Compartilhe
Ir em baixo
Seeker
Moderador
Moderador
Mensagens : 738
Data de inscrição : 02/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 4/12/2018, 11:06
Lain Iwakura escreveu:Fico pensando... com quantas mulheres já compartilhei minha cama e meu marido? Quantas mulheres, virtualmente, já estiveram naquela cama, dando prazer ao meu marido? Alguma amiga do trabalho, alguma conhecida, ou alguma que ele apenas viu passando na rua, alguma atriz pornô...? Como pode, depois disso tudo, ele se deitar comigo, nessa mesma cama, como se nada tivesse acontecido? Olhar para mim, conversar comigo... É muito triste. Esses pensamentos me destroem.

Sigo na torcida para que você possa superar toda dor, Lain! Muita Paz!

_______________________________________
Meu diário:
http://www.comoparar.com/t8382-diario-do-seeker


Meta 1: 90 dias / Submetas:   10 ( X )   30 ( X )  60 ( X )  90 ( X )

Meta 2:   120 ( X )   150 ( X )    180  ( X)

Meta 3: 210 ( ) 240 ( ) 270 ( )

_________________________________________________________________________

1º período em Hard Mode: 50 dias (14/01/19 a 04/03/19)

_________________________________________________________________________






euvouvencer
Mensagens : 426
Data de inscrição : 16/04/2016
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 4/12/2018, 18:34
Lain Iwakura escreveu:Caramba! 18 anos de luta. Mas é assim mesmo, a luta vai durar até o fim da vida. Acho que você já é um vencedor só por não ter desistido. E acredito eu que essa luta contra a sedução foi a primeira luta  e primeira queda do homem. Basta ler o gênesis. Portanto, essa vai ser a ultima luta também.

Seu caso me lembrou o caso de um santo católico (não sei se você é católico, mas estou falando disso apenas para ilustrar a situação). O nome dele é São Mark Ji Tianxiang. Ele lutou durante 30 anos contra o vício em ópio e de tanto confessar o mesmo pecado, o padre já nem aceitava mais que ele fosse ao confessionário. Mesmo assim ele continuou lutando. Por fim, de tanto lutar, ele não conseguiu vencer o vício, mas recebeu de Deus a graça da perseverança. Ele tinha tanta força para lutar para se manter ao lado de Deus, que morreu mártir.

Como diz Rocky Balboa "Não importa o quanto você bate, mas sim o quanto aguenta apanhar e continuar. O quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha."

Cada vez que você cai e levanta, se for sincero e não desanimar, você fica mais forte.

No mais, as vezes colocamos os olhos lá no final, na vitória, enquanto nos esquecemos de viver a jornada. Todo o processo de lutas, derrotas, vitórias, tudo isso é uma grande aventura e é muito triste que a maioria dos homens hoje em dia se esquivem dela. A aventura da vida é algo emocionante. Se eu visse meu marido lutando dia após dia, incansavelmente, eu o admiraria muito mais. Como já disse, não me importa que ele caia, mas ele tem que lutar como um homem. E eu explico esse meu sentimento:

Há alguns anos li um livro chamado Coração Selvagem, um livro que todo homem deveria ler. E esse livro nos faz lembrar que todo homem é e tem um profundo desejo em seu coração de ser um guerreiro.

Uma pena que o mundo moderno faça os homens se esquecerem disso, de quem eles realmente são. O mundo moderno parece que castra os homens, ao mesmo tempo que empodera as mulheres. Os homens são felizes quando lutam. As vezes penso que os homens não lutam mais porque não têm muito pelo que lutar. Padre Paulo Ricardo diz que a beleza salvaria o mundo e não é a beleza física, é a beleza do coração da mulher. Só que essa beleza está desaparecendo, dando lugar à sedução. A sedução feminina e a beleza feminina são coisas completamente contrárias. Onde há sedução, não há beleza, já que a beleza feminina aparece exatamente quando a mulher não quer se mostrar, quando ela se esquece de si, pois é nesse momento em que ela revela a sua alma. Portanto, a beleza feminina é uma coisa tão fulgaz que se esconde dela própria, é uma coisa que a mulher não possui, que o homem não pode possuir possuindo uma mulher, é uma graça mesmo que se manifesta no momento em que a mulher se esquece de si e se doa. Essa beleza é algo contemplativo, pois não se pode possuir, não se pode utilizar. Totalmente diferente da demanda sexual de hoje em dia. Isso não é belo, é apenas atraente porque é sedutor. Além de ser bestial, já que apenas sacia os desejos carnais e nos faz esquecer cada vez mais das coisas do alto. E isso corrói a alma de ambos.

Uma coisa muito interessante que notei aqui é que uma parte dos homens que decidem lutar contra o vício é porque não querem perder uma mulher que eles veem como especial. Claro, grande parte ainda luta quando está no fundo do poço, mas esses que lutam por uma mulher, isso é uma coisa muito bonita, sinal que de a mulher com quem eles estão os incentiva a serem melhores.

Sabias palavras Lain, gostei muito do seu texto.

É isso mesmo, luto todos os dias (há anos) contra isso. Uma das maiores motivações é não perder a minha esposa, e a principal motivação é não ofender o nosso Deus.

E você, como está? E seu marido, melhorou?

Abraço.

_______________________________________
"Para quem iremos? O Senhor tem as palavras da vida eterna (Jo 6.68)"




Visite meu diário:
[size=16]http://www.comoparar.com/t4630-diario-do-euvouvencer[/size]
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 6/12/2018, 11:11
Obrigada a todos que torcem por mim!

Hoje me sinto feliz.

Há quase 1 mês que não tenho relações com meu marido. Como um ser humano normal, eu senti desejos durante esse tempo e em alguns momentos pensei em insistir para termos algo. Mas aí eu pensei no "depois". Não... não é isso o que me satisfaz. Eu ficaria triste depois por tê-lo forçado a algo. Eu quero é uma verdadeira entrega, livre e espontânea. O amor é isso, é liberdade. E o sexo entre marido e mulher é a expressão desse amor. Logo, se eu o forçasse, faltaria a liberdade e faltaria o amor, então o sexo perderia todo o sentido. Por fim, eu ficaria triste.

Então eu me contive.

Pensei nesse desejo como penso numa dorzinha chata. Ela está ali, é algo puramente físico e não há nada que eu possa fazer a não ser esperar que ela passe.

E passou.

Me sinto feliz e me sinto mais amável. Me sinto calma e em paz.

Como é bom perceber que não preciso de nada além de Deus para ser feliz.

Percebi que eu estava tendo pensamentos obsessivos com relação às traições diárias do meu marido. Estou tentando não pensar nisso. É muito difícil, sei que esse pensamento obsessivo vai voltar e eu vou sofrer. Afinal, a traição é diária. Mas isso um dia vai passar...

Pelo menos, por hoje, eu estou feliz.
euvouvencer
Mensagens : 426
Data de inscrição : 16/04/2016
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 6/12/2018, 12:37
Olá amiga,

Estou orando por você, acredito que Deus irá trazer uma solução para esse problema.

Continue perseverando e buscando a Deus, Ele tem a resposta para tudo.

A bíblia diz para entrarmos no nosso quarto, fecharmos a porta e orar em secreto (você e Deus), e Ele te recompensará (veja em Mateus 6.6).

Fiquei alegre em saber que hoje você está feliz. Os problemas sempre virão, o importante é ter paz no coração.

Grande abraço e permaneça firme.

_______________________________________
"Para quem iremos? O Senhor tem as palavras da vida eterna (Jo 6.68)"




Visite meu diário:
[size=16]http://www.comoparar.com/t4630-diario-do-euvouvencer[/size]
Seeker
Moderador
Moderador
Mensagens : 738
Data de inscrição : 02/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 7/12/2018, 09:42
Lain Iwakura escreveu:Obrigada a todos que torcem por mim!

Hoje me sinto feliz.

Há quase 1 mês que não tenho relações com meu marido. Como um ser humano normal, eu senti desejos durante esse tempo e em alguns momentos pensei em insistir para termos algo. Mas aí eu pensei no "depois". Não... não é isso o que me satisfaz. Eu ficaria triste depois por tê-lo forçado a algo. Eu quero é uma verdadeira entrega, livre e espontânea. O amor é isso, é liberdade. E o sexo entre marido e mulher é a expressão desse amor. Logo, se eu o forçasse, faltaria a liberdade e faltaria o amor, então o sexo perderia todo o sentido. Por fim, eu ficaria triste.

Então eu me contive.

Pensei nesse desejo como penso numa dorzinha chata. Ela está ali, é algo puramente físico e não há nada que eu possa fazer a não ser esperar que ela passe.

E passou.

Me sinto feliz e me sinto mais amável. Me sinto calma e em paz.

Como é bom perceber que não preciso de nada além de Deus para ser feliz.

Percebi que eu estava tendo pensamentos obsessivos com relação às traições diárias do meu marido. Estou tentando não pensar nisso. É muito difícil, sei que esse pensamento obsessivo vai voltar e eu vou sofrer. Afinal, a traição é diária. Mas isso um dia vai passar...

Pelo menos, por hoje, eu estou feliz.

Boa notícia, Lain! Muita Paz!

_______________________________________
Meu diário:
http://www.comoparar.com/t8382-diario-do-seeker


Meta 1: 90 dias / Submetas:   10 ( X )   30 ( X )  60 ( X )  90 ( X )

Meta 2:   120 ( X )   150 ( X )    180  ( X)

Meta 3: 210 ( ) 240 ( ) 270 ( )

_________________________________________________________________________

1º período em Hard Mode: 50 dias (14/01/19 a 04/03/19)

_________________________________________________________________________






April Wheeler
Mensagens : 35
Data de inscrição : 28/08/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 7/12/2018, 19:16
Olá Lain, tudo bem? Espero muito que sim...

Eu acabei de ler seus relatos e quero te dizer que compartilho de todas as suas angústias e que se vc quiser uma amiga verdadeira pra conversar sobre isso, eu estou aqui. Pode me mandar uma mensagem sempre que quiser, nós podemos nos ajudar!!!

Não vou poder me prolongar muito sobre seus relatos, ha umas coisas que eu pensei em pontuar( vi umas coisas idênticas às que meu marido fazia) mas no momento eu não estou muito bem, minha cabeça ta me boicotando muito hoje e os pensamentos obssessivos estão a todo vapor...

Enfim, espero que esteja bem e que vcs fiquem bem. E qualquer coisa, pode contar comigo!

Um forte abraço!

avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 10/12/2018, 07:38
Olá April,

Agradeço muito! É claro que quero sim sua ajuda. Acho isso muito importante, nós mulheres nos unirmos para nos ajudarmos nesse momento de tanta fragilidade.

Esses pensamento obsessivos são terríveis... Seu marido ao menos admite o problema, o meu não. É terrível acordar todos os dias e pensar "mais um dia de traições, pensamentos obsessivos, dor e sofrimento".

Eu estou numa situação em que tenho de escolher entre o que acredito e o que me faz bem. A resposta parece óbvia para um cristão, mas na verdade a dor psicológica é tão grande que a tentação para abandonar o barco é frequente.

Por vezes me pego pensando na paz que eu sentiria se me separasse. Acordar todos os dias com o pensamento de que ninguém me trai e me machuca. Tomar meu café em paz com os pensamentos em Deus, que bom seria!... Mas aí reside o problema. Meu relacionamento com Deus não seria mais o mesmo. Não posso negar a Deus, não posso negar aquilo em que acredito.

TUDO hoje em dia parece atacar o casamento. Eu, como cristã e católica, ciente da importância desse sacramento, me sinto no dever de defendê-lo com o meu sangue. É por isso que abro mão do meu bem estar.

Mas ao mesmo tempo eu penso: será que estou realmente defendendo um casamento? O que eu vivo me parece uma paródia infernal, não um casamento real.

Enfim tantas dúvidas, tantos pensamentos contrários...

Isso me lembra uma frase que li por aí:

"As provações psicológicas das pessoas que viverem nos últimos tempos serão iguais às provações físicas dos mártires." - Pe. Serafim Rose


Master_DW
Mensagens : 406
Data de inscrição : 15/11/2018
Idade : 18
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 15/12/2018, 00:59
Caramba cara, eu li praticamente tudo do início ao fim e vejo que você é uma esposa que está aguentando tudo isso com bastante força. A única coisa que eu não entendi é que se ele assiste pornografia constantemente( e tem fetiches por outros gêneros mais pesados) ou se ele te trai com perfis fakes... Em fim, não entendi muito bem essa parte. Acho que se ele estivesse sem masturbação e pornografia, ele já teria te procurado pelo menos 2 vezes por semana( sem contar que existe aquelas fases de flatline e etc)... Se você ainda gostar dele e pensar em ter um futuro com ele, têm que fazer ele perceber de alguma maneira o quanto a pornografia está acabando com seu casamento, se não o casamento só vai ir por água a baixo. E outra masturbação é quase pior que pornografia pois desregula os hormônios do corpo e tal, é capaz até se o cara tiver se masturbado 1hr antes da relação que ele não tenha tanta potência quanto ele não tivesse se masturbado. Em fim, desejo tudo de bom pra você independentemente da sua decisão!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
" Academia + NoFap + NoPorn = Best lifestyle"
"Vivendo intensamente e com um objetivo em mente: Evoluir"


Meu diário: http://www.comoparar.com/t8521-estilo-de-vida-diario-de-um-homem
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 6/1/2019, 10:04
Voltei para o meu muro das lamentações para desabafar. Eu sinto vontade de morrer, porque me sinto presa num inferno, sem saída alguma para mim. Eu tentei me fortalecer, me confessei, rezei, me humilhei diante de Deus, li exemplos dos santos, tentei ocupar minha mente, esquecer certas coisas... Mas não consigo mais. Me sinto fraca. Essa droga toda está como uma nuvem no meu coração, não consigo mais estar com Deus. Hoje fui a missa, como sempre, mas não pude comungar, porque essa nuvem não me permite. Me sinto perdida novamente. Será que estou fadada a perder Deus???? O que eu tenho que fazer??? Onde poderei encontrar Socorro???? Se essa situação mental onde estou não é o inferno, eu sinto pena de quem foi para lá. Meu Deus, alguém me socorra! Eu só quero estar em paz com Deus, mas não encontro saída.
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 6/1/2019, 10:22
Estive lendo um livro, um clássico da literatura, que narra a vida dupla de um homem de pecados: o médico e o monstro, o estranho caso de Dr Jekyll e Sr Hyde. O livro trata de uma criatura odiosa, um assassino... Mas por vezes eu usei o livro como referência para esse submundo da pornografia.

A parte mais interessante do livro está no relato do próprio Dr Jekyll (Kill = matar), onde ele descreve a forte tentação de se transformar em Hyde (hide = escondido) e o que ele pensava no momento em que caía na tentação. Vou deixar aqui um trecho do livro:

"...e aquela breve condescendência ao lado mal terminou por destruir o equilíbrio de minha alma. no entanto, não me alarmei; a queda pareceu natural, como um regresso aos velhos dias antes de eu haver feito minha descoberta. Era um dia claro e agradável de janeiro, úmido sob os pés onde a fina camada de neve derretera, mas sem uma nuvem no céu. O Regent’s Park estava cheio de chilreios invernais e de doces aromas primaveris. Sentei-me num banco sob o sol; o animal que havia dentro de mim lambia os beiços da memória; o lado espiritual dormitava um pouco, prometendo fazer uma penitência mais tarde, mas sem forças para agir. Afinal, refleti, eu era como meus vizinhos; e então sorri comparando-me a outros homens, comparando minhas boas ações com a crueldade indolente que resultava da negligência deles. E, no instante que tive esse pensamento arrogante, fui acometido de uma vertigem, uma náusea horrível e um tremor mortal. Essas sensações passaram, me deixando à beira de um desmaio; depois, quando também a tonteira dissipou, comecei a tomar consciência de uma mudança na natureza de meus pensamentos, uma maior audácia, um desprezo pelo perigo, uma dissolução dos laços do dever. Olhei para baixo, minhas roupas pendiam disformes sobre os membros encolhidos; a mão pousada no joelho tinha veias saltadas e era peluda. Mais uma vez eu era Edward Hyde. Um instante antes contava com o respeito de todos, um homem rico e estimado, a mesa posta na sala de jantar de minha casa esperando por mim; e agora eu não passava de alguém caçado pela sociedade, sem teto, um conhecido assassino, condenado à forca."


Estava tudo indo bem, mas... "o animal que havia dentro de mim lambia os beiços da memória."
Beren Erchamion
Mensagens : 420
Data de inscrição : 25/06/2018
Idade : 26
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 6/1/2019, 13:14
Lain, não houve nenhum progresso, nenhuma mudança positiva por parte do seu marido?

Eu acredito que o casamento seja uma instituição importantíssima e que deva ser preservado ao máximo. Mas também acredito que as pessoas possuem o direito de viverem bem com elas mesmas. Lendo seus relatos, vejo a descrição de um anti-casamento, uma anti-relação. Isso não é vida conjugal. Todos nós enfrentamos nossos problemas, mas, se as coisas estão como você está dizendo e seu marido só se aprofundou nisso, ele não está cumprindo mais o papel conjugal. Eu não vejo nada de errado em você procurar viver sua própria vida porque, caso seu marido não sinta a mínima necessidade de mudar, você não pode, não deve e não merece se afundar num vício que não é seu, por escolhas que não são suas.

Deus não se afastou de você. Não deixe isso abalar sua fé. O que você está passando é reflexo das escolhas do seu marido - e também das suas escolhas, em certa medida. Não seja uma espectadora passiva, esperando encontrar justificativas externas, tome decisões apropriadas à sua vida.

Eu só percebi a gravidade do que estava fazendo (embora minha situação seja bem diferente da que você está descrevendo) quando minha mulher deixou claro que eu teria de escolher entre meu vício ou nosso casamento. De algum modo, seu marido sente que não precisa fazer absolutamente nada e que a terá à disposição dele; ele não parece ver nenhum motivo pra mudar.

Se a situação não melhorar, procure cuidar da sua vida. Eu poderia repetir aqui que seu papel é ajudá-lo nesse vício, mas acho isso antiético, porque ninguém deve ser obrigado a ajudar quem não quer ser ajudado e a afundar junto com o barco. Desejo realmente que seu marido se recupere e que vocês recuperem o casamento, mas faço votos para que você saia desse abismo, mesmo que pra isso precise sair dessa relação.

_______________________________________
Acompanhe meu Diário

[b]Metas:
15 dias (0% concluído)

Reboot (inicial): 0/90

April Wheeler
Mensagens : 35
Data de inscrição : 28/08/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 6/1/2019, 16:42
Lain, me desculpe não ter te respondido de volta aqui. Minha cabeça está horrível. Peço que se puder, me mande um email: april_ [email protected] preciso muito conversar com alguém ou vou enlouquecer...
Mais que vencedor
Mensagens : 161
Data de inscrição : 22/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 7/1/2019, 00:40
Lain, se vc se confessou, não está em.pecado, comungue. A Eucaristia é algo extraordinário. E só pra eu saber: vc participa de algum movimento da igreja?

A única coisa que eu posso dizer é sobre o que eu vivo. Passei por aquele momento de sempre em que eu entrgo os pontos e me jogo na lama. Só que pela primeira vez eu venci. Foi algo histórico pra mim. Eu rezei um Rosário como nunca tinha feito. Rezei sem pressa, entregando toda a dificuldade que eu tinha pra Deus. Depois disso eu vi que eu tinha tudo que eu precisava pra vencer. Não é contra homens de carne e sangue que lutamos. Seu inimigo não é o seu marido. São Pe Pio dizia que a oração é a nossa arma. E é de fato. É só com a oração que poderemos vencer a luta. Eu sei que vc já pratica a oração. Mas como eu disse: estou testemunhando o que eu vivo. Leia o livro Castelo interior de Santa Teresa de Ávila. Nós as vezes sofremos por não nos conhecermos e esse livro ajuda justamente nisso.

_______________________________________


"Tudo me é permitido, mas nem tudo me convém. Tudo me é permitido, mas eu não me deixarei dominar por coisa alguma." I Coríntios 6, 12
"O Reino dos Céus é arrebatado à força e são os violentos que o conquistam." Mateus 11, 12

Meu diário - http://www.comoparar.com/t8595-diario-em-busca-do-racional-em-mim
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 7/1/2019, 01:04
Mais que vencedor, sei que meu inimigo não é meu marido... Mas ele está lá agora na sala se deleitando com outras, enquanto estou aqui com o coração sangrando. Como suportar isso? É uma cruz que se renova todos os dias. Uma cruz mais pesada do que eu posso suportar.

Estou começando a pensar como o Beren. Eu não sou forte o bastante para suportar isso. Admiro quem seja. Talvez seja melhor que meu marido se deleite com outras em paz, longe de mim. É a escolha dele, me parece. Talvez seja hora de pôr um basta nessa situação.

Como eu queria que alguém com autoridade, um padre, por exemplo, me dissesse o que fazer. Preferia que alguém lesse meu relato e me desse uma bronca enumerando todas as minhas falhas onde pudesse mudar, do que esse impasse. Eu obedeceria de olhos fechados. Espero que uma alma caridosa reconheça os meus erros e me guie.

Seeker
Moderador
Moderador
Mensagens : 738
Data de inscrição : 02/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 10/1/2019, 11:06
Oi, Lain, como estão as coisas?

Abraço!

_______________________________________
Meu diário:
http://www.comoparar.com/t8382-diario-do-seeker


Meta 1: 90 dias / Submetas:   10 ( X )   30 ( X )  60 ( X )  90 ( X )

Meta 2:   120 ( X )   150 ( X )    180  ( X)

Meta 3: 210 ( ) 240 ( ) 270 ( )

_________________________________________________________________________

1º período em Hard Mode: 50 dias (14/01/19 a 04/03/19)

_________________________________________________________________________






avatar
Mensagens : 145
Data de inscrição : 30/08/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 10/1/2019, 11:13
Lain,

Eu te digo por experiência própria: mudar é difícil, é doloroso. Nós só mudamos quando nos sentimos forçados a isso. Antes de minha mulher me colocar contra a parede, nos já tínhamos brigados por conta do meu vício e, mesmo antes de termos brigado, eu já tinha tentado parar, mas não tomava nenhuma atitude efetiva. Eu comecei a agir de fato (com preocupação diária, aceitando conter meus instintos a qualquer custo) depois de uma forte crise de depressão dela, em que fiquei com medo de ela sucumbir ao desespero. Comecei a usar o fórum, baixei o programa, fui com ela a uma psiquiatra de emergência e faltei uma semana ao trabalho (o que pra mim é algo totalmente incomum) pra administrar os remédios prescritos. Estava decidido a fazer tudo pra parar, e contive meus impulsos pelo máximo de tempo que consegui - nunca tinha conseguido ir tão longe e senti que nossa vida podia realmente ser diferente. Na minha recaída acreditei inocentemente que conseguiria voltar a me conter sem a ajuda dela, então escondi (atitude óbvia pra qualquer viciado). Óbvio que ela soube da recaída. Ela entrou em uma depressão maior e fiquei mais determinado do que antes porque vi que meu vício me torna incapaz de ajudá-la com uma dor que ela já carregava antes de me conhecer.

Também por experiência e acredito que isto se aplique a muitos dos que estão aqui: o fato de seu marido se esconder na pornografia pode significar que ele quer se anestesiar de sentimentos dos quais sente medo. Eu tenho chagas na minha vida, tem coisas das quais me arrependo profundamente e sempre tentei evitar a dor do embate (de qualquer tipo, por emprego, por respeito, por honra) e escolhi o caminho da anulação dos meus sonhos, das minhas vontades naturais, da humilhação por fraqueza. A pornografia se tornou minha anestesia para o sofrimento resultante dessa conduta. Estar sem PMO é pra mim como entrar num campo de batalha sem armas ou armaduras. Não as tenho, nunca as cultivei. Então pense nisso: seu marido pode carregar uma dor que não consegue encarar e usa a pornografia pra fugir. Não estou sugerindo que o perdoe, mas este pensamento pode te ajudar a ajudá-lo, se for esse o seu desejo.

_______________________________________
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 10/1/2019, 13:22
"A pornografia se tornou minha anestesia para o sofrimento resultante dessa conduta. "

"seu marido pode carregar uma dor que não consegue encarar e usa a pornografia pra fugir."

Bom, eu preciso ser sincera. Não adianta colocar toda a culpa no meu marido.

Eu tenho certeza absoluta que estou colhendo o que plantei.

Meu marido entrou em uma depressão muito profunda por minha causa. Eu cometi um erro bobo de esconder algumas coisas do meu passado. Não era nada de extraordinário, de espantoso, coisas bobas até...

Ele era outra pessoa comigo, muito atencioso, amoroso. Depois que eu revelei, ele mudou totalmente. Mas ele não teve forças para terminar... nós vivemos em um grande conflito e nesse conflito diário ele se afundou na pornografia.

Foi a partir daí que ele perdeu o interesse em ter relações comigo. Ele mesmo dizia "eu vivo como um zumbi". Ele tinha depressão, insônia, total falta de interesse pelas mulheres.

Claro, tudo isso que passamos me fez mudar muito... me fez entender o quanto fiz mal a ele, o quanto o machuquei, quando ele tinha sido honesto comigo até aquele ponto (porque depois disso, vejo que ele deixou de ser honesto). Tudo isso me fez melhorar muito como pessoa. Mas eu não podia só me arrepender e mudar, eu precisava fazer algo para remediar aquela situação, já que ele estava sofrendo. Além de que, eu sabia que levaria anos até que ele voltasse a confiar em mim e perceber que eu realmente mudei. Ele chegou a dizer várias vezes que a minha conversão era só fachada. Mas não era, e eu estava disposta a suportar o que fosse para reparar o meu erro.

Com o tempo, depois de muitos esforços, ele superou a depressão e a insônia. Eu acreditava que ele estava curado do trauma, que estaria tudo bem entre a gente.

Mas não... todo o trauma gerou uma consequência terrível para ele, e que me atinge diretamente, que é esse vício na pornografia.

É provável que ele já fosse viciado antes (por certas coisas que já contei aqui), mas se ele afundou de forma a se transformar num zumbi, foi por influência minha.

Agora ele todas as noites me troca por pornografias...

No mais, não tenho do reclamar em relação a ele.
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 10/1/2019, 13:29
Seeker, as coisas continuam como sempre. Ele continua ficando até tarde da noite na sala. Além de que há uns dois dias ele tem colocado música no celular enquanto toma banho e carrega o celular pro banheiro. Ele tem tomado banho muito rápido... Não sei porque tem carregado o celular pro banheiro...
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 10/1/2019, 13:32
Mero ninguém, você brigava com sua esposa mesmo sabendo que estava errado? ou achava que era exagero dela? E como eram as brigas? você tentando esconder? Tentava culpar ela de algo? Você já mentiu dizendo que não via pornografia?
avatar
Mensagens : 145
Data de inscrição : 30/08/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 10/1/2019, 13:58
Eu não brigava em defesa da pornografia. Só argumentava dizendo que "não era traição" ou que "há defeitos muito piores". Achava que era exagero dela. Hoje vejo como fui tolo, como usei essa armadura fraca e com espinhos voltados para dentro.

À medida que ela foi endurecendo com relação ao que eu fazia, passei a tentar esconder, encontrava meios cada vez mais eficazes de esconder. Obviamente, ela descobria várias vezes, e sempre ficávamos sem nos falar direito depois disso. Nessas descobertas e brigas, eu dizia pra mim mesmo: pare de fazer isso, você não precisa disso. Mas voltava a fazer e, sim, mentia pra ela dizendo que não estava vendo - até ela me mostrar alguma prova.

Até que na crise do ano passado, a que me fez começar a usar o fórum, eu resolvi contar tudo e mostrar onde eu escondia cada coisa - todos os arquivos, todas as contas de redes que eu usava para ver fotos e vídeos. Era meu ato de desespero, um grito de socorro. Foi aí que ela afundou na depressão.

Meu segundo ato de desespero foi, há alguns dias, instalar o Qustodio para ela fiscalizar o que eu ando acessando. Mas ela não tem estrutura pra acompanhar meu processo de recuperação. Queria muito que ela fosse forte como você. Ela tem as feridas dela, que são profundas. Sou eu quem precisa ser forte pra ajudá-la.

_______________________________________
Baggins
Mensagens : 268
Data de inscrição : 22/09/2017
Idade : 37
Localização : Salvador
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 11/1/2019, 12:21
Oi Lain!

Primeiramente, lamento muito sua situação, posso imaginar a dor que está sentindo e a sensação de impotência contra algo que (voltando a frisar o que muitos disseram aqui) definitivamente não é culpa sua. Mesmo que essa parte que você descreveu de revelar ações do seu passado tenham de alguma forma acentuado o problema, muito provavelmente o vício já estava sendo alimentado antes de ele te conhecer.

Mas meu intuito aqui é te dizer, por experiência própria, que sim, é possível reverter a situação e ter um casamento verdadeiramente pleno.

O relacionamento com minha mulher já tem quase 18 anos, sendo 07 de casados. Depois que descobri que era viciado e fazendo uma retrospectiva, essa praga já me acompanhava desde os meus 12 anos.

Desnecessário dizer que minha mulher sofreu muito quando descobriu e foi aí que "minha ficha caiu", que teria que dar um jeito de reverter isso. Mas os detalhes só vendo no meu diário, não é meu intuito me prolongar demais.

Muitas dificuldades e angústias aparentemente sem sentido passaram a ter uma explicação bem plausível. Pode não ser a origem dos problemas, mas com certeza a PMO potencializa de forma muito destrutiva a vida do indivíduo.

Bem, em alguns pontos de seus relatos, percebo que você tem ainda um ponto de dúvida sobre se ele é realmente viciado. Não posso afirmar categoricamente que ele é, mas é muito provável que seja, por tudo que você relatou: falta de interesse acentuado, justificativas descabidas para a falta de interesse sexual, inversão de culpa, procrastinação crônica, sono completamente desregulado, alegando que a natureza do trabalho é o que determina os horários de sono, computadores e celulares com senha, flertes virtuais em redes sociais ou em jogos, falta de ânimo para atividades físicas ou para fazer algo que gosta fora de casa.

Você pode não ter percebido por causa dessa "tempestade" que você está passando, mas ele já percebeu que o caso dele é mais grave do que ele poderia supor, mas ainda se sente ameaçado, negando que algo assim possa estar acontecendo com ele. O sinal disso é que ele concordou em ir para cama no mesmo horário que você, de vocês passarem um tempo offline juntos, de se animar para que vocês saiam para passear de moto. Ele no fundo sabe que essas ações tem um motivo e que são bem eficazes. Obviamente as ações não foram adiante porque o vício ainda está muito forte e o cérebro viciado encontra rapidinho uma justificativa "convincente" para se certificar de que tudo aquilo é uma bobagem, um despropósito. São mentiras que se transformam em "verdade" na mente distorcida.

É algo muito irritante para quem sabe o que está se passando e convive com o viciado, mas infelizmente é comum esse tipo de atitude. Mas acredite, considere isso um ponto positivo, significa que o conflito interno já começou. Pelo que você relatou, ele já percebeu o que pode estar perdendo, como quando você afirmou que sairia de casa. Essas atitudes de choque são essenciais para que ele comece a pesar o que realmente é importante.

Como você leu o e-book e assistiu os vídeos do Gary Wilson, já sabe basicamente a mecânica e dicas eficientes e acertou em tudo para poder ajudá-lo. Aliás, você já teve problemas com isso e conseguiu se libertar, de uma forma ou de outra. Mas e ele? Já leu o e-book? Já assistiu os vídeos? Se ainda não, ele precisa saber contra o que está lutando. Precisa partir dele o interesse. Agora, como abordá-lo a acessar o material, aí eu já não sei. Talvez as outras moças do fórum possam te ajudar nesse quesito.

Quanto ao fórum, acharia muito interessante que ele participasse. Ajuda muito ter um diário aqui para acompanhar o reboot. Sinceramente, você não precisa dizer que posta aqui, o fórum é grande e com muitos posts diariamente, acho pouco provável ele descobrir você aqui, mesmo que reconheça seu estilo de escrita.

E é isso Lain, não desanime e acredite que tudo vai certo. Tomemos como exemplo a passagem bíblica de quando Nosso Senhor andou pelas águas. No momento em que Pedro teve medo da tempestade, começou a afundar, mas Ele estará sempre ao nosso lado para nos manter no caminho.

Continuo aqui acompanhando! Um grande abraço!

_______________________________________


Diário - o Livro Vermelho - http://www.comoparar.com/t5868-o-livro-vermelho-de-baggins
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 11/1/2019, 15:35
Baggins, O tipo de vida que você teve é igual ao tipo de vida que meu marido teve. Com a diferença que você não perdeu o seu coração. Meu marido está morto para tudo, pra vida, para os outros...

Quando o conheci, ele tinha fobia social, timidez amorosa. Ele diz que eu sou a única mulher na vida dele, que nunca teve nem sequer um namorico antes... nem sei se acredito. E se nós chegamos a ter um relacionamento, foi porque eu tomei atitudes. Hoje penso no quanto isso foi ruim para mim. Jamais tomaria atitudes de novo. Ou o homem faz o papel de homem, ou morre sozinho. Porque até hoje ele é mole. Não vejo ele como um homem capaz de correr risco, tomar atitudes, se abrir para os outros e para o mundo.

Pelo tipo de criatura que eu era quando o conheci, não é de surpreender que nosso pensamento tenha se alinhado.

Você disse em algum lugar que quando seus amigos falavam de pornografia você saía de perto. Pois meu marido disse algo assim, que na adolescência, quando passava uma mulher e todos os amigos olhavam, ele abaixava os olhos, provavelmente de vergonha, eu imagino... E ele sempre evitava falar em assuntos de sexo com os amigos.

E também há outra coisa que você disse, de não conseguir olhar direito para os olhos da sua mulher. É meu marido escrito! Ele se sente incomodado, é como se eu estivesse olhando a alma dele, que ele tenta esconder a todo custo.

Até hoje é tímido em certas ocasiões, fica vermelho, tem dificuldade de olhar nos olhos...

"Mas enquanto o vício não se consolidava, tinha uma vida até normal: tinha alguns amigos de escola, era bom aluno, um pouco tímido em algumas ocasiões, mas nada demais. "
Exatamente o meu marido! Ele teve uma infância e adolescência assim. Mas a partir dos 18 anos algo mudou na vida dele que ele se excluiu do mundo (ele me contava e eu juro que tentava entender o que havia acontecido ali, exatamente naquela época, nos 18 anos, logo após o ensino médio, que o fez desistir de tudo.. Aquele fio que ligava uma fase da vida com a outra estava obscuro para mim... hoje, somente hoje, eu posso compreender que foi o vício. Como a saída da adolescência para a vida adulta exige escolhas e atitudes, o vicio o impediu de agir, me parece, de decidir o que queria para a vida... ). Mas então... Exatamente! Passou 5 anos da vida recluso do mundo, com fobia social, timidez amorosa, odiando a si e pensando em suicídio. Ele me disse que durante esse tempo ele tinha quase chegado a se matar umas 3 vezes, já tinha escrito até cartas para seus pais. Ele também me disse que nessa época ele se masturbava pelo menos 5 vezes por dia... mas eu acho que era bem mais que isso. Por que eu não me toquei que a pornografia era a causa daquilo tudo? Aquilo me pareceu apenas uma frase solta, que eu não dei importância "coisa de adolescente", eu pensei. Mas então, ele só saiu da caverna quando me conheceu, depois desses 5 anos.

"Tinha vezes que eu simplesmente sumia do convívio da minha namorada, ficava isolado em meu mundo, fingindo que estudava e me atolando cada vez mais em PMO."
Meu marido estava sempre desanimado de TUDO. Parecia um morto.

"Quando nos casamos, a frequência de sexo não era muito alta. E tentava internamente colocar a culpa nela. Nos condicionamos através da P que mulheres sempre estão "a ponto de bala", sempre prontas, o que não é verdade. Assim que percebia que não ia rolar, esperava ela dormir ou não estar em casa para PMO."
É exatamente assim mesmo... Ele me disse certa vez "nós não fazemos tanto sexo porque você vive reclamando de tudo e isso me desanima".


Parece que quanto mais fundo no vício, maior a negação. E meu marido chegou próximo do suicídio.
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 11/1/2019, 15:45
Mero Ninguém,

"À medida que ela foi endurecendo com relação ao que eu fazia, passei a tentar esconder, encontrava meios cada vez mais eficazes de esconder. Obviamente, ela descobria várias vezes, e sempre ficávamos sem nos falar direito depois disso."

É exatamente isso!

E nem é preciso pegar no flagra. Basta perceber que a pessoa morreu pro mundo, que automaticamente eu já me ligo que está afundada na pornografia.

Eu pergunto a vocês... quantos anos levou, entre brigas e brigas, negações e negações, até que vocês tomassem alguma atitude?

Por que homem não dá importância, não se liga ao que as mulheres falam? Precisam de uma crise, uma grande crise para mudar...
avatar
Mensagens : 44
Data de inscrição : 15/10/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 11/1/2019, 15:50
Pelas minhas discussões com ele, sinto que ele nem me vê mais como um ser humano, mas uma atriz pornô o tempo todo atrás de sexo.

Pois se eu reclamo dele me abandonar por vários dias para procurar pornografia, ele já mente dizendo que não vê pornografia, que eu é que fico pensando em sexo o tempo todo e brigando por causa disso.

Eu disse a ele que ele está enganado se pensa que eu estou preocupada com fazer sexo, pois na verdade eu estou é me sentindo triste, feia, abandonada. Mas ele é incapaz de perceber que eu sinto alguma coisa. A única coisa que ele vê em mim quando reclamo é uma mulher pedindo sexo, uma atriz pornô.

Por conta disso, eu percebo o quanto ele me objetifica, não me trata como ser humano mais, como alguém que sofre, que sente na pele cada minuto desse abandono, dessas humilhações.

E lendo uns relatos de mulheres, há alguns meses, no yahoo, vi uma mulher contando que o marido dela terminou o casamento alegando que não aguentava mais ela ficar falando de sexo com ele (uma pena que a coitada não sabia que ele era um doente viciado em pornografia, ela apenas ficava reclamando, perguntando... o cara não aguentou e saiu fora.)

Hoje acabei de ter mais uma discussão com meu marido. Eu não aguento mais... e nem ele.

Prefere morrer na p... do que virar gente, ter empatia...

Nessa discussão, ele disse para eu provar que ele assiste pornografia.

Eu disse que dificilmente eu pegaria ele no flagra, já que ele esconde muito bem, mas que existem características comuns de quem é viciado. Listei para ele as características e ele disse "essas características podem ser aplicadas a qualquer um. Vago demais. Isso não prova nada."

Em uma certa vez que discutimos, ele disse
"Não vou mais sentir mal por sua causa. Nem vou me irritar. Você me acusa falsamente, um dia vai se arrepender do que está fazendo".
avatar
Mensagens : 145
Data de inscrição : 30/08/2018
Ver perfil do usuário

Não sei como agir... estou perdida.  - Página 3 Empty Re: Não sei como agir... estou perdida.

em 11/1/2019, 17:20
Lain,

Sinto muito, mas não posso mais interagir neste fórum. Minha mulher lê minhas postagens e comentários, e isso está fazendo ela afundar mais e mais na depressão. Mas vou acompanhar o fórum e buscar usar todos os recursos possíveis pra completar o reboot e viver uma vida sem PMO. E vou continuar desejando força pra todos nesta luta.

Um grande abraço

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum