Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 3
Data de inscrição : 07/06/2019
Ver perfil do usuário

Eu adoro sexo, e ele pornografia. Empty Eu adoro sexo, e ele pornografia.

em 7/6/2019, 12:54
Olá pessoas. Conheci o site/fórum através de uma conversa com um amigo que era viciado e fez o reboot. Fui pedir ajuda pra ele, pois finalmente meu marido confessou ser viciado. Desde a época que namorávamos eu sabia que ele via P mas nunca me importei, pois nossa relação sexual era boa. A primeira vez que saímos e transamos ele brochou, mas não me importei pois sei que as vezes isso pode acontecer, e como era nossa primeira vez entendi que ele poderia estar nervoso. Nosso caso foi bem peculiar, nos conhecemos num grupo de Whats e eu brincando disse que estava a procura de um PA e ele disse ter interesse no 'cargo'. Marcamos de sair, eu fui com essa intenção e ele achou que não ia rolar (isso ele me contou meses depois), nos encontramos num parque, nos beijamos e eu disse "vamos pro motel?" ele aceitou, mas creio que ficou nervoso com a situação. Ele sempre foi tímido, eu também, mas como eu tinha saído de sair de um relacionamento que me fez muito mal, no último ano eu tinha nojo do meu ex, sentia nojo de beijá-lo e evitava a todo custo o sexo pois me sentia violentada... Aí passado um ano da minha separação, voltei a ativa com a vida amorosa e comecei a sair com outras pessoas, e nessa eu me redescobri, nunca havia me sentido bem e desejada, dei sorte de ter encontrado bons homens, de cama e de respeito. Nunca tinha tido um orgasmo com oral antes... Enfim, eu estava me sentido plena da minha sexualidade e nunca tinha sentindo tanto prazer e vontade para praticar. E com ele não foi diferente. E o que era pra ser apenas um sexo casual se tornou um namoro e estamos morando juntos desde janeiro/19. Fazem 3 anos que estamos juntos, eu tenho 32 e ele 29 anos. Porém de um ano pra cá senti que ele não era mais o mesmo, muitas vezes sentia que ele fazia sexo apenas por obrigação, o sexo é bom, sempre chegamos ao clímax, mas da pra sentir que a pessoa não está ali de corpo e alma sabe? Só está em corpo... Eu sempre tomei muito a iniciativa e aí resolvi parar pra ver o que acontecia e não acontecia nada. Quando namorávamos só nos víamos no FDS onde eu passava na casa dele, e ele sempre deixava pra me procurar no domingo a noite, já perto da hora de eu ir embora pra minha casa. A procura por parte dele foi diminuindo e as brochadas ficando cada vez mais frequentes, apesar de eu tentar ser compreensível, até o dia que ele brochou, virou pro lado e dormiu. Aquilo me deixou com muita raiva, pois ele simplesmente me largou ali olhando pro nada. Tivemos uma discussão, ele disse que não sabia oq acontecia, eu novamente fui compreensiva e a relação deu uma melhorada. Aí desde que começamos a morar juntos (fazem apenas 5 meses) senti que ele não me procurava mais, fazíamos sexo 2 vezes por mês se eu muito insistisse. Resolvi ficar na minha novamente para ver até onde iria essa situação. Por algumas vezes eu dava alguma indireta e ele sempre falava que estava cansado, com dor de cabeça, que tinha que trabalhar (ele é programador e muitas vezes fica até de madrugada resolvendo coisas). Teve uma vez que ele ficou até tarde trabalhando, eu fui dormir e no meio da madrugada levantei para ir ao banheiro e quando passei pelo escritório ele ficou com cara de assustado... Na hora não percebi nada demais pois estava cambaleando de sono. Depois de um tempo aconteceu algo parecido e aí fiquei com a pulga atrás da orelha. Na terceira vez, ele acordou e foi para o banheiro tomar banho como faz todas as manhãs, eu acordei com vontade de ir ao banheiro e quando abri a porta ele levantou correndo da privada e entrou no boxe. Não vi nada mas sabia oq tava acontecendo, a cara dele entregou. Fiquei muito triste e não falei mais com ele. Fiquei 2 dias sem olhar na cara dele, e como ele chega do trabalho por volta das 21:00 em um dos dias fiz questão de ir dormir antes dele chegar só pra não ter que olhar pra cara dele. No terceiro dia sentei e conversei com ele, disse que não sabia o que estava rolando pq no início do nosso namoro eu peguei conversas dele com uma ex pegueti (na qual ele já tinha traído a ex que morava em outro estado e eles se viam a cada 2 meses) e fiquei muito chateada. Cheguei perguntar se era só P ou se ele estava conversando com outras e ele disse que não, que era só P e admitiu que estava viciado. Antes dele admitir, eu falei que eu sentia falta de sexo, de toque, de contato, e que se pra ele a masturbação era suficiente, pra mim não era, que se ele quisesse continuar assim, sugeri de abrirmos o relacionamento pq eu sinto falta de sexo, ele me conheceu na minha melhor fase e do nada isso me foi tirado, estou me sentindo um lixo, muito mal. Aí ele chorou, falou do vício, que começou a ler sobre, mas que já tinha tentado parar e não conseguia ficar mais de 2 dias sem pq começava a ficar em neuras, só pensava nisso, começava a olhar pra outras mulheres e desejar e que se sentia muito mal com isso, que não queria ser assim, e que desde o dia que eu peguei ele no banheiro ele tinha se sentido mal e estava evitando, mas na tarde daquele dia que conversamos, 3 dias depois, ele teve que ir se resolver no banheiro do trabalho pois ele não consegui pensar em outra coisa e que ele se sentia mal pq ele sente que está se afundando e chega a ver coisas que há 5 anos atrás ele nem cogitaria em ver. Estou bem preocupada... Depois disso não conversamos mais sobre o assunto. Mas sabendo disso fico muito triste, pois sei que toda vez que ele fala que tem que resolver coisas do trabalho até mais tarde, sei que é mentira. Ontem ele levantou mais cedo que eu e hoje também, e acho que era pra ver P.
Ia indicar o site pra ele, mas a mãe dele vem pra cá passar o FDS (ela mora em outra cidade) e como fazem 6 meses que ele não a vê, não quis tocar nesse assunto pq sei que ele vai ficar chateado/preocupado e não vai conseguir aproveitar o FDS. Pretendo mostrar o site pra ele semana que vem, mas precisava muito desabafar com quem me entende, isso está me consumindo, me deixando triste, as vezes tenho vontade de chorar, as vezes tenho crises de raiva, estou cheia de vontade, estou com vontade de sair e encontrar alguém só para transar... Tenho me virado como posso nesses últimos tempos, mas não está adiantando muito e a vontade de ter algo real só aumenta.
Queria pedir a quem possa, me aconselhar, quero ajudá-lo a superar isso, ele é ótimo comigo, me ama e demonstra, é atencioso e carinhoso, não tenho absolutamente nada a reclamar dele, apenas essa questão. Como devo lidar com ele? Após apresentar o site, devo conversar sobre? Perguntar se ele está seguindo o programa? Quantos dias está sem ver nada? Não sei o que fazer....
Desculpem o textão, mas preciso muito desabafar, ter com quem conversar e que entenda a situação, me ajudar a lidar com ele e comigo mesma, pois não quero ter que chegar ao ponto de traí-lo. Ele disse que um dos maiores medos que ele teve quando o peguei era de chegar em casa e não me encontrar mais aqui, que ele tem medo de me perder, mas parece que ele não se esforça o suficiente pra tal...
RosseauStrong
Moderador
Moderador
Mensagens : 1301
Data de inscrição : 16/08/2017
Localização : Grécia Antiga
Ver perfil do usuário

Eu adoro sexo, e ele pornografia. Empty Re: Eu adoro sexo, e ele pornografia.

em 8/6/2019, 11:54
Natasha, boas-vindas ao Fórum Vicio em Pornografia Como Parar?

Primeiramente parabéns por encontrar meios que possam ajudar o seu marido da melhor forma possível. Devo dizer que não é fácil passar por uma situação triste como essa e você não é a única que está nesta luta! Inclusive, muitas mulheres vem relatando diariamente casos como esse, algumas com o desejo de tirar a própria vida ou de trair seu parceiro.

Porém, seu posicionamento e calma está sendo essencial no que tange a recuperação do seu esposo. O que recomendo é que não se desespere, seu marido encontrará uma solução seguindo as recomendações da comunidade. Quando for falar com ele, sente-se em uma cadeira ou em um lugar onde possam conversar a sós e atribua os seguintes métodos:

  • Peça-o para criar uma conta no Fórum, se possível, com objetivo de encontrar soluções para livrar-se do vício rapidamente através de experiências trocadas com os demais usuários da comunidade, assim compreenderá que existe diversas pessoas com os mesmos sinais semelhantes ao dele.

  • Peça-o para ler o E-book para que seu parceiro entenda como funciona o estado viciante no cérebro.

  • Converse com ele adequadamente para instalar bloqueadores tecnológicos contra a pornografia seja em celular, notebook, computador, TV. É necessário ele afastar-se completamente de todos estímulos virtuais para ativar seu sistema de recompensa.

  • Procure passar mais tempo com ele (aproveitando seu relacionamento) fazendo-o afastar da tecnologia como: ir para uma praça, tomar um sorvete, iniciar um curso de dança, ir para um parque, iniciar brincadeiras juntos. Nesse sentido, estarão desfrutando deste prazer social, como se fosse um inicio de namoro.

- Compreenda que relacionamentos não é somente sexo, mas sim um companheirismo a parte. Eu sei que existe um impulso hormonal dentro de nós, incluindo nas mulheres, entendo perfeitamente. Mas temos que ter em mente que seu marido precisa reativar as conexões neurais do cérebro para que possam ter um ótimo sexo! 

- Como muitas mulheres conseguiram aguentar a recuperação do marido, você também consegue! Acredito em você e os resultados estarão vindo na medida do possível, basta seu esforço e o do seu parceiro.

_______________________________________
RECORDS 2016/2017 - 91 DIAS  Like a Star @ heaven 
RECORDS 2017/2018 - 161 DIAS  Like a Star @ heaven
RECORDS 2018/2019  - 105 DIAS  Like a Star @ heaven 
avatar
Mensagens : 3
Data de inscrição : 07/06/2019
Ver perfil do usuário

Eu adoro sexo, e ele pornografia. Empty Re: Eu adoro sexo, e ele pornografia.

em 10/6/2019, 16:06
RosseauStrong obrigada pela resposta.
Assim como muitos outros vícios, este é mais um que não afeta apenas o viciado, mas todos que estão ao seu redor, e pelo fato de muitos esconderem o problema de suas parceiras, o tópico aqui das mulheres é mais parado. Andei lendo alguns relatos e diários dos homens até para ter uma noção de como agir com meu marido e foi bom ver que todos se entendem e se apoiam bastante. E é bom ter a opinião de um homem para me ajudar a passar essa fase também.
Meu marido por livre e espontânea vontade excluiu as redes sociais dele semana passada. Eu nunca pedi que ele fizesse algo do tipo, então acho que é um ponto positivo ele mesmo ter dado esse passo.
Nós temos um relacionamento muito bom, e fazemos muitas coisas juntos como você indicou que fizéssemos. Sempre que estamos juntos estamos fazendo algo, tomamos café da manhã juntos todos os dias e a noite também sempre jantamos juntos. Dificilmente estamos fazendo coisas separadas quando estamos em casa, pois compartilhamos o mesmo escritório para trabalhar, então só quando ele tem que trabalhar até tarde que ele fica sozinho no escritório. E ele mesmo que faz questão de estar junto e fazer as coisas junto, como as refeições.
Realmente a única dúvida que fica é a questão de como prosseguir, após apresentar o site pra ele. Pois é sempre a mesma coisa, eu percebo que ele está se afastando, vou, converso, ele pede desculpas, começa a me dar mais atenção, e depois de um tempo volta tudo de novo, a distância e desinteresse. Não sei se tenho que ficar perguntando como estão as coisas ou se deixo ele ter vontade de vir falar comigo, pois fico com receio de cobrar demais e ao mesmo tempo não falar nada e ficar nesse círculo= ele não faz nada, eu brigo com ele, ele pede desculpas e me dá mais atenção, eu fico 'feliz' e não reclamo mais, ai ele para de me dar atenção de novo, aí eu vou e brigo com ele de novo...
Nossa, realmente é bem complicado...
Bateraboy
Mensagens : 32
Data de inscrição : 20/12/2018
Idade : 29
Ver perfil do usuário

Eu adoro sexo, e ele pornografia. Empty Re: Eu adoro sexo, e ele pornografia.

em 10/6/2019, 19:24
Eu sou casado e tenho problemas com isso.
Te falo uma coisa por experiência própria, querer sair disso é o primeiro passo.
Quando conversei com minha esposa sobre o assunto, achei que a gente não teria condição de continuar juntos, mas quando ela se mostrou disposta a enfrentar tudo comigo, percebi que valia muito a pena continuar.
É um vício realmente, é difícil deixar de vez. Existem questões fisiológicas e psicológicas que o pessoal sabe muito bem, mas, falando como um cara comum, o seu apoio a ele fará diferença.
Vai ser difícil ter uma conversa franca mesmo, vai ser difícil ele assimilar que isso é realmente um problema, haverão muitas recaídas, mas ele vai se encontrar.
Não sei se é a melhor opção apresentar o programa agora, pq se ele não quiser, ele não vai fazer.
Ele precisa saber o quanto ele é importante, o quanto vc o ama e está disposta a lutar por ele. Mas ele também precisa saber o um quanto isso te ofende, e como vc não vai admitir que isso continue nas suas vidas.
Acho que a maioria de nós sente a ficha cair quando estamos próximos a perder quem amamos.
Equilibre as coisas, apoie, mas seja direta.
Eu não estou limpo ainda, mas te garanto que eu me esforço mesmo para ficar. Minha esposa vale a pena, e a pornografia não vai me fazer perde-la.
Mas isso, fui eu quem decidi e ele precisa decidir também!

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
avatar
Mensagens : 47
Data de inscrição : 14/06/2018
Idade : 35
Ver perfil do usuário

Eu adoro sexo, e ele pornografia. Empty Resposta

Ontem à(s) 06:11
Oi Natasha32, mas q parceirona vc eh. Com ctz ele sabe disso e nao vai querer perde-la por nada.
Eh mto complicado, homem qdo ta na crescendo ja td mundo o mostra os prazeres da PMO, indicacoes, recomendacoes, td eh lindo e maravilhoso. Eh como se desde crianca td mundo te dissesse q cocaina eh deliciosa e vc pode consumir sem problema. Ae mais tarde, qdo c ja ta na merda, vc percebe q akilo ali ta destruindo sua vida. E ate hj, vc pode procurar explicacoes e ninguem vai te dizer q o problema eh PMO. Vc tem q estar beeeem desesperado por uma solucao pra chegar ate aqui. Acredite.
Infelizmente seu marido eh um de nos, e vc tera 2 opcoes, mas suas opcoes vao depender das escolhas dele. Eu se fosse vc seria sincera e direta, ele tem q fazer uma escolha pq ele nao esta satisfazendo vc, ou seja, te forcando a se resolver sozinha.
Parabens pela calma, e nao se esqueca q isso td nao eh culpa sua, mas tb nao eh culpa dele, entao sente e converse com calma e como vcs vao superar isso.
Forte abraco,
SilvioSantos
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum