Ir em baixo
avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

15/11/2020, 19:48
Será um texto grande, mas eu preciso de ajuda e não sei mais o que fazer. Tive contato com a pornografia bem cedo, a primeira vez que vi foi antes dos 10 anos, me mostraram vídeos mas não houve masturbação na época, não tinha acesso a revistas e internet só tinha na lan house. Anos depois, já em outro bairro, a primeira vez que me masturbei foi meio que sem querer com uma revista, deve ter sido lá para os 13 anos e depois disso eu gostei muito, então sempre tentava pegar a revista para fazer de novo, até um dia a revista sumir de repente. Tinha um celular com acesso a internet em casa, e eu ficava lá vendo da forma que conseguia e já tive contato com o hentai nessa época, depois eu fui descoberto e não consigo lembrar se parei ou não depois disso.

Depois comecei a ir na lan house para assistir escondido, e ficava lá no canto, meio que me estimulando por cima do shorts da forma que podia enquanto assistia, mas sempre parava antes, pra não sair de lá sujo. Me mudei de novo e adquiri internet em casa, não lembro exatamente, mas provavelmente comecei a consumir bem mais e tal, com o tempo descobri jogos adultos, jogos hentai etc, acho que jogava por jogar mesmo mas eu nunca parei, passava horas em sites assim, além de sempre ver os vídeos é claro. Me mudei de novo e agora é que considero que realmente foi o começo do meu abismo, descobri que haviam jogos online disso, que dava para fazer sexo virtual com outras pessoas nesses jogos, usando personagens. Já viciei de cara, ainda era bv nessa época pois era inseguro em relação a mulheres, tinha medo de beijar mal, de ser rejeitado e coisas assim, sempre havia uma desculpa pra eu não tomar atitude, então no virtual, eu tive a primeira interação verdadeira com mulheres, isso se eram mulheres né, nunca da para saber nesse mundo virtual que eu fazia parte. Aí comecei a jogar e me estimulava da mesma forma que fazia na lan house, por cima do shorts, com o pensamento de que não iria sujar o teclado né, sempre ficava segurando pra não gozar pra poder aproveitar ao máximo aquela interação ali, e depois terminar no banheiro assistindo algo no celular, mas lembro que teve um tempo que eu até fazia no shorts mesmo e depois dava uma lavada no chuveiro para enganar e não descobrirem, mas depois parei de fazer isso e voltei a segurar, embora vez ou outra não desse pra aguentar, pois eu sempre me estimulava mas parava no meio pra continuar a interação ali sem perder o interesse, mas as vezes não dava pra segurar.

Bom, começou com sexo ''normal'', no começo era apenas eu e uma mulher ali interagindo em um sexo virtual, enquanto os personagens realizavam a ação, mas existe algo chamado roleplay, não sei se conhecem mas é meio que fantasia virtual, e isso não tem limites, pois a pessoa pode digitar qualquer coisa ali. Com o tempo as coisas foram escalando, eu ficava horas por dia nesse jogo e fazia isso o máximo que pudesse, sempre atrás de mais, mesmo que não estivesse afim, eu ficava me estimulando e me forçando a fazer mais porque eu queria mais daquela interação, sempre pensando que era só um jogo, que eram só palavras.

Fiquei pouco mais de 4 anos nesse vício, comecei a jogar uns 2 meses antes de fazer 18 e parei com todo o conteúdo esse ano aos 22, faz alguns meses que parei mas meu sofrimento é muito, relembrando o que falei ali em cima, eu ficava me estimulando por cima do shorts enquanto jogava, porque usava o teclado para digitar e tal, e eu só parei por causa disso, porque eu tenho TOC e ele piorou demais esse ano, então o sintoma de sempre lavar a mão é algo que eu adquiri, comecei a ter diversas crises de choro devido a medos irracionais do TOC, mas não tinham a ver com o vício em si, e eu pretendia voltar depois, mas quando comecei a olhar para trás, para o passado, para as fantasias que realizei virtualmente, não voltei mais para o jogo, me pergunto o por quê disso e daquilo, não consigo mais aproveitar nada, e lembro que eu pensava que não tinha nada errado comigo, nem me sentia mal com tudo aquilo, o TOC tem me causado pensamentos horríveis, até com a minha família, tenho evitado eles e isso acaba comigo, agora mesmo eu tô chorando, tô paranoico, tem coisa no jogo que eu nem lembro de ter feito, como fantasia de incesto, mas eu fico me perguntando se fiz isso, sendo que antes do TOC piorar eu nunca tive um pensamento desses com familiar.

Desculpem por qualquer erro que tenha aqui, se o texto está confuso, não tenho certeza mais de nada, do que eu gosto de verdade, tenho medo de lembrar de mais coisas que fiz nos jogos, ou consumi de vídeo pornô e hentai, tem tanta coisa pra falar ainda, mas não tenho certeza se posso falar sobre os fetiches aqui porque pode ser que tenha gente sensível a isso aqui, só sei que preciso de ajuda, fico pensando se alguma mulher vai querer algo com um cara sujo como eu, que fez tudo aquilo, ou se realmente gosto de mulher, porque em algum ponto eu comecei a consumir hentai de travesti e futa, e isso foi algo que levei para fantasiar nos jogos, e tinha muito disso lá, lembro que no começo eu não tinha isso.

Tinha até homem com personagem feminino, que eu sabia que era homem mas nem me importava mais, tem mais ainda, mais fetiches que fiz dentro do jogo e tal, sempre mantive tudo lá, e aquilo é pior pois não precisa nem procurar muito, você podia até convidar a pessoa direto sem nem dizer um oi, que algumas aceitavam, outras aceitavam fazer depois de 4 ou 5 mensagens e eu só consigo pensar naqueles jogos agora, tinha que estudar e arrumar um emprego mas só sei chorar, não consigo focar.

Não instalei bloqueadores, porque estou tão atormentado com pensamentos ruins que não conseguiria voltar, estou tentando sobreviver aqui, achando que o tempo vai fazer tudo melhor, que fiquei anos no vício então eu tenho que esperar mais para ficar bem de novo, porque saí tem pouco tempo, mas tem sido muito difícil e eu não sei o que fazer, choro muito sozinho pois sinto que nem mereço ser feliz ou que mereço ajuda, por causa dos pensamentos e do vício, e eu nem pensava nisso como um vício, mas hoje percebo que era e que só me destruí e que não há mais volta, bom tem mais pra falar mas é isso, o texto já está bem grande então vou deixar assim mesmo, se tiver algo errado me avisem que eu edito.


Última edição por Invented em 4/12/2020, 06:08, editado 1 vez(es)

Zoboomafoo e FENIX2021 gostam desta mensagem

Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 983
Data de inscrição : 22/07/2019
Idade : 29

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

15/11/2020, 22:26
Blz Invented, acho que seu texto não tem nada de errado, pode ficar tranquilo. Gostaria de saber o que vc tem feito, ou deseja começar a fazer para sair desse abismo. Só vc pode fz isso por vc mesmo.

_______________________________________
avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

15/11/2020, 22:47
Estou fazendo terapia e estou no quarto mês, até consegui ficar ''bem'' duas semanas, mas percebi que estava estagnado, jogando de novo (não o mesmo tipo de jogo) e piorei novamente, quero estudar e não consigo nem focar, queria ter força para começar novos hábitos também além de só ficar no celular assistindo ou no pc, acho que o jeito vai ser eu me forçar a fazer as coisas mesmo e talvez procurar um psiquiatra.

Rottweiler e Zoboomafoo gostam desta mensagem

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

16/11/2020, 21:50
Gostaria de dizer que está tudo bem, mas sei lá, ando muito pra baixo e mal estou comendo também, não voltei ao vício e quando penso nele, não é com vontade de voltar e sim com dor, já pensei em morte muitas vezes mas eu não quero isso, quero conviver normalmente com as pessoas de novo.

Rottweiler e Zoboomafoo gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 865
Data de inscrição : 10/12/2018

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

16/11/2020, 21:57
Olá Inventd


Seja muito bem vindo!!!

Deixarei aqui alguns links recomendados para você ficar por dentro do fórum, caso ainda não tenha lido:

Certifique-se de ler as normas do fórum por meio das Regras de Participação e das Proibições.

Para saber mais sobre o método proposto confira dúvidas básicas sobre o reboot e vício em PMO, além disso baixe o Guia Introdutório, que servirá como suporte para entender o processo de reboot, dentre outras informações importantes.

Lembre-se de estar instalando bloqueadores de P nos seus dispositivos e colocando um contador de dias na sua assinatura aqui, para te auxiliarem durante seu processo de reboot. Para instalar bloqueadores você pode seguir os tutorias dos Tópicos Recomendados, e se ficar com alguma dúvida dê uma olhadinha na Seção de Ferramentas e Bloqueadores. Para instalar um contador confira Como Instalar um Contador de Dias.

Para mais informações ou falar com a moderação visite a Seção de Orientações Básicas, e para alguma dúvida sobre o método procure, ou pergunte, na Seção de Dúvidas.

Não se esqueça de nos manter atualizados sobre seu processo aqui no seu diário.

Um grande abraço Vitoriosa!

_______________________________________
Vitoriosa

Zoboomafoo e FENIX2021 gostam desta mensagem

Wan
Wan
Mensagens : 21
Data de inscrição : 07/03/2018

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

24/11/2020, 11:13
Olá, Invented. Como vai, mano?

O PMO realmente traz vários prejuízos e pode nos apresentar à pior versão de nós mesmo mas é importante ver o vício como algo separado de nossa identidade. Você não é o vício, nem seus pensamentos ou as coisas que vc fez no passado. Você é um indivíduo complexo que pode ter tudo isso dentro de si mas que também pode ter bons sentimentos, bons hábitos e fazer coisas boas (para você e para os outros). Todos temos esse potencial e enquanto respirarmos sempre havera a possibilidade de mudar.

Fiquei feliz em saber que vc iniciou terapia. Eu comecei a fazer no início desse ano; parei por causa do corona mas tava me ajudando bastante.

Sobre iniciar novos hábitos, pode ser importante começar devagar e sempre mentalizar o porquê de vc tá fazendo aqui. Toda mudança implica resistência e realmente não é fácil. Vc pode pedir ajuda a seu terapeuta tbm ou pesquisar sobre a ciência por trás dos hábitos. Ah! E se me permite uma recomendação, meditação e exercícios físicos são excelente! Tanto para o reboot quanto pra vida em geral.

Estou te acompanhando.
Boa jornada para nós!

Zoboomafoo gosta desta mensagem

avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Obrigado

25/11/2020, 05:21
Obrigado pela mensagem e pelos conselhos, Wan. Dei uma melhorada esses dias, não tem sido fácil esses últimos meses, mas consigo ver a esperança. Irei devagar mesmo e aos poucos, melhorando devagar a cada dia, a convivência com as pessoas em geral ainda não está tão confortável como já foi um dia, mas consigo ver uma melhora.
Eu estava prestes a apagar o meu diário, mas mudei de ideia, não estou contando os dias do meu reboot mas já tem um tempo aí que estou fora do vício, não sei quanto tempo levará para eu melhorar em relação a tudo, mas eu não quero voltar pra esse mundo nunca mais, agora é seguir em frente e ter paciência, continuar o tratamento, e mudar um pouco mais a cada dia.
Desejo que todos aqui consigam sair desse vício que faz muitos sofrerem.

Zoboomafoo gosta desta mensagem

Wan
Wan
Mensagens : 21
Data de inscrição : 07/03/2018

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

25/11/2020, 22:57
Boa, Invented!
A direção importa mais que a velocidade. Sigamos em frente.

_______________________________________
"O sucesso não é medido por quantos dias limpos você conseguiu. É medido pelo quanto sua vida melhorou desde que você começou o reboot."
- TheUnderdog

Zoboomafoo gosta desta mensagem

avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Em busca do meu caminho

1/12/2020, 05:39
Bom dia, tem sido difícil, mas parei de desistir pelo menos. As vezes sinto que não tem saída e as vezes sinto que tem, bom, tenho que viver para saber, né? Quando parece que estou melhorando, vem pensamentos ruins de formas diferentes e quando fico muito preso neles e olho pra alguém ou algo, da um frio na barriga que antes eu pensava ser desejo real, mas hoje sei que o medo ou ansiedade geram isso, de tanto eu ficar pensando nessas coisas.

Sem recaídas até aqui, ainda penso nos conteúdos que vi por aí na internet ou algo que fiz nos jogos e me sinto um pouco mal, mas não mais a ponto de ter crises de choro pelo menos. Não sei o que vai acontecer, ainda estou no tratamento e continuo em frente, sem desistir, muitas vezes eu sinto que não tem jeito, mas agora eu sei que tem. Os pensamentos, tem alguns tão ruins e ficam ali martelando na mente, mas quero tentar pensar que esses pensamentos não representam quem eu sou, que eu vou vencer tudo isso que está acontecendo, que eu mereço uma segunda chance e mereço ser feliz. Parei de pensar em suicídio porque eu não quero que seja o fim ainda, o que quero fazer é deixar de sofrer e de ser atormentado.

Rottweiler e Zoboomafoo gostam desta mensagem

avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Está difícil.

4/12/2020, 05:36
Está muito difícil, amigos, as vezes lembro de algo do vício que me causa dor e parece que não vai passar, os pensamentos também doem demais as vezes. As vezes penso que meu caso não tem mais jeito, mas eu não quero desistir, eu quero viver, mas as vezes penso que não mereço nada de bom também. Alguém aqui já passou pelo mesmo? Ainda sem recaídas, porém meu tormento ainda é grande.

Zoboomafoo e guerreirodeluz gostam desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty "Um instante de dor, vale uma vida de glória"

4/12/2020, 06:23
Lembro-me dessa pequena frase do filme INVENCÍVEL "Um instante de dor, vale uma vida de glória" não sou muito chegado em motivações que sempre aparecem no youtube e tudo mais, creio que isso não funciona de maneira nenhuma a longo prazo, mas quando eu ouvi essa frase, pensei nela durante uns 3 dias seguidos, e realmente, esses momentos em que para nós parece impossível sair desse poço maldito a única opção é continuar e não desistir, não existe outra maneira. Não vai ser nada agradável, mas vale o sofrimento. Durante muitos meses desse ano eu recai inúmeras vezes, o sentimento depois era horrível, me sentia péssimo, depois durante o dia ficava me perguntando pq eu ainda fazia aquilo, era muito desgastante. Mas com paciência esses velhos pensamentos que ficam em nossa cabeça começam a ir embora, o melhor conselho que posso lhe dar por aqui é tratar isso com leveza e paciência, pois acredite em mim, essa dor e angustia vai passar, mas se você ficar remoendo  isso dentro de você, vai lhe fazer um mal tremendo.
avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Totalmente confuso.

4/12/2020, 08:14
Continuo na luta, tem pensamentos que nem coragem de descrever eu tenho, até meus sonhos são estranhos e bizarros as vezes, e me pergunto sobre eles. O que me resta é tentar seguir em frente mesmo, eu fico tentando entender o passado mas talvez não há o que entender, talvez não há o que entender, talvez todos os ''gostos'' eram ilusões do vício mesmo, e tem o TOC pra piorar tudo, talvez no meu caso, leve muito tempo mesmo para eu ficar bem, pois hoje não da nem pra ter certeza do que eu realmente quero e gosto.

Zoboomafoo gosta desta mensagem

avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Mais um dia

5/12/2020, 08:42
Já chorei bastante hoje e o dia mal começou, hoje tem terapia então vamos ver no que da. Ainda sinto que não tem muita saída pra mim, mas se eu ainda não fiz nada contra a minha vida, acho que quer dizer que eu ainda busco um caminho, que eu ainda tenho esperança.

jonas10 e Zoboomafoo gostam desta mensagem

avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Buscando renascer.

5/12/2020, 09:03
Desculpem se vai ser meio fora do objetivo do fórum, mas queria falar mais um pouco aqui, pois não sei muito o que fazer na verdade. Lembro que meu comportamento nesse mundo virtual era muito ruim, fui bastante mentiroso e hipócrita, entre outras coisas, fui um mal-caráter de muitas formas se for pra resumir, cheguei a até falar que certas pessoas tinham problemas psicológicos por conta de uns fetiches que via lá, e eu não me enxergava, pois eu também era uma pessoa com problemas e por isso fazia tudo o que fazia, mas no meu caso foi o vício que me levou a certas coisas.

Ainda acho que tem fetiches que não são naturais, que são causados por traumas ou vícios, ou o que quer que seja, mas também penso que cada um tem que saber de si e hoje penso que não cabe a mim julgar as pessoas seja por qualquer motivo, que eu não tenho que ficar assumindo o porquê da pessoa ser isso ou aquilo, ou ter tal fetiche. Sofro por muita coisa que fiz nesse mundo virtual, pela pessoa que eu era e pelos pensamentos que me atormentam hoje. Quero ser melhor, espero que seja possível eu ficar bem com tudo e parar de ser atormentado pelos pensamentos e pelo meu passado.

Também tomei a decisão de seguir Jesus esse ano, tem alguns meses já isso, me questionei bastante sobre isso também se é algo genuíno, ou se era apenas motivado pelo medo da vida ser só esse sofrimento e não ter mais nada depois, ou medo do inferno, sei lá, são tantas perguntas ao mesmo tempo e parece que não consigo lidar com tudo.

jonas10, Rottweiler, Zoboomafoo, Lutando! e FENIX2021 gostam desta mensagem

jonas10
jonas10
Mensagens : 278
Data de inscrição : 16/12/2016

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

6/12/2020, 17:02
CARAMBA MEU IRMÃO, VENDO SEUS COMENTÁRIO, VOCÊ SE ASSEMELHA A MIM, O SENTIMENTO DE CULPA RELACIONADO AO QUE VOCÊ NA PORNOGRAFIA TE ATORMENTA E TE DÁ ESSAS CRISES DE CHORO, PORQUE NO FUNDO VOCÊ SABE QUE AQUILO NÃO ERA VOCÊ, VOCÊ ESTAVA NUM ESTADO DE VICIADO QUE FAZIA AS COISAS PELO IMPULSO, HOJE VOCÊ QUERENDO FICAR LONGE DA PMO VOCÊ PERCEBE O QUÃO RUIM AQUILO ERA, ASSIM O SENTIMENTO DE CULPA É DIFÍCIL DE SE LIDAR DEMORA MESES PARA CONSEGUIR CURAR, EU MESMO SOFRI DE DEPRESSÃO PROFUNDA POR CAUSA DA PORNOGRAFIA POR CAUSA QUE EU ME CULPAVA MUITO, DEMOROU O PROCESSO GRANDE PARA EU CONSEGUIR ME PERDOA SOBRE O QUE EU VIA NA PORNOGRAFIA E NÃO DAR BOLA MAIS PRA ISSO, MEU HISTÓRICA NA PORNOGRAFIA ME ATORMENTAVA EU TINHA CRISES DE CHORO, CHEGUEI A IR EM PSICÓLOGA FIZ TRATAMENTO, FUI EM PSIQUIATRA TOMEI VÁRIOS REMÉDIOS, PENSAMENTOS DE SUICÍDIO GIGANTESCO NA MINHA CABEÇA CHEGUEI A TENTAR SUICIDAR TOMANDO VÁRIOS REMÉDIOS, TIVE QUE TRANCAR A FACULDADE E IR EMBORA PRO INTERIOR PARA CONSEGUIR ME CURAR DA DEPRESSÃO POR CAUSA DA PORNOGRAFIA.

ASSIM EU TE INDICO TER UMA ROTINA SAUDÁVEL, FAZER COISAS QUE GOSTA NÃO SEI, O QUE ME AJUDOU BASTANTE NO PROCESSO DE CURA DA DEPRESSÃO CAUSA PELO PORNOGRAFIA FOI ACADEMIA E JOGAR VÔLEI, DUAS COISAS QUE EU AMO DE VERDADE. COM O PASSAR DOS MESES EU FUI MELHORANDO, NESSA ÉPOCA EU FIZ MUITOS AMIGOS, FUI MELHORANDO AOS POUCOS, CULTIVAR NOVAS AMIZADES TBM ME AJUDOU BASTANTE, CONHECI DIVERSAS GAROTAS NA ÉPOCA, FORAM MUITAS PAQUERAS TUDO ME AJUDOU A MELHORAR DA DEPRESSÃO E VENCER A PORNOGRAFIA , NESSE ÉPOCA EU CONSEGUI FICAR UNS 200 DIAS LIMPOS ANO DE 2017 QUASE TODO LIMPO, FUI MUITO BOM, FORAM UMAS DOS MELHORES ÉPOCAS QUE TIVE.


_______________________________________
Lutando!
Lutando!
Mensagens : 21
Data de inscrição : 06/12/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Como vai?

6/12/2020, 18:03
Eai mano, beleza? Como você vai? Ainda na luta? Espero que esteja bem.
avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Ainda estou aqui

7/12/2020, 08:52
Continuo vivendo, né, mas chorando bastante e também atormentado com o passado, juntamente com os pensamentos de agora. Percebo poucas mudanças, durante a crise eu pensava muito em morte, hoje penso que não quero morrer na maioria das vezes, mas tem sido difícil, cada vez eu lembro de mais coisas do passado, de fetiches e situações do vício, de comportamentos ruins meus também e fico me sabotando, quero tentar pensar que não importa o que houve lá e sim que tô fora desse mundo e que o que importa é ser melhor daqui pra frente, que tudo que fiz lá foi uma ilusão gerada pelo vício.

Esse quesito de jogos complica mais ainda, porque além de assistir, da a sensação de que eu realmente estava fazendo mais coisa ali, mesmo que só estivesse digitando. Tem coisas que não me interessa mais de eu buscar elas, acho que eu sentiria falta se interessasse, eu só tenho questionamentos mesmo, tenho tido sonhos bizarros também, e nem entendo a maioria, mas acho que muitos não tem significado mesmo. Provavelmente vou passar por muita dor ainda, questionamentos sobre mim, sobre porque fiz isso e aquilo mas tenho que continuar seguindo em frente.

Irei atrás de um psiquiatra essa semana pra ver se precisarei de medicamentos, acho que sim, os pensamentos intrusivos machucam demais e me fazem me sentir muito mal, um monstro. Mas é isso, tenho que continuar tentando, andando com fé um dia após o outro, as vezes me sinto cada vez mais perdido nesse furacão que ta a minha vida, mas tem que ter um jeito de continuar.

jonas10 e Rottweiler gostam desta mensagem

avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Comparação

7/12/2020, 10:02
Me comparo muito aqui quando leio os relatos, e não de uma forma boa, me pergunto se a minha vida no geral me levou a isso. Lembro de sofrer bullying na escola, mas não me afetava muito e eu também nunca tive experiências com mulheres antes dos 18 anos, talvez seja por isso que eu me afundei tanto no mundo virtual, que era tudo mais fácil. E eu fui uma pessoa muito ruim, fazia parte de uns grupos tóxicos no facebook que eu achava o máximo, me sentia superior a outras pessoas, bem soberbo mesmo, o legal era ser hipócrita e arrogante e eu fui tudo isso, mas na verdade eu era patético. Nos jogos eu mentia muito sobre quem eu era, e hoje vejo que era por vergonha mesmo por não ter feito nada que preste para a minha vida e tinha que criar uma identidade no jogo de um cara fodão.

É tanta coisa ao mesmo tempo que todo dia vivo agora é de dor, mas continuo esperando, seguindo, com esperança de que um dia tudo vai melhorar, que eu consiga me perdoar, entender as coisas, que os pensamentos intrusivos parem de atormentar e que eu melhore a minha vida.
jonas10
jonas10
Mensagens : 278
Data de inscrição : 16/12/2016

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

7/12/2020, 19:20
IRMÃO VAI DAR TUDO CERTO, PELO A INTENSIDADE QUE VEJO NA SUAS PALAVRAS TEM SIDO ALGO MUITO DOLOROSO PRA VOCÊ, MAS ESPERO QUE VOCÊ TENHA PACIÊNCIA PARA AS COISAS MELHORAREM.

VAI DEMORAR MUITOS MESES, PARA FICA EM ESTADO DE 100%, EU ENTENDO MUITO BEM SUAS CRISES EMOCIONAIS E PSICOLÓGICAS DEVIDO A PMO, ACREDITO QUE EM UM MEIO TEMPO DE 4 MESES, VAI VAI ESTAR 100%.

_______________________________________
Lutando!
Lutando!
Mensagens : 21
Data de inscrição : 06/12/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

7/12/2020, 20:35
Invented escreveu:Continuo vivendo, né, mas chorando bastante e também atormentado com o passado, juntamente com os pensamentos de agora. Percebo poucas mudanças, durante a crise eu pensava muito em morte, hoje penso que não quero morrer na maioria das vezes, mas tem sido difícil, cada vez eu lembro de mais coisas do passado, de fetiches e situações do vício, de comportamentos ruins meus também e fico me sabotando, quero tentar pensar que não importa o que houve lá e sim que tô fora desse mundo e que o que importa é ser melhor daqui pra frente, que tudo que fiz lá foi uma ilusão gerada pelo vício.

Esse quesito de jogos complica mais ainda, porque além de assistir, da a sensação de que eu realmente estava fazendo mais coisa ali, mesmo que só estivesse digitando. Tem coisas que não me interessa mais de eu buscar elas, acho que eu sentiria falta se interessasse, eu só tenho questionamentos mesmo, tenho tido sonhos bizarros também, e nem entendo a maioria, mas acho que muitos não tem significado mesmo. Provavelmente vou passar por muita dor ainda, questionamentos sobre mim, sobre porque fiz isso e aquilo mas tenho que continuar seguindo em frente.

Irei atrás de um psiquiatra essa semana pra ver se precisarei de medicamentos, acho que sim, os pensamentos intrusivos machucam demais e me fazem me sentir muito mal, um monstro. Mas é isso, tenho que continuar tentando, andando com fé um dia após o outro, as vezes me sinto cada vez mais perdido nesse furacão que ta a minha vida, mas tem que ter um jeito de continuar.

Somos todos iguais, todos caímos nesse vício, mas o que importa é que você está tentando sair dessa, e parabéns por isso mano. É difícil criar um ódio tão grande por algo que lhe dava um "prazer", continua nesse caminho. Mas não fica remoendo não, como você mesmo disse, "quero tentar pensar que não importa o que houve lá e sim que tô fora desse mundo e que o que importa é ser melhor daqui pra frente, que tudo que fiz lá foi uma ilusão gerada pelo vício." O que importa é que você está tentando mudar, e pode até cair durante o processo, mas não desista e vamos juntos nessa batalha.
Lutando!
Lutando!
Mensagens : 21
Data de inscrição : 06/12/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

7/12/2020, 20:38
Invented escreveu:Me comparo muito aqui quando leio os relatos, e não de uma forma boa, me pergunto se a minha vida no geral me levou a isso. Lembro de sofrer bullying na escola, mas não me afetava muito e eu também nunca tive experiências com mulheres antes dos 18 anos, talvez seja por isso que eu me afundei tanto no mundo virtual, que era tudo mais fácil. E eu fui uma pessoa muito ruim, fazia parte de uns grupos tóxicos no facebook que eu achava o máximo, me sentia superior a outras pessoas, bem soberbo mesmo, o legal era ser hipócrita e arrogante e eu fui tudo isso, mas na verdade eu era patético. Nos jogos eu mentia muito sobre quem eu era, e hoje vejo que era por vergonha mesmo por não ter feito nada que preste para a minha vida e tinha que criar uma identidade no jogo de um cara fodão.

É tanta coisa ao mesmo tempo que todo dia vivo agora é de dor, mas continuo esperando, seguindo, com esperança de que um dia tudo vai melhorar, que eu consiga me perdoar, entender as coisas, que os pensamentos intrusivos parem de atormentar e que eu melhore a minha vida.

Anda fazendo alguma atividade de religação? Experimentar seria legal Very Happy
Bora juntos nessa batalha, não desistamos!
avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Mais um dia

8/12/2020, 09:13
Percebo que me saboto muito, pensando coisas do tipo que meu caso foi diferente dos demais, me pergunto porque eu nunca me senti mal fazendo tudo aquilo e quando eu fico um pouco bem, me pergunto se eu quero voltar pra lá, como se eu tivesse que sofrer pro resto da vida pra provar que eu não quero voltar pra lá. Acho que vou tentar voltar a pedalar, sair de casa tem sido complicado porque não gosto muito de olhar para as pessoas na rua.
Luan Oliveira
Luan Oliveira
Moderador
Moderador
Mensagens : 553
Data de inscrição : 14/10/2020
Idade : 20
Localização : Paraíba

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Re: Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei

8/12/2020, 09:59
Olá invented,
O vicio em PMO tira do homem sua principal motivação a vida:a luta!
Todos os dias sentimos aquela inundação de Prazer em nós,então se sentimos esse prazer nosso cérebro entende que não precisamos de luta e ele acaba se acostumando a isso,ele muda em função disso.Mas aí é que mora o problema:quando não lutamos pela vida não nos realizamos enquanto homens que somos,machos que somos.No mundo animal vemos n exemplos:o macho caça,luta,briga defende seu território,etc.E no mundo humano não a muita diferença em relação aí isso pois o que diferencia homens e animais é a consciência apenas presente no primeiro.O homem une dentro de si o animal (instinto) e sua alma/espírito(inteligência/consciência).Ao mesmo tempo que precisamos tomar decisões conscientes também precisamos agir com nosso instinto,ou seja:ir a luta.
Meu irmão,anime-se pois a cura dessa série de sintomas induzidos pela P está acessível e todos nós somos capazes de nós curar-nos.Pode ser difícil demais nos primeiros dias mas essa dificuldade vai diminuindo com o tempo,até que sua luta vai ficar mais fácil.
Essa ansiedade social é um dos mais terríveis sintomas desse vícios,pois nós somos seres sociais e quando não nos comunicamos não nos sentimos felizes.Faça o reboot e veja que isso tende a passar com tempo é você viverá uma vida muito melhor.

Acredite e lute,não deixe que pensamentos te derrubem.
Essa é a hora de um novo pensamento e de uma nova vida Very Happy
Abraços,
Lúcifer
.

_______________________________________
avatar
Invented
Mensagens : 38
Data de inscrição : 14/11/2020

Tentando escalar do abismo em que eu mesmo me joguei Empty Mais um passo

8/12/2020, 18:41
Então galera, estou um pouco positivo, fui no CAPS hoje e fiz lá o procedimento para dar o andamento no tratamento adequado ao meu caso, considero que dei um passo importante para a melhora. Obrigado a todos que responderam aqui, tem mais relato de dor aqui do que de esperança, eu acho, quero tentar mudar isso daqui para frente. Ainda vai ter dor, eu sei disso, mas sigo para nunca voltar para onde eu estava e para quem eu era. Obrigado pelas mensagens, não houve julgamento algum aqui, não sabem dos meus erros e de tudo que vi por aí na net e mesmo assim me apoiam, continuarei relatando aqui, até a próxima!

jonas10, Vitoriosa e Zoboomafoo gostam desta mensagem

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum