Ir em baixo
Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 9/10/2020, 20:52
Caros amigos, saudações!

O dia foi bastante puxado, estou tendo EAD das minhas matérias teóricas, e acaba que não tenho muito tempo disponível. Creio que nunca cheguei a comentar muito sobre a medicina aqui, mas é uma coisa bem difícil de lidar. Eu faço medicina numa federal, então falo por experiência dela, não sei como funciona em outros lugares. Bom, ela não te exige muito em termos qualitativos, mas te suga totalmente em termos quantitativos. O que eu quero dizer com isso? Bom, não é algo complexo de se entender (na maior parte do tempo, mas tem alguns conteúdos que sim, são bem complexos), você consegue assimilar bem o conteúdo. O lance é, ela não demanda seilá, ficar horas olhando para uma folha tentando entender algo (imagino que um curso de física deva ser assim, mas não sei realmente). Ela demanda dedicação em termos quantitativos. Basicamente, o estudo nunca acaba. Não importa o tempo que se tenha passado, sempre tem algo a mais para fazer. E eu já desisti (calma, não da medicina) de aprender tudo. Querendo ou não, você tem que filtrar as coisas, não dá pra ler 50 páginas de um livro (equivalentes a uma aula) e entender todos os processos em 1/2 dias. É para isso que serve a especialização, para você focar em algo e minuciá-lo.

Mas enfim, o que eu quero dizer com isso tudo, é que ela me toma muito tempo. De 7 às 17 tenho as aulas, mas nesse período é um estudo totalmente passivo, preciso de mais tempo. Infelizmente, não existe como burlar a regra do 24/7. Então, depois das 17 tá lá eu, garrado nas tarefas. E nisso vai até 22, 23, 24, e em época de exames às vezes até às 03/04. Não me lembro de ter virado a noite até hoje (deu 03 eu tô morto), mas já usei ritalina sem prescrição, já me intoxiquei de café, fiz toda merda possível. É raro eu estudar ativamente menos de 3 horas por dia. O que eu si é uma bad, porque não me sobra tempo para quase nada.

Nessa loucura toda, eu fico tentando arrumar tempo para os meus outros objetivos, que não necessariamente são menos importantes. Destaco o objetivo do "físico". Eu quero melhorar meu físico (não que ele seja ruim, tenho uma massa magra considerável, mas o meu BF tá um pouquinho acima, tô querendo diminuir), mas nem sempre dá pra treinar todo dia, porque o único momento que tenho disponível é 5:30/6 da manhã, após às 17 eu estudo, e também estou exausto. Mas nesse processo maluco todo, eu fico morto, e o sono fica onde???? kkkk, é tenso meus amigos.

Estou há um bom tempo tentando ajustar isso. Mas entendo que a vida também tem "dessas", você aperta de um lado, afrouxa de outro. É isso que dá a graça da vida. Não terá um dia em que tudo se acertará. Mas terá um dia em que um objetivo foi cumprido, depois outro, e outro, e assim por diante. . O lance é nunca desanimar, e sempre tentar novamente, uma hora vai.

Enfim amigos, o primeiro dia do reboot foi normal, aquilo de sempre: motivação está alta, então não senti nenhuma vontade de praticar PMO. Vou focar nos meus objetivos, em relatar passos para concretizá-los. Irei mudar o padrão dos meus relatos, pois o reboot não é apenas abstinência de PMO, e as fantasias não merecem minha atenção, mas a recuperação, rumo a uma vida diferente, essa sim.

Queria olhar alguns diários, mas hoje não terei tempo amigos. Amanhã retorno e olho.

Desejo forças a todos!

Um Grande Abraço do Constantine.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )

Charuto gosta desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 9/10/2020, 21:51
Constantine escreveu:Caros amigos, saudações!

O dia foi bastante puxado, estou tendo EAD das minhas matérias teóricas, e acaba que não tenho muito tempo disponível. Creio que nunca cheguei a comentar muito sobre a medicina aqui, mas é uma coisa bem difícil de lidar. Eu faço medicina numa federal, então falo por experiência dela, não sei como funciona em outros lugares. Bom, ela não te exige muito em termos qualitativos, mas te suga totalmente em termos quantitativos. O que eu quero dizer com isso? Bom, não é algo complexo de se entender (na maior parte do tempo, mas tem alguns conteúdos que sim, são bem complexos), você consegue assimilar bem o conteúdo. O lance é, ela não demanda seilá, ficar horas olhando para uma folha tentando entender algo (imagino que um curso de física deva ser assim, mas não sei realmente). Ela demanda dedicação em termos quantitativos. Basicamente, o estudo nunca acaba. Não importa o tempo que se tenha passado, sempre tem algo a mais para fazer. E eu já desisti (calma, não da medicina) de aprender tudo. Querendo ou não, você tem que filtrar as coisas, não dá pra ler 50 páginas de um livro (equivalentes a uma aula) e entender todos os processos em 1/2 dias. É para isso que serve a especialização, para você focar em algo e minuciá-lo.

Mas enfim, o que eu quero dizer com isso tudo, é que ela me toma muito tempo. De 7 às 17 tenho as aulas, mas nesse período é um estudo totalmente passivo, preciso de mais tempo. Infelizmente, não existe como burlar a regra do 24/7. Então, depois das 17 tá lá eu, garrado nas tarefas. E nisso vai até 22, 23, 24, e em época de exames às vezes até às 03/04. Não me lembro de ter virado a noite até hoje (deu 03 eu tô morto), mas já usei ritalina sem prescrição, já me intoxiquei de café, fiz toda merda possível. É raro eu estudar ativamente menos de 3 horas por dia. O que eu si é uma bad, porque não me sobra tempo para quase nada.

Nessa loucura toda, eu fico tentando arrumar tempo para os meus outros objetivos, que não necessariamente são menos importantes. Destaco o objetivo do "físico". Eu quero melhorar meu físico (não que ele seja ruim, tenho uma massa magra considerável, mas o meu BF tá um pouquinho acima, tô querendo diminuir), mas nem sempre dá pra treinar todo dia, porque o único momento que tenho disponível é 5:30/6 da manhã, após às 17 eu estudo, e também estou exausto. Mas nesse processo maluco todo, eu fico morto, e o sono fica onde???? kkkk, é tenso meus amigos.

Estou há um bom tempo tentando ajustar isso. Mas entendo que a vida também tem "dessas", você aperta de um lado, afrouxa de outro. É isso que dá a graça da vida. Não terá um dia em que tudo se acertará. Mas terá um dia em que um objetivo foi cumprido, depois outro, e outro, e assim por diante. . O lance é nunca desanimar, e sempre tentar novamente, uma hora vai.

Enfim amigos, o primeiro dia do reboot foi normal, aquilo de sempre: motivação está alta, então não senti nenhuma vontade de praticar PMO. Vou focar nos meus objetivos, em relatar passos para concretizá-los. Irei mudar o padrão dos meus relatos, pois o reboot não é apenas abstinência de PMO, e as fantasias não merecem minha atenção, mas a recuperação, rumo a uma vida diferente, essa sim.

Queria olhar alguns diários, mas hoje não terei tempo amigos. Amanhã retorno e olho.

Desejo forças a todos!

Um Grande Abraço do Constantine.

Mano, entendo completamente, não faço faculdade, no momento, mas estou labutando, serviço quando acumula é tenso e, as vezes, não conseguir fazer da melhor forma nos frustra, mas é algo totalmente natural, gosto de pensar que se está difícil para mim, está difícil para todos.

E acho que é o mais acertado a se fazer, realmente, estudar em uma federal, logo, medicina, não é algo simples e só de você ter sido aprovado, já mostra que você é um cara empenhado e que terá uma trajetória de sucesso.
Fico feliz por seu crescimento

Abraço meu amigo
Ezequiel
ViníciusB
ViníciusB
Mensagens : 86
Data de inscrição : 16/10/2018

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 11/10/2020, 13:30
Constantine escreveu:Saudações.

Eu recaí. Sim, é triste, senti que estava diferente dessa vez, mas acabei retornando ao fundo do poço. Mas estou numa vibe mais racional em relação ao reboot, e não vou me penalizar psicologicamente por isso. Reiniciarei o contador, embora esteja querendo adotar o método de planilha (para quem ainda não conhece, sugiro a leitura do texto do TheUnderdog -  Link - a parte da planilha está bem no final). Tenho algumas considerações em relação ao que aprendi com essa recaída, vou compartilhar com vocês para que de alguma maneira possa funcionar como suporte no vosso reboot. Creio que embora tenha recaído, estou assumindo uma maturidade diferente. Nunca se esquecendo, é um processo de recuperação, não abstinência.  

Vou lhes explicar a situação que me levou a essa recaída.

(1) Eu estava numa fase de recaídas constantes, basicamente estava praticando PMO todos os dias, tinha desistido do reboot e do fórum. Na real desistido não, mas entrado num modo automático de consumo de pornografia, que me fazia meio que esquecer sobre os meus problemas, e mascarava/encobria a necessidade de voltar ao processo.

(2) Um dia, há mais ou menos 14 dias atrás, eu lembro de acordar de manhã para estudar (era mais ou menos 8 horas), todos aqui em casa já haviam saído para trabalhar, e ao invés de estudar, eu fui no banheiro e... já sabem.
Bom, após aquilo eu me senti muito mal, muito mesmo. Sentei no sofá e comecei a chorar, desesperado para sair disso, me senti extremamente sujo.

(3) Após isso, entrei no fórum e comecei a procurar motivação para voltar aos trilhos (só motivação não basta para interromper de vez a prática, mas naquele momento eu não tinha muitas opções). Encontrei o texto resumo do Harvey, em que ele fazia um resumo do texto do TheUnderdog do Your Brain On Porn. Aquilo explodiu na minha mente, foi um choque de realidade, um soco na boca do estômago. Senti a necessidade de mudar de vida radicalmente.

(4) Sabia que com o tempo essa motivação passaria, mas estava disposto a direcionar minha vida, resolver meus problemas, e não fugir dos momentos ansiosos, tediosos, irritativos, dos momentos merdas da minha vida. Resolvi encarar de frente, sem recorrer a nenhuma fonte de dopamina para me entorpecer e me tirar do chão, me aliviar, compensar os momentos frustrantes da minha vida.

(5) Nesse sentido, voltei ao fórum, a fazer postagens no meu diário, a iniciar um contador (até então nunca tinha tido), e nesse sentido o contador rodou... até ontem. Recaí com 12 e meio, mas fiquei frustrado de entrar aqui e reiniciar, estava bem triste.


MAS E AÍ CONSTANTINE, O QUE DEU ERRADO?

Bom amigos... muita coisa.


Vou elencar em pontos o que me levou a recaída. Obs: Essas experiências aconteceram comigo, não são verdades absolutas e você não precisa concordar com elas.


1 - A PROCASTINAÇÃO EM OUTROS ÂMBITOS DA VIDA INDUZEM UMA RECAÍDA

O que eu quero dizer com isso?
Bom, o que eu percebi nesse período foi que, durante o momento em que eu estava fazendo tudo que era PRECISO fazer na minha vida (para buscar meus objetivos) o reboot estava acontecendo com eficácia. Ou seja, enquanto eu estava fazendo minhas tarefas da faculdade, indo na academia, acordando junto com o despertador, fazendo minhas tarefas domésticas, fazendo minha dieta com eficácia, o reboot estava caminhando bem, sem nenhum problema, sem grandes tentações, sem grandes preocupações.

Foi a partir do momento (9º dia de reboot) em que eu comecei a acordar mais tarde, dormir mais tarde, procrastinar tarefas domésticas e da faculdade, comer tudo errado, faltar dias na academia, que os problemas começaram a aparecer.

Começaram a aparecer gatilhos, comecei a ter fantasias, comecei a pesquisar nome de atrizes no google e dar leves espiadas em fotos, comecei a pensar constantemente em atrizes específicas, ou seja, era um prelúdio para a recaída.

O que isso me demonstrou? Bom, eu sou um viciado em pornografia. Portanto, sempre que eu estiver fugindo de algo que eu não queira fazer na minha vida, a fuga principal vai ser o vício. Ou seja, quando o cérebro entendeu que eu estava evitando algo, ele quis me levar ao refúgio mais conhecido, mais confortável, a PMO, a dopamina.

2 - VOCÊ NÃO PODE FANTASIAR NEM ESPIAR

Uma coisa que percebi é que você não pode pensar em sexo. Calma, você pode, mas de uma maneira diferente.

Quando pensar em sexo, você deve pensar em maneiras de chegar a um sexo real. Ou seja, vou sair mais, conversar com garotas, me arrumar, etc. Mas você não deve pensar no sexo em si. Você pode fazer, mas não deve pensar.

Nunca se esqueça, você é um viciado. O que aconteceu comigo foi: 9 dia comecei a pensar demais em sexo, comecei a fantasiar, 10 dia eu tava espiando atrizes no google imagens, 11 dia eu estava com o tesão lá no teto, 12 dia eu recaí. É óbvio que isso vai te levar a recair.

Você não deve imaginar, você deve imaginar meios de chegar no ato em si (caso queira), mas não pensar na execução, nos vídeos que viu, nas atrizes que gosta, pois isso eventualmente vai te levar a uma recaída.

3 - A RECAÍDA GERA UMA CASCATA DE MERDA EM TODOS OS ÂMBITOS DA SUA VIDA

O que eu quero dizer com isso? O fato de recair faz você piorar todas as áreas da sua vida. Eu sei, parece óbvio, mas gostaria de falar sobre isso.
Desde a minha recaída, ontem, eu já: comi tudo que vi pela frente (ferrando a dieta), não fui na academia, não estudei para a faculdade, briguei com minha namorada.

Lembre-se: você é viciado na P, não no orgasmo em si. Porquê na P? Por causa dos pulsos de dopamina. O seu corpo está buscando altos níveis de satisfação, não um simples orgasmo. Por isso, se você recai na P, você estará dizendo ao seu cérebro: pegue toda a dopamina que puder, em tudo que puder, e rejeite toda a tarefa que não te dê dopamina fácil.

Basicamente é isso, ferrando seu reboot, você ferra seus planos em todas as áreas da vida.

4 - FORÇA DE VONTADE POR SI SÓ NÃO BASTA

Essa é simples. A sua reinicialização não pode ser pautada no impulso pós PMO. Aquele impulso gerado pela tristeza e agonia de estar no fundo do poço.
Quando recomecei o reboot, após ler o texto do Harvey, achei que tinha encontrado o baú de tesouro no fim do arco-íris, mas na verdade, no fundo, ainda era pura motivação pós-recaída. E meus amigos, essa motivação passa... O sofrimento passa, logo logo você vai querer recair novamente.

Portanto, você deve focar num projeto de vida. SEM PROCRASTINÁ-LO. Pois como eu disse, se procrastinar, vai acabar te levando a uma vulnerabilidade emocional, e esse estado, vai te conduzir, provavelmente, a uma recaída.

Escreva seu diário (eu irei fazer isso de agora em diante) não relatando seus problemas em relação a reinicialização, as fantasias, as ereções, etc. Escreva seu diário da construção da sua nova vida. Cada passo no aperfeiçoamento do seu Eu de agora, perante o Eu desejado, do futuro.

5 - VOCÊ NÃO PODE CONFIAR EM SI MESMO

O que eu quero dizer com isso, é que você não deve confiar apenas no seu potencial de se deixar longe das fontes do vício. Ou seja, arme-se de ferramentas que te ajudam a ficar longe disso, desligue-se de locais que te impulsionam para o vício. Eu confesso que tenho um grande problema em colocar bloqueadores no celular (não confio muito nas questões envolvendo privacidade), o que faz com que na maioria das vezes (incluindo nesse último reboot), eu deixe meu celular "livre" (sendo que o celular é meu maior vilão).

Portanto, municie-se. Por sinal, gostaria de pedir recomendações sobre bloqueadores de celulares que são confiáveis.

6 - VOCÊ DEVE SER PRÁTICO NO SEU PROJETO DE VIDA, SENÃO É APENAS UMA FORÇA DE MOTIVAÇÃO QUE NÃO TE LEVA A NADA

Outra coisa que gostaria de reforçar é a necessidade de realmente "colocar a mão na massa" em relação ao seu projeto de vida. Você não pode simplesmente (e foi o que eu fiz nesse reboot) falar que agora vai mudar sua vida, encarar seus problemas de frente, buscar seus objetivos, se você não tem um plano prático, uma planilha, um diário. Sem a praticidade, isso são apenas metáforas motivacionais.

Você precisa necessariamente traçar uma estratégia - leia na voz do capitão nascimento - rumo ao seu objetivo. Com planos práticos, metas, níveis a atingir. Precisa ter um planejamento. Não pode ser algo vazio, que não se possa mensurar. Pois, se for, eventualmente cairá por terra, você nem se lembrará, e o ciclo se repetirá, até você voltar a dizer que irá mudar sua vida, e recair novamente.

Seja prático. Na internet tem muita teoria. Saia para a rua (não agora rs/ ou saia com máscara onde for permitido) e coloque o que você aprendeu, ou quer aprender, em prática. Pare de ver vídeos motivacionais, pare de ver vídeos de como ter confiança, como alcançar seus objetivos, como isso, como aquilo. Vá a campo. Experimente na prática. Bote no papel. Mas também tire do papel e execute.

7 - SEJA MAIS ATIVO NO FÓRUM / SEJA MAIS ATIVO COM SEU REBOOT

Tenha uma postura mais ativa em relação ao seu reboot (o que eu não tive). Coloque-o como um projeto de vida que merece toda a atenção para ser executado. Nesse sentido, você sempre deve estar suprindo sua mente com novas histórias de sucesso, com mensagens de apoio de amigos, conselhos de outros membros do fórum, etc.

Motivação só não basta. Mas ela ajuda.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Eu tinha mais algumas coisas a dizer, mas creio que ficará um post muito longo. Eu já tenho que dormir, para não procrastinar minhas tarefas de amanhã, rs.

Estou devendo o check em alguns diários, estou querendo colocar um horário fixo na minha rotina para que eu entre no fórum todos os dias, isso pode me ajudar a ser mais ativo com o meu reboot. Sinto que deixei-o muito de lado, preciso ter mais preocupação com esse processo, fazer dele um projeto de vida. Não esperando que ele vá resolver meus problemas, mas que curando ele, estarei curando um paradigma de vida pautado na fuga do stress. Estarei curando um sintoma, uma consequência.

Enfim, espero ter ajudado de alguma forma. Lhes desejo toda a força do mundo.

Estarei zerando meu contador, mas não me fixarei muito nele. O projeto não é de 90 dias, é para a vida toda. Acabar com isso para sempre.

Um Abraço a todos, a gente se vê em breve.

Cara,

Sei que isso já foi postado há alguns dias, mas preciso te parabenizar por sua posição frente à situação difícil que passou.

Quem dera, todos nós tivéssemos toda a lucidez para numerar os pontos que nos levaram a um reset, recaída, seja o que for. Mas, se não tivermos essa força interior, pelo menos poderemos contar com a ajuda que vc deu por meio desse post.

Concordo amplamente com os apontamentos que vc fez meu amigo. Mas, gostaria de destacar o ponto 5. NÃO PODEMOS CONFIAR EM NÓS MESMOS. Cara, isso é tão real. Já caí tantas e tantas vezes por achar que eu me controlava, que não era possível, que eu escolhia quando e se eu iria ver P...... Que grande balela. Esse raciocínio só me deixou exposto a recaídas em looping, até que eu perdesse de vez as forças pra lutar. Obrigado por ter deixado isso mais claro do que nunca no seu post.

Como alguns amigos já falaram aqui,  esse é um daqueles posts pra salvar aqui no pc, escrever em um caderno e revisitar todas as vezes que forem necessárias.

Já estava muito feliz em poder contar com a sua ajuda por aqui cara, mas conhecendo um pouco melhor de você, agora consigo enxergar o quanto vc é um cara comprometido, responsável e quanto potencial você tem para se livrar de toda essa sujeira.

Mais do nunca, tamo junto meu irmão.

Um abraço do Vinícius

_______________________________________
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t9581-diario-de-vinicius-b-nao-preciso-enfrentar-isso-sozinho






Próximas metas a serem batidas (em dias):

7 dias (  )  14 ( )  21 (  )  30 ( )  40 ( )  50 ( )  60 ( )  70 ( )  80 ( )  90 ( )  100 ( )  125 ( )  150 ( )  180 ( )

Your future is whatever  you make it
Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 11/10/2020, 17:14
Convidado escreveu:
Constantine escreveu:Caros amigos, saudações!

O dia foi bastante puxado, estou tendo EAD das minhas matérias teóricas, e acaba que não tenho muito tempo disponível. Creio que nunca cheguei a comentar muito sobre a medicina aqui, mas é uma coisa bem difícil de lidar. Eu faço medicina numa federal, então falo por experiência dela, não sei como funciona em outros lugares. Bom, ela não te exige muito em termos qualitativos, mas te suga totalmente em termos quantitativos. O que eu quero dizer com isso? Bom, não é algo complexo de se entender (na maior parte do tempo, mas tem alguns conteúdos que sim, são bem complexos), você consegue assimilar bem o conteúdo. O lance é, ela não demanda seilá, ficar horas olhando para uma folha tentando entender algo (imagino que um curso de física deva ser assim, mas não sei realmente). Ela demanda dedicação em termos quantitativos. Basicamente, o estudo nunca acaba. Não importa o tempo que se tenha passado, sempre tem algo a mais para fazer. E eu já desisti (calma, não da medicina) de aprender tudo. Querendo ou não, você tem que filtrar as coisas, não dá pra ler 50 páginas de um livro (equivalentes a uma aula) e entender todos os processos em 1/2 dias. É para isso que serve a especialização, para você focar em algo e minuciá-lo.

Mas enfim, o que eu quero dizer com isso tudo, é que ela me toma muito tempo. De 7 às 17 tenho as aulas, mas nesse período é um estudo totalmente passivo, preciso de mais tempo. Infelizmente, não existe como burlar a regra do 24/7. Então, depois das 17 tá lá eu, garrado nas tarefas. E nisso vai até 22, 23, 24, e em época de exames às vezes até às 03/04. Não me lembro de ter virado a noite até hoje (deu 03 eu tô morto), mas já usei ritalina sem prescrição, já me intoxiquei de café, fiz toda merda possível. É raro eu estudar ativamente menos de 3 horas por dia. O que eu si é uma bad, porque não me sobra tempo para quase nada.

Nessa loucura toda, eu fico tentando arrumar tempo para os meus outros objetivos, que não necessariamente são menos importantes. Destaco o objetivo do "físico". Eu quero melhorar meu físico (não que ele seja ruim, tenho uma massa magra considerável, mas o meu BF tá um pouquinho acima, tô querendo diminuir), mas nem sempre dá pra treinar todo dia, porque o único momento que tenho disponível é 5:30/6 da manhã, após às 17 eu estudo, e também estou exausto. Mas nesse processo maluco todo, eu fico morto, e o sono fica onde???? kkkk, é tenso meus amigos.

Estou há um bom tempo tentando ajustar isso. Mas entendo que a vida também tem "dessas", você aperta de um lado, afrouxa de outro. É isso que dá a graça da vida. Não terá um dia em que tudo se acertará. Mas terá um dia em que um objetivo foi cumprido, depois outro, e outro, e assim por diante. . O lance é nunca desanimar, e sempre tentar novamente, uma hora vai.

Enfim amigos, o primeiro dia do reboot foi normal, aquilo de sempre: motivação está alta, então não senti nenhuma vontade de praticar PMO. Vou focar nos meus objetivos, em relatar passos para concretizá-los. Irei mudar o padrão dos meus relatos, pois o reboot não é apenas abstinência de PMO, e as fantasias não merecem minha atenção, mas a recuperação, rumo a uma vida diferente, essa sim.

Queria olhar alguns diários, mas hoje não terei tempo amigos. Amanhã retorno e olho.

Desejo forças a todos!

Um Grande Abraço do Constantine.

Mano, entendo completamente, não faço faculdade, no momento, mas estou labutando, serviço quando acumula é tenso e, as vezes, não conseguir fazer da melhor forma nos frustra, mas é algo totalmente natural, gosto de pensar que se está difícil para mim, está difícil para todos.

E acho que é o mais acertado a se fazer, realmente, estudar em uma federal, logo, medicina, não é algo simples e só de você ter sido aprovado, já mostra que você é um cara empenhado e que terá uma trajetória de sucesso.
Fico feliz por seu crescimento

Abraço meu amigo
Ezequiel

Saudações meu amigo Ezequiel.

Exatamente irmão, os nossos afazeres primários nos tomam muito tempo. É tenso... mas como você disse, e faz todo sentido, está difícil para todos, todos nós enfrentamos uma batalha diária.

Muito obrigado pela consideração meu parceiro. Vamos juntos!

Um grande Abraço do Constantine.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )
Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 11/10/2020, 17:18
ViníciusB escreveu:
Constantine escreveu:Saudações.

Eu recaí. Sim, é triste, senti que estava diferente dessa vez, mas acabei retornando ao fundo do poço. Mas estou numa vibe mais racional em relação ao reboot, e não vou me penalizar psicologicamente por isso. Reiniciarei o contador, embora esteja querendo adotar o método de planilha (para quem ainda não conhece, sugiro a leitura do texto do TheUnderdog -  Link - a parte da planilha está bem no final). Tenho algumas considerações em relação ao que aprendi com essa recaída, vou compartilhar com vocês para que de alguma maneira possa funcionar como suporte no vosso reboot. Creio que embora tenha recaído, estou assumindo uma maturidade diferente. Nunca se esquecendo, é um processo de recuperação, não abstinência.  

Vou lhes explicar a situação que me levou a essa recaída.

(1) Eu estava numa fase de recaídas constantes, basicamente estava praticando PMO todos os dias, tinha desistido do reboot e do fórum. Na real desistido não, mas entrado num modo automático de consumo de pornografia, que me fazia meio que esquecer sobre os meus problemas, e mascarava/encobria a necessidade de voltar ao processo.

(2) Um dia, há mais ou menos 14 dias atrás, eu lembro de acordar de manhã para estudar (era mais ou menos 8 horas), todos aqui em casa já haviam saído para trabalhar, e ao invés de estudar, eu fui no banheiro e... já sabem.
Bom, após aquilo eu me senti muito mal, muito mesmo. Sentei no sofá e comecei a chorar, desesperado para sair disso, me senti extremamente sujo.

(3) Após isso, entrei no fórum e comecei a procurar motivação para voltar aos trilhos (só motivação não basta para interromper de vez a prática, mas naquele momento eu não tinha muitas opções). Encontrei o texto resumo do Harvey, em que ele fazia um resumo do texto do TheUnderdog do Your Brain On Porn. Aquilo explodiu na minha mente, foi um choque de realidade, um soco na boca do estômago. Senti a necessidade de mudar de vida radicalmente.

(4) Sabia que com o tempo essa motivação passaria, mas estava disposto a direcionar minha vida, resolver meus problemas, e não fugir dos momentos ansiosos, tediosos, irritativos, dos momentos merdas da minha vida. Resolvi encarar de frente, sem recorrer a nenhuma fonte de dopamina para me entorpecer e me tirar do chão, me aliviar, compensar os momentos frustrantes da minha vida.

(5) Nesse sentido, voltei ao fórum, a fazer postagens no meu diário, a iniciar um contador (até então nunca tinha tido), e nesse sentido o contador rodou... até ontem. Recaí com 12 e meio, mas fiquei frustrado de entrar aqui e reiniciar, estava bem triste.


MAS E AÍ CONSTANTINE, O QUE DEU ERRADO?

Bom amigos... muita coisa.


Vou elencar em pontos o que me levou a recaída. Obs: Essas experiências aconteceram comigo, não são verdades absolutas e você não precisa concordar com elas.


1 - A PROCASTINAÇÃO EM OUTROS ÂMBITOS DA VIDA INDUZEM UMA RECAÍDA

O que eu quero dizer com isso?
Bom, o que eu percebi nesse período foi que, durante o momento em que eu estava fazendo tudo que era PRECISO fazer na minha vida (para buscar meus objetivos) o reboot estava acontecendo com eficácia. Ou seja, enquanto eu estava fazendo minhas tarefas da faculdade, indo na academia, acordando junto com o despertador, fazendo minhas tarefas domésticas, fazendo minha dieta com eficácia, o reboot estava caminhando bem, sem nenhum problema, sem grandes tentações, sem grandes preocupações.

Foi a partir do momento (9º dia de reboot) em que eu comecei a acordar mais tarde, dormir mais tarde, procrastinar tarefas domésticas e da faculdade, comer tudo errado, faltar dias na academia, que os problemas começaram a aparecer.

Começaram a aparecer gatilhos, comecei a ter fantasias, comecei a pesquisar nome de atrizes no google e dar leves espiadas em fotos, comecei a pensar constantemente em atrizes específicas, ou seja, era um prelúdio para a recaída.

O que isso me demonstrou? Bom, eu sou um viciado em pornografia. Portanto, sempre que eu estiver fugindo de algo que eu não queira fazer na minha vida, a fuga principal vai ser o vício. Ou seja, quando o cérebro entendeu que eu estava evitando algo, ele quis me levar ao refúgio mais conhecido, mais confortável, a PMO, a dopamina.

2 - VOCÊ NÃO PODE FANTASIAR NEM ESPIAR

Uma coisa que percebi é que você não pode pensar em sexo. Calma, você pode, mas de uma maneira diferente.

Quando pensar em sexo, você deve pensar em maneiras de chegar a um sexo real. Ou seja, vou sair mais, conversar com garotas, me arrumar, etc. Mas você não deve pensar no sexo em si. Você pode fazer, mas não deve pensar.

Nunca se esqueça, você é um viciado. O que aconteceu comigo foi: 9 dia comecei a pensar demais em sexo, comecei a fantasiar, 10 dia eu tava espiando atrizes no google imagens, 11 dia eu estava com o tesão lá no teto, 12 dia eu recaí. É óbvio que isso vai te levar a recair.

Você não deve imaginar, você deve imaginar meios de chegar no ato em si (caso queira), mas não pensar na execução, nos vídeos que viu, nas atrizes que gosta, pois isso eventualmente vai te levar a uma recaída.

3 - A RECAÍDA GERA UMA CASCATA DE MERDA EM TODOS OS ÂMBITOS DA SUA VIDA

O que eu quero dizer com isso? O fato de recair faz você piorar todas as áreas da sua vida. Eu sei, parece óbvio, mas gostaria de falar sobre isso.
Desde a minha recaída, ontem, eu já: comi tudo que vi pela frente (ferrando a dieta), não fui na academia, não estudei para a faculdade, briguei com minha namorada.

Lembre-se: você é viciado na P, não no orgasmo em si. Porquê na P? Por causa dos pulsos de dopamina. O seu corpo está buscando altos níveis de satisfação, não um simples orgasmo. Por isso, se você recai na P, você estará dizendo ao seu cérebro: pegue toda a dopamina que puder, em tudo que puder, e rejeite toda a tarefa que não te dê dopamina fácil.

Basicamente é isso, ferrando seu reboot, você ferra seus planos em todas as áreas da vida.

4 - FORÇA DE VONTADE POR SI SÓ NÃO BASTA

Essa é simples. A sua reinicialização não pode ser pautada no impulso pós PMO. Aquele impulso gerado pela tristeza e agonia de estar no fundo do poço.
Quando recomecei o reboot, após ler o texto do Harvey, achei que tinha encontrado o baú de tesouro no fim do arco-íris, mas na verdade, no fundo, ainda era pura motivação pós-recaída. E meus amigos, essa motivação passa... O sofrimento passa, logo logo você vai querer recair novamente.

Portanto, você deve focar num projeto de vida. SEM PROCRASTINÁ-LO. Pois como eu disse, se procrastinar, vai acabar te levando a uma vulnerabilidade emocional, e esse estado, vai te conduzir, provavelmente, a uma recaída.

Escreva seu diário (eu irei fazer isso de agora em diante) não relatando seus problemas em relação a reinicialização, as fantasias, as ereções, etc. Escreva seu diário da construção da sua nova vida. Cada passo no aperfeiçoamento do seu Eu de agora, perante o Eu desejado, do futuro.

5 - VOCÊ NÃO PODE CONFIAR EM SI MESMO

O que eu quero dizer com isso, é que você não deve confiar apenas no seu potencial de se deixar longe das fontes do vício. Ou seja, arme-se de ferramentas que te ajudam a ficar longe disso, desligue-se de locais que te impulsionam para o vício. Eu confesso que tenho um grande problema em colocar bloqueadores no celular (não confio muito nas questões envolvendo privacidade), o que faz com que na maioria das vezes (incluindo nesse último reboot), eu deixe meu celular "livre" (sendo que o celular é meu maior vilão).

Portanto, municie-se. Por sinal, gostaria de pedir recomendações sobre bloqueadores de celulares que são confiáveis.

6 - VOCÊ DEVE SER PRÁTICO NO SEU PROJETO DE VIDA, SENÃO É APENAS UMA FORÇA DE MOTIVAÇÃO QUE NÃO TE LEVA A NADA

Outra coisa que gostaria de reforçar é a necessidade de realmente "colocar a mão na massa" em relação ao seu projeto de vida. Você não pode simplesmente (e foi o que eu fiz nesse reboot) falar que agora vai mudar sua vida, encarar seus problemas de frente, buscar seus objetivos, se você não tem um plano prático, uma planilha, um diário. Sem a praticidade, isso são apenas metáforas motivacionais.

Você precisa necessariamente traçar uma estratégia - leia na voz do capitão nascimento - rumo ao seu objetivo. Com planos práticos, metas, níveis a atingir. Precisa ter um planejamento. Não pode ser algo vazio, que não se possa mensurar. Pois, se for, eventualmente cairá por terra, você nem se lembrará, e o ciclo se repetirá, até você voltar a dizer que irá mudar sua vida, e recair novamente.

Seja prático. Na internet tem muita teoria. Saia para a rua (não agora rs/ ou saia com máscara onde for permitido) e coloque o que você aprendeu, ou quer aprender, em prática. Pare de ver vídeos motivacionais, pare de ver vídeos de como ter confiança, como alcançar seus objetivos, como isso, como aquilo. Vá a campo. Experimente na prática. Bote no papel. Mas também tire do papel e execute.

7 - SEJA MAIS ATIVO NO FÓRUM / SEJA MAIS ATIVO COM SEU REBOOT

Tenha uma postura mais ativa em relação ao seu reboot (o que eu não tive). Coloque-o como um projeto de vida que merece toda a atenção para ser executado. Nesse sentido, você sempre deve estar suprindo sua mente com novas histórias de sucesso, com mensagens de apoio de amigos, conselhos de outros membros do fórum, etc.

Motivação só não basta. Mas ela ajuda.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Eu tinha mais algumas coisas a dizer, mas creio que ficará um post muito longo. Eu já tenho que dormir, para não procrastinar minhas tarefas de amanhã, rs.

Estou devendo o check em alguns diários, estou querendo colocar um horário fixo na minha rotina para que eu entre no fórum todos os dias, isso pode me ajudar a ser mais ativo com o meu reboot. Sinto que deixei-o muito de lado, preciso ter mais preocupação com esse processo, fazer dele um projeto de vida. Não esperando que ele vá resolver meus problemas, mas que curando ele, estarei curando um paradigma de vida pautado na fuga do stress. Estarei curando um sintoma, uma consequência.

Enfim, espero ter ajudado de alguma forma. Lhes desejo toda a força do mundo.

Estarei zerando meu contador, mas não me fixarei muito nele. O projeto não é de 90 dias, é para a vida toda. Acabar com isso para sempre.

Um Abraço a todos, a gente se vê em breve.

Cara,

Sei que isso já foi postado há alguns dias, mas preciso te parabenizar por sua posição frente à situação difícil que passou.

Quem dera, todos nós tivéssemos toda a lucidez para numerar os pontos que nos levaram a um reset, recaída, seja o que for. Mas, se não tivermos essa força interior, pelo menos poderemos contar com a ajuda que vc deu por meio desse post.

Concordo amplamente com os apontamentos que vc fez meu amigo. Mas, gostaria de destacar o ponto 5. NÃO PODEMOS CONFIAR EM NÓS MESMOS. Cara, isso é tão real. Já caí tantas e tantas vezes por achar que eu me controlava, que não era possível, que eu escolhia quando e se eu iria ver P...... Que grande balela. Esse raciocínio só me deixou exposto a recaídas em looping, até que eu perdesse de vez as forças pra lutar. Obrigado por ter deixado isso mais claro do que nunca no seu post.

Como alguns amigos já falaram aqui,  esse é um daqueles posts pra salvar aqui no pc, escrever em um caderno e revisitar todas as vezes que forem necessárias.

Já estava muito feliz em poder contar com a sua ajuda por aqui cara, mas conhecendo um pouco melhor de você, agora consigo enxergar o quanto vc é um cara comprometido, responsável e quanto potencial você tem para se livrar de toda essa sujeira.

Mais do nunca, tamo junto meu irmão.

Um abraço do Vinícius

Saudações meu grande amigo Vinícius.

Irmão, o que me dá e deu força de vontade para ter uma resposta madura e racional diante o problema que enfrentei, foi o fato de não querer que meus irmãos passem pelo mesmo que passei. No que puder ajudar meu caro, estarei ajudando. Conte comigo.

Exatamente, o 5 ponto é um dos mais essenciais, e de onde sai as minhas maiores falhas. Por sinal, foi bom você me lembrar disso, preciso arrumar meus bloqueadores, já faz um tempo que estou postergando essa tarefa.

Muito obrigado pela consideração, do fundo do coração mesmo. Fico muito feliz em poder contar com sua ajuda também irmão, você é um daqueles caras que mais contribuem para a jornada da gente.

Parabéns pelos 13 dias irmão, é uma vitória e tanto!!
Vamos juntos, lhe desejo força!!

Um grande abraço do seu amigo Constantine.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )
Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 11/10/2020, 18:05
Saudações amigos.

Gostaria de compartilhar algumas reflexões que andei tendo, espero contribuir de alguma forma.

Bom, como todo mundo sabe já faz um tempo que estou tentando o reboot, não é bastante como já vi em muitos casos, mas é considerável. Estou há uns 8 meses nessa jornada, mas no fórum, creio que há uns 2/3. Mas como sabem, eu não era muito ativo, e isso é um problema que eu estou tendo que lidar. A falta de tempo disponível me prejudica muito na minha jornada, mas essa responsabilidade é minha, e eu preciso lidar com ela. Bom, basicamente iremos começar por isso.

WE CHOOSE WHAT HOLDS US BACK AND WHAT MOVES US FOWARD - Master Splinter

Irmãos, o que temos que aprender (ou melhor, já devíamos ter aprendido) é que o ambiente tem influencia sobre nós, mas nos somos responsáveis por nós mesmos. Portanto, em no mínimo 75% da nossa vida, somos sócios majoritários. Tudo, absolutamente tudo (que não tenha dependido de interferências externas) é consequência das nossas escolhas. Sim, surpreendam-se, se você está gordo (e não tem nenhum problema de saúde) foi porque você ingeriu mais energia do que gastou. Se você deixou aquela tarefa para a última hora (e não teve nenhum impedimento realmente plausível) e acabou se enchendo de stress e se ferrando com o seu chefe/professor, foi porquê você decidiu não fazê-la enquanto havia tempo disponível. Se você não passou naquele teste físico que te exigiram no seu trabalho (sendo que você não tinha nenhum impedimento externo) foi porque você não se preparou para ele. Sim amigo, é culpa sua. Tornar-se adulto é isso, assumir responsabilidades, mesmo não querendo. E lembrem-se, tornar-se adulto (no sentido subjetivo da palavra) não tem nada a ver com o número de aniversários que você já teve, mas com a sua postura perante os acontecimentos da sua vida. Você chora e culpa alguém, ou você assume a responsabilidade?

Vejam, existem situações em que realmente não há para onde fugir. Em que realmente a pessoa não tem possibilidades de assumir as rédeas da vida. Isso é totalmente compreensível. Não devemos glamourizar situações de desamparo social, situações patológicas, etc., e dizer que a força de vontade de mudar basta. Não, não é isso. Mas se você, não tendo nenhum impedimento que te aprisiona, escolhe ficar onde está, a responsabilidade é sua, entenda. Ninguém irá fazer por você aquilo em que só você será beneficiado.

Portanto, tudo depende do quão disposto a fazer escolhas você está. E veja, fazer uma escolha, é abrir mão de outra. Não queira ter os benefícios do reboot e continuar se saboreando com a dopamina fácil à todo momento. Não queira fazer sexo com todas as mulheres do mundo e ao mesmo tempo ter aquela companheira de batalha nos momentos difíceis. Não queira viver de balada de segunda à segunda e esperar algum sucesso profissional. A cada escolha, uma renúncia. Não há problema nenhum em querer viver de balada, ou em querer ser solteiro, ou em querer qualquer coisa. Não há julgamentos aqui, cada um escolhe o que melhor lhe convém. Aqui há fatos, em toda escolha, uma perda. Não há como plantar arroz, esperando que nasça trigo.

Por isso, nós somos responsáveis por aquilo que nos impulsiona rumo aos nossos objetivos, e aquilo que nos impede . Quando comecei o reboot, achei que não era necessário uma dedicação total. Pensava: "ah, eu quero parar, é só eu largar de me masturbar, simples". Quem me dera... O difícil mais complicado da vida não é lidar com os outros, mas lidarmos com nós mesmos. Vocês já pararam para pensar que quando temos um compromisso com alguém às 6h da manhã, 4h e meia/5h já estamos de pé da cama? Mesmo com todo o sono do mundo? E porquê quando você prometeu a si mesmo que levantaria 5h para correr naquele sábado de manhã, você desligou o despertador e voltou a dormir? Você achou que sua consciência não ligaria não é mesmo? Aí foi onde você se enganou...

Nós passamos a vida inteira fazendo a coisa errada pois sempre achamos que em relação a nós mesmos, nunca há consequência penosa. Você não atrasa com o seu chefe porque sabe que isso pode te gerar uma consequência péssima, não é mesmo? Mas com você, sem problemas não é? Não "dá em nada". Errado meu amigo. A cada vez que você pratica algo que não deveria praticar, deixa de fazer algo que deveria fazer, o seu cérebro te pune, e você conhece esse sentimento... Você sabe exatamente do que estou falando. Aquela sensação de cobrança, de tristeza, desesperança em relação a si mesmo, desconfiança em relação a si mesmo. A cada vez que você faz isso, você ensina para o seu cérebro, a desrespeitar A SI MESMO. Você ensina para ele que você é um bosta, e que não merece nenhum respeito. Você o ensina a não ter amor próprio, a não aprender a falar NÃO em circunstâncias em que algo não é benéfico para você, a não ligar para a aparência, pois "eu não sou bom o suficiente", a não ter autoconfiança, a literalmente se achar um merda, que não merece o respeito de si mesmo.

Por isso, nunca tente se esconder da sua própria consciência. Como o Jordan Peterson diz, a nossa consciência sempre está dizendo o que fazer e o que não fazer. Dependendo da escolha que fizer, terá consequências, como tudo na vida.

E o que isso tudo tem a ver com o início da conversa?

Ando percebendo que práticas, e a ausência de práticas tem me afastado e me aproximado do sucesso no reboot.

Em suma:

(1) Estou sem tempo para acompanhar o fórum? Problema meu. Todo mundo tem 24h no dia. Se o reboot é uma prioridade alta para mim, eu devo assumir a responsabilidade por ele, e dar um jeito de encaixá-lo na minha rotina.

(2) Se o celular é um gatilho para mim. Eu devo reduzir as horas de uso. Não navego a esmo na internet. Uso apenas com o tempo e o objetivo pré-estabelecido. Não levo ele para o banheiro e nem para o quarto antes de dormir. Não pego ele quando estiver emocionalmente abalado.

(3) Se ver fotos ou vídeos de mulheres me dá gatilho para praticar PMO, eu reduzo os filmes, séries. Desinstalo minhas redes sociais. Uso Youtube Kids.

(4) Se práticas como correr, nadar, socializar, desenhar, tomar banhos gelados, escrever, etc, me ajudam a me manter firme na reinicialização, eu devo praticá-las.

Enfim, esses foram apenas exemplo.

A questão é pessoal: todo objetivo na vida tem um passo a passo (esse passo a passo não é linear, óbvio, cada um tem uma história de vida e circunstâncias distintas). No entanto, analise aquilo que está te colocando para frente em relação ao seu objetivo, e aquilo que está atrasando ele. Aquilo que te empurrar para frente, coloque na sua vida. E aquilo que for distração, elimine. Estamos vivendo uma era de super informação, de altas possibilidades, de hiperestimulação diária. NÃO CAIA NESSA. NÃO SAIA DOS TRILHOS. Terão muitas distrações, você pode estar buscando um objetivo, e do nada aparece um vídeo no youtube te ensinando como vender na internet (não que exista algum problema com isso). MAS, NÃO CAIA NA BOBEIRA DE SE DISTRAIR COM ALGO QUE NÃO FAZ SENTIDO PARA TI. Mantenha se firme, postura perante a vida!

As suas escolhas determinam os seus resultados. Nunca se esqueça. Não glamourize a jornada, ela é árdua, e não basta somente força de vontade (por isso não acredito em auto-ajuda). Você vai errar, errar muito, corrigir rota, mudar de planos, mudar de estratégias. Vai ser pesado, vai ser desanimador. Mas nunca se esqueça, a responsabilidade pelo que você quer, é apenas sua. Elimine distrações, deixe o seu trajeto mais retilíneo, foque em algo, não foque em tudo.

A partir de hoje, me comprometo a dedicar 1 hora do dia ao fórum. Não digo que isso acontecerá, pois como eu disse, somos sócios majoritários, mas o ambiente também gerencia nossas vidas. Mas irei me dedicar ao máximo. Sinto que quando estou longe daqui, estou mais suscetível a recair. Preciso voltar aos trilhos.

Desejo forças a todos!

Seguindo a prática do grande Harv. A gratidão, não importa qual for sua crença, é uma prática extremamente saudável.
Sou grato por:
I - Ter uma namorada que me ama.
II - Ter um teto para me proteger.
III - Ter uma família que me ama.


Um grande abraço meus amigos.

Constantine.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )

Peter Parker e Alma22 gostam desta mensagem

RBr77
RBr77
Mensagens : 60
Data de inscrição : 27/09/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 11/10/2020, 21:18
Boa noite famigerado Constantine
É sempre um privilégio poder desfrutar de seus conhecimentos; sempre atento aos detalhes e sabendo exatamente o que escrever e como isso pode impactar em cada um de nós aqui do fórum. Concordo com você de que a responsabilidade da vida em si é toda nossa, e vou além, a responsabilidade do sucesso é completamente dependente do quão alheio somos as adversidades. Ignorar um problema é como varrer a sujeira pra debaixo do sofá: uma hora ou outra você vai ter que limpar e tendo mais trabalho do que antes. Agradeço pelas reflexões compartilhadas e tenha uma boa semana, meu amigo. Grande abraço!

_______________________________________
Peter Parker
Peter Parker
Moderador
Moderador
Mensagens : 519
Data de inscrição : 27/11/2019

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 12/10/2020, 10:16
Fala aí magnificentíssimo Constantine !!!

Que texto incrível cara ! Meus parabéns, gostei bastante de como discorreu sobre a nossa autorresponsabilidade e sobre as coisas que nos puxam para trás. Não tenho mais o que falar sobre, agora é só pôr em prática tudo isso aí.

Grande abraço !

_______________________________________


"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Mateus 11:28  study

"Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades." - Tio Ben

Diário do Aranha mais querido: https://www.comoparar.com/t9821-diario-de-um-vencedor
Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 13/10/2020, 00:05
RBr77 escreveu:Boa noite famigerado Constantine
É sempre um privilégio poder desfrutar de seus conhecimentos; sempre atento aos detalhes e sabendo exatamente o que escrever e como isso pode impactar em cada um de nós aqui do fórum. Concordo com você de que a responsabilidade da vida em si é toda nossa, e vou além, a responsabilidade do sucesso é completamente dependente do quão alheio somos as adversidades. Ignorar um problema é como varrer a sujeira pra debaixo do sofá: uma hora ou outra você vai ter que limpar e tendo mais trabalho do que antes. Agradeço pelas reflexões compartilhadas e tenha uma boa semana, meu amigo. Grande abraço!

Saudações meu caro Rbr77.

Como você está meu amigo? Rbr seria Red Bull Racing?

Fico muito grato com as belas palavras meu caro, são de grande valia para mim. Exatamente, o quão alheio somos as adversidades. Precisamos ter uma "casca grossa" perante os nossos desafios, e nos mantermos focados.

Te agradeço por dedicar um tempo para a leitura do meu diário. Estarei te acompanhando meu amigo.

Um grande abraço do Constantine.

Peter Parker escreveu:Fala aí magnificentíssimo Constantine !!!

Que texto incrível cara ! Meus parabéns, gostei bastante de como discorreu sobre a nossa autorresponsabilidade e sobre as coisas que nos puxam para trás. Não tenho mais o que falar sobre, agora é só pôr em prática tudo isso aí.

Grande abraço !

Fala aí grandiosíssimo Parker!!

Muito obrigado meu amigo, fico feliz por ter gostado.

Lhe desejo forças meu caro!

Um grande abraço do Constantine.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )
ViníciusB
ViníciusB
Mensagens : 86
Data de inscrição : 16/10/2018

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 13/10/2020, 00:22
Constantine escreveu:Saudações amigos.

Gostaria de compartilhar algumas reflexões que andei tendo, espero contribuir de alguma forma.

Bom, como todo mundo sabe já faz um tempo que estou tentando o reboot, não é bastante como já vi em muitos casos, mas é considerável. Estou há uns 8 meses nessa jornada, mas no fórum, creio que há uns 2/3. Mas como sabem, eu não era muito ativo, e isso é um problema que eu estou tendo que lidar. A falta de tempo disponível me prejudica muito na minha jornada, mas essa responsabilidade é minha, e eu preciso lidar com ela. Bom, basicamente iremos começar por isso.

WE CHOOSE WHAT HOLDS US BACK AND WHAT MOVES US FOWARD - Master Splinter

Irmãos, o que temos que aprender (ou melhor, já devíamos ter aprendido) é que o ambiente tem influencia sobre nós, mas nos somos responsáveis por nós mesmos. Portanto, em no mínimo 75% da nossa vida, somos sócios majoritários. Tudo, absolutamente tudo (que não tenha dependido de interferências externas) é consequência das nossas escolhas. Sim, surpreendam-se, se você está gordo (e não tem nenhum problema de saúde) foi porque você ingeriu mais energia do que gastou. Se você deixou aquela tarefa para a última hora (e não teve nenhum impedimento realmente plausível) e acabou se enchendo de stress e se ferrando com o seu chefe/professor, foi porquê você decidiu não fazê-la enquanto havia tempo disponível. Se você não passou naquele teste físico que te exigiram no seu trabalho (sendo que você não tinha nenhum impedimento externo) foi porque você não se preparou para ele. Sim amigo, é culpa sua. Tornar-se adulto é isso, assumir responsabilidades, mesmo não querendo. E lembrem-se, tornar-se adulto (no sentido subjetivo da palavra) não tem nada a ver com o número de aniversários que você já teve, mas com a sua postura perante os acontecimentos da sua vida. Você chora e culpa alguém, ou você assume a responsabilidade?

Vejam, existem situações em que realmente não há para onde fugir. Em que realmente a pessoa não tem possibilidades de assumir as rédeas da vida. Isso é totalmente compreensível. Não devemos glamourizar situações de desamparo social, situações patológicas, etc., e dizer que a força de vontade de mudar basta. Não, não é isso. Mas se você, não tendo nenhum impedimento que te aprisiona, escolhe ficar onde está, a responsabilidade é sua, entenda. Ninguém irá fazer por você aquilo em que só você será beneficiado.

Portanto, tudo depende do quão disposto a fazer escolhas você está. E veja, fazer uma escolha, é abrir mão de outra. Não queira ter os benefícios do reboot e continuar se saboreando com a dopamina fácil à todo momento. Não queira fazer sexo com todas as mulheres do mundo e ao mesmo tempo ter aquela companheira de batalha nos momentos difíceis. Não queira viver de balada de segunda à segunda e esperar algum sucesso profissional. A cada escolha, uma renúncia. Não há problema nenhum em querer viver de balada, ou em querer ser solteiro, ou em querer qualquer coisa. Não há julgamentos aqui, cada um escolhe o que melhor lhe convém. Aqui há fatos, em toda escolha, uma perda. Não há como plantar arroz, esperando que nasça trigo.

Por isso, nós somos responsáveis por aquilo que nos impulsiona rumo aos nossos objetivos, e aquilo que nos impede . Quando comecei o reboot, achei que não era necessário uma dedicação total. Pensava: "ah, eu quero parar, é só eu largar de me masturbar, simples". Quem me dera... O difícil mais complicado da vida não é lidar com os outros, mas lidarmos com nós mesmos. Vocês já pararam para pensar que quando temos um compromisso com alguém às 6h da manhã, 4h e meia/5h já estamos de pé da cama? Mesmo com todo o sono do mundo? E porquê quando você prometeu a si mesmo que levantaria 5h para correr naquele sábado de manhã, você desligou o despertador e voltou a dormir? Você achou que sua consciência não ligaria não é mesmo? Aí foi onde você se enganou...

Nós passamos a vida inteira fazendo a coisa errada pois sempre achamos que em relação a nós mesmos, nunca há consequência penosa. Você não atrasa com o seu chefe porque sabe que isso pode te gerar uma consequência péssima, não é mesmo? Mas com você, sem problemas não é? Não "dá em nada". Errado meu amigo. A cada vez que você pratica algo que não deveria praticar, deixa de fazer algo que deveria fazer, o seu cérebro te pune, e você conhece esse sentimento... Você sabe exatamente do que estou falando. Aquela sensação de cobrança, de tristeza, desesperança em relação a si mesmo, desconfiança em relação a si mesmo. A cada vez que você faz isso, você ensina para o seu cérebro, a desrespeitar A SI MESMO. Você ensina para ele que você é um bosta, e que não merece nenhum respeito. Você o ensina a não ter amor próprio, a não aprender a falar NÃO em circunstâncias em que algo não é benéfico para você, a não ligar para a aparência, pois "eu não sou bom o suficiente", a não ter autoconfiança, a literalmente se achar um merda, que não merece o respeito de si mesmo.

Por isso, nunca tente se esconder da sua própria consciência. Como o Jordan Peterson diz, a nossa consciência sempre está dizendo o que fazer e o que não fazer. Dependendo da escolha que fizer, terá consequências, como tudo na vida.

E o que isso tudo tem a ver com o início da conversa?

Ando percebendo que práticas, e a ausência de práticas tem me afastado e me aproximado do sucesso no reboot.

Em suma:

(1) Estou sem tempo para acompanhar o fórum? Problema meu. Todo mundo tem 24h no dia. Se o reboot é uma prioridade alta para mim, eu devo assumir a responsabilidade por ele, e dar um jeito de encaixá-lo na minha rotina.

(2) Se o celular é um gatilho para mim. Eu devo reduzir as horas de uso. Não navego a esmo na internet. Uso apenas com o tempo e o objetivo pré-estabelecido. Não levo ele para o banheiro e nem para o quarto antes de dormir. Não pego ele quando estiver emocionalmente abalado.

(3) Se ver fotos ou vídeos de mulheres me dá gatilho para praticar PMO, eu reduzo os filmes, séries. Desinstalo minhas redes sociais. Uso Youtube Kids.

(4) Se práticas como correr, nadar, socializar, desenhar, tomar banhos gelados, escrever, etc, me ajudam a me manter firme na reinicialização, eu devo praticá-las.

Enfim, esses foram apenas exemplo.

A questão é pessoal: todo objetivo na vida tem um passo a passo (esse passo a passo não é linear, óbvio, cada um tem uma história de vida e circunstâncias distintas). No entanto, analise aquilo que está te colocando para frente em relação ao seu objetivo, e aquilo que está atrasando ele. Aquilo que te empurrar para frente, coloque na sua vida. E aquilo que for distração, elimine. Estamos vivendo uma era de super informação, de altas possibilidades, de hiperestimulação diária. NÃO CAIA NESSA. NÃO SAIA DOS TRILHOS. Terão muitas distrações, você pode estar buscando um objetivo, e do nada aparece um vídeo no youtube te ensinando como vender na internet (não que exista algum problema com isso). MAS, NÃO CAIA NA BOBEIRA DE SE DISTRAIR COM ALGO QUE NÃO FAZ SENTIDO PARA TI. Mantenha se firme, postura perante a vida!

As suas escolhas determinam os seus resultados. Nunca se esqueça. Não glamourize a jornada, ela é árdua, e não basta somente força de vontade (por isso não acredito em auto-ajuda). Você vai errar, errar muito, corrigir rota, mudar de planos, mudar de estratégias. Vai ser pesado, vai ser desanimador. Mas nunca se esqueça, a responsabilidade pelo que você quer, é apenas sua. Elimine distrações, deixe o seu trajeto mais retilíneo, foque em algo, não foque em tudo.

A partir de hoje, me comprometo a dedicar 1 hora do dia ao fórum. Não digo que isso acontecerá, pois como eu disse, somos sócios majoritários, mas o ambiente também gerencia nossas vidas. Mas irei me dedicar ao máximo. Sinto que quando estou longe daqui, estou mais suscetível a recair. Preciso voltar aos trilhos.

Desejo forças a todos!

Seguindo a prática do grande Harv. A gratidão, não importa qual for sua crença, é uma prática extremamente saudável.
Sou grato por:
I - Ter uma namorada que me ama.
II - Ter um teto para me proteger.
III - Ter uma família que me ama.


Um grande abraço meus amigos.

Constantine.

Faaala meu querido Constantine,


Muito obrigado por mais esse momento de lucidez, completamente necessário diga-se de passagem. É como vc disse: a nossa consciência está sempre dizendo o que fazer e o que não fazer. Agora, é totalmente nossa responsabilidade escolher que caminho seguir e arcar com as consequências. Sobre isso,  todos nós aqui já sabemos bem as consequências de se entregar ao vício da PMO. Será então que vamos escolher arcar com tudo isso em troca de alguns segundos de um prazer enganoso? Aí cada um que decidirá.

Você já sabe, mas não custa reafirmar: te admiro demais meu caro. Tenho aprendido muito contigo, seja nos momentos bons, mas especialmente nos momentos delicados. Conte comigo nessa sua retomada aos trilhos. Sei que você é completamente capaz de sair vencedor dessa guerra. E estarei aqui para acompanhar sua vitória.

Grande abraço do seu amigo Vinícius

_______________________________________
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t9581-diario-de-vinicius-b-nao-preciso-enfrentar-isso-sozinho






Próximas metas a serem batidas (em dias):

7 dias (  )  14 ( )  21 (  )  30 ( )  40 ( )  50 ( )  60 ( )  70 ( )  80 ( )  90 ( )  100 ( )  125 ( )  150 ( )  180 ( )

Your future is whatever  you make it
Alma22
Alma22
Mensagens : 38
Data de inscrição : 19/09/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 13/10/2020, 20:30
Meu amigo, que texto dos caralhos! Muito bom!

O ambiente nos influência, mas a maior responsabilidade é minha!

Também estou com dificuldades de manter a frequência aqui no Fórum. Mas é como você disse: todo mundo tem 24 horas!

Parabéns por sua determinação e obrigado por compartilhar suas reflexões conosco! Um forte abraço meu amigo!

Alma22

_______________________________________

Se o teu olho direito te leva a pecar, arranca-o e lança-o fora de ti; pois te é mais proveitoso perder um dos teus membros do que todo o teu corpo ser lançado no inferno. E, se tua mão direita te fizer pecar, corta-a e atira-a para longe de ti; pois te é melhor que um dos teus membros se perca do que todo o teu corpo seja lançado no inferno. Mateus 5:29,30

Cadê o EU01?
Jonas
Jonas
Mensagens : 74
Data de inscrição : 22/07/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 15/10/2020, 16:17
Spoiler:
Constantine escreveu:Saudações amigos.

Gostaria de compartilhar algumas reflexões que andei tendo, espero contribuir de alguma forma.

Bom, como todo mundo sabe já faz um tempo que estou tentando o reboot, não é bastante como já vi em muitos casos, mas é considerável. Estou há uns 8 meses nessa jornada, mas no fórum, creio que há uns 2/3. Mas como sabem, eu não era muito ativo, e isso é um problema que eu estou tendo que lidar. A falta de tempo disponível me prejudica muito na minha jornada, mas essa responsabilidade é minha, e eu preciso lidar com ela. Bom, basicamente iremos começar por isso.

WE CHOOSE WHAT HOLDS US BACK AND WHAT MOVES US FOWARD - Master Splinter

Irmãos, o que temos que aprender (ou melhor, já devíamos ter aprendido) é que o ambiente tem influencia sobre nós, mas nos somos responsáveis por nós mesmos. Portanto, em no mínimo 75% da nossa vida, somos sócios majoritários. Tudo, absolutamente tudo (que não tenha dependido de interferências externas) é consequência das nossas escolhas. Sim, surpreendam-se, se você está gordo (e não tem nenhum problema de saúde) foi porque você ingeriu mais energia do que gastou. Se você deixou aquela tarefa para a última hora (e não teve nenhum impedimento realmente plausível) e acabou se enchendo de stress e se ferrando com o seu chefe/professor, foi porquê você decidiu não fazê-la enquanto havia tempo disponível. Se você não passou naquele teste físico que te exigiram no seu trabalho (sendo que você não tinha nenhum impedimento externo) foi porque você não se preparou para ele. Sim amigo, é culpa sua. Tornar-se adulto é isso, assumir responsabilidades, mesmo não querendo. E lembrem-se, tornar-se adulto (no sentido subjetivo da palavra) não tem nada a ver com o número de aniversários que você já teve, mas com a sua postura perante os acontecimentos da sua vida. Você chora e culpa alguém, ou você assume a responsabilidade?

Vejam, existem situações em que realmente não há para onde fugir. Em que realmente a pessoa não tem possibilidades de assumir as rédeas da vida. Isso é totalmente compreensível. Não devemos glamourizar situações de desamparo social, situações patológicas, etc., e dizer que a força de vontade de mudar basta. Não, não é isso. Mas se você, não tendo nenhum impedimento que te aprisiona, escolhe ficar onde está, a responsabilidade é sua, entenda. Ninguém irá fazer por você aquilo em que só você será beneficiado.

Portanto, tudo depende do quão disposto a fazer escolhas você está. E veja, fazer uma escolha, é abrir mão de outra. Não queira ter os benefícios do reboot e continuar se saboreando com a dopamina fácil à todo momento. Não queira fazer sexo com todas as mulheres do mundo e ao mesmo tempo ter aquela companheira de batalha nos momentos difíceis. Não queira viver de balada de segunda à segunda e esperar algum sucesso profissional. A cada escolha, uma renúncia. Não há problema nenhum em querer viver de balada, ou em querer ser solteiro, ou em querer qualquer coisa. Não há julgamentos aqui, cada um escolhe o que melhor lhe convém. Aqui há fatos, em toda escolha, uma perda. Não há como plantar arroz, esperando que nasça trigo.

Por isso, nós somos responsáveis por aquilo que nos impulsiona rumo aos nossos objetivos, e aquilo que nos impede . Quando comecei o reboot, achei que não era necessário uma dedicação total. Pensava: "ah, eu quero parar, é só eu largar de me masturbar, simples". Quem me dera... O difícil mais complicado da vida não é lidar com os outros, mas lidarmos com nós mesmos. Vocês já pararam para pensar que quando temos um compromisso com alguém às 6h da manhã, 4h e meia/5h já estamos de pé da cama? Mesmo com todo o sono do mundo? E porquê quando você prometeu a si mesmo que levantaria 5h para correr naquele sábado de manhã, você desligou o despertador e voltou a dormir? Você achou que sua consciência não ligaria não é mesmo? Aí foi onde você se enganou...

Nós passamos a vida inteira fazendo a coisa errada pois sempre achamos que em relação a nós mesmos, nunca há consequência penosa. Você não atrasa com o seu chefe porque sabe que isso pode te gerar uma consequência péssima, não é mesmo? Mas com você, sem problemas não é? Não "dá em nada". Errado meu amigo. A cada vez que você pratica algo que não deveria praticar, deixa de fazer algo que deveria fazer, o seu cérebro te pune, e você conhece esse sentimento... Você sabe exatamente do que estou falando. Aquela sensação de cobrança, de tristeza, desesperança em relação a si mesmo, desconfiança em relação a si mesmo. A cada vez que você faz isso, você ensina para o seu cérebro, a desrespeitar A SI MESMO. Você ensina para ele que você é um bosta, e que não merece nenhum respeito. Você o ensina a não ter amor próprio, a não aprender a falar NÃO em circunstâncias em que algo não é benéfico para você, a não ligar para a aparência, pois "eu não sou bom o suficiente", a não ter autoconfiança, a literalmente se achar um merda, que não merece o respeito de si mesmo.

Por isso, nunca tente se esconder da sua própria consciência. Como o Jordan Peterson diz, a nossa consciência sempre está dizendo o que fazer e o que não fazer. Dependendo da escolha que fizer, terá consequências, como tudo na vida.

E o que isso tudo tem a ver com o início da conversa?

Ando percebendo que práticas, e a ausência de práticas tem me afastado e me aproximado do sucesso no reboot.

Em suma:

(1) Estou sem tempo para acompanhar o fórum? Problema meu. Todo mundo tem 24h no dia. Se o reboot é uma prioridade alta para mim, eu devo assumir a responsabilidade por ele, e dar um jeito de encaixá-lo na minha rotina.

(2) Se o celular é um gatilho para mim. Eu devo reduzir as horas de uso. Não navego a esmo na internet. Uso apenas com o tempo e o objetivo pré-estabelecido. Não levo ele para o banheiro e nem para o quarto antes de dormir. Não pego ele quando estiver emocionalmente abalado.

(3) Se ver fotos ou vídeos de mulheres me dá gatilho para praticar PMO, eu reduzo os filmes, séries. Desinstalo minhas redes sociais. Uso Youtube Kids.

(4) Se práticas como correr, nadar, socializar, desenhar, tomar banhos gelados, escrever, etc, me ajudam a me manter firme na reinicialização, eu devo praticá-las.

Enfim, esses foram apenas exemplo.

A questão é pessoal: todo objetivo na vida tem um passo a passo (esse passo a passo não é linear, óbvio, cada um tem uma história de vida e circunstâncias distintas). No entanto, analise aquilo que está te colocando para frente em relação ao seu objetivo, e aquilo que está atrasando ele. Aquilo que te empurrar para frente, coloque na sua vida. E aquilo que for distração, elimine. Estamos vivendo uma era de super informação, de altas possibilidades, de hiperestimulação diária. NÃO CAIA NESSA. NÃO SAIA DOS TRILHOS. Terão muitas distrações, você pode estar buscando um objetivo, e do nada aparece um vídeo no youtube te ensinando como vender na internet (não que exista algum problema com isso). MAS, NÃO CAIA NA BOBEIRA DE SE DISTRAIR COM ALGO QUE NÃO FAZ SENTIDO PARA TI. Mantenha se firme, postura perante a vida!

As suas escolhas determinam os seus resultados. Nunca se esqueça. Não glamourize a jornada, ela é árdua, e não basta somente força de vontade (por isso não acredito em auto-ajuda). Você vai errar, errar muito, corrigir rota, mudar de planos, mudar de estratégias. Vai ser pesado, vai ser desanimador. Mas nunca se esqueça, a responsabilidade pelo que você quer, é apenas sua. Elimine distrações, deixe o seu trajeto mais retilíneo, foque em algo, não foque em tudo.

A partir de hoje, me comprometo a dedicar 1 hora do dia ao fórum. Não digo que isso acontecerá, pois como eu disse, somos sócios majoritários, mas o ambiente também gerencia nossas vidas. Mas irei me dedicar ao máximo. Sinto que quando estou longe daqui, estou mais suscetível a recair. Preciso voltar aos trilhos.

Desejo forças a todos!

Seguindo a prática do grande Harv. A gratidão, não importa qual for sua crença, é uma prática extremamente saudável.
Sou grato por:
I - Ter uma namorada que me ama.
II - Ter um teto para me proteger.
III - Ter uma família que me ama.


Um grande abraço meus amigos.

Constantine.

Fala, Constantine!

Cara, não tenho nem palavras para descrever esse texto!!

É a verdade que muitas vezes nós negligenciamos, mas que na real, é exatamente isso que está escrito. É como você mesmo disse. Não adianta plantar arroz e querer colher trigo. Se o reboot é a nossa prioridade, devemos ter atitudes que condiz a isso.

Um forte abraço, meu amigo!

_______________________________________
Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 20/10/2020, 21:46
Amigos, fico grato pelas últimas postagens que fizeram aqui no diário.

Infelizmente venho relatar que recaí. E não, eu não sumi por isso. Eu recaí hoje... Desde o dia 15 estou sumido do fórum por questões de tarefas da faculdade e da vida cotidiana. Sim, contrariei tudo aquilo que eu disse, sobre dar atenção ao fórum e colocar prioridade no reboot... me sinto mal e envergonhado. Mas mais que isso, me sinto extremamente triste. Não consigo passar de 10/12 dias... Sinto que nunca vou me conhecer de verdade. O mais triste disso tudo, é que praticar PMO é uma ação ativa, eu tenho que ir lá, pegar o celular e consumar o ato. E isso que me faz extremamente mal, a falta de autocontrole, saber que existe algo que me domina mais do que eu próprio, é de doer no fundo do coração.
Eu vou definitivamente ir atrás de bloqueadores (até hoje - há uns 6 meses tentando o reboot - nunca coloquei bloqueadores) - sim, eu sei que eu contrariei o que eu sempre disse, mas eu sempre postergava essa tarefa. Pra ser sincero não confio que dará certo dessa vez, estou meio sem ânimo de recomeçar. Mas irei colocar os bloqueadores, pelo menos isso. Ficarei um pouco sumiço aqui do meu diário, mas estarei presente no de vocês irmãos. Preciso me provar antes, pra que eu volte a relatar algo ou alguma reflexão aqui. Já faz um bom tempo que não confio em mim mesmo, sinto ainda não ter nenhum direito de dizer algo sobre o reboot...

Enfim, peço que orem/rezem por mim (para quem não for religioso, me coloquem em pensamentos positivos). Eu quero muito me conhecer de verdade. Eu quero muito ficar livre de problemas que vieram dessa prática. Eu estarei por aí amigos, torcendo por vocês.

Um abraço a todos, cada amizade que construí aqui está guardada em meu coração.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )
Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Dia 23 de Outubro de 2020, aqui jaz um viciado em pornografia.

em 23/10/2020, 10:14
Ok, chega de desculpas, bullshit, papo fiado.

Saudações à todos!

Bom, eu só queria dizer que aqui morreu meu velho eu, nesse dia, nesse exato momento.
Eu quero conhecer a mim mesmo sem a PMO, e isso somente será possível se eu fazer do reboot o projeto principal da minha vida. Me dedicar por inteiro. Ser racional e praticar as atividades para me manter longe dessa praga.
Eu prometo a mim mesmo não recair. Eu prometo a mim mesmo ser extremamente constante no fórum. Eu prometo a mim mesmo fazer de tudo para sair desse vício. Eu prometo a mim mesmo mudar minha forma de ver a vida e de me relacionar com as pessoas. Eu prometo a mim mesmo ampliar o reboot para todas as esferas da minha vida, numa lógica de recuperação, de mudança de perspectiva perante minhas falhas, frustrações, tristezas, inseguranças. Não vou apenas me abster de PMO, vou mudar meu modo de viver de tal modo que nem cogitarei praticar PMO.

Aqui jaz um velho homem de 21 anos, viciado em pornografia, ansioso, depressivo, revoltado, antissocial, sem foco/concentração, sem autoestima, sem amor próprio, com neblina mental, com péssima memória, e com problemas de gerência de emoções.

Aqui, agora, 10:14 de 23 de Outubro de 2020, nasce um novo homem.

Um grande abraço a todos, estarei presente em vossos diários.

Constantine.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )

LeonKennedy gosta desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 358
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 24
Localização : Brooklyn 1986 [email protected]

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 23/10/2020, 20:04
Opa meu bom, é excelente que você esteja motivado, para manter a coerência nisso você não pode abaixar a guarda, precisa manter a constância.
Nós muitas vezes vamos esfriando na nossa motivação porque não mantemos a cabeça focada nisso, para isso cuide da sua fala interior, mantenha seus pensamentos coerentes com a pessoa que você quer ser e não com a sua animalidade irracional.
Tmj bro! Força!

_______________________________________
Maior recorde: 43 dias
Meu diário: https://www.comoparar.com/t10897-diario-da-minha-vitoria

REBOOT DESDE 26/10/2020

Constantine gosta desta mensagem

ViníciusB
ViníciusB
Mensagens : 86
Data de inscrição : 16/10/2018

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 25/10/2020, 22:40
Constantine escreveu:Ok, chega de desculpas, bullshit, papo fiado.

Saudações à todos!

Bom, eu só queria dizer que aqui morreu meu velho eu, nesse dia, nesse exato momento.
Eu quero conhecer a mim mesmo sem a PMO, e isso somente será possível se eu fazer do reboot o projeto principal da minha vida. Me dedicar por inteiro. Ser racional e praticar as atividades para me manter longe dessa praga.
Eu prometo a mim mesmo não recair. Eu prometo a mim mesmo ser extremamente constante no fórum. Eu prometo a mim mesmo fazer de tudo para sair desse vício. Eu prometo a mim mesmo mudar minha forma de ver a vida e de me relacionar com as pessoas. Eu prometo a mim mesmo ampliar o reboot para todas as esferas da minha vida, numa lógica de recuperação, de mudança de perspectiva perante minhas falhas, frustrações, tristezas, inseguranças. Não vou apenas me abster de PMO, vou mudar meu modo de viver de tal modo que nem cogitarei praticar PMO.

Aqui jaz um velho homem de 21 anos, viciado em pornografia, ansioso, depressivo, revoltado, antissocial, sem foco/concentração, sem autoestima, sem amor próprio, com neblina mental, com péssima memória, e com problemas de gerência de emoções.

Aqui, agora, 10:14 de 23 de Outubro de 2020, nasce um novo homem.

Um grande abraço a todos, estarei presente em vossos diários.

Constantine.

Fala meu querido Constantine,

Me desculpe a ausência por aqui cara. Como vc pode ver pelo meu contador, minha última semana foi péssima, daquelas que eu preferiria riscar do calendário ( ou da minha vida mesmo).

Mas, lendo aqui seus últimos posts, fiquei pensando: Cara, que desafio esse nosso né? Meu Deus, a luta contra si mesmo é muito mais complexa do que eu poderia tentar relatar, e que efeitos ela produz em nós. Como falei lá no meu diário, esse é o meu momento de maior apatia por aqui, de pura tristeza e descrença em mim mesmo. Mas, como sempre, a passada aqui no seu diário é recompensada por um pensamento de lucidez e encorajamento.

Seguindo o seu raciocínio: não quero mais conviver com esse Vinícius dependente. Eu não suporto ele, eu não me reconheço nele, eu não manter ele por aqui...Só depende de mim, só depende de nós.

Obrigado por suas palavras, e por sua amizade meu amigo. Tenha certeza que estou mantendo você, e muitos outros colegas reboots, aqui nas minhas orações.

Grande abraço do Vinícius

_______________________________________
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t9581-diario-de-vinicius-b-nao-preciso-enfrentar-isso-sozinho






Próximas metas a serem batidas (em dias):

7 dias (  )  14 ( )  21 (  )  30 ( )  40 ( )  50 ( )  60 ( )  70 ( )  80 ( )  90 ( )  100 ( )  125 ( )  150 ( )  180 ( )

Your future is whatever  you make it
LeonKennedy
LeonKennedy
Mensagens : 8
Data de inscrição : 16/10/2020
Localização : Raccoon City

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 26/10/2020, 00:54
Constantine escreveu:Ok, chega de desculpas, bullshit, papo fiado.

Saudações à todos!

Bom, eu só queria dizer que aqui morreu meu velho eu, nesse dia, nesse exato momento.
Eu quero conhecer a mim mesmo sem a PMO, e isso somente será possível se eu fazer do reboot o projeto principal da minha vida. Me dedicar por inteiro. Ser racional e praticar as atividades para me manter longe dessa praga.
Eu prometo a mim mesmo não recair. Eu prometo a mim mesmo ser extremamente constante no fórum. Eu prometo a mim mesmo fazer de tudo para sair desse vício. Eu prometo a mim mesmo mudar minha forma de ver a vida e de me relacionar com as pessoas. Eu prometo a mim mesmo ampliar o reboot para todas as esferas da minha vida, numa lógica de recuperação, de mudança de perspectiva perante minhas falhas, frustrações, tristezas, inseguranças. Não vou apenas me abster de PMO, vou mudar meu modo de viver de tal modo que nem cogitarei praticar PMO.

Aqui jaz um velho homem de 21 anos, viciado em pornografia, ansioso, depressivo, revoltado, antissocial, sem foco/concentração, sem autoestima, sem amor próprio, com neblina mental, com péssima memória, e com problemas de gerência de emoções.

Aqui, agora, 10:14 de 23 de Outubro de 2020, nasce um novo homem.

Um grande abraço a todos, estarei presente em vossos diários.

Constantine.

Salve Constantine tudo bem?
Faço das suas palavras as minhas, vamos mudar esse cenário parceiro, temos que ser forte do início ao fim e não cair na tentação, a PMO só vai atrasar nossa vida, eu sinto saudade de mim antes da PMO e tenho certeza que vc tbm sente saudade de vc antes desse vício.
Um grande abraço do seu amigo Leon Kennedy

Meu diario: https://www.comoparar.com/t11177-um-dia-de-cada-vez

_______________________________________
Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

em 26/10/2020, 10:45
Drew escreveu:Opa meu bom, é excelente que você esteja motivado, para manter a coerência nisso você não pode abaixar a guarda, precisa manter a constância.
Nós muitas vezes vamos esfriando na nossa motivação porque não mantemos a cabeça focada nisso, para isso cuide da sua fala interior, mantenha seus pensamentos coerentes com a pessoa que você quer ser e não com a sua animalidade irracional.
Tmj bro! Força!

Fala meu amigo Drew!

Muito obrigado pelo seu comentário, me ajuda muito nessa jornada. Tens razão meu caro. "O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem." Mateus 15:11. Devemos gerenciar nossa forma de ver o mundo e nos expressar. Não podemos ter pensamentos de um tipo, enquanto queremos agir de outro.

Um grande abraço amigo, força na jornada!

ViníciusB escreveu:
Constantine escreveu:Ok, chega de desculpas, bullshit, papo fiado.

Saudações à todos!

Bom, eu só queria dizer que aqui morreu meu velho eu, nesse dia, nesse exato momento.
Eu quero conhecer a mim mesmo sem a PMO, e isso somente será possível se eu fazer do reboot o projeto principal da minha vida. Me dedicar por inteiro. Ser racional e praticar as atividades para me manter longe dessa praga.
Eu prometo a mim mesmo não recair. Eu prometo a mim mesmo ser extremamente constante no fórum. Eu prometo a mim mesmo fazer de tudo para sair desse vício. Eu prometo a mim mesmo mudar minha forma de ver a vida e de me relacionar com as pessoas. Eu prometo a mim mesmo ampliar o reboot para todas as esferas da minha vida, numa lógica de recuperação, de mudança de perspectiva perante minhas falhas, frustrações, tristezas, inseguranças. Não vou apenas me abster de PMO, vou mudar meu modo de viver de tal modo que nem cogitarei praticar PMO.

Aqui jaz um velho homem de 21 anos, viciado em pornografia, ansioso, depressivo, revoltado, antissocial, sem foco/concentração, sem autoestima, sem amor próprio, com neblina mental, com péssima memória, e com problemas de gerência de emoções.

Aqui, agora, 10:14 de 23 de Outubro de 2020, nasce um novo homem.

Um grande abraço a todos, estarei presente em vossos diários.

Constantine.

Fala meu querido Constantine,

Me desculpe a ausência por aqui cara. Como vc pode ver pelo meu contador, minha última semana foi péssima, daquelas que eu preferiria riscar do calendário ( ou da minha vida mesmo).

Mas, lendo aqui seus últimos posts, fiquei pensando: Cara, que desafio esse nosso né? Meu Deus, a luta contra si mesmo é muito mais complexa do que eu poderia tentar relatar, e que efeitos ela produz em nós. Como falei lá no meu diário, esse é o meu momento de maior apatia por aqui, de pura tristeza e descrença em mim mesmo. Mas, como sempre, a passada aqui no seu diário é recompensada por um pensamento de lucidez e encorajamento.

Seguindo o seu raciocínio: não quero mais conviver com esse Vinícius dependente. Eu não suporto ele, eu não me reconheço nele, eu não manter ele por aqui...Só depende de mim, só depende de nós.

Obrigado por suas palavras, e por sua amizade meu amigo. Tenha certeza que estou mantendo você, e muitos outros colegas reboots, aqui nas minhas orações.

Grande abraço do Vinícius

Meu grande amigo Vinícius, que bom é te ter aqui no meu diário.

Me desculpe a ausência no seu diário também amigo, como você mesmo pôde perceber, também caí num período de profunda tristeza e desilusão. Irei checá-lo assim que possível.
Fico extremamente sentido pelo seu reboot meu caro, sinto muito mesmo. Mas é isso, foram anos de condicionamento, e só força de vontade não basta para nós. Lutar contra nos mesmos eu diria que é a tarefa mais difícil do mundo. Querendo ou não, uma hora a força de vontade vai embora, e o vício entra em ação. Por isso, devemos seguir aquela lógica de criar um hábito sabe? Ou substituir um ruim por um bom, ou menos danoso, sabe? Traçar estratégias racionais inteligentes, palpáveis, que não dependam apenas da nossa mente sabe? Daquela força de vontade. Eu realmente estou assumindo para mim mesmo que esse é o reboot definitivo. Sei que falei isso num momento de extrema motivação, e para manter essa constância, preciso estar munido de tudo o que for possível.

É isso amigo, infelizmente, acontece. O ato é consumado, e não importa o quanto venhamos a nos sentir mal, está feito. A lógica é triste, mas qual opção nós temos? Eu não aguento mais conviver comigo mesmo nesse estado, e se for para morrer tentando realizar o reboot, eu morrerei. Eu quero me conhecer sem isso, e nem que seja preciso tentar 10.000 vezes, eu tentarei. Chorando, triste, despedaçado, mas tentarei.

Os dias foram bem doloridos meu amigo, mas tenho certeza que iremos nos recuperar. Não estaremos voltando do 0, mas da experiência.
Não gosto de discursos motivacionais, e nem de lógicas meio coach sabe? Só que, que opções temos, a não ser levantar de novo? Relatei num diário de um amigo que "life is pain". Eu realmente creio nisso, a vida é por natureza ruim, os momentos bons somente surgirão por meio da nossa intervenção. Então, se a gente quer o nosso bem, a gente deve tentar melhorar o que já é por natureza ruim. A vida é assim, não tem para onde correr. É abrir o peito e encarar. Deixo uma breve reflexão do Rocky Balboa.

"O mundo não é um mar de rosas; é um lugar sujo, um lugar cruel, que não quer saber o quanto você é durão. Vai botar você de joelhos e você vai ficar de joelhos para sempre se você deixar. Você, eu, ninguém vai bater tão forte como a vida, mas não se trata de bater forte. Se trata de quanto você aguenta apanhar e seguir em frente, o quanto você é capaz de aguentar e continuar tentando. É assim que se consegue vencer.

Agora se você sabe do teu valor, então vá atrás do que você merece, mas tem que estar preparado para apanhar. E nada de apontar dedos, dizer que você não consegue por causa dele ou dela, ou de quem quer que seja. Só covardes fazem isso e você não é covarde, você é melhor que isso."


Um grande abraço para você meu amigo, estarei te acompanhando. Com toda certeza você está em minhas orações. Lhe desejo força.

LeonKennedy escreveu:
Constantine escreveu:Ok, chega de desculpas, bullshit, papo fiado.

Saudações à todos!

Bom, eu só queria dizer que aqui morreu meu velho eu, nesse dia, nesse exato momento.
Eu quero conhecer a mim mesmo sem a PMO, e isso somente será possível se eu fazer do reboot o projeto principal da minha vida. Me dedicar por inteiro. Ser racional e praticar as atividades para me manter longe dessa praga.
Eu prometo a mim mesmo não recair. Eu prometo a mim mesmo ser extremamente constante no fórum. Eu prometo a mim mesmo fazer de tudo para sair desse vício. Eu prometo a mim mesmo mudar minha forma de ver a vida e de me relacionar com as pessoas. Eu prometo a mim mesmo ampliar o reboot para todas as esferas da minha vida, numa lógica de recuperação, de mudança de perspectiva perante minhas falhas, frustrações, tristezas, inseguranças. Não vou apenas me abster de PMO, vou mudar meu modo de viver de tal modo que nem cogitarei praticar PMO.

Aqui jaz um velho homem de 21 anos, viciado em pornografia, ansioso, depressivo, revoltado, antissocial, sem foco/concentração, sem autoestima, sem amor próprio, com neblina mental, com péssima memória, e com problemas de gerência de emoções.

Aqui, agora, 10:14 de 23 de Outubro de 2020, nasce um novo homem.

Um grande abraço a todos, estarei presente em vossos diários.

Constantine.

Salve Constantine tudo bem?
Faço das suas palavras as minhas, vamos mudar esse cenário parceiro, temos que ser forte do início ao fim e não cair na tentação, a PMO só vai atrasar nossa vida, eu sinto saudade de mim antes da PMO e tenho certeza que vc tbm sente saudade de vc antes desse vício.
Um grande abraço do seu amigo Leon Kennedy

Meu diario: https://www.comoparar.com/t11177-um-dia-de-cada-vez

Fala Leon Kennedy!

Tudo bem cara, e você?

Exatamente meu amigo, tenho vontade de me conhecer sem isso, longe dessa droga. E para isso não há outro caminho, não há um atalho. Precisamos nos enfrentar e suportar todas as adversidades para mudar esse cenário.

Um grande abraço meu caro.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )

Drew e LeonKennedy gostam desta mensagem

Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

Ontem à(s) 08:20
Força de vontade só não basta. Já não sei quantas vezes repeti isso para mim mesmo e para os colegas do fórum, e mesmo assim, meu reboot continua pautado nela.

Sim, caí de novo. E cara, que merda viu... Eu jurei que dessa vez seria definitivo, até fiz um post sobre o renascimento de um novo homem, mas estava na cara o resultado disso. Após as recaídas, a gente sente uma motivação absurda para sair disso, porque estamos machucados, tristes, aflitos, ansiosos, e aquilo dói. A sensação de ter recaído é dolorosa, e nos dá força para ter motivação para sair disso. Só que depois de 3, 4, 5 dias, ela vai embora, e a constância no reboot vai ser determinada por estratégias racionais e práticas, porque não há mais como confiar em si mesmo, pois você já não está mais com aquela dor que te motivava.

É triste dizer isso, eu supostamente deveria estar com vergonha, e estou. Prometi para mim mesmo parar de vez, e estou aqui de volta. Mas é como disse em um fórum de um amigo, não há o que fazer agora, está consumado o ato. O que me resta é levantar e tentar novamente. Saindo mais uma vez com o aprendizado de que FORÇA DE VONTADE SÓ NÃO BASTA!!!. Eu relato isso na esperança de ajudar amigos a não passarem pelo que eu estou passando, não cometa os mesmos erros que eu. Estou envergonhado, mas isso não vai me impedir de relatar isso para vocês.

Eu mereço cair 1.000.000 de vezes ou mais se necessário, para entender que não basta eu me encher do sentimento de motivação pós recaída, e dizer para mim mesmo que "dessa vez vai". Naquele momento eu estou focado, porque estou sofrendo. Mas isso passa, e o que define meu sucesso não é a motivação pontual, mas o constante trabalho de formiguinha. Já me esqueci do número de vezes que relatei que agora meu reboot seria racional, teria estratégias práticas e etc., mas na verdade nunca implementei nada. Todos os meus processos de reinicialização foram pautados única e exclusivamente na força de vontade, nada mais. Sempre após uma recaída, eu vinha no fórum (como estou fazendo agora), relatava o que ocorreu, dizia que ia corrigir aqui, ali, mudar de postura, mas depois não fazia NADA. Sumia do fórum, não praticava nenhuma atividade de religação, levava o celular para o banheiro sempre, ficava mexendo na internet à esmo até a madrugada. Enfim, eu até hoje, mereci todas as recaídas. Eu ainda não mereço os benefícios do reboot. Eu preciso fazer por onde.

Enfim, recomeçando. Já perdi as contas. Sei que já é clichê para mim, mas estou com esperanças renovadas, justamente pela percepção do que está acontecendo. Mas não vou me prometer nada, não quero me basear na força de motivação. Preciso provar para mim mesmo que consigo ser constante, mesmo não tendo forças, mesmo não tendo motivação.

Amigos, um abraço, desejo força à todos.

Constantine.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )
Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

Ontem à(s) 16:55
É impressionante como que quando eu recaio, eu não consigo ficar em apenas um ato. O efeito caçador me faz procurar aquilo de novo, e de novo... que merda. Agora era o momento de relatar um dia longe disso, mas eu pratiquei de novo. A tristeza me corrói. É assustador como todos os efeitos nocivos da PMO se intensificam. Estou tentando estudar e não vai, simplesmente não tenho clareza mental nem para ler, quanto mais raciocinar. A mente fica absurdamente pesada. A ansiedade fica gigante. Me dá sono. Me dá vontade de me afastar. Não tenho energia e motivação para nada. Por favor amigos, orem por mim, me coloquem em suas orações, eu quero muito sair dessa situação. Eu já fico poucos dias no reboot, e quando recaio, permaneço nessa prática terrível por mais dias ainda. Eu não quero mais viver assim. Eu preciso sair disso, mas eu sempre sinto que estou vulnerável. Sempre me falta tempo para dedicar no fórum ou em outras atividades que me deixariam longe disso. Sempre falta tempo para instalar um bloqueador ou algo do tipo. Na real falta prioridade, mas sempre sinto que se eu parar pra fazer tais coisas, eu negligencio meus estudos, e aí me sinto mal, sinto que isso pode me gerar consequências ruins na faculdade. Mas ao mesmo tempo o sofrimento de permanecer nisso, e viver constantemente recaindo, é uma dor terrível .

Um abraço meus amigos, orem por mim, estou precisando.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )

RBr77 gosta desta mensagem

RBr77
RBr77
Mensagens : 60
Data de inscrição : 27/09/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

Ontem à(s) 18:04
Fala meu querido Constantine
Então cara, não venha a se martirizar por ter recaido; quantas e quantas vezes eu já não me M e dizia que era a última vez mas não era? Já perdi as contas! Não existe uma fórmula mágica pra passar por tudo isso. O segredo é se conhecer ao máximo, e isso exige muito sacrifício. Aproveita esse teu momento mais reflexivo e tenta instalar um bloqueador. Se questione: onde que tenho mais propensão a recair? Pelo celular ou pelo computador, ou outra plataforma? A partir disso você instala os bloqueadores. Se mesmo assim você estiver recaindo, aumente as zonas de defesa. Não tente realizar mudanças drásticas de uma hora pra outra, isso não vai resolver. É preciso ir devagar. Toda vez que você recair escreva em um papel ou até mesmo no celular como você sente, isso pode ajudar bastante. Estarei em oração por você, meu amigo! Mantenha a calma, estamos todos juntos nessa. Um grande abraço e fica com Deus.

_______________________________________

Constantine gosta desta mensagem

Jonas
Jonas
Mensagens : 74
Data de inscrição : 22/07/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

Ontem à(s) 20:53
Constantine escreveu:É impressionante como que quando eu recaio, eu não consigo ficar em apenas um ato. O efeito caçador me faz procurar aquilo de novo, e de novo... que merda. Agora era o momento de relatar um dia longe disso, mas eu pratiquei de novo. A tristeza me corrói. É assustador como todos os efeitos nocivos da PMO se intensificam. Estou tentando estudar e não vai, simplesmente não tenho clareza mental nem para ler, quanto mais raciocinar. A mente fica absurdamente pesada. A ansiedade fica gigante. Me dá sono. Me dá vontade de me afastar. Não tenho energia e motivação para nada. Por favor amigos, orem por mim, me coloquem em suas orações, eu quero muito sair dessa situação. Eu já fico poucos dias no reboot, e quando recaio, permaneço nessa prática terrível por mais dias ainda. Eu não quero mais viver assim. Eu preciso sair disso, mas eu sempre sinto que estou vulnerável. Sempre me falta tempo para dedicar no fórum ou em outras atividades que me deixariam longe disso. Sempre falta tempo para instalar um bloqueador ou algo do tipo. Na real falta prioridade, mas sempre sinto que se eu parar pra fazer tais coisas, eu negligencio meus estudos, e aí me sinto mal, sinto que isso pode me gerar consequências ruins na faculdade. Mas ao mesmo tempo o sofrimento de permanecer nisso, e viver constantemente recaindo, é uma dor terrível .

Um abraço meus amigos, orem por mim, estou precisando.

Fala, Constantine!

Orando por você, mano! Nós vamos sair dessa.

Você mesmo disse o que precisa fazer. Tem que ver o que é prioridade na sua vida. É preciso tapar todas as brechas que estão abertas e te fazem recair. Não tem jeito. A força de vontade sozinha não vai ajudar muito.

Tente buscar por conteúdos que te motivem, e saiba que sempre há esperança para largar esse vício. Não sei se você é católico, mas uma coisa que eu fiz hoje, e que me ajudou muito, foi que eu procurei um padre e me confessei. Talvez possa funcionar pra você também. Senti uma paz interior gigantesca.

Forças aí, meu caro! Um abraço!

_______________________________________

Constantine gosta desta mensagem

Barão Vermelho
Barão Vermelho
Mensagens : 337
Data de inscrição : 15/07/2017

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

Ontem à(s) 21:42
Fala Constantine


Vou falar a minha experiência sobre o assunto, quando eu recaia, minha cabeça logo pensava "ah, já tive que resetar o contador mesmo, mais uma vez não muda nada".

É esse pensamento que você NÃO pode ter, eu sei que é desmotivador recair, eu sei que desanima, mas lembra-se, quanto mais tempo você continuar praticando PMO é mais tempo perdido. Mais tempo longe de uma vida livre do vício.

É importante manter o foco após a recaída, em recomeçar e seguir em frente sem olhar pra trás.

Estou torcendo por você! Abraços

_______________________________________


"I am gonna show you how great I am"
- Muhammad Ali

Meu diário -> https://www.comoparar.com/t10878-recomeco

trofeu14.pngImagem hospedada por Servimg.comImagem hospedada por Servimg.com

#NoFapSeptember 2020 eu consegui!

Constantine gosta desta mensagem

Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Dia 1: O início de uma jornada.

Hoje à(s) 09:26
Saudações amigos.

Vou relatar para vocês como foram meus momentos após a recaída. Bom, como sabem, eu sempre fico postergando as obrigações que vão me manter longe do vício, mas ontem tomei uma atitude.

O meu maior problema é o celular na hora do banho. Então, um primeiro passo que vou implementar é criar o hábito de não levá-lo para o banheiro. Gosto de escutar músicas na hora do banho, mas vou abrir mão disso, até que vire uma coisa constante na minha vida.

No celular instalei somente o AppBlock, bloqueei 5 sites (limite gratuito) que eu mais acessava. Não tenho nenhuma foto que me leve a gatilho no celular. Excluí todos os meus navegadores, e o youtube. As redes sociais eu já não tinha.

Confesso que é muito, muito raro, eu praticar PMO no notebook. Mas, por precaução, bloqueei uma lista de sites que mais acesso, além de outros que não acesso, mas que são famosos, e também incluí as redes sociais e o youtube. Eu bloqueei pelo arquivo hosts do prompt mesmo, já que o computador não é um grande problema para mim, e eu tenho um pouco de "medo" de usar bloqueadores. Bloqueei pela conta ADM, e coloquei uma senha extremamente "nonsense" na conta, e escondi num lugar bem remoto da casa, justamente para "dificultar" as coisas para o meu cérebro, e assim auxiliá-lo a não cometer o ato.

Eu bloqueei qualquer tipo de acesso a redes sociais (aliás, nem tenho mais contas) porque nessa última recaída, mesmo não tendo conta, me peguei olhando fotos de uma conhecida no twitter... As fotos eram bem sensuais, e acabaram funcionando como gatilho, ali foi o início da minha recaída, quando eu comecei a permitir pequenos gatilhos que me levariam de volta para o ato.

Ontem tomei o meu primeiro banho gelado, e foi extremamente bom, me tirou as sensações do efeito caçador, mas somente por um curto período... No entanto, vou implementar essa prática na minha rotina.

Confesso que estou bem pra baixo, tanto fisicamente quanto psicologicamente. É impressionante como a prática da PMO, a recaída, parece que faz um desbalanço total nos seus hormônios e neurotransmissores. Você fica mais preguiçoso, não quer malhar, correr, estudar, trabalhar, fazer tarefas. Você fica menos sociável, acha toda conversação uma chatisse. Você fica com um vulto na cabeça, não consegue raciocinar bem, ler bem, não consegue ter boa memória. Você acha qualquer tarefa ruim, menos a pratica da PMO... Enfim, é literalmente uma grande merda!

Mas o que eu vou fazer? Desistir é que não vou. Vou tentar de novo, mudando aqui e ali, uma hora vai.

Outra coisa, também preciso mudar meu pensamento sobre as mulheres sabe? Parar de objetificar, parar de olhar para as mulheres como se fossem um pedaço de carne, como se fossem um paraíso do sexo. As relações sociais são mais do que isso. O lado sexual faz parte, e é saudável. Mas caramba, uma conversa produtiva com uma mulher, sem pensar em "comer" ela, também deve existir. Saber olhar para as situações sem ver sexo em tudo. Saber olhar para uma foto de uma conhecida, sem desejar copular com ela. Enfim.

É isso amigos, só passando para relatar mesmo.

Nos primeiros dias após recaída me sinto extremamente mal e vulnerável. Sinto que vou cair de novo a qualquer momento. Mas bora lá, vamos iniciar isso de novo, mais forte e experiente do que antes.

Um grande abraço!

Constantine.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )
Constantine
Constantine
Mensagens : 84
Data de inscrição : 18/08/2020

O começo do fim.  - Página 3 Empty Re: O começo do fim.

Hoje à(s) 09:40
RBr77 escreveu:Fala meu querido Constantine
Então cara, não venha a se martirizar por ter recaido; quantas e quantas vezes eu já não me M e dizia que era a última vez mas não era? Já perdi as contas! Não existe uma fórmula mágica pra passar por tudo isso. O segredo é se conhecer ao máximo, e isso exige muito sacrifício. Aproveita esse teu momento mais reflexivo e tenta instalar um bloqueador. Se questione: onde que tenho mais propensão a recair? Pelo celular ou pelo computador, ou outra plataforma? A partir disso você instala os bloqueadores. Se mesmo assim você estiver recaindo, aumente as zonas de defesa. Não tente realizar mudanças drásticas de uma hora pra outra, isso não vai resolver. É preciso ir devagar. Toda vez que você recair escreva em um papel ou até mesmo no celular como você sente, isso pode ajudar bastante. Estarei em oração por você, meu amigo! Mantenha a calma, estamos todos juntos nessa. Um grande abraço e fica com Deus.

Fala meu amigo Rbr77!

Cara, muito obrigado pelas palavras, de coração mesmo. Primeiramente, gostaria de te parabenizar pela sua jornada, você é um grande vencedor.
Você tem razão, não devo me flagelar por isso, é um processo lento e de autoconhecimento.
Eu vou seguir as dicas, sinto que devo dedicar mais tempo para planejar as coisas que irão me deixar longe do vício. O lugar onde tenho mais propensão é o celular, vou procurar formas mais eficientes de bloquear o meu acesso a P, e consequentemente ao ato. A dica de escrever no papel é excelente!!

Muito obrigado meu amigo, agradeço a preocupação. Você também estará em minhas orações.

Um grande abraço!

Constantine.

Jonas escreveu:
Constantine escreveu:É impressionante como que quando eu recaio, eu não consigo ficar em apenas um ato. O efeito caçador me faz procurar aquilo de novo, e de novo... que merda. Agora era o momento de relatar um dia longe disso, mas eu pratiquei de novo. A tristeza me corrói. É assustador como todos os efeitos nocivos da PMO se intensificam. Estou tentando estudar e não vai, simplesmente não tenho clareza mental nem para ler, quanto mais raciocinar. A mente fica absurdamente pesada. A ansiedade fica gigante. Me dá sono. Me dá vontade de me afastar. Não tenho energia e motivação para nada. Por favor amigos, orem por mim, me coloquem em suas orações, eu quero muito sair dessa situação. Eu já fico poucos dias no reboot, e quando recaio, permaneço nessa prática terrível por mais dias ainda. Eu não quero mais viver assim. Eu preciso sair disso, mas eu sempre sinto que estou vulnerável. Sempre me falta tempo para dedicar no fórum ou em outras atividades que me deixariam longe disso. Sempre falta tempo para instalar um bloqueador ou algo do tipo. Na real falta prioridade, mas sempre sinto que se eu parar pra fazer tais coisas, eu negligencio meus estudos, e aí me sinto mal, sinto que isso pode me gerar consequências ruins na faculdade. Mas ao mesmo tempo o sofrimento de permanecer nisso, e viver constantemente recaindo, é uma dor terrível .

Um abraço meus amigos, orem por mim, estou precisando.

Fala, Constantine!

Orando por você, mano! Nós vamos sair dessa.

Você mesmo disse o que precisa fazer. Tem que ver o que é prioridade na sua vida. É preciso tapar todas as brechas que estão abertas e te fazem recair. Não tem jeito. A força de vontade sozinha não vai ajudar muito.

Tente buscar por conteúdos que te motivem, e saiba que sempre há esperança para largar esse vício. Não sei se você é católico, mas uma coisa que eu fiz hoje, e que me ajudou muito, foi que eu procurei um padre e me confessei. Talvez possa funcionar pra você também. Senti uma paz interior gigantesca.

Forças aí, meu caro! Um abraço!

Fala meu amigo Jonas!

Muito obrigado pelas orações meu irmão, iremos sim, com certeza! Você também estará nas minhas.

Exatamente. Por muito tempo, e sinto que ainda devo melhorar essa percepção, tratei o reboot como uma coisa que "bastava eu querer mudar". Sendo que, no fundo, sabemos que não é assim. É um vício, somos viciados, tipo um alcoólatra com bebidas, não dá para simplesmente fazer na "força de vontade". É necessário prioridade. É necessário estratégias.
Sou protestante meu caro, mas estou há um bom tempo afastado da igreja, faço minhas práticas religiosas em casa mesmo. Mas achei uma excelente recomendação, vou ver se encontro algum irmão de fé, de confiança, para relatar e pedir interseção pelos meus problemas.

Amigo, te agradeço pelas palavras. Força na guerra!

Um grande abraço!

Constantine.


Barão Vermelho escreveu:Fala Constantine


Vou falar a minha experiência sobre o assunto, quando eu recaia, minha cabeça logo pensava "ah, já tive que resetar o contador mesmo, mais uma vez não muda nada".

É esse pensamento que você NÃO pode ter, eu sei que é desmotivador recair, eu sei que desanima, mas lembra-se, quanto mais tempo você continuar praticando PMO é mais tempo perdido. Mais tempo longe de uma vida livre do vício.

É importante manter o foco após a recaída, em recomeçar e seguir em frente sem olhar pra trás.

Estou torcendo por você! Abraços

Fala meu grande amigo Barão!!

Primeiramente, gostaria de te parabenizar pela jornada meu caro, você é um vencedor e uma inspiração para todos nós.

Muito obrigado pelas palavras, são de extrema valia para mim.
Esse pensamento faz todo sentido. Os danos da prática da PMO vão ficando mais enraizados, e quanto mais tempo no ato, maior o dano. Além do fato, da perda de tempo, tanto no sentido literal, quanto no sentido de motivação e mudanças na vida.

Eu preciso me libertar disso, eu vou!!

Um grande abraço!

Constantine.

_______________________________________

Meu diário
"Se eu desistir agora, logo estarei aonde eu comecei... E quando eu comecei, estava desesperado para chegar aonde estou agora."
O começo do fim.



Metas:
3 dias ( ) 7 ( ) 11 ( ) 15 ( ) 19 ( ) 21 ( ) 25 ( ) 30 ( ) 35 ( ) 42 ( ) 49 ( ) 56 ( ) 63 ( ) 70 ( ) 77 ( ) 84 ( ) 90 ( )
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum