Compartilhe
Ir em baixo
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2341
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 21/5/2018, 22:58
E aí, meu grande amigo!

Há momentos na vida que tudo parece difícil mesmo. E parece que a realidade circundante torna isso mais cruel, pois as exigências diárias são tantas - o que pode nos angustiar terrivelmente.

Mas temos que ir "levando a vida" com paciência e esperança. Não que precisemos criar um ambiente de "Mundo de Pollyanna", no jogo do contente; a manifestão diária de compaixão para com nós mesmos já é de grande ajuda.

Parabéns pelos 24 dias de lutas anteriores e que esses 7 de agora se multipliquem exponencialmente, trazendo a plenitude de vida, a liberdade. Sucesso com seu tratamento terapêutico. Um forte abraço.

_______________________________________
O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Bms-eb11
B.Wayne
B.Wayne
Mensagens : 194
Data de inscrição : 16/02/2018

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 23/5/2018, 22:51
Olá amigo Baggins!

A construção de novos pensamentos e novas atitudes podem levar algum tempo. E as vitórias lentas e pequenas que vc citou são importantes. Acredito que seja melhor uma pequena vitória sólida, do que uma grande vitória instável. Vale mais dar pequenos passos na rocha, do que correr no meio da lama. A questão é continuar caminhando e nunca desistir. Continue firme brother. Tô torcendo por vc! Abração!

Wayne

_______________________________________
Baggins
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 4/6/2018, 11:51
5&4 escreveu:E aí, meu grande amigo!

Há momentos na vida que tudo parece difícil mesmo. E parece que a realidade circundante torna isso mais cruel, pois as exigências diárias são tantas - o que pode nos angustiar terrivelmente.

Mas temos que ir "levando a vida" com paciência e esperança. Não que precisemos criar um ambiente de "Mundo de Pollyanna", no jogo do contente; a manifestão diária de compaixão para com nós mesmos já é de grande ajuda.

Parabéns pelos 24 dias de lutas anteriores e que esses 7 de agora se multipliquem exponencialmente, trazendo a plenitude de vida, a liberdade. Sucesso com seu tratamento terapêutico. Um forte abraço.

Fala grande 5&4!

Muito obrigado pela força irmão. Confesso que durante esse mês de maio havia endurecido meu coração, amargurado demais para achar graça dos diversos aspectos da vida. O curioso é que mesmo assim, não perco meu norte. Neste novo recomeço, estou me reaproximando de Deus como nunca fiz antes. Apesar de sempre frequentar a Igreja, participar da missa aos domingos, ia indiferente, mas ia, com a certeza de que tudo isso era temporário. Até mesmo as palavras mais verdadeiras e reconfortantes me pareciam vazias e sem significado.

Estou entregando tudo isso a Deus, com o abandono de mim mesmo. Não estou me massacrando mais com relação a essa fase profissional/financeira difícil à qual me encontro, estou realmente permitindo a presença d´Ele em minha vida. Mas ainda tenho muito o que caminhar neste aspecto. Será como tudo em meu reboot: lento e gradual.

E, para não perder o costume, aprendi uma coisa nova com você: nunca havia ouvido falar de Pollyanna, que tem até nome de síndrome com essa personagem. Interessante.

Um grande abraço, meu velho!



B.Wayne escreveu:Olá amigo Baggins!

A construção de novos pensamentos e novas atitudes podem levar algum tempo. E as vitórias lentas e pequenas que vc citou são importantes. Acredito que seja melhor uma pequena vitória sólida, do que uma grande vitória instável. Vale mais dar pequenos passos na rocha, do que correr no meio da lama. A questão é continuar caminhando e nunca desistir. Continue firme brother. Tô torcendo por vc! Abração!

Wayne


Ora, ora, olhe quem temos por aqui! Obrigado por sua presença e seu apoio Wayne! Tenho acompanhado seu diário e pode ter certeza que seu relato serve de inspiração para muitos que passam pelas mesmas dificuldades, principalmente na questão da socialização.

Realmente, poder enxergar pequenas vitórias é muito importante para poder consolidá-las. Mas isso não quer dizer que não podemos ser mais rápidos e eficientes no processo!  Wink

Cometi (e ainda cometo) muitos erros que atrasam e muito o processo, coisas que são exaustivamente recomendadas, mas que teimamos em nos enganar ou encontrar uma desculpa de tempos em tempos. Aos poucos vamos esquecendo detalhes importantes entre um reset e outro. Portanto, sempre revise o E-book de vez em quando, leia e releia os diários com os quais você mais se identifica e sempre observe o que você já conquistou.

Um grande abraço, irmão!

_______________________________________
Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
Marco
Marco
Mensagens : 1773
Data de inscrição : 09/01/2017

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 8/6/2018, 07:41
Isso meu amigo. Entre um reset e outro vamos esquecendo detalhes importantes. Mas havendo a força de vontade e fé em Deus tenhamos confiança de que sairemos desse vício.

Torcendo aqui. Sucesso amigo Baggins!

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 263
Data de inscrição : 01/09/2017

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Desculpa amigo

em 18/6/2018, 20:15
Baggins,

Eu vim aqui no diáiro para te agradecer e também para me desculpar. eu surtei, larguei o reboot e me enfiei de novo na pornografia. Em todos esses meses em que estive longe daqui eu acabei vendo mais pornografia.

Cara, eu queria escrever bem mais mas não sei o que dizer. Sou assim, faço amizade e depois sumo. Mas mais uma vez obrigado e me desculpe não ter te dado ideia.

abraço.

_______________________________________
NUNCA ESQUECER:
Dia 18/11/2017:
Recaída após 120 dias limpo e seguido do abandono do fórum.
Dia 26/10/2018: início do segundo Reboot - 70 dias limpo.
Dia 10/01/2019: início do terceiro reboot, seguido de uma séries de tropeços e abandono do fórum
dia 08/07/2019: Dia em que eu voltei pra cá


O Carpinteiro
O Carpinteiro
Mensagens : 136
Data de inscrição : 30/08/2017
Idade : 31

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 31/7/2018, 20:08
Fala, Baggins. Como anda?
Passando pra dar aquela força, que voce me deu quando recaía. Você foi muito importante para mim naqueles momentos.
Espero que esteja bem e volte a dar os grandes passos que você sempre dá!

Um grande Abraço, em oração por ti!

_______________________________________
"Refreia a gula, e facilmente refrearás todo apetite carnal."
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2341
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 1/8/2018, 16:08
Fala, grande Baggins!

Como tá indo essa jornada, my brother? Fica com Deus, um abraço.

_______________________________________
O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Bms-eb11
O Carpinteiro
O Carpinteiro
Mensagens : 136
Data de inscrição : 30/08/2017
Idade : 31

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 9/8/2018, 09:08
Força aí, Baggins! Bora pra mais uma!!!

_______________________________________
"Refreia a gula, e facilmente refrearás todo apetite carnal."
O Carpinteiro
O Carpinteiro
Mensagens : 136
Data de inscrição : 30/08/2017
Idade : 31

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 14/8/2018, 12:47
Como anda, irmão!? Espero que esteja rebootando ainda, e não tenha desistido. Torço muito para você sair dessa. Que nossa senhora esteja sempre te levando ao caminho de seu Filho.

_______________________________________
"Refreia a gula, e facilmente refrearás todo apetite carnal."
Marco
Marco
Mensagens : 1773
Data de inscrição : 09/01/2017

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 14/8/2018, 17:37
Apareça amigo. Como estás?

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

O Carpinteiro
O Carpinteiro
Mensagens : 136
Data de inscrição : 30/08/2017
Idade : 31

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 21/8/2018, 11:16
Baggins, apareça irmão!

_______________________________________
"Refreia a gula, e facilmente refrearás todo apetite carnal."
O Carpinteiro
O Carpinteiro
Mensagens : 136
Data de inscrição : 30/08/2017
Idade : 31

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 31/8/2018, 12:44
Bora baggins!!! Vamos nessa!!!!

_______________________________________
"Refreia a gula, e facilmente refrearás todo apetite carnal."
Charles Dow
Charles Dow
Mensagens : 61
Data de inscrição : 27/10/2017
Idade : 37

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 29/10/2018, 05:23
Fala Baggins!

Quando você voltar ao fórum, lembre-se de não ser dominado que nem o Golum pelo anel!
Precioso é sua vida!
Estou de volta ao fórum e espero que você também volte logo.
Vamos dominar esta porra deste vício!

_______________________________________


O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 4-acoes-para-aquecer-as-vendas-de-acai-710x300

http://www.comoparar.com/t6098-teoria-de-dow
Urso Polar
Urso Polar
Mensagens : 263
Data de inscrição : 01/09/2017

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 11/12/2018, 09:25
Baggins, no seu contator está escrito que você está sumido por restrição de internet. Mas quando você voltar, espero que com mais força do que nunca, veja essa mensagem e saiba que eu apoio sua luta cara. Eu surtei esse ano de 2018. Mas espero permanecer firme em 2019 e diante. Um grande abraço. Estou na torcida por você. Sucesso amigo, tamo junto.

_______________________________________
NUNCA ESQUECER:
Dia 18/11/2017:
Recaída após 120 dias limpo e seguido do abandono do fórum.
Dia 26/10/2018: início do segundo Reboot - 70 dias limpo.
Dia 10/01/2019: início do terceiro reboot, seguido de uma séries de tropeços e abandono do fórum
dia 08/07/2019: Dia em que eu voltei pra cá


Baggins
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 3/1/2019, 11:38
Saudações nobres rebooters!

Puxa, realmente estava com saudades de escrever isto... E então, meus caros? Prontos para um 2019 de novos desafios?

Se 2018 não me deixou saudades, certamente me rendeu excelentes aprendizados. Descobri muita coisa sobre mim mesmo desde minha última postagem e espero trazer mais um pouco de minha experiência acumulada até agora.

Mas primeiramente devo desculpas à equipe de moderação, principalmente ao meu amigo 5&4, que me indicou a uma atividade importante e que infelizmente não pude dar continuidade. Tive que tomar medidas extremas para meu próprio bem e não pude estar presente neste fórum, não apenas pelas restrições de internet às quais me submeti, mas por perceber, através de terapia, que não estava em meu estado normal, estava doente de alguma forma e que intuitivamente sabia que ficar postando aqui no fórum estava me deixando pior.

Mas vocês devem estar se perguntando: como assim, Baggins? Você sempre disse que ter um diário aqui era muito importante para o reboot, coisa e tal...

Bem, eu continuo afirmando isso. Ter um diário, compartilhar experiências e acompanhar outros diários é fundamental para entender como lidar com o problema, além de ler o e-book e outras ações. Mas descobri que cortando os estímulos da P e de outros hábitos nocivos, meu cérebro acabou convertendo o fórum na sua mais nova obsessão.

Mesmo que racionalmente eu soubesse que era humanamente impossível, ficava ansioso e queria ajudar quando via qualquer post ou notificação, quando via alguém desacreditando o método por não ter lido o conteúdo do e-book com atenção ou mesmo quando alguém sugeria atalhos que obviamente não dariam certo. Sinais claros de um estado patológico. Mas isso é assunto para outro post.

Agradeço o apoio dessa galera , entre os quais o 5&4, Urso Polar, O Carpinteiro (não lembrei de você a princípio porque trocou o nick) e todos que visitaram e se preocuparam comigo, mesmo não se manifestando.

Vale ressaltar que meu ritmo aqui será lento, poucos posts e pouca participação em outros diários, justamente por esse fato que acabo de descrever. Mas certamente terei bastante coisa para relatar, então vocês me verão aqui, podem ter certeza! Wink

Um grande abraço a todos!

_______________________________________
Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2341
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 4/1/2019, 18:07
Oi, Baggins!

É um prazer "revê-lo" novamente!

E não tem o que pedir desculpas, meu amigo! Todos aqui ajudam como podem e você, necessariamente, não precisa ser um moderador para ajudar o seu próximo.

De início, o nosso foco deve ser ajudar a nós mesmos. Encontrarmo-nos, situarmo-nos dentro desse desafio, para que a partir daí seja possível quebrar sofismas ou até mesmo paradigmas impostos, sugestionados pelo vício em PMO. Feito isso, o resto acontece em resposta a nossa intenção e ação.

É muito bom saber que continua na batalha! Acredito que a terapia tem sido e será uma grande aliada em sua caminhada. 

Sinta-se livre para nos presentear, a qualquer momento, com sua presença e reflexões tão relevantes. Cuide-se bem!

Um forte abraço.

_______________________________________
O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Bms-eb11
Baggins
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Pequena retrospectiva de 2018

em 8/1/2019, 10:21
Saudações nobres rebooters!

Depois dessas novas boas vindas do 5&4, fiquei tranquilo em saber que não fui "demitido" por abandono do emprego! Laughing

Quem acompanhou meu diário viu que fiquei um tempo sem postar nada, mas através de meu contador eu explicava que estava com restrições de internet, informando a data de atualização. Fiz isso no intuito de não sumir completamente, de mandar um recado, mesmo que resumidamente, que tinha feito uma decisão mais radical quanto a bloqueadores.

E o motivo para isso foi muito simples: como 2018 foi pra mim um dos anos mais difíceis para mim, de tempos em tempos eu começava a navegar a esmo na internet por pouco tempo e, mesmo com o K9 bem configurado, com o safe search forçado, começava a "inocentemente" procurar brechas através de motores de busca.

Aí ficava naquele looping: descoberta de brecha/reset/correção da falha logo após o reset. Isso me rendia bons períodos de dias, uma média de uns 25 dias entre um reset e outro e não "metia o pé na jaca", corrigindo a falha logo em seguida, sempre pensando "agora realmente não tem como falhar, fechei o cerco".

Só que, devido ao meu estado psicológico nada favorável, acabei por ignorar uma das dicas importantes do e-book: respeitar os bloqueadores. Antes tinha sempre em mente que o bloqueador estava lá para me trazer novamente ao meu estado racional e quando aparecia um tela de bloqueio, o "transe" acabava.

Mas depois de todas essas tentativas, com um princípio de depressão às costas, eu não estava dando a mínima pra isso e caia então no erro que também está lá no e-book: colocar toda a responsabilidade nos bloqueadores. E o Gollun interior já começava a dar os seus pitacos:

Twisted Evil Caro bloqueador, você está aqui para me impedir de acessar P. Se eu conseguir, infelizmente não é culpa minha.

Não podia continuar assim. Mesmo reduzindo o número de resets de 48 em 2017 para 30 em 2018, o meu objetivo de erradicar o vício ainda não foi alcançado. E foi pegando pesado no bloqueio, que descobri coisas interessantes. Mas não apressemos as coisas, falarei primeiro da minha configuração atual dos bloqueadores. Assunto do próximo post.

_______________________________________
Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
Baggins
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Bloqueadores

em 8/1/2019, 11:15
Bom, meus nobres, realmente havia cansado de resultados insatisfatórios em meu reboot. Se meu quadro não estava nada bom, esse vício só iria me levar novamente ao fundo do poço. Não queria perder todo o lento progresso que tive. E então tive que tomar minhas decisões:

_CELULAR: depois que o Qustodio se desativou sozinho em certa ocasião (não me pergunte como, realmente não sei) e não usava mais o Spin Browser porque os dois aplicativos "não se entendiam", me veio o pensamento amargo de ter que usar um celular simples, porque toda hora iria acontecer alguma atualização de app ou alguma outra coisa que não entendo que colocaria tudo a perder quando mais precisasse.

Depois de algum tempo procurando na net algum celular que fosse mais satisfatório, percebia que eram modelos de smartphone antigos, que já não rodavam mais nada... Mas depois de muito pensar, percebi que já tinha a solução nas mãos. Para que comprar um celular mais simples se eu poderia deixar o meu assim?

Acabei deixando apenas o Applock e não tenho mais bloqueadores no celular, simplesmente por que não há o que bloquear. Não tenho acesso a nenhum navegador, pesquisa do Google, pesquisa por voz, Youtube, Playstore ou configurações do celular. Nunca tive apps de redes sociais. Meus aplicativos atualizam automaticamente, assim não preciso acessar a Playstore. Se precisar acessar alguma configuração ou baixar um app, peço à minha guardiã do Applock (minha esposa Wink ) e faço na frente dela.

Acabei descobrindo que aplicativos do celular são muito melhores que um navegador pela questão do foco: ele só faz o que está destinado a fazer. Quer acessar banco? App do banco. E-mail? App de e-mail e assim por diante. Restrições pesadas, não? Podem até ser, mas já tenho alguns meses nessa configuração e confesso que toda essa parafernália digital não me fez muita falta.

_TABLET: a mesma coisa que o celular. É agora um leitor de PDFs para ser mais exato. O que melhorou meu foco, pois comprei-o justamente com esse intuito.

_COMPUTADORES:Há dois aqui em casa um PC e um notebook. Em ambos, meu perfil é de usuário, não de administrador. Como o notebook é mais antigo e com alguns bugs no sistema operacional, o K9 fica errático, portanto não tenho mais acesso ao notebook.

No PC, bloqueei até mesmo os mecanismos de busca, sem exceção. Não tenho nem mesmo o Google. Parece um pesadelo, não? A princípio pensei que sim, mas com tantas restrições, eu passei a canalizar a engenhosidade que usava para burlar bloqueadores para descobrir meios de acesso à informação realmente importante. Dá muito mais trabalho achar um site e às vezes tenho que memorizar ou anotar determinado site para poder acessá-lo.

Percebi desta forma o quanto somos dependentes da tecnologia. E constatei que ela não é tão essencial como pensava. Nunca li tantos livros como em 2018. Comecei a fazer mais coisas que só ficavam no papel Se deixarmos, toda essa conectividade acaba sendo uma prisão muito semelhante ao vício que combatemos aqui.

E é isso. Façam tudo o que estiver ao alcance para erradicar o vício. Às vezes pensamos que estamos perdendo muito coisa, que o esforço é grande demais para algo incerto. Mas não é bem assim, ganhamos muitas coisas em troca. É uma escolha.

Até o próximo post! Grande abraço a todos!

_______________________________________
Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
Anthrax
Anthrax
Mensagens : 232
Data de inscrição : 20/12/2017

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 9/1/2019, 08:36
Baggins escreveu:
Bom, meus nobres, realmente havia cansado de resultados insatisfatórios em meu reboot. Se meu quadro não estava nada bom, esse vício só iria me levar novamente ao fundo do poço. Não queria perder todo o lento progresso que tive. E então tive que tomar minhas decisões:

_CELULAR: depois que o Qustodio se desativou sozinho em certa ocasião (não me pergunte como, realmente não sei) e não usava mais o Spin Browser porque os dois aplicativos "não se entendiam", me veio o pensamento amargo de ter que usar um celular simples, porque toda hora iria acontecer alguma atualização de app ou alguma outra coisa que não entendo que colocaria tudo a perder quando mais precisasse.

Depois de algum tempo procurando na net algum celular que fosse mais satisfatório, percebia que eram modelos de smartphone antigos, que já não rodavam mais nada... Mas depois de muito pensar, percebi que já tinha a solução nas mãos. Para que comprar um celular mais simples se eu poderia deixar o meu assim?

Acabei deixando apenas o Applock e não tenho mais bloqueadores no celular, simplesmente por que não há o que bloquear. Não tenho acesso a nenhum navegador, pesquisa do Google, pesquisa por voz, Youtube, Playstore ou configurações do celular. Nunca tive apps de redes sociais. Meus aplicativos atualizam automaticamente, assim não preciso acessar a Playstore. Se precisar acessar alguma configuração ou baixar um app, peço à minha guardiã do Applock (minha esposa Wink ) e faço na frente dela.

Acabei descobrindo que aplicativos do celular são muito melhores que um navegador pela questão do foco: ele só faz o que está destinado a fazer. Quer acessar banco? App do banco. E-mail? App de e-mail e assim por diante. Restrições pesadas, não? Podem até ser, mas já tenho alguns meses nessa configuração e confesso que toda essa parafernália digital não me fez muita falta.

_TABLET: a mesma coisa que o celular. É agora um leitor de PDFs para ser mais exato. O que melhorou meu foco, pois comprei-o justamente com esse intuito.

_COMPUTADORES:Há dois aqui em casa um PC e um notebook. Em ambos, meu perfil é de usuário, não de administrador. Como o notebook é mais antigo e com alguns bugs no sistema operacional, o K9 fica errático, portanto não tenho mais acesso ao notebook.

No PC, bloqueei até mesmo os mecanismos de busca, sem exceção. Não tenho nem mesmo o Google. Parece um pesadelo, não? A princípio pensei que sim, mas com tantas restrições, eu passei a canalizar a engenhosidade que usava para burlar bloqueadores para descobrir meios de acesso à informação realmente importante. Dá muito mais trabalho achar um site e às vezes tenho que memorizar ou anotar determinado site para poder acessá-lo.

Percebi desta forma o quanto somos dependentes da tecnologia. E constatei que ela não é tão essencial como pensava. Nunca li tantos livros como em 2018. Comecei a fazer mais coisas que só ficavam no papel  Se deixarmos, toda essa conectividade acaba sendo uma prisão muito semelhante ao vício que combatemos aqui.

E é isso. Façam tudo o que estiver ao alcance para erradicar o vício. Às vezes pensamos que estamos perdendo muito coisa, que o esforço é grande demais para algo incerto. Mas não é bem assim, ganhamos muitas coisas em troca. É uma escolha.

Até o próximo post! Grande abraço a todos!

Olá meu nobre amigo!
Tudo o que você descreveu praticamente eu também faço desde que me dei conta que ações mais simples estavam deixando a desejar. Meu celular tem um navegador porém é o gamebrowser que bloqueia qualquer tipo de pornografia. E também tenho o Applock que é ótimo e segui todos os passos recomendados aqui no site bloqueando a playstore e demais aplicativos nocivos. Tenho acesso a vários computadores, e no meu notebook pessoal instalei o K9, mas ele tem falhas ainda e então instalei o Blok free, que de free não tem nada rsrssr. Comprei-o com configurações avançadas e e configurei o mesmo para que acessar o mais simples site seja algo penoso e impossível na verdade, tanto que não há como usar internet no meu notebook e olhe que havia comprado o mesmo fazia poucos meses e praticamente só o estou utilizando para estudar mesmo, absolutamente nada de internet.

E digo uma coisa não sinto a menor falta! É uma desintoxicação digital mesmo. O vício PMO nos leva também a outros também nocivos!
Mas com método, inteligência e perseverança conseguimos sim vencer esses obstáculos e digo mais vencer a si mesmos, o nosso maior desafio!
Abraço e sucesso na sua empreitada! Deus o abençoe!

_______________________________________
“Ninguém pode voltar atrás e fazer um novo começo. Mas qualquer um pode recomeçar e fazer um novo fim.” Chico Xavier

Vimes
Vimes
Mensagens : 674
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 42
Localização : São Paulo

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 11/1/2019, 00:30
Fala Baggins, no sossego?

No fim é isso mesmo, cortar de vez costuma ser o melhor remédio. No fim, a gente descobre que acaba não sentindo tanta falta assim do que parou de usar, e a nossa vida acaba ficando com mais tempo livre.

Mas não desanima mano, os resultados podem não serem os melhores, mas 30 recaídas em um ano significam 335 outros dias em que você segurou a onda.

Não tá perfeito, mas também não foi um completo desastre, não é mesmo? Smile

Força e foco mano! Um abração!

_______________________________________
Know, of course, your enemy. But in knowing him do not forget above all to know yourself. The commander who embraces this totality of battle shall win, even with the inferior force.

http://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes
Baggins
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 11/1/2019, 14:56
anthrax escreveu:Olá meu nobre amigo!
Tudo o que você descreveu praticamente eu também faço desde que me dei conta que ações mais simples estavam deixando a desejar. Meu celular tem um navegador porém é o gamebrowser que bloqueia qualquer tipo de pornografia. E também tenho o Applock que é ótimo e segui todos os passos recomendados aqui no site bloqueando a playstore e demais aplicativos nocivos. Tenho acesso a vários computadores, e no meu notebook pessoal instalei o K9, mas ele tem falhas ainda e então instalei o Blok free, que de free não tem nada rsrssr. Comprei-o com configurações avançadas e e configurei o mesmo para que acessar o mais simples site seja algo penoso e impossível na verdade, tanto que não há como usar internet no meu notebook e olhe que havia comprado o mesmo fazia poucos meses e praticamente só o estou utilizando para estudar mesmo, absolutamente nada de internet.

E digo uma coisa não sinto a menor falta! É uma desintoxicação digital mesmo. O vício PMO nos leva também a outros também nocivos!
Mas com método, inteligência e perseverança conseguimos sim vencer esses obstáculos e digo mais vencer a si mesmos, o nosso maior desafio!
Abraço e sucesso na sua empreitada! Deus o abençoe!

Fala anthrax!

É isso mesmo, métodos um pouco diferentes, mas iguais em sua essência: tolerância zero pra essa praga! Também desejo força e sucesso na sua jornada irmão! Que Deus abençoe você também! Abraço!


Vimes escreveu:Fala Baggins, no sossego?

No fim é isso mesmo, cortar de vez costuma ser o melhor remédio. No fim, a gente descobre que acaba não sentindo tanta falta assim do que parou de usar, e a nossa vida acaba ficando com mais tempo livre.

Mas não desanima mano, os resultados podem não serem os melhores, mas 30 recaídas em um ano significam 335 outros dias em que você segurou a onda.

Não tá perfeito, mas também não foi um completo desastre, não é mesmo? Smile

Força e foco mano! Um abração!

Grande Vimes! Há quanto tempo, brother!

Aos pouquinhos estou me atualizando das novidades dos diários que eu acompanho, já vi uns posts mais recentes seus e comento lá depois.

E que papo é esse de desanimar? Concordo 100% contigo. Eu realmente reduzi drasticamente desde que comecei o reboot e reduzi ainda mais neste último ano, algo que era praticamente diário. Mas o que está bom ainda pode ser melhorado! Já me sinto outro! Very Happy

Um grande abraço!

_______________________________________
Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
Baggins
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 26/1/2019, 12:29
Saudações caros rebooters!

Chegando hoje aos 50% do reboot, os 45 dias do 1º tempo.

E tenho que dizer que não me sentia tão bem assim há um bom tempo...

Meu casamento vai de vento em popa. Me emociona dizer que tenho um casamento feliz. A dor de eventos passados só serviram para fortificar ainda mais nossa união.

Como já havia relatado, apesar de ter apenas 45 dias no contador, os resets ao longo da caminhada se tornaram cada vez mais espaçados e de forma pontual, sem aqueles resets desregrados, com sessões de horas ou dias.

No entanto, gostaria de destacar, para que alguns não cheguem a conclusões equivocadas, que não estou afirmando que fui diminuindo aos poucos, até chegar a este estado. Não. Meu objetivo aqui sempre foi PARAR DEFINITIVAMENTE e se consegui alguns resultados é porque sempre tenho esse objetivo em mente. Apesar da P ter mecanismo semelhante a outros vícios, isso de diminuir propositalmente aos poucos não funciona.

Obviamente, não fiquei parado nesse tempo de pausa do fórum, tive que ampliar as ações para poder sair do lugar:

_ Exercícios físicos: volto a bater na mesma tecla porque eu mesmo subestimava ou não acreditava muito na eficácia de algo tão simples e que "não atacava diretamente o problema", como um bloqueador, por exemplo. Ledo engano meu. Já tenho mais de um ano fazendo hidroginástica e pedalando sempre que posso, sempre intensificando um pouquinho mais ao longo do tempo. Tenho feito natação em praia também.

_ Terapia: desde setembro de 2018 (eu acho), estou com o acompanhamento de uma psicóloga. Gostei dela porque quando falei sobre o vício, ela já tinha experiência com compulsões. Apesar do vício em PMO ser uma novidade para ela, ela falou muito bem sobre o assunto, traçando paralelos com outros vícios e trabalhou inicialmente com isso. Obviamente ela começou a investigar a origem desse comportamento e fui percebendo que várias coisas menores, pequenos detalhes, não aceitação do modo de ser de pessoas que me cercam, tudo isso acaba se tornando "bagagem desnecessária", "peso excessivo", o que me fazia buscar um alívio, mesmo que destrutivo. Estou trabalhando nesses pontos agora e a terapia tem ajudado um bocado.

_ Medicação: mesmo com a terapia, a sensação de angústia não passava. A angústia frequentemente se tornava desolação, tudo perdia a graça e um pensamento acabava dominando: "Pra que se esforçar, lutar? Qual o sentido disso? Nada está valendo a pena." E era estranho, porque racionalmente, sabia que não era verdade. Não consegui me sentir revigorado nem quando eu e minha mulher passamos uma semana em uma casa de praia e que por sinal foi maravilhoso. Não era normal aquilo. Eu entrara em um estado patológico. Minha psicóloga sugeriu que eu deveria fazer coisas complementares, como acupuntura ou meditação antes de tentar os remédios. Mas se eu demorasse mais tempo, eu certamente entraria num caminho cada vez mais difícil de sair.

Acabei indo numa psiquiatra, que me diagnosticou com angústia, anedonia e alguma outra coisa que não lembro agora.Como já havia presenciado a eficácia de antidepressivos no caso de minha esposa, que sofreu com depressão severa e ansiedade, consegui levar o tratamento numa boa. nos primeiros 07 ou 10 dias, as coisas conseguiram piorar um pouco, mas já estava ciente de que isso poderia ocorrer. Funcionou e a medicação me ajudou a sair dessa "névoa".

_ Fazer coisas novas: como a loja de minha família acabou finalmente fechando e alugamos o imóvel, estou ficando muito tempo em casa. Então optei por aumentar minha contribuição para as tarefas domésticas. Pequenos reparos, passar roupa e o mais bacana: cozinhar. Sempre tive vontade e ao mesmo tempo achava que não iria conseguir. Não sei porque achava tão complicado. Obviamente meu menu está restrito a dois ou três pratos, mas a patroa aprovou os upgrades. Laughing

Religião: pra quem não acompanha, sou católico e por causa desse vício nefasto, eu não me confessava há mais de 03 anos. Ainda não conhecia o método como parar, portanto da última vez que me confessei, eu já sabia que  havia algo errado comigo, mas a PMO era algo que realmente queria parar e já confessara essa mesma falha antes e prometi mais uma vez nessa ocasião que conseguiria parar.

Como vocês bem sabem, combater o vício só na força de vontade e sem estratégias não dá resultado. Acabei ficando triste e envergonhado na época, culpado de ter quebrado mais uma promessa com Deus, me senti fraco demais para a demanda que eu mesmo criara.

Em consequência disso, apesar de ir à Missa todo domingo, acabei ficando de fora da Eucaristia, que é o cerne da fé católica, por esses longos 03 anos. Felizmente, quando li o e-book pela primeira vez, fiquei muito aliviado e aprendi que esse sentimento de culpa não ajudava em nada. Mas mesmo assim, meu sentimento em relação a Deus no que se refere a se reaproximar Dele continuava. E agora, me sentindo muito melhor, fiz questão de passar o Natal de 2018 de forma plena. Me confessei e comunguei e o sentimento de paz e felicidade nem consigo descrever.

E é isso senhores. O reboot é o importantíssimo primeiro passo. Foquem nas estratégias, nas leituras do e-book, no entendimento do problema e não meçam esforços para se livrar disso. Porque vale muito a pena!

Um grande abraço a todos

_______________________________________
Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
Baggins
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Armadilhas de dopamina: cometários

em 4/2/2019, 12:38
Saudações rebooters de plantão!

Queria compartilhar com vocês um excelente texto que me ajudou muito a enxergar que o reboot não é o objetivo final, mas uma importante e necessária ferramenta para que possamos ir cada vez mais longe e alcançarmos a excelência em nossas vidas.

O texto fala sobre as chamadas armadilhas de dopamina, onde a pornografia merecidamente ganha o primeiro lugar da lista. Já cheguei a conclusões semelhantes lendo muitos relatos aqui e por vezes comentando com outros rebooters  sobre como jogos eletrônicos, redes sociais ou comidas gordurosas podem prejudicar o reboot de alguma forma. Só que este texto explica de forma sistemática, simples e direta quais as possíveis consequências da hiperestimulação presentes em nosso tempo, sendo a pornografia a mais grave delas.

Colocarei o link do texto abaixo, mas infelizmente ele se encontra atualmente fora do ar. A boa notícia é que eu havia salvado o texto em um documento do word, mas só o texto mesmo, o que me impossibilita de saber atualmente quem é o autor. Se alguém souber e puder ajudar, é só dizer que eu edito este texto.

O link é

https://termosreais.com/2017/08/23/5-armadilhas-de-dopamina-que-destroem/

No próximo post segue o texto.

_______________________________________
Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
Baggins
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty 5 Armadilhas de Dopamina que Destroem Qualquer Homem

em 4/2/2019, 12:59
Segue o referido texto:

A dopamina é o neurotransmissor responsável pela recompensa e prazer. Ela é liberada após realizar atividades que proporcionam uma recompensa. Assim o cérebro aumenta o desejo para realizar tal atividade, criando um loop em busca do prazer.

Em tempos não muito distantes, descargas de dopamina eram liberadas somente em certos eventos: sexo, caças bem sucedidas, vitórias em guerras, etc. Ela era liberada naturalmente em resposta a atividades de gratificação. Hoje não mais.

As tecnologias proporcionaram acesso a picos maciços por longos períodos de tempo. E é exatamente aí que mora o perigo. A superabundância de dopamina no cérebro é excitante no curto prazo, mas leva a quadros de depressão e desmotivação no longo prazo.

Isso ocorre porque os receptores de dopamina se tornam dessensibilizados por conta do excesso. Portanto o cérebro vai precisar de mais e mais dopamina apenas para se sentir normal. Este é o mecanismo da dependência.

O acesso imediato aos picos de dopamina é horrível para a ambição. Quando somos capazes de uma recompensa neuroquímica na ponta dos dedos, acabamos nos recompensando por fazer nada. Este ciclo vicioso de sentir recompensa por nada é desastroso em nossa capacidade de fazer qualquer tipo de planos, estratégias, projetos, trabalhos e atividades.

A solução é progressivamente eliminar os super estímulos neurológicos que liberam níveis excessivamente elevados de dopamina. Esses estímulos são propensos de abuso devido a sua extrema facilidade de acesso. Vamos a eles:

1. Pornô

Quando se trata da fonte mais comum de gratificação instantânea, a pornografia é imbatível. Ao contrário de certos alimentos ou drogas, simplesmente não há um limite para o quanto pode consumir por dia. Isso, em conjunto com o fato de que há infinitas possibilidades para novos e novos estímulos – sob a forma de gêneros extremos e fetiches – torna a pornografia uma arma.

Não é incomum que muitos degenerem progressivamente em formas mais extremas de pornografia para provocar uma resposta maior à dopamina, apenas para ter a sensação de prazer que sentiram a primeira vez que assistiram.

A superabundância de dopamina nestes casos também tem repercussões físicas, como por exemplo a disfunção erétil induzida por pornografia. A dopamina desempenha o papel de sinalizar ao  hipotálamo para enviar um impulso nervoso pela medula espinhal em direção à genitália, a fim de alcançar a excitação física. Quando os receptores de dopamina não se tornam suficientemente estimulados, ele terá problemas para manter uma ereção.

2. Mídias Sociais

As mídias sociais são as campeãs das distrações. O problema é que ele treina o usuário a precisar de pequenas e intermitentes doses de  dopamina várias vezes ao dia. Estamos constantemente verificando o WhatsApp, esperando likes no Instagram,  ou esperando uma resposta de um match no Tinder, apenas para obter essa pequena onda de dopamina. A capacidade de se concentrar em tarefas diminui exponencialmente devido a esse constante comportamento de busca de validação.

Não só as mídias sociais são um prejudicial que abusa do nosso sistema de recompensas, mas também tende a fazer com que você se sinta inferior. As pessoas que você segue apenas publicam os momentos mais emocionantes que experimentam, fazendo com que suas vidas pareçam mais emocionantes do que realmente são. Muitos de nós esquecemos isso e ficamos presos na comparação de nossas próprias vidas com as que vemos nas mídias sociais.

3. Games, Netflix e TV

Explosões, tramas, violência, paixões. Todas desencadeiam picos de dopamina – táticas para manter você entretido e colado no seu lugar por horas. A maioria dos videogames mantém você ocupado da mesma maneira, mas tem uma agravante: o sistema de recompensas. Ao dar ao cérebro do jogador a ilusão de trabalhar arduamente para melhorar para um certo nível, o usuário voltará todos os dias para se conectar por várias horas visando evoluir no game.

4) Açúcar

Comer açúcar faz com que grandes quantidades de dopamina sejam liberadas. A frutose encontrada no açúcar ultrapassa nossos mecanismos normais de saciedade, promovendo a resistência a um hormônio liberado por nossas células de gordura chamada leptina.

A leptina trabalha para alcançar a homeostase (equilíbrio) na quantidade de gordura que nossos corpos carregam. Quanto maiores são nossas células de gordura, mais leptina é segregada, sinalizando para o cérebro comer menos comida. Ao tornar o cérebro temporariamente resistente à leptina, a fructose incentiva o armazenamento de gordura.

5) Teorização Excessiva

Você vai ficar surpreso ao ler isso! Mas muitos de nós temos paixão pela auto-aperfeiçoamento. O que não percebemos é que a leitura de posts de blogs e mais blogs, livros após livros, é um comportamento de busca de dopamina. Preencher a cabeça com a teoria – novos truques e insights – sem tomar as medidas adequadas para implementá-los é a masturbação mental em sua forma mais pura.

Para a maioria das pessoas, a leitura contínua deste material é uma espécie de auto-ajuda, uma forma para o cérebro obter um golpe de dopamina, enquanto fica um falso sentimento de sucesso e realização. Acompanhe todas as ações que você faz diariamente, que realmente o aproximam de alcançar seus objetivos. Evite cair na armadilha de mascarar seu medo de agir com a saturação da leitura de teorias.

Conclusão

É preciso uma mente forte e consciente dos perigos do ciclo vicioso do abuso de dopamina que existe no nosso mundo moderno. O homem comum procura viver com conforto, bombeando cegamente seu cérebro com dopamina diariamente, desde o momento em que ele acorda até o momento em que ele volta para a cama.

a) Ele abusa de pornografia, se auto sabotando em seu próprio interesse por mulheres reais e consequentemente sofrerá com efeitos colaterais – como disfunção erétil – que cria um loop negativo para consumir mais e mais pornô.

b) Ele coloca sua confiança nas mãos de terceiros, dependendo de validação externa através das mídias sociais. Isto invariavelmente tira o foco dos principais objetivos, ocasionando em resultados medíocres, o que cria um loop negativo de maior necessidade de validação externa.

c) Ele se entope de fast foods e lanches açucarados, levando lentamente suas células ao esgotamento, tornando o cérebro resistente à leptina, criando um loop negativo de armazenamento de gordura.

d) Ele senta por horas na frente da TV, Netflix ou jogando videogames para relaxar do seu “dia duro”. Outra variação é quando lê diversas teorias sobre como ser melhor, mas não coloca absolutamente nada em prática, em uma contemplação da incapacidade de reunir um pingo de disciplina para escapar do inferno que ele chama de vida, criando um loop negativo para consumir mais TV, NetFlix, games e auto-ajuda.

Para progredir lentamente na solução destes problemas, cabe destacar que após uma fase de retirada dos estímulos acima, os receptores de dopamina do cérebro voltam a ser sensíveis aos efeitos da dopamina. Você verá tipicamente sua clareza mental e foco melhorar primeiro, seguido por uma maior disposição para realizar atividades produtivas. Em torno de uma semana, você notará uma melhoria acentuada no humor, confiança e uma grande redução na ansiedade.


E foi a partir deste texto que acabei descobrindo que, em maior ou menos grau, meu comportamento se enquadrava em todos os itens dessa lista e não apenas no número 1. Mas a experiência com o reboot me proporcionou muitas armas para saber lidar com outros tipos de estímulos em excesso, pois, afinal de contas, todos tem o mesmo mecanismo. Wink

Espero que o texto ajude de alguma forma.

Um grande abraço a todos!

_______________________________________
Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
A VONTADE DE MUDAR
A VONTADE DE MUDAR
Mensagens : 364
Data de inscrição : 27/11/2017
Idade : 32
Localização : SÃO PAULO

O Livro Vermelho de Baggins - Página 9 Empty Re: O Livro Vermelho de Baggins

em 6/2/2019, 08:38
Bom dia, Baggins.

Amigo, que texto é esse. Disse muita coisa com propriedade, ele é bem elucidativo. Temos de mudar como um todo, para sermos pessoas melhores.
Valeu por compartilhar conosco, siga firme no propósito.

_______________________________________
Em busca da VIDA PLENA LIVRE DA PMO E CIÚMES, seguirei os dez pilares:

1 - Acordar as 5 horas da manhã;
2 - Ler todos os dias;
3 - Alimentar-se de forma saudável;
4 - Tomar banhos gelados;
5 - Praticar exercícios físicos diários;
6 - Meditar todos os dias;
7- Tratar todas as pessoas com carinho e atenção;
8 - Organizar a casa e as finanças
9 - Trabalhar com dedicação;
10 - Não procrastinar;


(X) Meta de vida - Nunca mais ter contato com a PMO e o CIÚMES.

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum