Compartilhe
Ir em baixo
Mensagens : 20
Data de inscrição : 03/06/2018
Ver perfil do usuário

Fantasias

em 8/7/2018, 23:00
Gostaria de saber de que forma fantasiar afeta o reboot ?
Entendo que fantasiar com cenas de p ou coisas do tipo é totalmente prejudicial pois seria o mesmo que assistir p, porém minha pergunta se refere mais a fantasiar com pessoas reais, como por exemplo uma namorada, fantasiar com a namorada ou até mesmo relembrar momentos de sexo e se excitar com isso é prejudicial ao reboot ?
avatar
Mensagens : 277
Data de inscrição : 09/09/2017
Idade : 29
Ver perfil do usuário

Re: Fantasias

em 8/7/2018, 23:07
Fantasiar é "viver" um acontecimento que não existe, mesmo que seja com pessoas reais e com lembranças passadas, fantasiar deliberadamente é estimular o teu cérebro a se excitar com a própria mente e não com o acontecimento real do ato a dois. Fantasiar eleva a um prazer super estimulado, um nível de prazer além do que esta dentro dos padrões naturais. Quando o cérebro se acostuma a essas fantasias, ficamos com pouca sensibilidade com o que é real.

_______________________________________

avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 1074
Data de inscrição : 16/01/2016
Idade : 46
Ver perfil do usuário

Re: Fantasias

em 9/7/2018, 03:06
Oi, Hartman, concordo 100% com o Diego Manuel, o problema da pornografia e da masturbação não é o ato em si, mas as fantasias. Dito com outras palavras, o sexo é feito para ser sentido e não "pensado".

Eu particularmente após quase 900 dias de reboot, muito raramente tenho uma fantasia e quando a tenho a afasto rapidamente. Se eu consegui, você também consegue.

Contudo, no sexo real com minha parceira, tudo é maravilhoso.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 462
Data de inscrição : 06/05/2018
Ver perfil do usuário

Re: Fantasias

em 9/7/2018, 10:00
DiegoPimentel escreveu:Fantasiar é "viver" um acontecimento que não existe, mesmo que seja com pessoas reais e com lembranças passadas, fantasiar deliberadamente é estimular o teu cérebro a se excitar com a própria mente e não com o acontecimento real do ato a dois. Fantasiar eleva a um prazer super estimulado, um nível de prazer além do que esta dentro dos padrões naturais. Quando o cérebro se acostuma a essas fantasias, ficamos com pouca sensibilidade com o que é real.
então o sexo é menos prazeroso do que a mente propõe?

_______________________________________

“Quando os pensamentos surgem, em vez de os veres como faltas,reconhece-os como sendo vazios e deixa-os tal como são”
 ~Gotsangpa
avatar
Moderador
Moderador
Mensagens : 289
Data de inscrição : 13/04/2018
Idade : 23
Localização : [email protected]
Ver perfil do usuário

Re: Fantasias

em 9/7/2018, 13:46
Salah escreveu:
DiegoPimentel escreveu:Fantasiar é "viver" um acontecimento que não existe, mesmo que seja com pessoas reais e com lembranças passadas, fantasiar deliberadamente é estimular o teu cérebro a se excitar com a própria mente e não com o acontecimento real do ato a dois. Fantasiar eleva a um prazer super estimulado, um nível de prazer além do que esta dentro dos padrões naturais. Quando o cérebro se acostuma a essas fantasias, ficamos com pouca sensibilidade com o que é real.
então o sexo é menos prazeroso do que a mente propõe?

Sim e não.

Sim: É que nosso cérebro tem algo chamado plasticidade cerebral. Ao longo do tempo, quando estruturamos os caminhos neurais a reagirem a um estímulo, nosso SNC (Sistema Nervoso Central) acostuma-se àquilo e tudo que fugir daquele padrão, não gera as mesmas reações. Não é diferente quando acostumamo-nos ao PMO. E quando surge o sexo real o cérebro não encara aquilo como muito estimulante.

Não: O sexo real é algo incrívelmente mais prazeroso do que as fantasias. Fantasias com masturbação envolvem mente e tato. Sexo real envolve, além da mente, todos os sentidos. Mas por anos acostumamos o cérebro de que fantasiar e masturbar é melhor que aproveitar o momento à sós com uma pessoa real. E por termos ficado anos no vício, nosso cérebro às vezes (ou todas as vezes) costuma encarar sexo real como pouco estimulante.

Felizmente a Plasticidade Cerebral do cérebro permanece até que morramos. Eu tiro por mim. Eu detestava comer beterraba desde criança. Mas depois que fiz 20 anos e comecei a comer para adotar hábitos ainda mais saudáveis de alimentação, passei a me acostumar com isso e hoje a beterraba é um dos meus legumes favoritos. O mesmo acontece com o Reboot. Ele é uma ação contínua da nossa Plasticidade Cerebral durante os 90 dias.

_______________________________________

"A determinação de hoje é o sucesso de amanhã."

Minha história >>>>>>> Diário de Brainbuilder
avatar
Mensagens : 462
Data de inscrição : 06/05/2018
Ver perfil do usuário

Re: Fantasias

em 9/7/2018, 14:30
Brainbuilder2323 escreveu:
Salah escreveu:
DiegoPimentel escreveu:Fantasiar é "viver" um acontecimento que não existe, mesmo que seja com pessoas reais e com lembranças passadas, fantasiar deliberadamente é estimular o teu cérebro a se excitar com a própria mente e não com o acontecimento real do ato a dois. Fantasiar eleva a um prazer super estimulado, um nível de prazer além do que esta dentro dos padrões naturais. Quando o cérebro se acostuma a essas fantasias, ficamos com pouca sensibilidade com o que é real.
então o sexo é menos prazeroso do que a mente propõe?

Sim e não.

Sim: É que nosso cérebro tem algo chamado plasticidade cerebral. Ao longo do tempo, quando estruturamos os caminhos neurais a reagirem a um estímulo, nosso SNC (Sistema Nervoso Central) acostuma-se àquilo e tudo que fugir daquele padrão, não gera as mesmas reações. Não é diferente quando acostumamo-nos ao PMO. E quando surge o sexo real o cérebro não encara aquilo como muito estimulante.

Não: O sexo real é algo incrívelmente mais prazeroso do que as fantasias. Fantasias com masturbação envolvem mente e tato. Sexo real envolve, além da mente, todos os sentidos. Mas por anos acostumamos o cérebro de que fantasiar e masturbar é melhor que aproveitar o momento à sós com uma pessoa real. E por termos ficado anos no vício, nosso cérebro às vezes (ou todas as vezes) costuma encarar sexo real como pouco estimulante.

Felizmente a Plasticidade Cerebral do cérebro permanece até que morramos. Eu tiro por mim. Eu detestava comer beterraba desde criança. Mas depois que fiz 20 anos e comecei a comer para adotar hábitos ainda mais saudáveis de alimentação, passei a me acostumar com isso e hoje a beterraba é um dos meus legumes favoritos. O mesmo acontece com o Reboot. Ele é uma ação contínua da nossa Plasticidade Cerebral durante os 90 dias.
entendi

_______________________________________

“Quando os pensamentos surgem, em vez de os veres como faltas,reconhece-os como sendo vazios e deixa-os tal como são”
 ~Gotsangpa
avatar
Mensagens : 695
Data de inscrição : 27/08/2016
Idade : 26
Ver perfil do usuário

Re: Fantasias

em 9/7/2018, 20:57
Sexo e punheta são coisas diferentes. Apesar de fisicamente usarmos o mesmo "objeto" não são a mesma coisa, até cientificamente o nosso cerebro libera substancias no sexo que não existe na PMO ou punheta. Não dá pra comparar.

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum