Compartilhe
Ir em baixo
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 2/12/2019, 03:58
Acabo de completar 52 dias de reboot, porém não sei se estou fazendo certo, pois como já mencionado, ao longo desse tempo eu busquei estimulações conversando com mulheres nas redes sociais, e o pior é que me estimulava falando com elas como se fosse duas mulheres, ao invés de um homem interessado nelas.
Estou querendo levar mais a sério os próximos dias, estou querendo me abster de Badoo/Tinder e conversar com as mulheres somente como amigo ou nada que me estimule.
Mas tenho uma dúvida, como já dito aqui no diário eu tenho uma conta de Facebook na qual so uso com o intuito de comprar roupas femininas, tenho apenas mulheres que vendem roupas pelo Facebook e esta semana estou querendo comprar algumas, minha dúvida é, compro as roupas e uso normalmente alimentando assim o meu CD? Pois usando as vestes tenho enorme tesão, prejudicando então o reboot.
Ou não compro nada por um tempo e deleto a conta ?
Outra coisa que me aconteceu hoje foi que depois que fiquei sabendo que a pessoa que beijei anteontem era uma trans, fiquei imaginando ter relações sexuais com ela e tive ereção até bem fácil e rígida, (até mais do que com mulheres) aí fiquei grilado, a tristeza nessas horas bate e chego até pensar que meu lance são as transexuais mesmo, mesmo sem ter achado a trans bonita (ao contrário achei até feia, mas como pensei que fosse mulher quis beijá-la) fiquei excitado em imaginar sexo com ela porque eu gosto disso do "proibido" para explicar melhor, se me imagino com uma trans ao mesmo tempo eu imagino uma suposta mulher muito bonita rindo da gente por estarmos nos amassos, ou seja é como se ela dissesse "olha ali as duas bi***s se pegando kkkk" ou então falando assim "tanta mulher solteira e as duas bi***s se pegando" é lógico que na prática isso não aconteceria, por sinal se colocasse em prática as mulheres teriam enorme respeito por nós, mas são coisas que minha cabeça pensa para obter mais prazer, quis explicar de uma forma bem explicada para vocês verem o tamanho da minha ambivalência.
As fantasias permanecem com tudo, até não sei se não aumentaram, pois eu gosto muito de ser humilhado na hora H, tenho pensamentos como estar com uma mulher e ela diminuir minha masculinidade, dizendo que fulano foi melhor que eu na cama, dizendo que meu pênis é pequeno, dizendo que nasci para ser corno, fora as cosias que gosto de ouvir como viadinho, bicha, trouxa, corno, (desculpa as palavras mas é para entenderem melhor) inclusive se for advertido eu vou editar o comentário, mas são cosias que me atormentam porque não acredito que uma namorada que me ame e que eu ame ela irá topar essas parafilias na hora das relações.
Quero deixar bem claro que jamais iria para a prática, se eu amasse minha mulher jamais iria querer ser corno, isso são apenas fantasias que me deixam com uma ereção muito mais forte, porém encontrar uma mulher direita, de família, que construa família comigo é quase impossível que aceite uma coisa dessas, e também não acredito que um reboot de 90 dias ou 120 dias irá tirar essas imaginações da minha cabeça, sinceramente perdi um pouco a fé depois desses 52 e continuar com pensamentos doentios.
Obs: não consegui baixar o ebook, se alguém tiver o link e queira deixar aqui ficarei agradecido.
Obs 2: Precisa pagar algo pelo ebook ?
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 6/12/2019, 09:40
De ontem pra hoje estou vendo vídeos no YouTube do tipo "como saber se sou gay" nenhuma das histórias batem comigo, porém um disse que quando tentou transar com mulher, broxou, já fiquei encucado.
Reboot 56 dias
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 8/12/2019, 23:53
Hoje tive duas sensações favoráveis, uma amiga minha de facebook colocou uma foto naquele story dela deitada em um sofá, eu sempre me atrai por ela, me imaginei fazendo sexo oral nela e tive uma ereção até rígida, até então isso não acontecia antes, pois confesso que fazer oral nelas nunca me excitou tanto.
Mais tarde no metrô, uma menina de uns 15, 16 anos gordinha mas tinha um corpo legal, short curto, imaginei cenas de sexo com ela e também tive ereção.
Reboot 59 dias.
arquitetodamatrix
arquitetodamatrix
Mensagens : 118
Data de inscrição : 25/08/2019
Idade : 33

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 9/12/2019, 11:30
John Nada escreveu:De ontem pra hoje estou vendo vídeos no YouTube do tipo "como saber se sou gay" nenhuma das histórias batem comigo, porém um disse que quando tentou transar com mulher, broxou, já fiquei encucado.
Reboot 56 dias

Eu broxei na minha primeira vez com a minha esposa, normal cara! Não indica homossexualidade!
Outro fator é que existem homens gays, casados e com filhos, ou seja, mesmo sem gostar eles desempenham o papel... sexualidade não é caixinha!

Parabéns pelos quase 60 dias sem O, vitória enorme isso. Mas cara, cuidado com as fantasias, elas podem ser traiçoeiras. Entendo o reforço positivo de se imaginar fazendo sexo com uma mulher, mas, o objetivo ao final do reboot é conseguir olhar para uma mulher e ver UMA MULHER e não um pedaço de carne ambulante pronto para te satisfazer sexualmente.

E você precisa desfazer esses modelos mentais do que te faz ser homem, ter uma ereção com qualquer coisa não é sinonimo de ser homem, é sinonimo de desequilibrio sexual. Um homem que se excita sexualmente com outra pessoa sem nenhum contexto precisa cuidar mais da sua sexualidade, pq isso não é normal. Não é normal você ver uma mulher de roupa curta e ter ereção só de vê-la. Você pode até admirar, olhar, reparar, talvez até fantasiar se der asa demais, e aí sim ter uma ereção. Mas bater o olho e ficar de pinto duro meu caro, não é natural não.

_______________________________________




CONHEÇA MEU  DIÁRIO
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 10/12/2019, 23:22
Olá arquiteto, boa noite meu amigo.
Reboot prestes a completar 61 dias e admito sim que ainda veio elas como objetos sexuais, me pego direto olhando as dos pés a cabeça, sou desses que chega olhar para trás sem disfarçar, mas junto ao interesse em olhar tem também ai uma admiração pelo vestuário.
E sim, de fato eu sempre fui muito preocupado com ereçoes, as vezes passa uma de parar o trânsito e penso "vou olhar só para ver se tenho ereção" sempre cobrei muito isso de mim, mesmo sabendo que é errado, as pessoas inclusive já me disseram que sou uma pessoa muito preocupada, que me cobro muito que sofro com antecedência, por exemplo, estou de aviso prévio na empresa, tenho aluguel para pagar, contas, luz, telefone, internet, e mesmo com o seguro desemprego garantido eu estou ansioso ao extremo com medo de não conseguir emprego nestes 5 meses de seguro desemprego.
As ereçoes estão com tudo, mesmo achando que estou em flatline, pois não senti mais vontade de me vestir de mulher nem de querer transar, tenho erecoes quando acordo.
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 10/12/2019, 23:23
John Nada escreveu:Olá arquiteto, boa noite meu amigo.
Reboot prestes a completar 61 dias e admito sim que ainda vejo elas como objetos sexuais, me pego direto olhando as dos pés a cabeça, sou desses que chega olhar para trás sem disfarçar, mas junto ao interesse em olhar tem também ai uma admiração pelo vestuário.
E sim, de fato eu sempre fui muito preocupado com ereçoes, as vezes passa uma de parar o trânsito e penso "vou olhar só para ver se tenho ereção" sempre cobrei muito isso de mim, mesmo sabendo que é errado, as pessoas inclusive já me disseram que sou uma pessoa muito preocupada, que me cobro muito que sofro com antecedência, por exemplo, estou de aviso prévio na empresa, tenho aluguel para pagar, contas, luz, telefone, internet, e mesmo com o seguro desemprego garantido eu estou ansioso ao extremo com medo de não conseguir emprego nestes 5 meses de seguro desemprego.
As ereçoes estão com tudo, mesmo achando que estou em flatline, pois não senti mais vontade de me vestir de mulher nem de querer transar, tenho erecoes quando acordo.
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 10/12/2019, 23:23
Olá arquiteto, boa noite meu amigo.
Reboot prestes a completar 61 dias e admito sim que ainda vejo elas como objetos sexuais, me pego direto olhando as dos pés a cabeça, sou desses que chega olhar para trás sem disfarçar, mas junto ao interesse em olhar tem também ai uma admiração pelo vestuário.
E sim, de fato eu sempre fui muito preocupado com ereçoes, as vezes passa uma de parar o trânsito e penso "vou olhar só para ver se tenho ereção" sempre cobrei muito isso de mim, mesmo sabendo que é errado, as pessoas inclusive já me disseram que sou uma pessoa muito preocupada, que me cobro muito que sofro com antecedência, por exemplo, estou de aviso prévio na empresa, tenho aluguel para pagar, contas, luz, telefone, internet, e mesmo com o seguro desemprego garantido eu estou ansioso ao extremo com medo de não conseguir emprego nestes 5 meses de seguro desemprego.
As ereçoes estão com tudo, mesmo achando que estou em flatline, pois não senti mais vontade de me vestir de mulher nem de querer transar, tenho erecoes quando acordo.
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 10/12/2019, 23:27
Mandei a mensagem 3 vezes, sem querer
arquitetodamatrix
arquitetodamatrix
Mensagens : 118
Data de inscrição : 25/08/2019
Idade : 33

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 11/12/2019, 09:23
John Nada escreveu:Olá arquiteto, boa noite meu amigo.
Reboot prestes a completar 61 dias e admito sim que ainda vejo elas como objetos sexuais, me pego direto olhando as dos pés a cabeça, sou desses que chega olhar para trás sem disfarçar, mas junto ao interesse em olhar tem também ai uma admiração pelo vestuário.
E sim, de fato eu sempre fui muito preocupado com ereçoes, as vezes passa uma de parar o trânsito e penso "vou olhar só para ver se tenho ereção" sempre cobrei muito isso de mim, mesmo sabendo que é errado, as pessoas inclusive já me disseram que sou uma pessoa muito preocupada, que me cobro muito que sofro com antecedência, por exemplo, estou de aviso prévio na empresa, tenho aluguel para pagar, contas, luz, telefone, internet, e mesmo com o seguro desemprego garantido eu estou ansioso ao extremo com medo de não conseguir emprego nestes 5 meses de seguro desemprego.
As ereçoes estão com tudo, mesmo achando que estou em flatline, pois não senti mais vontade de me vestir de mulher nem de querer transar, tenho erecoes quando acordo.

Se tem ereção não é flatline, talvez a sua vontade de se vestir de mulher tenha a ver com o vício em PMO...
Quanto a ser errado, veja bem, não é uma questão moral aqui. É apenas uma questão de amadurecer entende? E começar a perceber que ser homem é muitas coisas, e ter ereção ao ver uma mulher aleatória na rua não está na lista do que te faz ser homem...
Enfim...

_______________________________________




CONHEÇA MEU  DIÁRIO
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2588
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 11/12/2019, 11:03
arquitetodamatrix escreveu:
Vindo89 escreveu:Bom dia amigos!
Acabei de completar 39 dias de reboot, porém nem sei se pude contar este dia (segunda) como um dia a mais, porque, a libido voltou com tudo e com ela as fantasias, hoje por exemplo, falei com muitas meninas pelo whatsapp e site de relacionamento, falando de sexo, meu pênis tinha ereção e liberava aquela lubrificação que sei que não é nada saudável no processo do reboot, então, gostaria de deixar aqui algumas questões que tenho dúvidas e de suma importância nesse processo.

1-  Já li no diário de um usuário chamado Magrão, que com o passar do reboot as fantasias perdem força, e isso não está acontecendo comigo, hoje mesmo sai na rua usando calcinha por debaixo da roupa, louco para mostrar para as garotas que passavam que eu estava usando a peça, e também nas conversas de whats e sites de relacionamento, sempre converso com elas sobre fantasias e isso me estimula muito ainda.

2- Sinceramente eu nunca vi nenhum psicólogo/terapeuta recomendando o reboot como forma de melhorar o desempenho sexual ou coisas do tipo, não que eu esteja querendo jogar a toalha, aliás, vou até os 90 dias no mínimo, (inclusive uma coisa eu notei, com tantos dias de abstinência eu ando querendo me encontrar com as mulheres o mais rápido possível, ou seja, o interesse cresceu, antes não era assim) mas do nada me veio na cabeça que nunca vi recomendações de psicólogos para fazermos reboot.

3- Ainda sobre o reboot, não senti nenhuma mudança na vida, a não ser o que citei acima sobre querer conhecer mulheres desesperadamente, isso sim melhorou muito, mas isso de energia aumentar consideravelmente ainda não, acho que é devido trabalhar a noite, mas gostaria de uma outra opinião.

4- Última mas não menos importante, e até meia boba considerando a minha idade rsrs. Gostaria de saber se um homem normal, heterossexual, ao ver mulheres nas ruas ele tem ereção?
Pois no meu caso, mesmo se for uma modelo usando roupas justas e mostrando mais que o normal, eu não tenho ereção, eu só tenho ereção em público se uma mulher me olhar um certo tempo e eu retribuir, precisa pintar aquele clima de ambos se olharem por uns segundos. Gostaria de saber se isso é normal, pois já ouvi falar que homens "normais" sentem ereção na rua só de olhar para tudo quanto é mulher.

Abraços e bom dia a todos.

Que bom que decidiu ler o ebook, boa parte das respostas que você precisa estão lá.
Essa insônia não é apenas ansiedade é a energia acumulada (!) que você disse que não estava sentindo, na real ela está aí, e como você não está direcionando ela pra nenhum projeto ela está resultando em insônia e ansiedade.
Se é católico, veja se na sua cidade tem algum Grupo de Oração da RCC ou algum grupo da Comunidade Católica Shalom, são os grupos que indico pra você frequentar. Faça isso, tenho certeza que vai te ajudar bastante (e te ocupar bastante tempo também caso você goste e decida se envolver) mas são grupos que você pode ir sem compromisso algum, participa, reza e pronto.

Vou tentar responder agora os questionamentos, espero que em breve o mestre 5&4 possa vir, ele com ctz tem mais informações que eu.
1) As fantasias que perdem força que o Magrão diz são as de ficar imaginando cenas pornográficas na mente e repassando elas. Não é sobre fantasiar algo sexualmente, como é o caso do CD. Outro ponto é que é o resultado pós 90 dias e não antes, antes disso a luta é bem braba msm e os sintomas permanecem (enfim ler o livro vai te ajudar a entender). Mas o seu gosto por CD não tem a ver com o vício, e a prova disso é que mesmo sem poder se masturbar você continua tendo prazer em usar calcinha.
2) Então ver o vídeo do Gary vai mudar sua percepção. O que ocorre é que os estudos as vezes são lentos e demoram pra convencer a academia. A pornografia era aceitável quando era de difícil acesso, você tinha que alugar/comprar uma fita ou ir a um cinema pornô. E geralmente assistia ao mesmo filme, ou só via aos fins de semana, ou fotos estáticas. Com a internet banda larga basta uma pesquisa breve em qualquer buscador e você tem acesso ilimitado a todos os gêneros de pornô, e é isso que causa uma dependência pesadíssima e libera dopamina em níveis semelhantes a cocaína. Há estudos bem sérios sobre isso, realizados em universidades respeitáveis, maaaaas, nem todos os psicólogos se atualizam na velocidade que gostaríamos.
3) Eu dei um exemplo acima. Pra mim vc tá com energia acumulada e não direcionada
4) Talvez um tarado sexual tenha isso kkkkkk Sem contexto não há ereção. O cara tem que estar com sérios problemas psicológicos pra ter uma ereção só de ver uma bunda aleatória, precisa de tratamento urgente.
Olás!

Desculpem-me, estou igual ao Rubinho Barrichello!

1) Na verdade, as fantasias nas quais o Magrão se referiu, possivelmente, são as fantasias mentais de cunho sexual. São aquelas fantasias involuntárias que se iniciam na mente sobre alguma mulher/homem/trans, algum flash de filme pornográfico... que vai fazendo com que passemos assumir a autoria desses devaneios e vamos fantasiando e fantasiando. É um processo 100% mental. E se não a interrompermos, essas fantasias podem nos levar à pornografia, masturbação-orgasmo ou até mesmo práticas reais distorcidas. Além disso, as fantasias podem ser voluntárias também, quando isso ocorre o camarara ZERA o reboot. E existem, é claro, outras fantasias, que são dissociadas dessas mentais, como uma fantasia do cara de fazer determinada posição com a mulher dele; de fazer sexo em determinado lugar; de vestir alguma roupada provocante... Esse tipo de fantasia é bem subjetivo, particular, é uma questão de gosto. Tem homens, por exemplo, que gostam de receber "beijo grego", "dedo grego" (inventei esse agora, rs). Acho que todos são livres para fazê-las desde que isso não desencadeie depois fantasias mentais voluntárias, aí reside o perigo. Agora, se suas conversas por whats ou outras redes sociais te trazem prazer, excitação; e tudo isso tem se dado de forma voluntária, então, você não está seguindo o reboot como deve ser, uma vez que isso trata-se de substitutos pornográficos - que percorrem as mesmíssimas vias neurais da PMO. Logo, não há avanços significativos no processo. Enfim, espero que tenha entendido as duas formas de fantasias: as exclusivamente mentais (que o Magrão se referiu) e as de desejos reais - digamos assim.

2) Os cursos superiores no Brasil ainda são muito engessados, custam receber atualizações. Na verdade, cada profissional após formado, de acordo com o seu seguimento, deve procurar essas atualizações por meio de alguma especialização, uma pós, um mestrado, um doutorado... Isso pode ser um pouco caro e exigir um desprendimento de tempo que muitas vezes o profissional não tem. Por isso, muitos profissionais acabam ficando a mercê de seus conhecimentos de graduação. Sem falar daqueles que não investem em simpósios, palestras internacionais justamente por essas questões de tempo e dinheiro. Por isso, muitos desconhecem o reboot ou até mesmo ouvem falar, leem alguma coisa, mas ainda estão céticos por conta dos conhecimentos acadêmicos anteriores. Sem falar que muitos podem consumir, de forma até moderada - digamos assim, e seria um choque para eles reafirmarem para si mesmos que são viciados, uma vez que seus conhecimentos acadêmicos nunca lhes disseram isso. Gary Wilson vem tentando quebrar esse paradigma, destruindo sofismas. Entretanto, é um processo lento, gradual. Os indivíduos que aproveitarem esses novos conhecimentos no início estarão em melhores condições do aqueles, quando as escamas caírem de seus olhos.

3) O reboot não é milagreiro e fazê-lo não significa que você não precise de outros recursos. O reboot vai atuar, eficazmente, naquilo que a PMO criou raízes. Ele será capaz de podar, aniquilar qualquer raíze que a PMO criou. Agora, aquilo que aconteceu na sua vida que não foi desencadeado pela PMO e sim por outros fatores, o reboot não conseguirá resolver. Sendo assim, você teria que buscar recursos medicinais e/ou psicológicos. Outra questão, é que o reboot deve ser feito da forma correta, ao que parece você tem se deixado levar pelos substitutos pornográficos, que também ferram com o seu cérebro. Logo, para resultados melhores é preciso fazer o reboot, conforme preconiza o e-book, o Programa Revert.

4) A ereção não pode ser usada para definir a sexualidade de ninguém. Tem pessoas que tem uma ereção quando veem uma cadeira. Nesse caso, são o que então? Quando eu era um pouco mais jovem, lembro-me de ter tido uma ereção no ônibus. Ele estava balançando demais, eu estava com uma cueca mais folgada. Se for assim, tenho tesão por ônibus, sou "bus-sexual". Ser homem ou heterossexual não é ter ereção com mulher, com homem... A ereção nunca será uma forma de comprovação de masculinidade ou heterossexualidade. Se você tem ereção por mulher, não significa que seja homem; se tiver ereção com homem, não significa que seja gay. Simplesmente, isso não é um parâmetro para isso. Pronto! É fato! A descoberta da sexualidade, dos gostos, da orientação é algo muito mais profundo e não se resume a somente esse aspecto. Se todo homem tivesse que ter uma ereção quando visse uma mulher gostosa na rua, então, todos os homens viveriam andando na rua com as duas mãos na frente de seus órgãos sexuais, sobre a roupa é claro.

John Nada escreveu:Bom dia 5&4 agradeço por acompanhar meu diário. 
Pois bem amigo, eu já pensei algo parecido, quando estava com o vício da M lá em cima, pensei em me presentear com algo caso conseguisse ficar 1 semana sem M.
Por exemplo, um pote de sorvete só pra mim, ir em uma loja comprar uma roupa, etc isso me incentivaria em parar, mas nem precisou, estou há 42 dias e 2 horas sem M.
Acho que vou adotar essa prática para ver se dá certo, porém, como isso acontece raramente, não terei grandes prejuízos rsrs exceto se eu "me tirar" no mínimo uns cinquenta reais. 
O que eu gostaria de pôr um fim é parar de se vestir de mulher por baixo da roupa de homem e sair na rua querendo mostrar para as mulheres um pedacinho da calcinha, não sei se você chegou a ler meu diário todo, mas sinto enorme prazer em ver a reação delas quando faço isso, mas eu queria muito parar, pois assim como a pornografia, são desejos artificiais que atingem o meu desempenho.
Se você tiver alguma dica para isso ficarei agradecido, ainda anteontem quase apanhei na rua por conta disso (prefiro não entrar em detalhes) mas me senti humilhado. 
Aceito numa boa me vestir de mulher na intimidade, dentro de casa, como disse, está no meu DNA, mas sair na rua querendo se expor, além de ser atentado ao pudor eu acabo arriscando minha reputação, imagem e em casos mais raros, até a vida!
Sobre seu último parágrafo, gostaria de saber essas técnicas, se possível, abraço!
Sim, existem algumas técnicas que podem ser aplicadas. Entretanto, elas não surtirão efeito se você não refletir, identificar os reais motivos que o levaram a desenvolver seu CD. Enfim, é preciso um mergulho profundo, o mais profundo em si mesmo, para que depois as técnicas funcionem. E esse mergulho só é possível por meio de terapia. Do contrário, as técnicas servirão como algo paliativo. Tente procurar algum psicólogo TCC (Terapia Cognitivo-Comportamental).


arquitetodamatrix escreveu:
Highlander escreveu:Olá arquiteto! Amigo eu não tinha visto sua resposta para as minhas 4 perguntas, apenas agora! No decorrer desta mensagem vou falar sobre elas. 
Estava esperando completar 50 dias de reboot para voltar a escrever, ter mais vivências, histórias, a boa notícia é essa, faltam duas horas para completar 50! 
Mas infelizmente as fantasias estão com tudo, na noite de terça (26) deu nas ideias de querer sair de legging na rua, era umas 22:00 não havia quase ninguém nas ruas e eu louco que aparecesse alguma mulher para me ver daquele jeito, a adrenalina foi a mil, adorei estar em público daquele jeito, e repito, não faria uma coisa dessas se não estivesse no reboot, toda essa energia guardada está fazendo eu sair de legging na rua entre outras coisas que vou falar abaixo. 
1- Quase todos os dias estou infiltrando objetos no meu ânus (é um perfume que acabou faz tempo mas guardei porque ele tem um formato de penis) redondo na ponta então facilita muito, eu penso que já que não posso me masturbar, o corpo está pedindo outro meio de me saciar, eu faço isso mas sem me masturbar, apenas deixo o objeto dentro do ânus parado uma meia hora deitado na cama, nunca quis fazer isso na minha vida antes do reboot, o curioso é que não imagino um penis dentro de mim ou um homem comigo, enquanto faço vem na minha mente a imagem de uma mulher se auto erotizando, eu sendo ela.
2- Mesmo após 50 dias de reboot, continuo vendo as mulheres como objeto, se vejo uma com short curto ou decote exagerado, já penso "lá vem aquela p***" é automático sempre acabo vendo elas como umas P***s .
3- O mais grave no processo de reboot, tenho uma amiga prostituta e ela sabe de tudo isso que se passa comigo, aliás, faz umas duas horas que ela me mandou um áudio no WhatsApp dela transando, gemendo e eu fui a loucura, inclusive eu quero muito ver ela transando com outro cara, eu no lado deles usando a calcinha dela e me masturbando, pedindo pra ela me chamar de Vi*** de corninho, me humilhando, ou seja, as fantasias permanecem intactas na minha mente como se o reboot fosse em vão, eu sei que vocês vão me julgar por eu mesmo estar pedindo isso a ela, e também sei que se eu realizar essa fantasia, DE NADA vai adiantar o reboot, lembrando que só iria realizar isso depois dos 90 dias.
4- Essa mesma amiga prostituta me convenceu de fazer um cadastro no D4 que é um app de encontros casuais, lá eu fiz o cadastro colocando algumas fotos minhas como mulher, tudo no anonimato, eu fiz isso porque me excita muito ver os caras me elogiando como mulher, querendo se encontrar comigo, logicamente não iria mas faço só por provocar, por fim, eu fico conversando muito com as meninas no whatsapp ou Messenger como se fosse duas mulheres, falamos coisas de mulheres, homens que não quiseram elas aí elas acabam desabafando comigo, também vivo trocando fotos de penis com elas, isso me dá muito tesão pois elas ficam falando comigo como se fosse uma amiguinha.
Infelizmente as coisas pioraram meus amigos, minha cabeça não está nada boa, vejo mulheres na rua bem vestidas e tudo que eu mais quero na vida é estar no lugar delas. 

Vamos por partes amigo, depois o 5&4 pode vir aqui e confirmar algumas coisas que direi, mas na minha concepção, você furou o reboot em vários momentos.
Não sei se isso configura queda e reinicia a sua contagem, mas talvez esteja dificultando o seu cérebro de reiniciar.

1) Cara preciso pontuar algumas coisas aqui:
a) sentir prazer anal, não tem nada a ver com orientação sexual. Há gays e bi que não gostam, e há heteros que amam.
b) Pra mim isso conta como edging (ou seja, masturbação sem chegar ao orgasmo). Sem contar que como você estimula a próstata isso com certeza produz aquele líquido pré-seminal, aquela lubrificação. Se isso sai, é provável que você esteja sentindo dor nos testículos...
2) O reboot é um processo cara, você não vai mudar a sua visão sexualizada das pessoas de forma mágica. Isso melhora, mas precisa ser trabalhado devagar, mesmo após 90 dias talvez isso ainda continue.
3) Mano esse papo do áudio pra mim é outra fuga do processo de reboot... Pra mim isso conta como pornografia, e deve ter liberado rios de dopamina no cérebro. Você poder ter amizade com ela, e pode ter essa fantasia que citou de vê-la transando.
Mas escutar esse áudio conta como pornografia pra mim.
4) Mano sai desse app, pq pra mim é outro furo. Nenhum app de pegação (mesmo tinder) é bom durante reboot pq tudo pode ser gatilho. E sinto lhe informar mas enviar e receber nudes É pornografia. Fode com a tua dopamina, e pode zerar a tua contagem.

Cara gasta tua energia acumulada com algo, crie um projeto novo, se envolva em alguma causa, comece uma nova atividade física, pq se você não usa essa energia acumulada de forma inteligente, sua cabeça vai ficar gastando energia com isso, doses homeopáticas de pornô... PS.: cuidado com esse vidro de desodorante cara, ele pode te machucar pq ele não foi feito pra isso. Se quiser insistir nisso compre um plug anal que é feito pra isso, mas insisto que conta como masturbação pra mim.
Concordo com tudo o que o arquitetodamatrix disse! Você continua exposto a substitutos pornográficos, ou seja, você não está fazendo o reboot, está fazendo outra coisa, de menos o reboot!


John Nada escreveu:Acabo de completar 52 dias de reboot, porém não sei se estou fazendo certo, pois como já mencionado, ao longo desse tempo eu busquei estimulações conversando com mulheres nas redes sociais, e o pior é que me estimulava falando com elas como se fosse duas mulheres, ao invés de um homem interessado nelas.
Estou querendo levar mais a sério os próximos dias, estou querendo me abster de Badoo/Tinder e conversar com as mulheres somente como amigo ou nada que me estimule.
Mas tenho uma dúvida, como já dito aqui no diário eu tenho uma conta de Facebook na qual so uso com o intuito de comprar roupas femininas, tenho apenas mulheres que vendem roupas pelo Facebook e esta semana estou querendo comprar algumas, minha dúvida é, compro as roupas e uso normalmente alimentando assim o meu CD? Pois usando as vestes tenho enorme tesão, prejudicando então o reboot. 
Ou não compro nada por um tempo e deleto a conta ?  
Outra coisa que me aconteceu hoje foi que depois que fiquei sabendo que a pessoa que beijei anteontem era uma trans, fiquei imaginando ter relações sexuais com ela e tive ereção até bem fácil e rígida, (até mais do que com mulheres) aí fiquei grilado, a tristeza nessas horas bate e chego até pensar que meu lance são as transexuais mesmo, mesmo sem ter achado a trans bonita (ao contrário achei até feia, mas como pensei que fosse mulher quis beijá-la) fiquei excitado em imaginar sexo com ela porque eu gosto disso do "proibido" para explicar melhor, se me imagino com uma trans ao mesmo tempo eu imagino uma suposta mulher muito bonita rindo da gente por estarmos nos amassos, ou seja é como se ela dissesse "olha ali as duas bi***s se pegando kkkk" ou então falando assim "tanta mulher solteira e as duas bi***s se pegando" é lógico que na prática isso não aconteceria, por sinal se colocasse em prática as mulheres teriam enorme respeito por nós, mas são coisas que minha cabeça pensa para obter mais prazer, quis explicar de uma forma bem explicada para vocês verem o tamanho da minha ambivalência. 
As fantasias permanecem com tudo, até não sei se não aumentaram, pois eu gosto muito de ser humilhado na hora H, tenho pensamentos como estar com uma mulher e ela diminuir minha masculinidade, dizendo que fulano foi melhor que eu na cama, dizendo que meu pênis é pequeno, dizendo que nasci para ser corno, fora as cosias que gosto de ouvir como viadinho, bicha, trouxa, corno, (desculpa as palavras mas é para entenderem melhor) inclusive se for advertido eu vou editar o comentário, mas são cosias que me atormentam porque não acredito que uma namorada que me ame e que eu ame ela irá topar essas parafilias na hora das relações. 
Quero deixar bem claro que jamais iria para a prática, se eu amasse minha mulher jamais iria querer ser corno, isso são apenas fantasias que me deixam com uma ereção muito mais forte, porém encontrar uma mulher direita, de família, que construa família comigo é quase impossível que aceite uma coisa dessas, e também não acredito que um reboot de 90 dias ou 120 dias irá tirar essas imaginações da minha cabeça, sinceramente perdi um pouco a fé depois desses 52 e continuar com pensamentos doentios. 
Obs: não consegui baixar o ebook, se alguém tiver o link e queira deixar aqui ficarei agradecido. 
Obs 2: Precisa pagar algo pelo ebook ? 
É provável que a questão do CD você resolva mais com terapia do que com o reboot (mas isso não significa que não precise fazer o reboot. Precisa e muito). Se não me engano, isso surgiu muito precoce em você, né!? Acho que entre 4 a 6 anos. Como eu disse o reboot será eficaz naquilo que a PMO criou raízes. Naquilo que ela somente toca de alguma forma haverá um alívio também, pois ela está potencializando essa questão, embora não seja a causa disso; entende!? Então, acredito que com as duas coisas você terá uma melhora mais significativa. 

Não se preocupe se o psicólogo conhece ou desconhece as novas pesquisas sobre pornografia, masturbação. Se achar necessário diga que seu vício em PMO é semelhante ao álcool ou drogas e que está empenhado em vencê-lo. Pronto! Qualquer psicólogo tem que respeitar isso. Como eu disse também a cerca das fantasias voluntárias, foi o que você fez com a trans. Então, você já havia zerado o reboot com os substitutos pornográficos, quando ocorreu essas fantasia voluntárias zerou de novo.

_______________________________________
Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Meu_di12
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 12/12/2019, 00:41
Meu amigo 5&4 você e o arquiteto não sabem o quanto tem me ajudado, eu fico até sem graça em saber que você se dedicou meia hora do seu dia ou até mais para me responder aqui. De coração fico muito agradecido!
De fato acho que matei meu reboot, daqui pra frente nem vou mais escrever "reboot 62 dias" mas vou contar apenas o tempo em que não me M.
Já me livrei do Badoo, Tinder, e aquela droga do D4 que não sei onde estava com a cabeça quando baixei aquilo.
Também não vou pensar "ah agora vou ter que começar o reboot do zero" pois mesmo "trapaceando" vou continuar a contagem até os 90 que será no dia 09/01/20 e daí pra frente vou esperar conhecer alguém, sair mais, e o que tiver que acontecer, aconteceu, pois mesmo errando no reboot eu notei a sensibilidade no meu pênis, foi notória!
O lado bom é que para quem se M de 3 a 5 vezes por noite, ter conseguido 62 sem M acredito ser um avanço, mesmo que me estimulando não cedi a M.
Sim! Meu CD se iniciou aos 7 anos, antes mesmo de ter ouvido a palavra pornografia, então sei que todo o reboot não terá nenhum ligamento com o CD, a minha dúvida é, se arrumo uma parceira que coopere com isso e alimente mais ainda o CD estando com ela (nesse caso uma coisa levaria a outra e os fetiches e fantasias aumentariam mais e mais mesmo se satisfazendo com uma pessoa) ou se arrumo uma parceira que não saiba e nesse caso tentaria uma vida "normal" com ela sendo o macho alpha de cuecão e nas horas em que estiver sozinho me saciaria com as roupas dela tudo em segredo?
Sei que essa dúvida é para pôr em questão com um psicólogo, inclusive, estava eu lendo alguns diários e vi você 5&4 indicando para uma pessoa o TCC eu até anotei para poder pesquisar sobre psicólogos com conhecimento em TCC naquele dia, mas até agora não corri atrás disso, e também infelizmente não será para agora pois como disse anteontem aqui, estou de aviso prévio! Vou começar o ano no vermelho rsrs se antes com salário já era difícil pagar um profissional, agora fica impossível, sei que há profissionais que não cobram como você já falou ou que cobram um valor baixo, mas, estes teriam a preparação necessária (TCC, casos de parafilias) para me ajudar?
Há cerca de 3 meses atrás apostei em um psicólogo, paguei 100,00 a consulta de cinquenta minutos, e não gostei do atendimento, notei que era inexperiente neste assunto e não quis prosseguir, aí está o meu medo, ir tentando psicólogo por psicologo e não se agradar e gastar dinheiro a toa, naquele dia aproveitei ao máximo aqueles cinquenta minutos para soltar tudo que estava engasgado, e até chorei na sessão pois desabafar para alguém os nossos sofrimentos é muito diferente do que escrever.
Mais uma vez, obrigado!!!
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2588
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 12/12/2019, 10:16
John Nada escreveu:Meu amigo 5&4 você e o arquiteto não sabem o quanto tem me ajudado, eu fico até sem graça em saber que você se dedicou meia hora do seu dia ou até mais para me responder aqui. De coração fico muito agradecido!
De fato acho que matei meu reboot, daqui pra frente nem vou mais escrever "reboot 62 dias" mas vou contar apenas o tempo em que não me M.
Já me livrei do Badoo, Tinder, e aquela droga do D4 que não sei onde estava com a cabeça quando baixei aquilo.
Também não vou pensar "ah agora vou ter que começar o reboot do zero" pois mesmo "trapaceando" vou continuar a contagem até os 90 que será no dia 09/01/20 e daí pra frente vou esperar conhecer alguém, sair mais, e o que tiver que acontecer, aconteceu, pois mesmo errando no reboot eu notei a sensibilidade no meu pênis, foi notória!
O lado bom é que para quem se M de 3 a 5 vezes por noite, ter conseguido 62 sem M acredito ser um avanço, mesmo que me estimulando não cedi a M.
Sim! Meu CD se iniciou aos 7 anos, antes mesmo de ter ouvido a palavra pornografia, então sei que todo o reboot não terá nenhum ligamento com o CD, a minha dúvida é, se arrumo uma parceira que coopere com isso e alimente mais ainda o CD estando com ela (nesse caso uma coisa levaria a outra e os fetiches e fantasias aumentariam mais e mais mesmo se satisfazendo com uma pessoa) ou se arrumo uma parceira que não saiba e nesse caso tentaria uma vida "normal" com ela sendo o macho alpha de cuecão e nas horas em que estiver sozinho me saciaria com as roupas dela tudo em segredo?
Sei que essa dúvida é para pôr em questão com um psicólogo, inclusive, estava eu lendo alguns diários e vi você 5&4 indicando para uma pessoa o TCC eu até anotei para poder pesquisar sobre psicólogos com conhecimento em TCC naquele dia, mas até agora não corri atrás disso, e também infelizmente não será para agora pois como disse anteontem aqui, estou de aviso prévio! Vou começar o ano no vermelho rsrs se antes com salário já era difícil pagar um profissional, agora fica impossível, sei que há profissionais que não cobram como você já falou ou que cobram um valor baixo, mas,  estes teriam a preparação necessária (TCC, casos de parafilias) para me ajudar?
Há cerca de 3 meses atrás apostei em um psicólogo, paguei 100,00 a consulta de cinquenta minutos, e não gostei do atendimento, notei que era inexperiente neste assunto e não quis prosseguir, aí está o meu medo, ir tentando psicólogo por psicologo e não se agradar e gastar dinheiro a toa, naquele dia aproveitei ao máximo aqueles cinquenta minutos para soltar tudo que estava engasgado, e até chorei na sessão pois desabafar para alguém os nossos sofrimentos é muito diferente do que escrever.
Mais uma vez, obrigado!!!
Olá, John Nada!

Disponha, amigo! Estamos aqui para isso mesmo, entreajudarmos!

Isso; crie dois contadores um para pornografia e outro para masturbação. E conseguir vários dias sem se masturbar também é um grande feito. Parabéns!

Quanto a sua dúvida, vou te responder em "estilo carrossel" (brinquedo do parque): em qual situação, quanto às mulheres, você se sentiria mais livre, em paz, realizado? Por que? 

Até entendo sua preocupação quanto à preparação do psicólogo. Entretanto, ninguém é obrigado a saber de tudo e o conhecimento é construído de forma simbiótica, isto é, de acordo com a interação entre as duas pessoas. O tempo todo estamos aprendendo uns com os outros. O psicólogo, é claro, certamente, terá um ponto de partida e durante esse percurso terapêutico haverá tempo suficiente para que ele possa pesquisar mais sobre determinados comportamentos, seja nas literaturas, com antigos professores ou pessoas especializadas no assunto. E o conhecimento, a preparação para lidar com aquilo vai sendo construída na medida em que os eventos acontecem. 

Ninguém se torna uma mãe e um pai "perfeitos", quando são de "primeira viagem", da noite para o dia. Eles vão aprendendo ali dia após dia, evento após evento, e na maioria das vezes são mediados por pessoas que já passaram por aquilo e vão aprendendo, vão se construindo como mães e pais. E isso é um processo simbiótico. Então, não se preocupe com a preparação do psicólogo, ela vai ocorrer de forma natural, de acordo com os eventos. Vai depender muito da interação entre vocês, da empatia, da paciência. Normalmente, o processo terapêutico é longo e exige paciência. Os resultados não são percebidos a curto prazo, mas a longo prazo. Normalmente, um paciente é como uma cebola, existem várias camadas envolta dele. A terapia vai procurando retirar camada por camada. Ás vezes, a sua "preocupação" maior é o CD, mas existem muitas coisas que estão por cima dele, e para tratar o CD é preciso retirar essas camadas de cima dele primeiro. Assim, haverá mais êxito ao tratar o seu CD. Quando falo em tratar, não estou dizendo que isso seja uma doença. Falo no sentido que trazer uma maior aceitação daquilo que você é, fazer enxergar-lhe como tudo se deu, porquê se deu, se houve um desencadeamento de forma natural ou diante de um evento traumático...

Entretanto, é claro, há exceções a tudo isso. Se o psicólogo apresenta-se displicente, desinteressado com a demanda do paciente, não demonstra querer ajudar, de fato, o paciente - o que é raro de aparecer, aí sim é um motivo para dizer adeus e procurar outro profissional. Além da comportamental, deixo aqui mais sugestão de abordagem terapêutica para você: a existencial.  Normalmente, psicólogos existenciais procuram tratar seus pacientes como únicos, particularizados. Um método que funcione para uma pessoa com o mesma questão nem sempre vai funcionar com outra pessoa com a mesma questão. Tudo isso por conta dessa singularidade de cada um. A abordagem existencial costuma ser bastante reflexiva, buscando incutir no indivíduo o real motivo de sua existência.

Que tudo dê certo em sua caminhada, continuarei torcendo por sua vitória! Um forte abraço!

_______________________________________
Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Meu_di12
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 13/12/2019, 22:06
Na busca em encontrar uma mulher que me ame e que seja recíproco é claro, mente aberta (e quando digo mente aberta não quis dizer pervertida ou bissexual) mas que não associe CD com homossexualidade, se a mulher compreender isso já basta, e tem que me atrair se não de nada adianta, digo isso porque há exatamente uma quadra da minha casa conheci uma mulher no Badoo e que deixou bem claro que aceitaria meu CD, porém faltou atração, ela não é o tipo de mulher que me atrai, agora vai parecer que estou escolhendo demais rsrs mas seria "empurrar com a barriga" querer algo com ela.
Na possibilidade de encontrar uma mulher que aceite e que me atraia, ainda sim não seria tudo as mil maravilhas porque com nossas relações fora do comum seria como um gatilho para desenvolver um vício, ou seja só iria me satisfazer vestido de mulher, independente da quantidade de vestes, uma lingerie ou por completo, e lá no futuro teria problemas em encontrar parceiras que aceitassem, pode ser um pessimismo de minha parte em achar que um dia vou terminar com a parceira que me aceitou, mas de fato não acredito muito no até que a morte os separe, estatisticamente os casamentos ou uniões duram cada vez menos.
Outro problema (e que ja mencionei em posts anteriores) é que a parceria aceitando o CD eu tenho absoluta certeza que isto iria desencadear outros fetiches, como Cuckold, inversão, ménage, então se formaria uma bola de neve.
Sinceramente não me vejo feliz com uma mulher convivendo com ela diariamente sem contar do CD, eu sinto que preciso contar a elas, pois não contando, um dia a casa irá cair, e ela vai voltar mais cedo do trabalho e me ver travestido.
Sobre um psicólogo que nunca tratou parafilias, eu mesmo pensei que ele lá fora iria buscar as informações necessárias ou que iria estudar sobre, você me deixou mais tranquilo ao ler sua última mensagem amigo, eu sempre penso que aqui no RS não há especialista nisso, até hoje encontrei somente dois, o Dr. Claudecy de Souza e o Dr. Joao Pedrosa, estes são peritos em CD, transtornos sexuais etc. Mas infelizmente estão em outros estados, já conversei com um deles e este me sugeriu consulta via whatsapp ou Skype, mas eu acredito que para o tratamento ser mais eficaz o paciente precisa expor seus sentimentos e emoções junto ao doutor.
Minha libido está lá embaixo, vi mulheres lindas hoje quase de peito de fora e nao sentia nada, mas lembro que tive ereção ao acordar hoje.
Sigo em frente !
5&4
5&4
Moderador
Moderador
Mensagens : 2588
Data de inscrição : 18/08/2017
Localização : Battlefield - Vencer é uma questão de escolha!

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 14/12/2019, 18:29
É verdade, nem sempre o CD é um indicativo de homossexualidade. E a verdade em um relacionamento é um grande pilar, pois gera confiança, aceitação. 

Entendo bem quando disse no post anterior de suas questões financeiras, mas tente nesse ano de 2020 colocar esse acompanhamento profissional como uma de suas prioridades. Isso aliado ao reboot será um mecanismo que lhe dará uma melhor qualidade de vida.

Sucesso na caminhada! Abração!

_______________________________________
Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Meu_di12
Hdmi
Hdmi
Mensagens : 424
Data de inscrição : 03/07/2019
Localização : Belém

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 14/12/2019, 22:37
É verdade, as pessoas mais leigas tendem a confundi a parafilia travestismo com a disforia de gênero.
Parafilias só se trata com psicólogo, existem psicólogos dedicados a desvios sexuais.
Se a parafilia te faz mal então é melhor tratar, talvez o kaizen seria interessante no caso do cd (não dá pornografia) vc poderia ir eliminando aos poucos não dando tanta importância pro cd, deixando ele em segundo plano e aos poucos introduzindo a maneira "normal" vc só não pode se proibir pois teu cérebro vai dar mais importância pro cd e isso vai fazer inclusive a sensação ficar mais forte.

_______________________________________
Acompanhe meu relato

http://www.comoparar.com/t9301-hocd-escalada-estou-parado-no-tempo

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 16/12/2019, 01:40
Hdmi escreveu:É verdade, as pessoas mais leigas tendem a confundi a parafilia travestismo com a disforia de gênero.
Parafilias só se trata com psicólogo, existem psicólogos dedicados a desvios sexuais.
Se a parafilia te faz mal então é melhor tratar, talvez o kaizen seria interessante no caso do cd (não dá pornografia) vc poderia ir eliminando aos poucos não dando tanta importância pro cd, deixando ele em segundo plano e aos poucos introduzindo a maneira "normal" vc só não pode se proibir pois teu cérebro vai dar mais importância pro cd e isso vai fazer inclusive a sensação ficar mais forte.

Bom dia Hdmi, fico grato pela sua resposta em meu diário pois já li algumas mensagens suas ajudando o pessoal aqui em outros diários e foram muito esclarecedoras até para mim, com relação ao HOCD.
De fato faz mal, somente este ano me dei conta disso, pois não acho nada saudável em querer mostrar para as mulheres em público que estou com algo pertencente ao vestuário delas, pois as vezes gasto horas dos dias de folga fazendo isso ao invés de fazer coisas mais uteis.
Sobre o CD, com a abstinencia da masturbação que já está indo para 70 dias (até já perdi as contas) de fato foi como deixar o CD para segundo plano pois eu me vestia APENAS com o intuito de se masturbar, nunca com o intuito de se curtir vestido de mulher, mas sim para satisfação sexual, e consequentemente o CD foi/está perdendo a graça, pois eu continuo me vestindo porém como me privo de masturbação, o crossdressing fica mais cinza, sem graça, porém são fases, nas últimas 3 semanas meu CD está praticamente nulo, aí daqui a pouco volta com tudo.
Concordo com o fato de que se eu fosse proibir, estaria me torturando, nao vejo mal nenhum em usar apenas uma peça por simples alívio ou matar a vontade, mas a vida toda eu sempre coloquei o CD como obsessão e as mulheres em segundo plano, agora caiu a ficha, e estou tentando inverter isso.
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 16/12/2019, 02:04
Ontem passei por uma situação que gostaria de saber se tem a ver com HOCD, estava em um mercado de pequeno porte, e a fila do caixa era grande, na minha frente e atrás de mim tinha dois caras sem camisa, eu não sei nem explicar minhas reacoes, mas não tem nada a ver com desejo, eu me sinto incomodado porque as vezes eles chegam perto demais, quando me permito acabo olhando mais para o corpo deles, costas e peito, mas não sinto nada, não sinto vontade em pegar/apalpar, quando um homem passa por mim e sinto aquele cheiro de perfume eu chego até a cuspir disfarçadamente, sempre fiz isso.
Hdmi
Hdmi
Mensagens : 424
Data de inscrição : 03/07/2019
Localização : Belém

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 16/12/2019, 09:52
John Nada escreveu:Ontem passei por uma situação que gostaria de saber se tem a ver com HOCD, estava em um mercado de pequeno porte, e a fila do caixa era grande, na minha frente e atrás de mim tinha dois caras sem camisa, eu não sei nem explicar minhas reacoes, mas não tem nada a ver com desejo, eu me sinto incomodado porque as vezes eles chegam perto demais, quando me permito acabo olhando mais para o corpo deles, costas e peito, mas não sinto nada, não sinto vontade em pegar/apalpar, quando um homem passa por mim e sinto aquele cheiro de perfume eu chego até a cuspir disfarçadamente, sempre fiz isso.

Interessante. Isso me lembra bastante os testes mentais que o pessoal faz no hocd (inclusive eu fazia isso). Tudo é meio com o intuito de se testar pra ver se vc tem uma ereção ou algo do tipo, o mais comum é essas pessoas sentirem uma espécie de ansiedade ruim, como se algo ruim fosse acontecer, sentem frio na barriga e uma sensação esquisita no pênis (a reação gronial) eles se desesperam pq essa sensação é muito parecida quando eles viam alguma mulher bonita e atraente na rua, mas as similaridades param justamente no desejo, com a mulher vc sente o desejo e com o homem não, talvez essa sensação que sente seja apenas medo de justamente sentir algo a mais.

_______________________________________
Acompanhe meu relato

http://www.comoparar.com/t9301-hocd-escalada-estou-parado-no-tempo

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 16/12/2019, 10:27
Bom dia amigo!
Na verdade, como já dito aqui por mim, eu não tenho ereção em ver mulheres nas ruas, mesmo se elas estiverem usando roupas curtas, mostrando mais que o normal, eu olho até não conseguir mais olhar rsrs
A ereção só acontece se eu sentir que uma está me olhando em público em um ambiente fechado e eu for retribuindo o olhar, mas o arquiteto aqui já me tranquilizou  em dizer que é normal não ter ereção só em vê-las, apenas.
Meu HOCD é recente, começou entre ano passado e este ano, agora não sei se me permito em conhecer mulheres e me relacionar com HOCD me atormentando todo o santo dia ou se primeiro me curo disso ou se for preciso, descobrir minha orientação.
Eu nunca vi ninguém de 30 anos com HOCD, sempre vejo pessoas entre 18 e 22 anos aproximadamente.
Hdmi
Hdmi
Mensagens : 424
Data de inscrição : 03/07/2019
Localização : Belém

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 16/12/2019, 11:09
John Nada escreveu: Bom dia amigo!
Na verdade, como já dito aqui por mim, eu não tenho ereção em ver mulheres nas ruas, mesmo se elas estiverem usando roupas curtas, mostrando mais que o normal, eu olho até não conseguir mais olhar rsrs
A ereção só acontece se eu sentir que uma está me olhando em público em um ambiente fechado e eu for retribuindo o olhar, mas o arquiteto aqui já me tranquilizou  em dizer que é normal não ter ereção só em vê-las, apenas.
Meu HOCD é recente, começou entre ano passado e este ano, agora não sei se me permito em conhecer mulheres e me relacionar com HOCD me atormentando todo o santo dia ou se primeiro me curo disso ou se for preciso, descobrir minha orientação.
Eu nunca vi ninguém de 30 anos com HOCD, sempre vejo pessoas entre 18 e 22 anos aproximadamente.


Mas eu acho q ngm tem ereção ao ver toda a mulher alheia na rua, vc só terá alguma coisa se começar a fantasiar com essa mulher, ou se alguma situação acontecer tipo uma troca de olhares ou uma insinuação, se ela falar c vc e estiver provocante .. etc mas vc já provou que sente atração por elas já que vc as olha com desejo, "olho até não conseguir mais olhar" as vezes vc olha inconscientemente sem que vc se de conta vc já olhou, claro q o fato de vc olha pro cara sem camisa pode ser algo relacionado ao seu medo (uma forma de teste) ou até mesmo uma consequência da pornografia.

_______________________________________
Acompanhe meu relato

http://www.comoparar.com/t9301-hocd-escalada-estou-parado-no-tempo

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
Hdmi
Hdmi
Mensagens : 424
Data de inscrição : 03/07/2019
Localização : Belém

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 16/12/2019, 11:18
Eu não li todo o relato mas tenho a impressão de que vc sente vergonha das coisas que talvez tenha feito, algumas pessoas fazem coisas que socialmente não condizem com a prática "normal" da sua sexualidade, mas nada disso serve de parâmetros pra diagnóstico homossexual, tem pessoas que tem um fetiche muito forte em serem penteados mas simplesmente não sentem nenhuma atracão por homens (por que elas não são homossexuais ) e muitas vezes se envolvem com mulheres trans ou até mesmo ficam obcecados por essa categoria, vale afirmar que a atracão por trans não é e nunca foi e nem nunca será homossexualidade, pode ser no máximo bissexualidade mas as trans são objeto de desejo de heterossexuais pq são mulheres com uma única diferença de que fazem mais coisas que uma mulheres normal (em praticas sexuais) a atracão que o hetero sente é justamente pelo físico feminino e o homo pelo masculino mas isso não tem nada a ver com a genital, aí a história já muda e temos varias outras explicações como parafilias, fetichismos .. entre outros

_______________________________________
Acompanhe meu relato

http://www.comoparar.com/t9301-hocd-escalada-estou-parado-no-tempo

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 18/12/2019, 22:51
Exatamente! Um dia teve uma mulher que sempre me olhava quando passava por mim, nos morávamos perto, aí uma vez ela estava saindo do supermercado com muitas sacolas cheias e eu me ofereci para ajudar, só isso foi o suficiente para ter uma ereção, foi uma ótima sensação.
E também em casos como você disse, conversar comigo de perto, sentir o cheiro, etc...
Você me tranquilizou muito rsrs
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 18/12/2019, 22:55
Hdmi escreveu:Eu não li todo o relato mas tenho a impressão de que vc sente vergonha das coisas que talvez tenha feito, algumas pessoas fazem coisas que socialmente não condizem com a prática "normal" da sua sexualidade, mas nada disso serve de parâmetros pra diagnóstico homossexual, tem pessoas que tem um fetiche muito forte em serem penteados mas simplesmente não sentem nenhuma atracão por homens (por que elas não são homossexuais ) e muitas vezes se envolvem com mulheres trans ou até mesmo ficam obcecados por essa categoria, vale afirmar que a atracão por trans não é e nunca foi e nem nunca será homossexualidade, pode ser no máximo bissexualidade mas as trans são objeto de desejo de heterossexuais pq são mulheres com uma única diferença de que fazem mais coisas que uma mulheres normal (em praticas sexuais) a atracão que o hetero sente é justamente pelo físico feminino e o homo pelo masculino mas isso não tem nada a ver com a genital, aí a história já muda e temos varias outras explicações como parafilias, fetichismos .. entre outros

Como já disse aqui, com a abstinência da masturbação meu cérebro está procurando outros meios de prazer, prova disso é querer infiltrar objetos no ânus, bom, já fazem algumas semanas que não faço isso mas tempinho atrás fazia quase todos os dias vestindo uma calcinha junto.
Porém, o interessante nisso é que durante o ato eu nunca penso em homens ou em um penis me saciando, o que vem na minha cabeça é a imagem de uma mulher se masturbando, se erotizando, sozinha! O que prova que não sou homo, e sim um fetiche, desvio sexual etc.
John Nada
John Nada
Mensagens : 85
Data de inscrição : 15/10/2019
Idade : 30

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 18/12/2019, 23:45
Vi um artigo na internet que explica exatamente o que se passa comigo, segue abaixo;

"Em alguns casos o objeto do fetiche é mesmo só a roupa, acessórios, maquiagem...(fala-se aqui então do crossdressing erótico ou auto erótico). Noutros casos, a atração não está nos objetos físicos em si, mas no despertar de uma auto imagem feminina que é construída na base da roupa, acessórios, etc... Mas também no comportamento de acordo com o gênero feminino. Nesses casos também conhecidos como crossdressing narcisista, o objeto de desejo e de satisfação sexual, está associado a auto-imagem feminina (em que a roupa e acessórios são os pilares para a construção dessa auto-imagem e não a uma relação sexual). Estes casos ainda são mais incompreensíveis para o público em geral que ainda consegue vagamente entender a existência de um fetiche relacionado com a roupa feminina mas não percebe em que medida é que vestir-se de mulher (sem qualquer desejo sexual de ter um parceiro) e comportar-se como mulher, possa ser excitante.
No entanto, uma grande parte das crossdressers fazem-no apenas por auto-satisfacao erótica, um dos significados da palavra fetiche no contexto médico e acadêmico é a orientação do desejo e da satisfação  sexuais para objetos inanimados (ou partes do corpo não necessariamente associadas com atividade sexual, como sejam os pés).
Para esse tipo de crossdressers não existe necessidade de um parceiro para haver satisfação sexual, antes bem pelo contrário, o parceiro não faz qualquer sentido, dado que a auto-satisfacao nesse caso não tem nada a ver com relações sexuais, propriamente ditas. Tem, isso sim, a ver com desejo de sentir roupas femininas."

Ou seja, me identifiquei tanto com o texto que resumiria muito bem o meu diário.
O que mais me deixa angustiado nem é o medo de ser homossexual, até porque sei que no fundo não desejo homens, mas sim a auto-satisfação, como se eu mesmo me bastasse, como se tivesse satisfeito sexualmente me masturbando vestido de mulher, e como consequência disso, viver uma vida solitária até a morte, pois como o texto diz, nós CDs fetichistas, não sentimos falta (sexualmente) de parceiros/as.
arquitetodamatrix
arquitetodamatrix
Mensagens : 118
Data de inscrição : 25/08/2019
Idade : 33

Transtornos sexuais/Travestimo - Página 3 Empty Re: Transtornos sexuais/Travestimo

em 19/12/2019, 10:23
Se vc reler os seus relatos vc sente sim falta de uma mulher na sua vida. Vc pode até se sentir satisfeito na masturbação, mas falta algo aí.
Cuidado com os auto enganos cara.
E para de pensar em CD como parafilia cara, tira isso da cabeça, normaliza.
E procure em 2020 algum tipo de ajuda psicológica. Não rcaionalize apenas procure, sem desculpas de "ah meu caso é muito especial, eu sou um alecrim dourado que cresceu no campo sem ser semeado"... Qualquer profisisonal competente ou estagiário amparado por seus professores é capaz de te atender, então apenas faz isso, para o seu próprio bem, para vc se entender, se amar, botar um salto 15, um vestido vermelho, um batom bafo e ser feliz, depois voltar a se vestir como homem e ir trabalhar...
Mas sem vício, sem neura, sem dor, apenas ser vc mesmo!

_______________________________________




CONHEÇA MEU  DIÁRIO
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum