Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 253
Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 19
Ver perfil do usuário

Re: VIRANDO O JOGO

em 9/8/2018, 21:50
Respondendo a rapaziada:

Xikão

Fala, meu brother!  Em breve eu conto mais aqui como que tá andando as coisas, tava tentando me afastar um pouco da internet nesse novo início de reboot. Mas obrigado por se importar em como tá minha vida e o meu reboot, isso me motiva muito. Tu é foda!

Joseph

Fala, cara!!! Seja bem-vindo mais uma vez aqui kkkkkkk. Obrigado pelo apoio, bro, de verdade. Cada comentário é importante na minha jornada, e você ta fazendo parte dela agora. Sempre que possível (quando tiver tempo akdkskdk) vou dar uma passada no seu diário também. Sucesso pra gente, irmão! Tmj!

Recuperação

Galera, como falei ao pessoal, dei uma sumida aqui do fórum porque tava me afastando da internet depois da minha queda. Mas não é só isso, eu também me desmotivei um pouco pra ficar fazendo posts sobre minha vida, principalmente porque não tem nada de super interessante acontecendo. Algumas coisas melhoraram, como fazer amizade e tal, e outras nem tanto como o relacionamento. Inclusive, não namoro mais (apesar de eu e a garota que gosto ainda nos vermos e parecer que a gente ainda namora), mas ainda falta oficializar isso aí... Não sei como vai ficar, mas queria fazer um Post aqui mais quando as coisas começarem a se resolver, até pra nao ficar comentando sempre as mesmas mesmices da minha vida sempre kkkkk (eu gosto de ficar lendo as mesmices da galera hauaha, mas não me animo pra falar as minhas... Kkkk). Por enquanto, prefiro ficar ajudando a galera, porque me faz bem... Enfim, em breve eu dou notícias aqui só pra vocês não esquecerem de mim heueheueuu. Falows, galerinha massa!

_______________________________________
MEU DIÁRIO
http://www.comoparar.com/t7233-virando-o-jogo#177280
avatar
Mensagens : 253
Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 19
Ver perfil do usuário

Re: VIRANDO O JOGO

em 10/8/2018, 22:28
Fala, galera!!!

Saudades de vocês, seus puto!!!

Se liga, vou falar um pouco de como estão as coisas.

Eu não vou entrar em tanto detalhe sobre o relacionamento porque vai me deixar muito mal se eu ficar lembrando, sabe? Ainda gosto dela e tal, e tô triste no momento. Ainda não terminamos oficialmente, ela ainda vem aqui em casa, fazemos coisas de casal, tudo direitinho, mas as coisas não estão nada bem. É difícil terminar quando você ainda gosta muito de alguém, mas eu tô percebendo que não vai dar certo do jeito que tá. Alguém que já passou por isso pode me ajudar? Tipo, alguém que terminou com alguém mesmo gostando dela ainda e tal, me fala como foi pra tomar iniciativa, como foi tudo e tal, tô precisando muito de apoio nisso kkkkkkkkkkkk.

De resto, tô focado na minha visão de vida de me desenvolver. Tô tentando todos os dias dormir de 22h e acordar às 6h. Nem sempre consigo, às vezes acordo às 7h, outros dias às 9h, mas ainda vou chegar lá hehe. Tô tentando melhorar minha alimentação, apesar de ainda dar um montão de vacilo kkkkk... Tô pensando em comprar o livro do Caio Bottura sobre nutrição, ouvi falar que é foda. Falando em livros... parsero, tô lendo um livro agora chamado Inteligência Emocional. O livro é muito rico em informação e as ideias centrais são bem daora, mas eu sinto que ele enrola demais kkkkkkkkk. E é muita teoria e pouca coisa pra se colocar em prática, além de eu estar achando maçante ler. Tipo, quando eu lia O poder do Hábito, eu fiquei viciado em ler de tão gostoso que era pegar no livro e sair lendo várias dezenas de páginas, era uma delícia cara KSDJSKJD. Mas esse tá diferente, eu meio que leio porque ''sei que preciso''. Enfim, acho que vou ler as ideias principais e depois trocar de livro, não acho que seria bom eu forçar uma leitura que não tá fluindo, senão eu deixo de lado sem nem chegar nas partes mais ricas do livro.

Eu tenho o autodesenvolvimento como um hobbie, e todo dia vejo vídeos sobre isso no yt, em diversos canais, e acredito que levar isso como uma diversão me ajuda muito.

Ah, e eu voltei a meditar todos os dias, e CARAAAA, MEDITAÇÃO É FODA MLK! Bixo, alguns minutinhos e POW, sua mente tá limpa de um monte de porcaria e você só encontra silencio dentro da sua cabeça. Simplesmente sensacional! A maioria da galera se concentra na respiração, mas eu prefiro me concentrar num som relaxante, dá na mesma e eu me concentro melhor assim, mas também volto meu foco pra minha respiração uma hora ou outra.

Eu tava tentando correr alguns dias, mas não conseguia fazer isso diariamente. Voltei a correr hoje, e tô com a meta de correr todos os dias (isso porque eu já venho correndo vez ou outra, mas quero deixar regular).

Na facul, fiz alguns amigos e tá daora de ir lá. Sempre tem alguém pra conversar, e meus amigos são daora. Fora da faculdade, eu também me divirto tocando violão. Manoooo, falando nisso, eu tô evoluindo bem na viola parserooo... tô treinando uns 5 tipos diferentes de pestana, e 3 deles tá saindo com uma certa facilidade. Pra quem tinha uma dificuldade imensa de fazer qualquer tipo de pestana, até as mais simples, até que tô bem kkkkkk. Tô aumentando meu repertório de músicas e é legal quando você vê uma música e não precisa mais pensar tipo ''ah, essa não posso tocar, n sei pestana''. Agora não, agora faço tipo ''VOU TOCAR ESSA PORRA É AGORA, SOM NA CAIXA DJ'' heuehueueu.

Enfim, como tinha dito, não aconteceu nada de diferente na minha vida, mas hoje tava afim de contar essas paradas aqui. Meu objetivo no momento é cuidar do meu corpo e da minha mente pra acordar todo dia 100% disposto e comprometido pra fazer tudo que eu quero fazer (tô com um monte de coisa na lista do que quero fazer heuheuheu). Mas é isso aí galera, torço por todos vocês. Abração, my friends!

_______________________________________
MEU DIÁRIO
http://www.comoparar.com/t7233-virando-o-jogo#177280
avatar
Mensagens : 131
Data de inscrição : 25/04/2018
Ver perfil do usuário

Re: VIRANDO O JOGO

em 11/8/2018, 21:28
Rebooter1999 escreveu:Fala, galera!!!

Saudades de vocês, seus puto!!!

Se liga, vou falar um pouco de como estão as coisas.

Eu não vou entrar em tanto detalhe sobre o relacionamento porque vai me deixar muito mal se eu ficar lembrando, sabe? Ainda gosto dela e tal, e tô triste no momento. Ainda não terminamos oficialmente, ela ainda vem aqui em casa, fazemos coisas de casal, tudo direitinho, mas as coisas não estão nada bem. É difícil terminar quando você ainda gosta muito de alguém, mas eu tô percebendo que não vai dar certo do jeito que tá. Alguém que já passou por isso pode me ajudar? Tipo, alguém que terminou com alguém mesmo gostando dela ainda e tal, me fala como foi pra tomar iniciativa, como foi tudo e tal, tô precisando muito de apoio nisso kkkkkkkkkkkk.

De resto, tô focado na minha visão de vida de me desenvolver. Tô tentando todos os dias dormir de 22h e acordar às 6h. Nem sempre consigo, às vezes acordo às 7h, outros dias às 9h, mas ainda vou chegar lá hehe. Tô tentando melhorar minha alimentação, apesar de ainda dar um montão de vacilo kkkkk... Tô pensando em comprar o livro do Caio Bottura sobre nutrição, ouvi falar que é foda. Falando em livros... parsero, tô lendo um livro agora chamado Inteligência Emocional. O livro é muito rico em informação e as ideias centrais são bem daora, mas eu sinto que ele enrola demais kkkkkkkkk. E é muita teoria e pouca coisa pra se colocar em prática, além de eu estar achando maçante ler. Tipo, quando eu lia O poder do Hábito, eu fiquei viciado em ler de tão gostoso que era pegar no livro e sair lendo várias dezenas de páginas, era uma delícia cara KSDJSKJD. Mas esse tá diferente, eu meio que leio porque ''sei que preciso''. Enfim, acho que vou ler as ideias principais e depois trocar de livro, não acho que seria bom eu forçar uma leitura que não tá fluindo, senão eu deixo de lado sem nem chegar nas partes mais ricas do livro.

Eu tenho o autodesenvolvimento como um hobbie, e todo dia vejo vídeos sobre isso no yt, em diversos canais, e acredito que levar isso como uma diversão me ajuda muito.

Ah, e eu voltei a meditar todos os dias, e CARAAAA, MEDITAÇÃO É FODA MLK! Bixo, alguns minutinhos e POW, sua mente tá limpa de um monte de porcaria e você só encontra silencio dentro da sua cabeça. Simplesmente sensacional! A maioria da galera se concentra na respiração, mas eu prefiro me concentrar num som relaxante, dá na mesma e eu me concentro melhor assim, mas também volto meu foco pra minha respiração uma hora ou outra.

Eu tava tentando correr alguns dias, mas não conseguia fazer isso diariamente. Voltei a correr hoje, e tô com a meta de correr todos os dias (isso porque eu já venho correndo vez ou outra, mas quero deixar regular).

Na facul, fiz alguns amigos e tá daora de ir lá. Sempre tem alguém pra conversar, e meus amigos são daora. Fora da faculdade, eu também me divirto tocando violão. Manoooo, falando nisso, eu tô evoluindo bem na viola parserooo... tô treinando uns 5 tipos diferentes de pestana, e 3 deles tá saindo com uma certa facilidade. Pra quem tinha uma dificuldade imensa de fazer qualquer tipo de pestana, até as mais simples, até que tô bem kkkkkk. Tô aumentando meu repertório de músicas e é legal quando você vê uma música e não precisa mais pensar tipo ''ah, essa não posso tocar, n sei pestana''. Agora não, agora faço tipo ''VOU TOCAR ESSA PORRA É AGORA, SOM NA CAIXA DJ'' heuehueueu.

Enfim, como tinha dito, não aconteceu nada de diferente na minha vida, mas hoje tava afim de contar essas paradas aqui. Meu objetivo no momento é cuidar do meu corpo e da minha mente pra acordar todo dia 100% disposto e comprometido pra fazer tudo que eu quero fazer (tô com um monte de coisa na lista do que quero fazer heuheuheu). Mas é isso aí galera, torço por todos vocês. Abração, my friends!

Mano eu comecei a meditação ontem , 20 minutinhos por dia e depois q acabo me sinto mt bom , espero que com a rotina meditando possa me ajudar a tirar isso de mim,  vou estar acompanhando seu diário mano e peço se der da uma olhada lá no meu , abraços e que Deus nos abençoe
avatar
Mensagens : 253
Data de inscrição : 24/03/2018
Idade : 19
Ver perfil do usuário

Re: VIRANDO O JOGO

em 12/8/2018, 05:46
Thanostitan

Obrigado pelo apoio, cara! Tmj! Quando tiver um tempinho, passarei lá sim! Abração!

Minha vida não anda

Galera, preciso desabafar um pouco.

Velho, primeiro: É muito bom a sensação de sair de casa, respirar fundo e pensar ''já faz um tempo que tô longe dessas porcarias''. É muito bom sentir uma esperança real de se livrar disso, de saber que a vida vai mudar totalmente, de se imaginar tendo todos os fucking beneficios de uma vida saudável longe disso, sério, é incrível.

Segundo: Apesar de o título desse relato parecer vitimista, ele não é. Já faz um tempinho que eu assumi 100% responsabilidade sobre a minha vida, e sei que tudo que tá acontecendo comigo eu posso mudar. Eu realmente acredito nisso, mas o enfoque do relato é o seguinte: Cara, às vezes dá raiva quando você dá seu máximo, quando você é paciente com os resultados, você se esforça todos os dias, procura mais e mais conhecimento, tenta colocar em prática, e mesmo assim, você olha pra trás, vê que passou meses assim, e que agora nada mudou. Tá, tudo bem, algumas coisas mudaram kkkkkk, eu sinto que minha mentalidade tá bem diferente de antes, mas tipo, os resultados da minha vida sempre são os mesmos, sabe? Mas eu falo isso não é querendo me vitimitizar não tlg, eu falo isso porque eu precisava desabafar, e também porque eu quero ler isso quando eu tiver conseguido mudar minha vida, pra provar pra mim mesmo que ninguem nasce com um dom especial pra ter sucesso na vida pessoal e profissional. Quero provar pra mim mesmo que o sucesso é uma escolha, e que mesmo quando você tá fodido, quando tá tudo dando errado, e mesmo assim você não para de tentar ser melhor a cada dia, uma hora as coisas se encaixam e a vida te dá a recompensa. Você literalmente vai colher o que plantou.

Acabei de cair novamente em P e M ontem, e de ontem pra hoje, no total, cai umas 3x, incluindo uma agora pouquinho, e detalhe: isso depois de ter falado pra mim umas quinhetas milhões de vezes que eu não ia mais usar essas coisas. Cara, com menos de 2 semanas longe dessas coisas eu já me sentia outra pessoa. Sabe, os benefícios sexuais demoram um pouco pra aparecer, e quem já superou a barreira das primeiras semanas vai entender isso (quem não superou, relaxa que uma hora vai superar e vai entender também). A gente tem que ser paciente, e demora semanas mesmo pra você ver um resultado legalzinho, e dai em diante só melhora. Porém, as mudanças de mentalidade e comportamento são muito rápidas, mano. Eu me sinto (me sentia, no caso) outra pessoa, de verdade mesmo, com umas 2 semanas só. Lembro que quando fiquei um mês e pouco (meu atual record), eu nem me reconhecia de tão diferente que eu tava (de forma positiva kkkkkk). Mas tipo, não é facil, sabe. É tudo bem difícil sair do buraco, mas depois que a gente fica umas semanas livre, não era pra ser tão dificil assim, mas vou explicar:

Essa vida longe da P e da M é um estilo de vida, né? Então não é uma corrida de 90 dias, mas é uma maratona de anos e mais anos, já que a gente quer ficar livre dessas coisas por muitooo tempo. Eu percebo que muitos levam o reboot ''se arrastando'', como se fosse uma corrida de ''100 m'', sabe. Me perdoe se você se encaixa no que vou falar, mas saiba que não tô te julgando, até porque eu me incluo nisso também (me incluo na parte de levar isso de forma arrastada), mas enfim... Cara, percebo que muitos às vezes chegam aqui e falam tipo ''caramba, foi por um tris'' ou então ''Cara, não sei como não cai, foi um milagre'', e eu comecei a ver que isso não parece nada com um estilo de vida, porque não tá natural. Isso não era pra ser dificil dessa forma, sabe. Claro que o processo como um todo é dificil e doloroso, porque envolve sacrificar muitas coisas e mudar muitos hábitos, mas mesmo fazendo isso tudo, ainda percebo que é como se a gente estivesse ''indo contra a correnteza'' de nossos instintos. Tipo, só lembrando que cada um faz o que quer da vida e interpreta ela como quiser também, não tô rotulando nem julgando ninguém, só dando minha opinião, beleza? Então, eu percebo que muitos querem viver uma vida normal, assim como eu também, mas tipo, a gente meio que tá tentando sair de uma vida sem graça pra viver outra sem graça também. Qual a graça de viver sem M nem ver nada sexual, se a gente quando tá longe dessas coisas, não aproveita experiências reais? Isso ficou muito claro na minha cabeça quando fiz uma analogia, que é a seguinte (botei até título heuheuheu):

Uma analogia daora que pode ajudar a galera

Imagina que você é viciado em whatsapp e vive conversando todo dia com todo mundo por essa rede social. Mas tem um problema: você nunca se sente realizado e 100% feliz ao passar o dia conversando com as pessoas no wpp, o que é totalmente diferente de você conversar com as pessoas de verdade. Dai você acaba tendo a oportunidade de ir pra uma social e acaba passando o dia com seus amigos, zoando, se divertindo, conversando muito, e no final, quando você vai pra casa, você se sente plenamente feliz e sente que ganhou o dia com aquilo. A partir dai, você começa a perceber que é totalmente diferente conversar com as pessoas por rede social e pessoalmente. Pessoalmente, você olha nos olhos das pessoas, reconhece expressões faciais, abraça, se contagia com a risada de outras pessoas, e o clima é TOTALMENTE DIFERENTE. E é aí que você decide uma coisa pra sua vida: parar de vez com as redes sociais e começar a conversar com as pessoas apenas pessoalmente, porque pra você, são experiencias muito mais ricas. (Se você ainda não dormiu até agora, eu vou te explicar o que isso tem a ver com o vicio em P e uma luz vai brilhar na sua mente igual brilhou na minha kkkkkkk, mas antes, calma ai parsa). Então, você exclui seu wpp (sim, você levou isso a sério e foi ao extremo hehe) e começa a botar na cabeça que precisa viver a vida como ela é de verdade, e não por trás de uma tela de celular onde nada é igual à realidade. Mas tem um problema aí: você não sai pra interagir com as pessoas, você não procura sair com frequencia pra se divertir e curtir a vida como ela é. Você fica em casa, e contando quantos dias você já tá longe das redes sociais e esse é todo seu foco. Seu foco não é sair de casa e ir socializar com as pessoas, seu foco não é sair pras baladas, pras festas, pro cinema, ir à praia, se divertir com pessoas cara a cara. Não, seu foco é apenas contar quantos dias você tá longe das redes sociais.  Você acha que tudo vai se resolver quando você bater uma quantidade de dias longe de conversar virtuais, e que sua vida vai começar quando você alcançar essa meta, MAAAS, a realidade bate na sua porta e você acorda um dia super deprimido, se sentindo isolado e sua vida perdeu o sentido. Você vai, então, e reinstala seu whatsapp, conversa com todo mundo, passa o dia falando com pessoas virtualmente, e no final do dia, você sente aquela sensação de procrastinação, cansaço mental e você não se sente nenhum pouco realizado. Você percebe o que fez, desinstala mais uma vez todas as redes sociais, reseta seu contador de dias livres do mundo virtual, e repete esse ciclo incontáveis vezes.

O que isso tem a ver com o vício em P e M, e com o vício em internet em geral ?

Você já passou mó tempão conversando com alguém por whatsapp, daí marcou de se encontrar pessoalmente, e você e a pessoa ficaram naquele ''clima'', como se o gelo não tivesse quebrado ainda, sabe? E aí você pensa ''Caraca, cadê toda aquela nossa intimidade por rede social?''. Cara, são pouquíssimas as pessoas que realmente conseguem ser elas mesmas por rede social e pessoalmente, e mesmo assim, as redes sociais, em geral,  são super limitadas (com exceção pra chamadas de vídeo e ligações, blz? tô falando das mensagens de texto, e alguns áudios até). Mas tipo, mano, é super diferente tu conversar com alguém por wpp, e conversar com a pessoa pessoalmente, sério, tem nada a ver uma coisa com a outra. E eu trouxe isso pro vício: o virtual não tem porra nenhuma a ver com a realidade, e o que acontece com a gente é exatamente o que eu falei no texto aí acima. Olha, como falei, cada um vive a vida como quer, e ninguém é obrigado a seguir os valores de ninguém, mas cara, eu acredito que o que a maioria aqui quer é se relacionar (emocionalmente e sexualmente) com pessoas reais, né? Então, quando você decide viver uma vida em que você escolhe não ver P, onde você escolhe não praticar M, mas ao mesmo tempo não sai de casa pra conhecer ninguém, não sai pra se divertir com pessoas novas, não se propõe a desenvolver sua habilidade de socializar, e no geral, não se permite viver a vida de forma intensa, isso não é uma troca muito boa, concorda comigo? Poxa, se for pra fazer uma troca, que seja uma troca justa, né não? Trocar uma vida medíocre por uma intensa, e não uma medíocre por outra medíocre. Sabe uma coisa que eu descobri? Tá ligado quando a gente fala que vai resolver nossa vida depois que tal coisa acontecer, ou depois quando a gente tiver mais dinheiro, tempo, ou quando qualquer outra coisa tiver acontecido? Pois é, descobri que esse depois nunca chega, é só uma falsa ilusão. O único momento em que você pode mudar alguma coisa é exatamente agora. Se tu quer uma vida incrível, não espera o reboot dar ela pra tu não, porque isso não vai acontecer. Essa recuperação vai nos dar a oportunidade de viver uma vida incrível, mas o que é uma oportunidade se ninguém agarra ela? Serve pra nada, concorda? Então, faz alguma coisa agora parceiro, espera nada acontecer pra tu viver tua vida do jeitinho que tu sempre quis. Tudo isso que tô dizendo é só um reflexo do meu mundo interior, de uma mentalidade que eu venho criando faz muitoooos meses, e de uma grande observação tanto internamente, quanto de várias outras pessoas.

Véi, tipo, eu vejo que muita gente fala que não tem jeito com mulheres e tal, que é muito tímido, mas cara, isso não é uma condição fixa, isso é uma escolha, tá ligado? Eu era super tímido, e não levava o menor jeito com as mulheres. Não vinha nenhum assunto na minha cabeça na hora de conversar com uma garota e eu vivia com uma fobia se eu falei alguma besteira, se falei do jeito certo. E eu não sou mais assim, sou totalmente o contrário disso. Hoje, levo o maior jeito pra conversar com todo mundo, divirto a galera com meu jeito meio lesado kkkkkk, tô nem ai se eu não falei algo perfeito, ninguém fala nada perfeito kkkk. Só depende de você escolher mudar isso em você (essa parte foi pra galera que se encaixa no que eu disse aí em cima, e o que falei foi totalmente com a intenção de ajudar e de abrir a mente da galera, porque eu já fui assim, e procurei pessoas que me ajudassem no Yt e até mesmo pessoalmente, e se eu consegui mudar, tu também consegue cara).

Enfim, é provável que eu fique solteiro porque eu realmente acho que não dá mais o relacionamento com a garota que gosto, porém, não tô com a mínima vontade de pegar ninguém, sem zoas galera. É aquela coisa ''status tá solteiro, mas o coração tá namorando'' Hahauauaauh. Mas se não der mais certo, eu vou me esforçar pra superar o término, e naturalmente a vontade de conhecer outras pessoas vai surgir. E tipo, eu não sou nenhum fodão em conquistar mulheres não, muito pelo contrário, ainda me acho pouco desenvolvido nessa parte. Mas eu aprendi que eu não posso mais fugir dos meus medos, e comecei a perceber que, se eu quiser ter uma vida incrível, preciso usar meu medo como meu ''guia pessoal'', e é isso que quero fazer com tudo na minha vida. Quando eu olhasse uma garota gata e quisesse chegar nela, eu iria ficar com medo sim da rejeição, claro que iria. Mas fodasse, eu iria tentar chegar nela mesmo assim. Véi, já parou pra pensar que os caras que mais levam ''não'' das garotas são aqueles que pegam muitas mulheres? Pensa só: Se ele aborda muitas mulheres e você não aborda quase nenhuma, quem você acha que leva mais ''não''? Ele, claro kkkkkkjjjjkk. A diferença é que ele não liga de levar um não, ele tá cagando pra isso porque tem mais umas 92483843849 mulheres pra ele tentar algo, e um simples ''não'' não abala a autoestima dele, essa é a diferença.


Não sei por que me empolguei tanto em falar tudo isso, mas cara, do tanto de coisa que já aprendi nesse tempo, só queria repassar o pouco do que eu sei pras pessoas que ainda estão se sentindo travadas. E sobre a parte do meu relato sobre minha vida não andar, espero que sirva como inspiração lá na frente pra alguns, porque eu sei que eu vou conseguir as coisas que quero (não tenho ego grande, só mudei minha mentalidade mesmo kkkkkkk. E também tô focado no que quero), e esse relato vai servir pra mostrar que às vezes damos nosso máximo e mesmo assim, parece que nada muda, mas eu confio plenamente que se a gente tá sempre dando nosso melhor, uma hora as coisas vão encaixar e vão dar certo. Não tem como não dar, acredite, você SEMPRE vai colher o que planta heuheuehuhe. Se você tá se esforçando muito, procurando sempre evoluir e não cometer os mesmo erros, então não tem como não dar certo. Se você resetou, fica de boas cara, merdas acontecem. A gente é humano e erra, e não erra pouco não. Mas se você resetou, faz uma análise do que você fez de errado e observa se você tá focando nas coisas certas, se seus objetivos de vida estão bem claros na sua mente, se você tá agindo de acordo com seus valores e, acima de tudo, se você tá colocando intenção em tudo que você vive. A gente precisa parar de fazer as coisas sem saber o porquê de estarmos fazendo algo, temos que parar de estar sempre no piloto automático. Muito da mentalidade que criei eu devo a algumas pessoas incríveis que compartilham suas ideias no Yt, e a mais importante pra mim foi o Goffi, ele é realmente genial no que fala. Inclusive, recomendo ele pra quem curte essa ideia de ''estar sempre procurando ser a sua melhor versão''.

Não acho que o sucesso e evolução pessoal de alguém seja definido pela quantidade de dias que a pessoa tá longe da P e da M, sabe. Naturalmente, isso vai se refletir na quantidade de dias que você não consume essas coisas, mas tudo tem seu tempo, e se você não tá há um tempão longe dessas coisas, é porque você ainda não tá 100% preparado pra isso, então busca se preparar todos os dias, mano. Pelo menos é assim que encaro tudo isso.

Mas enfim, se eu tiver ajudado pelo menos uma pessoa com essa mensagem, já vou estar feliz.

Ah, e obrigado todo mundo por sempre me apoiar aqui. Ter esse apoio e ler o diário de vocês me ajuda imensamente na minha jornada. Tmj galera!!

Agora eu vou vazar que tô  com sono e cansado bagarai, cara kkkkkk. Abração!!!

_______________________________________
MEU DIÁRIO
http://www.comoparar.com/t7233-virando-o-jogo#177280
avatar
Mensagens : 1863
Data de inscrição : 22/07/2016
Idade : 20
Localização : Malibu - California
Ver perfil do usuário

Re: VIRANDO O JOGO

em 12/8/2018, 22:04
Fala meu Brother!!! Como tá as coisas??


Primeiramente, concordo 100% com o que tu disse sobre a sensação foda de sair de casa e se sentir livre dessa bagaça -eu realmente sei isso é do caralho, até já falei sobre.

Segundamente, entendo 101% sobre essa sensação de "Passar uns meses dando o seu máximo, mas os resultados continuarem sendo os mesmos". Mas você tem que saber que a mudança é lenta mesmo, isso é algo a longo prazo e, por isso, precisamos ser pacientes. Porém, é como aquela frase diz: "insanidade é fazer a mesma coisa repetidamente e esperar resultados diferentes." Ou seja, devemos mudar o que fazemos para conseguir resultados diferentes.

Ultimamente tenho me sentido do mesmo jeito também, sei que me desenvolvi como pessoa, sei que me tornei mais confiante, mais sociável, mais corajoso e, mesmo assim, ainda não consegui ter resultados tão diferentes do que eu já tinha (com exceção da socialização) e isso, ao ler o seu relato, comecei a refletir melhor sobre isso e cheguei a uma conclusão, meio obvia, que: Tenho que mudar o que estou fazendo.

Terceiramente, sua reflexão sobre o reboot ser um "estilo de vida" foi fantástica!! É sempre importante destacar isso, as pessoas começam o reboot mas continuam com os mesmos mal-hábitos que o levaram até o vício (seja ficar o dia inteiro em casa ou, até mesmo, ficar secando mulheres na rua) e se esquecem de que isso é sobre construir uma nova vida - E me incluo nessa história.

Então, quando você decide viver uma vida em que você escolhe não ver P, onde você escolhe não praticar M, mas ao mesmo tempo não sai de casa pra conhecer ninguém, não sai pra se divertir com pessoas novas, não se propõe a desenvolver sua habilidade de socializar, e no geral, não se permite viver a vida de forma intensa, isso não é uma troca muito boa, concorda comigo? Poxa, se for pra fazer uma troca, que seja uma troca justa, né não? Trocar uma vida medíocre por uma intensa, e não uma medíocre por outra medíocre.
Aplaudi de pé esse trecho véi kkkkkk Sério mesmo, pura realidade. Talvez seja justamente isso que falte em minha vida: intensidade, precisamos sair dessa maldita zona de conforto e atrás de realmente viver a nossa vida. Você falou do Goffi né, já vi uns vídeos dele. Um cara que sigo e que me ajuda muito é o Copini (do canal Alphalife), já que tu gosta do tema, recomendo dar uma olhada nos vídeos dele.


Bom, estou feliz por ter conseguido terminar de ler essa monogriafia huehuehuehuehue Mano, tu escreveu pra garaio mesmo hein kkkkkk Devia tá inspiradão kkkkkkk Zoeira, Teu relato ficou muito bom parceiro, tá de parabéns!! - Deixei até de fazer o meu relato para ler o teu e comentar aqui kkkk

E que venha mais relatos assim.
Grande abraço, campeão.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum