Ir em baixo
robson2020
robson2020
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/09/2020

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty Re: relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

15/10/2020, 22:05
David Silva escreveu:Pode fica tranquilo, Rob. Você não zerou não, afinal você não teve contato com pornografia.
Estamos na mesma marca! Sigamos juntos!
Abraços! Paz!
Mais aliviado em saber, David. inclusive, cadê a segunda parte so seu diário? toda semana quero saber mais da tua jornada e só acho a primeira parte dele (que termina em 2018). manda pra mim por favor? espero q estejas bem. força. Smile

_______________________________________
David Silva
David Silva
Mensagens : 3010
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 35

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty Re: relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

18/10/2020, 10:28
Parabéns pelos 50 dias.
Sigamos juntos!
A segunda parte do meu diário é esta aqui: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva
Ela está na lista dos homossexuais.
Abraços!

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
Segundo reboot - 114 dias em 2020
______
Início do meu diário:
1ª parte: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
2ª parte: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva?highlight=david+silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

robson2020 gosta desta mensagem

robson2020
robson2020
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/09/2020

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

21/10/2020, 15:30
fala gente, sei que se passou mais de uma semana desde meu relato. mas confesso que esses dias foram de energia muuito baixa pra mim. entrei em um processo bem depressivo por nenhum motivo aparente (nenhum que seja novo, né?) mas enfim, passei dias em que não conseguia nem ao menos sair da cama, de tão baixa que minha energia estava. só comia uma vez por dia e não bebia água, de tão angustiado que estava com tudo. essa situação de angústia me lembrou os dias de intensa PMO em que começava a me exibir na câmera de manhã cedo e só iria terminar quando estava tão exausto que era impossível. fiz essa comparação que a força do vício nesse caso se assemelhou muito a força da minha angústia. aquilo que te prende na cama, te prende no telefone, te prende de viver e ver o mundo lá fora. essas situações me fizeram lembrar desses dias de vício e de prisão mental e física em que nós mesmos não nos reconhecemos. eu em particular lembro de ir tomar banho depois desses dias de PMO com o pênis muito dilacerado e os braços exaustos e ficar perguntando a mim mesmo: qual é o meu problema? é isso. é um processo a gente acordar pra essas coisas. e ainda assim, quando acordamos, percebemos que ainda temos amarras. terapia. é o que preciso. a real é essa. como vocês se sentem nessas situações que dão gatilhos diretos a algumas situações que vocês passaram durante práticas do vício? pergunto pq pra mim foi uma coisa que refleti muito.
mas mudando um pouco do assunto, quero falar uma coisa incrível que me aconteceu essa semana também (afinal, nada é de todo mal). voltei a minha cidade (me mudei a algum tempo e ainda sinto muita falta dela, foi nela que concebi minha visão de mundo, minha visão de comunidade, de ambiente e de sociedade) ela não fica muito longe de onde moro hoje (2h aprox). mas como estamos nessa situação do vírus, passei um bom tempo sem poder ir lá, revisitar meus amigos, ver a cidade que amo, o clima, etc. e essa semana foi aniversário de uma amiga minha, e foi a deixa que eu precisava para sair de casa depois de todos esses meses. estive me protegendo durante esse tempo todo, e não aguentava mais, tive que me sentir vivo de novo. estava me sentindo tão mal, que só ignorei que tem um vírus por aí e fui pra minha cidade, fingir que estava tudo bem, em nome da minha saúde mental. e tudo deu certo. Graças a Deus. minha amiga teve um aniversário incrível. preparamos a decoração, fizemos salgados e bolos. chamamos outros amigos do tempo do colégio. rimos muito, dormimos juntos, brincamos de among us, jogamos muita conversa fora, falamos de como tudo está sendo tão difícil, e de como de qualquer forma somos grandiosamente abençoados por estar naquele encontro, naquele lugar, naquele ciclo. no hoje. no agora. que saudade eu estava, da presença das pessoas, do riso das pessoas, do toque, do abraço, do conversar sobre tudo, e do conversar sobre nada, só estando, com meus amigos, com quem me quer bem. e o que é mais incrível é que a cidade vai acompanhando quem vive nela. quem sente ela, quem pertence a ela. e isso tudo eu vi, as conversas, o sotaque, os pés de fruta que estão minando como verão chegando. as casas simples, as cores desbotadas. tudo isso representa um povo, representa gente que pode estar passando pelas mesmas coisas que eu, ou até piores. a verdade, meus amigos, é que vivemos em um país desgraçado, e que o fato de termos motivos parar rir e para se sentirmos completos nesses momentos de sublime e de contemplação, já valem tudo. a vida é difícil, mas achamos um jeito de sermos melhores. e isso nos basta. espero que vocês estejam bem. espero que eu não tenha viajado muito nesse final hahaha. um abraço a vocês. seguimos.

_______________________________________
sbtrktr
sbtrktr
Mensagens : 175
Data de inscrição : 23/06/2019

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty Re: relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

24/10/2020, 10:05
parabéns pelos quase 60 dias, robson. não há nada que me deixe mais pra baixo do que confinamento. moro só e tenho poucos amigos aqui, e faço questão de dar um passeio pela cidade ao menos uma vez na semana pra aliviar meu espírito. as lembranças que tenho da P me atrapalhando (todas negativas, absolutamente nada positivo) não mexem muito comigo pra falar a verdade. me fazem ter certeza que eu de fato sou um viciado, e me dão alguma força pra persistir no reboot. eu deixo elas bem de escanteio, foi de fato um baita tempo perdido que não tenho mais como ter de volta.

_______________________________________
meu diário: https://www.comoparar.com/t9324-diario-do-sbtrktr

David Silva
David Silva
Mensagens : 3010
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 35

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty Re: relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

25/10/2020, 10:56
Olá Robson,
Bem quando aparece alguma situação relacionada a P, concordo como SBTKR que mostra que somos viciados. O pior do vício é quando não admitimos que somos viciados. A novela que está repetindo mostra isso, e quando passou a primeira vez eu comentei a mesma coisa por aqui. Quando estas situações acontecem mostra o quanto somos viciados e precisamos levar em conta que foram muitos anos presos a PMO. Eu, por exemplo, foram praticamente 20 anos. É muita coisa. Para se desvencilhar não é fácil. Uma situação que me ocorre muito frequentemente é que quando eu estou na rua eu fico de olhos nos homens, olho lá embaixo e tudo mais. Isso ainda é o pensamento pornográfico vindo à tona que os 90 dias vai ajudar a aliviar mas é preciso ficar pra sempre sem, porque aí sim vamos ressignificar nossa maneira de pensar e sentir prazer. Quanto ao fato de vivermos num país desgraçado, eu discordo totalmente de vc. Vivemos num país abençoado. O fato é que as pessoas tem acabado com a benção que é esse nosso Brasil. Mas nós é que somos o agente da mudança dessa conjuntura. Se não arregaçarmos as mangas e lutarmos por um Brasil melhor, quem lutará?
Força! Axé!

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
Segundo reboot - 114 dias em 2020
______
Início do meu diário:
1ª parte: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
2ª parte: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva?highlight=david+silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

robson2020
robson2020
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/09/2020

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

25/10/2020, 11:45
sbtrktr escreveu:parabéns pelos quase 60 dias, robson. não há nada que me deixe mais pra baixo do que confinamento. moro só e tenho poucos amigos aqui, e faço questão de dar um passeio pela cidade ao menos uma vez na semana pra aliviar meu espírito. as lembranças que tenho da P me atrapalhando (todas negativas, absolutamente nada positivo) não mexem muito comigo pra falar a verdade. me fazem ter certeza que eu de fato sou um viciado, e me dão alguma força pra persistir no reboot. eu deixo elas bem de escanteio, foi de fato um baita tempo perdido que não tenho mais como ter de volta.
isso que tu falou do confinamento, e ainda morando sozinho, deve ser ainda mais complexo pra tu! e quem bom que a gente tem essa consciência de que esses gatilhos são uma coisa para qual não devemos voltar nunca mais. agora é ressignificar o que se foi e criar o que tá por vir.

_______________________________________
robson2020
robson2020
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/09/2020

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty Re: relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

25/10/2020, 11:54
David Silva escreveu:Olá Robson,
Bem quando aparece alguma situação relacionada a P, concordo como SBTKR que mostra que somos viciados. O pior do vício é quando não admitimos que somos viciados. A novela que está repetindo mostra isso, e quando passou a primeira vez eu comentei a mesma coisa por aqui. Quando estas situações acontecem mostra o quanto somos viciados e precisamos levar em conta que foram muitos anos presos a PMO. Eu, por exemplo, foram praticamente 20 anos. É muita coisa. Para se desvencilhar não é fácil. Uma situação que me ocorre muito frequentemente é que quando eu estou na rua eu fico de olhos nos homens, olho lá embaixo e tudo mais. Isso ainda é o pensamento pornográfico vindo à tona que os 90 dias vai ajudar a aliviar mas é preciso ficar pra sempre sem, porque aí sim vamos resignificar nossa maneira de pensar e sentir prazer. Quanto ao fato de vivermos num país desgraçado, eu discordo totalmente de vc. Vivemos num país abençoado. O fato é que as pessoas tem acabado com a benção que é esse nosso Brasil. Mas nós é que somos o agente da mudança dessa conjuntura. Se não arregaçarmos as mangas e lutarmos por um Brasil melhor, quem lutará?
Força! Axé!
20 anos realmente, é uma vida! quando eu nasci, tu já estava no vício. só pra ter uma noção temporal das coisas. em relação ao país desgraçado, levo em consideração em todos os pilares que fomos construídos: escravidão, subjugação, extermínio indígena, silenciamento de cultura, desigualdade social, exclusão racial. todas as mazelas que podemos ver até hoje. e sendo bem sincero, a benção que recebemos representa uma fração pequena da desgraça que nos foi inflingida. tenho esperança, tento ver sempre os pontos positivos. mas somos um país que está sofrendo uma segunda colonização, tudo as custas do dinheiro. existe mais espaço pro gado viver que pra gente. todo dia alguém não branco é assassinado pela mão do estado. todo dia um fantasma colonial que nos apareça e nos mostre que somos estatísticas, e não importa o que façamos dia após dia, quem dá a última resposta é o dinheiro, sempre acima das nossas vidas. é nosso dever arregaçar as mangar e lutar por um país melhor, mas e pra quem não foi dado o privilégio de ter uma camisa com mangas? se é que me entende. as realidades são diversas e cada vez piores. inclusive estamos voltando pro mapa da fome esse ano. mas enfim, sem muito viajar sobre esse assunto. tentaremos permanecer invictos e caminhando. espero que estejas bem.

_______________________________________
robson2020
robson2020
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/09/2020

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

27/10/2020, 15:09
é isso gente. caí em PMO noite passada. Sad prometo que vou reiniciar o hard mode novamente. me perdoem.
David Silva
David Silva
Mensagens : 3010
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 35

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty Re: relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

28/10/2020, 10:14
Concordo plenamente com vc.
Os tempos são sombrios.
Mas pense que pessoas como vc, que já tem essa consciência, precisam estar na luta, sem esmorecer. É preciso ser resistência.
E como diria Foucault: Onde há poder, há resistência!

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
Segundo reboot - 114 dias em 2020
______
Início do meu diário:
1ª parte: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
2ª parte: https://www.comoparar.com/t7812-reboot-de-david-silva?highlight=david+silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

Vitoriosa e sbtrktr gostam desta mensagem

avatar
Zeca
Mensagens : 270
Data de inscrição : 07/11/2020

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty Re: relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

7/11/2020, 11:52
Olá Robson
Sou novo por aqui. Acabei de entrar. Sou o Zeca. Não sei bem onde entrar, estou muito confuso, pois sou um homem casado, maduro, pai de 3 filhos, porém enfrento o mesmo problema de vcs. Comecei com pornografia e masturbacao aos 11 anos de idade. Comecei a namorar com 16 anos de idade, me casei aos 20 e com 21 já tinha um filho. Fiquei viciado em pornografia a tal ponto, de começar a entrar em todo e qualquer tipo de pornografia. Fiquei viciado em sexo virtual com mulheres, depois homens. Meu problema era interagir com outros homens, me exibir e masturbar. Devo ressaltar que fui abusado sexualmente aos 6 anos de idade pir um adulto. Isso me traumatizou. Meu vício de longos anos começou a me atrapalhar no trabalho, casamento , vida social etc
Cheguei num limite insuportável. Pensei até em suicídio. Nunca consegui deixar o vício por mais de 6 dias. Entrava em uma overdose em pornografias heterossexual , bissexual e homossexual. Entrei no NOFAP a 30 dias. Estou reequilibrando meu mundo interior, reconquistando a paz interior. Comecei a ter ereção matinal novamente e relação sexual com minha mulher sem DE. Estou determinado a deixar a pornografia e masturbacao e lutando para não recair. Quero levar NOFAP como estilo de vida. Não tem sido fácil resistir. As vezes fico até trêmulo de vontade entrar em P e ne masturbar. Sao desejos que penso que as vezes não vou resistir. Mas meu lema é resistir e não recair. Já colho hj muitos benefícios do NOFAP. Voltou as ereção firmes, voltou forte 8s desejos sexuais, estou sem disfunção erétil. Estou mais leve , sem irritabilidade menos depressivo e em paz.
Não sei se estou no fórum certo, mas para mim, independente de ser heterossexual, bissexual ou homossexual, todos nós aqui lutamos contra PM
ABRAÇOS

robson2020
robson2020
Mensagens : 23
Data de inscrição : 10/09/2020

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty Voltei.

14/1/2021, 15:08
preciso relatar a vocês como é horrível se jogar nessa lama que se chama PMO e não consegui levantar. mas antes, como é que consigo usar o relógio do reboot? juro que esqueci.

Cético gosta desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar - Página 2 Empty Re: relato do Rob - exibicionismo e tentativas de parar

15/1/2021, 00:13
Robson, relamente a PMO é uma merda, por isso estamos aqui tentando sair dela; certa vez ouvi uma máxima que dizia que sozinhos podemos ir mais rápido, porém juntos vamos mais longe

que bom que retornou; conte conosco para conseguir ir mais longe

sobre o contador: https://www.comoparar.com/t4820-como-instalar-um-contador-de-dias
Voltar ao Topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum