Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

+58
likemike
LUCAS CAESAR
Christopher Moltisanti
Diácono Lucas
Vencedor disciplinado
rlutador
Marverick
Justiceiro do Sertão
Joseph
Gabriel TMP(Warrior)
Druidzin
Guilherme96
marlolo2021
Sr. Miranha
Progresso
chopin
The Rorschach
Kaneki
ironmaiden2244
Edm
Dead
Mr. Oveercool
PILGRIM
JovemRenascido
John Fersil
SheldonCooper94
Randy
José2020
I Will Resurface!
NogueiraJ
Gracinha
Ronann
@_Luan
Fuzion
BIXOSO
Unforgiven
Deco
ViníciusB
ShikamaruNara
Oestudante
vierkenes
Red Angus
Rust
Jonas
Linus
Marcus Aurelius
CavaleiroDaLua
Bradock96
LuckyTheWolf
Optimus Prime
Barão Vermelho
RousseauStrong
Drew
Umcaralegal
Peter Parker
Harvey
Firenze
Gardenzio
62 participantes
Ir para baixo
Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

1/3/2022, 13:30
Cara, percebi uma coisa que me fez refletir agora. Vou tentar falar sem pudores, para não ficar com frescura. Sei que sou humano e erro, acerto, vivo e tenho minhas particularidades. Então não há motivos para ficar com subterfúgios.

A parada é simples. Ou vai ou racha.

Bom, não é que esse entendimento que levantarei em seguida será a solução da minha vida, ou a fórmula mágica para um reboot perfeito. Nops, mas é um caminho a mais.

A parada é o Instagram.

Em janeiro minha ex veio começar a falar comigo. Eu já percebia que era cilada, mas deixei seguir o baile. Conversa vai, conversa vem, e conversávamos todo final de semana, praticamente. No início de dezembro com menos frequência, mas em janeiro intensificou-se mais.

Bom, estava mais claro que a luz do sol do meio dia que ela estava mandando indicativos de interesse. Se eram simulados ou verídicos, é outra história, mas que eram sinais de interesse, yes, they were. Sentia algo dentro dizendo-me: "é uma cilada, bino", mas não ouvi minha voz interior. Segui o baile. Para poupar de detalhes desnecessários, ela me disse que eu entendi errado kkkk  "Foi impressão minha". Tenho que achar graça mesmo kkk

Perceba, mulheres fazem isto: fazem uma coisa, dizem outra. Ou ela vai lhe dizer que te ama, gosta de você, quer estar contigo, mas nas ações ela age como se não gostasse de você (sai sozinha 'cazamiga', dar um frio em você, some do nada, e outras artimanhas), vou vai dar todos os indicativos de alguém que está interessado e - a depender realmente do interesse dela - vai dizer que você entendeu errado. Já ouviu falar em manipulação? Voilà.

[Ps.: para toda regra existe uma exceção, e em momento algum disse que todas as mulheres fazem isso. Algumas não fazem mesmo. Outras fazem sim, não por maldade mas para te testar. Outras fazem descaradamente mesmo, por maldade e porque não possuem caráter]

Maaaas, ela tem razão, eu entendi errado mesmo. Errei porque dei corda desde o início, e não cortei. Dei corda. "Bobinho..."

Voltar para ex é mais ou menos o seguinte: você vai querer vender seu carro, aí em algum momento alguém vai comprar; aí alguém vai usar; aí depois esse alguém não vai querer mais o seu carro (que não é mais seu, é dele, mas agora também não é mais dele, porque ele vai revender o seu carro, e o seu "ex-carro" está na loja para ser comprado por outro alguém). Aí você - que talvez tenha andado a pé ou andado de moto, de bike, ou comprado um carro mais novo, ou mais moderno ou um carro diferente, que seja - olha seu "ex-carro", já usado e desgastado, e decide: "vou comprar ele de novo". Vai comprar pelo mesmo preço? Nops. Você vai comprar ele no mesmo estado que decidiu colocá-lo para venda? Nops. E para piorar seu ex-carro vai estar mais usado, mais velho, e provavelmente com mais problemas mecânicos. A menos que você tenha muita sorte de que o antigo usuário do seu ex-carro tenha sido um cara dedicado. Mas pelo menos com um problema ínfimo ele vai voltar, nem que seja para trocar um fusível, um farol velho por um novo, trocar a caixa de marcha; alguma coisa tu vai ter que dar uma consertada.

Pqp, a analogia é muito boa e didática kkk

Enfim, isso para dizer que preferi abrir mão da saúde do meu reboot e de minha vida (o que significava estar longe do instagram para evitar gatilhos e tirar o foco dos meus objetivos e do meu reboot), para ficar de conversa afiada com uma boyzinha. Não estou dizendo para você evitar mulheres; o ponto não é esse. Se você quer e tem uma menina em mente, vá em frente. Só que isso vai depender um pouco também do período em que você se encontrar.

No meu caso particular, eu não estou com muita cabeça para isso no momento. Estou - deveria estar e estarei novamente - focado em estudar, e não em me relacionar. O foco do momento deveria ser o reboot, até pelo motivo de eu querer ter um relacionamento saudável com uma mulher mais na frente. O foco deve ser eu melhorar enquanto pessoa, o que estava sentindo nos últimos 14 dias de reboot. Estava melhorando-me, sentindo-me mais sociável, mais aberto às pessoas. Continuemos com essa pegada, e isso é uma das coisas que me motivará a seguir em frente. Além do meu propósito com os estudos.

Com a desculpa de me atualizar sobre o conflito Rússia Ucrânia, que é inclusive assunto do qual gosto muito de estudar, optei por ficar vendo a televisão à noite, depois de voltar da aula de dança. Curioso que a invasão russa iniciou-se justamente na última quinta-feira, quando eu já estava com uns 9 dias de reboot e seguindo relativamente livre de gatilhos. Somando-se à insônia, tinha uma excelente desculpa para ligar a TV de madrugada e ficar "vendo noticiários". Por bem ou por mal, a escolha que eu fiz não foi virar analista de guerra (infelizmente), e preciso voltar à minha vida de pé no chão. Quem sabe mais na frente eu não tenha tempo e recursos para aproveitar realmente aquilo que eu gosto; mas no HOJE eu preciso pensar com mais praticidade para resolver minha vida.

Portanto, maninho, espero que consigas aprender. Instagram e reboot são duas palavras que não combinam. Para mim pelo menos. É como brincar com fogo e não querer se queimar. Você pode até ser muito hábil com o fogo, mas a queimadura está iminente. Melhor forma para não se queimar? Não brincar com fogo. Só que eu queria ficar brincando com fogo. Vamos aprender de uma vez por todas, bro.

Desligue a tomada da TV sempre. Busque orar um pouco mais, nem que seja ler a Bíblia por 5 min. E cuide de sua insônia e ansiedade, para que elas não fujam do controle.

Siga, não desista nunca. Há sempre uma esperança. Aprenda mesmo com os erros, e não ceda às tentações.

Fazer o reboot não significa necessariamente que você nunca mais vai ser tentado. Mas seu propósito de vida, sua nova vida, seus novos hábitos te mostrarão que o "prazer" que você tem com uma sessãozinha de PMO não chegam nem perto da plenitude de viver uma vida limpa.

Sigamos.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Kaneki, Rottweiler, NogueiraJ e Yusuke Urammeshi gostam desta mensagem

Justiceiro do Sertão
Justiceiro do Sertão
Mensagens : 2340
Data de inscrição : 13/09/2014
Idade : 30

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

1/3/2022, 20:16
Gardenzio escreveu:Cara, percebi uma coisa que me fez refletir agora. Vou tentar falar sem pudores, para não ficar com frescura. Sei que sou humano e erro, acerto, vivo e tenho minhas particularidades. Então não há motivos para ficar com subterfúgios.

A parada é simples. Ou vai ou racha.

Bom, não é que esse entendimento que levantarei em seguida será a solução da minha vida, ou a fórmula mágica para um reboot perfeito. Nops, mas é um caminho a mais.

A parada é o Instagram.

Em janeiro minha ex veio começar a falar comigo. Eu já percebia que era cilada, mas deixei seguir o baile. Conversa vai, conversa vem, e conversávamos todo final de semana, praticamente. No início de dezembro com menos frequência, mas em janeiro intensificou-se mais.

Bom, estava mais claro que a luz do sol do meio dia que ela estava mandando indicativos de interesse. Se eram simulados ou verídicos, é outra história, mas que eram sinais de interesse, yes, they were. Sentia algo dentro dizendo-me: "é uma cilada, bino", mas não ouvi minha voz interior. Segui o baile. Para poupar de detalhes desnecessários, ela me disse que eu entendi errado kkkk  "Foi impressão minha". Tenho que achar graça mesmo kkk

Perceba, mulheres fazem isto: fazem uma coisa, dizem outra. Ou ela vai lhe dizer que te ama, gosta de você, quer estar contigo, mas nas ações ela age como se não gostasse de você (sai sozinha 'cazamiga', dar um frio em você, some do nada, e outras artimanhas), vou vai dar todos os indicativos de alguém que está interessado e - a depender realmente do interesse dela - vai dizer que você entendeu errado. Já ouviu falar em manipulação? Voilà.

[Ps.: para toda regra existe uma exceção, e em momento algum disse que todas as mulheres fazem isso. Algumas não fazem mesmo. Outras fazem sim, não por maldade mas para te testar. Outras fazem descaradamente mesmo, por maldade e porque não possuem caráter]

Maaaas, ela tem razão, eu entendi errado mesmo. Errei porque dei corda desde o início, e não cortei. Dei corda. "Bobinho..."

Voltar para ex é mais ou menos o seguinte: você vai querer vender seu carro, aí em algum momento alguém vai comprar; aí alguém vai usar; aí depois esse alguém não vai querer mais o seu carro (que não é mais seu, é dele, mas agora também não é mais dele, porque ele vai revender o seu carro, e o seu "ex-carro" está na loja para ser comprado por outro alguém). Aí você - que talvez tenha andado a pé ou andado de moto, de bike, ou comprado um carro mais novo, ou mais moderno ou um carro diferente, que seja - olha seu "ex-carro", já usado e desgastado, e decide: "vou comprar ele de novo". Vai comprar pelo mesmo preço? Nops. Você vai comprar ele no mesmo estado que decidiu colocá-lo para venda? Nops. E para piorar seu ex-carro vai estar mais usado, mais velho, e provavelmente com mais problemas mecânicos. A menos que você tenha muita sorte de que o antigo usuário do seu ex-carro tenha sido um cara dedicado. Mas pelo menos com um problema ínfimo ele vai voltar, nem que seja para trocar um fusível, um farol velho por um novo, trocar a caixa de marcha; alguma coisa tu vai ter que dar uma consertada.

Pqp, a analogia é muito boa e didática kkk

Enfim, isso para dizer que preferi abrir mão da saúde do meu reboot e de minha vida (o que significava estar longe do instagram para evitar gatilhos e tirar o foco dos meus objetivos e do meu reboot), para ficar de conversa afiada com uma boyzinha. Não estou dizendo para você evitar mulheres; o ponto não é esse. Se você quer e tem uma menina em mente, vá em frente. Só que isso vai depender um pouco também do período em que você se encontrar.

No meu caso particular, eu não estou com muita cabeça para isso no momento. Estou - deveria estar e estarei novamente - focado em estudar, e não em me relacionar. O foco do momento deveria ser o reboot, até pelo motivo de eu querer ter um relacionamento saudável com uma mulher mais na frente. O foco deve ser eu melhorar enquanto pessoa, o que estava sentindo nos últimos 14 dias de reboot. Estava melhorando-me, sentindo-me mais sociável, mais aberto às pessoas. Continuemos com essa pegada, e isso é uma das coisas que me motivará a seguir em frente. Além do meu propósito com os estudos.

Com a desculpa de me atualizar sobre o conflito Rússia Ucrânia, que é inclusive assunto do qual gosto muito de estudar, optei por ficar vendo a televisão à noite, depois de voltar da aula de dança. Curioso que a invasão russa iniciou-se justamente na última quinta-feira, quando eu já estava com uns 9 dias de reboot e seguindo relativamente livre de gatilhos. Somando-se à insônia, tinha uma excelente desculpa para ligar a TV de madrugada e ficar "vendo noticiários". Por bem ou por mal, a escolha que eu fiz não foi virar analista de guerra (infelizmente), e preciso voltar à minha vida de pé no chão. Quem sabe mais na frente eu não tenha tempo e recursos para aproveitar realmente aquilo que eu gosto; mas no HOJE eu preciso pensar com mais praticidade para resolver minha vida.

Portanto, maninho, espero que consigas aprender. Instagram e reboot são duas palavras que não combinam. Para mim pelo menos. É como brincar com fogo e não querer se queimar. Você pode até ser muito hábil com o fogo, mas a queimadura está iminente. Melhor forma para não se queimar? Não brincar com fogo. Só que eu queria ficar brincando com fogo. Vamos aprender de uma vez por todas, bro.

Desligue a tomada da TV sempre. Busque orar um pouco mais, nem que seja ler a Bíblia por 5 min. E cuide de sua insônia e ansiedade, para que elas não fujam do controle.

Siga, não desista nunca. Há sempre uma esperança. Aprenda mesmo com os erros, e não ceda às tentações.

Fazer o reboot não significa necessariamente que você nunca mais vai ser tentado. Mas seu propósito de vida, sua nova vida, seus novos hábitos te mostrarão que o "prazer" que você tem com uma sessãozinha de PMO não chegam nem perto da plenitude de viver uma vida limpa.

Sigamos.

Nobre Gardenzio, minhas saudações a você.

Realmente, muitas mulheres costumam ser terríveis mesmo. Já vivi umas experiências bastante desagradáveis, entendo aquilo pelo que você está passando. A natureza de muitas mulheres é algo que exige que sejamos, antes de tudo, adultos por excelência.

E isto se atinge investindo em si mesmo, como você mesmo andou dizendo. Devemos nos focar em nós próprios e, se aparecer uma oportunidade, analisarmos friamente se é válido investir ou não.

Força em sua luta. Minha torcida e vida limpa para você.

_______________________________________
No PMO since November 6th, 2018.
Win or die trying.

Gardenzio, Rottweiler e NogueiraJ gostam desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 241
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 21
Localização : Ceará

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

1/3/2022, 21:42
E aí Gardenzio! Tudo bem?

"Resolvi" aparecer 😬😅

Foi uma ótima decisão sua desinstalar o instagram. Eu fiz o mesmo há pouco mais de uma semana, mas por questão de mal uso do tempo mesmo (e até vício). Vi que muitas vezes, entre uma troca ou outra de aplicativos, eu me percebia (sem perceber) entrando no instagram. Isso me incomodou demais. Simplismente desinstalei e vida que segue.

Como você disse, o foco pra hoje é outro e o instagram não colabora com isso.

Continue firme na sua jornada brother! Torcendo aqui pelo seu sucesso!!

Gardenzio gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

2/3/2022, 10:40
02.03.2022, 10h41

Salve salve, senhores. Buon giorno.

Cara, domingo passado pedi para liberar o Instagram. Para que? Para perder o foco da minha vida. Preferi ter migalhas em internet do que realmente focar na minha vida, nos meus planos e nos meus objetivos. Mais uma vez, aprenda com seus erros e esteja focado em não repeti-los, mano, s-il vous plaît.

Ainda estou me recuperando, mas creio estar melhor. Observo que, realmente, preciso ter um apreço maior com minha mente, e agir em direção a obter mais sanidade mental. Não que eu esteja doente, mas dá pra melhorar.

Ontem percebi-me mais emotivo sem qualquer razão observável. Caminhava com minha cachorra, vi um menino no portão de uma casa, e me lembrei de quando era jovem. Não que eu tenha chorado, evidentemente, mas me lembrei de quando era jovem. Hoje lembrei-me de uma música que gosto e me fez ficar meio emotivo também ... kkk Não sei o motivo.

Às vezes queremos ser pedras, mas nos esquecemos que somos humanos. Às vezes vemos os soldados como uma rocha, e nos esquecemos (ou até eles mesmos se esquecem) que possuem emoções, que são humanos, e que infelizmente colocam-se contra o inimigo para se matar em nome de interesses que nem eles mesmos sabem direito. Ou acham que sabem, mas estão colocando suas vidas para defender o interesse de outra pessoa. Treine, lute, esteja preparado para a Guerra, mas que você nunca precise usar suas habilidades na prática, porque o resultado é só tragédia, tragédia, tragédia e mortes. Só. Não existe vitorioso em guerra.

Achei interessante, de toda forma. Um pirralho sempre gosta de falar com um cara mais velho, principalmente quando esse cara é gente fina. Tive a sorte de ter bons jovens ao meu redor, que eram gente fina e simpáticos. Hoje são tão adultos quanto eu, e eu preciso retribuir esse carinho aos novos que chegam.

Lembrei-me de um dia que eu estava meio chateado, e tinha ido para a aula de dança meio puto. Cheguei lá e, simplesmente com o sorriso genuíno de uma jovem mulher, consegui renovar minhas forças. Sério. Pode parecer exagero, mas às vezes não paramos para pensar que somente um sorriso despretensioso, uma palavra de conforto ou um simples abraço salva um dia ruim de alguém. Aprendi desde aquele dia que eu posso ser esse agente, e que posso trazer comigo o melhor que há em mim. Basta acessar isso.

Sabe. Às vezes a galera sai de casa, está chateado ou preso nos seus problemas, e tudo o que precisa é somente alguém para trocar umas ideias, nem que seja sobre qualquer coisa fútil do lugar ou qualquer coisa mais complexa para ambos.

Ontem, voltando de bike da aula, veio um motorista falar uma merda para cima de mim. Ele deve ter dito "seu otário" (e que bom que eu nem ouvi direito kkk) porque ficou na minha rota e não sabia se ia para esquerda ou direita; tava com a boysinha do lado. Estava tão bem comigo mesmo que pensei "vai na paz, amigão", e mandei um legal. Me estressar com um elemento que eu nem sei quem é? Tenho coisas mais nobres para ocupar a minha mente e espírito.

Portanto, meu jovem padauã, não se perca em negatividades de sua mente. Acesse o melhor que há em você. Foi assim que eu voltei da melhor viagem que fiz na minha vida, e aprendi a ser um ser humano melhor lá. Não deixarei me perder por um simples vacilo e por uma fraqueza pessoal. Temos que ser luz no meio de tantas trevas que há por aí.  

Ontem tomei um fitoterápico para dormir, e pelo visto me ajudou. Apesar de ser um fitoterápico e não um fármaco, sei que o problema em questão não é de ordem fisiológica, mas emocional. Controlar a ansiedade auxilia muito, afinal antes de eu só estar estudando eu não tinha insônia alguma e muito pelo contrário, acordava-me e dormia cedo sem dificuldades.

Vou procurar ajustar isso para seguir bem de forma geral. Graças a Jeová ontem treinei um pouco e pelo visto está tudo okay comigo. Só retomar à rotina e tudo ficará okay.

Ainda não refleti sobre continuar ou não no Krav. Cara, faz muito tempo que eu queria fazer isso, mas não sei ao certo se é o momento para ingressar ou se o problema é só questão de organização mesmo. Não estou conseguindo me acordar cedo, de modo que as aulas às 8h aos sábados estão sendo ruins para mim. Tem a opção de fazer segunda e quarta, e vou ver se funciona para mim também.

Queria só ajustar o sono, que para mim é essencial. Me faz muito bem acordar cedo, de modo que quero recuperar esse padrão.

No mais, senhores, seguirei. A vida sempre segue, o baile está seguindo e sigamos no ritmo da música.

Flws!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Rottweiler e @_Luan gostam desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

2/3/2022, 10:46
Justiceiro do Sertão escreveu:

Nobre Gardenzio, minhas saudações a você.

Realmente, muitas mulheres costumam ser terríveis mesmo. Já vivi umas experiências bastante desagradáveis, entendo aquilo pelo que você está passando. A natureza de muitas mulheres é algo que exige que sejamos, antes de tudo, adultos por excelência.

E isto se atinge investindo em si mesmo, como você mesmo andou dizendo. Devemos nos focar em nós próprios e, se aparecer uma oportunidade, analisarmos friamente se é válido investir ou não.

Força em sua luta. Minha torcida e vida limpa para você.

Salve salve Justiceiro! Obrigado pela força, meu querido. O foco precisa ser sempre em nós mesmos. Afinal não dá para seguir bem ou ajudar os outros se nós mesmos não estivermos bem.

Acho que todo acontecimento (com as mulheres ou com a vida de forma geral) é positivo, pois nos dá experiência de vida. Por isso, sigamos sempre Wink

Grande abraço meu bom!

NogueiraJ escreveu:E aí Gardenzio! Tudo bem?

"Resolvi" aparecer 😬😅

Foi uma ótima decisão sua desinstalar o instagram. Eu fiz o mesmo há pouco mais de uma semana, mas por questão de mal uso do tempo mesmo (e até vício). Vi que muitas vezes, entre uma troca ou outra de aplicativos, eu me percebia (sem perceber) entrando no instagram. Isso me incomodou demais. Simplismente desinstalei e vida que segue.

Como você disse, o foco pra hoje é outro e o instagram não colabora com isso.

Continue firme na sua jornada brother! Torcendo aqui pelo seu sucesso!!

Salve salve Nogueira! Bom vê-lo de volta, meu nobre.

É a melhor coisa a se fazer mesmo. O Instagram nos dá muita descarga de dopamina com os likes, com as visualizações, além de ser uma excelente fonte de perda de foco da vida, sobretudo para quem faz reboot (isso sem falar nos conteúdos "perigosos" que são derivados de P e que estão lá no instagram). Portanto, o melhor mesmo a se fazer é evitar e seguir mais tranquilo com a vida.

Obrigado pela força, e grande abraço!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Rottweiler, @_Luan e NogueiraJ gostam desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

2/3/2022, 10:55
Cara, não é que evitar todos os gatilhos do mundo vai te fazer ficar firme no experimento. Até porque cortar todos os gatilhos é algo praticamente impossível nos dias de hoje. TV, programas, séries, são cheias de gatilhos.

Agora, o que dá pra fazer é cortar ao máximo os gatilhos voluntários ou involuntários que vemos. Instagram é uma fonte perene de gatilhos que não são inofensivos. São ofensivos, sim, para quem faz o reboot, por isso é necessário ter cuidado.

Até lendo o diário de um algum reboot, vi um comentário que dizia que o foco deveria ser 100% no reboot e no reboot. Deixar todas as outras coisas de lado é o melhor que fazemos. Bom, de toda forma você deve observar o que funciona melhor para VOCÊ, mas creio que para mim essa estratégia funciona bem. Ter foco só no experimento, e evitar distrações com outras coisas. Alguns podem, porém, usar o relacionamento como motivação para seguir um reboot, mas aí vai depender das particularidades de cada um.

Tenho coisas deixando para depois, coisas acumuladas, que preciso colocar um ponto final e resolver-me nisso, ao invés de ficar sempre empurrando com a barriga.

É a vida, temos que aprender a lidar com ela.

No mais, senhores, seguirei.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Kaneki, @_Luan e NogueiraJ gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3414
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

2/3/2022, 11:11
Gardenzio escreveu:Cara, não é que evitar todos os gatilhos do mundo vai te fazer ficar firme no experimento. Até porque cortar todos os gatilhos é algo praticamente impossível nos dias de hoje. TV, programas, séries, são cheias de gatilhos.

Agora, o que dá pra fazer é cortar ao máximo os gatilhos voluntários ou involuntários que vemos. Instagram é uma fonte perene de gatilhos que não são inofensivos. São ofensivos, sim, para quem faz o reboot, por isso é necessário ter cuidado.

Até lendo o diário de um algum reboot, vi um comentário que dizia que o foco deveria ser 100% no reboot e no reboot. Deixar todas as outras coisas de lado é o melhor que fazemos. Bom, de toda forma você deve observar o que funciona melhor para VOCÊ, mas creio que para mim essa estratégia funciona bem. Ter foco só no experimento, e evitar distrações com outras coisas. Alguns podem, porém, usar o relacionamento como motivação para seguir um reboot, mas aí vai depender das particularidades de cada um.

Tenho coisas deixando para depois, coisas acumuladas, que preciso colocar um ponto final e resolver-me nisso, ao invés de ficar sempre empurrando com a barriga.

É a vida, temos que aprender a lidar com ela.

No mais, senhores, seguirei.
Bora pra frente amigo, abçs.

_______________________________________





METAS: SEM P: 140 DIAS // SEM M.O.: 3 DIAS

Meus Links:

Gardenzio, @_Luan e NogueiraJ gostam desta mensagem

@_Luan
@_Luan
Moderador
Moderador
Mensagens : 1074
Data de inscrição : 14/10/2020
Idade : 21
Localização : Paraíba

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

2/3/2022, 11:12
Achei interessante o que você disse sobre a guerra. Vejo a guerra como algo que não tem lógica alguma, pois sabemos que, de fato, não há vencedores em um conflito bélico de larga escala. Aquilo que vemos são as mortes e pessoas perdendo sua dignidade, liberdade, tranquilidade, é isso que é visível.

A Rússia(que é o país com maior poder bélico do mundo) invade outro país soberano, e fazendo isso vai contra o direito internacional e não é nada certo fazer isso. Não se sabe até onde esse conflito vai, uma vez que como é sabido: Se sabe como uma guerra começa, mais nunca como ela termina.
O risco de uma guerra nuclear existe sim, infelizmente. Não sabemos as verdadeiras intenções de quem começou o conflito. Os EUA dizem que haveria um desejo de uma volta gloriosa da União soviética, é preciso ser lembrado que os EUA alertaram para o ataque iminente, quando grande parte do mundo não acreditava. Por isso é algo imprevisível.

A pergunta que vem a cabeça nesse momento:

- como ficará o mundo depois desse conflito?

Infelizmente, não sabemos a resposta.
-

_______________________________________

Gardenzio e NogueiraJ gostam desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 241
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 21
Localização : Ceará

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

2/3/2022, 14:42
Gardenzio escreveu:Cara, não é que evitar todos os gatilhos do mundo vai te fazer ficar firme no experimento. Até porque cortar todos os gatilhos é algo praticamente impossível nos dias de hoje. TV, programas, séries, são cheias de gatilhos.

Agora, o que dá pra fazer é cortar ao máximo os gatilhos voluntários ou involuntários que vemos. Instagram é uma fonte perene de gatilhos que não são inofensivos. São ofensivos, sim, para quem faz o reboot, por isso é necessário ter cuidado.

Até lendo o diário de um algum reboot, vi um comentário que dizia que o foco deveria ser 100% no reboot e no reboot. Deixar todas as outras coisas de lado é o melhor que fazemos. Bom, de toda forma você deve observar o que funciona melhor para VOCÊ, mas creio que para mim essa estratégia funciona bem. Ter foco só no experimento, e evitar distrações com outras coisas. Alguns podem, porém, usar o relacionamento como motivação para seguir um reboot, mas aí vai depender das particularidades de cada um.

Tenho coisas deixando para depois, coisas acumuladas, que preciso colocar um ponto final e resolver-me nisso, ao invés de ficar sempre empurrando com a barriga.

É a vida, temos que aprender a lidar com ela.

No mais, senhores, seguirei.

Massa! Esse foco vai ajudar muito!! Espero que tenha sucesso nas suas questão não resolvidas! Wink

Estamos juntos, jovem!

Gardenzio e Yusuke Urammeshi gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3414
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

3/3/2022, 15:02
Gardenzio escreveu:Cara, não é que evitar todos os gatilhos do mundo vai te fazer ficar firme no experimento. Até porque cortar todos os gatilhos é algo praticamente impossível nos dias de hoje. TV, programas, séries, são cheias de gatilhos.

Agora, o que dá pra fazer é cortar ao máximo os gatilhos voluntários ou involuntários que vemos. Instagram é uma fonte perene de gatilhos que não são inofensivos. São ofensivos, sim, para quem faz o reboot, por isso é necessário ter cuidado.

Até lendo o diário de um algum reboot, vi um comentário que dizia que o foco deveria ser 100% no reboot e no reboot. Deixar todas as outras coisas de lado é o melhor que fazemos. Bom, de toda forma você deve observar o que funciona melhor para VOCÊ, mas creio que para mim essa estratégia funciona bem. Ter foco só no experimento, e evitar distrações com outras coisas. Alguns podem, porém, usar o relacionamento como motivação para seguir um reboot, mas aí vai depender das particularidades de cada um.

Tenho coisas deixando para depois, coisas acumuladas, que preciso colocar um ponto final e resolver-me nisso, ao invés de ficar sempre empurrando com a barriga.

É a vida, temos que aprender a lidar com ela.

No mais, senhores, seguirei.
Verdade amigo, por mais filtro que colocamos é realmente impossível ficar sem gatilhos.

_______________________________________





METAS: SEM P: 140 DIAS // SEM M.O.: 3 DIAS

Meus Links:

Gardenzio gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

4/3/2022, 12:37
@_Luan escreveu:Achei interessante o que você disse sobre a guerra. Vejo a guerra como algo que não tem lógica alguma, pois sabemos que, de fato, não há vencedores em um conflito bélico de larga escala. Aquilo que vemos são as mortes e pessoas perdendo sua dignidade, liberdade, tranquilidade, é isso que é visível.

 A Rússia(que é o país com maior poder bélico do mundo) invade outro país soberano, e fazendo isso vai contra o direito internacional e não é nada certo fazer isso. Não se sabe até onde esse conflito vai, uma vez que como é sabido: Se sabe como uma guerra começa, mais nunca como ela termina.  
 O risco de uma guerra nuclear existe sim, infelizmente. Não sabemos as verdadeiras intenções de quem começou o conflito. Os EUA dizem que haveria um desejo de uma volta gloriosa da União soviética, é preciso ser lembrado que os EUA alertaram para o ataque iminente, quando grande parte do mundo não acreditava. Por isso é algo imprevisível.

A pergunta que vem a cabeça nesse momento:

- como ficará o mundo depois desse conflito?

Infelizmente, não sabemos a resposta.
-

Salve Luan! Pois então, a Guerra só traz tristeza. Sou absolutamente contra a invasão da Rússia, mas há que se pensar também que os EUA já invadiram outros países (Iraque, Líbia e Síria, por exemplo) - também à contragosto de toda comunidade internacional - e ficou por isso mesmo. Putin é um psicopata pervertido com cara de réptil que persegue opositores políticos ou matando ou prendendo, mas me parece também que o presidente da Ucrânia não pensou muito bem ao querer fazer parte da OTAN. Poderia apenas aderir a UE e o baile seguiria.

Mas enfim, mano kkk São outras questões e, apesar de querer, vou evitar me estender por não ser esse o propósito do Fórum.

Só desejo que a humanidade consiga estar sempre em busca da Paz, e não da Guerra.

Grande abraço!

NogueiraJ escreveu: Massa! Esse foco vai ajudar muito!! Espero que tenha sucesso nas suas questão não resolvidas! Wink

Estamos juntos, jovem!

Salve Nogueira! Cara, sim, o foco é muito importante. Preciso restaurá-lo, recuperar o leme da vida e seguir com o experimento.

Abraço!

Kaneki escreveu:
Verdade amigo, por mais filtro que colocamos é realmente impossível ficar sem gatilhos.

Salve Kaneki. É verdade. É preciso fazer uma mudança de vida mesmo. Seguindo!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Kaneki gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

6/3/2022, 20:43
"Tenho andado distraído, impaciente e indeciso".

Mais ou menos isso. Não sei porque lembrei-me dessa música, pois há muito tempo que não escuto Legião Urbana. Mas voilà.

O que tenho refletido atualmente é mais sobre a felicidade. Já falei um pouco sobre isso aqui antes, mas esse tema pegou-me novamente enquanto eu ajeitava umas coisas aqui de casa hoje a noite. Refleti um pouco e fiquei colocando algumas ideias para fora para clarear a mente. E dentre os assuntos que vieram foi novamente a felicidade, algo que no mais íntimo todos nós procuramos e não sabemos como achar nem onde achar.

Mas mais uma vez tenho entendido que o único lugar que felicidade está é dentro de nós mesmos, e que precisamos acessá-la diariamente, se quisermos ser felizes.

A questão é que "vivemos esperando o dia em que seremos melhores, melhores no amor, melhores na dor, melhores em tudo" (outra música kk Jota Quest), e esperando e esperando e esse dia nunca chega. Vivemos imaginando nas nossas mentes o dia em que seremos mais felizes, mais alegres, que nossa vida fará sentido quando tivermos sucesso no business, quando passarmos naquela prova, quando nos casarmos, quando concluirmos a faculdade, quando arranjarmos um bom emprego, quando comprarmos uma casa, quando fazermos aquela viagem dos sonhos, e ao fim e ao cabo a felicidade que tanto colocamos no futuro nunca chega, sempre está naquela coisa que ainda não fizemos/temos/vivemos.

O ponto é que precisamos escolher ser felizes, independentemente de qualquer coisa que nos aconteça. É sobre ter uma atitude positiva perante a vida e perante todos os eventos que nos acontecem. É também sobre ressignificar nossa vida e encará-la sob uma perspectiva de um mindset positivo.

E essa escolha precisa ser renovada diariamente, mensalmente, anualmente, do contrário nos esquecemos de viver e passamos a adotar apenas um piloto automático.

No mais, é isso. Pensei que fosse escrever mais, mas ficarei por aqui por hoje.

Até a próxima, cavalheiros.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Kaneki e Rottweiler gostam desta mensagem

vierkenes
vierkenes
Mensagens : 911
Data de inscrição : 25/03/2016

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

8/3/2022, 11:53
Gostei do seu post. Curto e eficiente.

Também acredito que todos buscam a mesma coisa, no final das contas. "Felicidade" (entre aspas, pois o que eu quero realmente dizer não corresponde ao senso comum com que essa palavra é usada). Como cada pessoa tem um objetivo e uma tarefa diferente, a felicidade é diferente para cada um. Alguns podem querer morar no campo e levar uma vida simples. Outros podem ter grandes ambições, precisam trabalhar muito e ter uma base financeira boa. Uns ficam ótimos sozinhos, outros se dedicam à família. Pra alguns, a vida profissional é um desafio, pra outros, a sentimental. E por aí vai.

Minha conclusão pessoal é que não interessa o quanto coloquemos essa "felicidade" em coisas externas, nunca vai dar certo. A enchente derruba a casa. Namoradas rompem com seus parceiros, isso quando não simplesmente somem ou algo do tipo. Pode-se ser demitido do emprego. Pode até acontecer algum problema com o governo, vai que confiscam nosso dinheiro, como fizeram na década de 90.

Você disse que não sabemos como achar...mas depois disse que está dentro de nós mesmos. É, está dentro de nós mesmos. É algo que deve ser descoberto, trilhado, desencavado, vivido e experimentado POR CONTA PRÓPRIA.

Já houve gente de alto nível nesse mundo, que deixou para nós um grande legado em conhecimento. As técnicas e ferramentas estão aí. Cada um escolhe a que melhor lhe couber. Eu tenho a minha. Existem conhecimentos, métodos e meios para todos os gostos. Essa é que é a verdade. Sabe, talvez nem todos tenham acesso à essas coisas, isso é bem verdade, mas acho que quem busca, acaba encontrando. Sei lá.

Isso do trabalho diário É TOTALMENTE VERÍDIDO - na minha opinião, é claro. Eu concordo com você. Nós temos a tendência de esquecer das coisas essenciais.

Pra mim, a chave está no AUTO CONHECIMENTO. Porque se você tem auto conhecimento, chapa....sinceramente? Você tem TUDO.

Eu acho que o grande problema é que esse processo de auto análise não é prazeroso.

Não gostamos do que vemos no espelho.

Culpamos os outros por nossas mazelas, quando  nós mesmos deveríamos estar construindo a nossa vida.

Em suma, há uma parte de nós que não quer se conhecer. Por ser mais fácil e confortável viver no piloto automático. Claro! Desse modo, eu posso sempre estar culpando os meus pais (por exemplo) pelas minhas mazelas. Quando eles sequer estão aqui, e quando eu mesmo não estou trabalhando para me resolver e me sentir melhor!

O auto conhecimento não é prazeroso. Realmente não é. Muitas vezes certas descobertas que fazemos sobre nós mesmos doem como uma facada. Eu tive um insight dia desses. A primeira coisa que fui fazer foi beber, porque eu não aguentei a dor de ver o que eu mesmo fiz com a minha vida.

O pior de tudo é ver que no fundo, em 99% dos casos, NÓS MESMOS CAVAMOS NOSSA SEPULTURA. Isso é foda.

Não interessa se foram escolhas conscientes ou inconscientes. De boas intenções, o inferno está cheio. Consciente ou inconscientemente, o preço que se paga pelas ações são exatamente os mesmos. Eu posso me drogar e ter uma amnésia, não lembrar de nada do que aconteceu, e ferrar com a vida de alguém. Ninguém vai querer saber se eu lembro ou não. Se foi por querer ou sem querer.  Ferrei com a vida da pessoa. Eis o fato.

Sobre isso de atitude positiva, todos as coisas que nos acontecem PODEM servir de aprendizado, para quem estiver DISPOSTO A OLHAR COM PROFUNDIDADE. Claro que isso é BEM DIFÍCIL, a depender do caso. Mas é POSSÍVEL. Eu posso dar um exemplo PRÁTICO disso.

A um tempo atrás eu morei com uma menina. Sabem, ela deu dez mil sinais de que era pilantra e desonesta (olha só como a gente realmente não quer ver! Ou não consegue! Porra, isso é foda!! Só esse detalhe já me auto responsabiliza totalmente!!!). No entanto eu continuei morando com ela. A de contar o fato de que essa mulher tem um perfil manipulador. Ela já se chegou a dizer que ia se matar, por exemplo, se eu não fizesse tais e tais coisas. Começou a gritar, tomou até uns comprimidos com vodka e ficou caída. Tudo cena!!

Pois bem, em um momento eu consegui me livrar dela. Porém, as mágoas permaneceram por bastante tempo. Afinal, ela me prejudicou MUITO MESMO, como vocês podem imaginar. (na verdade, na verdade mesmo, EU me permiti ser enganado e prejudicado! Dói um bocado concluir essas coisas!).

Mágoa e ressentimento vai na contramão da "felicidade". Todos sabemos que são sentimentos tóxicos, venenosos. Isso deprime, danifica as células, diminui até mesmo o funcionamento do sistema imunológico. É como tomar um copo de veneno esperando que o outro vá morrer. Isso leva até à pornografia amigos. Eu já disse como uma vida emocional adoecida é uma base para o vício em pornografia. Falo sempre essas coisas. Acho que isso é algo realmente básico para um reboot bem feito.

Pois bem, para ser "feliz", é necessário se livrar dos maus sentimentos. Isso aí ninguém tem dúvidas. Impossível ser "feliz" com o peito cheio de ódio, amargura, ressentimento ou quaisquer outros desses sentimentos "negativos".

Qual a solução então?

Olhar PARA DENTRO. PARA MIM. Esquecer ela. Esquecer o que ela me fez. Ela já está bem longe. A vida é minha. Ela não vive a minha vida por mim. Não paga nada pra mim. Não vai malhar por mim. Não esta aqui me perturbando. O problema É COMIGO, POIS SÓ EU ESTOU AQUI AGORA.

Adentrando nisso, eu entendi muitas coisas....

Antes de continuar, devo dizer que isso NÃO É NADA FÁCIL, A VONTADE É SEMPRE DE RECUAR, E DE CULPAR SEMPRE OS OUTROS, isso quando a vontade não é simplesmente de consumir porn, haja visto o estrago que essa relação me causou.

Pois bem, avançando a muito custo - uma verdadeira luta mesmo! - eu entendi algumas coisas...

Eu entendi que eu não fui firme o suficiente.

Que eu não tive força de vontade o suficiente. Um pulso firme, por assim dizer.

Se eu tivesse dito algumas palavras pra ela, teria resolvido tudo BEM ANTES. E vejam que eu nem mesmo precisava ser agressivo ou coisa do tipo. Não, não mesmo. Era só falar a coisa certa.

Percebi que durante boa parte do tempo em que morei com ela EU ESTAVA ME IGNORANDO.

Estava ignorando o que eu sentia.

Sabem, até a carência emocional entra nesse jogo. Dizem que "antes só do que mal acompanhado", mas naquele momento, eu optei por estar em péssima companhia. Ao invés de estar sozinho.

Indo mais fundo ainda, eu entendi que eu tinha uma necessidade de "parecer" bom e gentil.

Mas ser bom e gentil em ações, de forma DESCONECTADA das reais intenções ou motivações, com certeza vai resultar em sérios problemas, meus amigos.

Percebam QUANTA COISA SOBRE MIM MESMO EU APRENDI através dessa experiência, que a mim causou bastante desgosto e raiva.

Acaba que no final das contas, eu SAI MAIS RICO, COM MAIS CONHECIMENTO SOBRE MIM MESMO.

Imaginem se eu estivesse até hoje xingando ela internamente. Achando que ela destruiu a minha vida. Sem buscar entender essas coisas que eu falei acima.

Auto conhecimento é isso, amigos. Acho que é um excelente caminho para a "felicidade".

Só não digo que é fácil. Porque não é. E nossa tendência geralmente vai ser até oposta à isso. Dai o hábito diário. Para fortalecer o propósito. Qualquer coisa que se faça todos os dias, vai adquirir um poder enorme com o passar do tempo. Até o porn que a gente consumiu. Só se tornou tão poderoso em nossas vidas, porque consumimos isso por vários anos, provavelmente todos os dias. Então, o lance de nascer de novo com a manhã é realmente o caminho para tornar as coisas sólidas.

Só quis deixar uma contribuição, caro Gardenzio. Vai que é útil pra alguém.

Excelente reboot pra você.

_______________________________________

Gardenzio gosta desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3414
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

9/3/2022, 19:03
Gardenzio escreveu:"Tenho andado distraído, impaciente e indeciso".

Mais ou menos isso. Não sei porque lembrei-me dessa música, pois há muito tempo que não escuto Legião Urbana. Mas voilà.

O que tenho refletido atualmente é mais sobre a felicidade. Já falei um pouco sobre isso aqui antes, mas esse tema pegou-me novamente enquanto eu ajeitava umas coisas aqui de casa hoje a noite. Refleti um pouco e fiquei colocando algumas ideias para fora para clarear a mente. E dentre os assuntos que vieram foi novamente a felicidade, algo que no mais íntimo todos nós procuramos e não sabemos como achar nem onde achar.

Mas mais uma vez tenho entendido que o único lugar que felicidade está é dentro de nós mesmos, e que precisamos acessá-la diariamente, se quisermos ser felizes.

A questão é que "vivemos esperando o dia em que seremos melhores, melhores no amor, melhores na dor, melhores em tudo" (outra música kk Jota Quest), e esperando e esperando e esse dia nunca chega. Vivemos imaginando nas nossas mentes o dia em que seremos mais felizes, mais alegres, que nossa vida fará sentido quando tivermos sucesso no business, quando passarmos naquela prova, quando nos casarmos, quando concluirmos a faculdade, quando arranjarmos um bom emprego, quando comprarmos uma casa, quando fazermos aquela viagem dos sonhos, e ao fim e ao cabo a felicidade que tanto colocamos no futuro nunca chega, sempre está naquela coisa que ainda não fizemos/temos/vivemos.

O ponto é que precisamos escolher ser felizes, independentemente de qualquer coisa que nos aconteça. É sobre ter uma atitude positiva perante a vida e perante todos os eventos que nos acontecem. É também sobre ressignificar nossa vida e encará-la sob uma perspectiva de um mindset positivo.

E essa escolha precisa ser renovada diariamente, mensalmente, anualmente, do contrário nos esquecemos de viver e passamos a adotar apenas um piloto automático.

No mais, é isso. Pensei que fosse escrever mais, mas ficarei por aqui por hoje.

Até a próxima, cavalheiros.
Eai amigo como está as coisas? bora pra frente chegar nessa primeira semana, abçs.

_______________________________________





METAS: SEM P: 140 DIAS // SEM M.O.: 3 DIAS

Meus Links:

Gardenzio gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

12/3/2022, 10:59
12.03.2022, 10h31

A parada é que por mais que você esteja rodeado de boas pessoas, que pessoas que querem seu bem e pessoas construtivas, quem tem que fazer o seu corre é você mesmo.

É algo que parece que já está batido, mas precisamos nos relembrar sempre e a todo instante. Veja, meu soldado: ninguém, absolutamente ninguém vai fazer o seu corre; VOCÊ tem que fazer por VOCÊ.

Por mais que você tenha uma companheira maravilhosa, que te apoie e que te queira ver crescendo, quem vai fazer o seu corre é VOCÊ. VOCÊ precisa estar disposto a pagar com o preço da disciplina para obter o que deseja.

Apesar de eu acreditar sim que dá para você encontrar boas pessoas durante a sua jornada e que podem chegar junto para somar na sua vida, no final das contas acredito eu que sempre estaremos "sós". Sós no sentido de, novamente, ser somente EU o responsável pelos meus RESULTADOS.

Sabe aquela frase atribuída a Tiririca e que é meio cômica: "Muitas vezes eu tentei fugir de mim, mas aonde eu ia eu tava"? Voilà, não sei se percebestes, mas ela não é uma piada, por mais que possa parecer engraçada. Simplesmente de uma forma lúdica e fácil de entender, o filósofo Tiririca quis dizer que sempre teremos o ônus ou o bônus da vida de termos de nos encontrar com nós mesmos, independentemente de onde estivermos, seja num palácio em Dubai, em sua humilde residência ou em um quarto de hotel nas Maldivas. No silêncio do teu quarto, na solitude de tua casa, haverá um momento em que estará tudo em silêncio e a única pessoa que estará na tua frente é tu mesmo.

É sobre aquela frase de Pablo Neruda: “Algún día en cualquier parte, en cualquier lugar indefectiblemente te encontrarás a ti mismo, y ésa, sólo ésa, puede ser la más feliz o la más amarga de tus horas”. E aí eu gosto mais da formulação que tem num quadro que eu vi: "Algún día, en cualquier parte, indefectiblemente, hás de encontrarte contigo mismo, y solo de ti depende que sea la más amarga de tus horas o tu momento mejor." "Algum dia, em qualquer parte, indefectivelmente, terás que se encontrar contigo mesmo, e solo de ti depende que seja a mais amarga de tuas horas ou teu melhor momento". Ecco.

É fácil se esquecer disso, né, e viver no piloto automático, sem conduzir o barco da nossa vida. É muito fácil... A vida, a rotina, as dúvidas, as aflições, os desejos, sei lá, quase tudo nos faz perder de vista que nós somos o sócio majoritário da nossa existência, e que nossa alegria ou tristeza, nossa forma de levar a vida, nossa maneira de interpretar os acontecimentos, dependem única e exclusivamente de nós mesmos, e de mais ninguém. Me pego pensando sobre como é fácil se deixar levar pelo piloto automático da vida e se esquecer de construir a nossa vida, tijolo a tijolo, a cada dia que se passa.

Agora me bate a reflexão que algumas das coisas mais nobres que podemos fazer para nós mesmos são cuidar do nosso autoconhecimento e buscar a paz interior. Você pode ter tudo que a vida pode lhe oferecer, mas sem essas duas coisas a vida não faz sentido. É foda isso...

Sei que não é fácil, e falar sobre buscar autoconhecimento parece ser alguma jornada sobrenatural impossível de ser atingida. De fato, a jornada para o autoconhecimento deverá durar até seu último suspiro, mas comece pesquisando no Google sobre "como melhorar meu autoconhecimento" e vá lendo o que encontrar, filtrando os bons e maus conteúdos.

É foda.

Preciso fazer alguns ajustes na minha rotina e nos meus hábitos, afiar um pouco mais o machado e seguir caminhando.

No mais, seguirei. Passarei aqui novamente para responder-vos.

E, claramente, de antemão agradecer a presença dos ilustríssimos Vierkenes e Kaneki Wink

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Rottweiler e @_Luan gostam desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

12/3/2022, 12:59
vierkenes escreveu:Gostei do seu post. Curto e eficiente.

Também acredito que todos buscam a mesma coisa, no final das contas. "Felicidade" (entre aspas, pois o que eu quero realmente dizer não corresponde ao senso comum com que essa palavra é usada). Como cada pessoa tem um objetivo e uma tarefa diferente, a felicidade é diferente para cada um. Alguns podem querer morar no campo e levar uma vida simples. Outros podem ter grandes ambições, precisam trabalhar muito e ter uma base financeira boa. Uns ficam ótimos sozinhos, outros se dedicam à família. Pra alguns, a vida profissional é um desafio, pra outros, a sentimental. E por aí vai.

Minha conclusão pessoal é que não interessa o quanto coloquemos essa "felicidade" em coisas externas, nunca vai dar certo. A enchente derruba a casa. Namoradas rompem com seus parceiros, isso quando não simplesmente somem ou algo do tipo. Pode-se ser demitido do emprego. Pode até acontecer algum problema com o governo, vai que confiscam nosso dinheiro, como fizeram na década de 90.

Você disse que não sabemos como achar...mas depois disse que está dentro de nós mesmos. É, está dentro de nós mesmos. É algo que deve ser descoberto, trilhado, desencavado, vivido e experimentado POR CONTA PRÓPRIA.

Já houve gente de alto nível nesse mundo, que deixou para nós um grande legado em conhecimento. As técnicas e ferramentas estão aí. Cada um escolhe a que melhor lhe couber. Eu tenho a minha. Existem conhecimentos, métodos e meios para todos os gostos. Essa é que é a verdade. Sabe, talvez nem todos tenham acesso à essas coisas, isso é bem verdade, mas acho que quem busca, acaba encontrando. Sei lá.

Isso do trabalho diário É TOTALMENTE VERÍDIDO - na minha opinião, é claro. Eu concordo com você. Nós temos a tendência de esquecer das coisas essenciais.

Pra mim, a chave está no AUTO CONHECIMENTO. Porque se você tem auto conhecimento, chapa....sinceramente? Você tem TUDO.

Eu acho que o grande problema é que esse processo de auto análise não é prazeroso.

Não gostamos do que vemos no espelho.

Culpamos os outros por nossas mazelas, quando  nós mesmos deveríamos estar construindo a nossa vida.

Em suma, há uma parte de nós que não quer se conhecer. Por ser mais fácil e confortável viver no piloto automático. Claro! Desse modo, eu posso sempre estar culpando os meus pais (por exemplo) pelas minhas mazelas. Quando eles sequer estão aqui, e quando eu mesmo não estou trabalhando para me resolver e me sentir melhor!

O auto conhecimento não é prazeroso. Realmente não é. Muitas vezes certas descobertas que fazemos sobre nós mesmos doem como uma facada. Eu tive um insight dia desses. A primeira coisa que fui fazer foi beber, porque eu não aguentei a dor de ver o que eu mesmo fiz com a minha vida.

O pior de tudo é ver que no fundo, em 99% dos casos, NÓS MESMOS CAVAMOS NOSSA SEPULTURA. Isso é foda.

Não interessa se foram escolhas conscientes ou inconscientes. De boas intenções, o inferno está cheio. Consciente ou inconscientemente, o preço que se paga pelas ações são exatamente os mesmos. Eu posso me drogar e ter uma amnésia, não lembrar de nada do que aconteceu, e ferrar com a vida de alguém. Ninguém vai querer saber se eu lembro ou não. Se foi por querer ou sem querer.  Ferrei com a vida da pessoa. Eis o fato.

Sobre isso de atitude positiva, todos as coisas que nos acontecem PODEM servir de aprendizado, para quem estiver DISPOSTO A OLHAR COM PROFUNDIDADE. Claro que isso é BEM DIFÍCIL, a depender do caso. Mas é POSSÍVEL. Eu posso dar um exemplo PRÁTICO disso.

A um tempo atrás eu morei com uma menina. Sabem, ela deu dez mil sinais de que era pilantra e desonesta (olha só como a gente realmente não quer ver! Ou não consegue! Porra, isso é foda!! Só esse detalhe já me auto responsabiliza totalmente!!!). No entanto eu continuei morando com ela. A de contar o fato de que essa mulher tem um perfil manipulador. Ela já se chegou a dizer que ia se matar, por exemplo, se eu não fizesse tais e tais coisas. Começou a gritar, tomou até uns comprimidos com vodka e ficou caída. Tudo cena!!

Pois bem, em um momento eu consegui me livrar dela. Porém, as mágoas permaneceram por bastante tempo. Afinal, ela me prejudicou MUITO MESMO, como vocês podem imaginar. (na verdade, na verdade mesmo, EU me permiti ser enganado e prejudicado! Dói um bocado concluir essas coisas!).

Mágoa e ressentimento vai na contramão da "felicidade". Todos sabemos que são sentimentos tóxicos, venenosos. Isso deprime, danifica as células, diminui até mesmo o funcionamento do sistema imunológico. É como tomar um copo de veneno esperando que o outro vá morrer. Isso leva até à pornografia amigos. Eu já disse como uma vida emocional adoecida é uma base para o vício em pornografia. Falo sempre essas coisas. Acho que isso é algo realmente básico para um reboot bem feito.

Pois bem, para ser "feliz", é necessário se livrar dos maus sentimentos. Isso aí ninguém tem dúvidas. Impossível ser "feliz" com o peito cheio de ódio, amargura, ressentimento ou quaisquer outros desses sentimentos "negativos".

Qual a solução então?

Olhar PARA DENTRO. PARA MIM. Esquecer ela. Esquecer o que ela me fez. Ela já está bem longe. A vida é minha. Ela não vive a minha vida por mim. Não paga nada pra mim. Não vai malhar por mim. Não esta aqui me perturbando. O problema É COMIGO, POIS SÓ EU ESTOU AQUI AGORA.

Adentrando nisso, eu entendi muitas coisas....

Antes de continuar, devo dizer que isso NÃO É NADA FÁCIL, A VONTADE É SEMPRE DE RECUAR, E DE CULPAR SEMPRE OS OUTROS, isso quando a vontade não é simplesmente de consumir porn, haja visto o estrago que essa relação me causou.

Pois bem, avançando a muito custo - uma verdadeira luta mesmo! - eu entendi algumas coisas...

Eu entendi que eu não fui firme o suficiente.

Que eu não tive força de vontade o suficiente. Um pulso firme, por assim dizer.

Se eu tivesse dito algumas palavras pra ela, teria resolvido tudo BEM ANTES. E vejam que eu nem mesmo precisava ser agressivo ou coisa do tipo. Não, não mesmo. Era só falar a coisa certa.

Percebi que durante boa parte do tempo em que morei com ela EU ESTAVA ME IGNORANDO.

Estava ignorando o que eu sentia.

Sabem, até a carência emocional entra nesse jogo. Dizem que "antes só do que mal acompanhado", mas naquele momento, eu optei por estar em péssima companhia. Ao invés de estar sozinho.

Indo mais fundo ainda, eu entendi que eu tinha uma necessidade de "parecer" bom e gentil.

Mas ser bom e gentil em ações, de forma DESCONECTADA das reais intenções ou motivações, com certeza vai resultar em sérios problemas, meus amigos.

Percebam QUANTA COISA SOBRE MIM MESMO EU APRENDI através dessa experiência, que a mim causou bastante desgosto e raiva.

Acaba que no final das contas, eu SAI MAIS RICO, COM MAIS CONHECIMENTO SOBRE MIM MESMO.

Imaginem se eu estivesse até hoje xingando ela internamente. Achando que ela destruiu a minha vida. Sem buscar entender essas coisas que eu falei acima.

Auto conhecimento é isso, amigos. Acho que é um excelente caminho para a "felicidade".

Só não digo que é fácil. Porque não é. E nossa tendência geralmente vai ser até oposta à isso. Dai o hábito diário. Para fortalecer o propósito. Qualquer coisa que se faça todos os dias, vai adquirir um poder enorme com o passar do tempo. Até o porn que a gente consumiu. Só se tornou tão poderoso em nossas vidas, porque consumimos isso por vários anos, provavelmente todos os dias. Então, o lance de nascer de novo com a manhã é realmente o caminho para tornar as coisas sólidas.

Só quis deixar uma contribuição, caro Gardenzio. Vai que é útil pra alguém.

Excelente reboot pra você.

Salve salve ilustríssimo Vierkenes! Obrigado por sua contribuição, meu nobre. Só consegui ler agora porque queria ler com calma e atenção seu relato.

Cara, reitero tudo o que dissestes. Afinal, são verdades universais que valem para todos.

"Culpamos os outros por nossas mazelas, quando  nós mesmos deveríamos estar construindo a nossa vida.". Pois é, mano. A mais pura verdade que infelizmente também dói. Dá um choque de realidade. Aparentemente quando penso sobre isso, logicamente falando (ou seja, apenas com o intelecto), é claro que é óbvio que nós deveríamos estar focados somente em construir nossa vida. Mas aí a parada é: e será que, na prática, estamos agindo em consonância com isso? Ou será que na prática ainda queremos encontrar outros culpados para ficar cada vez mais se isentando da autorresponsabilidade para com nós mesmos?

Te confesso, ainda tenho um caminho pela frente para começar a trazer para mim a responsabilidade sobre algumas coisas. Outras, é verdade, até tenho certa consciência e trago o jogo pra mim mesmo, mas outras peco muito. Faz parte da vida, porém, e cabe a nós ir identificando e ajustando o que precisar ser ajustado.

E obrigado por relatar sua experiência com a mina. Acho válido sim, e que bom que tu traz consigo uma lição dessa experiência de vida. Afinal, as experiências servem como aprendizado e podem ajudar outros, não é verdade?

Grande abraço, meu bom!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

12/3/2022, 13:02
Kaneki escreveu:
Gardenzio escreveu:"Tenho andado distraído, impaciente e indeciso".

Mais ou menos isso. Não sei porque lembrei-me dessa música, pois há muito tempo que não escuto Legião Urbana. Mas voilà.

O que tenho refletido atualmente é mais sobre a felicidade. Já falei um pouco sobre isso aqui antes, mas esse tema pegou-me novamente enquanto eu ajeitava umas coisas aqui de casa hoje a noite. Refleti um pouco e fiquei colocando algumas ideias para fora para clarear a mente. E dentre os assuntos que vieram foi novamente a felicidade, algo que no mais íntimo todos nós procuramos e não sabemos como achar nem onde achar.

Mas mais uma vez tenho entendido que o único lugar que felicidade está é dentro de nós mesmos, e que precisamos acessá-la diariamente, se quisermos ser felizes.

A questão é que "vivemos esperando o dia em que seremos melhores, melhores no amor, melhores na dor, melhores em tudo" (outra música kk Jota Quest), e esperando e esperando e esse dia nunca chega. Vivemos imaginando nas nossas mentes o dia em que seremos mais felizes, mais alegres, que nossa vida fará sentido quando tivermos sucesso no business, quando passarmos naquela prova, quando nos casarmos, quando concluirmos a faculdade, quando arranjarmos um bom emprego, quando comprarmos uma casa, quando fazermos aquela viagem dos sonhos, e ao fim e ao cabo a felicidade que tanto colocamos no futuro nunca chega, sempre está naquela coisa que ainda não fizemos/temos/vivemos.

O ponto é que precisamos escolher ser felizes, independentemente de qualquer coisa que nos aconteça. É sobre ter uma atitude positiva perante a vida e perante todos os eventos que nos acontecem. É também sobre ressignificar nossa vida e encará-la sob uma perspectiva de um mindset positivo.

E essa escolha precisa ser renovada diariamente, mensalmente, anualmente, do contrário nos esquecemos de viver e passamos a adotar apenas um piloto automático.

No mais, é isso. Pensei que fosse escrever mais, mas ficarei por aqui por hoje.

Até a próxima, cavalheiros.
Eai amigo como está as coisas? bora pra frente chegar nessa primeira semana, abçs.

Salve salve lustríssimo Kaneki! Obrigado pela passagem por aqui, mano. Estou mais ausente no Fórum, mas sempre que posso dou uma passada por aqui, às vezes até para ler algum diário. Tenho ocupado a mente com outras coisas, de modo que o foco tem sido mais nisso, não abrindo espaço para pensar no que não deve. No mais, seguindo, mano.

Grande abraço!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Kaneki gosta desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3414
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

12/3/2022, 13:35
Gardenzio escreveu:
Kaneki escreveu:
Gardenzio escreveu:"Tenho andado distraído, impaciente e indeciso".

Mais ou menos isso. Não sei porque lembrei-me dessa música, pois há muito tempo que não escuto Legião Urbana. Mas voilà.

O que tenho refletido atualmente é mais sobre a felicidade. Já falei um pouco sobre isso aqui antes, mas esse tema pegou-me novamente enquanto eu ajeitava umas coisas aqui de casa hoje a noite. Refleti um pouco e fiquei colocando algumas ideias para fora para clarear a mente. E dentre os assuntos que vieram foi novamente a felicidade, algo que no mais íntimo todos nós procuramos e não sabemos como achar nem onde achar.

Mas mais uma vez tenho entendido que o único lugar que felicidade está é dentro de nós mesmos, e que precisamos acessá-la diariamente, se quisermos ser felizes.

A questão é que "vivemos esperando o dia em que seremos melhores, melhores no amor, melhores na dor, melhores em tudo" (outra música kk Jota Quest), e esperando e esperando e esse dia nunca chega. Vivemos imaginando nas nossas mentes o dia em que seremos mais felizes, mais alegres, que nossa vida fará sentido quando tivermos sucesso no business, quando passarmos naquela prova, quando nos casarmos, quando concluirmos a faculdade, quando arranjarmos um bom emprego, quando comprarmos uma casa, quando fazermos aquela viagem dos sonhos, e ao fim e ao cabo a felicidade que tanto colocamos no futuro nunca chega, sempre está naquela coisa que ainda não fizemos/temos/vivemos.

O ponto é que precisamos escolher ser felizes, independentemente de qualquer coisa que nos aconteça. É sobre ter uma atitude positiva perante a vida e perante todos os eventos que nos acontecem. É também sobre ressignificar nossa vida e encará-la sob uma perspectiva de um mindset positivo.

E essa escolha precisa ser renovada diariamente, mensalmente, anualmente, do contrário nos esquecemos de viver e passamos a adotar apenas um piloto automático.

No mais, é isso. Pensei que fosse escrever mais, mas ficarei por aqui por hoje.

Até a próxima, cavalheiros.
Eai amigo como está as coisas? bora pra frente chegar nessa primeira semana, abçs.

Salve salve lustríssimo Kaneki! Obrigado pela passagem por aqui, mano. Estou mais ausente no Fórum, mas sempre que posso dou uma passada por aqui, às vezes até para ler algum diário. Tenho ocupado a mente com outras coisas, de modo que o foco tem sido mais nisso, não abrindo espaço para pensar no que não deve. No mais, seguindo, mano.

Grande abraço!
Olá amigo, sei bem como é. Volte aqui trazendo notícias boas então k abraços.

_______________________________________





METAS: SEM P: 140 DIAS // SEM M.O.: 3 DIAS

Meus Links:

Gardenzio gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

12/3/2022, 15:42


Veja esse vídeo todos os dias. Se puder, recite-o; decore-o.

"Quando eu entendi que dependia de mim, eu pensei e concluí assim: EU VOU CHEGAR!!!!!!!!!!!!!!!!!!"

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

14/3/2022, 08:49
14.03.2022, 08h31

A parada é que é preciso se reinventar diariamente. Todos os dias temos que nos reinventar, respirar novos ares e, preferencialmente, fazer algo que você nunca fez antes na sua vida. Para tudo existe uma primeira vez, afinal, não sei se te lembras, mas você não nasceu já andando. Foi um processo até você chegar até aqui. Grosso modo, creio eu, os filhotes de homo sapiens devem levar aí, pelo menos, uns 6 meses só pra conseguir ficar de pé sozinho. Andar mesmo que é bom, até uns 4 ou 5 anos ainda tem pai e mãe segurando na mão do menino para ele não cair. Toda essa viagem só pra dizer que tudo que você conquistou até o presente momento foi um processo que não se construiu de ontem para hoje, mas levou tempo; às vezes, muito tempo. Não 1 mês, 2 ou 3 meses; às vezes mais que isso. Uns 6 meses pelo menos.

Então tenha paciência e confie no processo. O seu foco deverá estar em fazer a parte que lhe cabe diariamente e descansar em paz. A semente já foi plantada e deve ser regada diariamente. Portanto, 'reggae'-a (que trocadilho shooow kk).

Outra coisa. Lembre-se, por obséquio, que para tudo nesta vida existe uma solução. Para TUDO. Absolutely everything. Pelo que sei, só não tem solução para a morte; mas enquanto houver suspiro e VIDA, há solução para as suas questões. O que pode estar acontecendo é que VOCÊ não está AINDA enxergando a solução, mas que ela existe, sim, ela existe. Portanto, tenha também um pouco de calma e paciência e confie no processo.

A vida é mesmo feita de ciclos. Uns se iniciam, outros estão no processo, outros estão se fechando e outros já foram fechados. Faz parte da vida.

Nascemos, crescemos, [se nós quisermos] nos reproduzirmos e, por fim, morremos. É o ciclo da vida, como me ensinou meu velho.

Portanto, meu caro soldado aspirante, talvez esteja mais que na hora do senhor se reinventar. Fazer coisas novas, mudar ares, perspectivas, entendimentos, e buscar constantemente sua realização pessoal.

Ótimas pessoas já entraram em sua vida, e por qualquer razão saíram. Você nem imaginava ter vivido algumas experiências há alguns anos atrás que, por fim, você viveu, porque você decidiu se "arriscar". Portanto, é isso aí. Não se esqueça também de que você precisa viver a sua vida, pois ela está sempre passando. Mas não se esqueça também de que a vida não é só curtição, e corra atrás de construir a sua vida.

Melhor momento para você construir o seu futuro é sabendo aproveitar bem a juventude. Preste atenção nisso, por obséquio, e não deixe a vida escorrer por suas mãos, suavidade?

Levante a cabeça, treine, e vá para a luta.

Alla prossima, fratè.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Kaneki e Rottweiler gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3414
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

15/3/2022, 08:59
Gardenzio escreveu:14.03.2022, 08h31

A parada é que é preciso se reinventar diariamente. Todos os dias temos que nos reinventar, respirar novos ares e, preferencialmente, fazer algo que você nunca fez antes na sua vida. Para tudo existe uma primeira vez, afinal, não sei se te lembras, mas você não nasceu já andando. Foi um processo até você chegar até aqui. Grosso modo, creio eu, os filhotes de homo sapiens devem levar aí, pelo menos, uns 6 meses só pra conseguir ficar de pé sozinho. Andar mesmo que é bom, até uns 4 ou 5 anos ainda tem pai e mãe segurando na mão do menino para ele não cair. Toda essa viagem só pra dizer que tudo que você conquistou até o presente momento foi um processo que não se construiu de ontem para hoje, mas levou tempo; às vezes, muito tempo. Não 1 mês, 2 ou 3 meses; às vezes mais que isso. Uns 6 meses pelo menos.

Então tenha paciência e confie no processo. O seu foco deverá estar em fazer a parte que lhe cabe diariamente e descansar em paz. A semente já foi plantada e deve ser regada diariamente. Portanto, 'reggae'-a (que trocadilho shooow kk).

Outra coisa. Lembre-se, por obséquio, que para tudo nesta vida existe uma solução. Para TUDO. Absolutely everything. Pelo que sei, só não tem solução para a morte; mas enquanto houver suspiro e VIDA, há solução para as suas questões. O que pode estar acontecendo é que VOCÊ não está AINDA enxergando a solução, mas que ela existe, sim, ela existe. Portanto, tenha também um pouco de calma e paciência e confie no processo.

A vida é mesmo feita de ciclos. Uns se iniciam, outros estão no processo, outros estão se fechando e outros já foram fechados. Faz parte da vida.

Nascemos, crescemos, [se nós quisermos] nos reproduzirmos e, por fim, morremos. É o ciclo da vida, como me ensinou meu velho.

Portanto, meu caro soldado aspirante, talvez esteja mais que na hora do senhor se reinventar. Fazer coisas novas, mudar ares, perspectivas, entendimentos, e buscar constantemente sua realização pessoal.

Ótimas pessoas já entraram em sua vida, e por qualquer razão saíram. Você nem imaginava ter vivido algumas experiências há alguns anos atrás que, por fim, você viveu, porque você decidiu se "arriscar". Portanto, é isso aí. Não se esqueça também de que você precisa viver a sua vida, pois ela está sempre passando. Mas não se esqueça também de que a vida não é só curtição, e corra atrás de construir a sua vida.

Melhor momento para você construir o seu futuro é sabendo aproveitar bem a juventude. Preste atenção nisso, por obséquio, e não deixe a vida escorrer por suas mãos, suavidade?

Levante a cabeça, treine, e vá para a luta.

Alla prossima, fratè.
Olá amigo como estão as coisas?

_______________________________________





METAS: SEM P: 140 DIAS // SEM M.O.: 3 DIAS

Meus Links:

Gardenzio gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

16/3/2022, 20:03
16.03.2022, 19h41

Salve salve, senhores. Ça va bien?

Passando neste nobre recinto para dar o ar da graça. É que realmente estou mais ocupado esses dias, mais focado, de modo que tenho mantido minha mente centrada em meus objetivos.

A cada nova experiência é um novo aprendizado.

Mas sei da importância de estar sempre de guarda levantada, pronto para o combate. Não adianta vacilar, porque o inimigo pode nos pegar desprevenido. Aí é caixão e vela preta. Melhor é estar atento às situações e contextos que são propícios para resetar e fugir delas.

Consegui, à exceção de ontem, limitar mais o uso da TV antes de dormir. Na verdade o que eu pretendo é realmente nem ver mais TV antes de dormir, mas se for o caso de ligá-la, fazer com um limite de tempo bem definido. A ideia é: se bater insônia, prefira ler um livro a ficar vendo TV.

A parada é que se for pra ficar acordado de noite lendo um livro é ok, mas ficar acordado de noite para ver TV não é ok. É que ultimamente estava tendo dificuldades para dormir e a insônia estava batendo forte. Estou tomando um fitoterápico que tem me ajudado bastante, mas quero fazer o desmame aos poucos para, preferencialmente, dormir sem a ajuda de nenhum medicamento, nem que seja um fitoterápico.

No mais, é isso, senhores. Até tenho acessado o Instagram. Nesses 13 dias devo ter acessado umas 7 vezes ao todo (não sei ao certo, pois não contei, mas deve ter sido em torno disso aí), mas com muito limite de uso e tão logo terminava de usar, deletava do celular.

Mas ainda percebo que uso o instagram, de certa forma, para ficar mendigando atenção. Hoje usei novamente, e só notei uma perda de tempo.

Agora à noite ia estudar um pouco mais, mas lembrando-me de que já fizera isso antes (isso de estudar à noite) e não foi muito legal, preferi passar aqui para colocar algumas ideias no papel e me preparar para dormir.

Amanhã creio que não irei à dança pois realmente preciso me preparar bem e dormir cedo. Domingo tem prova.

Domingo passado teve prova também, e eu gostei muito, apesar de ter me saído mal. De forma alguma me abalei com isso, não mesmo. Achei até bom, pois considerando que estudei à vera por pouco mais de 1 mês e considerando que não estudei 8 das 16 matérias, e considerando que dessas 8 tinham 2 matérias que eram apenas 25 questões de uma prova de 100, e ainda assim de todas as questões consegui acertar umas 30 questões de 100, eu achei bom. A pergunta central é: quantas provas precisarei fazer até passar? Esse ano já foi 1, próximo domingo será a 2ª. Próximo mês terá uma terceira, e em maio uma 4ª. A ideia é poder diminuir ao máximo as tentativas, com o pé no chão. Mas não me preocuparei com isso. Controle emocional aqui é condição essencial.

No mais, é isso senhores.

Estou meio cansado mentalmente, e vou relaxar um pouco agora antes de dormir.

No final das contas é só você e Deus. Mais ninguém. Com sorte, agradeça a Deus pelos seus familiares vivos e passe o tempo que for possível ao lado deles, se for possível e positivo para você. Se não, continue os amando, mas respeitando os seus limites e os limites deles.

E segue o baile! Aliás, como sempre.

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Kaneki, Toon e Rottweiler gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 3414
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

18/3/2022, 17:25
Gardenzio escreveu:16.03.2022, 19h41

Salve salve, senhores. Ça va bien?

Passando neste nobre recinto para dar o ar da graça. É que realmente estou mais ocupado esses dias, mais focado, de modo que tenho mantido minha mente centrada em meus objetivos.

A cada nova experiência é um novo aprendizado.

Mas sei da importância de estar sempre de guarda levantada, pronto para o combate. Não adianta vacilar, porque o inimigo pode nos pegar desprevenido. Aí é caixão e vela preta. Melhor é estar atento às situações e contextos que são propícios para resetar e fugir delas.

Consegui, à exceção de ontem, limitar mais o uso da TV antes de dormir. Na verdade o que eu pretendo é realmente nem ver mais TV antes de dormir, mas se for o caso de ligá-la, fazer com um limite de tempo bem definido. A ideia é: se bater insônia, prefira ler um livro a ficar vendo TV.

A parada é que se for pra ficar acordado de noite lendo um livro é ok, mas ficar acordado de noite para ver TV não é ok. É que ultimamente estava tendo dificuldades para dormir e a insônia estava batendo forte. Estou tomando um fitoterápico que tem me ajudado bastante, mas quero fazer o desmame aos poucos para, preferencialmente, dormir sem a ajuda de nenhum medicamento, nem que seja um fitoterápico.

No mais, é isso, senhores. Até tenho acessado o Instagram. Nesses 13 dias devo ter acessado umas 7 vezes ao todo (não sei ao certo, pois não contei, mas deve ter sido em torno disso aí), mas com muito limite de uso e tão logo terminava de usar, deletava do celular.

Mas ainda percebo que uso o instagram, de certa forma, para ficar mendigando atenção. Hoje usei novamente, e só notei uma perda de tempo.

Agora à noite ia estudar um pouco mais, mas lembrando-me de que já fizera isso antes (isso de estudar à noite) e não foi muito legal, preferi passar aqui para colocar algumas ideias no papel e me preparar para dormir.

Amanhã creio que não irei à dança pois realmente preciso me preparar bem e dormir cedo. Domingo tem prova.

Domingo passado teve prova também, e eu gostei muito, apesar de ter me saído mal. De forma alguma me abalei com isso, não mesmo. Achei até bom, pois considerando que estudei à vera por pouco mais de 1 mês e considerando que não estudei 8 das 16 matérias, e considerando que dessas 8 tinham 2 matérias que eram apenas 25 questões de uma prova de 100, e ainda assim de todas as questões consegui acertar umas 30 questões de 100, eu achei bom. A pergunta central é: quantas provas precisarei fazer até passar? Esse ano já foi 1, próximo domingo será a 2ª. Próximo mês terá uma terceira, e em maio uma 4ª. A ideia é poder diminuir ao máximo as tentativas, com o pé no chão. Mas não me preocuparei com isso. Controle emocional aqui é condição essencial.

No mais, é isso senhores.

Estou meio cansado mentalmente, e vou relaxar um pouco agora antes de dormir.

No final das contas é só você e Deus. Mais ninguém. Com sorte, agradeça a Deus pelos seus familiares vivos e passe o tempo que for possível ao lado deles, se for possível e positivo para você. Se não, continue os amando, mas respeitando os seus limites e os limites deles.

E segue o baile! Aliás, como sempre.
Tbm parei de usar o instagram amigo, vamos continuar firme, parabéns pela sua disciplina, abraços.

_______________________________________





METAS: SEM P: 140 DIAS // SEM M.O.: 3 DIAS

Meus Links:

Gardenzio gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2190
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 25
Localização : Ciudad del Este

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

18/3/2022, 21:38
18.03.2022, 21h13.

Salve salve guerreiros.

Obrigado pela passagem, Kaneki! Grande abraço.

A aflição às vezes poderá surgir. Mas você precisa continuar caminhando. Ninguém nunca falou que a jornada seria fácil, mas é preciso continuar caminhando, sempre de cabeça erguida.

Para um rebooter em recuperação a PMO não deve ser o subterfúgio de sua vida; ele não pode usá-la para fugir de seus problemas, coisa que, infelizmente, é feita frequentemente por nós. Mas temos que nos relembrar que a PMO é sim um remédio demasiado amargo, e que NUNCA solucionará nossas aflições e problemas.

Sabe por quê? Porque a única pessoa que será responsável por mudar a sua vida é você mesmo. Essa é uma verdade absoluta, e temos que tomar posse dela. Buscar por PMO NUNCA irá resolver as suas aflições.

Busque, por outro lado, encontrar a solução para os seus dilemas existenciais e, através do autoconhecimento, resolvê-los. Eu não sei como, mas você precisa iniciar essa jornada.

Novamente preciso relembrar que o corre é só seu, jow. Preciso relembrar porque preciso encontrar motivação para continuar seguindo, e se essa motivação não vier de algo externo ela precisará brotar de dentro de mim mesmo.

Continue a nadar, e busque fazer a parte que cabe à você ser feita.

Às vezes você olha pra sua vida e você pode estar insatisfeito, ou até mesmo ficar alimentando a falta crença de que as coisas não mudarão, só porque hoje estão do jeito que estão. Mas isso é falso, pois não é porque hoje sua vida está de um jeito que ela será assim para todo sempre. Esqueça isso, meu aspirante. Esqueça, na moral.

Agora, o que você tem que se recordar é que as coisas não mudarão só porque você fica intelectualizando sobre as suas futuras possibilidades. Se você continuar fazendo o mesmo de sempre, você irá colher o mesmo de sempre. É preciso, portanto, mudar a plantação para ter uma nova colheita.

O que eu estou fazendo por mim? O que eu estou fazendo de diferente? O que eu posso fazer para ter resultados diferentes? Eu estou empenhado nessa mudança, ou na primeira dificuldade que eu encontrar pelo caminho eu desistirei dos meus planos?

Por isso, soldado, saiba o que você quer para o seu futuro, trace um objetivo e SÓ PARE QUANDO VOCÊ CONQUISTAR! E quando você chegar lá, continue caminhando.

As coisas irão se resolvendo aos poucos. O sentido da vida está na jornada que você traça e em fazer dessa jornada um período bom de ser vivido, mesmo com todos os percalços da vida.

Está na hora de você se dedicar à sua vida, aos seus planos, ao seu desenvolvimento emocional e intelectual, a melhorar sua condição física e sua dieta, viver novas experiências de vida, fazer algo que você sempre quis fazer mas que até hoje nunca fez. Enfim, começar a viver, jogador!

A cada dia que se passa é uma oportunidade para viver em paz, em harmonia, com tranquilidade. Não deixe que a vida se escorra pelas suas mãos.

Lembre-se que um dia você partirá daqui. Que seja bem longe, mas isso um dia acontecerá. E a pior coisa vai ser você ter olhado para trás e ter deixado de fazer as coisas que você queria fazer ou por vergonha, ou por falta de ação, ou por falta de coragem, ou por qualquer outro motivo. A vida está aí e merece ser vivida e aproveitada ao máximo, e não desperdiçada.

Observe o que pode ser melhorado, e inicie as melhorias. Dedique-se a você e cuide de si, de sua mente, de seu corpo e de seu espírito.

Continue firme com o seu propósito no reboot. Por si só ele não fará milagres para você, mas com certeza você terá uma vida mais plena e com mais significado, em estando longe desse mal. Resista às tentações se elas vierem, pois uma coisa é certa: ELAS VÃO PASSAR. É só se manter firme, e ter um pouco de paciência.

Por hoje, é isso.

Próximos capítulos serão escritos em breve.

Até a próxima.

E segue o baile!


_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

"Orandum est ut sit mens sana in corpore sano."

"Se o céu brilhar de novo no horizonte, avisa! E pode ter certeza que eu tou lá pra ver!" - Falamansa, Avisa



Kaneki, Rottweiler e @_Luan gostam desta mensagem

vierkenes
vierkenes
Mensagens : 911
Data de inscrição : 25/03/2016

Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora! - Página 38 Empty Re: Meu diário - A. Gardenzio - O novo se constrói agora!

19/3/2022, 19:38
Caro Gardenzio, obrigado pela contribuição!

São coisas que nunca é demais repetir. Ao contrário.

É que nem o reboot. Todos estão CARECAS de saber o que devem fazer. Não consumir porn. RELIGAR. Usar bloqueadores. Quantas vezes dizemos isso aqui? No entanto muitos não fazem essas coisas. E seguem caindo.

Evidentemente que a coisa é mais complexa. Eu sou adepto desse caminho aí, do auto conhecimento, pois acredito, em resumo, que os processos psicológicos e emocionais envolvidos no vício são muito profundos. Acho até que são as raízes do vício.

Vejo alguns colegas aqui do fórum claramente perdidos em processos emocionais, no entanto, alguns deles parecem ignorar tais questões. Ou aparentemente ignorar, porque são coisas IMPOSSÍVEIS de ignorar.

A realidade uma hora bate na nossa porta. Não tem jeito.

O que eu queria dizer nesse post é que tudo isso que você falou consiste em uma prática. E como toda prática, exige repetição. É como aprender a tocar violão, por exemplo. Ou qualquer outra coisa que queiramos fazer.

Todos sabem o que fazer. Eis a verdade. Daí se conclui que está, literalmente e irremediavelmente em nossas mãos.

Companheiro, eu desejo do fundo do coração, que você não ceda às suas correntes negativas, que te levam para o vício.

Vamos lutar arduamente por nossa liberdade. Ela NÃO VIRÁ sem luta.

Um ótimo reboot pra você, Gardenzio. E parabéns pelo texto, ficou muito bom!

_______________________________________

Gardenzio gosta desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos