Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1501
Data de inscrição : 01/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 24/1/2018, 23:13
Broda escreveu:
Décimo Segundo, Décimo Terceiro, Décimo Quarto


Falaaa Bros!

Resumão sobre esses dias: de anteontem para ontem dormi durante 14h seguidas e ainda senti que poderia dormir mais. Acordei relativamente cansado, mas o dia seguiu tranquilão.

De ontem para hoje dormi uma quantidade relativamente boa de horas também, mas continuou sendo insuficiente. Não consegui render muito na academia, preciso dormir ainda mais para compensar aquela sequência de dias que eu praticamente não dormi.

Uma coisa interessante que estou notando é que aparentemente eu estava certo quanto à minha teoria inicial, pelo menos até agora ela vem se mostrando verdade.

Mais recentemente, cheguei à conclusão de que o mais importante no reboot era a continuidade, ou seja, estar sempre recuperando o cérebro e não permitir longas e foderosas recaídas, porque o que te permitiria ir mais longe seria justamente os dias acumulados antes da última queda.

Pois bem, estou notando isso claramente comigo. Primeiro que consegui atingir minha última marca com muito mais tranquilidade e estabilidade, ou seja, na minha última tentativa que tinha tentado fazer os oito dias, ao chegar no sétimo dia eu já estava meio que no ponto de queda.

Daí agora, nesse reboot, cheguei ao 7º dia bem mais tranquilo e passei de boas. O mais interessante é que, aparentemente, ou eu me tornei mais resistente ou as tentações se tornaram mais fracas. Não sei dizer bem ainda, mas minha resistência a gatilhos está infinitamente maior, pois coisas que obviamente iriam me derrubar antes não me derrubaram agora e eu não mudei nada quanto ao método de segurar a vontade, simplesmente continuo fazendo a mesma coisa de antes, só que parece que agora estou mais estável e os gatilhos não me afetam tanto quanto antes.

Tudo isso, muito provavelmente, porque meu cérebro está mais recuperado do que estava na outra tentativa, de tal forma que agora para me derrubar é preciso uma coisa ainda mais tentadora. Notem, eu fiquei mais forte NATURALMENTE, sem ter que mudar nada, simplesmente dando continuidade ao meu outro reboot.

Enfim, passei alguns apertozinhos durante o dia, mas nada comparado com o que eu sentia antes. Estou sentindo uma sensação parecida com a que eu sentia quando completei o reboot, a estabilidade está, aos poucos, tomando conta.

É claro, pode ser que após eu ter falado tudo isso eu recaia amanhã, mas isso não muda o que já aconteceu e o que está acontecendo. Estou me sentindo muito bem.

Com o tempo, o reboot fica mais fácil quando temos autocontrole, disciplina e bloqueadores funcionando.

A compulsão diminui e deixa o reboot mais tranquilo.

_______________________________________
"Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, inventa desculpa". Toguro

Ninguém vai bater mais forte do que a vida. Não importa como você bate e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando; o quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha. Rocky Balboa

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 25/1/2018, 01:12
Baggins escreveu:
E aí Bro? Bom receber boas notícias suas.

O que mais tenho a dizer? Tudo que você relatou agora procede. Eu tenho sentido a mesma coisa.


Spoiler:
Broda escreveu:Mais recentemente, cheguei à conclusão de que o mais importante no reboot era a continuidade, ou seja, estar sempre recuperando o cérebro e não permitir longas e foderosas recaídas, porque o que te permitiria ir mais longe seria justamente os dias acumulados antes da última queda.

Justamente Bro. Eu passei por isso também. Antes de de participar do fórum, me levantava muito devagar, depois de "enfiar o pé na jaca". Tinha resultados mais modestos, mas os caminhos neurais do vício se reativavam com muita intensidade. O resultado é que conseguia resistir por muitos dias, mas depois a fissura vinha bem mais acentuada.

Tanto que nesses quatro reboots que estão registrados em meu diário, todos foram "emendados" um no outro, sempre na sequência, sem me esbaldar com o maldito raciocínio de "já que estou na merda, vou ter uma sessão daquelas para começar mais tranquilo". Nada de dar tempo para que o cérebro formule alguma desculpa autoindulgente para atrasar a vida.  O resultado é que ultrapassar os dias iniciais torna-se muito mais leve. Obviamente sentimos as consequências do reset, mas se restabelecer fica muito mais fácil.

Spoiler:
Broda escreveu:Daí agora, nesse reboot, cheguei ao 7º dia bem mais tranquilo e passei de boas. O mais interessante é que, aparentemente, ou eu me tornei mais resistente ou as tentações se tornaram mais fracas. Não sei dizer bem ainda, mas minha resistência a gatilhos está infinitamente maior, pois coisas que obviamente iriam me derrubar antes não me derrubaram agora e eu não mudei nada quanto ao método de segurar a vontade, simplesmente continuo fazendo a mesma coisa de antes, só que parece que agora estou mais estável e os gatilhos não me afetam tanto quanto antes.

Na verdade, aconteceram as duas coisas: você está mais resistente e por conseguinte as tentações se tornam mais inócuas. Você pode não ter mudado nada em relação ao método de segurar a vontade, mas certamente você mudou a forma de como ver as coisas. A partir do momento que você leu aquele livro e tirou todo aquele peso de expectativas irreais de ser "o cara", você está se permitindo aprender melhor com os erros anteriores e incorporando ao novo reboot. Isso também traz bastante estabilidade, ideal para se viver o famoso "um dia de cada vez".

Spoiler:
Broda escreveu:Tudo isso, muito provavelmente, porque meu cérebro está mais recuperado do que estava na outra tentativa, de tal forma que agora para me derrubar é preciso uma coisa ainda mais tentadora. Notem, eu fiquei mais forte NATURALMENTE, sem ter que mudar nada, simplesmente dando continuidade ao meu outro reboot.

Perfeito, também senti a mesma coisa. Quando se retoma ao reboot rapidamente, estamos continuando o reboot, com algumas perdas, é bem verdade, mas continuamos andando. E é nessa parte que devemos ficar bem atentos. Se é preciso algo bem mais tentador para derrubar, o cérebro viciado vai jogar sujo, utilizar todas as suas sutilezas e sofismas para obter o que quer.

Falo isso porque recentemente me deparei com um gatilho que eu nunca imaginaria que me afetaria: um gatilho auditivo. Apenas ouvir determinadas músicas me trouxe à tona vários flashbacks indesejáveis, mas como você mesmo já percebeu, conseguimos nos tornar mais fortes e esse gatilho não foi problema para contorná-lo. Mas confesso que se fosse a algum tempo atrás, esse mesmo gatilho me deixaria muito mais vulnerável.

Tá mandando bem demais Bro. Continue assim, parabéns pelas suas duas semanas. Continue firme!

Um grande abraço!

Na verdade, aconteceram as duas coisas: você está mais resistente e por conseguinte as tentações se tornam mais inócuas.

Pode ser. Na verdade, parando para pensar, obviamente se eu me tornar mais forte, as fissuras ficarão mais "fracas" se comparadas comigo. Mas o contrário poderia ser um pouco diferente: as fissuras poderiam ficar mais fracas e isso não necessariamente seria uma melhoria na minha força de vontade, ou será que elas só ficariam mais fracas com um aumento da minha força? Sei lá uhehuehueuheuhu, melhor deixar essa punheta mental pra lá.

Falou tudo Bro. Já tive gatilhos auditivos também. Tinha uma stream que eu assistia que um cara tava jogando e chegava uns malucos perto dele dentro do próprio jogo com uns contos eróticos narrados, então é aquelas mulheres com vozes sedutoras falando sobre sexo e essa merda me afetou profundamente na época.

Para falar a verdade, eu corro muitos riscos nesse sentido, pois já teve uma fase da minha vida que minhas bronhas eram com textos eróticos, lia um monte deles, logo muitas "sutilezas" escritas em alguns relatos de mulheres aqui no fórum às vezes se tornam poderosos gatilhos para mim, coisa que para ninguém faria muita diferença, mas para mim faz.

Eu já me M muito também para mulheres falando putaria, na verdade, era uma das modalidades que eu mais gostava, junto com vídeos de peitos por aí. Eu sei bem o que você está falando sobre "gatilhos sonoros", sou afetado por isso de forma pesada, mas fazer o quê né, cada um carrega sua cruz.

Bom saber que você teve uma percepção parecida com a minha com relação ao reboot, é um bom sinal.

Grande abraço, obrigado por estar sempre acompanhando!
Goku escreveu:Broda sempre te leio,sucesso na sua luta,estou com poucos dias atras de voce e venceremos juntos.Apos eu descobri definitivamente minha DE apos minha ultima brochada com a namorada quando eu estava com 24 dias de reboot,eu ainda fiquei uns dias no vicio mas logo engatei este reboot que to agora e notei que esta muito mais facil realmente,apesar de iniciarmos os contadores,penso que em alguma medida quem reinicia rapido apos recaidas tem mais chances de ter sua recuperação mais acelerada ate antes dos 90,pois nada no cerebro se perde totalmente,ainda que nao seja uma queda apos 2 meses por exemplo. E no meu caso me faltava o principal que era o verdadeiro arrependimento que a ultima brochada me trouxe. Nada mudou ao redor de mim,mas definitivamente nao to com crise nenhuma.Antes eu nao superava 7 dias em anos de luta.Parece que alem de engatar um reboot atras do outro,tem o fato do despertar espiritual envolvido,quando o buraco é muito fundo,aquilo nos marca tanto que nem crise vem....e nao acho que seja fatline porque minha libido na rua é alta,tanto que nao olho mulheres mas tenho vontade,mesmo assim nao tenho mais crise e parece que cada dia o que sinto nao é crise,pelo contrario ando triste por estar com tao pouco tempo,quem eu amo esta me esperando pra fazermos....a mulher ou as mulheres que voce vier a conhecer tambem te esperam...pensemos assim...

Fala Bro!

Meu problema nunca foi muito motivação. Já mudei a minha motivação para o processo algumas vezes e depois descobri quais as motivações condiziam mais com o meu estilo de ser e defini o que seria minha fonte de motivação.

Tem uns caras, por exemplo, que a maior motivação deles é ter uma ereção todos os dias ao acordarem, ou ficarem com super poderes e umas coisas assim. Essas motivações são muito ruins, pois pode ser que nada disso venha com o reboot e com umas motivações dessas pode ser que o cara se decepcione pesado e não volte para o reboot.

Sua motivação, que é de transar com sua garota, é uma motivação justa, porque isso VAI ser possível com mais tempo de reboot. Desde que você saiba transmutá-la para quando finalmente conseguir para cumprir esse objetivo para alguma coisa no estilo "continuar transando com minha namorada", vai ficar tudo massa, porque é possível e já é motivação suficiente.

Minha motivação hoje em dia é simplesmente ser completamente livre novamente e ser dono da minha vida. Ora, é uma motivação justa e completamente realizável, assim como é um objetivo eterno, todos os dias temos que re-escolher a liberdade, logo é uma boa fonte de motivação já. Odeio ter alguma coisa controlando meus instintos. Poderia não ter benefício nenhum a não ser o benefício de me ver livre da vontade de acessar essa bosta que eu já estaria completamente satisfeito.

Grande abraço Bro!
Cabo Loso escreveu:
Olá Swarley... how you doing? Kkkk

Que bom que esse novo mindsets tá te ajudando cara! O livro também parece ter ajudado bastante.
Realmente, o reboot se trata de persistência e consistência. Vou aplicar isso no meu também (velho você me ensina coisa pra cara com seus relatos kkkk muito obrigado mesmo!). Continue firme e que Deus te abençoe!

Frank Castle se retirando.

Enviado pelo Topic'it

kkkkkk, fico feliz demais de saber que estou conseguindo te ensinar algo Bro!

Obrigado por estar acompanhando, Deus te abençoe também!

Abração!

Randy escreveu:
Com o tempo, o reboot fica mais fácil quando temos autocontrole, disciplina e bloqueadores funcionando.

A compulsão diminui e deixa o reboot mais tranquilo.

Perfeito. O reboot é acumulativo.

Grande abraço e obrigado por estar sempre acompanhando!

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

14

em 25/1/2018, 01:31
Décimo Quarto

No final desse décimo quarto dia as coisas pegaram fogo.

Bom, de ontem para hoje, descobri meio que sem querer uma brecha do caralho num app de música do meu celular. 03:25 da manhã, eu sozinho no meu quarto, deitado na minha cama com o celular na minha frente, já sabem né. Mas fica a pergunta: oportunidade faz o ladrão?

Pois bem, olhei aquela oportunidade do caralho, Google 100% desbloqueado, toda a pornografia do mundo acessível a somente uma dedada na tela de distância. Ansiedade sobe consideravelmente, começo a ficar preocupado com meu futuro. Tudo pronto para mais uma recaída.

Eu olho para aquela oportunidade de ouro e pergunto a mim mesmo:

- É isso que você quer? Se quiser, pode pegar.

- ... Nah. Quero não. Valeu.

Fecho o app, excluo e vou dormir. Simples assim.

Só que hoje já não foi tão fácil. Uma vontade repentina me atacou de jeito. Uns apertos no saco, coração acelerado, faz pouco tempo que isso aconteceu. Resolvi ver um documentário sobre o documentário-drama do Arnold, Pumping Iron. Depois veio uma vontade de dar uma checada em algum vídeo relacionado para ver se achava algum estímulo. Dei uma olhada, não achei nada demais e resolvi ir dormir um pouco para ver se a vontade sumia.

Acordei ainda com vontade. Já tava imaginando que hoje o baguio ia ficar loko. Daí passaram-se 5 minutos e ela desapareceu. Até fiquei decepcionado. Fiquei pensando: "mas já? pô, como que eu vou contar minha incrível história de superação se essa merdinha já foi embora?". Enfim, fiquei rindo da situação, a cada vez estou desprezando mais e mais o que eu estou sentindo no momento, antes eu supervalorizava meus sentimentos, agora tô achando tudo só encheção de saco para tentar me tirar do objetivo. Tipo um mosquitinho que fica fazendo barulho de noite quando você tá tentando dormir.

Hoje também fiquei umas três horas e meia na academia. Não me orgulho disso, sinal de que meus treinos estão desnecessariamente extensos, muito bate-papo e pouco esforço. Tenho que tornar tudo mais intenso.

Também estou anotando num caderno cada vez que eu sem querer realizo algum ritual de algum hábito nojento meu, de forma que eu fique mais consciente. Tenho mania de ficar colocando a mão no Barnacle sem nenhuma necessidade e nem é para me estimular, só mania mesmo, assim como tenho mania de ficar tirando cutícula com a boca e outras idiotices. Quero ser capaz de controlar essas merdas dentro de um mês no máximo.

Por hoje é só.

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 25/1/2018, 17:41
Salve, Broda!

Eita q essa fissura danada me pega de jeito também. Mas tento focar em outra coisa ou pegar no sono, como você. As vezes, dá certo, outras, piora. Aprendizados de reeducação no pensar.

Bem, analisei sobre hábitos de socialização e religação como estes de academia e saídas mais frequentes. Eu tenho problema com rotina, tanto q mudo quase todos os dias o trajeto pra casa e não ficar um robozinho.
Acredito que a constância dessas fontes de dopamina estejam tênues pra você. Um lance novo e de curto período de tempo seja mais válido. (Tô completando um mês de uma oficina de dança, super básica, mas q já te dá ânimo para buscar outras paradas.)

Um voluntariado talvez lhe promova várias situações compensatórias. Tenho pensado bastante como um trampolim de foco no reboot e também no exercício de empatia.

Mano, você tá indo super bem. Volte sempre pra um olhar profundo sobre si, como se questionar os motivos de certas vontades.

Abraço, cara!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
avatar
Mensagens : 471
Data de inscrição : 08/08/2016
Idade : 21
Localização : Planeta da Realidade, Uma nova vida
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 25/1/2018, 23:51
Controlar a vontade é foda mesmo, mano. Tem que colocar na cabeça que não vai ceder e pronto! Se cair vai ser por fraqueza. Ta indo muito bem desse jeito, mas toma cuidado com o horário que você fica no celular. 3h da manhã é foda kkkkkk. Continua focado que você consegue ir muito mais longe. É nós.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 321
Data de inscrição : 16/08/2016
Localização : 9 Invertido
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 26/1/2018, 00:01
Parabéns até aqui Broda,
Cara tome cuidado com essa brecha que você encontrou no cel, é algo muito perigoso.

Como funciona esse seu contador mano? Fiquei bastante confuso, kkkkk

Um abraço!

_______________________________________


Vamos vencer juntos! I love you
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Respostas aos bons

em 26/1/2018, 02:52
mmoriginal escreveu:Salve, Broda!

Eita q essa fissura danada me pega de jeito também. Mas tento focar em outra coisa ou  pegar no sono, como você. As vezes, dá certo, outras, piora. Aprendizados de reeducação no pensar.

Bem, analisei sobre hábitos de socialização e religação como estes de academia e saídas mais frequentes. Eu tenho problema com rotina, tanto q mudo quase todos os dias o trajeto pra casa e  não ficar um robozinho.
Acredito que a constância dessas fontes de dopamina estejam tênues pra você. Um lance novo e de curto período de tempo seja mais válido. (Tô completando um mês de uma oficina de dança, super básica, mas q já te dá ânimo para buscar outras paradas.)

Um voluntariado talvez lhe promova várias situações compensatórias. Tenho pensado bastante como um trampolim de foco no reboot e também no exercício de empatia.

Mano, você tá  indo super bem. Volte sempre pra um olhar profundo sobre si, como se questionar os motivos de certas vontades.

Abraço, cara!

Enviado pelo Topic'it

Fala Sis!

Eu já estou de olho em começar um estágio de monitoria na minha facul. Acho que isso vai ocupar bem minha rotina, até lá, continua um pouquinho complicado. Vamos ver o que dá para fazer.

Obrigado pelas ideias, grande abraço!

Da Silva escreveu:Controlar a vontade é foda mesmo, mano. Tem que colocar na cabeça que não vai ceder e pronto! Se cair vai ser por fraqueza. Ta indo muito bem desse jeito, mas toma cuidado com o horário que você fica no celular. 3h da manhã é foda kkkkkk. Continua focado que você consegue ir muito mais longe. É nós.

Tipo, o celular 3h da manhã é meio relativo. Eu acordo muito tarde, então não chega a ser nada muito absurdo no meu caso em específico. O maior problema é a calmaria dessa hora da madruga.

Eu não enxergo muito como uma "fraqueza" minha ter uma recaída. Eu me esforço pra caralho, mas às vezes o vício que ainda está muito forte. Ele vai enfraquecendo ao longo do tempo, de tal forma que a cada reboot que estou fazendo está ficando, aos poucos, mais fácil de resistir. Acho que dependendo da fase é mais fácil falar "não vou recair nem fodendo", dependendo isso é quase impossível. Tudo está de acordo com o nível de recuperação cerebral.

Abração!
THE BOY .90 escreveu:
Parabéns até aqui Broda,
Cara tome cuidado com essa brecha que você encontrou no cel, é algo muito perigoso.

Como funciona esse seu contador mano? Fiquei bastante confuso, kkkkk

Um abraço!

O meu contador funciona como você deve estar imaginando mesmo, tive uma recaída.

Valeu, grande abraço!

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

15 e pfff

em 26/1/2018, 02:59
Décimo Quinto, 22 horas e BLEW

Tive uma recaída. Estou tendo incômodos desde anteontem. Ontem se intensificaram um pouco, mas tinha dado para controlar. Hoje tive um nível ainda maior de fissura do que o de ontem, na mesma situação: logo após voltar da academia e empanturrado a barriga. Essa porra tava realmente enchendo o saco, eu ainda enrolei muito, tinha tentado ir dormir para ver se a vontade ia embora, mas não adiantou muito, mesmo depois de uma hora na cama eu ainda estava com vontade.

Estou muito satisfeito comigo mesmo, para falar a verdade. Fazia muito tempo que eu não conseguia alcançar duas semanas e dessa vez eu consegui, sinal de que estou no caminho correto. Não fiquei me culpando e nem me sentindo triste, eu sei que faz parte do processo.

Olhem só: desde que eu adquiri essa nova mentalidade, no começo desse ano, tinha recaído primeiro com um dia de reboot, depois com 8 dias e agora com quase 16. Estou tendo uma evolução óbvia que só me motiva, ainda mais levando em conta meu histórico de dezembro por exemplo. Por enquanto estou com 3 recaídas no mês e isso está sendo bem massa. Espero conseguir fechar o mês sem nenhuma outra queda que vai ser supimpa.

Bom, é isso aí pessoal, resisti bastante mas, infelizmente, não deu. Na próxima provavelmente farei ainda melhor.

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Virando Homem

em 26/1/2018, 08:00
Broda escreveu:Décimo Quinto, 22 horas e BLEW

Tive uma recaída. Estou tendo incômodos desde anteontem. Ontem se intensificaram um pouco, mas tinha dado para controlar. Hoje tive um nível ainda maior de fissura do que o de ontem, na mesma situação: logo após voltar da academia e empanturrado a barriga. Essa porra tava realmente enchendo o saco, eu ainda enrolei muito, tinha tentado ir dormir para ver se a vontade ia embora, mas não adiantou muito, mesmo depois de uma hora na cama eu ainda estava com vontade.

Estou muito satisfeito comigo mesmo, para falar a verdade. Fazia muito tempo que eu não conseguia alcançar duas semanas e dessa vez eu consegui, sinal de que estou no caminho correto. Não fiquei me culpando e nem me sentindo triste, eu sei que faz parte do processo.

Olhem só: desde que eu adquiri essa nova mentalidade, no começo desse ano, tinha recaído primeiro com um dia de reboot, depois com 8 dias e agora com quase 16. Estou tendo uma evolução óbvia que só me motiva, ainda mais levando em conta meu histórico de dezembro por exemplo. Por enquanto estou com 3 recaídas no mês e isso está sendo bem massa. Espero conseguir fechar o mês sem nenhuma outra queda que vai ser supimpa.

Bom, é isso aí pessoal, resisti bastante mas, infelizmente, não deu. Na próxima provavelmente farei ainda melhor.

Salve, mano!

Entendo os motivos e você também. E também a sensação auto punitiva é a maior bosta, que bom que superou isso. Desvincular sensações que até lhe davam prazer (e ainda dão, porém sem a mesma intensidade) e lembrar da sensação de êxtase da PMO é uma contradição voraz entre impulso e racionalidade.
Você sabe do momento crítico diário que é a madrugada. Não há como socializar intensamente neste período, afinal. Aconselho corrigir hábitos de sono. Uma rotina de descanso te obriga a condicionar o cérebro que é hora só do subconsciente vir. Chás, meditação e massagens são interessantes maneiras de conexão consigo. Eu uso app chamado Medite-se e tem sido incrível. São meditações guiadas e vão aprofundando ao longo dos dias. Chás, caso goste, opte por aqueles que dão relaxamento a partir de baixar a pressão arterial, como maracujá e alecrim. A massagem, pra que não se torne um estimulante erótico, tenham em mente o relaxamento e a descoberta de existem centímetros quadrados no seu corpo que você percebia ou negligenciava a existência. Nada de carinho, e sim a intenção do toque de relaxar.

Mente sã, corpo são.

Abração!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
avatar
Mensagens : 343
Data de inscrição : 08/08/2017
Localização : Santos
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 26/1/2018, 11:46
É isso ai cara, cabeça erguida sempre. Eu não sei quantas milhões de vezes eu já caí e sempre ficava bastante depressivo mas ai eu comecei a ver o lado positivos das quedas como você. Depois disso a cada recaída eu me fortalecia mais e mais até que surgiu um motivo maior do que a transformação da minha vida que era o que me motivava antes, quando minhas quedas começaram a afetar a saúde da minha família que começou a se preocupar muito comigo e sofrer com isso prometir pra mim que por eles não cairia mas e aliado aos pensamentos positivos pós quedas eu finalmente consegui passar dos 20 dias. Você é um cara forte cara umas das minhas inspirações, parabéns pelos seus 16 dias espero de coração que esse próximo reboot seja o seu definitivo e se não for... levante e recomece sempre com um olhar positivo. Um abraço cara.
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1501
Data de inscrição : 01/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 26/1/2018, 21:09
Broda escreveu:
Décimo Quinto, 22 horas e BLEW

Tive uma recaída. Estou tendo incômodos desde anteontem. Ontem se intensificaram um pouco, mas tinha dado para controlar. Hoje tive um nível ainda maior de fissura do que o de ontem, na mesma situação: logo após voltar da academia e empanturrado a barriga. Essa porra tava realmente enchendo o saco, eu ainda enrolei muito, tinha tentado ir dormir para ver se a vontade ia embora, mas não adiantou muito, mesmo depois de uma hora na cama eu ainda estava com vontade.

Estou muito satisfeito comigo mesmo, para falar a verdade. Fazia muito tempo que eu não conseguia alcançar duas semanas e dessa vez eu consegui, sinal de que estou no caminho correto. Não fiquei me culpando e nem me sentindo triste, eu sei que faz parte do processo.

Olhem só: desde que eu adquiri essa nova mentalidade, no começo desse ano, tinha recaído primeiro com um dia de reboot, depois com 8 dias e agora com quase 16. Estou tendo uma evolução óbvia que só me motiva, ainda mais levando em conta meu histórico de dezembro por exemplo. Por enquanto estou com 3 recaídas no mês e isso está sendo bem massa. Espero conseguir fechar o mês sem nenhuma outra queda que vai ser supimpa.

Bom, é isso aí pessoal, resisti bastante mas, infelizmente, não deu. Na próxima provavelmente farei ainda melhor.



Broda, eu sugiro que quando essas fissuras aparecerem na hora do sono, você usar uma calça jeans. Vai ser tipo "prender" seu pênis e vai ser muito mais difícil de cair. Quando essas fissuras aparecerem na hora do sono, vou apelar para essa estratégia.

_______________________________________
"Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, inventa desculpa". Toguro

Ninguém vai bater mais forte do que a vida. Não importa como você bate e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando; o quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha. Rocky Balboa

avatar
Mensagens : 334
Data de inscrição : 07/03/2017
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 27/1/2018, 00:55
É muito bom ver que mesmo recaindo você não tem mais aqueles negativos, que na real só acabavam te atrapalhando e sabotando seu progresso no reboot, meus parabéns Broda! Dessa vez quero ver você chegar nos 30 dias!
Continue firme e que Deus te abençoe!

Meu Diário:
http://www.comoparar.com/t6757-frank-castle-diario-de-guerra

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
Diário: http://www.comoparar.com/t4763-frank-castle-diario-de-guerra

"Você bate neles e eles levantam;
Eu bato e eles ficam no chão."
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 27/1/2018, 13:49
mmoriginal escreveu:
Salve, mano!

Entendo os motivos e você também. E também a sensação auto punitiva é a maior bosta, que bom que superou isso. Desvincular sensações que até lhe davam prazer (e ainda dão, porém sem a mesma intensidade) e lembrar da sensação de êxtase da PMO é uma contradição voraz entre impulso e racionalidade.
Você sabe do momento crítico diário que é a madrugada. Não há como socializar intensamente neste período, afinal. Aconselho corrigir hábitos de sono. Uma rotina de descanso te obriga a condicionar o cérebro que é hora só do subconsciente vir. Chás, meditação e massagens são interessantes maneiras de conexão consigo. Eu uso app chamado Medite-se e tem sido incrível. São meditações guiadas e vão aprofundando ao longo dos dias. Chás, caso goste, opte por aqueles que dão relaxamento a partir de baixar a pressão arterial, como maracujá e alecrim. A massagem, pra que não se torne um estimulante erótico, tenham em mente o relaxamento e a descoberta de existem centímetros quadrados no seu corpo que você percebia ou negligenciava a existência. Nada de carinho, e sim a intenção do toque de relaxar.

Mente sã, corpo são.

Abração!

Enviado pelo Topic'it

Fala!

Eu uso um chá de camomila para relaxar e dormir, só que, sei lá, não chega a me dar sono. Esses que você citou ajudam a pegar no sono mais rápido?

Desde sempre sou meio zumbi. Como aqui em casa ninguém dorme muito cedo, acabei desde muito novo me acostumando a ter uma rotina desregrada e é muito difícil corrigir. Tenho outro problema ainda, que é o seguinte: quando estou com sono, minha vontade de recair às vezes aumenta muito, ficando praticamente incontrolável, então fico com medo de me arriscar a tentar corrigir meus horários na porrada porque eu sei que é meio arriscado no meu caso.

Entretanto, eu boto muito fé no que você falou. Dormir muito tarde atrapalha a realizar outras atividades que seriam melhores para religação, ainda vou tentar corrigir isso, mas tem que ser aos poucos pelo o que eu falei.

Eu não sei se eu iria me dar bem em massagens. Me lembro de ficar excitado de vez em quando na minha fisioterapia e olha que a mulher era longe de ser apetitosa. Por enquanto é melhor evitar. Quanto ao app, infelizmente não tenho mais acesso à minha PlayStore, ainda assim posso voltar a meditar, o que inclusive acredito ser uma boa.

Obrigado pelas dicas, grande abraço!
ruaceiro escreveu:É isso ai cara, cabeça erguida sempre. Eu não sei quantas milhões de vezes eu já caí  e sempre ficava bastante depressivo mas ai eu comecei a ver o lado positivos das quedas como você. Depois disso a cada recaída eu me fortalecia mais e mais até que surgiu um motivo maior do que a transformação da minha vida que era o que me motivava antes, quando minhas quedas começaram a afetar a saúde da minha família que começou a se preocupar muito comigo e sofrer com isso prometir pra mim que por eles não cairia mas e aliado aos pensamentos positivos pós quedas eu finalmente consegui passar dos 20 dias. Você é um cara forte cara umas das minhas inspirações, parabéns pelos seus 16 dias espero de coração que esse próximo reboot seja o seu definitivo e se não for... levante e recomece sempre com um olhar positivo. Um abraço cara.

Fico muito animado ao ler que sirvo de inspiração para você!

Cara, muito massa que você conseguiu corrigir sua mentalidade também. Estou certo de que daqui a não muito tempo, encontraremo-nos no pódio!

Você vai conseguir, grande abraço!
Randy escreveu:
Broda, eu sugiro que quando essas fissuras aparecerem na hora do sono, você usar uma calça jeans. Vai ser tipo "prender" seu pênis e vai ser muito mais difícil de cair. Quando essas fissuras aparecerem na hora do sono, vou apelar para essa estratégia.

O pior Bro é que eu nem fiquei excitado e muito menos comecei a me tocar na cama, entretanto, acho que é válido testar isso aí. Colocar uma calça jeans e sair para caminhar com um fone de ouvido, acho que é um combo bom kkkk.

Obrigado pela dica, grande abraço!
Frank Castle escreveu:É muito bom ver que mesmo recaindo você não tem mais aqueles negativos, que na real só acabavam te atrapalhando e sabotando seu progresso no reboot, meus parabéns Broda! Dessa vez quero ver você chegar nos 30 dias!
Continue firme e que Deus te abençoe!

Enviado pelo Topic'it

Valeu Bro!

Notei um detalhe: aparentemente você não está colocando o link do seu diário na sua assinatura, mas sim colando nas suas mensagens.

Para não ter que fazer isso e o link do seu diário sempre aparecer em todas as mensagens, vá em "Perfil" lá em cima no fórum. Tendo entrado em Perfil, clique em "Assinatura". Em Assinatura, cole o link do seu diário e salve, assim vai aparecer sempre que você postar qualquer coisa.

Grande abraço!

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

1

em 27/1/2018, 13:59
Primeiro

Estou com uma questão que está me incomodando um pouco.

Antes, eu me sentia um assexuado, porque estava sempre me masturbando, logo nunca chegava num ponto em que meu corpo realmente desejava sexo. Agora estou realmente me sentindo desperto sexualmente falando e, sinceramente, faz tanto tempo que eu não ficava assim, que não estou sabendo lidar muito bem com a situação.

Fico na dúvida até que ponto é normal olhar para as minas da academia, fico na dúvida se eu estou estou ereções se é porque eu quero transar ou se é porque eu quero recair em P, sei lá, parece burrice da minha parte e deve ser mesmo, mas estou muito confuso com tudo isso.

Eu basicamente esqueci como é ser um humano no sentido sexual da parada (antes eu não sentia vontade nenhuma MESMO) e agora isso está me atormentando um pouco, de tal forma que estou entrando no círculo vicioso infernal. Primeiro eu olho para uma mulher, daí eu fico excitado, daí eu penso que eu talvez não devesse olhar para as mulheres de forma libidinosa, daí depois eu penso que olhar um pouco é natural porque eu sou um homem e mulheres me atraem, depois eu fico falando comigo mesmo que isso iria acabar me fazendo recair, depois fico tentando me convencer de que o que realmente iria me fazer recair é a culpa e não o fato de ter olhado para o corpo das mulheres porque isso é natural, porque olhar para as mulheres deveria me dar vontade de transar e não de me masturbar, daí eu explodo e morro de tantas dúvidas.

Espero que eu aprenda a lidar com tudo isso de forma natural logo, porque estou ficando ansioso e isso não é bom.

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Mensagens : 334
Data de inscrição : 07/03/2017
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 27/1/2018, 15:20
Valeu pela dica bro! Como estou usando o aplicativo não consigo deixar o link fixo, por isso estava copiando e colando. Mas vou ver se consigo entrar pelo PC e fazer isso que você me falou.


Cara na minha humilde opinião é normal ter esse desejo e olhar para as mulheres sim. A questão não é se o desejo é de você querer ter sexo com a mulher ou se masturbar, mas sim de corrigir a forma como você enxerga essa situação. Graças a pornografia, nosso cérebro foi entorpecido ao ponto de vermos uma mulher atraente e automaticamente termos vontade de nos masturbar e ter O. O reboot serve justamente pra corrigir isso: pra tirar essa visão da mulher como sendo um objeto pra nos dar prazer, e fazer o cérebro voltar ao estado normal de ver uma mulher atraente e conseguir simplesmente apreciar e admirar sua beleza; sem precisar se imaginar transando com ela ou tendo vontade de descabelar o palhaço, apenas vê-la como um ser humano belo, cheio de qualidades, e apreciar vê-la, tipo quando vemos uma bela paisagem ou um quadro muito bonito saca? É isso o que eu acho pelo menos.

Continue firme bro, e que Deus te abençoe!

Frank Castle se retirando.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
Diário: http://www.comoparar.com/t4763-frank-castle-diario-de-guerra

"Você bate neles e eles levantam;
Eu bato e eles ficam no chão."
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1501
Data de inscrição : 01/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 27/1/2018, 22:04
Broda escreveu:
Primeiro

Estou com uma questão que está me incomodando um pouco.

Antes, eu me sentia um assexuado, porque estava sempre me masturbando, logo nunca chegava num ponto em que meu corpo realmente desejava sexo. Agora estou realmente me sentindo desperto sexualmente falando e, sinceramente, faz tanto tempo que eu não ficava assim, que não estou sabendo lidar muito bem com a situação.

Fico na dúvida até que ponto é normal olhar para as minas da academia, fico na dúvida se eu estou estou ereções se é porque eu quero transar ou se é porque eu quero recair em P, sei lá, parece burrice da minha parte e deve ser mesmo, mas estou muito confuso com tudo isso.

Eu basicamente esqueci como é ser um humano no sentido sexual da parada (antes eu não sentia vontade nenhuma MESMO) e agora isso está me atormentando um pouco, de tal forma que estou entrando no círculo vicioso infernal. Primeiro eu olho para uma mulher, daí eu fico excitado, daí eu penso que eu talvez não devesse olhar para as mulheres de forma libidinosa, daí depois eu penso que olhar um pouco é natural porque eu sou um homem e mulheres me atraem, depois eu fico falando comigo mesmo que isso iria acabar me fazendo recair, depois fico tentando me convencer de que o que realmente iria me fazer recair é a culpa e não o fato de ter olhado para o corpo das mulheres porque isso é natural, porque olhar para as mulheres deveria me dar vontade de transar e não de me masturbar, daí eu explodo e morro de tantas dúvidas.

Espero que eu aprenda a lidar com tudo isso de forma natural logo, porque estou ficando ansioso e isso não é bom.

Olhar para as mulheres é natural. Porém, é importante ter cuidado porque pode ser um grande gatilho. Durante o reboot, é importante bloquear o cérebro quando aparecer fantasias ao ver mulheres.

_______________________________________
"Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, inventa desculpa". Toguro

Ninguém vai bater mais forte do que a vida. Não importa como você bate e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando; o quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha. Rocky Balboa

Mensagens : 66
Data de inscrição : 08/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 28/1/2018, 01:12
Salve, Bro!

Quanto aos chás, todos os que baixam a pressão arterial são indicados para dormir. Este dois (alecrim e maracujá) e valeriana são bem bons pra começar.

Falando sobre apetite sexual e a dualidade em PMO e o sexo em si acho normal. Frank Castle falou tudo, principalmente sobre a criar este universo ficcional das mulheres. Não é natural ter ereções espontâneas assim, apenas por olhar. Isso é ofensivo a nós mulheres caso percebamos que somos apenas objeto físico de desejo.
Divida atração sexual compulsiva por admiração pela beleza e o jeito delas. Tente focalizar nisso e ajudará até nas atividades de religação. A P cria um estereótipo que tudo é mecânico. Qualquer contato com o sexo oposto exige mais do que um "e aí". Transar faz parte da vida, mas o até lá que faz a parte de um bom ápice.

Está indo bem, cara, e o seus questionamentos são muito válidos. É um processo de causas e consequências. Achou o motivo tente encontrar melhor forma de suprir. Não pire, por favor! Kkk
Você não sabe o quanto é bom as suas linhas de raciocínio sobre o vício e como agrega a nós que lemos o seu diário.

Abraço

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
 
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 28/1/2018, 23:20
Frank Castle escreveu:Valeu pela dica bro! Como estou usando o aplicativo não consigo deixar o link fixo, por isso estava copiando e colando. Mas vou ver se consigo entrar pelo PC e fazer isso que você me falou.


Cara na minha humilde opinião é normal ter esse desejo e olhar para as mulheres sim. A questão não é se o desejo é de você querer ter sexo com a mulher ou se masturbar, mas sim de corrigir a forma como você enxerga essa situação. Graças a pornografia, nosso cérebro foi entorpecido ao ponto de vermos uma mulher atraente e automaticamente termos vontade de nos masturbar e ter O. O reboot serve justamente pra corrigir isso: pra tirar essa visão da mulher como sendo um objeto pra nos dar prazer, e fazer o cérebro voltar ao estado normal de ver uma mulher atraente e conseguir simplesmente apreciar e admirar sua beleza; sem precisar se imaginar transando com ela ou tendo vontade de descabelar o palhaço, apenas vê-la como um ser humano belo, cheio de qualidades, e apreciar vê-la, tipo quando vemos uma bela paisagem ou um quadro muito bonito saca? É isso o que eu acho pelo menos.

Continue firme bro, e que Deus te abençoe!

Frank Castle se retirando.

Enviado pelo Topic'it

Fala Bro!

Tive umas ideias já sobre o assunto; você está certo quanto à essa correção da nossa visão com relação às mulheres. Não é que eu ficava fantasiando sexo com elas, mas sim focando nas partes sexuais, esse é o grande problema.

Obrigado pelas sugestões, grande abraço!
Randy escreveu:
Olhar para as mulheres é natural. Porém, é importante ter cuidado porque pode ser um grande gatilho. Durante o reboot, é importante bloquear o cérebro quando aparecer fantasias ao ver mulheres.

Está certo Bro, vou falar depois sobre o que eu decidi, grande abraço!

mmoriginal escreveu:Salve, Bro!

Quanto aos chás, todos os que baixam a pressão arterial são indicados para dormir. Este dois (alecrim e maracujá) e valeriana são bem bons pra começar.

Falando sobre apetite sexual e a dualidade em PMO e o sexo em si acho normal. Frank Castle falou tudo, principalmente sobre a criar este universo ficcional das mulheres. Não é natural ter ereções espontâneas assim, apenas por olhar. Isso é ofensivo a nós mulheres caso percebamos que somos apenas objeto físico de desejo.
Divida atração sexual compulsiva por admiração pela beleza e o jeito delas. Tente focalizar nisso e  ajudará até nas atividades de religação. A P cria um estereótipo que tudo é mecânico. Qualquer contato com o sexo oposto exige mais do que um "e aí". Transar faz parte da vida, mas o até lá que faz a parte de um bom ápice.

Está indo bem, cara, e o seus questionamentos são muito válidos. É um processo de causas e consequências. Achou o motivo tente encontrar melhor forma de suprir. Não pire, por favor! Kkk
Você não sabe o quanto é bom as suas linhas de raciocínio sobre o vício e como agrega a nós que lemos o seu diário.

Abraço

Enviado pelo Topic'it

Salve Sis!

Vou dar uma olhada nesse chás aí, podem ser uma boa.

Bom, de certa forma, é meio que natural ter uma ereção se você estiver olhando para as partes sexuais de uma mulher e/ou fantasiando. A questão está onde é que eu vou focar meus olhares, se é no corpo ou no rosto, acho que concluí algumas coisas válidas por enquanto.

Pode ficar tranquila que, se dúvida matasse, eu já teria morrido faz muito tempo kkkkk, mas acho válido ser desse jeito, sinal de que eu estou constantemente buscando a verdade.

Obrigado por estar constantemente me acompanhando também, sempre estou de olho no seu tópico lá.

Grande abraço!

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

2

em 28/1/2018, 23:43
Segundo

Fala!

Ontem fui na casa de um primo, encontrei uma galera, dei uma socializada e foi tudo bem. Um primo meu queria me empurrar uma menina de 14 anos, ainda bem que não cometi esse crime kkkkk

Passei a noite na casa de um outro primo e foi tudo muito bem. Aproveitei o tempo que eu sempre demoro para dormir para tentar raciocinar sobre as questões apresentadas no meu último post e cheguei a algumas conclusões.

Primeiro que voltei a reafirmar a mim mesmo que ver gatilhos virtuais é completamente inaceitável, assim como ficar vendo nudez. O Projeto disse uma vez que ele conseguia ver cenas de sexo/nudez em filmes e não ter vontade de recair, pois era uma sensação boa de excitação, muito diferente da vontade de ver P.

Isso sempre ficou na minha cabeça, eu sempre ficava pensando: pô mano, nudez é algo relativamente natural nesses filmes e séries por aí e eu deveria ser capaz de ver isso sem ficar loucasso e aí eu começava a teorizar que talvez fosse capaz de "treinar" o cérebro para voltar a achar tudo isso muito normal e não recair.

A verdade é que não existe treino, mas sim recuperação cerebral. Eu com meus 3 dias de reboot não vou conseguir nem fodendo ver uma mulher pelada de forma não intencional numa tela e não recair, tenho que ser sincero comigo mesmo, eu não sou o Projeto e essa é uma realidade que eu nem devo levar em conta por enquanto.

Bom, tendo "recalibrado" essa visão dos gatilhos e da P no virtual, que já estava quase indo para o lado errado, resolvi voltar a pensar a parada na vida real.

A conclusão que eu cheguei até o momento é que o foco tem que estar em observar os rostos das mulheres, AINDA QUE na primeira vista eu acabe inconscientemente observado caracteres sexuais. Lembro-me de uma pesquisa que o primeiro lugar que os homens olham quando encontram uma mulher é a região dos seios, assim como me lembro de uma outra pesquisa que mostrou que, em entrevistas de emprego, se a pessoa que está entrevistando o candidato não consegue pelo menos dar uma olhada inicial no corpo do candidato, ela acaba não prestando atenção direito ao que o candidato(a) está falando, é algo instintivo, então não adianta ficar me crucificando e nem me culpando caso eu seja "vítima" desse meu lado sexual de vez em quando.

A questão toda está em onde eu vou dar o FOCO. Tudo bem, provavelmente a primeira coisa que eu observarei inconscientemente numa mulher serão os seios, mas eu não preciso ficar parado observando ali né. O que nos separa dos animais é justamente a capacidade de não ficar dando trela para os nossos instintos, somos dotados de racionalidade e o que minha racionalidade me diz é que, além de desrespeitoso, ficar olhando para essas partes vai me causar excitação num momento ERRADO, pois não é uma situação sexual ou que vá me levar para esse lado e gostar de ficar me excitando sem causa nenhuma é uma das razões que me levaram a ficar nessa situação que estou nesse momento, em primeiro lugar.

Eu sei que eu ainda devo falhar nessa questão e em algum momento provavelmente meu lado sexual vai acabar fazendo com que eu faça bobagem, pois ainda estou desregulado, então não vou ficar me culpando, mas vou ficar na ideia de focar no rosto das mulheres, mais especificamente na região dos olhos, que é onde devemos observar as pessoas para conseguir criar maior conexão e, consequentemente, maior probabilidade de fazer aquilo que eu busco: interação sincera, criar maiores conexões e, no caso das mulheres, se possível, sexo.

Tomara que isso funcione bem e eu não fique paranoico com essa questão também, que isso já aconteceu no passado. É difícil encontrar o equilíbrio depois de tanto tempo praticamente assexuado, mas acho que chego lá.


_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Mensagens : 702
Data de inscrição : 10/01/2016
Idade : 25
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 28/1/2018, 23:57
Fala Brother


Mano,  te entendo plenamente, certa vez estava assistindo um filme serie sei lá, só lembro que rolou senas de sexo parei de assistir, comigo é diferente gatilhos não fazem eu cair mais evito, e esse lance da excitação quando cenas assim acontecem por exemplo ir a praia mulheres de sutiã e fio dental é normal porem é meio que paranoico a um tempo atrás eu ficava paranoico com esses contextos porem atualmente é raro isso acontecer,

segui firme!

_______________________________________


Diario
[url=http://www.comoparar.com/t2365p650-24-arqueiro-de-jesus-fe-coragem]http://www.comoparar.com/t2365p650-24-arqueiro-de-jesus-fe-coragem[/url

O REBOOT É A RESTAURAÇÃO DA MENTE, JESUS CRISTO E RESTAURAÇÃO DA ALMA E DO ESPIRITO!]
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1501
Data de inscrição : 01/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 29/1/2018, 19:33
Broda escreveu:
Segundo

Fala!

Ontem fui na casa de um primo, encontrei uma galera, dei uma socializada e foi tudo bem. Um primo meu queria me empurrar uma menina de 14 anos, ainda bem que não cometi esse crime kkkkk

Passei a noite na casa de um outro primo e foi tudo muito bem. Aproveitei o tempo que eu sempre demoro para dormir para tentar raciocinar sobre as questões apresentadas no meu último post e cheguei a algumas conclusões.

Primeiro que voltei a reafirmar a mim mesmo que ver gatilhos virtuais é completamente inaceitável, assim como ficar vendo nudez. O Projeto disse uma vez que ele conseguia ver cenas de sexo/nudez em filmes e não ter vontade de recair, pois era uma sensação boa de excitação, muito diferente da vontade de ver P.

Isso sempre ficou na minha cabeça, eu sempre ficava pensando: pô mano, nudez é algo relativamente natural nesses filmes e séries por aí e eu deveria ser capaz de ver isso sem ficar loucasso e aí eu começava a teorizar que talvez fosse capaz de "treinar" o cérebro para voltar a achar tudo isso muito normal e não recair.

A verdade é que não existe treino, mas sim recuperação cerebral. Eu com meus 3 dias de reboot não vou conseguir nem fodendo ver uma mulher pelada de forma não intencional numa tela e não recair, tenho que ser sincero comigo mesmo, eu não sou o Projeto e essa é uma realidade que eu nem devo levar em conta por enquanto.

Bom, tendo "recalibrado" essa visão dos gatilhos e da P no virtual, que já estava quase indo para o lado errado, resolvi voltar a pensar a parada na vida real.

A conclusão que eu cheguei até o momento é que o foco tem que estar em observar os rostos das mulheres, AINDA QUE na primeira vista eu acabe inconscientemente observado caracteres sexuais. Lembro-me de uma pesquisa que o primeiro lugar que os homens olham quando encontram uma mulher é a região dos seios, assim como me lembro de uma outra pesquisa que mostrou que, em entrevistas de emprego, se a pessoa que está entrevistando o candidato não consegue pelo menos dar uma olhada inicial no corpo do candidato, ela acaba não prestando atenção direito ao que o candidato(a) está falando, é algo instintivo, então não adianta ficar me crucificando e nem me culpando caso eu seja "vítima" desse meu lado sexual de vez em quando.

A questão toda está em onde eu vou dar o FOCO. Tudo bem, provavelmente a primeira coisa que eu observarei inconscientemente numa mulher serão os seios, mas eu não preciso ficar parado observando ali né. O que nos separa dos animais é justamente a capacidade de não ficar dando trela para os nossos instintos, somos dotados de racionalidade e o que minha racionalidade me diz é que, além de desrespeitoso, ficar olhando para essas partes vai me causar excitação num momento ERRADO, pois não é uma situação sexual ou que vá me levar para esse lado e gostar de ficar me excitando sem causa nenhuma é uma das razões que me levaram a ficar nessa situação que estou nesse momento, em primeiro lugar.

Eu sei que eu ainda devo falhar nessa questão e em algum momento provavelmente meu lado sexual vai acabar fazendo com que eu faça bobagem, pois ainda estou desregulado, então não vou ficar me culpando, mas vou ficar na ideia de focar no rosto das mulheres, mais especificamente na região dos olhos, que é onde devemos observar as pessoas para conseguir criar maior conexão e, consequentemente, maior probabilidade de fazer aquilo que eu busco: interação sincera, criar maiores conexões e, no caso das mulheres, se possível, sexo.

Tomara que isso funcione bem e eu não fique paranoico com essa questão também, que isso já aconteceu no passado. É difícil encontrar o equilíbrio depois de tanto tempo praticamente assexuado, mas acho que chego lá.


Em relação a cenas de nudez, acho que com o tempo ocorre o que o Projeto disse, mas é preciso muito tempo até o cérebro voltar ao normal.

Enquanto estamos no processo de desintoxicação, é fundamental ficar longe de todos os gatilhos, e olhar no rosto das mulheres é um primeiro passo.

_______________________________________
"Quem quer, dá um jeito. Quem não quer, inventa desculpa". Toguro

Ninguém vai bater mais forte do que a vida. Não importa como você bate e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando; o quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha. Rocky Balboa

avatar
Mensagens : 1782
Data de inscrição : 09/01/2017
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 29/1/2018, 23:41
No começo achava radical de mais essa atitude de não olhar para as mulheres. Achava que evitar olhar para as mulheres me diminuía enquanto homem.

Mas o nosso olhar está doente. Não só porque objetificamos as mulheres, mas também porque associamos indiretamente mulher gostosa a PMO.

É natural ver uma mulher gostosa e pensar em sexo. Mas o viciado naturalizou no seu cérebro que prazer sexual é PMO. Então ao olharmos uma gostosa pensamos: Mulher gostosa -> sexo -> PMO.

Por isso é tão importante adotar por um tempo a medida radical de limpar o olhar. É necessário, embora eu mesmo ache muito difícil, procurar por um tempo evitar o olhar mesmo.

Esse lance de olhar nos olhos da mulher eu já pensei também mas sinceramente não consegui. Acho muito difícil.

O importante mesmo é evitar a frustração ao olhar para as mulheres. A frustração de ficar olhando várias gostosas e não poder se relacionar com nenhuma. Por isso que o olhar é um gatilho poderoso. Cada mulher que vc olha com desejo de sexo se acumula no seu cérebro como uma frustração até que inconscientemente seu cérebro irá buscar a PMO para dar vazão a esse desejo frustrado.

A pessoa precisa estar muito bem consigo mesma justamente para se proteger desses apelos emocionais da PMO.

É complicado. Eu não consigo evitar olhar e sinto que, mesmo sem fantasiar, a cada olhada vou me colocando mais em perigo.

Evitar a ocasião é a melhor solução eu acho.

Sucesso Broda. Tudo de bom pra vc!

_______________________________________
Crux Sacra sit mihi lux, non draco sit mihi dux. Vade retro satana!

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Re: Not a boy, Not yet a Man

em 30/1/2018, 02:42
Arqueiro escreveu:Fala Brother


Mano,  te entendo plenamente, certa vez estava assistindo um filme serie sei lá, só lembro que rolou senas de sexo parei de assistir, comigo é diferente gatilhos não fazem eu cair mais evito, e esse lance da excitação quando cenas assim acontecem por exemplo ir a praia mulheres de sutiã e fio dental é normal porem é meio que paranoico a um tempo atrás eu ficava paranoico com esses contextos porem atualmente é raro isso acontecer,  

segui firme!

Boto fé Bro!

Gatilhos me fodem demais dependendo do momento, às vezes não acontece nada. Vou me manter alerta.

Abraços!

Randy escreveu:
Em relação a cenas de nudez, acho que com o tempo ocorre o que o Projeto disse, mas é preciso muito tempo até o cérebro voltar ao normal.

Enquanto estamos no processo de desintoxicação, é fundamental ficar longe de todos os gatilhos, e olhar no rosto das mulheres é um primeiro passo.

Exatamente.

Abraços!

Marco escreveu:No começo achava radical de mais essa atitude de não olhar para as mulheres. Achava que evitar olhar para as mulheres me diminuía enquanto homem.

Mas o nosso olhar está doente. Não só porque objetificamos as mulheres, mas também porque associamos indiretamente mulher gostosa a PMO.

É natural ver uma mulher gostosa e pensar em sexo. Mas o viciado naturalizou no seu cérebro que prazer sexual é PMO. Então ao olharmos uma gostosa pensamos: Mulher gostosa -> sexo -> PMO.

Por isso é tão importante adotar por um tempo a medida radical de limpar o olhar. É necessário, embora eu mesmo ache muito difícil, procurar por um tempo evitar o olhar mesmo.

Esse lance de olhar nos olhos da mulher eu já pensei também mas sinceramente não consegui. Acho muito difícil.

O importante mesmo é evitar a frustração ao olhar para as mulheres. A frustração de ficar olhando várias gostosas e não poder se relacionar com nenhuma. Por isso que o olhar é um gatilho poderoso. Cada mulher que vc olha com desejo de sexo se acumula no seu cérebro como uma frustração até que inconscientemente seu cérebro irá buscar a PMO para dar vazão a esse desejo frustrado.

A pessoa precisa estar muito bem consigo mesma justamente para se proteger desses apelos emocionais da PMO.

É complicado. Eu não consigo evitar olhar e sinto que, mesmo sem fantasiar, a cada olhada vou me colocando mais em perigo.

Evitar a ocasião é a melhor solução eu acho.

Sucesso Broda. Tudo de bom pra vc!

Fala Bro!

Eu já tentei parar de olhar de vez e isso me causava uma ansiedade absurda, pois toda vez que saia na rua eu ficava pensando: porra, não posso olhar nada, tenho que estar atento.

Era uma merda, vou insistir mais um pouco no lance de olhar no rosto, se não der errado, posso tentar essa outra tática de maneira diferente.

Obrigado pelo feedback, abraços!

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1819
Data de inscrição : 11/12/2015
Ver perfil do usuário

Queda

em 30/1/2018, 02:49
Queda

Fala pessoal.

Hoje acabei vacilando de novo. Sempre a mesma merda de sono que bate do mais absoluto nada, daí vem um site desbloqueado completamente inesperado, eu tento dormir, não consigo, faço corpo mole e pronto. Tudo por água abaixo, nenhuma novidade, mesma pessoa, cometendo o mesmo erro, na mesma situação e do mesmo jeito. Eu não vou mais mexer nessa porra de pc com sono, chega disso.

Admito que deu uma desmotivada chata dessa vez. Acabei me M duas vezes, antes estava conseguindo controlar para ser só 1x, mas dessa vez não consegui evitar de me sentir chateado. Os antigos padrões de mentalidade estão voltando e me enchendo o saco, como era de se esperar. Senti culpa dessa vez, admito, acontece com todo mundo, eu sei.

Foi com quatro dias. Bem, bola pra frente, não adianta chorar pelo leite derramado.

_______________________________________


Meu diário I -> http://www.comoparar.com/t2081-virando-homem
Meu diário II -> http://www.comoparar.com/t5904-virando-homem (continuação)
avatar
Mensagens : 184
Data de inscrição : 06/11/2014
Ver perfil do usuário

ahaha

em 30/1/2018, 02:52
o leite foi literalmente derramado... kkk
cara, vc quer mesmo fazer o reboot? eu nunca vim aqui te dizer nada (não que eu lembre) mas sempre espiei o seu diário e confesso que esboço alguns sorrisos sempre que venho até aqui.

_______________________________________
https://countingdownto.com/create-count-up
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum