Ir em baixo
avatar
Felipe33
Mensagens : 271
Data de inscrição : 06/01/2020
Idade : 34

Diário de Stealthyman - Página 3 Empty Re: Diário de Stealthyman

12/8/2020, 08:11
Stealthyman escreveu:
E começa o décimo-quarto dia... com insônia. Muito lega!

Desde as 4 da manhã acordado. Desisti de tentar ficar na cama. Estou aqui no fórum e na internet, tentando me divertir. Daqui a algumas horas vou tentar começar a trabalhar. Espero que este dia possa ser mais produtivo que os dois últimos, que foram horríveis.

Sinto que tenho que me manter vigilante, por que a P quer se esgueirar pra dentro da minha vida de novo.

Como hoje igualo meu recorde anterior, não estou à fim de brincar. Vou bater o meu próprio recorde!



E ae mano, tudo certo? Cara eu tive insônia tbem durante o reboot, de passar a madrugada acordado, querer dormir, mas o sono não engatava. Parabéns pelos dias mano, mantém o foco irmão, não vacila e atenção aos gatilhos, na torcida por vc aqui fera! Tmj 👊🏼 abraço

Stealthyman gosta desta mensagem

Stealthyman
Stealthyman
Mensagens : 58
Data de inscrição : 16/06/2020
Idade : 39
Localização : São Paulo

Diário de Stealthyman - Página 3 Empty 14 DIAS!!!

13/8/2020, 07:37
14 DIAS!!

Consegui, mais uma vez, vencer uma meta estabelecida por mim para o meu bem. Não foi fácil atingi-la, de fato, mas ela merece ser comemorada. Agora, vamos aos 21 dias!

A conversa desta semana com a minha esposa ainda rendeu. Perdi a noção do tempo ontem, e já era quase 11h quando eu notei que devia já ter ido dormir, para ir presencialmente ao trabalho no dia seguinte. Como era tarde, supus que ela já estivesse dormindo e preferi não incomodá-la e fui deitar.

Quase meia noite atendo uma ligação dela. Ela estava preocupada por eu não ter ligado. A questão do "desejo de morrer" estava no pensamento dela: será que eu estava bem? Conversamos um pouco, ela felizmente se acalmou, e eu reafirmei que aquilo não representa o que eu penso, foi um momento de fraqueza. Eu quero viver, e melhor. Viver é importante para mim, e buscar a felicidade.

É triste ter este tipo de problema com a pessoa com quem eu dividi meus últimos 15 anos. Eu daqui estou preocupado com a dor dela, e ela lá preocupada com minha solidão e com o que isto pode fazer comigo.

Neste momento estou no trabalho, enfrentando os desafios de estar aqui. O meu feito (doze meses e meio sem prostituição) aqui, mais do que em qualquer lugar, precisam ser ativamente defendidos por mim, com muita força. Vou chegar em casa hoje, íntegro.

_______________________________________
1ª Tentativa: 16/06/2020 a 30/06/2020 (14 dias).
2ª Tentativa: ??/??/2021 (EM CONSTRUÇÃO).

Rottweiler gosta desta mensagem

Red Angus
Red Angus
Mensagens : 87
Data de inscrição : 08/06/2020

Diário de Stealthyman - Página 3 Empty Re: Diário de Stealthyman

13/8/2020, 10:52
Bom dia Stealthyman.

Parabéns pela meta dos 14 dias que conquistou. Mantenha-se limpo hoje e amanhã volta para comemorar o novo recorde. Cada dia sem essa porcaria de PMO é um sucesso a ser exultado.

E como já me disse o Shelby032, "se caso vc recair,saiba que vc ja tem as cartas certas para erguer a cabeca e seguir em frente,se caso precisar passar pelo deserto novamente vc estara bem mais forte,e isso que acredito,fique com Deus e forca e fe em seu reboot".

Mesmo os tombos que levei (e, se Deus quiser não levarei mais) serviram para me ensinar muita coisa sobre mim mesmo e me fortalecer.

No fim, isso tudo não tem apenas o propósito pequeno de nos livrar da PMO. O reboot serve para algo maior, que é nos transformar em pessoas melhores, com mais controle sobre todos os aspectos da nossa vida e mais resilientes.

Abs.

_______________________________________
"A vitalidade é demonstrada não apenas pela persistência, mas pela capacidade de começar denovo".
F. Scott Fitzgerald


1ª meta: dez posts em dez dias - começando novamente

Link do meu diário: https://www.comoparar.com/t10701-diario-do-red-angus
Stealthyman
Stealthyman
Mensagens : 58
Data de inscrição : 16/06/2020
Idade : 39
Localização : São Paulo

Diário de Stealthyman - Página 3 Empty Ela está à espreita

24/8/2020, 18:15
21 dias se passaram, 28 a caminho...

Faz alguns dias que não passo por aqui. O 21º dia se passou, estou quase no 28, mas acabei não pontuando aqui a passagem do marco.

Entre 13 de agosto e hoje, várias coisas se passaram, mas o mais importante a colocar em texto é que eu me sinto a perigo.

Tudo começou uns dias atrás, com uma notícia de portal de internet. Uma besteira qualquer, sobre bastidores de um ensaio de revista masculina. Uma pequena foto, um breve texto provocativo, e a minha paz de espírito fraquejou. Detesto constatar o quanto sou suscetível à mera sugestão de P.

Por duas vezes, fui salvo da PMO por (felizes) coincidências, telefonemas de pessoas queridas querendo falar comigo. Por mais materialista que eu seja, não consigo esquecer da frase atribuída a Einstein, de que Deus usa a coincidência para permanecer anônimo. Seja o que for que tenha acontecido, sou grato por ter sido ajudado pela coincidência. Qualquer ajuda, mesmo que inesperada ou imprevista, é bem vinda, de coração.

Ainda estou às voltas com a m... da necessidade de usar o Edge como browser para trabalhar. Eu simplesmente não consigo bloquear adequadamente aquela porcaria! Numa ida ao trabalho, semana retrasada, vi P. Não fui às vias de fato, não me masturbei com ela, mas a cabeça não está tão aquietada quanto eu imaginava estar quinze dias atrás. Estou menos sereno do que gostaria.

Nessas horas, como eu gostaria de ter um trabalho físico, braçal mesmo, que não requeresse computadores para ser executado (e especialmente internet) e que me permitisse poder ficar longe dos estímulos visuais ao longo dos meus dias. Mesmo não consultando P o tempo todo, estou na frente de telas assistindo coisas o tempo todo, e talvez a ansiedade não esteja mais conseguindo escoar por Youtubes e outros que tais...

Daqui a alguns dias, estarei em férias. Espero poder nesse momento me desligar do mundo digital, e com isso desviar a minha cabeça para outros prazeres.

_______________________________________
1ª Tentativa: 16/06/2020 a 30/06/2020 (14 dias).
2ª Tentativa: ??/??/2021 (EM CONSTRUÇÃO).

Rottweiler gosta desta mensagem

Alexandretj
Alexandretj
Moderador
Moderador
Mensagens : 925
Data de inscrição : 21/11/2016
Idade : 37

Diário de Stealthyman - Página 3 Empty Re: Diário de Stealthyman

24/8/2020, 18:30
Olá stealthyman, beleza cara?

Não li seu diário todo, apenas esta última postagem. Você está nas semanas iniciais do Reboot então a vontade de M fica forte. Ficar longe da PMO me ajudou a enxergar o tempo de uma maneira diferente: antes ficar sem P era muito difícil, pois eram 3 PMOs num dia; hoje quase não olho o contador e os dias passam rápido. Pratique alguma atividade física, pode te ajudar.

_______________________________________
Stealthyman
Stealthyman
Mensagens : 58
Data de inscrição : 16/06/2020
Idade : 39
Localização : São Paulo

Diário de Stealthyman - Página 3 Empty COMO PARAR? AINDA NÃO SEI...

4/1/2021, 22:28
Olá a todos, tenho estado longe daqui pois para mim é muito difícil manter um diário com regularidade. Com a passagem do ano, gostaria de desejar a todos um feliz 2021, cheio de alegrias e conquistas na vida de todos nós, sobretudo contra a PMO.

Nos meses que se passaram desde minha última aparição aqui, muita coisa aconteceu, e eu gostaria de contar a vocês. Quem sabe algo do que eu passei ou compreendi possa iluminar o caminho dos colegas e quem sabe aliviá-lo?

Primeiramente, eu me divorciei. Depois de muito tempo me culpando por tudo o que aconteceu comigo, eu iniciei um processo de cura, à base de muita terapia mas sobretudo de conversa com a minha agora ex-esposa. A vida seguiu para nós dois: ela formalizou seu namoro com o rapaz com quem estava saindo, inclusive para as famílias de ambos. Nos nossos papos, entendemos que nosso tempo juntos havia passado, e que o caminho do divórcio era o mais indicado. Paralelamente, ela mencionou a possibilidade (para se casar de novo) de darmos entrada no processo de anulação do casamento na igreja.

"Levar o fora" definitivo dela, e a compreensão de que a vida seguiu, girou uma chave em mim, e eu comecei a entender que o tempo do nosso amor passou, e com isso a sensação de culpa diminuiu. Vejo hoje que a PMO e mais a prostituição nublaram a minha visão do que estava ocorrendo conosco ao longo dos anos, e talvez nosso amor apenas estivesse no fim e nenhum dos dois teve a clareza de notar isso e dar o primeiro passo rumo à separação.

Em segundo lugar, eu fui ao psiquiatra e estou tomando remédios para depressão, ansiedade e comportamento compulsivo. Este último tem a ver diretamente com a PMO, pois o que acontece com a nossa cabeça é basicamente isso ao usar pornografia. Os dois primeiros têm a ver com o fato de que muito provavelmente eu sempre fui depressivo e ansioso. Somando a PMO a isso, eu me tornei menos sociável, mais solitário e mais insensível ao que eu estava acarretando ao meu redor (especialmente meu relacionamento com minha esposa). A PMO era minha única atividade recreativa.

Em terceiro lugar, eu estou reatando os laços de intimidade com minha família, visitando-os mais frequentemente e tendo com eles conversas reparadoras do estrago que o meu isolamento causou, em especial com os meus pais. Isso tem ajudado a preencher os meus dias, e eu me sinto mais feliz. Com alguns amigos que eu pouco via, estou fazendo o mesmo (aos pouquinhos, mas é como os passos do AAA).

Em quarto lugar, estou desvencilhando a MO da P. Me masturbo quando tenho vontade sozinho, sem estímulos externos, sem pressa. O pênis vai ficando duro, as sensações vão se intensificando, o pensamento dá o enredo. Com isso, é muito mais fácil ficar longe da P, e também ajudou a aumentar minha autoestima.

Estes fatos somados me ajudaram a ter tempos maiores longe da PMO e me fizeram notar duas coisas em mim:

   

  • A pornografia perdeu muito da graça dela. Mesmo quando a compulsão vence até o remédio, constato que não tem nada de tão poderoso ali, e eu consigo não avançar (o mais das vezes) à MO;


   

  • A M induzida por pornografia machuca o pênis, enquanto a curtição "natural" das sensações do corpo não fazem o mesmo. A ereção da P é como um coice: o pênis fica duro em instantes. O sêmen é muito alcalino e queima a uretra, mesmo urinando depois. Quando me masturbo sem P, com calma, devagar, acho que o pênis por dentro e por fora vai se preparando para gozar. Quando eu ejaculo, me sinto bem.


Espero que todos estejam bem, vou tentar contar mais de mim em 2021. Hoje inclusive falhei, e tive MO com uma revista masculina.

_______________________________________
1ª Tentativa: 16/06/2020 a 30/06/2020 (14 dias).
2ª Tentativa: ??/??/2021 (EM CONSTRUÇÃO).

Rottweiler gosta desta mensagem

TheJohn
TheJohn
Mensagens : 95
Data de inscrição : 15/12/2020

Diário de Stealthyman - Página 3 Empty Re: Diário de Stealthyman

5/1/2021, 00:52
Para com a M também mano, tu procura desculpas mas isso não te agrega nada, tu caiu pra revista, depois é video, é um ciclo nocivo. Tem que ser hard mode mano, sem mais. Abraço!
Charles William
Charles William
Mensagens : 21
Data de inscrição : 28/12/2020

Diário de Stealthyman - Página 3 Empty Re: Diário de Stealthyman

5/1/2021, 11:52
Que história triste. Mas assim com você também aconteceu coisas triste na minha vida por causa da pornografia.
Peça a Deus uma transf.ormação na sua vida, nas nossas vidas.
Lutar para vencer aquilo que nos atrapalha.
avatar
Convidado
Convidado

Diário de Stealthyman - Página 3 Empty Re: Diário de Stealthyman

23/1/2021, 14:23
Meu caro, como vai?

Eu também sumi. rs

também lhe desejo um feliz 2021. De coração.

Bom, antes mesmo de conhecer o esse processo de reboot, eu já vinha tentando sair desse vício, porém eu não conhecia nenhuma método eficiente e também não sabia que a PMO era um vício.

Por isso eu ficava igual cachorro raivoso correndo atrás do próprio rabo.

Mas mesmo sem conhecer nenhum método, eu tentava.

Interessante que com o pouco tempo afastado da P, quando eu voltava, a sensação de ter perdido algo era maior do que antes.

VOltava a tentar de novo. Caia... e quando voltava pra P e terminava... a percepção da burrada era mais nítida. E assim sucessivamente.

Com o tempo, a vontade de P vinha... mas sem muito interesse por ela, sabe? Pois sabia que não ia ter uma recompensa maior do que alguns minutos diante da tela...

E assim fui desenganando da P. Por completo.

Depois deu sair da P é que conheci o Reboot, eu ainda tinha a P na cabeça e MO todos os dias.

HOje minha luta está na MO.

MAs está mais fácil agora, depois de algumas recaída.

Estou tendo certa convicção que a recaída é importante. A recaída sincera, honesta, faz parte.

Devemos perceber que ao mexer na ferida, ela volta a sangrar novamente. E ninguem quer isso... Todos querem suas feridas cicatrizadas.

E isso vai nos educando.

Continue firme, meu caro, mesmo com as recaídas.

Vivemos anos dentro da PMO, pra sair dela naturalmente não vai ser fácil.

abraços
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum