Ir para baixo
jorge luis borges
jorge luis borges
Mensagens : 18
Data de inscrição : 07/09/2020

Diário de um caso incomum: resgatando o passado perdido. - Página 2 Empty Re: Diário de um caso incomum: resgatando o passado perdido.

10/2/2021, 21:26
Vlw[/quote]
Leblanc
Mas basicamente, as alterações, grosso modo, são as seguintes: o cérebro do viciado desenvolve a hipofrontalidade, que é um fenômeno que lhe suprime em parte o autocontrole, vc aumenta a necessidade por buscar estímulos (o querer sentir o prazer), porém de maneira estranha e até contraditória, por ter poucos receptores de dopamina, os estímulos sexuais dão cada vez menos prazer, que é a dessensibilização (o gostar, diminui). Então o viciado passa a querer, cada vez mais, algo que irá dar, cada vez menos, prazer.[/quote]

Muito obrigado pela explicação. É, cabe a nós quebrar este ciclo infernal. Vlw pelo apoio!


Última edição por jorge luis borges em 10/2/2021, 21:31, editado 1 vez(es)
jorge luis borges
jorge luis borges
Mensagens : 18
Data de inscrição : 07/09/2020

Diário de um caso incomum: resgatando o passado perdido. - Página 2 Empty Re: Diário de um caso incomum: resgatando o passado perdido.

10/2/2021, 21:31
..


Última edição por jorge luis borges em 1/5/2021, 14:23, editado 1 vez(es) (Motivo da edição : Só agora percebi que tinha uma regra em que não se pode estabelecer contatos fora do fórum, essa minha mensagem estava errada neste sentido, fiz sem saber. Então acho melhor apagar essa mensagem.)
jorge luis borges
jorge luis borges
Mensagens : 18
Data de inscrição : 07/09/2020

Diário de um caso incomum: resgatando o passado perdido. - Página 2 Empty Re: Diário de um caso incomum: resgatando o passado perdido.

2/3/2021, 15:52
61 dias

Chegamos a marca de 61 dias.
Rotina com base em 4 práticas, além da abstenção da PMO:

Meditação de foco na respiração pela manhã, todos os dias
Meditação de foco no corpo pela tarde, todos os dias
Exercício Kegel, 3 séries com 10 repetições de 5 segundos de contração. Quase todos os dias, 3x ao dia
Exercício de massagem gentil no pênis, região pélvica e sacro, sem fantasiar e sem M, seguindo instruções do Gary Wilson,Três ou quatros vezes por semana, durante uns 5 a 7 min. A ideia deste exercício é sensibilizar/ativar as zonas erógenas. Tem funcionado bem, tenho sentido o pênis mais sensível e cheguei a ter ereções parciais sem fazer qualquer esforço masturbatório e sem fantasiar.

No mais, não sinto ainda nenhuma grande mudança de sintomas. Tenho me relacionado em termos de amizade com garotas do trabalho e o corpo dá alguns sinais daquela tensão sexual, uma vez tive uma breve ereção durante essa tensão, durou 1 min e em 70%, mas foi algo diferente.

É isso, sigo firme e agora sem "prazo" pra ver alguma mudança maior.

Grande abraço
jorge luis borges
jorge luis borges
Mensagens : 18
Data de inscrição : 07/09/2020

Diário de um caso incomum: resgatando o passado perdido. - Página 2 Empty 4 meses

1/5/2021, 14:21
Olá amigos, fiquei todo este tempo ausente por motivos dê: preguiça e falta de ânimo mesmo hahaha, desculpe.

Bom, estou completando a marca dos 4 meses. Em resumo: meu quadro não evoluiu mais, estou uma semana apenas exercitando a meditação, as demais técnicas estou "descansando" faz uns dias, vou retomá-las em breve.

Nesses últimos meses que estive sem dar feedback, tenho sentido uma frustração pelo corpo não dar sinal de melhoras, mas ao mesmo tempo me agarro na experiência e relatos de casos de pessoas que demoraram 6 meses, 8, 10 ou até um ano pra estarem "curados". Meus planos para daqui pra frente até completar os 6 meses serão os mesmos. Se depois de 6 meses eu não obtiver evolução fisiológica, vou considerar o uso da tadafila sim, apesar do que o colega disse, acho que vale a pena tentar e ver como o corpo reage com essa bengala por um tempo. Oq ocorre em muitos casos de DE, (aqui sem entrar no mérito da causa de cada uma delas, que são múltiplas e diversas pra cada indivíduo) é os pacientes usarem os medicamentos por um tempo e começarem a desmamar a medicação enquanto as coisas vão se normalizando fisiologicamente. Além do mais, pretendo passar por pelo menos mais dois urologistas e pedir um check-up detalhado de toda a parte fisiológica mesmo, pra não deixar dúvidas, trazendo já o meu histórico.

Honestamente, eu consigo sentir o quanto o cérebro ainda me parece viciado no estímulo visual pornográfico, algumas cenas mais erotizadas que apareciam aqui e ali em vídeos de youtube e capturavam minha atenção por alguns instantes geravam uma resposta elétrica e vascular quase que instantânea no pênis, muito fácil se eu quisesse/ou deixasse me envolver, coisa que eu abortava depois de alguns segundos, ou 1 ou 2 min. Eu fiz esse pequeno foco de atenção proposital apenas pra testar 1- se meu pênis ainda tinha "vida sexual" 2- contrastar com o estímulo de mulheres reais. É bizarro como a máquina está totalmente condicionada, mesmo depois de 4 meses sem estímulo pornográfico e masturbatório. Agora quando é com mulheres reais, eu tenho que "forçar" o tesão, o desejo, pra de vez em quando dar uma pequena resposta, mas nunca consigo sequer uma ereção completa, é foda.... A flat-line pra mim tem sido uma constante nesses 4 meses. Chama minha atenção que mesmo após 4 meses não tive sequer uma polução noturna.

Sigamos, continuo convicto e firme no propósito, pq eu tenho plena consciência que a minha cura vai na direção CONTRÁRIA da pornografia associada a masturbação, nesse buraco eu não caio mais.

Um abraço, amigos.


Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos