Ir para baixo
avatar
EuAcredito13
Mensagens : 1
Data de inscrição : 03/07/2020
Idade : 27

Um  Recomeço Empty Um Recomeço

3/7/2020, 19:41
Salve galera, o meu vulgo aqui é EuAcredito pq depois que conheci esse site e o fórum eu realmente passei acreditar que existe sim uma luz no fim do túnel. Bom, tenho 26 anos e comecei a consumir P muito cedo por volta dos meus 12 anos de idade. Aos 13 ganhei um computador e ai passei a consumir P e a praticar M com mais frequência. Os anos foram se passando e eu passei a visualizar conteúdos mais pesados como videos de travestis, podolatria, abusos, entre outros. Apesar de ser viciado em P, eu sempre tive relacionamentos reais com mulheres, modéstia a parte nunca foi difícil me relacionar com elas. Mas de uns 3 anos pra cá, tudo mudou, não sei se é devido a problemas do cotidiano, passei a recorrer com frequência a P e M, Passei a me isolar socialmente pra ficar sozinho  e me M. Devido a isso, quando eu tinha relação S com alguma garota, comecei a notar que minha ereção não era mais como antes, mas até ai "tudo tranquilo" ainda assim conseguia manter a ereção e transar. Só que quanto mais o tempo ia passando, mais P eu consumia, acessava cada vez mais conteúdos pesados, em 2018 comecei a  namorar uma mina, linda, do jeito que eu sempre quis, mas por conta desse vício desgraçado nosso relacionamento não foi pra frente pelo simples fato de não conseguir ter uma ereção satisfatória. Só conseguia manter a ereção e não 100% quando ela fazia algo relacionado a podolatria em mim, mas não era o suficiente, pq um relacionamento real, exige reparo nos mínimos detalhes e a P faz vc ignorar isso e só procurar se satisfazer procurando nas pessoas o que existe só em filme e vídeo. Enfim, terminamos eu fiquei mal, entrei em depressão, e como consequência mais acesso a P e menos relação humana. Após esse término, comecei a consumir com muito mais frequência vídeos de travestis, não me relacionei com mais ninguém pela vergonha de não consegui ter uma ereção, estou com DE. Tem 2 anos que evito ter contato com mulheres por medo de ir pra cama sabendo que não vou conseguir transar por conta da DE. Mas no último mês cheguei ao meu limite  e resolvi parar de consumir P e praticar M pq sempre ficava mal depois, depressivo e até cheguei a duvidar da minha orientação sexual, por mais vontade que eu tinha de sair com alguma trans pra tirar a dúvida, nunca fiz, cheguei a marcar programa com uma trans mas desisti 1 dia antes. Mês passado comecei a pesquisar sobre como largar esses vícios e felizmente achei este site, e os relatos no fórum, onde eu me identifiquei com diversos relatos, isso foi no dia 09/06/2020 e até a data de hoje 03/07/2020, não consumi nenhum tipo de P e nem pratiquei M, São 24 dias "limpo" e já percebi alguns benefícios, como uma disposição de fazer tarefas, melhora no convívio com as pessoas, estou lidando melhor com a ansiedade e depressão. Pretendo fazer o Reboot completo no Nível Hard, pois essa é a minha última esperança de voltar a ter uma vida normal, um relacionamento completo e satisfatório como era antes. Não está sendo fácil, do nada os pensamentos vem, a vontade vem, mas estou resistindo e com fé e a ajuda e relatos de vocês  tenho a certeza de que vou vencer esse maldito vício. VAMOS JUNTOS, EU ACREDITO! Very Happy
avatar
Jean Claude Wan Damme
Mensagens : 214
Data de inscrição : 15/01/2018

Um  Recomeço Empty Re: Um Recomeço

3/7/2020, 22:35
É isso aí brother. Pornografia e masturbação já nos tiraram muita coisa, é hora de irmos à "forra ".
Não pode esquecer dos bloqueadores, são muito importantes.
A flatline poderá vir também, além da fissura, sentimentos de estresse. Mas persistindo a Vitória chegará.
balboa08
balboa08
Mensagens : 253
Data de inscrição : 04/01/2017
Idade : 27

Um  Recomeço Empty Re: Um Recomeço

4/7/2020, 05:13
Parabéns pela atitude cara!

Você teve um discernimento correto sobre o que a P pode fazer na vida de um homem. Tomar essa atitude, de largar a P de vez não é para todos, pois é algo que realmente nos prende. A DE é algo que machuca de uma forma horrível, sei bem quanto é isso irmão, e o que acho pior msm é o que você falou a respeito das mulheres...Você acaba as objetificando né? É duro, porém não impossível sair dessa, te desejo tudo de melhor na caminhada.


Paz e Bem.

_______________________________________
Meu diário:

https://www.comoparar.com/t9825p150-ninguem-vai-bater-tao-duro-como-a-vida


Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos