Ir para baixo
Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

9/8/2021, 23:37
Bom galera, primeiramente, saudações a todos os guerreiros e guerreiras que assim como eu estão aqui pelo fato de querer ser alguém melhor, livre do vício, que ao meu ver, pode vir a se tornar um dos piores problemas de transtornos psicológicos nas próximas gerações. Digo isso, pois hoje está tão banalizado, que simplesmente entrar em alguma rede social para postar um simples "story" do seu dia a dia se torna algo arriscado, para nós que se encontramos viciados com a pornografia.
Feito essa breve introdução vou iniciar meu diário, é triste dizer, mas acabo de recair. Estava, sei lá quantos dias sem PMO, acho que desde o final de abril desse ano, início de maio. Esse sentimento de culpa, vai te consumindo, é ruim demais, dá vontade de chorar, fica tudo cinza e sem graça.
Como prometido por mim à mim mesmo, será necessário criar um diário para retribuir, de alguma forma, toda ajuda que eu já busquei lendo relatos de outras pessoas em diversos sites desse tipo.  E claro, encontrar mais forças e sustentação para não recair novamente.

Acredito que, assim como eu, você que está lendo essas palavras agora, já deve ter passado por vários outros diários e visto a luta e o sofrimento de diversas outras pessoas que estão afundados na pornografia. Assim como muitos comecei com a pornografia ainda na adolescência, por volta dos 14, 15 anos, hoje estou com 30. Bom devo ressaltar que nesses 2 últimos anos, a minha luta ficou mais intensa, já deve ter uns 8 ou 7 anos que identifiquei que a pornografia era um vício pra mim, pois não é normal passar horas e horas procurando vídeos, imagens, sempre rolando a barra para baixo a procura daquela imagem que traria um ângulo perfeito para o clímax, e logo depois, vem o que muitos aqui devem ter experimentado, a sensação de culpa, de fundo do poço, de se sentir um nada, principalmente quando você se encontra em um relacionamento com outra pessoa. Já disse há uns meses atrás a minha namorada, (estou com ela há 4 anos) que fui viciado em pornografia e estou em processo de cura desse vício, foi justamente no dia de uma recaída. Ela me olhou e disse que eu podia contar com ela pra vencer isso, ela é maravilhosa, super compreensiva, e nós dois damos muito bem um com o outro. Mas mesmo assim essa desgraça de vício insisti em vir a tona. Eu prometi a ela que não faria mais isso, e aqui estou novamente arrasado pela recaída de hoje de manhã. Moramos juntos, então somo praticamente casados. a nossa vida sexual vai de vento em popa, ainda bem. Porém, é só eu entrar em alguma rede social, e rolar vídeos, e começam a pipocar vídeos de meninas dançando e aí já era, acende um alerta e eu saio fora. Porém hoje eu levantei extremamente estressado do final de semana, recebi uma notícia ontem que me abalou, enchi a cara na cerveja ontem, (e já identifiquei isso, quando acordo de ressaca me bate um ciclo vicioso de ir querer ver vídeos na redes sociais em busca de conteúdo sensualizado) Não busquei por site de pornografia explícita, porém o vício tem umas artimanhas, ele fica querendo alguma brecha para as barreiras que vc coloca, tipo ficar vendo conteúdo sensualizado nas redes sociais, pode ser um gatilho sem volta para quebrar o seu ciclo de luta diária. Meu conselho para todos é que não TENTE DE FORMA ALGUMA SE TENTAR! Você será vencido, leia, busque informações, sobre como o vício age no seu cérebro. De como ele dessensibiliza suas vias neurais, de como a descarga de dopamina te deixa escravo desse conteúdo. Então em como muitos relatos, o meu é mais um, apenas força de vontade não é o suficiente. Busque conhecimento, aprenda com os seus erros, e os erros dos outros. Cara eu sei que é difícil pra bosta escapar disso, estou aqui agora nesse momento, após uma recaída, tentando buscar forças para encarar essa merda de frente, de uma vez por todas, para não recair nunca mais. Buscando forças para sair do quarto e ir buscar minha namorada no serviço, e olhar ela de frente, e enxerga que ela é tudo que eu preciso para satisfazer meu instinto reprodutivo, sexual. De amor nem se fala neh galera, ninguém busca na pornografia experiências do amor. Apenas uma merda instintiva, e para o viciado, picos de dopamina.

Nesse segundo parágrafo vou relatar meu processo de vivência com o TOC de orientação sexual,  o HOCD. Bom, não preciso dizer como esse TOC se manifesta, pois o sofredor dele sabe muito bem a agonia e desespero que é ter sua orientação sexual confrontada por nada mais nada menos que sua própria mente. É uma desgraça! A questão que se coloca nisso, é que você tem certeza absoluta que é hetero, na verdade isso nunca foi um dúvida a vida inteira, e de momento pro outro, num "gatilho" um pensamento intrusivo, pá, vira uma chave na sua mente e passa a te torturar dia e noite. Acontece que chega um certo momento que vc até pensa a aachar que é, porém é só o toc tentando de enlouquecer. Seus cinco sentidos são todos voltados para a sua orientação sexual, o gosto, o cheiro, o toque, a voz, e as formas, tudo isso vc é atraído, no caso do heterosexual, pelo seu oposto, a voz feminina, o gosto do corpo, o cheiro do cabelo, do corpo, das partes íntimas, a silhueta das curvas femininas, e o toque delicado das mãos, enfim, acho  que deu pra entender. Porém, quem ta sofrendo disso, tem aquela maldita voz na cabeça, muito semelhante ao do smegle (não sei se assim que escreve) do sr. dos aneis. Uma verdadeira tortura. Como eu sei que muitos estão sofrendo por isso, e muitos vão vir aqui executar um processo da compulsão desse TOC, que assim como os TOC de outros temas, passa pela verificação, vou deixar algumas dicas que estão dando certo comigo, e que por tudo que seja mais sagrado, belo e divino não se perca com essa recaída de hoje. O HOCD nada mais é que verificar a todo o custo se você é ou não homossexual, o sofredor desse toc, pode despertar pico de ansiedade apenas de ler ou ouvir a palavra GAY. (estou superando essa faze).  Bom, vou relatar aqui como começou isso comigo.

Eu vinha de uns meses me sentindo muito mal, desânimo, baixo autoestima, me comparando com os ex transas da minha namorada. Não sei por que a caímos nesses assuntos no início dos nossos relacionamentos. Fato é que tinha um cara em questão que me incomodava muito de minha namorada ter se apaixonado por ele em sua adolescência e ter perdido a virgindade com ele. (Loucura isso cara, eu nem existia na vida dela ainda). O incômodo todo era por que o cara era bonito,  a gnt foi pra um carnaval em 2020 antes de iniciar a pandemia no litoral do sul da bahia, e não é que a gnt esbarra com esse cara lá no carnaval. Aquilo me incomodou e ficou na minha cabeça, eu fiquei enchendo o saco dela querendo saber mais e mais coisas, mexi nas coisas dela, nos e-mails antigos dela . E daí amigo foi só merda, achei muita coisa que eu não gostei, mas eram e-mails de bem antes de a gnt se conhecer (que loucura que eu tava cara). Depois disso toda vez que eu a encontrava ficava com as coias que li na cabeça mano, minha autoestima foi pra baixo, eu comecei ater picos de ansiedade e ficar me comparando mentalmente com todos os caras que ela já tinha  ficado. 2 semanas depois desse episódio eu estava neurótico, e junto com isso o vício em pornografia e escalada de conteúdo que alguns devem saber. Bom, por sorte minha, nunca fui pra conteúdo extremo, igual já vi em vários relatos de outros guerreiros aqui. Sempre fiquei na pornografia hetero, e alguns anos no hentai futanari, mas já tinha parado com esse último conteúdo, e estava ultimamente vendo apenas meninas nas redes sociais, ou conteúdo amador (é uma desgraça esse vicio).

Bom agora vai entrar propriamente no dia que deu o gatilho para HOCD, o mais estranho desse TOC, é que  em vários relatos que eu vi ele começa quase sempre de um gatilho, e no meu caso não foi diferente.
Eu estava pegando uma carona para ir para cidade da minha namorada, e ao meu lado sentou um rapaz, ( eu já estava neurado há semanas, talvez há meses, pela culpa do consumo de pornografia e invasão da privacidade da minha mulher) lembro que foi em março de 2020 essa carona, bem no início da pandemia, na carona fiquei incomodado com o cara do meu lado, como estávamos de três pessoas no banco de trás, naturalmente estávamos apertado, daí surgiu um pensamento intrusivo de eu estar achando o cara do meu lado bonito, aquela parada ficou martelando minha cabeça durante toda a viagem. Quando dei por mim veio a pergunta ''será se estou virando gay?" é pessoal daí só foi ladeira a baixo, por uns longos meses.
Acordava no meio da madrugada para ir mijar fazendo rituais compulsivos mentais, vasculhando toda a minha memória desde criança até o presente momento para achar algum indícios de alguma coisa que respondesse essa pergunta. Até a ficha cair que é um transtorno obsessivo compulsivo, vc já adentrou muito dentro do paradoxo desse distúrbio, vc começa a vasculhar conteúdos na internet para verificar, a olhar para os homens na rua para verificar se vai sentir algum indícios de atração, e o pior de tudo é que quando a pessoa que vc tenta verificar, de alguma forma possa parecer atraente, apenas por ser boa pinta,vc entra numa espiral de pensamentos intrusivos que desencadeia uma ansiedade sinistra.

Esse transtorno foi um inferno na minha vida durante todo o ano de 2020, após o dia que eu citei acima, para vc ter uma ideia de tão idiota as ideias que esse TOC pode desencadear, que vc passa a evitar contato visual com as pessoas do mesmo sexo por medo do que sua cabeça vai te falar, já cheguei a ter essa paranoia até ao ver meu cunhado, irmão da minha namorada, e até com o meu melhor amigo quando a gnt saiu pra dar uns rolê de motoca. Pensa comigo, meu melhor amigo, desde adolescência, já curtimos para caraleo, drogas, raves, viagens, bons e maus momentos. É muita loucura o que esse distúrbio faz com sua mente. Infelizmente, ainda não estou curado totalmente dele, como eu disse, quem sofre disso, ou já sofreu sabe do que eu to falando. Porém estou indiscutivelmente muiiiiiiiito melhor, mais confiante e sabendo lidar com a ansiedade e com os pensamentos intrusivos, o HOCD já está bem controlado, porém a meta é a cura.

Para começar acredito que já esteja bom. Eu vou atualizando meu diário, semanalmente, caso alguém queira se manifestar fique à vontade. Não to aqui procurando respostas, muito menos tentar verificar de alguma forma ( o que por sinal é combustível desse e dos TOCs em geral). Estou aqui pra trocar experiências, ajudar, principalmente ajudar as outras pessoas que estão passando por isso. Pra vencer tanto esse TOC, quanto esse vício em pornografia. Fortalecer bases neurais alicerçadas em ajuda mútua é essencial. Ajudar as pessoas te traz sensação de utilidade para vida. Então gostaria de agradecer o espaço ao site e dizer que agora é um novo começo, um novo reboot, quero daqui a uns anos olhar esse diário e perceber que essa faze foi apenas mais uma da pedras no caminho que vem pra fortalecer nossas estruturas.

Bom galera, esse é só o início de uma nova jornada, força para nós, paz e bem a todos(as).

ps: caso alguém se interesse tenho um canal de um psicólogo, que ao meu ver é dos melhores especialistas em tratamentos de transtornos obsessivos, e ele aborda com um foco mais voltado o tema do HOCD, assim como muitos, ele tbm sofreu alguns anos desse toc, se curou, estudou a fundo o tema e hoje desenvolve uma metodologia própria para ajudar as pessoas que estão sofrendo disso.

euvouvencer, Guerreiro x, JovemRenascido, Fseler, Charles William, Usuário, Servo Cristão e Komatsu gostam desta mensagem

Vimes
Vimes
Mensagens : 840
Data de inscrição : 28/12/2016
Idade : 44
Localização : São Paulo

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

11/8/2021, 08:18
Fala mano, bem vindo! A luta contra esse vício é complicada, mas é uma luta que pode ser vencida.

A primeira coisa que você tem que buscar é entender o que não tá funcionando na tua vida. E não tô falando apenas da parte sexual, mas da tua vida como um todo. Algo como procurar atividades e ocupações, eliminar tempo livre e tedioso, eliminar relacionamentos tóxicos, mudar formas de lidar com os problemas (por exemplo, se beber pode te levar a uma recaída no dia seguinte, evitar resolver os problemas com a bebida é parte integrante da sua luta contra a PMO), em síntese, descobrir como viver melhor a sua vida.

Você tem um ótimo relacionamento, e isso é uma ajuda monstruosa. Viver o teu relacionamento da forma mais intensa possível, curtir ao máximo a sua namorada com certeza vai te ajudar a ficar longe do vício.

De resto o lance é força e foco, mantenha em mente o que você quer e, especialmente, o que você não quer pra sua vida.

_______________________________________
Know, of course, your enemy. But in knowing him do not forget above all to know yourself. The commander who embraces this totality of battle shall win, even with the inferior force.

Diário:
https://www.comoparar.com/t4912-diario-de-vimes

História de Sucesso:
https://www.comoparar.com/t12042-mas-afinal-quem-e-vimes

Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

11/8/2021, 10:25
Vimes escreveu:Fala mano, bem vindo! A luta contra esse vício é complicada, mas é uma luta que pode ser vencida.

A primeira coisa que você tem que buscar é entender o que não tá funcionando na tua vida. E não tô falando apenas da parte sexual, mas da tua vida como um todo. Algo como procurar atividades e ocupações, eliminar tempo livre e tedioso, eliminar relacionamentos tóxicos, mudar formas de lidar com os problemas (por exemplo, se beber pode te levar a uma recaída no dia seguinte, evitar resolver os problemas com a bebida é parte integrante da sua luta contra a PMO), em síntese, descobrir como viver melhor a sua vida.

Você tem um ótimo relacionamento, e isso é uma ajuda monstruosa. Viver o teu relacionamento da forma mais intensa possível, curtir ao máximo a sua namorada com certeza vai te ajudar a ficar longe do vício.

De resto o lance é força e foco, mantenha em mente o que você quer e, especialmente, o que você não quer pra sua vida.


Fala mano Vimes, tamo aqui na batalha, parabéns pelos números do seu contador. Não que eu me apegue a números, porém para nós que ta na luta constante contra esse vício, acredito que isso seja  extremamente importante, parabéns mesmo mano. Bom, obrigado pelo comentário. Sim sim, já estou percebendo algumas coisas que podem me levar a recaídas. Principalmente entrar nas redes sociais e ficar navegando a esmo. No mais ainda sigo firme. Recebi uma notícia boa hoje, minha matrícula na universidade pública aqui da minha cidade foi deferida. Então acredito que ficarei bastante ocupado com trabalho, faculdade e ainda a partir de hoje eu vou descolar um tempinho pela manhã para me manter em forma, fazer uns exercícios e tal. A luta contra o TOC  HOCD é constante também. Sigo mantendo a metodologia de fluidez e exposição, a parada complicada é diminuir os rituais mentais de verificação e os pensamentos intrusivos.

Aproveitando que eu entrei aqui para lhe responder, vou deixar uma recomendação aos os colegas que por ventura vierem dar uma olhada nesse diário em busca de ajuda ou mesmo em busca de compartilhar experiências, o espaço é aberto a todos!  

Procure no youtube pelo canal > Família Evolutiva, do psicólogo Rafael Rosas, como eu disse anteriormente, ele sofreu desse TOC por anos, se formou e hoje ajuda as pessoas a superar esse drama.

Um conselho que eu posso dá é o seguinte, se informe sobre esse toc, caso vc esteja sofrendo com ele, elimine o medo, mas não deixe que ficar vendo conteúdos sobre HOCD seja um ritual de verificação para diminuição da ansiedade, isso só vai alimentar mais o TOC. Bom já me alonguei demais por aqui Smile)
Vou ir malhar galera, força, foco e muita fé, a caminhada é longa, hoje são apenas 48 hs livre da pornografia. Como eu disse antes, vou atualizando aqui constantemente. Abraços.

euvouvencer gosta desta mensagem

avatar
Raposao
Mensagens : 232
Data de inscrição : 26/01/2020

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Big winner

11/8/2021, 11:02
Pavãozinho né!
Olha irmão,a coisa é assim mesmo,todos nós que sofremos desse mau,temos essas recaídas alguns mais outros menos,eu por exemplo já perdi as contas de quantas recaídas já tive.
Pelo que li nesse seu depoimento, vc é um cara privilegiado pois acredito ter uma mina que gosta de vc e vice-versa,então vc conseguiu ficar um bom tempo sem esse vício maldito então acredito que seja fácil pra vc se reerguer novamente e prosperar bastante nessa empreitada,então o que tenho pra dizer para vc é ué continue tentando pois uma hora vamos vencer sim esse vício,e olha eu já recai uma par de vezes,e nem por isso irei desistir,pelo contrário são relatos como esses que me impulsiona a tentar mais uma vez.
Então agora comecei novamente,me dei de presente de dia dos pais,UM NOVO REBOOT,creio que agora irei conseguir pois já chega de sofrer por um coisa que ao mesmo tempo parece ser insignificante se torna uma coisa que no meu caso me comeu bem uns 25 anos de vida propriamente dita mais saudável,e principalmente com conquistas deixadas pra trás.Mas agora vou parar de remoer o passado e FOCAR mais o futuro que provavelmente vai ser muito diferente EU CREIO COM CERTEZA.

Vitoriosa e Pavaozinho gostam desta mensagem

SlaMan
SlaMan
Mensagens : 216
Data de inscrição : 16/04/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

12/8/2021, 01:11
Complicado Man, hoje acabei recaindo e acabei depois da recaída vendo um vídeo da mulher fazendo um oral no ator, e isso me deu uma sensação de que eu estava no lugar dela e o pênis do ator estava na minha boca e eu estava gostando de chupar o pênis dele, isso é uma das piores coisas que já senti, não desejo a ninguém, isso chega a me fazer questionar se realmente sou hetero... Minha situação está complicada, não sinto mais vontade de viver, não quero viver assim, com essas sensações, só queria ser a pessoa que eu era a dois anos trás, normal sem ter essa merda na minha vida... Eu não sei mais o que fazer, pois n é só com O que vem os gatilhos para essa sensação na boca, qualquer coisa que alguma pessoa coloque na boca, ou algo que tenha um formato de pênis já me vem essa sensação, uma coisa que minha família adora comer, o famoso "enroladinho" tem esse formato, quando vou comer, já me ataca logo essas sensações... É horrível, se tiver alguma sugestão, pois eu estou sem chão.

_______________________________________

Fseler gosta desta mensagem

Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

13/8/2021, 01:22
Raposao escreveu:Pavãozinho né!
   Olha irmão,a coisa é assim mesmo,todos nós que sofremos desse mau,temos essas recaídas alguns mais outros menos,eu por exemplo já perdi as contas de quantas recaídas já tive.
    Pelo que li nesse seu depoimento, vc é um cara privilegiado pois acredito ter uma mina que gosta de vc e vice-versa,então vc conseguiu ficar um bom tempo sem esse vício maldito então acredito que seja fácil pra vc se reerguer novamente e prosperar bastante nessa empreitada,então o que tenho pra dizer para vc é ué continue tentando pois uma hora vamos vencer sim esse vício,e olha eu já recai uma par de vezes,e nem por isso irei desistir,pelo contrário são relatos como esses que me impulsiona a tentar mais uma vez.
     Então agora comecei novamente,me dei de presente de dia dos pais,UM NOVO REBOOT,creio que agora irei conseguir pois já chega de sofrer por um coisa que ao mesmo tempo parece ser insignificante se torna uma coisa que no meu caso me comeu bem uns 25 anos de vida propriamente dita mais saudável,e principalmente com conquistas deixadas pra trás.Mas agora vou parar de remoer o passado e FOCAR mais o futuro que provavelmente vai ser muito diferente EU CREIO COM CERTEZA.

Fala raposão, é, pavãozinho mano, foi um apelido que um brother do trampo pos em mim, quando eu ainda era bem mais muleke, uns 18 anos para ser mais exato, aí o brother era bem mais velho, apelido dele era bafo, pq ele parecia o bafo do pateta e max, e ia trampar chapado de vez em quando kkkkkkk, foi meu padrinho no meu primeiro trampo, fique lá alguns bons anos viu. Mas enfim, isso mano faça isso, lhe dê um presente sim cara. A gnt precisa ser mais tranquilo em relação as nossas recaídas, eu falo assim, não ser um desleixado, eu digo tranquilo no sentido de se perdoar,entender as estruturas desse vício, pois assim como outros ele tem um mecanismo neurólogico. E também mano, se reconectar de alguma forma com o sopro divino, independente de religião ou credo, no estou tocando nesse mérito. Eu particularmente, fico arrasado em recaídas, muito arrasdo, vou no meu limite de cobrança comigo mesmo, de chegar a chorar. E como já dizia aquela música do frejat neh, "homem não chora nem por dor, nem por amor", tipo uma ironia mesmo neh!!! Mas é isso aí amigo, vamo nessa. E uma coisa eu te digo mano, positividade, pensar positivo sempre vei, sempre!!! "Até no lixão nasce flor, racionais mcs, outro som maravilhoso.

Mas então mano, sim, realmente tenho que agradecer demais aos céus por ter uma mulher compreensível assim do meu lado. E me sinto privilegiado, por isso agir de forma à continuar nesse vício não faria sentido, na verdade, em nenhum momento faz sentido neh mano. Se a gnt for pensar pela lógica da parada, trocar sexo real, por uma parada ilusória, pixels! O foda é que o cérebro, sei lá, se acostuma. Qndo vc vê, ele nem ta sabendo a diferença mais. Aí amigo, é ladeira abaixo. DE, EP (pra quem não sabe galera essas siglas dizem respeito há alguns dos malefícios causados pleo vício em pornografia, apenas alguns de inúmeros).

Então galera, vou procurar atualizar sempre que der esse espaço aqui, eu nunca tinha tentado essa ideia de criar uma espécie de diário num espaço assim. E olha que já visito há anos esse fórum e um outro, norte americano, talvez vcs conheçam, nãos estou fazendo rpopaganda aqui de forma alguma (aos moderadores) rsrs Smile apenas tentando disseminar ideias que, acredito que serão positivas para esse processo de cura. Tô aqui viajando em um som maneiro, de uns muleke bom demais, colegas meus, que tão fazendo um trampo musical autoral muitoo bom mesmo. Show, pra finalizar, seguimos firmes, 4 dias e bora pra frente!! Mals aí os erros de português, mas, pra mim aqui é um ambiente altamente informal, e democrático..

ps: as recaídas, uma vez eu vi em um fórum, não sei se foi aqui, mas enfim, um cara lá disse:
- Não se cobre a um ponto extremo, mas tome cuidado com uma coisa nas recaídas, em não torna-las corriqueiras demais... algo desse tipo, pelo menos que eu entendi.
foco, força e fé pra nós!

Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

13/8/2021, 01:45
SlaMan escreveu:Complicado Man, hoje acabei recaindo e acabei depois da recaída vendo um vídeo da mulher fazendo um oral no ator, e isso me deu uma sensação de que eu estava no lugar dela e o pênis do ator estava na minha boca e eu estava gostando de chupar o pênis dele, isso é uma das piores coisas que já senti, não desejo a ninguém, isso chega a me fazer questionar se realmente sou hetero... Minha situação está complicada, não sinto mais vontade de viver, não quero viver assim, com essas sensações, só queria ser a pessoa que eu era a dois anos trás, normal sem ter essa merda na minha vida... Eu não sei mais o que fazer, pois n é só com O que vem os gatilhos para essa sensação na boca, qualquer coisa que alguma pessoa coloque na boca, ou algo que tenha um formato de pênis já me vem essa sensação, uma coisa que minha família adora comer, o famoso "enroladinho" tem esse formato, quando vou comer, já me ataca logo essas sensações... É horrível, se tiver alguma sugestão, pois eu estou sem chão.

Mano, slaman, seguinte, vc tem que manter a calma, pelo seu relato, ce tbm ta sofrendo com a desgraça do HOCD, (não consigo dar outro adjetivo para esse distúrbio), o que eu quero dizer, é que é foda. E deixa eu te falar, eu já tive isso mano, e foi pior que o seu, pq era o meu pênis real com a minha mina. EU fui ralar o dia inteiro com isso na cabeça, fodaaa, o dia inteiro vc brigando com o seu pensamento, o pensamento intrusivo o dia todo, falando que era vc que queria ta chupando aquele pênis ( kkkkk mano, olha a loucura, o meu próprio pênis) enfim cara. Sabe o que eu faço quando isso rolou (hoje já não me afeta mais essa paranóia específica, de formas cilindricas, que lembrem o nosso orgão genital), a dicda que eu posso te dar, é relaxar. Não tentar conflitar esse pensamento intrusivo. No fundo a gnt sabe quem a gnt é. Então assim, distraia, rolou essa paranóia. Sabe o que eu falo pra mim mesmo? É só mais, entao bora que já já passa, e se vier outra, a gnt passa de novo até ficar de boa, menos ansioso, respirar bem. Com o tempo elas diminuem. COmo eu disse no meu primeiro post aqui, há alguns poucos dias ainda, ainda tenho o hocd, mas ta bem controlado, mas o objetivo é a cura.  Fraga o meu primeiro post lá, eu deixei o canal do youtube de um psicólogo maneiro que vai, talvez, ser interessante pra tu fragar mano, chama família evolutiva - Rafael Rosas, já passou por esse toc tbm.

E uma dica importante que eu posso te passar nos termos práticos, é tentar socializar-se de alguma forma, foda que nessa pandemia fica um pouco mais limitado, porém, mesmo assim ainda dá. Se trancar em casa com medo vai ser pior, vai lhe dar brechas pra ir pra pornografia.  E segue firme brother a caminhada é longa!
SlaMan
SlaMan
Mensagens : 216
Data de inscrição : 16/04/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

13/8/2021, 19:54
Pavaozinho escreveu:
SlaMan escreveu:Complicado Man, hoje acabei recaindo e acabei depois da recaída vendo um vídeo da mulher fazendo um oral no ator, e isso me deu uma sensação de que eu estava no lugar dela e o pênis do ator estava na minha boca e eu estava gostando de chupar o pênis dele, isso é uma das piores coisas que já senti, não desejo a ninguém, isso chega a me fazer questionar se realmente sou hetero... Minha situação está complicada, não sinto mais vontade de viver, não quero viver assim, com essas sensações, só queria ser a pessoa que eu era a dois anos trás, normal sem ter essa merda na minha vida... Eu não sei mais o que fazer, pois n é só com O que vem os gatilhos para essa sensação na boca, qualquer coisa que alguma pessoa coloque na boca, ou algo que tenha um formato de pênis já me vem essa sensação, uma coisa que minha família adora comer, o famoso "enroladinho" tem esse formato, quando vou comer, já me ataca logo essas sensações... É horrível, se tiver alguma sugestão, pois eu estou sem chão.

Mano, slaman, seguinte, vc tem que manter a calma, pelo seu relato, ce tbm ta sofrendo com a desgraça do HOCD, (não consigo dar outro adjetivo para esse distúrbio), o que eu quero dizer, é que é foda. E deixa eu te falar, eu já tive isso mano, e foi pior que o seu, pq era o meu pênis real com a minha mina. EU fui ralar o dia inteiro com isso na cabeça, fodaaa, o dia inteiro vc brigando com o seu pensamento, o pensamento intrusivo o dia todo, falando que era vc que queria ta chupando aquele pênis ( kkkkk mano, olha a loucura, o meu próprio pênis) enfim cara. Sabe o que eu faço quando isso rolou (hoje já não me afeta mais essa paranóia específica, de formas cilindricas, que lembrem o nosso orgão genital), a dicda que eu posso te dar, é relaxar. Não tentar conflitar esse pensamento intrusivo. No fundo a gnt sabe quem a gnt é. Então assim, distraia, rolou essa paranóia. Sabe o que eu falo pra mim mesmo? É só mais, entao bora que já já passa, e se vier outra, a gnt passa de novo até ficar de boa, menos ansioso, respirar bem. Com o tempo elas diminuem. COmo eu disse no meu primeiro post aqui, há alguns poucos dias ainda, ainda tenho o hocd, mas ta bem controlado, mas o objetivo é a cura.  Fraga o meu primeiro post lá, eu deixei o canal do youtube de um psicólogo maneiro que vai, talvez, ser interessante pra tu fragar mano, chama família evolutiva - Rafael Rosas, já passou por esse toc tbm.

E uma dica importante que eu posso te passar nos termos práticos, é tentar socializar-se de alguma forma, foda que nessa pandemia fica um pouco mais limitado, porém, mesmo assim ainda dá. Se trancar em casa com medo vai ser pior, vai lhe dar brechas pra ir pra pornografia.  E segue firme brother a caminhada é longa!

Vou aderir suas dicas, pq ta complicado mesmo, em questão do Rafael, já havia conhecido o canal dele já, olhei alguns vídeos, to marcando uns role com uns amigo meu, pra dar uma saída, provavelmente o HOCD vai atacar... Outra coisa, agora apouco estava vendo um vídeo de bgl aleatório e ai apareceu uma mina sentada numa boia na piscina, tipo sentada com uma perna pra cada lado, era como se fosse aquelas boias macarrão so que mais grossa, e parecia que eu estava sentindo como se eu estivesse sentado daquele jeito, e estivesse sentindo a sensação no meio das pernas... Não sei se é meu cérebro, mas acho que isso não tem nada haver com ser gay ou não, pois as nossas virilhas são áreas erógenas certo... Mas isso me deixa encucado mesmo assim, pq parece que eu quero ficar sentado assim, e ai meu cérebro já associa se eu estivesse sentado assim no colo de alguém, é uma confusão, só queria acabar com isso, vou tentar ignorar como você falou, a respeito de diminuir, noto que antigamente no começo, há uns 10 meses atrás eu ficava muito depressivo, agora só da uma ansiedade baixa e algumas outras coisas, parece que estou ligando menos, mesmo ficando meio abalado e ansioso.

_______________________________________
avatar
Isaac0
Mensagens : 1
Data de inscrição : 16/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

16/8/2021, 10:51
Mano eu tem HOCD MAIS Ô MEU E MUITO mais não deixa de controlar eu ainda tenho mais eu controlo antes eu ficava muito nervoso mais eu parei de pensar nisso aí aliviou muito eu tenho ainda mais eu sinto que eu estou me curando força pra quem tá tbm .obs vc que estiver sofrendo e só sua mente vc não é gay
Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

19/8/2021, 11:52
Só passando para atualizar mesmo, estou um pouco sem tempo (ainda bem) muita semente boa sendo plantada nesse momento, espero colher bons frutos no futuro.
Entrando também para afastar a navegação a esmo na internet para longe. Acordei pela manhã com a garganta um pouco arranhando e tossindo, (espero muito que não seja coronavírus) daí fiquei navegando na net, quase quase fui atrás de conteúdo erótico, tipo ir nos vídeo do instagram ver meninas dançando semi-nuas, o cérebro viciado busca alternativas atrás das doses de dopamina, a ansiedade sobe nas alturas antes de acessar o conteúdo. Fui mais forte dessa vez, mantive a calma, e falei a mim mesmo: Qual o sentido dessa navegação aqui, está atrás de qual conteúdo? Acadêmico ?! Distração com vídeos engraçados ?! Aprender a fazer alguma comida nova ?! Não neh! Está querendo ver minas de biquini rebolando. Saia logo, antes que seja tarde. Consegui sair, levantei da cama, preparei meu café, respondi meus e-mails e daqui a pouco tô indo pro trampo.

Em relação ao HOCD, o tempo é o senhor da razão! Aos companheiros sofrendo com tamanha desgraça, mantenha a calma, meditação, fé, e distraia com conteúdos bons.

É isso aí moçada, a caminhada é longa, seguimos firmes por aqui. 11 dias sem pornografia benefícios são sentindo na libido, porém lidar com a vontade de acessar conteúdo porno me estressa um pouco. Mas vamos firmes.

Aquele abraço.

euvouvencer gosta desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 1074
Data de inscrição : 10/12/2018

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

20/8/2021, 14:42
Oi, Pavaozinho!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!

_______________________________________
Vitoriosa
euvouvencer
euvouvencer
Mensagens : 1492
Data de inscrição : 16/04/2016

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

20/8/2021, 17:49
Pavaozinho escreveu:Só passando para atualizar mesmo, estou um pouco sem tempo (ainda bem) muita semente boa sendo plantada nesse momento, espero colher bons frutos no futuro.
Entrando também para afastar a navegação a esmo na internet para longe. Acordei pela manhã com a garganta um pouco arranhando e tossindo, (espero muito que não seja coronavírus) daí fiquei navegando na net, quase quase fui atrás de conteúdo erótico, tipo ir nos vídeo do instagram ver meninas dançando semi-nuas, o cérebro viciado busca alternativas atrás das doses de dopamina, a ansiedade sobe nas alturas antes de acessar o conteúdo. Fui mais forte dessa vez, mantive a calma, e falei a mim mesmo: Qual o sentido dessa navegação aqui, está atrás de qual conteúdo? Acadêmico ?! Distração com vídeos engraçados ?! Aprender a fazer alguma comida nova ?! Não neh! Está querendo ver minas de biquini rebolando. Saia logo, antes que seja tarde. Consegui sair, levantei da cama, preparei meu café, respondi meus e-mails e daqui a pouco tô indo pro trampo.

Em relação ao HOCD, o tempo é o senhor da razão! Aos companheiros sofrendo com tamanha desgraça, mantenha a calma, meditação, fé, e distraia com conteúdos bons.

É isso aí moçada, a caminhada é longa, seguimos firmes por aqui. 11 dias sem pornografia benefícios são sentindo na libido, porém lidar com a vontade de acessar conteúdo porno me estressa um pouco. Mas vamos firmes.

Aquele abraço.

Parabéns pelos 11 dias Pavaozinho, segura a onda aí irmão. Os 15 dias tá logo ali.

Vá de fé em fé. Cada dia é uma batalha diferente.

Vamos juntos conseguir eliminar esse vício maldito.

Abraço.

_______________________________________
"NÃO POREI COISA MÁ DIANTE DOS MEUS OLHOS". (Salmos 101:3)







Visite meu diário:
https://www.comoparar.com/t11655p225-quero-ser-livre
Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

23/8/2021, 10:56
Fala galera, quando a gnt cria um diário como esse, acredito que a gnt tem que ser honestos. Pois além de ser algo que vai nos ajudar na caminhada, vai ser algo que vai servir de inspiração para as outras pessoas tbm. Por isso honestidade, franqueza e liberdade de colocar as coisas como elas realmente são, tem que ser primordial aqui.
Então, é com imensa tristeza, angústia, raiva de mim mesmo, que eu lamento dizer que recaí ontem. Estava a 13 dias sem acessar conteúdo pornográfico, ou sensual. E na verdade como eu já disse nos relatos acima, para quem está acompanhando, meu cérebro busca conteúdo alternativo, eu diria um soft porn, ou pornô leve. Na verdade a merda do tik tok. Ontem estava tomando uma cervejinha de leve com o tio da minha mulher. Ao chegar em casa após o almoço, minha mulher estava na cama mexendo no celular, deitei ao lado dela, e ficamos conversando, daí ela estava vendo tik tok, e acompanhei com ela (o gatilho veio ao aparecer vídeo de meninas dançando semi nua) bom meus camaradas, fui tentar tomar um banho para relaxar, levei o celular, e acessei o tik tok, daí já era, menos de 4 minutos depois eu já estava em estado de choque. Pois eu recaí vendo esse conteúdo. É impressionante como tudo se desliga. Como as vozes na sua cabeça gritam para vc largar celular, e mais impressionante ainda como o vício te deixa cego e surdo para essas vozes. E quando vc menos percebe, já sucumbiu! Estou arrasado!
Entrei na ducha sem nem saber como sair daquele banheiro. Porém fui homem o suficiente, de sair de lá e dizer pra ela o que eu tinha feito. Ela já sabe a minha luta. E sinceramente,  eu nem sei como sou merecedor de uma mulher tão compreensível. Cara a única coisa que ela medisse foi assim: você sabe que vc não está enganando a mim, você está enganando a si mesmo, se continuar com isso. Eu te desculpo apenas se isso te der forças para não voltar a acontecer.
Maluco, eu fiquei em estado de choque o dia todo, fomos ver um filme, e eu nem conseguia prestar atenção. Apenas as vozes martelando em minha cabeça a merda que eu tinha feito. Fora isso a minha cobrança divina tbm. Sou um cara que tenho atenção com minha espiritualidade. Nada dessas bagulho de religião, doutrinas religiosas e tudo mais. Porém sou muito ligado a força divina que que conspiram a nosso favor quando trabalhamos por merece-la.
Sinceramente, hoje eu to muito desacreditado. Acordei desanimado.
Porém, eu sei que isso é um processo árduo, muito árduo.  Vou ir tomar um banho gelado, a semana ta começando.
Acabei de ver um diário aqui, que me deu novas energias. Eu quero que meu diário seja assim tbm. Fonte de inspiração, vou batalhar para isso. Vou me desculpar, já estou a quase 24 hs me martelando, e vai ser pior insistir nessa culpa e remorso. Meu norte vai ser esse: (Pornografia - Desastre da sua vida/Perder a sua mulher/fazer sexo para sempre com sua saúde mental. Ou, Livre da pornografia - Vida plena, relacionamento fiel, amoroso e recíproco com sua companheira/ Felicidade nas coisas simples/ Sentir a natureza divina que existe em ti).

Em relação ao HOCD, nada de novo, segue estável, um pico ali outro aqui, mas nada comparado ao que era no início de quando ele surgiu. Sinto que em quanto o processo de reboot não se fazer por completo, esse toc tbm não cessará.
E digo mais, não é apenas necessário o reboot, é necessário nunca mais voltar acessar esse tipo de conteúdo. Como muitos, esse vício está com a gnt há anos, desde a puberdade. Muito provavelmente vai ser uma batalha a ser vencida diariamente, até o fim desse ciclo terreno.

Bom, provavelmente, por causa do remorso e culpa, já sinto abstinência, já acordei com vontade de ir ver vídeos no tik tok, instagram, kwaii, essas redes sociais. As vezes a gnt entra pra ver vídeos inocentes, gastar um pouco do ócio, sei lá. Mas, eu sei que se eu fizer isso, vou ir atrás de conteúdo de meninas sumi nuas. Aí já era pae.
Vou colocar em prática o que eu li em outros diários. Vou ir tomar um banho frio, e sair para correr, aproveitar essas manhãs livres para me exercitar enquanto minha aula na faculdade não começa, a tarde até a noite eu to no trabalho, como não trabalho no PC, fica mais fácil não ter recaídas.

Como eu disse há dias atrás. essa faze é que parece que vai ser difícil, ter recaídas e normalizar esse processo. Isso não pode acontecer! Sim, recaídas em mais de 90% das pessoas são normais de acontecer. A constância dessas recaídas é que não pode ser normalizada. Ora, eu escolhi lutar contra isso, e eu entrei nessa luta, pq é vida ou morte. Literalmente falando. Insistir nesse vício, é a falência da vida antes que ela termine de fato.
De modo que eu encaro isso aqui como um processo fundamental da minha cura nesse vício, encaro esse espaço como um verdadeiro diário, então peço desculpas a mim, ao meu eu que, nesse momento, está profundamente decepcionado. Decepcionado pq eu sei da minha força de vontade. Porém desistir jamais!!!

Que, de toda a verdade, não seja mais necessário esse sentimento de incapacidade, de negatividade, de decepção e angústia para enxergar que é preciso abandonar esse vício.

Bom, não queria,  mais vai ser necessário eu ativar um contador de dias aqui, para ajudar nesse processo, e servir de inspiração para a galera.

Força, muito mais foco, e fé para todos. Aquele abraço!
Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

23/8/2021, 11:13
Contador ativo, é isso!
Desejo sorte e força motriz, força de vontade a todos!
Aprender de verdade com os erros, e que os outros aprendam com o nossos.
A caminhada é longa, boa semana a todos.

_______________________________________


Viva, creia, ame e faça!

Fé, tô no jogo maluco, é só o começo!

Meu diário, sinta-se a vontade, caso queira acompanhar minha história de luta contra o vício em PMO -> https://www.comoparar.com/t12081-iniciando-o-diario-da-minha-luta-para-vencer-o-vicio-em-pmo-dicas-para-a-cura-do-hocd
Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

25/8/2021, 11:30
Fala ae guerreiros, passando apenas para deixar uma atualizada aqui.
Seguimos forte, levantei com mais disposição nessa manhã. Me exercitei pesado ontem, porém hoje, por falta de tempo não vai dá. Acabei acordando um pouco tarde, por volta das 09:30, contudo como minha rotina de trabalho me leva a dormir as 1:00 da manhã, necessito dormir no mínimo 7:00 horas diária.
Minha meta é acertar meu relógio biológico para acordar as 08:00 da manhã, vamo seguir forte nesse objetivo. Acredito que vai ser mais produtiva minhas manhãs acordando esse horário.
Sinto uma pequena vontade de acessar conteúdo porno/sensual nas redes sociais, (eu digo nas redes sociais, pq as ultimas recaídas se deu por essa via, os sites pornôs, eu já abandonei há algum tempo, porém a busca por conteúdo virtual foi buscando alternativas. Ao acessar o pornô propriamente dito o sentimento de decepção, angústia, culpa, tristeza me consumia a um ponto extremo. Logo, aos poucos as redes sociais, como instagram e outras de vídeos curtos foram alternativas. A desgraça disso, é que ela é a mesma coisa, Danosa igual ao conteúdo hardcore. Você ta trocando sexo real, experiências reais, por pixels, infinitos pixels, e seu cérebro amigo, não sabe a diferença, ele só quer dopamina. Vias neurais sensibilizadas parecem está falando forte nesse período pós-recaída).
Então, a estratégia segue a mesma: Se perguntar qual o motivo de acesso a um determinado aplicativo/site, evitar a navegação a esmo, visualizar o futuro que eu quero para mim, e colocar como ponto central que o alcance desse futuro depende fundamentalmente esta livre da pornografia.
Pretendo comprar uns livros que quero dar sequência em leituras, antropologia, história da sociedade brasileira e das américas, o objetivo disso além de ser para obter conhecimento para a minha área de estudo é também lazer. Um desafio a ser vencido para esse primeiro momento vai ser abandonar o hábito de levar o celular para o banheiro após eu chegar do serviço, a grande parte de minhas recaídas se deu nesse caminho. O vício já encontra brechas nesse hábito.

Bom, já me alonguei demais por hoje. Vou saindo aqui, a semana tá a todo vapor.
Sigam firme, a caminhada é longa! Paz e bem, boa semana a todos. study

_______________________________________


Viva, creia, ame e faça!

Fé, tô no jogo maluco, é só o começo!

Meu diário, sinta-se a vontade, caso queira acompanhar minha história de luta contra o vício em PMO -> https://www.comoparar.com/t12081-iniciando-o-diario-da-minha-luta-para-vencer-o-vicio-em-pmo-dicas-para-a-cura-do-hocd
Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

27/8/2021, 11:24
Salve salve, guerreiros,

Mais um dia de luta, como já dizia um dos melhores rappers que eu curto muito "a todo momento provar que sou tranquilo". Bom, tranquilidade está meio difícil por aqui, acordei hoje meio desnorteado,  ansioso, perdi a hora e não fui treinar, HOCD querendo me pegar forte, jogando memórias antigas na minha cabeça, querendo que eu me teste. Como eu disse nas mensagens iniciais, por um bom tempo, nem me lembro por quanto tempo (e isso é bom) eu tive a famosa escalada de conteúdo pornográfico, navegando pela net fui pro hentai, e no hentai o conteúdo futanari está em peso. Fiquei nesse conteúdo por algum tempo. E após estourar a crise do HOCD a mais ou menos 1 ano atrás, as vezes o pensamento intrusivo vem em minha mente me dizer merdas pelo acesso ao conteúdo hentai futanari. Imagino que outros guerreiros que ficaram anos no conteúdo shamale, possam passar por algo parecido.  
Já li alguns relatos aqui mesmo no fórum a respeito disso, e sim meus amigos, heterossexuais por incrível que pareça, quando a escalada de conteúdo pega forte, o cara as vezes chega a cair no porno gay. Não foi o meu caso. O que dirá então, shemale e futanari, onde a figura é uma mulher, que por sinal sempre muito feminina e apelativamente atraente, só que com um órgão sexual masculino, e no caso do hentai, os dois. Fartura de fetiches. Bom, o lado positivo de navegar na net tbm, é que eu descobri um artigo científico muito interessante. Na verdade uma dissertação de mestrado, que investiga o vício em pornografia. E pra esses casos que eu descrevi acima, pra quem está sofrendo com o HOCD e com passamentos intrusivos relacionados a acesso a esse tipo de conteúdo fetichizado, tem abordagens bastante interessantes no campo da psicologia.  Pra quem se interessar em dar uma lida, segue o nome do trabalho, é só jogar no google e colocar .pdf no final que acha fácil - o nome do trabalho é: " O vício em pornografia: considerações sobre a internet e a adicção na atualidade " .

O difícil de se manter tranquilo nesse sentindo, é que a vontade de ir pros vídeozinhos curtos de instagram, e agora mais recente do youtube, ta batendo forte. Essa vontade vem como um ritual de verificação do HOCD. No caso me certificando de que vou sentir atração quando aparecer uma gostosa na tela. Por mais que eu não acesse os videos curtos desses apps, na intenção de ver conteúdo soft porn, uma hora ou outra vai aparecer uma mina gostosa semi nua,  e pode ser que seja um gatilho do qual eu o dispare. Se é que me entende. O foda disso, é que além de alimentar o TOC, eu quebro com o reboot.

Mais pra frente, em outras mensagens eu vou deixar aqui uma lista, que eu encontrei em um fórum americano, das maiorias compulsões de verificação, relacionado a esse tipo de TOC. Tem me ajudado.


Por hora, a estratégia que vou adotar a partir de agora, e caso eu venha a acessar esses vídeos curtos (o que eu to evitando ao máximo nesse momento inicial de reboot), buscando passa-tempo de tédio, sei lá, vai ser negativar o vídeo, e clicar nos três pontinhos, e selecionar a opção :não tenho interesse, assim o algoritmo não recomenda vídeos desse tipo nos próximos.

Enfim galera, já me alonguei demais, estou atrasado aqui nos meus afazeres, mas é isso, seguimos firme, a caminhada é longa.
Deixo claro, que meu diário é a minha vivência, a minha luta pra vencer o que eu considero ser o maior desafio dos meus 30 anos de vida até o presente momento. Metade desse tempo, eu vivi afundando na pornografia, por mais que passasse semanas, as vezes, sem acessar, quando a acessava, o buraco negro de decepção que eu afundava era sinistro.  E ainda é, nas recaídas do reboot. Bom, nesse sentido, o espaço é aberto a todos, para compartilhar palavras de incentivo, estratégias, ou mesmo desabafo. Pq eu sei que vou usar esse espaço por um longo tempo ainda. Já consigo prever as melhoras, desde que eu me mantenha FIRME!!

Bom final de semana a todos.

_______________________________________


Viva, creia, ame e faça!

Fé, tô no jogo maluco, é só o começo!

Meu diário, sinta-se a vontade, caso queira acompanhar minha história de luta contra o vício em PMO -> https://www.comoparar.com/t12081-iniciando-o-diario-da-minha-luta-para-vencer-o-vicio-em-pmo-dicas-para-a-cura-do-hocd

Fseler e Usuário gostam desta mensagem

avatar
Usuário
Mensagens : 60
Data de inscrição : 28/08/2021
Idade : 16

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

28/8/2021, 11:58
Pavaozinho escreveu:Bom galera, primeiramente, saudações a todos os guerreiros e guerreiras que assim como eu estão aqui pelo fato de querer ser alguém melhor, livre do vício, que ao meu ver, pode vir a se tornar um dos piores problemas de transtornos psicológicos nas próximas gerações. Digo isso, pois hoje está tão banalizado, que simplesmente entrar em alguma rede social para postar um simples "story" do seu dia a dia se torna algo arriscado, para nós que se encontramos viciados com a pornografia.
Feito essa breve introdução vou iniciar meu diário, é triste dizer, mas acabo de recair. Estava, sei lá quantos dias sem PMO, acho que desde o final de abril desse ano, início de maio. Esse sentimento de culpa, vai te consumindo, é ruim demais, dá vontade de chorar, fica tudo cinza e sem graça.
Como prometido por mim à mim mesmo, será necessário criar um diário para retribuir, de alguma forma, toda ajuda que eu já busquei lendo relatos de outras pessoas em diversos sites desse tipo.  E claro, encontrar mais forças e sustentação para não recair novamente.

Acredito que, assim como eu, você que está lendo essas palavras agora, já deve ter passado por vários outros diários e visto a luta e o sofrimento de diversas outras pessoas que estão afundados na pornografia. Assim como muitos comecei com a pornografia ainda na adolescência, por volta dos 14, 15 anos, hoje estou com 30. Bom devo ressaltar que nesses 2 últimos anos, a minha luta ficou mais intensa, já deve ter uns 8 ou 7 anos que identifiquei que a pornografia era um vício pra mim, pois não é normal passar horas e horas procurando vídeos, imagens, sempre rolando a barra para baixo a procura daquela imagem que traria um ângulo perfeito para o clímax, e logo depois, vem o que muitos aqui devem ter experimentado, a sensação de culpa, de fundo do poço, de se sentir um nada, principalmente quando você se encontra em um relacionamento com outra pessoa. Já disse há uns meses atrás a minha namorada, (estou com ela há 4 anos) que fui viciado em pornografia e estou em processo de cura desse vício, foi justamente no dia de uma recaída. Ela me olhou e disse que eu podia contar com ela pra vencer isso, ela é maravilhosa, super compreensiva, e nós dois damos muito bem um com o outro. Mas mesmo assim essa desgraça de vício insisti em vir a tona. Eu prometi a ela que não faria mais isso, e aqui estou novamente arrasado pela recaída de hoje de manhã. Moramos juntos, então somo praticamente casados. a nossa vida sexual vai de vento em popa, ainda bem. Porém, é só eu entrar em alguma rede social, e rolar vídeos, e começam a pipocar vídeos de meninas dançando e aí já era, acende um alerta e eu saio fora. Porém hoje eu levantei extremamente estressado do final de semana, recebi uma notícia ontem que me abalou, enchi a cara na cerveja ontem, (e já identifiquei isso, quando acordo de ressaca me bate um ciclo vicioso de ir querer ver vídeos na redes sociais em busca de conteúdo sensualizado) Não busquei por site de pornografia explícita, porém o vício tem umas artimanhas, ele fica querendo alguma brecha para as barreiras que vc coloca, tipo ficar vendo conteúdo sensualizado nas redes sociais, pode ser um gatilho sem volta para quebrar o seu ciclo de luta diária. Meu conselho para todos é que não TENTE DE FORMA ALGUMA SE TENTAR! Você será vencido, leia, busque informações, sobre como o vício age no seu cérebro. De como ele dessensibiliza suas vias neurais, de como a descarga de dopamina te deixa escravo desse conteúdo. Então em como muitos relatos, o meu é mais um, apenas força de vontade não é o suficiente. Busque conhecimento, aprenda com os seus erros, e os erros dos outros. Cara eu sei que é difícil pra bosta escapar disso, estou aqui agora nesse momento, após uma recaída, tentando buscar forças para encarar essa merda de frente, de uma vez por todas, para não recair nunca mais. Buscando forças para sair do quarto e ir buscar minha namorada no serviço, e olhar ela de frente, e enxerga que ela é tudo que eu preciso para satisfazer meu instinto reprodutivo, sexual. De amor nem se fala neh galera, ninguém busca na pornografia experiências do amor. Apenas uma merda instintiva, e para o viciado, picos de dopamina.

Nesse segundo parágrafo vou relatar meu processo de vivência com o TOC de orientação sexual,  o HOCD. Bom, não preciso dizer como esse TOC se manifesta, pois o sofredor dele sabe muito bem a agonia e desespero que é ter sua orientação sexual confrontada por nada mais nada menos que sua própria mente. É uma desgraça! A questão que se coloca nisso, é que você tem certeza absoluta que é hetero, na verdade isso nunca foi um dúvida a vida inteira, e de momento pro outro, num "gatilho" um pensamento intrusivo, pá, vira uma chave na sua mente e passa a te torturar dia e noite. Acontece que chega um certo momento que vc até pensa a aachar que é, porém é só o toc tentando de enlouquecer. Seus cinco sentidos são todos voltados para a sua orientação sexual, o gosto, o cheiro, o toque, a voz, e as formas, tudo isso vc é atraído, no caso do heterosexual, pelo seu oposto, a voz feminina, o gosto do corpo, o cheiro do cabelo, do corpo, das partes íntimas, a silhueta das curvas femininas, e o toque delicado das mãos, enfim, acho  que deu pra entender. Porém, quem ta sofrendo disso, tem aquela maldita voz na cabeça, muito semelhante ao do smegle (não sei se assim que escreve) do sr. dos aneis. Uma verdadeira tortura. Como eu sei que muitos estão sofrendo por isso, e muitos vão vir aqui executar um processo da compulsão desse TOC, que assim como os TOC de outros temas, passa pela verificação, vou deixar algumas dicas que estão dando certo comigo, e que por tudo que seja mais sagrado, belo e divino não se perca com essa recaída de hoje. O HOCD nada mais é que verificar a todo o custo se você é ou não homossexual, o sofredor desse toc, pode despertar pico de ansiedade apenas de ler ou ouvir a palavra GAY. (estou superando essa faze).  Bom, vou relatar aqui como começou isso comigo.

Eu vinha de uns meses me sentindo muito mal, desânimo, baixo autoestima, me comparando com os ex transas da minha namorada. Não sei por que a caímos nesses assuntos no início dos nossos relacionamentos. Fato é que tinha um cara em questão que me incomodava muito de minha namorada ter se apaixonado por ele em sua adolescência e ter perdido a virgindade com ele. (Loucura isso cara, eu nem existia na vida dela ainda). O incômodo todo era por que o cara era bonito,  a gnt foi pra um carnaval em 2020 antes de iniciar a pandemia no litoral do sul da bahia, e não é que a gnt esbarra com esse cara lá no carnaval. Aquilo me incomodou e ficou na minha cabeça, eu fiquei enchendo o saco dela querendo saber mais e mais coisas, mexi nas coisas dela, nos e-mails antigos dela . E daí amigo foi só merda, achei muita coisa que eu não gostei, mas eram e-mails de bem antes de a gnt se conhecer (que loucura que eu tava cara). Depois disso toda vez que eu a encontrava ficava com as coias que li na cabeça mano, minha autoestima foi pra baixo, eu comecei ater picos de ansiedade e ficar me comparando mentalmente com todos os caras que ela já tinha  ficado. 2 semanas depois desse episódio eu estava neurótico, e junto com isso o vício em pornografia e escalada de conteúdo que alguns devem saber. Bom, por sorte minha, nunca fui pra conteúdo extremo, igual já vi em vários relatos de outros guerreiros aqui. Sempre fiquei na pornografia hetero, e alguns anos no hentai futanari, mas já tinha parado com esse último conteúdo, e estava ultimamente vendo apenas meninas nas redes sociais, ou conteúdo amador (é uma desgraça esse vicio).

Bom agora vai entrar propriamente no dia que deu o gatilho para HOCD, o mais estranho desse TOC, é que  em vários relatos que eu vi ele começa quase sempre de um gatilho, e no meu caso não foi diferente.
Eu estava pegando uma carona para ir para cidade da minha namorada, e ao meu lado sentou um rapaz, ( eu já estava neurado há semanas, talvez há meses, pela culpa do consumo de pornografia e invasão da privacidade da minha mulher) lembro que foi em março de 2020 essa carona, bem no início da pandemia, na carona fiquei incomodado com o cara do meu lado, como estávamos de três pessoas no banco de trás, naturalmente estávamos apertado, daí surgiu um pensamento intrusivo de eu estar achando o cara do meu lado bonito, aquela parada ficou martelando minha cabeça durante toda a viagem. Quando dei por mim veio a pergunta ''será se estou virando gay?" é pessoal daí só foi ladeira a baixo, por uns longos meses.
Acordava no meio da madrugada para ir mijar fazendo rituais compulsivos mentais, vasculhando toda a minha memória desde criança até o presente momento para achar algum indícios de alguma coisa que respondesse essa pergunta. Até a ficha cair que é um transtorno obsessivo compulsivo, vc já adentrou muito dentro do paradoxo desse distúrbio, vc começa a vasculhar conteúdos na internet para verificar, a olhar para os homens na rua para verificar se vai sentir algum indícios de atração, e o pior de tudo é que quando a pessoa que vc tenta verificar, de alguma forma possa parecer atraente, apenas por ser boa pinta,vc entra numa espiral de pensamentos intrusivos que desencadeia uma ansiedade sinistra.

Esse transtorno foi um inferno na minha vida durante todo o ano de 2020, após o dia que eu citei acima, para vc ter uma ideia de tão idiota as ideias que esse TOC pode desencadear, que vc passa a evitar contato visual com as pessoas do mesmo sexo por medo do que sua cabeça vai te falar, já cheguei a ter essa paranoia até ao ver meu cunhado, irmão da minha namorada, e até com o meu melhor amigo quando a gnt saiu pra dar uns rolê de motoca. Pensa comigo, meu melhor amigo, desde adolescência, já curtimos para caraleo, drogas, raves, viagens, bons e maus momentos. É muita loucura o que esse distúrbio faz com sua mente. Infelizmente, ainda não estou curado totalmente dele, como eu disse, quem sofre disso, ou já sofreu sabe do que eu to falando. Porém estou indiscutivelmente muiiiiiiiito melhor, mais confiante e sabendo lidar com a ansiedade e com os pensamentos intrusivos, o HOCD já está bem controlado, porém a meta é a cura.

Para começar acredito que já esteja bom. Eu vou atualizando meu diário, semanalmente, caso alguém queira se manifestar fique à vontade. Não to aqui procurando respostas, muito menos tentar verificar de alguma forma ( o que por sinal é combustível desse e dos TOCs em geral). Estou aqui pra trocar experiências, ajudar, principalmente ajudar as outras pessoas que estão passando por isso. Pra vencer tanto esse TOC, quanto esse vício em pornografia. Fortalecer bases neurais alicerçadas em ajuda mútua é essencial. Ajudar as pessoas te traz sensação de utilidade para vida. Então gostaria de agradecer o espaço ao site e dizer que agora é um novo começo, um novo reboot, quero daqui a uns anos olhar esse diário e perceber que essa faze foi apenas mais uma da pedras no caminho que vem pra fortalecer nossas estruturas.

Bom galera, esse é só o início de uma nova jornada, força para nós, paz e bem a todos(as).

ps: caso alguém se interesse tenho um canal de um psicólogo, que ao meu ver é dos melhores especialistas em tratamentos de transtornos obsessivos, e ele aborda com um foco mais voltado o tema do HOCD, assim como muitos, ele tbm sofreu alguns anos desse toc, se curou, estudou a fundo o tema e hoje desenvolve uma metodologia própria para ajudar as pessoas que estão sofrendo disso.


Boas mano, eu identifiquei me muito com o seu texto mesmo, pq as paranóias que você teve são iguais às minhas(acho que para todos que sofrem de hocd). Realmente você diz que sofreu com isso durante o ano todo de 2020 mas a recair constantemente na pornografia? Tenho medo ter essa paranóia durante um ano inteiro
Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

30/8/2021, 09:38
Usuário escreveu:
Pavaozinho escreveu:Bom galera, primeiramente, saudações a todos os guerreiros e guerreiras que assim como eu estão aqui pelo fato de querer ser alguém melhor, livre do vício, que ao meu ver, pode vir a se tornar um dos piores problemas de transtornos psicológicos nas próximas gerações. Digo isso, pois hoje está tão banalizado, que simplesmente entrar em alguma rede social para postar um simples "story" do seu dia a dia se torna algo arriscado, para nós que se encontramos viciados com a pornografia.
Feito essa breve introdução vou iniciar meu diário, é triste dizer, mas acabo de recair. Estava, sei lá quantos dias sem PMO, acho que desde o final de abril desse ano, início de maio. Esse sentimento de culpa, vai te consumindo, é ruim demais, dá vontade de chorar, fica tudo cinza e sem graça.
Como prometido por mim à mim mesmo, será necessário criar um diário para retribuir, de alguma forma, toda ajuda que eu já busquei lendo relatos de outras pessoas em diversos sites desse tipo.  E claro, encontrar mais forças e sustentação para não recair novamente.

Acredito que, assim como eu, você que está lendo essas palavras agora, já deve ter passado por vários outros diários e visto a luta e o sofrimento de diversas outras pessoas que estão afundados na pornografia. Assim como muitos comecei com a pornografia ainda na adolescência, por volta dos 14, 15 anos, hoje estou com 30. Bom devo ressaltar que nesses 2 últimos anos, a minha luta ficou mais intensa, já deve ter uns 8 ou 7 anos que identifiquei que a pornografia era um vício pra mim, pois não é normal passar horas e horas procurando vídeos, imagens, sempre rolando a barra para baixo a procura daquela imagem que traria um ângulo perfeito para o clímax, e logo depois, vem o que muitos aqui devem ter experimentado, a sensação de culpa, de fundo do poço, de se sentir um nada, principalmente quando você se encontra em um relacionamento com outra pessoa. Já disse há uns meses atrás a minha namorada, (estou com ela há 4 anos) que fui viciado em pornografia e estou em processo de cura desse vício, foi justamente no dia de uma recaída. Ela me olhou e disse que eu podia contar com ela pra vencer isso, ela é maravilhosa, super compreensiva, e nós dois damos muito bem um com o outro. Mas mesmo assim essa desgraça de vício insisti em vir a tona. Eu prometi a ela que não faria mais isso, e aqui estou novamente arrasado pela recaída de hoje de manhã. Moramos juntos, então somo praticamente casados. a nossa vida sexual vai de vento em popa, ainda bem. Porém, é só eu entrar em alguma rede social, e rolar vídeos, e começam a pipocar vídeos de meninas dançando e aí já era, acende um alerta e eu saio fora. Porém hoje eu levantei extremamente estressado do final de semana, recebi uma notícia ontem que me abalou, enchi a cara na cerveja ontem, (e já identifiquei isso, quando acordo de ressaca me bate um ciclo vicioso de ir querer ver vídeos na redes sociais em busca de conteúdo sensualizado) Não busquei por site de pornografia explícita, porém o vício tem umas artimanhas, ele fica querendo alguma brecha para as barreiras que vc coloca, tipo ficar vendo conteúdo sensualizado nas redes sociais, pode ser um gatilho sem volta para quebrar o seu ciclo de luta diária. Meu conselho para todos é que não TENTE DE FORMA ALGUMA SE TENTAR! Você será vencido, leia, busque informações, sobre como o vício age no seu cérebro. De como ele dessensibiliza suas vias neurais, de como a descarga de dopamina te deixa escravo desse conteúdo. Então em como muitos relatos, o meu é mais um, apenas força de vontade não é o suficiente. Busque conhecimento, aprenda com os seus erros, e os erros dos outros. Cara eu sei que é difícil pra bosta escapar disso, estou aqui agora nesse momento, após uma recaída, tentando buscar forças para encarar essa merda de frente, de uma vez por todas, para não recair nunca mais. Buscando forças para sair do quarto e ir buscar minha namorada no serviço, e olhar ela de frente, e enxerga que ela é tudo que eu preciso para satisfazer meu instinto reprodutivo, sexual. De amor nem se fala neh galera, ninguém busca na pornografia experiências do amor. Apenas uma merda instintiva, e para o viciado, picos de dopamina.

Nesse segundo parágrafo vou relatar meu processo de vivência com o TOC de orientação sexual,  o HOCD. Bom, não preciso dizer como esse TOC se manifesta, pois o sofredor dele sabe muito bem a agonia e desespero que é ter sua orientação sexual confrontada por nada mais nada menos que sua própria mente. É uma desgraça! A questão que se coloca nisso, é que você tem certeza absoluta que é hetero, na verdade isso nunca foi um dúvida a vida inteira, e de momento pro outro, num "gatilho" um pensamento intrusivo, pá, vira uma chave na sua mente e passa a te torturar dia e noite. Acontece que chega um certo momento que vc até pensa a aachar que é, porém é só o toc tentando de enlouquecer. Seus cinco sentidos são todos voltados para a sua orientação sexual, o gosto, o cheiro, o toque, a voz, e as formas, tudo isso vc é atraído, no caso do heterosexual, pelo seu oposto, a voz feminina, o gosto do corpo, o cheiro do cabelo, do corpo, das partes íntimas, a silhueta das curvas femininas, e o toque delicado das mãos, enfim, acho  que deu pra entender. Porém, quem ta sofrendo disso, tem aquela maldita voz na cabeça, muito semelhante ao do smegle (não sei se assim que escreve) do sr. dos aneis. Uma verdadeira tortura. Como eu sei que muitos estão sofrendo por isso, e muitos vão vir aqui executar um processo da compulsão desse TOC, que assim como os TOC de outros temas, passa pela verificação, vou deixar algumas dicas que estão dando certo comigo, e que por tudo que seja mais sagrado, belo e divino não se perca com essa recaída de hoje. O HOCD nada mais é que verificar a todo o custo se você é ou não homossexual, o sofredor desse toc, pode despertar pico de ansiedade apenas de ler ou ouvir a palavra GAY. (estou superando essa faze).  Bom, vou relatar aqui como começou isso comigo.

Eu vinha de uns meses me sentindo muito mal, desânimo, baixo autoestima, me comparando com os ex transas da minha namorada. Não sei por que a caímos nesses assuntos no início dos nossos relacionamentos. Fato é que tinha um cara em questão que me incomodava muito de minha namorada ter se apaixonado por ele em sua adolescência e ter perdido a virgindade com ele. (Loucura isso cara, eu nem existia na vida dela ainda). O incômodo todo era por que o cara era bonito,  a gnt foi pra um carnaval em 2020 antes de iniciar a pandemia no litoral do sul da bahia, e não é que a gnt esbarra com esse cara lá no carnaval. Aquilo me incomodou e ficou na minha cabeça, eu fiquei enchendo o saco dela querendo saber mais e mais coisas, mexi nas coisas dela, nos e-mails antigos dela . E daí amigo foi só merda, achei muita coisa que eu não gostei, mas eram e-mails de bem antes de a gnt se conhecer (que loucura que eu tava cara). Depois disso toda vez que eu a encontrava ficava com as coias que li na cabeça mano, minha autoestima foi pra baixo, eu comecei ater picos de ansiedade e ficar me comparando mentalmente com todos os caras que ela já tinha  ficado. 2 semanas depois desse episódio eu estava neurótico, e junto com isso o vício em pornografia e escalada de conteúdo que alguns devem saber. Bom, por sorte minha, nunca fui pra conteúdo extremo, igual já vi em vários relatos de outros guerreiros aqui. Sempre fiquei na pornografia hetero, e alguns anos no hentai futanari, mas já tinha parado com esse último conteúdo, e estava ultimamente vendo apenas meninas nas redes sociais, ou conteúdo amador (é uma desgraça esse vicio).

Bom agora vai entrar propriamente no dia que deu o gatilho para HOCD, o mais estranho desse TOC, é que  em vários relatos que eu vi ele começa quase sempre de um gatilho, e no meu caso não foi diferente.
Eu estava pegando uma carona para ir para cidade da minha namorada, e ao meu lado sentou um rapaz, ( eu já estava neurado há semanas, talvez há meses, pela culpa do consumo de pornografia e invasão da privacidade da minha mulher) lembro que foi em março de 2020 essa carona, bem no início da pandemia, na carona fiquei incomodado com o cara do meu lado, como estávamos de três pessoas no banco de trás, naturalmente estávamos apertado, daí surgiu um pensamento intrusivo de eu estar achando o cara do meu lado bonito, aquela parada ficou martelando minha cabeça durante toda a viagem. Quando dei por mim veio a pergunta ''será se estou virando gay?" é pessoal daí só foi ladeira a baixo, por uns longos meses.
Acordava no meio da madrugada para ir mijar fazendo rituais compulsivos mentais, vasculhando toda a minha memória desde criança até o presente momento para achar algum indícios de alguma coisa que respondesse essa pergunta. Até a ficha cair que é um transtorno obsessivo compulsivo, vc já adentrou muito dentro do paradoxo desse distúrbio, vc começa a vasculhar conteúdos na internet para verificar, a olhar para os homens na rua para verificar se vai sentir algum indícios de atração, e o pior de tudo é que quando a pessoa que vc tenta verificar, de alguma forma possa parecer atraente, apenas por ser boa pinta,vc entra numa espiral de pensamentos intrusivos que desencadeia uma ansiedade sinistra.

Esse transtorno foi um inferno na minha vida durante todo o ano de 2020, após o dia que eu citei acima, para vc ter uma ideia de tão idiota as ideias que esse TOC pode desencadear, que vc passa a evitar contato visual com as pessoas do mesmo sexo por medo do que sua cabeça vai te falar, já cheguei a ter essa paranoia até ao ver meu cunhado, irmão da minha namorada, e até com o meu melhor amigo quando a gnt saiu pra dar uns rolê de motoca. Pensa comigo, meu melhor amigo, desde adolescência, já curtimos para caraleo, drogas, raves, viagens, bons e maus momentos. É muita loucura o que esse distúrbio faz com sua mente. Infelizmente, ainda não estou curado totalmente dele, como eu disse, quem sofre disso, ou já sofreu sabe do que eu to falando. Porém estou indiscutivelmente muiiiiiiiito melhor, mais confiante e sabendo lidar com a ansiedade e com os pensamentos intrusivos, o HOCD já está bem controlado, porém a meta é a cura.

Para começar acredito que já esteja bom. Eu vou atualizando meu diário, semanalmente, caso alguém queira se manifestar fique à vontade. Não to aqui procurando respostas, muito menos tentar verificar de alguma forma ( o que por sinal é combustível desse e dos TOCs em geral). Estou aqui pra trocar experiências, ajudar, principalmente ajudar as outras pessoas que estão passando por isso. Pra vencer tanto esse TOC, quanto esse vício em pornografia. Fortalecer bases neurais alicerçadas em ajuda mútua é essencial. Ajudar as pessoas te traz sensação de utilidade para vida. Então gostaria de agradecer o espaço ao site e dizer que agora é um novo começo, um novo reboot, quero daqui a uns anos olhar esse diário e perceber que essa faze foi apenas mais uma da pedras no caminho que vem pra fortalecer nossas estruturas.

Bom galera, esse é só o início de uma nova jornada, força para nós, paz e bem a todos(as).

ps: caso alguém se interesse tenho um canal de um psicólogo, que ao meu ver é dos melhores especialistas em tratamentos de transtornos obsessivos, e ele aborda com um foco mais voltado o tema do HOCD, assim como muitos, ele tbm sofreu alguns anos desse toc, se curou, estudou a fundo o tema e hoje desenvolve uma metodologia própria para ajudar as pessoas que estão sofrendo disso.


Boas mano, eu identifiquei me muito com o seu texto mesmo, pq as paranóias que você teve são iguais às minhas(acho que para todos que sofrem de hocd). Realmente você diz que sofreu com isso durante o ano todo de 2020 mas a recair constantemente na pornografia? Tenho medo ter essa paranóia durante um ano inteiro


Então mano ano passado eu nao tentei fazer o reboot, na verdade me vi na situação de viciado em pornografia já há bastante anos, porém todas as vezes que eu ficava sem acessar conteúdo porno, era por espontânea vontade, tipo meio que dando um tempo, mas vez ou outra eu acessava. O problema é a depressão pós PMO que sempre batia. Quando eu estava solteiro, ela vinha mais leve, as vezes nem tinha, e isso deixava meio que o caminho mais livre para o vício se instalar pesado.

Agora respondendo diretamente a sua pergunta, ano passado eu tive umas duas recaídas. A questão é que nas recaídas, após ela, vem a flatline, e pra quem ta sofrendo com HOCD, e dentro de um relacionamento a flatline é bem mais agravada. Digo isso pq, vc fica literalmente sem libido, vê sua mina pelada e sente pouca, ou quase nenhuma vontade de faze sexo. Daí os pensamentos são invadidos pelo TOC. Daí vc já quer verificar de alguma forma.  Em se tratando do seu medo em passar por esse toc, eu te aconselho a abandoná-lo, o medo. A pior coisa que vc pode fazer para se curar desse TOC é ter medo. Como eu disse sofri bastante o ano passado, minha ansiedade estava nas alturas. Pesquisar sobre o tema pode lhe ajudar, desde que vc extrai informações relevantes e não procure ficar buscando nos relatos das pessoas uma verificação para o TOC. Ontem mesmo eu acabei me descuidando e indo até a conta de instagram de uma pessoa verificar. A tal pessoal se assumiu como gay há um tempo, e ontem eu vendo storys, a pessoa postou uma foto abraçado com um mina super gata. Na hora já bate uma espécie de "tensão" em mim, como assim, esse cara não era gay, tá com mulher agora?! Será que isso vai rolar comigo tbm!? As vezes a compulsão é tão forte que vc acaba perdendo o controle. Daí fui lá na conta dele já verificar, pra acabar com aquela ansiedade momentânea. O truque, pelo que eu venho notado em mim, é deixar esses pensamentos negativos se esvaziarem por si só. Evitar ao máximo ficar de questionando sobre a sexualidade de outra pessoa. Principalmente, alguém que por ventura estava em um relacionamento hetero, e a pessoa se assumi homossexual. Isso tem em todo lugar, toda hora  rola uma história assim. E é perda de tempo alimentar seu TOC com essas questões. Já parou para pensar que existe uma infinidade de coisas que levou tal pessoa a não se assumir antes, família, religião, pressão da sociedade, medo... etc... E essas questões só vao ficar martelando sua cabeça. Te desconcentrando da sua vida. Cara o toc é sinistro, quando eu paro pra pensar no dia que me deu o gatilho desse TOC. Semanas antes eu já não estava muito bem, alto estima muito baixa. Várias sessões de PMO. Morava em uma cidade, minha mina morava em outra. Todas as vezes que eu terminava, batia aquela depressão pós punheta. Já cheguei a cair de joelhos no chão banheiro, chorando, pedindo desculpas aos céus. Um dia, do nada, num pensamento intrusivo, EXPLODE o TOC na minha cabeça. Acredito eu que ninguém descobre sua sexualidade dessa forma.
E outra desde muleke, a vida inteira sempre sentir atração por mulheres, desde que eu me entendo como um ser humano. Como de um dia para o outro, com 30 anos de idade, em um relacionamento estável e prazeroso, exceto pela única coisa da qual eu não conseguia me livrar (a pornografia), eu iria sentir que gosto de outra coisas.
Infelizmente, esses são os efeitos colaterais de tanto anos se masturbando com conteúdo porno, tantos anos ficando péssimo de espírito ao cair em horas e horas no conteúdo porno e não respeitando os sinais de que algo estava errado que seu corpo e mente te envia.

Bom, em relação ao tempo que vamos passar por essa penúria, eu já me desapeguei disso. Ano passado eu colocava metas, falava assim: até o ano novo eu não quero mais tá sentindo essa desgraça de TOC. Pobre ingênuo, aqui estou eu, ainda a ter uns e outros picos. Porém amigo, é inegavelmente mais leve, passei meses com esse pensamento martelando minha mente. Hoje, as vezes da um gatilho, eu já penso em ir ver minas rebolando de biquini,  (pra sanar a ansiedade que vem com o pensamento/sensação do HOCD)e na mesma hora, eu me seguro, e visualizo tudo que eu quero pro meu futuro. E em momento algum nesse futuro, está presente eu casado com outro homem, adotando um filho e cuidando de cachorros. Me entende?!

_______________________________________


Viva, creia, ame e faça!

Fé, tô no jogo maluco, é só o começo!

Meu diário, sinta-se a vontade, caso queira acompanhar minha história de luta contra o vício em PMO -> https://www.comoparar.com/t12081-iniciando-o-diario-da-minha-luta-para-vencer-o-vicio-em-pmo-dicas-para-a-cura-do-hocd

Fseler gosta desta mensagem

avatar
Usuário
Mensagens : 60
Data de inscrição : 28/08/2021
Idade : 16

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

30/8/2021, 10:11
Amigo no meu caso eu nunca tive o flatline, graças a Deus (tenho 15 anos). E qnd tive o toc, a perguntar me sempre pq q tou a sentir aquele sentimento, a pergunta frequente "será que estou a virar gay, eu tive realmente 26 dias com um sentimento de angústia e desespero com o medo de ser gay, mas eu depois fui para um acampamento cristão onde tive esse um pouco o sentimento mas logo após o segundo dia, aparentemente o toc desapareceu mesmo (passámos o acamapamento todo com os rapazes a falar de raparigas) e tive lá mesmo atração por raparigas (coisa q sempre tive). Qnd saí do acampamento n senti nada do toc, nem me lembrei disso já, chegou a haver vezes q eu pensava "porra finalmente voltei a ser eu". Após 4 dias de ter saído do acampamento estava tudo bem, até falar com o meu primo do problema q "tive" (dos pensamentos obsessivos devido à pornografia), aí foi qnd tudo voltou outra vez, apesar de não ter sido tão forte como foi no início. Parecia q voltei a viver aquele terror de novo( isto foi hà 20 dias). Há 4 dias descobri este fórum e ajudou me até muito pq vi imensas pessoas com relatos muitos semelhantes ao meu mesmo, as paranoias q às vezes tenho agr (tenho até o hocd controlado), é só o imaginar q " se eu fosse gay" e o só de pensar disso dá aquele aperto no coração. Tou há 2 dias sem o pmo, espero seguir em frente e passar assim durante muito tempo e o sentimento desaparecer mesmo.
Já vi muitos relatos de q se largármos a pmo, a partir de um x dias o sentimento pode desaparecer.
Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

30/8/2021, 10:22
Fala guerreiros, começar a semana a todo vapor aí

Bom, o final de semana foi maneiro, deu pra descansar, porém acho que exagerei um pouco no álcool, gosto de tomar uma cervejinha social. Principalmente com minha mina. Ela tava naqueles dias do mês da mulherada. Então eu já sabia que não ia rolar da gente fazer um amor. A questão é que isso vai me dando brecha pra encher a cara, já que eu não vou precisar de comparecer no fim da noite. Eu vou ser bem sincero, as vezes gosto de chapar mesmo, gosto da sensação de reflexão que o álcool me proporciona. Isso vai de cada pessoa, não estou aqui incentivando ninguém a beber, sei que existem pessoas que tem problemas reais com o vício em álcool. Eu não me vejo nessa situação, já parei para analisar isso. Porém algumas ressecas tem feito eu parar pra pensar na ideia de beber menos quantidade quando eu resolver tomar uma. Diferentemente da pornografia. Que ta aqui, me enchendo o raio do saco. Acordei numa fissura sinistra essa manhã. Tive uma polução noturna, com um sonho. No sonho uma mina aleatória, passava uma espécie de protetor solar nas suas partes íntimas vestida apenas de biquini. (enfim pra evitar deixar o texto erótico e causar gatilhos em alguém, eu paro por aqui). A questão eu que acordei e lembrei do sonho. Minha mina já foi trabalhar, e eu vim aqui escrever para tentar diminuir a vontade de acessar conteúdo nas redes sociais. Estava agora há pouco com o celular na mão, navegando a esmo na internet. Desinstalei o TIK TOK, e o KWAI. Estou apenas com o instagram e  o youtube. Fiquei uns 40 minutos vendo os vídeos do instagram deitado na cama. Como eu usei a estratégia de negativar vídeos de meninas dançando com conteúdo semi-nú, não apareceu nenhum vídeo desse conteúdo. O foda é a imagem de uma menina, essas blogueira, que tá na minha cabeça, quase cheguei a digitar o nome dela na busca do instagram, e pode ser um gatilho sem volta. Engraçado, que o sobrenome da tal blogueira ficou na minha cabeça após o sonho. Daí acordei louco de fissura querendo apenas ficar vendo sem se masturbar. Prontamente soltei o celular no momento que eu percebir que poderia perder o controle. Contudo, boas notícias, sigo firme.  
Em relação ao "sonho-molhado", ela não zera meu contador, nem meu processo no reboot, a gnt não controla nossos sonhos, nem nossas respostas automáticas do nosso organismo. Pra quem tá acompanhando o diário. Eu moro com minha mina, somos casados praticamente, só não no papel, mas na vida sim. Então o meu reboot é de pornografia, e masturbação. Relação sexual, tenho com frequência. Estava desde a última recaída sem ejaculação, essa semana não tive relações sexuais. Acredito que foi uma forma automática do corpo de liberar sémem, enfim. Outra coisa, alguém que esteja passando pela flatline para definir o que seja isso de verdade. Não sei se estou tendo ela. Estou com um leve fissura de vontade de acessar esse conteúdo das "blogueiras" de redes sociais, e ao mesmo tempo pegar esse estímulo e ir pra cima da minha mulher. Porém, não cometerei esse erro. Vai me custar caro. (Deixar claro que eu sinto muita atração na minha mulher) Já teve fazes de eu começar a sentir que a pornografia tirava esse foco em procurar ela, preferindo sessões de PMO do que o sexo real com ela. E isso é ladeira abaixo pra um relacionamento a dois.
E já teve vezes que a gnt assistiu porno juntos e nos estimulamos e depois fomos fazer amor. Sugeri isso outras vezes, mas ela não quis. Foi duas a três vezes no máximo, que a gnt fez isso. E agora nesse momento de reboot, nem pensar nessa possibilidade
Acho que é o vício querendo fazer minha mente encontrar brechas para sentir os estímulos de dopamina. Tipo, - Ah, vê lá um pouquinho de conteúdo das blogueiras dençando sensual, pra quando sua mina chegar do trabalho, vc vai está a ponto de bala para ela. (Isso aqui soou mais como um desabafo mesmo, não vou usar desse artificio)

Vou ir tomar um banho gelado, comer alguma coisa, e ver se consigo sair para me exercitar.
Até mais, a caminhada é longa, vamo seguir FIRME!

_______________________________________


Viva, creia, ame e faça!

Fé, tô no jogo maluco, é só o começo!

Meu diário, sinta-se a vontade, caso queira acompanhar minha história de luta contra o vício em PMO -> https://www.comoparar.com/t12081-iniciando-o-diario-da-minha-luta-para-vencer-o-vicio-em-pmo-dicas-para-a-cura-do-hocd
Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

30/8/2021, 10:33
Usuário escreveu:Amigo no meu caso eu nunca tive o flatline, graças a Deus (tenho 15 anos). E qnd tive o toc, a perguntar me sempre pq q tou a sentir aquele sentimento, a pergunta frequente "será que estou a virar gay, eu tive realmente 26 dias com um sentimento de angústia e desespero com o medo de ser gay, mas eu depois fui para um acampamento cristão onde tive esse um pouco o sentimento mas logo após o segundo dia, aparentemente o toc desapareceu mesmo (passámos o acamapamento todo com os rapazes a falar de raparigas) e tive lá mesmo atração por raparigas (coisa q sempre tive). Qnd saí do acampamento n senti nada do toc, nem me lembrei disso já, chegou a haver vezes q eu pensava "porra finalmente voltei a ser eu". Após 4 dias de ter saído do acampamento estava tudo bem, até falar com o meu primo do problema q "tive" (dos pensamentos obsessivos devido à pornografia), aí foi qnd tudo voltou outra vez, apesar de não ter sido tão forte como foi no início. Parecia q voltei a viver aquele terror de novo( isto foi hà 20 dias). Há 4 dias descobri este fórum e ajudou me até muito pq vi imensas pessoas com relatos muitos semelhantes ao meu mesmo, as paranoias q às vezes tenho agr (tenho até o hocd controlado), é só o imaginar q " se eu fosse gay" e o só de pensar disso dá aquele aperto no coração. Tou há 2 dias sem o pmo, espero seguir em frente e passar assim durante muito tempo e o sentimento desaparecer mesmo.
Já vi muitos relatos de q se largármos a pmo, a partir de um x dias o sentimento pode desaparecer.

Entendi, você é bem jovem ainda, isso pode ser uma imensa vantagem. Para para pensar comigo, quando você nasceu, eu já estava vendo conteúdo pornográfico, e assim como eu, muitos da minha idade, começaram essa época, foi justamente quando a intenet banda larga se popularizou no Brasil, em meados de 2005. (o seu português é bem parecido com ortografia do português de portugal) Foram uma década e meia, vendo pornografia, por mais que eu passasse as vezes semanas sem acessar, não me lembro de ter ficado mais de um mês, durante todos esses anos sem acessar.
Mantenha a calma, busque fazer outras coisas, concentre no seus estudos, nas atividades que vc gosta de fazer. Esses pensamentos intrusivos, podem ser persistentes por um tempo, digo isso, pq há relatos de pessoas que sofrem há anos com ele. Eu mesmo já estou há 1 ano e meses a sofrer disso. Mas, como eu disse bem estável nesse momento. To tentando o reboot já ao longo desse ano. Porém só agora resolvi abrir meu diário e iniciar um contador. Pra mim isso se fez necessário. E está me dando uma força descomunal.

Leve o seu reboot a sério, o TOC tem cura. Abraços e boa semana, segue firme aí camarada, vou saindo por aqui, que já estou ficando atrasado...

_______________________________________


Viva, creia, ame e faça!

Fé, tô no jogo maluco, é só o começo!

Meu diário, sinta-se a vontade, caso queira acompanhar minha história de luta contra o vício em PMO -> https://www.comoparar.com/t12081-iniciando-o-diario-da-minha-luta-para-vencer-o-vicio-em-pmo-dicas-para-a-cura-do-hocd

Fseler gosta desta mensagem

avatar
Usuário
Mensagens : 60
Data de inscrição : 28/08/2021
Idade : 16

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

30/8/2021, 10:47
Pavaozinho escreveu:
Usuário escreveu:Amigo no meu caso eu nunca tive o flatline, graças a Deus (tenho 15 anos). E qnd tive o toc, a perguntar me sempre pq q tou a sentir aquele sentimento, a pergunta frequente "será que estou a virar gay, eu tive realmente 26 dias com um sentimento de angústia e desespero com o medo de ser gay, mas eu depois fui para um acampamento cristão onde tive esse um pouco o sentimento mas logo após o segundo dia, aparentemente o toc desapareceu mesmo (passámos o acamapamento todo com os rapazes a falar de raparigas) e tive lá mesmo atração por raparigas (coisa q sempre tive). Qnd saí do acampamento n senti nada do toc, nem me lembrei disso já, chegou a haver vezes q eu pensava "porra finalmente voltei a ser eu". Após 4 dias de ter saído do acampamento estava tudo bem, até falar com o meu primo do problema q "tive" (dos pensamentos obsessivos devido à pornografia), aí foi qnd tudo voltou outra vez, apesar de não ter sido tão forte como foi no início. Parecia q voltei a viver aquele terror de novo( isto foi hà 20 dias). Há 4 dias descobri este fórum e ajudou me até muito pq vi imensas pessoas com relatos muitos semelhantes ao meu mesmo, as paranoias q às vezes tenho agr (tenho até o hocd controlado), é só o imaginar q " se eu fosse gay" e o só de pensar disso dá aquele aperto no coração. Tou há 2 dias sem o pmo, espero seguir em frente e passar assim durante muito tempo e o sentimento desaparecer mesmo.
Já vi muitos relatos de q se largármos a pmo, a partir de um x dias o sentimento pode desaparecer.

Entendi, você é bem jovem ainda, isso pode ser uma imensa vantagem. Para para pensar comigo, quando você nasceu, eu já estava vendo conteúdo pornográfico, e assim como eu, muitos da minha idade, começaram essa época, foi justamente quando a intenet banda larga se popularizou no Brasil, em meados de 2005. (o seu português é bem parecido com ortografia do português de portugal) Foram uma década e meia, vendo pornografia, por mais que eu passasse as vezes semanas sem acessar, não me lembro de ter ficado mais de um mês, durante todos esses anos sem acessar.
Mantenha a calma, busque fazer outras coisas, concentre no seus estudos, nas atividades que vc gosta de fazer. Esses pensamentos intrusivos, podem ser persistentes por um tempo, digo isso, pq há relatos de pessoas que sofrem há anos com ele. Eu mesmo já estou há 1 ano e meses a sofrer disso. Mas, como eu disse bem estável nesse momento. To tentando o reboot já ao longo desse ano. Porém só agora resolvi abrir meu diário e iniciar um contador. Pra mim isso se fez necessário. E está me dando uma força descomunal.

Leve o seu reboot a sério, o TOC tem cura. Abraços e boa semana, segue firme aí camarada, vou saindo por aqui, que já estou ficando atrasado...


Eu não te conheço meu mano mas tu deves ser uma excelente pessoa, mesmo já com toc bem controlado, tu estás aqui para ajudar os outros e escreves o que for necessário. Isso é muito fixe. Ah sim eu sou português e também vivo emPortugal, mas dá para entender bem todas as palavras que digo?
Eu comecei com a pornografia aos 11/12 anos e comecei a ver todos os dias e como digo até houve dias q me masturbava 2 ou 3 vezes até pronto acontecer o dia do toc. Eu penso q vá ter cura se realmente cumprir o reebot, apesar de ser muito difícil, tive 2 meses inteiros a tentar fazer no fap no ano passado e foi aí q percebi q era viciado (nunca consegui passar de 1 mês), conseguia fazer 14 dias mas depois tinha recaída.
avatar
Usuário
Mensagens : 60
Data de inscrição : 28/08/2021
Idade : 16

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

30/8/2021, 10:52
Pavaozinho escreveu:
Usuário escreveu:Amigo no meu caso eu nunca tive o flatline, graças a Deus (tenho 15 anos). E qnd tive o toc, a perguntar me sempre pq q tou a sentir aquele sentimento, a pergunta frequente "será que estou a virar gay, eu tive realmente 26 dias com um sentimento de angústia e desespero com o medo de ser gay, mas eu depois fui para um acampamento cristão onde tive esse um pouco o sentimento mas logo após o segundo dia, aparentemente o toc desapareceu mesmo (passámos o acamapamento todo com os rapazes a falar de raparigas) e tive lá mesmo atração por raparigas (coisa q sempre tive). Qnd saí do acampamento n senti nada do toc, nem me lembrei disso já, chegou a haver vezes q eu pensava "porra finalmente voltei a ser eu". Após 4 dias de ter saído do acampamento estava tudo bem, até falar com o meu primo do problema q "tive" (dos pensamentos obsessivos devido à pornografia), aí foi qnd tudo voltou outra vez, apesar de não ter sido tão forte como foi no início. Parecia q voltei a viver aquele terror de novo( isto foi hà 20 dias). Há 4 dias descobri este fórum e ajudou me até muito pq vi imensas pessoas com relatos muitos semelhantes ao meu mesmo, as paranoias q às vezes tenho agr (tenho até o hocd controlado), é só o imaginar q " se eu fosse gay" e o só de pensar disso dá aquele aperto no coração. Tou há 2 dias sem o pmo, espero seguir em frente e passar assim durante muito tempo e o sentimento desaparecer mesmo.
Já vi muitos relatos de q se largármos a pmo, a partir de um x dias o sentimento pode desaparecer.

Entendi, você é bem jovem ainda, isso pode ser uma imensa vantagem. Para para pensar comigo, quando você nasceu, eu já estava vendo conteúdo pornográfico, e assim como eu, muitos da minha idade, começaram essa época, foi justamente quando a intenet banda larga se popularizou no Brasil, em meados de 2005. (o seu português é bem parecido com ortografia do português de portugal) Foram uma década e meia, vendo pornografia, por mais que eu passasse as vezes semanas sem acessar, não me lembro de ter ficado mais de um mês, durante todos esses anos sem acessar.
Mantenha a calma, busque fazer outras coisas, concentre no seus estudos, nas atividades que vc gosta de fazer. Esses pensamentos intrusivos, podem ser persistentes por um tempo, digo isso, pq há relatos de pessoas que sofrem há anos com ele. Eu mesmo já estou há 1 ano e meses a sofrer disso. Mas, como eu disse bem estável nesse momento. To tentando o reboot já ao longo desse ano. Porém só agora resolvi abrir meu diário e iniciar um contador. Pra mim isso se fez necessário. E está me dando uma força descomunal.

Leve o seu reboot a sério, o TOC tem cura. Abraços e boa semana, segue firme aí camarada, vou saindo por aqui, que já estou ficando atrasado...


Acredito que todo esse sentimento do toc n te tenha passado porque no ano passado não fizeste ou não conseguiste fazer o reebot todo. Acredito muito que quem respeita o reebot de verdade, isso tudo passa. Mas pronto sabemos que não é nada fácil.
Pavaozinho
Pavaozinho
Mensagens : 89
Data de inscrição : 09/08/2021

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

31/8/2021, 11:32
Realmente não é nada fácil. Acabei de quase recair, foi no limite agora, foi quase mesmo, a abstinência está terrível. Pois estou tentando levar no hard mod esse reboot, nada de imagens sensuais. E o vício está gritando por dopamina. Estavadeitado de tédio na cama, não está tendo aulas essa semana de manhã. Minha mina sai pra trabalhar cedo, fico sozinho em casa. Fui ver vídeos no celular, resolvi entrar no tik tok, e a flatline batendo. Daí queria me testar, e ao mesmo tempo resisitir a tentação e caso aparecesse vídeo de conteúdo sensual negativa-los. Os vídeos de gostosas de biquini começaram a aparecer na tela, eu comecei a usar a estratégia de clicar no três pontinho e marcar a opção "não tenho interesse". Começou e vir outros videos de outros temas, religiosos e tal, não sou muito religioso, mas tento cultivar minha espiritualidade, e sei que ela se enfraquece com o vício na pornografia, e veio vídeos de piadas daí dei like, o algoritimo começou a recomendar mais vídeos desses genêros. Contudo, acaba uma hora ou outra aparecendo de novo vídeos de meninas dançando de biquini. Cara não da pra brincar com isso, por instante eu quase fiquei cego novamente. Comecei a ficar excitado, e quando ia começar a me masturbar, me levantei, gritei basta destas recaídas. Fui mais forte, negativei todo o conteúdo, para caso eu venha a entrar nesse app novamente, terei que buscar esse conteúdo daí é algo que eu vou está quebrando o reboot, literalmente. Me levantei, com o batimento aceleradíssimo, quase em pânico, corri pro chuveiro, liguei a ducha fria, e afundei a cabeça na água. E aqui estou agra. Quase, caí. Uuuuurf, que merda mané. Tá foda esse início de reboot.
Visualizei a angústia que é pós recaída. Aquele sentimento de derrota, não o quero mais. Esse é o drama de um viciado. As minhas manhãs serão de intensa luta. Tá bom, vou sair daqui, preciso ir distrair a mente. FIRMES GUERREIROS!

_______________________________________


Viva, creia, ame e faça!

Fé, tô no jogo maluco, é só o começo!

Meu diário, sinta-se a vontade, caso queira acompanhar minha história de luta contra o vício em PMO -> https://www.comoparar.com/t12081-iniciando-o-diario-da-minha-luta-para-vencer-o-vicio-em-pmo-dicas-para-a-cura-do-hocd
avatar
Usuário
Mensagens : 60
Data de inscrição : 28/08/2021
Idade : 16

Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD Empty Re: Iniciando o diário da minha luta para vencer o vício em PMO - Dicas para a cura do HOCD

31/8/2021, 12:47
Pavaozinho escreveu:Realmente não é nada fácil.  Acabei de quase recair, foi no limite agora, foi quase mesmo, a abstinência está terrível. Pois estou tentando levar no hard mod esse reboot, nada de imagens sensuais. E o vício está gritando por dopamina. Estavadeitado de tédio na cama, não está tendo aulas essa semana de manhã. Minha mina sai pra trabalhar cedo, fico sozinho em casa. Fui ver vídeos no celular, resolvi entrar no tik tok, e a flatline batendo. Daí queria me testar, e ao mesmo tempo resisitir a tentação e caso aparecesse vídeo de conteúdo sensual negativa-los. Os vídeos de gostosas de biquini começaram a aparecer na tela, eu comecei a usar a estratégia de clicar no três pontinho e marcar a opção "não tenho interesse". Começou e vir outros videos de outros temas, religiosos e tal, não sou muito religioso, mas tento cultivar minha espiritualidade, e sei que ela se enfraquece com o vício na pornografia, e veio vídeos de piadas daí dei like, o algoritimo começou a recomendar mais vídeos desses genêros. Contudo, acaba uma hora ou outra aparecendo de novo vídeos de meninas dançando de biquini. Cara não da pra brincar com isso, por instante eu quase fiquei cego novamente. Comecei a ficar excitado, e quando ia começar a me masturbar, me levantei, gritei basta destas recaídas. Fui mais forte, negativei todo o conteúdo, para caso eu venha a entrar nesse app novamente, terei que buscar esse conteúdo daí é algo que eu vou está quebrando o reboot, literalmente. Me levantei, com o batimento aceleradíssimo, quase em pânico, corri pro chuveiro, liguei a ducha fria, e afundei a cabeça na água. E aqui estou agra. Quase, caí. Uuuuurf, que merda mané. Tá foda esse início de reboot.
Visualizei a angústia que é pós recaída. Aquele sentimento de derrota, não o quero mais. Esse é o drama de um viciado. As minhas manhãs serão de intensa luta. Tá bom, vou sair daqui, preciso ir distrair a mente. FIRMES GUERREIROS!


Estás há quanto tempo sem pm mano?
Ir para o topo
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos