Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

+48
Druidzin
Guilherme96
marlolo2021
Sr. Miranha
Progresso
chopin
The Rorschach
Kaneki
ironmaiden2244
Edmilssss
Dead
Mr. Oveercool
PILGRIM
JovemRenascido
John Fersil
SheldonCooper94
Randy
José2020
I Will Resurface!
NogueiraJ
Gracinha
Ronann
Luan Oliveira
Fuzion
BIXOSO
Unforgiven
Deco
ViníciusB
ShikamaruNara
Oestudante
vierkenes
Red Angus
Rust
Jonas
Linus
Marcus Aurelius
CavaleiroDaLua
Bradock96
LuckyTheWolf
Optimus Prime
Barão Vermelho
RosseauStrong
Drew
Umcaralegal
Peter Parker
Harvey
Firenze
Gardenzio Angelone
52 participantes
Ir para baixo
Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1806
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

22/11/2021, 08:49
Buenos días, compañeros.

Vou postar aqui novamente as ações que elenquei para mim mesmo, para que eu possa sempre me lembrar e lê-las diariamente. Publicar aqui no diário me ajudam a reforçá-las.

- Toda vez que tiver um pensamento fantasioso, rezar pai nosso, ave maria, et cetera;
- Desconectar sempre a internet da TV;
- Desconectar sempre a TV da tomada, preferencialmente após as 20h/20h20;
- Sempre que meus pais saírem, eu também devo sair de casa;
- Se não for possível sair de casa (considerando ser horário de trabalho), ficar na sala, com a porta aberta, virado para porta;
- Usar o notebook, em horário de trabalho, sempre da mesa da sala;
- Depois das 19h, diariamente, de seg a seg, colocar o celular no cômodo, trancar de chave, e escondê-la na gaveta do móvel da sala;
- Sexta, sábado e domingo, após as 20h, colocar computador no mesmo cômodo do celular, do mesmo jeito que faço com celular;
- Nunca usar celular na cama;
- Ler a Bíblia, diariamente, por pelo menos 5 minutos;
- Meditar, diariamente, por pelo menos 10 minutos
- Ler, diariamente, 2 pg. do e-book sobre PMO

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Druidzin gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1806
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

24/11/2021, 08:19
E aí, senhores. Buen día.

Passando aqui rapidamente para dar o ar da graça.

Essa semana começou mais cheia do que o convencional. Acho que, no meu caso, isso não é nem bom nem ruim para o reboot, desde que eu tire um tempo para cuidar de minha mente e de mim mesmo, organizar as minhas coisas e isso.

Quanto ao reboot, sigo. Algumas vontades de fissuras batem, mas leves. Por eu ter resetado apenas 1 vez e já ter me colocado de volta aos trilhos, percebo que os benefícios não foram para o ralo.  

O mais interessante, ao meu ver, é manter-me longe dos gatilhos, e seguindo as ações que eu elenquei aqui em posts anteriores. Vejo que isso é uma dar partes fundamentais para eu conseguir seguir bem no reboot.

Estou vendo que aos finais de semana meus pais vão ficar fora de casa, portanto preciso pensar em estratégias para passar bem pelos momentos sozinhos em casa: sair, passear, andar de bike, esconder o notebook e o celular... Não sei, mas pensar em boas estratégias.

Talvez seja até válido fazer um jejum de dopamina durante o sábado e domingo, pensando também no reboot. Só leituras de livros físicos ou digitais, atividades ao ar livre e desconectado da internet, o que para a atualidade é quase uma tarefa impossível. Mas podemos tentar.

No mais, senhores. Seguirei.

Grande abraço a todos e tmj!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Kaneki gosta desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 2086
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 25
Localização : MG

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

24/11/2021, 11:29
Gardenzio Angelone escreveu:E aí, senhores. Buen día.

Passando aqui rapidamente para dar o ar da graça.

Essa semana começou mais cheia do que o convencional. Acho que, no meu caso, isso não é nem bom nem ruim para o reboot, desde que eu tire um tempo para cuidar de minha mente e de mim mesmo, organizar as minhas coisas e isso.

Quanto ao reboot, sigo. Algumas vontades de fissuras batem, mas leves. Por eu ter resetado apenas 1 vez e já ter me colocado de volta aos trilhos, percebo que os benefícios não foram para o ralo.  

O mais interessante, ao meu ver, é manter-me longe dos gatilhos, e seguindo as ações que eu elenquei aqui em posts anteriores. Vejo que isso é uma dar partes fundamentais para eu conseguir seguir bem no reboot.

Estou vendo que aos finais de semana meus pais vão ficar fora de casa, portanto preciso pensar em estratégias para passar bem pelos momentos sozinhos em casa: sair, passear, andar de bike, esconder o notebook e o celular... Não sei, mas pensar em boas estratégias.

Talvez seja até válido fazer um jejum de dopamina durante o sábado e domingo, pensando também no reboot. Só leituras de livros físicos ou digitais, atividades ao ar livre e desconectado da internet, o que para a atualidade é quase uma tarefa impossível. Mas podemos tentar.

No mais, senhores. Seguirei.

Grande abraço a todos e tmj!
Bora pra frente amigo, tome cuidado no fds. E tbm sempre tire um tempinho pra tu durante o dia; apenas focar em uma coisa não faz tão bem assim. Rumo À vitória.

_______________________________________


Metas: 7 dias; 15 dias; 20 dias; 25 dias; 30 dias.

MINHA HISTÓRIA DE SUCESSO: https://www.comoparar.com/t11429-finalmente-a-vitoria#326635
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t1813p375-diario-do-kaneki#317713

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1806
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

25/11/2021, 18:45
Hmm, não sei mais.

Às vezes faço muitas reflexões, estipulo ações e metas, mas ainda assim me saboto.

Gostaria de tirar um tempo para pensar um pouco.

Se eu volto aqui é porque sei que ao resetar não estou fazendo nada de bom para minha vida, mas ainda assim reseto. Saboto-me frequentemente.

Percebo com clareza que as emoções mau resolvidas tem um peso sobre os meus resets.

Essa semana estava cheio de atividades, com muitas coisas para fazer. Acabei procrastinando algumas, deixando outras de lado, e sobrecarregado com atividades boas mas que consumiam muito meu tempo. Noto, é verdade, que organização é importante, e ao estar desorganizado com as tarefas, com a mente, com a vida, P surge como um subterfúgio.

Até iniciei a ler a Bíblia por 5 min apenas. Pouco? Muito pouco, mas o mais importante é criar o hábito; depois vamos aperfeiçoando e consolidando.

A carência, por mais que eu tente sempre ajustar, bate, e mais uma vez P surge como um subterfúgio.

A vida social parada, com poucos contatos, tem um pouco também seu pé aí, mas ainda não sei se explica tudo. De qualquer forma, só mostra para mim uma coisa: eu tenho que mudar, fazer diferente, procurar pelo novo, por novos contatos, fazer a roda da vida girar, aproveitar oportunidades e me expor em novas.

É verdade que quando o cinto aperta, sinto-me só, sobretudo se é um domingo à tarde. Graças a Deus que tenho a companhia dos meus cães (kk), que me dão um estímulo para cuidar deles e consequentemente ter uma vida mais organizada e comprometida.

Não posso passar um momento só que me saboto. Queria saber de onde vem isso.

Tento investigar, tento cuidar da mente, do corpo e do espírito, mas ainda assim reseto.

Talvez seja hora de voltar a reler o e-book do Fórum, e quem sabe rever o programa revert. Não sei, pois de qualquer forma também leio um e-book sobre PMO, que é muito completo, mas que tenho deixado de lado ultimamente.

Ler o e-book ajuda, mas não é tudo; orar ajuda mas não é tudo; fazer exercício ajuda mas não é tudo. Por isso confundo-me: que mais tenho que fazer, ó céus?

Hoje, passei a manhã e boa parte da tarde só em casa. Tive um sonho erótico ontem e o efeito caçador ficou na mente. E pior é que eu depois descobri de onde veio o gatilho: foi de um vídeo de uma canal redpill que eu vi, nada a ver com imagem sexual, mas ele falou algo que despertou em mim esse gatilho, imagino.

Segunda, terça, quarta (e hoje terei também) tive eventos online à noite para participar. Bons eventos, sensacionais aliás, mas que me desorganizaram. Segunda foi um evento que durou até 23h, o que para mim é tarde. Costumo dormir as 21h todos os dias, 23h já estaria num sono pesado. Acaba que no dia anterior eu me acordo mais tarde, durmo menos, deixo de fazer o que eu faria normalmente e meu dia inteiro fica desorganizado.

Será mais uma desculpa? Hmmm, aparenta. "E porque das outras vezes tu resetou também, mesmo sem eventos à noite?". "Ah miseravi, não sabe responder, né?!" Pois é, jow, talvez seja mais uma desculpa para você não enxergar exatamente onde tem errado.

"E aonde eu tenho errado, diacho?". Já tenho tentado fazer de quase tudo, do possível e do imaginável. Não sei dizer.

Vejo, porém, mais uma vez, que as emoções mau resolvidas tem um pé aí. Hoje acordei-me, fui logo ao parque malhar. Voltei, comi, e não deu tempo de ler no "a mente é maravilhosa". Sentia uma inquietação o tempo todo na minha mente, até que no almoço, na pausa, tirei um tempo para ler e minha mente acalmou-se.

Estar com a mente ajustada me ajuda muito. Aliás, é algo que sonho. Ter a tranquilidade da alma, igual ao título do livro de Sêneca. Pensava sobre isso enquanto estava só em casa, tendo que lutar contra os ímpetos carnais e ao mesmo tempo refletia sobre poder estar sozinho em paz, sem me deixar importunar pelos desejos da carne.

Aliás, falar em desejos da carne lembra-me de bíblia, e o livro que estou lendo é o Eclesiástico. Livro fe-no-me-nal. Não fala sobre Jesus, pouco sobre Deus, mas muito sobre sabedoria. "Ah, a sabedoria". Sabedoria que vale mais que o ouro e a prata, mais que qualquer riqueza.

Enfim.

Não sei mais. Parece que por agora (mas só por agora) eu perdi as forças e a esperança. Mas elas voltarão, tenho certeza absoluta.

Mas sinto que muito precisa mudar, melhorar. Preciso mudar hábitos, padrões comportamentais. Parece ser difícil fazer tudo isso só, mas quando eu fazia terapia também nada mudava, porque não adianta esperar que, as coisas mudarão pagando um terceiro sem fazer minha parte, . Por isso prefiro buscar, momentaneamente, por mim mesmo. Não sei se é autossuficiência isso, mas pode também ser independência.

Ainda tenho que passear com os cães, mas sinto-me sem energias e com vergonha de mim mesmo. Tenho o último dia do evento para participar, mas não tenho energias.

Não sei...

Vou pensar, recuperar coisas, reconstruir novas. Assim é feita a vida, aliás. De ciclos.

Erguer-me-ei.


_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Kaneki gosta desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 2086
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 25
Localização : MG

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

25/11/2021, 20:58
Gardenzio Angelone escreveu:Hmm, não sei mais.

Às vezes faço muitas reflexões, estipulo ações e metas, mas ainda assim me saboto.

Gostaria de tirar um tempo para pensar um pouco.

Se eu volto aqui é porque sei que ao resetar não estou fazendo nada de bom para minha vida, mas ainda assim reseto. Saboto-me frequentemente.

Percebo com clareza que as emoções mau resolvidas tem um peso sobre os meus resets.

Essa semana estava cheio de atividades, com muitas coisas para fazer. Acabei procrastinando algumas, deixando outras de lado, e sobrecarregado com atividades boas mas que consumiam muito meu tempo. Noto, é verdade, que organização é importante, e ao estar desorganizado com as tarefas, com a mente, com a vida, P surge como um subterfúgio.

Até iniciei a ler a Bíblia por 5 min apenas. Pouco? Muito pouco, mas o mais importante é criar o hábito; depois vamos aperfeiçoando e consolidando.

A carência, por mais que eu tente sempre ajustar, bate, e mais uma vez P surge como um subterfúgio.

A vida social parada, com poucos contatos, tem um pouco também seu pé aí, mas ainda não sei se explica tudo. De qualquer forma, só mostra para mim uma coisa: eu tenho que mudar, fazer diferente, procurar pelo novo, por novos contatos, fazer a roda da vida girar, aproveitar oportunidades e me expor em novas.

É verdade que quando o cinto aperta, sinto-me só, sobretudo se é um domingo à tarde. Graças a Deus que tenho a companhia dos meus cães (kk), que me dão um estímulo para cuidar deles e consequentemente ter uma vida mais organizada e comprometida.

Não posso passar um momento só que me saboto. Queria saber de onde vem isso.

Tento investigar, tento cuidar da mente, do corpo e do espírito, mas ainda assim reseto.

Talvez seja hora de voltar a reler o e-book do Fórum, e quem sabe rever o programa revert. Não sei, pois de qualquer forma também leio um e-book sobre PMO, que é muito completo, mas que tenho deixado de lado ultimamente.

Ler o e-book ajuda, mas não é tudo; orar ajuda mas não é tudo; fazer exercício ajuda mas não é tudo. Por isso confundo-me: que mais tenho que fazer, ó céus?

Hoje, passei a manhã e boa parte da tarde só em casa. Tive um sonho erótico ontem e o efeito caçador ficou na mente. E pior é que eu depois descobri de onde veio o gatilho: foi de um vídeo de uma canal redpill que eu vi, nada a ver com imagem sexual, mas ele falou algo que despertou em mim esse gatilho, imagino.

Segunda, terça, quarta (e hoje terei também) tive eventos online à noite para participar. Bons eventos, sensacionais aliás, mas que me desorganizaram. Segunda foi um evento que durou até 23h, o que para mim é tarde. Costumo dormir as 21h todos os dias, 23h já estaria num sono pesado. Acaba que no dia anterior eu me acordo mais tarde, durmo menos, deixo de fazer o que eu faria normalmente e meu dia inteiro fica desorganizado.

Será mais uma desculpa? Hmmm, aparenta. "E porque das outras vezes tu resetou também, mesmo sem eventos à noite?". "Ah miseravi, não sabe responder, né?!" Pois é, jow, talvez seja mais uma desculpa para você não enxergar exatamente onde tem errado.

"E aonde eu tenho errado, diacho?". Já tenho tentado fazer de quase tudo, do possível e do imaginável. Não sei dizer.

Vejo, porém, mais uma vez, que as emoções mau resolvidas tem um pé aí. Hoje acordei-me, fui logo ao parque malhar. Voltei, comi, e não deu tempo de ler no "a mente é maravilhosa". Sentia uma inquietação o tempo todo na minha mente, até que no almoço, na pausa, tirei um tempo para ler e minha mente acalmou-se.

Estar com a mente ajustada me ajuda muito. Aliás, é algo que sonho. Ter a tranquilidade da alma, igual ao título do livro de Sêneca. Pensava sobre isso enquanto estava só em casa, tendo que lutar contra os ímpetos carnais e ao mesmo tempo refletia sobre poder estar sozinho em paz, sem me deixar importunar pelos desejos da carne.

Aliás, falar em desejos da carne lembra-me de bíblia, e o livro que estou lendo é o Eclesiástico. Livro fe-no-me-nal. Não fala sobre Jesus, pouco sobre Deus, mas muito sobre sabedoria. "Ah, a sabedoria". Sabedoria que vale mais que o ouro e a prata, mais que qualquer riqueza.

Enfim.

Não sei mais. Parece que por agora (mas só por agora) eu perdi as forças e a esperança. Mas elas voltarão, tenho certeza absoluta.

Mas sinto que muito precisa mudar, melhorar. Preciso mudar hábitos, padrões comportamentais. Parece ser difícil fazer tudo isso só, mas quando eu fazia terapia também nada mudava, porque não adianta esperar que, as coisas mudarão pagando um terceiro sem fazer minha parte, . Por isso prefiro buscar, momentaneamente, por mim mesmo. Não sei se é autossuficiência isso, mas pode também ser independência.

Ainda tenho que passear com os cães, mas sinto-me sem energias e com vergonha de mim mesmo. Tenho o último dia do evento para participar, mas não tenho energias.

Não sei...

Vou pensar, recuperar coisas, reconstruir novas. Assim é feita a vida, aliás. De ciclos.

Erguer-me-ei.

Olá amigo, tenta levar a vida de uma forma mais leve; tem como divertir até mesmo fazendo o reboot, não se cobre tanto começa fazendo o que você pode e com um tempo vai melhorando a disciplina; Vamos sair dessa, tenho ctza abraços.

_______________________________________


Metas: 7 dias; 15 dias; 20 dias; 25 dias; 30 dias.

MINHA HISTÓRIA DE SUCESSO: https://www.comoparar.com/t11429-finalmente-a-vitoria#326635
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t1813p375-diario-do-kaneki#317713

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2178
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 29

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

Ontem à(s) 06:21
Gardenzio Angelone escreveu:Hmm, não sei mais.

Às vezes faço muitas reflexões, estipulo ações e metas, mas ainda assim me saboto.

Gostaria de tirar um tempo para pensar um pouco.

Se eu volto aqui é porque sei que ao resetar não estou fazendo nada de bom para minha vida, mas ainda assim reseto. Saboto-me frequentemente.

Percebo com clareza que as emoções mau resolvidas tem um peso sobre os meus resets.

Essa semana estava cheio de atividades, com muitas coisas para fazer. Acabei procrastinando algumas, deixando outras de lado, e sobrecarregado com atividades boas mas que consumiam muito meu tempo. Noto, é verdade, que organização é importante, e ao estar desorganizado com as tarefas, com a mente, com a vida, P surge como um subterfúgio.

Até iniciei a ler a Bíblia por 5 min apenas. Pouco? Muito pouco, mas o mais importante é criar o hábito; depois vamos aperfeiçoando e consolidando.

A carência, por mais que eu tente sempre ajustar, bate, e mais uma vez P surge como um subterfúgio.

A vida social parada, com poucos contatos, tem um pouco também seu pé aí, mas ainda não sei se explica tudo. De qualquer forma, só mostra para mim uma coisa: eu tenho que mudar, fazer diferente, procurar pelo novo, por novos contatos, fazer a roda da vida girar, aproveitar oportunidades e me expor em novas.

É verdade que quando o cinto aperta, sinto-me só, sobretudo se é um domingo à tarde. Graças a Deus que tenho a companhia dos meus cães (kk), que me dão um estímulo para cuidar deles e consequentemente ter uma vida mais organizada e comprometida.

Não posso passar um momento só que me saboto. Queria saber de onde vem isso.

Tento investigar, tento cuidar da mente, do corpo e do espírito, mas ainda assim reseto.

Talvez seja hora de voltar a reler o e-book do Fórum, e quem sabe rever o programa revert. Não sei, pois de qualquer forma também leio um e-book sobre PMO, que é muito completo, mas que tenho deixado de lado ultimamente.

Ler o e-book ajuda, mas não é tudo; orar ajuda mas não é tudo; fazer exercício ajuda mas não é tudo. Por isso confundo-me: que mais tenho que fazer, ó céus?

Hoje, passei a manhã e boa parte da tarde só em casa. Tive um sonho erótico ontem e o efeito caçador ficou na mente. E pior é que eu depois descobri de onde veio o gatilho: foi de um vídeo de uma canal redpill que eu vi, nada a ver com imagem sexual, mas ele falou algo que despertou em mim esse gatilho, imagino.

Segunda, terça, quarta (e hoje terei também) tive eventos online à noite para participar. Bons eventos, sensacionais aliás, mas que me desorganizaram. Segunda foi um evento que durou até 23h, o que para mim é tarde. Costumo dormir as 21h todos os dias, 23h já estaria num sono pesado. Acaba que no dia anterior eu me acordo mais tarde, durmo menos, deixo de fazer o que eu faria normalmente e meu dia inteiro fica desorganizado.

Será mais uma desculpa? Hmmm, aparenta. "E porque das outras vezes tu resetou também, mesmo sem eventos à noite?". "Ah miseravi, não sabe responder, né?!" Pois é, jow, talvez seja mais uma desculpa para você não enxergar exatamente onde tem errado.

"E aonde eu tenho errado, diacho?". Já tenho tentado fazer de quase tudo, do possível e do imaginável. Não sei dizer.

Vejo, porém, mais uma vez, que as emoções mau resolvidas tem um pé aí. Hoje acordei-me, fui logo ao parque malhar. Voltei, comi, e não deu tempo de ler no "a mente é maravilhosa". Sentia uma inquietação o tempo todo na minha mente, até que no almoço, na pausa, tirei um tempo para ler e minha mente acalmou-se.

Estar com a mente ajustada me ajuda muito. Aliás, é algo que sonho. Ter a tranquilidade da alma, igual ao título do livro de Sêneca. Pensava sobre isso enquanto estava só em casa, tendo que lutar contra os ímpetos carnais e ao mesmo tempo refletia sobre poder estar sozinho em paz, sem me deixar importunar pelos desejos da carne.

Aliás, falar em desejos da carne lembra-me de bíblia, e o livro que estou lendo é o Eclesiástico. Livro fe-no-me-nal. Não fala sobre Jesus, pouco sobre Deus, mas muito sobre sabedoria. "Ah, a sabedoria". Sabedoria que vale mais que o ouro e a prata, mais que qualquer riqueza.

Enfim.

Não sei mais. Parece que por agora (mas só por agora) eu perdi as forças e a esperança. Mas elas voltarão, tenho certeza absoluta.

Mas sinto que muito precisa mudar, melhorar. Preciso mudar hábitos, padrões comportamentais. Parece ser difícil fazer tudo isso só, mas quando eu fazia terapia também nada mudava, porque não adianta esperar que, as coisas mudarão pagando um terceiro sem fazer minha parte, . Por isso prefiro buscar, momentaneamente, por mim mesmo. Não sei se é autossuficiência isso, mas pode também ser independência.

Ainda tenho que passear com os cães, mas sinto-me sem energias e com vergonha de mim mesmo. Tenho o último dia do evento para participar, mas não tenho energias.

Não sei...

Vou pensar, recuperar coisas, reconstruir novas. Assim é feita a vida, aliás. De ciclos.

Erguer-me-ei.


Honrado Gardenzio Angelone, imagino pelo que deve estar passando. Eu também já vivi circunstâncias parecidas.

Quando se é viciado, tudo joga contra, a mente se torna um inferno e sair dele não é nada fácil. Estou aqui na torcida para que lute e se supere. Sempre que posso, leio seus textos e percebo que é alguém comprometido. Capaz de respirar novos ares. Vá criando hábitos mesmo, arranjando uma coisa de cada vez, a mudança é sim possível.

Vai daqui meu abraço e minha torcida.

_______________________________________
Win or die trying.

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

vierkenes
vierkenes
Mensagens : 787
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

Ontem à(s) 10:59
Eu acho você muito inteligente, e suas reflexões são sóbrias e coerentes.

Embora se possa sempre aprimorar, acho que está no caminho certo. Se ainda não está colhendo os benefícios, isso se dá por alguns motivos: 1) as mudanças íntimas e internas das emoções mudam lentamente  2) ainda há bastante a ser aprimorado, inclusive coisas que você ainda não está vendo agora 3) ainda há resistências e entendimentos internos para serem compreendidos (verdadeiramente compreendidos, na parte mais profunda do seu ser).

Eu não acho que você precisa de mais informação sobre o vício. Não to falando que informação é ruim, hehe. Inclusive, foi você que postou uma vez o link pro RECOVERY NATION, não é? Rapaz, aquilo ali vale ouro! Seguindo passo a passo aquilo, dá pra se libertar do vício. E eu gosto do recovery nation justamente por propor um caminho "profundo", de reorientação de nossas energias, de nossas crenças. Propondo exercícios de auto observação que nos ajudam a entender onde as coisas estão circulando do modo errado. Mas enfim, eu acho que você já tem informação suficiente, de modo geral. 

Você disse que não pode passar um momento só que se sabota. Eu te digo que o dia que você conseguir ficar só e se sentir muito bem, em paz mesmo, a compulsão vai estar mais ou menos controlada, e você finalmente vai estar nutrido de si mesmo. 

Temos que nos nutrir de nós mesmos, Gardenzio. Todos os dias. Conforme o tempo passa, eu vou experimentando mais e mais essa verdade. Isso é REALMENTE VERDADE. Eu diria até mesmo, indo um pouco longe, que a maior parte dos problemas e mazelas emocionais que existem por aí se dão exatamente por conta disso. Por auto abandono, digamos assim, desnutrição e negação das coisas básicas que temos dentro de nós, e que muito comumente, ignoramos. A verdade mesmo é que muitas vezes vivemos à mingua, na miséria emocional e não nos damos conta de que o amor, a paz e a segurança que tanto buscamos fluem principalmente, de dentro de nós mesmos. Isso só é possível de se perceber na solidão, e em um estado calmo, passivo, e livre de preocupações. Estou falando da minha experiência pessoal, mas talvez se encaixe na sua.

"Ler o e-book ajuda, mas não é tudo; orar ajuda mas não é tudo; fazer exercício ajuda mas não é tudo. Por isso confundo-me: que mais tenho que fazer, ó céus?"

Eis uma possível resposta para esse problema que parece te afligir:

1 - o auto desenvolvimento envolve TODAS as partes e camadas da sua vida. E também, por quantos mais lados você puder atacar, melhor! No entanto, convém não perder o foco. Afinal, temos que fazer as coisas bem feitas e sólidas. Acho que o importante mesmo é a CONSTÂNCIA. A constância que cria a força.

2 - TER PACIÊNCIA. Sim, muita paciência mesmo, pois nossa parte emocional e espiritual cresce LENTAMENTE. Não tem como escapar disso.

3 - Ter uma rotina ou um hábito de investigação mental. De auto observação - das próprias emoções, por exemplo. Pode chamar de meditação, de reflexão, do que for, mas minha experiência me diz que isso é uma das coisas mais importantes pra esse processo. Se você conseguir fazer isso 10 minutos todos os dias, já vai notar um benefício absurdo depois de um tempo (lembre-se que plantamos as coisas hoje, pra colher só daqui a um tempo, por isso a PACIÊNCIA).

Eu acho, realmente, que você está no caminho certo. 

Se você conseguir entrar em um estado calmo e passivo, absolutamente despreocupado, e fizer essas perguntas pra você mesmo, com certeza encontrará resposta. Perceba que nós aqui sempre ajudamos uns aos outros, mas a quem cabe a nossa batalha, a não ser a nós mesmos? Na hora de agir, ou até de recair mesmo, não estamos sozinhos? Percebe como todos os conselhos e dicas precisam ser incorporados, absorvidos pela parte mais profunda do nosso ser, para que tenham algum valor? Se não, são só palavras ao vento, Gardenzio.

No mais, eu consigo sentir a autenticidade, o propósito, a nobreza de sua busca. Por isso eu digo que está no caminho certo. Quem procura acha, afinal. E você não terá paz enquanto a resposta não vier - o que é um incentivo para que continue sempre buscando.

Enfim.

Você disse que há muito a mudar.

Sim, é exatamente isso. Há muito a ser feito.

Para isso, três coisas: 1) Paciência consigo mesmo, com os processos, com o entendimento  2) Constância - essa é verdadeiramente a chave do sucesso!  3) uma rotina de meditação/reflexão, chame como quiser.

Terapia pode ser uma boa, no entanto, pense em terapia como uma coisa ampla. Não falo necessariamente de um psicólogo. E mesmo na psicologia, existem 1001 abordagens diferentes. Talvez você se encontre muito mais em uma linha do que em outra. Terapia pode ser até um esporte. Uma prática artística. Jardinagem. Sei lá. Existem muitos modos, abordagens e práticas diferentes para o processo terapêutico. Você está certo de que a vontade principal deve partir sempre da gente. Se essa vontade existir, e você puder ser auxiliado por um bom profissional, com uma abordagem e visão de mundo que seja coerente com quem você é, iria auxiliar bastante no processo.

Por fim, a busca é sempre nossa, Gardenzio. Sempre. 

É o que eu costumo dizer: estamos com a gente todos os dias. Quando nos deitamos na cama, estamos com a gente. Tudo recai e pesa sobre a gente. Nós somos responsáveis por a gente. Nós devemos nos cuidar. Nós devemos agir. Nós devemos ir atrás de alimento, ou atrás de qualquer outra necessidade que tenhamos. No final das contas é isso: somos nós com a gente mesmo. É sempre isso.

Quanto antes isso for entendido, aceito, e compreendido a fundo, melhor. É o que eu penso. Posso estar até equivocado - me digam, se há algo errado nesse pensamento - mas é a isso que me leva as minhas conclusões.

Vai no um dia de cada vez, tendo a plena certeza de que sim, você vencerá, pois é um rebooter dedicado, esforçado, com pleno conhecimento e plena força.

Excelente reboot pra você.

_______________________________________

Gardenzio Angelone gosta desta mensagem

Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1806
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

Ontem à(s) 14:02
vierkenes escreveu:Eu acho você muito inteligente, e suas reflexões são sóbrias e coerentes.

Embora se possa sempre aprimorar, acho que está no caminho certo. Se ainda não está colhendo os benefícios, isso se dá por alguns motivos: 1) as mudanças íntimas e internas das emoções mudam lentamente  2) ainda há bastante a ser aprimorado, inclusive coisas que você ainda não está vendo agora 3) ainda há resistências e entendimentos internos para serem compreendidos (verdadeiramente compreendidos, na parte mais profunda do seu ser).

Eu não acho que você precisa de mais informação sobre o vício. Não to falando que informação é ruim, hehe. Inclusive, foi você que postou uma vez o link pro RECOVERY NATION, não é? Rapaz, aquilo ali vale ouro! Seguindo passo a passo aquilo, dá pra se libertar do vício. E eu gosto do recovery nation justamente por propor um caminho "profundo", de reorientação de nossas energias, de nossas crenças. Propondo exercícios de auto observação que nos ajudam a entender onde as coisas estão circulando do modo errado. Mas enfim, eu acho que você já tem informação suficiente, de modo geral. 

Você disse que não pode passar um momento só que se sabota. Eu te digo que o dia que você conseguir ficar só e se sentir muito bem, em paz mesmo, a compulsão vai estar mais ou menos controlada, e você finalmente vai estar nutrido de si mesmo. 

Temos que nos nutrir de nós mesmos, Gardenzio. Todos os dias. Conforme o tempo passa, eu vou experimentando mais e mais essa verdade. Isso é REALMENTE VERDADE. Eu diria até mesmo, indo um pouco longe, que a maior parte dos problemas e mazelas emocionais que existem por aí se dão exatamente por conta disso. Por auto abandono, digamos assim, desnutrição e negação das coisas básicas que temos dentro de nós, e que muito comumente, ignoramos. A verdade mesmo é que muitas vezes vivemos à mingua, na miséria emocional e não nos damos conta de que o amor, a paz e a segurança que tanto buscamos fluem principalmente, de dentro de nós mesmos. Isso só é possível de se perceber na solidão, e em um estado calmo, passivo, e livre de preocupações. Estou falando da minha experiência pessoal, mas talvez se encaixe na sua.

"Ler o e-book ajuda, mas não é tudo; orar ajuda mas não é tudo; fazer exercício ajuda mas não é tudo. Por isso confundo-me: que mais tenho que fazer, ó céus?"

Eis uma possível resposta para esse problema que parece te afligir:

1 - o auto desenvolvimento envolve TODAS as partes e camadas da sua vida. E também, por quantos mais lados você puder atacar, melhor! No entanto, convém não perder o foco. Afinal, temos que fazer as coisas bem feitas e sólidas. Acho que o importante mesmo é a CONSTÂNCIA. A constância que cria a força.

2 - TER PACIÊNCIA. Sim, muita paciência mesmo, pois nossa parte emocional e espiritual cresce LENTAMENTE. Não tem como escapar disso.

3 - Ter uma rotina ou um hábito de investigação mental. De auto observação - das próprias emoções, por exemplo. Pode chamar de meditação, de reflexão, do que for, mas minha experiência me diz que isso é uma das coisas mais importantes pra esse processo. Se você conseguir fazer isso 10 minutos todos os dias, já vai notar um benefício absurdo depois de um tempo (lembre-se que plantamos as coisas hoje, pra colher só daqui a um tempo, por isso a PACIÊNCIA).

Eu acho, realmente, que você está no caminho certo. 

Se você conseguir entrar em um estado calmo e passivo, absolutamente despreocupado, e fizer essas perguntas pra você mesmo, com certeza encontrará resposta. Perceba que nós aqui sempre ajudamos uns aos outros, mas a quem cabe a nossa batalha, a não ser a nós mesmos? Na hora de agir, ou até de recair mesmo, não estamos sozinhos? Percebe como todos os conselhos e dicas precisam ser incorporados, absorvidos pela parte mais profunda do nosso ser, para que tenham algum valor? Se não, são só palavras ao vento, Gardenzio.

No mais, eu consigo sentir a autenticidade, o propósito, a nobreza de sua busca. Por isso eu digo que está no caminho certo. Quem procura acha, afinal. E você não terá paz enquanto a resposta não vier - o que é um incentivo para que continue sempre buscando.

Enfim.

Você disse que há muito a mudar.

Sim, é exatamente isso. Há muito a ser feito.

Para isso, três coisas: 1) Paciência consigo mesmo, com os processos, com o entendimento  2) Constância - essa é verdadeiramente a chave do sucesso!  3) uma rotina de meditação/reflexão, chame como quiser.

Terapia pode ser uma boa, no entanto, pense em terapia como uma coisa ampla. Não falo necessariamente de um psicólogo. E mesmo na psicologia, existem 1001 abordagens diferentes. Talvez você se encontre muito mais em uma linha do que em outra. Terapia pode ser até um esporte. Uma prática artística. Jardinagem. Sei lá. Existem muitos modos, abordagens e práticas diferentes para o processo terapêutico. Você está certo de que a vontade principal deve partir sempre da gente. Se essa vontade existir, e você puder ser auxiliado por um bom profissional, com uma abordagem e visão de mundo que seja coerente com quem você é, iria auxiliar bastante no processo.

Por fim, a busca é sempre nossa, Gardenzio. Sempre. 

É o que eu costumo dizer: estamos com a gente todos os dias. Quando nos deitamos na cama, estamos com a gente. Tudo recai e pesa sobre a gente. Nós somos responsáveis por a gente. Nós devemos nos cuidar. Nós devemos agir. Nós devemos ir atrás de alimento, ou atrás de qualquer outra necessidade que tenhamos. No final das contas é isso: somos nós com a gente mesmo. É sempre isso.

Quanto antes isso for entendido, aceito, e compreendido a fundo, melhor. É o que eu penso. Posso estar até equivocado - me digam, se há algo errado nesse pensamento - mas é a isso que me leva as minhas conclusões.

Vai no um dia de cada vez, tendo a plena certeza de que sim, você vencerá, pois é um rebooter dedicado, esforçado, com pleno conhecimento e plena força.

Excelente reboot pra você.

Fala meu nobre vierkenes! Caracas, agradeço mais uma vez suas palavras. Realmente me ajudaram muito e me fizeram refletir. Aliás, tenho que reler teus comentários aqui Wink

Man, e obrigado por lembrar do reboot nation. É verdade que eu publiquei o site aqui de há muito, mas não cheguei a acessá-lo profundamente. Mas, realmente, lá tem muita coisa, muita coisa inclusive que ainda não vi.

"A verdade mesmo é que muitas vezes vivemos à mingua, na miséria emocional e não nos damos conta de que o amor, a paz e a segurança que tanto buscamos fluem principalmente, de dentro de nós mesmos. Isso só é possível de se perceber na solidão, e em um estado calmo, passivo, e livre de preocupações. Estou falando da minha experiência pessoal, mas talvez se encaixe na sua."

Show de bola, mano. Sim, é verdade. Pior (ou melhor) é que eu já pude viver um pouco com essa tranquilidade da alma; ao estar sozinho, encontrava-me comigo mesmo, e era sensacional. E não estou falando nada de espiritual, por exemplo kk Simplesmente saber aproveitar o tempo consigo à sós, observando os pensamentos, ajustando os entendimentos. E ontem estava no contrário disso, sendo o tempo todo bombardeado pelo desejo carnal que tirava minha paz de espírito.

Guardarei comigo as três recomendações: (1) paciência, (2) constância, (3) rotina de meditação.

Grande abraço, meu nobre!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1806
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

Ontem à(s) 14:06
Kaneki escreveu: Olá amigo, tenta levar a vida de uma forma mais leve; tem como divertir até mesmo fazendo o reboot, não se cobre tanto começa fazendo o que você pode e com um tempo vai melhorando a disciplina; Vamos sair dessa, tenho ctza abraços.

Fala meu nobre Kaneki! Obrigado pelas forças, mano. Sim, é algo que procurarei mais fazer: levar a vida com mais leveza. É importante demais também, sempre buscando o equilíbrio. Tmj meu bom.

Justiceiro do Sertão escreveu:

Honrado Gardenzio Angelone, imagino pelo que deve estar passando. Eu também já vivi circunstâncias parecidas.

Quando se é viciado, tudo joga contra, a mente se torna um inferno e sair dele não é nada fácil. Estou aqui na torcida para que lute e se supere. Sempre que posso, leio seus textos e percebo que é alguém comprometido. Capaz de respirar novos ares. Vá criando hábitos mesmo, arranjando uma coisa de cada vez, a mudança é sim possível.

Vai daqui meu abraço e minha torcida.

Fala meu nobre Justiceiro! Obrigado pelas palavras, mano. Sim, é verdade cara; não que seja impossível, mas realmente não é simples lidar com o vício em PMO. Ele tb tem algumas particularidades que fazem dele muito ruim. Aliás, vício nenhum é bom. Mas seguirei buscando melhores entendimento.

Grande abraço, bro, tmj!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1806
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

Ontem à(s) 18:36
Hoje ainda é sexta, mas bate-me o tédio.

Acho que escrever liberta um pouco, e já li um pouco hoje do blog que gosto de ler. Esse blog ajuda muito.

Pois bem, observo meus cães e os admiro. Os observo e acho formidável a relação que um Homo Sapiens pode ter com os canis lupus familiaris, parente relativamente próximo do lobo selvagem. Até mesmo gosto de assistir documentários sobre os lobos, pois os acho bonitos e um animal muito curioso.

Interessante porque diariamente tomo o cuidado do não transformar os meus cães em pessoas, à despeito da proximidade emocional que tenho com eles e da leitura corporal que faço deles, como se eles quisessem me falar algo fazendo-me com o corpo deles. Acho formidável...

Moro num apartamento e, por bem ou por mal, acaba que eles não tem uma liberdade completa se vivêssemos, por exemplo, numa casa ou num sítio. Num sítio, por exemplo, eles teriam mais liberdade para colocarem para fora o extinto caçador, protetor ou de pastoreio, por exemplo, mas tento equilibrar essa ausência com a ida ao parque com os cães.

Interessante que de há muito o cão sempre esteve ao lado do Homo Sapiens, fazendo-se como um ombro amigo para os momentos de glória e momentos de tristeza do Homem. Em qualquer que fosse o momento, o cão sempre esteve e está ali, para ajudar o Homem. Agora entendo com a vida o porquê de chamarem o cão de verdadeiro amigo do homem, pois é o que o cão de fato é.

Quisera você também ter essa mesma magnífica experiência.

Por isso, não me arrependo e não vejo o que perco ao ter que cuidar dos meus 2 cães, pois vejo muito mais ganhos do que perdas. E não preciso nem falar que a minha 2 cachorra é um verdadeiro presente que, além de verdadeira amiga e companheira, não me dar quase nenhum gasto. Quero mais o que da vida? kk

Olho para o meu mais velho e, hoje mesmo tentando adestrá-lo, pensava: "hmm, mas ele não está velho demais para ser adestrado?", com o que retruquei: "até o último pulsar do seu coração o meu poodle tem o direito de poder aprender algo novo na vida dele".

Sim, eu sei. É só um cachorro. São animais que, apesar de irracionais, são demasiado inteligentes. E é isso que admiro na Criação. "Como seres irracionais como os cachorros, por exemplo, podem ser tão inteligentes?".

E é tão curioso ter que admirar os animais de raças diferentes da nossa, quando teríamos a oportunidade de admirar os nossos semelhantes. Mas parece-me que esses nos desiludem com tanta frequência que é mais fácil admirar esses outros animais a admirar aqueles da nossa mesma espécie.

Estudando um pouco sobre adestramento canino fui percebendo o quanto o laço entre cachorro e dono pode ser estreitado, e o quanto o cachorro pode tornar a vida do homem melhor, seja apenas na companhia, seja na proteção (cães de guarda), seja na caça (cães caçadores), seja no pastoreio.

Apesar de a vida urbana não permitir tanta contemplação da natureza, quando me sobra tempo, procuro admirar a Criação, seja figurando na mente seja olhando-a com meus próprios olhos, quando surge a oportunidade. Os cavalos, os golfinhos, os macacos, os saguis, os pássaros, tudo é belo na natureza. E à nós cabe conservá-la, cientes de que tudo isso é nosso, e é nosso dever cuidar.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Gardenzio Angelone
Gardenzio Angelone
Mensagens : 1806
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Pernambuco

Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora! - Página 31 Empty Re: Diário do Gardenzio, ilCapo - O novo se constrói agora!

Hoje à(s) 19:35
27.11.2021

E aí, senhores. 'Bonasera'.

Hoje vai ser um relato breve.

Acordei-me, comi alguma coisa, fui à praça, treinei um pouco. Voltei da praça, tomei café da manhã. Terminei o café da manhã e fui ao parque com os cães. Voltei era por volta da 10h40, depois fui fazer algumas tarefas pontuais, de modo que não produzi nada durante a manhã.

À tarde fui fazer algumas coisas básicas e li um pouco mais do blog "a mente é maravilhosa".

No mais, é isso.

Fazer mais do que falar, e não ter medo de errar. Na vida precisamos sempre estar dispostos a nos arriscar, e a pior coisa que pode acontecer das nossas decisões são aprendizados de vida.

Até logo menos, senhores.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

[email protected]



Ir para o topo
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos