Ir em baixo
avatar
Luigi
Mensagens : 4
Data de inscrição : 18/11/2020

Diário do Lu, futuro ex-viciado  Empty Diário do Lu, futuro ex-viciado

em 18/11/2020, 09:45
Olá a todos, tenho 18 anos, e tive contato com a P desde muito cedo, acho que com uns 10 anos. Algo muito comum entre usuários da P é que depois de um tempo determinados vídeos passam a não produzir a mesma quantidade de dopamina que antes, então busca-se vídeos cada vez mais problemáticos para assim se satisfazer. Isso aconteceu comigo, e depois de um certo tempo desenvolvi alguns fetiches não tão saudáveis, e isso afetou muito (negativamente) minha cabeça, e a pessoa que eu sou. Quando tive noção dos malefícios da P, quando descobri que ela altera as estruturas químicas e físicas do nosso cérebro, vi que tudo fazia sentido, porque quando praticava PMO era como se não fosse eu alí, e sim outra pessoa. Enfim, quando me dei conta dos malefícios procurei parar, desde agosto que não consumo P diretamente, porém, de certa forma consumo ela indiretamente, pois também desenvolvi o vício do exibicionismo, aliado ou não com o de conversar itens eróticos com desconhecidos na internet. Após o O, sempre tenho a sensação que não sou assim, porque jogo toda minha dignidade fora nesses momentos... Tenho a sensação que duas pessoas moram no meu corpo, e a que quer o O (de forma não saudável) está no controle na maioria da vezes. Hoje eu sei que a estrutura do meu cérebro foi alterada, e meu maior desejo no momento é finalizar o reboot (acho que vou precisar de mais do que 90 dias). Isso tem atrapalhado muito na minha vida... agora na quarentena, com as aulas online, foram várias as vezes que não assistia as aulas para fazer coisas eróticas, fora minha falta de foco e outras coisas mais. No meu caso, tenho percebido que minhas recaídas são uma espécie de auto sabotagem, porque das últimas vezes que recaí foram em momentos que estava muito feliz, e recaía para ficar pra baixo, ou em momentos que precisava resolver coisas sérias da vida, e recaía devido a procrastinação. Em todos os casos, essa prática só nos coloca para baixo, e o tempo perdido com ela não volta, mas podemos escolher não perder mais tempo. Fazem 4 meses que estou na luta tentando finalizar o reboot, meu máximo foram 21 dias, normalmente recaío após uma semana, 10 dias. Tem sido muito difícil pra mim, porque moro sozinho basicamente, e na quarentena isso só se agravou. Minha última recaída (e eu espero muito que seja a última mesmo) foi na madrugada de hoje, acabei de baixar um bloqueador, e espero apoiar e encontrar apoio por aqui... Sempre que eu sentir necessidade venho aqui escrever, obrigado a todos que leram até aqui (desculpa se ficou muito grande) e um forte abraço!
no_more_porn
no_more_porn
Mensagens : 24
Data de inscrição : 19/03/2020

Diário do Lu, futuro ex-viciado  Empty Re: Diário do Lu, futuro ex-viciado

em 18/11/2020, 12:50
Luigi escreveu:Olá a todos, tenho 18 anos, e tive contato com a P desde muito cedo, acho que com uns 10 anos. Algo muito comum entre usuários da P é que depois de um tempo determinados vídeos passam a não produzir a mesma quantidade de dopamina que antes, então busca-se vídeos cada vez mais problemáticos para assim se satisfazer. Isso aconteceu comigo, e depois de um certo tempo desenvolvi alguns fetiches não tão saudáveis, e isso afetou muito (negativamente) minha cabeça, e a pessoa que eu sou. Quando tive noção dos malefícios da P, quando descobri que ela altera as estruturas químicas e físicas do nosso cérebro, vi que tudo fazia sentido, porque quando praticava PMO era como se não fosse eu alí, e sim outra pessoa. Enfim, quando me dei conta dos malefícios procurei parar, desde agosto que não consumo P diretamente, porém, de certa forma consumo ela indiretamente, pois também desenvolvi o vício do exibicionismo, aliado ou não com o de conversar itens eróticos com desconhecidos na internet. Após o O, sempre tenho a sensação que não sou assim, porque jogo toda minha dignidade fora nesses momentos... Tenho a sensação que duas pessoas moram no meu corpo, e a que quer o O (de forma não saudável) está no controle na maioria da vezes. Hoje eu sei que a estrutura do meu cérebro foi alterada, e meu maior desejo no momento é finalizar o reboot (acho que vou precisar de mais do que 90 dias). Isso tem atrapalhado muito na minha vida... agora na quarentena, com as aulas online, foram várias as vezes que não assistia as aulas para fazer coisas eróticas, fora minha falta de foco e outras coisas mais. No meu caso, tenho percebido que minhas recaídas são uma espécie de auto sabotagem, porque das últimas vezes que recaí foram em momentos que estava muito feliz, e recaía para ficar pra baixo, ou em momentos que precisava resolver coisas sérias da vida, e recaía devido a procrastinação. Em todos os casos, essa prática só nos coloca para baixo, e o tempo perdido com ela não volta, mas podemos escolher não perder mais tempo. Fazem 4 meses que estou na luta tentando finalizar o reboot, meu máximo foram 21 dias, normalmente recaío após uma semana, 10 dias. Tem sido muito difícil pra mim, porque moro sozinho basicamente, e na quarentena isso só se agravou. Minha última recaída (e eu espero muito que seja a última mesmo) foi na madrugada de hoje, acabei de baixar um bloqueador, e espero apoiar e encontrar apoio por aqui... Sempre que eu sentir necessidade venho aqui escrever, obrigado a todos que leram até aqui (desculpa se ficou muito grande) e um forte abraço!


Época de pandemia é foda mesmo, já caí muito esse ano por causa dessa bosta, a gente fica muito tempo dentro de casa e acabando gerando muito gatilho, mas é isso ai cara, a gente tem que se reerguer, eu caí ontem também, no reboot o processo é difícil, alguns conseguem de primeira, porém a maioria cai algumas ou muitas vezes antes do sucesso, mas cuidado com as recaídas, uma coisa que eu percebi é que quanto mais vc cai mais fácil fica de você continuar caíndo.
David Silva
David Silva
Mensagens : 2831
Data de inscrição : 20/01/2015
Idade : 35

Diário do Lu, futuro ex-viciado  Empty Re: Diário do Lu, futuro ex-viciado

em 18/11/2020, 15:53
Seja bem vindo!
Que bom tê-lo aqui.
Eu também praticava sexo na webcam, era viciado em bate-papo ficar procurando relacionamento que nunca deu em nada. Estou conseguindo me superar e já tentei várias vezes... Dessa vez estou firme e forte. Acredite que é possível. Não desanime com as dificuldades. Estamos juntos!
Senti falta no seu relato de conhecer um pouco mais da sua vida afetiva, se você namora ou se já namorou como é isso pra você, e se você tem efeitos da PMO - DE, ER, EP?
Um abraço! Paz!

_______________________________________
Recordes:
Primeiro reboot - 90 dias em 2015
______
Início do meu diário: https://www.comoparar.com/t206-reboot-de-david-silva
(Porque ficou muito grande e foi separado pelo próprio fórum)

avatar
Luigi
Mensagens : 4
Data de inscrição : 18/11/2020

Diário do Lu, futuro ex-viciado  Empty Re: Diário do Lu, futuro ex-viciado

em 19/11/2020, 06:40
no_more_porn escreveu:
Luigi escreveu:Olá a todos, tenho 18 anos, e tive contato com a P desde muito cedo, acho que com uns 10 anos. Algo muito comum entre usuários da P é que depois de um tempo determinados vídeos passam a não produzir a mesma quantidade de dopamina que antes, então busca-se vídeos cada vez mais problemáticos para assim se satisfazer. Isso aconteceu comigo, e depois de um certo tempo desenvolvi alguns fetiches não tão saudáveis, e isso afetou muito (negativamente) minha cabeça, e a pessoa que eu sou. Quando tive noção dos malefícios da P, quando descobri que ela altera as estruturas químicas e físicas do nosso cérebro, vi que tudo fazia sentido, porque quando praticava PMO era como se não fosse eu alí, e sim outra pessoa. Enfim, quando me dei conta dos malefícios procurei parar, desde agosto que não consumo P diretamente, porém, de certa forma consumo ela indiretamente, pois também desenvolvi o vício do exibicionismo, aliado ou não com o de conversar itens eróticos com desconhecidos na internet. Após o O, sempre tenho a sensação que não sou assim, porque jogo toda minha dignidade fora nesses momentos... Tenho a sensação que duas pessoas moram no meu corpo, e a que quer o O (de forma não saudável) está no controle na maioria da vezes. Hoje eu sei que a estrutura do meu cérebro foi alterada, e meu maior desejo no momento é finalizar o reboot (acho que vou precisar de mais do que 90 dias). Isso tem atrapalhado muito na minha vida... agora na quarentena, com as aulas online, foram várias as vezes que não assistia as aulas para fazer coisas eróticas, fora minha falta de foco e outras coisas mais. No meu caso, tenho percebido que minhas recaídas são uma espécie de auto sabotagem, porque das últimas vezes que recaí foram em momentos que estava muito feliz, e recaía para ficar pra baixo, ou em momentos que precisava resolver coisas sérias da vida, e recaía devido a procrastinação. Em todos os casos, essa prática só nos coloca para baixo, e o tempo perdido com ela não volta, mas podemos escolher não perder mais tempo. Fazem 4 meses que estou na luta tentando finalizar o reboot, meu máximo foram 21 dias, normalmente recaío após uma semana, 10 dias. Tem sido muito difícil pra mim, porque moro sozinho basicamente, e na quarentena isso só se agravou. Minha última recaída (e eu espero muito que seja a última mesmo) foi na madrugada de hoje, acabei de baixar um bloqueador, e espero apoiar e encontrar apoio por aqui... Sempre que eu sentir necessidade venho aqui escrever, obrigado a todos que leram até aqui (desculpa se ficou muito grande) e um forte abraço!


Época de pandemia é foda mesmo, já caí muito esse ano por causa dessa bosta, a gente fica muito tempo dentro de casa e acabando gerando muito gatilho, mas é isso ai cara, a gente tem que se reerguer, eu caí ontem também, no reboot o processo é difícil, alguns conseguem de primeira, porém a maioria cai algumas ou muitas vezes antes do sucesso, mas cuidado com as recaídas, uma coisa que eu percebi é que quanto mais vc cai mais fácil fica de você continuar caíndo.

Nossa cara, é muito isso mesmo... também já percebi que quando eu tenho uma recaída, tenho uma tendência muito forte a ter outra recaída no mesmo dia ou no dia seguinte... Meio que uma recaída leva a outra porque o cérebro quer cada vez mais aquela quantidade de dopamina... E quanto ao lance da quarentena, realmente tem sido muito difícil, o segredo é identificar os gatilhos e procurar evitar/fugir deles... Eu desinstalei o twitter porque tinha muito gatilho por lá, e desativei meu insta por um tempo, mas vai de cada um. Um dos meus principais gatilhos tem sido o fato de eu me sentir sozinho nessa quarentena (o fato de eu passar o dia todo sozinho é foda), então ultimamente eu comecei a escutar podcasts, ver videos produtivos no yt, essas coisas... Analisar suas quedas ajuda muito, desejo forças no seu reboot, é uma luta mas vamos vencer!
avatar
Luigi
Mensagens : 4
Data de inscrição : 18/11/2020

Diário do Lu, futuro ex-viciado  Empty Re: Diário do Lu, futuro ex-viciado

em 19/11/2020, 06:56
David Silva escreveu:Seja bem vindo!
Que bom tê-lo aqui.
Eu também praticava sexo na webcam, era viciado em bate-papo ficar procurando relacionamento que nunca deu em nada. Estou conseguindo me superar e já tentei várias vezes... Dessa vez estou firme e forte. Acredite que é possível. Não desanime com as dificuldades. Estamos juntos!
Senti falta no seu relato de conhecer um pouco mais da sua vida afetiva, se você namora ou se já namorou como é isso pra você, e se você tem efeitos da PMO - DE, ER, EP?
Um abraço! Paz!

Opa, muito obrigado pelas palavras!
Eu não cheguei a falar da minha afetiva porque ainda não tive uma kkkk, tipo, eram poucas as pessoas que sabiam da minha sexualidade, teve uma fase que eu não ficava com ninguém porque não sentia vontade (me achava muito novo), e teve outra que não ficava por medo de alguém descobrir... Então tenho 18 anos nas costas e ainda não fiquei com ninguém, mas eu levo isso numa boa.
Quanto aos efeitos eu não vou saber dizer de certeza (já que nunca me relacionei com ninguém) mas acho que desenvolvi DE, ou é muito provável que eu tenha desenvolvido, porque tipo, todas as vezes que eu fazia websexo, era na linha do meu fetiche doentio que desenvolvi por causa da P, um dia no bate papo conheci um cara, a gente conversou na cam antes de ir pra parte do "sexo", e ele era perfeito, mas meu pau não subia de jeito nenhum... Saí da ligação sem entender o que tava acontecendo, e acho que por não estar na linha da P, como das outras vezes, acabei não me excitando. Então por isso que acho que desenvolvi, pode ser que não, mas eu acho muito provável.
Forte abraço e se cuida!
avatar
Luigi
Mensagens : 4
Data de inscrição : 18/11/2020

Diário do Lu, futuro ex-viciado  Empty Re: Diário do Lu, futuro ex-viciado

em 21/11/2020, 10:46
Ontem tive uma recaída, então hoje reinício minha contagem novamente. Ontem também fiz um trato com um amigo meu que toda vez que eu recair eu fico devendo 2 reais pra ele, e se eu recair mais de uma vez em uma semana tem um acréscimo de mais 2 reais, daí no final de cada mês se eu recair eu tenho que dar o dinheiro pra ele kkksk

Vai dar certo (espero), não quero perder dinheiro e ultimamente tô focando em mudar alguns hábitos meus
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum