez que ele fica sem falar sobre pequenos problemas ele acaba caindo, porque não fala comigo nem posta no fórum quando está no aperto. Entende?

É bom poder colocar isso para fora, quem já está precisando do fórum sou eu...
Estou no limite.
avatar
Torneira
Moderador
Moderador
Mensagens : 258
Data de inscrição : 05/08/2016

Re: Desesperança

em 23/7/2017, 09:55

Elizabeth, entendi o cenário.
Vou levar esses dados e pedir socorro aos colegas mais experientes do fórum.
Bom, ao menos, que você tenha o apoio e o suporte do fórum.
Sugiro ficar atenta ao seu comportamento enfrentando essas dificuldades.
Volte a mandar notícias
um abraço grande

_______________________________________
avatar
Antônio71
Moderador
Moderador
Mensagens : 1055
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 45

Você é especial, Elizabeth!

em 23/7/2017, 11:08
Elizabeth de Cássia escreveu:Estou namorando há um ano e sete meses, fiquei sabendo dos problemas dele com pmo no segundo mês de namoro, de lá para cá foram muitas quedas e muita dificuldade.
Ele chegou a reconhecer que estava com problemas e precisava de ajuda, leu o ebook, e até usa eventualmente o fórum.
Porém, ele volta a se expor a pmo após algum tempo de reboot, ele já finalizou o reboot duas vezes e pouco após voltou a cair, até agora eu realmente sempre tentei acreditar e confiar que as coisas melhorariam, mas estou exausta.

Dessa vez ele foi atrás de acompanhantes, não chegou a concretizar nada, mas chegou próximo disso. Agora eu realmente estou com dificuldades de continuar confiando ou insistindo em ajudar ele.

Eu não sei mais o que fazer, não consigo confiar que é possível mais... Eu o amo tanto, mas não conseguiria suportar se da próxima vez ele chegar a concretizar as fantasias dele com uma prostituta.
Poxa, mesmo depois de tantos dias de reboot...
Nunca estive tão desanimada...

Um apelo bem fragilizado de alguém muito triste...


Att.,
Beth

Oi, Elizabeth, bom dia! Por favor não sinta que essa atitude dele de procurar acompanhantes na internet tenha alguma coisa a ver com a falta de afeto por você.

A atitude dele deriva unicamente do vício, não tem nada a ver com o amor que ele sente por você. O que ocorre é que a falta de dopamina cerebral faz com que ele se sinta sempre insatisfeito, buscando sempre um estímulo que o faça sair da sensação crônica de tristeza e de vazio.

Você, Elizabeth, que o ama, foi colocada na vida dele como uma lanterna cujo brilho aumenta na escuridão. O seu próprio nome "Elizabeth" significa "a enviada de Deus".

Não o veja como um homem promíscuo, veja-o como um ser humano doente, necessitado, que precisa de alguém que o perdoe e compreenda! Por isso você é especial, Elizabeth! Somente a compaixão não só vai curá-lo, mas também elevar a sua auto-estima, fazendo-a perceber aos seus próprios olhos a sua beleza.

Não se sinta trocada quando ele busca acompanhantes ou pornografia, você é muito superior a isso. É o amor que você sente por ele que a torna especial.


_______________________________________
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Re: Desesperança

em 23/7/2017, 12:15
Prezado Antônio,

Sua mensagem me comoveu, de fato, depois de tanto tempo de reboot, seis meses, é muito difícil convencer minha cabecinha de que ele foi atrás de acompanhante por causa do vício e não porque ele não se importa mais comigo. Por mais que ele não estivesse 100% foi um choque muito grande uma queda tão feia... Foi além do que ele já tinha ido antes ao longo do nosso namoro...

É uma treta muito complicada para nós, namoradas de viciados, confiar que há algum resquício de beleza na gente nessas situações...

ahhh fiquei aqui paralisada, não sabia que o nome significava isso.. eu já rezei e chorei tanto hoje de manhã para tentar discernir o que fazer com relação ao meu namoro. Obrigada por ter dito isso.

Precisarei recuperar a esperança, meu relacionamento com ele está em cheque desde ontem... Mais uma vez, Obrigada pela mensagem...

Att.,

Beth
avatar
Park Tenson
Mensagens : 340
Data de inscrição : 04/06/2017
Idade : 18

o sentimento que nunca falhará ... o amor.

em 23/7/2017, 12:50
Fala Elizabeth tudo bem? Admirável a tua dedicação por ele, gostei de sua pessoa. Se eu um dia tiver uma namorada como você me sentiria muito mais seguro.  Como falado acima pelo Antônio, não pense que ele está procurando acompanhantes por que não tem afeto a você. O coração desse problema é esse maldito vício. Em potencial a pornografia atinge bastante os homens, não é atoa que tem muitos homens nesse fórum lutando para abandona-la, é terrível, ás vezes fazemos coisas infelizmente, sem perceber ou feito por impulso (sem pensar). Continue ao lado dele,como você constuma orar, continue orando, pedindo sabedoria para arrumar um jeito de combater o vício. Depois leia Mateus 7:7. Quando buscamos algo, independente de ser mau ou bom, a gente acha, era bom que a busca fosse somente por algo bom, mas... Em boa parte dos casos, isso não acontece. Portanto, não desista dele. O amor supera todas as coisas. O amor persevera em "todas" as coisas, o amor nunca ... Falha.

Sempre entre no fórum, peça ajuda, sugestões. Colete o máximo de informações possíveis e tente achar uma solução. Talvez a primeira ou a segunda solução não funcione, mas não desista. Os moderadores estão a disposição para ajuda-los e eles farão com imenso prazer e dedicação, afinal isso é que torna o fórum especial. Sempre entre.

_______________________________________
“O verdadeiro homem mede sua força, quando se defronta com o obstáculo”.  Antoine de Saint-Exupéry







Sempre encoraje outros no fórum, trabalho em equipe é fundamental para o reboot progredir com mais intensidade.



Não importa o quão poderoso você se torne nunca tente fazer tudo sozinho, caso contrario ira falhar.
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Re: Desesperança

em 23/7/2017, 19:30
Park Tenson escreveu:Fala Elizabeth tudo bem? Admirável a tua dedicação por ele, gostei de sua pessoa. Se eu um dia tiver uma namorada como você me sentiria muito mais seguro.  Como falado acima pelo Antônio, não pense que ele está procurando acompanhantes por que não tem afeto a você. O coração desse problema é esse maldito vício. Em potencial a pornografia atinge bastante os homens, não é atoa que tem muitos homens nesse fórum lutando para abandona-la, é terrível, ás vezes fazemos coisas infelizmente, sem perceber ou feito por impulso (sem pensar). Continue ao lado dele,como você constuma orar, continue orando, pedindo sabedoria para arrumar um jeito de combater o vício. Depois leia Mateus 7:7. Quando buscamos algo, independente de ser mau ou bom, a gente acha, era bom que a busca fosse somente por algo bom, mas... Em boa parte dos casos, isso não acontece. Portanto, não desista dele. O amor supera todas as coisas. O amor persevera em "todas" as coisas, o amor nunca ... Falha.

Sempre entre no fórum, peça ajuda, sugestões. Colete o máximo de informações possíveis e tente achar uma solução. Talvez a primeira ou a segunda solução não funcione, mas não desista. Os moderadores estão a disposição para ajuda-los e eles farão com imenso prazer e dedicação, afinal isso é que torna o fórum especial. Sempre entre.

Moço, obrigada pela passagem!

O título da sua postagem me remeteu a outra passagem, sobre a força do amor,:
"...porque o amor é forte como a morte..." Cânticos 8:6

O amor de fato pode superar qualquer coisa, eu quero acreditar nisso. Eu quero continuar com ele enquanto ele estiver disposto lutar contra isso e por nós dois.

A oração foi o que me manteve próxima dele mesmo quando as coisas ficaram muito difíceis. Obrigada pela passagem, eu peço a Deus constantemente que tenha misericórdia dele e que o ajude a vencer isso.  É por Ele que ainda não desisti, embora esteja bem debilitada.

Obrigada também pela dica, vou usar mais o fórum!  Tem sido um grande consolo para mim!
E quem sabe eu possa começar essa semana com mais firmeza com ele e alguma esperança de vitória...

Força na sua luta também!!!
avatar
M.V
Moderador
Moderador
Mensagens : 1799
Data de inscrição : 02/10/2015
Idade : 36

Re: Desesperança

em 23/7/2017, 21:14
Oi Elizabeth

É importante que ele tenha disciplina e tenha em mente que o reboot é para a vida toda e não só os 90 dias. O amor é como uma semente que deve ser regada diariamente para que ele cresça, floresça e produza bons frutos, você não tem culpa de nada. Ele não tem culpa de ter um cérebro que é capaz de se viciar em porno, mas é importante que ele com o conhecimento adquirido no e-book, fórum e vídeos do Gary Wilson busque se esforçar para ficar distante disso. Eu estou namorando e o reboot é muito bom fortalece a relação e inspira o amor, jamais quero voltar ao padrão porno porque isso é um desastre para uma relação.

Abçs

Sucesso

_______________________________________
Veja Meu Diário e Histórias de Sucesso
http://www.comoparar.com/t1587-novo-tempo-nova-vida
http://www.comoparar.com/t3600-300-dias-de-reboot-novo-tempo-nova-vida


" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ...

NÃO PERMITA QUE SEU CÉREBRO PRIMITIVO LHE COMANDE E TE DEIXE EM ESTADO DE HIPOFRONTALIDADE.

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

avatar
Esposa deseperada
Mensagens : 40
Data de inscrição : 24/07/2017
Idade : 30

Re: Desesperança

em 24/7/2017, 15:31
Elizabeth de Cássia escreveu:Estou namorando há um ano e sete meses, fiquei sabendo dos problemas dele com pmo no segundo mês de namoro, de lá para cá foram muitas quedas e muita dificuldade.
Ele chegou a reconhecer que estava com problemas e precisava de ajuda, leu o ebook, e até usa eventualmente o fórum.
Porém, ele volta a se expor a pmo após algum tempo de reboot, ele já finalizou o reboot duas vezes e pouco após voltou a cair, até agora eu realmente sempre tentei acreditar e confiar que as coisas melhorariam, mas estou exausta.

Dessa vez ele foi atrás de acompanhantes, não chegou a concretizar nada, mas chegou próximo disso. Agora eu realmente estou com dificuldades de continuar confiando ou insistindo em ajudar ele.

Eu não sei mais o que fazer, não consigo confiar que é possível mais... Eu o amo tanto, mas não conseguiria suportar se da próxima vez ele chegar a concretizar as fantasias dele com uma prostituta.
Poxa, mesmo depois de tantos dias de reboot...
Nunca estive tão desanimada...

Um apelo bem fragilizado de alguém muito triste...


Att.,
Beth


Aaai Beth, estamos quase no mesmo barco! Hoje cansei e resolvi entrar aqui para desabafar, entender o que é o vício e ter coragem para lutar essa batalha.
Não se desespere, se possível procure ajuda profissional de um psicólogo/terapeuta para que vc possa se manter equilibrada emocionalmente e manter sua auto-estima. E claro cuidar da sua parte espiritual.
Nesse momento não há como exigirmos de nós mesma que confiemos nos nossas parceiros, eles estão doentes, não tem como lutar com a razão ou a emoção deles....é um vício!!! Que bom que ele já reconheceu o vício, já é um começo!! Neste momento ele não tem discernimento, então vc precisa estar forte para acolher ele.
Eu estou muito perdida pq nem sei por onde começar nessa luta contra o vício do meu marido, mas com muita força e coragem para lutar....então conta comigo nessa luta, passo o mesmo que vc!! Leia o meu relato.
Mas força querida, não desista!!!
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Re: Desesperança

em 24/7/2017, 20:50
M.V escreveu:
Eu estou namorando e o reboot é muito bom fortalece a relação e inspira o amor, jamais quero voltar ao padrão porno porque isso é um desastre para uma relação.

M.V,

Realmente pmo é um desastre gigante para uma relação. O início do meu namoro onde ele não conseguia admitir que precisava de ajuda, mesmo já tendo me contado que via pmo qdo tava mal, as coisas foram muito difíceis...

Olhando para trás nem sei como cheguei até aqui com ele... Tenho a impressão de que o processo de lidar com ele e pmo se tornou mais doloroso com o tempo. Porque quando ele caía no início era porque desconhecia alguma coisa, não tinha os bloqueios, ou não sabia que devia ter x ou y cuidado.

Porém, após ele passar os 90 dias pela primeira vez e ter o primeiro lapso, meu mundo caiu... Realmente não estava preparada pq me iludi pensando que era um reboot definitivo e que já havia passado o período mais difícil.

O fato é que ele nunca parou de ter problemas recorrentes com fantasias, mesmo com o avanço do reboot, ele diz q é difícil evitar se ele ficar com raiva, então ele meio que tenta ser indiferente mas ao mesmo tempo meio que dialoga com elas.

Eu smp achei q iisso meio perturbador, pq pensei que diminuiria com o tempo, e isso não aconteceu.

quase 200 dias de reboot e as fantasias não diminuíram de frequência... Tanto que ele deu brecha a isso e acabou caindo...

Lidar com as moças na rua que de alguma forma lembravam pmo também nunca foi algo que ele conseguiu bem....

Desculpe a mensagem longa... me perdi aqui... hoje foi um dia bem difícil para aceitar e lidar com toda a situação...

Força na sua luta também!!

Obrigada pela mensagem!

Beth
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Re: Desesperança

em 24/7/2017, 21:34
Esposa deseperada escreveu:

Aaai Beth, estamos quase no mesmo barco! Hoje cansei e resolvi entrar aqui para desabafar, entender o que é o vício e ter coragem para lutar essa batalha.
Não se desespere, se possível procure ajuda profissional de um psicólogo/terapeuta para que vc possa se manter equilibrada emocionalmente e manter sua auto-estima. E claro cuidar da sua parte espiritual.
Nesse momento não há como exigirmos de nós mesma que confiemos nos nossas parceiros, eles estão doentes, não tem como lutar com a razão ou a emoção deles....é um vício!!! Que bom que ele já reconheceu o vício, já é um começo!! Neste momento ele não tem discernimento, então vc precisa estar forte para acolher ele.
Eu estou muito perdida pq nem sei por onde começar nessa luta contra o vício do meu marido, mas com muita força e coragem para lutar....então conta comigo nessa luta, passo o mesmo que vc!! Leia o meu relato.
Mas força querida, não desista!!!  

Prezada,

Li o seu relato e meu coração se apertou muito por ti... Pois sei o quanto é difícil lidar com um parceiro viciado que quer mudar e comete falhas, e lembro o quanto foi pesado lidar quanto o meu namorado não queria admitir que tinha problemas.

Aqui no fórum sugiro que dê uma olhada nas histórias de sucesso, lembro que isso me deu esperança... Talvez te dê algum conforto.

Ahh, Auto estima é um trem insuportável de lidar na nossa situação... Eu sempre tive problemas de auto-estima, quando descobri o vício do meu namorado, as coisas se agravaram um pouco.

Eu li a parte do ebook para namoradas, não sei se vc já viu, explica bastante coisa sobre o vício.

O que mais me ajudou no início foi a oração e pesquisar mais sobre o assunto. Fiz isso quase que loucamente, foi assim que achei o fórum, e também um material bom no site do Padre Paulo Ricardo, caso vc tenha interesse em uma visão sobre o vício com viés cristão.

Não se sinta sozinha nessa luta, o pouco que estive aqui o pessoal do fórum sempre busca ajudar tirando dúvidas e aconselhando.

Ah, e por favor, respeite seus limites, a gente só pode apoiar e tentar ajudar, eles precisam decidir mudar por si mesmos, sofri bastante com isso no início...

Desejo toda força para ti! Fico feliz que esteja disposta a lutar!! Espero que não desanime e que seu marido corresponda aos seus esforços e busque fazer o reboot com determinação.  Estarei torcendo pela luta de vocês!

Irei acompanhar seu relato!


Beth
avatar
Vimes
Moderador
Moderador
Mensagens : 524
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 40
Localização : São Paulo

Re: Desesperança

em 25/7/2017, 04:17
Elizabeth de Cássia escreveu:Porém, após ele passar os 90 dias pela primeira vez e ter o primeiro lapso, meu mundo caiu... Realmente não estava preparada pq me iludi pensando que era um reboot definitivo e que já havia passado o período mais difícil.

O fato é que ele nunca parou de ter problemas recorrentes com fantasias, mesmo com o avanço do reboot, ele diz q é difícil evitar se ele ficar com raiva, então ele meio que tenta ser indiferente mas ao mesmo tempo meio que dialoga com elas.

Eu smp achei q iisso meio perturbador, pq pensei que diminuiria com o tempo, e isso não aconteceu.

quase 200 dias de reboot e as fantasias não diminuíram de frequência... Tanto que ele deu brecha a isso e acabou caindo...

Existe uma grande armadilha para nós, viciados, que pode arruinar completamente um reboot.

Masturbação com fantasia.

O viciado pode estar, efetivamente, há centenas de dias sem consumir pornografia, sem ver uma fotinho sequer, mas a pornografia continua lá, bem viva e funcional, na cabeça dele.

O grande benefício em se cortar a pornografia é exatamente deixar de alimentar as fantasias. No caso acima, as fantasias continuam a serem alimentadas, continuam fortes, a única coisa que mudou é o sabor do alimento.

Eu, por exemplo, já tive uma fase que praticava a brincadeira solitária unicamente com contos eróticos, sem ver uma única imagem sequer. Fantasia pura, combustível de alta octanagem para o vício.

Tive outra fase em que eu mesmo escrevia meus próprios contos eróticos. Também não via uma única imagem, nem lia contos escritos por outros, nem precisava de internet na verdade. Era tudo fantasia sendo traduzida em palavras. E também foi combustível ferrado para o vício.

Não sei se esse seria o caso do seu namorado, mas é uma possibilidade bem real. Se esse for o caso, um reboot de 200 dias nem ao menos contaria como reboot.

O único modo de fazer o reboot funcionar é deixar as fantasias morrerem de fome. É deixar de alimentá-las e passar a viver a vida real, não a vida dos sonhos. Smile

_______________________________________
Know, of course, thine enemy. But in knowing him do not forget above all to know thyself. The commander who embraces this totality of battle shall win even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes
avatar
Uzumaki_hope
Mensagens : 135
Data de inscrição : 05/09/2016
Idade : 24

Fantasias ...

em 25/7/2017, 08:16
Vimes escreveu:
Existe uma grande armadilha para nós, viciados, que pode arruinar completamente um reboot.

Masturbação com fantasia.

O viciado pode estar, efetivamente, há centenas de dias sem consumir pornografia, sem ver uma fotinho sequer, mas a pornografia continua lá, bem viva e funcional, na cabeça dele.

O grande benefício em se cortar a pornografia é exatamente deixar de alimentar as fantasias. No caso acima, as fantasias continuam a serem alimentadas, continuam fortes, a única coisa que mudou é o sabor do alimento.

Eu, por exemplo, já tive uma fase que praticava a brincadeira solitária unicamente com contos eróticos, sem ver uma única imagem sequer. Fantasia pura, combustível de alta octanagem para o vício.

Tive outra fase em que eu mesmo escrevia meus próprios contos eróticos. Também não via uma única imagem, nem lia contos escritos por outros, nem precisava de internet na verdade. Era tudo fantasia sendo traduzida em palavras. E também foi combustível ferrado para o vício.

Não sei se esse seria o caso do seu namorado, mas é uma possibilidade bem real. Se esse for o caso, um reboot de 200 dias nem ao menos contaria como reboot.

O único modo de fazer o reboot funcionar é deixar as fantasias morrerem de fome. É deixar de alimentá-las e passar a viver a vida real, não a vida dos sonhos. Smile

avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Re: Desesperança

em 25/7/2017, 08:49
Vimes escreveu:
O grande benefício em se cortar a pornografia é exatamente deixar de alimentar as fantasias. No caso acima, as fantasias continuam a serem alimentadas, continuam fortes, a única coisa que mudou é o sabor do alimento.

Caraaa,
Isso é algo que sempre me questionei. Porque não tenho como afirmar com certeza como ele lidava com essas fantasias, mas sempre tive medo que ele as alimentasse em algum nível para que elas ainda fossem tão persistentes com o passar do tempo.

Mas o que você está falando tem que ser necessariamente masturbação + fantasia?  Porque o que ele me falou era que tinha problemas com fantasias ao longo do dia a dia, sem chegar a se masturbar, alguns minutos fantasiando após encontrar alguém muito atraente na rua que remetesse a algo visto em pmo, ou quando estava estressado ou entediado...

Isso já sabotaria o reboot?

Já li que é preciso ignorar fantasias e tentar concentrar em alguma coisa, e assim elas diminuíram com o tempo, por não serem alimentadas...

Realmente é como você falou, minha atuação é bem limitada, não posso entrar na mente dele e matar todos pensamentos ruins... Ele precisa lutar sozinho nisso.

Estou extremamente atrapalhada e confusa hoje, vou tentar seguir conscientizando ele... Obrigada pelas dicas.

Beth
avatar
Torneira
Moderador
Moderador
Mensagens : 258
Data de inscrição : 05/08/2016

Re: Desesperança

em 25/7/2017, 09:57

elizabeth, foram ótimos os retornos dos colegas e amigos, mais experientes com a situação.
Me parece que ficou bem claro, ao menos pra mim. Nada acontece se o próximo não deseja. ainda mais em se tratando de uma iniciativa que exige - sem exceção - de dedicação total, disciplina e muit, muito empenho. é brigar consigo mesmo.
Sabotar o próprio processo me parece a palavra adequada. Eu fiz isso. As vezes, quando desligo a lembrança de que já tive problemas bem sérios com isso, me flagro fazendo algo parecido ainda. ou divagando que "não sofro mais com o problema", sou forte, me garanto e afins.
Já percebi que isso não existe. Posso ser fort\íssimo hoje e cair como uma banana amanha.
Tente esclarecer isso ao seu marido. Sua parceria é muito valiosa. Extremamente valiosa, parabéns.
MAs cerca de 90% do empenho dependem dele!
nos mande notícias e força por aí!

_______________________________________
avatar
Renovatio
Moderador
Moderador
Mensagens : 272
Data de inscrição : 11/01/2017

Re: Desesperança

em 25/7/2017, 12:34
Me dá uma dor enorme quando eu leio esses relatos de namoradas ou esposas de viciados. A gente não tem ideia do quanto pode fazer vocês sofrerem por causa de nosso vício, de nossa limitação, nosso condicionamento.
Somos "educados" na pornografia, como se fosse um sinal de maior masculinidade, como se fosse algo normal e que, inclusive, nos estimula na nossa vida sexual. Mas a gente não se cansa de ler relatos e mais relatos de homens que estão destroçados por causa do vício, que não conseguem ter uma relação sexual satisfatória e, principalmente, não conseguem amar desinteressadamente as suas companheiras.
Admiro muito a sua boa vontade em se informar neste fórum e encontrar uma ajuda para seu sofrimento. Tudo isso é sinal de que vocês amam MUITO seus companheiros e, apesar do vício, querem que o amor se fortaleça.
Como já foi dito: o problema não está em vocês. Nós é que carregamos um vício que é preciso tratar. Alguns conseguem se livrar sozinhos, sem contar às companheiras; outros se abrem com elas e recebem uma ajuda enorme; outros são flagrados no vício e causam enorme dor. Não se trata, a priori, de uma desordem moral, mas de um cérebro extremamente condicionado pela excessiva exposição à P.
Às vezes fico até com uma vontade enorme de pedir-lhes desculpas por tudo o que fazemos vocês sofrerem por causa dessa droga (mesmo quando não sabem da nossa condiçaõ de viciados). Espero que vocês ajudem os seus, na medida do possível. Torço para que os seus respectivos se deixem ajudar. Esse fórum é um livro aberto para muita gente ver quanto mal a P pode fazer numa família. Mas também é um sopro de esperança ao ver tantos homens e mulheres querendo se superar e levar uma vida mais sadia, mais em paz consigo mesmos, aprendendo a amar o outro desinteressadamente.
PS: Vou escrever a mesma mensagem para outras mulheres dessa seção, mas o mesmo sentimento e desejo são os mesmos.
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Encarando os problemas...

em 26/7/2017, 09:35
Obrigada torneira!  
E obrigada pelas palavras Renovatio!

Hoje está sendo um dia bem difícil, é a primeira vez que passo um tempo com meu namorado, pessoalmente, depois dele admitir a queda.

Parece mais difícil do que eu lembrava das outras quedas. Percebi que estou mais machucada do que pensei.

Olhar para alguém que amamos e admiramos tanto e lembrar que ele se deixou levar por coisas que o fazem tão mal depois de tanto esforço de ambas partes...

O descuido dele parece perseguir meus pensamentos loucamente.

Ele também está machucado.  E aparentemente disposto a tomar novas medidas para não vacilar nesse novo reboot.

Ontem pela primeira vez ele conversou com a psicóloga sobre pmo direito e ela passou alguns exercícios para ele.

Confesso que não consigo me animar tanto. É doloroso criar esperança de que agora vai dar certo.

E estou realmente com medo que na próxima queda ele realmente concretize algo com uma garota de programa. É insuportável a dor de ver ele se perder nisso depois de tanta luta da parte dele. Afinal, ja tem mais de um ano que ele se dispõe a tentar mudar...

A questão da partilha também tem sido um ponto de discussão entre a gente. Porque ele não pode deixar acumular coisas sem falar e todo mundo diz para ele não partilhar esse tipo de coisa com a namorada pq vai me machucar e blablabla...

Ninguém entende que se não partilhar comigo, ele acaba não fazendo com mais ninguém, fomos amigos durante quatro anos antes de namorarmos, e desde o início do namoro ele tentou ser honesto com relação a pmo.

Doi muito mais para mim uma recaída dele do que ele falando no dia a dia o que pesou ou não, ou pedindo ajuda, oração, o que eu puder fazer ...

Quero conseguir voltar a me sentir bem com ele mas pelo visto vai demorar mais do que imaginei...

Precisava desabafar... com pensamentos maldosos me invadindo de vez em quando não tenho conseguido me concentrar nas minhas coisas...

Ver ele tb me lembra o quanto eu amo esse garoto e quero que ele seja livre e feliz.

Com gratidão a tds q já me aconselharam no fórum.

Beth
avatar
Esposa deseperada
Mensagens : 40
Data de inscrição : 24/07/2017
Idade : 30

Re: Desesperança

em 26/7/2017, 10:08
Beth, bom dia!! Sim, esse forum e os conselhos são muito importantes para nós namoradas/esposas.
Graças a Deus temos aqui para desabafar toda nossa tristeza.
Mas você já disse o mais importante: o quanto você ama esse garoto e quer ver feliz e livre. Então apenas foque nisso, cuide-se e muito (auto-estima, emocional e espiritual) e um dia de cada vez.
Hoje também muito nervosa e ansiosa, meu marido vai conversar com uma terapeuta de casais. Mas tenha fé, muita fé!!
Abraços
avatar
Vimes
Moderador
Moderador
Mensagens : 524
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 40
Localização : São Paulo

Re: Desesperança

em 26/7/2017, 11:00
Elizabeth de Cássia escreveu:Mas o que você está falando tem que ser necessariamente masturbação + fantasia?  Porque o que ele me falou era que tinha problemas com fantasias ao longo do dia a dia, sem chegar a se masturbar, alguns minutos fantasiando após encontrar alguém muito atraente na rua que remetesse a algo visto em pmo, ou quando estava estressado ou entediado...

Isso já sabotaria o reboot?

Já li que é preciso ignorar fantasias e tentar concentrar em alguma coisa, e assim elas diminuíram com o tempo, por não serem alimentadas...

O problema é que não necessariamente deve rolar masturbação.

Uma boa fantasia, que nos pegue no ponto certo, já vai nos deixar excitado. Mesmo que não role masturbação, estará rolando prazer. O próprio contato com as roupas, a própria contração natural do músculo, tudo isso já dá prazer, rolando masturbação ou não.

Daí as fantasias estão sendo alimentadas da mesma forma. Não apenas isso, elas estão sendo desenvolvidas, já que uma idéia inicial - por exemplo, um jogo de dominação - começa a ganhar detalhes e ser enriquecida, com ações, posições, diálogo, etc.

Tudo isso com ou sem masturbação.

A grande sacanagem está exatamente aí: sim, isso pode sabotar o reboot, dependendo da pessoa, da intensidade e da frequência com que acontece.

É importante ressaltar que ver pessoas atraentes na rua não é um gatilho natural para as fantasias.

Eu por exemplo, adoro ver uma bela retaguarda feminina. Me atrai muito. Mas não gera fantasias.

O vício sim gera fantasias. A pornografia alimenta o costume de fantasias, e quando você já está acostumado, já está viciado, qualquer estímulo serve para alimentar o vício.

Mesmo uma bela senhorita caminhando pela rua.

_______________________________________
Know, of course, thine enemy. But in knowing him do not forget above all to know thyself. The commander who embraces this totality of battle shall win even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Fantasias

em 26/7/2017, 21:32
Vimes escreveu:
O problema é que não necessariamente deve rolar masturbação.

Uma boa fantasia, que nos pegue no ponto certo, já vai nos deixar excitado. Mesmo que não role masturbação, estará rolando prazer. O próprio contato com as roupas, a própria contração natural do músculo, tudo isso já dá prazer, rolando masturbação ou não.

Daí as fantasias estão sendo alimentadas da mesma forma. Não apenas isso, elas estão sendo desenvolvidas, já que uma idéia inicial - por exemplo, um jogo de dominação - começa a ganhar detalhes e ser enriquecida, com ações, posições, diálogo, etc.

Tudo isso com ou sem masturbação.

A grande sacanagem está exatamente aí: sim, isso pode sabotar o reboot, dependendo da pessoa, da intensidade e da frequência com que acontece.

É importante ressaltar que ver pessoas atraentes na rua não é um gatilho natural para as fantasias.

Eu por exemplo, adoro ver uma bela retaguarda feminina. Me atrai muito. Mas não gera fantasias.

O vício sim gera fantasias. A pornografia alimenta o costume de fantasias, e quando você já está acostumado, já está viciado, qualquer estímulo serve para alimentar o vício.

Mesmo uma bela senhorita caminhando pela rua.

Caro Vimes,

Acho que finalmente entendi esse ponto, isso implica que meu caro namorado vai ter que mudar muito o jeito dele de lutar.

Não tinha noção de como isso podia ser nocivo, ou teria incentivado ele a lidar com isso de forma mais séria ao longo do reboot. Estava presa a mentalidade de que ele precisava se masturbar fantasiando para se tornar um problema.

Entendo que para vencer isso as atividades de religação são a resposta. Vou tentar conversar com ele sobre começar alguma atividade física regular...

Ah, como coloquei no outro post, acho justo colocar no meu diário também, após conversar bastante com meu namorado, decidimos que ajudaria a nós dois e a quem quiser ajudar a ele divulgar o diário dele aqui.

Eis o homem:
http://www.comoparar.com/t4909-um-novo-recomeco-por-um-reboot-definitivo

E Vimes, suas dicas foram preciosas demais para compreender um pouco mais do que estava faltando no reboot do meu amado moço, sou extremamente grata a ti e todos que tem me ajudado!!!!

Arrisco dizer que estou até um pouco feliz, com algumas faíscas de esperança, meu namorado parece mais interessado em estar presente no fórum e cuidar do reboot com mais atenção!

Pretendo seguir por aqui ao máximo, tanto para apoiar meu namorado a seguir firme no fórum quanto para tentar ajudar outras moças que se encontram na mesma posição que eu....

Com carinho e muita gratidão,

Beth
avatar
Vimes
Moderador
Moderador
Mensagens : 524
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 40
Localização : São Paulo

Re: Desesperança

em 27/7/2017, 04:44
Elizabeth de Cássia escreveu:Entendo que para vencer isso as atividades de religação são a resposta. Vou tentar conversar com ele sobre começar alguma atividade física regular...

Absolutamente sim, mas a dica mais valiosa que eu posso dar é:

Encontrar uma atividade física que ele goste. Very Happy

Eu ODEIO correr. Odeio. Sou um sprinter natural, então odeio passar vinte, ou até dez minutos correndo, ou melhor, sofrendo. Pé no saco, tudo sempre igual, tudo repetitivo.

ODEIO mais ainda nadar. Adoro brincar na água, adoro snorkear. Mas ficar dando braçada, vai, vem, vai, vem... cruz credo!

Se eu me forçar a fazer qualquer uma dessas atividades, na primeira desculpa que rolar eu vou faltar (machuquei o dedo mindinho, que pena, hoje não vai rolar Very Happy ). Daí vou faltar outro dia, mais um, até que desisto de vez.

Por outro lado eu amo artes marciais. Amo Capoeira. Então qualquer oportunidade que eu tiver de treinar ou jogar, eu vou fazer isso com prazer.

Daí a atividade física acontece naturalmente, e não vai ter de ser um sacrifício, e sim uma alegria.

Ontem mesmo eu tava fisicamente cansado, e debilitado por causa da insônia. Mas um hóspede que faz MMA me pediu pra ensinar alguns movimentos de Capoeira pra ele.

Foi uma treino bem puxado, mas foi ótimo. Mesmo cansado e sem pique eu adorei ter feito a atividade física. Very Happy

_______________________________________
Know, of course, thine enemy. But in knowing him do not forget above all to know thyself. The commander who embraces this totality of battle shall win even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Re: Desesperança

em 27/7/2017, 12:37
Vimes escreveu:
Absolutamente sim, mas a dica mais valiosa que eu posso dar é:

Encontrar uma atividade física que ele goste. Very Happy

Se eu me forçar a fazer qualquer uma dessas atividades, na primeira desculpa que rolar eu vou faltar (machuquei o dedo mindinho, que pena, hoje não vai rolar Very Happy ). Daí vou faltar outro dia, mais um, até que desisto de vez.

Daí a atividade física acontece naturalmente, e não vai ter de ser um sacrifício, e sim uma alegria.

Sim, obrigada pelo lembrete... Entendo perfeitamente..

Para meu moço academia nunca foi muito atrativo, ele precisava ponderar muito ou ter o compromisso com o personal trainer para ir...

Estou em busca agora de ajudá-lo a encontrar algo que ele goste mesmo!  Smile

Ahh, pensei um pouco mais sobre o que você falou e me preocupei com mais um ponto sobre fantasias.

Vc falou que garotas reais não são gatilhos naturais para pmo. Mas se isso tem acontecido durante o reboot do meu namorado, isso implica que ele manteve o alimento do vício sempre com ele? O que se pode falar de ficar sem ver pmo, mas manter isso? Não houve avanços?

Na prática, no dia a dia, quando há o contato com algo provocativo, algum gatilho de alguma forma, seja garotas reais, sejam anúncios provocativos, o que dá para fazer contra isso na hora?

Tipo, mesmo que ele comece uma atividade física que ele goste, comecei a ter receios de que ele sempre mantenha algum problema com fantasias, já que tem dificuldade para paralisar elas no dia a dia qd tem algum estímulo...

Desculpe te encher com mais uma pergunta... mas deu um pane na minha cabeça quanto a isso... Vc msm já mencionou que chegar aos noventa dias nessas condições não deve ser a prioridade, mas sim lutar contra esse problema.

Abs

Beth
avatar
Esposa deseperada
Mensagens : 40
Data de inscrição : 24/07/2017
Idade : 30

Re: Desesperança

em 28/7/2017, 08:21
Beth, bom dia querida!! Espero que seu dia seja de paz e calma.
Você tem sido forte e guerreira, isso tem sido inspirador.
Mantenha o foco porque vamos ganhar essa guerra.
Bom final de semana e ótima sexta.
'Se Deus é por nós, quem será contra nós?" Romanos 8:31.
Abraços com carinho,

Esposa esperançosa
avatar
Elizabeth de Cássia
Mensagens : 70
Data de inscrição : 07/04/2017

Mais um desabafo

em 28/7/2017, 20:03
Esposa deseperada escreveu:Beth, bom dia querida!! Espero que seu dia seja de paz e calma.
Você tem sido forte e guerreira, isso tem sido inspirador.
Mantenha o foco porque vamos ganhar essa guerra.
Bom final de semana e ótima sexta.
'Se Deus é por nós, quem será contra nós?" Romanos 8:31.
Abraços com carinho,

Esposa esperançosa

Ohh minha cara irmã de luta...
Não me esquecerei jamais do seu cuidado e apoio...

Que guerra mais sangrenta! Sinto meu namoro sofrendo uma grave hemorragia, temo às vezes que seja fatal...

Obrigada pela passagem, eu tive uma manhã muito cuidada por Deus! Foi a primeira que estive com o coração em paz muito tempo! Com certeza uma das melhores confissões que já tive na minha vida... Trabalhei com firmeza o perdão dessa última queda dele, algo que ainda estava meio torto.

Não sei se é assim contigo também, mas mesmo que a situação permaneça sem alteração, minha mente insiste em flutuar para pensamentos ruins sobre coisas que podem acontecer com meu namorado relacionados ao vício... Hoje o dia foi um pouco assim, conversei com ele apenas beeeem cedo, antes das 8h, depois disso não conversei mais com ele, mas mil coisas ruins passaram pela minha cabeça...

Para esse reboot dar certo ele tem que estar firme como nunca, ou ele não conseguirá romper com as contínuas fantasias no dia a dia embasadas em qualquer moça atraente que ele veja ou alguma coisa provocativa...

Não vou nem entrar no quanto já me machuquei com essa questão do quanto ele se permitiu conviver até agora com essas fantasias, após tentar duas vezes o reboot

Confio que se ele quiser ele pode fazer isso, mas não sei se ele tem consciência plena disso...

Como seres humanos sei que o nosso potencial x o que nos permitimos alcançar são coisas que podem permanecem beeem distantes uma da outra... E hoje esse é meu maior medo...

Deus é bom e é misericordioso, mas Ele também nos deixa livre, para escolher lutar dando a nossa vida para sermos felizes ou nos permitirmos ficar presos a vícios...

Meu namorado é um dos caras que mais admirei em toda minha vida, conheço ele há mais de cinco anos.

Sabe ser generoso e atencioso como ninguém. Sabe conversar, escutar e brincar. Tem uma sensibilidade sem tamanho para compreender o coração dos outros.

É meio metido a filósofo e gosta muito de discutir e questionar as coisas.

A pessoa que ele é quando ele não está afogado em pmo...

Ele não tem noção de quão longe ele pode ir na vida profissional dele, no caminho espiritual...

É evidente por essa breve exposição o quanto ainda estou apaixonada por ele, mesmo depois de algum tempo com ele.... Mas para além do viés que isso pode dar ao que estou falando, eu realmente acredito, que com pmo, perde-se o melhor de cada moço, pq eles deixam de ser livres, para viver, para amar... A cada diário de rebooter que leio isso parece ser reforçado !

Eu só torço do fundo do meu coração para que todos os moços e moças que estão lutando contra pmo desse fórum consigam alcançar a liberdade deles...

Quanto ao meu namorado... Espero que reconheça a força que tem e utilize-a para vencer esse mal, não por mim, mas por ele mesmo. Desejo tanto de todo meu coração que ele aceite e coloque em prática cada dica dos membros do fórum...

Desculpe a postagem tão longa..
E se alguém tiver o ânimo para ler toda, desde já tem meu agradecimento,

Beth
Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum