Compartilhe
Ir em baixo
Joseph
Mensagens : 1007
Data de inscrição : 14/01/2018
Idade : 24
Localização : Brasil - [email protected]
Ver perfil do usuáriohttp://josephreboot90@gmail.com

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 26/4/2018, 01:37
B.Wayne escreveu:Oi pessoal, blz ?

Hoje tive algumas vitórias que gostaria de compartilhar com vocês.

Fui pra rua com a intenção de interagir com pessoas e pra minha surpresa tudo saiu muito bem. Entrei em algumas lojas fingindo que procurava algum produto só pra falar com as atendentes. Estava um pouco nervoso, mas fui. Na primeira loja, a atendente me tratou bem. Na segunda, eu já estava um pouco mais confiante e fui melhor atendido (não sei se foi coincidência), a atendente falou mais sobre o produto, parecia ser uma pessoa mais falante, e eu aproveitei pra treinar a comunicação. Fiquei falando do produto com ela pra fazer o papo render e ela acompanhou. A moça era simpática e quando eu sorria ela retribuia sorrindo também. Fiquei mais tranquilo do que pensava com a situação. Consegui me expressar bem, as palavras saiam tranquilas, fluídas, sem rateadas (que eu tinha receio), com um volume adequado, ela entendeu bem. Na terceira já era um homem, com a cara mais fechada, mas quando me aproximei e o cumprimentei com simpatia ele mudou a expressão e me tratou bem, melhor que eu esperava. A quarta já foi uma atendente no mercado. Quando fui passar minhas compras cumprimentei ela e dei um sorriso e ela retribui. A sensação de ser simpático com as pessoas é boa, me senti bem fazendo isso.

Depois dessas experiências me senti mais confiante. Meu andar mudou. Saí de um jeito e voltei de outro.

Ainda caminhando na rua reparei que tem muita mulher bonita por aí. Não fiquei olhando pro corpo, foquei no rosto. Eu olhei vi que eram bonitas mas não me despertou nenhuma vontade de PMO. Pelo contrário, me deu vontade de conhecer, puxar um papo. Ainda não foi a hora mas eu chego lá rsrs. Reparei uma delas me olhando enquanto eu passava. Me olhou no rosto e acompanhou mais do que o normal, eu até estranhei pois nunca havia reparado essas coisas acontecendo comigo, mas eu gostei.

Fiquei feliz com as experiências de hoje. Senti a dopamina "boa". Pretendo continuar. Acredito que uma hora vai ficar automático e vou conseguir conversar com qualquer pessoa em qualquer situação.

E mais um dia longe da PMO. Vamos em frente. Desejo força e sucesso à todos!

Wayne

Wayne parabéns por essa atitude, uma boa socialização, recomendo fazer essa atividade mais vezes, isso trará a vc ainda mais confiança, me serviu tbm como uma recomendação de atividade. Parabéns pelos dias sem PMO!

_______________________________________



1º meta: 15 dias;
2º meta: 21 dias;
3º meta: 30 dias;
4º meta: 40 dias;
5º meta: 60 dias;
6º meta: 75 dias;
7º meta: 90 dias.
.




DIÁRIO  JOSEPH: http://www.comoparar.com/t6731-diario-joseph
B.Wayne
Mensagens : 194
Data de inscrição : 16/02/2018
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 28/4/2018, 23:04
Salve guerreiros!

Gente continuo me surpreendendo... Ontem e hoje aconteceram coisas boas e inusitadas.

Andando pela rua, uma senhora me cumprimentou com um sorriso no rosto. Eu nem esperava, fiquei surpreso. Nunca me cumprimentaram do nada assim. Ela estava no portão. Quando passei ela disse : "bom dia", e sorriu como se me conhecesse. Eu retribui da mesma forma. Me senti bem.

Mais tarde, passei por dois vizinhos que pareciam não ir com a minha cara, mas quando falei  "bom dia", ambos responderam melhor que eu esperava. Acho que eles também não esperavam ser cumprimentados rsrs.

Finalmente consegui fazer todos os exames e tá tudo bem. Então hoje aproveitei pra me matricular na academia. Vou começar na segunda, tô bem empolgado. Acredito que a interação com as pessoas vai me ajudar bastante. Estava um pouco nervoso mas fui assim mesmo. Consegui falar com a atendente normal. Mas enquanto ela fazia a ficha me perguntou o número pra contato e eu esqueci rsrs. Sim, esqueci o número do meu próprio celular rsrs. Fiquei sem graça e tive que ver no próprio celular. Mas tirei uma lição disso. Pensei: "Nem tudo precisa sair perfeito como planejamos, alguns enganos podem acontecer, me esquecer de algo não me faz pior que ninguém". E na hora eu fui sincero e disse: "putz , deu branco". E pelo menos consegui tirar um sorriso dela rsrs.
Saí de lá satisfeito. Vim pela rua com aquela sensação boa. De repente parece que "brotou" várias mulheres bonitas na rua. Parece até que foi combinado rsrs. Uma delas tava dando um "amasso" com o namorado no canto, na calçada que eu estava. Na hora que eu vi, atravessei a rua. Eu bem sei que ficar olhando desperta vontade. Alguém consegue ver um comercial de hambúrguer e não ficar salivando ? Então... A melhor coisa é fugir pra não ficar com vontade de "comer". E como fui rápido, não fiquei com nenhuma vontade de PMO.

Fui visitar minha avó e ela disse que eu estou mais magro e com um sorriso bonito (ela nunca tinha falado do meu sorriso). Ela tem um cachorro. Fiquei brincando com ele e senti a dopamina "boa".

Com essas experiências tenho me sentindo mais "vivo". Podem parecer conquistas bobas, mas pra mim significam muito. Espero de verdade que esses relatos possam ajudar alguém. E mais um dia livre da PMO. Continuem firmes! Abraço!

Wayne

_______________________________________
Roger Klotz
Mensagens : 152
Data de inscrição : 18/02/2018
Idade : 23
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 1/5/2018, 08:51

Que ótimo que já indo bem no reboot amigo! Abraço

_______________________________________
Diário: http://www.comoparar.com/t7026p175-diario-do-roger-klotz Embarassed






Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 7dbec110
Joseph
Mensagens : 1007
Data de inscrição : 14/01/2018
Idade : 24
Localização : Brasil - [email protected]
Ver perfil do usuáriohttp://josephreboot90@gmail.com

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 2/5/2018, 11:40
vc ta se tornando um cara confiante, olha o que o reboot faz com as pessoas cara, isso é muito top, muito bom, parabéns irmão, continua assim.

_______________________________________



1º meta: 15 dias;
2º meta: 21 dias;
3º meta: 30 dias;
4º meta: 40 dias;
5º meta: 60 dias;
6º meta: 75 dias;
7º meta: 90 dias.
.




DIÁRIO  JOSEPH: http://www.comoparar.com/t6731-diario-joseph
B.Wayne
Mensagens : 194
Data de inscrição : 16/02/2018
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 2/5/2018, 20:48
Primeiro agradeço aos comentários dos amigos. Muito obrigado!

Olá pessoal!

Venho trazer boas noticias. Hoje comecei na academia. E foi tudo melhor que o esperado.

Enquanto me preparava pra ir, me senti bem. Eu sabia que estava indo para uma situação nova, mas não sabia como as coisas aconteceriam. No geral eu estava bem, só uma coisa me deixou um pouco preocupado. Eu já tinha visto antes quem iria passar minhas séries. Uma professora bem gostosa. Fiquei pensando como é que eu cumprimentava, se apertava a mão ou não, sei lá, ... Fiquei com receio de ficar "secando" ela igual um tarado. Pra piorar, ela é o tipo de mulher que eu consumia na pornografia. Mas pra minha surpresa tudo deu certo. Cheguei lá falei com a atendente e ela chamou a professora. Ela demorou um pouco pra vir. Enquanto isso eu aproveitei pra puxar papo com a atendente, tipo: Hoje tá vazio né ? E ela muito simpática, respondeu, falou mais do que eu esperava, ainda fez uma piadinha, agente riu, e veio a professora. Naquele momento fui cheio de coragem (não sei como), me aproximei dela, apertei a mão e a cumprimentei. Ela começou a fazer as perguntas típicas de academia e tal... Consegui falar de forma tranquila, sem rateadas (que eu tinha receio). Ela é simpática e atenciosa. Ela é o tipo de pessoa que fala colocando a mão. Me colocou na esteira, explicou tudo, depois pegou na minha mão e saiu. Nesse momento enquanto eu caminhava, comecei a pensar no quanto esse reboot está me fazendo bem. Pense cara! É isso mesmo! Uma baita gostosa bem perto de mim, conversando, falando, colocando a mão, e eu sem nenhuma fissura, nada, nem fiquei olhando pro corpo. Consegui me controlar e não pensei em nenhuma sacanagem com ela. Foi muito boa a sensação de dominar meu próprio corpo. Me senti um homem, e não um animal descontrolado (que o vício dizia que eu era). Enquanto eu fazia os outros exercícios comecei a reparar como tem garotas bonitas. Consegui olhar para elas como elas são: "garotas bonitas e não objetos sexuais".
Enfim meus amigos, a vida fora do vício é muito boa. E mais um dia livre! Agradeço a Deus e a todos vcs pela força e apoio.
Desejo toda a força e sucesso pra vcs! Abraço!
Wayne

_______________________________________
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 3/5/2018, 15:25
Grande Wayne!

Uma grata surpresa ao ver que o tempo passou muito rápido e que você já está com 52 dias! Meus parabéns, continue assim, descobrindo a cada dia seu verdadeiro "eu".

E este é realmente um ponto interessante, é algo que você conseguiu observar com bastante intensidade durante o reboot: o contraste do antes e depois. A cada relato, você vai colocando pra fora suas dificuldades e logo depois as transforma em obstáculos superados, de gestos mais simples que você antes não fazia, a situações que demandam mais controle, como o seu último relato da academia. Seu traquejo na socialização começa a tomar forma, isso é ótimo.

Sei que o foco aqui é você Wayne, mas me lembrei de seu irmão. Como ele está? Ele também está fazendo o reboot? Como anda a relação de vocês depois de você ter iniciado o experimento?

Continue assim Wayne, vencendo pequenos e grandes obstáculos a cada dia, com foco e serenidade. Estou aqui na torcida!

Um grande abraço!


_______________________________________
Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

B.Wayne
Mensagens : 194
Data de inscrição : 16/02/2018
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 5/5/2018, 22:24
Agradeço aos comentários. E respondendo ao amigo Baggins:

Em relação ao meu irmão, tenho ajudado como eu posso, esses dias conversamos e ele disse que vai jogar todo o material de P fora. Ele está melhor que antes. Recomendei pra ele um aplicativo pra contar os dias sem PMO, ele instalou e vai começar a usar. Conforme eu vou me fortalecendo eu tenho mais condições de ajudá-lo. Valeu pela preocupação.


Oi pessoal!

Ontem na academia o treino foi bom. E consegui conversar com um cara. Dei bom dia e logo ele veio puxar papo. Me sinto um pouco inseguro de puxar conversa com mulher, mas com tempo vou tentando.
Quando cheguei em casa estava bem cansado. Fui tocar meu violão. Nessa ora o vício me tentou muito forte. Na verdade, parece que meu corpo "aproveitou" pra confundir cansaço com tristeza. Me veio a mente vários pensamentos negativos, situações que eu ainda não achei saída. Até mesmo em relação às mulheres. Por não ter nenhuma, ou não me achar atraente, ou por achar que quando elas falam comigo é por algum interesse, sei lá. ...
Só pensamentos malucos, "sem pé nem cabeça". Mas me deixaram muito mal.
Hoje acordei meio mal ainda mas pensei: vou caminhar na rua. Dei bom dia pra 5 pessoas desconhecidas. Dá um pouco de vergonha, mas fiz. Me senti melhor. É bom interagir.
Aprendi uma coisa: não confiar 100% nos sentimentos ou sensações. Nosso cérebro quer nos enganar a todo o momento para nos levar de volta ao vício. Agora mesmo, enquanto escrevo vejo um casal de adolescentes se pegando. Já pensei: "Bem mais jovens do que eu e já aproveitando, e eu nem tenho previsão de quando terei essa experiência". Já começo a me agitar, a fome começa a vir, então vou ocupar a mente. Tenho que fugir. Usar todas as ferramentas necessárias para resistir a vontade.
Wayne

_______________________________________
Kaled
Mensagens : 234
Data de inscrição : 18/05/2015
Idade : 28
Localização : Mato Grosso
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 6/5/2018, 15:56
Fala Wayne...

Obrigado pelo apoio... Que bom que está praticando uma atividade física isso ajuda bastante. Respondi o seu comentário lá no meu diário. Parabéns pela marca alcançada.

Estou tentando retomar o reboot aos poucos.

Abraços.

_______________________________________


Quem abandona a luta não poderá nunca saborear o gosto de uma vitória.

Textos Judaicos
Sevenfalls
Mensagens : 287
Data de inscrição : 25/01/2018
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 8/5/2018, 15:07
Fala Wayne!
Muito bom ver que a socialização está indo bem. Trocando ideia com o cara na academia, dando bom dia pras pessoas... Excelente!
Em relação aos sentimentos, ia te dizer exatamente isso: Não confie neles! Eles não são totalmente verdadeiros.

E segue firme na luta, irmão, que é nítido seu grande avanço!
De coração, sigo torcendo por você!

Abração!

_______________________________________
B.Wayne
Mensagens : 194
Data de inscrição : 16/02/2018
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 9/5/2018, 20:51
E aê pessoal!

As coisas estão progredindo no estudo, trabalho...

Hoje o treino foi bom. Meu corpo está se acostumando com os exercícios. Estou ganhando resistência e força. Minha disposição também melhorou.

Em relação à socializar, hoje consegui falar com duas garotas. Não foi bem uma conversa. Com uma foi só: "tá usando". Com a outra perguntei se ela queria os halteres que eu tinha acabado de usar, pois vi ela procurando perto de mim. Não chega a ser grande coisa mas, do ponto que eu estava, acho que é alguma coisa. Puxar papo com mulher acho mais difícil. Parece que elas estão na defensiva. E eu tenho receio de parecer o cara chato.
Um ponto positivo é que eu não estou pensando besteira mesmo estando perto delas. Faço meus exercícios próximo delas, toda hora passo por uma, mas eu consigo enxergar como elas realmente são. Não me vem a mente nada de PMO e isso é muito bom. Claro que eu evito ficar olhando pra não "dá sopa pro azar". Estou me sentindo mais confortável na presença delas. Aquele nervoso, taquicardia, ...reduziram bastante. Agora só falta puxar papo mesmo. Os amigos tem alguma dica pra isso ?

Abraços!

Wayne

_______________________________________
Tom
Moderador
Moderador
Mensagens : 1196
Data de inscrição : 18/02/2016
Idade : 29
Localização : RJ
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 9/5/2018, 22:15
B.Wayne escreveu:E aê pessoal!

As coisas estão progredindo no estudo, trabalho...

Hoje o treino foi bom. Meu corpo está se acostumando com os exercícios. Estou ganhando resistência e força. Minha disposição também melhorou.

Em relação à socializar, hoje consegui falar com duas garotas. Não foi bem uma conversa. Com uma foi só: "tá usando". Com a outra perguntei se ela queria os halteres que eu tinha acabado de usar, pois vi ela procurando perto de mim. Não chega a ser grande coisa mas, do ponto que eu estava, acho que é alguma coisa. Puxar papo com mulher acho mais difícil. Parece que elas estão na defensiva. E eu tenho receio de parecer o cara chato.
Um ponto positivo é que eu não estou pensando besteira mesmo estando perto delas. Faço meus exercícios próximo delas, toda hora passo por uma, mas eu consigo enxergar como elas realmente são. Não me vem a mente nada de PMO e isso é muito bom. Claro que eu evito ficar olhando pra não "dá sopa pro azar". Estou me sentindo mais confortável na presença delas. Aquele nervoso,  taquicardia, ...reduziram bastante. Agora só falta puxar papo mesmo. Os amigos tem alguma dica pra isso ?

Abraços!

Wayne

Olá B. Wayne

É muito interessante ver como o reboot de fato causa grandes mudanças na gente, já passei por isso e sei como é.
Sobre tua evolução nos exercícios isso é muito bom brother, continue firme nos exercício e atividades que te deem prazer e saúde.

Sobre as mulheres, só o fato de você está começando a perder o medo de se relacionar é ótimo, não se preocupe e nem ache bobo o fato de estar falando pouco, pois é assim mesmo (gradual).
Uma dica que dou para você é que, não gere expectativa com nenhuma, também continue sem olhar para elas, foque em seu reboot, nos exercícios e na SOCIALIZAÇÃO, faça amizades tanto com elas quantos com homens, que aos poucos você começará a ser notado e querido.
Todos temos a capacidade natural de nos relacionarmos com o sexo oposto, mas o vicio em PMO tira isso de nós...
Foque em você, no reboot e em relacionamentos sem segundas intenções que simplesmente as coisas começarão a acontecer.

Segue firme!


_______________________________________
"O esforço é diário, intenso e repetitivo. Ninguém tem sucesso sem se esforçar frequentemente"



                                                                                             Meta  15/01/2021  
Marker
Mensagens : 432
Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 20
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 11/5/2018, 19:34
B.Wayne escreveu:E aê pessoal!

As coisas estão progredindo no estudo, trabalho...

Hoje o treino foi bom. Meu corpo está se acostumando com os exercícios. Estou ganhando resistência e força. Minha disposição também melhorou.

Em relação à socializar, hoje consegui falar com duas garotas. Não foi bem uma conversa. Com uma foi só: "tá usando". Com a outra perguntei se ela queria os halteres que eu tinha acabado de usar, pois vi ela procurando perto de mim. Não chega a ser grande coisa mas, do ponto que eu estava, acho que é alguma coisa. Puxar papo com mulher acho mais difícil. Parece que elas estão na defensiva. E eu tenho receio de parecer o cara chato.
Um ponto positivo é que eu não estou pensando besteira mesmo estando perto delas. Faço meus exercícios próximo delas, toda hora passo por uma, mas eu consigo enxergar como elas realmente são. Não me vem a mente nada de PMO e isso é muito bom. Claro que eu evito ficar olhando pra não "dá sopa pro azar". Estou me sentindo mais confortável na presença delas. Aquele nervoso, taquicardia, ...reduziram bastante. Agora só falta puxar papo mesmo. Os amigos tem alguma dica pra isso ?

Abraços!

Wayne
Fala, B.Wayne. Tranquilo, bro?

Primeiramente, parabéns pelos 60 dias! Tá indo muito bem. Não li todo o seu diário, mas li acho que uma semana de diário, mas já deu pra ter uma noção da sua jornada.
Mano, quer uma dica com as guria? Escolha uma mulher que você ache daora, tipo bem atraente, e seja amigo dela. Amigo mesmo tá ligado, coloca assim na cabeça "Essa aqui não vou nem ter intenção de pegar nem nada". Pronto, parece que a ansiedade some. Até porque essa garota tem amigas, e você pode se interessar nas amigas dela, já pensou nisso? Escolhe uma só pra ser amigo e tenta não parecer forçado nem nada, tenta se mostrar verdadeiro em cada atitude sua. Tenta falar com ela e chamá-la pelo nome. Muitas garotas não gostam dos nomes dela, então quando você as chama pelo nome, eventualmente elas te sugerem um apelido que elas gostam... Já aconteceu várias vezes cmg, e isso realmente ajuda na intimidade. Tenta se mostrar verdadeiro em cada atitude mesmo tlg. Mas não é pra ser assim com todas, sacomé né, se for bonzinho demais, não atrai mulher nenhuma kkkkkkkk. Não é pra ser ruim com elas, mas não é pra parecer o bobão tlg.

Ah, outra coisa. Tenta falar olhando nos olhos delas. Não precisa passar 100% do tempo com o olho grudado no dela, senão ela vai achar super estranho kkkkkkkk. Mas tenta manter bem mais contato visual na hora da conversa que tu vai sentir a diferença.

Espero ter ajudado bro, abração!

_______________________________________




MEU DIÁRIO
http://www.comoparar.com/t7233-virando-o-jogo#177280


'''Aqueles que cultivam o hábito da persistência parecem ter um seguro contra o fracasso'' - Napolleon Hill


“O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder entusiasmo.” - Winston Churchill
B.Wayne
Mensagens : 194
Data de inscrição : 16/02/2018
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 17/5/2018, 23:31
Oi pessoal, tudo bem ?

Hoje o dia foi bom. Trabalhei e estudei legal. Comecei uma nova fase nos estudos. Fiz várias questões e quase gabaritei, fiquei muito feliz por ver que todo o esforço está valendo a pena.

Fui pra academia e malhei legal. Continuo tentando socializar. Esses papos de: "tá usando" , "já acabou ?"...
Me sinto um pouco travado, muito formal. Eu vejo as pessoas conversando descontraídas e me sinto estranho de não conseguir fazer o mesmo. Entrou uma professora nova lá. Moça bem simpática. Fica andando pela academia e quando tem alguém novo ela vai cumprimentar. Eu tava querendo interagir com alguém mas não sabia como. Aí vi ela perto, ajudando outro aluno. Daí pensei em puxar papo com ela mesmo. Mas não sabia sobre o que conversar. Então eu pedi pra ela me ajudar com o aparelho. Perguntei sobre a posição correta, sobre dor muscular, sobre outros aparelhos, enfim... Só coisas relacionadas a isto. Tudo que perguntei eu já sabia, foi só pra conversar. Ela atenciosa me explicou tudo. Eu gostei de interagir, dá uma sensação boa.
Só uma coisa que me incomoda e eu fico confuso. Tipo se eu falo coisas desse tipo, me sinto meio idiota, por fingir não saber de alguma coisa pra poder perguntar e assim conversar. Ou se eu nem chamo pra falar, também me sinto estranho e acabo não conversando. E olha que eu nem tô na "maldade" hein, só queria fazer amizade mesmo.
Isso é uma coisa chata que sempre acontece comigo. Me lembrei na época do colégio. Todo dia eu ia junto com uma garota linda da minha sala. Tudo que eu falava era sobre estudo, prova, colégio, ... Vejo isso se repetindo hoje.
Eu ainda não encontrei, mas vou continuar buscando respostas pra isso.

Valeu meu povo! Sucesso a todos

Wayne

_______________________________________
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 18/5/2018, 19:58
Fala Wayne!

Muito bom ver que anda empenhado na socialização. Esse incômodo é normal não só para quem é tímido ou introvertido, mas para qualquer pessoa que aborde outra que não conhece.

Talvez isso de se sentir meio idiota em puxar assunto seja pela falta de um objetivo, um motivo concreto em abordar a pessoa. Como seu objetivo inicial era de abordar, "quebrar o gelo", conversas superficiais atendiam perfeitamente ao seu objetivo, o que acabou gerando mais confiança.

E isso, meu caro Wayne, significa que você está avançando. Já pegou um traquejo inicial que já se distancia bastante do velho Wayne descrito no início deste diário.

A partir deste avanço, um bom ponto a se trabalhar são os ouvidos. Ouça mais, preocupe-se menos com o que vai dizer, esteja atento às conversas ao redor. Uma boa parte da insegurança se dissipa quando você tem algum tipo de informação sobre alguma pessoa. Quando você menos esperar, já tem algum (ou alguns) assuntos para começar uma conversa.

Lugares frequentados, time do coração, hobbies, gostos musicais, relacionamentos, valores, estilo de vestimenta, tudo isso você pode sondar sem precisar ter um primeiro contato direto com quem você queira abordar, principalmente onde o convívio é relativamente constante, como na escola ou academia.

Depois de um primeiro contato, tente fazer com que a pessoa fale mais de si, mas cuidado para não parecer invasivo. As pessoas adoram falar de si mesmas e aí o objetivo de conhecer uma pessoa fica cada vez mais perto.

Se ainda não leu, recomendo muito a leitura do livro Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, do Dale Carnegie. Apesar do título parecer meio canastrão, é bem eficaz, me ajudou muito em vários aspectos. Gosto dele porque é simples, objetivo e sincero. Imagine que ele foi escrito na década de 30 e até hoje é atual.

Só não crie uma ansiedade por causa disso. Não crie muitas expectativas em relação à socialização, deixe que ela flua naturalmente. Lembre-se que as pessoas com as quais interage também tem seus medos, fraquezas, conflitos e tristezas, podem ter inclusive a mesma dificuldade que você. Enxergar a pessoa como alguém igual a mim sempre me ajudou a tirar a tensão de falar com um estranho.

E é isso Wayne, tagarelei, tagarelei e nem sei se cheguei a uma conclusão. Espero ter ajudado de alguma forma.

Continuo acompanhando. Continue firme!

Um grande abraço!
P.S: em tempo, link da matéria da Superinteressante sobre timidez, também é interessante e curtinha. Segue:

https://super.abril.com.br/comportamento/timidos-sem-vergonha/

_______________________________________
Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
B.Wayne
Mensagens : 194
Data de inscrição : 16/02/2018
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 22/5/2018, 13:28
Olá pessoal!

Coisas boas aconteceram em relação a socialização nesses últimos 2 dias.

Ontem:

Lembra da professora nova ? Então... Pedi pra ela me ajudar no aparelho e comecei a falar sobre a musculatura, posição correta e tal. E pra minha surpresa ela embarcou e começou a falar também. Me falou da sua faculdade de Educação Física. Eu demonstrei interesse e ela falou várias coisas. Quando eu reparei que ela veio, fiquei "alimentando" a conversa. Ficou um bom tempo perto de mim falando enquanto eu fazia os aparelhos.
Fiquei surpreso com isso. Pois eu imaginava que as pessoas me achavam: antipático, metido, etc, por eu não ser tão expressivo, não falar alto, não ficar junto com a rapaziada do abadá que só fala merda, etc. Inclusive foi engraçado ver a cara de uma outra professora (vou chamá-la de Ruiva) que parece não ir com a minha cara, olhando de longe, depois ficou passando perto. Tava parecendo curiosa na conversa. Gostei de conversar com ela, me senti bem, e não veio nenhum pensamento de PMO. Ela tem um corpo bonito mas consegui focar só para o rosto. Tô seguindo o conselho dos amigos aqui em relação a não criar expectativas. Tô deixando as coisas fluírem, sem estresse.

Hoje:

Cheguei na academia, e quando a professora Ruiva me viu, ficou parada na minha direção, como se quisesse que eu a cumprimentasse. Assim o fiz e ela já foi mais simpática. Acho que ela mudou de opinião a meu respeito depois de me ver conversando um tempo com a outra professora.
Depois fui falar com a professora nova pra pedir minha ficha. E como no dia anterior ela tinha confundido meu nome, resolvi fazer uma piada e dizer outro nome. Ela começou a escrever e eu a corrigi e falei o nome certo. Começamos a rir e ela disse que adorou, rsrs. Já dei uma descontraída.
Tinha pensado em continuar o papo com ela, mas a academia tava cheia e toda hora chamavam ela. Preferi nem começar. Então pensei: vou interagir com outra pessoa. Vi um cara e cumprimentei, ele ficou felizão. Daqui a pouco veio ele malhar e puxar papo perto de mim. Depois revezamos um aparelho e ele até me agradeceu: "pô, valeu aí, obrigado hein!" Detalhe que o cara é mais alto e mais forte do que eu. Me senti bem por ter ajudado ele a interagir também. Fico feliz pois acho que as pessoas estão vendo valor em mim, estão se acostumando comigo e me tratando melhor.
Nesse dia a academia tava cheia de mulher, muitas bonitas, poucos homens. Teve um momento que eu fique literalmente cercado delas. Eu no chão fazendo abdominal e elas envolta fazendo glúteo, perna, ombro, etc. Mas eu fiquei de boa. Foquei no meu exercício e fechei os olhos pra não arriscar.

Apesar de eu estar mais sociável, nem tudo dá certo. Tipo tem pessoas que me deixam no vácuo, ou responde a contra gosto. Mas sabe, eu não fico com raiva, pelo contrário, tento ser compreensivo, talvez ela esteja num dia ruim, algum problema aconteceu, ou simplesmente não foi com a minha cara. E tá tudo bem, sigo enfrente.

Já na rua, enquanto caminhava, fui cumprimentado por um desconhecido.

Sinto que as coisas estão se endireitando. Tenho notado a melhora e acho que as pessoas também. Estou conseguindo cumprimentar os outros de forma mais natural e espontânea.

Agradeço de coração a Deus e aos amigos aqui por todo o apoio, dicas, conselhos,... pois tem sido fundamentais nessa melhora.

Wayne

_______________________________________
avatar
Mensagens : 142
Data de inscrição : 30/12/2017
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 22/5/2018, 16:21
Wayne,

Parabéns pela inacreditável marca dos 7x dias! To impressionado e muito feliz por voce, meu amigo!

Parabéns também pela evolução da socialização. É assim mesmo que eu me sentia, que ninguém gostava de mim, era antipatico e etc, quando na verdade, a PMO que me fazia ser assim, porque eu perdia o interesse nas pessoas...

Hoje eu vivo mais offline do que online e isso melhorou em muito a qualidade da minha vida.

Continue firme, irmão! Deus é contigo!

Grrande abraço

_______________________________________
http://www.comoparar.com/t6590-diario-salazar-yuri

Roger Klotz
Mensagens : 152
Data de inscrição : 18/02/2018
Idade : 23
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 24/5/2018, 22:18
Olá, meu amigo! boa noite! vi que já está bem longe com o Reboot. Esta quase lá... Parabéns!
Estiver a ler seu diário e ver o que está rolando desde de a última vez que lí, e percebi que está tento grandes conquistas com o Reboot. Também pude ver que está tentando socializar mais com as pessoas.
Também tenho esse problema, nem é tanto com timidez, mas sim porque minhas ideias parece não interessar ninguém kkkkk. Mas com passar dos dias no Reboot, me senti mais confiante e as coisas simples, que antes passava um tempo pensando antes de falar, agora já falo sem enrolar tanto, naturalmente sabe. Enfim boa sorte amigo. abç


_______________________________________
Diário: http://www.comoparar.com/t7026p175-diario-do-roger-klotz Embarassed






Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 7dbec110
B.Wayne
Mensagens : 194
Data de inscrição : 16/02/2018
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 29/5/2018, 23:23
Oi galera!

Continuo na caminhada. Mas algumas coisas acontecem e tentam me derrubar.

Na socialização, tem dias que não acontece nada (como hoje), parece que não tem evolução, não consigo interagir, e acabo me sentindo mal por não ter tido nenhum proveito. E lá vem os pensamentos negativos me encher o saco. Já outros dias tudo flui bem. Enfim... Acho que preciso ter paciência e continuar tentando.

Na rua, salvei uma mulher e duas crianças de serem atropeladas. E ela ainda me olhou de cara feia e não falou nada. Parece que não gostou. Mas eu acredito que fiz o certo.

A última é minha avó, que está doente e com dificuldades de andar.

Uma notícia boa é que fui na igreja. Eu me sinto sozinho, e isso é perigoso, ainda mais com essas coisas tentando me abalar. Preciso de um grupo pra interagir mais. Outras pessoas da minha idade,...
Foi uma experiência boa. Falei com 6 pessoas.
Mas é incrível como as tentações aparecem na minha frente. Quando cheguei, na porta da igreja tinha uma coroa gostosa, com roupa colada, tatuada, do jeito que o meu "animal interior" gosta. Eu reparei que ela me olhou, mas desviei o olhar e entrei. Assim que eu sentei no meu lugar, vem outra mulher com um belo corpo e senta bem na minha frente. Durante a oração, enquanto eu estava de olhos fechados, alguém passou na minha frente e acabou rossando no meu p. Quando olhei pro lado quem era ? A coroa. Tinha outros lugares vagos, mas sentou do meu lado. Mas eu pensei: deve ser coincidência ela sentar aqui, e ter rossado em mim foi sem querer. Mas depois, enquanto eu estava novamente orando com os olhos fechados, ela passa rossando de novo a bunda em mim. Aí eu pensei: de novo é sacanagem. Depois pediu pra eu ajudar a colocar a pulseira, pois ela não estava conseguindo sozinha. Enfim, os problemas e as tentações continuam me perseguindo. Mas vou continuar lutando com todas as minhas forças. E com a ajuda de Deus e de vcs, eu vou conseguir resistir.

Sucesso a todos

Wayne

_______________________________________
Sonhador Lúcido
Mensagens : 140
Data de inscrição : 05/10/2017
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 31/5/2018, 12:52
B.Wayne escreveu:Oi galera!

Continuo na caminhada. Mas algumas coisas acontecem e tentam me derrubar.

Na socialização, tem dias que não acontece nada (como hoje), parece que não tem evolução, não consigo interagir, e acabo me sentindo mal por não ter tido nenhum proveito. E lá vem os pensamentos negativos me encher o saco. Já outros dias tudo flui bem. Enfim... Acho que preciso ter paciência e continuar tentando.

Na rua, salvei uma mulher e duas crianças de serem atropeladas. E ela ainda me olhou de cara feia e não falou nada. Parece que não gostou. Mas eu acredito que fiz o certo.

A última é minha avó, que está doente e com dificuldades de andar.

Uma notícia boa é que fui na igreja. Eu me sinto sozinho, e isso é perigoso, ainda mais com essas coisas tentando me abalar. Preciso de um grupo pra interagir mais. Outras pessoas da minha idade,...
Foi uma experiência boa. Falei com 6 pessoas.
Mas é incrível como as tentações aparecem na minha frente. Quando cheguei, na porta da igreja tinha uma coroa gostosa, com roupa colada, tatuada, do jeito que o meu "animal interior" gosta. Eu reparei que ela me olhou, mas desviei o olhar e entrei. Assim que eu sentei no meu lugar, vem outra mulher com um belo corpo e senta bem na minha frente. Durante a oração, enquanto eu estava de olhos fechados, alguém passou na minha frente e acabou rossando no meu p. Quando olhei pro lado quem era ? A coroa. Tinha outros lugares vagos, mas sentou do meu lado. Mas eu pensei: deve ser coincidência ela sentar aqui, e ter rossado em mim foi sem querer. Mas depois, enquanto eu estava novamente orando com os olhos fechados, ela passa rossando de novo a bunda em mim. Aí eu pensei: de novo é sacanagem. Depois pediu pra eu ajudar a colocar a pulseira, pois ela não estava conseguindo sozinha. Enfim, os problemas e as tentações continuam me perseguindo. Mas vou continuar lutando com todas as minhas forças. E com a ajuda de Deus e de vcs, eu vou conseguir resistir.

Sucesso a todos

Wayne

Caraca Wayne que situações hein?

Eu por exemplo já passei por muitas situações de tentativas de ajudar ou interagir, que fui tratado igual essa que citou da moça que te olhou estranho. Geralmente passo por isso ao cumprimentar certas pessoas. Mas enfim, isso obviamente não tira a validade de sua ação que na minha opinião, foi no mínimo ÉPICA.

Cara, esquece essa de ficar tentando interagir (eu não conheço todo seu contexto e história por isso qualquer coisa já peço desculpas). Voltando a questão da interação social, você me lembra muito bem. As vezes saia com alguns colegas e tudo fluía muito bem. Outras vezes ia mal sei lá (ficava calado, fazia comentários sem graça ou mesmo não conseguia comentar de forma "engraçada" o que os outros diziam o tempo todo). Isso já estragou meu dia, ainda mais quando estava tentando agradar uma garota que gosto. Mas isso também é culpa das pessoas que quando se juntam, geralmente só falam merda e coisas tão futilmente chatas que eu vou te falar viu, me dá muito sono (talvez seja por isso que muitas interações sociais me dão dor de cabeça, e como se eu tivesse usando toda minha energia mental kkkkk). Viu como eu sou chato? Mas isso não importa pois tenho amigos que "batem" muito bem comigo. Quando a gente se reúne, nos divertimos igual crianças. Acredite, você atrairá as pessoas certas...

Quanto a parte da igreja... meu amigo, mas que saia justa. Qualquer pensamento e sentimento que vier com relação a isso cara, só observe. As vezes ficamos bravos com nossas reações e no fundo elas foram no mínimo normais. Observe as sensações, sentimentos e pensamentos que vêem até você numa situação dessa. Não se deixe levar por eles claro, mas observe; certas coisas são inevitáveis. Isso com o tempo vai te dar uma força de vontade e controle tremenda se treinar o suficiente.

Espero ter ajudado Wayne, até porque você é muito mais experiente que eu nessa jornada de Reboot. Ah claro, força para a sua Avó, vou rezar por ela meu caro! Faça o que puder para ajudá-la. Fica com Deus e um abraço! Tamu junto...

_______________________________________


MEU DIÁRIO

http://www.comoparar.com/t7617-90-dias-nunca-estive-com-tanto-medo
James Bond
Mensagens : 94
Data de inscrição : 10/05/2018
Localização : Mi6 (Inglaterra)
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 5/6/2018, 18:30
B.Wayne escreveu:Oi galera!

Continuo na caminhada. Mas algumas coisas acontecem e tentam me derrubar.

Na socialização, tem dias que não acontece nada (como hoje), parece que não tem evolução, não consigo interagir, e acabo me sentindo mal por não ter tido nenhum proveito. E lá vem os pensamentos negativos me encher o saco. Já outros dias tudo flui bem. Enfim... Acho que preciso ter paciência e continuar tentando.

Na rua, salvei uma mulher e duas crianças de serem atropeladas. E ela ainda me olhou de cara feia e não falou nada. Parece que não gostou. Mas eu acredito que fiz o certo.

A última é minha avó, que está doente e com dificuldades de andar.

Uma notícia boa é que fui na igreja. Eu me sinto sozinho, e isso é perigoso, ainda mais com essas coisas tentando me abalar. Preciso de um grupo pra interagir mais. Outras pessoas da minha idade,...
Foi uma experiência boa. Falei com 6 pessoas.
Mas é incrível como as tentações aparecem na minha frente. Quando cheguei, na porta da igreja tinha uma coroa gostosa, com roupa colada, tatuada, do jeito que o meu "animal interior" gosta. Eu reparei que ela me olhou, mas desviei o olhar e entrei. Assim que eu sentei no meu lugar, vem outra mulher com um belo corpo e senta bem na minha frente. Durante a oração, enquanto eu estava de olhos fechados, alguém passou na minha frente e acabou rossando no meu p. Quando olhei pro lado quem era ? A coroa. Tinha outros lugares vagos, mas sentou do meu lado. Mas eu pensei: deve ser coincidência ela sentar aqui, e ter rossado em mim foi sem querer. Mas depois, enquanto eu estava novamente orando com os olhos fechados, ela passa rossando de novo a bunda em mim. Aí eu pensei: de novo é sacanagem. Depois pediu pra eu ajudar a colocar a pulseira, pois ela não estava conseguindo sozinha. Enfim, os problemas e as tentações continuam me perseguindo. Mas vou continuar lutando com todas as minhas forças. E com a ajuda de Deus e de vcs, eu vou conseguir resistir.

Sucesso a todos

Wayne




Hahaha, to vendo esse seu relato...
Primeiro PARABÉNS! Muita gente sonha acordado (e dormindo) chegando nessa sua meta de 85 dias! cheers cheers cheers

Cara fica tranquilo.... Eu ajudo muitas pessoas todos os dias. Sou líder da assistência social da minha igreja, e ainda assim levo muitas pedradas. DEUS está contigo!

E quanto as tentações, comigo é a mesma coisa. Quando estou nos primeiros dias sem pornografia nada acontece, mas quando passa de 1 semana as mulheres começam a aparecer de sainha mostrando a calcinha andando de moto; umas aparecem com roupa fina sem sutiã, outras viram as nádegas para mim como se nada tivesse acontecendo... posso te dizer com certeza que é o DIABO te atentando..

Estamos juntos nessa batalha irmão. Seja forte!

_______________________________________

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

B.Wayne
Mensagens : 194
Data de inscrição : 16/02/2018
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 11/6/2018, 23:08
Boa noite pessoal.

Primeiramente agradeço de coração pelos comentários. Isso me ajuda muito.

Vi que meu contador passou dos 90. Estou feliz, mas como não tive tantas atividades de religação, e não interagi com tantas pessoas, ainda não me sinto livre. Por isso minha meta é de um ano. Acho que é um tempo razoável pra me sentir realmente liberto.

Tenho uma notícia boa. Minha avó está se recuperando. Antes não conseguia nem ficar de pé. Agora já consegue levantar e dar alguns passos. E tá só no começo da fisioterapia. Então fiquei muito feliz por isso.

Continuo trabalhando e estudando legal. E comecei a ler um livro.

Na academia, mudei minha série. Foi bem legal. Vários aparelhos novos. Exercícios que eu nunca tinha feito. Um novo estímulo para o músculo.

Na socialização, tenho seguido o conselho dos amigos, tentando ficar mais relaxado, não forçar a interação. Afinal isso acabava me deixando nervoso. Como se eu tivesse obrigatoriamente que interagir a todo o momento, com todo mundo. Então tô indo com calma.

As tentações continuam. Preciso ficar vigilante. Principalmente nessas épocas de frio e de "Dia dos Namorados". É um tal de casalzinho se pegando, trocando carinho. Aí já viu né ...
Dá uma "leve" carência rsrsrs. Ver Netflix debaixo do cobertor comendo pipoca sozinho é difícil. Então se vc namora ou já é casado, eu digo: valorize essa moça, faça ela se sentir especial e amada. Existem homens com boas mulheres, mas que simplesmente "cagam" pra elas. Não consigo entender.

Mas vou continuando a caminhada. E acredito que tudo vai cooperar para o meu bem na hora certa.

Desejo uma ótima semana à todos!

Wayne

_______________________________________
Buda
Admin
Admin
Mensagens : 1386
Data de inscrição : 16/06/2016
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 13/6/2018, 16:23
Parabéns, B.Wayne!

A primeira vitória você já alcançou que foi atingir os 90 dias longe do vício.
Lembre-se que o importante é a qualidade nas atividades de religação, já a quantidade surge quando começamos a administrar melhor o nosso tempo. Mesmo uma pessoa com poucas atividades de religação consegue amadurecer no reboot e você já vinha demonstrando isso. Concentre-se agora no pós-reboot que seus benefícios já adquiridos irão se desenvolver cada vez mais e outros virão com o decorrer do tempo.

Desejo sucesso para você nesta etapa.

Forte abraço.

_______________________________________
Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Img
Levi Ackerman
Mensagens : 341
Data de inscrição : 15/04/2017
Ver perfil do usuário

Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Empty Re: Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação

em 13/6/2018, 17:29
Wayne me identifiquei com seu relato ao concluir os 90 dias   Sinto que posso ir cada vez mais longe. Sinto que já sou outra pessoa e a compulsão sumiu , só ficou vontades humanas normais, mas todo cuidado é pouco. Sinto que me falto uma agenda de horários das atividades. Minhas atividades foram aleatórias( isto é oq anos de forum me faz pensar mas é ilusao e adoecedor pensar assim). Isto me faz ficar paranoico ,complexado e indignado com algumas coisas. Precisamos usar o vdd método a nosso favor e saber interpreta-lo também significa se apropriar da própria vida e respeita-la. Desenvolvi algumas paranóia devido o rigor do método e algumas  idéias de reboots que são pessoais deles  . Com Neura de que não fiz td q me cabia, que minha DE pode não ter sumido se eu tentar , as pensar assim é um erro.  Comigo foi assim,  quando não era a faculdade me ocupando muito tempo com trabalhos , era passei com a namorada nos finais de semana. Ai fico mal por parecer que meu reboot foi só isto. Mas o importante é ir no nosso tempo e não fantasiar voluntariamente se excitando. Creio muito nisto e sei que não busquei nada de modo voluntário . O resto, deixar de reconhecer o quão raro nos somos, é nos deixarmos adoecer por este metodo aqui do fórum na qual devemos nossa vida e salva inúmeras vidas, mas que se tomado a partir de paranóias e perfeccionismo, igual.uns encaram o metodo aqui, isto nos deixa complexados achando que fizemos algo de errado ou não tao bom, que falto algo e isto me frusta mt pó 90 dias é marca extremamente rara , se vc falar pra qualquer homem na rua e falar que está sem a tanto tempo iam até rir. Quase ngm atinge isto, seja pq acha vício normal ou até mesmo entre nos aqui.  Até hj tento trabalhar a ideia de que ficar em cerros momentos de somente abstinência deve ter seu valor mt respeitado tbem.  Pq não acreditar que ficar limpo de assistir porno , não muda nosso cérebro, é desvalorizar quem luta tbem.  Quem não ver não solta mais uma enorme carga de dopamina,entao pq tanta hierarquia de atividades, sei que são importantes na religação , mas  as vezes até um simples bem estar com vc mesmo , se sentindo livre, já é algo que pode liberar boas substâncias em vc, até um banho frio. Coisas que fazemos a e nem nos damos conta, mas que somos condicionados por alguns a achar  que não estamos fazendo nada. Fiz oq me cabia e me orgulho disso !!  Pq aa minha  faculdade é longe então boa parte do reboot eu chegava umas 15 h da tarde em casa , e ia fazer trabalho , as vezes quando não tinha eu caminhava. Mas não teve uma sequência definida de algo , pq meus país não teve condições financeiras pra esporte ou algo assim e moro num bairro afastado tbem e já chego fim de tarde em.casa. Houve dias mais difícil que batia procrastinação onde so fiquei no you tube. Todos é assim.  Os finais de semana q sempre tinha encontro com a namorada que me salvava. E outra eu interajo na medida do possivel na faculdade e não tenho ansiedade social, mas minha personalidade é introvertida , não tímida, eu interajo sempre que posso  a depender dos trabalhos  mas certas coisas nao se muda pq faz parte de nossa personalidade e gosto de estar comugo tambem nesses cantos. Percebemos isto mesmo após a cura... O lance é nunca se achar em um reboot não tão bom quanto comparado a outros. Ainda não sei se curei da DE pq não to tendo chance de sexo com a namorada mas independente do resultado, agora saberei q foi devido a algo psicológico e não ao vício, nunca admitirei que lutei em vão pq falto uma listinha de atividades especificas  e nunca permitirei que insinuem isto( não to falando que ocorreu isto). Só eu sei oq passei e venci mesmo sem atividade física, so ali nas minhas obrigações de curso ,chegando 15 h e no meu passeio com a namorada nos fins de semana ,onde tive 2 amassos mais quentes com ela .perdão o desabafo. Parabéns pra nos irmão.

_______________________________________


Esta cena aqui foi um divisor de aguas na vida do Levi, quem conhece sabe. Espero ter o mesmo odio contra o gigante PMO.


Diário do B.Wayne - A Saga da Libertação  - Página 7 Tenor


MEU DIÁRIO ( CLIQUE AQUI)

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum