Compartilhe
Ir em baixo
avatar
kall
Mensagens : 10
Data de inscrição : 09/10/2019

Reboot hard (PMO = 0) / 20 DIAAASS  Empty Reboot hard (PMO = 0) / 20 DIAAASS

em 24/10/2019, 01:08
Eu queria agradecer a todos os rebooters daqui. Sério! Como é bom ter chegado  aos 20 dias longe dessa desgraça. Nos primeiros dias eu não estava acreditando muito nos benefícios de uma vida sem PMO, mas depois de uma semana eu já pude notar como meu relacionamento com as pessoas mudou, minha insegurança diminuiu, passei a cuidar mais da minha saúde mental e outras coisas relacionadas a mim e o ambiente no qual me insiro. Ficar longe de PMO me fez ganhar tempo, ou melhor, me fez retomar o tempo que eu perdia.
Eu comecei bem cedo, tudo começou quando meus pais colocaram internet em casa. No início era tudo muito fantástico, um universo completamente novo e eu com toda minha inocência mergulhei de cabeça.  Ao mesmo tempo que eu acessava P, eu entrava em contradição por conta de minha religiosidade. Mas eu era uma criança, nem ligava muito pra fé que eu nem tinha ainda.  
Até esse momento eu só tinha olhos para meninas, eu cresci um pouco mimado por minha mãe e eu tinha sim uma fragilidade por conta da inibição da figura paterna em minha casa, isso é fato. Apesar disso sempre fui visto como hétero e até então eu sempre pensava em meninas. Não lembro ao certo quando começou, mas provavelmente quando eu tinha de uns 12 para 13 anos, eu me pegava reparando P gay. Foi aí que tudo começou a desandar de vez. Apesar de notar as meninas eu comecei a notar também os meninos ao ponto de também desejá-los.
Eu cresci em um ambiente religiosoe eu sempre reprimia a possível homossexualidade que eu nem entendia direito. Tudo era tão diferente que eu pensava que era só uma fase e que com o tempo iria passar. Até perdi o BV com uma mina, aos 13 anos e gostei muito. Mas devido à um constrangimento que eu sentia por conta de tal comportamento ser considerado pecaminoso eu nem dava bola pra mina que enchia meu bate papo do facebook com mensagens.
Passado 2 anos eu estava cada vez mais imerso em PMO. Tudo que eu pensava era PMO. Cheguei a fazer coisas horríveis para me satisfazer devido aos fetiches que cada vez mais me consumiam. E aos 15 anos, de 10 pornôs que eu assistia 10 eram gays. Ereção por mulheres era 0. Denovo fiquei com uma mina, já não rolava mais tesão, foi tudo muito mecânico pra mim. Nessa altura do campeonato senti que mulheres não era minha praia e que de fato eu era homossexual.
Foi aí que decidi ir a fundo, me imergi completamente apesar de sempre ter sonhado em ter uma esposa, filhos e um dia morrer deixando  uma geração de netos rsrs.
Reforço que cresci em um ambiente religioso, logo qualquer postura afeminada foi rigorosamente reprimida por mim.  Então cresci com uma postura totalmente hétero, sem amigas, fã de ver e de jogar futebol ou qualquer outra coisa que héteros fazem.  Cheguei a pegar várias minas, ir em festas  e etc.
Aos 18 anos me mudei, passei no vestibular. Foi a gota d'água  ir para uma universidade e viver longe dos pais, enfim ter minha própria vida. Ao chegar na universidade você tem contato com tudo que você imaginar, pessoas dos mais variados estilos, gostos, sexualidades e etc. Foi aí que meu lado "homossexual" começou a falar alto. Tava longe de qualquer repreensão, logo comecei a baixar aplicativos de encontros e etc. MAS NADA ROLOU. NÃO TIVE CORAGEM. Logo minha saída era somente a pornografia. E foi logo em seguida o que mais me chocou.
Em uma de minhas demoradas sessões de PMO na madrugada eu tive uma DE. Achei bizarro. Como assim? Se conteúdo hétero não me satisfazia, agora eu só curtia pornografia bem produzida, em estúdios e só via em HD. De repente eu estava com 50 guias abertas em meu computador e nenhuma delas me despertava como antes. Eu tinha várias DE até chegar ao O. Um O. passou a demorar horas para vir à ocorrer, isso consumindo da pornografia que eu mais gostava.
Foi então aí que a preocupação veio à tona: Se eu já não me satisfazia tanto com P como antes, não teria acontecido o mesmo com a P hétero?
Outras perguntas como:  Se eu sempre quis ter uma esposa, me casar e ter filhos porque não os posso ter?
Será que a pornografia está mudando meu cérebro?
Graças a Deus um dia eu conheci o Gary! Minha vida começou a fazer sentido ali. Tudo que ele falava em sua palestra no Tedx se encaixava perfeitamente em minha situação como se fosse um jogo de dominó. Foi a partir daí que comecei então a pesquisar cada vez mais sobre os riscos que PMO causam na saúde mental. Descobri o fórum e virei fã de carteirinha, achei fantástico e comprei a ideia de que aqui posso conseguir forças e dar forças a quem quer se libertar. E na primeira tentativa de me libertar desses vícios aqui estou, há 20 dias livre dessa desgraça que tanto rouba as vidas das pessoas. Os benefícios? AAAA nem vou falar, vcs já devem ter cansado de lê-los aqui no fórum rsrssr Mas o principal foi ter descobrido que na verdade eu não sou gay (sem preconceito), na verdade a PMO me fez adquirir o HOCD, uma síndrome que confundiu a minha vida.

Listo aqui o que melhorou pra mim nesses "meros" 20 dias:
* Elevação da autoestima
* Relações pessoais melhoradas
* Aumento da minha fé
* Ganhei mais tempo pra estudar, ler e fazer coisas produtivas
* Aumento da atração por mulheres
* Ereções sem PM
* Uma alegria IMENSA por vencer a PMO dia após dia

Enfim, nesses poucos dias vocês, o fórum em geral e as palavras importantes de Gary Wilson contribuiram enormemente para que eu pudesse me sentir VIVO COMO NUNCA!!! OBRIGADO FAMÍLIA, SOMOS UMA FAMÍLIA!!  

Bom reboot a todos! <3 <3
High-
High-
Mensagens : 106
Data de inscrição : 05/10/2019

Reboot hard (PMO = 0) / 20 DIAAASS  Empty Re: Reboot hard (PMO = 0) / 20 DIAAASS

em 24/10/2019, 13:34
kall escreveu:Eu queria agradecer a todos os rebooters daqui. Sério! Como é bom ter chegado  aos 20 dias longe dessa desgraça. Nos primeiros dias eu não estava acreditando muito nos benefícios de uma vida sem PMO, mas depois de uma semana eu já pude notar como meu relacionamento com as pessoas mudou, minha insegurança diminuiu, passei a cuidar mais da minha saúde mental e outras coisas relacionadas a mim e o ambiente no qual me insiro. Ficar longe de PMO me fez ganhar tempo, ou melhor, me fez retomar o tempo que eu perdia.
Eu comecei bem cedo, tudo começou quando meus pais colocaram internet em casa. No início era tudo muito fantástico, um universo completamente novo e eu com toda minha inocência mergulhei de cabeça.  Ao mesmo tempo que eu acessava P, eu entrava em contradição por conta de minha religiosidade. Mas eu era uma criança, nem ligava muito pra fé que eu nem tinha ainda.  
Até esse momento eu só tinha olhos para meninas, eu cresci um pouco mimado por minha mãe e eu tinha sim uma fragilidade por conta da inibição da figura paterna em minha casa, isso é fato. Apesar disso sempre fui visto como hétero e até então eu sempre pensava em meninas. Não lembro ao certo quando começou, mas provavelmente quando eu tinha de uns 12 para 13 anos, eu me pegava reparando P gay. Foi aí que tudo começou a desandar de vez. Apesar de notar as meninas eu comecei a notar também os meninos ao ponto de também desejá-los.
Eu cresci em um ambiente religiosoe eu sempre reprimia a possível homossexualidade que eu nem entendia direito. Tudo era tão diferente que eu pensava que era só uma fase e que com o tempo iria passar. Até perdi o BV com uma mina, aos 13 anos e gostei muito. Mas devido à um constrangimento que eu sentia por conta de tal comportamento ser considerado pecaminoso eu nem dava bola pra mina que enchia meu bate papo do facebook com mensagens.
Passado 2 anos eu estava cada vez mais imerso em PMO. Tudo que eu pensava era PMO. Cheguei a fazer coisas horríveis para me satisfazer devido aos fetiches que cada vez mais me consumiam. E aos 15 anos, de 10 pornôs que eu assistia 10 eram gays. Ereção por mulheres era 0. Denovo fiquei com uma mina, já não rolava mais tesão, foi tudo muito mecânico pra mim. Nessa altura do campeonato senti que mulheres não era minha praia e que de fato eu era homossexual.
Foi aí que decidi ir a fundo, me imergi completamente apesar de sempre ter sonhado em ter uma esposa, filhos e um dia morrer deixando  uma geração de netos rsrs.
Reforço que cresci em um ambiente religioso, logo qualquer postura afeminada foi rigorosamente reprimida por mim.  Então cresci com uma postura totalmente hétero, sem amigas, fã de ver e de jogar futebol ou qualquer outra coisa que héteros fazem.  Cheguei a pegar várias minas, ir em festas  e etc.
Aos 18 anos me mudei, passei no vestibular. Foi a gota d'água  ir para uma universidade e viver longe dos pais, enfim ter minha própria vida. Ao chegar na universidade você tem contato com tudo que você imaginar, pessoas dos mais variados estilos, gostos, sexualidades e etc. Foi aí que meu lado "homossexual" começou a falar alto. Tava longe de qualquer repreensão, logo comecei a baixar aplicativos de encontros e etc. MAS NADA ROLOU. NÃO TIVE CORAGEM. Logo minha saída era somente a pornografia. E foi logo em seguida o que mais me chocou.
Em uma de minhas demoradas sessões de PMO na madrugada eu tive uma DE. Achei bizarro. Como assim? Se conteúdo hétero não me satisfazia, agora eu só curtia pornografia bem produzida, em estúdios e só via em HD. De repente eu estava com 50 guias abertas em meu computador e nenhuma delas me despertava como antes. Eu tinha várias DE até chegar ao O. Um O. passou a demorar horas para vir à ocorrer, isso consumindo da pornografia que eu mais gostava.
Foi então aí que a preocupação veio à tona: Se eu já não me satisfazia tanto com P como antes, não teria acontecido o mesmo com a P hétero?
Outras perguntas como:  Se eu sempre quis ter uma esposa, me casar e ter filhos porque não os posso ter?
Será que a pornografia está mudando meu cérebro?
Graças a Deus um dia eu conheci o Gary! Minha vida começou a fazer sentido ali. Tudo que ele falava em sua palestra no Tedx se encaixava perfeitamente em minha situação como se fosse um jogo de dominó. Foi a partir daí que comecei então a pesquisar cada vez mais sobre os riscos que PMO causam na saúde mental. Descobri o fórum e virei fã de carteirinha, achei fantástico e comprei a ideia de que aqui posso conseguir forças e dar forças a quem quer se libertar. E na primeira tentativa de me libertar desses vícios aqui estou, há 20 dias livre dessa desgraça que tanto rouba as vidas das pessoas. Os benefícios? AAAA nem vou falar, vcs já devem ter cansado de lê-los aqui no fórum rsrssr Mas o principal foi ter descobrido que na verdade eu não sou gay (sem preconceito), na verdade a PMO me fez adquirir o HOCD, uma síndrome que confundiu a minha vida.

Listo aqui o que melhorou pra mim nesses "meros" 20 dias:
* Elevação da autoestima
* Relações pessoais melhoradas
* Aumento da minha fé
* Ganhei mais tempo pra estudar, ler e fazer coisas produtivas
* Aumento da atração por mulheres
* Ereções sem PM
* Uma alegria IMENSA por vencer a PMO dia após dia

Enfim, nesses poucos dias vocês, o fórum em geral e as palavras importantes de Gary Wilson contribuiram enormemente para que eu pudesse me sentir VIVO COMO NUNCA!!! OBRIGADO FAMÍLIA, SOMOS UMA FAMÍLIA!!  

Bom reboot a todos! <3 <3

Olá Kall,
Estarei acompanhando sua jornada...parabéns pelos 20 dias.
Muita coisa vai mudar ainda...situações difíceis irão surgir, você terá todo o apoio aqui no fórum.

Um grande abraço.

_______________________________________


 Acesse meu diário -> study
Joel_
Joel_
Mensagens : 231
Data de inscrição : 24/10/2019
Idade : 21

Reboot hard (PMO = 0) / 20 DIAAASS  Empty Re: Reboot hard (PMO = 0) / 20 DIAAASS

em 24/10/2019, 16:11
Mano, meus parabéns pelos 20 dias. Continue firme, o reboot vale muito a pena!

Também tenho fé em Deus como você, e é complicado conciliar isso coma pornografia e nossos desejos pecaminosos. Sei como é. Mas não se culpe, isso é a pior coisa. Lembre-se que Deus entende sua luta e quer te dar forças para vencer. Ele não julga sua fraqueza.

Embora não tenha desenvolvido HOCD, tive um problema que não sei se posso falar assim, mas chamarei de "semelhante", o qual é: nojo de vaginas. Embora sempre tenha gostado, e ainda gostar, de mulheres, infelizmente é meio broxante para mim olhar uma vagina. Espero me curar disso nesse reboot.

Deus o abençoe.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum