Compartilhe
Ir em baixo
Mensagens : 10
Data de inscrição : 11/08/2018
Idade : 28
Localização : Mordor
Ver perfil do usuário

Eu não consegui, mas enquanto há vida há esperança.

em 11/8/2018, 19:31
Boa tarde a todos os guerreiros e guerreiras, agradeço de coração que exista um local como esse onde eu possa dividir um pouco do meu sofrimento e quem sabe um dia também dividir a alegria de largar esse vício.

Eu uso pornografia desde os meus 15 anos, comecei com VHS e revistas pornográficas, a pouco mais de 1 ano eu venho percebendo que isso é realmente um vício e que eu preciso de ajuda,  na verdade eu estou desesperado porque eu já tenho 28 anos e atualmente a minha vida é uma piada, só para vocês terem uma ideia eu ainda moro com meus pais e mal tenho quarto próprio eu não tenho namorada, meu relacionamento mais duradouro foi de de coisa de 1 mês isso em 2006, minha vida acadêmica está arruinada, eu mal terminei a 8ª série do ensino fundamental, minha vida financeira está um caos, eu já cheguei a pensar que eu sou uma má pessoa e que não teria capacidade de realizar nada em minha vida, nessas horas bate aquele pensamento que se você é ridículo como pessoa talvez não se valha a pena viver, em todos os trabalhos que eu já entrei após coisa de 10 meses eu sempre peço demissão mesmo eu gostando do trabalho e não vendo nada de errado com ele, eu já tentei várias vezes concluir os meus estudos mas eu sempre desisto, eu até começo bem mas parece que algo não deixa eu continuar eu cheguei a achar que seria pelo fato de ser colégios públicos mas eu já tentei pagar aqueles cursos a distância e o resultado foi pior ainda.

Assim como várias pessoas aqui eu já achei que eu poderia ter algum tipo de distúrbio psicológico, algum tipo de bipolaridade, pois as vezes meu humor fica horrível sem motivo aparente, eu acabo sendo um pouco grosseiro com as pessoas mesmo pelos motivos mais banais, nessas horas eu fico completamente anti-social eu não sinto prazer nenhum em conversar, mesmo que seja com um amigo próximo, eu fico quase que cruel.

Eu já passei pela temível DE , nas 2 oportunidades que tive eu falhei e foi muito constrangedor, abaixo eu tento contar de forma resumida o que realmente aconteceu:

A minha primeira vez foi com uma acompanhante em uma casa de massagem, isso foi por volta da metade de 2009 eu ainda estava no exercito, a mulher era jovem coisa de 25 anos, era muito bonita e tinha um corpo legal, mas eu não consegui manter uma ereção, era muito estranho... ela fez sexo oral em mim mas eu não senti nada, eu não sentia tesão nenhum naquilo,  eu olhava ela nua e não compreendia o porque eu não me excitava, sendo que em casa e as vezes por uma mulher menos bonita na tela do pc eu ficava excitado na hora, quando chegou a hora da penetração eu até achei que ia mudar algo mas não rolou nada o meu pênis estava quase mole, para que eu conseguisse gozar ela precisou bater uma em mim e mesmo assim quase não foi, foi desastroso, cheguei a pensar que se sexo fosse aquilo então não valeria a pena nem correr atrás.

A minha segunda vez aconteceu por volta da metade de 2010 eu trabalhava em um supermercado e se reuni com algumas meninas de lá e resolvemos sair para um baladinha no centro, foi bem empolgante, seria a primeira vez que eu saia só com meninas, chegando lá a noite foi passando e fomos ficando bêbados, na volta para casa por extrema coincidência uma delas pegou o mesmo busão que eu, eu mal imaginava que essa menina era extremamente ninfomaníaca, tipo coisa de filme pornô mesmo, na volta ali mesmo no busão isso era coisa de 5 da manhã ela já estava apalpando meu pênis e a gente nem tinha conversado muito, ela estava louca para transar, eu fiquei até constrangido mesmo estando um pouco alcoolizado, não sei se por sorte ou por azar quando descemos do busão, porque já estávamos no bairro onde morava, eu avistei dois amigos que eu tinha visto mais cedo lá dentro da balada um pouco mais a frente na rua, evidentemente eles também já estavam alcoolizados, eu estava pronto para ir para casa quando um deles sugeriu que eu e ela fossemos com eles tomar mais umas e de repente ver o que rolava, isso era segunda de manhã coisa de 5:20, esse mesmo amigo que sugeriu cuidava de uma locadora que tinha computadores por hora e games, eu já sabia que ele era meio festeiro, ele tinha a chave desse local e fomos os 4 para lá, ao entrar lá eles ligaram alguns computadores e foram jogar algum game online, eu e menina fomos correr para o abraço, ela começou fazendo sexo oral em mim, da mesma forma que antes eu não sentia nada, eu não sentia tesão nenhum naquilo parecia que eu não era heterossexual, eu fiquei em choque imaginando que eu ia passar vergonha novamente, nesse local tinha uma escadinha na qual ia para o segundo andar, a gente foi para lá e acabou rolando sexo, mas eu não sentia excitação e meu pênis ficou mole, depois de várias tentativas eu consegui uma ereção mediana só o suficiente para ele entrar na vagina dela, novamente eu não sentia nada parecia muito sem sentido aquilo é como se eu não gostasse de sexo, depois de cerca de 30 ~ 40 min esse meu amigo gritou lá em baixo que teríamos que sair porque em breve ele ia abrir a locadora, eu fiquei cerca de 30 min penetrando nela sem sentir prazer nenhum e eu não consegui gozar, ela não falou nada mas imagino que achou um desastre.

Desde de que eu tive acesso a internet rápida eu venho fazendo uso severo de pornografia, já cheguei ficar a noite inteira em frente ao computador tentando achar o vídeo ideal para finalmente bater uma, já teve dias em que eu cheguei a exaustão completa, acho que foram mais de 10 punhetas, uma após a outra.

Atualmente eu estou ficando realmente preocupado porquê estou já estou escalando gêneros, antes eu me contentava apenas com vídeos amadores de sexo casual, hoje em dia me vejo assitindo vídeos de gangbang, bukkake, zoophilia e até já cheguei ao extremo de instalar o navegador tor para procurar vídeos de jailbait, na hora da excitação eu meio que não raciocino direito mas após o orgasmo eu sinto nojo de mim mesmo, como eu poderia me excitar vendo uma coisa que eu nunca concordei? É um sentimento horrível de raiva misturado com agonia, só de escrever esse texto eu me sinto muito culpado, eu tenho medo de me tornar algo que eu na verdade não sou.

O minha última tentativa de reboot durou apenas 7 dias, nesse tempo por incrível que pareça eu já senti uma melhoria leve em alguns aspectos, digamos que eu tive uma pequena prévia de quão incrível poderia ser viver sem nenhum tipo de vício .


Última edição por noxxxorfapinmylife em 16/8/2018, 18:34, editado 9 vez(es)
Mensagens : 109
Data de inscrição : 15/01/2018
Ver perfil do usuário

Re: Eu não consegui, mas enquanto há vida há esperança.

em 11/8/2018, 21:46
Boa noite irmão. Meu caso é parecido com o seu exceto a faixa etária (tenho 23 ) . Desejo sucesso ao seu Reboot , aconselho que faça em modo hard para acelerar o processo de restauração do cérebro. Evite se testar porque para não causar ansiedade e tome cuidado com as fantasias.
Mensagens : 10
Data de inscrição : 11/08/2018
Idade : 28
Localização : Mordor
Ver perfil do usuário

Re: Eu não consegui, mas enquanto há vida há esperança.

em 11/8/2018, 22:08
Jean Claude Wan Damme escreveu:Boa noite irmão. Meu caso é parecido com o seu exceto a faixa etária (tenho 23 ) . Desejo sucesso ao seu Reboot , aconselho que faça em modo hard para acelerar o processo de restauração do cérebro. Evite se testar porque para não causar ansiedade e tome cuidado com as fantasias.

Obrigado caro amigo, eu ainda não li o ebook grátis completamente então ainda não sei ao certo do que se trata o hardmode.
Mensagens : 10
Data de inscrição : 11/08/2018
Idade : 28
Localização : Mordor
Ver perfil do usuário

Dia 1

em 12/8/2018, 15:21
Eu vinha de um reboot de 7 dias sem PMO, mas ontem eu recaí, por volta das 18:00 eu lembrei de uma menina que eu vi no supermercado outro dia e meu cérebro ficou fantasiando isso o dia todo, ai a noite no banho eu cedi a pressão é fiz um MO, quanto ao P eu já estou me sentindo um pouco mais vitorioso já fazem 8 dias que eu não acesso nada, hoje eu resolvi instalar um bloqueador de conteúdo por recomendação aqui do fórum.

Após a recaída de ontem, assim que eu acordei eu já me senti horrível, vou tentar explicar de forma resumida como me sinto:

Cansado sem motivo aparente, dores leves na musculatura dos braços e pernas.
Mudança na vivacidade da pele, é complicado de explicar mas ao se olhar no espelho você não gosta do que vê.
Produtividade ruim, eu deveria ter feito várias coisas hoje mas até agora só procrastinei, porque me sinto sonolento e sem foco.
Humor caustico, só de ouvir alguém conversando eu já começo a me irritar, eu não estou sentindo prazer em conversar.
Perdi boa parte da minha concentração, eu sinto que até coisas que eu já sei fazer demandam um esforço enorme para serem executadas.


Última edição por noxxxorfapinmylife em 14/8/2018, 00:48, editado 2 vez(es)
Mensagens : 10
Data de inscrição : 11/08/2018
Idade : 28
Localização : Mordor
Ver perfil do usuário

Dia 2

em 13/8/2018, 00:04
Nesse segundo dia sem PMO eu ainda me encontro com o humor bem ruim, parei de conversar com os meus familiares, ainda me sinto indisposto, as coisas que eu deveria fazer eu só consegui fazer por volta das 22:00,  eu acordei super tarde hoje, acordei após as 12:00 mesmo indo dormir às 0:00 do dia de ontem.

Eu resisti bastante, mesmo as vezes vindo aqueles pensamentos de sacanagem eu já forcei para que sumissem.


Última edição por noxxxorfapinmylife em 14/8/2018, 00:33, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Mensagens : 10
Data de inscrição : 11/08/2018
Idade : 28
Localização : Mordor
Ver perfil do usuário

Dia 3

em 14/8/2018, 00:31
Hoje foi mais um dia de luta irmãos de guerra, eu já tinha instalado bloqueadores no meu pc principal e para evitar a qualquer custo recair eu coloquei no meu outro pc e no celular também, estou pensando em radicalizar e colocar uma senha da qual eu não me lembre em todos os dispositivos.

Estou aos poucos normalizando meu humor, hoje já não fiquei tão irritado e sensível a barulhos, infelizmente procrastinei de forma severa, acordei após às 12:00, eu trabalho em casa então tem que se manter vigilante para evitar a morosidade, mas eu já identifiquei que no meu padrão de vício eu começo a ficar mais ativo e mais focado somente após 4 ~ 5 dias sem MO ou PMO, geralmente o meu padrão matinal é acordar às 7:00 e ir dormir às 0:00, mas quando eu recaio de um reboot eu volto a esse padrão de procrastinação.

_______________________________________
Mensagens : 10
Data de inscrição : 11/08/2018
Idade : 28
Localização : Mordor
Ver perfil do usuário

Dia 4

em 15/8/2018, 00:10
Boa noite a todos.

Sim eu estou no meu quarto dia sem PMO, acredito que o fórum possa estar me ajudando a se manter firme no objetivo.

Hoje foi um dia muito melhor que os anteriores, meu humor já está mais estável, voltei a falar com meus familiares, acordei às 9:00 da manhã o que eu já considero um pequeno passo rumo a melhora, procrastinei bem menos, consegui fazer a maioria das coisas a qual tinha me proposto, sinto que estou com mais energia, meu rosto já tem um aspecto melhor.

Relativo aos desejos... sim eles estão ganhando força, hoje eu já comecei a sentir vontade de praticar PMO, ao ver as meninas passando na rua eu já olhei mais do que o normal, eu preciso ficar atento pois é sempre assim que os meus gatilhos de recaída são ativados, eu estou com medo de não suportar os próximos dias, hoje eu já lutei comigo mesmo para eliminar esses pensamentos e eu sei que nas próximos dias eles ficaram muito mais fortes, vou tentar me manter firme na luta.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 05/06/2018
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Eu não consegui, mas enquanto há vida há esperança.

em 15/8/2018, 02:19
Boa sorte em sua jornada ai!

Lembro que laaa na minha época (1 mês e meio atras) estava bem preocupado com os gatilhos, principalmente essa parte de olhar as mulheres na rua. Algo que me ajudou muito foi ouvir minhas amigas falando o quanto isso era desagradável para elas... Comecei a me policiar muito e isso ajudou bastante. Estou sempre no parque e a tentação costumava ser muito grande... Pela situação neh.

Boa sorte aí. Espero ver você escrevendo sobre seu 84736 dia sem o vício haha

_______________________________________
Este é o meu diário >    http://www.comoparar.com/t7701-71-dias-diario-do-potencia

Mensagens : 10
Data de inscrição : 11/08/2018
Idade : 28
Localização : Mordor
Ver perfil do usuário

Re: Eu não consegui, mas enquanto há vida há esperança.

em 15/8/2018, 16:32
Potencia escreveu:Boa sorte em sua jornada ai!

Lembro que laaa na minha época (1 mês e meio atras) estava bem preocupado com os gatilhos, principalmente essa parte de olhar as mulheres na rua. Algo que me ajudou muito foi ouvir minhas amigas falando o quanto isso era desagradável para elas... Comecei a me policiar muito e isso ajudou bastante. Estou sempre no parque e a tentação costumava ser muito grande... Pela situação neh.

Boa sorte aí. Espero ver você escrevendo sobre seu 84736 dia sem o vício haha

Valeu brother, esses pequenos incentivos do pessoal faz a gente se manter firme no objetivo.

_______________________________________
Mensagens : 10
Data de inscrição : 11/08/2018
Idade : 28
Localização : Mordor
Ver perfil do usuário

Dia 5

em 15/8/2018, 16:53
Estou postando mais cedo, hoje o dia está difícil a vontade ficou bem maior, me veio pensamentos de desistir do reboot e deixar para começar depois.

Eu nunca pensei a respeito de usar o PMO como escape para problemas do dia-a-dia ou frustrações, mas hoje após pequenos problemas eu me peguei quase tendo uma recaída, eu li no ebook que várias pessoas usam o vício como escape para lidar com frustrações mas achei que isso nunca seria meu caso, ficou bem evidente que eu me enganei, talvez eu já estive fazendo isso por bastante tempo e nem mesmo percebi.

Eu vou fazer o possível para enfrentar mais esse dia de luta, assim que eu comecei a ter esses pensamentos eu parei respirei e comecei a pensar no depois, comecei a pensar em quanto tempo eu já perdi na vinha vida e quanto tempo eu ainda posso perder se eu não resistir bravamente, eu entrei aqui no fórum e comecei a ler alguns relatos para me trazer um pouco de inspiração e coragem para continuar.

Atualização às 00:12, sim mais um dia de luta conquistado, os primeiros sinais de efeito colateral por resistir ao vício estão surgindo, agora no ato dessa postagem me encontro com dor de cabeça e insonia, eu estou com vontade de praticar PMO mesmo não querendo e sabendo as consequências que virão depois, a vontade está bem resistente, sinto que a minha luta será árdua caso eu queira realmente prosperar.


Última edição por noxxxorfapinmylife em 16/8/2018, 00:23, editado 1 vez(es)

_______________________________________
avatar
Mensagens : 55
Data de inscrição : 09/08/2018
Ver perfil do usuáriohttp://<iframe src="http://free.timeanddate.com/countdown/i6f

Re: Eu não consegui, mas enquanto há vida há esperança.

em 15/8/2018, 17:00
Força ai meu irmão, sei como é isso de evoluir para gêneros que você mesmo não se reconhece, o nosso cérebro é uma máquina muito complexa e pode nos levar a situações extremas, de risco... além da reputação e outras coisas mais.
Seja firme, bloqueie tudo que ai é impossível cair, pelo menos por 90 dias, depois você se permite a acessar alguma outra coisa, abraços.

_______________________________________
Pesar.

Mensagens : 10
Data de inscrição : 11/08/2018
Idade : 28
Localização : Mordor
Ver perfil do usuário

Eu recaí

em 16/8/2018, 18:43
Boa noite amigos, sim eu recaí, não aguentei a pressão.

Ontem eu estava sofrendo os primeiros sintomas de abstinência por não praticar MO mas mesmo assim consegui segurar a onda, mas hoje não aguentei e pratiquei MO, eu comemoro estar a quase 12 dias longe do P, mas está sendo difícil para mim ficar longe da MO, dessa vez foram somente 5 dias e meio e eu cai.

Infelizmente eu me deixei levar pelos mesmos gatilhos da recaída anterior, ao ver meninas na rua eu fico fora de controle quando eu chego em casa e a vontade de praticar MO é muito forte a ponto de dominar a minha vontade de parar, vou tentar encontrar formas de lidar com isso, amanhã é esperar que os efeitos colaterais sejam menos intensos do que os da semana passada.


_______________________________________
avatar
Mensagens : 304
Data de inscrição : 25/06/2018
Idade : 26
Ver perfil do usuário

Re: Eu não consegui, mas enquanto há vida há esperança.

em 16/8/2018, 20:21
Força, meu caro. Não desanime. Quase recaí ontem e hoje, mas o importante é não desistirmos de tentar.

_______________________________________
Acompanhe meu Diário

Meta inicial: 30 dias (53.3% concluído)
Reboot (inicial): 16/90

avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 05/06/2018
Localização : São Paulo
Ver perfil do usuário

Re: Eu não consegui, mas enquanto há vida há esperança.

em 17/8/2018, 01:22
Boa sorte meu amigo. 12 dias é tempo para caramba. Agora é fazer mais e mais. Estamos torcendo aqui

_______________________________________
Este é o meu diário >    http://www.comoparar.com/t7701-71-dias-diario-do-potencia

avatar
Mensagens : 1782
Data de inscrição : 09/01/2017
Ver perfil do usuário

Re: Eu não consegui, mas enquanto há vida há esperança.

em 17/8/2018, 08:47
Não olhe para mulheres na rua ou... Se esforce para olhar nos olhos delas, no rosto delas. Deixar de olhar pra bunda e pra peito não vai te fazer menos homem (digo isso pq já pensei assim).

Olhar para uma mulher bonita e gostosa é bom. O simples olhar, o mero ato de ver uma mulher, e gostoso e nos dá prazer - é uma fonte de dopamina para nosso cérebro. Por isso vc precisa buscar outras fontes de dopamina ate equilibrar seu sistema com o reboot.

E se vc tem um desejo de uma namorada, sempre que olhar para uma mulher se pergunte se ela valeria sua fidelidade, se ela valeria um namoro. Isso força sua mente a ir alem do corpo físico e se perguntar pela personalidade da garota. Como se diz por ai, nos homens admiramos as da rua, mas queremos as certinhas para casar. Com essa estratégia psicológica vc pode combater o olhar pornográfico para as mulheres da rua.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum