Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

+49
Gabriel TMP(Warrior)
Druidzin
Guilherme96
marlolo2021
Sr. Miranha
Progresso
chopin
The Rorschach
Kaneki
ironmaiden2244
Edmilssss
Dead
Mr. Oveercool
PILGRIM
JovemRenascido
John Fersil
SheldonCooper94
Randy
José2020
I Will Resurface!
NogueiraJ
Gracinha
Ronann
Luan Oliveira
Fuzion
BIXOSO
Unforgiven
Deco
ViníciusB
ShikamaruNara
Oestudante
vierkenes
Red Angus
Rust
Jonas
Linus
Marcus Aurelius
CavaleiroDaLua
Bradock96
LuckyTheWolf
Optimus Prime
Barão Vermelho
RosseauStrong
Drew
Umcaralegal
Peter Parker
Harvey
Firenze
Gardenzio Angelone
53 participantes
Ir para baixo
Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

28/10/2021, 08:37
Señores, buen día. Muito obrigado por seu comentário, meu nobre Guilherme96! Tmj!

Até ia partir para ler o e-book, mas optei pelo Fórum.

Ontem acabei dormindo mais "tarde" (22h), pois participei de uma reunião à noite que foi bem produtiva. De qualquer forma, percebi que, realmente, não é bom para mim ficar acordado à noite depois de todos já terem ido dormir. Ontem, com o silêncio na casa a tentação veio. Veio moderada, mas veio. E o melhor, como sabemos, é evitar a situação de provação. Evitar situações que por si só sejam gatilhos é melhor, pois assim você segue mais tranquilo e seguro com o reboot.

Definitivamente, tenho que combinar para a reunião ser mais cedo. Acabou se estendendo para além o esperado, mas é melhor mais cedo.

Consequentemente, hoje acordei-me mais "tarde" (5h40), não li o e-book pela manhã mas fui logo para a praça fazer um pouco de exercício. A dieta tá boa, nada de excepcional, mas estou evitando besteiras. Há 2 meses aprox eu costumava fazer sempre 1 refeição livre na semana (costumeiramente hambúrguer, fritas e refrigerante), mas durante a semana também costumava abrir para 1 sorvetinho ou 1 outra besteira. Agora não, estou mais focado. Às vezes sinto falta de algo mais salgado, ou algo mais saboroso, mas sigamos... Os coachs fitness por aí dizem pra você fazer 1 refeição lixo na semana (é 1, uma!; não várias... kk), mas estou limitando-me. Semana passada o "lixo" que eu comi foi pipoca kkk

Enfim... Quero férias.

Seguirei.

Paz mental é tudo. É uma riqueza incomensurável.

Sigamos procurando sempre a virtude. É a chave para a boa vida.

Ontem orei, meditei, foi tudo válido. Até comecei a ler a Bíblia! (Olha que milagre, vai nevar dessa vez em Cabrobó). É sempre bom desenvolver a espiritualidade. O cristianismo herdou alguns preceitos e ideias do estoicismo, de modo que também é válido ler um pouco dos filósofos estoicos. Falando em cristianismo e filosofia, procurem por Santo Agostinho, ou Agostinho de Hipona (é o mesmo cara). Muito válido para quem quiser entender um pouco sobre livre-arbítrio, porque existe o mal no mundo sendo Deus a fonte do bem, e outras questões pertinentes que a todos um dia foram tocadas. Serve para embasar sua fé se você for teísta, ou para você ter o contraponto da perspectiva ateia dos filósofos que você costuma ler... ahuushaush  Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 1f609

Afinal, é sempre bom incorporar na sua leitura 1 ou outro livro de um autor que você não gosta ou não concorda com os argumentos/visão de mundo, só para conhecer os argumentos deles...

Uma mente que se expande nunca volta ao seu estado original.

Eh nóis.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Luan Oliveira e ironmaiden2244 gostam desta mensagem

Luan Oliveira
Luan Oliveira
Moderador
Moderador
Mensagens : 718
Data de inscrição : 14/10/2020
Idade : 21
Localização : Paraíba

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

30/10/2021, 16:21
Que dias melhores venham meu amigo!
Como sempre disse desde o meu início aqui no fórum,
Um dia nós comemoraremos juntos nossa vitória!

_______________________________________

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

30/10/2021, 20:49
Boa noite, senhores.

Meu nobre Luan Oliveira, muito obrigado pela sua passagem no meu diário, bro. Tmj!

Cá estou eu.

Hoje fiz muita coisa, ocupei meu tempo pela manhã, tarde e noite, e estou bem cansado. Boa parte das atividades de hoje foram ao ar livre, o que me proporcionou boa socialização. As atividades que me propus, porém, não fiz nenhuma.

Bom, fico feliz também por ter chegado aos 6 dias. É pouco, mas passei por fissuras ontem e ante-ontem, e graças a Deus mantive-me firme. O efeito caçador, a vontade de consumir P ainda estão presentes, às vezes fortes, mas tento burlá-los com algumas "técnicas": deixo a porta do quarto sempre aberta, e se estou sozinho em casa, saio ou então deixo a porta de casa aberta.

Como falei, graças a Deus mantive-me firme. Ontem bateu uma fissura, mas resisti. Definitivamente foi muito melhor, do contrário estaria frustrado comigo mesmo, chateado, como todo reset provoca em todos. Sei que manter-me firme é um desafio, sobretudo nesse início de reboot, mas é totalmente possível. E senhores, lembremo-nos: estar limpo é sempre a melhor opção.

Comigo às vezes já aconteceu de eu ficar vendo gatilhos, me sabotando, e por já ter feito uma c*gada pequena, me permiti uma maior (leia-se: resetar). Mas não vale a pena. Dos males, o menor; ainda que seja preferível dizer "dos males, nenhum", mas se for o caso de já ter se exposto a algum mal, fique com o mal menor que é menos ruim do que o mal maior (resetar, por exemplo).

Da última vez me sabotei com isso: tinha furado tanto o reboot que parecia que resetar seria a consequência natural. Mas como sabemos, ninguém coloca uma arma na cabeça e nos obriga a praticar PMO. Às vezes podemos estar tão submersos, que o fazemos "inconscientemente". Mas tem um pouco de consciência nesse ato aí. E resetar foi a pior opção. Enganando-me ao dizer para mim mesmo que precisava de um pouco de "prazer", percebia depois o quão vazio era esse prazer, e o quão viciante e doentio ele era/é, pois por mais que saibamos que ele não é saudável, o processo do vício nos faz buscá-lo mesmo contra nossa vontade.

A recuperação deve ser encarada como um processo que devemos empregar dedicação. É um processo sério. Por mais que seja difícil, devemos encarar a recuperação seriamente, com empenho e dedicação. Sempre. É um cuidado permanente que não se deve cessar nunca, senhores. Essa é a verdade.

Por mais que saibamos que o único que dia que temos é o hoje, devemos todos os dias renovar nossos votos para com nossa recuperação. Sobretudo no início do experimento, essa renovação de votos, preferencialmente, deveria ser feita diariamente; depois, com um reboot mais consolidado, nós possamos pensar em "renovar os votos" semanalmente, mas no início, o cuidado deve ser diário.

Atividades de religação (teatro, curso de oratória, aula de dança, aula de boxe, aula de pintura, aula de canto), oração/meditação, exercício físico, dieta bem feita. Tudo isso deve ser encaixado para uma boa recuperação. Mas não só durante a recuperação, pois esses hábitos são bons para a boa vida.

Acho que por hoje é isso, senhores.

Não sei ao certo se amanhã pela manhã sairei para pedalar. Gostaria de me acordar bem cedo para fazê-lo, mas hoje estou um pouco cansado. Se eu me acordar bem recuperado, eu vou, com certeza. Posso dizer que pedalar tem sido a ativ. de religação que mais me tem feito bem durante esse tempo. Ainda pratico um pouco de calistenia no parque, mas definitivamente o vento na cara junto com a bike me faz muito bem.

No mais, seguirei.

Grande abraço a todos e aproveitemos o fds e feriado.

Flws, eh nozes!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Luan Oliveira gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Reset.

31/10/2021, 20:58
Infelizmente, senhores, resetei.

Desanimo-me, como em todo reset.

E como em todo reset, cometi erros também.

Um dos bloqueadores do meu notebook acabou por dar erro, de modo que algumas brechas foram abertas. Os bloqueadores são uma ferramenta que me auxiliam muito, e sem eles parece ficar difícil seguir bem. Pois bem, errei por não reconfigurá-lo corretamente.

Entrei em contato com o suporte, e espero poder consertar esse erro/bug no bloqueador.

Fiquei sozinho novamente em casa hoje, e não fiz o que deveria ser feito: ficar na sala e abrir a porta de casa.

Percebi que o melhor a se fazer nessas situações é sair de casa. Estava cansado hoje do pedal de de manhã que fiz, ainda fui passear com os dois dogs, e não estava afim de sair novamente de casa.

Fiquei em casa e, mesmo "resistindo" por um bom tempo (criando racionalizações para não resetar), acabei resetando. Não se argumenta com o vício, apenas se foge das situações, e não o fiz. Não dá pra bater de frente com o vício, pois sempre perdemos.

Bom, preciso realmente pensar no que farei nos próximos domingos. Não sei se ficar em casa é algo propício para o reboot, pois me parece que o melhor é mesmo sair de casa e ir para qualquer lugar, menos ficar em casa.

Desanimo-me um pouco, volto a falar. Mas não quero me desencorajar. É preciso pensar nas soluções, meu nobre guerreiro.

Os finais de semana são realmente um desafio, e é preciso atentarmo-nos para eles.

Às vezes desanimo-me por pensar no tanto de coisas que tenho para fazer e não consigo dar conta. Isso só no que tange a recuperação o vício, fora as outras coisas na vida normal, que também não tenho dado conta direito. Nisso a procrastinação tem me afetado bastante. Quem sabe até a procrastinação tem me feito consumir P, para eu me esquecer das obrigações que tenho que fazer. Acredito que pode ser que sim, ou seja, a procrastinação tem afetado meu reboot e minha vida como um todo. vou acumulando afazeres sem dar conta de todos e a coisa vai virando uma bola de neve. Parece que tá tudo ok, mas a sensação interna é ruim. É uma sensação de não dar conta das coisas. Preciso também ver essa questão.

Bom, mas de qualquer forma, o mais importante é conseguir me manter longe dos gatilhos. Por mais que sim, que seja necessário cuidar de várias vertentes da vida, o reboot continua sendo a mais importante e a fonte para uma paz mental completa.

Imagino que os primeiros 3 a 7 dias, agora, serão meu primeiro desafio a enfrentar. Efeito caçador, fissuras e fantasias poderão vir, mas o único jeito para manter-me limpo é, primeiro, ajeitando o bloqueador; segundo, identificando os pensamentos que dão o start para procura de gatilhos, e pará-los; terceiro, não procurar por gatilhos sob nenhuma hipótese. Imagino que isso seja o essencial. O restante vou ajeitando aos poucos.

Tento encontrar forças, pois sei que é difícil se reerguer depois de resets seguidos. É difícil, mas é possível. Não adianta focar na dificuldade, mas nas ações que serão feitas para seguir bem.

Não sei ao certo se virei com frequência para o fórum. O essencial é cuidar da mente e do reboot. Nutrir primeiro a mente, para poder vir aqui para ajudar de forma produtiva, do contrário fico só em relatos longos, mas com pouco ensinamento prático para mim/vocês, com pouco resultado, e falando sempre das mesmas coisas. É preciso, até com o reboot, mostrar resultado. É até mais coerente ajudar os demais companheiros de reboot quando se está conseguindo seguir bem com o reboot.

Tentando encontrar forças e motivação de onde não sei de onde tirar, seguirei.

Sendo viável, e sentindo necessidade, passarei aqui novamente.

Grande abraço a todos, senhores.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Kaneki gosta desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 2101
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 25
Localização : MG

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

4/11/2021, 09:31
Gardenzio Angelone escreveu:Infelizmente, senhores, resetei.

Desanimo-me, como em todo reset.

E como em todo reset, cometi erros também.

Um dos bloqueadores do meu notebook acabou por dar erro, de modo que algumas brechas foram abertas. Os bloqueadores são uma ferramenta que me auxiliam muito, e sem eles parece ficar difícil seguir bem. Pois bem, errei por não reconfigurá-lo corretamente.

Entrei em contato com o suporte, e espero poder consertar esse erro/bug no bloqueador.

Fiquei sozinho novamente em casa hoje, e não fiz o que deveria ser feito: ficar na sala e abrir a porta de casa.

Percebi que o melhor a se fazer nessas situações é sair de casa. Estava cansado hoje do pedal de de manhã que fiz, ainda fui passear com os dois dogs, e não estava afim de sair novamente de casa.

Fiquei em casa e, mesmo "resistindo" por um bom tempo (criando racionalizações para não resetar), acabei resetando. Não se argumenta com o vício, apenas se foge das situações, e não o fiz. Não dá pra bater de frente com o vício, pois sempre perdemos.

Bom, preciso realmente pensar no que farei nos próximos domingos. Não sei se ficar em casa é algo propício para o reboot, pois me parece que o melhor é mesmo sair de casa e ir para qualquer lugar, menos ficar em casa.

Desanimo-me um pouco, volto a falar. Mas não quero me desencorajar. É preciso pensar nas soluções, meu nobre guerreiro.

Os finais de semana são realmente um desafio, e é preciso atentarmo-nos para eles.

Às vezes desanimo-me por pensar no tanto de coisas que tenho para fazer e não consigo dar conta. Isso só no que tange a recuperação o vício, fora as outras coisas na vida normal, que também não tenho dado conta direito. Nisso a procrastinação tem me afetado bastante. Quem sabe até a procrastinação tem me feito consumir P, para eu me esquecer das obrigações que tenho que fazer. Acredito que pode ser que sim, ou seja, a procrastinação tem afetado meu reboot e minha vida como um todo. vou acumulando afazeres sem dar conta de todos e a coisa vai virando uma bola de neve. Parece que tá tudo ok, mas a sensação interna é ruim. É uma sensação de não dar conta das coisas. Preciso também ver essa questão.

Bom, mas de qualquer forma,  o mais importante é conseguir me manter longe dos gatilhos. Por mais que sim, que seja necessário cuidar de várias vertentes da vida, o reboot continua sendo a mais importante e a fonte para uma paz mental completa.

Imagino que os primeiros 3 a 7 dias, agora, serão meu primeiro desafio a enfrentar. Efeito caçador, fissuras e fantasias poderão vir, mas o único jeito para manter-me limpo é, primeiro, ajeitando o bloqueador; segundo, identificando os pensamentos que dão o start para procura de gatilhos, e pará-los; terceiro, não procurar por gatilhos sob nenhuma hipótese. Imagino que isso seja o essencial. O restante vou ajeitando aos poucos.

Tento encontrar forças, pois sei que é difícil se reerguer depois de resets seguidos. É difícil, mas é possível. Não adianta focar na dificuldade, mas nas ações que serão feitas para seguir bem.

Não sei ao certo se virei com frequência para o fórum. O essencial é cuidar da mente e do reboot. Nutrir primeiro a mente, para poder vir aqui para ajudar de forma produtiva, do contrário fico só em relatos longos, mas com pouco ensinamento prático para mim/vocês, com pouco resultado, e falando sempre das mesmas coisas. É preciso, até com o reboot, mostrar resultado. É até mais coerente ajudar os demais companheiros de reboot quando se está conseguindo seguir bem com o reboot.

Tentando encontrar forças e motivação de onde não sei de onde tirar, seguirei.

Sendo viável, e sentindo necessidade, passarei aqui novamente.

Grande abraço a todos, senhores.
Bora pra frente amigo, não vamos persistir nesse erro, bora fazer as atividades de religação e seguir em frente, assim como, continuar socializando, abraços.

_______________________________________


Metas: 7 dias; 15 dias; 20 dias; 25 dias; 30 dias.

MINHA HISTÓRIA DE SUCESSO: https://www.comoparar.com/t11429-finalmente-a-vitoria#326635
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t1813p375-diario-do-kaneki#317713

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

7/11/2021, 12:38
Buen día, señores. Meu nobre Kaneki, obrigado por sua passagem aqui, bro. Tmj!

Vamos empezar.

Eu ia até ler um post num blog, mas depois de ver um vídeo me veio uma vontade forte de colocar as ideias no "papel".

Com 5 dias, tentando recuperar-me dos 3 recentes resets, me começa a vir um pouco de luz à minha consciência.

Já falei um pouco sobre isso aqui antes, mas é um reforço e uma recordação de algo que é fundamental para nós, seres humanos, e sobretudo para nós que fazemos o reboot.

Nós, os homo sapiens sapiens, somos animais (olha, que afirmação genial a sua). Defecamos e urinamos, precisamos nos alimentar e dormir, precisamos ir atrás da sobrevivência (no mundo moderno, o trabalho garante nossa sobrevivência) e de abrigo, como o fazem à semelhança de diversos outros animais, gatos e cachorros, pássaros e leões, águias e golfinhos. Essa dinâmica é, grosso modo (evidentemente), semelhante em quase todos os animais. [Apesar de não ser biólogo, admiro a biologia. Se quiser acrescentar algum detalhe esquecido ou equivocado, fique à vontade.]

Acontece que a nós, Homens ('H' maiúsculo, blz? = espécie humana), nos foram dadas capacidades superiores que nos garantiu dominar técnicas, ferramentas, habilidades que, consequentemente, nos permitiu dominar terras, cidades-estados, reinos, impérios, países, regiões, o globo e, mais recentemente, até outros planetas! O intelecto humano é poderosíssimo, e nos permitiu realizar coisas maravilhosas (vide as pirâmides, os templos maias e astecas, os castelos da Idade Média, as construções de mais de 2000 anos atrás que até hoje estão quase intactas, o avião, o carro, os navios, as caravelas!) e coisas terríveis (a bomba atômica, a guerra, etc, etc...). Aliás, se não fossem as caravelas, do que seria a América? Seria chamada de América?

Dominamos o mundo e estamos começando o domínio de outro planeta, mas e a nós? Conseguimos nos dominar?

Fiz uma introdução bem macroscópica para voltar-me, depois, para o princípio de tudo. E os nossos desejos e impulsos, nosso ímpeto sexual, conseguimos domar ou acabamos sendo escravos deles?

Eu ia até iniciar esse parágrafo desse jeito: "É verdade que no mundo de hoje, no mundo contemporâneo, cada vez mais somos bombardeados com imagens, músicas e questões sexuais.". Mas lembrei-me: "será que isso é só no mundo de hoje?". Acho que não. Não é de hoje, apenas. Foi sempre assim, imagino.

Faça um exercício simples para constatar o que escrevi no parágrafo anterior. Procure por arte. Procure por "esculturas na grécia antiga" ou "esculturas roma antiga". Os primeiros resultados, se não forem do corpo de homens fora do padrão (ou seja, com músculo demais para um cidadão comum de hoje, imagine de 2000 anos atrás!), serão de esculturas de mulheres com corpos "saudáveis" e com silhuetas bem encaixadas (se é que me entendem...), refletindo igualmente um padrão que, imagino eu, ser distante demais para a mulher comum daquela época e até mesmo da época de hoje.

Enfim. Escrevi demais para dizer que mesmo na antiguidade, tinha-se muita putaria. Aliás, acho que ali a putaria comia solta, para ir direto ao ponto. Só começou a ser mais comedida, faço essa reflexão, com a disseminação do cristianismo pelo mundo, quando questões como uso da sexualidade "regrada" começaram a querer ocupar espaço nas discussões.

Em "Sobre a Brevidade da Vida", lembro-me de Sêneca fazer o alerta, em um de seus livros, para a perda de tempo e libertinagem dos romanos, que além de preocuparem-se demais com a beleza exterior ("passam tempo demais cuidando dos cabelos e da pele", mais ou menos assim um trecho), perdiam-se em bacanais e em festas regadas a vinho à doidada e comidas à vontade. E olhe que Sêneca, como deveis saber, não é cristão, apesar de ser contemporâneo de Cristo. O cristianismo, aliás, herdou um conjunto considerável que ideias do estoicismo, à propósito.

Como, evidentemente, não existia pornografia na internet naquela época, a pornografia deles era ou fazer esculturas de mulheres nuas ou fazer desenhos de relações sexuais nas paredes dos banhos coletivos, ou nas paredes dos prostíbulos da época.

Ao fim e ao cabo, senhores, seremos sempre seres sexuais, também. Mas não só. A razão (e a espiritualidade auxilia e muito em conjunto) nos foi dada para não nos guiarmos apenas pelos impulsos sexuais ou da emoção (ira, raiva, fúria, medo exagerado, por exemplo). A nossa jornada será em saber bem utilizar nossos instintos sexuais e canalizá-los de forma correta, regrada. Não significa negá-los, de forma alguma, mas, como disse antes, usá-los de maneira sábia.

O vídeo que falara no início do texto era de Guilherme o Viking. Ele deve ter uns 7 ou 8 anos a mais que eu, e apesar de ser mais maduro, enfrenta as mesmas questões em domar bem o ímpeto sexual. E vai ser assim durante a vida inteira. Apesar do título, o vídeo fala sobre o impulso sexual de forma geral. O vídeo é esse aqui: https://www.youtube.com/watch?v=BlgTFCXrtQA

E quero só lembrar e ressaltar - pois pode parecer que eu estou falando aqui que não é para fazer sexo ou que é para ficar em celibato a vida inteira - que a parada é usar direito o instinto sexual. Não escrevi em período algum sobre não fazer sexo ou sobre não ter contato com mulheres, ou qualquer coisa semelhante.

O propósito não é se abster de sexo, senhores. Tenham isso claro em mente. Sexo é bom e é saudável. Do contrário, seria a mesma coisa que eu dizer que alguém que passa por uma reeducação alimentar que não deve comer mais nada, porque comida é ruim. Negativo. Comida é bom, é combustível, mas deve ser usada de forma sábia, e não com alimentos ruins e sem valor nutricional algum. O sexo é semelhante. Não é o sexo o problema, mas o uso que fazemos dele.

E como sabemos, canalizar nosso impulso sexual em P é um equívoco total.

Teria outras coisas para acrescentar, mas creio que ficaria longo demais.

Quem sabe, numa próxima oportunidade.

Grande abraço a todos, tmj!


Última edição por Gardenzio Angelone em 7/11/2021, 13:47, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2184
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

7/11/2021, 13:08
Gardenzio Angelone escreveu:Buen día, señores. Meu nobre Kaneki, obrigado por sua passagem aqui, bro. Tmj!

Vamos empezar.

Eu ia até ler um post num blog, mas depois de ver um vídeo me veio uma vontade forte de colocar as ideias no "papel".

Com 5 dias, tentando recuperar-me dos 3 recentes resets, me começa a vir um pouco de luz à minha consciência.

Já falei um pouco sobre isso aqui antes, mas é um reforço e uma recordação de algo que é fundamental para nós, seres humanos, e sobretudo para nós que fazemos o reboot.

Nós, os homo sapiens sapiens, somos animais (olha, que afirmação genial a sua). Defecamos e urinamos, precisamos nos alimentar e dormir, precisamos ir atrás da sobrevivência (no mundo moderno, o trabalho garante nossa sobrevivência) e de abrigo, como o fazem à semelhança diversos outros animais, gatos e cachorros, pássaros e leões, águias e golfinhos. Essa dinâmica é, grosso modo (evidentemente), semelhante em quase todos os animais. [Apesar de não ser biólogo, admiro a biologia. Se quiser acrescentar algum detalhe esquecido ou equivocado, fique à vontade.]

Acontece que a nós, Homens ('H' maiúsculo, blz? = espécie humana), nos foram dadas capacidades superiores que nos garantiu dominar técnicas, ferramentas, habilidades que, consequentemente, nos permitiu dominar terras, cidades-estados, reinos, impérios, países, regiões, o globo e, mais recentemente, até outros planetas! O intelecto humano é poderosíssimo, e nos permitiu realizar coisas maravilhosas (vide as pirâmides, os templos maias e astecas, os castelos da Idade Média, as construções de mais de 2000 anos atrás que até hoje estão quase intactas, o avião, o carro, os navios, as caravelas!) e coisas terríveis (a bomba atômica, a guerra, etc, etc...). Aliás, se não fossem as caravelas, do que seria a América? Seria chamada de América?

Dominamos o mundo e estamos começando o domínio de outro planeta, mas e a nós? Conseguimos nos dominar?

Fiz uma introdução bem macroscópica para voltar-me, depois, para o princípio de tudo. E os nossos desejos e impulsos, nosso ímpeto sexual, conseguimos domar ou acabamos sendo escravos deles?

Eu ia até iniciar esse parágrafo desse jeito: "É verdade que no mundo de hoje, no mundo contemporâneo, cada vez mais somos bombardeados com imagens, músicas e questões sexuais.". Mas lembrei-me: "será que isso é só no mundo de hoje?". Acho que não. Não é de hoje, apenas. Foi sempre assim, imagino.

Faça um exercício simples para constatar o que escrevi no parágrafo anterior. Procure por arte. Procure por "esculturas na grécia antiga" ou "esculturas roma antiga". Os primeiros resultados, se não forem do corpo de homens fora do padrão (ou seja, com músculo demais para um cidadão comum de hoje, imagine de 2000 anos atrás!), serão de esculturas de mulheres com corpos "saudáveis" e com silhuetas bem encaixadas (se é que me entendem...), refletindo igualmente um padrão que, imagino eu, ser distante demais para a mulher comum daquela época e até mesmo da época de hoje.

Enfim. Escrevi demais para dizer que mesmo na antiguidade, tinha-se muita putaria. Aliás, acho que ali a putaria comia solta, para ir direto ao ponto. Só começou a ser mais comedida, faço essa reflexão, com a disseminação do cristianismo pelo mundo, quando questões como uso da sexualidade "regrada" começaram a querer ocupar espaço nas discussões.

Em "Sobre a Brevidade da Vida", lembro-me de Sêneca fazer o alerta, em um de seus livros, para a perda de tempo e libertinagem dos romanos, que além de preocuparem-se demais com a beleza exterior ("passam tempo demais cuidando dos cabelos e da pele", mais ou menos assim um trecho), perdiam-se em bacanais e em festas regadas a vinho à doidada e comidas à vontade. E olhe que Sêneca, como deveis saber, não é cristão, apesar de ser contemporâneo de Cristo. O cristianismo, aliás, herdou um conjunto considerável que ideias do estoicismo, à propósito.

Como, evidentemente, não existia pornografia na internet naquela época, a pornografia deles era ou fazer esculturas de mulheres nuas ou fazer desenhos de relações sexuais nas paredes dos banhos coletivos, ou nas paredes dos prostíbulos da época.

Ao fim e ao cabo, senhores, seremos sempre seres sexuais, também. Mas não só. A razão (e a espiritualidade auxilia e muito em conjunto) nos foi dada para não nos guiarmos apenas pelos impulsos sexuais ou da emoção (ira, raiva, fúria, medo exagerado, por exemplo). A nossa jornada será em saber bem utilizar nossos instintos sexuais e canalizá-los de forma correta, regrada. Não significa negá-los, de forma alguma, mas, como disse antes, usá-los de maneira sábia.

O vídeo que falara no início do texto era de Guilherme o Viking. Ele deve ter uns 7 ou 8 anos a mais que eu, e apesar de ser mais maduro, enfrenta as mesmas questões em domar bem o ímpeto sexual. E vai ser assim durante a vida inteira. Apesar do título, o vídeo fala sobre o impulso sexual de forma geral. O vídeo é esse aqui: https://www.youtube.com/watch?v=BlgTFCXrtQA

E quero só lembrar e ressaltar - pois pode parecer que eu estou falando aqui que não é para fazer sexo ou que é para ficar em celibato a vida inteira - que a parada é usar direito o instinto sexual. Não escrevi em período algum sobre não fazer sexo ou sobre não ter contato com mulheres, ou qualquer coisa semelhante.

O propósito não é se abster de sexo, senhores. Tenham isso claro em mente. Sexo é bom e é saudável. Do contrário, seria a mesma coisa que eu dizer que alguém que passa por uma reeducação alimentar que não deve comer mais nada, porque comida é ruim. Negativo. Comida é bom, é combustível, mas deve ser usada de forma sábia, e não com alimentos ruins e sem valor nutricional algum. O sexo é semelhante. Não é o sexo o problema, mas o uso que fazemos dele.

E como sabemos, canalizar nosso impulso sexual em P é um equívoco total.

Teria outras coisas para acrescentar, mas creio que ficaria longo demais.

Quem sabe, numa próxima oportunidade.

Grande abraço a todos, tmj!

Insigne Gardenzio Angelone, sábias palavras as suas.

Que cada jovem seja capaz de perceber essas coisas que você disse. Reflito bastante a respeito, e no dia de hoje, inclusive, é coisa que estou pensando.

Maturidade é saber conciliar as coisas na vida, as atividades profissionais com o lazer, equilibrar o cérebro para desfrutar de tudo de bom que a vida oferece sem ir a excessos. De bate-pronto, a famosa temperança aristotélica, coisa crucial para qualquer ser humano.

Feliz daquele que tem tal noção e a pôe em prática, que sabe colocar cada coisa em seu lugar. Eu, por exemplo, já cheguei a um ponto em que percebo que preciso de uma parceira, e estou trabalhando meus pensamentos para harmonizar tudo. Que todos nós sejamos capazes disso.

Do contrário, será o inferno.

Meu grande abraço.

_______________________________________
Win or die trying.

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

8/11/2021, 07:24
Bom dia, senhores.

Ontem acabei resetando, como prisioneiros dos meus próprios impulsos. A parte fácil é pensar ou escrever sobre as coisas; a parte difícil é colocar em prática o que você diz.

Continuando a reflexão ao vídeo que vi ontem (que falei no post), o Guilherme faz uma reflexão no meio da vídeo: do que adianta ao homem conquistar cidades, se ele não domina a si próprio. Não sei se ele se deu conta, se o fez sabendo ou não, mas a frase dele lembra muito a passagem de Marcos 8:36: "do que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua própria alma". O livro de Eclesiastes e de Provérbio fala muito sobre essas questões também. São livros muito bons para se conectar com Deus e buscar um pouco de sabedoria. Sinto falta disso, sabe.

Mas vamos para o reboot.

Estive reforçando o entendimento de que eu só resetei porque cometi alguns equívocos no meu reboot (preferi trocar a palavra 'erro' por 'equívoco'). Percebendo ou não, eu fui me conduzindo para situações cujas probabilidades de resets seriam relativamente altas. O que então fazer diante disso? Preciso conduzir-me para situações/contextos que possam diminuir significativamente as chances de reset. É simples para constatar. Por isso que às vezes não é que o reboot em si é difícil. As cartas estão dadas, é só agir.

Ontem, por exemplo: fiquei sozinho em 2 momento do dia, pela manhã e no final da tarde. Pela manhã foi ok; é difícil eu resetar logo no início do dia; de manhã eu quero produzir, fazer coisas e não me acomodar demais. Mas no final da tarde, o contexto é diferente, a força de vontade diminui, e as chances de resetar aumentam. Não era para eu ter ficado só em casa.

Sendo assim, optei por algumas coisas. A primeira, que quero firmar esse acordo comigo mesmo, é que quando todos em casa saírem, eu também sairei. Foda-se o que eu farei depois de sair; eu tenho que sair também; o que eu farei ao sair depois eu vejo. Quando não for possível sair de casa, por exemplo de segunda a sexta, e eu for ficar só, devo ficar na sala com a porta aberta, como estou nesse exato momento em que vos escrevo.

Não li o e-book nesses últimos 6 dias, e devo retomar. Comecei a ler um blog (administradores.com.br) que fala sobre várias coisas, algumas inclusive de desenvolvimento pessoal como um todo, e isso me ajudou nesses últimos 6 dias. Consegui produzir mais, realizar algumas tarefas que vinha procrastinando de há muito. Ponto positivo aqui, e é algo que devo manter.

Bom, muitas coisas precisam ser ajustadas, é verdade. Talvez tenham mais coisas que me esqueci por agora, mas acredito fortemente que fazendo apenas essas 2 coisas (sair de casa quando todos saírem e voltar a ler o e-book) eu conseguirei diminuir bastante as chances de reset. Com o maior controle da pandemia fruto da vacinação da população (porque só a vacina salva), os eventos por aqui estão voltando a acontecerem com maior frequência, de modo que meus pais estão saindo mais de casa e eu tendo mais momentos aqui em casa sozinho, por conseguinte.

Fiquei pensando se não são medidas radicais demais, mas o pensamento que devo ter não é sobre se as medidas que eu estou tomando são radicais ou não, mas sim pensar sobre se as medidas que eu estou tomando me ajudarão a me manter limpo. Isso é o fundamental.

Nos 2 finais de semanas passados fiquei só em casa e cometi o mesmo erro: fiquei só, não fiquei na sala com a porta aberta, fiquei com o celular ao meu lado e não saí de casa. Ou seja, cometi uma enxurrada de erros que, se não cometidos, com certeza eu estaria limpo. E pensei: "bom, se em todas essas 2 situações passadas eu tivesse saído de casa e escondido o celular e notebook, eu teria diminuído em 98% as chances de resetar. Sendo assim, pensei que sair de casa sempre que todos saírem será uma boa opção, sobretudo se isso for num final de semana.  

Só pensei em realmente sair de casa pois percebi que estando em casa eu estava me sabotando demais. Sabia que abrir a porta e ficar na sala seria uma boa medida, mas eu não estava fazendo. Poderia ficar em casa? Poderia. Mas como das últimas vezes eu me sabotei, é melhor mesmo sair de casa sempre que eu estiver sozinho.

É muito fácil para mim manter-me firme no início do dia; é mais difícil, porém, à noite. O último sábado, por exemplo, mesmo eu estando seguindo limpo, só por ser sábado de noite me começaram a vir fantasias que nos dias anteriores não vieram. Outra coisa que acho válida é colocar sempre o celular no outro cômodo da casa e trancar de chave, sobretudo se for fds.

Ninguém fica contente ou feliz por resetar, muito menos eu. Mas ao invés de ficar me martirizando, vou procurar pensar nas soluções.

Senhores, não sei ao certo se virei aqui postar diariamente o mesmo de sempre. acho que seria válido poder pelo menos postar que estou avançando ou semelhante. Penso que esse seja um momento para poder dedicar-me a comparecer mais no diários dos demais companheiros, e encontrar tempo para fazê-lo.

No mais, sigo, senhores.

Grande abraço e tmj!


Última edição por Gardenzio Angelone em 8/11/2021, 07:56, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Kaneki gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

8/11/2021, 07:33
Justiceiro do Sertão escreveu:Insigne Gardenzio Angelone, sábias palavras as suas.

Que cada jovem seja capaz de perceber essas coisas que você disse. Reflito bastante a respeito, e no dia de hoje, inclusive, é coisa que estou pensando.

Maturidade é saber conciliar as coisas na vida, as atividades profissionais com o lazer, equilibrar o cérebro para desfrutar de tudo de bom que a vida oferece sem ir a excessos. De bate-pronto, a famosa temperança aristotélica, coisa crucial para qualquer ser humano.

Feliz daquele que tem tal noção e a pôe em prática, que sabe colocar cada coisa em seu lugar. Eu, por exemplo, já cheguei a um ponto em que percebo que preciso de uma parceira, e estou trabalhando meus pensamentos para harmonizar tudo. Que todos nós sejamos capazes disso.

Do contrário, será o inferno.

Meu grande abraço.

Fala meu nobre Justiceiro! Obrigado pela sua presença aqui no meu diário, mano.

Pois então, esse vídeo ontem me fez refletir sobre algumas coisas importantes. Um vídeo curto mas que me ajudou.

E cara, com relação à temperança aristotélica, lembrei-me que aos poucos vou percebendo que a filosofia (sobretudo dos clássicos, Sócrates, Aristóteles, Platão; Ética a Nicômaco; os estoicos, até Santo Agostinho) nos ajuda demais com questões importantes da vida. Venho pensando com tristeza os anos perdidos no ensino médio que poderia ter estudado essas obras, que são fantásticas. Mas como você falou, a temperança aristotélica e outros temas são muito importantes para nossa mente e espírito.

A parada, como concluis, é colocar em prática...

Mas sigamos procurando sempre nos colocar nos trilhos.

Tmj meu nobre!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 2101
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 25
Localização : MG

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

8/11/2021, 08:59
Gardenzio Angelone escreveu:Bom dia, senhores.

Ontem acabei resetando, como prisioneiros dos meus próprios impulsos. A parte fácil é pensar ou escrever sobre as coisas; a parte difícil é colocar em prática o que você diz.

Continuando a reflexão ao vídeo que vi ontem (que falei no post), o Guilherme faz uma reflexão no meio da vídeo: do que adianta ao homem conquistar cidades, se ele não domina a si próprio. Não sei se ele se deu conta, se o fez sabendo ou não, mas a frase dele lembra muito a passagem de Marcos 8:36: "do que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua própria alma". O livro de Eclesiastes e de Provérbio fala muito sobre essas questões também. São livros muito bons para se conectar com Deus e buscar um pouco de sabedoria. Sinto falta disso, sabe.

Mas vamos para o reboot.

Estive reforçando o entendimento de que eu só resetei porque cometi alguns equívocos no meu reboot (preferi trocar a palavra 'erro' por 'equívoco'). Percebendo ou não, eu fui me conduzindo para situações cujas probabilidades de resets seriam relativamente altas. O que então fazer diante disso? Preciso conduzir-me para situações/contextos que possam diminuir significativamente as chances de reset. É simples para constatar. Por isso que às vezes não é que o reboot em si é difícil. As cartas estão dadas, é só agir.

Ontem, por exemplo: fiquei sozinho em 2 momento do dia, pela manhã e no final da tarde. Pela manhã foi ok; é difícil eu resetar logo no início do dia; de manhã eu quero produzir, fazer coisas e não me acomodar demais. Mas no final da tarde, o contexto é diferente, a força de vontade diminui, e as chances de resetar aumentam. Não era para eu ter ficado só em casa.

Sendo assim, optei por algumas coisas. A primeira, que quero firmar esse acordo comigo mesmo, é que quando todos em casa saírem, eu também sairei. Foda-se o que eu farei depois de sair; eu tenho que sair também; o que eu farei ao sair depois eu vejo. Quando não for possível sair de casa, por exemplo de segunda a sexta, e eu for ficar só, devo ficar na sala com a porta aberta, como estou nesse exato momento em que vos escrevo.

Não li o e-book nesses últimos 6 dias, e devo retomar. Comecei a ler um blog (administradores.com.br) que fala sobre várias coisas, algumas inclusive de desenvolvimento pessoal como um todo, e isso me ajudou nesses últimos 6 dias. Consegui produzir mais, realizar algumas tarefas que vinha procrastinando de há muito. Ponto positivo aqui, e é algo que devo manter.

Bom, muitas coisas precisam ser ajustadas, é verdade. Talvez tenham mais coisas que me esqueci por agora, mas acredito fortemente que fazendo apenas essas 2 coisas (sair de casa quando todos saírem e voltar a ler o e-book) eu conseguirei diminuir bastante as chances de reset. Com o maior controle da pandemia fruto da vacinação da população (porque só a vacina salva), os eventos por aqui estão voltando a acontecerem com maior frequência, de modo que meus pais estão saindo mais de casa e eu tendo mais momentos aqui em casa sozinho, por conseguinte.

Fiquei pensando se não são medidas radicais demais, mas o pensamento que devo ter não é sobre se as medidas que eu estou tomando são radicais ou não, mas sim pensar sobre se as medidas que eu estou tomando me ajudarão a me manter limpo. Isso é o fundamental.

Nos 2 finais de semanas passados fiquei só em casa e cometi o mesmo erro: fiquei só, não fiquei na sala com a porta aberta, fiquei com o celular ao meu lado e não saí de casa. Ou seja, cometi uma enxurrada de erros que, se não cometidos, com certeza eu estaria limpo. E pensei: "bom, se em todas essas 2 situações passadas eu tivesse saído de casa e escondido o celular e notebook, eu teria diminuído em 98% as chances de resetar. Sendo assim, pensei que sair de casa sempre que todos saírem será uma boa opção, sobretudo se isso for num final de semana.  

Só pensei em realmente sair de casa pois percebi que estando em casa eu estava me sabotando demais. Sabia que abrir a porta e ficar na sala seria uma boa medida, mas eu não estava fazendo. Poderia ficar em casa? Poderia. Mas como das últimas vezes eu me sabotei, é melhor mesmo sair de casa sempre que eu estiver sozinho.

É muito fácil para mim manter-me firme no início do dia; é mais difícil, porém, à noite. O último sábado, por exemplo, mesmo eu estando seguindo limpo, só por ser sábado de noite me começaram a vir fantasias que nos dias anteriores não vieram. Outra coisa que acho válida é colocar sempre o celular no outro cômodo da casa e trancar de chave, sobretudo se for fds.

Ninguém fica contente ou feliz por resetar, muito menos eu. Mas ao invés de ficar me martirizando, vou procurar pensar nas soluções.

Senhores, não sei ao certo se virei aqui postar diariamente o mesmo de sempre. acho que seria válido poder pelo menos postar que estou avançando ou semelhante. Penso que esse seja um momento para poder dedicar-me a comparecer mais no diários dos demais companheiros, e encontrar tempo para fazê-lo.

No mais, sigo, senhores.

Grande abraço e tmj!
ola amigo, tente usar bloqueadores é importante pra tu ficar longe da P, bora pra frente abraços.

_______________________________________


Metas: 7 dias; 15 dias; 20 dias; 25 dias; 30 dias.

MINHA HISTÓRIA DE SUCESSO: https://www.comoparar.com/t11429-finalmente-a-vitoria#326635
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t1813p375-diario-do-kaneki#317713

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Guilherme96
Guilherme96
Mensagens : 200
Data de inscrição : 11/10/2016
Idade : 25

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

8/11/2021, 19:26
[quote="Gardenzio Angelone"]Bom dia, senhores.

Ontem acabei resetando, como prisioneiros dos meus próprios impulsos. A parte fácil é pensar ou escrever sobre as coisas; a parte difícil é colocar em prática o que você diz.

Continuando a reflexão ao vídeo que vi ontem (que falei no post), o Guilherme faz uma reflexão no meio da vídeo: do que adianta ao homem conquistar cidades, se ele não domina a si próprio. Não sei se ele se deu conta, se o fez sabendo ou não, mas a frase dele lembra muito a passagem de Marcos 8:36: "do que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua própria alma". O livro de Eclesiastes e de Provérbio fala muito sobre essas questões também. São livros muito bons para se conectar com Deus e buscar um pouco de sabedoria. Sinto falta disso, sabe.

Mas vamos para o reboot.

Estive reforçando o entendimento de que eu só resetei porque cometi alguns equívocos no meu reboot (preferi trocar a palavra 'erro' por 'equívoco'). Percebendo ou não, eu fui me conduzindo para situações cujas probabilidades de resets seriam relativamente altas. O que então fazer diante disso? Preciso conduzir-me para situações/contextos que possam diminuir significativamente as chances de reset. É simples para constatar. Por isso que às vezes não é que o reboot em si é difícil. As cartas estão dadas, é só agir.

Ontem, por exemplo: fiquei sozinho em 2 momento do dia, pela manhã e no final da tarde. Pela manhã foi ok; é difícil eu resetar logo no início do dia; de manhã eu quero produzir, fazer coisas e não me acomodar demais. Mas no final da tarde, o contexto é diferente, a força de vontade diminui, e as chances de resetar aumentam. Não era para eu ter ficado só em casa.

Sendo assim, optei por algumas coisas. A primeira, que quero firmar esse acordo comigo mesmo, é que quando todos em casa saírem, eu também sairei. Foda-se o que eu farei depois de sair; eu tenho que sair também; o que eu farei ao sair depois eu vejo. Quando não for possível sair de casa, por exemplo de segunda a sexta, e eu for ficar só, devo ficar na sala com a porta aberta, como estou nesse exato momento em que vos escrevo.

Não li o e-book nesses últimos 6 dias, e devo retomar. Comecei a ler um blog (administradores.com.br) que fala sobre várias coisas, algumas inclusive de desenvolvimento pessoal como um todo, e isso me ajudou nesses últimos 6 dias. Consegui produzir mais, realizar algumas tarefas que vinha procrastinando de há muito. Ponto positivo aqui, e é algo que devo manter.

Bom, muitas coisas precisam ser ajustadas, é verdade. Talvez tenham mais coisas que me esqueci por agora, mas acredito fortemente que fazendo apenas essas 2 coisas (sair de casa quando todos saírem e voltar a ler o e-book) eu conseguirei diminuir bastante as chances de reset. Com o maior controle da pandemia fruto da vacinação da população (porque só a vacina salva), os eventos por aqui estão voltando a acontecerem com maior frequência, de modo que meus pais estão saindo mais de casa e eu tendo mais momentos aqui em casa sozinho, por conseguinte.

Fiquei pensando se não são medidas radicais demais, mas o pensamento que devo ter não é sobre se as medidas que eu estou tomando são radicais ou não, mas sim pensar sobre se as medidas que eu estou tomando me ajudarão a me manter limpo. Isso é o fundamental.

Nos 2 finais de semanas passados fiquei só em casa e cometi o mesmo erro: fiquei só, não fiquei na sala com a porta aberta, fiquei com o celular ao meu lado e não saí de casa. Ou seja, cometi uma enxurrada de erros que, se não cometidos, com certeza eu estaria limpo. E pensei: "bom, se em todas essas 2 situações passadas eu tivesse saído de casa e escondido o celular e notebook, eu teria diminuído em 98% as chances de resetar. Sendo assim, pensei que sair de casa sempre que todos saírem será uma boa opção, sobretudo se isso for num final de semana.  

Só pensei em realmente sair de casa pois percebi que estando em casa eu estava me sabotando demais. Sabia que abrir a porta e ficar na sala seria uma boa medida, mas eu não estava fazendo. Poderia ficar em casa? Poderia. Mas como das últimas vezes eu me sabotei, é melhor mesmo sair de casa sempre que eu estiver sozinho.

É muito fácil para mim manter-me firme no início do dia; é mais difícil, porém, à noite. O último sábado, por exemplo, mesmo eu estando seguindo limpo, só por ser sábado de noite me começaram a vir fantasias que nos dias anteriores não vieram. Outra coisa que acho válida é colocar sempre o celular no outro cômodo da casa e trancar de chave, sobretudo se for fds.

Ninguém fica contente ou feliz por resetar, muito menos eu. Mas ao invés de ficar me martirizando, vou procurar pensar nas soluções.

Senhores, não sei ao certo se virei aqui postar diariamente o mesmo de sempre. acho que seria válido poder pelo menos postar que estou avançando ou semelhante. Penso que esse seja um momento para poder dedicar-me a comparecer mais no diários dos demais companheiros, e encontrar tempo para fazê-lo.

No mais, sigo, senhores.

Grande abraço e tmj

Fala Gardenzio Angelone, uma pena que você recaiu cara mas é bom você saber os erros que te induziram a queda, sabe, todos os dias tomamos atitudes que nos levam pra mais perto ou mais longe do vício, as recaídas que temos ( na maioria das vezes ) são uma consequência de escolhas erradas que fazemos no nosso cotidiano, você destacou o fato de ficar sozinho ser um problema pra ti e acho que é pra todos nós kkk a solidão e o conforto são grandes aliados do vício. E é por isso que temos que vigiar todos os dias, mesmo nas menores coisas.

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Druidzin
Druidzin
Mensagens : 321
Data de inscrição : 07/08/2021

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

8/11/2021, 19:59
Eae Gardenzio Angelone
Seus relatos são sempre incríveis. Eu sempre aprendo algo com eles kkk
Continue aprimorando a sua rotina para evitar essas quedas.
Você consegue amigo. Forças.

Kaneki e Gardenzio Angelone gostam desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

10/11/2021, 19:34
Boa noite, senhores.

Sigo.

Hoje de madrugada tive um sonho sentimental, eu diria, pois não foi erótico propriamente dito, mas foi com uma amiga... kkkk Sinceramente, não sei o porque do sonho, maaaas... Como disse Pascal: "O coração tem razões que a própria razão desconhece".

Depois pensei o quão fútil e besta eu sou. Sonhar!... kkk Poderia ser na vida real, tudo bem, mas num sonho... Após escrever isso constato, para abrir-me à realidade nua e crua, que um sonho é tão ilusório quanto uma sessão de P; ambos estão apenas na imaginação, e não na vida real.

No mais, nada de excepcional. Venho tentando, senhores, encontrar mais tempo para aqui passar, mas tenho dito pouco tempo livre. Ou então posso ver se isso é apenas uma questão de organizar-me melhor. Não sei, verei.

Tenho lido o e-book e o blog admnistradores.com.br. Muito bom esse último.

Ah, lembrei-me que estou implementando algumas coisas importantes. A que me lembro agora é o fato de eu ter acessado o notebook na sala ontem e ante-ontem. Faz bem para eu evitar ficar vendo merda na internet. se não tenho o que esconder, qual o problema de ficar na sala? A porta do quarto só fica fechada se quero orar ou planejar o dia, com exceção dessas situações a porta está sempre aberta, até durante a noite/sono. Assim é melhor para o reboot.

Consegui completar as tarefas que me estou propondo diariamente. Acho que agora lerei um pouco de um livro aí.

É isso por hoje, senhores. Agradeço-vos a presença de cada um aqui, e aos que apenas leem, também deixo aqui meu agradecimento e abraço Wink

Flws, tmj!


Última edição por Gardenzio Angelone em 10/11/2021, 19:45, editado 1 vez(es)

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Druidzin gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

10/11/2021, 19:42
Kaneki escreveu:
ola amigo, tente usar bloqueadores é importante pra tu ficar longe da P, bora pra frente abraços.

Fala meu nobre Kaneki. Obrigado pela presença, mano. Cara, já venho usando bloqueadores. Uso o Blok Lite, versão paga. Não sei o que houve mas ele deve ter tido um problema ou bug, que algumas configurações foram perdidas. Mas já consegui recuperar. Tmj man!

Guilherme96 escreveu:
Gardenzio Angelone escreveu: Fala Gardenzio Angelone, uma pena que você recaiu cara mas é bom você saber os erros que te induziram a queda, sabe, todos os dias tomamos atitudes que nos levam pra mais perto ou mais longe do vício, as recaídas que temos ( na maioria das vezes ) são uma consequência de escolhas erradas que fazemos no nosso cotidiano, você destacou o fato de ficar sozinho ser um problema pra ti e acho que é pra todos nós kkk a solidão e o conforto são grandes aliados do vício. E é por isso que temos que vigiar todos os dias, mesmo nas menores coisas.

Fala meu nobre Guilherme96! Obrigado pela passagem e pelas palavras, bro.

Sim, é verdade cara, só resetamos porque acabamos fazendo alguma escolha errada, seja ela consciente ou inconsciente. Tento sempre investigar onde eu errei para não repetir mais, é um exercício que procuro fazer.

Cara, ficar sozinho para mim é um gatilho forte, sobretudo no início. Talvez, depois de uma certa caminhada, eu consiga ter mais autocontrole, mas agora não é a hora. Qualquer besteira pode ascender a chama que queremos que fique adormecendo até que desapareça. Mas é isso aí, man. Tmj!

Druidzin escreveu:Eae Gardenzio Angelone
Seus relatos são sempre incríveis. Eu sempre aprendo algo com eles kkk
Continue aprimorando a sua rotina para evitar essas quedas.
Você consegue amigo. Forças.

Fala meu nobre Druidzin! Obrigado pelas palavras, meu bom. Que bom que os relatos servem de algo kkk São apenas pensamentos de reflexões que faço, coisas que me vêm na mente e que se eu guardasse só pra mim seria muito ruim...

Como você falou, vou focar na rotina mesmo, pois é fundamental. Particularmente, curto rotinas, me fazem bem. E vejo que isso é também salutar para ficar longe do vício.

Seguirei, meu nobre. Tmj!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Kaneki, Luan Oliveira e Druidzin gostam desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

13/11/2021, 16:16
E ae, senhores! Suave?

Passando aqui para colocar algumas ideias "no papel". Cheguei aqui sem saber o que escrever, e acabei escrevendo uma tese. Senhores, tomei a liberdade de escrever coisas que guarda aqui comigo, mas nem se deem ao trabalho de ler tudo, na moral, blz? Estou seguindo no reboot, e isso já está bom Wink

Esses dias seguem normais.

Quero só me preparar para esse feriado, pois sei que preciso me ater nessas ocasiões. Hoje e amanhã à tarde sei que ficarei só em casa, de modo que ou eu devo sair de casa ou então colocar o celular num cômodo, trancar de chave e esconder a chave num outro lugar, para dificultar o acesso ao celular. Melhor opção é sair de casa, de qualquer forma. Já estou me preparando para sair de casa logo menos e não ficar aqui sozinho. Provavelmente sairei para caminhar com os cachorros.

Acho que agora algumas coisas estão saindo do papel. Ou seja, estava procrastinando muito há um tempo e agora estou começando a me organizar melhor.

O que com certeza me ajudou foi a leitura de artigos de autoajuda e/ou desenvolvimento pessoal. Ultimamente tenho conseguido cumprir com minha agenda diária, o que é positivo também.

No mais, é isso. Tenho tido preguiça de orar, apesar de saber que me faria muito bem. Não sei o que é. Ontem refletia o quão averso à missa eu estou, coisa muito estranha, pois há uns 4 anos atrás eu ia todos os domingos à missa. Isso começou a mudar justamente há uns 4 anos atrás, quando por algum motivo fui perdendo vontade de frequentar esses lugares. A espiritualidade ficou enfraquecida mas nunca morta em mim, porém.

Ah, lembro-me porque eu passei a ter um pouco de aversão à questões religiosas. Eu nem ia escrever muito, mas vamo lá...

Pois bem, eu cresci num lar fragmentado. Desde que eu nasci, meu pais haviam se separado, de modo que eu nunca morei com meu pai. Meu pai, apesar dos erros, nunca foi um filho da mulher (se é que me entendem): me visitava frequentemente, dava apoio nos momentos que um homem faz diferença na vida de um filho e para uma mulher solteira (minha mãe), mas não morava comigo.

Ele cometeu a cagada de ter outro filho enquanto estava junto com a minha mãe, vê que merda... Se ele não estava feliz com a mulher atual dele (no caso, minha mãe), que acabasse com o relacionamento e se juntasse com outra, mas não tivesse feito o que ele fez. Para piorar, foi ter outro filho com uma mulher, no mínimo, desequilibrada e louca, que só fez foder com a paz e com a vida toda dele. Outra merda que meu pai fez... kkk Graças a Deus hoje meu pai se separou dessa louca (sim, louca é, no mínimo, uma palavra suave para descrevê-la), e está com outra mulher que, do que eu vejo e do que ele me diz, é pelo menos mais equilibrada do que a anterior. Tem seus problemas, já que ninguém é perfeito, mas é muito melhor que a anterior.

Posteriormente, quando fui tendo contato com conteúdo red pill em relacionamentos, percebi que meu pai é um verdadeiro beta provedor. Só não diria que é 100% beta por questão profissional, mas em termos de relacionamentos, ele hoje é beta kkk Sempre o foi, imagino. Eu acho graça, pois, por mais que seja meu pai e por mais que eu já tenha tentado conversar com ele algumas coisas, eu não posso fazer nada diante das escolhas que meu pai faz para a vida dele. Hoje ele está com uma mulher muito mais jovem que ele - e ele tem todo direito de querer estar com uma novinha, não vejo mal nisso - mas que não ajuda com 5 reais nas coisas de casa; percebo sim que ela é uma boa dona de casa (uma vez que ele "precisava" ter alguém para ajudar ele nesse quesito), mas que por outro lado ela só tá mais afim da vida que ele pode dar para ela. Ele não é rico, muito pelo contrário, tem as finanças todas em desastre, mas a vida que ele pode proporcionar a ela é muito melhor do que a vida que ela poderia ter se estivesse escolhido um cara das redondezas de onde ela morava.

O caso do meu pai com a atual dele é semelhante ao dos tiozinhos que ficam com as novinhas: você acha que as novinhas estão com eles por o amam? Claro que não. Quando trocava uma ideias de boa com os dois sobre o fato de uma modelo brasileira (Fiorella Matheis) ter se casado com o herdeiro da rede globo (de longe, muito mais feio do que ela; dá um google, na moral... kkk "fiorella matheis namorado"), e por tê-lo feito (na minha opinião) apenas pelo status e pela vida que ele poderia proporcionar a ela (ela é modelo mas atuava também na TV, e na série Vai que Cola), ela falou: "tá certo ela. mulher tem que casar com homem rico..." kkkkk Para mim, um ultimato para eu concluir que a mulher de meu pai está com ele não por que ela o ama, mas muito mais por comodidade. Tenho certeza absoluta que se ela (a atual de meu pai) tivesse optado por ficar solteira (ela tem filho) ou se juntar a outro homem de condição semelhante à dela, ela teria que ralar muito mais do que hoje. Aliás, lembro-me que assim que meu pai conheceu ela, ela estava estudando. Perguntem-me: "ela tá estudando ainda?", ou então "ela concluiu o curso?". E respondo-lhes: "negativo, companheiros..." kkkk Tá muito mais suave pra ela ficar com meu pai que banca tudo que ela quer, do que ela ter ido fazer a vida com outro cara que tá no corre aí do dia a dia.

Com minha mãe, o relacionamento na adolescência / início da vida adulta era conturbado. Por várias outras questões, a mãe não era muito equilibrada/calma, e um pouco por isso tinha muita discussão entre mim e minha mãe. Parte por outros problemas mal resolvidos na infância dela, parte por ter escolhido um cara errado pra ter tido filho (meu pai), parte por ser uma mãe solteira criando um filho, sem a presença de um homem para dar pelo menos uma força.

Sim, um homem é muito importante na vida de uma mulher, da mesma forma que uma mulher é muito importante na vida de um homem. Não abrirei parênteses desnecessários em cada afirmação que eu fizer: quando digo que um homem e uma mulher não importantes na vida de um e outro, me refiro aos homens e mulheres com o mínimo de caráter. Não adianta está com uma mulher só por carência ou por querer sexo, ou por achar que um homem não pode ficar só, bem como não adianta para uma mulher se relacionar com um homem que não quer nada com ela. É perda de tempo para ambos.  

Pois bem, somado a tudo isso, aos poucos eu fui descobrindo alguns conteúdos de desenvolvimento pessoal, de programação neolinguística, de plasticidade cerebral (esse último, aqui nesse nobre Fórum para o qual guardo muito apreço), e conteúdos que depois fui descobrindo ser muito da área do coaching, life coach. Daqueles coaches que muitos por aí dizem ser charlatões... kkk Não vou entrar no mérito disso. Acho que sim, muitos dos treinamentos de coaching são absurdamente caros e inacessíveis qualquer cidadão, o que não exclui a validade e poder das ferramentas ali usadas. Agora, você quer fazer um curso (qualquer que seja) e nem fazer a sua parte? E se nada muda, a culpa é o curso ou do coach, e não sua? kkk Aí são outros 500...

Bom, e engraçado que o reboot também entra nessa história, porque só descobri esses conteúdos e fui mais a fundo neles após ter conhecido o método como parar e já ter concluído um reboot de 90 dias, lá pelo início de 2017. Muita coisa mudou de lá pra cá, graças a Theos.

Então, esse conteúdo que fui descobrindo me fez perceber que boa parte dos problemas que minha família tinha, que eu tinha, era muito mais em virtude de disfunções emocionais (algumas até, se me permitirem a simplicidade, fruto do foco ou da interpretação que damos aos fato que acontecem nas nossas vidas) do que de falta de conexão com Deus ou qualquer outra coisa do tipo. Aliás, se fosse por questão de conexão com Deus, eu só poderia supor (se fosse só por isso) que Deus era muito ruim, uma vez que eu mesmo pedia muito a Deus para mudar as coisas, e parecia que nada mudava. Bom, mas sempre soube que a culpa não é de Deus...

Ao descobrir o reboot, e esses conteúdos de coaching/desenvolvimento pessoal, muita coisa eu fui buscando sozinho, graças a internet, e algumas portas foram sendo destravadas em minha mente e na percepção que eu vinha tendo sobre minha vida, e sobre os fatos que aconteceram na minha vida, e sobre o contexto em que eu nasci e sobre muitas coisas.

Vamos lá, não estou me fazendo de vítima, e não quero fazê-lo. Acho que existem pessoas muito mais fodas que eu que tiveram vidas muito mais difíceis e superaram isso. Estou apenas contando o que aconteceu na minha vida.

Pois bem, cada vez mais vinha descobrindo que o problema em si não estava na ausência ou presença de conexão com Deus. Aliás, nesse quesito posso dizer que tanto de minha parte quanto de minha mãe (muito mais de minha mãe), a conexão com Deus sempre foi muito forte. Mas uma pergunta me inquietava: "mas porque mesmo assim parece que fomos fadados a viver nesse 'inferno' a vida inteira?"

Bom, já sabia, como sempre soube, que o problema não era Deus. Ao conhecer esses conteúdos, fui entendendo que o problema estava na "cabeça", na mente e no coração; mas não necessariamente na irrigação cerebral, no comprimento das veias, no bombeamento do sangue do coração para o cérebro ou do coração para o resto do corpo; eram as emoções.

Por isso que eu digo, e vou sempre dizer; mas não porque EU digo, mas porque pessoas muito mais fodas do que eu dizem, e eu só faço perceber que elas estão certas de verdade: tudo começa na mente, na percepção que temos das coisas, na boa gestão das emoções e no cuidado diário e permanente da mente. Aliás, só conseguimos cuidar bem do corpo, por exemplo, quando cuidarmos bem da mente. Da mesma forma que para nós o vício em PMO é desencadeado por alguma "disfunção" emocional que nos faz buscar a descarga dopaminérgica da PMO por não termos dopamina natural de outras fontes, a compulsão alimentar, por exemplo, é fruto também de emoções mal resolvidas, senhores.

Depois fui viver uma experiência de 10 meses numa comunidade religiosa. Experiência fenomenal, melhor impossível. Mas fui me descontentando com algumas coisas. Ali encontrei muitos jovens da minha idade (e olhe que era um ambiente religioso! asuahsuhahsuahshuha) que bebiam muito, alguns até bebiam e fumavam, e eu desde sempre odiei álcool, qualquer que fosse. Até brinco quando me oferecem bebida; me perguntam: "tu bebe?, eu digo "só wisky ou cachaça" kkkk mas na verdade, no íntimo, eu detesto álcool, qualquer que seja; nem cerveja sem álcool eu tomo. Naquela época eu era fissurado demais por questão de saúde, não comer merda, mas o pessoal só queria comer pizza, pão com nutella e todas essas merdas kkkk Uma pena... Ainda gosto de cuidar da saúde, e tals, e via que o estilo de vida dessa galera não batia com o meu.

Acho que vou morar numa caverna então, vei... kkk

Naquela época também eu estava lendo um livro foda "Poder e Alta Performance", de Paulo Vieira, e tinha encontrado um brother (enquanto estava ali naquela comunidade) cheio de problemas, tlgd... Às vezes ele nem participava das coisas porque queria ficar deitado; aí às vezes arrumava confusão por besteira; até que um dia ele se abriu pra gente e falou da história de vida dele, o relacionamento em casa e tals, e daí que eu fui entendendo (apesar de já supor) o porquê de ele se comportar daquele jeito meio "problemático". No fundo no fundo, e tendo oportunidade de conhecer mais ele, ele é um cara de um grande coração, e até depois guardei um carinho mútuo de amizade com ele. Nunca me achei muito bom de ajudar os outros em questões emocionais, mas eu até troquei umas ideias com ele um dia, e me parece que ele gostou, depois me agradeceu e tals... Eu via que era só uma mudança de perspectiva, tlgd manos... Era uma coisa que eu vendo ali me parecia ser simples de "resolver", velho...

A vida às vezes nos presenteia com obstáculos que parecem ser grandes demais para nossa percepção, mas que no fundo esses obstáculos são apenas para que mostremos para nós mesmos o quão fortes e gigantes nós somos, e que somos muito mais fortes do que nossos problemas.

Bom, hoje graças a Deus, as coisas aqui em casa estão muito melhores. Percebi também que minha mãe está muito mudada, muito mais calma, e acho que isso sim fez melhorar muita coisa. Não estou dizendo que eu sou um santo e que ela é ruim, não; mas que muita coisa mudou em virtude disso.

Algumas questões que me incomodavam não me incomodam mais. Questão do meu pai, por exemplo. Não sei se os senhores tiveram a mesma experiência, mas é muito ruim para um menino crescer longe do pai, senhores. Seja menino ou menina, crescer longe do pai é ruim, mas não sei se para um menino é pior... A figura do pai é muito importante; é o nosso herói, até percebermos que eles são iguais à gente... kkk

Mas não esquento a cabeça mais com isso, de verdade. Me satisfaço de verdade com o dom da vida e oportunidade de viver que tanto minha mãe quanto meu pai me proporcionaram. Para mim, só isso já vale 1 milhão de pontos para mim. O resto é bônus.

Quanto à vida dos meus pais, enquanto eles estiverem aqui comigo, eu procurarei ajudá-los da forma que eu puder, seja com minha presença, com algum conselho, sugerindo algo melhor. Mas a vida é deles, apenas deles, e eu não tenho poder de decisão algum sobre isso. Peço muito a Deus que Ele me permita estar com eles aqui por muito tempo, mas sei que não controlo nem minha vida direito, quando mais a ida e vinda de terceiros dessa experiência terrena.

No que tange ao relacionamento aqui em casa, está muito melhor, mas eu ainda penso muito e muito em poder zarpar daqui o mais breve possível. Depois deparo-me com a realidade nua e crua que me diz que não é tão simples assim, mas vejo que já passou demais da hora de sair de casa e seguir meu caminho. Fácil não é não; é se virar, ralar, dar o teu corre, tudo isso é foda, mas é a vida, senhores. Se nunca dermos o primeiro passo, se nunca dermos a oportunidade de nos expormos ao risco nunca cresceremos. Ficaremos sempre na mesma merda, na mesma vidinha, e nada mudará. Mudar é difícil, não mudar é fatal.

Só para terminar. Apenas contei sobre a minha vida. Não estou dizendo que minha vida é dura, ou que minha vida foi muito difícil, e não quero me fazer de vítima. Apenas contei as coisas que me aconteceram.

Ter um diário é muito bom para poder desabafar.

Seguirei buscando o caminho do Senhor, que também nos pede sabedoria e equilíbrio, domínio das paixões e uma vida pautada no amor ao próximo. Só isso basta, e o resto é perfumaria.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Kaneki gosta desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 2101
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 25
Localização : MG

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

14/11/2021, 11:13
Parabéns por estar chegando na primeira semana amigo, abraços.

_______________________________________


Metas: 7 dias; 15 dias; 20 dias; 25 dias; 30 dias.

MINHA HISTÓRIA DE SUCESSO: https://www.comoparar.com/t11429-finalmente-a-vitoria#326635
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t1813p375-diario-do-kaneki#317713

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

15/11/2021, 12:37
Apenas trechos de um texto que lia logo menos. Dei-me conta ultimamente que o medo de errar é algo que me paralisa, somado à perfeição que às vezes busco nas coisas. Já tinha melhorado isso há um tempo, mas sempre precisamos afiar o machado de quando em quando.

https://amenteemaravilhosa.com.br/aprenda-erros-nao-tenha-medo-tropecar/

“Os erros são os portais das descobertas.”
– James Joyce -

"Ao longo do dia, nos castigamos com palavras muito duras, ferindo a nós mesmos… 'não posso', 'não sou capaz', 'isso é impossível para mim', etc. São frases que devem ser imediatamente substituídas por 'vou tentar', 'aprenderei se cometer um erro', 'vou fazer o possível' ou 'não vou me render'.

“Há uma força motriz mais poderosa que o vapor, que a eletricidade e que a energia atômica: a vontade.”
– Albert Einstein –

É certo que os erros devem ser analisados com cuidado para podermos perceber o que nos levou a cometer cada erro, mas também é verdade que não devemos permitir que um fracasso nos paralise. A vida não é um caminho reto, mas sim um trajeto cheio de buracos, curvas, montanhas e todo tipo de obstáculos."

“Se você quiser, pode voar, só precisa confiar muito em si mesmo”.
-Steve Jobs-

-------------- x ----------------- x ---------------

https://amenteemaravilhosa.com.br/nao-tenha-medo-de-errar/

"Nada pode mudar o que já aconteceu, ou o que já sentimos pelas pessoas que já passaram por nossas vidas. Às vezes tentamos mudar tudo, ansiosos pelo futuro, esperando o tempo que chegará e tirará toda a mágoa de dentro de nós. Mas acontece que quem faz isso não é o tempo, somos nós. Somos escritores dos nossos sentimentos e diretores das nossas atitudes."

-------------- x ----------------- x ---------------

"Por isso, se quiseres estar bem, cuida sobretudo da saúde da alma" (Sêneca)


Última edição por Gardenzio Angelone em 17/11/2021, 15:17, editado 2 vez(es)

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Kaneki gosta desta mensagem

Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2184
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

15/11/2021, 19:28
Nobre Gardenzio Angelone, maravilhoso de sua parte vir contar suas experiências a fim de que nos inspiremos da melhor forma. Muitas horas desabafar faz bem, e as coisas que você andou dizendo servem para que cada um de nós busque alguma identificação e possamos evoluir juntos.

Também tenho uma história de vida bastante densa. A diferença é que sempre tive meus pais, ambos, o tempo todo do meu lado, somos muito unidos. O meu problema, tentando ser breve, foi ter sido desde criança um menino de personalidade, digamos, complicada, o que me fez ser privado de muita coisa e, por fim, no início da adolescência, entrar para o vício, e não duvido de que por consequência de minha personalidade.

Meus sinceros votos de sucesso a você. Mude e tudo mudará a seu redor. Grande abraço.


_______________________________________
Win or die trying.

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

vierkenes
vierkenes
Mensagens : 790
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

18/11/2021, 01:33
Li seus últimos dois posts. Espero contribuir de algum modo. Até problematizar, caso eu sinta que isso pode ser útil para você.

Seguir no reboot é ok, é pleno, é nossa tarefa. Mas não é suficiente.

Seguir no reboot é o básico, digamos assim. Mas pra ficar legal mesmo, pode ser necessário mais do que apenas o básico.

Convém sempre a minuciosa análise de nós mesmos. Sei que andou lendo meus posts. Te digo que não existe meio mais efetivo para o sucesso do que esse: a análise minuciosa de nossos comportamentos, atitudes, reações, etc.

Claro, isso exige um nível de disciplina muito alto. Se não conseguimos tudo, fiquemos apenas na reflexão e análise de nossos erros.

Nossos erros são realmente portais, como disse o Joyce. Tenho muita vontade de ler o Ulisses, mas ainda não o fiz. No que diz respeito à frase que você postou, tenha a certeza de que está correta. Falarei mais sobre isso adiante. A propósito, entender A FUNDO essa frase pode ser uma verdadeira chave na nossa vida. Tudo muda quando entendemos isso NA PRÁTICA E NA VIVÊNCIA, NÃO APENAS EM PALAVRAS. A gente finalmente entende que não precisamos nos sentir mal na maior parte do tempo. Nossos erros são verdadeiras bênçãos, quando conseguimos olhar do modo correto. Quem quer que tenha entendido exatamente o seu erro, está sem dúvidas abençoado. O alívio que vem disso é indescritível. Especialmente depois de passar anos e mais anos feito barata tonta, pensando sobre as coisas do modo errado. Já adianto que apenas ler as coisas NÃO ADIANTAM NADA. É preciso incorporar isso aos níveis mais profundos de nosso ser. Meditar e refletir a fundo. Só aí vamos sentir a realidade das coisas. Ler uma frase e deixar ela de lado, não é de muita valia para fins práticos.

Vi que você está lendo coisas de auto ajuda e de desenvolvimento. Muito bom! Mas tenha em mente que APENAS LER NÃO LEVA A LUGAR NENHUM. É preciso, literalmente, transformar as palavras em VIVÊNCIAS. Em REALIDADE. Isso só é possível através do cultivo de uma vida interior. De reflexão, ou meditação. Fora disso, fica complicado.

Mais uma dica. Se anda tendo problemas para orar - considerando que você quer mesmo continuar com essa prática -  coloque em suas orações o fato de que você não anda tão disposto, aberto ou disponível para isso. Ao invés de simplesmente largar de lado, dizer que está com preguiça, você pode pedir por ajuda. Algo como: "Senhor, hoje eu estou preguiçoso, cansado, não me sinto com vontade de orar, porém, gostaria que me fosse esclarecido o porque deu estar desse jeito. Se não estou dando o meu melhor, se minha vontade está fraca, eu desejo fortalece-la. Mesmo com pouca vontade, aqui estou, em busca de ajuda e de esclarecimento". Eu não quero parecer hipócrita, pois sei como é difícil fazer as coisas quando simplesmente não estamos com vontade. Porém, saiba, meu bom, que SE VOCÊ PEDIR POR AJUDA DE FORMA HONESTA, ELA SEMPRE LHE SERÁ DADA. Não duvide em nenhum momento dessas palavras.

A consequência natural da frase anterior é a seguinte: tudo está nas nossas mãos.

Se nos damos mal, as coisas desandam e tudo parece caótico, é simplesmente porque não pedimos a ajuda necessária. Os motivos para não pedir ajuda, ou recusar ela, eu deixo pra você.

Sobre os problemas familiares e emocionais, embora eu enxergue alguns equívocos, acho que você está em um caminho razoável. Eu sempre admirei o seu entendimento sobre as coisas!

No mais, como conselho geral, recomendo que busque sempre práticas que levam AO PRESENTE.

Não precisa ser meditação necessariamente. Pode ser qualquer coisa, na verdade. Mas recomendo que encontre em você mesmo aquele refúgio de paz e conforto, que existe dentro de todos nós. Sim, esse lugar existe! Se você procurar com vontade, irá encontra-lo. Mas só se quiser.

Tudo se dá na livre e espontânea escolha, amigo. É a interpretação que dou ao livre arbítrio.

Quer muito sair da merda? Quer ficar bem? Quer ajuda pra prosseguir no reboot? Não tenha dúvidas de que alguma mão amiga vai vir até você te dar uma força.

Não quer melhorar? Ta confortável demais ficar em uma relação tóxica, bebendo cachaça ou se masturbando pra pornografia? É uma escolha do mesmo modo.

Perceba como, literalmente, construímos realmente as nossas vidas.

Eu gosto de complicar isso um pouco mais, pois é fato de que a maior parte das nossas ações, desejos, reações SÃO INCONSCIENTES. Ou seja, se dão ao largo de nossa percepção, sem que saibamos como, porque, etc. Isso complica TUDO.

Dai a importância de uma vida interior, pois com o cultivo da reflexão e da meditação, essas coisas inconscientes, as quais não percebemos e não vemos, vão pouco subindo para a consciência.

Acho que já falei o suficiente.

Excelente reboot pra você.

Você é ótimo. Seu diário é muito rico. Grato por sua partilha.

Sigamos.

Abraço e tudo de bom pra você.

_______________________________________

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

18/11/2021, 20:33
Justiceiro do Sertão escreveu: Nobre Gardenzio Angelone, maravilhoso de sua parte vir contar suas experiências a fim de que nos inspiremos da melhor forma. Muitas horas desabafar faz bem, e as coisas que você andou dizendo servem para que cada um de nós busque alguma identificação e possamos evoluir juntos.

Também tenho uma história de vida bastante densa. A diferença é que sempre tive meus pais, ambos, o tempo todo do meu lado, somos muito unidos. O meu problema, tentando ser breve, foi ter sido desde criança um menino de personalidade, digamos, complicada, o que me fez ser privado de muita coisa e, por fim, no início da adolescência, entrar para o vício, e não duvido de que por consequência de minha personalidade.

Meus sinceros votos de sucesso a você. Mude e tudo mudará a seu redor. Grande abraço.


Fala meu grande Justiceiro! Obrigado pela passagem, mano.

Pois então, mano, encontro nesse Fórum uma oportunidade também para clarear algumas coisas na mente, e espero que de alguma forma possa servir de ajuda para outros também. Realmente, colocar as coisas pra fora, desde que seja da forma correta, fez bem de quando em quando.

Valeu pela força aqui também, meu nobre. Tmj!

vierkenes escreveu:Li seus últimos dois posts. Espero contribuir de algum modo. Até problematizar, caso eu sinta que isso pode ser útil para você.

Seguir no reboot é ok, é pleno, é nossa tarefa. Mas não é suficiente.

Seguir no reboot é o básico, digamos assim. Mas pra ficar legal mesmo, pode ser necessário mais do que apenas o básico.

Convém sempre a minuciosa análise de nós mesmos. Sei que andou lendo meus posts. Te digo que não existe meio mais efetivo para o sucesso do que esse: a análise minuciosa de nossos comportamentos, atitudes, reações, etc.

Claro, isso exige um nível de disciplina muito alto. Se não conseguimos tudo, fiquemos apenas na reflexão e análise de nossos erros.

Nossos erros são realmente portais, como disse o Joyce. Tenho muita vontade de ler o Ulisses, mas ainda não o fiz. No que diz respeito à frase que você postou, tenha a certeza de que está correta. Falarei mais sobre isso adiante. A propósito, entender A FUNDO essa frase pode ser uma verdadeira chave na nossa vida. Tudo muda quando entendemos isso NA PRÁTICA E NA VIVÊNCIA, NÃO APENAS EM PALAVRAS. A gente finalmente entende que não precisamos nos sentir mal na maior parte do tempo. Nossos erros são verdadeiras bênçãos, quando conseguimos olhar do modo correto. Quem quer que tenha entendido exatamente o seu erro, está sem dúvidas abençoado. O alívio que vem disso é indescritível. Especialmente depois de passar anos e mais anos feito barata tonta, pensando sobre as coisas do modo errado. Já adianto que apenas ler as coisas NÃO ADIANTAM NADA. É preciso incorporar isso aos níveis mais profundos de nosso ser. Meditar e refletir a fundo. Só aí vamos sentir a realidade das coisas. Ler uma frase e deixar ela de lado, não é de muita valia para fins práticos.

Vi que você está lendo coisas de auto ajuda e de desenvolvimento. Muito bom! Mas tenha em mente que APENAS LER NÃO LEVA A LUGAR NENHUM. É preciso, literalmente, transformar as palavras em VIVÊNCIAS. Em REALIDADE. Isso só é possível através do cultivo de uma vida interior. De reflexão, ou meditação. Fora disso, fica complicado.

Mais uma dica. Se anda tendo problemas para orar - considerando que você quer mesmo continuar com essa prática -  coloque em suas orações o fato de que você não anda tão disposto, aberto ou disponível para isso. Ao invés de simplesmente largar de lado, dizer que está com preguiça, você pode pedir por ajuda. Algo como: "Senhor, hoje eu estou preguiçoso, cansado, não me sinto com vontade de orar, porém, gostaria que me fosse esclarecido o porque deu estar desse jeito. Se não estou dando o meu melhor, se minha vontade está fraca, eu desejo fortalece-la. Mesmo com pouca vontade, aqui estou, em busca de ajuda e de esclarecimento". Eu não quero parecer hipócrita, pois sei como é difícil fazer as coisas quando simplesmente não estamos com vontade. Porém, saiba, meu bom, que SE VOCÊ PEDIR POR AJUDA DE FORMA HONESTA, ELA SEMPRE LHE SERÁ DADA. Não duvide em nenhum momento dessas palavras.

A consequência natural da frase anterior é a seguinte: tudo está nas nossas mãos.

Se nos damos mal, as coisas desandam e tudo parece caótico, é simplesmente porque não pedimos a ajuda necessária. Os motivos para não pedir ajuda, ou recusar ela, eu deixo pra você.

Sobre os problemas familiares e emocionais, embora eu enxergue alguns equívocos, acho que você está em um caminho razoável. Eu sempre admirei o seu entendimento sobre as coisas!

No mais, como conselho geral, recomendo que busque sempre práticas que levam AO PRESENTE.

Não precisa ser meditação necessariamente. Pode ser qualquer coisa, na verdade. Mas recomendo que encontre em você mesmo aquele refúgio de paz e conforto, que existe dentro de todos nós. Sim, esse lugar existe! Se você procurar com vontade, irá encontra-lo. Mas só se quiser.

Tudo se dá na livre e espontânea escolha, amigo. É a interpretação que dou ao livre arbítrio.

Quer muito sair da merda? Quer ficar bem? Quer ajuda pra prosseguir no reboot? Não tenha dúvidas de que alguma mão amiga vai vir até você te dar uma força.

Não quer melhorar? Ta confortável demais ficar em uma relação tóxica, bebendo cachaça ou se masturbando pra pornografia? É uma escolha do mesmo modo.

Perceba como, literalmente, construímos realmente as nossas vidas.

Eu gosto de complicar isso um pouco mais, pois é fato de que a maior parte das nossas ações, desejos, reações SÃO INCONSCIENTES. Ou seja, se dão ao largo de nossa percepção, sem que saibamos como, porque, etc. Isso complica TUDO.

Dai a importância de uma vida interior, pois com o cultivo da reflexão e da meditação, essas coisas inconscientes, as quais não percebemos e não vemos, vão pouco subindo para a consciência.

Acho que já falei o suficiente.

Excelente reboot pra você.

Você é ótimo. Seu diário é muito rico. Grato por sua partilha.

Sigamos.

Abraço e tudo de bom pra você.

Fala meu nobre Vierkenes! Obrigado pela passagem, mano.

Caracas, não tenho nem o que falar.

Concordo plenamente com o que dissestes, e o caminho é esse mesmo mano. Sobre o reboot, de fato ele é apenas o começo de tudo; sobre erros serem bençãos: sim, o são, quando bem analisados; sobre pedir e receber, com certeza é por aí; aliás Jesus Cristo disse isso e (apesar de crer em Deus) vejo que isso se estende como uma Lei Universal. Enfim, bro, várias coisas fazem sentido, e agradeço verdadeiramente pelo tempo, pois vale a pena depois voltar e refletir nessas palavras que colocastes aqui.

Tmj meu bom!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

18/11/2021, 20:48
Boa noite, senhores.

Confesso que ter escrito o que eu escrevi no último post fez-me bem. Voltei a escutar o episódio do Primocast '76 - Supere seus bloqueios mentais', no qual Thiago Nigro entrevista o Pablo Marçal. Sempre me identifico com a história que Pablo fala, pois ele também diz que teve problema com pornografia e com a figura paterna. Aliás, uma parte do podcast ele fala justamente da importância dos pais (mãe e pai = pais) na vida de uma criança, e fala que o pai e a mãe são, respectivamente, os dois principais agentes de bloqueios na vida de um indivíduo.

E para não dizer que eu não tenho bloqueios, ele fala que 2 pessoas na história [ocidental] da humanidade não tiveram bloqueios: Adão (que terminou bloqueado) e Jesus.

Aliás, abrindo um adendo e lembrando-me de uma análise que ouvi Karnal fazer, que achei interessantíssima. Vocês já pararam para perceber que a narrativa ocidental judaico-cristã que usamos para falar sobre a origem da humanidade (Adão e Eva) já começou com uma cagada? Deus orienta: "faça o que você quiser, meu filho. Você tem isso tudo para usar, colher, plantar, desfrutar; só tem uma árvore que você não pode comer do fruto, e para essa não vá". E ele vai justamente para onde não poderia ir. E pior: Adão e Eva tem filhos, Caim e Abel. E com os primeiros "herdeiros" já se sucedeu um assassinato: Caim matou Abel. [Fechando o parêntesis desnecessário.]

Pois então, há um tempo eu, quando ia caminhar, correr ou passear com os animais, botava esse podcast para ouvir. Queria entender tudo que era falado ali e incorporar para mim.

Hoje, novamente, faço o mesmo. Pois, mesmo gratuito o podcast, o vejo com um conteúdo riquíssimo.

No mais, é isso, senhores.

Gostaria de escrever algumas outras coisas breves, mas logo menos meu notebook bloqueia.

O que tem me feito muito bem é eu estar escondendo o meu celular no quarto, trancar a porta e deixar a chave em outro lugar. Assim a fissura diminui consideravelmente e posso seguir mais tranquilo. Não acho que isso seja uma prática para sempre, mas apenas para o início do experimento.

No mais, seguirei, senhores.

Tmj!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Kaneki gosta desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 2101
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 25
Localização : MG

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

19/11/2021, 07:50
Gardenzio Angelone escreveu:Boa noite, senhores.

Confesso que ter escrito o que eu escrevi no último post fez-me bem. Voltei a escutar o episódio do Primocast '76 - Supere seus bloqueios mentais', no qual Thiago Nigro entrevista o Pablo Marçal. Sempre me identifico com a história que Pablo fala, pois ele também diz que teve problema com pornografia e com a figura paterna. Aliás, uma parte do podcast ele fala justamente da importância dos pais (mãe e pai = pais) na vida de uma criança, e fala que o pai e a mãe são, respectivamente, os dois principais agentes de bloqueios na vida de um indivíduo.

E para não dizer que eu não tenho bloqueios, ele fala que 2 pessoas na história [ocidental] da humanidade não tiveram bloqueios: Adão (que terminou bloqueado) e Jesus.

Aliás, abrindo um adendo e lembrando-me de uma análise que ouvi Karnal fazer, que achei interessantíssima. Vocês já pararam para perceber que a narrativa ocidental judaico-cristã que usamos para falar sobre a origem da humanidade (Adão e Eva) já começou com uma cagada? Deus orienta: "faça o que você quiser, meu filho. Você tem isso tudo para usar, colher, plantar, desfrutar; só tem uma árvore que você não pode comer do fruto, e para essa não vá". E ele vai justamente para onde não poderia ir. E pior: Adão e Eva tem filhos, Caim e Abel. E com os primeiros "herdeiros" já se sucedeu um assassinato: Caim matou Abel. [Fechando o parêntesis desnecessário.]

Pois então, há um tempo eu, quando ia caminhar, correr ou passear com os animais, botava esse podcast para ouvir. Queria entender tudo que era falado ali e incorporar para mim.

Hoje, novamente, faço o mesmo. Pois, mesmo gratuito o podcast, o vejo com um conteúdo riquíssimo.

No mais, é isso, senhores.

Gostaria de escrever algumas outras coisas breves, mas logo menos meu notebook bloqueia.

O que tem me feito muito bem é eu estar escondendo o meu celular no quarto, trancar a porta e deixar a chave em outro lugar. Assim a fissura diminui consideravelmente e posso seguir mais tranquilo. Não acho que isso seja uma prática para sempre, mas apenas para o início do experimento.

No mais, seguirei, senhores.

Tmj!
Olá amigo, parabéns pela disciplina, com o tempo ficará cada vez mais fácil seguir em frente. rumo à vitória abçs.

_______________________________________


Metas: 7 dias; 15 dias; 20 dias; 25 dias; 30 dias.

MINHA HISTÓRIA DE SUCESSO: https://www.comoparar.com/t11429-finalmente-a-vitoria#326635
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t1813p375-diario-do-kaneki#317713

Gardenzio Angelone e Luan Oliveira gostam desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

19/11/2021, 20:50
Valeu pela força meu nobre Kaneki. Tmj!

Boa noite, senhores.

Gostaria de participar mais aqui do Fórum, mas não estou me organizando bem para fazê-lo. Espero conseguir me organizar melhor e começar a participar mais no diário dos demais companheiros.

Pois bem, o desejo hoje bateu um pouco mais forte, mas resisti. Me toquei e percebi que era pra eu ocupar minha mente com outras coisas, e foi o que fiz. Já coloquei meu celular no outro cômodo, tranquei e escondi a chave, de modo a dificultar o acesso ao celular. Assim sigo mais tranquilo, sem precisar ficar verificando o celular de 15 em 15 min.

Tem um tempo que não tenho parado nem para meditar e acho que isso é ruim para a minha mente.

Percebi outra coisa importante também, senhores.

Precisamos estar focados no nosso projeto pessoal.

Antes de tudo, precisamos saber qual a nossa missão nessa experiência terrena. O que me move? Quais minhas paixões? O que eu me vejo fazendo daqui a 1 ano, 5 anos ou 10 anos? O que atualmente eu faço satisfaz meu espírito, meus gostos e meus hobbies?

Depois de entender bem qual nosso propósito, nossa missão, temos que investir energia e dedicação para conquistar nossos objetivos e metas. Se a nossa mente está verdadeiramente focada nisso, teremos pouco espaço para pensar besteiras, e/ou para nos deixarmos levar por carências afetivas (por exemplo, querer ter alguém e não ter).

O pico do valor sexual do homem não está nos 20, 25 ou até mesmo 28 anos, por exemplo. O homem começa a ficar foda - desde que tenha investido o início da vida adulta dele nisso - aos 30 anos, e foda mesmo ele ficará aos 33/35 anos. Aí será um homem de verdade.

Para as mulheres, a dinâmica é diferente, e por isso que as minhas "amiguinhas" todas estão se "dando bem" (kkk) e eu aqui me ferrando. O pico do valor de mercado sexual das mulheres - considerando aquelas que tem um bom valor de mercado sexual - está entre os 20/25 anos. Aos 33 anos, o valor de mercado sexual das mulheres decai vertiginosamente. Aquelas que se cuidaram bem durante seus anos dourados, conseguem amortecer essa queda de VSM; mas aquelas que deixaram de se cuidar vão sofrer um pouco mais. E o muro chegará para todas, senhores, e se elas ficaram brincando demais no carrossel ou se quiseram ter tido uma vida independente (à moda "não preciso de homens" kk), ou elas encontrarão um beta provedor para se juntarem ou ficarão sozinhas.  

Existem, porém, exceções em todas as regras, e aqui não é diferente. Se por um lado existem homens que aos 20/25 anos, por terem características que as mulheres acham interessantes, conseguem desfrutar melhor do que a média masculina os benefícios que um VSM mais alto pode lhes conferir, por outro existem mulheres nos seus 20/25 anos que não "usufruem" da sua juventude por não terem um VSM agradável aos homens, ou mulheres que os 35 anos (por terem se cuidado) chegam nessa faixa etária ainda sendo desejada por muitos homens.

A diferença da mulher aos 35 e do homem na mesma idade é que para a mulher, se ela não se juntar com um homem, possivelmente ela terá dificuldades de encontrar algum futuramente, ou se conseguir fazê-lo será abaixando demais suas exigências, ficando com o que "sobrou". Para o homem aos 35 anos, porém, é indiferente estar sozinho ou acompanhado, uma vez que ele se vira só muito bem, e ele sim não precisa de ninguém para "sobreviver"; ele pode se juntar a uma mulher para ter uma companheira, e se ele tiver já bem de vida, possivelmente conseguirá ter mais opções para escolher do que quando tinha 20/25 anos, quando era quase um fantasma para as mulheres.

Se é verdade que as mulheres tem a chave do sexo, o homem tem a chave do casamento, e aí está, senhores, a importância de se juntar com alguém que queira estar com você não apenas por interesse, mas sim por lhe admirar. E aí é importante você ter sabedoria e uma boa percepção. No pico do seu VSM, aos 35 anos, provavelmente você terá muitas opções para escolher; se tiver cuidado bem de si, terá opções sendo casado ou solteiro. As mulheres darão mais em cima de você naturalmente, sobretudo se você tiver bem de shape e com plata ($$).

Entrei brevemente na questão do Valor de Mercado Sexual apenas para dizer-vos que o foco da nossa vida, sobretudo se estivermos entre os 20/28 anos, deve ser cuidarmos de nós mesmos e investirmos tempo e [às vezes] dinheiro para poder ir atrás dos nossos objetivos. Aos 30 anos considero que o homem pode começar a pensar em se juntar com alguma mulher, tendo em mente, porém, que ele ainda não estará no pico do seu VSM.

Eu, há pouco tempo atrás, colocava mulher em primeiro lugar na minha vida, quando ao fim e ao cabo as mulheres não vão querer um homem que as coloque em primeiro lugar na vida deles, ainda que elas não digam isso abertamente. Elas vão dizer: "eu quero um homem legal, companheiro, que cuide de mim", e quando encontram um desses acham sem graça e não confere emoção para o relacionamento delas kkk Vai entender, senhores.

Claro que, novamente, dentro das regras existem exceção. Por exemplo: é verdade que para um homem o valor da mulher está na beleza. Mas, evidentemente, estar com uma mulher apenas por ela ser bonita não conta num relacionamento:

"Senão é como amar uma mulher só linda. E daí?
Uma mulher tem que ter qualquer coisa além de beleza,
Qualquer coisa de triste,
Qualquer coisa que chora,
Qualquer coisa que sente saudade" (Samba da benção; Vinícius de Morais e Baden Pawell)

Da mesma forma é verdade que para a mulher é importante que o homem tenha uma boa provisão (dinheiro). Mas imagino que sustentar um relacionamento com alguém apenas por dinheiro seja pesado demais.

Ao fim e ao cabo é preciso que exista um equilíbrio entre algumas outras variáveis. Coloco o que, para mim, seria um bom equilíbrio entre outras variáveis (que não apenas beleza, por exemplo): sim, é importante que ela seja apresentável (bonita), mas, tão importante quanto, é fundamental também que os gênios se complementem, e que a personalidade dela se encaixe com a sua e vice-versa.

Pois bem.

Independentemente de você ter ou não uma companheira, importante é que você cuide da sua vida. Cuide de você por completo; cuide de sua aparência, de sua pele, de seu sorriso, de suas roupas, cuidar de sua carreira, cuidar de sua mente, cuidar das suas amizades. Dedique-se a um hobbie que você curta; torne sua vida interessante, mas não com o objetivo de atrair mulheres, mas sim porque você merece isso pra você. Tenha novas experiências, faça viagens (não precisa ser para a Polinésia Francesa; conheça os lugares próximos da sua cidade/Estado). Enfim, é preciso um empenho consigo mesmo, contínuo, que nunca se esgota.

"Eu preciso ser a prioridade na minha vida", e isso não deve ser confundido com egoísmo, uma vez que - ao colocar-se sempre como prioridade em tudo, sem critérios - podemos sim acabar cruzando a fronteira daquilo que é autocuidado e amor próprio para entrar no campo do egoísmo. Mas o intuito não é ser egoísta, mas sim cuidar-se mais.

Acho que por hoje é isso.

Flws, tmj!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Kaneki e Druidzin gostam desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

21/11/2021, 14:45
Boa tarde, senhores.

Hoje pela manhã resetei. Sem desculpas, quero ir para os finalmentes e para possíveis aprendizados.

Senhores, é verdade que eu errei. Quando acerto o mérito é meu, mas quando erro o mérito é meu também.

O que eu vejo é que não é que o reboot não esteja sendo uma prioridade na minha vida. Acho que o tópico "colocar o reboot como a prioridade na vida de um rebooter" não seja o fator central de resets quase sempre frequentes.

Mas antes de dissertar sobre isso, devo reconhecer avanços, é verdade. 13 dias, apesar de pouco, é um avanço. Foram 13 dias que consegui manter-me limpo, ainda que eu permaneça cometendo pequenos deslizes. Porque a verdade é essa: se estamos resetando, é porque ainda estamos cometendo deslizes, e o mais interessante é poder identificá-los. Pois vamos então continuar a dissertação e identificar deslizes e possíveis melhorias, e depois podemos tratar dos benefícios observados durante os 13 dias.

Ps.: aviso de ante-mão que o texto de hoje, talvez pelos detalhes que eu relatei aqui, contenham gatilhos sutis para alguns. Se quiser ler, o faça pelo menos ciente disso. Confesso que devam ser sutis demais, mas gatilhos são gatilhos.

Deslizes

Por mais que pareçam muito sutis, cometi deslizes inocentes que, observo, me fizeram resetar hoje pela manhã. O primeiro de todos foi acessar o Youtube de noite pela TV. O Youtube na TV não tem bloqueador algum, de modo que buscas e sugestões de vídeos que não apareceriam no meu notebook acabam aparecendo na TV. Acredito que no 7º dia, à noite (salvo engano), num final de semana, fiquei procurando por gatilhos inocentes. Uma busca aparentemente inocente: praias, mas que, eu percebendo ou não, naquele mesmo momento, me traziam resultados de gatilhos que deveriam ser evitados, sobretudo com meros 7 dias de reboot. Tudo bem, segui depois, pois é verdade que eu não tinha visto P propriamente dita; mas, novamente, eram gatilhos, e gatilhos precisam ser evitados.

Na última sexta e ontem, continuei navegando no Youtube na Tv , na noite de um final de semana. Percebendo ou não, eu estava pedindo para resetar em breve. Mas o cérebro nos prega uma peça dizendo: "não é P não, e de qualquer forma você precisa de um prazerzinho." Caímos em ciladas sem perceber.

E o pior de tudo, na sexta burlei meu celular. Novamente, é verdade que não vi P propriamente dita, mas foram gatilhos e gatilhos precisam ser evitados. Se já não estivesse ruim demais, na sexta e ontem fui pesquisar por atrizes no google do notebook. Apesar do notebook está com o google imagem bloqueado, eu não deveria nem pensar em fazer essa busca.

Percebe, jow? Mais uma vez, consciente ou não, eu estava pedindo para resetar.

Possíveis melhorias

Os deslizes do tópicos anterior são justamente os indicativos para as possíveis melhorias que eu devo fazer.

O que às vezes me parece é que estou sendo radical demais, que já tentei várias coisas e que ainda assim estou resetando. Bom, independentemente de eu estar sendo radical demais ou não, vejo que o primordial é tomar atitudes que eliminem e muito as chances de reset. É difícil ter que admitir e lembrar-se que o que estamos lidando é um vício. Não é simplesmente um hábito ruim, ou um mau comportamento, ou sei o que. É um vício, semelhante ao vício em cigarro, álcool, maconha ou cocaína, e precisamos adotar medidas que nos coloquem no caminho da recuperação.

Talvez pessoas "normais" (entenda-se por normais: não viciadas em PMO), não precisem se preocupar com essas coisas. Mas aqui não estamos lidando com pessoas "normais", estamos lidando com viciados em PMO. Faça o que você percebe que para você vai ser bom, e acredito que as ações que colocarei aqui ajudem a todos.

Elencá-las-ei em tópicos, que escrevi hoje de manhã:
- Toda vez que tiver um pensamento fantasioso, rezar pai nosso, ave maria, et cetera;
- Desconectar sempre a internet da TV;
- Desconectar sempre a TV da tomada, preferencialmente após as 20h/20h20;
- Sempre que meus pais saírem, eu também devo sair de casa;
- Se não for possível sair de casa (considerando ser horário de trabalho), ficar na sala, com a porta aberta, virado para porta;
- Usar o notebook, em horário de trabalho, sempre da mesa da sala;
- Depois das 19h, diariamente, de seg a seg, colocar o celular no cômodo, trancar de chave, e escondê-la na gaveta do móvel da sala;
- Sexta, sábado e domingo, após as 20h, colocar computador no mesmo cômodo do celular, do mesmo jeito que faço com celular;
- Nunca usar celular na cama;
- Ler a Bíblia, diariamente, por pelo menos 5 minutos;
- Meditar, diariamente, por pelo menos 10 minutos
- Ler, diariamente, 2 pg. do e-book sobre PMO

Parecem ser muitas coisas, mas boa parte delas já estava fazendo. Algumas é mais manter a disciplina; outras, como meditar e ler a Bíblia, iniciar com o novo hábito.

Bom, hoje, à sós, conversava comigo mesmo, fazendo análises, e entendi que eu consigo me munir de muitas ações que podem me ajudar a seguir mais firme com o reboot. Hoje pela manhã cedo, eu já me acordei e meus pais já estavam fora de casa. Mas percebi: "caracas, talvez se eu tivesse mantido uma rotina melhor de oração, leitura da Bíblia, leitura do e-book; talvez se eu não tivesse cometido os deslizes que eu cometi, hoje pela manhã eu teria estado mais de bem comigo mesmo e com o reboot de modo que eu teria passado tranquilo por esse momento".

Benefícios observados

Apesar dos deslizes, consegui observar melhorias.

A mais importante que notei foi no meu senso de humor. Ontem, no parque com minha cachorra, sentia-me bem. Deixei ela solta, ela foi procurar por várias largatixas, não conseguiu caçar nenhuma, e eu estava de boa. Parecia que tinha fumado um baseado kkk Eu tava de boa, bem comigo mesmo, tlgd. Só isso já tá massa para mim.

Fruto disso deve ter sido os 13 dias de reboot, mas também pelo fato de eu ter lido com mais frequência o site "amenteemaravilhosa.com.br". Não por acaso, quinta e sexta passadas acabei não lendo nenhum post no site e notei-me mais irritadiço, estressado por besteira. Daí que percebo que devo me ater ao cuidado concreto e diário da mente.

De benefícios mais significativos que notei, realmente, foram esses.

Conclusões

Concluo que seguirei. Acho que escrever ajuda, mas não faz diferença se nada for colocado em prática. Anotei todas as possíveis melhorias num papel, e espero lê-las diariamente, para lembrar-me do que tenho que fazer e do que pode me auxiliar.

Aproveitei para perguntar à mãe se ela sairá hoje novamente, e me disse que sim. Agora é tapar as brechas abertas no bloqueador e sair de casa quando for ficar só.

Seguirei.

Eh nois, tmj!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Druidzin gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1822
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 30 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

22/11/2021, 08:47
https://amenteemaravilhosa.com.br/conselhos-marco-aurelio-ter-uma-vida-boa/

“Lembre-se de que você tem poder sobre a sua mente, não sobre os eventos externos. Perceba isso e você encontrará a força para que apenas o que é importante te afete.” (Marco Aurélio)

“Não é a morte que devemos temer, o que nos deve causar medo é não ousar viver.”

“Em nenhum lugar o homem pode encontrar um retiro tão pacífico e tranquilo quanto na privacidade da sua alma.”

'Somente quando alcançamos a virtude de sermos donos do nosso pensamento e desenvolvemos aquele conforto psicológico é que a calma e a tranquilidade chegam. Não importa o que nos rodeia, se a mente está em equilíbrio, nela encontramos o melhor refúgio'.

“Lembre-se sempre disso: para viver feliz, muito pouco é o suficiente.”

“Viva uma vida boa. Se houver deuses e eles forem justos, eles irão recebê-lo com base nas virtudes pelas quais você viveu. Se não houver deuses, você terá vivido uma vida nobre que perdurará na memória de seus entes queridos. E se houver deuses, mas eles forem injustos, então você não deve querer adorá-los."

'A vida boa para o imperador filósofo sempre parte da simplicidade e da paz interior. Nada mais é necessário. Assim, enquanto outras abordagens preconizam a responsabilidade por carregar o peso do mundo sobre os próprios ombros, Marco Aurélio e seu estoicismo nos convidam a nos libertar.'

*Os trechos em itálico são copiados do artigo, e as citações entre aspas (sem itálico) são todas de Marco Aurélio.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Druidzin gosta desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos