Compartilhe
Ir em baixo
7fold
Mensagens : 4
Data de inscrição : 12/08/2017
Ver perfil do usuário

Diário de 7fold Empty Diário de 7fold

em 12/8/2017, 21:25
Olá, boa noite.

Procurando por ajuda, encontrei este site.
Esta noite, a casa caiu. Preciso de ajuda.

Tenho 25 anos, moro no rio grande do sul, curso arquitetura. Não me lembro quando começou o meu vício, talvez por alguma namoradinha de internet, pois a unica solução era o virtual já que nao havia o contato corpo a corpo.

Namoro há 3 anos, ou pelo menos namorava. Hoje minha namorada descobriu minha conta falsa no instagram que eu mantinha para entrar em contato com outras mulheres, não que eu conseguisse muito, mas, tentava. Nada poderia me "satisfazer" mais do que uma abordagem com sucesso.
Outra problema, além de tentar o dialogo, conseguir nudes e sexting, é o acesso a P. Em especifico, camgirl.
Percebi, que desenvolvi EP depois que este vício se intesificou, talvez uns 7 ou 8 anos já, antes mesmo da atual namorada, a qual eu a amo muito e ela nao merece mesmo passar pelo que fiz ela passar hoje.

Ainda tenho dúvidas em relação ao e-book, principalmente por estar mal de grana, mesmo que nao seja muito, talvez eu pudesse pagar, só nao sei se vale a pena, se nao recaírei, se estou apenas criando este diário pela culpa do que fiz minha namorada passar, pois, sempre me senti um lixo por dentro, não no momento da P. e PMO, mas logo após.

Li alguns relatos e vi o que seria importante manter, então:

-Faço exercícios ao menos 2 vezes por semana.
-Estudo arquitetura, toma tempo (eu não consigo ter prazer algum com os estudos)
-Sou apaixonado por automobilismo, principalmente carros antigos, isso é o que me da maior prazer e satisfação.

Não sei nem por onde começar, acredito que estou há uns 2 dias sem ver P. e praticar alguma coisa.

Já tive diversas discussões com minha namorada pela minha falta de líbido para o sexo, nunca consegui explicar e me abrir com ela, mas, no fundo, sempre soube o motivo.


Por onde começar? Mesmo que este relacionamento não dê mais certo, eu preciso me curar de algo que eu sei que vem matando o que há de melhor em mim há tempos... esse meu lado obscuro é terrível e eu sei disso.
M.V
Moderador
Moderador
Mensagens : 1680
Data de inscrição : 02/10/2015
Idade : 38
Ver perfil do usuário

Diário de 7fold Empty Re: Diário de 7fold

em 13/8/2017, 10:47
Olá seja bem vindo ao fórum.

Leia o e-book e assista aos vídeos do Dr. Gary Wilson, existe uma versão gratuita do e-book para quem está sem condições de comprar a versão paga.

http://www.comoparar.com/t3070-e-book


Instale os bloqueadores e lembre-se o material aqui é educativo e informativo mas quem tem que fazer o reboot é você, caso não queira colocar em prática as informações do fórum então certamente você não conseguirá fazer o reboot.

Abçs

Sucesso!!!

_______________________________________
" A PORNOGRAFIA MATA O AMOR" ...

NÃO PERMITA QUE SEU CÉREBRO PRIMITIVO LHE COMANDE E TE DEIXE EM ESTADO DE HIPOFRONTALIDADE.

..."É MELHOR SER ESCRAVO DOS BLOQUEADORES QUE SER ESCRAVO DA PORNOGRAFIA"... (PROJETO, TOGURO)

ABÇS E SUCESSO NESSA JORNADA!!!

7fold
Mensagens : 4
Data de inscrição : 12/08/2017
Ver perfil do usuário

Diário de 7fold Empty Dia 2 - uma noite estranha

em 13/8/2017, 13:48
Bom dia, minha namorada, sem ter pra onde ir, voltou para casa ontem a noite, peguei minha cama e dormi na sala, ela nao merece o que eu fiz. Nunca consegui parar para pensar nela, de verdade. Em alguns momentos tinha a lucidez da coisa, por vezes, tentei me afastar de tudo isso, recaía poucos dias depois.

Ao acordar, conversamos sobre isso tudo. Ela entende o meu vício em pornografia, isso jamais seria um problema, e ela estaria ali para me ajudar, pois já desconfiava e por vezes ofereceu ajuda em tons de brincadeira, para tentar fazer com que me abrisse, sem sucesso.

O pior de tudo, é o que aconteceu em relação a outras pessoas, conversas que tive com outras mulheres através de contas falsas. Eu acredito, lendo os relatos, que o vício em pornografia está intrínseco em tudo que fiz, na minha traição em relação a minha namorada. Elá diz que não, são coisas separadas e que eu apenas estou procurando desculpas. E agora? será que estou procurando desculpas? Eu nao sei explicar, entendi o que se aconteceu pelos relatos do pessoal aqui, o qual considera instagram, facebook, snapchat e afins gatilhos para a P. Entendi que fosse assim, mas talvez, o gatilho pode ser inverso? A P. é um gatilho para tentar uma abordagem com sucesso de alguma estranha na internet? Eu não sei, vou precisar de ajuda profissional.

M.V. obrigado pelo link, já está aberto e dei uma rápida leitura na introdução, ontem passei a noite vendo os videos de Gary Wilson e as coisas fazem muito sentido. Vou terminar a leitura assim que possível.

O que mais me machuca, não é o vício em P. em si, mas sim, o que fiz minha namorada passar, estamos há quase 3 anos juntos e venho lidando com isso tudo há pelo menos 2 anos, pois quando nos conhecemos e começamos a namorar, deixei isso tudo de lado, mas, poucos meses depois, tive a recaída e jamais consegui me manter 100% afastado seja da P. ou de tentar qualquer coisa virtual (fora que não lembro alguma vez de sucesso, era apenas doentia, e tenho ciencia que cada vez passei mais de ridiculo para as pessoas com quem tentava algo).


Se essa coisa por tentativas virtuais não é o gatilho para P. ou vice-versa, o que poderia ser isso? estou cogitando a busca de profissionais, terapeutas, que possam me ajudar a explicar. Será esse o caminho?
avatar
Mensagens : 94
Data de inscrição : 30/07/2017
Ver perfil do usuário

Diário de 7fold Empty Re: Diário de 7fold

em 22/8/2017, 22:55
E ai 7fold, como está sendo esses dias?



Abraços!!

_______________________________________




0, 1, 2, 4, 8, 16, 32, 64, 128, 256, 512, 1024, 2048, 4096
avatar
Mensagens : 4
Data de inscrição : 20/07/2017
Ver perfil do usuário

Diário de 7fold Empty Re: Diário de 7fold

em 24/8/2017, 16:04
7fold escreveu:Bom dia, minha namorada, sem ter pra onde ir, voltou para casa ontem a noite, peguei minha cama e dormi na sala, ela nao merece o que eu fiz. Nunca consegui parar para pensar nela, de verdade. Em alguns momentos tinha a lucidez da coisa, por vezes, tentei me afastar de tudo isso, recaía poucos dias depois.

Ao acordar, conversamos sobre isso tudo. Ela entende o meu vício em pornografia, isso jamais seria um problema, e ela estaria ali para me ajudar, pois já desconfiava e por vezes ofereceu ajuda em tons de brincadeira, para tentar fazer com que me abrisse, sem sucesso.

O pior de tudo, é o que aconteceu em relação a outras pessoas, conversas que tive com outras mulheres através de contas falsas. Eu acredito, lendo os relatos, que o vício em pornografia está intrínseco em tudo que fiz, na minha traição em relação a minha namorada. Elá diz que não, são coisas separadas e que eu apenas estou procurando desculpas. E agora? será que estou procurando desculpas? Eu nao sei explicar, entendi o que se aconteceu pelos relatos do pessoal aqui, o qual considera instagram, facebook, snapchat e afins gatilhos para a P. Entendi que fosse assim, mas talvez, o gatilho pode ser inverso? A P. é um gatilho para tentar uma abordagem com sucesso de alguma estranha na internet? Eu não sei, vou precisar de ajuda profissional.

M.V. obrigado pelo link, já está aberto e dei uma rápida leitura na introdução, ontem passei a noite vendo os videos de Gary Wilson e as coisas fazem muito sentido. Vou terminar a leitura assim que possível.

O que mais me machuca, não é o vício em P. em si, mas sim, o que fiz minha namorada passar, estamos há quase 3 anos juntos e venho lidando com isso tudo há pelo menos 2 anos, pois quando nos conhecemos e começamos a namorar, deixei isso tudo de lado, mas, poucos meses depois, tive a recaída e jamais consegui me manter 100% afastado seja da P. ou de tentar qualquer coisa virtual (fora que não lembro alguma vez de sucesso, era apenas doentia, e tenho ciencia que cada vez passei mais de ridiculo para as pessoas com quem tentava algo).


Se essa coisa por tentativas virtuais não é o gatilho para P. ou vice-versa, o que poderia ser isso? estou cogitando a busca de profissionais, terapeutas, que possam me ajudar a explicar. Será esse o caminho?

Mano, na minha opinião não é desculpa. Eu também era assim. Vivia no Tinder e afins. O pior é que às vezes nem tinha interesse real na garota.

Não sei se tem a ver com hormônios, circuito de recompensa ou por puro agrado ao ego, mas flertar e ver que estava conseguindo alguma coisa me dava uma grande sensação de prazer, satisfação...

Quando o assunto é sexo acho que todo contexto se relaciona. Não dá pra separar. Então na minha opinião você não está procurando desculpa. Uma coisa pode levar a outra.

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum