Ir para baixo
avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

16/8/2021, 13:46
Ontem foi um dia bem difícil. Me bateu vontade mesmo sabe, desejo de PMO gritante. Fiquei para lá e para cá dentro de casa tentando desviar o pensamento. Até que peguei e comecei a procurar por pornografia. Quando a página abriu fiquei olhando o que queria, e queria pornografia gay. Mas pensei: se eu abrir, vou acabar fazendo outras coisas. Tirei imediatamente o celular de perto. Desliguei. Fui para a sala.
Nossa, foi por bem pouco. Confesso que ainda estou com muita vontade mas tentando me manter firme. Torçam por mim para que eu consiga vencer mais um dia.
marcos020221
marcos020221
Mensagens : 91
Data de inscrição : 02/02/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

16/8/2021, 15:45
Paula escreveu:Ontem foi um dia bem difícil. Me bateu vontade mesmo sabe, desejo de PMO gritante. Fiquei para lá e para cá dentro de casa tentando desviar o pensamento. Até que peguei e comecei a procurar por pornografia. Quando a página abriu fiquei olhando o que queria, e queria pornografia gay. Mas pensei: se eu abrir, vou acabar fazendo outras coisas. Tirei imediatamente o celular de perto. Desliguei. Fui para a sala.
Nossa, foi por bem pouco. Confesso que ainda estou com muita vontade mas tentando me manter firme. Torçam por mim para que eu consiga vencer mais um dia.

Amiga com essa declaração você está a beira do precipício... Mas eu sei muito bem o que é isso

_______________________________________

Paula gosta desta mensagem

avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

16/8/2021, 16:19
Infelizmente não aguentei. PMO. Mesmo jogando meu brquedo fora, a gente sempre improvisa... O ponto positivo, se é que existe ponto positivo. É que não introduzi nada no meu ânus. Tô arrasada 😭
avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

16/8/2021, 23:12
A consciência tá doendo tanto. Eu esbravejei esses dias que ia ser forte. Que ia conseguir lidar quando viesse a vontade mas falhei grandemente Sad
marcos020221
marcos020221
Mensagens : 91
Data de inscrição : 02/02/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

17/8/2021, 13:04
Paula escreveu:A consciência tá doendo tanto. Eu esbravejei esses dias que ia ser forte. Que ia conseguir lidar quando viesse a vontade mas falhei grandemente Sad

Isso acontece com todos nós quando caímos na PMO, mas não podemos desistir e ficar nesse ciclo vicioso eternamente......

_______________________________________

Paula gosta desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1304
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 25
Localização : Brooklyn 1986

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

17/8/2021, 18:00
Paula escreveu:A consciência tá doendo tanto. Eu esbravejei esses dias que ia ser forte. Que ia conseguir lidar quando viesse a vontade mas falhei grandemente Sad

Você é uma grande guerreira, deve comemorar os dias que conseguiu ficar longe, você lutou bravamente.
Agora é olhar para a frente e tentar de novo.
Visite o meu diário Very Happy
Força!!

_______________________________________


Diário:
https://www.comoparar.com/t10897p800-diario-da-minha-vitoria

Paula gosta desta mensagem

avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

17/8/2021, 20:49
Obrigada pelas palavras embora não me sinta assim... Vou olhar o teu
avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

17/8/2021, 21:20
Conversei de maneira bem franca com minha psicóloga agora a noite. Desligo a câmera e consigo falar tudo. Contei do meu domingo fugindo dos desejos mas que ontem caí e me M. Ela me perguntou o que leva aos desejos, o gatilho. E não consigo identificar. A maioria das vezes é só estar triste... Mas domingo eu estava bem. Tinha tido uma semana cheia de instrução de Deus, tava grata. Mas veio o desejo. Ela perguntou em que parte do meu corpo vinha o desejo, se eu sabia identificar. Respondi que sim. Ela sugeriu que Quando eu me sentisse assim, me entregasse sem culpa. Que eu não pensasse em pecado, em arrependimento. Que eu estivesse ali naquele momento e visse o que me corpo diz. Para só assim eu entender ele e conseguir desviar o que sinto. Fico só pensando negativamente me levará a continuar nessa montanha russa subindo e descendo. Não sei o que pensar. Se certa forma faz bastante sentido
marcos020221
marcos020221
Mensagens : 91
Data de inscrição : 02/02/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

18/8/2021, 19:33
Paula escreveu:Conversei de maneira bem franca com minha psicóloga agora a noite. Desligo a câmera e consigo falar tudo. Contei do meu domingo fugindo dos desejos mas que ontem caí e me M. Ela me perguntou o que leva aos desejos, o gatilho. E não consigo identificar. A maioria das vezes é só estar triste... Mas domingo eu estava bem. Tinha tido uma semana cheia de instrução de Deus, tava grata. Mas veio o desejo. Ela perguntou em que parte do meu corpo vinha o desejo, se eu sabia identificar. Respondi que sim. Ela sugeriu que Quando eu me sentisse assim, me entregasse sem culpa. Que eu não pensasse em pecado, em arrependimento. Que eu estivesse ali naquele momento e visse o que me corpo diz. Para só assim eu entender ele e conseguir desviar o que sinto. Fico só pensando negativamente me levará a continuar nessa montanha russa subindo e descendo. Não sei o que pensar. Se certa forma faz bastante sentido

Ela sugeriu que Quando eu me sentisse assim, me entregasse sem culpa. Que eu não pensasse em pecado, em arrependimento.

Essa psicóloga provavelmente não é cristã. PMO é pecado sim e dos graves. Eu sou cristão e sempre soube que é pecado (mas não via como vício/hábito), mas é pecado sim e vicioso. Tem que ser muito forte pra resistir as tentações da carne.......

_______________________________________

Paula gosta desta mensagem

avatar
Livre arbitrio
Mensagens : 2
Data de inscrição : 14/08/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

18/8/2021, 20:13
Olá Paula!

Eu li o seu relato. É normal as quedas acontecerem, mas veja o lado bom. Você aguentou mais de 1 semana.
Agora você sabe como o seu cérebro e seu corpo vão reagir para você recair. Desafie-se mais. Procure fazer um período de tempo ainda maior sem PMO. Acreditamos em você. Você consegue.
Desistir não é uma opção.
Fica bem.

Paula gosta desta mensagem

avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

19/8/2021, 17:08
Sim, concordo com você. É pecado sim. Considero com tal.
avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

19/8/2021, 17:10
E então, o problema maior para mim é que sei que é um vício, sei que é pecado, mas gosto de fazer. Porém não quero. É uma luta mente e corpo. Queria odiar e não sei como faço isso.
avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

20/8/2021, 23:26
Hoje o dia foi só ladeira a baixo. Recaí a tarde, Recaí agora a noite. Não usei recursos visuais mas introduzi algo no ânus as duas vezes. O Ruim da recaída, é que ela não vem com apenas um episódio. Ela se instaura por alguns dias... É difícil continuar depois de alguns vacilos!!!

VanGogh gosta desta mensagem

VanGogh
VanGogh
Mensagens : 199
Data de inscrição : 25/05/2020

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

21/8/2021, 13:15
Olá, Paula!

Primeiro que tudo, só o facto de estares a analisar-te e teres tomado a decisão de lutar contra este vício é, só por si, uma vitória. Qualquer vício é complicado, daí ele ser um vício e nos prender quase irracionalmente. Por vezes parece que estamos fortes e no momento seguinte aparenta que algo se apodera da nossa vontade e a queda já aconteceu. Então, o processo de viciação é mais fácil e rápido do que o de "cura", pois este segundo depende de muitos fatores, enquanto que o primeiro só exige de nós constância na recaída e, sabemos bem, as sensações aparentemente boas que sentimos, nos vão amarrando mais e mais... O pior é que tanto amarra que um dia não nos mexemos mais.

Eu li os teus relatos e a tua história tem acontecimentos que são, sem dúvida, marcantes e que tiveram, sem dúvida, um papel no meio dessa afinidade ao vício. Isso é normal, quase todos nós, pelo que se lê aqui, tivemos ou temos alguns problemas que não têm necessariamente a ver com o vício mas nos fragilizaram de certo modo, ou trouxeram um vazio, ou situações com as quais lidámos mal, que criaram em nós um espaço para procurarmos, de certo modo, um refúgio, um caminho de resgate. E nós seguimos esse caminho. Muitos de nós iniciámos este vício de uma forma inocente, ingénua, e mesmo hoje, sabemos que, apesar de sermos escravos, dentro de nós ainda habita uma pessoa boa e digna, que um dia acreditou que este "pequeno momento de prazer" traria alguma felicidade ao seu coração e o repousaria dos seus traumas, medos, ânsias e frustrações. E é essa parte de nós que tem que ser resgatada e, apesar de todo o mal que possamos pensar que fizemos ou que nos foi feito, para o dia de hoje o que conta é o que fazemos no presente, o que renunciamos ou aceitamos e, assim, dia após dia, porque o nosso passado nos condiciona mas não nos limita a moldarmos o nosso presente se quisermos lutar por isso.

Em relação às recaídas, a minha opinião é que sigas o conselho da psicóloga num sentido >, que já te explico, mas que lutes o mais que puderes contra o vício e as recaídas. Aqui temos em jogo vários aspetos. Poderíamos colocar 3 deles em cima da mesa: Parte física, parte psicológica, parte espiritual. Todos eles necessitam de plenitude e por isso temos que ter os 3 em conta mas em velocidades diferentes. Quando a psicóloga te aconselhou a: "Quando eu me sentisse assim, me entregasse sem culpa. Que eu não pensasse em pecado, em arrependimento. Que eu estivesse ali naquele momento e visse o que me corpo diz. Para só assim eu entender ele e conseguir desviar o que sinto." - Ela poderá estar a seguir algumas lógicas de Freud, por exemplo, na questão da repressão vs neurose e etc. - A intenção dela (baseada exclusivamente na parte psicológica, obviamente, não é má e até pode ser aplicada mas penso que não deves seguir o que "sentes", mas sim ter critério*.

> Relativamente ao que ela disse e que eu acho que será muito positivo para ti é que não estejas sempre a pensar no vício, como se fosse uma espécie de "massacre interno" - por exemplo, pensares coisas do tipo: "Porque é que eu sou assim?, Sou uma miséria, recaí novamente!, Tive um pensamento de PMO, estou perdida. Quantos dias vão desde a última recaída. (e inúmeros pensamentos do género, assim como reviver memórias más do passado.) - Neste sentido, aligeirar as coisas ajuda bastante, ocupares-te com atividades boas, no fundo, relaxar um pouco e encontrar alguma estabilidade "alegre" de quem está numa guerra mas sabe a 100% quem é o inimigo (o inimigo não és tu) e sabe da sua história, das suas condicionantes, dos seus medos e anseios, dos seus recursos e assim está em paz diante da tribulação, porque se estiveres muito em tensão é pior para venceres o dia-a-dia.

*Sobre essa coisa de "sentir":
Aí falas em "sentir" - Quando te "sentires" assim segue isso e ... - Creio que isto é errado no sentido em que nós, tendencialmente, vamos seguir aquilo em que nos sentimos bem e é confortável para nós mesmo que não seja o melhor para nós. Exemplos: Eu sinto-me quentinho na cama e não me quero levantar mas sei que preciso de me levantar para iniciar o dia, então eu não ligo para o que eu sinto, mesmo sentindo-o, e faço o que tem de ser feito. - Eu sinto-me cansado e não quero trabalhar, mas sei que mesmo assim tenho que o fazer, então eu faço-o. - Eu sinto-me aborrecido com a minha família e sinto vontade de me ir embora mas eu fico e lido com as situações na mesma. - Eu sinto vontade em recair em PMO mas não o faço porque mesmo sentindo isso eu sei que é mau para mim em múltiplos sentidos. - Ou seja, o que sentires, sente. Não tenhas problema se estás a sentir tristeza, ansiedade, vontade de recair, etc, etc. Conhece-te ao máximo nesse sentido, ou seja, quais as tuas tendências de "sentir", como te costumas em determinada situação, horário do dia, etc. Sente, porque sentir é normal. Mas age de acordo não com o que sentes mas com o que sabes que é melhor. Imagina alguém que segue só o que sente, é quase irracional... No meio de uma discussão sente vontade de matar uma pessoa e mata... Uma pessoa com estrutura emocional normal tem filtros que o impedem de passar do pensamento/emoção/sentimento para a ação, de acordo com aquilo que é benigno ou maligno. Nós temos essas estruturas mas por vezes pode fazer sentido fazer uma análise delas e ver quais necessitam de ser reforçadas ou restauradas.

Sobre recaídas, novamente:
1. Recair é uma parte natural do processo. Desde quando começaste a "recair"? Desde que começaste a lutar e tomaste um propósito, se assim não fosse isso não era "recair", era só mais um dia normal de viciado. 2. Não desesperes porque recaíste. Pensa que se demoraste muitos anos num vício não o vais resolver com tanta facilidade quanto esperas, leva tempo. 3. Recair é mau mas há coisas piores. Não é o fim do mundo, é um erro, todo o mundo erra e tu sabes que não te queres entregar ao erro e viver a vida a errar, não é? Então vai em frente! 4. Recair é aprender. Já ouviste aquela frase de "Só não erra quem não faz" ou "É a errar que se aprende" - tem alguma lógica que a partir do erro se possa tirar algo bom, aprender, e fortalecer. Seria muito bom que aprendêssemos com os erros dos outros e não com os nossos mas a experiência própria é uma grande professora.

Bom, com tudo isto espero ter ajudado um pouco. Desculpa por ser muito extenso e talvez por me ter, eventualmente, perdido em algum raciocínio aí no meio. Quanto às 3 partes que falei acima, trata das 3 aos poucos. Não faças planos muito grandes mas pequenos dia-a-dia. Cria hábitos bons, fisicamente, psicologicamente e espiritualmente. Isso ajuda muito (também estou numa luta por cria-los no meu dia-a-dia). Analisa os pontos que deves deixar ou o que podes melhorar, mas com alegria e esperança. Muitas vezes desanimamos e ficamos cabisbaixos e isso é mau para nós e para a nossa guerra contra o vício.

Vais conseguir vencer isto!
Um abraço e força! Estamos aqui contigo!

_______________________________________


---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh

Paula e dekant gostam desta mensagem

avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

21/8/2021, 13:29
Muito, muito, muito obrigada por todas as palavras. Amei o textao, nem se preocupe. Muitas verdades aí viu, fico até envergonhada por perceber em suas palavras que não estou lutando o suficiente. Teu raciocínio bem lógico me ensinou que preciso ser mais firme. Não baixar a guarda com tanta facilidade por achar que não conseguirei mesmo. Gratidão por suas palavras.
Espero hoje ser forte.

VanGogh gosta desta mensagem

avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

21/8/2021, 23:12
Não tá fácil, entrei num aspiral e nao estou conseguindo sair. Mais uma vez sucumbi a M. Mas uma vez introduzi um objeto no ânus pois não conseguia chegar ao O. Me sinto completamente sem forças para sair dessa situação!

VanGogh gosta desta mensagem

avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

22/8/2021, 20:38
Me entreguei a P mas incrivelmente não me M. Graças a Deus. Os sentimentos estão todos bagunçados. Firmar a mente para seguir sem recaída de nada nos próximos dias.

VanGogh gosta desta mensagem

VanGogh
VanGogh
Mensagens : 199
Data de inscrição : 25/05/2020

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

27/8/2021, 07:59
Paula escreveu:Me entreguei a P mas incrivelmente não me M. Graças a Deus. Os sentimentos estão todos bagunçados. Firmar a mente para seguir sem recaída de nada nos próximos dias.

Olá, Amiga Paula!

O Padre Paulo Ricardo diz num vídeo sobre estes temas que "Nunca é tarde para parar" e isso é verdade mas todo o estímulo com que nós tenhamos contacto põe-nos, de certo modo, à beira do abismo da queda e daí que é importante tentar evitar qualquer gatilho, seja ele algo consciente ou algo que nos aparece de repente, sem querermos. Eu tenho tido dificuldade nessa luta e esse é muitas vezes o ponto fundamental para vencer mais um dia e mais um dia. Devemos evitar muito uso de internet, no geral, redes sociais, evitar programas de tv ou mesmo na rua, certos gatilhos como certas publicidades, olhares para algumas pessoas menos bem vestidas. Isto pode parecer muito radical mas a verdade é que ajuda muito. Aqui a questão não é de ficar aflito por ter visto algo sem querer, porque na rua tudo aparece, por exemplo, e é difícil não ver mas a questão é mais o tempo pois a partir do momento em que há um consentimento no olhar parece que uma barreira interna é quebrada e daí a outros gatilhos é um passo.

Por isso é bom evitar ao máximo, mas se a queda acontecer é retomar e tentar analisar o que se pode melhorar. Smile

Abraço e vai em frente!

_______________________________________


---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh

Paula gosta desta mensagem

avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

27/8/2021, 09:36
Obrigada pelas dicas e incentivo. É verdade, preciso reduzir o uso de Internet pois quanto mais ociosa eu fico, mas besteira eu procuro.
Tô há 3 dias sem nenhuma recaída depois de uma semana de tantos deslizes. Lutar e nunca desistir.

VanGogh gosta desta mensagem

avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

5/9/2021, 21:30
Olá pessoal, 12 dias sem PMO. Tá sendo fac pq teoricamente a libido tá baixa. Meu medo é quando ela sabe pois perco totalmente o controle...

VanGogh gosta desta mensagem

VanGogh
VanGogh
Mensagens : 199
Data de inscrição : 25/05/2020

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

13/9/2021, 20:38
Olá, Paula!

Espero que esteja tudo bem contigo e que esses 12 dias da tua última mensagem já tenham somado mais uns quantos! A verdade é que a verdadeira luta é feita na verdadeira dificuldade, por isso, nos momentos de menor batalha ou de facilidade é bom sabermos meditar e preparamo-nos para os embates mais fortes. E, como fazer isso? Criar bons hábitos, aproveitando o nosso "desfoque" da tentação para PMO, organizar horários, criar novas amizades ou investir em estudos ou vida profissional. Smile Um dia, mais cedo ou mais tarde, a tentação vem forte e nessa altura estes exemplos que dei funcionam como recursos a usar. Basicamente é como se fosses pescadora e tivesses que ir para o mar. Durante o bom tempo em alto mar é fácil e os dias passam-se bem e nesses períodos há que fazer render o bom tempo e trabalhar não só para aproveitar o dia do melhor modo mas preparar o máximo de coisas para os dias de tempestade. Nessas ocasiões é bom termos boas bases que nos auxiliem, que nos permitam agarrarmo-nos diante do vento forte e das ondas. Se algum dia caímos temos que ter, igualmente, um bom bote salva-vidas para regressarmos a este navio para continuar a luta. Um dia, com esforço, chegaremos à terra tão desejada e libertadora. Smile
Bom reboot e firmeza!

_______________________________________


---------------->     Diário de VanGogh     <----------------


Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco.
Se perdeu a honra, perdeu muito.
Se perdeu a coragem, perdeu tudo.
Vincent Van Gogh
avatar
TheTrooper
Mensagens : 27
Data de inscrição : 24/12/2020

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

14/9/2021, 21:17
Olá Paula, li seu relato.

Primeiro, saiba que não está sozinha nessa luta. Estamos todos juntos.

Eu estou hoje no meu 10º dia sem PMO, após diversas recaídas. É um vício desgraçado, quando recaímos nos sentimos mal mesmo. E assim como você disse, quando a libido aumenta e os pensamentos de P vem à mente, fica muito complicado.

Leia meu diário e dos outros colegas - principalmente nos dias mais difíceis. Sabermos que não somos os únicos que sofremos com o vício nos dá forças para continuar. Muitas vezes nos identificamos com outras histórias, vemos que as dificuldades são as mesmas por que passamos. E o melhor é saber que muitos conseguiram se livrar do vício. Nós também vamos conseguir.

Recomendo que você não abandone a terapia com um profissional qualificado, pois o abuso que você sofreu na infância deve ser trabalhado, não importa quanto tempo for necessário.

O que muito tem me ajudado no atual período de NOFAP é a prática de exercícios físicos intensos, buscando por outras fontes de dopamina para o cérebro viciado, e canalizando a energia acumulada no nosso corpo para algo benéfico a nós mesmos. Procure fazer o mesmo, evite ficar ociosa e com a cabeça vazia ao máximo. Elimine os gatilhos que te levam à PMO.

Vamos juntos nessa!

Unknown Guy e Paula gostam desta mensagem

avatar
Paula
Mensagens : 29
Data de inscrição : 23/07/2021

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

18/9/2021, 10:23
Sumida por motivos de: nao estava conseguindo fazer login.
Entao, continuo livre de recaidas, meu problema é quando bate o desejo e eu nao tenho controle do mesmo. Quando está assim ta bom. Ruim é com desejo. Essa semana conversei com a psiquiatra sobre compulsões e essa foi uma das que citei. Ela inclusive fez ajuste nas medicações.
Quanto ao exercício físico é algo que estou tentando incluir em minha rotina, venho ensaiando, ensaiando e nada...

Unknown Guy gosta desta mensagem

Unknown Guy
Unknown Guy
Mensagens : 147
Data de inscrição : 23/05/2021
Idade : 22
Localização : Araras, São Paulo.

Diário da Paula - Página 2 Empty Re: Diário da Paula

19/9/2021, 10:11
Olá Paula, Como vai indo? Parabéns pela sua força de vontade em permanecer na luta. Tente investir nas atividades extranet, caminhada, exercícios, socialização, meditação, todas essas atividades podem ser, com o tempo, substitutos para o vício.

Torço para que chegue muito mais longe, abraços.

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t11904-diario-de-guerra-do-unknown-guy
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ir para o topo
Permissão neste fórum:
Você não pode responder aos tópicos