Ir em baixo
ShikamaruNara
ShikamaruNara
Mensagens : 166
Data de inscrição : 04/10/2020
Localização : Rio de Janeiro

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 9/11/2020, 11:27
É isso aí! Siga firme no reboot. Fico feliz que esteja conseguindo e se conhecendo melhor. Grande abraço!

_______________________________________
Meu diário: Aqui!

"Fugir e se esconder das coisas que se tem medo não vai fazê-las desaparecer"  

- Shikamaru





Maior recorde: 80 dias

Lutador com Cristo, rebooterconvicto e Salomon gostam desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 13/11/2020, 23:37
Caríssimos(as) colegas de batalha!

Estes dias passados eu estava refletindo sobre o meu reboot, quando percebi a enorme evolução que eu tive ao longo dessa luta. No início do reboot, eu achava que jamais conseguiria me livrar do vício, pois minha mente me convencia de que a PMO era normal e, por isso, eu não deveria me privar dela. Apesar disso, consegui resistir bravamente aos impulsos animalescos e cheguei aos simbólicos 90 dias. Senti que muitos dos problemas causados pela PMO desapareceram, assim como a compulsão desenfreada por consumir esse lixo, mas os fetiches ainda me causavam incômodo. Sofria com os pensamentos intrusivos quase que diariamente e, por pouco, não cedi à tentação de colocar meus fetiches em prática, como já relatei aqui. Confesso que, nesse período, já pensei várias vezes em desistir e me afundar nesses prazeres efêmeros e perigosos, mas a razão sempre falou mais alto.

No entanto, esses últimos meses eu estou muito melhor! Os pensamentos intrusivos e flashbacks reduziram drasticamente, não sinto mais aquela vontade incontrolável de me envolver com ts, não sinto mais nojo de mim e minha autoestima melhorou sensivelmente. Sinto prazer e orgulho quando lembro que terminei mais um dia limpo e sem pensamentos intrusivos, isso é deveras gratificante. Evidentemente que isso não significa que eu posso abaixar a guarda, já que nesse mundo em que vivemos os gatilhos estão por toda a parte, até em locais que jamais imaginamos que poderiam tê-los, por isso todo cuidado é pouco. Um ex-viciado jamais pode abandonar sua batalha por achar que ela já está totalmente vencida, pois é ai que o vício aproveita para atacar novamente. O reboot não é só pelo prazo de 90 dias, mas sim pelo restante de nossa existência, devemos encará-lo como um estilo de vida.

Minha dica é: resistam aos impulsos e jamais desistam de lutar! O reboot não é linear, ou seja, há momentos bons e ruins, que oscilam com certa frequência, por isso não se renda aos pensamentos que tentarem te fazer jogar a toalha. Comemore a cada dia livre do lixo que você foi dependente por anos, pois são as pequenas vitórias que decidem as grandes batalhas! Saia do computador um pouco e dedique um tempo a você ou a sua família, realizando atividades de religação sozinho ou acompanhado. Se afaste de quaisquer coisas ou pessoas que sejam tóxicas e te instiguem a recair, principalmente no meio virtual.

Tenha em mente que algumas consequências dos longos anos de vício ainda incomodarão por algum tempo. Eu, por exemplo, ainda tenho alguns flashbacks de vez em quando, mas ignoro todos eles, corto-os pela raiz e deixo-os morrerem de fome. Aconselho que jamais deixem que os pensamentos intrusivos invadam suas mentes de forma sorrateira, pois em poucos instantes eles podem te jogar em uma espiral de dúvidas e ansiedade, levando-o ao vício novamente. Entretanto, esses devaneios vão se enfraquecendo e tornando-se menos frequentes com o tempo, basta ter paciência e confiar no reboot.

O reboot vale a pena! Fui viciado em PMO por anos, mas hoje me sinto livre desse lixo. Somente me arrependo de não ter começado a fazê-lo quando era mais novo, mas antes tarde do que nunca.

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Vitoriosa e Lutador com Cristo gostam desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 2/12/2020, 00:27
Caríssimos(as) camaradas, boa noite.


Passando apenas para dizer que estou há 03 meses sem crises de HOCD, sendo que no mês passado eu não tive nenhum pensamento intrusivo.  A vontade de recorrer à PMO também é zero, não tenho nenhum desejo de voltar a esse hábito sórdido. Me sinto melhor do nunca, uma sensação indescritível.

As atividades de religação foram de suma importância para que eu atingisse essa evolução, por isso eu recomendo que não negligenciem-nas, pois são uma das pedras angulares do reboot. Parar de focar muito no HOCD e nas questões ligadas à sexualidade também me ajudaram muito, porque tirou o meu cérebro do círculo vicioso de questionamentos, que só me traziam angústias e crises de ansiedade.

Espero que esta mensagem sirva de alento para os que estão nesta batalha. Nunca desistam de lutar, camaradas, pois é possível vencer a PMO, HOCD e fetiches!

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Vitoriosa e Lutador com Cristo gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 582
Data de inscrição : 10/12/2018

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 2/12/2020, 00:40
Parabéns amigo, fico muito feliz por você estar tão bem assim, sim vc tem toda razão é possível vencer o vício. Muitos dos novatos que iniciaram o reboot é por causa da HOCD, mais se eles forem firmes igual vc está eles vão superar isso. Um grande abraço fique com Deus

_______________________________________
Vitoriosa

Lutador com Cristo e rebooterconvicto gostam desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 2/12/2020, 00:59
Vitoriosa escreveu:Parabéns amigo, fico muito feliz por você estar tão bem assim, sim vc tem toda razão é possível vencer o vício. Muitos dos novatos que iniciaram o reboot é por causa da HOCD, mais se eles forem firmes igual vc está eles vão superar isso. Um grande abraço fique com Deus

Vitoriosa, boa noite!

Sou muito grato a você, por ter sido a primeira pessoa que me ajudou quando eu mais precisei. Suas mensagens me deram força para continuar lutando e me desestimularam a colocar ideias execráveis em prática, as quais poderiam me mergulhar no vício novamente.

Torço muito para que outras pessoas, sobretudo as mais novas, consigam se livrar dessa maldição chamada HOCD, que acaba com nossa vida, destrói relacionamentos e distorce nossos desejos. Gostaria muito de poder ser mais ativo aqui e ajudar as pessoas, mas por razões pessoais/profissionais não consigo me dedicar a isso, infelizmente.

Continue com o excelente trabalho que tem feito aqui, ajudando as pessoas a se livrarem desse vício nojento.

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Vitoriosa e Lutador com Cristo gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 582
Data de inscrição : 10/12/2018

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 2/12/2020, 01:53
rebooterconvicto escreveu:
Vitoriosa escreveu:Parabéns amigo, fico muito feliz por você estar tão bem assim, sim vc tem toda razão é possível vencer o vício. Muitos dos novatos que iniciaram o reboot é por causa da HOCD, mais se eles forem firmes igual vc está eles vão superar isso. Um grande abraço fique com Deus

Vitoriosa, boa noite!

Sou muito grato a você, por ter sido a primeira pessoa que me ajudou quando eu mais precisei. Suas mensagens me deram força para continuar lutando e me desestimularam a colocar ideias execráveis em prática, as quais poderiam me mergulhar no vício novamente.

Torço muito para que outras pessoas, sobretudo as mais novas, consigam se livrar dessa maldição chamada HOCD, que acaba com nossa vida, destrói relacionamentos e distorce nossos desejos. Gostaria muito de poder ser mais ativo aqui e ajudar as pessoas, mas por razões pessoais/profissionais não consigo me dedicar a isso, infelizmente.

Continue com o excelente trabalho que tem feito aqui, ajudando as pessoas a se livrarem desse vício nojento.
Obrigada pelas lindas palavras meu querido, fico aflita quando vejo a situação dos rapazes, queria poder ajudar todos, fico feliz de ter ajudado vc de alguma forma, eu sei o que meu marido passou e eu vi com o tempo e ele fazendo o reboot certo ele foi melhorando e hoje está 100%, igual a vc ele não tem mais nenhum fetiche, nem o hocd está tudo extirpado da nossa vida. Mais para chegar como ele está hoje foi muito sofrido, os pensamentos que não paravam, as fissuras para ver pornografia e para por em prática o que ele achava que era genuíno dele, foi difícil e demorado, igual eu falei para um dos membros não é 90dias que a cura para fetiches e HOCD acontece, mais é o tempo, todos os dias longe desse vício é uma vitória, porque cada dia acontece uma coisa nova não tem como prever o que vai acontecer, só tem que ficar atento, porque o cérebro usa muitas artimanhas para convencer o viciado a cair. É difícil eu sei mais não é impossível e nós sabemos que com perseverança o vício é vencido, não deixando de por em prática todos os dias as atividades de religação isso é muito importante. Quando você passa a ter outras vontades, passa a querer fazer outras coisas que não seja relacionada ao vício. Aí vc percebe que a vida é boa. Tem milhões de coisas prazerosas que não seja relacionada só a desejos sexuais.
Um abraço fique firme, Deus te abençoe sempre!
Se você não fosse tão ocupado seria de grande ajuda, com toda a sua experiência e por ter vencido esse vício. Porque eu sou apenas uma espectadora, vc vivenciou na pele o mal que esse vício é capaz de fazer com o cérebro do ser humano. Um abraço
Desculpe os erros de português rs não escrevo tão bem quanto a você. Que escreve lindamente. Parabéns 👏.

Lutador com Cristo e rebooterconvicto gostam desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 3/12/2020, 23:02
Como a Vitoriosa destacou, muitas pessoas acham que após 90 dias estarão completamente curadas, mas acabam se frustrando e retornando ao vício. Para evitar que isso aconteça, temos que ter em mente que esse tempo é meramente simbólico, já que a reversão dos efeitos negativos da P varia de pessoa para pessoa. Enquanto algumas conseguem se livrar dos males em menos de 90 dias, outras, nas quais eu me incluo, levam muito mais tempo que isso.

Não há como ser imediatista com o reboot. Décadas de PMO fazem com que o vício se enraíze profundamente no nosso cérebro, motivo pelo qual a reversão completa dos malefícios causados pela P pode exigir meses ou, até mesmo, anos. Devemos ser pacientes com o Reboot, porque ele é a única forma de expurgar o vício de nossas vidas.

É muito bom poder enxergar o mundo sem as lentes da pornografia, que distorcem nossa visão e nos fazem sexualizar tudo ao nosso redor. Quando nos livramos do vício, passamos a sentir prazer e sermos felizes com coisas mais simples, que costumavam passar despercebidas no nosso cotidiano. Nos tornamos mais gratos e voltamos a dar valor para aquilo que negligenciávamos durante o vício, como a nossa saúde, família e relacionamentos, por exemplo. Agradeço muito por ter saído desse êxtase antes que ele prejudicasse mais a minha vida!

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Lutador com Cristo gosta desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 25/12/2020, 17:31
Boa tarde, camaradas!

Desejo a todos um feliz Natal!

Nessas duas semanas passei por um pequeno susto no meu reboot, que serviu para testar minha dedicação ao experimento. Por motivos particulares, venho enfrentando alguns momentos ruins, que estão me deixando um pouco angustiado. Somado a isso, infelizmente me submeti a alguns gatilhos acidentalmente, que fizeram ter alguns pensamentos intrusivos. Apesar de estarem bem mais fracos que há alguns meses atrás, eles me causaram certo incômodo. No entanto, consegui controlar esses devaneios e não deixei eles me dominarem. Se eu desse corda a eles, entraria em um ciclo de perguntas sem respostas, as quais me gerariam angústia e, por consequência, poderiam me fazer recair. Continuo firme na minha batalha, pois tenho muito medo de jogar quase dois anos de vitórias no lixo.

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Lutador com Cristo gosta desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 582
Data de inscrição : 10/12/2018

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 25/12/2020, 23:36
rebooterconvicto escreveu:Boa tarde, camaradas!

Desejo a todos um feliz Natal!

Nessas duas semanas passei por um pequeno susto no meu reboot, que serviu para testar minha dedicação ao experimento. Por motivos particulares, venho enfrentando alguns momentos ruins, que estão me deixando um pouco angustiado. Somado a isso, infelizmente me submeti a alguns gatilhos acidentalmente, que fizeram ter alguns pensamentos intrusivos. Apesar de estarem bem mais fracos que há alguns meses atrás, eles me causaram certo incômodo. No entanto, consegui controlar esses devaneios e não deixei eles me dominarem. Se eu desse corda a eles, entraria em um ciclo de perguntas sem respostas, as quais me gerariam angústia e, por consequência, poderiam me fazer recair. Continuo firme na minha batalha, pois tenho muito medo de jogar quase dois anos de vitórias no lixo.

Feliz Natal meu amigo, que bom que você conseguiu sair desses pensamentos intrusivos, não pode dar corda pra eles, senão tomam conta dos seus pensamentos, você sabe que esses pensamentos não são seus então deixe eles irem embora, lamento muito por vc está passando por esses momentos ruins, infelizmente a vida não é só flores, coisas Ruins acontecem e é nessa hora que devemos ficar forte para enfrentar. Fico muito feliz por vc está no caminho certo. Um grande abraço

Lutador com Cristo e rebooterconvicto gostam desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 25/12/2020, 23:38
Analisando essa situação que eu enfrentei, pude extrair algumas lições para o experimento, as quais podem ser úteis para outras pessoas. São elas:

1) Redobrar os cuidados quando estiver em momentos ruins: Essa é uma das principais armadilhas do reboot, pois nosso cérebro costuma se medicar com algo que gere dopamina de forma rápida e em grande quantidade, como comida, drogas ilícitas ou PMO. Quando passar por essas turbulências, deve-se ficar em estado de extremo alerta. É melhor antever a queda e se preparar para evita-la, do que entrar em um ciclo de quedas e perder todos os benefícios conquistados;

2) Jamais abaixar a guarda para os gatilhos: Depois de identificar todas as coisas que gerem vontade de consumir P ou praticar MO, você deve evita-las a qualquer custo, banindo-as da sua vida. O maior erro é achar que, como já está longe da P por algum período, é possível aliviar a vigilância contra gatilhos e voltar a se submeter à situações ou coisas que gerem tentações. No meu caso, tenho receio de ver conteúdos na TV ou internet que possam me gerar gatilhos, por isso tento evitar ao máximo certos sites e fico longe de redes sociais. Em uma determinada plataforma de vídeos, por exemplo, eu faço o algoritmo não me recomendar qualquer conteúdo lascivo, o que tem dado certo até agora rsrs;

3) Não pesquisar sobre o HOCD na internet: Pare de pesquisar sobre o HOCD ou ficar pensando nisso o tempo todo. Quando o pensamento intrusivo vier, não fique buscando por repostas/soluções para ele na internet, pois você jamais encontrará! O certo a se fazer é apenas ignorá-lo, pois você se deixar ser dominado pelos pensamentos, seus problemas irão se agravar, o que pode te levar a uma recaída. Enfim, apenas pare de dar importância a seus devaneios, não bata de frente ou tente argumentar com eles!

Vitoriosa escreveu: Feliz Natal meu amigo, que bom que você conseguiu sair desses pensamentos intrusivos, não pode dar corda pra eles, senão tomam conta dos seus pensamentos, você sabe que esses pensamentos não são seus então deixe eles irem embora, lamento muito por vc está passando por esses momentos ruins, infelizmente a vida não é só flores, coisas Ruins acontecem e é nessa hora que devemos ficar forte para enfrentar. Fico muito feliz por vc está no caminho certo. Um grande abraço

Boa noite, Vitoriosa!

Espero que você e sua família estejam bem.

Agradeço muito pelas palavras e o costumeiro apoio.

A vida é uma grande prova, estamos sempre sendo testados.

Forte abraço!

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Vitoriosa e Lutador com Cristo gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 582
Data de inscrição : 10/12/2018

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 26/12/2020, 00:01
rebooterconvicto escreveu:Analisando essa situação que eu enfrentei, pude extrair algumas lições para o experimento, as quais podem ser úteis para outras pessoas. São elas:

1) Redobrar os cuidados quando estiver em momentos ruins: Essa é uma das principais armadilhas do reboot, pois nosso cérebro costuma se medicar com algo que gere dopamina de forma rápida e em grande quantidade, como comida, drogas ilícitas ou PMO. Quando passar por essas turbulências, deve-se ficar em estado de extremo alerta. É melhor antever a queda e se preparar para evita-la, do que entrar em um ciclo de quedas e perder todos os benefícios conquistados;

2) Jamais abaixar a guarda para os gatilhos: Depois de identificar todas as coisas que gerem vontade de consumir P ou praticar MO, você deve evita-las a qualquer custo, banindo-as da sua vida. O maior erro é achar que, como já está longe da P por algum período, é possível aliviar a vigilância contra gatilhos e voltar a se submeter à situações ou coisas que gerem tentações. No meu caso, tenho receio de ver conteúdos na TV ou internet que possam me gerar gatilhos, por isso tento evitar ao máximo certos sites e fico longe de redes sociais. Em uma determinada plataforma de vídeos, por exemplo, eu faço o algoritmo não me recomendar qualquer conteúdo lascivo, o que tem dado certo até agora rsrs;

3) Não pesquisar sobre o HOCD na internet: Pare de pesquisar sobre o HOCD ou ficar pensando nisso o tempo todo. Quando o pensamento intrusivo vier, não fique buscando por repostas/soluções para ele na internet, pois você jamais encontrará! O certo a se fazer é apenas ignorá-lo, pois você se deixar ser dominado pelos pensamentos, seus problemas irão se agravar, o que pode te levar a uma recaída. Enfim, apenas pare de dar importância a seus devaneios, não bata de frente ou tente argumentar com eles!

Vitoriosa escreveu: Feliz Natal meu amigo, que bom que você conseguiu sair desses pensamentos intrusivos, não pode dar corda pra eles, senão tomam conta dos seus pensamentos, você sabe que esses pensamentos não são seus então deixe eles irem embora, lamento muito por vc está passando por esses momentos ruins, infelizmente a vida não é só flores, coisas Ruins acontecem e é nessa hora que devemos ficar forte para enfrentar. Fico muito feliz por vc está no caminho certo. Um grande abraço

Boa noite, Vitoriosa!

Espero que você e sua família estejam bem.

Agradeço muito pelas palavras e o costumeiro apoio.

A vida é uma grande prova, estamos sempre sendo testados.

Forte abraço!

Estamos todos muito bem Rebooter obrigada por perguntar, eu estarei sempre te acompanhando, acho você muito focado , não vejo você caindo, porque você sabe o que quer, e quem você é, e o que espera para o seu futuro.
Um grande abraço!

Lutador com Cristo e rebooterconvicto gostam desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 26/12/2020, 22:56
Vitoriosa escreveu: Estamos todos muito bem Rebooter obrigada por perguntar, eu estarei sempre te acompanhando, acho você muito focado , não vejo você caindo, porque você sabe o que quer, e quem você é, e o que espera para o seu futuro.
Um grande abraço!

Muito obrigado, Vitoriosa! Seu apoio é muito importante para a minha batalha, serei eternamente grato a você.

Camaradas, vou repassar mais uma dica para o reboot:

Não dê ouvidos aos que te instiguem a colocar suas fantasias em prática:  Temos que entender que existem os desejos reais e os desejos induzidos pela P. Alguns desejos são provenientes de fantasias da mente dessensibilizada pelo consumo excessivo de P, podendo não corresponder com os desejos inatos, que já faziam parte do seu âmago antes do vício em PMO.

Já li diversos relatos de pessoas, seja neste fórum ou na internet em geral, que colocaram os desejos pornográficos em prática, tiveram experiências ruins e se arrependeram depois. Isso ocorre pois elas se atraem pelas situações fantasiosas e super produzidas da P. No entanto, quando tentam trazê-las para a vida real, há um choque de realidade e uma quebra de expectativas, gerando frustração e arrependimento.  Estes individuos percebem que, na verdade, o que lhes causavam excitação eram os estímulos artificiais da P, os quais não passam de meras ilusões, por serem desconexos da realidade.

Se você já tinha determinada fantasia antes da PMO e está satisfeito com ela, creio que não há problema colocá-la em prática. No entanto, se a fantasia surgiu após a PMO - o que só é possível saber após a realização do reboot - e te traz angústia, não tente externalizá-la, pois há uma grande chance de isso lhe trazer inúmeras consequências negativas. Neste caso, o melhor a se fazer é concluir o reboot de maneira séria, para que se possa ter certeza que seu desejo não foi gerado pela PMO.


Última edição por rebooterconvicto em 28/12/2020, 14:17, editado 6 vez(es)

Vitoriosa, Lutador com Cristo e TheJohn gostam desta mensagem

TheJohn
TheJohn
Mensagens : 93
Data de inscrição : 15/12/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 27/12/2020, 01:07
rebooterconvicto escreveu:
Muito obrigado, Vitoriosa! Seu apoio é muito importante para a minha batalha, serei eternamente grato a você.

Camaradas, vou repassar mais uma dica para o reboot:

Não dê ouvidos aos que te instiguem a colocar suas fantasias em prática:  Temos que entender que existem os desejos reais e os desejos induzidos pela P. Alguns desejos são provenientes de fantasias da mente dessensibilizada pelo consumo excessivo de P, podendo não corresponder com os desejos inatos, que fazem parte do seu âmago antes do vício em PMO.

Já li diversos relatos de pessoas, seja neste fórum ou na internet em geral, que colocaram os desejos pornográficos em prática e se arrependeram amargamente depois. Isso ocorre pois a pessoa se atrai pelas situações fantasiosas e super produzidas da P. No entanto, quando se tenta trazê-las para a vida real, há um choque de realidade e uma intensa frustração, já que o causava excitação eram os estímulos artificiais da P, que não passam de meras ilusões.

Se você já tinha determinada fantasia antes da PMO e está satisfeito com ela, creio que não há problema colocá-la em prática. No entanto, se a fantasia surgiu após a PMO - o que só é possível saber após a realização do reboot -, não tente externalizá-la, pois há uma grande chance de isso lhe trazer inúmeras consequências negativas. Neste caso, o melhor a se fazer é concluir o reboot de maneira séria, para que se possa ter certeza que seu desejo não foi gerado pela PMO.

É bem isso mano, os conteudos bizarros, crise de identidade

_______________________________________



Eu sei que a vida é louca e é difícil acreditar
Mas o mundo é das pessoas que mandam em seus sentimentos.. ♬

Vitoriosa, rebooterconvicto e guerreirodeluz gostam desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 27/12/2020, 21:29
Boa noite, caríssimos(as)!

Passando apenas para deixar mais uma dica. Sei que já escrevi sobre isso na página anterior, mas recomendo fortemente que aprendam a técnica de evitação de fantasias denominada AEIOU. Essa técnica funciona muito bem e é de extrema importância para o reboot, principalmente para aqueles que sofrem com pensamentos intrusivos relacionados ao HOCD/fetiches. É uma ótima forma de evitar o embate com os pensamentos, que só fazem eles ganharem força e tornarem-se piores ainda, podendo até ocasionarem um reset/recaída.

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Lutador com Cristo e TheJohn gostam desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 27/12/2020, 23:35
Excelente matéria a respeito de como o vício nos faz desejar algo que não gostamos, vale a pena tirar um tempinho para ler: https://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/a-ciencia-do-vicio-por-que-voce-nem-sempre-gosta-das-coisas-que-deseja-12122020 . Expõe muito bem a diferença entre desejar e gostar e como a dopamina influencia nisso.

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Vitoriosa e Lutador com Cristo gostam desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 29/12/2020, 21:36
Como nem tudo são flores, hoje fui bombardeado por pensamentos intrusivos, mas não senti vontade de voltar à PMO. As fissuras só passaram depois que eu sai para praticar atividades de religação, como exercícios físicos e socializar com amigos.
Estou de férias e, por consequência, mais ocioso, o que é péssimo para o reboot. Para contornar isso, vou dedicar mais tempo às atividades de religação, através de estudos e leituras construtivas. Jamais negligenciem a fase de religação, pois ela é tão importante quanto a abstinência em PMO.
Venci a batalha de hoje, mas me manterei em estado de alerta. Jamais trocarei a qualidade de vida que eu tenho hoje por um momento de prazer efêmero!

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

soumulherviciadaemporn e Lutador com Cristo gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 582
Data de inscrição : 10/12/2018

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 29/12/2020, 22:11
Oi Rebooterconvicto, eu li a matéria e reli e pelo que eu entendi, é que o gostar é mais importante do que o desejar, tipo eu gosto de café, pois eu sou fumante, então o que me faz ir tomar o café e fumar é a dopamina é isso? Mais eu já tentei parar de fumar várias vezes e sempre volto é um inferno isso, me explica como funciona isso, para eu conseguir parar de fumar. Pois é um vício também.
Um abraço.
Vitoriosa

_______________________________________
Vitoriosa

Lutador com Cristo gosta desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 29/12/2020, 22:42
Vitoriosa escreveu:Oi Rebooterconvicto, eu li a matéria e reli e pelo que eu entendi, é que o gostar é mais importante do que o desejar, tipo eu gosto de café, pois eu sou fumante, então o que me faz ir tomar o café e fumar é a dopamina é isso? Mais eu já tentei parar de fumar várias vezes e sempre volto é um inferno isso, me explica como funciona isso, para eu conseguir parar de fumar. Pois é um vício também.
Um abraço.
Vitoriosa

Pelo que eu entendi, no caso das pessoas viciadas, os desejos costumam não corresponder aos gostos. Aplicando isso aqui, percebe-se que muitos sentem desejos de ver P, mas não gostam disso, muito pelo contrário, sentem-se angustiados quando recaem em PMO. No que diz respeito ao cigarro, sei que existem vários métodos para sair desse vício, mas eu não conheço como eles funcionam Laughing . Assim como a PMO, deve existir algum fórum de ajuda na internet, acho válido pesquisar.

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Vitoriosa e Lutador com Cristo gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 582
Data de inscrição : 10/12/2018

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 29/12/2020, 22:55
rebooterconvicto escreveu:
Vitoriosa escreveu:Oi Rebooterconvicto, eu li a matéria e reli e pelo que eu entendi, é que o gostar é mais importante do que o desejar, tipo eu gosto de café, pois eu sou fumante, então o que me faz ir tomar o café e fumar é a dopamina é isso? Mais eu já tentei parar de fumar várias vezes e sempre volto é um inferno isso, me explica como funciona isso, para eu conseguir parar de fumar. Pois é um vício também.
Um abraço.
Vitoriosa

Pelo que eu entendi, no caso das pessoas viciadas, os desejos costumam não corresponder aos gostos. Aplicando isso aqui, percebe-se que muitos sentem desejos de ver P, mas não gostam disso, muito pelo contrário, sentem-se angustiados quando recaem em PMO. No que diz respeito ao cigarro, sei que existem vários métodos para sair desse vício, mas eu não conheço como eles funcionam Laughing . Assim como a PMO, deve existir algum fórum de ajuda na internet, acho válido pesquisar.

Obrigada, foi o que eu entendi também, sobre o cigarro já fiquei as minhas gravidez todas sem fumar, vou pesquisar a respeito. Quero parar 😔 um grande abraço

rebooterconvicto gosta desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 29/12/2020, 23:04
Vitoriosa escreveu:
rebooterconvicto escreveu:
Vitoriosa escreveu:Oi Rebooterconvicto, eu li a matéria e reli e pelo que eu entendi, é que o gostar é mais importante do que o desejar, tipo eu gosto de café, pois eu sou fumante, então o que me faz ir tomar o café e fumar é a dopamina é isso? Mais eu já tentei parar de fumar várias vezes e sempre volto é um inferno isso, me explica como funciona isso, para eu conseguir parar de fumar. Pois é um vício também.
Um abraço.
Vitoriosa

Pelo que eu entendi, no caso das pessoas viciadas, os desejos costumam não corresponder aos gostos. Aplicando isso aqui, percebe-se que muitos sentem desejos de ver P, mas não gostam disso, muito pelo contrário, sentem-se angustiados quando recaem em PMO. No que diz respeito ao cigarro, sei que existem vários métodos para sair desse vício, mas eu não conheço como eles funcionam Laughing . Assim como a PMO, deve existir algum fórum de ajuda na internet, acho válido pesquisar.
 
Obrigada, foi o que eu entendi também, sobre o cigarro já fiquei as minhas gravidez todas sem fumar, vou pesquisar a respeito. Quero parar 😔 um grande abraço
Guardadas as devidas diferenças, o vício em cigarro possui semelhanças com o vício em PMO, pois ambos estão relacionados à liberação de dopamina no cérebro. As crises de abstinência e recaídas são similares nos dois vícios, pois a dopamina gera fissura pelo consumo do cigarro ou PMO.
Várias pessoas tentam parar com a PMO e acabam voltando, igual ao cigarro. É muito doloroso ser viciado em alguma coisa.

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Vitoriosa e Lutador com Cristo gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 582
Data de inscrição : 10/12/2018

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 29/12/2020, 23:11
rebooterconvicto escreveu:
Vitoriosa escreveu:
rebooterconvicto escreveu:
Vitoriosa escreveu:Oi Rebooterconvicto, eu li a matéria e reli e pelo que eu entendi, é que o gostar é mais importante do que o desejar, tipo eu gosto de café, pois eu sou fumante, então o que me faz ir tomar o café e fumar é a dopamina é isso? Mais eu já tentei parar de fumar várias vezes e sempre volto é um inferno isso, me explica como funciona isso, para eu conseguir parar de fumar. Pois é um vício também.
Um abraço.
Vitoriosa

Pelo que eu entendi, no caso das pessoas viciadas, os desejos costumam não corresponder aos gostos. Aplicando isso aqui, percebe-se que muitos sentem desejos de ver P, mas não gostam disso, muito pelo contrário, sentem-se angustiados quando recaem em PMO. No que diz respeito ao cigarro, sei que existem vários métodos para sair desse vício, mas eu não conheço como eles funcionam Laughing . Assim como a PMO, deve existir algum fórum de ajuda na internet, acho válido pesquisar.
 
Obrigada, foi o que eu entendi também, sobre o cigarro já fiquei as minhas gravidez todas sem fumar, vou pesquisar a respeito. Quero parar 😔 um grande abraço
Guardadas as devidas diferenças, o vício em cigarro possui semelhanças com o vício em PMO, pois ambos estão relacionados à liberação de dopamina no cérebro. As crises de abstinência e recaídas são similares nos dois vícios, pois a dopamina gera fissura pelo consumo do cigarro ou PMO.
Várias pessoas tentam parar com a PMO e acabam voltando, igual ao cigarro. É muito doloroso ser viciado em alguma coisa.
Você tem razão, sempre tenho maços de cigarros na bolsa, se por acaso está acabando já fico agoniada, as vezes nem quero fumar, mais o desespero de acabar é horrível, deve ser mais ou menos por aí os sintomas para quem é viciado em PMO. Que sensação horrível.]

Lutador com Cristo gosta desta mensagem

avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 29/12/2020, 23:13
Vitoriosa escreveu:
rebooterconvicto escreveu:
Vitoriosa escreveu:
rebooterconvicto escreveu:
Vitoriosa escreveu:Oi Rebooterconvicto, eu li a matéria e reli e pelo que eu entendi, é que o gostar é mais importante do que o desejar, tipo eu gosto de café, pois eu sou fumante, então o que me faz ir tomar o café e fumar é a dopamina é isso? Mais eu já tentei parar de fumar várias vezes e sempre volto é um inferno isso, me explica como funciona isso, para eu conseguir parar de fumar. Pois é um vício também.
Um abraço.
Vitoriosa

Pelo que eu entendi, no caso das pessoas viciadas, os desejos costumam não corresponder aos gostos. Aplicando isso aqui, percebe-se que muitos sentem desejos de ver P, mas não gostam disso, muito pelo contrário, sentem-se angustiados quando recaem em PMO. No que diz respeito ao cigarro, sei que existem vários métodos para sair desse vício, mas eu não conheço como eles funcionam Laughing . Assim como a PMO, deve existir algum fórum de ajuda na internet, acho válido pesquisar.
 
Obrigada, foi o que eu entendi também, sobre o cigarro já fiquei as minhas gravidez todas sem fumar, vou pesquisar a respeito. Quero parar 😔 um grande abraço
Guardadas as devidas diferenças, o vício em cigarro possui semelhanças com o vício em PMO, pois ambos estão relacionados à liberação de dopamina no cérebro. As crises de abstinência e recaídas são similares nos dois vícios, pois a dopamina gera fissura pelo consumo do cigarro ou PMO.[/quote
Você tem razão, sempre tenho maços de cigarros na bolsa, se por acaso está acabando já fico agoniada, as vezes nem quero fumar, mais o desespero de acabar é horrível, deve ser mais ou menos por aí os sintomas para quem é viciado em PMO. Que sensação horrível.]

A sensação que nós sentimos é parecida com essa, por isso muitos não conseguem se livrar da PMO.

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Vitoriosa e Lutador com Cristo gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 582
Data de inscrição : 10/12/2018

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 29/12/2020, 23:18
rebooterconvicto escreveu:
Vitoriosa escreveu:
rebooterconvicto escreveu:
Vitoriosa escreveu:
rebooterconvicto escreveu:
Vitoriosa escreveu:Oi Rebooterconvicto, eu li a matéria e reli e pelo que eu entendi, é que o gostar é mais importante do que o desejar, tipo eu gosto de café, pois eu sou fumante, então o que me faz ir tomar o café e fumar é a dopamina é isso? Mais eu já tentei parar de fumar várias vezes e sempre volto é um inferno isso, me explica como funciona isso, para eu conseguir parar de fumar. Pois é um vício também.
Um abraço.
Vitoriosa

Pelo que eu entendi, no caso das pessoas viciadas, os desejos costumam não corresponder aos gostos. Aplicando isso aqui, percebe-se que muitos sentem desejos de ver P, mas não gostam disso, muito pelo contrário, sentem-se angustiados quando recaem em PMO. No que diz respeito ao cigarro, sei que existem vários métodos para sair desse vício, mas eu não conheço como eles funcionam Laughing . Assim como a PMO, deve existir algum fórum de ajuda na internet, acho válido pesquisar.
 
Obrigada, foi o que eu entendi também, sobre o cigarro já fiquei as minhas gravidez todas sem fumar, vou pesquisar a respeito. Quero parar 😔 um grande abraço
Guardadas as devidas diferenças, o vício em cigarro possui semelhanças com o vício em PMO, pois ambos estão relacionados à liberação de dopamina no cérebro. As crises de abstinência e recaídas são similares nos dois vícios, pois a dopamina gera fissura pelo consumo do cigarro ou PMO.[/quote
Você tem razão, sempre tenho maços de cigarros na bolsa, se por acaso está acabando já fico agoniada, as vezes nem quero fumar, mais o desespero de acabar é horrível, deve ser mais ou menos por aí os sintomas para quem é viciado em PMO. Que sensação horrível.]

A sensação que nós sentimos é parecida com essa, por isso muitos não conseguem se livrar da PMO.
Verdade!
avatar
rebooterconvicto
Mensagens : 105
Data de inscrição : 30/08/2020

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 29/12/2020, 23:26
Vitoriosa escreveu: Verdade!
Tenho certeza que irá conseguir extirpar esse vício da sua vida, assim como você ajudou seu marido a se livrar do vício em PMO. Pegue todo o conhecimento que você adquiriu nessa batalha e utilize a seu favor. Aposto que seu marido também irá lhe apoiar nessa labuta, afinal de contas ele passou por um situação semelhante.
Como seu nickname diz, você é Vitoriosa!

_______________________________________


Arrow DIÁRIO DA MINHA BATALHA

Vitoriosa gosta desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 582
Data de inscrição : 10/12/2018

Minha batalha contra o vício: em busca da libertação - Página 3 Empty Re: Minha batalha contra o vício: em busca da libertação

em 29/12/2020, 23:52
Eu sei que consigo, mais na hora do stress parece que a única coisa que vem a cabeça é esse maldito vício, muitas vezes meu marido comparou o cigarro a pornografia

_______________________________________
Vitoriosa

Lutador com Cristo gosta desta mensagem

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum