Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Diário do iNada

em 16/8/2019, 18:13
Bom, consumo pornografia desde os 12 anos e me masturbo até hoje (atualmente com 32 anos). Tive uma família totalmente desestruturada, onde brigas ocorrem todo dia por causa de nada. Como sempre fui uma pessoa acima do peso, não me olhavam como um homem atraente, sempre fui isolado das outras pessoas. Os amigos que convivia sempre faziam piadas de gordo, nunca esquentei a cabeça porque achava engraçado as piadas. Quando estava na adolescência, veio a vontade de se relacionar, como sempre fui uma pessoa fechada, e tinha muito receios de ser zoado, não conseguia chegar em ninguém pra poder ter algum tipo de relação ou afeto. Cheguei a me interessar por algumas moças, mas eu era escrachado por não ter o perfil que elas gostavam. Alguns "colegas" me falavam que tinha moças que se interessaram por mim. Quando estava em casa, já ia me masturbar pensando como seria a "ficada", mas quando eu chegava na menina, era tudo mentira. Bom, acabei me isolando e não querendo nada com ninguém por medo de ser rejeitado (de novo). Isso ocorreu da quinta série até o terceiro ano do ensino médio. Resultado: fui taxado gay esse tempo todo. Mas eu não achava que era gay, nunca tinha sentido atração por outro homem, sempre consumi revistas pornográficas heterossexuais. A partir desse tempo começaram as perguntas dos colegas de sala se eu já fiz sexo, eu respondia que ainda não. Infelizmente ou felizmente não consigo mentir. O resultado dessa sinceridade foi ser o cara mais zoado da sala, até meninas zoavam comigo. Terminado a escola, pensava que esse problema ia acabar, mas não, meus amigos ficaram me zoando com minha a sexualidade. Pois bem, acabei achando que gostava de homens. Cheguei a perguntar se tudo aquilo que falam é zoeira ou era sério? Falavam que era em tom de zoeira. Sabe aquele tom de brincadeira falando verdades, acreditava nisso. Também era zoado pelo fato de ser gordo. Uma das coisas que me marca até hoje é falarem que estavam tentando arrumar alguém pra relacionar comigo, mas nos sites de relacionamentos quando se tratava de gordos, só tinha "bicha". Fiquei triste de ter ouvido isso. Comecei a consumir pornô de travesti pra ver se era isso mesmo que gostava. Como sempre me masturbei com conteúdo heterossexual, quando assistia conteúdo "shemales", a gozada era mais intensa. Isso me preocupava porque estava colocando a sexualidade em jogo mais uma vez. Como sempre fui uma pessoa ansiosa, sempre escrevi. E uma dessas vezes que acabei escrevendo que me pairava a curiosidade de ficar com alguém do mesmo sexo. Vinha aquela sensação curiosa de fazer sexo oral, e colocava tudo isso no caderno, porque não tinha computador na época. Passado o tempo, e sendo zoado por ser uma pessoa bem acima do peso, agravei minha depressão, tive 3 crises de apinéia, então resolvi emagrecer. Bom, no começo não deu tanto resultado, porém, me lembrei que tenho refluxo, acabava comendo e jogando fora a comida sem precisar por dedo na goela. Por causa dessa ansiedade que tinha de emagrecer, acabei emagrecendo bem. Fiquei com bulimia e começo de anorexia. Pessoas ficavam elogiando o meu emagrecimento, mas eu me sentia totalmente sujo porque não foi de forma honesta, e foi uma perda de peso muito rápida. O lado bom disso foi que pararam de me encher o saco por causa do meu peso. Nesse tempo de transtorno alimentar aconteceu muita coisa boa comigo, consegui perder a virgindade, se relacionar com as mulheres, mas uma das que fiquei, achava que eu era bissexual, porque eu sempre saia com meus amigos. Coisas da mente dela. Sempre neguei ser bi, e não sentia atração alguma por isso, mesmo consumindo pornografia não-hétero, por causa da masturbação. Sabia que ninha atração é por mulheres, e o pornô era somente minhas drogas hahaha. Terminado o relacionamento com ela (que durou somente alguns meses), fiquei nessa dúvida se era bissexual. Tive um namoro com outra moça, foi muito bom, mas como eu tinha amizades que só falavam mal de tudo que eu fazia, acabou que, o namoro não foi para frente. Como a dúvida sobre a sexualidade pairava cada vez mais na minha mente, ela me disse que se soubesse que era bissexual, terminaria o namoro. Bom, fiquei com isso na mente, e terminei o namoro. Passado o tempo após o término, ia muito para as baladas, e uma dessas idas acabei ficando com um rapaz. Bom, não me senti confortável de ter feito isso, mas, enquanto o beijava, palavras vinham na minha mente como: porque estou fazendo isso? Nossa, barba roçando, credo! E por aí vai... Terminado de ficar com ele e ido embora da balada, fiquei pensativo sobre isso e comecei a me masturbar em casa. Bom, acabei não ficando com dúvidas sobre a sexualidade e desencanei. Meus transtornos alimentares continuavam e fiquei com depressão. Fiquei com outro rapaz pra saber se era isso mesmo que eu sentia atração. O caso não durou duas semanas. Ele disse que eu sou hétero por causa do meu jeito e atitudes. Confesso que senti um alívio ao ouvir isso. Desencanei de novo e resolvi seguir a vida. Como estava no começo da anorexia, tive que fazer tratamentos e terapia. Fiz a terapia durante 1 ano e meio. Me curei da anorexia e bulimia, conversei com o psicólogo sobre essa dúvida que me afligia, ele disse pra eu me decidir e andar com pessoas que tenham a ver comigo. Certo, eu não conhecia mais ninguém, sou pessoa de poucos amigos, e os poucos que tinha, não davam pra confiar. No final das contas, minhas crises voltaram. A pornografia e a masturbação continuavam a mil. Depois de terminado a terapia, fiquei com três rapazes (um deles era amigo de longa data) e fiz sexo com o amigo. Sinceramente não curti muito, mas meu inconsciente falava que era bom e pairava a dúvida novamente hahaha. Bom, hoje estou casado com uma mulher, amo muito ela. A vida sexual não é muito ativa porque ela trabalha direto e chega em casa muito cansada. Se o corpo e a mente estão cansados, não se tem pique para o sexo. Como viciado desde novo, acabei triplicando o consumo de pornografia. Acabei cadastrando em "chatroulette" da vida e coisas do tipo para me masturbar com mulheres na cam. Não entendia isso com vício porque eu estava sem sexo, então tinha que gozar de alguma forma. Fiquei refém de vez. Chegou uma hora que não estava vendo mais pornô hétero porque era muito monótono. Fui para os pornô trans (novamente) e algumas sessões de casados. Agora me vem essa dúvida novamente se sou hétero e tal. Descobri a pouco tempo que o vício da pornografia é real. Tudo que assisti e li, coincidiu com o que passo neste relato acima. Descobri através de vocês o HOCD, fiquei surpreso que possa ser um TOC que tenha desde novo, porque não sinto atração por pessoas do mesmo sexo, e, de acordo com que as pessoas falavam, comecei a acreditar que não era hétero.
Lamento por ter conhecido a pouco tempo esse fórum. Não conhecia sobre o tema e achava que era somente cunho religioso e que era normal a pornografia, mas, agora vendo o mal que ela me fez pela vida, decidi parar de vez o consumo. Estou a quase 3 semanas sem consumo e pretendo desencanar disso de vez. Notei algumas melhoras nesse pouco tempo, mas como uso isso desde novo, acredito que demore um pouco mais pra poder saber quem sou eu mesmo.
Desculpe pelo textão.


Última edição por iNada em 27/9/2019, 19:57, editado 2 vez(es)
avatar
Zuera
Mensagens : 34
Data de inscrição : 28/06/2019
Idade : 33

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 16/8/2019, 20:52
Boa tarde meu amigo
Parabéns pela sua iniciativa, vc está no lugar certo! O primeiro passo a ser dado é eliminar essa prática maldita(PMO) da sua vida, as demais coisas, dúvidas e questionamentos vão ser solucionadas e respondidas com o tempo!
De um descanso para o seu cérebro e tudo se ajeitará

Um bom reboot pra vc
Estou na torcida

_______________________________________
Diário do iNada Downlo10



Meu diário http://www.comoparar.com/t9286-preciso-de-ajuda
Kusmin
Kusmin
Mensagens : 562
Data de inscrição : 23/07/2019
Idade : 28

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 16/8/2019, 22:35
Salve iNada! Seja bem vindo ao fórum !

Te desejo sucesso no reboot!

_______________________________________
Meu diario

Soldado PHN
Soldado PHN
Moderador
Moderador
Mensagens : 211
Data de inscrição : 29/11/2018
Idade : 32

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 17/8/2019, 02:11
Seja bem vindo iNada. Vou acompanhar seu diário, escrever aqui faz muito bem na luta contra a PMO.
Leia bastante sobre o vício vai ser a melhor maneira para vencer ele.
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 17/8/2019, 07:13
Muito obrigado Zuera, Kusmin e Soldado PH por comentar. Fico feliz pelo apoio de vocês em relação ao vício que me foi enraizado desde pequeno.
Senti uma melhora enorme nessas semanas que estou sem M e consumos de P na Internet. Creio que a tendência é melhorar com o tempo, mas, como tive uma grande parte da minha vida "dedicado" ao vício, não sei como lidar ainda com essa nova fase que estou vivenciando, mas aos poucos vou me acertando. Postarei sempre que possível e vou procurar mais coisas relacionadas ao reboot. Estou desencanando do consumo de pornografia, e, acredito que não consuma mais. Semana passada estava navegando na Internet e do nada apareceu uma cena de sexo. Cara, fechei a janela do browser na hora e deu um mal estar que nunca tive na vida, parecia que estava em pânico de ter visto aquilo. Não sei se isso é um bom sinal, mas vi pelo lado positivo de não querer mais consumir este tipo de conteúdo.
avatar
Zuera
Mensagens : 34
Data de inscrição : 28/06/2019
Idade : 33

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 17/8/2019, 11:53
Isso aí iNada siga firme na luta

_______________________________________
Diário do iNada Downlo10



Meu diário http://www.comoparar.com/t9286-preciso-de-ajuda
nikov
nikov
Mensagens : 25
Data de inscrição : 27/08/2017
Idade : 30

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 18/8/2019, 02:11
Seja bem vinda, Nada. Que história, cara. Você foi ao extremo em várias situações da sua vida e correu, deveras, muito risco. Mas que bom que você aos poucos foi se encontrando, cara. Que alívio eu tive ao saber que você não tinha se sucumbido e até se casou. Sucesso na luta.

_______________________________________
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 18/8/2019, 06:57
Isso aí, e The "Zuera" Never Ends! 😎

Muito obrigado Nikov. Realmente, o meu problema sempre foi ir ao extremo nas coisas hahaha. Penso que devido ser assim, poderia nem estar mais vivo. Acredito que isso seja em relação às bases que fui criado me fez ser assim. Sempre fui aquela pessoa desacreditada de todo mundo, era aquele que sempre "jogam pra escanteio". Creio que o fato de ir um "extremo ao outro" seja pra que alguém me entendesse. Mas saber que o vício em pornografia foi umas das causas, isso me deixou muito triste porque foi metade de uma vida desperdiçada em função disso. Mas, pra muitos a vida começa aos 30, estou disposto a ser alguém nessa e não perder tempo com conteúdos inúteis como a P.
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 18/8/2019, 07:21
Bom, como estou a umas 3 semanas sem PMO, estou me sentindo muito bem. Mas, vira e mexe vendo as redes sociais e comentários de postagens, me pego sentindo atraído por moças aleatórias que olho o perfil. Eu nunca ia fazer nada porque eu sou bem casado e minha esposa me ama muito. Esses pensamentos me deixam bravos e incomodados. Creio que isso seja uma auto-sabotagem pra poder me masturbar e ver pornografia de novo. Sinceramente, não tenho vontade nenhuma de abrir nenhum tipo de vídeo ou foto referente ao assunto, estou com muita preguiça de fazer isso. Como estou sem consumir P e M, acredito que seja o organismo agindo pra uma recaída.
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2589
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 18/8/2019, 13:44
Oi, iNada!

Seja muito bem-vindo ao fórum!

Cara, saia das redes sociais, pois elas mais atrapalham do que ajudam no reboot. Essas redes são, na verdade, pornografia digital. Lotadas de substitutos pornográficos, o que impede o reboot de avançar no experimento.

Seja radical! Acabe com todas as possibilidades do vício de minar essas novas convicções que você vem aderindo com o reboot. Parabéns pelos dias já limpos, continue perseverando! Um forte abraço.

PS. Deixo logo abaixo algumas orientações para você.


  • Antes de mais nada, leia nossas Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Faça o download do Guia Introdutório - Vício em Pornografia, Como Parar?" Guia Introdutório ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado). Leia o Guia Introdutório na íntegra, se possível aprofunde-se com o curso online Programa Revert para extirpar definitivamente a pornografia em sua vida por meio do método "Como Parar".

  • Instale os bloqueadores no seu computador: Configuração do Clean Browsing e Bloqueamento via Hosts / Inter App Control Pro (Super Recomendado. É pago, a licença vitalícia custa R$ 89) / Blok Supreme (Super Recomendado. É pago, custa em torno de R$ 30 - R$40) / Download do Qustodio (Versão gratuita já ajuda bastante e você também pode utilizar uma versão mobile). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.


  • Proteja seus dispositivos digitais. Exclua seus navegadores convencionais e instale o Kids Safe Browser ou Mobicip ou ainda Spin. Além disso, instale o NetAngel para restrições e bloqueios em geral, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.


  • Instale um contador de dias. Tutorial Contador de Dias (O contador ajuda a te situar melhor durante esse processo, bem como na motivação).

  • Embora o foco do site seja se livrar do vício em pornografia, avalie também a necessidade de reduzir, ou em alguns casos o melhor seria extirpar mesmo, outros vícios da sua vida, pois poderão interferir de alguma forma em seu experimento, como masturbação, álcool, drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Jamais ignore as atividades de substituição ao vício ou religação, pois essas atividades concedem dopamina de forma natural ao seu corpo. Procure fazer uma ou mais atividades, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade. Para isso, identifique quais são as atividades nas quais ocorre a maior descarga de dopamina. Perceba como se sente após o término da atividade. 

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais', tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Sendo assim, essas ferramentas digitais acabam mais prejudicando do que ajudando no seu experimento. Isso é válido para chats em geral também. Além disso, reduza o seu tempo conectado à internet, seja no computador ou outros dispositivos. Seja focado e seletivo quando estiver conectado, evite a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

_______________________________________
Diário do iNada Meu_di12
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 18/8/2019, 16:12
5&4 escreveu: Cara, saia das redes sociais, pois elas mais atrapalham do que ajudam no reboot. Essas redes são, na verdade, pornografia digital. Lotadas de substitutos pornográficos, o que impede o reboot de avançar no experimento.

Seja radical! Acabe com todas as possibilidades do vício de minar essas novas convicções que você vem aderindo com o reboot. Parabéns pelos dias já limpos, continue perseverando! Um forte abraço.

Muito obrigado pelas dicas. Melhor desativar mesmo pra não ter problemas de recaídas futuras.

5&4 escreveu: Embora o foco do site seja se livrar do vício em pornografia, avalie também a necessidade de reduzir, ou em alguns casos o melhor seria extirpar mesmo, outros vícios da sua vida, pois poderão interferir de alguma forma em seu experimento, como masturbação, álcool, drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.
Verdade. Tenho pequeno problema de compulsão com alimentos e bebidas. Espero que o reboot também me ajude nisso.
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 19/8/2019, 16:46
Bom, ontem acabei indo para um show, e acabei vendo algumas moças. Fiquei imagimando cenas pornográficas em mente. Meu corpo ficou estático e a mente perguntando porque estou imaginando isso? Sei que não vou fazer nada porque minha índole não é de trair, estou a quase 10 anos com minha esposa e não vejo necessidades de trair ou algo do tipo, mas, a mente do viciado é capaz de fetichizar qualquer coisa. Vendo hoje, acho lamentável saber como que cheguei a esse ponto. Fico feliz porque estou conseguindo controlar a situação. Isso pode ser uma Flatline?
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: O Pornô na Minha Vida

em 22/8/2019, 07:08
Essa semana está sendo bem tranquila. Estou conseguindo controlar os pensamentos. Autoestima subindo aos poucos.
Conversando com minha esposa, lembrei de um caso que ocorre com um colega de serviço dela pra comentar com vocês. Ela me contou que uma moça bem bonita deu um fora nele, e ele estava reclamando e falando mal das mulheres beirando a misoginia, achando que ela tinha que ficar com ele a qualquer custo por fazer o tipo dele. Isso me fez refletir que talvez possa ser mais um viciado em P. Ele tem o dizer que "a pornografia é o que tem mais sagrado para o homem". Adolescentes são atraentes por natureza e algumas tendências a sensualizar meninas menores de idade. A patroa (minha esposa) me falou que do ano passado para cá está saindo com travestis. Conversei com ela sobre o vício em P e o mal que ela traz para o ser humano. Mostrei vídeos para ela sobre o assunto e ela ficou assustada com os danos. No outro dia me falou que ficou em dúvida se estou viciado em pornografia, acabei omitindo que já fui viciado, e hoje estou tranquilo. Fico com receio de machucar ela, como é um problema particular, não teria necessidade no momento de falar sobre isso pra ela, apesar que estou indo muito bem no processo de não consumir P e M. Perguntei pra ela o porque acha isso? Ela respondeu que nos tempos que estava trabalhando, não tínhamos muitas relações sexuais frequentes. Disse a ela que a causa mor era o trabalho que sugava minhas energias (e isso é verdade) e não tinha cabeça para sexo. Vivia muito estressado. Atualmente estou desempregado. Quando trabalhava, acordava e não praticava M e P, o dia não rendia de jeito algum e o estresse que passava era triplicado. Entre 3 meses, quando acordava (muito atrasado) fiquei só 2 vezes sem M. Perdia o horário de tanto ver pornografia. Estou a quase 1 mês limpo disso, e sabendo das consequências desse vício maldito, tenho fé e persistência para não querer isso para minha vida. Pretendo comentar isso com ela futuramente, mas, no momento não sinto de contar pra ela.

Enviado pelo Topic'it


Última edição por iNada em 22/8/2019, 16:49, editado 1 vez(es)
Soldado PHN
Soldado PHN
Moderador
Moderador
Mensagens : 211
Data de inscrição : 29/11/2018
Idade : 32

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 22/8/2019, 11:12
Olá iNada.
Bom saber que ésta evoluindo. Foi bom vc ter contado para sua esposa. E bom partilhar com alguém sobre o vício. Vc está a quase um mês limpo meus parabéns continue firme.

avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 22/8/2019, 17:00
Fico agradecido pelo comentário Soldado PHN. Depois que conheci os danos causados pelo vício na pornografia pelo Gary Wilson, assistindo palestras sobre o tema na visão de sociólogos e acompanhando o fórum, não pretendo voltar a fazer isso, mas, o futuro a Deus pertence, né? Enquanto isso, sigo firme na luta!

Enviado pelo Topic'it
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 22/8/2019, 17:11
Hoje tive uma noite mal dormida. Dormi 2 vezes. Na segunda tentativa, tive um sonho que estava começando a fazer sexo no carro com uma atriz que assistia os P dela nos sites XXX. Quando ela estava tirando a calcinha, acordei muito excitado, mas depois passou a vontade de masturbar. Acredito que seja a abstinência de PMO. Eu não quero ver/consumir essas coisas, mas a mente prega peças pra que você as consuma logo quando acorda. Infelizmente isso era rotineiro pra mim, como mudei os hábitos de uma forma radical, está vindo muita coisa na mente, nada que me faça recair de novo.

Enviado pelo Topic'it
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: O Pornô na Minha Vida

em 23/8/2019, 16:49
Acho que não era pra postar hoje, mas senti a necessidade.
Acordo, dou uma olhada nas redes sociais, me aparece um perfil de uma moça com fotos dela seminua. Achei estranho porque não tenho contato com pessoas assim. Mas OK, deve ser aqueles perfis aleatórios que é amigo de amigo e adiciona/segue. Continuei o rolando o feed. Aparece novamente a mesma moça postando mais fotos seminua. Engraçado que na vida offline não tenho muito contato com esses tipos de pessoas que falam e mostram P o tempo todo, sempre senti incomodado quando me mostravam esse tipo de conteúdo. Entendia que isso é algo íntimo e não havia necessidade de ficar mostrando para todo mundo. Tenho em mente que quem faz isso tem problemas de auto-afirmação na questão da sexualidade. Tinha alguns grupos de WhatsApp que participava e só publicava cenas de sexo e mulheres objetificadas. Quando publicavam, sempre me perguntava: pra que isso? Pessoa mais sem-noção! Chega a ser chato isso. Me apegando nesse tipo de pensamento, creio que possa desapegar logo desse vício maldito.

Enviado pelo Topic'it
Seeker
Seeker
Moderador
Moderador
Mensagens : 1061
Data de inscrição : 02/10/2018

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 23/8/2019, 18:00
Fala, iNada!

Irei acompanhar o seu diário a partir de hoje, te desejo sucesso no reboot!

Sugiro que instale um contador para facilitar o acompanhamento do seu processo por parte de todos nós!

Abraço!

_______________________________________
Meu diário:
http://www.comoparar.com/t8382-diario-do-seeker

1ª tentativa: 284 dias (30/09/2018 - 11/07/2019)


2ª tentativa: 11 dias (12/07/2019 a 22/07/2019)

3ª tentativa: 52 dias (23/07/2019 a 13/09/2019)

Meta 1:   90 dias   /  Submetas:   10 ( X )   30 ( X )  60 ( X )  90 (  )








avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 24/8/2019, 05:17
OPA, beleza Seeker? Fico agredecido pelo comentário.

Cara, não sei se vou aderir ao contador (por enquanto) porque sou sistemático e talvez me atrapalhe. Por enquanto vou tentar no modo Hardcore kkkkkkkkkk 😃😛
Abraços!

Enviado pelo Topic'it
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: O Pornô na Minha Vida

em 24/8/2019, 05:45
Bom, durante o dia me peguei pensando: se tenho problemas com PMO desde novo e certa dificuldade de socializar com as pessoas desde o começo da adolescência, como saberia que o problema foi solucionado? Sendo que já é um caso que já perdura uns 20 anos. Pergunto isso porque me considero uma pessoa introvertida, mas eu socializo com as pessoas, e eu sempre "fui na minha".
Nesse tempo que estou sem PMO, notei que estou mais calmo, a irritabilidade diminui bem. Quando fico bravo, xingo, dou umas reclamadas e pronto. Não fico martelando na mente como antes.
Meu HOCD está sumindo. Depois de ler alguns relatos de pessoas com o mesmo problema, me chamou a atenção de duas postagens de dois colegas (desculpa, não vou lembrar o nome deles): O primeiro passou no psicólogo e ele disse que quando os pensamentos virem te perturbar, confronte eles. O outro colega explicou que o homossexual já nasce predisposto para sentir atração por pessoas do mesmo sexo. O bissexual para ambos. Depois de entender essa mecânica, fico mais tranquilo e entendo que minha atração é pelo sexo oposto e o que aconteceu foi consequências do PMO e algumas amizades tóxicas. Entendido isso, a tendência deste problema é sumir de vez.

Enviado pelo Topic'it
RosseauStrong
RosseauStrong
Mensagens : 1598
Data de inscrição : 17/08/2017
Localização : Grécia Antiga

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 24/8/2019, 19:51
Rapaz, primeira que estou entrando em seu diário e quero parabenizá-lo por esta sua última postagem.

Você utilizou uma artimanha perfeita para quebrar os tais questionamentos de HOCD. Já com essa tática serviria de conselho para os que estão sofrendo com este tipo de transtorno! Pois, além da ajuda profissional, muitos precisam de uma comunidade para ter ciência que não é homossexual ou bi. 

Esses desejos pelo mesmo sexo são gerados durante a infância e não aos 14, 15 anos. Se entrarmos na seção de homossexuais eles responderão da mesma forma...

Desde já, quero te parabenizar por atribuir fatores como essa na mente, servem para quebrar qualquer tipo de "questionamentos".

Forte abraço!

_______________________________________
Torne sua mente saudável, santificada, alegre e agradável por Deus
Quando ver uma moça elegante, olhe somente em seus olhos! Não a torne um objeto.

RECORDS 2016/2017 - 91 DIAS  Like a Star @ heaven 
RECORDS 2017/2018 - 161 DIAS  Like a Star @ heaven
RECORDS 2018/2019  - 105 DIAS  Like a Star @ heaven 
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: O Pornô na Minha Vida

em 25/8/2019, 01:21
RosseauStrong escreveu:
Rapaz, primeira que estou entrando em seu diário e quero parabenizá-lo por esta sua última postagem.

Fico agradecido pelo seu comentário.

RosseauStrong escreveu:
Você utilizou uma artimanha perfeita para quebrar os tais questionamentos de HOCD. Já com essa tática serviria de conselho para os que estão sofrendo com este tipo de transtorno! Pois, além da ajuda profissional, muitos precisam de uma comunidade para ter ciência que não é homossexual ou bi.

Pois é, infelizmente não tive quem me ajudasse naqueles tempos. Acabei fazendo coisas que não haveria necessidade se conhecesse vocês ou não tivesse "os amigos" que tinha antes.

RosseauStrong escreveu:
Esses desejos pelo mesmo sexo são gerados durante a infância e não aos 14, 15 anos. Se entrarmos na seção de homossexuais eles responderão da mesma forma...

Verdade.

RosseauStrong escreveu:
Desde já, quero te parabenizar por atribuir fatores como essa na mente, servem para quebrar qualquer tipo de "questionamentos".

Fico agradecido mesmo. Tive que aprender na marra como é que funciona kkkkk. Sempre penso pelo lado positivo das coisas que passei. O bom é que me fez quebrar muitos preconceitos e ter mais empatia com o próximo, independente de seu gênero ou orientação sexual.

RosseauStrong escreveu:
Forte abraço!

Abraços!

Enviado pelo Topic'it
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 26/8/2019, 05:13
O dia hoje foi um pouco estressante. Tem sempre aqueles dias que não se está bem 100%. Acabou fluindo normalmente na medida do possível. Resolvi pendências e fiz algumas compras pra casa. Mais tarde, minha esposa me mostra umas fotos antigas do Grupo KISS (ela gosta muito dessa banda, apesar de não morrer de amores por eles kkkkk) com umas modelos peladas entre eles e falando sobre o padrão de beleza antigo e o padrão atual. Fiquei desconfortável de ter visto a primeira foto porque a moça estava totalmente nua. Ela estranhou ter feito isso, mas OK. Coloquei em mente que aquilo não era conteúdo sexual, mas sim, um nu artístico. Entendido isso, consegui ver as outras imagens e conversar com a ela tranquilamente e ver as fotos sem nenhum tipo de excitação.

Enviado pelo Topic'it
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: O Pornô na Minha Vida

em 26/8/2019, 05:37
Algo "estranho" está acontecendo após ter começado o NoPMO. Minha ansiedade abaixou bastante, ânimo para fazer coisas diferentes sem reclamar, vontade imensa de querer largar o álcool. Não me considero um alcoólatra, mas, quando saio para beber com os amigos, bebo bastante e acabo saindo fora de controle. Detesto perder o controle. Quando converso com amigos sobre as bebedeiras, eles falam que fiquei normal e não fiz nada de errado. No outro dia tenho problemas de estômago. Depois de ficar todo esse tempo sem M e P, minha vontade de beber acabou passando. Quando estava afundado na M e P, não bebia por preguiça, mas, quando me chamavam pra "encher a cara", aí já era. Quero me desvincular disso. Saí domingo passado para um evento, não bebi uma gota de álcool e fiquei bem o evento inteiro, coisa que não fazia há muitos anos. Sei que o fórum não é pra esse tipo de relato sobre o alcoolismo, mas por consequência do não-consumo de PMO, acabei tendo a iniciativa de querer parar de beber. Espero que também consiga essa proeza.

Enviado pelo Topic'it
avatar
Convidado
Convidado

Diário do iNada Empty Re: Diário do iNada

em 28/8/2019, 05:45
Hoje completo 30 dias sem PMO. Fico muito feliz por conseguir essa marca sem consumo desses tipos de materiais. Sei que 30 dias é pouco para "restar o cérebro" mas deu pra sentir  melhoras no meu dia-dia. Como nem tudo são flores, nesse período de 1 mês fiquei com insônia, falta de libido, tristeza, desânimo e estresse. Mas os benefícios também vieram, neles eu notei melhoras na questão de atenção e foco nas coisas. Na leitura, percebi que estou conseguindo reter mais informações que antes, quando estava no vício. Sentimento de autoconfiança está vindo aos poucos e agora estou consigo me expressar melhor. Depois de listar isso, agora me faz pensar duas vezes ao pensar na nova recaída. Agradeço ao pessoal do fórum que me ajudam e as pessoas que vi os diários, pois, vendo seus relatos acabam me ajudando a sair dessa de uma vez.

Enviado pelo Topic'it
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum