Compartilhe
Ir em baixo
Petruchio
Petruchio
Mensagens : 166
Data de inscrição : 07/09/2017
Idade : 31

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 6/11/2019, 22:57
caramba, urso, parabéns pelos 122 dias
a gente entrou no forum quase juntos, e hoje, voltando aqui depois de muito tempo vejo que vc acabou de bater sua melhor marca, tbm acabei de quebrar a minha (apesar de ser bem menor que a sua rs)

_______________________________________
Urso Polar
Urso Polar
Moderador
Moderador
Mensagens : 293
Data de inscrição : 01/09/2017

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 8/11/2019, 08:11
Petruchio escreveu:caramba, urso, parabéns pelos 122 dias
a gente entrou no forum quase juntos, e hoje, voltando aqui depois de muito tempo vejo que vc acabou de bater sua melhor marca, tbm acabei de quebrar a minha (apesar de ser bem menor que a sua rs)

Fala Petruchio,

Cara, é muito bom voltar, parabéns pela decisão. Acho que o reboot é auto superação, todo dia a gente luta contra a gente mesmo. A limpeza é diária. É difícil, mas a gente precisa repensar as coisas que fazemos conosco mesmo, porque a PMO acaba com a gente e é preciso continuar.

Acredite, quando a gente olha para as nossas marcas, elas tem que ser um incentivo para continuar e não mais um peso.

Abraço irmão.

_______________________________________
Urso Polar
Urso Polar
Moderador
Moderador
Mensagens : 293
Data de inscrição : 01/09/2017

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 12/11/2019, 09:40
Quando o reboot realmente começa

Uma vez eu vi o título de um texto assim como está aí acima, Quando o reboot realmente começa. Era do Toguro, fiquei com muita vontade de ler mas ele tinha bloqueado o acesso. Não consegui achar em lugar nenhum, SE ALGUÉM TIVER O TEXTO, ME PASSA POR FAVOR.

Mas mesmo sem ter acesso ao texto original, esse questionamento me fez pensar certas coisas. Eu estou na minha terceira tentativa de 90 dias que passam dos dois meses. A segunda que supera os 90 dias. Então para mim os 90 dias não são suficientes. Acho que concentrar os pensamentos nos 90 dias é um erro, porque acaba gerando uma ansiedade enorme em concluir esse período. 90 é um número muito importante, é uma marca impressionante, mas acho que ele por si só não resume tudo.

Quando eu escrevo para outros usuários do fórum que cada dia sem PMO é uma vitória é porque eu realmente acredito nisso. Um dia por vez. Eu não tenho como viver já 90 dias na minha frente. Posso querer a marca mas tenho que passar por cada dia entre o primeiro e o nonagéssimo. Até lá é importante se preparar todos os dias, construir uma base sólida.

Um dos meus principais erros depois de cair da primeira vez depois de mais 90 dias bem sucedidos foi ter me deixado abater por uma tristeza muito grande por acreditar que cada dia limpo até ali havia sido irremediavelmente perdido. Não foi, cada parte do caminho representa um ponto de aprendizado importante e cabe a cada um de nós buscarmos nos conhecer e aprender mais.

Eu não sei como você está, mas eu espero que esteja um pouco melhor depois de ler essas palavras. Realmente não acho que o reboot seja algo fácil de ser feito, mas é muito importante que entendamos que permanecer na PMO é muito pior.


_______________________________________
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2589
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 14/11/2019, 10:01
Urso Polar escreveu:
REBOOT: TEMPO PARA ARRUMAR A CASA.

A primeira vez que eu ouvi falar o your brain on porn, do Gary Wilson, deve ter sido por volta de 2014. Eu conheci esse fórum em 2016. A minha primeira tentativa de reboot foi em 2017. Mesmo que eu tenha demorado a começar o processo, creio que quando se tem um primeiro contato, algo é lançado na mente. E mesmo que não surta efeito na hora, fica lá guardado, crescendo e desenvolvendo até que tenha condição de crescer sozinho.

Para mim, o reboot é um processo: algo parecido a arrumar uma casa.

A minha casa estava abandonada, muito suja e com muitas coisas para consertar. Eu comecei a fazer os reparos e a limpeza, mas sempre me deparava com a realidade de que eram muitas coisas a serem feitas. Outra questão é que todos os afazeres não teriam fim: uma conclusão daria início a uma outra tarefa e assim por diante. Além disso, na minha rotina, teria que haver espaço para que todo dia tivesse um momento para a limpeza, retirada do lixo, lavar louça e roupa suja, etc. Isso exige tempo e planejamento. Além disso tem que ter disposição para trabalhar.

Não é fácil e muitas vezes eu desisti, achei que não ia dar conta. Em dias ruins, em que a pressão aumentava, jogava tudo para o ar e não queria saber de mais nada. A situação da casa piorava, as coisas voltavam a quebrar e a ficar sujas.

O porquê dessa metáfora? A casa é o nosso corpo-mente. A PMO é muitas das vezes uma válvula de escape, um prazer em mundo estressante. A medida em que vamos crescendo, acumulamos frustrações e traumas, coisas que nos machucam e que muitas vezes não tratamos direito. Essas coisas vão nos moldando e quando menos percebemos, estamos irritados sem uma causa aparente. Estamos desesperadamente buscando alívio em qualquer coisa que nos tire dessa angústia.

Arrumar a casa seria, portanto, cuidar do nosso corpo-mente. Começar a buscar melhores maneiras de lidar com as nossas neuras e com aquilo que nos machuca. A pergunta é o que tentamos esconder atrás da PMO? Ou se realmente tentamos esconder algo lá? O que não queremos encarar?

É um processo diário e que exige muita paciência.

Se não surtir efeito imediato em você, não fique com raiva e nem se ache a pior pessoa do mundo. Acontece, as coisas são assim mesmo. Cada um tem o seu tempo. Por isso é melhor encarar como um processo em que aos poucos vamos chegando as coisas no lugar. Cada dia sem a PMO é uma vitória.

Por isso que eu digo que não se trata de mera abstinência, mas de cuidar cada dia um pouco de nós mesmos. Fortalecer nossas defesas e aprender um novo jeito de viver.

Não haverá medalhas nem menções honrosas para seus esforços. Mas valerá a pena olhar para os dias passados que se acumulam positivamente no seu contador e perceber que você não é o mesmo sujeito que entrou: está melhor e mais forte, disposto a aprender muito mais.
 
Show, amigo, essa reflexão!

Ela mostra que devemos constantemente limpar nossa casa. Durante o reboot, vamos dando várias faxinas mesmo, duas ou três vezes na semana. Durante o pós-reboot é provável que não precisemos de grandes faxinas, talvez uma por semana, uma a cada duas semanas. Entretanto, a limpeza normal da casa deve ser diária, assim como foi no reboot. Não podemos deixar acumular sujeira, poeira. Isso atrai bichos, insetos e tudo isso acaba nos prejudicando. Parabéns pela jornada, um forte abraço!

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 14 Meu_di12
Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 304
Data de inscrição : 22/07/2019
Idade : 28

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 15/11/2019, 14:06
Parabéns urso. Sempre com textos interessantes.
Acompanhado.

Flw

_______________________________________
DIÁRIO: www.comoparar.com/t9368-diario-do-rottweiler

Urso Polar
Urso Polar
Moderador
Moderador
Mensagens : 293
Data de inscrição : 01/09/2017

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 19/11/2019, 09:47
Spoiler:

Urso Polar escreveu:
REBOOT: TEMPO PARA ARRUMAR A CASA.

A primeira vez que eu ouvi falar o your brain on porn, do Gary Wilson, deve ter sido por volta de 2014. Eu conheci esse fórum em 2016. A minha primeira tentativa de reboot foi em 2017. Mesmo que eu tenha demorado a começar o processo, creio que quando se tem um primeiro contato, algo é lançado na mente. E mesmo que não surta efeito na hora, fica lá guardado, crescendo e desenvolvendo até que tenha condição de crescer sozinho.

Para mim, o reboot é um processo: algo parecido a arrumar uma casa.

A minha casa estava abandonada, muito suja e com muitas coisas para consertar. Eu comecei a fazer os reparos e a limpeza, mas sempre me deparava com a realidade de que eram muitas coisas a serem feitas. Outra questão é que todos os afazeres não teriam fim: uma conclusão daria início a uma outra tarefa e assim por diante. Além disso, na minha rotina, teria que haver espaço para que todo dia tivesse um momento para a limpeza, retirada do lixo, lavar louça e roupa suja, etc. Isso exige tempo e planejamento. Além disso tem que ter disposição para trabalhar.

Não é fácil e muitas vezes eu desisti, achei que não ia dar conta. Em dias ruins, em que a pressão aumentava, jogava tudo para o ar e não queria saber de mais nada. A situação da casa piorava, as coisas voltavam a quebrar e a ficar sujas.

O porquê dessa metáfora? A casa é o nosso corpo-mente. A PMO é muitas das vezes uma válvula de escape, um prazer em mundo estressante. A medida em que vamos crescendo, acumulamos frustrações e traumas, coisas que nos machucam e que muitas vezes não tratamos direito. Essas coisas vão nos moldando e quando menos percebemos, estamos irritados sem uma causa aparente. Estamos desesperadamente buscando alívio em qualquer coisa que nos tire dessa angústia.

Arrumar a casa seria, portanto, cuidar do nosso corpo-mente. Começar a buscar melhores maneiras de lidar com as nossas neuras e com aquilo que nos machuca. A pergunta é o que tentamos esconder atrás da PMO? Ou se realmente tentamos esconder algo lá? O que não queremos encarar?

É um processo diário e que exige muita paciência.

Se não surtir efeito imediato em você, não fique com raiva e nem se ache a pior pessoa do mundo. Acontece, as coisas são assim mesmo. Cada um tem o seu tempo. Por isso é melhor encarar como um processo em que aos poucos vamos chegando as coisas no lugar. Cada dia sem a PMO é uma vitória.

Por isso que eu digo que não se trata de mera abstinência, mas de cuidar cada dia um pouco de nós mesmos. Fortalecer nossas defesas e aprender um novo jeito de viver.

Não haverá medalhas nem menções honrosas para seus esforços. Mas valerá a pena olhar para os dias passados que se acumulam positivamente no seu contador e perceber que você não é o mesmo sujeito que entrou: está melhor e mais forte, disposto a aprender muito mais.
 
5&4 escreveu:
Show, amigo, essa reflexão!

Ela mostra que devemos constantemente limpar nossa casa. Durante o reboot, vamos dando várias faxinas mesmo, duas ou três vezes na semana. Durante o pós-reboot é provável que não precisemos de grandes faxinas, talvez uma por semana, uma a cada duas semanas. Entretanto, a limpeza normal da casa deve ser diária, assim como foi no reboot. Não podemos deixar acumular sujeira, poeira. Isso atrai bichos, insetos e tudo isso acaba nos prejudicando. Parabéns pela jornada, um forte abraço!

5&4,

Penso muito na dificuldade de lidar com certas coisas que, se eu não vigiar, vão acabar me levando de volta para a PMO. Acho que muitas delas tem raízes profundas em anos de condicionamento mental. Para mudar isso, eu tenho que todo o dia aprender a me colocar de modo diferente perante as coisas sem ter medo de errar. Ir tentando até ver o que dá certo e o que não dá. É bem difícil, tem que mexer com muita coisa, principalmente com essa poeira, sujeira e bichos.

Obrigado pela mensagem, Abraço
Rottweiler escreveu:Parabéns urso. Sempre com textos interessantes.
Acompanhado.

Flw

Obrigado Rottweiler. Fico feliz, escrever é algo que me ajuda muito.

Devo-lhe uma visita no seu diário.
____________________________________________________________________________________________________________

MANTER É BEM MAIS DIFÍCIL QUE COMEÇAR

Eu vejo mais diários abandonados do que não iniciados.

Nós vamos bem, até que um dia algo acontece e jogamos tudo para o ar. Nos sentimos um lixo e prometemos que nunca mais faremos isso, mas não passa muito tempo e fazemos de novo. Isso se repete por muitas vezes, até que paramos completamente de tentar e voltamos para os velhos hábitos.

Quantas vezes isso aconteceu? Comigo, eu já até perdi a conta.

A coisa mais honesta a se fazer, porém a mais difícil é admitirmos que temos fraquezas, que somos pessoas normais. Não somos seres ultra poderosos que fazem o que querem. Temos muitas limitações. Essas limitações são pontos que temos que observar de perto e aprender com elas.

É bom voltar para o passado: o que me faz cair? O que eu fiz da última vez para que eu não conseguisse me controlar? Com a resposta honesta, tem que começar o trabalho de mudança e aceitar os puxões de orelha que a vida dá. Trabalhar para fechar mais uma brecha.

O entusiasmo do início, aquilo que nos impulsiona a começar, não vai ficar com a gente para sempre. Ele vai sumir com os dias. Logo, vão aparecer muitos motivos para voltar, mas é bom ter em mente sempre o porquê de ter começado: qual era a minha situação quando eu decidi que nunca mais ia fazer aquilo que me faz tão mal?

É importante que busquemos atividades que nos deêm prazer e contentamento e que sejam realmente benéficas. Não é fácil, não basta apenas tirar um problema se não forem implantados elementos que auxiliem a solução.

Sei que você consegue, acredite, olhe para o seu passado e verá que você já fez muita coisa boa que demandou tempo e dedicação. Não desista. Se errar, volte e conserte.

_______________________________________
Petruchio
Petruchio
Mensagens : 166
Data de inscrição : 07/09/2017
Idade : 31

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 20/11/2019, 10:29
bom texto
é dificil sentir prazer em outras atividades quando vc está nesse periodo de abstinência, mas as vezes você sente, e já compensa todas as vezes que elas não foram prazerosas
fora que as atividades a única maneira de sair dessa fase ruim

_______________________________________
Urso Polar
Urso Polar
Moderador
Moderador
Mensagens : 293
Data de inscrição : 01/09/2017

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 26/11/2019, 07:22
Petruchio escreveu:bom texto
é dificil sentir prazer em outras atividades quando vc está nesse periodo de abstinência, mas as vezes você sente, e já compensa todas as vezes que elas não foram prazerosas
fora que as atividades a única maneira de sair dessa fase ruim

Petruchio,

A abstinência é difícil, acho que é uma das partes mais difíceis, senão a mais difícil. Ela quebra o ânimo inicial porque ela cria uma urgência para que voltemos ao padrão do vício.

Por isso é importante que a gente crie na nossa rotina outras atividades que gerem prazer e que ao invés de nos aproximar do vício ou criar outros, possam nos fortalecer e permitir novas interações.

Acho que o mais difícil é encarar tudo isso dia após dia, fazendo que a vontade de continuar em frente seja maior do que a vontade voltar.


_______________________________________
MascaradeFerro
MascaradeFerro
Mensagens : 109
Data de inscrição : 04/12/2019
Idade : 29

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 4/12/2019, 15:23
Oi Urso Polar
Li a carta de despedida, é emocionante!
Todos os relatos como o seu me deixam um pouco assustados com tudo o que está envolvido, Essa questão da abstinencia, nao pensei que isso pudesse existir para o PMO.
Mas vou conseguir assim como voce!


_______________________________________
Me acompanhe --> Meu Diário

Ramon 06
Ramon 06
Mensagens : 481
Data de inscrição : 12/09/2019
Idade : 23

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 4/12/2019, 16:44
Urso Polar escreveu:
Fórum Como Parar, 24 de julho de 2018


P.M.O.,

Sei que está em desuso escrever cartas mas vou te escrever essa carta e abri-la para quem quiser ler. Eu gostaria que quando eu terminasse de escrever essas linhas você já tivesse indo embora e que nunca mais voltasse na minha vida. Mas eu sei que você não vai. Você é insistente e insaciável. Quantas horas, dias, meses e anos eu gastei com você? Eu tenho uma dimensão aproximada, mas nunca gastei tanto tempo com mais nada.

Essa é uma das minhas incontáveis vezes em que eu estou tentando. Parece que seu único trabalho é esperar eu cair para que você possa me sugar para o seu mundo de novo. Diferente das outras vezes, eu sei que você é uma mentira sem graça que me contaram e eu quis acreditar. Eu era a vítima perfeita: adolescente solitário, com desejos e internet. Pronto.  Você estava lá. Eu me alimentava com promessas de que quando eu chegasse a fase adulta seria um mundo de muito sexo. porém não é bem assim. Quando vi, você já tinha me dominado. Quando percebi, tentar passar uma semana sem P. e sem M. custaria muito esforço. Que cada queda seria dolorida e eu demoraria meses e até mesmo anos para conseguir voltar a pensar em te largar.

Já faz tempo que eu estou cansado de você. Muito cansado mesmo. Realmente eu percebi que você não tem nada para me oferecer. Nada mesmo, a não ser promessas falsas. Nada é você de verdade, a única coisa que é de verdade em você é o movimento de eu tentar ver o que você esconde. O que será que eu tento esconder atrás de você?

Nessa caminhada eu aprendi a me aceitar melhor e a me reconhecer como um ser humano, apesar dos meus defeitos. Estou no meu 18º dia. Sei que você vai bater a porta, e como você é covarde, vai vir em momento em que eu não esteja bem. Eu sei que você quer ocupar esse espaço e que quando tudo parecer ruim suas promessas não vão me parecer tão mal. Mas você é o instrumento do mal que há em mim. Você já me tirou muito a ponto de eu não entender mais o que eu realmente sei sobre a realidade e o limite.

Chega de você. Esse reboot não é promessa de segunda-feira. Você pode até tentar, mas sou eu que tenho que te repelir.

Adeus,

Urso Polar.

O mais foda é que depois que você escreveu isso você realmente largou.
Cara, você é uma inspiração, eu quero ter essa sua determinação. Obrigado por nos presentear com esse texto e com a sua história.
Siga firme bro, você inspira muitas pessoas aqui.

_______________________________________
90 dias para ver se as fantasias continuam com a mesma intensidade.
90 dias pra ver se a carência afetiva permanece forte.
90 dias pra ver se eu ainda vou pensar em sexo "25 horas" por dia.
90 dias pra ver se as minhas paranóias e obsessões ainda me atormentam.
90 dias pra ver se eu consigo ser maduro o suficiente pra saber quem e o que eu quero de fato.
90 dias pra ver se a vontade de se masturbar segue diária.
90 dias pra ver se eu consigo ter postura de homem.

Eis o meu esperimento.



Abstinência recorde: 43 dias - 27/09/2019 a 09/11/2019

Meu diário

http://www.comoparar.com/t9522-diario-de-ramon-06-largando-o-vicio-pela-milessima-vez#250163
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 1600
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 27

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 4/12/2019, 19:16
Muito isso, Urso Polar. Ou organizamos nossas vidas de uma maneira categórica, substituindo hábitos nocivos por saudáveis entre outras medidas fundamentais para a própria sobrevivência, ou estaremos para sempre condenados ao mesmo ou a um pior cenário. Certamente não queremos a segunda opção.

Toda a presente juventude, toda uma geração merece este puxão de orelha que não levamos.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2589
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 23/12/2019, 20:20
Fala, meu amigo Urso!

Como vai esse círculo polar ártico? Espero que bem, parceirão!

Está meio sumido, quando puder mande notícias!

Abração! Boas festas!

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 14 Meu_di12
euvouvencer
euvouvencer
Mensagens : 588
Data de inscrição : 16/04/2016

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 24/12/2019, 10:08
Urso Polar escreveu:
Quando o reboot realmente começa

Uma vez eu vi o título de um texto assim como está aí acima, Quando o reboot realmente começa. Era do Toguro, fiquei com muita vontade de ler mas ele tinha bloqueado o acesso. Não consegui achar em lugar nenhum, SE ALGUÉM TIVER O TEXTO, ME PASSA POR FAVOR.

Mas mesmo sem ter acesso ao texto original, esse questionamento me fez pensar certas coisas. Eu estou na minha terceira tentativa de 90 dias que passam dos dois meses. A segunda que supera os 90 dias. Então para mim os 90 dias não são suficientes. Acho que concentrar os pensamentos nos 90 dias é um erro, porque acaba gerando uma ansiedade enorme em concluir esse período. 90 é um número muito importante, é uma marca impressionante, mas acho que ele por si só não resume tudo.

Quando eu escrevo para outros usuários do fórum que cada dia sem PMO é uma vitória é porque eu realmente acredito nisso. Um dia por vez. Eu não tenho como viver já 90 dias na minha frente. Posso querer a marca mas tenho que passar por cada dia entre o primeiro e o nonagéssimo. Até lá é importante se preparar todos os dias, construir uma base sólida.

Um dos meus principais erros depois de cair da primeira vez depois de mais 90 dias bem sucedidos foi ter me deixado abater por uma tristeza muito grande por acreditar que cada dia limpo até ali havia sido irremediavelmente perdido. Não foi, cada parte do caminho representa um ponto de aprendizado importante e cabe a cada um de nós buscarmos nos conhecer e aprender mais.

Eu não sei como você está, mas eu espero que esteja um pouco melhor depois de ler essas palavras. Realmente não acho que o reboot seja algo fácil de ser feito, mas é muito importante que entendamos que permanecer na PMO é muito pior.


Sábias palavras Urso, isso é muito importante.

90 dias é uma marca simbólica. Claro que é importante atingirmos essa meta, mas o Reboot é para toda a vida, vivendo um dia de cada vez.

Forte abraço.

_______________________________________
"Para quem iremos? O Senhor tem as palavras da vida eterna (Jo 6.68)"











Visite meu diário:
[size=16]http://www.comoparar.com/t4630-diario-do-euvouvencer[/size]
Urso Polar
Urso Polar
Moderador
Moderador
Mensagens : 293
Data de inscrição : 01/09/2017

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 24/12/2019, 12:35
MascaradeFerro escreveu:Oi Urso Polar
Li a carta de despedida, é emocionante!
Todos os relatos como o seu me deixam um pouco assustados com tudo o que está envolvido, Essa questão da abstinencia, nao pensei que isso pudesse existir para o PMO.
Mas vou conseguir assim como voce!


MascaradeFerro,

Obrigado irmão, é verdadeiro. Se a PMO fosse uma pessoa, era aquilo que eu gostaria de dizer para ela.
A abstinência é muito ruim. Eu sou um viciado de muito anos e por isso sinto que para mim é muito difícil largar e mudar os hábitos que mantêm no vício.
Mano tenha perseverança e use tudo que puder e entenda que cada processo é individual.
Obrigado pelas palavras.
Abraço
Ramon 06 escreveu:
Urso Polar escreveu:
Fórum Como Parar, 24 de julho de 2018


Spoiler:

P.M.O.,

Sei que está em desuso escrever cartas mas vou te escrever essa carta e abri-la para quem quiser ler. Eu gostaria que quando eu terminasse de escrever essas linhas você já tivesse indo embora e que nunca mais voltasse na minha vida. Mas eu sei que você não vai. Você é insistente e insaciável. Quantas horas, dias, meses e anos eu gastei com você? Eu tenho uma dimensão aproximada, mas nunca gastei tanto tempo com mais nada.

Essa é uma das minhas incontáveis vezes em que eu estou tentando. Parece que seu único trabalho é esperar eu cair para que você possa me sugar para o seu mundo de novo. Diferente das outras vezes, eu sei que você é uma mentira sem graça que me contaram e eu quis acreditar. Eu era a vítima perfeita: adolescente solitário, com desejos e internet. Pronto.  Você estava lá. Eu me alimentava com promessas de que quando eu chegasse a fase adulta seria um mundo de muito sexo. porém não é bem assim. Quando vi, você já tinha me dominado. Quando percebi, tentar passar uma semana sem P. e sem M. custaria muito esforço. Que cada queda seria dolorida e eu demoraria meses e até mesmo anos para conseguir voltar a pensar em te largar.

Já faz tempo que eu estou cansado de você. Muito cansado mesmo. Realmente eu percebi que você não tem nada para me oferecer. Nada mesmo, a não ser promessas falsas. Nada é você de verdade, a única coisa que é de verdade em você é o movimento de eu tentar ver o que você esconde. O que será que eu tento esconder atrás de você?

Nessa caminhada eu aprendi a me aceitar melhor e a me reconhecer como um ser humano, apesar dos meus defeitos. Estou no meu 18º dia. Sei que você vai bater a porta, e como você é covarde, vai vir em momento em que eu não esteja bem. Eu sei que você quer ocupar esse espaço e que quando tudo parecer ruim suas promessas não vão me parecer tão mal. Mas você é o instrumento do mal que há em mim. Você já me tirou muito a ponto de eu não entender mais o que eu realmente sei sobre a realidade e o limite.

Chega de você. Esse reboot não é promessa de segunda-feira. Você pode até tentar, mas sou eu que tenho que te repelir.

Adeus,

Urso Polar.

O mais foda é que depois que você escreveu isso você realmente largou.
Cara, você é uma inspiração, eu quero ter essa sua determinação. Obrigado por nos presentear com esse texto e com a sua história.
Siga firme bro, você inspira muitas pessoas aqui.


Ramon 06,

Eu gostaria muito de dizer que larguei. Igual eu falei para o MascaradeFerro, isso é que eu gostaria de dizer para a PMO se ela fosse uma pessoa.
Obrigado pelas palavras, mas eu realmente não me sinto uma inspiração, porque eu estou voltando ao fórum depois de mais uma recaída. O que eu escrevi, acredite, é verdadeiro, é o que eu realmente penso e sinto.
Mesmo não me achando uma inspiração, acho que posso contribuir. Se o que escrevo aqui realmente encoraja, então vou permanecer. Vou continuar.
Obrigado Ramon 06, Abraço.
Justiceiro do Sertão escreveu: Muito isso, Urso Polar. Ou organizamos nossas vidas de uma maneira categórica, substituindo hábitos nocivos por saudáveis entre outras medidas fundamentais para a própria sobrevivência, ou estaremos para sempre condenados ao mesmo ou a um pior cenário. Certamente não queremos a segunda opção.

Toda a presente juventude, toda uma geração merece este puxão de orelha que não levamos.

Justiceiro do Sertão,

O seu diário é um dos que mais me identifico, parece que nossos pensamentos são iguais em muitas coisas. Gosto da sua sinceridade como você conta a narrativa do seu dia a dia. Parece que posso ver as coisas acontecendo. Obrigado por contribuir com seus relatos que realmente me inspiram.
Abraço

5&4 escreveu:Fala, meu amigo Urso!

Como vai esse círculo polar ártico? Espero que bem, parceirão!

Está meio sumido, quando puder mande notícias!

Abração! Boas festas!

5&4,

Realmente eu sumi. Sumi por vergonha porque eu recai. Acho que tenho muitas coisas para resolver comigo mesmo e demorei para voltar porque sempre quando eu recaio, principalmente depois de mais de 100 dias, eu fico em um dilema: voltar e assumir que o processo de contagem volta do zero ou apagar esse diário de vez.

Decidi voltar, apesar de tudo. Assumir a minha falha e recomeçar da melhor maneira que eu puder.

Abraço, boas festas para você também!
euvouvencer escreveu:
Spoiler:

Urso Polar escreveu:
Quando o reboot realmente começa

Uma vez eu vi o título de um texto assim como está aí acima, Quando o reboot realmente começa. Era do Toguro, fiquei com muita vontade de ler mas ele tinha bloqueado o acesso. Não consegui achar em lugar nenhum, SE ALGUÉM TIVER O TEXTO, ME PASSA POR FAVOR.

Mas mesmo sem ter acesso ao texto original, esse questionamento me fez pensar certas coisas. Eu estou na minha terceira tentativa de 90 dias que passam dos dois meses. A segunda que supera os 90 dias. Então para mim os 90 dias não são suficientes. Acho que concentrar os pensamentos nos 90 dias é um erro, porque acaba gerando uma ansiedade enorme em concluir esse período. 90 é um número muito importante, é uma marca impressionante, mas acho que ele por si só não resume tudo.

Quando eu escrevo para outros usuários do fórum que cada dia sem PMO é uma vitória é porque eu realmente acredito nisso. Um dia por vez. Eu não tenho como viver já 90 dias na minha frente. Posso querer a marca mas tenho que passar por cada dia entre o primeiro e o nonagéssimo. Até lá é importante se preparar todos os dias, construir uma base sólida.

Um dos meus principais erros depois de cair da primeira vez depois de mais 90 dias bem sucedidos foi ter me deixado abater por uma tristeza muito grande por acreditar que cada dia limpo até ali havia sido irremediavelmente perdido. Não foi, cada parte do caminho representa um ponto de aprendizado importante e cabe a cada um de nós buscarmos nos conhecer e aprender mais.

Eu não sei como você está, mas eu espero que esteja um pouco melhor depois de ler essas palavras. Realmente não acho que o reboot seja algo fácil de ser feito, mas é muito importante que entendamos que permanecer na PMO é muito pior.


Sábias palavras Urso, isso é muito importante.

90 dias é uma marca simbólica. Claro que é importante atingirmos essa meta, mas o Reboot é para toda a vida, vivendo um dia de cada vez.

Forte abraço.

euvouvencer,

Eu não sei se é motivo de orgulho, mas eu já consegui ficar 30, 60, 90, 100 dias sem PMO. Mais de uma vez. Mas o problema é que eu sempre caio, então eu sei que a simples passagem de tempo não importante. São marcas incríveis que incentivam a gente a continuar, mas se nada mais for feito a gente cai. Eu já caí tanto que eu não sei mais. Não sei se aguento mais de 100 dias.

Mas obrigado pela mensagem e vamos mais uma vez.

________________________________________________________________________________________________________________________________________

Fórum como parar, 24 de dezembro de 2019

Caros rebooters,

Eu relutei muito em voltar, não queria assumir que recai. Sim, eu recaí, depois de mais de 100 dias, cair de novo é uma sensação de ... não sei: acho que é uma sensação, que droga, de novo?

Isso já aconteceu outras vezes, acompanho esse fórum desde 2016 e escrevo aqui desde 2017. Mas estou eu aqui de novo, recomeçando a contagem.

Mais uma vez pensei em apagar a minha conta e nunca mais voltar aqui. Mas pensei: o que eu posso fazer? ficar na PMO para sempre? Vou tentar mais uma vez, e ver se consigo recomeçar com a cabeça erguida.

Não faço mais promessas, apenas sigo.

Prefiro assumir que falhei em meu propósito, mas que isso não é o fim do mundo. Voltei.

Acreditem, é difícil, mas tem que haver um lugar melhor do que aquele que estou agora.

Há muito trabalho a fazer.

Um grande abraço a todos.

Urso Polar.

_______________________________________
The_Survivor
The_Survivor
Moderador
Moderador
Mensagens : 942
Data de inscrição : 10/06/2018
Idade : 32
http://www.comoparar.com/t7742-diario-the-survivor-idade-30-anos

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 24/12/2019, 21:48
Opa Urso Polar,

Todos nós estamos sujeitos a cair, até eu mesmo posso cair mesmo estando com mais de 640 dias de Easymode e 41 dias de Hardmode, quantas e quantas vezes falhei para comigo mesmo nessa batalha antes de chegar até aqui? Quantas vezes eu ainda falho nas minhas próprias promessas em me manter longe de garotas de programa, mas não posso desistir de me afastar dessas coisas pois são meus ideais e vou seguir lutando até o último dia de vida, você não pode desistir, outras pessoas podem até deixarem de acreditar em nós, mas nós não podemos deixar de acreditar que podemos dar a volta por cima. Ser derrotado na batalha é uma possibilidade, desistir da guerra está fora de cogitação. "Ao cair 7 vezes levante-se 8" Proverbio japonês. Desistir nunca.

Que Deus esteja conosco.

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 14 Ora%C3%A7%C3%A3oS%C3%A3oJorge10

Urso Polar
Urso Polar
Moderador
Moderador
Mensagens : 293
Data de inscrição : 01/09/2017

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 25/12/2019, 11:44
The_Survivor escreveu:Opa Urso Polar,

Todos nós estamos sujeitos a cair, até eu mesmo posso cair mesmo estando com mais de 640 dias de Easymode e 41 dias de Hardmode, quantas e quantas vezes falhei para comigo mesmo nessa batalha antes de chegar até aqui? Quantas vezes eu ainda falho nas minhas próprias promessas em me manter longe de garotas de programa, mas não posso desistir de me afastar dessas coisas pois são meus ideais e vou seguir lutando até o último dia de vida, você não pode desistir, outras pessoas podem até deixarem de acreditar em nós, mas nós não podemos deixar de acreditar que podemos dar a volta por cima. Ser derrotado na batalha é uma possibilidade, desistir da guerra está fora de cogitação. "Ao cair 7 vezes levante-se 8" Proverbio japonês. Desistir nunca.

Que Deus esteja conosco.

The_Survivor,

Você está correto, no longo prazo manter essas promessas são muito difíceis, principalmente, quando a gente fica mal cheio de coisas na cabeça que nos deixam tristes pra caramba.

A sensação, depois de cair é ruim, mas não dá para deixar ela tomar conta. Realmente, não dá para desistir, desistir jamais.

Obrigado pelas palavras amigo, amém.

_______________________________________
euvouvencer
euvouvencer
Mensagens : 588
Data de inscrição : 16/04/2016

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 26/12/2019, 16:37
Olá Urso,

Nunca desista amigo, nem pare de postar por aqui.

A sua sinceridade também serve de inspiração para nós. Estamos torcendo por você amigo, e estamos de mãos dadas com você.

Receba o nosso abraço e recomece quantas vezes forem necessárias, sabendo que a vitória pertence aos perseverantes.

Forte abraço.

_______________________________________
"Para quem iremos? O Senhor tem as palavras da vida eterna (Jo 6.68)"











Visite meu diário:
[size=16]http://www.comoparar.com/t4630-diario-do-euvouvencer[/size]
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2589
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 3/1/2020, 10:18
Oi, Urso!

O The_Survivor disse tudo! Lembra quando você aprendeu a andar de bike, cara! Então, você tomou uns tombos aqui, outros ali, até que se firmou!

Não fique se cobrando demais! Viva! Simplesmente, viva! Dê o seu melhor, o melhor que puder em tudo, soe sangue se preciso for! E não desanime, caso venha escorregar em algum piso molhado. É na dificuldade que vamos nos moldando, que vamos nos superando e vamos nos reconstruindo, vamos nos construindo como pessoa, como vencedor.

Tem uma passagem na Bíblia que fala do vaso na mão do oleiro. Esse vaso somos nós e o oleiro é Deus. O Altíssimo pega esse vaso, todo trincado, rachado, feio e o quebra por completo. Imagina um processo doloroso, você sendo quebrado, todo quebrado. Depois Deus, o oleiro, após termos voltado ao barro nos molda, amassa-nos daqui, dali e a dor continua. 

Para "piorar", após sermos moldados, coloca-nos no fogo ardente, vamos queimar, sofrer mais um pouco até que nossa estrutura se torne firme. Então, voltaremos a ser rígidos novamente. Seremos pintados e todos que nos veem dirão: "Que vaso bonito! Nunca vi um vaso tão lindo como este!". Para que chegássemos a esse estado de plenitude tivemos que passar por muitas dificuldades, muitas dores: fomos quebrados, amassados, queimados.

O reboot não é fácil porque ele nos quebra, amassa-nos, queima-nos. Então, sentimos dores e um desespero terrível. Mas vale a pena; no fim de tudo, tornamo-nos um novo vaso, rígido e belo. Não importa quantas vezes seremos quebrados, seremos amassados... Sempre é possível torna-nos um vaso bonito e forte. Quanto mais se bate em uma massa de bolo, maior esse bolo ficará. Se está apanhando da vida, não tem problema. Continue perseverando, pois "quando estou fraco é que sou forte" (Apóstolo Paulo). 

Abraços!

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 14 Meu_di12
Urso Polar
Urso Polar
Moderador
Moderador
Mensagens : 293
Data de inscrição : 01/09/2017

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 3/1/2020, 15:35
euvouvencer escreveu:Olá Urso,

Nunca desista amigo, nem pare de postar por aqui.

A sua sinceridade também serve de inspiração para nós. Estamos torcendo por você amigo, e estamos de mãos dadas com você.

Receba o nosso abraço e recomece quantas vezes forem necessárias, sabendo que a vitória pertence aos perseverantes.

Forte abraço.



euvouvencer,

Eu já pensei em muitas vezes desistir e parar de postar aqui. Mas eu percebi uma coisa, se eu parar aí é que eu afundo mesmo. Tem uma passagem do romance Tuareg, do Alberto Vasquez Figueroa, em que o personagem principal tem que cruzar um grande deserto, e o pensamento que ele tem que por mais cansado que ele esteja, não pode parar, porque parar seria a morte. Eu sinto que é mais ou menos a mesma coisa para mim, se eu desistir daqui e do reboot, nunca mais vou conseguir sair do vício.

Eu acredito que ser honesto com vocês é importante, porque a cura real está além da máscara que criamos para nós mesmos. Temos que encarar o que fizemos e assumirmos que erramos para que possamos, verdadeiramente, consertar as coisas e seguir em frente.

Obrigado pelo abraço, eu retribuo, sinto muito acolhido aqui e sei que é um espaço em que posso dizer as coisas sem julgamentos e é exatamente por isso que continuo aqui.

Abraço
5&4 escreveu:Oi, Urso!

O The_Survivor disse tudo! Lembra quando você aprendeu a andar de bike, cara! Então, você tomou uns tombos aqui, outros ali, até que se firmou!

Não fique se cobrando demais! Viva! Simplesmente, viva! Dê o seu melhor, o melhor que puder em tudo, soe sangue se preciso for! E não desanime, caso venha escorregar em algum piso molhado. É na dificuldade que vamos nos moldando, que vamos nos superando e vamos nos reconstruindo, vamos nos construindo como pessoa, como vencedor.

Tem uma passagem na Bíblia que fala do vaso na mão do oleiro. Esse vaso somos nós e o oleiro é Deus. O Altíssimo pega esse vaso, todo trincado, rachado, feio e o quebra por completo. Imagina um processo doloroso, você sendo quebrado, todo quebrado. Depois Deus, o oleiro, após termos voltado ao barro nos molda, amassa-nos daqui, dali e a dor continua. 

Para "piorar", após sermos moldados, coloca-nos no fogo ardente, vamos queimar, sofrer mais um pouco até que nossa estrutura se torne firme. Então, voltaremos a ser rígidos novamente. Seremos pintados e todos que nos veem dirão: "Que vaso bonito! Nunca vi um vaso tão lindo como este!". Para que chegássemos a esse estado de plenitude tivemos que passar por muitas dificuldades, muitas dores: fomos quebrados, amassados, queimados.

O reboot não é fácil porque ele nos quebra, amassa-nos, queima-nos. Então, sentimos dores e um desespero terrível. Mas vale a pena; no fim de tudo, tornamo-nos um novo vaso, rígido e belo. Não importa quantas vezes seremos quebrados, seremos amassados... Sempre é possível torna-nos um vaso bonito e forte. Quanto mais se bate em uma massa de bolo, maior esse bolo ficará. Se está apanhando da vida, não tem problema. Continue perseverando, pois "quando estou fraco é que sou forte" (Apóstolo Paulo). 

Abraços!

5&4,

Realmente, depois de uma recaída, eu me sinto muito mal comigo mesmo, porque parece que tudo que eu fiz foi jogado fora. Mas eu percebi uma coisa que é muito importante: a recaída não acontece com uma sessão de PMO, mas ela começa antes, as vezes meses antes, com um pensamento que nos leva a ter uma cadeia de outros pensamentos, até que um dia, como uma represa que não aguenta mais o peso da água, ela estoura e arrasa com tudo.

Eu tenho esse problema, aquela voz que incomoda a gente o tempo todo, tagarela, que não cala a boca nem um minuto. Ela me insulta e me sinto um bosta, com o perdão da palavra.

Realmente, o reboot é um processo que me consome muito, que é muito difícil e que eu fico muito aflito tem vezes, porque parece que os dias não passam quando a fissura vem. Estou aprendendo, aos poucos, a lidar com essa emoção. Ocupando minhas mãos e mente com outras atividades. Estou tentando descobrir outras coisas que sejam mais simples e acessíveis de modo que eu sempre as tenha disponíveis porque a fissura vem em momentos em que eu não tenho muito controle.

Eu já fui quebrado várias vezes nesse processo e sinto que muitas das vezes quando as coisas começam a se consolidar é que tudo vai para o brejo, porque eu deslizo em algum detalhe que eu não dava atenção ou deixo que aquele pensamento em específico tome conta de mim. Mas eu não importo de ser quebrado mais, acho que isso é importante e necessário para meu crescimento.

Reconhecer a força na fraqueza, talvez essa seja a chave mesmo.

Abraço.

_______________________________________________________________


Caros rebooters,

Eu sumi, mas estou bem. Talvez você não se importe com essa informação de minha parte, mas tudo bem, vida que segue. Aproveitei esse final de ano para viajar, ocupei mente e corpo com passeios e a estrada. Os pensamentos de PMO eles vem mesmo, são anos em que eles estão acostumados com isso e não vão deixar minha mente com facilidade. Mas aos poucos estou aprendendo a lidar com eles, estou buscando meios para que quando eles vêm eu possa dissipá-los e lidar com eles para que não me dominem mais.

Eu terminei de ler o livro a sutil arte de tocar o foda-se, acho que ele é uma ótima opção de leitura para nós rebooters, tem algumas lições que considero valiosas e que ajudam a rever o modo como nos enxergamos e pensamos. Talvez eu fale delas futuramente.

No mais, um grande abraço a todos, e vamos seguir firmes nesse reboot em 2020.



_______________________________________
Urso Polar
Urso Polar
Moderador
Moderador
Mensagens : 293
Data de inscrição : 01/09/2017

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 6/1/2020, 21:09
06 de janeiro de 2020

13 dias completos. Acho que nessa tentativa de reboot eu me propus a mudar não só os hábitos que me condicionam a PMO, mas em buscar outros pontos para cuidar da minha saúde mental.

Acho que a gente fica pilhado com um monte de coisas que acontecem no dia a dia e acabamos usando a PMO como remédio. Penso que cuidar da saúde mental é importante e que esse ponto é crucial para que os benefícios do reboot permaneçam por mais tempo em nossas vidas, ou melhor, se tornem definitivos.

Então, bora trabalhar.

_______________________________________
Sevenfalls
Sevenfalls
Mensagens : 310
Data de inscrição : 25/01/2018

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 7/1/2020, 08:05
Salve amigo!
Concordo contigo nessa questão da saúde mental. Pessoalmente é o que mais busco com o reboot. Associar a luta contra o vício, a outras maneiras de manter a mente sã acho ser essencial para vitória.
Sucesso e força aí nessa batalha!

_______________________________________




Meu diário
http://www.comoparar.com/t6843-diario-sevenfalls
MascaradeFerro
MascaradeFerro
Mensagens : 109
Data de inscrição : 04/12/2019
Idade : 29

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 7/1/2020, 08:43
Urso Polar escreveu:
06 de janeiro de 2020

13 dias completos. Acho que nessa tentativa de reboot eu me propus a mudar não só os hábitos que me condicionam a PMO, mas em buscar outros pontos para cuidar da minha saúde mental.

Acho que a gente fica pilhado com um monte de coisas que acontecem no dia a dia e acabamos usando a PMO como remédio. Penso que cuidar da saúde mental é importante e que esse ponto é crucial para que os benefícios do reboot permaneçam por mais tempo em nossas vidas, ou melhor, se tornem definitivos.

Então, bora trabalhar.

Nobre Urso

Concordei muito com voce nessa expressao sobre usar a PMO como remedio pra nossa condiçao mental!
Acho que isso é exatamente o que me define, por que sendo eu, muito estressado e por vezes mal humorado, procurava nisso meu escape, o pior é que isso nao me melhorava NADA! por isso é realmente importante cuidar da saude mental, especialmente para mentes como as nossas!

Parabens pela marca!

_______________________________________
Me acompanhe --> Meu Diário

Urso Polar
Urso Polar
Moderador
Moderador
Mensagens : 293
Data de inscrição : 01/09/2017

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 13/1/2020, 14:33
Sevenfalls escreveu:Salve amigo!
Concordo contigo nessa questão da saúde mental. Pessoalmente é o que mais busco com o reboot. Associar a luta contra o vício, a outras maneiras de manter a mente sã acho ser essencial para vitória.
Sucesso e força aí nessa batalha!

Sevenfalls,

Uma coisa que sempre bati na tecla aqui no fórum é isso: não dá para bater de frente com os pensamentos tentando suplanta-los. O que dá, por experiência própria, é criar novos que tenham mais força e que possamos seguir. Eu creio que buscar novas atividades que deixem nossa rotina mais saudável é o caminho e parar de ficar a esmo na internet, porque a gente acaba voltando para a PMO.

Acho que o Reboot é a oportunidade perfeita para começarmos a cuidar da nossa mente.

Abraço

MascaradeFerro escreveu:
Urso Polar escreveu:
Spoiler:
06 de janeiro de 2020

13 dias completos. Acho que nessa tentativa de reboot eu me propus a mudar não só os hábitos que me condicionam a PMO, mas em buscar outros pontos para cuidar da minha saúde mental.

Acho que a gente fica pilhado com um monte de coisas que acontecem no dia a dia e acabamos usando a PMO como remédio. Penso que cuidar da saúde mental é importante e que esse ponto é crucial para que os benefícios do reboot permaneçam por mais tempo em nossas vidas, ou melhor, se tornem definitivos.

Então, bora trabalhar.

Nobre Urso

Concordei muito com voce nessa expressao sobre usar a PMO como remedio pra nossa condiçao mental!
Acho que isso é exatamente o que me define, por que sendo eu, muito estressado e por vezes mal humorado, procurava nisso meu escape, o pior é que isso nao me melhorava NADA! por isso é realmente importante cuidar da saude mental, especialmente para mentes como as nossas!

Parabens pela marca!

Mascaradeferro,

Tem uma sigla em inglês que sintetiza isso: B.L.A.S.T (bored, lonely, angry, stresses and tired) que seria entediado, sozinho, com raiva, estressado e cansado. São nessas situações que nossa mente busca alívio e que a gente vai para a PMO. Então quando a gente percebe que está nessa situação é que a gente tem buscar coisas positivas que contribuam para nosso bem estar sem que busquemos o atalho da PMO: exercícios físicos, leitura, algum hobby que nos auxilie a aliviar a pressão mental que sentimos.

Como você mesmo disse é importante que cuidemos da nossa saúde mental

Obrigado pelas palavras.

Abraço

_______________________________________
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2589
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do Urso Polar - Página 14 Empty Re: Diário do Urso Polar

em 21/1/2020, 17:25
E como está esse trabalho da saúde mental, meu nobre amigo?

Abração!

_______________________________________
Diário do Urso Polar - Página 14 Meu_di12
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum