Ir em baixo
avatar
Convidado
Convidado

Minha luta contra o vício Empty Minha luta contra o vício

em 8/4/2020, 12:18
Fala rapaziada tudo certo? Espero que sim sim.
Então, eu estou preocupado ultimamente e com muito dúvida a respeito de zerar o contador, e isso tem me impedido de avançar no reboot, pois parece ser inevitável o que vou dizer agora, peço que respondam da forma mais clara e completa o possível, porque isso tem me afetado muito.
Vou separar as dúvidas em numerações pra ficar mais organizado, vamos lá.

1 - Imagine que eu estou vendo algum filme ou série, e me deparo com uma cena de sexo ou nudez, de forma involuntária, não em um filme que se trata do assunto, devo zerar o contador? Mesmo não estando buscando aquilo?

2 - É comum hoje no whatsapp as trolagens com vídeos fakes e aquelas figurinhas, os sticks. Então, se eu estiver durante o reboot, e clicar em um vídeo que aparentemente é comum como qualquer outro, mas aparece um pornô explícito na minha cara, devo zerar o contador? Mesmo não tendo buscado aquilo? (Ressalto que não participo de nenhum grupo de putaria ou derivados)

3 - Pessoal, isso tem me desmotivado muito, porque é inevitável durante o reboot que não venham pensamentos de sexo, cenas de sexo, imagens eróticas ou até mesmo vídeos pornográficos de forma involuntária na minha frente.
Mesmo eu não estando utilizando redes sociais, e não participando de nenhum grupo de putaria, essas coisas acontecem, mesmo que não frequentemente, mas elas acontecem. E isso faz com que eu me sinta inseguro quanto ao processo de restauração do meu cérebro, por que penso: "Imagina eu estar no processo, e do nada num vídeo, imagem, sticks de whatsapp, ou filmes/séries aparece uma cena de sexo, nudez, erotização ou pornografia propriamente dita, mesmo eu não buscando aquilo, terei que zerar tudo."
Por favor me ajudem, isso me impede de progredir, porque eu inevitável a gente não se deparar com essas coisas, estamos no século 21, e eu não sou um monje, que não assiste filmes e não usando whatsapp. Essas coisas acontecem e vêm a nós, mesmo não buscando, e isso me atrapalha muito, por que eu querendo ou não vai acontecer, daí eu vou ter que zerar tudo, assim nunca avanço... 😞
avatar
Ed jr
Mensagens : 25
Data de inscrição : 02/03/2020
Idade : 23

Minha luta contra o vício Empty Re: Minha luta contra o vício

em 8/4/2020, 12:30
Não amigo, não precisa zerar o contador.
Como diz no próprio ebook ( sugiro que leia todo) quando você "esbarra" em pornografia ou não foi intencional ou qualquer coisa do tipo, não é culpa sua, apenas delete, oculte ou só ignore, o certo é não ficar "secando" isso, ou seja, viu que foi um gif de sexo sem querer por exemplo e deixar no celular ou ficar olhando aquilo pra se excitar e etc

_______________________________________
avatar
Ed jr
Mensagens : 25
Data de inscrição : 02/03/2020
Idade : 23

Minha luta contra o vício Empty Re: Minha luta contra o vício

em 8/4/2020, 12:32
Já os pensamentos é mais complicado, tente fazer qualquer coisa pra ocupar a mente ou pratique meditação/ oração para diminuir, eu sei que é aleatório e bem do nada, você tá almoçando por exemplo e vem uma cena sexual na sua cabeça ou alguma fantasia... Mas tente lutar pra isso não tomar conta de você! Forças cara

_______________________________________
avatar
Convidado
Convidado

Minha luta contra o vício Empty Re: Minha luta contra o vício

em 8/4/2020, 12:34
Entendi, então eu não preciso zerar, se o causador foi externo, e não interno. Tipo isso, mano?
avatar
Convidado
Convidado

Minha luta contra o vício Empty Re: Minha luta contra o vício

em 8/4/2020, 13:11
É isso mesmo. Você zera quando buscou ou permaneceu olhando quando encontrou por acidente. Se deparar com P hoje em dia é muito comum. Quando se deparar com isso você deve sair imediatamente daquela influência. Procure usar sua criatividade. Por exemplo, imagine que você está vendo um filme com seus amigos, então no meio do filme "páh", uma cena com P, e aí? Não dá pra pular a cena no meio da galera, o que você faz? Mete a mão na cara tampando os olhos deixando uma fresta entre os dedos (mas de olhos fechados mesmo) e se faz de santo, aí você diz "nossa, que coisa mais obscena". A galera vai rir de você pensando que você está fazendo uma zoação, quando, na verdade, você está mantendo seu reboot intacto. É meio louco, mas funciona.
avatar
Convidado
Convidado

Minha luta contra o vício Empty Re: Minha luta contra o vício

em 8/4/2020, 13:21
Entendi, mas isso não afeta o processo? Eu me deparando com isso não "religa" os neurônios do vício novamente? Ou fica suave mesmo
avatar
Convidado
Convidado

Minha luta contra o vício Empty Re: Minha luta contra o vício

em 8/4/2020, 13:29
O ideal seria não ver nenhum tipo de imagem ou coisa do tipo. Mas esse é o ideal, no nosso contexto -- de pessoas normais e não monges -- é meio improvável. Quanto aos neurônios, eles "religam" quando você da sequência à ação de ver P.
avatar
Convidado
Convidado

Minha luta contra o vício Empty Re: Minha luta contra o vício

em 8/4/2020, 13:35
Entendi, o objetivo final é se abster de PMO, e caso eventualmente me deparei com conteúdo erótico, nudez ou pornografia, simplesmente o ignoro, pois foi resultante de um a gente externo (filmes, séries, imagens e fotos) e não interno (vontade minha em consumir ou procurar pelo conteúdo).
avatar
Ed jr
Mensagens : 25
Data de inscrição : 02/03/2020
Idade : 23

Minha luta contra o vício Empty Re: Minha luta contra o vício

em 8/4/2020, 14:39
Exatamente, factores externos não contam.
Tem gente que no reboot acha que tem que reiniciar por que teve polução noturna, sonho erótico ou sonhou que estava vendo pornô.
Isso tudo não é de nosso controle, é do próprio corpo mesmo, não foi por indução nossa

_______________________________________
avatar
Convidado
Convidado

Minha luta contra o vício Empty Mr.Testosterona - Diário dos 150 dias para a criação de uma nova vida

em 8/4/2020, 23:34
Me chamo Giovane, apelido no fórum Mr.Testosterona, haha. Tenho 19 anos, sou cristão e consumo PMO desde meus 12 ou 13 anos, ouvindo os amigos a falar sobre isso na escola, até então eu nem sabia o que era masturbação, muito menos pornografia, então, por curiosidade, procurei, e estou aqui hoje. O primeira contato que tive com isso foi com uns 8 anos mais ou menos, quando meu pai me mostrou a capa de um filme pornô, certamente ele não sabia o demônio que acabava de apresentar a minha vida, mas não o culpo, os problemas e desafios vêm para nós fazer mais fortes.

Aos meus 17 anos mais ou menos eu conheci o NOFAP através do YouTube, e comecei a adotar a prática, recaí inúmeras vezes, e aos poucos me aprimorando e aprendendo.

Não vou dizer que a pornografia destruiu minha vida, porque atém então eu consumia de forma moderada, não era um grande viciado, mas mesmo assim consumia o conteúdo.

Notava que me sentia fraco, fisicamente e espiritualmente. Mas achava que isso era normal, tanto a pornografia como a masturbação.

Notava que aquilo era degradante, e um ato de miséria sem tamanho.
Por que como alguém que se diz homem, tem duas bolas no meio das pernas, e tem o hormônio mais forte do universo, a testosterona, cai ao nível de se masturbar vendo outras pessoas fazendo sexo, tudo isso escondido no seu quarto ou banheiro, pela tela de um aparelho eletrônico, é degradante.

Quando fiquei meus primeiros 7 e 15 dias sem PMO (Pornografia, Masturbação e Pegamos), me senti o Hulk, forte, motivado e cheio de visões pro futuro, notei que era alguém totalmente acima do nível que me encontrava, porém, eu logo recaia, pois não entendia o processo.

Eu pensava que mesmo com esse vício na minha vida, eu tinha um rendimento totalmente acima da média, imagina como seria sem ele? E foi realmente incrível.

A pornografia não só me deixava cansado e demostivado, ele estava fritando o meu cérebro, derretendo minhaassa cinzenta, me deixando mais burro, com a aparência de um doente em coma, e uma autoestima lá no chão.

Eu sendo cristão, me sentia mal por estar me prostituindo de tal forma, e foi um dos fatores que me motivou a largar isso. Não importa sua religião, cor, nacionalidade, idade, sexualidade ou tamanho, a pornografia destrói vidas, te joga no chão, pisa em você, até que desista de si mesmo, e sim, levar você ao suicídio...

Tenha força para vencer isso, estude sobre isso, e luta com todas as garras para largar isso.
Por trás das câmeras dps filmes pornôs, há pessoas, pessoas que na maioria das vezes tiveram traumas e abusos sexuais na infância, s estão nessa vida, se destruindo e destruindo outras milhares.

Por trás da masturbação, seja masculina ou feminina, há vida.
No homem, por exemplo, Deus em sua infinita sabedoria colocou no sêmen todos os nutrientes e vitaminas necessários para gerar uma vida, um ser humano, um bebê. E jogar isso no ralo do banheiro, no chão, na sua roupa ou coberta certamente não é o melhor para se fazer, essas vitaminas e nutrientes quando não utilizados são absorvidos para o corpo, trazendo os benefícios e "superpoderes", como dizem, a vocês.

Na mulher, no ovário está presente o local perfeito para a germinação e transformação dessas vitaminas e nutrientes em vida, e gerar o bebê.

A pornografia acarreta outros milhares de problemas que infelizmente têm atualmente na sociedade, vença a si mesmo, vença a pornografia, e se torne uma versão foda de você mesmo, e construa uma nova vida!

Enquanto estava nos primeiros dias, além de viver os benefícios acima, eu sentia o principal de todos, me sentia vivo, e notava que as pessoas viam que eu estava vivo hahaha. Não era o mesmo jovem, era uma versão foda minha.

Então fui estudando e pesquisando cada vez mais sobre NOFAP, reboot e retenção seminal, e notei que basicamente eram as mesmas coisas, ditas de forma diferente.

NOFAP (em sua essência) consiste em não praticar PMO, ou seja, pornografia, masturbação e orgasmo, se desligar do vício em pornografia, e reter o sêmen (que foi o princípio do estudo, antes de easy mode, hard mode e monk mode)

Reboot consiste em desligar o vício em pornografia no cérebro.

Retenção seminal consiste em reter o sêmen para desfrutar dos seus benefícios quando absorvido e mantido no corpo.

Portanto, quem prática NOFAP, não procurando por pornografia ou derivados, e não se masturbando, está realizando um reboot cerebral e automaticamente desligando o vício do cérebro, restaurando o sistema dopaminérgico e todo o estrago que o vício em PMO traz ao corpo.

Com isso, quem faz o NOFAP, está realizando tanto o reboot quanto a retenção seminal.

E só devem ser zerado os dias, seja 90 ou mais, se o usuário buscar o conteúdo pornográfico ou derivados, é inevitável não se esbarrar com esses conteúdos no caminho, no entanto devemos ignorar e seguir nossa jornada rumo a restauração do cérebro e da vida. (Os dias dependem de cada usuário e grau de vício, eu particularmente quero fazer 150 dias, contando e acompanhando, após isso, irei parar, e seguir isso como parte da minha vida, sem pornografia, sem masturbação e sem orgasmos com isso, apenas relações sexuais reais).
Apenas por questão de informações, hoje há três tipos de modalidades em NOFAP: Easy Mode, Hard Mode e Monk Mode.

Vou explicar de uma forma bem sintetizada.

Easy Mode é permitido relações sexuais, porém sem pornografia e masturbação.

Hard Mode não é permitido relações sexuais, nem pornografia nem masturbação.

Monk Mode é um hard Mode mais severo, nele a pessoa corta ou diminui drasticamente o uso de tecnologias e tende a se afastar da sociedade.

Os modos variam para cada pessoa, independente de qual foi utilizado, ambos não permitem o consumo de pornografia ou derivados.

Veja o que mais se adequar a você, nesses 150 dias irei utilizar hard Mode, para realmente me abster de estímulos sexuais internos provocados por mim mesmo (não o da forma natural do corpo, pois a tensão sexual aumenta muito durante o processo, mas sim evitar que eu mesmo me estimule de forma voluntária).

E transformar minha vida através da restauração do meu cérebro, que agora agoniza afundado em pornografia e erotização.

Esses aprendizados me ajudaram, porém mesmo assim também vê várias recaídas, quando vinha a abstinência e a o vício vinha com todas as forças pra me derrubar, eu cedia, por isso, resolvi criar esse diário. Para ajudar e motivar tanto a mim, quanto a vocês.

Aprendendo cada dia, com seus diagnósticos a respeito da restauração, espero que seja útil e proveitoso tanto a mim, quanto a vocês.

Como disse acima, meu foco é 150 dias, depois irei concluir o diário, pra deixar disponível pra todos que futuramente queiram largar essa desgraça e viver o extraordinário.

Me comprometo em ser verdadeiro e franco quanto ao processo, pode ser que haverá dias em que não conseguirei postar, mas sempre que disponível, irei passar a atualização dos dias que estarei no processo, e dizer a experimentou que tive em cada etapa, não mentindo ou omitindo fatos, obrigado!

Sucesso na nossa jornada! Deus é fiel!

"[...] e não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que proveis qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus."

Romanos 12:2

Escrevi isso no dia 8 de Abril de 2020 (08/04/2020). As atualização foram feitas a fim de comprometimento pessoal e para quem está acompanhando e crescendo junto nessa jornada! - Mr.Testosterona


Última edição por Mr.Testosterona em 9/4/2020, 00:05, editado 5 vez(es)
avatar
Convidado
Convidado

Minha luta contra o vício Empty Dia 1

em 8/4/2020, 23:36
Início NOFAP/REBOOT/RETENÇÃO SEMINAL (HARD MODE) - 08/04/2020 - 150 DIAS PARA A CRIAÇÃO DE UMA NOVA VIDA

Dia 1 - Me sinto um pouco sem motivação, e noto que a procrastinação é algo presente no momento, pois sei que posso fazer coisas mais importantes, porém não faço. Minha aparências está vazia e aparentemente cansada. E também tenho muitas dúvidas.
Harvey Spectter
Harvey Spectter
Moderador
Moderador
Mensagens : 1227
Data de inscrição : 23/10/2019
Localização : New York

Minha luta contra o vício Empty Re: Minha luta contra o vício

em 9/4/2020, 05:44
Meu caro Mr.Testosterona. Seja bem vindo ao Fórum, acredito que essa foi a sua melhor decisão para se livrar desse vício, pois aqui estamos na mesma guerra, e diversos soldados enfrentando a guerra se torna bem mais leve. Além disso, quero parabenizá-lo pela sua sinceridade e autenticidade ao escrever esse seu relato sobre a PMO, ficou muito bom.

Espero que faça um excelente reboot e consiga se livrar da PMO, para isso confira alguns links importantes:

Certifique-se de ler as normas do fórum por meio das Regras de Participação e das Proibições.

Para saber mais sobre o método proposto confira dúvidas básicas sobre o reboot e vício em PMO, além disso baixe o Guia Introdutório, que servirá como suporte para entender o processo de reboot, dentre outras informações importantes.

Lembre-se de estar instalando bloqueadores de P nos seus dispositivos e colocando um contador de dias na sua assinatura aqui, para que te auxiliarem durante seu processo de reboot. Para instalar bloqueadores você pode seguir os tutorias dos Tópicos Recomendados, e se ficar com alguma dúvida dê uma olhadinha na Seção de Ferramentas e Bloqueadores. Para instalar um contador confira Como Instalar um Contador de Dias.

Para mais informações ou falar com a moderação visite a Seção de Orientações Básicas, e para alguma dúvida sobre o método procure, ou pergunte, na Seção de Dúvidas.

Não se esqueça de nos manter atualizados sobre seu processo aqui no seu diário.

Conto com você durante essa batalha, seremos parceiros de guerra, meu caro. Um grande abraço do Harvey.

_______________________________________


Acesse o meu diário.

Uma jornada de mil milhas começa com um único passo.

Todo prazer vem associado a uma dor. O verdadeiro prazer é aquele no qual a dor vem antes.

Cure o garoto e o homem aparecerá.
avatar
Giovane Costa
Mensagens : 2
Data de inscrição : 12/04/2020

Minha luta contra o vício Empty Me ajudem ⛔ - Me sinto culpado

em 12/4/2020, 22:55
Mano, estou no processo, porém, assim como todos, às vezes me deparo com cenas com conteúdos eróticos, nudez ou pornografia propriamente dita. É claro que isso não acontece com frequência, pois não utilizo redes sociais, não estou em nenhum grupo de putaria ou derivados, e não assisto filmes desses conteúdos.
No entanto, é inevitável o fato de que nos separamos com isso, é algo que está fora do nosso controle, porém, mesmo eu sabendo que isso não existe culpa minha, eu me culpo, me sinto culpado por ter me deparado com aquilo, mesmo de forma involuntária, mesmo aquilo não me gerando nenhum desejo ou estímulo, eu me culpo, como se eu tivesse visto aquilo por ter buscado ou desejado, o que não é verdade, por favor, preciso de ajuda, isso tem me dado raiva, desmotivação e medo, pois sei que é inevitável não se deparar com isso, mesmo com bloqueadores e tal, e quando me deparo, alguma coisa dentro de mim diz que sou o culpado daquilo, e isso me desmotiva, o que me faz recair, assim, nunca consigo.
Preciso de ajuda, por favor, estou me culpando por algo que não estava no meu controle, e que não foi buscado por mim, aí penso em zerar o contador ou até mesmo recair, mesmo não tendo sito eu o causador do conteúdo encontrado, obrigado... 😞


ADVERTÊNCIA

Motivo - Violação das seguintes Proibições:

8 - Abrir mais de um diário no fórum, criar várias contas (ou criar uma conta e deletá-la, e depois criar outra conta) e perfis falsos ou fingir ser outra pessoa.

Link das regras: https://www.comoparar.com/t3723-proibicoes

A Moderação

avatar
Giovane Costa
Mensagens : 2
Data de inscrição : 12/04/2020

Minha luta contra o vício Empty Me ajudem - Me sinto culpado

em 13/4/2020, 16:12
Mano, estou no processo, porém, assim como todos, às vezes me deparo com cenas com conteúdos eróticos, nudez ou pornografia propriamente dita. É claro que isso não acontece com frequência, pois não utilizo redes sociais, não estou em nenhum grupo de putaria ou derivados, e não assisto filmes desses conteúdos.

No entanto, é inevitável o fato de que não nos deparamos com isso, é algo que está fora do nosso controle, porém, mesmo eu sabendo que isso não é culpa minha, eu me culpo, me sinto culpado por ter me deparado com aquilo, mesmo de forma involuntária, mesmo aquilo não me gerando nenhum desejo ou estímulo, eu me culpo, como se eu tivesse visto aquilo por ter buscado ou desejado, o que não é verdade, por favor, preciso de ajuda, isso tem me dado raiva, desmotivação e medo, pois sei que é inevitável não se deparar com isso, mesmo com bloqueadores e tal, e quando me deparo, alguma coisa dentro de mim diz que sou o culpado daquilo, e isso me desmotiva, o que me faz recair, assim, nunca consigo.
Preciso de ajuda, por favor, estou me culpando por algo que não está no meu controle, e que não foi buscado por mim, aí penso em zerar o contador ou até mesmo recair, mesmo não tendo sito eu o causador do conteúdo encontrado.

Fico desmotivado porque sei que não posso ver pornografia, mas acabo me deparando, isso não é sempre, claro, mas acontece, não gera nenhum estímulo em mim, mas mesmo assim me sinto culpado, por favor me ajudem...

Ai eu penso: se eu não posso ver P para não estimular meu cérebro, e vejo um conteúdo desse mesmo que de forma involuntária, valeria como P.

Me digam também porque não é preciso zerar o contador quando se deparar com conteúdos pornográficos de forma involuntária, e porque não é considerado uma recaída. Obrigado
PHPauloHenrique
PHPauloHenrique
Mensagens : 681
Data de inscrição : 02/03/2017
Idade : 18

Minha luta contra o vício Empty Re: Minha luta contra o vício

em 13/4/2020, 22:22
A partir do momento que você vê algo que não foi voluntário não precisa zerar ou recomeçar, porém a partir desse momento que você deve redobrar a atenção pra não ativar um efeito caçador ou curiosidade de rever a cena, não é uma recaída se você não buscou, e nos tempos que vivemos é impossível não se deparar com uma cena ou outra de P involuntária, a diferença é como você administra isso. Força

_______________________________________
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum