Ir em baixo
avatar
GL
Mensagens : 1
Data de inscrição : 23/09/2020

Diário de GL Empty Diário de GL

em 23/9/2020, 11:30
Olá, pessoal.

Meu vício começou desde que eu era criança e talvez eu nunca tenha falado sobre isso. Vamos lá!

Eu lembro que em minha infância (7-8 anos, acredito eu) costumava a ficar roçando minhas pernas no meu pênis. Eu não sabia o que era masturbação, o que era pornografia e muito menos que isso era um vício, até porque eu ainda era uma criança. Nessa mesma epóca eu lembro também de ter tido a acesso a minha primeira playboy (Kelly Key, na epóca) e a ver algumas revistas que meu irmão tinha em casa, as rídiculas e degradantes hentais.

Os anos se passaram, as amizades começaram a entrar na adolescência e eu começo a ter contato com a pornografia mais pesada. Amigos mais velhos, na epóca, falaram da "punheta" e até os meus 12 anos eu nunca tinha ouvido falar sobre isso. A primeira vez que testei foi horrível, ardeu muito e não quis conversa por um tempo. Só que eu tinha um irmão que guardava pornografia de forma tão fácil, que bastou algumas tardes sozinho em casa para que eu pudesse começar o vício.

Passei muito tempo me masturbando regularmente e assistindo à pornografia quase que de forma diária. Foram longos anos em que utilizava isso como forma de "aliviar a tensão" e achava isso extremamente normal. Me masturbava todos os dias e mais de uma vez por dia. Para entender o nível de neurose eu já abria o Google Chrome com o subconsciente ativo para apertar o ctrl + shift + N e começar a acessar os sites. Como é de se imaginar, fui entrando em um mundo cada vez mais fundo e a pornografia normal já não estava mais me satisfazendo.

Encontrei minha primeira namorada na universidade, mas no início do namoro mantivémos de forma casta, mesmo que a pornografia tivesse se mantido ativa durante todo esse tempo. Após 2 anos de namoro tivemos nossa primeira relação sexual, e como é de se adivinhar, tive minha primeira DE. Joguei a culpa por ter comido demais ou por ter tido um dia cansativo e vida que segue. Só que as próximas relações foram horríveis! Quando não era DE, eram problemas de ejaculação precoce. Todas essas experiências foram desgastantes e vale destacar que a MPO continuava ativa na minha vida.

Procurei um médico e ele falou que isso poderia ser resolvido com um psicólogo. Talvez eu tenha errado em não ter procurado um na epóca, mas isso agora não pode ser desfeito. Segui a minha vida tentando me autoeducar, só que o máximo que consegui foram repetidas falhas na tentativa de se ter um relação sexual eficiente.

Como é de se imaginar, meu relacionamento acabou (não apenas por causa disso, mas foi um grande responsável). Foi então que tive minha primeira atitude de NoFap. Passei algumas semanas sem MPO. Passei a ler mais, a fazer mais exercícios e a criar hábitos mais saudáveis. E foram extremamente eficientes, na minha primeira relação pós-separação, pós mudança de hábitos, tive a minha melhor performance. Não apenas na questão do sexo em si, mas tive mais tesão, mais vontade de ter a relação e até mesmo mais virilidade.

Porém, todo ser humano é falho e tive algumas recáidas. Pensando que estava livre disso, voltei a consumir um outro tipo de estimulação. Passei a ficar horas no Instagram, Tinder, entre outros, e voltei ao meu vício de masturbação. Quando meio que tive um ataque de consciência, logo tentei retornar, mas parcialmente não consegui resolver as coisas.

Dessa forma, hoje, estou decidindo me abrir sobre isso. Talvez compartilhar sobre o que tenha causado essa dependência seja importante para mim. Continuo com os hábitos saudáveis, continuo lendo mais em um mês do que jamais tinha lido em um ano, só que hoje resolvi tomar uma atitude sobre isso. Não tenho mais problemas de DE, ou de ejaculação precoce há mais de um ano e acho que isso tenha muito a ver com essa mudança. Mas ainda não me sinto totalmente confortável para dizer que me livrei desse problema.

O maior gatilho foi ter abrido o explorar do instagram, não me conter e começar a me masturbar. Não cheguei a ejacular, mas a sensação de ter feito isso foi hórrivel e não recomendo a ninguém. Outra coisa que me fez mal foi o ambiente. Depois de alguns anos longe, retornei a casa dos meus pais para fazer home office, retornei ao local que isso tudo começou e acho que esse foi outro grande gatilho que eu estou tentando lidar.

Enfim, me sinto muito mais leve em ter me aberto sobre isso. Sou novo na comunidade mas pretendo escrever relatos constantes de como está sendo esse (re)processo de reboot. Minha meta inicial é ficar 100 dias distante disso, que por incrível coincidência do destino irá ser comemorado (se tudo der certo) no dia 01/01/2021. Como sou uma pessoa supersticiosa acredito que isso seja alguma mensagem divina para eu recomeçar.

Desde já eu agradeço a todos que puderem ler esse relato.

Até logo,

GL


PS.: Alguém saberia me explicar como coloca o relógio contador? Achei isso o máximo.

Rottweiler e LuckyTheWolf gostam desta mensagem

Barão Vermelho
Barão Vermelho
Mensagens : 335
Data de inscrição : 15/07/2017

Diário de GL Empty Re: Diário de GL

em 23/9/2020, 11:38
E ai amigo, infelizmente eu sofro do mesmo problema, que é a D.E... E eu sei o quanto é complicado...

Mas bom, que ótimo que você decidiu participar aqui do fórum, tenho certeza que terá muita coisa pra ensinar e aprender com o pessoal aqui do fórum.

Para instalar o contador de dias, segue este tópico --> https://www.comoparar.com/t4820-como-instalar-um-contador-de-dias

_______________________________________


"I am gonna show you how great I am"
- Muhammad Ali

Meu diário -> https://www.comoparar.com/t10878-recomeco

trofeu14.pngImagem hospedada por Servimg.comImagem hospedada por Servimg.com

#NoFapSeptember 2020 eu consegui!
avatar
anyway
Mensagens : 6
Data de inscrição : 18/02/2019

Diário de GL Empty Re: Diário de GL

em 23/9/2020, 13:42
Boa tarde e bem-vindo ao fórum.


Quando sentir que vai ter recaídas, tente ler relatos de sucesso no fórum ou outros relatos na internet. Pense nos benefícios e como vai ser sua vida daqui a 100 dias, pois com certeza sua vida vai melhorar 100 %. Tente também consumir conteúdos mais saudáveis na internet, tem muito conteúdo que é toxico por aí que servem como gatilhos.
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum