Compartilhe
Ir em baixo
brfreedom
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/04/2019
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Para entender a comunidade

em 18/4/2019, 19:37
Meu nome é Bruno Mendes (este mesmo da foto no avatar Cool ) e eu sou aluno de doutorado da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Estou com vocês aqui há algum tempo e criei esta conta recentemente para interagir com vocês. Estou fazendo uma tese de doutorado sobre a dependência em pornografia (não há pesquisas sobre este tema na minha área!) para ajudar as pessoas que têm problema com pornografia – eu já tive muito problema com PMO e ainda hoje preciso me manter distante para não cair. Crying or Very sad

Tenho estudado este assunto desde que a pornografia tornou-se problema pra mim (cerca de 6 anos atrás). A privacidade de vocês já está garantida pelo apelido e pelas imagens que vocês usam, mas mesmo assim terei a máxima preocupação em resguardá-los colocando como anônimos na minha tese todos os dados extraídos aqui.

O que farei nos próximos meses é estar aqui junto de vocês para entender ainda melhor o problema. Não enviarei questionários ou os perturbarei. Só quero estar aqui, interagir e aprender com todos vocês!

O resultado deste trabalho será colocado aqui para que todos possam baixá-lo gratuitamente.

Agradeço enormemente ao dono da comunidade (Projeto - Admin) o ter-me autorizado a me apresentar e a falar com vocês!
Leiam o e-book deste site. É muito bom!

Sejam fortes. Very Happy
Vamos todos vencer este mal. Contem comigo!

_______________________________________
Sou aluno de doutorado da PUC-Rio e estou escrevendo minha tese sobre pornografia.
Estou aqui para compreender cada vez mais esse problema que prejudicou minha vida e de todos que estão aqui.
Meu post de entrada na comunidade: cliquei aqui
Fuzion
Mensagens : 158
Data de inscrição : 07/02/2018
Idade : 24
Localização : Mundo Real
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 18/4/2019, 21:04
Olá Bruno! Que legal ver que tem alguém produzindo teses sobre esse tema no Brasil. É um tema tão polêmico e cheio de tabus, fico orgulhoso de saber que alguém se dispõe a estudar sobre isso no meu país. Estou a disposição pra qualquer coisa relacionada a questionários, perguntas e etc. Sou membro do fórum desde fevereiro do ano passado, mas já venho lutando contra isso há mais de 2 anos. Já completei 155 dias de abstinência ano passado, só que me deixei levar e agora estou tentando mais uma vez, desta vez focando muito mais na parte de religação, socialização e no meu desenvolvimento pessoal.

Abraço.

_______________________________________
Para entender a comunidade Yd960jC

"Se eu desistir agora, estarei onde eu comecei...
E quando eu comecei, estava desesperado para chegar onde estou agora."


15 DIAS [16/04/2019]
30 DIAS [1/05/2019]
45 DIAS [16/05/2019] loading....
60 DIAS [31/05/2019] loading....
90 DIAS [30/06/2019] loading....
120 DIAS [29/07/2019] loading.... >> Diário
Kuroro
Mensagens : 409
Data de inscrição : 17/04/2016
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 19/4/2019, 12:08
E aí, brfreedom!

Não sou tão vitorioso como o Fuzion (que já terminou um reboot), mas se eu puder, ficarei feliz em ajudar.

PMO precisa ser vista como uma droga, mas infelizmente, ela é como o álcool e a cafeína. Apesar de serem de categorias diferentes (álcool é depressor, cafeína é estimulante), as pessoas não conseguem associar esses caras às outras "drogas comuns", como a maconha, que é uma conhecida "ovelha negra".

Assim, PMO é menos estigmatizado (e até incentivado por alguns), e isso facilita o consumo e o vício. A aceitação social implica na maior difusão dela, fazendo com que muitas pessoas tenham uma verdadeira vida dupla, como se fossem vários "Dr. Jekyll e Mr. Hyde" da vida real, sempre escondendo o "segredinho sujo" sob o tapete. Inclusive, algumas nunca chegam a ligar os pontos, sofrem com os sintomas do vício, mas nunca associam uma coisa a outra.

O trabalho de vocês (projeto e teu) contribui para a divulgação dos males que a pornografia pode causar no cérebro humano. É necessário que se interrompa a glamourização da indústria pornográfica, nada há de bonito, nem de natural naquilo. No máximo, a pornografia pode ser classificada como um embuste sofisticado, que ajuda a movimentar um verdadeiro "mercado negro" a céu aberto.

_______________________________________


Justiceiro do Sertão
Mensagens : 945
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 27
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 19/4/2019, 19:48
Saudações, Brfreedom! Obrigado por se prontificar a dar nova divulgação científica a tão terrível e ignorado vício. Que um dia a sociedade possa ter noção dos perigos que isto causa a nossos jovens e cidadãos em geral. Trabalho muito digno, verdadeiro labor de utilidade pública.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
Pequeno Cristo
Mensagens : 118
Data de inscrição : 05/06/2017
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty À disposição, Dr. Mendes!

em 19/4/2019, 21:24
Brunão, que maravilha saber dessa tese de doutorado. Estou à disposição também para o que estiver ao meu alcance em ajudar nisso! Que seu trabalho prospere, pois creio que ajudará a muitos, como esse Projeto tem feito também. Que Deus o abençoe.

Abraço forte.

_______________________________________

Diário: http://www.comoparar.com/t8981-diario-de-pequeno-cristo-pela-fe

O justo viverá Pela Fé. O SENHOR é a minha fonte.
brfreedom
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/04/2019
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 22/4/2019, 08:47
Fuzion escreveu:Olá Bruno! Que legal ver que tem alguém produzindo teses sobre esse tema no Brasil. É um tema tão polêmico e cheio de tabus, fico orgulhoso de saber que alguém se dispõe a estudar sobre isso no meu país. Estou a disposição pra qualquer coisa relacionada a questionários, perguntas e etc. Sou membro do fórum desde fevereiro do ano passado, mas já venho lutando contra isso há mais de 2 anos. Já completei 155 dias de abstinência ano passado, só que me deixei levar e agora estou tentando mais uma vez, desta vez focando muito mais na parte de religação, socialização e no meu desenvolvimento pessoal.

Abraço.

Muito obrigado mesmo! Sim, vou precisar de ajuda. Ao final da investigação terei de conversar com algumas pessoas para saber a opinião delas sobre os achados. Isto deve ocorrer daqui algum tempo (2 meses). Assim que for a hora, conversarei com o Projeto e pedirei o contato de algumas pessoas (você pode ser uma delas!).

Ah, 155 dias é uma marca em tanto! Incrível.

_______________________________________
Sou aluno de doutorado da PUC-Rio e estou escrevendo minha tese sobre pornografia.
Estou aqui para compreender cada vez mais esse problema que prejudicou minha vida e de todos que estão aqui.
Meu post de entrada na comunidade: cliquei aqui
brfreedom
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/04/2019
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 22/4/2019, 08:49
Justiceiro do Sertão escreveu: Saudações, Brfreedom! Obrigado por se prontificar a dar nova divulgação científica a tão terrível e ignorado vício. Que um dia a sociedade possa ter noção dos perigos que isto causa a nossos jovens e cidadãos em geral. Trabalho muito digno, verdadeiro labor de utilidade pública.

Fico muito feliz por seu comentário, Justiceiro. Você é uma pessoa experiente nesta comunidade e tem peso a sua aprovação. Espero que meu trabalho ajude sim as pessoas e passarei ao Projeto quando estiver pronto, assim ele dará a publicidade que achar devido por aqui! Cool

_______________________________________
Sou aluno de doutorado da PUC-Rio e estou escrevendo minha tese sobre pornografia.
Estou aqui para compreender cada vez mais esse problema que prejudicou minha vida e de todos que estão aqui.
Meu post de entrada na comunidade: cliquei aqui
brfreedom
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/04/2019
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 22/4/2019, 08:59
Kuroro escreveu:E aí, brfreedom!

Não sou tão vitorioso como o Fuzion (que já terminou um reboot), mas se eu puder, ficarei feliz em ajudar.

PMO precisa ser vista como uma droga, mas infelizmente, ela é como o álcool e a cafeína. Apesar de serem de categorias diferentes (álcool é depressor, cafeína é estimulante), as pessoas não conseguem associar esses caras às outras "drogas comuns", como a maconha, que é uma conhecida "ovelha negra".

Assim, PMO é menos estigmatizado (e até incentivado por alguns), e isso facilita o consumo e o vício. A aceitação social implica na maior difusão dela, fazendo com que muitas pessoas tenham uma verdadeira vida dupla, como se fossem vários "Dr. Jekyll e Mr. Hyde" da vida real, sempre escondendo o "segredinho sujo" sob o tapete. Inclusive, algumas nunca chegam a ligar os pontos, sofrem com os sintomas do vício, mas nunca associam uma coisa a outra.

O trabalho de vocês (projeto e teu) contribui para a divulgação dos males que a pornografia pode causar no cérebro humano. É necessário que se interrompa a glamourização da indústria pornográfica, nada há de bonito, nem de natural naquilo. No máximo, a P pode ser classificada como um embuste sofisticado, que ajuda a movimentar um verdadeiro "mercado negro" a céu aberto.

Certamente poderá, Kuroro! Sua análise foi brilhante. Atrevo-me a aprofundar alguns pontos levantados:

A P se encaixa no que a ciência chama de "compulsive behavior" ou "behavior addiction", assim estão incluídas o vício em internet, jogos, apostas, compras e um monte de outras coisas. Elas assaltam a mesma parte do cérebro que as dependências químicas, comumente chamada de "circuito das recompensas", onde reside o neurotransmissor dopamina responsável pela nossa "caça por novidades".

A aceitação social foi construída, ao que minhas pesquisas alcançaram e isso mostrarei na tese. Pensadores como Freud, Wilheim Reich, Sanger, Kinsey e Marcuse foram grandes defensores e tornaram a P mundialmente aceita. Recentemente foi lançado uma tradução de um livro importantíssimo sobre o tema que explica tim tim por tim tim isso, chama-se 'libido dominandi'. Este autor traz desde o século XVIII como o sexo (P) tem usado como ferramenta de controle social e político. É impressionante.

Outro dado importante: nos EUA já existem mais de 500 livros sobre o problema com a P. E no Brasil? Apenas UM e é bem ruim..


Última edição por brfreedom em 22/4/2019, 15:17, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Sou aluno de doutorado da PUC-Rio e estou escrevendo minha tese sobre pornografia.
Estou aqui para compreender cada vez mais esse problema que prejudicou minha vida e de todos que estão aqui.
Meu post de entrada na comunidade: cliquei aqui
Alexandretj
Moderador
Moderador
Mensagens : 532
Data de inscrição : 21/11/2016
Idade : 35
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 22/4/2019, 14:50
Seja bem-vindo brFreedom.

Que bom que sua tese é sobre a P. Precisamos alertar todos sobre esse male que é tratado como "normal" - e que se a gente rejeitar ver um vídeo P, podemos ser vitimas de preconceito. Foque na destruição que a P está causando psicologicamente e afetivamente na vida das pessoas.

Alguém tem que nos representar. Abraços

_______________________________________


study Link do meu Diário
brfreedom
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/04/2019
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 27/4/2019, 18:55
Alexandretj escreveu:Seja bem-vindo brFreedom.

Que bom que sua tese é sobre a P. Precisamos alertar todos sobre esse male que é tratado como "normal" - e que se a gente rejeitar ver um vídeo P, podemos ser vitimas de preconceito. Foque na destruição que a P está causando psicologicamente e afetivamente na vida das pessoas.

Alguém tem que nos representar. Abraços

Alexandre, muito obrigado!
Vamos descrever este vício da melhor forma possível e inaugurar, dentro da comunidade científica que atuo (comportamento do consumidor) estudos nesta área.

Obrigado pela calorosa recepção! cheers

_______________________________________
Sou aluno de doutorado da PUC-Rio e estou escrevendo minha tese sobre pornografia.
Estou aqui para compreender cada vez mais esse problema que prejudicou minha vida e de todos que estão aqui.
Meu post de entrada na comunidade: cliquei aqui
MeiaVida
Mensagens : 57
Data de inscrição : 04/04/2019
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 27/4/2019, 19:37
Boa sorte com seu projeto brfree, um estudo sério sobre vício em pornografia que chegasse a grande mídia seria um avanço para o nosso país, desejo lhe sucesso

você pretende fazer um reboot também um dia?

Enviado pelo Topic'it
brfreedom
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/04/2019
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 6/5/2019, 13:49
MeiaVida escreveu:Boa sorte com seu projeto brfree, um estudo sério sobre vício em pornografia que chegasse a grande mídia seria um avanço para o nosso país, desejo lhe sucesso

você pretende fazer um reboot também um dia?

Enviado pelo Topic'it

Minha ideia é transformar em livro minha tese, um dia.
Quanto ao reboot, já o fiz. Sinto que é um mal que ronda minha imaginação o tempo todo e preciso ficar alerta para não cair, mesmo já tendo passado bastante tempo sem PMO. O que mais me ajudou no reboot foi a reaproximação da fé católica há 6 anos.

Obrigado pelo incentivo!

_______________________________________
Sou aluno de doutorado da PUC-Rio e estou escrevendo minha tese sobre pornografia.
Estou aqui para compreender cada vez mais esse problema que prejudicou minha vida e de todos que estão aqui.
Meu post de entrada na comunidade: cliquei aqui
Rivera
Mensagens : 267
Data de inscrição : 24/06/2018
Idade : 23
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 8/5/2019, 19:54
Olá amigo.
Parabéns pela a inciativa pois é muito importante nos dias de hoje profissionais da área da saúde mental se interessar pelo tema. Você estará ajudando várias pessoas com seu trabalho.
Força no reboot e sucesso na sua profissão.
PS: Ficarei grato se de alguma forma te ajudar com seu trabalho
Abraço

_______________________________________
Meu diário:
http://www.comoparar.com/t7821-diario-do-rivera




"Ainda que eu fique louco. Ainda que o tempo passe e eu não note. Ainda que as luzes se apaguem eu permaneça na escuridão, tentarei de todas as formas atingir meus objetivos. Nem que pra isso meu cérebro entre em colapso''
Rivera
11/05/2019

brfreedom
Mensagens : 29
Data de inscrição : 05/04/2019
Ver perfil do usuário

Para entender a comunidade Empty Re: Para entender a comunidade

em 8/5/2019, 22:08
Rivera escreveu:Olá amigo.
Parabéns pela a inciativa pois é muito importante nos dias de hoje profissionais da área da saúde mental se interessar pelo tema. Você estará ajudando várias pessoas com seu trabalho.
Força no reboot e sucesso na sua profissão.
PS: Ficarei grato se de alguma forma te ajudar com seu trabalho
Abraço

Claro, Rivera. Muito grato por suas palavras. Falei com o Projeto (Admin) e ele me disse que ajudaria a encontrar pessoas dispostas a me tirar dúvidas. Quando for a hora, volto a te procurar! Cool

Abraço!!!

_______________________________________
Sou aluno de doutorado da PUC-Rio e estou escrevendo minha tese sobre pornografia.
Estou aqui para compreender cada vez mais esse problema que prejudicou minha vida e de todos que estão aqui.
Meu post de entrada na comunidade: cliquei aqui
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum