Compartilhe
Ir em baixo
OliverDüncar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 13/6/2019, 00:29
Bem pessoal sou novo no fórum e como todos aqui luto contra esse vício da pornografia já faz 10 anos desde os meus 23 de idade, vou fazer um breve resumo só pra introduzir um pouco da minha história, essa que pretendo contar em mais detalhes nos meus próximos comentários, tenho a intenção de seguir com o plano dos 90 dias de Reboot e espero de toda sinceridade achar respostas dividindo o que aconteceu durante esses anos de minha vida com vocês, confesso que pra mim é tudo muito novo o fórum esses termos o próprio HOCD mas aos poucos desejo entender mais esse universo tão obscuro que é vício e enfim poder levar uma vida digna.

Bem logo quando eu nasci meus pais se separaram e fui morar com os meus avós maternos, durante minha infância e até o final ali da minha adolescência eu fui vítima de abuso o que me deixou muito inseguro, principalmente com a questão sexual, cresci tímido e quase não tive envolvimento com mulheres a pornografia entrou na minha vida já até um pouco tardia aos 23 anos de idade, no começo era tudo novidade qualquer vídeo que eu abria eu me excitava, porém com o passar dos tempos eu não sentia a mesma empolgação do início e tendia a procurar coisas novas e bem chocantes foi aí que começou o inferno na minha vida, como não tinha consciência do caminho que estava seguindo pois pra mim era tudo normal, a maioria dos meus amigos confessavam que viam enfim segui com essa desgraça e luto com isso até hoje, o título (questionamento) é pelo fato de que no meio dessa busca desenfreada por novidade nos vídeos eu acabei que assisti porno gay, porém vejo que é um pouco diferente de como aconteceu como alguns integrantes desse fórum, pretendo dar mais detalhes nos próximos relatos até mesmo pra ter um feedback de vocês quem sabe essa confusão que está tomando conta da minha cabeça eu consiga as respostas que tanto procuro aqui. Como disse logo ali a cima vou seguir com o projeto do Reboot e cheio de esperança algo que não via a anos.
SilvioSantos
Mensagens : 136
Data de inscrição : 14/06/2018
Idade : 35
Ver perfil do usuáriohttp://www.comoparar.com/t8095-minha-vida-com-de

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Resposta

em 13/6/2019, 09:29
Comigo aconteceu o msm, depois de anos praticando PMO eu ja tava vendo videos que nao eram da minha sexualidade.
Oq eu chamo sua atencao para eh: c vc nao quer praticar PMO mas algo te forca a fazer isso, algo de estranho tem, concorda? E talvez a resposta do q esta te levando a procurar algo fora da sua sexualidade seja justamente a pratica de PMO.
Sugiro que vc faca o reboot, sao so 3 meses, qto mais vc tentar e nao conseguir q te sirva de empurrao pra parar de vdd. Depois de um tempo sem, vc vai ter uma visao mais clara sobre o pq estava vendo aquilo.
Nos mantenha informados. Forte abraco,
SilvioSantos
Nada me domina
Mensagens : 314
Data de inscrição : 29/10/2015
Idade : 37
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Estamos juntos nessa luta. PMO altera tudo

em 13/6/2019, 11:53
Bom dia irmão

Leia um pouco dos meus relatos, vc vai ter uma noção melhor do que PMO pode fazer, no que tange levar a pessoa a diferentes gostos sexuais.

Em suma, quanto entro no universo da PMO, procuro somente material gay e travestis, pois lá quando tinha uns 12 anos, via muito material hetero, lesbicas e orgias, mas daí comecei a procurar esses materiais e foi a minha desgraça, pois me envolvi na vida real com gays e travestis .
Porem, sempre tive namoradas , mas depois de uns anos, comecei a ter problema sério de ereção ( Com mulher ou travesti ) e foi aí que vi que tinha problema sério, procurei urologista e nada, tomava viagara e mudava pouco, então conheci o reboot e tive várias vitórias com relação à ereção e sexualidade sadia.

Se eu estiver sem PMO, só penso em mulher, me interesso só por mulher, o problema é que ainda estou muito inseguro quanto ao meu desempenho sexual hoje, porem, quando consigo fazer o reboot, passando dos 90 dias, tenho ereções normais, diárias e minha confiança volta com tudo, assim como minha vontade de mulher.

Portanto irmão, relaxe, se livre desse cancer da alma, chamado pornografia e verá sua vida mudar bastante.

Fé em Deus, só Ele pode nos dar força nessa caminhada!

_______________________________________
"Deus já nos deu a vitória, mas somos nós que temos que combater esse bom combate"

avatar
Mensagens : 4
Data de inscrição : 12/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 13/6/2019, 12:22
Amigo isso é um vício olha o que a droga faz com uma pessoa começa com uma bebida depois maconha, e só vai piorando olha a pessoa no final aqueles que entram de cabeça nela. Com nos é que precisamos cada vez mais de estimulo pesado. Com nós é o mesmo cada vez pornográfica mais e mais pesada. Força vamos sair dessa. Estamos contigo.

Viciei em vídos corno cuckod depois de um tempo estava conversando com mulheres que procuravam corno isso me excitava. Olha a lógica você quer assistir ao vivo alguém transando.
OliverDüncar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 13/6/2019, 19:37
Obrigado por compartilharem da experiência de vocês também pra alguém que pensava que passava por um caso isolado é algo muito renovador poder ver que há solução pra essa coisa toda, mas como disse ontem vou detalhar mais as coisas que me aconteceram, como eu havia mencionado dos abusos que sofri foram eu 4 situações duas aos nove uma aos 14 e a última e talvez a que me deixou mais decepcionado foi aos 17 e essa foi difícil superar a raiva que me deu por eu ter sido tão passivo com a situação, quando eu fui visitar meu pai e passar as férias de início de ano com ele teve uma noite que acordei com o mesmo mexendo comigo na hora eu fiquei muito constrangido e paralisado nunca imaginaria que meu próprio pai estivesse fazendo algo assim comigo, confesso que foi muito difícil superar e me lembro que foi nessa fase que comecei a questionar minha sexualidade, porque vinha umas perguntas na minha cabeça e se você gostou? Porque não reagiu estava achando bom?, Outra coisa que colaborou muito pra essa nóia foi o fato de que toda vez que eu tinha sonhos e que aconteciam poluções noturnas era com abusos ou caras que simplesmente chegavam e fazia, eu acordada puto porque essa não era a real que eu queria pra minha vida e sempre ouvia meus amigos falando dos sonhos que tinha com as mulheres, então cada vez mais eu suspeitava que tivesse algo errado comigo, só que tinha uma grande questão na minha convivência normal eu não sentia nada por caras como poderia ser gay? se eu não me interessava por homens, mais tarde fazendo sessões com um psicólogo ele me dizia que as poluções eram só meu corpo aliviando as tensões com a grande quantidade de hormônios e que os sonhos se davam daquela forma por causa que essa infelizmente era única forma de contato sexual que tinha devido aos abusos, nessa época eu ainda não me masturbava coisa que só veio acontecer a 1 vez aos 23 anos quando comecei a ver porno,mas mesmo assim minhas perguntas não paravam de vir a mente, será se é verdade? O primeiro contato que vim ter com uma menina eu tinha já 22 anos, a timidez o medo de ser gay e não gostar e o fato de eu ter receio de ser rejeitado devido a uma deficiência congênita que tenho na perna esquerda me impediam de chegar nas garotas mesmo desejando muito um relacionamento com uma, foi quando fazendo um curso pré vestibular eu conheci uma amiga de um primo meu e me interessei por ela demorou 4 meses pra eu ter coragem e me abrir sobre está gostando dela e fui correspondido a gente começou a ficar e vocês não imaginam a felicidade que eu tinha quando eu me excitava com ela as vezes num simples cheiro eu já está de pau duro, isso foi mesmo que tirar uma manada de elefantes das minhas costas, eu nunca cheguei a ter relações com ela enquanto estávamos juntos, apesar de ter vontade eu respeitava que ela não se sentia preparada ainda, ela era 7 anos mais nova que eu na época tinha 16, nosso relacionamento durou pouco as aulas no cursinho entraram em recesso e tivemos um desentendimento o que acabou que devido a distância cada um foi para o seu canto e esse foi o último ano da minha vida em que eu não estava envolvido nesse vicio maldito que a pornografia, amanhã continuo, mas gostaria de saber que cronômetro é esse que vejo em algumas postagens é os dias sem PMO? Como faço pra ter um no meu diário ? E se dá pra começar com um hoje mas com data de início de ontem que foi o dia que decidi começar o Reboot.

_______________________________________
Nada me domina
Mensagens : 314
Data de inscrição : 29/10/2015
Idade : 37
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Vc é homem e sua virilidade voltará com tudo!

em 14/6/2019, 10:56
Bom dia irmão.

Sua história revela também, o mal que a pornografia faz, ao levar as pessoas para comportamentos sexuais depravados, longe daquilo que Deus nos fez, pois seu pai com certeza estava com a vida dele mergulhada em pornografia ou algo similar, que o levou a ter esse tipo de iniciativa , sem nem pensar na consequencia que isso teria na sua vida.

Mas, peço primeiramente à você, por mais difícil que possa parecer, perdoe seu pai, libere perdão total e irrestrito à ele e por fim, após esse perdão gerar a cura da sua alma, se esforce até conseguir amar seu pai verdadeiramente ( Eu sei, isso deve ser muito complicado, mas é essencial para o seu processo ).

No mais, é muito perceptível que vc não é gay: Sua ereção com a namorada do cursinho, sua aversão à homens no dia ( Só se interessando quando está mergulhando na pornografia ), enfim, tudo isso deixa claro que a pornografia, somada com o abuso, derrubaram sua alto confiança e distorceram o seu imaginativo no que tange o sexo.

Faça o reboot com fé em Deus nosso Pai, se ajoelhe diariamente e converse com Deus em oração, fale com honestidade e franqueza , isso vai lhe ajudar muito
no processo. No começo, essa conversa com Deus vai lhe parecer inutil, mas com o tempo, tanto você verá Deus agindo na sua vida cotidiana, como verá que ser honesto , brutalmente honesto , ao expressar o que está vivendo e sentindo, é libertador.

Fique firme, você concluindo o reboot e não voltando mais pra pornografia, vai sarar todos os seus sitemas neurais de recompensa, além de zerar o seu imaginativo no que tange o sexo, lhe fazendo ficar com ereção só em cheirar o pescoço de uma garota, lhe garanto. O reboot funciona mesmo!

O relógio é sim sobre os dias limpo e basta ir na aba de instruções no forum que vc saberá como colocar o seu.

Forte abraço. Tenha fé, perseverança e confie em Deus ao longo do processo! Já somos privilegiados em termos acesso ao reboot, pois imagina aí quantos homens estão agora sofrendo muito e não conseguem entender o por quê.

_______________________________________
"Deus já nos deu a vitória, mas somos nós que temos que combater esse bom combate"

kurumin.roam
Mensagens : 8
Data de inscrição : 12/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 14/6/2019, 12:21
OliverDüncar escreveu:Obrigado por compartilharem da experiência de vocês também pra alguém que pensava que passava por um caso isolado é algo muito renovador poder ver que há solução pra essa coisa toda, mas como disse ontem vou detalhar mais as coisas que me aconteceram, como eu havia mencionado dos abusos que sofri foram eu 4 situações duas aos nove uma aos 14 e a última e talvez a que me deixou mais decepcionado foi aos 17 e essa foi difícil superar a raiva que me deu por eu ter sido tão passivo com a situação, quando eu fui visitar meu pai e passar as férias de início de ano com ele teve uma noite que acordei com o mesmo mexendo comigo na hora eu fiquei muito constrangido e paralisado nunca imaginaria que meu próprio pai estivesse fazendo algo assim comigo, confesso que foi muito difícil superar e me lembro que foi nessa fase que comecei a questionar minha sexualidade, porque vinha umas perguntas na minha cabeça e se você gostou? Porque não reagiu estava achando bom?, Outra coisa que colaborou muito pra essa nóia foi o fato de que toda vez que eu tinha sonhos e que aconteciam poluções noturnas era com abusos ou caras que simplesmente chegavam e fazia, eu acordada puto porque essa não era a real que eu queria pra minha vida e sempre ouvia meus amigos falando dos sonhos que tinha com as mulheres, então cada vez mais eu suspeitava que tivesse algo errado comigo, só que tinha uma grande questão na minha convivência normal eu não sentia nada por caras como poderia ser gay? se eu não me interessava por homens, mais tarde fazendo sessões com um psicólogo ele me dizia que as poluções eram só meu corpo aliviando as tensões com a grande quantidade de hormônios e que os sonhos se davam daquela forma por causa que essa infelizmente era única forma de contato sexual que tinha devido aos abusos, nessa época eu ainda não me masturbava coisa que só veio acontecer a 1 vez aos 23 anos quando comecei a ver porno,mas mesmo assim minhas perguntas não paravam de vir a mente, será se é verdade? O primeiro contato que vim ter com uma menina eu tinha já 22 anos, a timidez o medo de ser gay e não gostar e o fato de eu ter receio de ser rejeitado devido a uma deficiência congênita que tenho na perna esquerda me impediam de chegar nas garotas mesmo desejando muito um relacionamento com uma, foi quando fazendo um curso pré vestibular eu conheci uma amiga de um primo meu e me interessei por ela demorou 4 meses pra eu ter coragem e me abrir sobre está gostando dela e fui correspondido a gente começou a ficar e vocês não imaginam a felicidade que eu tinha quando eu me excitava com ela as vezes num simples cheiro eu já está de pau duro, isso foi mesmo que tirar uma manada de elefantes das minhas costas, eu nunca cheguei a ter relações com ela enquanto estávamos juntos, apesar de ter vontade eu respeitava que ela não se sentia preparada ainda, ela era 7 anos mais nova que eu na época tinha 16, nosso relacionamento durou pouco as aulas no cursinho entraram em recesso e tivemos um desentendimento o que acabou que devido a distância cada um foi para o seu canto e esse foi o último ano da minha vida em que eu não estava envolvido nesse vicio maldito que a pornografia, amanhã continuo, mas gostaria de saber que cronômetro é esse que vejo em algumas postagens é os dias sem PMO? Como faço pra ter um no meu diário ? E se dá pra começar com um hoje mas com data de início de ontem que foi o dia que decidi começar o Reboot.

Bom dia, Oliver.
Se vc ler o meu relato inicial, verá que temos histórias parecidas, tb sofri abuso na infância oriundo de parente homem.
Também acesso material pornográfico dissonante dos meus interesses na vida real.
É um estrago muito grande que abusos na infância podem fazer na psiqué do indivíduo.
Entendo que, felizmente, no nosso caso, os eventos desviantes são relativamente poucos em face de todos os outros estímulos que recebemos e nos identificamos, os de caráter heterossexual ou assemelhado a isso (sem querer adotar aqui um binarismo discriminatório, digo isso apenas pra ser didático).
Não tem problema nenhum, em termos ontológicos, a pessoa ser homossexual ou algo parecido se existe uma carga genética com uma orientação neste sentido.
Mas é fato que estamos inseridos em uma sociedade e assimilamos inevitavelmente valores dela.
Então, pra alguém com certa orientação sexual, causa angústia essa dissonância entre como nós nos identificamos e o conteúdo que consumimos na pornografia e que chega, por vezes, à prática real.
E o que nós vemos aqui no fórum é que, claramente, existe relação entre o uso compulsivo de pornografia e essa dissonância angustiante.
Se vc não assistiu, recomendo o filme "Shame", que trata exatamente do que estamos falando aqui (a propósito é um baita filme com um dos melhores atores da atualidade, o Michael Fassbender).
Abraço!

_______________________________________
Nada me domina
Mensagens : 314
Data de inscrição : 29/10/2015
Idade : 37
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Só uma ressalva

em 14/6/2019, 12:38
Perfeito o comentário acima, mas queria só deixar uma ressalva, não há nenhuma pesquisa consistente que indique a existência de genética homosexual. Foram inúmeras as tentativas do movimento LGBTakjsnab234, para tentar emplacar essa narrativa, mas até agora, não há nem mesmo uma divisão entre o meio científico, pois não há pesquisas que consigam embasar de fato essa tese.

Ou seja, heteros e homosexuais, possuem a mesma carga genética.

_______________________________________
"Deus já nos deu a vitória, mas somos nós que temos que combater esse bom combate"

kurumin.roam
Mensagens : 8
Data de inscrição : 12/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 14/6/2019, 12:52
Nada me domina escreveu:Perfeito o comentário acima, mas queria só deixar uma ressalva, não há nenhuma pesquisa consistente que indique a existência de genética homosexual. Foram inúmeras as tentativas do movimento LGBTakjsnab234, para tentar emplacar essa narrativa, mas até agora, não há nem mesmo uma divisão entre o meio científico, pois não há pesquisas que consigam embasar de fato essa tese.

Ou seja, heteros e homosexuais, possuem a mesma carga genética.

Eu não conheço os estudos, mas me refiro ao fato de que as pessoas possuem orientação sexual e não opção sexual.
Se 2 indivíduos, sujeitos ao mesmo ambiente, têm orientações sexuais diversas, e isso é algo bem comum, então algum fator genético deve estar envolvido.
De qualquer forma, o que importa é ser feliz e a própria dicotomia heterossexual/homossexual é ridiculamente insuficiente pra abranger as nuances da sexualidade humana.
Mas ser feliz envolve aspectos sociais também, não só impulsos instintivos. Ou é recomendável que alguém mate ou agrida um desafeto por sentir ódio? Evidente que não.
Id e Superego precisam chegar num acordo pra que a pessoa tenha uma existência saudável em sociedade...

_______________________________________
Nada me domina
Mensagens : 314
Data de inscrição : 29/10/2015
Idade : 37
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty só mencionei sobre a parte genética

em 14/6/2019, 15:07
Boa tarde prezado .

Não fiz critica ao comportamento homosexual e de fato, nada justifica qualquer agressão à qualquer pessoa que seja.

Apenas me foquei ao aspecto genético, que, pelo menos até hoje, não existe nenhum indício que exista qualquer diferença biológica de ordem hormonal ou genética, entre uma pessoa homosexual e heterosexual. Apenas me foquei nisso, ok? No mais, minha posição é que cada um é livre para fazer o que quiser.

_______________________________________
"Deus já nos deu a vitória, mas somos nós que temos que combater esse bom combate"

OliverDüncar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 14/6/2019, 20:34
Nada me dominaHoje à(s) 10:56
por Nada me domina
Bom dia irmão.

Sua história revela também, o mal que a pornografia faz, ao levar as pessoas para comportamentos sexuais depravados, longe daquilo que Deus nos fez, pois seu pai com certeza estava com a vida dele mergulhada em pornografia ou algo similar, que o levou a ter esse tipo de iniciativa , sem nem pensar na consequencia que isso teria na sua vida.

Mas, peço primeiramente à você, por mais difícil que possa parecer, perdoe seu pai, libere perdão total e irrestrito à ele e por fim, após esse perdão gerar a cura da sua alma, se esforce até conseguir amar seu pai verdadeiramente ( Eu sei, isso deve ser muito complicado, mas é essencial para o seu processo ).

No mais, é muito perceptível que vc não é gay: Sua ereção com a namorada do cursinho, sua aversão à homens no dia ( Só se interessando quando está mergulhando na pornografia ), enfim, tudo isso deixa claro que a pornografia, somada com o abuso, derrubaram sua alto confiança e distorceram o seu imaginativo no que tange o sexo.

Faça o reboot com fé em Deus nosso Pai, se ajoelhe diariamente e converse com Deus em oração, fale com honestidade e franqueza , isso vai lhe ajudar muito
no processo. No começo, essa conversa com Deus vai lhe parecer inutil, mas com o tempo, tanto você verá Deus agindo na sua vida cotidiana, como verá que ser honesto , brutalmente honesto , ao expressar o que está vivendo e sentindo, é libertador.

Fique firme, você concluindo o reboot e não voltando mais pra pornografia, vai sarar todos os seus sitemas neurais de recompensa, além de zerar o seu imaginativo no que tange o sexo, lhe fazendo ficar com ereção só em cheirar o pescoço de uma garota, lhe garanto. O reboot funciona mesmo!

O relógio é sim sobre os dias limpo e basta ir na aba de instruções no forum que vc saberá como colocar o seu.

Forte abraço. Tenha fé, perseverança e confie em Deus ao longo do processo! Já somos privilegiados em termos acesso ao reboot, pois imagina aí quantos homens estão agora sofrendo muito e não conseguem entender o por quê.


Boa noite brother obrigado pelo apoio e incentivo eu confesso que no início foi difícil perdoar meu pai, mas depois de uns 3 anos de vício em pornografia eu me converti ao evangelho e lá na presença de Deus muitas das minhas feridas foram saradas inclusive a em relação ao meu pai, eu confesso que amar eu ainda não amo não, quase não temos mais contato um com o outro, mas pelo menos odiar ele eu não odeio não, em relação aos abusos foi uma barra superar isso mas confesso que com tudo de ruim que isso me trouxe a pornografia conseguiu ser pior, hoje eu lembro do que ocorreu mas não tenho mais o trauma do início, em relação a vida com Deus você tem toda razão é maravilhosa, mas as diversas recaídas que tenho infelizmente me afastou um pouco da presença do Pai

_______________________________________
OliverDüncar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 14/6/2019, 20:42
Bom dia, Oliver.
Se vc ler o meu relato inicial, verá que temos histórias parecidas, tb sofri abuso na infância oriundo de parente homem.
Também acesso material pornográfico dissonante dos meus interesses na vida real.
É um estrago muito grande que abusos na infância podem fazer na psiqué do indivíduo.
Entendo que, felizmente, no nosso caso, os eventos desviantes são relativamente poucos em face de todos os outros estímulos que recebemos e nos identificamos, os de caráter heterossexual ou assemelhado a isso (sem querer adotar aqui um binarismo discriminatório, digo isso apenas pra ser didático).
Não tem problema nenhum, em termos ontológicos, a pessoa ser homossexual ou algo parecido se existe uma carga genética com uma orientação neste sentido.
Mas é fato que estamos inseridos em uma sociedade e assimilamos inevitavelmente valores dela.
Então, pra alguém com certa orientação sexual, causa angústia essa dissonância entre como nós nos identificamos e o conteúdo que consumimos na pornografia e que chega, por vezes, à prática real.
E o que nós vemos aqui no fórum é que, claramente, existe relação entre o uso compulsivo de pornografia e essa dissonância angustiante.
Se vc não assistiu, recomendo o filme "Shame", que trata exatamente do que estamos falando aqui (a propósito é um baita filme com um dos melhores atores da atualidade, o Michael Fassbender).
Abraço!

Boa noite mano, eu concordo contigo, tenho muito respeito em relação a questão da homossexualidade, mas sabe que mesmo com toda confusão que existe na cabeça devido aos abusos e a excitação com os vídeos causa eu tenho total convicção que na vida real eu não sinto absolutamente nada por homens e afirmo isso com mesma certeza de que ainda sou um viciado em pornografia.

_______________________________________
OliverDüncar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 14/6/2019, 20:43
Se vocês pudessem me dizer como eu faço pra responder uma mensagem em específico como vocês fazem eu agradeceria até pra ficar mais organizado.

_______________________________________
OliverDüncar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 14/6/2019, 22:29
Bem continuando a última parte da minha história que me trouxe até aqui, essa confesso a pior delas, o meu acesso a algum conteúdo sexual até os 23 anos era praticamente zero eu não me masturbava e só tinha algum vislumbre de sexo nos sonhos que tinha, foi então que comecei a trabalhar e seis meses depois comprei meu primeiro computador, todos esses anos que passei sem conteúdo sexual na minha vida veio como um turbilhão de uma vez, como tudo era novidade eu chegava em casa e logo me trancava no quarto pra consumir material pornografico, eu lembro que nessa fase eu junto com um primo e um amigo nosso pegamos uma fita VHS que um tio nosso tinha locado e fumos assistir, era uma série chamada as brasileirinhas, era geralmente dois caras que estupravam mulheres de todas as formas e eu nunca tinha ficado tão excitado na minha vida como foi daquela vez e desde esse dia a minha busca por conteúdos assim ficou cada vez mais rotineira eu passava as vezes madrugadas vendo pornografia e me masturbando e no outro dia chegava acabado no trabalho pra na noite seguinte fazer a mesma coisa, eu estava tão viciado que vinha no caminho pra casa selecionando os vídeos que iria procurar quando chegasse e assim se passaram 3 anos da minha vida nesse meio tempo eu comecei a frequentar uma igreja e vivia nessa vida dupla, um dos fatos que me levou a buscar ajuda profissional foi o fato de que nessa busca desenfreada por novidades nos vídeos eu começar a ver porno gay, agora os únicos que me deixavam excitado era os que os caras eram abusados e isso me causava muita estranheza devido eu ter passado por traumas em relação a isso e ter "prazer" assistindo e outro fato foi quando comecei a comparar o tamanho dos penis dos atores porno com o meu, eu nunca tinha parado pra comparar com ninguém porque geralmente não via outro homem nu e fiquei bastante incomodado achando que aqueles eram o tamanho normal e o meu era muito pequeno, isso me trouxe muita dor de cabeça eu comecei a ficar obcecado em tentar aumentar, gastei rios de dinheiros com produtos que prometiam resolver meu "problema" e nada só me causavam feridas, eu também comecei a reparar nas partes íntimas dos caras, sem interesse algum além da comparação, mas isso é bastante chato acho que desenvolvi algum tipo de toc em relação ao pênis e mesmo depois de descobrir nas minhas terapias que eu tinha um de tamanho absolutamente normal a fantasia do mundo pornografico não me deixa a aceitar a realidade, na minha cabeça eu não vou ter sucesso com as mulheres e a culpa eu canalizei no tamanho, eu fico muito frustado porque eu tento encontrar algum tipo de masculinidade em mim e não encontro, na minha cabeça se fosse maior eu teria mais segurança, daí junta com o fato de eu me excitar com porno gay e virou um ciclo onde eu fico frustrado e pra " animar " eu recorro aos videos, outro fato negativo foi uma vez fiquei interessado por uma menina e acabou que a gente ficou e não senti nada, parecia que estava abraçado com um poste, toda aquela sensação boa que senti com aquela primeira garota se multiplicou por 1000 sendo que de uma forma negativa, eu sai arrasado me sentindo o pior homem do mundo e adivinha pra onde eu voltava sempre, é lei toda vez que eu fico triste, decepcionado é pra o porno que eu recorro, as ajudas dos psicólogos que tive foi até proveitosa me fez entender um pouco e ajudou com algumas questões e pra finalizar eu hoje tenho 33 anos, continuo virgem, pois não tenho coragem de transar, tenho muita vontade de constituir uma família mas a vida me trouxe até esse ponto e na minha angústia procurando respostas foi onde encontrei os vídeos de Gary Wilson e cheguei até esse fórum, espero definitivamente com o Reboot retomar o controle da minha vida.

Agora sobre a questão da HOCD, minha dúvida é vocês acham que se encaixa pra mim? Eu vejo nos relatos que com os caras começaram a partir dos vídeos e comigo vem bem antes com a questão dos abusos, esse questionamento sobre sexualidade, o porquê de se excitar com esse tipo de conteúdo, torço muito pra achar as respostas aqui nesse fórum, pois pra mim é uma luz no fim do túnel ter achado isso aqui, outra coisa mais alguem tem essa preocupação excessiva com o tamanho do pênis ? Se sim, como vocês lidam com isso ?

_______________________________________
OliverDüncar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 15/6/2019, 12:57
Nada me domina escreveu:Bom dia irmão.

Sua história revela também, o mal que a pornografia faz, ao levar as pessoas para comportamentos sexuais depravados, longe daquilo que Deus nos fez, pois seu pai com certeza estava com a vida dele mergulhada em pornografia ou algo similar, que o levou a ter esse tipo de iniciativa , sem nem pensar na consequencia que isso teria na sua vida.

Mas, peço primeiramente à você, por mais difícil que possa parecer, perdoe seu pai, libere perdão total e irrestrito à ele e por fim, após esse perdão gerar a cura da sua alma, se esforce até conseguir amar seu pai verdadeiramente ( Eu sei, isso deve ser muito complicado, mas é essencial para o seu processo ).

No mais, é muito perceptível que vc não é gay: Sua ereção com a namorada do cursinho, sua aversão à homens no dia ( Só se interessando quando está mergulhando na pornografia ), enfim, tudo isso deixa claro que a pornografia, somada com o abuso, derrubaram sua alto confiança e distorceram o seu imaginativo no que tange o sexo.

Faça o reboot com fé em Deus nosso Pai, se ajoelhe diariamente e converse com Deus em oração, fale com honestidade e franqueza , isso vai lhe ajudar muito
no processo. No começo, essa conversa com Deus vai lhe parecer inutil, mas com o tempo, tanto você verá Deus agindo na sua vida cotidiana, como verá que ser honesto , brutalmente honesto , ao expressar o que está vivendo e sentindo, é libertador.

Fique firme, você concluindo o reboot e não voltando mais pra pornografia, vai sarar todos os seus sitemas neurais de recompensa, além de zerar o seu imaginativo no que tange o sexo, lhe fazendo ficar com ereção só em cheirar o pescoço de uma garota, lhe garanto. O reboot funciona mesmo!

O relógio é sim sobre os dias limpo e basta ir na aba de instruções no forum que vc saberá como colocar o seu.

Forte abraço. Tenha fé, perseverança e confie em Deus ao longo do processo! Já somos privilegiados em termos acesso ao reboot, pois imagina aí quantos homens estão agora sofrendo muito e não conseguem entender o por quê.


Boa noite brother obrigado pelo apoio e incentivo eu confesso que no início foi difícil perdoar meu pai, mas depois de uns 3 anos de vício em pornografia eu me converti ao evangelho e lá na presença de Deus muitas das minhas feridas foram saradas inclusive a em relação ao meu pai, eu confesso que amar eu ainda não amo não, quase não temos mais contato um com o outro, mas pelo menos odiar ele eu não odeio não, em relação aos abusos foi uma barra superar isso mas confesso que com tudo de ruim que isso me trouxe a pornografia conseguiu ser pior, hoje eu lembro do que ocorreu mas não tenho mais o trauma do início, em relação a vida com Deus você tem toda razão é maravilhosa, mas as diversas recaídas que tenho infelizmente me afastou um pouco da presença do Pai

_______________________________________
OliverDüncar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 15/6/2019, 13:01
kurumin.roam escreveu:
OliverDüncar escreveu:Obrigado por compartilharem da experiência de vocês também pra alguém que pensava que passava por um caso isolado é algo muito renovador poder ver que há solução pra essa coisa toda, mas como disse ontem vou detalhar mais as coisas que me aconteceram, como eu havia mencionado dos abusos que sofri foram eu 4 situações duas aos nove uma aos 14 e a última e talvez a que me deixou mais decepcionado foi aos 17 e essa foi difícil superar a raiva que me deu por eu ter sido tão passivo com a situação, quando eu fui visitar meu pai e passar as férias de início de ano com ele teve uma noite que acordei com o mesmo mexendo comigo na hora eu fiquei muito constrangido e paralisado nunca imaginaria que meu próprio pai estivesse fazendo algo assim comigo, confesso que foi muito difícil superar e me lembro que foi nessa fase que comecei a questionar minha sexualidade, porque vinha umas perguntas na minha cabeça e se você gostou? Porque não reagiu estava achando bom?, Outra coisa que colaborou muito pra essa nóia foi o fato de que toda vez que eu tinha sonhos e que aconteciam poluções noturnas era com abusos ou caras que simplesmente chegavam e fazia, eu acordada puto porque essa não era a real que eu queria pra minha vida e sempre ouvia meus amigos falando dos sonhos que tinha com as mulheres, então cada vez mais eu suspeitava que tivesse algo errado comigo, só que tinha uma grande questão na minha convivência normal eu não sentia nada por caras como poderia ser gay? se eu não me interessava por homens, mais tarde fazendo sessões com um psicólogo ele me dizia que as poluções eram só meu corpo aliviando as tensões com a grande quantidade de hormônios e que os sonhos se davam daquela forma por causa que essa infelizmente era única forma de contato sexual que tinha devido aos abusos, nessa época eu ainda não me masturbava coisa que só veio acontecer a 1 vez aos 23 anos quando comecei a ver porno,mas mesmo assim minhas perguntas não paravam de vir a mente, será se é verdade? O primeiro contato que vim ter com uma menina eu tinha já 22 anos, a timidez o medo de ser gay e não gostar e o fato de eu ter receio de ser rejeitado devido a uma deficiência congênita que tenho na perna esquerda me impediam de chegar nas garotas mesmo desejando muito um relacionamento com uma, foi quando fazendo um curso pré vestibular eu conheci uma amiga de um primo meu e me interessei por ela demorou 4 meses pra eu ter coragem e me abrir sobre está gostando dela e fui correspondido a gente começou a ficar e vocês não imaginam a felicidade que eu tinha quando eu me excitava com ela as vezes num simples cheiro eu já está de pau duro, isso foi mesmo que tirar uma manada de elefantes das minhas costas, eu nunca cheguei a ter relações com ela enquanto estávamos juntos, apesar de ter vontade eu respeitava que ela não se sentia preparada ainda, ela era 7 anos mais nova que eu na época tinha 16, nosso relacionamento durou pouco as aulas no cursinho entraram em recesso e tivemos um desentendimento o que acabou que devido a distância cada um foi para o seu canto e esse foi o último ano da minha vida em que eu não estava envolvido nesse vicio maldito que a pornografia, amanhã continuo, mas gostaria de saber que cronômetro é esse que vejo em algumas postagens é os dias sem PMO? Como faço pra ter um no meu diário ? E se dá pra começar com um hoje mas com data de início de ontem que foi o dia que decidi começar o Reboot.

Bom dia, Oliver.
Se vc ler o meu relato inicial, verá que temos histórias parecidas, tb sofri abuso na infância oriundo de parente homem.
Também acesso material pornográfico dissonante dos meus interesses na vida real.
É um estrago muito grande que abusos na infância podem fazer na psiqué do indivíduo.
Entendo que, felizmente, no nosso caso, os eventos desviantes são relativamente poucos em face de todos os outros estímulos que recebemos e nos identificamos, os de caráter heterossexual ou assemelhado a isso (sem querer adotar aqui um binarismo discriminatório, digo isso apenas pra ser didático).
Não tem problema nenhum, em termos ontológicos, a pessoa ser homossexual ou algo parecido se existe uma carga genética com uma orientação neste sentido.  
Mas é fato que estamos inseridos em uma sociedade e assimilamos inevitavelmente valores dela.
Então, pra alguém com certa orientação sexual, causa angústia essa dissonância entre como nós nos identificamos e o conteúdo que consumimos na pornografia e que chega, por vezes, à prática real.
E o que nós vemos aqui no fórum é que, claramente, existe relação entre o uso compulsivo de pornografia e essa dissonância angustiante.
Se vc não assistiu, recomendo o filme "Shame", que trata exatamente do que estamos falando aqui (a propósito é um baita filme com um dos melhores atores da atualidade, o Michael Fassbender).
Abraço!

Boa noite mano, eu concordo contigo, tenho muito respeito em relação a questão da homossexualidade, mas sabe que mesmo com toda confusão que existe na cabeça devido aos abusos e a excitação com os vídeos causa eu tenho total convicção que na vida real eu não sinto absolutamente nada por homens e afirmo isso com mesma certeza de que ainda sou um viciado em pornografia

_______________________________________
OliverDüncar
Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/06/2019
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 15/6/2019, 13:08
OliverDüncar escreveu:Se vocês pudessem me dizer como eu faço pra responder uma mensagem em específico como vocês fazem eu agradeceria até pra ficar mais organizado.


Peço desculpas ficou um tanto bagunçado o diário mas já estou aprendendo como funciona , infelizmente eu ontem antes de dormir cai na PM, eu digo PM porque já faz um bom tempo que eu não sinto orgasmo me masturbando, na maioria das vezes assistir aos vídeos me causa excitação mas durante a masturbação parece que perdi a sensibilidade e só faço ejacular sem nenhum tipo de prazer, instalei um contador e vou em busca de como o instalar os bloqueadores.

_______________________________________
sombra
Mensagens : 220
Data de inscrição : 10/01/2018
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 15/6/2019, 14:02
OliverDüncar escreveu:
OliverDüncar escreveu:Se vocês pudessem me dizer como eu faço pra responder uma mensagem em específico como vocês fazem eu agradeceria até pra ficar mais organizado.


Peço desculpas ficou um tanto bagunçado o diário mas já estou aprendendo como funciona , infelizmente eu ontem antes de dormir cai na PM, eu digo PM porque já faz um bom tempo que eu não sinto orgasmo me masturbando, na maioria das vezes assistir aos vídeos me causa excitação mas durante a masturbação parece que perdi a sensibilidade e só faço ejacular sem nenhum tipo de prazer, instalei um contador e vou em busca de como o instalar os bloqueadores.

Me identifiquei com esse seu texto. Durante um bom tempo eu me masturbava e orgasmo não tinha quase prazer nenhum. Era rápido e sem aquela sensação maravilhoso dos primeiros. É um mal do PMO.

_______________________________________
SOMBRA CONTADOR
DESDE 21/05/2019 Sem PMO


Diário: http://www.comoparar.com/t6695-diario-de-sombra

[cheers] 7 DIAS  [cheers] 15 DIAS  [cheers] 21 DIAS  [cheers] 30 DIAS [cheers] 37 DIAS  [cheers] 45 DIAS
[cheers] 51 DIAS  [] 60 DIAS
Nada me domina
Mensagens : 314
Data de inscrição : 29/10/2015
Idade : 37
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 21/6/2019, 08:23
Bom dia irmão.

Não haver mais o ódio pelo seu pai, é sinal de que Deus já tem iniciado a obra dentro de você.

Sobre a PMO nos afastar da presença do Pai, isso é inevitável, afinal, você está adorando outros deuses, se prostrando ao deus do prazer e luxúria. Há uma passagem no velho testamento que deixa claro que determinados comportamentos nos impedem de amar a Deus:

"Portanto, tomai toda a atenção e cuidado com o vosso procedimento, a fim de amardes Yahweh vosso Deus" ( Js 23.11 ). Essa passagem esclarece que somente tendo uma vida sem erros e correta é que poderemos amar a Deus, senão, certamente nos afastaremos. Se cairmos na PMO, perderemos o nosso amor por Deus e nos afastaremos da Boa, Perfeita e Agradável vontade Dele.

Forte abraço irmão e siga na Paz do Senhor, ciente que está fazendo a atitude certa.


Boa noite brother obrigado pelo apoio e incentivo eu confesso que no início foi difícil perdoar meu pai, mas depois de uns 3 anos de vício em pornografia eu me converti ao evangelho e lá na presença de Deus muitas das minhas feridas foram saradas inclusive a em relação ao meu pai, eu confesso que amar eu ainda não amo não, quase não temos mais contato um com o outro, mas pelo menos odiar ele eu não odeio não, em relação aos abusos foi uma barra superar isso mas confesso que com tudo de ruim que isso me trouxe a pornografia conseguiu ser pior, hoje eu lembro do que ocorreu mas não tenho mais o trauma do início, em relação a vida com Deus você tem toda razão é maravilhosa, mas as diversas recaídas que tenho infelizmente me afastou um pouco da presença do Pai[/quote]

_______________________________________
"Deus já nos deu a vitória, mas somos nós que temos que combater esse bom combate"

Ringostar156
Mensagens : 190
Data de inscrição : 03/08/2018
Idade : 32
Localização : Fortaleza
Ver perfil do usuário

Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!  Empty Re: Dúvida sobre HOCD, não sei se isso encaixa no meu histórico!

em 25/6/2019, 19:22
Eu cheguei a ter hocd alias foi por causa dele que parei com a pornografia, hoje estou bem, sou casado e etc, o grande lance da escalada de gênero pornográfico é como a própria pornografia meche com a sua imaginação, ela molda e distorce seus gostos sexuais e torna ate mesmo o ato do sexo menos prazeroso que a masturbação em si, vc fica com desejos bizarros e mais excêntricos, cada vez mais rígido com seu desempenho, desgostoso com seu corpo, ela baixa sua auto estima e te reduz a uma especie de homem ou mulher inferior, isso cria na tua cabeça algo como " não sou digno" "não só capaz" nesse momento qualquer vacilo pode desencadear um gatilho emocional  que resulta no HOCD.

o pior de tudo é que vc e muitos aqui admitem que ate gostavam do que viam e ate fantasiavam sem ao menos duvidar de suas orientações, encaravam apenas como "sacanagem", dai vem a pergunta que a maioria dos hocds fazem "como que antes eu me sentia normal, gostava de mulher e do nada estou nervoso e preocupado com medo de "virar gay" ? sendo que eu estava convicto de ser hétero e encarava o q eu via em pmo como apenas perversão sexual"  a resposta esta na própria pornografia, o sexo por si só já excita e vc passa anos vendo a mesma coisa  todos os dias vc acaba absorvendo muita informação sexual e o seu cérebro primitivo não consegue lidar muito bem com isso, vc ja ouviu falar dos "caminhos de rato" ? São uma analogia ao caminho neural, justamente o q falam aqui no fórum, a cada gozada uma carga de dopamina é liberada em seu cérebro e aquela experiencia e preservada e dada como positiva ate que outra mais intensa à substitua.
Então é correto afirmar que a progressão pornográfica afetara teus gostos sexuais e a maneira como vc vê o sexo e como vc o pratica. Não ha uma forma exata para se detectar a bi e homossexualidade, pessoas com essa orientação já se sentem dessa forma muito cedo em suas vidas, eu vejo como um estado de espirito, e algo de vc , é como vc se sente entende ? se a ideia de esta com outro homem físico/afetivo não encaixa no teu "estado de espirito" é muito provável que vc não seja, esqueça toda essa baboseira de testes, relatos de tv ou de formulas magicas pra descobrir suas sexualidade, o que vc é, é o que vc sente em si, eu me sinto absurdamente confortável estando com mulheres, elas me completam e me fazem bem, e esse é quem eu sou, essa é a minha essência como hétero, tenho certeza que para um homo é a mesma coisa com homens, então veja dessa forma, não foque unica e exclusivamente no sexo   pq sexo por si só, sem amor sem vontade de esta junto ou de querer namorar e apenas sexo, uma maneira de aliviar tensões sexuais.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum