Compartilhe
Ir em baixo
Bolovo
Bolovo
Mensagens : 56
Data de inscrição : 09/09/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 11/11/2019, 22:12
Dias melhores desde minha ultima mensagem.

Não obtive ainda a tão sonhada "cura", mas tenho tido mais ânimo pra lidar com a vida, de maneira geral. Alguns dias acordo meio pra baixo, outros acordo mais disposto, mas não importa muito, vou passando por eles e chegando ao final do dia bem, em paz na medida do possível. Vou vivendo minha vida sozinho e aprendendo a aproveitar mais esses momentos, sem culpa pelo tempo que está passando. Faz parte do processo, e aceitar é importante. Parece até clichê daqueles coachs ou do povo da "gratidão", e eu mesmo não sou fã de clichês, mas de fato é verdade. E fico feliz por estar assim nesse instante.

A fissura por usar aplicativos cessou um pouco, ainda bem. Vontade de consumir P é quase inexistente, mas não baixo a guarda. Vontade de M às vezes surge, mas tudo controlável também. Às vezes vem uma ereção e a gente quer se testar, só pra ver como anda o amigão. Normal, até dá uma animada ver ele melhor...

Algum dia da semana passada eu dormi pelado e tive algum tipo de sonho que não me lembro, mas tive uma polução muito forte, fiz uma puta sujeira e inclusive acordei na hora. Fiquei bem chateado e nem dormi direito depois. Mas a gente vai aprendendo a lidar melhor e toquei o barco, segue a vida. Acho que não se culpar tanto pelas coisas que acontecem tiram uma carga imensa da gente e isso tem me ajudado no Reboot. Esses ultimo dias passaram voando, nem percebi!

Anteontem tive um sonho "erótico" com uma menina linda que não vejo há alguns anos, desde a época da faculdade. Engraçado eu lembrar dela agora, mas como tudo rolou no sonho foi interessante: ela subia no mesmo ônibus que eu e eu acabei fingindo que não a vi, mas ela me percebeu e veio conversar comigo. E sentou ali do lado e ficamos conversando. Normalmente meus sonhos eróticos já pulam direto pra fase do sexo e com êxtase rápido, mas não dessa vez. Eu a acompanhei durante o dia e fiquei ajudando nas coisas dela, ou seja, durou bastante esse sonho. E em um momento a gente ficou sozinho num lugar e ela veio carinhosamente do meu lado e ficou ali, sem pressão. Não teve sexo, só toques.
Achei engraçado, e acordei lembrando de tudo do sonho, e com uma sensação extremamente boa, que se manteve desde então. Algo como que eu não preciso apressar nada, vai acontecer tudo naturalmente, sem pressão. E isso me aliviou pra caramba, não sei explicar

Parece coisa boba e acho que em nenhum outro momento eu compartilharia isso com alguém, mas essas coisas bobas fazem um bem danado pra gente. Que bom poder deixar os preconceitos e medos de lado e poder compartilhar isso com vocês, não?

Seguimos. Uma boa jornada para todos nós!

_______________________________________


Meu diário Smile >> http://www.comoparar.com/t9517-diario-do-bolovo

"It gets easier.
Every day it gets a little easier.
But you gotta do it every day.
That's the hard part.
But it does get easier."
Vitrola
Vitrola
Mensagens : 135
Data de inscrição : 10/11/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 12/11/2019, 12:38
Bolovo escreveu:Dias melhores desde minha ultima mensagem.

Não obtive ainda a tão sonhada "cura", mas tenho tido mais ânimo pra lidar com a vida, de maneira geral. Alguns dias acordo meio pra baixo, outros acordo mais disposto, mas não importa muito, vou passando por eles e chegando ao final do dia bem, em paz na medida do possível. Vou vivendo minha vida sozinho e aprendendo a aproveitar mais esses momentos, sem culpa pelo tempo que está passando. Faz parte do processo, e aceitar é importante. Parece até clichê daqueles coachs ou do povo da "gratidão", e eu mesmo não sou fã de clichês, mas de fato é verdade. E fico feliz por estar assim nesse instante.

A fissura por usar aplicativos cessou um pouco, ainda bem. Vontade de consumir P é quase inexistente, mas não baixo a guarda. Vontade de M às vezes surge, mas tudo controlável também. Às vezes vem uma ereção e a gente quer se testar, só pra ver como anda o amigão. Normal, até dá uma animada ver ele melhor...

Algum dia da semana passada eu dormi pelado e tive algum tipo de sonho que não me lembro, mas tive uma polução muito forte, fiz uma puta sujeira e inclusive acordei na hora. Fiquei bem chateado e nem dormi direito depois. Mas a gente vai aprendendo a lidar melhor e toquei o barco, segue a vida. Acho que não se culpar tanto pelas coisas que acontecem tiram uma carga imensa da gente e isso tem me ajudado no Reboot. Esses ultimo dias passaram voando, nem percebi!

Anteontem tive um sonho "erótico" com uma menina linda que não vejo há alguns anos, desde a época da faculdade. Engraçado eu lembrar dela agora, mas como tudo rolou no sonho foi interessante: ela subia no mesmo ônibus que eu e eu acabei fingindo que não a vi, mas ela me percebeu e veio conversar comigo. E sentou ali do lado e ficamos conversando. Normalmente meus sonhos eróticos já pulam direto pra fase do sexo e com êxtase rápido, mas não dessa vez. Eu a acompanhei durante o dia e fiquei ajudando nas coisas dela, ou seja, durou bastante esse sonho. E em um momento a gente ficou sozinho num lugar e ela veio carinhosamente do meu lado e ficou ali, sem pressão. Não teve sexo, só toques.
Achei engraçado, e acordei lembrando de tudo do sonho, e com uma sensação extremamente boa, que se manteve desde então. Algo como que eu não preciso apressar nada, vai acontecer tudo naturalmente, sem pressão. E isso me aliviou pra caramba, não sei explicar

Parece coisa boba e acho que em nenhum outro momento eu compartilharia isso com alguém, mas essas coisas bobas fazem um bem danado pra gente. Que bom poder deixar os preconceitos e medos de lado e poder compartilhar isso com vocês, não?

Seguimos. Uma boa jornada para todos nós!


Fala Bolovo!

Meu velho, estou acompanhando sua jornada aqui.

Cara, acredito que eu esteja passando por uma fase parecida com a sua. Esse lance de você se sentir angustiado por estar sozinho é uma merda mesmo.

Eu moro sozinho também e é muito ruim você não ter uma companheira. A minha ex tinha depressão e eu passava mais tempo cuidando dela e do nosso filho
e acabava me deixando de lado. Foi assim que os começos de amizade que eu fiz aqui na capital, desde que cheguei, acabaram.

Mas, esse tipo de coisa acontece pra mostrar à gente quem realmente é forte ! Se a vida fosse as mil maravilhas pra todo mundo, que graça teria?

Fico feliz de você estar compartilhando aqui com a gente sua evolução como ser humano. Você está vivendo um processo que provavelmente nunca vivenciou antes.

Ah, uma dica: não se preocupa com esse lance de arrumar uma companheira logo, de querer transar a torto e a direito. De vez em quando essas paradas vem a minha mente também, mas te digo que não vale à pena. Melhor é focar em crescer como pessoa. Quando você menos esperar, vai aparecer alguém bacana pra caramba e você, livre desse vício desgraçado, vai poder percebê-la como ela é !

Abraço, meu velho! Força nessa caminhada e conte com a gente nessa jornada !

_______________________________________



Meu diário >>> http://www.comoparar.com/t9766-diario-do-vitrola-primeiro-passo-para-a-liberdade-mental-10-11-19


Oração da Serenidade: "Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, coragem para modificar aquelas que podemos e sabedoria para distinguir umas das outras".
avatar
Gritzky
Mensagens : 21
Data de inscrição : 06/11/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 12/11/2019, 19:22
Parabéns pela jornada @ bolovo. Eu que comecei agora largar as redes sociais tem sido difícil também, vc acostuma hora ou outra passar pelos apps e abrir, vai no impulso apenas mesmo sabendo que não tem nada para agregar lá.
Compartilhar motiva quem esta começando, quem planeja começar... é muito bom.

Abs!

_______________________________________


Diário do Gritzky

“With the new day comes new strengths and new thoughts”
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 1468
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 27

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 13/11/2019, 18:37
Bolovo escreveu:Dias melhores desde minha ultima mensagem.

Não obtive ainda a tão sonhada "cura", mas tenho tido mais ânimo pra lidar com a vida, de maneira geral. Alguns dias acordo meio pra baixo, outros acordo mais disposto, mas não importa muito, vou passando por eles e chegando ao final do dia bem, em paz na medida do possível. Vou vivendo minha vida sozinho e aprendendo a aproveitar mais esses momentos, sem culpa pelo tempo que está passando. Faz parte do processo, e aceitar é importante. Parece até clichê daqueles coachs ou do povo da "gratidão", e eu mesmo não sou fã de clichês, mas de fato é verdade. E fico feliz por estar assim nesse instante.

A fissura por usar aplicativos cessou um pouco, ainda bem. Vontade de consumir P é quase inexistente, mas não baixo a guarda. Vontade de M às vezes surge, mas tudo controlável também. Às vezes vem uma ereção e a gente quer se testar, só pra ver como anda o amigão. Normal, até dá uma animada ver ele melhor...

Algum dia da semana passada eu dormi pelado e tive algum tipo de sonho que não me lembro, mas tive uma polução muito forte, fiz uma puta sujeira e inclusive acordei na hora. Fiquei bem chateado e nem dormi direito depois. Mas a gente vai aprendendo a lidar melhor e toquei o barco, segue a vida. Acho que não se culpar tanto pelas coisas que acontecem tiram uma carga imensa da gente e isso tem me ajudado no Reboot. Esses ultimo dias passaram voando, nem percebi!

Anteontem tive um sonho "erótico" com uma menina linda que não vejo há alguns anos, desde a época da faculdade. Engraçado eu lembrar dela agora, mas como tudo rolou no sonho foi interessante: ela subia no mesmo ônibus que eu e eu acabei fingindo que não a vi, mas ela me percebeu e veio conversar comigo. E sentou ali do lado e ficamos conversando. Normalmente meus sonhos eróticos já pulam direto pra fase do sexo e com êxtase rápido, mas não dessa vez. Eu a acompanhei durante o dia e fiquei ajudando nas coisas dela, ou seja, durou bastante esse sonho. E em um momento a gente ficou sozinho num lugar e ela veio carinhosamente do meu lado e ficou ali, sem pressão. Não teve sexo, só toques.
Achei engraçado, e acordei lembrando de tudo do sonho, e com uma sensação extremamente boa, que se manteve desde então. Algo como que eu não preciso apressar nada, vai acontecer tudo naturalmente, sem pressão. E isso me aliviou pra caramba, não sei explicar

Parece coisa boba e acho que em nenhum outro momento eu compartilharia isso com alguém, mas essas coisas bobas fazem um bem danado pra gente. Que bom poder deixar os preconceitos e medos de lado e poder compartilhar isso com vocês, não?

Seguimos. Uma boa jornada para todos nós!

Saudações, Bolovo. De fato é aquilo que os colegas dizem, pensar em mulher, seja em que situação for, é coisa bastante delicada. O homem de verdade sabe que relacionamentos são consequência, que ficar o tempo todo pensando, naquela carência, é coisa de adolescente, de gente imatura, tremenda perda de tempo e violento agente de deturpação mental. Pense em se desenvolver primeiro como pessoa, o resto é tudo consequência.

De fato é difícil, durante vários anos pastei com vontade de "ter uma namorada" só de ver todos os meus conhecidos contemporânemos com uma, passeando, transando. Porém, temos que ser fortes. Foi na marra, na base do sangue que aprendi que se eles conseguiram, se pegavam até a top da cidade, foi porque fizeram por merecer. Trata-se de um amadurecimento doloroso e obrigatório para qualquer homem.

Receba meu abraço e todo meu incentivo a que triunfe nessa luta contra a pornografia. Essa desgraça acaba com nossa vida da pior forma e ainda é indiretamente incentivada o tempo todo em quase todo lugar. Força a todos nós.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
Vitrola
Vitrola
Mensagens : 135
Data de inscrição : 10/11/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 14/11/2019, 09:18
Fala Bolovo !

Como estão as coisas, meu velho?

Abraço, e que Deus possa seguir iluminando teus passos pra você se libertar desse vício !

Você merece uma vida próspera e livre de qualquer vício !

_______________________________________



Meu diário >>> http://www.comoparar.com/t9766-diario-do-vitrola-primeiro-passo-para-a-liberdade-mental-10-11-19


Oração da Serenidade: "Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, coragem para modificar aquelas que podemos e sabedoria para distinguir umas das outras".
Bolovo
Bolovo
Mensagens : 56
Data de inscrição : 09/09/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 19/11/2019, 01:21
Vitrola escreveu:
Fala Bolovo!

Meu velho, estou acompanhando sua jornada aqui.

Cara, acredito que eu esteja passando por uma fase parecida com a sua. Esse lance de você se sentir angustiado por estar sozinho é uma merda mesmo.

Eu moro sozinho também e é muito ruim você não ter uma companheira. A minha ex tinha depressão e eu passava mais tempo cuidando dela e do nosso filho
e acabava me deixando de lado. Foi assim que os começos de amizade que eu fiz aqui na capital, desde que cheguei, acabaram.

Mas, esse tipo de coisa acontece pra mostrar à gente quem realmente é forte ! Se a vida fosse as mil maravilhas pra todo mundo, que graça teria?

Fico feliz de você estar compartilhando aqui com a gente sua evolução como ser humano. Você está vivendo um processo que provavelmente nunca vivenciou antes.

Ah, uma dica: não se preocupa com esse lance de arrumar uma companheira logo, de querer transar a torto e a direito. De vez em quando essas paradas vem a minha mente também, mas te digo que não vale à pena. Melhor é focar em crescer como pessoa. Quando você menos esperar, vai aparecer alguém bacana pra caramba e você, livre desse vício desgraçado, vai poder percebê-la como ela é !

Abraço, meu velho! Força nessa caminhada e conte com a gente nessa jornada !

E aí Vitrola!

Cara, sim, muita coisa do seu diário faz sentido pra mim também. No começo isso pegava bastante comigo, mas como eu estava afundado na PMO, ficava anestesiado o suficiente pra não perceber no fosso que eu tava. Essa angustia durante o Reboot é mais ou menos como sair de uma caverna escura depois anos lá dentro: a luz chega a machucar os olhos de tão forte. Mas ela não é forte, é natural, nós que não estamos acostumados. Perto dos 90 dias, isso fica cada vez mais claro pra mim e mais confortável de lidar.
Aquela angustia de semanas atrás passou. Não duvido que ela possa retornar mais adiante, mas por ora estou muito bem!

Obrigado pela mensagem e preocupação de sempre!

Gritzky escreveu:Parabéns pela jornada @ bolovo. Eu que comecei agora largar as redes sociais tem sido difícil também, vc acostuma hora ou outra passar pelos apps e abrir, vai no impulso apenas mesmo sabendo que não tem nada para agregar lá.
Compartilhar motiva quem esta começando, quem planeja começar... é muito bom.

Abs!

Fala Gritzky!

Sim, é complicado pois criamos mais um hábito nocivo do qual não temos mais consciência, ele age automaticamente. Tenho diminuído esse consumo, consegui vencer o Tinder, diminuí o tempo de Face e Instagram também. O problema maior ainda é o tédio no trabalho. Tem dia que não rende, aí lá vou eu ficar vendo vídeo no Face...
É fogo, mas tá melhorando, só preciso de um plano pra contornar esse problema, rs

Abração!

Justiceiro do Sertão escreveu:
Saudações, Bolovo. De fato é aquilo que os colegas dizem, pensar em mulher, seja em que situação for, é coisa bastante delicada. O homem de verdade sabe que relacionamentos são consequência, que ficar o tempo todo pensando, naquela carência, é coisa de adolescente, de gente imatura, tremenda perda de tempo e violento agente de deturpação mental. Pense em se desenvolver primeiro como pessoa, o resto é tudo consequência.

De fato é difícil, durante vários anos pastei com vontade de "ter uma namorada" só de ver todos os meus conhecidos contemporânemos com uma, passeando, transando. Porém, temos que ser fortes. Foi na marra, na base do sangue que aprendi que se eles conseguiram, se pegavam até a top da cidade, foi porque fizeram por merecer. Trata-se de um amadurecimento doloroso e obrigatório para qualquer homem.

Receba meu abraço e todo meu incentivo a que triunfe nessa luta contra a pornografia. Essa desgraça acaba com nossa vida da pior forma e ainda é indiretamente incentivada o tempo todo em quase todo lugar. Força a todos nós.

E aí meu amigo Justiceiro!

Sim, nesse ponto eu sou meio "das antigas" também, sempre preferi namorar, conhecer bem as pessoas, nada muito raso. Nunca me dei bem com coisas casuais demais, até por isso namorei a vida toda, com certa facilidade inclusive. Essa carência atual é o baque da situação em que me coloquei, e tá tudo bem! É o preço a se pagar pelo desenvolvimento, não dava mais pra viver dessa maneira.

Muito obrigado pelas palavras e incentivo de sempre! Força a nós!

Vitrola escreveu:Fala Bolovo !

Como estão as coisas, meu velho?

Abraço, e que Deus possa seguir iluminando teus passos pra você se libertar desse vício !

Você merece uma vida próspera e livre de qualquer vício !

Amanhã eu posto direitinho como foram os últimos dias, sono tá batendo e eu nem devia estar aqui a essa hora hehehe..

Amém! Todos merecemos Very Happy

_______________________________________


Meu diário Smile >> http://www.comoparar.com/t9517-diario-do-bolovo

"It gets easier.
Every day it gets a little easier.
But you gotta do it every day.
That's the hard part.
But it does get easier."
Bolovo
Bolovo
Mensagens : 56
Data de inscrição : 09/09/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 19/11/2019, 11:47
Retomando o diário, poucas novidades desde a semana anterior, mas vamos lá!

Dias tranquilos em relação ao Reboot. Tudo sob controle quanto à PMO porém sigo nesse estado meio inconstante que parece uma flatline mas que alterna com picos de libido.
Diminuí meus acessos às redes sociais e tenho deixado o celular um pouco de lado também. O que acontece é que agora tenho bastante tempo livre, principalmente de final de semana, em que acabo não fazendo nada muito útil. Eu até leio, toco violão, vou me exercitar.. mas chega uma hora que a cabeça até dói de fazer essas coisas. Nessas de exercício, voltei a correr e estraguei meu joelho, então tô meio de molho. A academia sigo firme e forte, toda semana são 3 treinos pesados. Dieta tá ok, sigo comendo bem e ganhando massa. Tô bem feliz com meu corpo ultimamente, não tenho do que reclamar.

De interessante, saí no feriado e rolou uma tensão sexual forte com uma menina, a gente acabou indo pra casa de uma das amigas só que ela ficou empatando e não rolou nada. Eu já tava meio bêbado então fiquei ansioso caso fosse rolar algo, com a minha performance, se ia ter DE, e aí que não senti nada mesmo. Fiquei preocupado. Por bem ou por mal, não aconteceu nada. No dia seguinte fiquei pensando nisso e viajando nos cenários. Engraçado que em casa rola ereção de boa, sem estimulo visual, só pensando ou simplesmente acontecendo. Lembro de ter lido no diário de alguém (já faz um tempo) que ele também percebia isso: nos ambientes conhecidos, "seguros", rolava ereção de boa, sem problemas. Aí era só ir pra outro lugar que não acontecia. Deve ter a ver com ansiedade ou algum outro mecanismo do cérebro, mas é fogo, vou ter que superar isso em algum momento. Ansiedade joga contra mas seguimos na luta.

Nessa de ficar em casa, no final de semana rolou isso direto. Batia um vento e ficava duro. Lógico que eu ficava feliz, mas a vontade de se testar é imensa. Ver quanto tempo dura, se com uma menina ia segurar a bronca, essas coisas. Junto vem a vontadezinha de M, mas essa a gente bota devidamente no seu lugar.
E foi assim até ontem. Passei a noite mexendo no PC e tendo ereções espontâneas. Ia contar as novidades aqui mas acabei vendo Netflix até tarde, respondi os amigos e já tava caindo de sono, então fui dormir... e eis que 3h30 da madrugada eu tenho outra polução noturna! PQP! Na cueca novinha ainda kkkkk
Como venho dizendo há algum tempo, a gente vai criando hábito com essas coisas e, mesmo que desagradáveis, aprendemos a lidar com elas. Nem liguei a luz do quarto e arranquei a cueca, fui no banheiro de luz apagada também, lavei o instrumento na pia, sequei e voltei pra cama. Incrivelmente dormi em menos de 1 minuto. E acordei com outra ereção pela manhã. Vai entender....

Não fiquei mal por isso, faz parte do que estou vivendo. Uma coisa interessante foi que o "sonho" que culminou na polução veio extremamente rápido, como sempre, mas com algumas imagens desagradáveis que agora não lembro exatamente. Foi uma sequencia de 3 cenas rápidas e a polução em seguida, mas parece que da segunda pra terceira cena eu me toquei do que tava acontecendo e controlei a situação, pelo menos parcialmente, e interrompi essa terceira cena, tanto que acordei imediatamente e senti que não saiu tanta coisa quanto da ultima vez. Na ultima eu tive um sonho daqueles e foi êxtase mesmo, aquela jatada que furou o colchão kkkkk

E é isso. Outra novidade é que minha primeira ex-namorada veio conversar comigo há alguns dias e estamos conversando desde então, sem segundas intenções. Ela é uma puta amiga e uma das pessoas mais mente aberta que conheço, tanto que comentei com ela sobre o Reboot e ela super apoiou! Pena termos perdido um pouco o contato, mas estamos retomando, faz bem ter uma pessoa dessas por perto.

Continuar assim com esses dias leves. Olhando pra trás, parece que esses quase 90 dias passaram voando! Que bom que consegui me manter firme nessa primeira etapa. Valeu a pena sofrer no início, o lugar a que caminho é muito melhor e recompensador!

Força a todos nós!

_______________________________________


Meu diário Smile >> http://www.comoparar.com/t9517-diario-do-bolovo

"It gets easier.
Every day it gets a little easier.
But you gotta do it every day.
That's the hard part.
But it does get easier."
Vitrola
Vitrola
Mensagens : 135
Data de inscrição : 10/11/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 19/11/2019, 22:05
Bolovo escreveu:Retomando o diário, poucas novidades desde a semana anterior, mas vamos lá!

Dias tranquilos em relação ao Reboot. Tudo sob controle quanto à PMO porém sigo nesse estado meio inconstante que parece uma flatline mas que alterna com picos de libido.
Diminuí meus acessos às redes sociais e tenho deixado o celular um pouco de lado também. O que acontece é que agora tenho bastante tempo livre, principalmente de final de semana, em que acabo não fazendo nada muito útil. Eu até leio, toco violão, vou me exercitar.. mas chega uma hora que a cabeça até dói de fazer essas coisas. Nessas de exercício, voltei a correr e estraguei meu joelho, então tô meio de molho. A academia sigo firme e forte, toda semana são 3 treinos pesados. Dieta tá ok, sigo comendo bem e ganhando massa. Tô bem feliz com meu corpo ultimamente, não tenho do que reclamar.

De interessante, saí no feriado e rolou uma tensão sexual forte com uma menina, a gente acabou indo pra casa de uma das amigas só que ela ficou empatando e não rolou nada. Eu já tava meio bêbado então fiquei ansioso caso fosse rolar algo, com a minha performance, se ia ter DE, e aí que não senti nada mesmo. Fiquei preocupado. Por bem ou por mal, não aconteceu nada. No dia seguinte fiquei pensando nisso e viajando nos cenários. Engraçado que em casa rola ereção de boa, sem estimulo visual, só pensando ou simplesmente acontecendo. Lembro de ter lido no diário de alguém (já faz um tempo) que ele também percebia isso: nos ambientes conhecidos, "seguros", rolava ereção de boa, sem problemas. Aí era só ir pra outro lugar que não acontecia. Deve ter a ver com ansiedade ou algum outro mecanismo do cérebro, mas é fogo, vou ter que superar isso em algum momento. Ansiedade joga contra mas seguimos na luta.

Nessa de ficar em casa, no final de semana rolou isso direto. Batia um vento e ficava duro. Lógico que eu ficava feliz, mas a vontade de se testar é imensa. Ver quanto tempo dura, se com uma menina ia segurar a bronca, essas coisas. Junto vem a vontadezinha de M, mas essa a gente bota devidamente no seu lugar.
E foi assim até ontem. Passei a noite mexendo no PC e tendo ereções espontâneas. Ia contar as novidades aqui mas acabei vendo Netflix até tarde, respondi os amigos e já tava caindo de sono, então fui dormir... e eis que 3h30 da madrugada eu tenho outra polução noturna! PQP! Na cueca novinha ainda kkkkk
Como venho dizendo há algum tempo, a gente vai criando hábito com essas coisas e, mesmo que desagradáveis, aprendemos a lidar com elas. Nem liguei a luz do quarto e arranquei a cueca, fui no banheiro de luz apagada também, lavei o instrumento na pia, sequei e voltei pra cama. Incrivelmente dormi em menos de 1 minuto. E acordei com outra ereção pela manhã. Vai entender....

Não fiquei mal por isso, faz parte do que estou vivendo. Uma coisa interessante foi que o "sonho" que culminou na polução veio extremamente rápido, como sempre, mas com algumas imagens desagradáveis que agora não lembro exatamente. Foi uma sequencia de 3 cenas rápidas e a polução em seguida, mas parece que da segunda pra terceira cena eu me toquei do que tava acontecendo e controlei a situação, pelo menos parcialmente, e interrompi essa terceira cena, tanto que acordei imediatamente e senti que não saiu tanta coisa quanto da ultima vez. Na ultima eu tive um sonho daqueles e foi êxtase mesmo, aquela jatada que furou o colchão kkkkk

E é isso. Outra novidade é que minha primeira ex-namorada veio conversar comigo há alguns dias e estamos conversando desde então, sem segundas intenções. Ela é uma puta amiga e uma das pessoas mais mente aberta que conheço, tanto que comentei com ela sobre o Reboot e ela super apoiou! Pena termos perdido um pouco o contato, mas estamos retomando, faz bem ter uma pessoa dessas por perto.

Continuar assim com esses dias leves. Olhando pra trás, parece que esses quase 90 dias passaram voando! Que bom que consegui me manter firme nessa primeira etapa. Valeu a pena sofrer no início, o lugar a que caminho é muito melhor e recompensador!

Força a todos nós!


Fala Bolovo !

Meu velho, que massa que você já está bem perto de fechar os 90 dias. Parabéns ! Sempre focado pra que esses 90 dias sejam mais que 90 anos !

Cara, muito bacana também você estar valorizando de verdade as atividades de religação. É assim que a gente consegue concentrar toda essa nossa energia
e canalizá-la para fins mais engrandecedores.

Sobre a guria: bicho, relaxa ! Não vai pensando que tu vai brochar, que não vai "dar no coro" etc. Com as meninas que eu namorei, eu fui nessa de ir nervoso pra caramba
e broxei de primeira. Mas com uma guria que fiquei aí por fora, eu fui com tanto gosto que o "danado" não descia nem na reza braba kk

Aproveita o momento, meu velho. Foca que você vai deixar uma mulher louca de prazer na cama, que aí você vai ver como as coisas vão mudar de patamar.

No mais, estou acompanhando teu diário.

Que Deus te abençoe, meu velho !

_______________________________________



Meu diário >>> http://www.comoparar.com/t9766-diario-do-vitrola-primeiro-passo-para-a-liberdade-mental-10-11-19


Oração da Serenidade: "Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, coragem para modificar aquelas que podemos e sabedoria para distinguir umas das outras".
eng.campeão
eng.campeão
Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/11/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 20/11/2019, 16:53
Tudo bem Bolovo?
Primeiramente parabéns por estar chegando nos 90 dias firme e forte!!

Eu estou começando agora nesse processo de Reboot, é tudo novo ainda, há aquela sensação de quando conseguimos uma coisa nova e queremos saber tudo sobre e conhecer todas as funcionalidades, apenas espero que isso não passe tão depressa.

Mas vim para falar que eu tinha lido alguns tópicos do seu diário ontem, e hoje vim aqui ler ele inteiro. Não sei falar sobre sentimento, mas fiquei muito feliz por você devido as suas conquistas e foco, e um pouco triste pelo seu amigão que é um pouco involuntário, não sabe se comportar educadamente kkkk. Quero destacar, principalmente, que você escreve muito bem, muito bem mesmo, dá muito gosto de ler.

Abraço.
Bolovo
Bolovo
Mensagens : 56
Data de inscrição : 09/09/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 20/11/2019, 23:17
Vitrola escreveu:Fala Bolovo !

Meu velho, que massa que você já está bem perto de fechar os 90 dias. Parabéns ! Sempre focado pra que esses 90 dias sejam mais que 90 anos !

Cara, muito bacana também você estar valorizando de verdade as atividades de religação. É assim que a gente consegue concentrar toda essa nossa energia
e canalizá-la para fins mais engrandecedores.

Sobre a guria: bicho, relaxa ! Não vai pensando que tu vai brochar, que não vai "dar no coro" etc. Com as meninas que eu namorei, eu fui nessa de ir nervoso pra caramba
e broxei de primeira. Mas com uma guria que fiquei aí por fora, eu fui com tanto gosto que o "danado" não descia nem na reza braba kk

Aproveita o momento, meu velho. Foca que você vai deixar uma mulher louca de prazer na cama, que aí você vai ver como as coisas vão mudar de patamar.

No mais, estou acompanhando teu diário.

Que Deus te abençoe, meu velho !

E aí Vitrola! Obrigado pelo acompanhamento e entusiasmo de sempre hehehe

Sim! A meta é bater esses 90 dias simbólicos e continuar assim pelo resto dos tempos. Mais do que um simples Reboot, eu encaro isso hoje como uma guinada à vida real de fato.
O vício é o nosso mal maior, mas nosso estilo de vida ajuda e muito a perpetua-lo e mante-lo controlando a gente, é incrível o suporte que damos para isso acontecer deliberadamente. As atividades de religação são importantíssimas!

Quanto à menina, sim, na teoria é bonito e tenho essa consciência, afinal, segurei dois mulherões por quase 11 anos combinados kkkkk
O que me atrapalha muito é a ansiedade, essa é uma personagem meio que incontrolável mesmo, nunca sei quando vai dar as caras e quando vem, o máximo que consigo fazer é mitigá-la. Preciso dar um foco maior nisso também, com certeza, mas por enquanto vou pondo minhas energias em zerar esse Reboot

eng.campeão escreveu:
Tudo bem Bolovo?
Primeiramente parabéns por estar chegando nos 90 dias firme e forte!!

Eu estou começando agora nesse processo de Reboot, é tudo novo ainda, há aquela sensação de quando conseguimos uma coisa nova e queremos saber tudo sobre e conhecer todas as funcionalidades, apenas espero que isso não passe tão depressa.

Mas vim para falar que eu tinha lido alguns tópicos do seu diário ontem, e hoje vim aqui ler ele inteiro. Não sei falar sobre sentimento, mas fiquei muito feliz por você devido as suas conquistas e foco, e um pouco triste pelo seu amigão que é um pouco involuntário, não sabe se comportar educadamente kkkk. Quero destacar, principalmente, que você escreve muito bem, muito bem mesmo, dá muito gosto de ler.

Abraço.

Fala eng! Eu que te parabenizo por ter tomado essa decisão tão boa pra sua vida!

Obrigado por passar no meu diário e pelo elogio! Eu sempre gostei de escrever, mas acabei perdendo o hábito e participar aqui do Fórum me ajudou a retoma-lo. Me sinto bem escrevendo e escrevendo bastante. Sei que algumas pessoas podem não gostar dos meus "testamentos" mas se te faz feliz e ajuda, foca nisso! Fora que tento expor muitos detalhes para que quem leia saiba exatamente o que vem passando comigo durante esse experimento. Muitos podem se relacionar com algumas situações e encontrar respostas ou informações pros seus próprios desafios. Acho que é o mínimo que posso fazer por quem me acompanha Very Happy

Cara, pega essa energia e seu ânimo e vai com tudo! Consome toda informação que puder, arme-se e vá pra luta. Em alguns momentos a gente se desanima, é normal, mas é importante você entender o que tá acontecendo com sua cabeça e seu corpo. Numa das minhas tentativas, com 3 semanas eu não vi nenhum resultado e fiquei triste, acabei voltando pra PMO pra me aliviar emocionalmente e dar aquela esvaziada. Não conhecia o que era Flatline na época. Hoje eu conheço, e quando passei pela mesma situação, não recaí. Tenha consciência dos seus atos, do seu corpo, de quem manda nos seus movimentos, isso ajuda MUITO.

Eu li seu diário agora antes de postar essa minha resposta e, por isso, pegando gancho no que você vem passando, vou postar como foi meu dia com detalhes no que foco ser importante para um bom Reboot

_______________________________________


Meu diário Smile >> http://www.comoparar.com/t9517-diario-do-bolovo

"It gets easier.
Every day it gets a little easier.
But you gotta do it every day.
That's the hard part.
But it does get easier."
Bolovo
Bolovo
Mensagens : 56
Data de inscrição : 09/09/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 20/11/2019, 23:54
Postando em tempo recorde, isso não é normal, então aproveitem kkkk

Ontem postei como havia sido minha ultima semana quando tive um momento livre, próximo ao meio dia. Logo após, o dia deu uma revirada e tive que sair voando pra atender um cliente muito bom que tenho. Marquei às 14h com ele. Cheguei lá às 14h05 e fui surpreendido com uma fila de 8 pessoas esperando por ele também. Fui atendido só às 16h50 Neutral

Maravilha, perdi a tarde esperando e deixei de fazer um monte de coisa, sério, me atrasou pra caramba. Voltei pro escritório às 17h30 e fiquei até às 19h30 trabalhando sozinho.
Péssimo, certo? Agora vamos aos detalhes.

Enquanto esperava, conversei com 3 vendedores diferentes e me ocupei o tempo inteiro com eles. Depois fui atendido, batemos um papo legal e fui embora. Tava atrasado, meio irritado, com o celular com 3% de bateria... mas e daí? Tava do lado de uma loja que conheço os funcionários e fui lá bater um papo, f*da-se! Fiquei uns 15 minutos lá, conversei com 3 caras, falei da vida, me convidaram pra jogar bola com eles um dia desses... porra, isso não tem preço. Ainda comprei uma Nutella gigante pra mim kkkk fora que tirei um pedidão no cliente lá.

No escritório, nada de mais. Hoje foi feriado aqui na cidade então planejei ir pro interior resolver umas pendências, só que resolvi em cima da hora e quase não consegui alugar um carro pra viajar. Já era 19h e queria tirar um carro às 20h, azideia... Consegui um pras 21h30 num shopping razoavelmente perto. E fui pra lá.
Uma das coisas que ainda venho enfrentando é fazer as coisas sozinho, como ir ao shopping ou ao parque. Não gosto. Mas fui, afinal, a gente precisa se enfrentar. Passeei sozinho, comi um lanche sozinho, fui na livraria passar o tempo. E não morri. Não vou mentir, isso não é lá muito agradável, mas precisamos amadurecer. Eu preciso disso.
Peguei o carro e vim pra casa.

Hoje acordei cedo e fui pro interior, às 8h. Em vez de ir resolver as responsabilidades antes, como sempre faço, parei numa cidadezinha que conheço uns japoneses que fazem massagem e dei uma de presente pra minha coluna, que tava só o bagaço. Depois retomei a viagem e, mais uma vez, desviei o caminho. Parei na cidade de uns amigos e fiquei lá, batendo papo. Primeiro com uma atendente da loja que conheço a dona, depois chegou a dona, aí fui no lado pagar umas contas, vi uns animais, voltei na loja... nisso passou bem umas 3 horas, sem exagero. E então segui o rumo. E aí... mudei o plano de novo. Parei num posto que conheço o gerente e fui lá almoçar. Ele me viu, foi lá falar comigo e depois que terminei de almoçar, sentou e ficamos mais uns 40 minutos batendo papo. No final ele ainda me deu um desconto no meu rodízio, fez o preço de buffet. Sem palavras.
Fui então resolver o que tinha me disposto nessa viagem, cheguei lá, resolvi e fiquei conversando mais um tempo com o pessoal. Voltei pra estrada quase às 17h, cheguei na cidade, devolvi o carro e saí às 19h30 do shopping. Poderia pegar um Uber pra voltar, mas vim de metrô. E desci na estação e de lá vim caminhando pra casa, cheguei às 20h e pouco aqui, mas não importa. Esses pequenos prazeres ninguém paga pra gente.



E por quê acho um dia como esse tão importante? Religação. Ressignificação. Fugir da rotina, do comum. Isso, pra mim, tem feito um bem ENORME pra minha cabeça.
Faz eu me sentir vivo, conectado com as pessoas, com o presente. Pra mim o Reboot se tornou algo maior que apenas a superação do vício em PMO, virou o combustível para criar novos hábitos, viver novas experiencias, e sentir essas coisas banais como se fossem novas também. Tá tudo dentro da nossa cabeça, a gente precisa apenas mexer os botões certos pra que isso faça sentido e nos sintamos mais livres e felizes!

Espero que tenha feito sentido pra vocês, assim como tem feito pra mim!  Very Happy
Força a todos, um bom Reboot pra gente!

_______________________________________


Meu diário Smile >> http://www.comoparar.com/t9517-diario-do-bolovo

"It gets easier.
Every day it gets a little easier.
But you gotta do it every day.
That's the hard part.
But it does get easier."
Rav Tobias
Rav Tobias
Mensagens : 80
Data de inscrição : 14/10/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 21/11/2019, 00:21
Gostei muito do teu relato de religação, Bolovo. Vou seguir mais assim com minha vida. Abraço.

_______________________________________
Rav Tobias Malakh
Vitrola
Vitrola
Mensagens : 135
Data de inscrição : 10/11/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 21/11/2019, 06:50
Bolovo escreveu:Postando em tempo recorde, isso não é normal, então aproveitem kkkk

Ontem postei como havia sido minha ultima semana quando tive um momento livre, próximo ao meio dia. Logo após, o dia deu uma revirada e tive que sair voando pra atender um cliente muito bom que tenho. Marquei às 14h com ele. Cheguei lá às 14h05 e fui surpreendido com uma fila de 8 pessoas esperando por ele também. Fui atendido só às 16h50 Neutral

Maravilha, perdi a tarde esperando e deixei de fazer um monte de coisa, sério, me atrasou pra caramba. Voltei pro escritório às 17h30 e fiquei até às 19h30 trabalhando sozinho.
Péssimo, certo? Agora vamos aos detalhes.

Enquanto esperava, conversei com 3 vendedores diferentes e me ocupei o tempo inteiro com eles. Depois fui atendido, batemos um papo legal e fui embora. Tava atrasado, meio irritado, com o celular com 3% de bateria... mas e daí? Tava do lado de uma loja que conheço os funcionários e fui lá bater um papo, f*da-se! Fiquei uns 15 minutos lá, conversei com 3 caras, falei da vida, me convidaram pra jogar bola com eles um dia desses... porra, isso não tem preço. Ainda comprei uma Nutella gigante pra mim kkkk fora que tirei um pedidão no cliente lá.

No escritório, nada de mais. Hoje foi feriado aqui na cidade então planejei ir pro interior resolver umas pendências, só que resolvi em cima da hora e quase não consegui alugar um carro pra viajar. Já era 19h e queria tirar um carro às 20h, azideia... Consegui um pras 21h30 num shopping razoavelmente perto. E fui pra lá.
Uma das coisas que ainda venho enfrentando é fazer as coisas sozinho, como ir ao shopping ou ao parque. Não gosto. Mas fui, afinal, a gente precisa se enfrentar. Passeei sozinho, comi um lanche sozinho, fui na livraria passar o tempo. E não morri. Não vou mentir, isso não é lá muito agradável, mas precisamos amadurecer. Eu preciso disso.
Peguei o carro e vim pra casa.

Hoje acordei cedo e fui pro interior, às 8h. Em vez de ir resolver as responsabilidades antes, como sempre faço, parei numa cidadezinha que conheço uns japoneses que fazem massagem e dei uma de presente pra minha coluna, que tava só o bagaço. Depois retomei a viagem e, mais uma vez, desviei o caminho. Parei na cidade de uns amigos e fiquei lá, batendo papo. Primeiro com uma atendente da loja que conheço a dona, depois chegou a dona, aí fui no lado pagar umas contas, vi uns animais, voltei na loja... nisso passou bem umas 3 horas, sem exagero. E então segui o rumo. E aí... mudei o plano de novo. Parei num posto que conheço o gerente e fui lá almoçar. Ele me viu, foi lá falar comigo e depois que terminei de almoçar, sentou e ficamos mais uns 40 minutos batendo papo. No final ele ainda me deu um desconto no meu rodízio, fez o preço de buffet. Sem palavras.
Fui então resolver o que tinha me disposto nessa viagem, cheguei lá, resolvi e fiquei conversando mais um tempo com o pessoal. Voltei pra estrada quase às 17h, cheguei na cidade, devolvi o carro e saí às 19h30 do shopping. Poderia pegar um Uber pra voltar, mas vim de metrô. E desci na estação e de lá vim caminhando pra casa, cheguei às 20h e pouco aqui, mas não importa. Esses pequenos prazeres ninguém paga pra gente.



E por quê acho um dia como esse tão importante? Religação. Ressignificação. Fugir da rotina, do comum. Isso, pra mim, tem feito um bem ENORME pra minha cabeça.
Faz eu me sentir vivo, conectado com as pessoas, com o presente. Pra mim o Reboot se tornou algo maior que apenas a superação do vício em PMO, virou o combustível para criar novos hábitos, viver novas experiencias, e sentir essas coisas banais como se fossem novas também. Tá tudo dentro da nossa cabeça, a gente precisa apenas mexer os botões certos pra que isso faça sentido e nos sintamos mais livres e felizes!

Espero que tenha feito sentido pra vocês, assim como tem feito pra mim!  Very Happy
Força a todos, um bom Reboot pra gente!



Fala, meu velho !

Cara, você deu uma baita de uma improvisada nessa viagem, ein? Muito massa !

Eu também fico receoso pra caramba de sair sozinho. Um dos locais que mais me sinto bem é na praia, chegando bem cedinho, com pouca gente ainda, saca?
Lendo seu relato, me inspirei a dar uma passada numa praia aqui perto e sentir a brisa. Vou me programar pra ir ainda essa semana !

No mais, parabéns pelos 88 dias. Uma marca e tanto, bicho ! Muito bom saber que têm pessoas como você que estão se ajudando e ajudando as outras pessoas com
seus relatos incríveis.

Vamos em frente, guerreiro ! Torço, de coração, pra que as coisas continuem se realinhando pra ti. Que Deus te abençoe.

Abraço !


_______________________________________



Meu diário >>> http://www.comoparar.com/t9766-diario-do-vitrola-primeiro-passo-para-a-liberdade-mental-10-11-19


Oração da Serenidade: "Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, coragem para modificar aquelas que podemos e sabedoria para distinguir umas das outras".
eng.campeão
eng.campeão
Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/11/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 26/11/2019, 23:23
Blz Bolovo?

Inicialmente, PARABÉNS por ter passado pelos 90 dias, mas que agora dobrem, tripliquem...

Estou sentindo falta dos seu relatos aqui no fórum, sempre são muito agradáveis de se ler. Imagino que sempre esteja bastante ocupado e querendo ou não passar por aqui sempre nos consome um pouco de tempo.

De qualquer forma um forte abraço!

_______________________________________
Bolovo
Bolovo
Mensagens : 56
Data de inscrição : 09/09/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 27/11/2019, 23:08
Obrigado pelas mensagens, Rav, Vitrola e eng!

Eu escrevo aqui o que sinto e de uma maneira que imagino ser proveitosa também para quem leia, afinal, uma das coisas que me ajudou MUITO a iniciar o Reboot foram os relatos que li aqui há um tempo atrás. Relatos bem escritos e com seus altos e baixos, que mostravam a real face do vício e a também real possibilidade de cura. É ótimo ver a teoria se materializando, foi um dos pilares motivacionais pra mim, além de, claro, ter atingido o fundo do poço e feito uma autocritica verdadeira. É importantíssimo sermos verdadeiros com nós mesmos.

No mais, gostaria de escrever mais aqui sim, é que meu dia acaba sendo bem apertado mesmo e, chegando em casa, eu reservo meu tempinho pra entretenimento, senão eu fico louco, rs.

Hoje, por exemplo, tive aula de violão às 17h, voltei pro escritório, arrumei umas coisas e fui às 18h30 pra academia. Saí de lá às 19h45 pois vi que meu ônibus ia passar às 19h50. Cheguei no ponto, do outro lado da rua, e vi o busão parando e vazando kkkkkk ainda corri atrás dele, dei um tapa no lado mas não consegui fazer que parasse. Me lasquei.
Ainda por cima tava chovendo e o próximo ia passar em 25 minutos. Bom, fiquei na chuva mesmo aproveitando por uns 15 minutos. As pessoas do ponto devem ter achado que eu sou doido, fiquei ensopado enquanto eles se apertavam no coberto. Passou 15 minutos e veio outro ônibus, diferente. Peguei ele e desci a 1km mais ou menos de casa. Fui à pé na chuva e cheguei aqui quase às 21h. Ou seja, além de ocupado, eu me tomo bastante tempo fazendo essas coisas hehe

Fora isso, semana correu super bem. Nenhuma novidade importante depois de 1 semana. Sigo com a mesma consciência quanto à PMO, não cedo e nem cogito ver P e o cérebro, por enquanto, não tá forçando a barra. Sentindo uma leve necessidade de gozar nesses últimos 2 dias, o que leva a um impulso de caçar alguma menina, querer transar mesmo. Nisso vem a vontade de instalar o Tinder, mas esse eu também estou livre. Uma pena que não coloquei um contador pro dia que desinstalei esses apps, queria saber quanto tempo to limpo deles. De todo modo, minha meta é fechar 2019 longe deles e o quanto for possível. Pretendo conseguir sexo real primeiro antes da possibilidade de voltar ao virtual. Mas sem pressa.
Hardmode é um negócio violento, brabíssimo kkkk mas não é um bicho de sete cabeças. Ajuda no autocontrole, a mostrar que eu domino minha mente e minha mente domina meu corpo. Pelo menos nesse aspecto, pois a questão da ansiedade é uma questão à parte nessa equação, infelizmente...

Vi que bati os 90 dias limpo e até pensei em vir aqui escrever, mas achei burocrático demais kkkk é só uma data, um marco. Quando eu vencer de uma vez por todas o vício, o medo de falhar, a DE e qualquer coisa que a PMO agravou em minha vida, aí eu venho aqui e solto rojão e pago uma rodada de cerveja pra todo mundo kkkkkk

Até lá, tentando levar o Reboot o mais leve e natural possível Very Happy

Força a todos!

_______________________________________


Meu diário Smile >> http://www.comoparar.com/t9517-diario-do-bolovo

"It gets easier.
Every day it gets a little easier.
But you gotta do it every day.
That's the hard part.
But it does get easier."
eng.campeão
eng.campeão
Mensagens : 22
Data de inscrição : 19/11/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 28/11/2019, 19:41
Bolovo escreveu:Obrigado pelas mensagens, Rav, Vitrola e eng!

Eu escrevo aqui o que sinto e de uma maneira que imagino ser proveitosa também para quem leia, afinal, uma das coisas que me ajudou MUITO a iniciar o Reboot foram os relatos que li aqui há um tempo atrás. Relatos bem escritos e com seus altos e baixos, que mostravam a real face do vício e a também real possibilidade de cura. É ótimo ver a teoria se materializando, foi um dos pilares motivacionais pra mim, além de, claro, ter atingido o fundo do poço e feito uma autocritica verdadeira. É importantíssimo sermos verdadeiros com nós mesmos.

No mais, gostaria de escrever mais aqui sim, é que meu dia acaba sendo bem apertado mesmo e, chegando em casa, eu reservo meu tempinho pra entretenimento, senão eu fico louco, rs.

Hoje, por exemplo, tive aula de violão às 17h, voltei pro escritório, arrumei umas coisas e fui às 18h30 pra academia. Saí de lá às 19h45 pois vi que meu ônibus ia passar às 19h50. Cheguei no ponto, do outro lado da rua, e vi o busão parando e vazando kkkkkk ainda corri atrás dele, dei um tapa no lado mas não consegui fazer que parasse. Me lasquei.
Ainda por cima tava chovendo e o próximo ia passar em 25 minutos. Bom, fiquei na chuva mesmo aproveitando por uns 15 minutos. As pessoas do ponto devem ter achado que eu sou doido, fiquei ensopado enquanto eles se apertavam no coberto. Passou 15 minutos e veio outro ônibus, diferente. Peguei ele e desci a 1km mais ou menos de casa. Fui à pé na chuva e cheguei aqui quase às 21h. Ou seja, além de ocupado, eu me tomo bastante tempo fazendo essas coisas hehe

Fora isso, semana correu super bem. Nenhuma novidade importante depois de 1 semana. Sigo com a mesma consciência quanto à PMO, não cedo e nem cogito ver P e o cérebro, por enquanto, não tá forçando a barra. Sentindo uma leve necessidade de gozar nesses últimos 2 dias, o que leva a um impulso de caçar alguma menina, querer transar mesmo. Nisso vem a vontade de instalar o Tinder, mas esse eu também estou livre. Uma pena que não coloquei um contador pro dia que desinstalei esses apps, queria saber quanto tempo to limpo deles. De todo modo, minha meta é fechar 2019 longe deles e o quanto for possível. Pretendo conseguir sexo real primeiro antes da possibilidade de voltar ao virtual. Mas sem pressa.
Hardmode é um negócio violento, brabíssimo kkkk mas não é um bicho de sete cabeças. Ajuda no autocontrole, a mostrar que eu domino minha mente e minha mente domina meu corpo. Pelo menos nesse aspecto, pois a questão da ansiedade é uma questão à parte nessa equação, infelizmente...

Vi que bati os 90 dias limpo e até pensei em vir aqui escrever, mas achei burocrático demais kkkk é só uma data, um marco. Quando eu vencer de uma vez por todas o vício, o medo de falhar, a DE e qualquer coisa que a PMO agravou em minha vida, aí eu venho aqui e solto rojão e pago uma rodada de cerveja pra todo mundo kkkkkk

Até lá, tentando levar o Reboot o mais leve e natural possível Very Happy

Força a todos!

Fala Bolovo,
Também acredito que não são exatamente 90 dias que vão lhe deixar livre, mas a atitude e a habilidade de conseguir viver livre e sem desejar PMO, da forma como você colocou.
Você é uma inspiração quanto a sua ocupação, eu particularmente acho incríveis as pessoas que não param e que estão sempre em movimento.

Abraço parceiro!
Vitrola
Vitrola
Mensagens : 135
Data de inscrição : 10/11/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 28/11/2019, 20:00
Bolovo escreveu:Obrigado pelas mensagens, Rav, Vitrola e eng!

Eu escrevo aqui o que sinto e de uma maneira que imagino ser proveitosa também para quem leia, afinal, uma das coisas que me ajudou MUITO a iniciar o Reboot foram os relatos que li aqui há um tempo atrás. Relatos bem escritos e com seus altos e baixos, que mostravam a real face do vício e a também real possibilidade de cura. É ótimo ver a teoria se materializando, foi um dos pilares motivacionais pra mim, além de, claro, ter atingido o fundo do poço e feito uma autocritica verdadeira. É importantíssimo sermos verdadeiros com nós mesmos.

No mais, gostaria de escrever mais aqui sim, é que meu dia acaba sendo bem apertado mesmo e, chegando em casa, eu reservo meu tempinho pra entretenimento, senão eu fico louco, rs.

Hoje, por exemplo, tive aula de violão às 17h, voltei pro escritório, arrumei umas coisas e fui às 18h30 pra academia. Saí de lá às 19h45 pois vi que meu ônibus ia passar às 19h50. Cheguei no ponto, do outro lado da rua, e vi o busão parando e vazando kkkkkk ainda corri atrás dele, dei um tapa no lado mas não consegui fazer que parasse. Me lasquei.
Ainda por cima tava chovendo e o próximo ia passar em 25 minutos. Bom, fiquei na chuva mesmo aproveitando por uns 15 minutos. As pessoas do ponto devem ter achado que eu sou doido, fiquei ensopado enquanto eles se apertavam no coberto. Passou 15 minutos e veio outro ônibus, diferente. Peguei ele e desci a 1km mais ou menos de casa. Fui à pé na chuva e cheguei aqui quase às 21h. Ou seja, além de ocupado, eu me tomo bastante tempo fazendo essas coisas hehe

Fora isso, semana correu super bem. Nenhuma novidade importante depois de 1 semana. Sigo com a mesma consciência quanto à PMO, não cedo e nem cogito ver P e o cérebro, por enquanto, não tá forçando a barra. Sentindo uma leve necessidade de gozar nesses últimos 2 dias, o que leva a um impulso de caçar alguma menina, querer transar mesmo. Nisso vem a vontade de instalar o Tinder, mas esse eu também estou livre. Uma pena que não coloquei um contador pro dia que desinstalei esses apps, queria saber quanto tempo to limpo deles. De todo modo, minha meta é fechar 2019 longe deles e o quanto for possível. Pretendo conseguir sexo real primeiro antes da possibilidade de voltar ao virtual. Mas sem pressa.
Hardmode é um negócio violento, brabíssimo kkkk mas não é um bicho de sete cabeças. Ajuda no autocontrole, a mostrar que eu domino minha mente e minha mente domina meu corpo. Pelo menos nesse aspecto, pois a questão da ansiedade é uma questão à parte nessa equação, infelizmente...

Vi que bati os 90 dias limpo e até pensei em vir aqui escrever, mas achei burocrático demais kkkk é só uma data, um marco. Quando eu vencer de uma vez por todas o vício, o medo de falhar, a DE e qualquer coisa que a PMO agravou em minha vida, aí eu venho aqui e solto rojão e pago uma rodada de cerveja pra todo mundo kkkkkk

Até lá, tentando levar o Reboot o mais leve e natural possível Very Happy

Força a todos!


Fala, mano !

Cara, que rotina apertada, ein? Eu curto viver a vida assim, mas, de vez em quando, ergo um brinde ao ócio e me deixo ficar sem fazer nada kk

90 dias é uma puta de uma marca, mano. Parabéns ! Contudo, é como você disse: a parada não é só cumprir o marco temporal, mas ver as outras
áreas da nossa vida se alinhando e tudo sendo como deve ser. Caos sempre vai ter em nossa vida, mas ele nunca pode ser predominante; senão,
você vai viver atormentado, sem o mínimo de segurança. Nem caos demais, nem ordem demais. (Jordan Peterson tá colocando um pouco de juízo na minha cabeça haha).

No mais, fico muito feliz por estar tudo indo muito bem na sua vida. Que Deus ilumine seu caminho e que você continue se mantendo longe desse
vício.

Abraço, meu velho !

_______________________________________



Meu diário >>> http://www.comoparar.com/t9766-diario-do-vitrola-primeiro-passo-para-a-liberdade-mental-10-11-19


Oração da Serenidade: "Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária para aceitar as coisas que não podemos modificar, coragem para modificar aquelas que podemos e sabedoria para distinguir umas das outras".
Bolovo
Bolovo
Mensagens : 56
Data de inscrição : 09/09/2019

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 2/12/2019, 23:05
Fala galera!

Preciso voltar a escrever mais por aqui, eu acabo esquecendo de MUITA coisa que acontece na semana... vamos por tópicos, assim refresco minha memória.

- Desde meu ultimo post, conversei bastante com minha ex, a primeira, e ela me ajudou com várias coisas e receios. Tem me incentivado bastante a fazer minhas coisas, viajar sozinho, etc. É bom ter um apoio assim de vez em quando. Agora falta eu colocar em prática, mas já me sinto menos sozinho nesse mundo.
- Final de semana eu me dei o luxo e não fiz absolutamente nada. Tive convites pra sair em baladas na sexta e sábado, mas recusei. Não tava a fim. Dormi 10 horas em um dia e 8h30 no outro, tava precisando pra recarregar. Tenho que pensar mais em mim!
- Um dia pra ficar alerta! Recebi um amigo em casa e ficamos falando umas groselhas, pra variar. O povo não sabe do meu Reboot e, pra eles, o errado é não gostar de pornô. O cara foi me falar de uma youtuber e isso me instigou MUITO. Eu não havia sentido vontade de consumir P, mas fiquei com uma curiosidade ABSURDA em ver essa youtuber pelada, dado que ela também é uma atriz pornô. E na maior inocência (obvio que não...), eu fui lá e dei aquela pesquisada rápida, no celular, onde não tenho bloqueadores, e vi os thumbs do que queria. Não era satisfatório mas parei por ali. E aqui o aviso: ISSO DESPERTOU UMA VONTADE TREMENDA DE RETOMAR AO VÍCIO. Gente, cuidado com essas coisas, mesmo as que pareçam mais inocentes. Não me culpo pelo que fiz, foi um deslize leve mas que poderia acarretar em uma completa avalanche. Não foi uma vontade física, mas totalmente psicológica. Um chamado de volta às práticas.
- Desse ponto em diante, fiquei um pouco abalado como isso ainda mexe com a cabeça. Serviu como lembrete de que somos VICIADOS, por mais doloroso e triste isso possa soar. Por mais que um dia nos livremos dos sintomas e dos efeitos colaterais, nós pavimentamos esse caminho no nosso cérebro e ele está ali, pronto para ser utilizado. É foda, tomem cuidado.
- Em momento algum cogitei MO, mas é uma briga interna e silenciosa. Fisicamente estou bem, mas a cabeça da gente é poderosíssima. Sério, não sei nem explicar como isso dá uma tremida na base, mesmo com 100 dias no Reboot. Entendi um pouco melhor como as pessoas recaem mesmo após longos períodos longe da PMO...
- Aproveitei a promoção da BF e adquiri o Revert. Comecei a leitura mas devo confessar que me bate uma certa preguiça e tô enrolando com isso. Na minha visão, isso ainda é o cérebro criando resistência às mudanças. Mas vou seguir adiante e terminar a leitura, só preciso me esforçar mais.

No mais, preciso arranjar mais tempo e disposição pra acompanhar o Fórum e participar mais. A gente acaba dando uma acomodada depois de um tempo, é verdade...

_______________________________________


Meu diário Smile >> http://www.comoparar.com/t9517-diario-do-bolovo

"It gets easier.
Every day it gets a little easier.
But you gotta do it every day.
That's the hard part.
But it does get easier."
Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 1468
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 27

Diário do Bolovo - Página 3 Empty Re: Diário do Bolovo

em 3/12/2019, 11:55
Bolovo escreveu:Fala galera!

Preciso voltar a escrever mais por aqui, eu acabo esquecendo de MUITA coisa que acontece na semana... vamos por tópicos, assim refresco minha memória.

- Desde meu ultimo post, conversei bastante com minha ex, a primeira, e ela me ajudou com várias coisas e receios. Tem me incentivado bastante a fazer minhas coisas, viajar sozinho, etc. É bom ter um apoio assim de vez em quando. Agora falta eu colocar em prática, mas já me sinto menos sozinho nesse mundo.
- Final de semana eu me dei o luxo e não fiz absolutamente nada. Tive convites pra sair em baladas na sexta e sábado, mas recusei. Não tava a fim. Dormi 10 horas em um dia e 8h30 no outro, tava precisando pra recarregar. Tenho que pensar mais em mim!
- Um dia pra ficar alerta! Recebi um amigo em casa e ficamos falando umas groselhas, pra variar. O povo não sabe do meu Reboot e, pra eles, o errado é não gostar de pornô. O cara foi me falar de uma youtuber e isso me instigou MUITO. Eu não havia sentido vontade de consumir P, mas fiquei com uma curiosidade ABSURDA em ver essa youtuber pelada, dado que ela também é uma atriz pornô. E na maior inocência (obvio que não...), eu fui lá e dei aquela pesquisada rápida, no celular, onde não tenho bloqueadores, e vi os thumbs do que queria. Não era satisfatório mas parei por ali. E aqui o aviso: ISSO DESPERTOU UMA VONTADE TREMENDA DE RETOMAR AO VÍCIO. Gente, cuidado com essas coisas, mesmo as que pareçam mais inocentes. Não me culpo pelo que fiz, foi um deslize leve mas que poderia acarretar em uma completa avalanche. Não foi uma vontade física, mas totalmente psicológica. Um chamado de volta às práticas.
- Desse ponto em diante, fiquei um pouco abalado como isso ainda mexe com a cabeça. Serviu como lembrete de que somos VICIADOS, por mais doloroso e triste isso possa soar. Por mais que um dia nos livremos dos sintomas e dos efeitos colaterais, nós pavimentamos esse caminho no nosso cérebro e ele está ali, pronto para ser utilizado. É foda, tomem cuidado.
- Em momento algum cogitei MO, mas é uma briga interna e silenciosa. Fisicamente estou bem, mas a cabeça da gente é poderosíssima. Sério, não sei nem explicar como isso dá uma tremida na base, mesmo com 100 dias no Reboot. Entendi um pouco melhor como as pessoas recaem mesmo após longos períodos longe da PMO...
- Aproveitei a promoção da BF e adquiri o Revert. Comecei a leitura mas devo confessar que me bate uma certa preguiça e tô enrolando com isso. Na minha visão, isso ainda é o cérebro criando resistência às mudanças. Mas vou seguir adiante e terminar a leitura, só preciso me esforçar mais.

No mais, preciso arranjar mais tempo e disposição pra acompanhar o Fórum e participar mais. A gente acaba dando uma acomodada depois de um tempo, é verdade...

Fato, caro Bolovo. Nossa mente é uma máquina terrível, por mais que nos abstenhamos por ano de algo que a sacia, ainda que algo absolutamente indigno como a pornografia (e principalmente a tal, relacionada ao fortíssimo instinto humano da procriação), ela sempre vai tentar dar um jeito de nos levar à autossabotagem. Antes de tudo, precisamos manter maturidade que nos dê um tremendo autocontrole para fugir de qualquer situação cotidiana que nos remeta àquele, como você disse, caminho pavimentado por anos pelo vício. Também venho suprimindo algumas práticas fantasiosas às quais eu mesmo me condicionei, mais ou menos na mesma toada desse seu desejo de ver a tal Youtuber nua. Cheguei a começar a descrever, entretanto achei melhor não trazer pormenores.

E sim, é certa aquela teoria segundo a qual somos eternos viciados. O primeiro passo de grupos de viciados como alcoólicos anônimos diz algo como "admitimos que somos derrotados perante a droga". Lembro-me de ter visto na TV, há alguns anos (isso porque não assisto muito TV), uma entrevista do ex-jogador de futebol Casagrande ao Fausto Silva na qual ele enfatizava esta condição, dizendo coisas como "Tenho a humildade de reconhecer que sou um fracassado perante as drogas (o Casagrande vinha de notórios problemas com cocaína), é uma coisa muito mais forte que eu, se eu não aceitar isso jamais sairei do lugar". Sim, apesar de eu não ser fã de futebol, ele estava certo. Ainda que soe forte e até deselegante a premissa.

Receba novamente todo meu apoio.

_______________________________________
Meu diário: http://www.comoparar.com/t2940-24-de-volta-a-guerra-ferido-humilhado-ate-injusticado-mas-nunca-vencido



Win or die trying.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum