Compartilhe
Ir em baixo
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Reboot - Marcos

em 7/1/2018, 10:32
Bom dia galera! Abaixo irei contar um pouco da minha história a vocês. Necessito que entendam detalhadamente.

Nasci em uma família de classe média. Morávamos inicialmente em uma casa no centro da cidade onde eu tinha diversos amigos. Com 11 anos meus pais decidiram se mudar para uma casa maior, porém ela se localizava em um bairro longe dos amigos, o bairro na realidade é bem longe do centro. Inicialmente tudo bem, fiz alguns outros amigos vizinhos, porém aos poucos eles foram indo embora e minha rotina, a partir dos 14 se tornou apenas casa-escola; escola-casa.  

Possuo 2 irmãos e o maior sempre foi mais desenrolado que eu, jogava bola, arruma namoradinhas pra transar, namorar etc... (eu sei quele também consumia PMO, mas até hoje não sei se ele tem problemas com ER, DE etc) . O menor ainda era muito pequeno na época.
Meus vizinhos vez ou outra nos convidavam para assistir filmes pornôs e daí eu aprendi o que era masturbação.

Tá, mas o que isso tem a ver com homossexualidade?

Bom, a primeira vez que senti algo por um homem foi ainda com 9 anos, lembro bem. Meu pai nos levou para uma festa em uma cidade próxima e chegando lá observei um rapaz peludo,lindo e quando olhei para ele senti um sentimento desconhecido dentro de mim, não sabia o que significava mas era uma sensação de querer estar perto, gostar, amar (?), na época não entendi, mas a vida seguiu.
Outra vez assistindo um programa no faustão  vi um cantor londrino (já não lembro mais o nome) e eu fiquei tão apaixonado que não sei descrever, no dia eu quis contar pra minha mãe mas por algum motivo não o fiz. Assim foi com outras pessoas que eu me apaixonava e guardava pra mim, mas sem ninguém saber.
Aos 15 visualizei um menino na escola de uma série superior a minha e eu me apaixonei de tamanha maneira que quase não conseguia disfarçar, ficava com ciúmes, ficava horas observando o perfil no orkut, status no msn etc...  sonhava em ter algum relacionamento com ele (hoje somos amigos, quem diria? o que eu tinha visto nele?? kkk ) . Nesta ideia de ter algo com o garoto comecei a notar uma séria incompatibilidade pois éramos 2 homens, como daria certo? Sempre ouvi que "não teria viado na família", "viado é coisa do diabo", "é a pombagira", "meus 3 meninos são homem macho". Daí comecei a me sentir muito mal por ser um homem com desejo por outro homem e me questionar constantemente por que não nasci mulher, nesta época quase não havia amigos homens na escola e meus trejeitos eram claros.
Ainda com 15 anos me recordo de uma palestra na escola (estudei em escola católica) e o rapaz palestrante falava sobre masturbação e seus malefícios (por que eu não ouvi logo????) , homossexualidade, traumas na infância. Ele explicava muito bem sobre a pressão exercida sobre o pênis com as mãos, que se tornava um vício e não trazia nada de bom para ninguém. Nos chamaram para conversar (quem queria, claro) e eu fui no intuito de pedir ajuda para minha homossexualidade e me tornar hétero mas chegando lá falei outra coisa não muito clara e ficou por isso mesmo. A masturbação neste período era somente com pornô hétero normal, na realidade quase sem pornô, mais com fantasias mesmo. Pornô gay? Jamais! Era pecado demais, e a homossexualidade era só uma fase mas que passaria, achava eu.
Entre 15 e 16 decidi mudar de vida e largar meus trejeitos e me tornar homem de verdade. Comecei a agir como os outros meninos, fui muito bem aceito na rodinha dos alfas, sempre tive uma barba grande e todos me invejavam, zoava dos outros, era um verdadeiro hétero topzera, até fiquei com umas meninas numa festa e foi bem legal.  Ao longo da minha infância/adolescência recebi diversas cartas de amor de diversas meninas, eu nunca fui dos mais feios, sempre fui "pegável". Há 2 anos a menina mais linda do colégio (até hoje é uma das mais lindas da cidade) me disse que eu fui o primeiro crush dela, pena que eu não poderia amá-la de verdade. No final do terceiro ano uma grande amiga se declarou pra mim dizendo que eu nunca havia prestado atenção nela mas que ela era muito apaixonado por mim. Eu queria dizer a verdade para ela, mas não poderia me expor.

Ao longo da minha adolescência fui me tornando muito fechado e anti-social, e para compensar isso me afundei em jogos online e as vezes rodava 48 horas sem parar, sempre pausando na madrugada para bater aquela, porque ninguém é de ferro né (?). - Vício este (em MMOs) extinto quando minha vida social retornou, como explico abaixo.

Aos 16, meu irmão com 18, nos convertemos em uma igreja evangélica perto de casa. Sou muito grato a igreja por ter me trazido tantas pessoas boas, retornado a minha vida social. Eu já saia de casa, conversava, ia para a casa dos amigos etc... Mas e a homossexualidade? Continuava lá, mesmo confessando para meu líder, fazendo jejum, oração, não passava. No máximo eu conseguia deixar ela lá no fundinho do meu inconsciente e nem me lembrar que ela existe. Mas também nada de namoradas porque, obviamente, não sentia muita coisa por elas. O problema começou aqui...

Para eu não sentir desejo por outros homens eu me masturbava. Neste aspecto ela serviu pra camuflar meus reais desejos, minhas frustrações, meus anseios e medos.
Nesta época nem cogitava em ter relação com outro homem, meus sentimentos não eram de Deus, vivia na igreja todos os dias da semana. Até um dia que meus pais me proibiram de ir a igreja pois nem pro vestibular eu estava estudando mais.

Como sempre fui muito obediente aos meus pais acatei o pedido deles e passei a me dedicar exclusivamente para estudos e a igreja ficou em segundo plano e, ainda com 18 anos na época, fui aprovado para o curso de direito na federal da minha cidade, e no mês seguinte fui aprovado para um concurso, sendo nomeado para uma cidade bem longe dos meus pais. Tranquei a faculdade e fui.

A cidade era bem pequena, e a concepção de homossexualidade era inexistente pra mim, chance 0% de sê-lo. Congreguei em uma igreja próxima a minha casa, mas neste mesmo período comecei a ter sonhos eróticos com meu gerente de uma maneira tão intensa que parecia real! Único problema é que éramos grandes amigos e ele era casado!!! Pecador que sou. Neste mesmo período fui assediado por um senhor na faixa de 60 anos, aí que senti uma angústia, chorei, disse que nunca seguiria por aquele caminho. Mas a masturbação estava alí pra camuflar meus sentimentos, e nesta época o pornô hétero não era suficiente, então passei para o pornô gay mesmo.

Em pouco tempo consegui remoção para uma cidade maior e novamente congregando em uma igreja, rodeado de amigos, pessoas maravilhosas, mas o desejo por homens em alta mais do que nunca, eu agora com 20 anos. E haja masturbação pra apagar meu fogo.
Lembro que assim que o pornô gay começou a parar de fazer o efeito e minha ereção começou a bobear passei para o pornô gay amador.
Interessante que quando o amador começou a perder força em vez de eu procurar algo novo eu simplesmente comecei a abusar de pornografia e comecei um limite alí. Do amador eu não passaria JAMÉ, assim cumpri minha promessa e nunca ultrapassei esta barreira.

Certo dia já cansado da vida de hétero camuflado conheci os apps de paquera e lá conheci um rapaz bacana. Conversamos, trocamos contatos e marcamos na casa dele naquela mesma noite. Fui muito nervoso, me dispus a ser ativo, e na hora H, cadê ? Ereção bem fraquinha. Ele me fez um oral mas eu não sentia quase nada! Me perguntei: sexo é isso sem graça mesmo? Consegui penetrar com muita dificuldade e fui embora. Chegando em casa fui bater uma e a ereção nas alturas! Ué??
Passados 1 semana tive uns problemas de saúde e logo pensei estar com HIV, mesmo tendo tido relação com preservativo, mas a oral não. Fiquei desesperado e fiz todos os exames possíveis. Noites sem dormir! Mas nada de HIV, era apenas uma neura mesmo.

Me confessei na igreja e prometi nunca mais ter relação com nenhum homem na minha vida. Passados 1 ano após o ocorrido, e já um pouco afastado da igreja por questões internas, estudo, trabalho, baixo novamente o app de paquera, marco algo na minha casa, e na hora H, cadê? Novamente nada. Fiquei sem chão. Pensei que poderia ser vergonha da nudez, o nervosismo do meu colega chegar e me ver com outro rapaz, e despachei o rapaz. No outro dia na masturbação novamente ereção a 1000 com os pornôs amadores, nada fez muito sentido.

Me recordo bem que eu já não gostava muito de masturbação, nem pornografia, e fazia apenas pra matar minha vontade e frustração. Em 2014 fiquei 40 dias sem masturbar para cumprir um propósito e me senti uma outra pessoa, mais alegre, sensível, viril, intuitivo, inteligente etc... mas não sabia sobre o reboot.

Certo dia conversando com um colega de trabalho (que por sinal é um psicólogo, obrigado mesmo meu amigo!) sobre meu vício em café ele me solta umas palavras, eternas palavras: "Marcos, seu vício em café é uma lacuna dentro de você não suprida, e que você tenta supri-la com café. Supra a lacuna e seu vício em café acabará". Desde aquele dia por analogia comecei a pensar sobre meu vicio em PMO e a relação que ela tinha com minha homossexualidade não suprida.

Meados novembro/17 fui diagnosticado com uma doença auto-imune hereditária denominada artrite reativa. Não falei pra ninguém, comecei a procurar respostas, passei aquele mês bastante debilitado com dores excruciantes nunca antes vividas. Quase fui impedido de trabalhar, mas segui firme e hoje me encontro 95% bem. Mas o que isso tem a ver com o vício em PMO? Acredito que nada na vida é por acaso. Ser diagnosticado com esta doença, suportar a barra sozinho (posteriormente contei aos meus pais) me fez ter uma força de vontade imensa de mudar de vida, de estilo, de querer viver a vida de uma maneira mais saudável e diferente.

Antes das festas de natal/ano novo tomei uma decisão de que me aceitaria do jeito que eu sou, ainda que não estivesse namorando, mas me aceitaria que eu sou gay  e não há nada de errado em ser desta maneira. Não contei nada aos meus pais. Vim contando para alguns amigos e vários deles já sabem.
Na casa dos meus pais tentei me masturbar uma vez para "aliviar" e não vi necessidade, pois aquilo já estava me gerando um nojo horrível. Por que não arranjar alguém pra dividir umas carícias e quem sabe um sexo?

Retornando a cidade na qual resido comecei a me abster total de PMO. Hoje faço aproximadamente 10 dias que não realizo masturbação, mas não é lá grandes feitos pois marcas de 15, 20 dias, eu conseguia regularmente, mas sempre "aliviava" a tensão posteriormente.

É importante salientar algumas coisas:
- Minhas ereções matinais, nos períodos que eu me masturbava quase que diariamente, eram inexistentes.
- Sofria de boca seca, acordava com a boca sequíssima
- Libido muito muito baixa
- Indiferença para com outras pessoas
- Zero sentimentos seja por homens ou mulheres

Após 10 dias:
- As vezes acordo de madrugada com pênis totalmente rígido e tendo pensamentos aleatórios sobre sexo (???) que loucura, sempre notei que longos períodos "NOFAP" acontecia isso, mas pensava ser por acúmulo de energia.
- Babar no travesseiro era algo inexistente há tempos, e sempre que me abstenho de masturbação por longos períodos acordo com a boca cheio de saliva. Ainda não encontrei explicação pra isso, mas é algo bom!
- Imensa vontade de transar aleatoriamente no trabalho. Certo dia pensei que iria ejacular de tanto tesão que sentia na uretra, eu estava sentado e tendo uma síncope, me tremendo, de tanto tesão sem motivo algum. Aí eu disse: pois pode ejacular sozinho aí que masturbar pra fazer isso eu não irei. A sensação era deliciosa! Eu não queria era que acabasse rs.
- A vergonha de ser quem eu sou foi diminuindo. A sensação de ser eu mesmo é muito boa. Cabe ressaltar que tenho a impressão de que com o reboot  o tesão tem estado voltando. Com a maior liberdade, finalmente eu sou quem eu realmente tenho que ser. Sinto como se a masturbação camuflasse meus reais sentimentos e substituísse o marcos por um zumbi apático.


Métodos:
- Como eu nunca gostei muito de PMO e fazia meio que por obrigação, não está sendo lá TÃO DIFÍCIL como eu pensei que seria. Acho que me aceitar supriu muito minha dependência por PMO. Ter a possibilidade de me relacionar com alguém que eu goste é reconfortante.
- Eu utilizo os apps de paquera, mas com cautela. Nada de excitação exacerbada, mas apenas conversa e realmente ver o que vai rolar. Aqui quero deixar um parênteses: Conversando com as pessoas, trocando fotos, "nudes", eu não sinto vontade de fazer PMO, muito pelo contrário. Eu sinto realmente vontade de ir lá e me relacionar. Ás vezes passa pela minha cabeça a vontade de "aliviar" meu tesão com masturbação, mas sentir o tesão me faz sentir vivo e na procura por alguém! Ou seja, meu objetivo é aliviar o tesão com outra pessoa bacana, não algo solitário, mas solidário.
- Conheci um rapaz bem bacana que me abriu a mente não só para o sexo ativo, mas para o passivo. Talvez nas minhas próximas relações eu tentarei ser passivo e ver o que acontece.
- Pretendo ler o ebook esta semana ainda. Estou fazendo meu reboot de maneira não tão hard, uso minhas redes sociais normalmente.
- Meu objetivo não é me abster de prazer, mas ter prazer com OUTRA PESSOA  e não solitariamente!
-

Hoje amanheci meio sem vontade de fazer nada, acho que esta deva ser a fase do flatline. Vou tirar o dia para ir ao cinema, dar uma corridinha básica, tomar um cafézinho.

Bom, acho que aqui é mais um relato de como estou vivendo do que propriamente um pedido de ajuda.
Dicas são muito valiosas e estou sempre aberto para críticas construtivas também!



Eu tenho muitas outras coisas pra falar e no decorrer do tópico vou falando na medida que for questionado.


Um abraço e que Deus nos abençoe!
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 8/1/2018, 05:50
Bom dia ! 11° dia e tudo em paz.
Ontem senti desejo por sexo mas vontade de M não. Ainda estou tentando diferenciar vontade de sexo real com M.
Estou conversando com alguns rapazes e vendo o que pode rolar.
Hoje acordei na flatline sem muita perspectiva. Talvez a noite role algo com um amigo.

Não sinto vontade nenhuma de P. Já tinha abusado dos sites pornôs antes mesmo do Reboot.

Meu maior problema mesmo é o tesao que sinto muitas vezes. Interessante ressaltar que eu já havia tentado parar de M uns 2 anos atrás mas sem sucesso. Hoje é meio como se eu fosse mais maduro e conssseguisse me controlar melhor.

Tentarei atualizar na medida do possível, ainda que poucos comentem pois sei que muitas pessoas visualizam e poderá ajudá-los.

Abraços.
Mensagens : 19
Data de inscrição : 13/09/2015
Ver perfil do usuáriohttp://<iframe src="http://free.timeanddate.com/countdown/i62

Re: Reboot - Marcos

em 9/1/2018, 15:56
marcosbanc escreveu:Bom dia ! 11° dia e tudo em paz.
Ontem senti desejo por sexo mas vontade de M não. Ainda estou tentando diferenciar vontade de sexo real com M.
Estou conversando com alguns rapazes e vendo o que pode rolar.
Hoje acordei na flatline sem muita perspectiva. Talvez a noite role algo com um amigo.

Não sinto vontade nenhuma de P. Já tinha abusado dos sites pornôs antes mesmo do Reboot.

Meu maior problema mesmo é o tesao que sinto muitas vezes. Interessante ressaltar que eu já havia tentado parar de M uns 2 anos atrás mas sem sucesso. Hoje é meio como se eu fosse mais maduro e conssseguisse me controlar melhor.

Tentarei atualizar na medida do possível, ainda que poucos comentem pois sei que muitas pessoas visualizam e poderá ajudá-los.

Abraços.

E aí Marcos, tudo bem?
Li sua história e vou acompanhar seu diário. As coisas andam meio paradas por aqui, mas não vamos desanimar não. Também estou na fase inicial, dias sem tesão nenhum, outros explodindo que nem hoje hehe.

_______________________________________
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 9/1/2018, 17:29
Obrigado pela resposta.
Tenho sentido palpitação esses dias, não sei se pelo Reboot em si ou pela ansiedade da vida emocional/profissional/académica.
Hoje tudo correu bem.
Não costumo pensar em sexo durante meu trabalho/faculdade.
Pra frente que se anda. Abraços !

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 10/1/2018, 08:25
Bom dia! Mais um dia vencido. Sem vontade de PMO. Acredito que eu esteja saindo da flatline.
Hoje me encontrei pela manhã com um rapaz que é meu vizinho, tentei passivo mas doeu muito (e que dor!!!) então eu não quis prosseguir. Ficamos nas preliminares e foi uma delicia! Não fantasiei nada, tive ereções na medida que me fazia oral, mas foi mais eu que fiz nele, foi um tesão só.
Ele é vers mas quase nunca faz passivo então ficamos apenas no sarro/oral. Fiquei um pouco nervoso pois ainda estou me descobrindo, experimentando...
Não chegamos ao orgasmo e isso foi uma parte positiva pois curtimos muito com muita energia.
O rapaz era fortinho do jeito que eu gosto. Sou muito discreto e curto caras assim.Apesar de depois ter me confessado ter namorada, mas foi tão intenso que não dei muita bola. (Deveria não ter prosseguido, mas...)
Acredito que experiências do tipo sejam positivas para nosso religamento.
Abraços e muita força a todos.
avatar
Mensagens : 1478
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 10/1/2018, 10:26
Acompanhando...
Estou aqui para o que precisar.
O interessante do diário é ele ser um registro para acompanharmos o passo a passo.
Também sinto falta das pessoas aqui nesta seção, mas vamos somar nossas forças nós que estamos mais presentes.
Parabéns pela suas conquistas.

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto - último
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho


avatar
Mensagens : 54
Data de inscrição : 06/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 10/1/2018, 10:47
Marcos recomendo fortemente que siga as instruções abaixo:
-Ler o ebook Como Parar
-Instalar diversos bloqueadores tanto no celular e no computador
-Fazer atividades físicas(esse tem sido minha principal força no reboot

Tente evitar ao máximo ficar fantasiando, eu diria que esse é o pior gatilho para PMO, principalmente para você, pelo que descreveu.

Sou hetero portanto não posso dar dicas mais específicas e estarei aqui te acompanhando caso precise de alguma ajuda

Não se esqueça das instruções que te passei, a maioria das pessoas ignoram por "n" motivos, não seja esse tipo de pessoa, não siga o caminho das pedras.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
Aproveitar um bom conselho requer mais sabedoria do que dá-lo.

John Collins
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 10/1/2018, 11:10
Obrigado atacante!
Eu li o e-book e estou seguindo os passos.
Quase não utilizo meu computador a não ser para trabalhos, não costumo ficar no meu notebook mais que uma hora, não chega a ser um gatilho pra mim.
Muitas vezes me masturbava por obrigação, pra sentir algo, pra me sentir aliviado.
Não costumo fantasiar ou pensar em sexo em horários de serviço, é mais nos raros momentos que estou em casa.
PMO não está sendo um problema, e espero que nunca mais seja.
Sobre atividade física eu fazia academia mas parei por ter uma lesão na clavícula direita (acidente de moto) que requeria acompanhamento constante. Hoje eu apenas faço corrida, e recomendo a todos que façam!!!
Obrigado pela ajuda de todos!
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 12/1/2018, 08:03
Bom dia !

Até então tudo ok. Ontem senti um pouco de desejo sexual mas 0 vontade de PMO. As ereções matinais pararam um pouco mas sempre que penso em algo a ereção e o tesao surge imediatamente, então evito.
Final de semana passei por uns problemas emocionais e físicos, não por motivos relacionados ao PMO, mas que gerou intenso stress e uma dor no peito/ansiedade e um pouco de falta de ar. Marquei uma consulta pra hoje. Sem a M não tenho como descarregar as energias então estou correndo sempre que posso.

Abraços!

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
Mensagens : 12
Data de inscrição : 08/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 12/1/2018, 08:13
Força Marcos!

Li seu relato, e apesar de ser hétero, eu me coloquei no seu lugar enquanto lia e sofri junto com você. Cara, que sofrimento deve ser você ter viver algo que não é.
Depois de ler seu relato, o que tenho a dizer é: que cara corajoso.
Vai dar tudo no seu reboot, se você teve coragem pra assumir quem você é, você vai tirar isso de letra.
Um abraço, força pra você e continue atualizando seu diário!

Enviado pelo Topic'it
avatar
Mensagens : 41
Data de inscrição : 10/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 12/1/2018, 18:31
marcosbanc escreveu:Bom dia !

Até então tudo ok. Ontem senti um pouco de desejo sexual mas 0 vontade de PMO. As ereções matinais pararam um pouco mas sempre que penso em algo a ereção e o tesao surge imediatamente, então evito.
Final de semana passei por uns problemas emocionais e físicos, não por motivos relacionados ao PMO, mas que gerou intenso stress e uma dor no peito/ansiedade e um pouco de falta de ar. Marquei uma consulta pra hoje. Sem a M não tenho como descarregar as energias então estou correndo sempre que posso.

Abraços!

Isso, cara! Você vai ter que procurar atividades para gastar esse excesso de energia que tu gastava em PMO. Você vai perceber o quanto de energia você tem.
Você pode procurar outras atividades também, como academia, dança, teatro, ou qualquer outra coisa.

Pelo que eu vi na sua história, a pornografia era uma fuga. Eu também já passei por isso. Muita coisa em comum. Tudo era motivo para eu me masturbar. As vezes, nem tinha motivo era vício mesmo. E a mesma atração por homens eu também tenho. Acredito que o reboot vai te ajudar muito em várias questões que você abordou. Segue firme.
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 13/1/2018, 09:09
Ontem cheguei em casa, não me sentindo muito bem. Pensei que poderia ser gases pelo fato de já possuir problemas gástricos. Resolvi correr e ao final senti muita falta de ar e taquicardia. Fui ao hospital e a cardio constatou presença de extra-sístoles (poderia isto ser ansiedade?) , fiquei um pouco triste mas não posso deixar isso me abater. Segunda volto ao hospital para realização de mais exames.
Já me sinto bem melhor hoje.

Ontem eu desmarquei meus esquemas pois não estava me sentindo bem kkk Hoje quero ver se vai rolar algo, estou confiante.
Até então sem muitas dificuldades com PMO.

Levo sempre um pensamento comigo: Se eu cheguei até aqui é porque sou MUITO FORTE. Pense num rapaz forte sou eu. Superei cada obstáculo da vida e não vai ser PMO que vai me derrubar. Sejamos sempre assim! Se estamos aqui VIVOS é porque somos FORTES, e não apenas fortes, mas MUITO FORTES.



Abraços!
avatar
Mensagens : 719
Data de inscrição : 15/08/2017
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 17/1/2018, 06:22
marcosbanc escreveu:Obrigado atacante!
Eu li o e-book e estou seguindo os passos.
Quase não utilizo meu computador a não ser para trabalhos, não costumo ficar no meu notebook mais que uma hora, não chega a ser um gatilho pra mim.
Muitas vezes me masturbava por obrigação, pra sentir algo, pra me sentir aliviado.
Não costumo fantasiar ou pensar em sexo em horários de serviço, é mais nos raros momentos que estou em casa.
PMO não está sendo um problema, e espero que nunca mais seja.
Sobre atividade física eu fazia academia mas parei por ter uma lesão na clavícula direita (acidente de moto) que requeria acompanhamento constante. Hoje eu apenas faço corrida, e recomendo a todos que façam!!!
Obrigado pela ajuda de todos!
 Parabéns, você tem de tudo para fazer excelente reboot, estarei te acompanhando. Está a quantos dias?

_______________________________________
avatar
Mensagens : 92
Data de inscrição : 17/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 17/1/2018, 17:32
Cara, muita força pra vc! Estou acompanhando aqui!
Achei legal demais você ter resolvido sua sexualidade! Acho que sem resolver isso primeiro, sua lacuna nunca seria preenchida!

(Fiquei admirado como você escreve como um escritor mesmo haahaha parabéns!)

Abraço!

_______________________________________

Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 18/1/2018, 05:02
Olá queridos. Sigo firme no propósito!
Hoje faço 21 dias sem PMO.
Tenho enfrentado alguns problemas de saúde, mas nada sério. Isso tem me tomado um pouco atenção e não tenho tido tempo pra pensar no vício, pensando pelo lado positivo.
Hoje acordei com a libido em alta, acredito que estou saindo da flatline. Sem sonhos eróticos, sem polução noturna (que eu particularmente tinha MUITO, às vezes mesmo em PMO) e ansioso pelo resultado após os 30 dias.
Uma dica: ocupe seu tempo! Ociosidade é oficina do cão!

Obrigado pelo apoio de todos.

Abraços!

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
Mensagens : 171
Data de inscrição : 05/03/2015
Idade : 30
Localização : França Paris
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 18/1/2018, 06:12
Boas Marcos
Li a tua introdução e estou te acompanhando.

Adiciona um contador de dias para acompanharmos o teu avanço

Força a todos

_______________________________________
MEU DIÁRIO:
http://www.comoparar.com/t4903-diario-artur-vicio-p-vs-paixoes-desordenadas

RECORDS:
P - 46 dias
M - 32 dias
O - 24 dias Janeiro 2018
avatar
Mensagens : 719
Data de inscrição : 15/08/2017
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 18/1/2018, 11:37
marcosbanc escreveu:Olá queridos. Sigo firme no propósito!
Hoje faço 21 dias sem PMO.
Tenho enfrentado alguns problemas de saúde, mas nada sério. Isso tem me tomado um pouco atenção e não tenho tido tempo pra pensar no vício, pensando pelo lado positivo.
Hoje acordei com a libido em alta, acredito que estou saindo da flatline. Sem sonhos eróticos, sem polução noturna (que eu particularmente tinha MUITO, às vezes mesmo em PMO) e ansioso pelo resultado após os 30 dias.
Uma dica: ocupe seu tempo! Ociosidade é oficina do cão!

Obrigado pelo apoio de todos.

Abraços!
Parabéns pelas 3 semanas, só vi resultados mesmo depois dos 40-45 dias, realmente é muito difícil evitar a PMO no tempo livre (estou de férias e percebo isso)

_______________________________________
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 19/1/2018, 07:46
Mais um dia.
Hoje conversando com um rapaz ele me mandou um vídeo de suas performances. Eu na ingenuidade abri, na mesma hora ereção semelhante à uma pedra. Mas deletei logo em seguida.
NÃO FAÇAM ISSO! O risco de cair é gigantesco.

Me arrisquei em algo desnecessário.
Vida seguindo! Talvez fds role algo, mas tudo com calma.

Abraços !

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 19/1/2018, 19:41
Então galera hoje acabei conhecendo um cara mais velho e acabamos transando. Não foi do jeito que eu esperava mas acabou rolando e cheguei ao O depois de alguns minutos.
Ficamos nas preliminares por quase uma hora mas na hora H quase não deu certo, com alguma dificuldade (após M um pouco)mas foi.
Achei válido! Conversamos bastante, trocamos amassos, experiências, vida, beijos e carícias. Me manti ereto (estilo pedra) todo o período preliminar, mas na hora da penetração senti meu libido cair muito, acho que por nervosismo mesmo, nada muito diferente do que ocorre na vida comum.
Não fantasiei, pensei ou viajei com alguma cena. Tudo natural.
Senti descarregar minhas energias. Apesar de ter tido alguns aspectos que não gostei, no geral foi legal.

Abraços!
avatar
Mensagens : 92
Data de inscrição : 17/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 20/1/2018, 08:32
Que bacana Marcos!!
Esse envolvimento do sexo, além do ato, como conversa, preliminares e carinhos, são super positivas e ajuda muito na "solidez da ereção"!! hehehehe
Você conseguiu atingir o O durante a relação ou com a M?
Grande abraço!! Progredindo a cada dia!!
Like a Star @ heaven

_______________________________________

Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 20/1/2018, 09:18
Eu consegui O sem M, apenas na penetração mesmo.
A M ajudou um pouco a manter a ereção.
Se eu não estivesse nevoso acho que teria mantido a ereção facilmente.

Agora estou muito ligado para o famoso efeito caçador, que poderá me derrubar, mas não ocorrerá!!!!

Abraços !

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
Mensagens : 719
Data de inscrição : 15/08/2017
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 20/1/2018, 09:25
marcosbanc escreveu:Eu consegui O sem M, apenas na penetração mesmo.
A M ajudou um pouco a manter a ereção.
Se eu não estivesse nevoso acho que teria mantido a ereção facilmente.

Agora estou muito ligado para o famoso efeito caçador, que poderá me derrubar, mas não ocorrerá!!!!

Abraços !
Que ótimo. Espero ter uma experiência assim. Abraços!

_______________________________________
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 21/1/2018, 07:22
Hoje faço 24 dias de Reboot. Ontem foi um dia normal.
No período da noite fui pra casa de alguns amigos onde acabamos conversando sobre como a masturbação arruina a vida do homem em si, discutimos sobre HOCD e vida cristã.
Muito legal!

Pensei que sofreria do efeito caçador mas até então, não.

Abraços!
Moderador
Moderador
Mensagens : 307
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 21/1/2018, 13:27
Sim, João. Apesar de ser homossexual sempre gosto de frequentar igrejas e grupos de oração, de onde tenho diversos amigos.
PMO é um problema comum no meio da igreja e quase nunca debatido. Estou tentando ajudar alguns amigos divulgado informações a respeito.
De graça me foi dado de graça darei.

Abraços e obrigado pela visita de todos ao meu diário. Vocês são espetaculares.

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos
avatar
Mensagens : 719
Data de inscrição : 15/08/2017
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 21/1/2018, 14:30
marcosbanc escreveu:Hoje faço 24 dias de Reboot. Ontem foi um dia normal.
No período da noite fui pra casa de alguns amigos onde acabamos conversando sobre como a masturbação arruina a vida do homem em si, discutimos sobre HOCD e vida cristã.
Muito legal!

Pensei que sofreria do efeito caçador mas até então, não.

Abraços!
Parabéns pelos 24 dias, tente mesmo não recair se não vai ficar mais difícil ainda atingir essa marca, efeito caçador pode aparecer nos próximos dias sim. Abraços!

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum