Ir para baixo
avatar
Ben
Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/09/2021

E aqui estou… Empty E aqui estou…

17/9/2021, 23:43
“Deus escreve certo por linhas certas, torto é quem não sabe interpretar…”
É com esse trecho de uma música cristã que eu quero começar um breve relato de como cheguei até aqui. Estava eu surfando aleatoriamente em um aplicativo que acabara de decidir apagar porque nada estava acrescentando na minha vida quando de repente um cara começou a falar sobre um tal transtorno que aparentemente envolvia ver vídeos com conteúdo homossexual, mesmo sendo hétero. Além disso ele falava que existia cura. Não dei muita moral pra o que ele acabara de falar e apenas fechei o aplicativo. “Deve ser mais um fanático com uma teoria religiosa pra ganhar seguidores” pensei. Tentei dormir mas não consegui. Abri novamente o aplicativo que inclusive tinha esquecido de apagar, na tentativa de encontrar novamente aquele cara e dar uma chance para o que ele tinha a dizer… não consegui. Graças a Deus consegui lembrar que ele falava sobre algo do tipo “transtorno HCO… ou H alguma coisa e joguei no Google. Acabei aqui..e comecei a ler o relato de um tanto de homens que passava pela mesma situação que a minha e vi que não estava sozinho nesta luta que por vezes parece que vai nos tragar. A partir de agora tentarei ser mais sucinto. Eu sempre gostei e senti atração por mulheres. Sempre me imaginei casado e com a casa rodeada de crianças. Sempre fui atleta e um tanto quanto popular no colégio mas até então não era o mais bonito até os 15-16 anos. Por volta dos 17, por causa do esporte o meu corpo já estava desenvolvido a ponto de chamar atenção de homens e mulheres. Sempre namorei mulheres e paralelamente consumia muita pornografia, esta introduzida por amigos, pois na minha casa cristã ela nunca foi tolerada. Com os anos o consumo foi aumentando até surgir a curiosidade de assistir algo novo e ainda mais proibido. Com ele, todos os questionamentos acerca da minha sexualidade. As vezes alguns amigos dormiam na minha casa e eu os observava tentando “testar” o meu corpo e qual seria o meu nível de atração. Isso me deixava muito mal porque namorava uma guria linda e especial e me sentia um babaca. Vários namoros e relacionamentos frustrados que pioraram quando as cantadas de homens ficaram cada vez mais “ sem noção”. Eu comecei a me sentir muito mal porque era como se eu estivesse dando liberdade para alguém ou me colocando naquela situação. A culpa estava em mim. “ eu devo ser gay… talvez bi” pensava. E ainda mais refém da P e da M. Fiz uma viagem internacional e um cara deu em cima de mim e pediu meu telefone. Normalmente quando acontecia isso eu “tremia e entrava em estado de choque” e as vezes até aceitava o bilhete mas jogava fora. Dessa vez, em um país que não era o meu , longe da possibilidade de ser flagrado, eu decidi “testar” pra ver se eu era gay. Nessa época eu tinha perdido completamente o libido por mulheres e queria saber se beijar um cara ia me deixar excitado. Eu me senti atraído por ele mas quando beijei eu não senti nada. Me senti mal. Me senti muito mal e eu tinha falado pra ele que nunca tinha feito isso antes e ele foi até bem compreensível. Me senti um lixo … do mesmo jeito que eu me sinto quanto consumo P. Quando eu encontrei o cara no TikTok eu tinha me masturbado e estava chateado e naquele dia eu decidi que queria parar com esse vício. Assumi que assim como outros vícios mais “condenados” pela sociedade eu também era um viciado. Confesso que foi estranho essa sensação mas ouvindo o relato da galera, me senti motivado e desde então … há 2 dias eu estou “limpo” . Assisti alguns vídeos sobre o assunto no YouTube … li os pdfs e me sinto fortalecido com cada história de superação e vitória. Já não me sinto sozinho e encontrei forças para enfrentar essa luta. Não é fácil até porque já tentei parar outras vezes mas dessa vez como nunca antes estou enxergando o problema de frente. “Deus é bom o tempo todo”.

euvouvencer, Vitoriosa, Rottweiler e Morena Flor gostam desta mensagem

euvouvencer
euvouvencer
Moderador
Moderador
Mensagens : 1747
Data de inscrição : 16/04/2016

E aqui estou… Empty Re: E aqui estou…

18/9/2021, 07:32
Olá Ben,

Que bom que você chegou até aqui, seja bem vindo e que o seu reboot seja um sucesso.

Procure atividades que te desviem da pornografia, faça atividades físicas e fuja dos gatilhos que te levam aos pensamentos ruins.

Instale bloqueadores no PC e celular e vigie o tempo todo.

Mas o mais importante meu amigo é você buscar a Deus, de todo o seu coração, com todas as suas forças e com toda a sua alma. Só Deus pode nos libertar. Se Ele nos libertar, verdadeiramente seremos livres.

Procure uma igreja séria, que pregue a palavra de Deus sem manipulações, converse com o pastor (ou algum irmão de sua confiança) e peça ajuda. Eu estou sendo acompanhado por uma psicóloga, indico para você também.

E bola pra frente.

Abraço.

_______________________________________
"NÃO POREI COISA MÁ DIANTE DOS MEUS OLHOS". (Salmos 101:3)










Visite meu diário:
https://www.comoparar.com/t11655p225-quero-ser-livre

Yusuke Urammeshi e Ben gostam desta mensagem

avatar
Ben
Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/09/2021

E aqui estou… Empty Re: E aqui estou…

18/9/2021, 08:37
Você tem toda a razão. Eu não consigo confiar em alguém a ponto de me abrir desse jeito. Pra todo mundo que me conhece está tudo bem e nunca imaginam que algo do tipo pode está acontecendo comigo. Estou procurando uma igreja na minha cidade mas é bem difícil encontrar um lugar que eu me sinta à vontade. Estou pensando em procurar a ajuda de uma psicóloga também. Obrigado pelas palavras. Estou entrando no terceiro dia e me sentindo bem pra caramba. Eu vou pra academia com regularidade e estou tentando desviar de coisas e situações que possam gerar gatilhos. Eu moro sozinho então este tem sido meu maior desafio. Eu estou em um período sabático agora sabe?, então estou buscando ficar só mas sempre vem a frase “Ahhh porque você está sozinho eu tenho uma amiga pra te apresentar” ou “ minha amiga te viu e gostou de você”. Isso me deixa incomodado um pouco por causa da minha situação e da minha mente militando contra com coisas do tipo “ tá vendo tem algo errado com você e você é gay”. É uma luta diária mas eu creio na vitória. Como está a sua jornada e uma pergunta “ você faz médios e longos planos pro futuro ou esse nosso vício tem te atrapalhado ?

Rottweiler e Fseler gostam desta mensagem

avatar
Ben
Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/09/2021

E aqui estou… Empty Re: E aqui estou…

18/9/2021, 08:39
euvouvencer escreveu:Olá Ben,

Que bom que você chegou até aqui, seja bem vindo e que o seu reboot seja um sucesso.

Procure atividades que te desviem da pornografia, faça atividades físicas e fuja dos gatilhos que te levam aos pensamentos ruins.

Instale bloqueadores no PC e celular e vigie o tempo todo.

Mas o mais importante meu amigo é você buscar a Deus, de todo o seu coração, com todas as suas forças e com toda a sua alma. Só Deus pode nos libertar. Se Ele nos libertar, verdadeiramente seremos livres.

Procure uma igreja séria, que pregue a palavra de Deus sem manipulações, converse com o pastor (ou algum irmão de sua confiança) e peça ajuda. Eu estou sendo acompanhado por uma psicóloga, indico para você também.

E bola pra frente.

Abraço.

Você tem toda a razão. Eu não consigo confiar em alguém a ponto de me abrir desse jeito. Pra todo mundo que me conhece está tudo bem e nunca imaginam que algo do tipo pode está acontecendo comigo. Estou procurando uma igreja na minha cidade mas é bem difícil encontrar um lugar que eu me sinta à vontade. Estou pensando em procurar a ajuda de uma psicóloga também. Obrigado pelas palavras. Estou entrando no terceiro dia e me sentindo bem pra caramba. Eu vou pra academia com regularidade e estou tentando desviar de coisas e situações que possam gerar gatilhos. Eu moro sozinho então este tem sido meu maior desafio. Eu estou em um período sabático agora sabe?, então estou buscando ficar só mas sempre vem a frase “Ahhh porque você está sozinho eu tenho uma amiga pra te apresentar” ou “ minha amiga te viu e gostou de você”. Isso me deixa incomodado um pouco por causa da minha situação e da minha mente militando contra com coisas do tipo “ tá vendo tem algo errado com você e você é gay”. É uma luta diária mas eu creio na vitória. Como está a sua jornada e uma pergunta “ você faz médios e longos planos pro futuro ou esse nosso vício tem te atrapalhado? Abraço
avatar
Ben
Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/09/2021

E aqui estou… Empty Re: E aqui estou…

20/9/2021, 15:53
Então… acho que é pra usar este espaço como um espécie de diário então vamos lá… como sou grato por ter encontrado esse espaço e por ter lido as histórias aqui relatadas … não estou feliz pelas experiências ruins ou traumas que cada um de nós sofreu mas por ver cada um de nós não está sozinho e, juntos, trabalhando da maneira certo podemos vencer . As vezes pode parecer bem difícil mas hoje, por causa da coragem de vocês em compartilhar suas maiores debilidades eu me sinto de “volta ao jogo”. Juntos somos fortes e podemos vencer. Compartilhar um pouco do que aconteceu comigo foi engrandecedor … fiquei lendo e relendo meu relato pra tentar entender onde tudo começou e vi que eu tinha omitido uma parte da história que talvez deva ter sido o gatilho para todo o resto . Tava lendo o relato de um colega sobre um abuso na infância e isso me tocou demais porque também aconteceu comigo e nunca tive coragem de compartilhar com ninguém . Eu não sinto raiva do agressor .. já liberei perdão mas acho que preciso exteriorizar pra me senti realmente livre. Talvez tenha sido um ciclo e ele também tenha sido abusado . Enfim, as vezes os pensamentos questionando minha sexualidade voltam aqueles momentos de abuso travestidos de brincadeiras infantis. Deve ter ligado alguma chave que pra ser sincero não tenho a dimensão do problema mas acredito que expondo eu possa estar me ajudando. Do mesmo jeito que sou extrovertido… quando cogito falar sobre isso com quem quer que seja, eu me fecho. Até aqui, mesmo de modo anônimo foi difícil expor .. mas sei que será fundamental. São 5 dias longe de tudo que me faz mal … longe da maldita pornografia e isso me faz muito bem. 5 dias são como engatinhar … mas é engatinhando é que se aprender a andar correto? FiM do relato n. 3

Vitoriosa, Rottweiler, Fseler, NoStress e Yusuke Urammeshi gostam desta mensagem

NoStress
NoStress
Mensagens : 175
Data de inscrição : 31/07/2021

E aqui estou… Empty Re: E aqui estou…

20/9/2021, 21:10
Ben escreveu:Então… acho que é pra usar este espaço como um espécie de diário então vamos lá… como sou grato por ter encontrado esse espaço e por ter lido as histórias aqui relatadas … não estou feliz pelas experiências ruins ou traumas que cada um de nós sofreu mas por ver cada um de nós não está sozinho e, juntos, trabalhando da maneira certo podemos vencer . As vezes pode parecer bem difícil mas hoje, por causa da coragem de vocês em compartilhar suas maiores debilidades eu me sinto de “volta ao jogo”. Juntos somos fortes e podemos vencer. Compartilhar um pouco do que aconteceu comigo foi engrandecedor … fiquei lendo e relendo meu relato pra tentar entender onde tudo começou e vi que eu tinha omitido uma parte da história que talvez deva ter sido o gatilho para todo o resto . Tava lendo o relato de um colega sobre um abuso na infância e isso me tocou demais porque também aconteceu comigo e nunca tive coragem de compartilhar com ninguém . Eu não sinto raiva do agressor .. já liberei perdão mas acho que preciso exteriorizar pra me senti realmente livre. Talvez tenha sido um ciclo e ele também tenha sido abusado . Enfim, as vezes os pensamentos questionando minha sexualidade voltam aqueles momentos de abuso travestidos de brincadeiras infantis. Deve ter ligado alguma chave que pra ser sincero não tenho a dimensão do problema mas acredito que expondo eu possa estar me ajudando. Do mesmo jeito que sou extrovertido… quando cogito falar sobre isso com quem quer que seja, eu me fecho. Até aqui, mesmo de modo anônimo foi difícil expor .. mas sei que será fundamental. São 5 dias longe de tudo que me faz mal … longe da maldita pornografia e isso me faz muito bem. 5 dias são como engatinhar … mas é engatinhando é que se aprender a andar correto? FiM do relato n. 3
Se vc está a atravessar o inferno, continue, uma hora sairá. Forças pra vc Wink

Rottweiler e Ben gostam desta mensagem

avatar
Ben
Mensagens : 14
Data de inscrição : 17/09/2021

E aqui estou… Empty Re: E aqui estou…

24/9/2021, 00:52
Mais um dia passou e graças a Deus sigo firme e forte. Hoje foi um dia bem produtivo … coloquei toda a matéria em dia e agora no finalzinho do dia fui treinar. Postei uma foto no espelho de casa … até meio despretensiosa e ai… chuva de directs… e com eles algumas não tão bem vindas. Me deu um medo de jogar essa semana “limpo” no ralo e um arrependimento de ter meio que dado azo a isso. No final das contas respirei fundo e deu certo. Estou orgulhoso de mim!!! Agora foi bem tranquilo mas estou pensando na possibilidade de ficar longe das redes sociais por um tempo … pq talvez a situação fique um pouco pior …

Yusuke Urammeshi gosta desta mensagem

TheTrooper
TheTrooper
Mensagens : 96
Data de inscrição : 24/12/2020

E aqui estou… Empty Re: E aqui estou…

24/9/2021, 17:21
Grande Ben, seja muito bem-vindo ao fórum.

Todos nós estamos no mesmo barco, no mesmo caminho, que é buscar o reboot, desintoxicar o nosso cérebro do lixo da pornografia.

Infelizmente o vício em PMO hoje é uma realidade, principalmente entre os jovens que cresceram com acesso fácil e rápido a pornografia e sensualização cada vez maior da mulher. Estamos prestes a ver uma geração de homens literalmente viciados em pornografia, sem libido, com baixa auto-estima, sem rumo na vida, incapazes de manter uma relação com mulheres.

O vício em PMO afeta as nossas vidas de variadas maneiras...não faltam histórias por aqui de vidas e casamentos destruídas por causa desse vício maldito... alguns com dúvida sobre sua sexualidade, outros caminham para a solidão, introspecção e exclusão social, outros buscam satisfazer desejos sexuais cada vez mais abjetos em virtude do vício em pornografia.. no meu caso, a PMO fez com que eu deixasse de ter libido, atração sexual pela minha própria esposa. Inclusive a falta de libido já também me fez ter dúvidas da minha sexualidade, mas graças a Deus desconfiei que o consumo exagerado (diário) de pornografia tinha relação com isso.
Hoje estou lutando para me livrar do vício, como você e como tantos outros por aqui.

Só de estarmos aqui reconhecendo o vício e lutando para superá-lo, já nos torna grandes vencedores. A maioria dos homens hoje está nas sombras, consumindo o lixo da P, sem saber que pouco a pouco suas vidas vão se acabando.

Li que você relatou abuso sexual na infância. Infelizmente é comum esse tipo de notícia por aqui, nos relatos que eu sempre ando lento. Cara, avalie com muita seriedade essa questão e como ela te afeta. Não sou especialista, mas sei que essa ferida pode desencadear diversos problemas na saúde mental de quem sofreu, sendo necessário, talvez, terapia com um profissional qualificado para eliminar o trauma.

Sobre o processo de reboot, ou seja, eliminar completamente a PMO da sua vida, algumas dicas.

Muito cuidado com essas redes sociais, que pra mim são um esgoto da nossa sociedade, não muito diferente dos sites pornográficos. Mulheres e homens objetificados, sem valores, sem pudor sobre o próprio corpo, se vendendo e mostrando o útero em troca de likes, "parcerias" e o escambau é o que temos por lá. MUITO CUIDADO. O pequeno avanço que consegui na minha curta caminhada se deu quando eu me comprometi a não mais consumir e dar audiência pra esse lixo. Faça uso das redes sociais, mas apenas para conteúdos que agreguem e sejam relevantes na sua vida. Acho que o reboot envolve crescermos como pessoas, como homens. Não vamos agir como a manada.

Lembre-se que o seu cérebro está viciado nas altas descargas de dopamina lançadas no sangue toda vez que você praticava PMO. Ele não aceitará ficar longe desse prazer imenso, típico de qualquer vício, do dia pra noite. Vai te torturar, implorar por PMO. Isso quer dizer que qualquer ser humano objetificado fazendo dancinha no seu feed do instagram vai disparar um gatilho no seu cérebro que poderá te levar de novo ao vício. Não deixe que isso aconteça.

Outra coisa que pode te atrapalhar é o fato de não canalizar a energia que antes você desperdiçava com a PMO. A retenção seminal que vai ocorrer e o acúmulo de energia que não mais será despejada após uma sessão de PMO podem nos levar a ápices de libido que infelizmente podem nos fazer recair.

O que muito tem me ajudado a evitar que isso aconteça é intensificar os exercícios físicos durante a jornada. Intensificar mesmo. É a principal fuga quando estou prestes a recair. Para você que já praticou ou pratica esportes tenho certeza que não será difícil. Atividade física gasta energia e libera dopamina, ajudando demais no reboot. Pra mim hoje é fundamental.

Talvez você já tenha visto, mas vou deixar pra você dar uma olhada sobre o melhor texto sobre o reboot que há na internet, escrito pelo Rafael Trabasso no site PDH: https://www.papodehomem.com.br/pornografia-vicio-como-parar-reboot-nofap

Ele também fez uma palestra no Youtube, para o TED.

No Youtube, pra mim o melhor conteúdo sobre o Nofap é o canal "Rico da Mente", feito por um ex-consumidor de pornografia, viciado como nós, que hoje pratica o Nofap. São realmente incríveis os vídeos, recomendo fortemente.

No mais, sigamos juntos na caminhada. Força!

_______________________________________
Meu diário:

Morena Flor e Ben gostam desta mensagem

Vitoriosa
Vitoriosa
Moderadora
Moderadora
Mensagens : 1185
Data de inscrição : 10/12/2018

E aqui estou… Empty Re: E aqui estou…

26/9/2021, 00:50
Oi, Ben!

Que bom que você chegou! Seja muito bem-vindo ao Fórum "Vício em Pornografia, Como Parar?". Aqui, ao mesmo tempo em que construímos um novo caminho por meio da reversão do vício, também construímos uma família. Por isso, desejamos que você se sinta bem entre nós, ao mesmo tempo que encontre oportunidades e condições para aprender e crescer.

Confira algumas orientações, caso já esteja adotando algumas delas, parabéns!

  • Conheça a legislação do Fórum: Regras de Participação, Orientações Básicas e Proibições.

  • Veja como gerenciar seu diário em Como criar um diário no Fórum.

  • Conheça o Guia Introdutório e aprenda o básico sobre o processo de reversão do vício ou adquira o Curso Online Programa Revert (Super Recomendado) para ter acesso a informações mais completas.

  • Confira o arsenal tecnológico para te auxiliar na proteção contra o vício: Configuração do Clean Browsing; Bloqueamento via Hosts; Inter App Control Pro (Pago); Blok Supreme (Pago); Download do Qustodio (A versão gratuita já é suficiente). Para maiores informações e/ou encontrar outras opções acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Conheça os navegadores (para smartphone) que já vem com proteção contra o vício e escolha um: Spin, Kids Safe Browser (Pago) e Mobicip. Instale o NetAngel para bloquear a pornografia em seu smartphone, bem como o AppLock que pode ser utilizado para bloquear o serviço de distribuição de aplicativos, as configurações do smarthpone, dentre outras coisas. Para maiores informações e/ou encontrar outras opções para Android, iOS ou Windows Phone acesse a Seção Ferramentas e Bloqueadores.

  • Dica: Cadastre um e-mail temporário descartável em seus softwares, pois, assim, você evita uma possível recuperação da senha. Utilize também um método de ocultação de senha, para evitar que você desative os bloqueadores em um momento de fissura. Acesse: Método para esconder a senha.

  • Instale um contador de dias: Tutorial Contador de Dias, para te situar em sua jornada.

    Avalie também a necessidade de abandono de outros vícios que podem de alguma forma te atrapalhar no processo, como masturbação, álcool, outras drogas lícitas e ilícitas, games, comidas e outros.

  • Priorize as atividades de religação, tais como: socialização, trabalho voluntário, trabalho manual prazeroso, leitura de livros, mindfulness, meditação, yoga, musculação, natação, ciclismo, pilates, hidroginástica, crossfit, boxe, lutas diversas, dança, caminhada, corrida, zumba, voleibol, futebol e muitas outras. Não foque muito em quantidade, mas na qualidade.

  • Não desperdice o seu tempo em redes sociais, pois muitas delas atuam como verdadeiras "playboys digitais", tais como: facebook, instagram, twitter, pinterest e outras. Evite também a navegação a esmo.

  • Não abandone o fórum, atualize constantemente o seu diário. Certifique-se de ter relatado toda a sua história de envolvimento com a PMO, para que, assim, possamos ajudá-lo(a) da melhor forma. Iremos empenhar todos os nossos esforços para te assistir, e sempre que puder ajude outros aqui também.

Abraços!

_______________________________________
Vitoriosa

Ben gosta desta mensagem

Yusuke Urammeshi
Yusuke Urammeshi
Mensagens : 223
Data de inscrição : 10/09/2021
Idade : 38

E aqui estou… Empty Re: E aqui estou…

18/12/2021, 12:41
A gente vai lendo as histórias e percebemos o quanto somos afetado por esse imundice virtual criminosa.
Muitos de nós entramos esse lixo por acaso e nos permimimos tomar o primeiro gole da morte do cérebro.

Da infância saudável e da adolescência maravilhosa que poderíamos ter desfrutado longe desse inferno na terra.

Eu também fiz muita merda por conta de pornografia que conheci através de revista. Depois comecei me mastubava-me 3 vezes por dia. Logo passei a ter curiosidade prá ver buc*** em geral,,daí foi 3 anos observando minhas tias,mãe, irmã,prima tomando,,e até transando.

Aos 14 anos comei fazer incesto com primas e irmãs..
Brincando de médico,,casinha e coisas assim.
Também gostava de ver meus pais transando.

Fiz essa merda por 2 anos antes ir embora de casa pra smepre até hoje moro por conta.

Já tive 5 relacionamentos e todos foram arruinados pela a falta de Amor e o vício em PMO de incesto.
Contato e vídeos, comunidades de gênero.


Descobri que tinha DE em 2016 quando falhei pela a primeira vez com um GP linda.

De lá pra cá, foram 13 broxadas decepcionantes e sem explicação,,até que hoje estou em novo relacionamento E Descobri esse espaço Fórum e a razão para meu comportamento lixo e ter brotado.

Entrei aqui e também vou fazer o PROGRAM REVERT COMPLETO. 68 dias de Reboot

DE sumiu,, procrastinacao sumiu e estou supet bem.igo pra min mesmo diariamente que jamais voltarei pra lama da pornografia em qualquer sentido.

Entreguei meus erros nas mãos de Deus e Busco uma vida nova.

Espero que todos tenham possam ter seus objetivos alcançados.


luta diária, Vitoriosa e Morena Flor gostam desta mensagem

avatar
Morena Flor
Mensagens : 202
Data de inscrição : 19/10/2020

E aqui estou… Empty Re: E aqui estou…

18/12/2021, 20:12
Estou impressionada com o seu relato e os outros que surgiram aqui no seu diário. Que tristeza o que esse vício faz na vida das pessoas.
Fico na torcida por sua recuperação
Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos