Compartilhe
Ir em baixo
Nova
Mensagens : 1
Data de inscrição : 24/06/2019
Ver perfil do usuário

Diário do Guerreiro Nova  Empty Diário do Guerreiro Nova

em 24/6/2019, 17:53
Boa tarde gente , vou contar um pouco da minha história , posso me alongar um pouco, mas estou decidido a vencer esse vício desgraçado a partir de agora.
Minha história

Tenho 28 anos hoje

- Sempre fui uma criança superprotegida, tímida e obesa , na adolescencia isso se manteve , sofri bullyng , não tive relacionamentos amorosos , lembro que meu primeiro contato com pornografia foi por volta dos 12 anos, quando um amigo ganhou um computador e baixava fotos de mulheres nuas , nessa mesma época vi meus primeiros filmes quando, na casa de um primo meu , pasmem a mãe dele alugava pornos e deixava livre pra ele ver com 11,12 anos de idade, e eram vídeos de orgias e até mesmo tinham vídeos de sexo com animais.
Depois nessa fase comecei a ver pornografia em canais de tv de madrugada , band prive e outros , ainda sem acesso a internet. Porém tudo começou a piorar quando tive acesso a internet , por volta dos 14 anos. Comecei a ver vídeos comuns mas conforme ia aumentando a idade ia subindo o nível dos fetiches , até chegar uma fase aos 17/18 anos em que comecei a ver vídeos de mulheres com travestis , e passei meses só vendo esse tipo de vídeo , depois continuei vendo vídeos pesados de estupro , bukkake etc.. até aí nada , nada mesmo de uma relação física com uma mulher de verdade. Mas apesar disso consegui manter uma vida paralela mais regulada , emagreci , ganhei um corpo legal , passei em um vestibular em uma federal , mas o vício continuava lá. Com o passar do tempo eu me enfiei no vício de ver vídeos de BDSM etc.. até chega nos vídeos de cuckold , isso mesmo, de corno. Nesse meio tempo já com 23 anos consegui me manter na academia e descobri o nofap , não sabia nada de reboot , só descobri os famosos foruns de sedução e achei que poderiam me ajudar , e realmente , foram dois anos que melhorei socialmente , entretanto não conseguindo criar laços e com muito medo de transar com as garotas que eu saía.
Mas juntamente a isso os vícios foram crescendo , eu não conseguia e nunca consegui chamar alguém do convívio pra sair , só tinha ficado com mulheres de aplicativo como o Tinder, então nessa época conheci uma trans e com todos aqueles fetiches saí e fiquei com ela , mas não transei.
Aos 24/25 anos não curtindo meu curso e rumo da profissão revisitei coisas que gostava e como eu amava estudar quando mais jovem e decidi depois de muita pesquisa prestar medicina. Contudo, depois desse tempo tudo se acentuou mais , eu estudo em casa e não consegui mais controlar , passei a acessar sites de camgirl , ver todos os tipo de vídeo etc etc , até que cheguei no fundo do poço em 2016 saindo e transando com uma travesti , sem saber direito se eu era gay ou não , mas o fato é que depois me senti um lixo, impotente , fraco e sujo. No mesmo ano saí com uma garota de programa , entretanto de fetiche ,uma BBW bonita , mas gordona , enorme , diferente da travesti com ela depois eu não me senti um lixo , mas ainda assim não fiquei bem e nao melhoraram meus relacionamentos , sempre saindo com garotas e na hora de transar eu arrumando desculpas pra nao rolar.
Eu conheci uma menina em 2018 , óbvio , por aplicativo, e achava que ela era a menina certa pra mim etc etc, mas tive dificuldades em estabelecer uma relação mais séria e íntima e isso fudeu em 2018 com os meus estudos , em tds esses anos conheci pessoas que me rejeitaram e fiquei abalado e ia pra pornografia , nesse tempo perdi tudo que tinha ganho na academia , fiquei gordo , readquiri fobia social , parei de ler , não leio um livro a 1,5 anos que é algo que amo, não consigo faer dieta ou dormir cedo. Então me afundei nas fantasias de corno de 2018 em diante , cheguei ao ridículo de pedir uma camgirl da minha cidade a me ajudar a arrumar uma namorada pra chifrar , botei anuncio no Tinder de que buscava uma namorada pra um relacionamento assim comigo sendo fiel e ela promiscua. O pior é que tive muitos matchs com o anuncio , sem fotos nem nada , mas ainda bem que todas eu conversava bastante etc mas quando era o momento de ir mais a frente , se encontrar etc eu ficava com medo disso ,de me emascular totalmente e nunca aconteceu.
Hoje ainda tenho forte essas fantasias , sempre que entro no Tinder e conheço uma garota bonita penso nessas merdas , eu só consigo sair com garotas pouquíssimo atraentes pela minha baixo auto-estima , e tenho medo de ter um relacionamento e estragar minha vida e a da menina tentando por em prática esses fetiches doentios. Será que o reboot pode curar isso ? Eu vou sempre ver mulheres como um objeto ? A pornografia atrasou minha vida em pelo menos 8 anos, , to sem trabalho , não passei na faculdade de med ainda , não tenho amigos mais , não tenho um relacionamento sólido , só saio de casa pra ir a academia no máximo , tenho medo , medo de rejeição , medo dos meus fetiches , eu sinto que já perdi a minha vida , mas tb penso que posso tentar melhorar com o reboot , se for algo que ajude msm.
potiguar
Mensagens : 562
Data de inscrição : 15/10/2018
Idade : 26
Localização : Natal/RN
Ver perfil do usuário

Diário do Guerreiro Nova  Empty Re: Diário do Guerreiro Nova

em 25/6/2019, 14:56
E aí mano, bem vindo. O reboot vai te ajudar sim a resolver os problemas com as fantasias, mas tudo depende de você, você se exercita e isso é bom, tente adicionar ainda mais tempo de exercícios na sua rotina e preencha com mais coisas, você pode voltar a ler, comece com uma página por dia e vá aumentando gradativamente. Outra coisa, NÃO USE O TINDER, pelo seu relato esses app's são um forte gatilho pra você e estão alimentando suas fantasias e isso é contraproducente, fique um tempo longe disso e busque aos poucos ter contato real com as pessoas, der um tempo para você mesmo para se reorganizar. Estou te acompanhando.

_______________________________________
Os melhores dias estão por vir






Meu diário: http://www.comoparar.com/t8426-diario-de-potiguar25
Azazel3
Mensagens : 74
Data de inscrição : 07/04/2019
Ver perfil do usuário

Diário do Guerreiro Nova  Empty Re: Diário do Guerreiro Nova

em 28/6/2019, 17:04
Fala cara também sou vítima dos fetiches cuckold e de travesti, vamos parando com isso aí que faz um mal danado, recomendo apagar imediatamente o tinder, porque ele vai continuar alimentando essa fantasia.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum