Compartilhe
Ir em baixo
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Homens héteros percebem que estão com problemas com o uso da pornografia(2019)

em 27/10/2019, 12:57
Homens héteros percebem que estão com problemas com o uso da pornografia(2019)

A pornografia começa a corroer o seu senso de autonomia quando homens experimentam a perda de controle sobre o uso, o que sustenta o ponto de vista central do uso problemático.
Com o passar do tempo,os homens perceberam que a pornografia tinha resultado em expectativas irreais quando se trata de sexo e da sexualidade,mudança na forma que eles viam as mulheres, e levava a uma diminuição do papel sexual.

Resumo:
Autores
Psychology of Men & Masculinities (2019).
Sniewski, Luke,Farvid, Pani
Psychology of Men & Masculinities, Jul 18 , 2019, N
Link do Estudo no YourBrainOnPorn: https://www.yourbrainonporn.com/relevant-research-and-articles-about-the-studies/porn-use-sex-addiction-studies/hidden-in-shame-heterosexual-mens-experiences-of-self-perceived-problematic-pornography-use-2019/


A disponibilidade rapidamente crescente que a pornografia deu ao mundo de acesso instantêneo à um vasto e diverso suprimento de material pornografia.Apesar dos dois gêneros poderem experienciar uma relação problemática com a pornografia,a larga maioria dos consumidores de pornografia que se indentificaram como viciados em pornografia são homens héteros.

Este artigo tem como objetivo examinar as experiencias de adultos homens e héteros com uso problemático de pornografia na Nova Zelândia.Um total de 15 homens héteros foram recrutados via propaganda,divulgação nas redes sociais,e pelo boca a boca para fazer parte dessa entrevista sobre suas auto percepções sobre o uso problemático de pornografia.

A principal razão dos homens manterem sua visualização de pornografia escondida do mundo foi por causa de experiências com a culpa e a vergonha que inevitalvelmente seguem a maioria ,se não todos os visualizadores ou nas tentativas de se abrir sobre o seu uso.Com o passar do tempo,os homens perceberam que a pornografia tinha resultado em expectativas irreais quando se trata de sexo e da sexualidade,mudança na forma que eles viam as mulheres, e levava a uma diminuição do papel sexual.

Mais trabalho é necessário para usar estratégias que podem oferecer alternativas para o uso problemático de pornografia ou intervenções que podem ajudar o indivíduo a como responder produtivamente aos gatilhos de desconforto que desencadeiam o uso.
Tirado do livro completo

Trechos da discussão sobre disfunção sexual induzida pela pornografia

Independente da forma de escape,quando os homens quebram o silêncio sobre seu uso de pornografia e encontram pouca aceitação,o cenário serve para reforçar o uso escondido.Alguns homens conversam sobre procurar ajuda profissional para tratar seu uso problemático com pornografia.

Essas tentativas de procurar ajuda não tem sido produtivas para os homens,e as vezes tem até mesmo aumentado os sentimentos de vergonha.Michael,um estudante universitário que usava pornografia principalmente como um mecanismo de lidar com estresse do estudo,teve problemas com disfunçao erétil durante encontros sexuais com mulheres e buscou ajuda do seu Médico Clínico Geral(GP):

Michael:quando eu fui ao médico eu tinha 19 anos{...},ele prescreveu Viagra e me disse que meu problema era somente ansiedade com o desempenho.Algumas vezes funcionou,e algumas não.Foi com pesquisas pessoais e lendo que revelou-me que o problema era a pornografia{...}Se eu vou ao médico sendo um jovem e ele me precreveu a pílula azul(viagra),então sinto que nínguem está realmente falando sobre isso.Ele deveria ter perguntado sobre meu uso de pornografia,não me dar viagra.(23 anos,Oriente Médio,Estudante)

Como resultado da sua experiência,Michael nunca mais voltou para o Clínico Geral e começou a fazer sua própria pesquisa pelo internet.Ele eventualmente encontrou um artigo examinando um homem com aproximadamente a mesma idade que ele descrevendo o mesmo tipo de disfunção sexual,o que causou que ele considerasse a pornografia como contribuidor em potencial.Depois de fazer um esforço combinado para diminuir seu uso de pornografia,seus problemas de disfunção erétil começaram a melhorar.Ele reportou que contudo, a sua frequência de masturbação não foi reduzida,ele somente assistiu pornografia na metade desses casos.

Reduzindo pela metada a quantidade de vezes que ele combinava masturbação com pornografia,Michael disse que foi capaz de melhorar significativamente a sua disfunção erétil durante encontros sexuais com as mulheres.
Phillip,igual Michael,buscou ajuda para um outro problema sexual relacionado com seu uso de pornografia.No seu caso,o problema foi a diminuição notável do desejo sexual.Quando ele abordou seu clínico geral sobre seu problema e relacionou com o uso de pornografia,o clínico geral supostamente não tinha nada a oferecer e como alternativa encaminhou ele para um especialista em fertilidade masculina:

Phillip: eu fui ao clínico geral e ele me encaminhou para um especialista que eu não acreditava que ajudaria.Eles não me ofereceram uma solução real e nem me levaram a sério.Eu terminei pagando para ele por seis semanas de injeções de testosterona,e foram 100 dólares cada aplicação,e isso não funcionou nem um pouco.
Esse foi o jeito deles tratarem minha desfunção sexual.Eu não senti que a conversa ou a situação foi adequada.
Entrevistador:{Para deixar claro um ponto anterior que você mencionou,essa é a experiência} que fez você evitar procurar ajuda posteriormente?
Phillip:Sim


Os clínicos gerais e os especialistas parece que buscaram dar aos participantes somente soluções biomédicas,uma abordagem que tem sido criticado de dentro da literatura (Tiefer, 1996).Consequentemente,o serviço e tratamento desses homens recebidos dos seus clínicos gerais foi não somente considerado inadequeado,mas também alienante para eles sobre acessar a ajuda profissional.

Apesar de respostas biomédicas parecerem a questão mais popular para os médicos (Potts, Grace, Gavey, & Vares, 2004),uma abordagem mais holística e centrada no paciente é necessária,os problemas em destaque são psicológicos e possivelmente são criados pelo uso de pornografia.

Por último,homens relataram os impactos que a pornografia teve no seu papél sexual,uma coisa que foi recentemente analisada dentro da literatura.Como exemplo,(Park and colleagues (2016) encontrou que a visualização de pornografia na internet poderia estar associada com a disfunção erétil,diminuição da satisfação sexual, e diminuição da libido.
Participantes do nosso estudo relataram disfunções sexuais similares,o que eles atribuem ao uso de pornografia.Daniel refletiu sobre seus relacionamentos do passado nos quais ele não era capaz de conseguir e manter um ereção.Ele associou a disfunção erétil com o corpo da sua namorada não poder se comparar com o que ele era atraído quando via pornografia.

Daniel: Minhas duas últimas namoradas,eu parei de acha-las atraentes de um modo que não poderia ocorrer com alguém que não assiste à pornografia.Eu estive vendo tantos corpos femininos pelados,e eu sei que coisas que particulamente gostava e você começa a formar um ideal sobre o que você quer em uma mulher,e as mulheres de verdade não são assim.E minhas namoradas não tem corpos perfeitos e eu pensei tudo bem,mas eu acho que isso atrapalhou em achar elas atraentes.E que isso causou problemas nos meus relacionamentos.Tem vezes que eu não consigo ter relaçõe sexuais pois eu fico excitado


Perdendo o controle


Todos os participantes relataram que seu uso de pornografia saiu do seu controle conciente.Todos tiveram dificuldades em refrear,reduzir ou cessar o seu uso de pornografia quando eles tentaram reduzir ou se abster de ver.David balançou a cabeça e sorriu quando ele refletiu da sua dificuldade em se abster de pornografia.

David: "é uma coisa engraçada porque meu cérebro começa com algo do tipo "você devia ver pornografia",então meu cérebro pensa "oh,eu não deveria fazer isso",mas então eu vou e olho de qualquer maneira"
David descreveu um conflito intra-psico,onde ele é psicologicamente puxada para diferentes direções quando se trata do seu uso de pornografia.Para David,e para vários outros participantes,a tentação de consumir pornografia consiste em vencer esse "cabo de guerra" interno.

Um participante falou sobre as fortes e profundas experiências que ele sente quando fica excitado.Sua tentação e desejo por usar pornografia era tão esmagadora que ele não conseguia focar em nada até que o impulso tivesse sido satisfeito.

Michael: quando eu estou excitado,eu tenho que me masturbar,eu literalmente não tenho controle sobre isso.Isso controla minhas decisões.Quando eu estou excitado,eu não sou racional.Quando eu fico excitado,eu começo a navegar na internet.È uma armadilha que caio quase sempre.Quando estou excitado eu não dou a mínima.(23 anos,Oriente Médio,Estudante)

Os homens descreveram quase uma divisão interna que ocorre com eles.Há uma ''metade racional" que não quer assistir pornografia,e outra "metade excitada" que não tem controle sobre o uso de pornografia.Essa "excitação urgênte" criava uma narrativa linear e um padrão sexual quando se trata de homens SPPPU.Uma vez que os homens ficavam excitados,eles relataram que precisavam se masturbar quase a qualquer custo.

Além disso,o comportamento dos participantes em relação à pornografia representa uma violação na sua autonomia e autocontrole (Deci & Ryan, 2008). Autonomia,ou controle sobre os desejos e ações,é considerado fundamental no contexto contemporâneo (Brown, Ryan, & Creswell, 2007).De fato,a literatura mostra que uma melhor percepeção de autocontrole e independência percebida pelo indivíduo,tem mais chances de sentir-se feliz (Ramezani & Gholtash, 2015). Os participantes discutiram a sensação de falta de controle - e portanto tem sua autonomia impedida - de três diferentes formas.

Primeiro,os homens debateram sobre sua falta de força de vontade e sentimentos subsequentes de "fraqueza" psicológica em relação à sua visualização(de pornografia).Albert e Frank relataram que a falta de controle foi uma consequencia da sensação de fraqueza psicológica.
David,Paul, e Brent valorizaram sua habilidade de ter um senso de controle sobre a vida (no trabalho,metas,relações sociais),já quando se trata de desejos sexuais,eles se sentiam incapazes de controlar o uso.Isso foi extremamente angustiante para esses homens.Por exemplo:

Wallace: Me sinto esquisito falando isso alto,mas eu quero parar de ser controlado quando se trata de desejos sexuais.Ter que me masturbar em certas situações,como ir ao banheiro tomar um banho.Eu preferiria que isso não tivesse controle sobre mim.Eu só começo a ficar excitado e eu penso "Eu acho que eu tenho que fazer isso agora"

Apesar de não ser comunicado pelos homens,eles sentem a falta de ação à respeito do uso de pornografia como uma possível violação fundamental da masculinidade tradicional.As noções de controle e auto-domínio são frequentemente atribuidas como traços masculinos no ocidente(Canham, 2009).Frank,como David,perdeu muito do prazer e da estimulação inicial associada com o uso da pornografia,e ele descreve um cenário de uma compulsão sem prazer

Frank: È uma coisa compulsiva,eu me sinto compelido a fazer isso.Sinto que eu nem mesmo penso sobre isso[...]é comum.Eu não sei como descrever isso[...].Algumas vezes quando eu realmente tento um orgasmo eu me sinto vazio.Eu não sinto nada psicologicamente.E então quando eu acabo eu me pergunto primeiramente porque eu fiz isso [...]porque não é nem prazeroso.


A situação de Frank parece encapsular a natureza do problema e a sensação dos homens com SPPPU.Como oposição a pornografia ser uma escolha motivada pela extimulação sexual-como era antes-evoluiu em um hábito compulsivo e automático,desprovido de prazer.
As sensações de subsequentes são de culpa,vergonha,desempoderamento como consequência dos homens não serem capazes de parar ou controlar o uso apesar do desejo de faze-lo.

Por último,os homens relataram que a visualização fizeram com que eles sentissem uma versão deles mesmos,menos motivada,comprometida e energizada.Qualquer motivação para estudar ou se comprometer com uma atividade produtiva mingou depois de assistir pornografia e masturbar-se.Ele descreveu sua habilidade de recomprometimento com a vida como falta de "limpeza",uma qualidade auto-declarada que Michael descreveu como "estar presente,limpo,focado e atento".

Michael: Depois que eu me masturbo,eu me sinto esgotado.Sem motivação,eu não me sinto bem.Eu não quero fazer nada,só me sinto para baixo e esgotado.As pessoas estão falando mas você não responde de verdade.E quanto mais eu me masturbo,menos limpo eu me sinto.Eu não acho que a masturbação me torna uma versão melhor de mim mesmo"(23 anos,Oriente Médio,Estudante)

A falta da "limpeza",que Michael descreveu,soa comparável com os sentimento de vazio relatados por Frank.Michael,entretanto,debateu sobre como o uso de pornografia impactou outras áreas da sua vida.
Ele relatou que assistir pornografia era desperdiçar energia que ele poderia gastar de outra maneira, dormindo,estudando ou melhorando nas situações sociais com os amigos.Igualmente,Paul,sentiu falta de energia depois de ver,mas ele sentiu que sua fatiga-pós pornografia impediu ele de fazer progresso na carreira e de ter um filho com a esposa.Ele lamentou que enquanto seus colegas progrediram em suas carreiras,tiveram filhos,e melhoraram suas rendas,ele ficou estagnado:

Paul: Eu poderia conseguir algo e estar em um melhor lugar na vida,eu estou estagnado no mesmo lugar fazendo nada,pensando,aflingido.Eu acho que eu não tenho uma família potencialmente por causa da minha masturbação.(39, Pa¯keha¯, Profissional)
Paul-- e de fato muitos homens no estudo--parecem indentificar a pornografia como a principal bloqueio impedindo-os de se tornarem melhores e mais produtivas versões deles mesmos.


Pornografia como uma influenciadora da sexualidade

Os participantes conversaram sobre como a pornografia influenciou em vários aspectos da sua sexualidade e das experiências sexuais.Michael discutiu sobre como a pornografia tem influenciado seus comportamentos sexuais,especificamente sobre os atos que ele tentaria recrear com mulheres que ele assistiu vendo pornografia.Ele falou abertamente sobre os atos sexuais que ele estava regularmente envolvido,e questionou sobre a naturalidade desses atos:

Michael: Eu algumas vezes ejaculo na cara das meninas,que não tem nenhum propósito biológico,mas eu adquiri da porngorafia.Por que não no cotovelo?Porque não no joelho?Tem um nível de desrespeito nisso.Embora as garotas deixem,continua desrespeitoso.(23 anos,Oriente Médio,Estudante)


Esse desejo de ter um orgasmo de uma forma específica foi produzida como resultado de assistir pornografia,como,para Michael,foi a pornografia que fez a cara um lugar sexy e aceito para ejacular.Michael transmite um interessante dilema quando se trata de pornograifa -a inspiração para os atos sexuais,consentimento,congruência sexual.Para Michael,ejacular na cara de mulheres durante o sexo parece desrespeitoso,mesmo ele já tendo praticado.
A sensação de que não é certo para ele,como ato sexual,não são aliviadas pelo consentimento do parceiro sexual.Aqui,Michael esta aberto a transmitir uma relação muito complexa com a pornografia,e isso impactou na vida sexual dele.

Além disso,a situação de Michael também esta alinhada com a teoria cognitiva,que postula que a midia pode ter um papel significativo fornecendo um modelo heurístico(Heurístico=que tem relação com a ciência) que resulta em uma aceitação(ou não aceitação de um comportamento,também resultando em um rumo particular de ações (Wright, 2011).
Nesses exemplos,a pornografia forneceu um "roteiro" heurísticos para os homens que consomem pornografia e que pode modelar seu comportamento sexual (Sun, Bridges, Johnson, & Ezzell, 2016)
A pornografia em geral tem reunido um "roteiro" substâncioso e homogêneo,que pode criar um detrimento significativo nas experiências sexuais dos homens que assistem pornografia,incluindo pedir certos atos sexuais para o parceiro,determinado uso de images pornograficas para manter uma ereção,ter consentimento sobre a performace sexual e sobre a imagem do corpo ideal,e uma diminuição da sensação de prazer e diversão derivada do comportamento sexual intimo com um parceiro (Sun et al., 2016).Os dados fornecidos pelos participantes parecem se alinhar com a literatura,como os impactos da pornografia nas expetativas sexuais,preferências sexuais e objetificação da mulher.

A pornografia cria um nicho de expectativas irreais do sexo (Antevska & Gavey, 2015). Depois de anos assistindo pornografia,alguns homens começaram a se desisteressar pelo sexo do dia a dia porque ele não supre as expectativas colocadas pela pornografia.

Frank: eu sinto que o sexo real não é tão bom porque as expectativas estão muito altas.As coisas que eu espero que ela faça na cama.A pornografia é uma respresentação não realista do sexo do dia a dia.Quando eles usam imagens irreais ,você espera que o sexo na vida real corresponda com a intensidade e o prazer da pornografia.Mas não é isso que acontece,e quando isso não acontece,eu fico um pouco desapontado(27 anos,Estudante Asiático).

George: Eu acho que as expectativas que eu tenho sobre ritmo,pegada,e outras coisas espantosas que deveriam fazer parte do sexo não são os mesmos na vida real {...}.E é difícil para mim quando o que eu usava é algo irreal,e encenado.A pornografia coloca expectativas irreais para o sexo(51 anos Pa¯keha¯, Mentor)

Frank e George enfatizaram um aspecto da pornografia que é referido como "Pornotopia",um mundo fantástico onde há uma infinidade de maravilhas,e há sempre mulheres orgásmicas",estão sempre a disposição na visão dos homens (Salmon, 2012). Para esses homens,a pornografia criou uma fantasia sexual que pode não conhecidir com a realidade.
A conciência do impacto da pornografia,entretanto,não afeta o consumo.Em vez disso,alguns homens começam a olhar para as mulheres que combinam mais com as suas preferências pornograficas ou aquelas que permitam que os homens posam recriar o que eles veem na pornografia,quando essas expectativas não batem,alguns homens ficam desapontados e se tornam menos excitados sexualmente.

Albert: porque eu tenho visto tantas imagens e videos de mulheres que eu acho atraentes,eu acho dificil ficar com mulheres que não combinem com a qualidade das mulheres que eu vejo nos videos ou vejo nas fotos.Minhas parceiras não combinam com o comportamento que eu assisto nos videos {...}Quando você assiste pornografia muito frequentemente,eu consigo notar que as mulheres sempre estão vestidas muito sexy,com saltos altos e lingeries muito sexys,e quando eu não vejo isso na cama eu fico menos excitado.(37, Pa¯keha¯, Student)

Albert começou a notar como o uso de pornografia começou a influenciar o que ele achava atrativo nas mulheres.Ele revelou mais tarde na entrevista que ele subsequentemente começou a esperar e pedir essas preferências para as suas parceiras.Quando as mulheres não combinam com essa estética irreal que ele tinha assistido no conteúdo pornografico,o desejo sexual pela sua parceira diminuia.

Para Albert e para outro participantes,mulheres normais simplesmente não combinavam com as mulheres criadas na "Pornotopia".A pornografia influenciou as preferências sexuais desses homens,o que frequetemente levou a um desapontamento com o sexo real,preferindo pornografia do que sexo com mulheres reais,ou procurar por mulheres que assemelhan-se -fisicamente e nos comportamentos sexuais- com o ideal colocado pela pornografia.

Os partipantes também discutiram sobre as preferencias sexuais estarem envolvidas pelo uso da pornografia.Isso poderia envolver o "escalamento" das preferências pornográficas:

David: Primeiro era uma mulher ficando pelada,então progrediu para vários casais fazendo sexo,e recentemente,eu comecei a restringir para sexo hetessexual anal.Isso tudo aconteceu dentro de alguns anos desde que comecei a ver pornografia{...}

A partir dai,meu uso de pornografia ficou cada vez mais extremo.Eu estabeleci que quanto mais verdadeira as expressões fossem de dor e desconforto,e os videos que eu via começaram a ficar mais e mais violentos.Tal como,os videos que eram feitos para parecerem estupros.Que eu estava indo para videos feitos em casa,estilo amadores.Eles pareciam verdadeiros,como um estupro acontece realmente.(29, Pa¯keha¯, Professional)

A literatura tem sugerido que usuários de pornografia compulsivos ou problemáticos tem frequentemente experimentado um fenômeno onde o uso de pornografia sofre uma escalada e toma a forma de um aumento de tempo gasto vendo e procurando por novos gêneros que levem ao choque, surpresa,ou até mesmo violação das expectativas (Wéry & Billieux, 2016).

Consistente com a literatura,David atribuiu seu nicho de preferências pornográficas ao uso de pornografia.De fato,a escalação da nudez para olhar estupros que parecem reais foi a principal razão para David perceber que o uso de pornografia era um problema.Como David,Daniel também notou que o que ele achava excitante sexualmente foi desenvolvido depois de anos de uso de pornografia.Daniel discutiu sua extensiva exposição a cenas pornográficas,especificamente pênis penetrando em vaginas,e subsequentemente ficando sexualmente excitado com a visão de um pênis:

Daniel: quando você assiste porngrafia o bastante,você começa a achar excitante a visualização de penis,já que eles ficam na tela tantas vezes.Então um pênis começa a ser condicionado e automaticamente vira uma fonte de estimulação e excitação.Para mim é fascinante como eu descobri que minha atração estava no pênis,e em nada mais do homem.Então eu digo,não sinto nada com homens,já com pênis.Se você copiar e colocar ele em uma mulher,então esta excelente.(27, Pasifika, Student)


Durante muito tempo,as preferências pornográficas deles foram evoluindo,tanto que os homens buscaram explorar suas preferências na vida real.David reencenou algumas de suas preferências pornograficas com sua parceira sexual,mais especificamente sexo anal.David relatou sentir-se muito aliviado quando sua parceira aceitou os desejos sexuais dele,o que nem sempre é o que acontece.David não compartilhou,entretanto,com sua parceira a sua preferencia por pornografia de estupro.Daniel,como David,também reencenou as suas preferencias pornografias e experimentou se envolver em atos sexuais com mulheres transgênicas.

Esta de acordo com a literatura referente à conteúdo pornográfico e experiências reais de sexo,entretanto,esses casos de David e Daniel não representam necessariamente um padrão geral.Embora tenha uma ligação entre práticas não convencionais,uma porção significante dos individuos não tem interesse em reencenar os atos pornográficos-especialmente os atos não convencionais-estes eles gostam de assistir (Martyniuk, Okolski, & Dekker, 2019).

Por último,os homens relataram o impacto da pornografia nas suas funções sexuais ,algo que só foi recentemente estudado dentro da literatura.Por exemplo,Park and colleagues (2016) descobriram que a pornografia na internet pode estar associada com a disfunção erétil,diminuição da satisfação sexual e diminuição da líbido.

Os participante do nosso estudo relataram disfunções sexuais semelhantes,as quais eles atibuiram ao uso da pornografia.Daniel refletiu que nos relacionamentos passados dele nos quais ele não conseguia manter uma ereção.Ele associou sua disfunção erétil com o corpo das suas namoradas não poderem se comparar com o que ele ficava atraido quando assistia pornografia:

Daniel: minhas duas últimas namoradas,eu parei de acha-las atraentes de uma forma que nunca aconteceria em uma pessoa que não assistisse pornografia.Eu tenho visto tantos corpos femininos nús,que eu sei coisas específicas que eu gosto e então você começa a formar uma ideia muito clara sobre oque você quer em uma mulher,e as mulheres reais não são assim.E minhas namoradas não tinham corpos perfeitos e eu entendo,mas eu acho que estou no caminhado para achar eles atraentes.Tem vezes que eu não consigo ter uma performance sexual porque eu não estou excitado(27 anos, Pasifika, Estudante)

As experiências desses homens dizem o nível de objetificação sexual que pode ocorrer em alguns homens como resultado de assistir pornografia.Sexo e excitação começam a se tornar estímulos conectadas a certas aparências,corpos,roupas,ou atos em vez da personalidade da pessoa ou a ligação intima entre duas pessoas.
O uso problemático de pornografia parece estar criando um modelo de sexo desconectado,altamente visual,e largamente baseado na objetificação.
Sexo se transformou em atos puramente mecânicos disparados por um estímulo visual,em oposição a exploração mútua e a expressão da intimidade











Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Diário dos dias

em 27/10/2019, 13:17
Eae galera,bom vejam que eu coloquei mais uma tradução aqui,esse texto esclarece muito do porque todas essas mudanças psicológicas acontecem com o uso de pornografia,é interessante pois essas informações estão contidas nos estudos de 2019,o que é muito bom pois dá pra ver que o assunto esta tomando importância que merece.

A semana passou muito bem,produzindo como nunca,vivendo como nunca,tendo prazer como nunca.Mas tive problemas com a procrastinação no começo da semana e isso me levou a estímulos artificais sexuais,oque me fez um mal danado e me enfraqueceu pakas.
Mas isso foi um grande alerta,me alertou que estou deixando a corda frouxa,acabei deixando as atividades de religação um pouco de lado,meus olhares estavam retornando para a bunda das mulheres a todo momento,estava deixando as traduções de lado e navegando a esmo.

Decidi me comprometer a deixar pra sempre a navegação a esmo,porque um pouquinho de brecha que eu dou pra isso eu já me enfraqueço e fico compulsivo,aumentando muito a minha vontade de PMO,então estou à 4 dias sem navegar a esmo e procrastinar,pq isso realmente me deixa mais fraco contra a PMO.

Então toda vez que tenho vontade de procrastinar e navegar á esmo eu me motivo lendo minhas metas e vou com tudo para as tarefas,tem dado certo.Eu já tenho evitado a procrastinação desde o começo do reboot,mas eu ficava 3 dias ou 4 sem procrastinar e acabava ficando uns 2 procrastinando,agora estou empenhado a acabar com esse hábito de vez.

Estou empenhado em levar isso muito mais a sério,voltei ás atividades de religação que eu estava fazendo todos os dias e a me fortalecer com os artigos científicos,levarei mais a sério o meu olhar sobre as mulheres na rua,sem bundas a partir de agora hashsah.

To na missão de aprender sobre esse vicio para poder ajudar meus companheiros da melhor forma quando eu estiver livre e recuperado desse vicio,um grande abraço.

Toon
Toon
Mensagens : 123
Data de inscrição : 26/06/2019
Idade : 22

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 28/10/2019, 12:45
Powerranger escreveu:Homens héteros percebem que estão com problemas com o uso da pornografia(2019)

A pornografia começa a corroer o seu senso de autonomia quando homens experimentam a perda de controle sobre o uso, o que sustenta o ponto de vista central do uso problemático.
Com o passar do tempo,os homens perceberam que a pornografia tinha resultado em expectativas irreais quando se trata de sexo e da sexualidade,mudança na  forma que eles viam as mulheres, e levava a uma diminuição do papel sexual.

Resumo:
Autores
Psychology of Men & Masculinities (2019).
Sniewski, Luke,Farvid, Pani
Psychology of Men & Masculinities, Jul 18 , 2019, N
Link do Estudo no YourBrainOnPorn: https://www.yourbrainonporn.com/relevant-research-and-articles-about-the-studies/porn-use-sex-addiction-studies/hidden-in-shame-heterosexual-mens-experiences-of-self-perceived-problematic-pornography-use-2019/


A disponibilidade rapidamente crescente que a pornografia deu ao mundo de acesso instantêneo à um vasto e diverso suprimento de material pornografia.Apesar dos dois gêneros poderem experienciar uma relação problemática com a pornografia,a larga maioria dos consumidores de pornografia que se indentificaram como viciados em pornografia são homens héteros.

Este artigo tem como objetivo examinar as experiencias de adultos homens e héteros com uso problemático de pornografia na Nova Zelândia.Um total de 15 homens héteros foram recrutados via propaganda,divulgação nas redes sociais,e pelo boca a boca para fazer parte dessa entrevista sobre suas auto percepções sobre o uso problemático de pornografia.

A principal razão dos homens manterem sua visualização de pornografia escondida do mundo foi por causa de experiências com a culpa e a vergonha que inevitalvelmente seguem a maioria ,se não todos os visualizadores ou nas tentativas de se abrir sobre o seu uso.Com o passar do tempo,os homens perceberam que a pornografia tinha resultado em expectativas irreais quando se trata de sexo e da sexualidade,mudança na  forma que eles viam as mulheres, e levava a uma diminuição do papel sexual.

Mais trabalho é necessário para usar estratégias que podem oferecer alternativas para o uso problemático de pornografia ou intervenções que podem ajudar o indivíduo a como responder produtivamente aos gatilhos de desconforto que desencadeiam o uso.
Tirado do livro completo

Trechos da discussão sobre disfunção sexual induzida pela pornografia

Independente da forma de escape,quando os homens quebram o silêncio sobre seu uso de pornografia e encontram pouca aceitação,o cenário serve para reforçar o uso escondido.Alguns homens conversam sobre procurar ajuda profissional para tratar seu uso problemático com pornografia.

Essas tentativas de procurar ajuda não tem sido produtivas para os homens,e as vezes tem até mesmo aumentado os sentimentos de vergonha.Michael,um estudante universitário que usava pornografia principalmente como um mecanismo de lidar com estresse do estudo,teve problemas com disfunçao erétil durante encontros sexuais com mulheres e buscou ajuda do seu Médico Clínico Geral(GP):

Michael:quando eu fui ao médico eu tinha 19 anos{...},ele prescreveu Viagra e me disse que meu problema era somente ansiedade com o desempenho.Algumas vezes funcionou,e algumas não.Foi com pesquisas pessoais e lendo que revelou-me que o problema era a pornografia{...}Se eu vou ao médico sendo um jovem e ele me precreveu a pílula azul(viagra),então sinto que nínguem está realmente falando sobre isso.Ele deveria ter perguntado sobre meu uso de pornografia,não me dar viagra.(23 anos,Oriente Médio,Estudante)

Como resultado da sua experiência,Michael nunca mais voltou para o Clínico Geral e começou a fazer sua própria pesquisa pelo internet.Ele eventualmente encontrou um artigo examinando um homem com aproximadamente a mesma idade que ele descrevendo o mesmo tipo de disfunção sexual,o que causou que ele considerasse a pornografia como contribuidor em potencial.Depois de fazer um esforço combinado para diminuir seu uso de pornografia,seus problemas de disfunção erétil começaram  a melhorar.Ele reportou que contudo, a sua frequência de masturbação não foi reduzida,ele somente assistiu pornografia na metade desses casos.

Reduzindo pela metada a quantidade de vezes que ele combinava masturbação com pornografia,Michael disse que foi capaz de melhorar significativamente a sua disfunção erétil durante encontros sexuais com as mulheres.
Phillip,igual Michael,buscou ajuda para um outro problema sexual relacionado com seu uso de pornografia.No seu caso,o problema foi a diminuição notável do desejo sexual.Quando ele abordou seu clínico geral sobre seu problema e relacionou com o uso de pornografia,o clínico geral supostamente não tinha nada a oferecer e como alternativa encaminhou ele para um especialista em fertilidade masculina:

Phillip: eu fui ao clínico geral e ele me encaminhou para um especialista que eu não acreditava que ajudaria.Eles não me ofereceram uma solução real e nem me levaram a sério.Eu terminei pagando para ele por seis semanas de injeções de testosterona,e foram 100 dólares cada aplicação,e isso não funcionou nem um pouco.
Esse foi o jeito deles tratarem minha desfunção sexual.Eu não senti que a conversa ou a situação foi adequada.
Entrevistador:{Para deixar claro um ponto anterior que você mencionou,essa é a experiência} que fez você evitar procurar ajuda posteriormente?
Phillip:Sim


Os clínicos gerais e os especialistas parece que buscaram dar aos participantes  somente soluções biomédicas,uma abordagem que tem sido criticado de dentro da literatura (Tiefer, 1996).Consequentemente,o serviço e tratamento desses homens  recebidos dos seus clínicos gerais foi não somente considerado inadequeado,mas também alienante para eles sobre acessar a ajuda profissional.

Apesar de respostas biomédicas parecerem a questão mais popular para os médicos  (Potts, Grace, Gavey, & Vares, 2004),uma abordagem mais holística e centrada no paciente é necessária,os problemas em destaque são psicológicos e possivelmente são criados pelo uso de pornografia.

Por último,homens relataram os impactos que a pornografia teve no seu papél sexual,uma coisa que foi recentemente analisada dentro da literatura.Como exemplo,(Park and colleagues (2016) encontrou que a visualização de pornografia na internet poderia estar associada com a disfunção erétil,diminuição da satisfação sexual, e diminuição da libido.
Participantes do nosso estudo relataram disfunções sexuais similares,o que eles atribuem ao uso de pornografia.Daniel refletiu sobre seus relacionamentos do passado nos quais ele não era capaz de conseguir e manter um ereção.Ele associou a disfunção erétil com o corpo da sua namorada não poder se comparar com o que ele era atraído quando via pornografia.

Daniel: Minhas duas últimas namoradas,eu parei de acha-las atraentes de um modo que não poderia ocorrer com alguém que não assiste à pornografia.Eu estive vendo tantos corpos femininos pelados,e eu sei que coisas que particulamente gostava e você começa a formar um ideal sobre o que você quer em uma mulher,e as mulheres de verdade não são assim.E minhas namoradas não tem corpos perfeitos e eu pensei tudo bem,mas eu acho que isso atrapalhou em achar elas atraentes.E que isso causou problemas nos meus relacionamentos.Tem vezes que eu não consigo ter relaçõe sexuais pois eu fico excitado


Perdendo o controle


Todos os participantes relataram que seu uso de pornografia saiu do seu controle conciente.Todos tiveram dificuldades em refrear,reduzir ou cessar o seu uso de pornografia quando eles tentaram reduzir ou se abster de ver.David balançou a cabeça e sorriu quando ele refletiu da sua dificuldade em se abster de pornografia.

David: "é uma coisa engraçada porque meu cérebro começa com algo do tipo "você devia ver pornografia",então meu cérebro pensa "oh,eu não deveria fazer isso",mas então eu vou e olho de qualquer maneira"
David descreveu um conflito intra-psico,onde ele é psicologicamente puxada para diferentes direções quando se trata do seu uso de pornografia.Para David,e para vários outros participantes,a tentação de consumir pornografia consiste em vencer esse "cabo de guerra" interno.

Um participante falou sobre  as fortes e profundas experiências que ele sente quando fica excitado.Sua tentação e desejo por usar pornografia era tão esmagadora que ele não conseguia focar em nada até que o impulso tivesse sido satisfeito.

Michael: quando eu estou excitado,eu tenho que me masturbar,eu literalmente não tenho controle sobre isso.Isso controla minhas decisões.Quando eu estou excitado,eu não sou racional.Quando eu fico excitado,eu começo a navegar na internet.È uma armadilha que caio quase sempre.Quando estou excitado eu não dou a mínima.(23 anos,Oriente Médio,Estudante)

Os homens descreveram quase uma divisão interna que ocorre com eles.Há uma ''metade racional" que não quer assistir pornografia,e outra "metade excitada" que não tem controle sobre o uso de pornografia.Essa "excitação urgênte" criava uma narrativa linear e um padrão sexual quando se trata de homens SPPPU.Uma vez que os homens ficavam excitados,eles relataram que precisavam se masturbar quase a qualquer custo.

Além disso,o comportamento dos participantes em relação à pornografia representa uma violação na sua autonomia e autocontrole (Deci & Ryan, 2008). Autonomia,ou controle sobre os desejos e ações,é considerado fundamental no contexto contemporâneo (Brown, Ryan, & Creswell, 2007).De fato,a literatura mostra que uma melhor percepeção de autocontrole e independência percebida pelo indivíduo,tem mais chances de sentir-se feliz (Ramezani & Gholtash, 2015). Os participantes discutiram a sensação de falta de controle - e portanto tem sua autonomia impedida - de três diferentes formas.

Primeiro,os homens debateram sobre sua falta de força de vontade e sentimentos subsequentes de "fraqueza" psicológica em relação à sua visualização(de pornografia).Albert e Frank relataram que a falta de controle foi uma consequencia da sensação de fraqueza psicológica.
David,Paul, e Brent valorizaram sua habilidade de ter um senso de controle sobre a vida (no trabalho,metas,relações sociais),já quando se trata de desejos sexuais,eles se sentiam incapazes de controlar o uso.Isso foi extremamente angustiante para esses homens.Por exemplo:

Wallace: Me sinto esquisito falando isso alto,mas eu quero parar de ser controlado quando se trata de desejos sexuais.Ter que me masturbar em certas situações,como ir ao banheiro tomar um banho.Eu preferiria que isso não tivesse controle sobre mim.Eu só começo a ficar excitado e eu penso "Eu acho que eu tenho que fazer isso agora"

Apesar de não ser comunicado pelos homens,eles sentem a falta de ação à respeito do uso de pornografia como uma possível violação fundamental da masculinidade tradicional.As noções de controle e auto-domínio são frequentemente atribuidas como traços masculinos no ocidente(Canham, 2009).Frank,como David,perdeu muito do prazer e da estimulação inicial associada com o uso da pornografia,e ele descreve um cenário de uma compulsão sem prazer

Frank: È uma coisa compulsiva,eu me sinto compelido a fazer isso.Sinto que eu nem mesmo penso sobre isso[...]é comum.Eu não sei como descrever isso[...].Algumas vezes quando eu realmente tento um orgasmo eu me sinto vazio.Eu não sinto nada psicologicamente.E então quando eu acabo eu me pergunto primeiramente porque eu fiz isso [...]porque não é nem prazeroso.


A situação de Frank parece encapsular a natureza do problema e a sensação dos homens com SPPPU.Como oposição a pornografia ser uma escolha motivada pela extimulação sexual-como era antes-evoluiu em um hábito compulsivo e automático,desprovido de prazer.
As sensações de  subsequentes são de culpa,vergonha,desempoderamento como consequência dos homens não serem capazes de parar ou controlar o uso apesar do desejo de faze-lo.

Por último,os homens relataram que a visualização fizeram com que eles sentissem uma versão deles mesmos,menos motivada,comprometida e energizada.Qualquer motivação para estudar ou se comprometer com uma atividade produtiva mingou depois de assistir pornografia e masturbar-se.Ele descreveu sua habilidade de recomprometimento com a vida como falta de "limpeza",uma qualidade auto-declarada que Michael descreveu como "estar presente,limpo,focado e atento".

Michael: Depois que eu me masturbo,eu me sinto esgotado.Sem motivação,eu não me sinto bem.Eu não quero fazer nada,só me sinto para baixo e esgotado.As pessoas estão falando  mas você não responde de verdade.E quanto mais eu me masturbo,menos limpo eu me sinto.Eu não acho que a masturbação me torna uma versão melhor de mim mesmo"(23 anos,Oriente Médio,Estudante)

A falta da "limpeza",que Michael descreveu,soa comparável com os sentimento de vazio relatados por Frank.Michael,entretanto,debateu sobre como o uso de pornografia impactou outras áreas da sua vida.
Ele relatou que assistir pornografia era desperdiçar energia que ele poderia gastar de outra maneira, dormindo,estudando ou melhorando nas situações sociais com os amigos.Igualmente,Paul,sentiu falta de energia depois de ver,mas ele sentiu que  sua fatiga-pós pornografia impediu ele de fazer progresso na carreira e de ter um filho com a esposa.Ele lamentou que enquanto seus colegas progrediram em suas carreiras,tiveram filhos,e melhoraram suas rendas,ele ficou estagnado:

Paul: Eu poderia conseguir algo e estar em um melhor lugar na vida,eu estou estagnado no mesmo lugar fazendo nada,pensando,aflingido.Eu acho que eu não tenho uma família potencialmente por causa da minha masturbação.(39, Pa¯keha¯, Profissional)
Paul-- e de fato muitos homens no estudo--parecem indentificar a pornografia como a principal bloqueio impedindo-os de se tornarem melhores e mais produtivas versões deles mesmos.


Pornografia como uma influenciadora da sexualidade

Os participantes conversaram sobre como a pornografia influenciou em vários aspectos da sua sexualidade e das experiências sexuais.Michael discutiu sobre como a pornografia tem influenciado seus comportamentos sexuais,especificamente sobre os atos que ele tentaria recrear com mulheres que ele assistiu vendo pornografia.Ele falou abertamente sobre os atos sexuais que ele estava regularmente envolvido,e questionou sobre a naturalidade desses atos:

Michael: Eu algumas vezes ejaculo na cara das meninas,que não tem nenhum propósito biológico,mas eu adquiri da porngorafia.Por que não no cotovelo?Porque não no joelho?Tem um nível de desrespeito nisso.Embora as garotas deixem,continua desrespeitoso.(23 anos,Oriente Médio,Estudante)


Esse desejo de ter um orgasmo de uma forma específica foi produzida como resultado de assistir pornografia,como,para Michael,foi a pornografia que fez a cara um lugar sexy e aceito para ejacular.Michael transmite um interessante dilema quando se trata de pornograifa -a inspiração para os atos sexuais,consentimento,congruência sexual.Para Michael,ejacular na cara de mulheres durante o sexo parece desrespeitoso,mesmo ele já tendo praticado.
A sensação de que não é certo para ele,como ato sexual,não são aliviadas pelo consentimento do parceiro sexual.Aqui,Michael esta aberto a transmitir uma relação muito complexa com a pornografia,e isso impactou na vida sexual dele.

Além disso,a situação de Michael também esta alinhada com a teoria cognitiva,que postula que a midia pode ter um papel significativo fornecendo um modelo heurístico(Heurístico=que tem relação com a ciência) que resulta em uma aceitação(ou não aceitação de um comportamento,também resultando em um rumo particular de ações (Wright, 2011).
Nesses exemplos,a pornografia forneceu um "roteiro" heurísticos para os homens que consomem pornografia e que pode modelar seu comportamento sexual (Sun, Bridges, Johnson, & Ezzell, 2016)
A pornografia em geral tem reunido um "roteiro" substâncioso e homogêneo,que pode criar um detrimento significativo nas experiências sexuais dos homens que assistem pornografia,incluindo pedir certos atos sexuais para o parceiro,determinado uso de images pornograficas para manter uma ereção,ter consentimento sobre  a performace sexual e sobre a imagem do corpo ideal,e uma diminuição da sensação de prazer e diversão derivada do comportamento sexual intimo com um parceiro  (Sun et al., 2016).Os dados fornecidos pelos participantes parecem se alinhar com a literatura,como os impactos da pornografia nas expetativas sexuais,preferências sexuais e objetificação da mulher.

A pornografia cria um nicho de expectativas irreais do sexo (Antevska & Gavey, 2015). Depois de anos assistindo pornografia,alguns homens começaram a se desisteressar pelo sexo do dia a dia porque ele não supre as expectativas colocadas pela pornografia.

Frank: eu sinto que o sexo real não é tão bom porque as expectativas estão muito altas.As  coisas que eu espero que ela faça na cama.A pornografia é uma respresentação não realista do sexo do dia a dia.Quando eles usam imagens irreais ,você espera que o sexo na vida real corresponda com a intensidade e o prazer da pornografia.Mas não é isso que acontece,e quando isso não acontece,eu fico um pouco desapontado(27 anos,Estudante Asiático).

George: Eu acho que as expectativas que eu tenho sobre ritmo,pegada,e outras coisas espantosas que deveriam fazer parte do sexo não são os mesmos na vida real {...}.E é difícil para mim quando o que eu usava é algo irreal,e encenado.A pornografia coloca expectativas irreais para o sexo(51 anos Pa¯keha¯, Mentor)

Frank e George enfatizaram um aspecto da pornografia que é referido como "Pornotopia",um mundo fantástico onde há uma infinidade de maravilhas,e há sempre mulheres orgásmicas",estão sempre a disposição na visão dos homens (Salmon, 2012). Para esses homens,a pornografia criou uma fantasia sexual que pode não conhecidir com a realidade.
A conciência do impacto da pornografia,entretanto,não afeta o consumo.Em vez disso,alguns homens começam a olhar para as mulheres que combinam mais com as suas preferências pornograficas ou aquelas que permitam que os homens posam recriar o que eles veem na pornografia,quando essas expectativas não batem,alguns homens ficam desapontados e se tornam menos excitados sexualmente.

Albert: porque eu tenho visto tantas imagens e videos de mulheres que eu acho atraentes,eu acho dificil ficar com mulheres que não combinem com a qualidade das mulheres que eu vejo nos videos ou vejo nas fotos.Minhas parceiras não combinam com o comportamento que eu assisto nos videos {...}Quando você assiste pornografia muito frequentemente,eu consigo notar que as mulheres sempre estão vestidas muito sexy,com saltos altos e lingeries muito sexys,e quando eu não vejo isso na cama eu fico menos excitado.(37, Pa¯keha¯, Student)

Albert começou a notar como o uso de pornografia começou a influenciar  o que ele achava atrativo nas mulheres.Ele revelou mais tarde na entrevista que ele subsequentemente começou a esperar e pedir essas preferências para as suas parceiras.Quando as mulheres não combinam com essa estética irreal que ele tinha assistido no conteúdo pornografico,o desejo sexual pela sua parceira diminuia.

Para Albert e para outro participantes,mulheres normais simplesmente não combinavam com as mulheres criadas na "Pornotopia".A pornografia influenciou as preferências sexuais desses homens,o que frequetemente levou a um desapontamento com o sexo real,preferindo pornografia do que sexo com mulheres reais,ou procurar por mulheres que assemelhan-se -fisicamente e nos comportamentos sexuais- com o ideal colocado pela pornografia.

Os partipantes também discutiram sobre as preferencias sexuais estarem envolvidas pelo uso da pornografia.Isso poderia envolver o "escalamento" das preferências pornográficas:

David: Primeiro era uma mulher ficando pelada,então progrediu para vários casais fazendo sexo,e recentemente,eu comecei a restringir para sexo hetessexual anal.Isso tudo aconteceu dentro de alguns anos desde que comecei a ver pornografia{...}

A partir dai,meu uso de pornografia ficou cada vez mais extremo.Eu estabeleci que  quanto mais verdadeira as expressões fossem de dor e desconforto,e os videos que eu via começaram a ficar mais e mais violentos.Tal como,os videos que eram feitos para parecerem estupros.Que eu estava indo para videos feitos em casa,estilo amadores.Eles pareciam verdadeiros,como um estupro acontece realmente.(29, Pa¯keha¯, Professional)

A literatura tem sugerido que usuários de pornografia compulsivos ou problemáticos tem frequentemente experimentado um fenômeno onde o uso de pornografia sofre uma escalada e toma a forma de um aumento de  tempo gasto vendo e procurando por novos gêneros que levem ao choque, surpresa,ou até mesmo violação das expectativas  (Wéry & Billieux, 2016).

Consistente com a literatura,David atribuiu seu nicho de preferências pornográficas ao uso de pornografia.De fato,a escalação da nudez para olhar estupros que parecem reais foi a principal razão para David perceber que o uso de pornografia era um problema.Como David,Daniel também notou que o que ele achava excitante sexualmente foi desenvolvido depois de anos de uso de pornografia.Daniel discutiu sua extensiva exposição a cenas pornográficas,especificamente pênis penetrando em vaginas,e subsequentemente ficando sexualmente excitado com a visão de um pênis:

Daniel: quando você assiste porngrafia o bastante,você começa a achar excitante a visualização de penis,já que eles ficam na tela tantas vezes.Então um pênis começa a ser condicionado e automaticamente vira uma fonte de estimulação e excitação.Para mim é fascinante como eu descobri que minha atração estava no pênis,e em nada mais do homem.Então eu digo,não sinto nada com homens,já com pênis.Se você copiar e colocar ele em uma mulher,então esta excelente.(27, Pasifika, Student)


Durante muito tempo,as preferências pornográficas deles foram evoluindo,tanto que os homens buscaram explorar suas preferências na vida real.David  reencenou algumas de suas preferências pornograficas com sua parceira sexual,mais especificamente sexo anal.David relatou sentir-se muito aliviado quando sua parceira aceitou os desejos sexuais dele,o que nem sempre é o que acontece.David não compartilhou,entretanto,com sua parceira a sua preferencia por pornografia de estupro.Daniel,como David,também reencenou as suas preferencias pornografias e experimentou se envolver em atos sexuais com mulheres transgênicas.

Esta de acordo com a literatura referente à conteúdo pornográfico e experiências reais de sexo,entretanto,esses casos de David e Daniel não representam necessariamente um padrão geral.Embora tenha uma ligação entre práticas não convencionais,uma porção significante dos individuos não tem interesse em reencenar os atos pornográficos-especialmente os atos não convencionais-estes eles gostam de assistir (Martyniuk, Okolski, & Dekker, 2019).

Por último,os homens relataram o impacto da pornografia nas suas funções sexuais ,algo que só foi recentemente estudado dentro da literatura.Por exemplo,Park and colleagues (2016) descobriram que a pornografia na internet pode estar associada com a disfunção erétil,diminuição da satisfação sexual e diminuição da líbido.

Os participante do nosso estudo relataram disfunções sexuais semelhantes,as quais eles atibuiram ao uso da pornografia.Daniel refletiu que nos relacionamentos passados dele nos quais ele não conseguia manter uma ereção.Ele associou sua disfunção erétil com o corpo das suas namoradas não poderem se comparar com o que ele ficava atraido quando assistia pornografia:

Daniel: minhas duas últimas namoradas,eu parei de acha-las atraentes de uma forma que nunca aconteceria em uma pessoa que não assistisse pornografia.Eu tenho visto tantos corpos femininos nús,que eu sei coisas específicas que eu gosto e então você começa a formar uma ideia muito clara sobre oque você quer em uma mulher,e as mulheres reais não são assim.E minhas namoradas não tinham corpos perfeitos e eu entendo,mas eu acho que estou no caminhado para achar eles atraentes.Tem vezes que eu não consigo ter uma performance sexual porque eu não estou excitado(27 anos, Pasifika, Estudante)

As experiências  desses homens dizem o nível de objetificação sexual que pode ocorrer em alguns homens como resultado de assistir pornografia.Sexo e excitação começam a se tornar estímulos conectadas a certas aparências,corpos,roupas,ou atos em vez da personalidade da pessoa ou a ligação intima entre duas pessoas.
O uso problemático de pornografia parece estar criando um modelo de sexo desconectado,altamente visual,e largamente baseado na objetificação.
Sexo se transformou em atos puramente mecânicos disparados por um estímulo visual,em oposição a exploração mútua e a expressão da intimidade














Belo artigo Ranger,

Li ele inteiro e é muito bom ler essas coisas, isso nos faz perceber o quão mal a pornografia nos causa.

Parabens por se manter firma na sua luta, tamo junto! Abraços!
Soli Deo Gloria
Soli Deo Gloria
Mensagens : 1510
Data de inscrição : 12/06/2015

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 1/11/2019, 20:25
Fala, irmão!

Passando aqui só pra agradeçer pela tradução.

To na correria. Vou salvar no celular e ler.

Abraço

_______________________________________
De pé e lutando.
diário: http://www.comoparar.com/t1157-25-soli-deo-gloria-reinicio

"No sentido mais verdadeiro, a liberdade não pode ser concedida; deve ser alcançada"
Roosevelt
Master_DW
Master_DW
Mensagens : 683
Data de inscrição : 15/11/2018
Idade : 18

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 1/11/2019, 23:29
Fala Power, o importante é que você se recuperou e está a todo vapor novamente. Siga em frente!! Grande abraço!

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t8521-estilo-de-vida-diario-de-um-homem


Objetivos iniciais:
1 dia
3 dias
7 dias
10 dias

Objetivos de médio prazo:
14 dias
21 dias ( Meu recorde)

Objetivos de longo prazo:
30 dias
60 dias
90 dias

Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 3/11/2019, 20:12
"Se pode ser resolvido,não se preucupe,se não pode,então também não faz sentido se preucupar".Frase de Dalai Lama.

Isso tem ajudado muito,acho que meu cachorro esta doente,normalmente fico ruminando muito essas situações,sofro mais do que realmente é o normal.Como Dalai Lama diz a dor não pode ser evitada,mas o sofrimente mental pode.

Ele se refere á essa dor antecipada da precupação,e diz que devemos focar na solução,se houver uma,se não houver,não tem jeito,tem que encarar a dor.Felizmente há soluções e focarei nelas,a ruminação é dificil de superar,mas vou me adaptar.

Quase 90 dias,acho que faltam alguns dias ou semanas,não sei ainda,mas o que importa é que eu estou me livrando de quem me excravizava,um grande abraço
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2528
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 5/11/2019, 09:44
Fala, Power!

Que tudo dê certo aí com seu cachorro, cara!

Parabéns pela caminhada! Você já está quase lá! Abração!

_______________________________________
Diario Power Ranger - Página 23 Bms-eb11
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 5/11/2019, 13:43
Toon:eae irmão,bem vindo ao meu diário,tamo junto irmão,fico feliz em ter contribuido com a tradução,um grande abraço

Soli Deo Gloria:vlw cara,tamo junto,sua mensagem é muito importante,um grande abraço.

MAster:isso ae irmão,tamo junto a todo vapor,um grande abraço

5&4: eae irmão,obrigado pelas vibrações positivas,estou quase chegando á primeira etapa dessa jornada,graças a Deus estou construindo uma vida nova sem esse maldito vicio,agradeço o apoio irmão,um grande abraço
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty 79 DIAS

em 9/11/2019, 13:11
SETENTA E NOVE DIAS,SETENTA E NOVE DIAS,SETENTA E NOVE DIAS.

Se isso não for motivo para alegria eu não sei o que é kkkkkkkkkk,desde do dia 22 de Agosto de 2019 eu tenho lutado,pra sair daquela merda de vida,daquela dor insuportável,lutado contra quem eu acabei de tornando,um tarado viciado em pornografia sem compaixão e sem o mínimo de amor próprio.

Eu me sinto aliviado e muito alegre,eu não fazia ideia desse número,mas contar os dias foi legal hsahsahsah,eu peguei o calendário alegre e contar cada um dos dias que fiquei livre desse vicio foi maravilhoso.

Acho que tenho que comemorar mais as pequenas e grandes metas,estou quase concluindo um passo gigantesco na minha vida,a libertação do vicio que mais me fez mal em toda a minha vida,então tenho que comemorar o máximo que puder.

Não foi a chegada que foi o empolgante,mas a caminhada,cada momento foi de muito aprendizado,todas as vezes que enfrentrei meus medos,que eu fui em frente e não recuei,tudo foi um aprendizado incrível.
Der Metzgermeister
Der Metzgermeister
Mensagens : 185
Data de inscrição : 23/06/2019

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 9/11/2019, 13:46
Powerranger escreveu:SETENTA E NOVE DIAS,SETENTA E NOVE DIAS,SETENTA E NOVE DIAS.

Se isso não for motivo para alegria eu não sei o que é kkkkkkkkkk,desde do dia 22 de Agosto de 2019 eu tenho lutado,pra sair daquela merda de vida,daquela dor insuportável,lutado contra quem eu acabei de tornando,um tarado viciado em pornografia sem compaixão e sem o mínimo de amor próprio.

Eu me sinto aliviado e muito alegre,eu não fazia ideia desse número,mas contar os dias foi legal hsahsahsah,eu peguei o calendário alegre e contar cada um dos dias que fiquei livre desse vicio foi maravilhoso.

Acho que tenho que comemorar mais as pequenas e grandes metas,estou quase concluindo um passo gigantesco na minha vida,a libertação do vicio que mais me fez mal em toda a minha vida,então tenho que comemorar o máximo que puder.

Não foi a chegada que foi o empolgante,mas a caminhada,cada momento foi de muito aprendizado,todas as vezes que enfrentrei meus medos,que eu fui em frente e não recuei,tudo foi um aprendizado incrível.
Parabéns por estar firme no Reboot!

_______________________________________
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Frustação e Expectativas muito altas

em 9/11/2019, 13:56
Semana passada fiquei pensando na minha meta de conseguir minha liberdade financeira,após ler um trecho do livro a Tríade do tempo,parei um pouco para refletir o que aquela meta realmente iria me trazer.

As vezes eu coloco expectativas demais em uma meta,nesse caso,a meta só iria me trazer benefícios financeiros,mas eu esperada alcançar a sabedoria para ajudar as pessoas,um auto-conhecimento elevado,uma conexão íntima com as pessoas e uma facilidade de me comunicar.Refleti e a meta não pode me dar isso,nada pode trazer essas coisas se não um esforço contínuo e árduo nessas áreas,a questão financeira pode oferecer recursos,mais tempo,tranquilidade,mas não pode trazer a serenidade de uma mente tranquila e não ansiosa.

Posso ter todas as coisas e ser super rico,mas não conseguir dormir por querer sempre mais e estar sempre ansioso com o amanhã.A riqueza não pode trazer o prazer de viver,a comteplação do belo,sentir prazer pelas pequenas coisas,a vontade de ajudar o próximo,a viver o presente,a pensar criticamente/racionalmente,isso é o que Augusto Cury chama de escola da existência,são coisas que todos deveríamos saber e que infelizmente só aprendemos vivendo,pois não nos é ensinado em mais nenhum lugar.

Jesus,Dalai Lama,Buda e outros grandes mestres dessa escola são peritos nisso e eu me espelho neles para ser um ser humano melhor.

O que acontece é que acabei jogando as expectativas altas demais no quesito melhorar como ser humano e ajudar as pessoas,como posso mudar as pessoas?não tem jeito,é muito difícil,só muda quem quer mesmo.
Sinto dor em ver famíliares e amigos sofrendo por comportamentos compulsivos,vicios,falta de humanidade,depressão,estados mentais negativos como raiva,ódio,rancor,mas eu não consigo mudar isso,não posso mudar ninguém,nem mestres conseguem fazer isso,Jesus convidava para seguir o caminho que ele propunha,não obrigava ninguem.

Meu ideal tem que ser conseguir algum dia ter a sabedoria para ajudar os outros,mas eu acho que agora o que eu posso fazer é ajudar a mim mesmo,fazem só 79 dias que fico longe do meu vicio,como posso ajudar outra pessoa se eu mesmo estava complemente compulsivo á poucos meses atrás?È como diz na Bíblia,como pode um cego guiar outro cego?.

Tenho que ter expectativas reais sobre o que posso fazer no momento,e a melhor forma de mudar as pessoas é mudando a si mesmo,o uso do exemplo é o primeiro passo.Dalai Lama diz que a longa maturação de novos pensamentos e formas de lidar com os problemas é a chave da mundança para comportamentos que levem a felicidade,isso demora mesmo.Demora para criar comportamentos ruins e demora para criar bons.

Essa parte é muito interessante que o Dalai Lama diz sobre as expectativas "Lidar com expectativas é realmente uma questão complicada.Se temos expectativas excessivas,sem uma base adequada,isso geralmente resulta em problemas.Por outro lado,sem expectativas e esperança,sem aspirações,não pode haver progresso.Alguma esperança é essencial.Portanto,descobrir o perfeito equilíbrio não é fácil.È preciso avaliar cada situação em si."

Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 9/11/2019, 13:59
Der Metzgermeister escreveu:
Powerranger escreveu:SETENTA E NOVE DIAS,SETENTA E NOVE DIAS,SETENTA E NOVE DIAS.

Se isso não for motivo para alegria eu não sei o que é kkkkkkkkkk,desde do dia 22 de Agosto de 2019 eu tenho lutado,pra sair daquela merda de vida,daquela dor insuportável,lutado contra quem eu acabei de tornando,um tarado viciado em pornografia sem compaixão e sem o mínimo de amor próprio.

Eu me sinto aliviado e muito alegre,eu não fazia ideia desse número,mas contar os dias foi legal hsahsahsah,eu peguei o calendário alegre e contar cada um dos dias que fiquei livre desse vicio foi maravilhoso.

Acho que tenho que comemorar mais as pequenas e grandes metas,estou quase concluindo um passo gigantesco na minha vida,a libertação do vicio que mais me fez mal em toda a minha vida,então tenho que comemorar o máximo que puder.

Não foi a chegada que foi o empolgante,mas a caminhada,cada momento foi de muito aprendizado,todas as vezes que enfrentrei meus medos,que eu fui em frente e não recuei,tudo foi um aprendizado incrível.
Parabéns por estar firme no Reboot!

Vlw irmão,tamo junto
Vysk
Vysk
Mensagens : 2560
Data de inscrição : 26/04/2017
Idade : 17

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 9/11/2019, 20:58
Parabéns Mano, que tenha cada vez mais sucesso.


Att.
Vysk
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 9/11/2019, 21:17
Vysk escreveu:Parabéns Mano, que tenha cada vez mais sucesso.


Att.
Vysk

Obrigado irmão,tamo sempre junto,sem tu do meu lado desde o início eu não teria conseguido,você é muito importante,um grande abraço e obrigado mesmo por todo o apoio que já me deu.
RosseauStrong
RosseauStrong
Mensagens : 1551
Data de inscrição : 16/08/2017
Localização : Grécia Antiga

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 11/11/2019, 10:07
Powerranger escreveu:Semana passada fiquei pensando na minha meta de conseguir minha liberdade financeira,após ler um trecho do livro a Tríade do tempo,parei um pouco para refletir o que aquela meta realmente iria me trazer.

As vezes eu coloco expectativas demais em uma meta,nesse caso,a meta só iria me trazer benefícios financeiros,mas eu esperada alcançar a sabedoria para ajudar as pessoas,um auto-conhecimento elevado,uma conexão íntima com as pessoas e uma facilidade de me comunicar.Refleti e a meta não pode me dar isso,nada pode trazer essas coisas se não um esforço contínuo e árduo nessas áreas,a questão financeira pode oferecer recursos,mais tempo,tranquilidade,mas não pode trazer a serenidade de uma mente tranquila e não ansiosa.

Posso ter todas as coisas e ser super rico,mas não conseguir dormir por querer sempre mais e estar sempre ansioso com o amanhã.A riqueza não pode trazer o prazer de viver,a comteplação do belo,sentir prazer pelas pequenas coisas,a vontade de ajudar o próximo,a viver o presente,a pensar criticamente/racionalmente,isso é o que Augusto Cury chama de escola da existência,são coisas que todos deveríamos saber e que infelizmente só aprendemos vivendo,pois não nos é ensinado em mais nenhum lugar.

Jesus,Dalai Lama,Buda e outros grandes mestres dessa escola são peritos nisso e eu me espelho neles para ser um ser humano melhor.

O que acontece é que acabei jogando as expectativas altas demais no quesito melhorar como ser humano e ajudar as pessoas,como posso mudar as pessoas?não tem jeito,é muito difícil,só muda quem quer mesmo.
Sinto dor em ver famíliares e amigos sofrendo por comportamentos compulsivos,vicios,falta de humanidade,depressão,estados mentais negativos como raiva,ódio,rancor,mas eu não consigo mudar isso,não posso mudar ninguém,nem mestres conseguem fazer isso,Jesus convidava para seguir o caminho que ele propunha,não obrigava ninguem.

Meu ideal tem que ser conseguir algum dia ter a sabedoria para ajudar os outros,mas eu acho que agora o que eu posso fazer é ajudar a mim mesmo,fazem só 79 dias que fico longe do meu vicio,como posso ajudar outra pessoa se eu mesmo estava complemente compulsivo á poucos meses atrás?È como diz na Bíblia,como pode um cego guiar outro cego?.

Tenho que ter expectativas reais sobre o que posso fazer no momento,e a melhor forma de mudar as pessoas é mudando a si mesmo,o uso do exemplo é o primeiro passo.Dalai Lama diz que a longa maturação de novos pensamentos e formas de lidar com os problemas é a chave da mundança para comportamentos que levem a felicidade,isso demora mesmo.Demora para criar comportamentos ruins e demora para criar bons.

Essa parte é muito interessante que o Dalai Lama diz sobre as expectativas "Lidar com expectativas é realmente uma questão complicada.Se temos expectativas excessivas,sem uma base adequada,isso geralmente resulta em problemas.Por outro lado,sem expectativas e esperança,sem aspirações,não pode haver progresso.Alguma esperança é essencial.Portanto,descobrir o perfeito equilíbrio não é fácil.È preciso avaliar cada situação em si."


O que o Augusto Cury menciona muitas vezes em seu livro é que, a maioria das pessoas preferem buscar felicidade no dinheiro, trabalho do que na família, amigos e metas. Tem um livro dele chamado O Semeador de Ideias recomendo muito você ler.

O livro fala de um homem poderoso que preferia trabalhar em busca de dinheiro ao invés de estar ao lado de sua família. Depois de uma grave tragédia, ele perde seus filhos e sua esposa. Após esse tal acontecimento, prefere ser um mendigo e adquirir conhecimento para ajudar os que estão cego.

Ele percebeu que o dinheiro não é exatamente nada! Pode te fornecer felicidade, mas não o prazer, não a empatia pelos irmãos..

Estou construindo metas, caro boinador. E estou evoluindo muito conforme o passar dos dias! Isso é tudo fruto de uma disposição e uma vida longe da pornografia.

Um forte abraço, meu camarada.

_______________________________________
Torne sua mente saudável, santificada, alegre e agradável por Deus
Quando ver uma moça elegante, olhe somente em seus olhos! Não a torne um objeto.

RECORDS 2016/2017 - 91 DIAS  Like a Star @ heaven 
RECORDS 2017/2018 - 161 DIAS  Like a Star @ heaven
RECORDS 2018/2019  - 105 DIAS  Like a Star @ heaven 
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 12/11/2019, 08:53
Boinador:Agradeço a presença no meu diário irmão,você é um grande amigo.Vou ler esse livro,o Augusto Cury é muito bom,gosto de ir lendo bem devagar os livros para tentar aplicar aquilo que leio na minha vida,é o que estou tentando fazer agora,eu acabei de ler "A arte da felicidade" com Dalai Lama,tem me ajudado muito em mudar meus comportamentos e toda hora volto para revisar os conceitos do livro.Com o vicio em pornografia eu nunca conseguiria aplicar nada na minha vida,pq só tinha espaço para compulsão e tristeza.

Vou ler esse livro,obrigado pela indicação,vai ser o primeiro que comprarei quando tiver dinheiro kkkk,um grande abraço grande boinador,tamo junto
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Relapso

em 12/11/2019, 09:17
Admito que fui fraco ontem e hoje,olhei vários estímulos artificiais,pelo menos uma hora vendo eles,não tinha nada muito pornográfico porque o bloqueio esta muito bom aqui,mas o bloqueador falhou um pouco e lá tinha estímulos sexuais artificiais,não é pornografia,mas ativa as mesmas vias neurais do vicio.

Não me masturbei e nem vi pornografia explicita,mas foi pior do que as outras vezes.

Foram 2 vezes bem no começo do reboot lembram?tentei acessar P por um site tipo forum,abri várias abas com putaria mas não olhei nenhuma,parei e fechei tudo lembrando de todas as pessoas que magoeei.

Na segunda vez,acho que 1 semana depois desse incidente desbloqueei o celular e abri um site porno explicito,novamente virei a cara literalmente quando cliquei no site,pensei que aquilo não ia resolver minha dor e lembrei das pessoas que magooei novamente,e fechei tudo e bloqueei tudo denovo.

Nesses dois incidentes do começo do reboot não vi nada literalmente,pois virei a cara todas as vezes.Depois desses dois incidentes eu fiquei um bom tempo sem tentar ver mais nada,acho que uns 60 dias.
Mas umas 2 semanas atrás como relatei aqui tive problemas com estímulos artificiais sexuais,foi parecido com o de hoje e ontem,nada explicito,pq o bloqueador tá muito bom.


Venho me comprometer a partir de hoje a iniciar a minha guerra contra esses estímulos artificiais sexuais,pois já foram 2 vezes,meu reboot está em risco eminente,essa nova vida e tudo de maravilhoso que ela tem esta em risco por causa desses estímulos,não quero voltar para aquela vida mediocre,aquela cela doi demais.

Não vou resetar pq eu me sinto bem com 82 dias,acho que a maioria desses dias,na verdade a ampla maioria deles foi muito bem sucedida,esses dias foram incríveis e recuperei muito do meu verdadeiro eu.Me comprometo hoje aqui para poder ficar marcado o dia que declarei guerra e daqui a alguns meses poder vir aqui e contar quantos dias estou limpo de estímulos artificiais.

Eu sei as coisas que preciso mudar para deixar de vez isso,como eu lido com o desânimo e crises pessoais é um problema pois é com procrastinação e navegação á esmo,eu estava indo muito bem contra essas duas coisas,mas é um desafio e tanto,mas é um desafio que vou vencer.

Quando fico desânimado eu procrastino,quando procrastino acabo clicando onde não devia,e isso ativa a compulsão em mim e eu fico muito mais propenso á recair.
Esse desânimo normalmente é causado pela frustação,cansaço ou falta de clareza,então vou trabalhar formas de lidar com isso.

prep2021
prep2021
Mensagens : 8
Data de inscrição : 05/11/2019
Idade : 18

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 12/11/2019, 11:41
Seja forte, companheiro! Não deixe de atualizar o diário, tem me dado muita força para não desistir. Abraço!

_______________________________________
Vysk
Vysk
Mensagens : 2560
Data de inscrição : 26/04/2017
Idade : 17

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 12/11/2019, 14:43
Cara Seja Forte e não deixa isso te abalar! Falta pouco pro os 90 dias!

Continue Forte!



Att.
Vysk
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 14/11/2019, 11:23
prep2021 escreveu:Seja forte, companheiro! Não deixe de atualizar o diário, tem me dado muita força para não desistir. Abraço!

Opa,pode deixar,saber que ajudo você é uma inspiração forte para mim irmão,afinal estou aqui na terra para ajudar as pessoas kk,continuo convicto que vou ser livre desse vicio,um grande abraço irmão.
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 14/11/2019, 11:24
Vysk escreveu:Cara Seja Forte e não deixa isso te abalar! Falta pouco pro os 90 dias!

Continue Forte!



Att.
Vysk

Pode deixar Vyskão,os 90 dias já estão ai kk,vamos ser livres desse maldito vicio e a partir de agora é vida nova,um grandea abraço meu amigo
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Confusão de sentimentos

em 14/11/2019, 11:40
Eae galera,passando só para escrever um pouco porque eu tava com vontade kk,aqui tá tudo tranquilo,tenho saído de casa mais para dar uns role e to muito feliz.

Venho aqui dizer uns negócios bem abstrato,sobre sentimentos esquisitos que sinto e que já abalaram meu reboot algumas vezes,pro bem ou pro mal,não sei ao certo.

Lembra que eu já relatei que uns sonhos sempre me deixam vulneráveis á recaídas,nas duas vezes que eu tentei ver pornografia bem lá no comecinho do reboot eu tinha sonhado.

Esses sonhos eu comecei a notar que tem um padrão,são sempre algum sonho que eu estou com pessoas diferentes,amigos,ou com alguma menina,as vezes uma namorada,é como uma fantasia de uma vida mais sociável e mais amorosa,é esquisito.Sempre que levanto da cama depois desses sonhos sinto um aperto no peito que parece angústia,mas não há um real motivo para tristeza sabe,mas eu fico mexido por dentro durante o dia,meio melancólico.Parece uma sensação de vazio,ou quando você sente falta de alguém.

Isso já me fez refletir sobre fazer mais amigos e namorada,a verdade é que eu quero ter mais amigos,ser mais sociável,mas no dia a dia eu não sinto realmente "falta de alguém",só sinto isso,ou sinto esse sentimento esquisito e melancólico quando sonho ou assisto algo muito emocionante.Hoje tbm tive uma notícia de uma pessoa que não conheço mas é da minha família que provavelmente vai morrer,talves isso tenho influenciado isso tbm.

O que despertou isso em mim hoje foi um video de uma música,apareceu no youtube do nada e eu cliquei,depois de assistir eu fiquei meio bobo sabe,sentindo novamente esse sentimento esquisito de aperto no peito e melancolia,e me sinto muito desconcentrado,tentei continuar meu trabalho mas tá dificil,to muito avoado.

Assistam e vejam se sentem alguma coisa kkkk,gostaria da opnião de vocês,o que vocês acham que é esse sentimento?O que será que desencadeia isso?Já sentiram algo parecido?Um grande abraço a todos





Zyzz
Zyzz
Mensagens : 1937
Data de inscrição : 28/04/2017
Idade : 19

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 16/11/2019, 20:01
Fala Power,

Não sei qual é a desse sentimento ai, mas acredito que com o tempo isso passa.

Vamos que vamos.

Grande abraço.
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty Re: Diario Power Ranger

em 16/11/2019, 20:50
Zyzz escreveu:Fala Power,

Não sei  qual é a desse sentimento ai, mas acredito que com o tempo isso passa.

Vamos que vamos.

Grande abraço.

Tudo passa kk,agradeço só tua presença,espero que volte com o seu diário,um grande abraço
Powerranger
Powerranger
Mensagens : 1754
Data de inscrição : 17/02/2018

Diario Power Ranger - Página 23 Empty 80 e sei lá quantos dias

em 17/11/2019, 08:26
Eae galera,acho que fiz as contas errado kkkkk,só pra ter certeza semana que vem eu venho aqui para comemorar os 100 ou 90 dias kk,eu não lembro qual foi o dia exato,eu acho que falta uma semana ainda de acordo com meus cálculos.

Eu estou muito feliz longe desse maldito vicio,vocês sabiam que as conexões cerebrais ativadas pelas drogas,mais especificamente a cocaína,nicotina e morfina são as mesmas ativadas quando um individuo fica excitado sexualmente?

Há um estudo que diz que é muito,mais muito semelhante essa ativação.

E essas ativações são diferentes de outras fontes de dopamina,por exemplo eles testaram comidas gostosas e outras fontes de dopamina,e nenhuma delas teve a ativação semelhante a essas drogas pesadas.

Isso assusta,semana que vem trago a artigo pra vocês
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum