Ir em baixo
avatar
clintão da massa
Mensagens : 2
Data de inscrição : 15/04/2020

Diário mais pesado que já houve  Empty Diário mais pesado que já houve

em 15/4/2020, 20:01
Boa noite amigos , então minha história com pornografia começou mais ou menos aos 12/13 anos com aquelas curiosidades de ver sites na casa de amigos , revistas e filmes eróticos na tv , bom hoje tenho 29 e creio que se lembram que antigamente se exibia filmes assim em horários de madrugada, e eu passava horas e horas esperando pra conseguir ver esses filmes. Então com 14 anos já fantasiava coisas na cabeça com garotas que eu gostava na escola , e até aí fui bv e viciado em pornografia , também era gordo , tímido , era um caminhão de coisas que diminuíam minha autoestima. Aos então aos 14 anos ganhei um computador e aí a coisa degringolou totalmente , eu procurava na época muitas fotos , ainda não tinha costume de procurar vídeos. Um dia estava na casa de uns amigos meus e eles começaram a pegar fitas de filme porno do pai de um deles e quando fomos ver eram vídeos de orgias e até mulheres com cachorros , na hora a gente só ria mas depois aquilo ficou na mente.

Dos 16 aos 20 continuei vendo filmes , perdendo noites em claro, sexta , sábado e domingo era sagrado passar noites em claro procurando pornografia , em chats de putaria , etc. Nessa época emagreci muito ganhei um corpo legal e elogiado , tinha mais autoestima mas continuava no vício e indo pra vídeos piores , vídeos de orgias, trans e até gays que me deixaram dúvidas sobre minha sexualidade , ainda assim continuava bv e virgem, as pessoas não acreditavam que eu não tinha ao menos uma namorada mas eu seguia bv e virgem mesmo tendo uma aparencia.

Dos 20 aos 25 fisicamente me sentia melhor , mas o vício consumia as outras partes da minha vida, entrei na faculdade , em um curso de humanas e continuava bv e virgem , viciado em pornografia das mais pesadas , orgias , travestis etc. Então um dia depois de uma entrevista de estágio que fracassei cheguei ao fundo do poço de pagar por sexo por uma travesti, foi uma época que fiquei uns dias sem PMO parece que a abstinencia me levou a loucura e eu fui , no início com seu cérebro pedindo aquilo vc vai , mas depois foi horrível , eu me senti um lixo humano , me sentindo humilhado por msm mesmo e pensando toda a merda que eu estava colocando na minha vida. Mas ainda assim continuava no vício , sem o mínimo de noção de como nem chegar em uma garota que eu me interessasse sempre me achando a pior pessoa do mundo. Então aos 23 anos descobri livros de sedução e app de relacionamento, tinder etc , e lá rolou de eu ficar com a primeira garota e depois fiquei com mais algumas , algumas que eu nem queria ficar mas por apenas impulso sexual , mas ainda continuava virgem, tinha medo , sempre esquivava quando vinha um papo de transar . Depois de um tempo consegui chegar em garotas pessoalmente em festas , mas sempre nas que eu achava mais fácil e não as que queria e não conseguia me relacionar com ninguém, nesse meio tempo também decidi largar meu curso na faculdade.

Aos 25 decidi que faria medicina , comecei a estudar , mas estudava em casa e a pornografia começava a atrapalhar. Nessa meio tempo comecei a sair com uma garota , só por conveniencia , ela era bem tímida também , e a primeira saída que demos a um motel não consegui transar por estar tímido e com medo , foi péssimo , depois eu fui sendo idiota até a gente terminar td em 2 meses sem nem perder a virgindade ou conseguir me relacionar com alguém de forma concreta. Aos 27 eu continuava meus estudos pra medicina, porém estudar me levou a ter problemas de fobia social extrema , engordei 30kg , tudo que eu havia emagrecido , não saía com ninguém , perdi a migos e a única coisa que eu continuava era a pornografia. Então nesse meio tempo eu resolvi perder a virgindade de mulher com uma GP pois não tinha transado com mulher. Então foi menos pior sinceramente , mas depois eu continuava com todos os problemas . Ainda desenvolvi fantasias pesadas como de cuckold, a ponto de procurar no tinder garotas que curtissem isso pra ter um relacionamento , o que é deprimente quando vc analisa tudo.

Eis que com 28 passei na faculdade de medicina , os estudos caminhando de forma até ok ,mas minha vida social péssima , meu corpo péssimo , gordo , não chamo a atenção de uma garota sequer ou tenho coragem de chegar em uma pra conversar ou em uma festa. Minhas experiencias sexuais se resumem tristemente ao que foi relatado aqui e não vejo o mínimo de esperança em um relacionamento legal etc. Tenho medo de transar e todo julgamento que podem ter de mim sem experiencia etc . Tentei o reboot umas oportunidades e recaí. Entretanto nessa quarentena resolvi prometer a mim e a tudo a minha volta que eu vou conseguir r por isso resolvi escrever esse diário. Vão ser 4 meses muito difíceis pois só vou voltar pra faculdade em agosto , mas estou tomando atitudes que não tive nas outras tentativas de reboot.
Minhas ações são

Ter uma dieta saudável
Me exercitar em casa todos os dias
Excluir qualquer app de relacionamento
Falar o mínimo possível com mulheres no wpp
Excluir o instagram
Tentar preencher o dia com leituras, musica , filmes e estudo

Eu preciso conseguir mudar minha vida de relacionamentos ,estou aberto a comentários e dicas ,
Obrigado ao fórum

rb1994
rb1994
Mensagens : 24
Data de inscrição : 09/04/2020

Diário mais pesado que já houve  Empty Re: Diário mais pesado que já houve

em 15/4/2020, 21:11
E aí Clintão da Massa. Primeiro, seja bem-vindo ao fórum e parabéns por tomar a atitude de deixar a vida de PMO pra trás. Não sei qual é o teu grau de conhecimento acerca do Reboot, então eu fortemente te recomendo pesquisar e estudar bastante sobre o processo e as medidas que podem te ajudar nesse caminho, ler as histórias de sucesso pode te motivar a ver uma luz no fim do túnel e pegar dicas também, ver vídeos no Youtube (Terry Crews, Gabe, entre outros). O que percebi é que todos aqui tivemos experiências muito parecidas nesse mundo da P, desde a descoberta, a transição da adolescência pra vida adulta e as primeiras experiências sexuais reais (ou a ausência delas), prejuízo social e profissional quando adulto, agravamento do vício e atitudes extremas que só poderiam ser tomadas por uma pessoa sem o mínimo de autocontrole - por exemplo, o sexo, mesmo indo contra a nossa moral, com garotas de programa/trans -. Temos nossas individualidades, mas eu quero que tu sabia que eu também e milhares de outros homens e mulheres passaram ou vão passar por isso, nós estamos juntos, erramos mas pelo menos tomamos conhecimento disso e estamos dispostos a mudar.
Enfim, não sei qual o período que tu está na faculdade de Medicina, acredito que esteja no começo, pelo relato, eu estou finalizando o curso agora no meio do ano e daria tudo pra ter iniciado a minha vida acadêmica livre desse vício, perdi muitas oportunidades por simplesmente não ter motivação de me envolver com as atividades da minha faculdade, sei que poderia estar muito melhor hoje. Então, tem fé no processo, vai dar certo irmão! E por fim, te recomendo um livro que pode te ajudar a desenvolver uma visão a longo prazo forte e sólida sobre o reboot e qualquer outra coisa que se encaixe nos objetivos a longo prazo: Slight Edge.
Abraços!
avatar
clintão da massa
Mensagens : 2
Data de inscrição : 15/04/2020

Diário mais pesado que já houve  Empty Re: Diário mais pesado que já houve

em 15/4/2020, 22:05
rb1994 escreveu:E aí Clintão da Massa. Primeiro, seja bem-vindo ao fórum e parabéns por tomar a atitude de deixar a vida de PMO pra trás. Não sei qual é o teu grau de conhecimento acerca do Reboot, então eu fortemente te recomendo pesquisar e estudar bastante sobre o processo e as medidas que podem te ajudar nesse caminho, ler as histórias de sucesso pode te motivar a ver uma luz no fim do túnel e pegar dicas também, ver vídeos no Youtube (Terry Crews, Gabe, entre outros). O que percebi é que todos aqui tivemos experiências muito parecidas nesse mundo da P, desde a descoberta, a transição da adolescência pra vida adulta e as primeiras experiências sexuais reais (ou a ausência delas), prejuízo social e profissional quando adulto, agravamento do vício e atitudes extremas que só poderiam ser tomadas por uma pessoa sem o mínimo de autocontrole - por exemplo, o sexo, mesmo indo contra a nossa moral, com garotas de programa/trans -. Temos nossas individualidades, mas eu quero que tu sabia que eu também e milhares de outros homens e mulheres passaram ou vão passar por isso, nós estamos juntos, erramos mas pelo menos tomamos conhecimento disso e estamos dispostos a mudar.
Enfim, não sei qual o período que tu está na faculdade de Medicina, acredito que esteja no começo, pelo relato, eu estou finalizando o curso agora no meio do ano e daria tudo pra ter iniciado a minha vida acadêmica livre desse vício, perdi muitas oportunidades por simplesmente não ter motivação de me envolver com as atividades da minha faculdade, sei que poderia estar muito melhor hoje. Então, tem fé no processo, vai dar certo irmão! E por fim, te recomendo um livro que pode te ajudar a desenvolver uma visão a longo prazo forte e sólida sobre o reboot e qualquer outra coisa que se encaixe nos objetivos a longo prazo: Slight Edge.
Abraços!

Opa , muito obrigado pela ajuda, , sim , estou pesquisando bastante, há coisas que me atrapalharam antes que cortei agora , como o uso de aplicativos de relacionamento que podem ser um gatilho etc. Sei que é difícil mas impossível não tentar sair disso . Quanto a faculdade, realmente , no meu outro curso eu simplesmente perdia oportunidades por causa desse vício , espero conseguir seguir , melhorar como pessoa , desenvolver as coisas que quero e ajudar outras pessoas a acordar pra esse vício e como ele destrói a gente em várias áreas da vida. Não mencionei , estou no dia 6 aqui , durante a faculdade estou ficando praticamente 4/5 dias direto sem PMO mas sempre recaio no fim de semana , agora meu objetivo é o reboot em casa pois estando estudando se tornará mais fácil manter.
Gão
Gão
Mensagens : 23
Data de inscrição : 31/03/2020
Idade : 26

Diário mais pesado que já houve  Empty Re: Diário mais pesado que já houve

em 16/4/2020, 11:40
Bom dia irmão. Vc está indo pelo caminho certo hoje, continue e não pare! Eu tb sou novo aqui e já coloquei umas trans para mamar. E uma vez caí no beijo com uma CDzinha. Eu passei pelo mesmo caminho e hoje sei como é realmente uma doença incurável mas tratável. Irmão, continue firmE! Estou ai com meu contador, fiz sexo uma vez e nunca mais me masturbei, não levei celular para o banheiro e nem para cama comigo, não vejo pornografia e venho deixando de seguir todas as mulheres que ficam postando foto semi-nuas, minha mulher não tem esse hábito e eu não quero que ela obtenha por ver que eu gosto, e na verdade eu inconsientemente sou viciado em fantasias e é isso que me leva a gostar de mais feia que seja a garota, desde que esteja pronta para matar e eu já pratiquei M até vendo aquele programa do silvio santos com mulheres semi nuas, e curtia as mulheres que eram facil tbm.

_______________________________________
Gão
Gão
Mensagens : 23
Data de inscrição : 31/03/2020
Idade : 26

Diário mais pesado que já houve  Empty Re: Diário mais pesado que já houve

em 16/4/2020, 11:43
Bom dia irmão. Vc está indo pelo caminho certo hoje, continue e não pare! Eu tb sou novo aqui e já coloquei umas trans para mamar. E uma vez caí no beijo com uma CDzinha. Eu passei pelo mesmo caminho e hoje sei como é realmente uma doença incurável mas tratável. Irmão, continue firmE! Estou ai com meu contador, fiz sexo uma vez e nunca mais me masturbei, não levei celular para o banheiro e nem para cama comigo, não vejo pornografia e venho deixando de seguir todas as mulheres que ficam postando foto semi-nuas, minha mulher não tem esse hábito e eu não quero que ela obtenha por ver que eu gosto, e na verdade eu inconsientemente sou viciado em fantasias e é isso que me leva a gostar de mais feia que seja a garota, desde que esteja pronta para matar e eu já pratiquei M até vendo aquele programa do silvio santos com mulheres semi nuas, e curtia as mulheres que eram facil tbm.
Continue firme tmj !

_______________________________________
avatar
led new
Mensagens : 116
Data de inscrição : 17/10/2016

Diário mais pesado que já houve  Empty Re: Diário mais pesado que já houve

em 16/4/2020, 13:13
Parabéns pelo ingresso na faculdade de Medicina e pela atitude de contar um pouco de sua vida,eu também perdi diversas oportunidades nessa vida devido ao vício e outros problemas.
Não tem como mudarmos o passado porém conseguimos trilhar novos caminhos, e que essa Nova caminhada seja pura (sem vícios) para que a gente aproveite o máximo da vida real.


_______________________________________


Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum