Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Libertando da falsa liberdade.

em 2/10/2019, 21:06
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:56, editado 6 vez(es)
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2590
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 3/10/2019, 10:34
Oi, JIMMY!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio do Projeto Revert, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer. 

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Antes de mais nada, leia nossas Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Faça o download do Guia Introdutório - Vício em Pornografia, Como Parar?" Guia Introdutório ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado). Leia o Guia Introdutório na íntegra, se possível aprofunde-se com o curso online Programa Revert para extirpar definitivamente a pornografia em sua vida por meio do método "Como Parar".

  • Instale os bloqueadores no seu computador: Configuração do Clean Browsing e Bloqueamento via Hosts / Inter App Control Pro (Super Recomendado. A versão paga vem com recursos importantes, como o bloqueio por janelas - vale a pena adquirir) ou Blok Supreme (Super Recomendado. A versão paga vem com recursos importantes, como o bloqueio por janelas - vale a pena adquirir) / Download do Qustodio (A versão gratuita já ajuda bastante e você também pode utilizar uma versão mobile). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Proteja seus dispositivos digitais. Exclua seus navegadores convencionais e instale o Spin, Kids Safe Browser ou Mobicip. Além disso, instale o NetAngel que possui uma vpn poderosa que inibe a maioria esmagadora dos sites pornográficos, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Instale um contador de dias. Tutorial Contador de Dias (O contador ajuda a te situar melhor durante esse processo, bem como na motivação).

  • Embora o foco do site seja se livrar do vício em pornografia, avalie também a necessidade de reduzir, ou em alguns casos o melhor seria extirpar mesmo, outros vícios da sua vida, pois poderão interferir de alguma forma em seu experimento, como masturbação, álcool, drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Jamais ignore as atividades de substituição ao vício ou religação, pois essas atividades concedem dopamina de forma natural ao seu corpo. Procure fazer uma ou mais atividades, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade. Para isso, identifique quais são as atividades nas quais ocorre a maior descarga de dopamina. Perceba como se sente após o término da atividade. 

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Sendo assim, essas ferramentas digitais acabam mais prejudicando do que ajudando no seu experimento. Isso é válido para chats em geral também. Além disso, reduza o seu tempo conectado à internet, seja no computador ou outros dispositivos. Seja focado e seletivo quando estiver conectado, evite a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Um forte abraço!


Última edição por 5&4 em 4/10/2019, 19:23, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Libertando da falsa liberdade. Meu_di12
arquitetodamatrix
arquitetodamatrix
Mensagens : 119
Data de inscrição : 25/08/2019
Idade : 33

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 3/10/2019, 11:40
Marcos Ramos Oliveira escreveu:Boa noite a todos! Vou tentar resumir minha história e com isso tentar encontrar forças pra prosseguir... hj é meu segundo dia e não está sendo fácil... A tarde toda o pensamento era, o que vou fazer ao chegar em casa? Com certeza a minha mente já criando um meio pra que eu desista... E vou ser sincero quase desisti, por isso resolvi escrever... Falar de algo que nesses 40 anos não falei pra ninguém... hj com 53 tenho esse vicio desde 13 anos de idade, no começo era só M... Depois o erotismo na tv (que nem sei se posso chamar de pornografia)... chacretes, apresentações da Gretchen no Silvio santos (qual é a música), tudo era motivo pra M... Não sei se "sala especial" veio antes ou depois disso... Depois revistas, fitas de vídeo, e cada vez mais fácil o contato com o mundo da pornografia... Não podia ser diferente o resultado, já fui casado por um bom tempo e continuei com PMO... já me separei há quase 10 anos, nesse tempo tive namoradas e sempre continuei... hj mesmo namorando continuo... Mas nunca tinha havia pensado que o vazio dentro de mim mesmo estando com alguém era decorrente disso. E o que acontece quando esse vicio dura tanto? vc procura outras formas pra excitar, no começo fitas com sexo a dois, depois fitas de ménage, sexo grupal, gang bang... não contente fitas de sexo A... e chegou no limite e a busca não parou, mesmo sendo hétero comecei a comprar revistas de travestis (meu vicio superava a vergonha de entrar numa banca e comprar)... Depois com a net tudo ficou fácil. pra terminar... acho que nesses 40 anos talvez uma ou duas vezes consegui parar por um mês, em media não saberia dizer quantas vezes na semana, mas com certeza daria uma por dia tranquilamente... vejo depoimentos de quem faz uso duas vezes por semana e esta desesperado, eu digo não se desespere qdo to com apetite rss sigo por mais meses duas vezes por dia em media, antes de parar há dois dias atrás foram 5 num dia só... agora imaginem o estrago disso na minha vida social trabalho etc... quanto a efeitos colaterais tenho retardo na ejaculação e isso incomoda muito já cheguei a fingir ter ejaculado varias vezes (claro com camisinha), e depois sozinho, já sabem! 40 anos tenho que me desesperar?????

Sem desespero mano, sempre tem como deixar o vício. Siga as dicas que o 5&4 deixou pra você, faça seu diário aqui e te garanto que quando menos perceber deu 90 dias e você terá uma nova vida dali em diante! Confie!

_______________________________________




CONHEÇA MEU  DIÁRIO
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Diário de JIMMY - Libertando da falsa liberdade.

em 4/10/2019, 18:39
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:50, editado 1 vez(es)
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2590
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 4/10/2019, 19:24
Olá,

Para uma melhor organização do Fórum, incorporei o seu tópico "Diário de JIMMY - Libertando da falsa liberdade" ao seu diário "40 anos de PMO... Tenho que me desesperar????" pelo fato de a postagem ter sido de forma avulsa. Isso aconteceu porque você clicou em "Novo Tópico" ao invés de "Responder ao Tópico". Iniciar um novo diário vai contra as regras do Fórum.

Para maiores informações de como gerir o seu diário acesse: http://www.comoparar.com/t7383-como-criar-um-diario-no-forum

Bom reboot!
Libertando da falsa liberdade. Mover_10

_______________________________________
Libertando da falsa liberdade. Meu_di12
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 7/10/2019, 12:27
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 01:00, editado 2 vez(es)
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2590
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 7/10/2019, 14:41
Oi, JIMMY!

Isso é apenas uma racionalização do seu cérebro, tentando te convencer que não há vida sem PMO. O reboot não é só resistência, mas também a prática de substituição de um vício por outro. Você tem substituído a PMO por qual hábito saudável? Como anda suas atividades de religação (pois elas sem enquadram nessa questão)?

Siga firme, um forte abraço!

_______________________________________
Libertando da falsa liberdade. Meu_di12
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 7/10/2019, 19:28
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:49, editado 2 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 9/10/2019, 19:53
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:57, editado 2 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 9/10/2019, 22:43
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:57, editado 2 vez(es)
Julianl36
Julianl36
Mensagens : 206
Data de inscrição : 17/09/2019

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 10/10/2019, 00:16
JIMMY escreveu:O que eu sinto as vezes dói, e não ter a coragem de dizer, por pra fora, estava sendo difícil... Me registrei no fórum  no dia 2 de outubro, mas antes já havia visitado,  li relatos, li o guia introdutório, e comecei a entender que o meu maior problema não era a masturbação e sim a pornografia,  a segunda fazia com que não tivesse um mínimo de controle sobre a primeira. Há 9 dias limpo, se pensar em masturbação sem pornografia nem vontade tenho.
Voltando ao assunto sobre manifestar meus sentimentos, depois que me registrei comecei ler mais relatos, e de uma forma ainda confusa tento passar o que acontece comigo,  o que sinto, e isso tem me ajudado muito... Ler relatos me faz ver que não sou o único com certos problemas relacionados com a pornografia (alguns que sinto vergonha de pensar, mas que vi que não são só meus) e tenho encontrado soluções tbm. Escrever faz com que eu raciocine melhor sobre os meus problemas, antes pra mim usava a pornografia pra fugir da vida, hj aqui no fórum lendo relatos e tentando ainda de forma confusa relatar meus problemas, consigo fugir  da pornografia...
Então se vc esta apenas lendo os relatos desse fórum,  saiba que isso te fará um bem enorme, mas qdo resolver relatar sobre suas experiências, saiba que, com certeza estará ajudando alguém (como estou sendo ajudado qdo leio) e mais que ajudando alguém estará ajudando a si mesmo, botando pra fora toda esta dor que nos consome dia após dia.

Ótimo o seu relato, Jimmy. Realmente o fórum ajuda bastante. Espero que tenha sucesso no reboot. Matenha o foco 💪🏻

Enviado pelo Topic'it

_______________________________________
Ultima queda: 10 de Janeiro.

Meu diário: http://www.comoparar.com/t9545-minha-vitoria-so-depende-de-mim-diario-do-julian

Construa seu mundo. Construa a vida que você quer ter.
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 10/10/2019, 12:58
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:51, editado 1 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 10/10/2019, 19:55
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:48, editado 1 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 12/10/2019, 12:19
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:47, editado 1 vez(es)
avatar
JSP
Mensagens : 9
Data de inscrição : 10/10/2019
Idade : 44

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 12/10/2019, 18:05
JIMMY escreveu:Como posso superar a frustração?
Por mais difícil que seja superar uma frustração, é plenamente possível não só superá-la, mas também transformá-la em algo positivo – numa grande aliada a seu favor, dependendo exclusivamente das atitudes que você assume diante da situação causadora dessa frustração.
Lembre-se: não são os fatos em si que nos causam frustrações, mas sim as interpretações que damos a estes fatos – então, se mudarmos as interpretações, conseguimos mudar os sentimentos e mudando os sentimentos, conseguiremos administrar melhor todo o conjunto de fatores causadores da frustração.
Analisando por este princípio, quero compartilhar com você neste artigo, 7 formas  lidar com a frustração e dar a volta por cima, de forma assertiva e prática:

1. Não se culpe
É bem comum que uma pessoa frustrada passe a se culpar o tempo todo pela situação. Isto acontece em nível inconsciente, porque ela precisa dar uma “justificativa emocional” para si mesma, pelo fato das coisas não terem acontecido como ela imaginava – e a maneira mais “fácil” de se fazer isto é se culpando. Ela começa a acreditar que, se as coisas não aconteceram conforme suas expectativas, então, de alguma forma, ela é culpada por isto, e esta pode ser uma interpretação completamente equivocada.
Se você tem consciência de que fez tudo que estava ao seu alcance, fez o melhor que pôde, se você se comprometeu integralmente com o objetivo e, mesmo assim,você não foi correspondido conforme esperava, então você não tem absolutamente nenhuma culpa por esta situação.
Vou dar um exemplo prático para você entender melhor o que quero dizer: Digamos que você está interessado(a) numa determinada pessoa e então você começam um breve relacionamento. À medida que o tempo passa, você se enche de expectativas acreditando que esta é de fato a melhor pessoa que você poderia ter encontrado em sua vida. Porém, num belo dia, sem mais nem menos, você é surpreendido por esta pessoa dizendo que não quer mais continuar o relacionamento com você. Qual é a primeira coisa que geralmente vem à sua cabeça?
“Poxa, o que eu fiz para esta pessoa não querer mais continuar a se relacionando comigo?” Preste atenção na pergunta que você está se fazendo! ”O que eu fiz?”
Quando você faz uma pergunta como esta, neste contexto, de certa forma você já está se culpando, sem mesmo saber ao certo se isto procede.
É como se você estivesse dizendo… “se ela está me deixando é porque eu fiz ou deixei de fazer algo que eu precisava ter feito, portanto sou culpado(a) por esta situação”
A pergunta mais assertiva neste caso não seria “o que eu fiz”–  mas sim, “o que pode estar acontecendo para ela não querer mais continuar com o nosso relacionamento?”
Percebe como você pode mudar completamente a interpretação dos fatos se você muda as perguntas? Agora, preciso deixar claro o seguinte: o fato de você procurar sempre não se culpar num primeiro momento, não significa necessariamente que você não deva assumir sua parcela de responsabilidade, caso você reflita honestamente sobre os fatos e perceba, que de alguma forma, você contribuiu para chegar a esta situação.
O que não deve acontecer em primeira mão é você já ir assumindo um posicionamento de culpa sem antes fazer uma reflexão honesta dos fatos, apenas para você ter uma “justificativa emocional” na tentativa de aliviar seu sentimento de frustração.

2. Não fique se lamentando
A lamentação simplesmente reforça seu sentimento de culpa, e nada mais! Embora seja uma reação quase que natural, ficar se lamentando o tempo todo só agrava ainda mais seu sentimento de frustração e em nada contribui para modificar o quadro.
Quanto mais você se lamenta, mais você reforça seu sentimento de culpa, que por sua vez, alimenta o sentimento de frustração e este novamente alimenta seu sentimento de culpa, criando assim um “loop vicioso”, impedindo você de sair deste ambiente emocional interno de negatividade.
Numa situação como esta, você precisa mais do que nunca encontrar novas formas de passar por este momento delicado de sua vida – e a melhor forma de você fazer isto é mudando seu FOCO! Quando você passa o tempo todo se lamentando, na verdade você está colocando todo seu foco no problema em si. Então fica aqui uma observação valiosa… tudo que você foca, expande –  fique atento!
Algumas boas alternativas para você mudar seu foco e, consequentemente, parar de se lamentar e de se culpar seriam, por exemplo: fazer uma viagem propositalmente – ainda que seja uma viagem curta, frequentar novos ambientes, fazer novas amizades, participar de novos grupos, buscar novas formas de se divertir, praticar um hobby que você goste, permitir-se novas experiências positivas.

3. Evite se isolar
Outro comportamento comum de quem está passando por um momento de frustração é o de se isolar de tudo e de todos. Este comportamento, às vezes, é um mecanismo interno que a pessoa adota como forma de autoproteção por não querer se expor, tendo em vista o momento delicado que ela está vivendo. Ela acredita que o isolamento a protege, evitando a autoexposição neste momento difícil. Mas este não é definitivamente o melhor caminho para alguém que está passando por um momento de frustração.
Tudo que uma pessoa frustrada precisa é de carinho, amor, atenção e compreensão.
Ela precisa estar cercada por pessoas que a amam de verdade, que a compreendem, que torcem por seu progresso pessoal e por seu sucesso e que estão dispostas a apoiá-la a seguir em frente.
Mais do que se cercar de pessoas queridas, de amigos e familiares que o apoiem, é importante que você fale de suas frustrações (mas não de forma queixosa) mas como forma de se libertar deste sentimento.
Abrir seu coração para outras pessoas de sua confiança, falando de seus sentimentos e de sua dor é também uma das melhores maneiras de se curar!

4. Reflita sobre
Esta é uma grande oportunidade de você praticar a “autorreflexão de aprendizagem”! Todos os acontecimentos na vida têm sempre algo a nos ensinar.
A melhor forma de se fazer isso é fazendo perguntas poderosas a si mesmo. As perguntas, quando feitas de forma correta, no contexto e no momento certo, nos fazem analisar a situação por outros ângulos que ainda não tínhamos analisado.
Algumas perguntas poderosas de autorreflexão a serem aplicadas em situações como estas seriam:
– Porque eu me frustrei a tal ponto?
– As expectativas que eu criei em relação aos fatos (pessoas, situações, etc…) correspondiam a uma intensidade ideal e real ou eu não tinha todos os elementos necessários para gerar tamanha expectativa?
– Com esta minha nova experiência, se eu tiver que passar por outra situação semelhante, como vou lidar com minhas expectativas de forma a evitar a frustração?
– Se eu tivesse que tirar uma única lição desta minha experiência, qual seria?
– O que eu posso fazer efetivamente e na prática para eu não me frustrar em outras situações semelhantes no futuro?
Se você responder a estas perguntas com máxima sinceridade, pode ter certeza que você não só aprenderá muitas coisas com esta experiência, como estará muito mais bem preparado(a) para enfrentar outras situações semelhantes e outros momentos difíceis de sua vida.

5. Aceite a realidade dos fatos
Aceitar a realidade dos fatos não tem nada a ver em assumir um comportamento de “passividade”.
Nesta situação específica que estamos abordando, significa aceitar que nem tudo de fato está sob o nosso controle, especialmente quando parte do todo depende de outro (ou de outros).
Você não tem como “mudar” algo que não está sob o seu controle (por exemplo, o desejo, a vontade, a disposição, o interesse de outras pessoas).
O controle está apenas na parte que diz respeito a você, e nesta parte, você precisa ser – e fazer o seu melhor. Agora, no que diz respeito a parte “do outro”, você não tem nenhuma autonomia sobre.
Então, se as coisas não aconteceram da forma que você esperava, ou seja, se suas expectativas não foram devidamente correspondidas devido às ações, decisões, comportamentos, atitudes (ou falta delas) por parte do outro, significa, na prática, que não há nada mais que você possa fazer para mudar os fatos, senão aceitar a realidade.
Quando você entende isso, você se posiciona emocionalmente de forma a fazer a vida seguir em frente, sem culpa, sem ressentimento, sem medo, podendo estabelecer novas metas e objetivos, porque você entende que, mesmo que suas expectativas não foram atendidas, a vida segue e você não pode parar no tempo por causa de suas frustrações.

6. Ressignifique os fatos
Ressignificar é atribuir novos significados a algo ou a alguma situação específica. É, na verdade, buscar por novas interpretações de um mesmo fato com foco no positivo.
Sempre haverá outras formas de dar sentido a uma mesma situação específica. Tudo depende do ângulo que você quer ver a situação.
Metaforicamente falando é como se você estivesse com uma câmera fotográfica na mão e ao fazer um enquadramento para registrar uma foto, você percebesse que tem algo ou algum detalhe no seu enquadramento que está comprometendo a beleza daquilo que você está querendo fotografar. Neste momento você tem duas escolhas possíveis: fazer a foto assim mesmo, registrando as coisas belas e as coisas “não tão belas” que estão enfeiando sua foto, ou então, sair daquela posição e buscar por um novo enquadramento, de maneira que você consiga eliminar as coisas que você não quer que apareça na sua foto.
Isto é uma explicação metafórica de ressignificação. É você quem escolhe o ângulo que você quer focar numa determinada situação ou experiência, trazendo novos sentidos.
Para isto, você terá que fazer novos movimentos (de vida) a fim de buscar novos posicionamentos até encontrar o ângulo perfeito – e sempre haverá um ângulo melhor de se ver as coisas – pode acreditar nisto!

7. Tente novamente
Se sua frustração está diretamente relacionada com um sonho de vida ou com algo extremamente significativo para você, então não desista – tente novamente.
Quando digo, “tente novamente” não estou sugerindo que você busque pela realização do seu objetivo pelo mesmo caminho, pois você já sabe com sua recente experiência que este caminho que você trilhou, não é o melhor caminho.
Há outros caminhos que podem levá-lo aos resultados esperados (suas expectativas). Tudo que você tem a fazer é ter a coragem de experimentar outros caminhos. Não busque por atalhos –  busque por outras alternativas, por outras rotas ainda não exploradas por você!
O fato de uma expectativa não ter sido devidamente atendida, causando frustração a você, não significa definitivamente que tudo está acabado. Você pode manter as mesmas expectativas, aprendendo com a lição e, a partir daí, empreitar novas tentativas por outros caminhos.
Lembre-se: você sempre será maior que seus desafios! A resiliência (sua capacidade de recomeçar), é a mais poderosa arma dos que nunca desistem. Não abra mão de seus sonhos ou ideais de vida, simplesmente por ter experimentado uma frustração.
Transforme sua frustração num poderoso aliado para te fortalecer de forma a leválo ao lugar desejado, ao ponto mais alto, pois é assim que vivem os vencedores!
Então, vida que segue!
Conclusão: Entenda que você é quem tem o controle da situação. É você quem decide se quer continuar frustrado ou quer dar a volta por cima. Tudo é simplesmente uma questão de ESCOLHA! Se você quer de fato sair deste quadro de frustração, tudo que você tem que fazer agora é tão somente ESCOLHER sair desta situação e para isto eu lhe dei 7 formas de você reagir positivamente para mudar sua realidade!

Texto importante pra mim, no momento de vida que estou passando. Me separei da minha esposa e está sendo muito difícil uma reconciliação, diria que quase impossível. Me sinto muito frustrado. Em outro momento a PMO seria a solução para esquecer tudo isso, mas agora graças a Deus estou aguentando firme.
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 14/10/2019, 10:18

.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:47, editado 1 vez(es)
arquitetodamatrix
arquitetodamatrix
Mensagens : 119
Data de inscrição : 25/08/2019
Idade : 33

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 14/10/2019, 10:28
Poxa mano, vi que que seu contador está em 13 dias. Parabéns, é uma grande vitória para quem ficou tanto tempo no vício, que venham os próximos 15.

_______________________________________




CONHEÇA MEU  DIÁRIO
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 14/10/2019, 10:35
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:46, editado 1 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 14/10/2019, 10:49
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:46, editado 1 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 14/10/2019, 16:54
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:58, editado 2 vez(es)
avatar
JSP
Mensagens : 9
Data de inscrição : 10/10/2019
Idade : 44

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 14/10/2019, 19:56
JIMMY escreveu:Até hj de manhã estava levando numa boa... Ontem tive relação com minha namorada e agora a tarde não esta nada fácil,  por varias vezes na parte da tarde pensei em ver pornografia e me masturbar, cheguei a escolher na minha mente qual vídeo iria ver, mas até o momento estou conseguindo resistir... Isso é o efeito caçador? E quanto tempo dura isso após um orgasmo?

Pelo que li a respeito é o efeito caçador sim, e pode durar até três dias.
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 16/10/2019, 20:47
.


Última edição por JIMMY em 18/10/2019, 00:44, editado 1 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

Libertando da falsa liberdade. Empty Re: Libertando da falsa liberdade.

em 17/10/2019, 13:12
.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum