Compartilhe
Ir em baixo
ghostwriter
Mensagens : 5
Data de inscrição : 07/08/2017
Ver perfil do usuário

Diário de ghostwriter Empty Diário de ghostwriter

em 7/8/2017, 17:03
Boa tarde amigos.

Apesar desse meu cadastro ser recente (já tive outro cadastro no fórum, mas não gostava do meu login e resolvi fazer outro), demorei um pouco a começar meu diário. Tenho muitas coisas que gostaria de dizer, e acho que a interação que existe no fórum é um excelente incentivo para aqueles que estão tentando vencer esse mal insidioso.

Comecei relativamente cedo a MO, lá por volta dos meus 10, 11 anos. Nós que vivemos a pré-adolescência em meados dos anos 2000, sabemos como o acesso a P era difícil, então qualquer coisa servia de gatilho, mas naquela época isso não nos importava, tudo era prazeroso, e, de certa forma, ingênuo. Os primeiros questionamentos e repreensões vieram pelo motivo da religião. "Será que estou certo? Será que Deus tá aqui do meu lado vendo isso?" (Como já dizia Raul Seixas, em Paranoia: "Minha mãe me disse há tempo atrás/Onde você for Deus vai atrás/Deus vê sempre tudo que cê faz").

Com o advento da internet, é claro que a P veio com tudo (é curioso ver como as duas coisas sempre andaram tão juntas, e cada vez mais isso acontece). Por ter sido criado em família católica, havia sempre aquele sentimento de culpa, apesar do prazer naquele momento falar infinitamente mais alto. Mas aquele incômodo na consciência estava ali, latente. Os ciclos de PMO seguiam, cada vez mais frequentes, não importando se eu namorasse ou não. Tive uma perda de virgindade meio tardia, aos 21, e mesmo tendo descoberto o prazer de uma relação a dois, a PMO me seguia. Bem sucedido da vida social e amorosa, mas na solidão do quarto, as coisas continuavam nefastas. Tenho certeza que muitos aqui sentiam e ainda sentem a mesma coisa. Aquela angústia misturada ao arrependimento logo que se termina este ato. Passei cada vez mais a fantasiar coisas que não condiziam com a realidade. Pelo menos não com a realidade de nós, pessoas comuns. No entanto, sempre tive um desempenho bastante decente com minha namorada (sem modéstia nenhuma). Estava sempre disposto.

Terminada essa relação aos 23 anos, passei um período bastante longo sem nenhuma namorada ou ficante ou o que seja. Esse foi o período em que julgo que estive mais fundo nesse poço horrível. Todos os dias, várias vezes por dia, pelo computador ou celular, acessava P e também sites de relacionamento, onde no fundo eu sabia que não tinha nenhuma intenção de encontrar de verdade alguém, apenas ter conversas sujas, com fotos, vídeos. Após mais ou menos 1 ano sem conhecer ninguém, voltei a ter uma relação, e meu desempenho seguia o mesmo. Após mais ou menos 3 meses, veio a grande decepção e susto: a primeira DE. Entendam, pra quem sempre se achou bastante competente, é frustrante e quase desesperador. Isso aconteceu em uma noite de sexta. Na noite seguinte tive oportunidade com outra pessoa. Novamente, a mesma decepção (duas DE, dois dias seguidos, com duas pessoas diferentes? A mente pira!) Enfim, uma semana depois, mais uma oportunidade, com outra moça diferente. Agora a sensação foi ainda pior. Quando achei que tinha voltado à ativa: EP, e em seguida DE. Foi demais pra mim. Comecei a procurar freneticamente pela internet por alguma orientação, então vi que a DE estaria diretamente relacionada com a PMO. Com isso em mente, comecei as buscas na internet e quando encontrei este fórum, foi como se um horizonte se abrisse à minha frente, pois agora tenho um enorme incentivo para seguir em minha luta, aliada a uma consciência que às vezes me é rigorosa até demais. Espero que esse contador que hoje marca "1 dia" possa chegar pelo menos aos dois dígitos!

_______________________________________
avatar
Mensagens : 52
Data de inscrição : 20/10/2016
Ver perfil do usuário

Diário de ghostwriter Empty Re: Diário de ghostwriter

em 7/8/2017, 22:27
bem vindo de volta rapaz, com força e fé chegaremos lá.

Já leu o ebook? instalou os bloqueadores?

o que precisar estamos ai, juntos vamos chegar lá.

_______________________________________


http://www.comoparar.com/t5528-diario-de-rodrigo
ghostwriter
Mensagens : 5
Data de inscrição : 07/08/2017
Ver perfil do usuário

Diário de ghostwriter Empty Re: Diário de ghostwriter

em 8/8/2017, 11:46
rodrigo.silva53 escreveu:bem vindo de volta rapaz, com força e fé chegaremos lá.

Já leu o ebook? instalou os bloqueadores?

o que precisar estamos ai, juntos vamos chegar lá.

Sim, ebook já lido e kurupira devidamente instalado! E muita força de vontade, claro.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 52
Data de inscrição : 20/10/2016
Ver perfil do usuário

Diário de ghostwriter Empty Re: Diário de ghostwriter

em 10/8/2017, 22:06
e ai cara como está essa luta, tente entrar aki todo dia, e curta mesmo o fórum sabe, leia experiencias, acompanhe alguns casos e escreva sobre o seu dia, isso ajuda, de verdade ajuda mesmo.

_______________________________________


http://www.comoparar.com/t5528-diario-de-rodrigo
ghostwriter
Mensagens : 5
Data de inscrição : 07/08/2017
Ver perfil do usuário

Diário de ghostwriter Empty Re: Diário de ghostwriter

em 11/8/2017, 17:03
rodrigo.silva53 escreveu:e ai cara como está essa luta, tente entrar aki todo dia, e curta mesmo o fórum sabe, leia experiencias, acompanhe alguns casos e escreva sobre o seu dia, isso ajuda, de verdade ajuda mesmo.

Cara, a semana tem sido cheia, e pra ser sincero tô gostando muito disso. Faculdade pegando pesado, trabalho sugando muito rs. Mas o melhor de tudo é que tenho conseguido manter minha força de vontade. É claro que às vezes a vontade de uma recaída bate forte, mas consigo superar. Procuro sempre fazer outra atividade, ler um livro, ver um filme, sair, dar uma volta. Como o que ocasionou eu vir achar o fórum foi um problema de DE, meu reboot é modo hard, porque a insegurança ainda é muito grande, sempre tendo aquele medo de falhar de novo. Sei que essa insegurança em si é um dos motivos para a DE, mas tenho fé que vou melhorar e saber de verdade quando estiver preparado de novo.

A tentação vem de todos os lados. Lá pelo terceiro dia, parece que tudo ativava meu cérebro pra correr atrás da PMO, é incrível. Sei que ainda é um passo muito pequeno frente ao meu objetivo, mas ver esse marcador só aumentando (e chegando agora a um período que havia anos eu não alcançava sem PMO) é um motivo de orgulho pra mim.

_______________________________________
ghostwriter
Mensagens : 5
Data de inscrição : 07/08/2017
Ver perfil do usuário

Diário de ghostwriter Empty Re: Diário de ghostwriter

em 13/8/2017, 19:30
É, achei que depois de uma semana ia se tornar um pouco mais fácil, mas me enganei. Parece que o cérebro está tão condicionado à PMO que tudo te faz querer procurar isso. Fim de semana, quando tenho um pouco menos de atividades pra fazer, parece que é mais difícil se segurar.
Mas o pior mesmo tem sido ter que recusar e "dibrar" o convite de uma ou outra mulher. A insegurança depois de ter tido a primeira DE não tem me deixado aceitar convites com intuito claro de sexo. Sinceramente não sei quando vou me sentir capaz de ter uma noite de prazer decente outra vez. Não sei se muitos passaram por essa mesma insegurança, mas tem sido algo que me desanima bastante. E justamente nesse período que estou fazendo o reboot e me sentindo tão inseguro, começam a aparecer várias mulheres, mais que o normal. Vai entender né?

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum