Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

+20
chopin
OPeregrino
Ayrton Senna
Guilherme96
GHOST777
RosseauStrong
Deco
RichKid
GuerreiroImplacável
nathan1
jotavr
Dezito
Kaneki
Ligris
Peter Parker
Drew
parmera
Vitoriosa
ShikamaruNara
NogueiraJ
24 participantes
Ir para baixo
NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

24/1/2021, 06:08
E ae pessoal! Tranquilo?

Bom, vou iniciar um diário aqui no fórum e espero que possamos ser ajudados com minha história. Uma via de mão dupla. Vou deixar o texto bem dividido pra ficar melhor de ler. Fique comigo até o final Wink

Quem eu sou?

Sou um jovem de 20 anos. Preferi esse fórum porque ou era esse ou era o dos adolescentes, o que não me considero mais. Moro com minha família e atualmente sou estudante de ensino superior. Sou cristão e vale à pena ressaltar isso porque minha religião foi um ponto chave na minha história e pode aparecer em algumas publicações aqui. Assisto P desde os 9 anos, mas não lembro exatamente desde quando se tornou um vício.

Como tudo começou?

De forma objetiva: por meio de um DVD do meu pai na sala de casa.
Agora os detalhes: eu tinha 9 anos de idade. Em um domingo de tarde meus pais tinham saído de casa, minha irmã devia estar na casa de alguém da família e eu estava sozinho. Sem nada para fazer, eu estava muito curioso para ver um DVD que eu tinha achado debaixo da cama dos meus pais (achei quando fui procurar papelão pra um trabalho da escola). Sim, era nesse lugar super secreto que meu pai guardava os DVD's de P dele (assunto de outra postagem). A internet estava em ascensão e só chegou na minha casa 2 anos depois. Então, só acessei P nesse período pelos DVD's. O título do DVD era instigante (não vou colocar pra não estimular ninguém) e as horas pareciam não passar. A curiosidade falou mais alto (criança né?!) e coloquei no DVD (que até hoje não entendo por que chamamos tudo de DVD: o disco e o reprodutor. Enfim...). Não lembro de detalhes do vídeo, mas lembro de um frame até hoje porque me impressionou demais na época. A partir desse dia, acessei o DVD poucas vezes durante 1 ano, com medo de ser pego. Mas era o suficiente pra deixar a P viva na minha mente. Depois, comecei a assistir outros DVD's e com mais frequência. Eu não me M nem me tocava. Só assistia mesmo.

Minha História

Vou deixar pra contá-la em outra postagem, se não esse aqui vai ficar muito grande. (Editado: é só descer 2 postagens que você encontra minha história).

Problemas que a P trouxe

Eu já tive vários ao longo da vida, mas alguns não tenho mais. O que estiver em itálico é porque não sinto mais.
- Problemas com estereótipo (sempre via um padrão nos vídeos de P e me sentia muito mal por não ser o padrão que via. Não gosto de piscina e praia porque tenho que tomar banho com blusa (coisa que eu não gosto) pra esconder meu corpo).
- Hipersensibilidade (principalmente entre os meus 11 e 15 anos. Eu ficava excitado com muita facilidade (não sei se é normal nessa fase) e, depois que descobri a M, sempre que dava, me M achando que eu "precisava" fazer isso porque estava excitado (?!)).
- Sentimentos ou comportamentos autodestrutivos (culpa, raiva, vergonha, baixa autoestima, procrastinação, ausência de foco, má alimentação).
- Dificuldade em conviver com as pessoas (até hoje eu não consigo olhar nos olhos de alguém por muito tempo, porque de tanto ver as pessoas serem tratadas como objetos na P, eu acabo olhando as pessoas ao meu redor como objetos também. Não porque quero. Então eu me fechei bastante socialmente por causa da P).
- Desejos sexuais* (conforme fui consumindo cada vez mais P, chegou um ponto que eu queria fazer as coisas que via nos vídeos com alguém. Isso começou à 1 ano mais ou menos e agravou ainda mais o meu convívio social. *Não estou dizendo que desejos sexuais são ruins. São bons quando se está em um relacionamento e por causa de fatores reais. Agora, no meu caso, que sou solteiro e me estimulo através da P, eu considero ruim. Às vezes eu desejo tanto que tenho medo de passar dos limites pra conseguir o que quero).

Porque estou aqui?

Quero mudar. Já tentei muita coisa pra parar, mas sem sucesso. Meu maior recorde foram 2 semanas sem P e 1 sem M (eu pretendo eliminar a M também por enquanto, mas porque só consigo fazê-la se tiver P). O que me incomoda mais é que ninguém sabe. Não tenho confiança em ninguém a ponto de contar por receio do que vão pensar ou do que podem fazer com essa informação. Alguns amigos meus até entenderiam, mas minha família não. Esse é o problema. Aí descobri o fórum à 2 dias e com certeza vai me me ajudar muito! Espero que vocês também Wink

Porque esse nome do nome do diário?

Bom, a ideia é fazer referência à uma largada de uma corrida. Por causa dessa frase aqui: "A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada". - Emanuelle Sales


Última edição por NogueiraJ em 24/6/2021, 05:31, editado 7 vez(es)

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]

Kaneki, Rottweiler, Peter Parker, GuerreiroImplacável e Deco gostam desta mensagem

ShikamaruNara
ShikamaruNara
Mensagens : 183
Data de inscrição : 04/10/2020
Localização : Rio de Janeiro

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

24/1/2021, 12:37
NogueiraJ escreveu:E ae pessoal! Tranquilo?

Bom, vou iniciar um diário aqui no fórum e espero que possamos ser ajudados com minha história. Uma via de mão dupla. Vou deixar o texto bem dividido pra ficar melhor de ler. Fique comigo até o final Wink

Quem eu sou?

Sou um jovem de 20 anos (19 e 7 meses). Preferi esse fórum porque ou era esse ou era o dos adolescentes, o que não me considero mais. Moro no Nordeste, com minha família (pai, mãe e irmã) e atualmente sou estudante de ensino superior. Sou cristão e, apesar do fórum presar pela ausência de ideologias (o que considero importante sim), creio que vale à pena ressaltar isso porque minha religião foi um ponto chave na minha história e pode aparecer em algumas publicações aqui. Assisto P desde os 9 anos, mas não lembro exatamente desde quando se tornou um vício.

Como tudo começou?

De forma objetiva: por meio de um DVD do meu pai na sala de casa.
Agora os detalhes: eu tinha 9 anos de idade. Em um domingo de tarde meus pais tinham saído de casa, minha irmã devia estar na casa de alguém da família e eu estava sozinho. Sem nada para fazer, eu estava muito curioso para ver um DVD que eu tinha achado debaixo da cama dos meus pais (achei quando fui procurar papelão pra um trabalho da escola). Sim, era nesse lugar super secreto que meu pai guardava os DVD's de P dele (assunto de outra postagem). A internet estava em ascensão e só chegou na minha casa 2 anos depois. Então, só acessei P nesse período pelos DVD's. O título do DVD era instigante (não vou colocar pra não estimular ninguém) e as horas pareciam não passar. A curiosidade falou mais alto (criança né?!) e coloquei no DVD (que até hoje não entendo por que chamamos tudo de DVD: o disco e o reprodutor. Enfim...). Não lembro de detalhes do vídeo, mas lembro de um frame até hoje porque me impressionou demais na época. A partir desse dia, acessei o DVD poucas vezes durante 1 ano, com medo de ser pego. Mas era o suficiente pra deixar a P viva na minha mente. Depois, comecei a assistir outros DVD's e com mais frequência. Eu não me M nem me tocava. Só assistia mesmo.

Minha História

Vou deixar pra contá-la em outra postagem, se não esse aqui vai ficar muito grande. (Quando postar, edito e coloco o link aqui).

Problemas que a P trouxe

Eu já tive vários ao longo da vida, mas alguns não tenho mais. O que estiver em itálico é porque não sinto mais.
- Problemas com estereótipo (sempre via um padrão nos vídeos de P e me sentia muito mal por não ser o padrão que via. Não gosto de piscina e praia porque tenho que tomar banho com blusa (coisa que eu não gosto) pra esconder meu corpo).
- Hipersensibilidade (principalmente entre os meus 11 e 15 anos. Eu ficava excitado com muita facilidade (não sei se é normal nessa fase) e, depois que descobri a M, sempre que dava, me M achando que eu "precisava" fazer isso porque estava excitado (?!)).
- Sentimentos ou comportamentos autodestrutivos (culpa, raiva, vergonha, baixa autoestima, procrastinação, ausência de foco, má alimentação).
- Dificuldade em conviver com as pessoas (até hoje eu não consigo olhar nos olhos de alguém por muito tempo, porque de tanto ver as pessoas serem tratadas como objetos na P, eu acabo olhando as pessoas ao meu redor como objetos também. Não porque quero. Então eu me fechei bastante socialmente por causa da P).
- Desejos sexuais* (conforme fui consumindo cada vez mais P, chegou um ponto que eu queria fazer as coisas que via nos vídeos com alguém. Isso começou à 1 ano mais ou menos e agravou ainda mais o meu convívio social. *Não estou dizendo que desejos sexuais são ruins. São bons quando se está em um relacionamento e por causa de fatores reais. Agora, no meu caso, que sou solteiro e me estimulo através da P, eu considero ruim. Às vezes eu desejo tanto que tenho medo de passar dos limites pra conseguir o que quero).

Porque estou aqui?

Quero mudar. Já tentei muita coisa pra parar, mas sem sucesso. Meu maior recorde foram 2 semanas sem P e 1 sem M (eu pretendo eliminar a M também por enquanto, mas porque só consigo fazê-la se tiver P). O que me incomoda mais é que ninguém sabe. Não tenho confiança em ninguém a ponto de contar por receio do que vão pensar ou do que podem fazer com essa informação. Alguns amigos meus até entenderiam, mas minha família não. Esse é o problema. Aí descobri o fórum à 2 dias e com certeza vai me me ajudar muito! Espero que vocês também Wink

Olá, seja bem vindo!
Primeiramente te recomendo a ler o ebook e ler as Orientações Básica na entrada do fórum.
A maioria começa por essa curiosidade de criança, por culpa dos adultos mesmo que consomem isso e não sabem esconder de forma decente, passei pelo mesmo. Aos poucos que o reboot vai andando você vai percebendo as mudanças acontecerem, é bom estar atento para perceber, pois é satisfatório e motivador para continuar a caminhada.
Enfim, estarei acompanhando! Abraço e siga firme!

_______________________________________
Meu diário: Aqui!

"Fugir e se esconder das coisas que se tem medo não vai fazê-las desaparecer"  

- Shikamaru





Maior recorde: 80 dias

NogueiraJ e anônimo767 gostam desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

24/1/2021, 14:09
E ae pessoal, tranquilo?

Bom, agora eu vou contar a minha história com mais detalhes sobre o vício em PMO.

Como vocês viram na abertura deste diário, meu primeiro contato com P foi aos 9 anos, em casa, por curiosidade, assistindo um DVD do meu pai.

Mas antes disso, gostaria de partilhar uma coisa que ninguém sabe. Ninguém mesmo. Só Deus.

Desde que eu me lembro, meus pais sempre trabalharam muito e dificilmente eu via os dois juntos em casa. Minha mãe trabalhava na biblioteca de um cursos pré-vestibular e meu pai como segurança terceirizado de uma produtora de eletrodomésticos. Isso até meus 11, 12 anos. Eu estudei de tarde até o 5º ano, depois fui pra manhã porque ia mudar de escola (não tinha mais condições financeiras pda estudar em particular). O restante dos meus estudos (até hoje) foram nas instituições públicas.

Meu pai passava a note fora e minha mãe estava chegando tarde também, então eles pagavam um primo meu e da minha irmã (que devia ter uns 16 anos na época) pra ficar com a gente até nossa mãe chegar. Ele passou pouco tempo com a gente, porque minha mãe foi demitida do emprego algumas semanas depois.

Mas nesse tempo que ele passou com a gente, ele brincava comigo e minha irmã (o que eu achava estranho. Hoje entendo suas intenções). Eu devia ter uns 8 e minha irmã 9 anos. Nesse período ele abusou de mim 5 vezes (fora as tentativas que eu não quis), cada uma de uma forma diferente e que me marcaram muito. Eu não achava aquilo certo, mas ele me convencia usando coisas do meu interesse, como deixar usar o computador da casa que ficava trancado no quarto da minha mãe e ele tinha a chave (eu gostava muito de joguinho).

Porque que eu falo isso? Bom, além de poder desabafar (obrigado! se leu até aqui), acredito muito que isso me estimulou sexualmente, visto que guardei tudo pra mim e fui entender o que de fato aconteceu lá pelos meus 13 anos, sozinho, procurando na internet.

Depois de mais ou menos 1 ano, tive meu primeiro contato com a P.

Na minha infância, brincava muito na rua e, nesse período, muitos amigos meus da rua contavam coisas para os outros. Certa vez, a gente foi num terreno que estava em construção pra brincar e um dos garotos que brincava com a gente me chamou pra ver uma coisa no celular dele. Adivinham? Exatamente. P. Aquilo me fez pensar que era assim que os meninos da minha idade tinham que fazer, ver P. Mas como eu não tinha celular próprio, me contentava com os DVD's do meu pai.

Cresci. Com 11 anos encontrei uma denominação religiosa perto da minha casa. Gostei demais! Estou nela até hoje (com muitos altos e baixos, a maioria dos "baixos" por causa do PMO). Então, a partir daqui, além de todo peso moral na consciência, existia um dever religioso que eu sentia não estar cumprindo direito.

Na mesma época, minha mãe compra um notebook e, por ser móvel, eu sempre dava uma desculpa pra manter ele comigo. A internet era de modem e só funciona bem de noite. Então, involuntariamente, eu ficava acordado até tarde pra poder jogar meus joguinhos via Facebook. Minha mãe nunca me proibiu de ficar até tarde no computador porque sempre tirei notas boas, então ela não ligava muito. Meu pai foi pouco presente na minha vida até meus 16 anos, então vou falar pouco dele aqui.

Continuando. Com esse notebook, eu comecei a procurar por imagens erotizadas no Facebook. Eu sabia que não iria encontrar nada muito gritante lá, mas não tinha coragem de procurar no Google com medo do que poderia sair. E, apesar de ficar sozinho com o notebook, ele tinha que ficar num lugar da casa bem vistoso quando minha mãe não estava acordada, então eu não podia dar bobeira. Qualquer coisa, no Facebook, era só clicar em "página inicial" que dava certo. É incrível como a nossa mente busca alternativas para manter o acesso à P...

O tempo avança, e eu começo a procurar por fotos no Google somente, mas até aí, sem MO, só P. Até que, um belo dia, eu vou pro quarto, mas ainda sem sono, ligo a TV e o plano era ficar lá, assistindo até dormir. Era de um sábado para domingo (lembro porque o programa era o Altas Horas) e, sem perceber, eu comecei a me tocar. Estava achando aquilo muito bom. Instintivamente, começo os movimentos de vai e vem até que eu me sujo todo e corro pro banheiro desesperado sem saber o que aconteceu com meu pênis. Eu fiquei em choque. Naquela época eu já lavava minhas próprias roupas, então foi mais fácil esconder dos meus pais.

Assim que eu pude, eu fui pesquisar no google o que poderia ter acontecido comigo. Descobri que era "normal", e encontrei muitos sites normalizando a M, o que foi ruim pra mim porque juntei a P que via com a M que fiz e comecei a me afundar nesse ciclo de PMO.

O desejo com mistura de curiosidade começou a aumentar cada vez mais (lógico, como toda droga, a P um hora ou outra fica insuficiente) e as fotos não serviam mais. Passei a procurar por vídeos. Mas não qualquer vídeo. Comecei procurando por vídeos de outros caras se M, como se fosse uma forma de aprender o jeito certo de me M. Aí, lá se foi qualquer inocência que havia comigo. Devido às sugestões, fui me permitindo assistir vídeos cada vez mais estimulantes, mas que me davam muita vergonha depois.

Quando entro no ensino médio, meio que estabilizou no consumo de P, porque, por ser uma escola profissionalizante, eu estudava o dia todo e tinha muita coisa pra fazer. Foi aí que aprendi que não poderia me permitir ficar desocupado, porque ia dar brecha pra procurar P, e terminar o ciclo (MO).

Só que, no final do 2º ano do ensino médio, eu descobri, graças à uma anúncio em um site de vídeos P, um site de bate papo virtual com pessoas reais. Aquilo foi o fundo do poço, porque agora eu poderia fazer alguma das coisas que vi nos vídeos ao longo do tempo com alguém "de verdade", por uma tela. Isso foi horrível. Tenho tanta vergonha que não consigo relatar o tanto de coisa absurda que digitei e fiz nesses bate papos. Mas a gente esquece. Eu esqueço. Quando a vontade vem, parece que tudo isso foge e aparentemente passa a valer à pena mais um PMO de novo.

E aqui estou. De garoto com medo procurando uma imagem não muito erotizada na internet à consumidor assíduo de P, à procura de MO constante. Depois dos 18 anos, parece que adquiri um pouco mais de autocontrole, mas só consegui passar 2 semanas sem P e 1 semana sem MO. Nunca mais superei essas marcas.

Desde então, busco me livrar desse ciclo infernal que tanto me degrada por dentro e me impede de crescer e viver uma vida com qualidade. Já relatei na abertura do diário o tanto de problema que o PMO me trouxe. Quero ficar livre disso.

Pretendo fazer desse diário um diário mesmo, postando resumos todo dia. Espero que minha história ajude e que possamos crescer juntos nesse jornada!

P.S. Foi um pouco difícil escreve tudo isso porque lembrei de muita coisa que me deu gatilho pra M, mas deu certo. Sem M! hahaha

Obrigado por ter acompanhado até aqui!


Última edição por NogueiraJ em 24/1/2021, 14:30, editado 2 vez(es)

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]

Ligris e GuerreiroImplacável gostam desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

24/1/2021, 14:17
ShikamaruNara escreveu:Olá, seja bem vindo!
Primeiramente te recomendo a ler o ebook e ler as Orientações Básica na entrada do fórum.
A maioria começa por essa curiosidade de criança, por culpa dos adultos mesmo que consomem isso e não sabem esconder de forma decente, passei pelo mesmo. Aos poucos que o reboot vai andando você vai percebendo as mudanças acontecerem, é bom estar atento para perceber, pois é satisfatório e motivador para continuar a caminhada.
Enfim, estarei acompanhando! Abraço e siga firme!

Fala ShikamaruNara, tudo beleza!

Já li o ebook e vi que muitos problemas que tenham vieram da P.

E vi muitas histórias aqui de gente onde, quase sempre, começou a ver P devido à alguma influência externa. Não que hoje não tenha, mas com a escassez da internet na nossa infância, esse compartilhamento teve sua contribuição.

Tamo junto! Wink

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]
Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 1039
Data de inscrição : 10/12/2018

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

24/1/2021, 15:00
Oi, Nogueira J!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!
Vitoriosa

_______________________________________
Vitoriosa

NogueiraJ gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 237
Data de inscrição : 21/01/2021

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

24/1/2021, 17:11
E aí, NogueiraJ! Seja bem-vindo ao fórum. Também sou novo usuário por aqui.

Cara, tenho algumas coisas pra te dizer. São coisas que de algum modo e em algum momento pretendo detalhar no meu diário, mas seu texto me fez querer adiantar algumas coisas numa troca de ideias com você.

A primeira delas é que é preciso aprender a lidar com os traumas. O método reboot é um bom aliado pra te ajudar a superar algumas dificuldades que você tem enfrentado, mas talvez a PMO não seja uma causa e sim uma consequência. Talvez a PMO não tenha sido o motivo de todas essas angúsitas aflorarem em você. Elas podem ter aprofundado e possivelmente o fizeram, mas também podem ter sido uma fuga que você encontrou pra não lidar com alguns problemas. Reflita constantemente sobre isso, investigue os seus gatilhos, perceba se, para além das imagens, vídeos etc não há um "sentimento" por trás. Será que você não recorre à PMO pra (talvez inconscientemente) escapar de algo? Se estiver com dificuldade em fazer isso, recomendo procurar um psicólogo. Não quero ser invasivo ao te dizer isso, mas te garanto, por experiência própria, que as minhas experiências com PMO e com o reboot mudaram drasticamente quando eu me atentei a esse ponto.

Em segundo, seu cérebro se acostumou à PMO e está programado pra recorrer a ela em algumas situações. Todos esses anos de construção de hábito/vício criaram um padrão. Então, o primeiro passo, é perceber quais são esses padrões. Em que momento você tem maior tendência a praticar PMO? Quais são os seus gatilhos? Se apercebendo disso, o segundo passo é transformar radicalmente esses padrões. Em vez de PMO, procure outras alternativas: escrever sobre o que se está sentindo, praticar exercícios físicos, desenhar, jogar vídeo-game etc. São apenas sugestões, quem sabe o que te dá satisfação é você mesmo, a decisão por novas alternativas será exclusivamente sua.

Em terceiro, não trate como um desafio. Não fique pensando "eu não posso fazer isso", pense "eu não quero fazer isso porque não preciso disso, prefiro me dedicar a outras coisas". Há uma metáfora muito boa pra exemplificar: se eu te disser pra não pensar num elefante rosa, você vai pensar num elefante rosa. Evocar o elefante rosa automaticamente te faz pensar no elefante rosa. Ou seja, torne-se ativo, evite ser reativo. Em vez de só reagir aos desejos, em vez de organizar o seu dia pra não cair em PMO, ludibrie esses desejos, organize seu dia de modo a ser produtivo e a te trazer coisas boas e agregadoras.

Enfim, não quero me alongar nem ser seu professor. Nem pretendo ser um conselheiro. A ideia é tentar te apresentar algumas ferramentas que serviram pra mim e que podem te auxiliar também. A minha ideia ao construir esse perfil por aqui é ajudar e ser ajudado.

Vou passar a te acompanhar mais de perto. Na medida do possível pretendo visitar seu diário e perceber seus progressos. Ah, um alerta: progressos não se traduzirão em números. Um dia bem vivido pode te trazer mais sabedoria do que 15 dias prostrado se lamentando.

Abraço e força nessa luta!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

NogueiraJ gosta desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

24/1/2021, 17:32
parmera escreveu:E aí, NogueiraJ! Seja bem-vindo ao fórum. Também sou novo usuário por aqui.

Cara, tenho algumas coisas pra te dizer. São coisas que de algum modo e em algum momento pretendo detalhar no meu diário, mas seu texto me fez querer adiantar algumas coisas numa troca de ideias com você.

A primeira delas é que é preciso aprender a lidar com os traumas. O método reboot é um bom aliado pra te ajudar a superar algumas dificuldades que você tem enfrentado, mas talvez a PMO não seja uma causa e sim uma consequência. Talvez a PMO não tenha sido o motivo de todas essas angúsitas aflorarem em você. Elas podem ter aprofundado e possivelmente o fizeram, mas também podem ter sido uma fuga que você encontrou pra não lidar com alguns problemas. Reflita constantemente sobre isso, investigue os seus gatilhos, perceba se, para além das imagens, vídeos etc não há um "sentimento" por trás. Será que você não recorre à PMO pra (talvez inconscientemente) escapar de algo? Se estiver com dificuldade em fazer isso, recomendo procurar um psicólogo. Não quero ser invasivo ao te dizer isso, mas te garanto, por experiência própria, que as minhas experiências com PMO e com o reboot mudaram drasticamente quando eu me atentei a esse ponto.

Em segundo, seu cérebro se acostumou à PMO e está programado pra recorrer a ela em algumas situações. Todos esses anos de construção de hábito/vício criaram um padrão. Então, o primeiro passo, é perceber quais são esses padrões. Em que momento você tem maior tendência a praticar PMO? Quais são os seus gatilhos? Se apercebendo disso, o segundo passo é transformar radicalmente esses padrões. Em vez de PMO, procure outras alternativas: escrever sobre o que se está sentindo, praticar exercícios físicos, desenhar, jogar vídeo-game etc. São apenas sugestões, quem sabe o que te dá satisfação é você mesmo, a decisão por novas alternativas será exclusivamente sua.

Em terceiro, não trate como um desafio. Não fique pensando "eu não posso fazer isso", pense "eu não quero fazer isso porque não preciso disso, prefiro me dedicar a outras coisas". Há uma metáfora muito boa pra exemplificar: se eu te disser pra não pensar num elefante rosa, você vai pensar num elefante rosa. Evocar o elefante rosa automaticamente te faz pensar no elefante rosa. Ou seja, torne-se ativo, evite ser reativo. Em vez de só reagir aos desejos, em vez de organizar o seu dia pra não cair em PMO, ludibrie esses desejos, organize seu dia de modo a ser produtivo e a te trazer coisas boas e agregadoras.

Enfim, não quero me alongar nem ser seu professor. Nem pretendo ser um conselheiro. A ideia é tentar te apresentar algumas ferramentas que serviram pra mim e que podem te auxiliar também. A minha ideia ao construir esse perfil por aqui é ajudar e ser ajudado.

Vou passar a te acompanhar mais de perto. Na medida do possível pretendo visitar seu diário e perceber seus progressos. Ah, um alerta: progressos não se traduzirão em números. Um dia bem vivido pode te trazer mais sabedoria do que 15 dias prostrado se lamentando.

Abraço e força nessa luta!

E ae parmera!

Meu caro, concordo com tudo que você disse! haha. Não se preocupe em falar demais, "se meter" demais ou algo do tipo. Todo mundo aqui tá se ajudando.

Sobre o trauma, tenho planos de ir ao psicólogo sim. Consegui uma bolsa remunerada na universidade e em março, se tudo der certo, estarei começando a trabalhar em um laboratório. Com o dinheiro da bolsa vou procurar um atendimento médico para tentar superar de vez esse trauma. Ele não me incomoda ou perturba muito, mas o fato do meu primo morar na mesma rua que eu ainda é um pouco desconfortável.

Sobre os hábitos, eu consegui perceber algumas coisas, principalmente depois que faço PMO, que eu me recompenso com chocolate. Já fiz alguns testes e cheguei a ficar com raiva e dor de cabeça depois de PMO e não me recompensar. Também tenho em mente alguns fatores que me fazem chegar no PMO. Muito tempo no celular é um deles. Tô tentando mudar isso.

E sobre a alegoria do elefante rosa: faz total sentido! Tenho uma meta muito audaciosa de começar a praticar ciclismo de longas distâncias como atividade física, pra gastar mais minha energia, visto que passo muito tempo em casa agora por causa da pandemia. Mas por enquanto, vou me contentando com caminhada e corrida até juntar o dinheiro da bike.

Como disse, não meça palavras! haha

Obrigado por me acompanhar!

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]

parmera gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 237
Data de inscrição : 21/01/2021

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

24/1/2021, 17:39
E ae parmera!

Meu caro, concordo com tudo que você disse! haha. Não se preocupe em falar demais, "se meter" demais ou algo do tipo. Todo mundo aqui tá se ajudando.

Sobre o trauma, tenho planos de ir ao psicólogo sim. Consegui uma bolsa remunerada na universidade e em março, se tudo der certo, estarei começando a trabalhar em um laboratório. Com o dinheiro da bolsa vou procurar um atendimento médico para tentar superar de vez esse trauma. Ele não me incomoda ou perturba muito, mas o fato do meu primo morar na mesma rua que eu ainda é um pouco desconfortável.

Sobre os hábitos, eu consegui perceber algumas coisas, principalmente depois que faço PMO, que eu me recompenso com chocolate. Já fiz alguns testes e cheguei a ficar com raiva e dor de cabeça depois de PMO e não me recompensar. Também tenho em mente alguns fatores que me fazem chegar no PMO. Muito tempo no celular é um deles. Tô tentando mudar isso.

E sobre a alegoria do elefante rosa: faz total sentido! Tenho uma meta muito audaciosa de começar a praticar ciclismo de longas distâncias como atividade física, pra gastar mais minha energia, visto que passo muito tempo em casa agora por causa da pandemia. Mas por enquanto, vou me contentando com caminhada e corrida até juntar o dinheiro da bike.

Como disse, não meça palavras! haha

Obrigado por me acompanhar!

Olha só, que bom que as coisas já estão se ajeitando e que você tá se encaminhando pra colocar as coisas no seu devido lugar. Esse é um passo importante não pro seu reboot, mas pra sua vida. Precisamos entender isso: o que estamos fazendo aqui não é simplesmente pelo reboot, pelo nosso cérebro, por 90 dias. Nosso compromisso é com a nossa VIDA. É disso que se trata. É uma mudança de postura no enfrentamento da vida.

Continue atento como já vejo que está! A vida é uma caminhada em busca do autoconhecimento e do autocontrole.

Abraço e força nessa luta. Sucesso na sua vida!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

NogueiraJ gosta desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1304
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 25
Localização : Brooklyn 1986

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

24/1/2021, 19:14
NogueiraJ escreveu:E ae pessoal! Tranquilo?

Bom, vou iniciar um diário aqui no fórum e espero que possamos ser ajudados com minha história. Uma via de mão dupla. Vou deixar o texto bem dividido pra ficar melhor de ler. Fique comigo até o final Wink

Quem eu sou?

Sou um jovem de 20 anos (19 e 7 meses). Preferi esse fórum porque ou era esse ou era o dos adolescentes, o que não me considero mais. Moro no Nordeste, com minha família (pai, mãe e irmã) e atualmente sou estudante de ensino superior. Sou cristão e vale à pena ressaltar isso porque minha religião foi um ponto chave na minha história e pode aparecer em algumas publicações aqui. Assisto P desde os 9 anos, mas não lembro exatamente desde quando se tornou um vício.

Como tudo começou?

De forma objetiva: por meio de um DVD do meu pai na sala de casa.
Agora os detalhes: eu tinha 9 anos de idade. Em um domingo de tarde meus pais tinham saído de casa, minha irmã devia estar na casa de alguém da família e eu estava sozinho. Sem nada para fazer, eu estava muito curioso para ver um DVD que eu tinha achado debaixo da cama dos meus pais (achei quando fui procurar papelão pra um trabalho da escola). Sim, era nesse lugar super secreto que meu pai guardava os DVD's de P dele (assunto de outra postagem). A internet estava em ascensão e só chegou na minha casa 2 anos depois. Então, só acessei P nesse período pelos DVD's. O título do DVD era instigante (não vou colocar pra não estimular ninguém) e as horas pareciam não passar. A curiosidade falou mais alto (criança né?!) e coloquei no DVD (que até hoje não entendo por que chamamos tudo de DVD: o disco e o reprodutor. Enfim...). Não lembro de detalhes do vídeo, mas lembro de um frame até hoje porque me impressionou demais na época. A partir desse dia, acessei o DVD poucas vezes durante 1 ano, com medo de ser pego. Mas era o suficiente pra deixar a P viva na minha mente. Depois, comecei a assistir outros DVD's e com mais frequência. Eu não me M nem me tocava. Só assistia mesmo.

Minha História

Vou deixar pra contá-la em outra postagem, se não esse aqui vai ficar muito grande. (Editado: é só descer 2 postagens que você encontra minha história).

Problemas que a P trouxe

Eu já tive vários ao longo da vida, mas alguns não tenho mais. O que estiver em itálico é porque não sinto mais.
- Problemas com estereótipo (sempre via um padrão nos vídeos de P e me sentia muito mal por não ser o padrão que via. Não gosto de piscina e praia porque tenho que tomar banho com blusa (coisa que eu não gosto) pra esconder meu corpo).
- Hipersensibilidade (principalmente entre os meus 11 e 15 anos. Eu ficava excitado com muita facilidade (não sei se é normal nessa fase) e, depois que descobri a M, sempre que dava, me M achando que eu "precisava" fazer isso porque estava excitado (?!)).
- Sentimentos ou comportamentos autodestrutivos (culpa, raiva, vergonha, baixa autoestima, procrastinação, ausência de foco, má alimentação).
- Dificuldade em conviver com as pessoas (até hoje eu não consigo olhar nos olhos de alguém por muito tempo, porque de tanto ver as pessoas serem tratadas como objetos na P, eu acabo olhando as pessoas ao meu redor como objetos também. Não porque quero. Então eu me fechei bastante socialmente por causa da P).
- Desejos sexuais* (conforme fui consumindo cada vez mais P, chegou um ponto que eu queria fazer as coisas que via nos vídeos com alguém. Isso começou à 1 ano mais ou menos e agravou ainda mais o meu convívio social. *Não estou dizendo que desejos sexuais são ruins. São bons quando se está em um relacionamento e por causa de fatores reais. Agora, no meu caso, que sou solteiro e me estimulo através da P, eu considero ruim. Às vezes eu desejo tanto que tenho medo de passar dos limites pra conseguir o que quero).

Porque estou aqui?

Quero mudar. Já tentei muita coisa pra parar, mas sem sucesso. Meu maior recorde foram 2 semanas sem P e 1 sem M (eu pretendo eliminar a M também por enquanto, mas porque só consigo fazê-la se tiver P). O que me incomoda mais é que ninguém sabe. Não tenho confiança em ninguém a ponto de contar por receio do que vão pensar ou do que podem fazer com essa informação. Alguns amigos meus até entenderiam, mas minha família não. Esse é o problema. Aí descobri o fórum à 2 dias e com certeza vai me me ajudar muito! Espero que vocês também Wink

Porque esse nome do nome do diário?

Bom, a ideia é fazer referência à uma largada de uma corrida. Por causa dessa frase aqui: "A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada". - Emanuelle Sales

Iae meu bom, vou acompanhar seu diário, é bom que tenha entrado aqui, te ajudará bastante com esse problema.

_______________________________________


Diário:
https://www.comoparar.com/t10897p800-diario-da-minha-vitoria

NogueiraJ gosta desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

24/1/2021, 19:55
Drew escreveu:Iae meu bom, vou acompanhar seu diário, é bom que tenha entrado aqui, te ajudará bastante com esse problema.

Fala Drew!

Obrigado por vir e obrigado mais ainda por ficar! Vamos continuar nossa corrida que não tem linha de chegada. Sem pressa!

Tamo junto! Wink

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]

Peter Parker e Drew gostam desta mensagem

Peter Parker
Peter Parker
Moderador
Moderador
Mensagens : 850
Data de inscrição : 27/11/2019
Localização : Queens

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

25/1/2021, 00:04
Olá, caríssimo NogueiraJ ! Seja muito bem-vindo ao fórum !

Dei uma lida no seu relato e entendo porque você comentou no meu diário que nossas histórias eram semelhantes, de fato são. Aqui você encontrará o conteúdo para lhe direcionar no Reboot e também terá o apoio do pessoal do fórum. Fico feliz pela sua iniciativa de começar o diário, decidir vencer é o primeiro passo para a vitória !

Mergulhe de cabeça nesse processo, seja radical mesmo, aproveite que está agora descobrindo todo esse conteúdo e histórias de pessoas que venceram o vício (não sei se você já teve contato com o Reboot antes). Me parece que você é um cristão, então lhe digo que acima de tudo: Confie em Deus. Ele é o mais interessado em nos ver libertos e curados de qualquer vício e pecado sexual.

Estamos juntos nessa luta, grande abraço !

_______________________________________
"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Mateus 11:28  study

"Com grandes poderes, vêm grandes responsabilidades." - Tio Ben

Diário do Aranha mais querido: https://www.comoparar.com/t9821-diario-de-um-vencedor

Minha História de Sucesso

NogueiraJ gosta desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

25/1/2021, 01:32
Peter Parker escreveu:Olá, caríssimo NogueiraJ ! Seja muito bem-vindo ao fórum !

Dei uma lida no seu relato e entendo porque você comentou no meu diário que nossas histórias eram semelhantes, de fato são. Aqui você encontrará o conteúdo para lhe direcionar no Reboot e também terá o apoio do pessoal do fórum. Fico feliz pela sua iniciativa de começar o diário, decidir vencer é o primeiro passo para a vitória !

Mergulhe de cabeça nesse processo, seja radical mesmo, aproveite que está agora descobrindo todo esse conteúdo e histórias de pessoas que venceram o vício (não sei se você já teve contato com o Reboot antes). Me parece que você é um cristão, então lhe digo que acima de tudo: Confie em Deus. Ele é o mais interessado em nos ver libertos e curados de qualquer vício e pecado sexual.

Estamos juntos nessa luta, grande abraço !

E ae Peter Parker!

Muito obrigado pelo incentivo! É libertador ver que outros cristãos passam pelo mesmo problema, porque no meu círculo social não consigo imaginar nenhum irmão de fé com o vício que tenho. Saber que você não está sozinho, se liga?! Melhor ainda é encontrar toda essa galera determinada, em busca de mudança de verdade.

Tenho muita confiança em Deus! Meu relacionamento com Ele já esteve muito mal outras épocas por causa do PMO, mas nunca desisti dEle. Sempre pensei: "Se com Deus eu faço isso tudo, quem dirá sem ele?!"

Já tinha tentado a abstinência antes, não necessariamente o Reboot. Agora vou fazer tudo direitinho. A meta é superar um dia de cada vez.

Obrigado por ter vindo!

Tamo junto! Wink

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]

Peter Parker gosta desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

25/1/2021, 08:27
Dia 01 | 24.01.2021

Fala pessoal, tranquilo?

Bom, primeiro dia vencido sem muita dificuldade.

Sempre antes de começar o dia faço um negócio chamado de culto matutino, onde oro, estudo a bíblia e alguns materiais complementares, afinal considero relacionamento com Deus muito importante e a fé nEle tem me ajudado muito.

E um verso que me chamou muita a atenção de ontem foi:
"Dize-lhes: Tão certo como eu vivo, diz o SENHOR Deus, não tenho prazer na morte do perverso, mas em que o perverso se converta do seu caminho e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois por que haveis de morrer, ó casa de Israel?" - Ezequiel 33:11

E aqui o Senhor pergunta: porque que eu vou morrer mesmo? Por causa dese vício em PMO, que me destrói e de diferentes formas? Não! Há vida planejada pra mim! Não quero mais isso. Conversão! Uma mudança de 180° que começou ontem e vai pra toda vida!

Ontem, passei a manhã aqui pelo fórum, escrevendo e lendo bastante, atualizando meu perfil também. Foi muito construtivo!

À tarde, fui resolver questões de estatística para uma prova que vai ter essa semana. Mas fiquei com dor de cabeça logo nas primeiras questões (será que por causa da abstinência?), então não consegui fazer muitas.

À noite, dormi umas 19h (tô com meu relógio bem desconfigurado e o clima frio aqui no estado não tá ajudando haha). Acordei 23:00, fiquei no fórum, aproveitei quando virou o dia pra fazer o culto matutino de hoje e estudar um pouquinho (adoro estudar de madrugada, mas é perigoso porque tenho medo de recaída. Por isso tenho que ajeitar meu relógio biológico urgentemente!). Fiquei acordado até as 06:00 e dormi de novo, acordando agora pouco.

Gostei muito do meu desempenho ontem porque baixei um limpador de notificações no celular que me ajudou a ter mais foco. Só pelo fato de ter a notificação na barra de notificação eu não me aguento e tenho que ver o que é. Nisso perco um tempo danado! Mas o plano de passar menos tempo no celular tá na mente ainda.

Queria fazer caminhada hoje de manhã, mas está chovendo desde umas 04:00. Será que exercício em casa vale como atividade física pro Reboot?

Bom, foi isso. O fórum vai me ajudar bastante, com certeza! Obrigado aos que tão acompanhando! Amanhã a gente se vê.

Tamo junto! Wink


Última edição por NogueiraJ em 26/1/2021, 06:36, editado 2 vez(es)

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]

RichKid gosta desta mensagem

parmera
parmera
Mensagens : 237
Data de inscrição : 21/01/2021

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

25/1/2021, 13:05
NogueiraJ escreveu:Fala pessoal, tranquilo?

Bom, primeiro dia vencido sem muita dificuldade.

Sempre antes de começar o dia faço um negócio chamado de culto matutino, onde oro, estudo a bíblia e alguns materiais complementares, afinal considero relacionamento com Deus muito importante e a fé nEle tem me ajudado muito.

E um verso que me chamou muita a atenção de ontem foi:
"Dize-lhes: Tão certo como eu vivo, diz o SENHOR Deus, não tenho prazer na morte do perverso, mas em que o perverso se converta do seu caminho e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois por que haveis de morrer, ó casa de Israel?" - Ezequiel 33:11

E aqui o Senhor pergunta: porque que eu vou morrer mesmo? Por causa dese vício em PMO, que me destrói e de diferentes formas? Não! Há vida planejada pra mim! Não quero mais isso. Conversão! Uma mudança de 180° que começou ontem e vai pra toda vida!

Ontem, passei a manhã aqui pelo fórum, escrevendo e lendo bastante, atualizando meu perfil também. Foi muito construtivo!

À tarde, fui resolver questões de estatística para uma prova que vai ter essa semana. Mas fiquei com dor de cabeça logo nas primeiras questões (será que por causa da abstinência?), então não consegui fazer muitas.

À noite, dormi umas 19h (tô com meu relógio bem desconfigurado e o clima frio aqui no estado não tá ajudando haha). Acordei 23:00, fiquei no fórum, aproveitei quando virou o dia pra fazer o culto matutino de hoje e estudar um pouquinho (adoro estudar de madrugada, mas é perigoso porque tenho medo de recaída. Por isso tenho que ajeitar meu relógio biológico urgentemente!). Fiquei acordado até as 06:00 e dormi de novo, acordando agora pouco.

Gostei muito do meu desempenho ontem porque baixei um limpador de notificações no celular que me ajudou a ter mais foco. Só pelo fato de ter a notificação na barra de notificação eu não me aguento e tenho que ver o que é. Nisso perco um tempo danado! Mas o plano de passar menos tempo no celular tá na mente ainda.

Queria fazer caminhada hoje de manhã, mas está chovendo desde umas 04:00. Será que exercício em casa vale como atividade física pro Reboot?

Bom, foi isso. O fórum vai me ajudar bastante, com certeza! Obrigado aos que tão acompanhando! Amanhã a gente se vê.

Tamo junto! Wink

E aí, NogueiraJ!

É muito motivador ver o seu esforço e dedicação, meu querido. Continue firme!

Duas coisas: as dores de cabeça são normais nos primeiros dias de abstinência. Depois de um certo tempo seu corpo vai se acostumando à "escassez de dopamina" (em comparação com as descargas que ele recebia antes, pode-se dizer que agora ele tá passando por uma seca). Talvez esse não seja o único sintoma que você sinta nos próximos dias, mas eles passam. Tenha calma porque eles passam. Pode soar meio estranho, mas "aproveite" cada um deles, perceba cada um deles, porque além de instruir a perceber que uma nova queda não vale a pena (já que você não vai querer sentir tudo isso de novo), eles também te sinalizam que você tá indo pelo caminho certo. Lembre-se que você tá saindo da sua zona de conforto e sair de uma zona de conforto, como o próprio termo diz, exige que se entre numa zona de desconforto antes de realizar a transição completa pra uma nova zona de conforto.

A segunda coisa: exercícios em casa valem, sim. O importante é o exercício, independente do lugar em que ele for feito. Se exercitar é liberar substâncias ao cérebro pra reeducá-lo com a nova carga de substâncias que ele vai receber a partir de agora. E essas substâncias liberadas com as atividades de religação, em geral, não dependem tanto de "onde" se faz, mas do "o que" se faz.

Abraço e força nessa luta!

_______________________________________
COMPROMETIMENTO, ESFORÇO E PACIÊNCIA!

Clique >>>AQUI<<< para ler o meu diário.

NogueiraJ gosta desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

25/1/2021, 13:51
parmera escreveu:
NogueiraJ escreveu:Fala pessoal, tranquilo?

Bom, primeiro dia vencido sem muita dificuldade.

Sempre antes de começar o dia faço um negócio chamado de culto matutino, onde oro, estudo a bíblia e alguns materiais complementares, afinal considero relacionamento com Deus muito importante e a fé nEle tem me ajudado muito.

E um verso que me chamou muita a atenção de ontem foi:
"Dize-lhes: Tão certo como eu vivo, diz o SENHOR Deus, não tenho prazer na morte do perverso, mas em que o perverso se converta do seu caminho e viva. Convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois por que haveis de morrer, ó casa de Israel?" - Ezequiel 33:11

E aqui o Senhor pergunta: porque que eu vou morrer mesmo? Por causa dese vício em PMO, que me destrói e de diferentes formas? Não! Há vida planejada pra mim! Não quero mais isso. Conversão! Uma mudança de 180° que começou ontem e vai pra toda vida!

Ontem, passei a manhã aqui pelo fórum, escrevendo e lendo bastante, atualizando meu perfil também. Foi muito construtivo!

À tarde, fui resolver questões de estatística para uma prova que vai ter essa semana. Mas fiquei com dor de cabeça logo nas primeiras questões (será que por causa da abstinência?), então não consegui fazer muitas.

À noite, dormi umas 19h (tô com meu relógio bem desconfigurado e o clima frio aqui no estado não tá ajudando haha). Acordei 23:00, fiquei no fórum, aproveitei quando virou o dia pra fazer o culto matutino de hoje e estudar um pouquinho (adoro estudar de madrugada, mas é perigoso porque tenho medo de recaída. Por isso tenho que ajeitar meu relógio biológico urgentemente!). Fiquei acordado até as 06:00 e dormi de novo, acordando agora pouco.

Gostei muito do meu desempenho ontem porque baixei um limpador de notificações no celular que me ajudou a ter mais foco. Só pelo fato de ter a notificação na barra de notificação eu não me aguento e tenho que ver o que é. Nisso perco um tempo danado! Mas o plano de passar menos tempo no celular tá na mente ainda.

Queria fazer caminhada hoje de manhã, mas está chovendo desde umas 04:00. Será que exercício em casa vale como atividade física pro Reboot?

Bom, foi isso. O fórum vai me ajudar bastante, com certeza! Obrigado aos que tão acompanhando! Amanhã a gente se vê.

Tamo junto! Wink

E aí, NogueiraJ!

É muito motivador ver o seu esforço e dedicação, meu querido. Continue firme!

Duas coisas: as dores de cabeça são normais nos primeiros dias de abstinência. Depois de um certo tempo seu corpo vai se acostumando à "escassez de dopamina" (em comparação com as descargas que ele recebia antes, pode-se dizer que agora ele tá passando por uma seca). Talvez esse não seja o único sintoma que você sinta nos próximos dias, mas eles passam. Tenha calma porque eles passam. Pode soar meio estranho, mas "aproveite" cada um deles, perceba cada um deles, porque além de instruir a perceber que uma nova queda não vale a pena (já que você não vai querer sentir tudo isso de novo), eles também te sinalizam que você tá indo pelo caminho certo. Lembre-se que você tá saindo da sua zona de conforto e sair de uma zona de conforto, como o próprio termo diz, exige que se entre numa zona de desconforto antes de realizar a transição completa pra uma nova zona de conforto.

A segunda coisa: exercícios em casa valem, sim. O importante é o exercício, independente do lugar em que ele for feito. Se exercitar é liberar substâncias ao cérebro pra reeducá-lo com a nova carga de substâncias que ele vai receber a partir de agora. E essas substâncias liberadas com as atividades de religação, em geral, não dependem tanto de "onde" se faz, mas do "o que" se faz.

Abraço e força nessa luta!

Caro parmera!

Que bom ver você aqui de novo!

Obrigado pelas respostas! Vou colocar essas alternativas em prática assim que possível.

Espero conseguir superar os outros sintomas da abstinência haha.

Tamo junto! Wink

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]

parmera gosta desta mensagem

Ligris
Ligris
Mensagens : 329
Data de inscrição : 06/12/2019
Localização : Tarso

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

25/1/2021, 17:30
Iai Nogueira

Também tenho o hábito de acordar orar e ler a bíblia é muito bom começar nosso dia com Deus.

Eu geralmente faço os exercícios em casa mesmo só fim de semana que eu saio pra ir correr num parque, mas eu to pensando em fazer uma corrida toda manhã e depois fazer mais alguns exercícios em casa só falta coragem pra sair correndo na rua mesmo, mas não parece tão difícil de vez em quando vejo várias pessoas fazendo corridinhas na rua.

A Dor de cabeça deve ser abstinência, mas como o Parmera disse ela passa logo. Fique firme amigo bora pro segundo dia! Smile


_______________________________________
Provérbios 4:27 NTLH
Evite o mal e caminhe sempre em frente; não se desvie nem um só passo do caminho certo

16/01/2021 22:30
Metas: 0 dias ( pale ) 3 dias( tongue ) 7 dias( Wink )15 dias ( Mad )21dias( Cool )30 dias( Razz )40 dias( pirat )50 dias ( Surprised )60 dias( Smile )70 dias(  Basketball )80 dias(  bom )90 dias( cheers )120 dias() 150 dias() 180 dias()

NogueiraJ gosta desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

26/1/2021, 06:38
Ligris escreveu:Iai Nogueira

Também tenho o hábito de acordar orar e ler a bíblia é muito bom começar nosso dia com Deus.

Eu geralmente faço os exercícios em casa mesmo só fim de semana que eu saio pra ir correr num parque, mas eu to pensando em fazer uma corrida toda manhã e depois fazer mais alguns exercícios em casa só falta coragem pra sair correndo na rua mesmo, mas não parece tão difícil de vez em quando vejo várias pessoas fazendo corridinhas na rua.

A Dor de cabeça deve ser abstinência, mas como o Parmera disse ela passa logo. Fique firme amigo bora pro segundo dia! Smile


Obrigado pelo apoio Ligris!

Ainda não consegui colocar os exercícios em prática, mas com planejamento sai!

Tamo junto! Wink

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]
NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

26/1/2021, 06:46
Dia 2 | 25.01.2021

Fala galera! Tranquilo?!

Fico muito feliz com a presença de vocês aqui.

Tô um pouco apressado, então vou ser bem objetivo hoje haha.

Ontem de manhã, depois de postar aqui, fui editar uns projetos no Canva (editor de fotos) e depois tive aula. E que aula! Nunca me senti tão concentrado assistindo aula em EaD. O Reboot tá valendo muito à pena!

Passei à tarde em aula também. Normalmente, fico sonolento depois do almoço. Mas ontem, consegui assistir as aulas de boas e o melhor de tudo: não dormi 19h! hahaha. O relógio biológico tá sendo ajustado, era o que mais queria no momento.

À noite, voltei nas edições (demoro mais do que queria porque só tenho celular) e resolvi algumas questões de uma matéria do curso que normalmente tenho muita dificuldade, mas ontem desenrolei algumas coisas também.

Ah, e voltei a ler um livro (e-book) que não lia faz tempo, mas queria muito. Era só falta de organização no tempo mesmo.

Dormi 22h. Dia produtivo demais pra mim! Gostei bastante. E, melhor ainda, sem PMO! Dia dois superado!

Obrigado por me. acompanhar!

Tamo junto! Wink

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]

RichKid gosta desta mensagem

avatar
Convidado
Convidado

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

27/1/2021, 09:21
Olá NogueiraJ, tudo bem? Você deu um apoio no meu diário e cá estou para retribuir o gesto. Vejo que criou o diário recentemente, parabéns pois a primeira conquista foi alcançada com a tomada de decisão.

Me identifiquei com sua história pois também descobri P ali pela idade de 9 anos, por meio de DVD's do meu pai que encontrei mexendo nas coisas dele. Problemas com autoestima são comuns em nós viciados, já me preocupei com tanta coisa boba. Também tive problemas para falar sobre o vício no começo, então iniciei sessões de terapia com um psicólogo que me ajudaram bastante, não só com o vício mas com outras questões como ansiedade, autoestima e etc. No começo eu fiquei acanhado mas depois eu vi que esse profissional está lá para me ouvir e me ajudar a encontrar uma solução.

O reboot é ótimo para perceber outras questões paralelas que precisam de intervenção. Fique atento, siga seu plano de vida, trabalhe o autocuidado e cuide da saúde mentao. Um abraço!

PS: parabéns pelo segundo dia e que bom que está tudo indo certo!
NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

27/1/2021, 09:32
Dia 3 | 26.01.2021

E pessoal, tudo beleza?

Dia 3 superado! Mas com muita dificuldade haha.

Passei a manhã de ontem tendo aula e, umas 09:30 meus pais saem de casa. Assim que eles foram, meu cérebro já começou a pedir desesperadamente por M, nem tanto por P (acho que porque to usando as redes sociais só pro necessário, sem gatilho então). Fiquei sozinho mais ou menos 2 horas e nunca vi o tempo passar tão devagar! Até consegui me concentrar na aula, mas toda hora vinha desejo.

Passei o dia todo tendo ereções, o que deixou o dia mais difícil ainda! Quem leu a abertura do diário, sabe que quando eu era criança acabei gravando uma ideia (sem fundamento) de que se eu tô com ereção, é porque eu tenho que me M.

Mas consegui superar. Não tô fazendo exercícios ainda, é uma atividade de religação que quero colocar em prática logo. Também não consegui ler meu livro ontem, mas consegui fazer o culto matutino (ele eu tento ao máximo não deixar de fazer).

Ontem de noite fiquei com muita vontade de M também, não consegui fazer nada. Então, vim aqui e passei um bom temoono fórum lendo os diários, pra tentar esperar a vontade passar. Deu certo, mas fiquei improdutivo (tive que para tudo que tava fazendo e focar em esquecer o desejo). Isso não é bom, porque tem prova chegando e preciso estudar.

Acordei hoje e jurava que tinha tido poluçăo. Mas só tava com ereção mesmo. Meu cérebro tá começando a pregar peças hahaha.

Agora, uma dúvida (e um desabafo):

Eu, desde que comecei a consumir P na internet (desde os 11 anos mais ou menos) só consumo P de homens, não necessariamente sexo, até antes do reboot tava vendo mais de M. Eu não deixei isso muito claro na abertura do diário porque via que muita gente aqui consumia P heterossexual, aí fiquei receoso de falar. Mas refleti ontem à noite sobre minha falta de sinceridade e me senti culpado por não estar falando 100% da verdade disso com vocês. Eu sei que não preciso contar toda minha vida em detalhes aqui, mas o fórum pra mim tem sido um lugar de crescimento (quando leio os outros diários) e desapego ao mesmo tempo (quando escrevo o meu diário). Porque não ser verdadeiro? Quero me desapegar por completo da P, então resolvi contar isso. Ufa. haha

Aí a minha dúvida é: eu assisto P homossexual por prazer e já senti desejo por alguns caras (o que me envergonho demais por isso). Isso afetou demais a forma como lido com outros homens, principalmente se eles seguirem o estereótipo que curto na P. Pensei que poderia ter HOCD, mas não sei se é bem um transtorno. Penso que sinto a atração por ter consumido P homossexual por muito tempo (dos 10 de consumo, os últimos 8 anos foram só dela). Até já pensei em mudar o estilo de P pra hetero, mas aí tive um dos pousos momentos de lucidez consumindo P: E se eu viciar e ficar consumindo 2 tipos de P? Aí, apesar de ser hetero, preferi manter a P homo pra não "aumentar meu catálogo" do vício.

Não sei se ficou claro o desenrolar, mas minha dúvida mesmo é: Tenho HOCD ou não? E será que sou heterossexual mesmo?

Vlw galera! Tamo junto! Vamo continuar firme! Wink

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]

Kaneki e Ligris gostam desta mensagem

NogueiraJ
NogueiraJ
Mensagens : 198
Data de inscrição : 22/01/2021
Idade : 20
Localização : Ceará

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

27/1/2021, 09:35
Rudolf Hansen escreveu:Olá NogueiraJ, tudo bem? Você deu um apoio no meu diário e cá estou para retribuir o gesto. Vejo que criou o diário recentemente, parabéns pois a primeira conquista foi alcançada com a tomada de decisão.

Me identifiquei com sua história pois também descobri P ali pela idade de 9 anos, por meio de DVD's do meu pai que encontrei mexendo nas coisas dele. Problemas com autoestima são comuns em nós viciados, já me preocupei com tanta coisa boba. Também tive problemas para falar sobre o vício no começo, então iniciei sessões de terapia com um psicólogo que me ajudaram bastante, não só com o vício mas com outras questões como ansiedade, autoestima e etc. No começo eu fiquei acanhado mas depois eu vi que esse profissional está lá para me ouvir e me ajudar a encontrar uma solução.

O reboot é ótimo para perceber outras questões paralelas que precisam de intervenção. Fique atento, siga seu plano de vida, trabalhe o autocuidado e cuide da saúde mentao. Um abraço!

PS: parabéns pelo segundo dia e que bom que está tudo indo certo!

Fala Rudolf Hansen!

Obrigado pela presença! Sim, um psicólogo ajudaria no meu caso. Quando começar no estágio, vou investir nisso.

Vlw pelo apoio! Tamo junto! Wink

_______________________________________
Contador:


"A mesma corrida que nos causa exaustão é aquela que nos dá o prêmio na linha de chegada."
Emanuelle Sales

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia!"
1 Coríntios 10:12

Meu Diário - "Preparar. Apontar. Reboot!": Leia aqui.
[email protected]
avatar
Convidado
Convidado

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

27/1/2021, 12:06
NogueiraJ escreveu:
Dia 3 | 26.01.2021

E pessoal, tudo beleza?

Dia 3 superado! Mas com muita dificuldade haha.

Passei a manhã de ontem tendo aula e, umas 09:30 meus pais saem de casa. Assim que eles foram, meu cérebro já começou a pedir desesperadamente por M, nem tanto por P (acho que porque to usando as redes sociais só pro necessário, sem gatilho então). Fiquei sozinho mais ou menos 2 horas e nunca vi o tempo passar tão devagar! Até consegui me concentrar na aula, mas toda hora vinha desejo.

Passei o dia todo tendo ereções, o que deixou o dia mais difícil ainda! Quem leu a abertura do diário, sabe que quando eu era criança acabei gravando uma ideia (sem fundamento) de que se eu tô com ereção, é porque eu tenho que me M.

Mas consegui superar. Não tô fazendo exercícios ainda, é uma atividade de religação que quero colocar em prática logo. Também não consegui ler meu livro ontem, mas consegui fazer o culto matutino (ele eu tento ao máximo não deixar de fazer).

Ontem de noite fiquei com muita vontade de M também, não consegui fazer nada. Então, vim aqui e passei um bom temoono fórum lendo os diários, pra tentar esperar a vontade passar. Deu certo, mas fiquei improdutivo (tive que para tudo que tava fazendo e focar em esquecer o desejo). Isso não é bom, porque tem prova chegando e preciso estudar.

Acordei hoje e jurava que tinha tido poluçăo. Mas só tava com ereção mesmo. Meu cérebro tá começando a pregar peças hahaha.

Agora, uma dúvida (e um desabafo):

Eu, desde que comecei a consumir P na internet (desde os 11 anos mais ou menos) só consumo P de homens, não necessariamente sexo, até antes do reboot tava vendo mais de M. Eu não deixei isso muito claro na abertura do diário porque via que muita gente aqui consumia P heterossexual, aí fiquei receoso de falar. Mas refleti ontem à noite sobre minha falta de sinceridade e me senti culpado por não estar falando 100% da verdade disso com vocês. Eu sei que não preciso contar toda minha vida em detalhes aqui, mas o fórum pra mim tem sido um lugar de crescimento (quando leio os outros diários) e desapego ao mesmo tempo (quando escrevo o meu diário). Porque não ser verdadeiro? Quero me desapegar por completo da P, então resolvi contar isso. Ufa. haha

Aí a minha dúvida é: eu assisto P homossexual por prazer e já senti desejo por alguns caras (o que me envergonho demais por isso). Isso afetou demais a forma como lido com outros homens, principalmente se eles seguirem o estereótipo que curto na P. Pensei que poderia ter HOCD, mas não sei se é bem um transtorno. Penso que sinto a atração por ter consumido P homossexual por muito tempo (dos 10 de consumo, os últimos 8 anos foram só dela). Até já pensei em mudar o estilo de P pra hetero, mas aí tive um dos pousos momentos de lucidez consumindo P: E se eu viciar e ficar consumindo 2 tipos de P? Aí, apesar de ser hetero, preferi manter a P homo pra não "aumentar meu catálogo" do vício.

Não sei se ficou claro o desenrolar, mas minha dúvida mesmo é: Tenho HOCD ou não? E será que sou heterossexual mesmo?

Vlw galera! Tamo junto! Vamo continuar firme! Wink

Olá meu amigo, aqui estou eu de novo. Não costumo comentar mais de uma vez no dia nos diários dos colegas mas ja é o segundo post seu que eu me identifico. Já tive muitos problemas com essa ereção decorrente de vontade louca por M. Isso porque eu deixava muitos pensamentos tomarem de conta da minha mente. Sendo assim passei a meditar para acalmar a mente. Procuro focar nas coisas mais importantes e praticar a meditação, assim estou controlando melhor os pensamentos indesejados e a ansiedade.

É preciso coragem para dizer o que o aflinge. Isso é admirável. Eu vou te falar, apesar de eu gostar de mulher já acabei vendo P homossexual inúmeras vezes, até cheguei a pensar que poderia gostar de homens. Mas esses pensamentos são decorrentes do vício, você não fica satisfeito com o mesmo gênero e escala para outros. Sabe como eu descobri que não gostava de homens? Porque quando você gosta de algo de verdade você sente uma euforia, uma fixação, você se sente bem e acende nosso cérebro aumentando a motivação. Quando eu via só sentia repulsa e que nunca mais queria ver. Ou seja, justamente o contrário do que acontece quando você gosta de algo. Foi algo que eu achei gostar mas foi só distorcido pela P.

Abraços, fique com deus!
Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 1755
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 25
Localização : MG

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty OLá

27/1/2021, 19:07
Olá amigo, acho que tem respostas que só você pode saber mesmo, eu tbm assistia esse conteúdos, e oq tu pode fazer pra ti, independente da sua S. é parar de assistir, espero que consiga abraços, quando puder e ser liberado coloca um contador pra você saber certinho os dias, abçs.

_______________________________________


MINHA HISTÓRIA DE SUCESSO: https://www.comoparar.com/t11429-finalmente-a-vitoria#326635
MEU DIÁRIO: https://www.comoparar.com/t1813p375-diario-do-kaneki#317713

NogueiraJ gosta desta mensagem

Dezito
Dezito
Mensagens : 51
Data de inscrição : 11/01/2021

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

27/1/2021, 19:31
Opa, passando aqui pra acompanhar o seu diário. Feliz por você, já bem jovem, ter consciência deste vício. O que posso lhe falar é o seguinte: o quão rápido você puder se livrar da P, melhor para a sua vida. Digo isso porque, acredite, a P vai te cegar para muitas coisas e vai te privar de coisas muito boas na sua vida.
Siga forte em se libertar disso. Aqui vai o meu apoio. Forte abraço.

_______________________________________
Meu Diário: https://www.comoparar.com/t11446-tentando-um-recomeco






NogueiraJ e ironmaiden2244 gostam desta mensagem

jotavr
jotavr
Mensagens : 206
Data de inscrição : 24/04/2020

Diário - Preparar. Apontar. Reboot! Empty Re: Diário - Preparar. Apontar. Reboot!

28/1/2021, 18:49
Fala Nogueira, desculpa n ter lido seu diário mano, só tava com preguiça msm kkk. A mente pra assistir pmo é fudida msm, só pra vc ter noção, já usei 3G pra assistir isso, pq a internet caiu, na época era raro ter 3G, eu nem acreditei, era só urgência e gastava ligação, qnd tive meu primeiro notebook tive um gafe, n época não liguei mt, mas eu tava indo pro banheiro e minha mãe pediu o note emprestado, eu falei q não, q iria usar ele no banheiro kkk, e q ideia, ficou aquele silêncio misterioso na sala.

Uma fase q me fudi na vida, óbvio q não foi resultado de todos meus problemas, foi no Ensino Médio, Meu Deus, a vontade de voltar no tempo kkk, ia mal nas apresentações, desanimava de conversar com as meninas, não interagia, acho até q a pmo afasta elas, e eu aquilo n era eu sabe? eu nunca fui daquele jeito, e olha q me acho incrível, meus amigos sempre dizem, sempre ficavam felizes perto de mim e isso é triste, o tanto de oportunidade jogada fora.

Eu tbm moro com meus pais, mas sou filho único, ai que fazia a festa, nunca assisti nada pesado, mas com 15 anos já tinha pastas com gigas e mais gigas de pornô, era umas 2 horas no banheiro só de pesquisa, me achava o cara na época, e tbm achava normal, como a internet diz né kkkk. Eu antes n tava nem ai pra pmo, só que, LEMBRO DETALHADAMENTE, do dia q meu amigo pediu pra eu assistir essa porra, desconfio q ele nem assiste mais, perguntou seu eu não conhecia e q era pra fazer, eu bobo, fui lá e fiz, de primeira eu nem tinha gostado tanto, mas só dps q eu fui me forçando pra ter aquela sensação de novo, de novo e de novo e ai veio o vício.

NogueiraJ gosta desta mensagem

Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos