Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 1516
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 21/1/2018, 19:19
marcosbanc escreveu:Sim, João. Apesar de ser homossexual sempre gosto de frequentar igrejas e grupos de oração, de onde tenho diversos amigos.
PMO é um problema comum no meio da igreja e quase nunca debatido. Estou tentando ajudar alguns amigos divulgado informações a respeito.
De graça me foi dado de graça darei.

Abraços e obrigado pela visita de todos ao meu diário. Vocês são espetaculares.

Igreja Católica?

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto - último
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho

Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 22/1/2018, 00:55
David Silva escreveu:
marcosbanc escreveu:Sim, João. Apesar de ser homossexual sempre gosto de frequentar igrejas e grupos de oração, de onde tenho diversos amigos.
PMO é um problema comum no meio da igreja e quase nunca debatido. Estou tentando ajudar alguns amigos divulgado informações a respeito.
De graça me foi dado de graça darei.

Abraços e obrigado pela visita de todos ao meu diário. Vocês são espetaculares.

Igreja Católica?

Não, evangélica.
Mensagens : 38
Data de inscrição : 03/11/2017
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 22/1/2018, 01:46
Muito legal essa sua atitude de ajudar pessoas que passam pelo mesmo vício, e dividir seu conhecimento sobre o assunto! Eu mesmo tenho vontade de ajudar pessoas também, mas acabo não fazendo pra não me expor também, sabe? Por mais que eu esteja cuidando da situação pra acabar com o vício, é uma coisa que me envergonho muito. Só tem duas pessoas nesse mundo que sabem da situação, e ambas são pessoas que eu confio muitooooo. Não tenho coragem de sair falando sobre isso com as pessoas :/
Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 22/1/2018, 02:10
Kaue escreveu:Muito legal essa sua atitude de ajudar pessoas que passam pelo mesmo vício, e dividir seu conhecimento sobre o assunto! Eu mesmo tenho vontade de ajudar pessoas também, mas acabo não fazendo pra não me expor também, sabe? Por mais que eu esteja cuidando da situação pra acabar com o vício, é uma coisa que me envergonho muito. Só tem duas pessoas nesse mundo que sabem da situação, e ambas são pessoas que eu confio muitooooo. Não tenho coragem de sair falando sobre isso com as pessoas :/
Amigo, eu vinha contando que sou gay aos poucos. Vários amigos já sabem. Não é algo tão sigiloso assim pra mim. Hoje em dia não escondo, mas também não falo da minha vida pra quem não vai me agregar em nada.
Sobre ajudar os outros, a PMO é um problema no meio da igreja há tempos. Então pra eu conversar sobre isso não há tanto tabu assim entre meus amigos, pois todos se ajudam. E sempre sou conhecido por eles como o “polêmico” porque sempre tento levantar discussões que trazem resultados para a nossa vida.

É isso!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos

Mensagens : 38
Data de inscrição : 03/11/2017
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 22/1/2018, 02:25
No meu caso é totalmente ao contrário. Sou assumido há anos, nunca escondi de ninguém minha orientação sexual, até porque era casado, morava junto com meu marido e tudo mais. Agora sobre o vício, não tenho coragem de falar sobre isso com ninguém, mesmo que pra ajudar. Pq eu só consigo imaginar duas reações da pessoa, ou ela vai falar "magina, isso é super normal, suuuper saudável" ou ela vai me julgar. Então por isso acabo não contando. Na minha família mesmo, ninguém sabe sobre o vício em PMO, exatamente pq primeiramente tenho vergonha e falar sobre isso, e depois pq sei vão existir apenas essas duas reações, ninguém vai me levar a sério pra entender o problema a fundo. Como no seu caso você fala disso dentro da igreja, acaba sendo mais fácil discutir sobre um problema que preocupa a todos.
avatar
Mensagens : 171
Data de inscrição : 05/03/2015
Idade : 30
Localização : França Paris
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 22/1/2018, 08:31
Hello Marcos

Queria fazer te uma pergunta:

A partir dos 30 dias do reboot, "paqueirar" de um modo saudável e conhecer outras pessoas ajuda-nos a manter o reboot e a fazer o quito passo que é a RELIGAÇÂO.
Mas no nossa equipa (equipa H) sem os aplicativos e redes sociais, que os quais tenho bloqueados isso, o engate torna-se um autentico desafio.

Como te sentes nesse nível??
Tens os apps bloqueados??
Frequentas a noite gay para o efeito??
Ou sentes mudanças nos olhares no "mundo real" por assim dizer??

Eu suspeito que esta questão seja o principal problema na nossa equipa de haver muitos fracassos e resets, sobre tudo para os solteiros.
Estou a pensar em criar um tópico á parte só sobre isso

Força a todos

_______________________________________
MEU DIÁRIO:
http://www.comoparar.com/t4903-diario-artur-vicio-p-vs-paixoes-desordenadas

RECORDS:
P - 46 dias
M - 32 dias
O - 24 dias Janeiro 2018
Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 22/1/2018, 09:03
Artur Monteiro escreveu:Hello Marcos

Queria fazer te uma pergunta:

A partir dos 30 dias do reboot, "paqueirar" de um modo saudável e conhecer outras pessoas ajuda-nos a manter o reboot e a fazer o quito passo que é a RELIGAÇÂO.
Mas no nossa equipa (equipa H) sem os aplicativos e redes sociais, que os quais tenho bloqueados isso, o engate torna-se um autentico desafio.

Como te sentes nesse nível??
Tens os apps bloqueados??
Frequentas a noite gay para o efeito??
Ou sentes mudanças nos olhares no "mundo real" por assim dizer??

Eu suspeito que esta questão seja o principal problema na nossa equipa de haver muitos fracassos e resets, sobre tudo para os solteiros.
Estou a pensar em criar um tópico á parte só sobre isso

Força a todos
Olá Artur. Então, estou próximo dos 30 dias então posso falar o que tenho sentido.
Como te sentes nesse nível ?

Bom, eu me sinto mais racional, conectado com o que verdadeiramente é real. Me sinto mais atraente, instintivo no bom sentido. Algo a se frisar é que me sinto muito menos seletivo, ou seja, não procuro mais na aparência propriamente dita a preferência para nos conhecermos. Os caras com quem eu fiquei no Reboot são pessoas totalmente normais e fora do padrão, e curtimos muito! Há algum tempo jamais eu ficaria com alguém que não fosse no mínimo “bonito” para os padrões da sociedade.

Tens os apps bloqueados?

Não. O que fiz foi deletar uma gama de apps que eu possuía.
Eu acredito que grande parte da minha compulsão por PMO era o fato de eu não me aceitar como homossexual. A partir do momento em que eu pude me ver como sendo-o não fazia sentido em, no ponto de realmente experimentar algo que eu ansiava, não o fazer. Então deletei hornet e tinder, e fiquei apenas com grindr e (raramente) scruff.
Mas fica o alerta: eu não passo o dia inteiro no app porque eu trabalho e estudo. Quando quero conhecer alguém bacana eu sou muito direto. Ficar passeando no app pode ser um gatilho!

Frequentas a noite gay para o efeito??

Não. Sou muito discreto e a não ser que eu diga dificilmente alguém me nota como gay, então tenho poucos amigos “gays”. Sendo assim fica um pouco difícil frequentar lugares LGBTs sozinho.
Não curto muito festas. Não bebo ou fumo. Gosto mais de pessoas caseiras, almoços, jantares, algo mais casual com poucas pessoas. Uma festa de vez em quando cai bem, mas não tornaria isto a minha rotina.


Ou sentes mudanças nos olhares no "mundo real" por assim dizer??

O mundo real de fato virou real. Quando se vive sem PMO sua energia se torna mais concentrada. Então certos tipos de conversas, brincadeiras e olhares se tornam comuns. Conhecer novas pessoas se tornou minha meta! Não sou tímido e desenrolo uma conversa rápido, então consigo amizade de maneira fácil.
Quando se está em PMO você vive cansado, ansioso e sem expectativa. Eu não tinha o mínimo interesse em conhecer ninguém porque eu mesmo me supria. A masturbação eu considero como algo egoísta porque você se satisfaz sozinho, sendo assim nunca precisa de outrem. Cá entre nós que um abraço e um cafuné bem feito valem muito mais que 5 min de pornografia, não é mesmo ?
Nesses quase 30 dias a vontade que tenho é de beijar muito! De sentir o cheiro do outro, sentir o toque, a barba, o abraço, a voz. É gostosinho! Experimentem deitar com alguém e só acariciar.


Mas vale uma dica: tenham cuidado com apps, não fiquem dando bobeira. É muito fácil cair ali. Se você notar que a outra pessoa não quer nada, ignore e bloqueie.
Mas também não fiquem com qualquer um: desenrole um papo, veja se gostam das mesmas coisas, sejam verdadeiros quanto suas preferências e quem realmente são.

No mais, deleitem-se, com cuidado!

Abraços!!!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos

Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 22/1/2018, 13:40
Artur Monteiro escreveu:Obrigado pela resposta

Muito bom

Em relação aos apps eu bloqueie tudo. Estava sempre a cair com eles lá.
Também não frequento a noite gay.

Por isso agora sinto-me um pouco perdido não sei o que vai ser. Só me resta o mundo real exterior para tentar encontrar boas amizades e parceiros. Não é nada fácil.

Bora em frente
força a todos
Caro amigo, sua situação é um pouco mais complexa que a minha.
Eu no seu lugar focaria em outros aspectos da vida como trabalho, estudo, família etc. Pensar em sexo sem ter a possibilidade de realizá-lo gera em nós uma ansiedade muito forte.
Espero muito que encontres alguém que de fato o complete.

Obrigado pela visita ao meu diário.

Abraços!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos

avatar
Mensagens : 92
Data de inscrição : 17/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 23/1/2018, 10:33
marcosbanc escreveu:Eu consegui O sem M, apenas na penetração mesmo.
A M ajudou um pouco a manter a ereção.
Se eu não estivesse nevoso acho que teria mantido a ereção facilmente.

Agora estou muito ligado para o famoso efeito caçador, que poderá me derrubar, mas não ocorrerá!!!!

Abraços !

Que ótimo, meu querido!!! Isso era um problema antes ou vc sempre conseguiu O durante a penetração?

marcosbanc escreveu:
Artur Monteiro escreveu:Hello Marcos

Queria fazer te uma pergunta:

A partir dos 30 dias do reboot, "paqueirar" de um modo saudável e conhecer outras pessoas ajuda-nos a manter o reboot e a fazer o quito passo que é a RELIGAÇÂO.
Mas no nossa equipa (equipa H) sem os aplicativos e redes sociais, que os quais tenho bloqueados isso, o engate torna-se um autentico desafio.

Como te sentes nesse nível??
Tens os apps bloqueados??
Frequentas a noite gay para o efeito??
Ou sentes mudanças nos olhares no "mundo real" por assim dizer??

Eu suspeito que esta questão seja o principal problema na nossa equipa de haver muitos fracassos e resets, sobre tudo para os solteiros.
Estou a pensar em criar um tópico á parte só sobre isso

Força a todos
Olá Artur. Então, estou próximo dos 30 dias então posso falar o que tenho sentido.
Como te sentes nesse nível ?

Bom, eu me sinto mais racional, conectado com o que verdadeiramente é real. Me sinto mais atraente, instintivo no bom sentido. Algo a se frisar é que me sinto muito menos seletivo, ou seja, não procuro mais na aparência propriamente dita a preferência para nos conhecermos. Os caras com quem eu fiquei no Reboot são pessoas totalmente normais e fora do padrão, e curtimos muito! Há algum tempo jamais eu ficaria com alguém que não fosse no mínimo “bonito” para os padrões da sociedade.

Tens os apps bloqueados?

Não. O que fiz foi deletar uma gama de apps que eu possuía.
Eu acredito que grande parte da minha compulsão por PMO era o fato de eu não me aceitar como homossexual. A partir do momento em que eu pude me ver como sendo-o não fazia sentido em, no ponto de realmente experimentar algo que eu ansiava, não o fazer. Então deletei hornet e tinder, e fiquei apenas com grindr e (raramente) scruff.
Mas fica o alerta: eu não passo o dia inteiro no app porque eu trabalho e estudo. Quando quero conhecer alguém bacana eu sou muito direto. Ficar passeando no app pode ser um gatilho!

Frequentas a noite gay para o efeito??

Não. Sou muito discreto e a não ser que eu diga dificilmente alguém me nota como gay, então tenho poucos amigos “gays”. Sendo assim fica um pouco difícil frequentar lugares LGBTs sozinho.
Não curto muito festas. Não bebo ou fumo. Gosto mais de pessoas caseiras, almoços, jantares, algo mais casual com poucas pessoas. Uma festa de vez em quando cai bem, mas não tornaria isto a minha rotina.


Ou sentes mudanças nos olhares no "mundo real" por assim dizer??

O mundo real de fato virou real. Quando se vive sem PMO sua energia se torna mais concentrada. Então certos tipos de conversas, brincadeiras e olhares se tornam comuns. Conhecer novas pessoas se tornou minha meta! Não sou tímido e desenrolo uma conversa rápido, então consigo amizade de maneira fácil.
Quando se está em PMO você vive cansado, ansioso e sem expectativa. Eu não tinha o mínimo interesse em conhecer ninguém porque eu mesmo me supria. A masturbação eu considero como algo egoísta porque você se satisfaz sozinho, sendo assim nunca precisa de outrem. Cá entre nós que um abraço e um cafuné bem feito valem muito mais que 5 min de pornografia, não é mesmo ?
Nesses quase 30 dias a vontade que tenho é de beijar muito! De sentir o cheiro do outro, sentir o toque, a barba, o abraço, a voz. É gostosinho! Experimentem deitar com alguém e só acariciar.


Mas vale uma dica: tenham cuidado com apps, não fiquem dando bobeira. É muito fácil cair ali. Se você notar que a outra pessoa não quer nada, ignore e bloqueie.
Mas também não fiquem com qualquer um: desenrole um papo, veja se gostam das mesmas coisas, sejam verdadeiros quanto suas preferências e quem realmente são.

No mais, deleitem-se, com cuidado!

Abraços!!!

Enviado pelo Topic'it

Que bacana que vc está conseguindo o uso racional dos aplicativos!! Mas vc não acha o Tinder com menos chance de recair?Eu sempre achava isso quando era solteiro, até porque, não sei se é na minha região (rsrs), mas tem muita foto de cara sem camisa ou até uns pré-nudes na foto de capa.

Grande abraço! Estou contigo!

_______________________________________

Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Reboot - Marcos

em 23/1/2018, 13:42
Eu consegui O sem M, apenas na penetração mesmo.
A M ajudou um pouco a manter a ereção.
Se eu não estivesse nevoso acho que teria mantido a ereção facilmente.

Agora estou muito ligado para o famoso efeito caçador, que poderá me derrubar, mas não ocorrerá!!!!

Abraços !

Que ótimo, meu querido!!! Isso era um problema antes ou vc sempre conseguiu O durante a penetração?

[quote="marcosbanc"][quote="Artur Monteiro"]Hello Marcos

Queria fazer te uma pergunta:

A partir dos 30 dias do reboot, "paqueirar" de um modo saudável e conhecer outras pessoas ajuda-nos a manter o reboot e a fazer o quito passo que é a RELIGAÇÂO.
Mas no nossa equipa (equipa H) sem os aplicativos e redes sociais, que os quais tenho bloqueados isso, o engate torna-se um autentico desafio.

Como te sentes nesse nível??
Tens os apps bloqueados??
Frequentas a noite gay para o efeito??
Ou sentes mudanças nos olhares no "mundo real" por assim dizer??

Eu suspeito que esta questão seja o principal problema na nossa equipa de haver muitos fracassos e resets, sobre tudo para os solteiros.
Estou a pensar em criar um tópico á parte só sobre isso

Força a todos
Olá Artur. Então, estou próximo dos 30 dias então posso falar o que tenho sentido.
Como te sentes nesse nível ?

Bom, eu me sinto mais racional, conectado com o que verdadeiramente é real. Me sinto mais atraente, instintivo no bom sentido. Algo a se frisar é que me sinto muito menos seletivo, ou seja, não procuro mais na aparência propriamente dita a preferência para nos conhecermos. Os caras com quem eu fiquei no Reboot são pessoas totalmente normais e fora do padrão, e curtimos muito! Há algum tempo jamais eu ficaria com alguém que não fosse no mínimo “bonito” para os padrões da sociedade.

Tens os apps bloqueados?

Não. O que fiz foi deletar uma gama de apps que eu possuía.
Eu acredito que grande parte da minha compulsão por PMO era o fato de eu não me aceitar como homossexual. A partir do momento em que eu pude me ver como sendo-o não fazia sentido em, no ponto de realmente experimentar algo que eu ansiava, não o fazer. Então deletei hornet e tinder, e fiquei apenas com grindr e (raramente) scruff.
Mas fica o alerta: eu não passo o dia inteiro no app porque eu trabalho e estudo. Quando quero conhecer alguém bacana eu sou muito direto. Ficar passeando no app pode ser um gatilho!

Frequentas a noite gay para o efeito??

Não. Sou muito discreto e a não ser que eu diga dificilmente alguém me nota como gay, então tenho poucos amigos “gays”. Sendo assim fica um pouco difícil frequentar lugares LGBTs sozinho.
Não curto muito festas. Não bebo ou fumo. Gosto mais de pessoas caseiras, almoços, jantares, algo mais casual com poucas pessoas. Uma festa de vez em quando cai bem, mas não tornaria isto a minha rotina.


Ou sentes mudanças nos olhares no "mundo real" por assim dizer??

O mundo real de fato virou real. Quando se vive sem PMO sua energia se torna mais concentrada. Então certos tipos de conversas, brincadeiras e olhares se tornam comuns. Conhecer novas pessoas se tornou minha meta! Não sou tímido e desenrolo uma conversa rápido, então consigo amizade de maneira fácil.
Quando se está em PMO você vive cansado, ansioso e sem expectativa. Eu não tinha o mínimo interesse em conhecer ninguém porque eu mesmo me supria. A masturbação eu considero como algo egoísta porque você se satisfaz sozinho, sendo assim nunca precisa de outrem. Cá entre nós que um abraço e um cafuné bem feito valem muito mais que 5 min de pornografia, não é mesmo ?
Nesses quase 30 dias a vontade que tenho é de beijar muito! De sentir o cheiro do outro, sentir o toque, a barba, o abraço, a voz. É gostosinho! Experimentem deitar com alguém e só acariciar.


Mas vale uma dica: tenham cuidado com apps, não fiquem dando bobeira. É muito fácil cair ali. Se você notar que a outra pessoa não quer nada, ignore e bloqueie.
Mas também não fiquem com qualquer um: desenrole um papo, veja se gostam das mesmas coisas, sejam verdadeiros quanto suas preferências e quem realmente são.

No mais, deleitem-se, com cuidado!

Abraços!!!

Enviado pelo Topic'it

Que bacana que vc está conseguindo o uso racional dos aplicativos!! Mas vc não acha o Tinder com menos chance de recair?Eu sempre achava isso quando era solteiro, até porque, não sei se é na minha região (rsrs), mas tem muita foto de cara sem camisa ou até uns pré-nudes na foto de capa.

Grande abraço! Estou contigo!

Como não tive muitas experiências sexuais com homens eu não posso precisar se eu tinha ER. Mas me M as vezes tinha dificuldade pra ejacular.
Meu cérebro hoje exige bem menos do que antes pra se excitar. Apenas um toque na coxa ou algumas palavras eu já sinto a libido subir.

Tinder é muito maçante e geralmente (quase sempre) não dá em nada, pelo menos por aqui. E eu não estou querendo namorado por enquanto.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos

Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 24/1/2018, 01:26
Atualizando meu diário: hoje novamente me encontrei com o rapaz da transa que relatei dias atrás e rolou novamente.
Fatos a constatar:
Minha libido ainda é instável. Às vezes no meio do processo minha libido dispenca e a ereção vai pras cucuias kkk
Dessa vez eu ejaculei MUITO rápido. Assim que ocorreu a penetração senti um prazer imenso e não tive nem como segurar. Foi coisa de 1 minuto. Uma explicação para isso é que após a flatline (que é o meu caso atualmente) o pênis torna-se muito sensível, meus testiculos idem.
Senti mais prazer no sexo oral. Cada vez mais tenho notado que as sensações estão voltando ao normal.
Meus penis permaneceu ereto grande parte
Basicamente estamos retornado à sensibilidade aos poucos!

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos

avatar
Mensagens : 724
Data de inscrição : 15/08/2017
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 24/1/2018, 10:39
marcosbanc escreveu:Atualizando meu diário: hoje novamente me encontrei com o rapaz da transa que relatei dias atrás e rolou novamente.
Fatos a constatar:
Minha libido ainda é instável. Às vezes no meio do processo minha libido dispenca e a ereção vai pras cucuias kkk
Dessa vez eu ejaculei MUITO rápido. Assim que ocorreu a penetração senti um prazer imenso e não tive nem como segurar. Foi coisa de 1 minuto. Uma explicação para isso é que após a flatline (que é o meu caso atualmente) o pênis torna-se muito sensível, meus testiculos idem.
Senti mais prazer no sexo oral. Cada vez mais tenho notado que as sensações estão voltando ao normal.
Meus penis permaneceu ereto grande parte
Basicamente estamos retornado à sensibilidade aos poucos!
Sua libido vai voltar ao normal conforme os dias passarem, sua sensibilidade também. Também acho que eu não vou conseguir segurar quando eu vfor fazer sexo.

_______________________________________
Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 25/1/2018, 12:40
Então galera, mais um dia. Tudo normal. Sem a mínima vontade de PMO.
Conheci um rapaz legal no condomínio e ontem saímos pra lanchar. Ele tem namorado, mas nossa amizade tem crescido muito e é bem legal ter alguém com quem conversar sobre os assuntos do nosso mundo.
Não tenho tido muita vontade de entrar nos apps. Estou utilizando os com muita cautela e quase nunca. Concordo com alguns colegas que acham que equipara-se à pornografia, mas quem é gay hoje em dia e não curte o meio LGBT é muito difícil encontrar algum parceiro.
Abraços!

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos

Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 26/1/2018, 21:31
Amanhã faço 30 dias de reboot. Um mês de muito trabalho, muito choro por umas questões familiares, muito stress e mais cuidado com minha própria saúde.
Incrível como não sinto a menor vontade de utilizar PMO, muito menos de tomar café.
Minha meta está sendo cuidar de mim mesmo, cuidar de quem sou. Olhar pro meu interior e, na medida do possível, me remodelar, sentir o próximo, observar a natureza, respirar o puro ar do entardecer. Ligar para os familiares, dizer que os amo, flertar na rua, conhecer pessoas novas (meta em aberto), ser feliz estando em casa ou com meus amigos. Me bastar e me tolerar, é o que todos nós precisamos. Desistam do egoísmo chamado PMO.

Abraços!
avatar
Mensagens : 88
Data de inscrição : 23/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 27/1/2018, 13:47
Isso aí Marcos tamo junto parabéns pelos 30 dias. Acredito que não seja fácil chegar até aí.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 1516
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 33
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 27/1/2018, 20:19
Parabéns amigo Marcos.
Felicidades!

Muito sucesso a partir do próximo mês, já que o primeiro já foi conquistado.

Solteiro ou namorando?
Estudos? Férias?
Trabalho como que tá?
Mora sozinho ou com familiares?

_______________________________________
Recordes:
90 dias - em 2015
71 dias - em 2016
32 dias - 2017 - maio
15 dias - 2017 - junho/julho
32 dias - 2017 - agosto - último
26 dias - 2018 - janeiro
81 dias - 2018 - julho

avatar
Mensagens : 724
Data de inscrição : 15/08/2017
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 27/1/2018, 20:23
marcosbanc escreveu:Amanhã faço 30 dias de reboot. Um mês de muito trabalho, muito choro por umas questões familiares, muito stress e mais cuidado com minha própria saúde.
Incrível como não sinto a menor vontade de utilizar PMO, muito menos de tomar café.
Minha meta está sendo cuidar de mim mesmo, cuidar de quem sou. Olhar pro meu interior e, na medida do possível, me remodelar, sentir o próximo, observar a natureza, respirar o puro ar do entardecer. Ligar para os familiares, dizer que os amo, flertar na rua, conhecer pessoas novas (meta em aberto), ser feliz estando em casa ou com meus amigos. Me bastar e me tolerar, é o que todos nós precisamos. Desistam do egoísmo chamado PMO.

Abraços!
Parabéns pelos 30 dias. Você está praticando M no seu reboot?

_______________________________________
Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 27/1/2018, 20:23
David Silva escreveu:Parabéns amigo Marcos.
Felicidades!

Muito sucesso a partir do próximo mês, já que o primeiro já foi conquistado.

Solteiro ou namorando?
Estudos? Férias?
Trabalho como que tá?
Mora sozinho ou com familiares?

Obrigado querido amigo!

Atualmente solteiro, mas flertando rsrs
Estou de férias da faculdade mas continuo trabalhando normalmente.
O trabalho está tranquilo, mas é bem estressante. Esse mês estou substituindo meu chefe e todas as demandas maiores ficam sob minha responsabilidade. Mas vida que segue!
Moro com um amigo! Este fds excepcionalmente um dos meus irmãos e alguns amigos estão aqui em casa aguardando a realização de um concurso amanhã.

Pode vim 60 dias! Obrigado pela ajuda de todos, vocês não fazem ideia de como ajuda estarem sempre comentando nos nossos diários.

Abraços!!!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos

Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 27/1/2018, 20:25
Gregory16 escreveu:Amanhã faço 30 dias de reboot. Um mês de muito trabalho, muito choro por umas questões familiares, muito stress e mais cuidado com minha própria saúde.
Incrível como não sinto a menor vontade de utilizar PMO, muito menos de tomar café.
Minha meta está sendo cuidar de mim mesmo, cuidar de quem sou. Olhar pro meu interior e, na medida do possível, me remodelar, sentir o próximo, observar a natureza, respirar o puro ar do entardecer. Ligar para os familiares, dizer que os amo, flertar na rua, conhecer pessoas novas (meta em aberto), ser feliz estando em casa ou com meus amigos. Me bastar e me tolerar, é o que todos nós precisamos. Desistam do egoísmo chamado PMO.

Abraços!
Parabéns pelos 30 dias. Você está praticando M no seu reboot?
Obrigado!!! Não estou praticando M. Únicas vezes que pratique foram nos atos sexuais pra controlar melhor a ereção e um pouco do nervosismo.

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
Visite meu diário e me ajude a vencer!

http://www.comoparar.com/t6668-reboot-marcos

avatar
Mensagens : 88
Data de inscrição : 23/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 27/1/2018, 23:56
Fala Marcos podemos trocar whatzap?

_______________________________________
avatar
Mensagens : 92
Data de inscrição : 17/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 28/1/2018, 09:28
marcosbanc escreveu:Amanhã faço 30 dias de reboot. Um mês de muito trabalho, muito choro por umas questões familiares, muito stress e mais cuidado com minha própria saúde.
Incrível como não sinto a menor vontade de utilizar PMO, muito menos de tomar café.
Minha meta está sendo cuidar de mim mesmo, cuidar de quem sou. Olhar pro meu interior e, na medida do possível, me remodelar, sentir o próximo, observar a natureza, respirar o puro ar do entardecer. Ligar para os familiares, dizer que os amo, flertar na rua, conhecer pessoas novas (meta em aberto), ser feliz estando em casa ou com meus amigos. Me bastar e me tolerar, é o que todos nós precisamos. Desistam do egoísmo chamado PMO.

Abraços!

Meu querido,
Muito feliz por essa sua conquista! E muito feliz também por sua sensibilidade estar voltando ao normal! São ótimas essas oportunidades que voce está tendo com o cara pra ir comprovando os benefícios do reboot!
Desculpa a ausência, mas vou tentar vir aqui mais frequentemente à medida que o tempo passa, rsrs.
Ah, e tenta instalar um contador de dias pra gente poder acompanhar melhor o seu reboot, o que acha? Smile

Um grande abraço!
Like a Star @ heaven

_______________________________________

avatar
Mensagens : 17
Data de inscrição : 23/01/2018
Ver perfil do usuário

Aporte.

em 28/1/2018, 19:41
Meu caro Marcos, o histórico de nossas vidas se converge em tantos aspectos que de início fiquei assustado.  

A Família de classe média, o irmão mais velho descolado e pegador, os discursos dos familiares, as experiências com mulheres, o período de isolamento, a fase de imersão na religião, a primeira vez e o medo de ter contraído uma DST, até mesmo as conquistas profissionais e tantas outras coisas nos são muito semelhantes. Os pontos diferentes ( e que pesam muito para mim rs) é o fato que eu ainda moro com meus pais e não estou explorando minha vida sexual.  

Enfim, estou aqui para dizer que sou grato por você compartilhar sua história, pois com ela me senti menos sozinho nessa jornada, e também, que te desejo toda força e sucesso do mundo em seus projetos.

Um abraço!
Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 28/1/2018, 22:25
Christian escreveu:Fala Marcos podemos trocar whatzap?
Querido como consigo seu número? Estou aberto a ajudar.

Sobre o contador: estou semanas sem utilizar meu notebook, assim que eu acessá-lo colocarei.

Abraços!!
Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 28/1/2018, 22:29
Tenzin escreveu:Meu caro Marcos, o histórico de nossas vidas se converge em tantos aspectos que de início fiquei assustado.  

A Família de classe média, o irmão mais velho descolado e pegador, os discursos dos familiares, as experiências com mulheres, o período de isolamento, a fase de imersão na religião, a primeira vez e o medo de ter contraído uma DST, até mesmo as conquistas profissionais e tantas outras coisas nos são muito semelhantes. Os pontos diferentes ( e que pesam muito para mim rs) é o fato que eu ainda moro com meus pais e não estou explorando minha vida sexual.  

Enfim, estou aqui para dizer que sou grato por você compartilhar sua história, pois com ela me senti menos sozinho nessa jornada, e também, que te desejo toda força e sucesso do mundo em seus projetos.

Um abraço!

Você me lembra muito um velho amigo com seu mesmo sobrenome.
Eu que sou eternamente grato ao conhecimento que vocês nos passam, sobre o cuidado, a preocupação e técnicas para nos livrar desses males.
Sei que não estou só, mas atualmente como moro basicamente sozinho muitas vezes tenho que enfrentar meus próprios fantasmas, e ter força para viver um dia de cada vez. A palavra chave é paciência, algo que aprendi com grandes sábios que passaram pela minha vida.

Saudosos abraços!!!
Moderador
Moderador
Mensagens : 350
Data de inscrição : 07/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Reboot - Marcos

em 31/1/2018, 11:41
Bom amigos, atualizando meu diário.
Não tive um bom dia anteontem (segunda). Passei a tarde um pouco agitado. À noite o carinha que eu andava ficando me chamou pra sexo a 3, de prontidão neguei, mas de tanta insistência fui. Em suma não gostei, não curti, não foi legal. Você não consegue se concentrar na pessoa, em ninguém. Não trás lembranças boas, e ainda por cima estava rolando P.
Acho bastante arriscado participar de algo assim, e me arrependo profundamente.
Não cheguei a cair em PMO, mal senti prazer naquela noite (eu nunca havia participado de sexo a 3), foi algo que a gente faz pra provar e saber que nunca mais vai querer fazer.
Meu amigo viaja este final de semana e, em vez de marcar algo em casa, vou tirar esse tempo pra curtir comigo mesmo, ler um bom livro e aprofundar minhas séries. Experiências ruins fazem parte para aprendermos a dar valor às coisas boas.

Eu estava com um “esquema” marcado para ontem com outros dois carinhas lindos, pra não dizer deus gregos, mas como não curti a primeira experiência, a segunda não vai me agregar certamente em nada, muito pelo contrário, não traz saúde ao Reboot. Desmarquei tudo e excluí os apps.

Em vista a meus (quase) tropeços achei prudente dar andamento ao Reboot em hard-mode até segunda ordem. Sendo assim, nada de apps e contatinhos.

Abraços e boa semana a todos!
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum