Ir para baixo
caminhante_branco
caminhante_branco
Mensagens : 3
Data de inscrição : 10/07/2020
Idade : 35

Minha luta sem fim  Empty Minha luta sem fim

10/7/2020, 17:07
Boa tarde a todos. (desculpem o texto longo)

Eu tenho 34 anos, sou solteiro (no momento desempregado). Adquiri o vício em PMO acho que aos 10 ou 12 anos, algo em torno disso, não me lembro, já faz muito tempo, só sei que era uma criança ainda quando vi o primeiro filme pornográfico. Eu também vi nessa mesma idade algumas fotos em revistas pornográficas que eu e meus primos achamos na casa de um primo mais velho, enquanto ele estava trabalhando. Acho que foi aí que tudo começou.

Eu me lembro de ter achado tudo muito estranho, aquelas imagens, aquele vídeo, mas aquelas coisas nunca saíram da minha cabeça. Entretanto naquela época ainda era difícil obter tal conteúdo. Mas quando entrei na adolescência já estava começando a ser comum ter computador com internet em casa (discada ainda). Mas o fato da internet ser discada não me impedia de baixar muitas fotos, muitas mesmo, e de entrar em vários sites também. Eu tinha um certo peso na consciência e de tempos em tempos resolvia dar uma parada nessas coisas, me confessava (sou católico) mas sempre voltava. Pensava que eu ia parar com isso naturalmente, conforme fosse ficando mais velho, afinal todo mundo dizia que isso era coisa da idade.

Só que o tempo passou e o vício nunca me deixou, diminuí sim a intensidade ao longo do tempo, mas nunca consegui me livrar totalmente, com uma única exceção que contarei mais abaixo.

Hoje eu consigo entender que muitos dos meus problemas estavam associados a esse vício: timidez, uma constante tristeza e sentimento de culpa, covardia, inconstância nas atividades, incapacidade de traçar um objetivo na vida (não conseguia pensar em outra coisa que não fosse sacanagem), uma vergonha brutal de mulheres.

Vi de quase tudo na internet, e me envergonho muito disso, de tudo que vi e fantasiei, nas pessoas próximas em que pensei nas situações mais horríveis... Enfim, o tempo  foi passando e eu de alguma forma fui conseguindo aos poucos ir diminuindo o uso dessa droga de pornografia, ainda que sempre tivesse recaídas. As coisas começaram a melhorar quando saí de casa fui morar sozinho (na verdade morava de favor na casa de um amigo, em outra cidade, por causa da faculdade e do trabalho).
Naquela época eu não tinha PC e usava o laptop da empresa. Isso foi de uma grande ajuda na época, pois a máquina vinha com bloqueadores pra diversos sites além de ter um sistema que registrava os seus acessos quando vc logava na rede da empresa, se eu tentasse entrar em algum site proibido, a empresa saberia e eu seria mandado embora por justa causa. O medo que isso acontecesse me afastou por mais de um ano de pornografia, mas ainda era viciado em M.O.

Comecei a lutar com mais decisão, e a Igreja me ajudou bastante. Tomei coragem de me confessar sem escrúpulos todas as vezes que caísse, nem que precisasse fazer isso todo dia. E foi desse jeito mesmo. Conversei com o sacerdote que me atendia e ele foi muito compreensivo e me ajudou nessa luta, tirando o peso extra que o orgulho me colocava (eu não aceitava minha fraqueza). Confessava frequentemente e ia a missa todos os dias, até que um dia após uma recaída vergonhosa, meu orgulho se foi e eu fiz uma confissão reconhecendo minha total incapacidade de vencer sozinho, e já sem esperança em mim mesmo, pedi ajuda (mais uma vez) mas agora com sincera humildade... Saí daquela confissão aliviado e um tanto melancólico ainda. Mas daquele dia em diante eu ficaria 2 anos sem PMO e praticamente sem tentações. Como é bom não ser escravo!!

Porém eu baixei a guarda, e em 2017, com o fim do projeto em que eu trabalhava e com todos os problemas da faculdade (que eu estava quase abandonando) comecei a ter pequenas quedas, bem espaçadas, até que fui demitido e voltei ao vício com força total. Todo o desânimo, tristeza, problemas pra dormir voltaram dobrados... De lá pra cá eu passei alguns períodos (que nunca contei) longe da pornografia, mas nunca muito tempo sem M.O. Voltei a tentar me livrar disso como da ultima vez, mas não consigo. Pelo menos uma vez por semana até Fevereiro desse ano 2020 eu caia em PMO. Cheguei a ficar de 3 a 4 horas procurando o vídeo perfeito...ao final do dia eu sentia-me um lixo, minha cabeça doía e eu mal conseguia pensar direito. Voltava à luta e caia sempre uma vez na semana.

Comecei a trabalhar como uber em fevereiro de 2020, depois que fui despedido novamente em 2019. Ter uma ocupação ajudou, mas nunca resolveu a situação. Se antes eu caia uma vez por semana, agora era a cada 15 dias... Mudei-me de cidade novamente, estou sem trabalho. Tento ocupar o tempo estudando e procurando emprego. Estou morando com alguns amigos, dividimos a casa, isso tem ajudado um pouco.

O que me faz sentir muito mal é quando preciso dar alguma aula de catequese na igreja ou alguma palestra com o tema da pureza e da castidade, eu me sinto muito mal, muito mesmo. É como se todo mundo soubesse do meu problema, me sinto o maior dos hipócrita do mundo.

Achei o fórum e o programa revert por acaso na internet, estava procrastinando quando me deparei com um vídeo de um TedTalk com um testemunho. Vi o vídeo e cliquei no link indicado para o site. Comecei o programa no dia 08 de junho. Fiquei 32 dias sem PMO, mas no domingo dia 05/07 eu caí e depois mais umas duas vezes nessa semana. Decidi recomeçar hoje.

PS: Eu lembro de uma vez ver uns videos e documentários de recuperação de viciados em drogas (crack e essas coisas) e eu me sentia como eles, tentando parar com algo que não conseguia. Eu imaginava: "eu preciso de uma desintoxicação, igual a deles". E aqui estou hoje em busca dessa desintoxicação.
caminhante_branco
caminhante_branco
Mensagens : 3
Data de inscrição : 10/07/2020
Idade : 35

Minha luta sem fim  Empty Re: Minha luta sem fim

13/7/2020, 10:50
E ai pessoal. Terceiro dia limpo, hoje lutando mais contra a procrastinação e falta de ânimo.
avatar
Guerreiro73
Mensagens : 128
Data de inscrição : 07/02/2020

Minha luta sem fim  Empty Re: Minha luta sem fim

13/7/2020, 11:28
Força amigo! Vc consegue! Tente agir como se estivesse ja curado. Trabalhar a mente é importante. Se olhe no espelho e diga "vc é mais forte que suas fraquezas"
Red Angus
Red Angus
Mensagens : 87
Data de inscrição : 08/06/2020

Minha luta sem fim  Empty Re: Minha luta sem fim

13/7/2020, 17:51
Desejo-lhe força, caminhante_branco, a força que eu não tive e estou tentando arrumar.

_______________________________________
"A vitalidade é demonstrada não apenas pela persistência, mas pela capacidade de começar denovo".
F. Scott Fitzgerald


1ª meta: dez posts em dez dias - começando novamente

Link do meu diário: https://www.comoparar.com/t10701-diario-do-red-angus
caminhante_branco
caminhante_branco
Mensagens : 3
Data de inscrição : 10/07/2020
Idade : 35

Minha luta sem fim  Empty cair e levantar

21/7/2020, 11:40
No dia 19/07 eu vacilei, caí em M.O. Pelo menos não teve P. Estou tocando a vida da maneira mais natural possível. Sem ficar pensando no assunto, sem remorsos e etc. O problema é que sempre caio quando menos espero. É sempre uma lembrança, uma imaginação que surge, algo pequeno que as vezes não dou bola..... e acabo me dando o luxo de consumir esse pensamento inicialmente insignificante, aí quando me dou conta já era.

Obrigado pelos que escreveram aqui. Faz diferença poder contar com o apoio de alguém e ler algumas mensagens positivas. Não desistam de suas lutas tbm. Força pra todos nós.

Abraço.

2 dias...
Ir para o topo
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos