Diário - Aliócha

+45
sparta
Einstein
soprano
DerekS.W
eduxx
Filho dos Deuses
LeoSilver
jean
Kaneki
Liszt
goth_angel_sinner
KKá
Spartacuz
Yusuke Urammeshi
Thomas Shelby 22
Diácono Lucas
5&4
@_Luan
Marcos081
Lemão
JovemRenascido
Vencedor disciplinado
Druidzin
Gardenzio
Neo11
Marverick
Zaheer
freedom.ever
Rottweiler
DarthVaderMax99
Eddie Red Pill
Caio_o
Samir
chopin
Drew
o2Lázaro
Aba Anônima
Dead
PILGRIM
Origami
VanGogh
Justiceiro do Sertão
Mike
Logos
Aliócha
49 participantes
Ir para baixo
Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

2/10/2022, 09:39
Muito obrigado pelo apoio, Sopranos! Te espero sempre por aqui!

Caras, eu estou sentindo que minha saúde mental está realmente fragilizada. Parece que ando próximo de um colapso. Se eu me cuidar, isso não vai acontecer. É só questão de se cuidar. É simples. É realmente maravilhoso e incrível ser simples, e eu preciso trabalhar mais isso em mim. A simplicidade.

Frequento uma psicóloga,no SUS , sem pagar nada. Já disse isso aqui. Na sessão passada, eu estava muito sombrio, e falei algo sobre morte. Eu notei que ela reagiu diferente. Disse que eu devia ir ao psiquiatra. Eu tranquilizei ela. Disse que era uma "força de expressão". Disse também que as "forças de expressões" acabam por se tornar com o tempo, literalmente, uma força mesmo. kkkk. Quem muito pensa ou repete algo, acaba aumentando aquilo. Tais ideias, pensamentos ou falas tomam força na pessoa. Eu tranquilizei ela, mas depois, ela falou que teve uma irmã que se suicidou. Aos 29 anos de idade. Isso foi a 4 anos atrás. Ela disse que até pouco tempo, não conseguia atender pacientes que tinham falas suicidas. Isso mexia muito com ela. Depois ela comentou como a situação aconteceu..., e até sobre a irmã dela. O perfil, que tipo de pessoa era, etc. Eu ouvi, embora não tão atentamente quanto eu gostaria. Aprendi mais um bocado sobre a experiência humana. Pra vocês verem como pode ser interessante, um acompanhamento desses.

Isso evidentemente, é pouco pra mim. Quer dizer, é necessário, claro. Mas não posso ficar apenas nisso.

Aproveitando que eu falei sobre isso, eu estou lendo um livro de psicologia. O nome do livro é "Flow - a psicologia do alto desempenho e da felicidade", de um cara chamado Mihaly Csikszentmihalyi. Amigos, trata-se de um livro primoroso, eu diria até mesmo fundamental. É um livro escrito por um especialista e estudioso muito sério e dedicado, em uma linguagem para leigos. Porém, o conteúdo do livro é extremamente profundo. O tipo de leitura que eu gosto de fazer devagar - pra poder entender bem as coisas, sentir a verdade em mim, testar as sugestões, etc. É um livro extremamente útil para quem, como eu, busca se SENTIR BEM, ter HARMONIA, alguma PAZ, sentir AMOR, SEGURANÇA, se sentir LIVRE, sabem. Tudo isso são necessidades que temos. Em suma, eu vou incorporar a psicologia aos meus estudos - pois percebo que é algo muito útil mesmo pra se estudar!! E sempre que eu tiver um conteúdo interessante, que se aplique ao vício, eu vou trazer pra vocês.

Ainda falando em psicologia, eu percebo como eu ainda sou uma pessoa muito imatura....

Psiquicamente frágil e vulnerável...

Com pouquissímo controle das minhas energias...

Na psicologia existe o conceito de ENERGIA PSÍQUICA. Esse é um conceito chave, que acredito que pode me ajudar muito na minha vida. Inclusive em vencer o vício. Falando de modo bastante grosseiro e curto, energia psíquica é a energia mesmo, que investimos para fazer as coisas.

Ir malhar é um investimento de energia psíquica. Exige disposição pra ir treinar. Exige uma certa atenção e concentração. Sem dúvidas, é um investimento de energia psíquica.

Ir trabalhar também é um investimento de energia psíquica. Exige alguma atenção. Concentração. Resolver coisas. Etc. Tudo isso exige da gente.

Atividades "automáticas" como dirigir, escovar os dentes, etc, exigem uma quantidade baixa de energia psíquica. Pouco investimento energético.

Acompanhem meu raciocínio. E espero que os que não gostem tanto de psicologia me perdoem, kkk, pelo fato da minha abordagem ser quase que predominantemente psicológica.

Ao meu ver, TUDO pode ser explicado em termos de COMO USAMOS NOSSA ENERGIA PSÍQUICA.

No meu caso, eu sou, de um certo modo, uma pessoa emocionalmente adoecida, muito adoecida mesmo, pois eu invisto a maior parte de minha energia em atividades DESTRUTIVAS. Como consumir porn.

Amigos, eu realmente estou deixando de trabalhar para consumir porn. É que meu trabalho não é 8 horas por dia, nem tem que bater ponto, mas eu estou deixando de trabalhar pra consumir porn. Sorte minha que ainda não fui demitido por baixa produtividade. Eu tenho que ficar esperto pra isso não acontecer. Seria realmente lamentável. Na verdade, eu estou pensando aqui no que vou fazer em relação ao trabalho....estou quase perto do limite do tempo de entrega, e não sinto vontade nenhuma de fazer nada.... Será que sou irresponsável?

Meus pais podem ter cometido várias falhas. Isso afeta fortemente nossa psiquê. Meu pai mesmo foi um cara terrivelmente tóxico. Eu tive que sobreviver no meu ambiente familiar. Eu ainda não saí daquele lugar, pra ser honesto. Era um lugar hostil pra mim. Tudo do ponto de vista material, conforto, comida, etc. Porém, sofri muita, muita violência psicológica. Muita mesmo. Eu basicamente era constantemente ameaçado, reprimido, por ser quem eu era. Ou seja, não tinha segurança para exercer a minha individualidade na minha própria casa. Não podia ser eu mesmo. Por isso, me sentia mais a vontade bebendo em um bar do que em casa. Desde meus 15 anos, mais ou menos, que foi quando eu comecei a beber. Isso é foda.

Eu ainda não superei alguns pontos básicos da curva psicológica dos seres humanos. Todas essas coisas já foram estudadas por muita gente, e esse conhecimento está disponível, pra quem se dispor a ele.

Ainda não fiz o movimento de fazer a minha vida de fato. Ainda estou preso no que "fizeram" de mim. Uma posição de vítima, evidentemente. Uma posição que pode me manter eternamente na escravidão. Uma posição de quem não quer colocar a mão na massa, erguer seus próprios valores, trabalhar duro pela sua liberdade, inclusive pagar todas as suas contas, porque não.

Bom, vou usar de tudo isso em termos mais práticos. Até pra ser mais útil pra vocês.

Em resumo, eu percebo que DEVO ESTRUTURAR EM TERMOS RACIONAIS UM PLANO PARA O REBOOT.

Vejam, eu estou praticamente em estado emergencial.

Na verdade, eu acho que poderia surtar, se eu consumisse porn. Isso é sério.

Eu simplesmente preciso HUMILDEMENTE VOLTAR ÀS BASES DO REBOOT. BOLAR UM PLANO, COM TODOS OS ELEMENTOS. BLOQUEIOS. DOPAMINA DIÁRIA. ROTINA. TRABALHO. AJUDAR OS COLEGAS NO FÓRUM. ETC.

Porra, isso NÃO É TÃO DIFÍCIL, se vocês pararem pra pensar.

Eu tenho uma noção do que vou fazer.

Encomendei uns remédios naturais que faço uso, os quais tem notáveis e maravilhosos efeitos sobre mim. Resgatam minha paz. Infelizmente, só chegará na terça feira. É um dos métodos que eu uso para me cuidar, me preservar. Embora deva dize aos senhores que estive afastado desse caminho.

Quero sair do vale das sombras, quero me sentir amado, apoiado. Apoiado em minhas missões e objetivos nobres, como largar a pornografia. Eu ganho com isso, minha família ganha com isso, meus colegas de trabalho ganham com isso, o fórum ganha com isso. Todo mundo ganha muita coisa, quando alguém consegue superar o vício.

Porra. Eu já consegui 110 dias. Claro. EU ainda lembro. Eu tenho uns 6 anos de fórum, e meu tempo máximo longe da pornografia foram 110 dias. Isso deve ter sido no ano passado, se eu não me engano.

Todo esse ano de 2022 foi afundando na pornografia. Essa é a verdade.

Não obstante, consegui conquistar muitas coisas. Coisas fundamentais, pra falar a verdade, amigos. Realmente essenciais. Pra vocês verem que até no lamaçal pode nascer flores.

Continuo sem vida sexual. Eu acho isso grave. Minha vida é impedida de ser vivida pelo medo. Eu sinto desejo e tesão constantemente por várias mulheres, mas não consigo expressar isso. Como isso acontece com frequência, eu posso afirmar que o medo domina a minha vida. O medo é algo cinzento e escuro. O medo trava a energia. O medo impede as coisas de acontecerem. O medo pode tornar uma pessoa infeliz. Eu ainda não consegui superar isso, e tenho motivos muito particulares para tal.

Eu vou ficar por aqui...

_______________________________________

eduxx e soprano gostam desta mensagem

soprano
soprano
Mensagens : 75
Data de inscrição : 22/09/2022

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

2/10/2022, 11:03
Eaí vierkenes, novamente. Comentando porque achei sua última postagem muito interessante.
Meu vicio em pornografia é altissimo e tenho umas histórias pra contar também. Em relação ao trabalho, eu também me desviava das obrigações no trabalho pra consumir pornografia. De tamanho grau de vício. Outra coisa que me identifico é na parte de afetar muito o psicológico o consumo de pornô. Tive uma recaída essa madrugada com 10 dias longe de pornografia e pra mim já estragou todo meu humor, mas tento o máximo possível me forçar a ser positivo, porque não tem como lutar contra isso com mais negatividade.

Aliócha gosta desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

4/10/2022, 10:22
Eu recai ontem....

Saí pra rua, bebi álcool e interagi consideravelmente bem. O que nem sempre acontece, pois isso é difícil pra mim.

Um amigo chegou com duas mulheres. Estava ficando com uma delas. Mesmo ficando com meu amigo, a mulher ficou atirada pro meu lado. Como se tivesse dando em cima de mim. Isso me deixou excitado. Eu fiquei na dúvida - porque ela tava ficando meu amigo. Eu pensei: "eles acabaram de se conhecer, não possuem nenhuma relação, não teria problema nenhum eu pegar o contato dela, jogar uma conversa, etc". Eu fiquei conversando com a tal menina e a achei uma mulher bem padrão, sabem. Devo dizer amigos, que eu tenho um gosto muito especial pelas pessoas mais diferentes. Porém, ela era interessante ao seu modo. E bonitinha. Acabou que eles sumiram, foram embora os dois. Mas a amiga dela ficou.

A amiga dela me atraiu dez vezes mais do que ela. Caras, que mulher fenomenal. Mas ela era bem diferente da outra.

Começamos a conversar. Eu acho que fiquei um pouco nervoso. Só um pouco, porque a conversa fluiu bem e sem tensão. Mas a cada minuto que passava, eu pensava: "cara, que mulher! Eu tenho que dar em cima dela. Não custa nada. Ou você fica com ela, ou ela te recusa, e ainda dá pra continuar conversando com ela. É uma pessoa muito interessante. É simples porra, dê logo em cima dela", eu pensei.

10 minutos depois ela foi embora - acho que ia viajar ou algo do tipo. Peguei o contato dela no instagram.

Adicionei. Caras, a mulher é incrível mesmo. Bom, o instagram dela tem centenas de fotos....dela de bikini. Eu fiquei achando que ela é modelo, ou deve ganhar algum dinheiro com isso. Ou talvez simplesmente goste de se expor na rede, ficar recebendo elogios dos outros, etc. Eu nunca fui assim, então eu não entendo essa lógica das redes sociais.

Eu comecei a olhar e fiquei excitado. Não era meu intuito nem intenção. Não entrei pra isso. Entrei pra adicionar uma pessoa que conheci, pra ter algum tipo de contato com ela.

Dali, eu acabei caindo em conteúdo soft.

É curioso, porque parece que a minha mente não entende que a outra pessoa - uma mulher, mais especificamente - é alguém exatamente como eu. E que muitas vezes quer a mesma coisa que eu; Como transar, por exemplo.

Eu me masturbei mais várias vezes, pensando em como isso é realmente um problema pra mim. Eu não consigo me relacionar sexualmente. Algum dia eu vou conseguir. Na verdade, eu cheguei muito perto de dar em cima dessa mulher.

Sabem, apesar desse post, eu entendi coisas de suma importância.....

Eu estou estudando psicologia. E a cada leitura, parece que um novo mundo de possibilidades se abre. Eu posso afirmar a vocês que tudo é muito incrível e maravilhoso, amigos. A mente tem suas regras, e as coisas podem ser realmente lindas, se usarmos essas regras a nosso favor.

Estou interessado na obra de um cara chamado Carl Gustav Jung. Já percebi que se trata de leituras complexas. Que demandariam estudo e muito tempo pra compreender. Afinal, são coisas profundas mesmo.

Eu tenho outras prioridades. Estudar pra concurso é mais importante no momento. Vou adiar as leituras mais complexas, e ficar nas mais básicas.

A propósito, eu tenho que levar a sério o concurso. A prova é no mês de dezembro. Eu já dei uma boa passada no conteúdo. O negócio é ler, reler, anotar, escrever.

Por fim, acredito que, como disse no post anterior, tudo se resume AO USO DA NOSSA ENERGIA PSÍQUICA.

Pra começo de conversa, nossa energia é MUITO MAIOR do que costumamos imaginar.

Depois, ela escoa pros mais variados lados, muitas vezes FORA DO NOSSO CONTROLE. (ora, somos viciados em pornografia. Quanta energia já investimos nisso?).

Controlar a energia significa TER ELA A NOSSA DISPOSIÇÃO e FAZER USO DELA, DE FORMA ÚTIL, CONTROLADA, CONSCIENTE.

Tal coisa não é possível, se não começarmos a disciplinar as coisas.....

Nós temos o poder ao nosso alcance, mas para isso, precisamos parar, sentir ele. Descobrir ele. Entender como ele está fluindo. Entender PRA ONDE ESTÁ INDO A NOSSA FORÇA. NOSSA ENERGIA.

Pra pornografia? Ou outras drogas?

Pra mágoas, maus sentimentos? Vingança ou ressentimento?

Pra um trabalho vazio, que deixa nossa alma triste?

Ou ainda, sendo drenada pela falta de propósito?

Amigos, é possível atingirmos um alto controle de nossas potências.

O caminho está dado. No entanto, convém sempre lembrar dessas coisas. Sempre que eu tiver dicas, as trarei pra cá.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________

eduxx e soprano gostam desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

5/10/2022, 19:04
Sabem, eu recai mais uma vez. Foi pela manhã.

Depois de recair, eu fui trabalhar - finalizar o trabalho, na verdade. Pequenos ajustes.

Amanhã pego meu pagamento. E começo outra parte do trabalho. Quero guardar uma parte do dinheiro pra uma viagem que desejo fazer, antes do fim do ano.

Percebo como hoje em dia, é normal e natural falar com as pessoas, pra mim. Quer dizer...talvez isso não seja 100% verdade. Eu me referi a falar com as pessoas no âmbito do trabalho. Um atendente de caixa. Um garçom. Assistente administrativo. Etc. Pra trabalhar, eu consigo me comunicar bem. Na minha vida pessoal também consigo me comunicar bem, mas tenho alguns desafios específicos. Os quais eu não enfrento no trabalho.

Pode parecer besteira, mas isso pra mim é uma conquista e tanto. Quem não sofre com traços como timidez, culpa e vergonha não entende, mas quem conhece esses sentimentos vai entender perfeitamente.

Também, eu gostaria de trabalhar com mais seriedade. Eu simplesmente posso ser mais responsável e sério do que eu tenho sido, entendem? Estarei me cobrando demais? (muito possivelmente sim). Será que não consigo assumir responsabilidades? Em resumo, eu apenas gostaria de ser mais responsável. Eu tenho feito muitas besteiras. Eu posso ser mais responsável e fazer menos besteira, se eu trabalhar pra isso. Essa é a questão.

Eu ainda me sinto confuso nessa área da vida. Trabalho. Admito que não tenho clareza sobre esses pontos.

Consegui estruturar minimamente minha AUTO ESTIMA para ajusta-la à realidade. Ou seja: "vierkenes, você pode fazer qualquer coisa. Varrer um chão. Atender clientes. Trabalhar em orgãos públicos. Exceto, é claro, trabalhar carregando sacos de batatas de 50 kilos. Isso seria difícil em excesso pra você, mas no geral, você pode FAZER QUALQUER COISA. Sim, você é um ser humano incrível, lindo, que precisa muito ser amado e confiar em você mesmo, pois foi tão profundamente humilhado e massacrado que chegou a cogitar tirar a sua própria vida várias vezes. Faltou-lhe luz, vierkenes, sobre a sua própria capacidade e força. Mais amor, mais amor, pois o desprezo por si tirou-lhe tanta vitalidade que você sente seu peito "parado" e precisa beber álcool pra aguentar a vida. Mas agora veio a luz do esclarescimento espiritual profundo - que na verdade É UM LEMBRETE DIÁRIO, um trabalho diário mesmo, alimentado constantemente. Faça o que você quiser, pois que você pode." Em resumo, consegui atingir um patamar mínimo de auto estima, que me permite trabalhar.

Hoje a tarde eu encontrei com um amigo, completamente por acaso. Ele me convidou pra fumar um beck. Eu aceitei.

A maconha que fumamos era muito forte. Muito forte mesmo.

Ficamos conversando um pouco. Eu fiquei sabendo detalhes da vida dele. Depois ele foi embora. Eu fiquei sozinho no lugar onde eu estava - próximo a um rio.

A maconha elevou meu espírito. Essas coisas podem acontecer, embora comigo particularmente, sejam raras.

Simplesmente meditei profundamente ali mesmo....

Pedi compreensão a Deus....

Que me faça ver onde estou errando, qual é o ponto...

Me afastando dos afetos. Não me julgar. Não me reprimir. Me aceitar. Me acolher....

Nesse clima, pedir COMPREENSÃO sobre dois fatores específicos...

1 - vício em pornografia

2 - porque eu não consigo assumir meu desejo sexual, e simplesmente fazer sexo

Depois fui orando....orando....

E que seja feita a vontade de Deus, afinal. Seja feita a Tua vontade. Pois são as leis do universo, o modo de funcionamento das coisas. Não existe como fugir ou burlar as regras do jogo da vida, amigos.

Fiz isso com profundidade. Não é todo dia que estamos com essa força! Mas no caso, a erva influenciou completamente. Ela me colocou em um estado alterado, porém, um estado alterado benéfico. Pois que me fez meditar. Orar. Até chorar. Chorar é coisa boa, amigos. É sinal de movimentação psíquica, sinal de fluidez, de limpeza das emoções.

Eu recai hoje, mas ao mesmo tempo, finalizei uma parte do meu trabalho e fiz uma meditação muito forte, que certamente me auxiliou.

Sabem, eu estive lendo mais de psicologia....e tive alguns pensamentos sobre o vício. Partilho porque acho que possa ser útil pra alguém.

O vício amigos, é uma forma de encobrir a dor.

O vício deriva de um fenômeno absolutamente natural de todos os seres humanos. Que é se proteger. Ninguém gosta de sentir dor, e se puder evitar ela, vai evitar.

Então recorremos a algo que nos alivie. Claro. Geralmente, os vícios se adquirem na adolescência. Ou seja, quando nossa estrutura emocional e psicológica, até física mesmo, ainda está pouco desenvolvida. Adolescentes são, ao meu ver, muito mais vulneráveis ao vício. Possuem menos recursos pra lidar com as demandas da vida, com as dores da vida, do que uma pessoa adulta. E também, pouco conhecimento pra fazer escolhas mais maduras e acertadas.

O vício é uma estrutura que traz em si a repetição. Vício e repetição é quase a mesma coisa. Quantas trilhares de vezes já recaímos e pensamos: "mais uma vez! De novo isso?".

Pois bem, o vício é literalmente, do ponto de vista psicológico, como uma imagem fixa, um vórtice energético que rouba nossa energia. Um PADRÃO, sem dúvidas. Vício é sobre padrões. Quanto mais você entender o padrão, mais perto estará de ficar livre dele.

O trabalho psicológico se resume, falando de maneira bastante grosseira, em VITALIZAR esses pontos energéticos estagnados. JOGAR LUZ SOBRE AS COISAS. Analisar os padrões - entender como as peças vão se encaixando, até a queda em porn. O que exatamente estamos sentindo, quando recaímos? Essa é uma pergunta fundamental.

Não deixem que certas coisas apodreçam em vocês, meus amigos. É quase certo que quem é viciado em pornografia traz muitos pântanos dentro de si. Onde cultiva suas velhas dores. Que podem estar lá a muito tempo.

O trabalho meditativo/psicológico se demonstra como ABSOLUTAMENTE VITAL pra mim.

Com o avanço na prática, é como se eu pudesse realmente re organizar cada corrente interna minha. Explorar minha mente do jeito que eu quiser. Acho que é sobre isso. Essas coisas me trazem contentamento e alegria, pois sempre consigo sentir como as coisas funcionam de um modo fabuloso, e como o Criador é realmente generoso com todas as coisas.

Quanto tempo leva pra se entrar nessa maravilhosa, impressionante, grandiosa e recompensadora prática do auto conhecimento? Apenas 30 minutos por dia são suficientes. O grande segredo - esse é o ponto - é ser TODOS OS DIAS.

Pensar é vitalizar, amigos. Pensar em algo significa DAR ENERGIA para esse algo. Pensar é movimentação de energia psíquica. É relativamente fácil ter uma noção superficial de nosso estado psíquico, observando por um tempo que tipo de pensamentos estamos tendo. Nossos pensamentos indicam em que direções nossa energia está correndo.

Com essa prática, podemos VITALIZAR as coisas boas. E ter o conhecimento, e posteriormente o domínio da correntes doentias. As que nos fazem pensar: "que delícia os peitos daquela gostosa. Queria fazer de tudo com ela" - no caso, se referindo a uma mera mulher passante na rua. Uma pessoa passando na rua, nada mais do que isso. São pensamentos fixos típicos dos viciados em pornografia, eu acho. Podem ser revertidos, mediante um trabalho psicológico sério e constante. E esse é o objetivo dos meus estudos, e até desses meus posts. Tentar esclarecer a coisa, do ponto de vista psicológico. Espero estar sendo útil - sinalizem pra mim, se esses posts forem chatos. E lembrando que eu não sou especialista nem nada, sou só um leigo interessado. Portanto, posso estar errado em alguma coisa, afinal. Ou até em muitas.

Teremos necessariamente que mexer em coisas que não gostamos, se quisermos crescer. Não tem jeito quanto a isso.

Essa tarefa de mexer no pântano podre, fedorento, é INEVITÁVEL. É o preço do crescimento. E o crescimento é absolutamente INEVITÁVEL, como se sabe.

Tal tarefa só pode ser feita POR LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE. Ou seja, TEM QUE QUERER FAZER ISSO.

Em caso de recusa, a tendência é que as coisas piorem. Piorem. Ai podem vir aqueles sentimentos trágicos. Desespero. Pânico, etc.

Quando a coisa aperta, retornamos pro único caminho. O inevitável. No caso, o reboot. Isso pra quem quer realmente se livrar do vício.

Um dia teremos realmente que aceitar as coisas....

Se lembrem que a fruta só cai quando madura.

Literalmente, todas as coisas tem o seu tempo. Essa frase é realmente exata e perfeita.

Desejo um excelente reboot para todos.

_______________________________________

Liszt, eduxx e soprano gostam desta mensagem

Einstein
Einstein
Mensagens : 236
Data de inscrição : 14/08/2022
Localização : Brasília

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

6/10/2022, 06:18
vierkenes escreveu:Sabem, eu recai mais uma vez. Foi pela manhã.

Depois de recair, eu fui trabalhar - finalizar o trabalho, na verdade. Pequenos ajustes.

Amanhã pego meu pagamento. E começo outra parte do trabalho. Quero guardar uma parte do dinheiro pra uma viagem que desejo fazer, antes do fim do ano.

Percebo como hoje em dia, é normal e natural falar com as pessoas, pra mim. Quer dizer...talvez isso não seja 100% verdade. Eu me referi a falar com as pessoas no âmbito do trabalho. Um atendente de caixa. Um garçom. Assistente administrativo. Etc. Pra trabalhar, eu consigo me comunicar bem. Na minha vida pessoal também consigo me comunicar bem, mas tenho alguns desafios específicos. Os quais eu não enfrento no trabalho.

Pode parecer besteira, mas isso pra mim é uma conquista e tanto. Quem não sofre com traços como timidez, culpa e vergonha não entende, mas quem conhece esses sentimentos vai entender perfeitamente.

Também, eu gostaria de trabalhar com mais seriedade. Eu simplesmente posso ser mais responsável e sério do que eu tenho sido, entendem? Estarei me cobrando demais? (muito possivelmente sim). Será que não consigo assumir responsabilidades? Em resumo, eu apenas gostaria de ser mais responsável. Eu tenho feito muitas besteiras. Eu posso ser mais responsável e fazer menos besteira, se eu trabalhar pra isso. Essa é a questão.

Eu ainda me sinto confuso nessa área da vida. Trabalho. Admito que não tenho clareza sobre esses pontos.

Consegui estruturar minimamente minha AUTO ESTIMA para ajusta-la à realidade. Ou seja: "vierkenes, você pode fazer qualquer coisa. Varrer um chão. Atender clientes. Trabalhar em orgãos públicos. Exceto, é claro, trabalhar carregando sacos de batatas de 50 kilos. Isso seria difícil em excesso pra você, mas no geral, você pode FAZER QUALQUER COISA. Sim, você é um ser humano incrível, lindo, que precisa muito ser amado e confiar em você mesmo, pois foi tão profundamente humilhado e massacrado que chegou a cogitar tirar a sua própria vida várias vezes. Faltou-lhe luz, vierkenes, sobre a sua própria capacidade e força. Mais amor, mais amor, pois o desprezo por si tirou-lhe tanta vitalidade que você sente seu peito "parado" e precisa beber álcool pra aguentar a vida. Mas agora veio a luz do esclarescimento espiritual profundo - que na verdade É UM LEMBRETE DIÁRIO, um trabalho diário mesmo, alimentado constantemente. Faça o que você quiser, pois que você pode." Em resumo, consegui atingir um patamar mínimo de auto estima, que me permite trabalhar.

Hoje a tarde eu encontrei com um amigo, completamente por acaso. Ele me convidou pra fumar um beck. Eu aceitei.

A maconha que fumamos era muito forte. Muito forte mesmo.

Ficamos conversando um pouco. Eu fiquei sabendo detalhes da vida dele. Depois ele foi embora. Eu fiquei sozinho no lugar onde eu estava - próximo a um rio.

A maconha elevou meu espírito. Essas coisas podem acontecer, embora comigo particularmente, sejam raras.

Simplesmente meditei profundamente ali mesmo....

Pedi compreensão a Deus....

Que me faça ver onde estou errando, qual é o ponto...

Me afastando dos afetos. Não me julgar. Não me reprimir. Me aceitar. Me acolher....

Nesse clima, pedir COMPREENSÃO sobre dois fatores específicos...

1 - vício em pornografia

2 - porque eu não consigo assumir meu desejo sexual, e simplesmente fazer sexo

Depois fui orando....orando....

E que seja feita a vontade de Deus, afinal. Seja feita a Tua vontade. Pois são as leis do universo, o modo de funcionamento das coisas. Não existe como fugir ou burlar as regras do jogo da vida, amigos.

Fiz isso com profundidade. Não é todo dia que estamos com essa força! Mas no caso, a erva influenciou completamente. Ela me colocou em um estado alterado, porém, um estado alterado benéfico. Pois que me fez meditar. Orar. Até chorar. Chorar é coisa boa, amigos. É sinal de movimentação psíquica, sinal de fluidez, de limpeza das emoções.

Eu recai hoje, mas ao mesmo tempo, finalizei uma parte do meu trabalho e fiz uma meditação muito forte, que certamente me auxiliou.

Sabem, eu estive lendo mais de psicologia....e tive alguns pensamentos sobre o vício. Partilho porque acho que possa ser útil pra alguém.

O vício amigos, é uma forma de encobrir a dor.

O vício deriva de um fenômeno absolutamente natural de todos os seres humanos. Que é se proteger. Ninguém gosta de sentir dor, e se puder evitar ela, vai evitar.

Então recorremos a algo que nos alivie. Claro. Geralmente, os vícios se adquirem na adolescência. Ou seja, quando nossa estrutura emocional e psicológica, até física mesmo, ainda está pouco desenvolvida. Adolescentes são, ao meu ver, muito mais vulneráveis ao vício. Possuem menos recursos pra lidar com as demandas da vida, com as dores da vida, do que uma pessoa adulta. E também, pouco conhecimento pra fazer escolhas mais maduras e acertadas.

O vício é uma estrutura que traz em si a repetição. Vício e repetição é quase a mesma coisa. Quantas trilhares de vezes já recaímos e pensamos: "mais uma vez! De novo isso?".

Pois bem, o vício é literalmente, do ponto de vista psicológico, como uma imagem fixa, um vórtice energético que rouba nossa energia. Um PADRÃO, sem dúvidas. Vício é sobre padrões. Quanto mais você entender o padrão, mais perto estará de ficar livre dele.

O trabalho psicológico se resume, falando de maneira bastante grosseira, em VITALIZAR esses pontos energéticos estagnados. JOGAR LUZ SOBRE AS COISAS. Analisar os padrões - entender como as peças vão se encaixando, até a queda em porn. O que exatamente estamos sentindo, quando recaímos? Essa é uma pergunta fundamental.

Não deixem que certas coisas apodreçam em vocês, meus amigos. É quase certo que quem é viciado em pornografia traz muitos pântanos dentro de si. Onde cultiva suas velhas dores. Que podem estar lá a muito tempo.

O trabalho meditativo/psicológico se demonstra como ABSOLUTAMENTE VITAL pra mim.

Com o avanço na prática, é como se eu pudesse realmente re organizar cada corrente interna minha. Explorar minha mente do jeito que eu quiser. Acho que é sobre isso. Essas coisas me trazem contentamento e alegria, pois sempre consigo sentir como as coisas funcionam de um modo fabuloso, e como o Criador é realmente generoso com todas as coisas.

Quanto tempo leva pra se entrar nessa maravilhosa, impressionante, grandiosa e recompensadora prática do auto conhecimento? Apenas 30 minutos por dia são suficientes. O grande segredo - esse é o ponto - é ser TODOS OS DIAS.

Pensar é vitalizar, amigos. Pensar em algo significa DAR ENERGIA para esse algo. Pensar é movimentação de energia psíquica.  É relativamente fácil ter uma noção superficial de nosso estado psíquico, observando por um tempo que tipo de pensamentos estamos tendo. Nossos pensamentos indicam em que direções nossa energia está correndo.

Com essa prática, podemos VITALIZAR as coisas boas. E ter o conhecimento, e posteriormente o domínio da correntes doentias. As que nos fazem pensar: "que delícia os peitos daquela gostosa. Queria fazer de tudo com ela" - no caso, se referindo a uma mera mulher passante na rua. Uma pessoa passando na rua, nada mais do que isso. São pensamentos fixos típicos dos viciados em pornografia, eu acho. Podem ser revertidos, mediante um trabalho psicológico sério e constante. E esse é o objetivo dos meus estudos, e até desses meus posts. Tentar esclarecer a coisa, do ponto de vista psicológico. Espero estar sendo útil - sinalizem pra mim, se esses posts forem chatos. E lembrando que eu não sou especialista nem nada, sou só um leigo interessado. Portanto, posso estar errado em alguma coisa, afinal. Ou até em muitas.

Teremos necessariamente que mexer em coisas que não gostamos, se quisermos crescer. Não tem jeito quanto a isso.

Essa tarefa de mexer no pântano podre, fedorento, é INEVITÁVEL. É o preço do crescimento. E o crescimento é absolutamente INEVITÁVEL, como se sabe.

Tal tarefa só pode ser feita POR LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE. Ou seja, TEM QUE QUERER FAZER ISSO.

Em caso de recusa, a tendência é que as coisas piorem. Piorem. Ai podem vir aqueles sentimentos trágicos. Desespero. Pânico, etc.

Quando a coisa aperta, retornamos pro único caminho. O inevitável. No caso, o reboot. Isso pra quem quer realmente se livrar do vício.

Um dia teremos realmente que aceitar as coisas....

Se lembrem que a fruta só cai quando madura.

Literalmente, todas as coisas tem o seu tempo. Essa frase é realmente exata e perfeita.

Desejo um excelente reboot para todos.
Seja responsável
Seja responsável.
Seja sério para cumprir suas metas, até porque uma meta é como uma criança: você não pode deixar a criança chorando no chão. A meta/Objetivo é a mesma coisa: você tem que regar, tomar sol e cuidar. Discernir o CERTO do ERRADO para alcançar seus objetivos.
eduxx
eduxx
Mensagens : 388
Data de inscrição : 20/07/2022
Idade : 29
Localização : Brasil

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

6/10/2022, 12:56
vierkenes escreveu:Sabem, eu recai mais uma vez. Foi pela manhã.

Depois de recair, eu fui trabalhar - finalizar o trabalho, na verdade. Pequenos ajustes.

Amanhã pego meu pagamento. E começo outra parte do trabalho. Quero guardar uma parte do dinheiro pra uma viagem que desejo fazer, antes do fim do ano.

Percebo como hoje em dia, é normal e natural falar com as pessoas, pra mim. Quer dizer...talvez isso não seja 100% verdade. Eu me referi a falar com as pessoas no âmbito do trabalho. Um atendente de caixa. Um garçom. Assistente administrativo. Etc. Pra trabalhar, eu consigo me comunicar bem. Na minha vida pessoal também consigo me comunicar bem, mas tenho alguns desafios específicos. Os quais eu não enfrento no trabalho.

Pode parecer besteira, mas isso pra mim é uma conquista e tanto. Quem não sofre com traços como timidez, culpa e vergonha não entende, mas quem conhece esses sentimentos vai entender perfeitamente.

Também, eu gostaria de trabalhar com mais seriedade. Eu simplesmente posso ser mais responsável e sério do que eu tenho sido, entendem? Estarei me cobrando demais? (muito possivelmente sim). Será que não consigo assumir responsabilidades? Em resumo, eu apenas gostaria de ser mais responsável. Eu tenho feito muitas besteiras. Eu posso ser mais responsável e fazer menos besteira, se eu trabalhar pra isso. Essa é a questão.

Eu ainda me sinto confuso nessa área da vida. Trabalho. Admito que não tenho clareza sobre esses pontos.

Consegui estruturar minimamente minha AUTO ESTIMA para ajusta-la à realidade. Ou seja: "vierkenes, você pode fazer qualquer coisa. Varrer um chão. Atender clientes. Trabalhar em orgãos públicos. Exceto, é claro, trabalhar carregando sacos de batatas de 50 kilos. Isso seria difícil em excesso pra você, mas no geral, você pode FAZER QUALQUER COISA. Sim, você é um ser humano incrível, lindo, que precisa muito ser amado e confiar em você mesmo, pois foi tão profundamente humilhado e massacrado que chegou a cogitar tirar a sua própria vida várias vezes. Faltou-lhe luz, vierkenes, sobre a sua própria capacidade e força. Mais amor, mais amor, pois o desprezo por si tirou-lhe tanta vitalidade que você sente seu peito "parado" e precisa beber álcool pra aguentar a vida. Mas agora veio a luz do esclarescimento espiritual profundo - que na verdade É UM LEMBRETE DIÁRIO, um trabalho diário mesmo, alimentado constantemente. Faça o que você quiser, pois que você pode." Em resumo, consegui atingir um patamar mínimo de auto estima, que me permite trabalhar.

Hoje a tarde eu encontrei com um amigo, completamente por acaso. Ele me convidou pra fumar um beck. Eu aceitei.

A maconha que fumamos era muito forte. Muito forte mesmo.

Ficamos conversando um pouco. Eu fiquei sabendo detalhes da vida dele. Depois ele foi embora. Eu fiquei sozinho no lugar onde eu estava - próximo a um rio.

A maconha elevou meu espírito. Essas coisas podem acontecer, embora comigo particularmente, sejam raras.

Simplesmente meditei profundamente ali mesmo....

Pedi compreensão a Deus....

Que me faça ver onde estou errando, qual é o ponto...

Me afastando dos afetos. Não me julgar. Não me reprimir. Me aceitar. Me acolher....

Nesse clima, pedir COMPREENSÃO sobre dois fatores específicos...

1 - vício em pornografia

2 - porque eu não consigo assumir meu desejo sexual, e simplesmente fazer sexo

Depois fui orando....orando....

E que seja feita a vontade de Deus, afinal. Seja feita a Tua vontade. Pois são as leis do universo, o modo de funcionamento das coisas. Não existe como fugir ou burlar as regras do jogo da vida, amigos.

Fiz isso com profundidade. Não é todo dia que estamos com essa força! Mas no caso, a erva influenciou completamente. Ela me colocou em um estado alterado, porém, um estado alterado benéfico. Pois que me fez meditar. Orar. Até chorar. Chorar é coisa boa, amigos. É sinal de movimentação psíquica, sinal de fluidez, de limpeza das emoções.

Eu recai hoje, mas ao mesmo tempo, finalizei uma parte do meu trabalho e fiz uma meditação muito forte, que certamente me auxiliou.

Sabem, eu estive lendo mais de psicologia....e tive alguns pensamentos sobre o vício. Partilho porque acho que possa ser útil pra alguém.

O vício amigos, é uma forma de encobrir a dor.

O vício deriva de um fenômeno absolutamente natural de todos os seres humanos. Que é se proteger. Ninguém gosta de sentir dor, e se puder evitar ela, vai evitar.

Então recorremos a algo que nos alivie. Claro. Geralmente, os vícios se adquirem na adolescência. Ou seja, quando nossa estrutura emocional e psicológica, até física mesmo, ainda está pouco desenvolvida. Adolescentes são, ao meu ver, muito mais vulneráveis ao vício. Possuem menos recursos pra lidar com as demandas da vida, com as dores da vida, do que uma pessoa adulta. E também, pouco conhecimento pra fazer escolhas mais maduras e acertadas.

O vício é uma estrutura que traz em si a repetição. Vício e repetição é quase a mesma coisa. Quantas trilhares de vezes já recaímos e pensamos: "mais uma vez! De novo isso?".

Pois bem, o vício é literalmente, do ponto de vista psicológico, como uma imagem fixa, um vórtice energético que rouba nossa energia. Um PADRÃO, sem dúvidas. Vício é sobre padrões. Quanto mais você entender o padrão, mais perto estará de ficar livre dele.

O trabalho psicológico se resume, falando de maneira bastante grosseira, em VITALIZAR esses pontos energéticos estagnados. JOGAR LUZ SOBRE AS COISAS. Analisar os padrões - entender como as peças vão se encaixando, até a queda em porn. O que exatamente estamos sentindo, quando recaímos? Essa é uma pergunta fundamental.

Não deixem que certas coisas apodreçam em vocês, meus amigos. É quase certo que quem é viciado em pornografia traz muitos pântanos dentro de si. Onde cultiva suas velhas dores. Que podem estar lá a muito tempo.

O trabalho meditativo/psicológico se demonstra como ABSOLUTAMENTE VITAL pra mim.

Com o avanço na prática, é como se eu pudesse realmente re organizar cada corrente interna minha. Explorar minha mente do jeito que eu quiser. Acho que é sobre isso. Essas coisas me trazem contentamento e alegria, pois sempre consigo sentir como as coisas funcionam de um modo fabuloso, e como o Criador é realmente generoso com todas as coisas.

Quanto tempo leva pra se entrar nessa maravilhosa, impressionante, grandiosa e recompensadora prática do auto conhecimento? Apenas 30 minutos por dia são suficientes. O grande segredo - esse é o ponto - é ser TODOS OS DIAS.

Pensar é vitalizar, amigos. Pensar em algo significa DAR ENERGIA para esse algo. Pensar é movimentação de energia psíquica.  É relativamente fácil ter uma noção superficial de nosso estado psíquico, observando por um tempo que tipo de pensamentos estamos tendo. Nossos pensamentos indicam em que direções nossa energia está correndo.

Com essa prática, podemos VITALIZAR as coisas boas. E ter o conhecimento, e posteriormente o domínio da correntes doentias. As que nos fazem pensar: "que delícia os peitos daquela gostosa. Queria fazer de tudo com ela" - no caso, se referindo a uma mera mulher passante na rua. Uma pessoa passando na rua, nada mais do que isso. São pensamentos fixos típicos dos viciados em pornografia, eu acho. Podem ser revertidos, mediante um trabalho psicológico sério e constante. E esse é o objetivo dos meus estudos, e até desses meus posts. Tentar esclarecer a coisa, do ponto de vista psicológico. Espero estar sendo útil - sinalizem pra mim, se esses posts forem chatos. E lembrando que eu não sou especialista nem nada, sou só um leigo interessado. Portanto, posso estar errado em alguma coisa, afinal. Ou até em muitas.

Teremos necessariamente que mexer em coisas que não gostamos, se quisermos crescer. Não tem jeito quanto a isso.

Essa tarefa de mexer no pântano podre, fedorento, é INEVITÁVEL. É o preço do crescimento. E o crescimento é absolutamente INEVITÁVEL, como se sabe.

Tal tarefa só pode ser feita POR LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE. Ou seja, TEM QUE QUERER FAZER ISSO.

Em caso de recusa, a tendência é que as coisas piorem. Piorem. Ai podem vir aqueles sentimentos trágicos. Desespero. Pânico, etc.

Quando a coisa aperta, retornamos pro único caminho. O inevitável. No caso, o reboot. Isso pra quem quer realmente se livrar do vício.

Um dia teremos realmente que aceitar as coisas....

Se lembrem que a fruta só cai quando madura.

Literalmente, todas as coisas tem o seu tempo. Essa frase é realmente exata e perfeita.

Desejo um excelente reboot para todos.

Bom dia meu amigo, como vai?


Excelente observações, compartilho do mesmo que você, inclusive essa nova sequência tem sido baseada nisso, reflexões e reflexões, uma coisa é fato, podermos ser mais fortes que isso, e só depende de nós mesmos!!!!!



Grande abraço, siga firme!

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t12707-depoimento-de-um-viciado-diario-eduxx


soprano
soprano
Mensagens : 75
Data de inscrição : 22/09/2022

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

8/10/2022, 19:07
Força, vierkenes. Não esqueça do apoio que vc tem de todos aqui, meu camarada. Nem por um momento esqueça disso e do seu esforço. Bora!
Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

10/10/2022, 10:15
Gratidão, amigos Eduxx, soprano e Eisntein, pela força!!! Muito obrigado mesmo!!!

Mais uma recaída.

Estive pensando que não tenho mais como viver do jeito que tenho vivido.

Eu basicamente matei a parte de mim que é um homem que sente desejo sexual. Eu matei essa parte de mim. Assassinei cruelmente uma parte de mim mesmo, e enterrei nos porões da minha mente. Os mortos, vocês sabem como é. Eles pesam. Fedem. Apodrecem. Podem até agarrar nosso pé, nos atormentar, do reino dos mortos. Eu carrego isso dentro de mim.

Mas nada some ou desaparece, amigos. Nada.

Podemos observar um carro enquanto passa. Até ele sair de vista. O fato de que ele saiu do campo de visão não significa que ele deixou de existir. Nós apenas deixamos de vê-lo.

Qualquer coisa que esteja sendo ignorada, negada, será cobrada depois. Podem ter certeza disso.

Eu carrego um morto dentro de mim. Do vierkenes de 14 anos de idade que queria beijar uma colega da escola. Na verdade, eu o assassinei brutalmente. Eu neguei-lhe a existência, o enchi de terror. Eu coloquei tanto pânico e violência nele que ele ficou paralisado. Nunca mais se mexeu, quando estava perto de uma mulher que ele desejava. Dei uma facada mesmo, achando que essa parte ia morrer.

Só que essas coisas não morrem. Elas sempre voltam. Sempre.

Agora meu morto veio me cobrar a conta. Veio me atormentar, direto do inferno, pra onde eu mandei ele, sem dó nem piedade. Veio com todas as sombras do inferno, cobrar a sua conta.

Eu preciso resgatar quem eu sempre fui. Ou seja: um homem que sente desejo sexual.

Preciso fazer uma missão de resgate pro Vierkenes de 14 anos. Que tinha energia, que tinha curiosidade pela vida. Que queria viver. Que sentia desejo sexual. Que não tinha medo do outro. Eu preciso resgatar a mim mesmo, amigos! Preciso dizer a ele, com toda a segurança, carinho e amor que ainda tenho dentro de mim: "VAI VIVER PORRA!!! EU TE AUTORIZO A VIVER SEM MEDO!!"

Eu não acredito mais que eu vou conseguir vencer o vício em pornografia, com esse "pequeno problema" que eu tenho.

Ao meu ver, as duas coisas estão diretamente relacionadas.

Se eu não precisasse me reprimir, me sufocar, me matar por dentro. Se eu não tivesse que sentir tanta porra de rancor pelo passado. Se eu não tivesse que sentir inveja e mal estar, diante de outras pessoas que possuem a liberdade que eu nunca tive. Se eu não tivesse que viver mentindo pra mim mesmo O TEMPO TODO, NOS ÚLTIMOS, SEI LÁ, 20 ANOS. Se eu não tivesse que viver subindo pelas paredes a muitos e muitos anos. Talvez as coisas ficassem realmente mais fáceis.

Eu sinto que estou morrendo por dentro. Isso faz tempo. Na verdade, eu matei o vierkenes de 14 anos de idade, que queria beijar a colega de escola. De quem ele gostava. De quem ele queria carinho e a quem ele daria carinho. Eu o matei ali mesmo, aos 14 anos. Eu mandei ele pro inferno, caras. É sério. Podem acreditar que eu mandei essa parte de mim mesmo pro inferno.....pra queimar no inferno.

Mas essas coisas não morrem. É o que eu digo. Elas apenas saem do campo de visão. Com o tempo viram sombra. Vira trevas. Eu estou sentindo isso na pele nesse momento.

Tudo que é negado, sai do campo de visão e cresce. Cresce. Cresce sem que a gente veja. Nos influencia direto do inconsciente. Não vemos isso, mas está lá. O tempo todo. Presente. Meu adolescente de 14 anos chora lágrimas de sangue. Eu o enterrei ainda vivo. Agora ele está ressurgindo.

Ferido. Magoado. Sofrendo tanto que ele diz: "eu quero morrer. Eu quero morrer. Leve a minha vida embora".

Eu tenho que ser forte. Pra consolar a mim mesmo. Me dar esperança. Tenho que ser muito paciente, pois estou muito ferido. Preciso de muito amor, amigos. Muito amor mesmo...

Quando a coisa aparece, é bom sinal.

É melhor aparecer e VIR A TONA, SURGIR, do que ficar crescendo nas trevas.

Não há como vencer o que não conhecemos, amigos. É impossível vencer um inimigo que não conseguimos ver. Então, o primeiro passo consiste em FAZER APARECER A CAUSA DE NOSSO SOFRIMENTO, TORNA-LO VISÍVEL. Mesmo que seja desagradável.

Eu não consegui ficar 7 anos sem beijar na boca sem um custo emocional MUITO ELEVADO MESMO, VOCÊS NÃO TEM IDEIA.

Sem sentir UM BRUTAL MEDO DA VIDA, DAS COISAS BOAS DA VIDA. MEDO. MEDO. MEDO DE VIVER. MEDO DE SER FELIZ. MEDO QUE ENCOSTEM EM MIM. MEDO DE ENCOSTAR NO OUTRO. MEDO DA VIDA. PORQUE A VIDA É TROCA.

Nada que seja negado, amigos, desaparece. Nada. Nem adianta, que isso aí não tem jeito. Tudo que é negado, CRESCE na inconsciência. E fica nos influenciando de lá, o tempo inteiro. Sem que a gente perceba.

Recomendo enfaticamente que sejam honestos com vocês mesmos....

Eu falhei nessa missão. Mas posso recomeçar. Tentar de novo. Ser honesto. Dizer REALMENTE o que eu sinto. Caso contrário, eu estarei mais uma vez me negando. E não se faz isso sem um custo MUITO ELEVADO. A continuar nesse movimento, o custo pode ser cada vez mais extremo. Pânico. Morte. Meu quadro pode evoluir pra coisas piores.

Na verdade, eu não sinto que consigo superar isso sozinho. Eu preciso de uma ajuda, entendem. Superar isso sozinho parece fora do meu alcance.

Mas eu já tenho essa ajuda. Ferramentas. Eu tenho ajuda.

Eu estou firmemente decidido a mudar isso.....mesmo que minha vontade esteja fraca por ter recaído hoje.

Eu não quero viver como um morto vivo. Com a vontade apagada. Um homem que, se uma mulher atraente e bacana encostar em mim, esfregar os peitos na minha cara e dizer que me ama, eu não vou sentir NADA. Eu não consegui chegar a esse ponto sem sofrer muita violência, sem me morder, me drogar, bater minha cabeça na parede, etc. São quase 20 anos vivendo assim.

Posso rir cinicamente, ficar parado e rir. Da burrice de uma mulher que tenta ressuscitar um morto, que quer transar com um morto. Que quer amar um morto. Ou então, que vai simplesmente xingar a mulher. Muita negatividade. Inveja. Rancor. Essas coisas não me saíram de graça. Tudo tem um custo.

Estou um pouco desesperado. Só quis desabafar. Estou desesperado, mas ISSO FAZ PARTE DO PROCESSO DE CURA.

Preciso mudar de vida. De atitude. Urgente.

Por fim, queria dizer o seguinte....

O vício é uma fuga da dor. Fugir da dor é um mecanismo natural.

Superar um vício significa ter a maturidade psíquica pra sentir a sua dor. Encarar a sua dor SÓBRIO.

Isso exige maturidade psíquica. Não tem jeito.

Ontem estava próximo a um bar e vi um conhecido, que é alcoólatra.

Ele se referia ao álcool como "remédio". Pedia "uma dose de remédio", pro dono do bar.

Muitos vão dizer: é um alcoólatra. Um doente. Precisa de ajuda. O álcool está matando ele. Ele vai morrer de coma alcoólico. Etc.

Eu vejo a coisa de um modo completamente diferente. Concordo que ele é um alcoólatra. Quanto a precisar de ajuda, já não sei. Ajuda é PRA QUEM QUER E BUSCA, PRA QUEM QUER SER AJUDADO. Se a pessoa não se movimenta nesse sentido, ninguém vai fazer isso por ela. O dia que ele REALMENTE QUISER AJUDA, ele certamente vai ter.

Não concordo que o álcool está matando ele. Claro, faz muito mal, causa danos, etc. Lógico que alcoolismo faz mal. Beber um monte, beber de manhã, lógico que é ruim.

Mas quando ele chamou a cachaça de remédio, eu pensei: "porra, ele realmente PRECISA DISSO".

Se tirar o álcool dele, ele NÃO VAI CONSEGUIR LIDAR COM A VIDA DELE.

O que quero dizer é que NO ATUAL ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO PSÍQUICO DELE, ELE NÃO TEM CONDIÇÕES DE LIDAR COM CERTAS COISAS.

Isso me lembra o vício em pornografia.

Nós ficamos viciados e etc. Isso não é bom, mas foi isso que aconteceu. Primeiro, aceitar a realidade, não é?

Por trás do vício, uma dor. Uma negação. Algo que não queremos ver.

A caverna que você não quer olhar é a que contém o tesouro que você procura.

Porém, quando trememos de frio, suor, desmaiamos, diante da visão da caverna. Ou saímos correndo pra beber, pra consumir porn. É porque não conseguimos entrar na tal caverna. Não conseguimos AINDA.

Haverá aqueles que são extremamente corajosos.....que entram na caverna destemidos. Com CORAGEM. Mas eu não sou desses. Eu tremi muito diante do terror. O que não significa que eu não possa me superar. Me surpreender. Ter CORAGEM.

A caverna que você não quer olhar é a que contém o tesouro que você procura.

Volto pra dar notícias.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________

Gardenzio e eduxx gostam desta mensagem

eduxx
eduxx
Mensagens : 388
Data de inscrição : 20/07/2022
Idade : 29
Localização : Brasil

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

10/10/2022, 12:06
vierkenes escreveu:Gratidão, amigos Eduxx, soprano e Eisntein, pela força!!! Muito obrigado mesmo!!!

Mais uma recaída.

Estive pensando que não tenho mais como viver do jeito que tenho vivido.

Eu basicamente matei a parte de mim que é um homem que sente desejo sexual. Eu matei essa parte de mim. Assassinei cruelmente uma parte de mim mesmo, e enterrei nos porões da minha mente. Os mortos, vocês sabem como é. Eles pesam. Fedem. Apodrecem. Podem até agarrar nosso pé, nos atormentar, do reino dos mortos. Eu carrego isso dentro de mim.

Mas nada some ou desaparece, amigos. Nada.

Podemos observar um carro enquanto passa. Até ele sair de vista. O fato de que ele saiu do campo de visão não significa que ele deixou de existir. Nós apenas deixamos de vê-lo.

Qualquer coisa que esteja sendo ignorada, negada, será cobrada depois. Podem ter certeza disso.

Eu carrego um morto dentro de mim. Do vierkenes de 14 anos de idade que queria beijar uma colega da escola. Na verdade, eu o assassinei brutalmente. Eu neguei-lhe a existência, o enchi de terror. Eu coloquei tanto pânico e violência nele que ele ficou paralisado. Nunca mais se mexeu, quando estava perto de uma mulher que ele desejava. Dei uma facada mesmo, achando que essa parte ia morrer.

Só que essas coisas não morrem. Elas sempre voltam. Sempre.

Agora meu morto veio me cobrar a conta. Veio me atormentar, direto do inferno, pra onde eu mandei ele, sem dó nem piedade. Veio com todas as sombras do inferno, cobrar a sua conta.

Eu preciso resgatar quem eu sempre fui. Ou seja: um homem que sente desejo sexual.

Preciso fazer uma missão de resgate pro Vierkenes de 14 anos. Que tinha energia, que tinha curiosidade pela vida. Que queria viver. Que sentia desejo sexual. Que não tinha medo do outro. Eu preciso resgatar a mim mesmo, amigos! Preciso dizer a ele, com toda a segurança, carinho e amor que ainda tenho dentro de mim: "VAI VIVER PORRA!!! EU TE AUTORIZO A VIVER SEM MEDO!!"

Eu não acredito mais que eu vou conseguir vencer o vício em pornografia, com esse "pequeno problema" que eu tenho.

Ao meu ver, as duas coisas estão diretamente relacionadas.

Se eu não precisasse me reprimir, me sufocar, me matar por dentro. Se eu não tivesse que sentir tanta porra de rancor pelo passado. Se eu não tivesse que sentir inveja e mal estar, diante de outras pessoas que possuem a liberdade que eu nunca tive. Se eu não tivesse que viver mentindo pra mim mesmo O TEMPO TODO, NOS ÚLTIMOS, SEI LÁ, 20 ANOS. Se eu não tivesse que viver subindo pelas paredes a muitos e muitos anos. Talvez as coisas ficassem realmente mais fáceis.

Eu sinto que estou morrendo por dentro. Isso faz tempo. Na verdade, eu matei o vierkenes de 14 anos de idade, que queria beijar a colega de escola. De quem ele gostava. De quem ele queria carinho e a quem ele daria carinho. Eu o matei ali mesmo, aos 14 anos. Eu mandei ele pro inferno, caras. É sério. Podem acreditar que eu mandei essa parte de mim mesmo pro inferno.....pra queimar no inferno.

Mas essas coisas não morrem. É o que eu digo. Elas apenas saem do campo de visão. Com o tempo viram sombra. Vira trevas. Eu estou sentindo isso na pele nesse momento.

Tudo que é negado, sai do campo de visão e cresce. Cresce. Cresce sem que a gente veja. Nos influencia direto do inconsciente. Não vemos isso, mas está lá. O tempo todo. Presente. Meu adolescente de 14 anos chora lágrimas de sangue. Eu o enterrei ainda vivo. Agora ele está ressurgindo.

Ferido. Magoado. Sofrendo tanto que ele diz: "eu quero morrer. Eu quero morrer. Leve a minha vida embora".

Eu tenho que ser forte. Pra consolar a mim mesmo. Me dar esperança. Tenho que ser muito paciente, pois estou muito ferido. Preciso de muito amor, amigos. Muito amor mesmo...

Quando a coisa aparece, é bom sinal.

É melhor aparecer e VIR A TONA, SURGIR, do que ficar crescendo nas trevas.

Não há como vencer o que não conhecemos, amigos. É impossível vencer um inimigo que não conseguimos ver. Então, o primeiro passo consiste em FAZER APARECER A CAUSA DE NOSSO SOFRIMENTO, TORNA-LO VISÍVEL. Mesmo que seja desagradável.

Eu não consegui ficar 7 anos sem beijar na boca sem um custo emocional MUITO ELEVADO MESMO, VOCÊS NÃO TEM IDEIA.

Sem sentir UM BRUTAL MEDO DA VIDA, DAS COISAS BOAS DA VIDA. MEDO. MEDO. MEDO DE VIVER. MEDO DE SER FELIZ. MEDO QUE ENCOSTEM EM MIM. MEDO DE ENCOSTAR NO OUTRO. MEDO DA VIDA. PORQUE A VIDA É TROCA.

Nada que seja negado, amigos, desaparece. Nada. Nem adianta, que isso aí não tem jeito. Tudo que é negado, CRESCE na inconsciência. E fica nos influenciando de lá, o tempo inteiro. Sem que a gente perceba.

Recomendo enfaticamente que sejam honestos com vocês mesmos....

Eu falhei nessa missão. Mas posso recomeçar. Tentar de novo. Ser honesto. Dizer REALMENTE o que eu sinto. Caso contrário, eu estarei mais uma vez me negando. E não se faz isso sem um custo MUITO ELEVADO. A continuar nesse movimento, o custo pode ser cada vez mais extremo. Pânico. Morte. Meu quadro pode evoluir pra coisas piores.

Na verdade, eu não sinto que consigo superar isso sozinho. Eu preciso de uma ajuda, entendem. Superar isso sozinho parece fora do meu alcance.

Mas eu já tenho essa ajuda. Ferramentas. Eu tenho ajuda.

Eu estou firmemente decidido a mudar isso.....mesmo que minha vontade esteja fraca por ter recaído hoje.

Eu não quero viver como um morto vivo. Com a vontade apagada. Um homem que, se uma mulher atraente e bacana encostar em mim, esfregar os peitos na minha cara e dizer que me ama, eu não vou sentir NADA. Eu não consegui chegar a esse ponto sem sofrer muita violência, sem me morder, me drogar, bater minha cabeça na parede, etc. São quase 20 anos vivendo assim.

Posso rir cinicamente, ficar parado e rir. Da burrice de uma mulher que tenta ressuscitar um morto, que quer transar com um morto. Que quer amar um morto. Ou então, que vai simplesmente xingar a mulher. Muita negatividade. Inveja. Rancor. Essas coisas não me saíram de graça. Tudo tem um custo.

Estou um pouco desesperado. Só quis desabafar. Estou desesperado, mas ISSO FAZ PARTE DO PROCESSO DE CURA.

Preciso mudar de vida. De atitude. Urgente.

Por fim, queria dizer o seguinte....

O vício é uma fuga da dor. Fugir da dor é um mecanismo natural.

Superar um vício significa ter a maturidade psíquica pra sentir a sua dor. Encarar a sua dor SÓBRIO.

Isso exige maturidade psíquica. Não tem jeito.

Ontem estava próximo a um bar e vi um conhecido, que é alcoólatra.

Ele se referia ao álcool como "remédio". Pedia "uma dose de remédio", pro dono do bar.

Muitos vão dizer: é um alcoólatra. Um doente. Precisa de ajuda. O álcool está matando ele. Ele vai morrer de coma alcoólico. Etc.

Eu vejo a coisa de um modo completamente diferente. Concordo que ele é um alcoólatra. Quanto a precisar de ajuda, já não sei. Ajuda é PRA QUEM QUER E BUSCA, PRA QUEM QUER SER AJUDADO. Se a pessoa não se movimenta nesse sentido, ninguém vai fazer isso por ela. O dia que ele REALMENTE QUISER AJUDA, ele certamente vai ter.

Não concordo que o álcool está matando ele. Claro, faz muito mal, causa danos, etc. Lógico que alcoolismo faz mal. Beber um monte, beber de manhã, lógico que é ruim.

Mas quando ele chamou a cachaça de remédio, eu pensei: "porra, ele realmente PRECISA DISSO".

Se tirar o álcool dele, ele NÃO VAI CONSEGUIR LIDAR COM A VIDA DELE.

O que quero dizer é que NO ATUAL ESTÁGIO DE DESENVOLVIMENTO PSÍQUICO DELE, ELE NÃO TEM CONDIÇÕES DE LIDAR COM CERTAS COISAS.

Isso me lembra o vício em pornografia.

Nós ficamos viciados e etc. Isso não é bom, mas foi isso que aconteceu. Primeiro, aceitar a realidade, não é?

Por trás do vício, uma dor. Uma negação. Algo que não queremos ver.

A caverna que você não quer olhar é a que contém o tesouro que você procura.

Porém, quando trememos de frio, suor, desmaiamos, diante da visão da caverna. Ou saímos correndo pra beber, pra consumir porn. É porque não conseguimos entrar na tal caverna. Não conseguimos AINDA.

Haverá aqueles que são extremamente corajosos.....que entram na caverna destemidos. Com CORAGEM. Mas eu não sou desses. Eu tremi muito diante do terror. O que não significa que eu não possa me superar. Me surpreender. Ter CORAGEM.

A caverna que você não quer olhar é a que contém o tesouro que você procura.

Volto pra dar notícias.

Excelente reboot para todos.


Bom dia meu amigo, como vão as coisas?


Li e reli sua mensagem, e te entendo perfeitamente!!!


Infelizmente isso tudo acontece pela "dessensibilização" feita no nosso cérebro causada por PMO;


O nosso cérebro só começa enxergar prazer e o mundo daquela forma, as vezes achamos que os prejuízos são somente sexuais, mais não, são maiores do que imaginamos.


Uma coisa é fato, abandonando isso você estará com 50% ou mais do seu problema resolvido, sua auto confiança irá melhorar gradativamente;


Sobre o álcool, e tudo que é droga (nos tira da realidade, infelizmente "drogas" permitidas e não permitidas) vão nos matando por dentro, criando uma realidade que não existe, eu por exemplo comecei consumir álcool com meus 14 anos, e hoje vejo o quanto eu ficava fora da realidade, graças à DEUS, tive oportunidades de mudar e enxergar isso, das quais eu agarrei com força!!!


Mais uma coisa é fato, “A DIFERENÇA ENTRE O REMÉDIO E O VENENO ESTÁ NA DOSE”.



Mais fique firme, busque se auto conhecer, você já sabe o caminho que precisa ser trilhado, e pra sua sorte, ele só depende de você pra fazer isso!!!


Foi nos dado o livre arbítrio pra sermos donos de si, donos das nossas vontades, opiniões, dores, felicidades, então cuide de você!!!


Seguiremos te acompanhando, grande abraço!

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t12707-depoimento-de-um-viciado-diario-eduxx


Aliócha gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2564
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 26
Localização : Cattolica Eraclea

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

11/10/2022, 10:25
Digníssimo Vierk!

Fazia tempo que não passava por aqui, e cá estamos.

Continue sempre sua caminhada, meu bom. Não desanime. Não sabemos as coisas que cada um tem dentro de si, mas continuemos na nossa batalha contra a PMO.

Dei uma breve lida que estás se interessando sobre ler autores da psicanálise. Salvo engano Jung, se não errei... Estava seguindo também o mesmo percurso... hehe

Acho que ajuda bastante. Continue nessa pegada. Uma das coisas que fará muito bem ao nosso reboot é também focar em nos entender bem. E aos poucos vamos passando os dias e evoluindo, e evoluindo...

Uma coisa que eu acredito muito é que nossas adversidades aqui da vida servem para que nós possamos nos reerguer ainda mais fortes.

Vi num vídeo a explicação sobre a razão das águias conseguirem voar tão alto: por suas asas serem pesadas, elas conseguem subir muito mais alto que as demais aves. Nesse caso o reino animal pode nos ensinar muitas coisas...

Todos nós temos um desafio para resolver nas nossas vidas, então nunca estamos sós na jornada. Tu tens tuas questões, eu com as minhas, e cada um com suas questões para resolver. Por isso, meu nobre, desejo sempre forças para você.

Gosto de encarar as adversidades como oportunidades. Claro que dentro do "furacão" às vezes ficamos perdidos sobre o que fazer; mas quando há uma trégua, podemos refletir mais conscientemente sobre os problemas. Pode ser apenas uma forma de encarar as realidades, mas é uma forma que nos dá esperança para seguir com a nossa vida, e a esperança é o combustível da alma.

Se caiu 70 vezes, levante-se 71; e continue em frente.

Grande abraço!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

NOSCE TE IPSUM

Diário - Aliócha - Página 15 1920px-Flag_of_Sicily.svg



Aliócha gosta desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

11/10/2022, 20:27
Cá estou no primeiro dia. Em um clima muito bom, eu acho.

Gostaria de dizer que sou um estudioso de psicologia, filosofia, espiritualidade e áreas afins. Eu tenho uma formação em outra área diferente dessa. Estudo tudo isso por conta própria.

Porque estou dizendo isso?

Porque são com essas coisas que eu vou construindo a minha vida. São as minhas ferramentas. Aí acredito que entra o fator afinidade. Outras pessoas vão se interessar, se aprofundar e se encontrar em outras coisas.

Eu coloco um ponto em comum em tudo isso, que é o auto conhecimento.

Eu acredito que só o auto conhecimento pode nos conduzir a uma vida realmente satisfatória. Não acredito em nenhum outro caminho que não seja esse. É, de fato, o meu caminho. Não é tão difícil, mas também não é tão fácil. É questão de QUERER, acima de tudo.

Pois bem, como eu interpreto o que é auto conhecimento, e que tipo de PRÁTICA pode ser feita nesse sentido? (digo prática porque essas coisas são concretas, reais. Não estou aqui teorizando, isso são coisas que se fazem na PRÁTICA. Com trabalho. Com direcionamento de energia, com atenção, com vontade).

Auto conhecimento amigos, é basicamente entender e compreender cada reação sua. Cada uma das suas reações.

Vou falar mais, mas apenas com isso vemos que auto conhecimento é também, a cura para o vício em pornografia. Perfeitamente. Quem chegar a compreender em detalhes suas reações, de onde elas vem. O que estamos realmente sentindo. Porque estamos sentindo. Entender que aquilo é parte de nós e não deve ser negado. Quem fizer as pazes consigo mesmo, por ser conhecer. As pazes inclusive com a sua parte "negativa", Tudo isso é auto conhecimento. E quem buscar essas coisas, com certeza acabará por consequência, se curando do vício. Com o tempo, é claro. Porque tudo isso é trabalho, tempo e dedicação. Não é coisa de 1 dia, nem 1 semana, nem 1 mês, e nem mesmo de 1 ano.

Auto conhecimento é ter honestidade emocional. Saber realmente o que está sentindo. Reconhecer. E não negar. Ser VERDADEIRO consigo mesmo.

Auto conhecimento é não se importar com as opiniões alheias. Pois quem tem auto conhecimento, sabe quem de fato é, e o que de fato quer.

Essa é a minha visão básica do que seja auto conhecimento. Poderia falar mais coisas, mas por enquanto é suficiente.

Como eu disse antes, tudo isso são coisas que podem ser PRATICADAS. Existem muitos modos de se praticar essa "ciência". Isso é um caminho. Uma ciência - no sentido de um caminho, uma prática, que possui um legado milenar, e sobre a qual milhares e milhares de seres humanos, em todos os lugares do planeta terra, já falaram, divulgaram ou escreveram sobre essas coisas.

Minha internet vai cair. Mas quero dizer que hoje trabalhei o dia todo, e estou me sentindo feliz com isso. Falo sobre isso no próximo post.

Desejo um excelente reboot para todos.

_______________________________________

eduxx e soprano gostam desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

12/10/2022, 14:07
Mais um post.

Ontem eu trabalhei o dia todo, praticamente.

Eu estou aprendendo a trabalhar, amigos. Bom, eu já fui pra escola, e no ensino médio estudava de manhã e de tarde. Horários. Aulas. Provas. Estudo. É, eu conseguia manter bem as coisas.

Eu percebo, em termos de desenvolvimento humano, como só vamos resolver algumas coisas de fases passadas posteriormente.

Somos profundamente influenciados por coisas da primeira infância. E muitas das coisas da adolescência permanecem até hoje.

Pois bem, nesse quesito trabalho, estou satisfeito. O trabalho paga pouco, é verdade, mas a experiência está sendo ótima. Ainda mais que é um trabalho temporário.

Um ritmo de trabalho sério não aguenta álcool com muita frequência....logo, eu parei de beber. Nos dias de semana, pelo menos. Mas de qualquer modo, eu já queria dar um tempo do álcool.

O negócio é usar bem o tempo livre e útil.

Trabalhar muito e não saber aproveitar o tempo livre, é uma verdadeira merda...

Não vejo sentido nenhum em trabalhar o dia todo, chegar em casa as 18:00 e passar, digamos 3 horas na internet. Fazendo porra nenhuma. Aí já são 21:00, sendo que teria que acordar antes das 8:00. Eu acho isso aí uma vida miserável, extremamente empobrecida.

Pior que eu tenho um pouco desse perfil....

Como eu costumo dizer, TUDO se resume no nosso domínio e uso da energia psíquica....

Quem tem o controle de sua energia, consegue fazer MUITAS COISAS entre as 18:00 e as 22:00, que seria mais ou menos, o horário livre de um trabalhador comum. (claro, tem trabalhos que desgastam mais, mas estou considerando um trabalho que não desgaste tanto, como uma loja ou algo do tipo).

Se eu não consigo fazer muita coisa útil quando chego em casa, não é pelo cansaço do trabalho. De jeito nenhum!

É porque minha energia psíquica está escoando, indo embora, fora do meu controle. As vezes em traumas e tudo. São os processos da mente.

Meu objetivo de vida é o auto conhecimento. Isso envolve saber exatamente pra onde está indo minha energia. Ter o controle sobre ela. Poder dispor dela, usar ela conscientemente.

Sabem, eu percebo que um dos meus grandes escoadouros energéticos é a lamentação. Lamentação por algumas coisas da minha vida.

Não foi fácil pra mim ser um adolescente de 14 anos cheio de desejo, cheio de curiosidade, ficar me mordendo, enquanto eu via meus amigos beijando as meninas.

Me disseram que minha hora iria chegar. Isso é verdade, amigos. Realmente, todas as coisas tem a sua hora - isso é exatamente desse jeito. Porém, como todos nós sabemos, nem sempre aceitamos isso.

Bom, em resumo, eu não achei fácil ser um jovem de 27 anos que nunca tinha beijado na boca. No meio de uma festa de universitários, onde tinha até verdade e consequência valendo peça de roupa. Imaginem como eu não me senti no meio disso...acabei caindo fora antes das coisas esquentarem. Eu olhava ao redor e via que era algo normal, banal. Mas eu nunca tive essa liberdade. Nunca mesmo.

Digamos que eu não aceitei bem a minha própria condição. Enfrentei meu desafio - porque pra mim isso é um desafio de vida - com muita mágoa, rancor, ressentimento, inveja, além de uma profunda tristeza.

Em suma, percebo que é vital resolver esses sentimentos dentro de mim. Eles me drenam uma quantidade de energia muito grande. Vou chamar isso de "ressentimento sexual". Sexualmente, eu sou um grande ressentido. Graças a Deus, não caí em ideologias extremistas. Minha inteligência impediu que usassem da minha frustração sexual como capital político.

Eu realmente preciso resolver isso. Resolvendo isso, é 10000% de certeza que meu reboot ia pra frente.

Gostaria de aceitar a minha condição sem lamentação e tristeza tão profunda. Eu sei que isso é possível. Através do trabalho psicológico.

Não falo de coisas externas. Não estou falando que preciso transar. Ou que preciso de alguém. Nada disso.

A propósito, muitas vezes esperamos as circunstâncias externas mudarem, para ficarmos bem. Mas pode ser que seja o contrário. As circunstâncias estão esperando que mudemos a nossa mentalidade. Eu diria, falando "por alto", que nossa própria mentalidade impede muito mais de conseguirmos as coisas, do que as circunstâncias externas. Nós reagimos ao externo, e igualmente, o externo reage a nós. É bom lembrar disso.

Cabe a mim reverter essa polaridade negativa, enxergar qual a lição por trás disso. Ter uma certa serenidade na hora de "carregar a cruz", digamos assim. Entender que tudo tem um propósito. Nossos desafios e sofrimentos são assim também: eles tem um propósito.

Literalmente, pedir ajuda a Deus pra me fazer aceitar as coisas. Pedir que seja do jeito DELE, e não do meu.

Eu só fico mal porque insisto no meu jeito. Lamentação. Lamentação é gasto de energia. Pode vir do inconsciente.

Pensar é vitalizar, amigos. Se lembrem disso.

Posso VITALIZAR Deus em mim, e deixar ele atuar sobre mim. Pra que eu aceite o que eu não tenho aceitado. Enquanto eu ficar no "contra", as coisas nunca vão dar certo. Essa é a verdade.

Isso vai diminuir minhas correntes negativas com o tempo.

O negócio é fazer todo dia a limpeza da alma....

Eu chamo essas coisas de limpeza da alma.

É como limpar e cuidar do corpo.

Eu não faço a limpeza da alma todos os dias...

Devo dizer aos senhores que é um dos meus objetivos de vida. Não é tão difícil!!!

Fico por aqui.

Vou trabalhar agora a tarde, se a chuva permitir. Trabalho na rua, então complica um pouco.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________

eduxx gosta desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

15/10/2022, 14:43
Recai mais uma vez, amigos...infelizmente fui fraco.

Sabem, eu avanço em conhecimento, e conforme eu leio e compreendo certas coisas, vencer o vício me parece a coisa mais importante. Muitas vezes eu sinto que estou "a um passo", apenas "um passo", de vencer isso. Porra. Eu realmente sinto que estou muito perto de sair disso - embora a estatística desse ano diga o contrário. Esse ano foi só de recaída. Mas INTIMAMENTE, eu sinto que trata-se, no fundo, DE UMA DECISÃO.

Que seu sim seja sim, e o seu não, não. O resto vem do maligno. Isso são palavras do Jesus. Nesse momento, ao ler isso, eu penso que temos que DECIDIR, tomar a decisão.

Ou eu fico no porn, porque estou com preguiça, não quero fazer o esforço, ainda está bom pra mim, estou levando, eu não consigo, ou etc.

Ou eu opto por levar a sério e dizer SIM, eu QUERO VENCER O VÍCIO.

Não tem isso de em cima de muro. Acho que se trata de honestidade, apenas isso. Quero ou não quero fazer o esforço? A resposta pode ser SIM ou NÃO. O resto vem do vício em pornografia.

Se houvesse um muro dividindo o céu e o inferno, o muro estaria do lado do inferno. Quem estivesse em cima do muro, no meio, estaria do lado do inferno. As coisas do céu exigem seriedade e comprometimento.

No ano passado eu fiquei 110 dias longe de pornografia (que foi o máximo de tempo que eu fiquei sem pornografia na minha vida, desde os 14 anos de idade). Se consegui uma vez, tenho condições de conseguir de novo, ué. Eu tenho estrutura pra suportar isso.

Eu também estou aprendendo a trabalhar, amigos.

Aquela coisa: acordar e ir. Simplesmente ir. Trabalhar. Eu estou aprendendo a trabalhar.

Antes, eu podia começar a consumir porn pela manhã, e ir até de noite. Hoje, isso está se tornando uma impossibilidade. Posso até recair em porn pela manhã, como acabou de acontecer. Mas não irei mais ficar até a noite; entendi que o trabalho traz ordem à consciência. Que o trabalho é necessário mesmo. Trabalhar caras, é realmente muito fundamental. E acima de tudo, traz uma noção de ordem (exceto se seu trabalho for estressante, ameaçador, ou tiver um clima doentio, ai a pessoa vai parar no psiquiatra). Trabalhar traz noção de ordem, desenvolve habilidades, ensina a responsabilidade, a pontualidade. Trabalhar envolve metas, envolve ordenamento, direcionamento de energia, atenção, planejamento, tomada de decisões.

Pra trabalhar minimamente bem, não tem como estar afundado em vícios. Nem em álcool. É impossível ter uma rotina boa de trabalho bebendo, ou consumindo porn.

Por isso, o trabalho afasta dos vícios, de uma certa forma. Se for um trabalho que gostemos ou que seja gratificante. Trabalhar em algo que não se gosta deve ser uma merda. Mas trabalhar em algo que se gosta, sem dúvidas traz ORDEM à consciência.

Em suma, é mil vezes melhor não beber, pra conseguir acordar cedo e PRODUZIR. Mil vezes melhor não consumir porn pra ficar COM O ESPIRITUAL MELHOR. Porque o consumo de pornografia afeta a nossa energia!!!! Claro, nenhum cliente, patrão ou funcionário vai saber que eu consumi pornografia de manhã, mas isso AFETA DE UM MODO NEGATIVO AS RELAÇÕES. Estou errado? Consumir pornografia traz DESORDEM à consciência e vai na contramão de TRABALHO E PRODUTIVIDADE.

Eu recai agora de manhã, mas vou trabalhar agora a tarde, provavelmente de 14:00 as 19:00. 5 horas. Tudo bem para um sábado, e pra alguém que não tem que bater ponto.

Sobre esse lance de trabalho, eu passei MUITO tempo sem fazer porra nenhuma...

Preguiça? Sim, com certeza absoluta. O fato de que eu tinha outras fontes de renda, uma grana pra eu ficar tranquilo e não me preocupar? Sim, claro.

Mas o principal fator que me "impediu" de trabalhar foi psicológico. Uma auto estima totalmente aniquilada. Inexistente. Eu não conseguia olhar nos olhos das pessoas, gaguejava a milhão de nervoso, sentia pânico com interação com o público. Meu estado mental era: "você é um lixo. Largue isso logo. Você é um incompetente. Um lixo. Pura merda. Devia ir pro saco de lixo, com o resto do pó do chão. Vão pisar em você porque você é fraco. Melhor que te paguem pra ser o tapete; você se deita, limpam os pés em você e te pagam uma grana por mês. Não precisaria interagir com ninguém - ótimo, já que você é incapaz de interagir mesmo. Ainda vai ver a calcinha das gostosas - a única possibilidade que existe pra você ver esse tipo de coisa. Foda-se. Vamos beber. Beber. O alcoolismo é o único caminho para alguém incompetente, que nem varrer um chão consegue".

Eu cheguei na cidade onde eu estou completamente doente. Isso é sério. Graças a Deus, eu estou BEM MELHOR. Aqui onde estou é um lugar adequado pra se restabelecer, amigos. Tem muita natureza. Aqui não tem roubo, nem assalto. Posso largar minha mochila na rua a hora que for, sair e voltar, ninguém toca. Aqui tem lugares INCRÍVEIS, perto do centro. É possível encontrar um cantinho com um rio, silencioso, harmonioso, em que ninguém vai te perturbar.

Apesar da minha família ter uma condição financeira boa, eu nunca quis ficar sendo bancado, sem fazer porra nenhuma, batendo punheta. Esse "mindset" que eu expus acima REALMENTE ME IMPEDIU DE TRABALHAR. Não são metáforas, nem meras palavras, exageros, imaginação. Quer dizer, até pode ser imaginação, mas ESSA MENTALIDADE AÍ IMPEDE ATÉ O DIABO DE TRABALHAR, PORRA. Alguém que realmente tem esse tipo de pensamento, de forma ENRAIZADA, realmente vai preferir beber cachaça na rua. Ele vai correr em pânico ao interagir com o primeiro cliente.

Não surpreende em nada que eu não tenha uma vida sexual. E que eu tenha vários vícios - como o em pornografia. A capacidade DESTRUTIVA desse mindset que eu expus aí é realmente surpreendente.

Sabem, eu penso em continuar na cidade onde estou, porque considero realmente um excelente lugar.

A diferença é que agora eu quero continuar trabalhando. Uma vez que consegui superar parte desse "mindset" maligno. Agora estou num ponto bom, em que posso dar novos passos no meu desenvolvimento.

Ser mais responsável.

Gerenciar melhor meu tempo.

Pagar minhas contas.

Essas coisas.

Depois, superar a porra do vício em pornografia....

É foda....

Eu só ando recaindo....

Eu vou muito pela abordagem psicológica. Porque esse "mindset" que eu expus teve um efeito MUITO REAL na minha vida. Um efeito real MUITO NEGATIVO. Quando eu pensava que eu valia menos do que a vassoura, ou que tinha que ser varrido com o lixo do chão, isso não era uma metáfora. O efeito foi deverás real, eu senti demasiadamente NA PELE, NA CARNE, NOS OSSOS, NO INTESTINO, suando frio, etc. Ou seja, é uma questão PSICOLÓGICA, certo? Que tem efeitos FÍSICOS REAIS. Mas a origem da questão é PSICOLÓGICA.

Geralmente quem usa o termo "mindset" são os coachs. Eu não gosto dos coachs. Da abordagem deles. Do estilo. Etc.

Eu prefiro partir direto pra psicologia mesmo. Inclusive de uma perspectiva também filosófica. E espiritual. Como eu disse em um post anterior, eu busco centrar a minha vida utilizando os conhecimentos dessas áreas.


Em resumo, eu diria que boa parte da coisa é, de fato, o mindset.

Mindset - pra usar um termo já consagrado e de fácil entendimento - é sem dúvidas uma das chaves pra se conseguir qualquer coisa na vida. Inclusive vencer o vício em pornografia.

Mas mudar o mindset não é tão fácil. Eu não acredito em soluções fáceis e rápidas. Acredito em trabalho duro e esforço.

Infelizmente, eu não posso afirmar que estou me esforçando o suficiente. Para o reboot. Para a minha evolução espiritual. Pra minha melhoria enquanto ser humano.

Estou sim, aprendendo a trabalhar. O que eu acho que vai fazer bem pro meu desenvolvimento.

Porém, a coisa não é só trabalhar...

Trabalhando ou não trabalhando, seja 12 horas por dia, ou então sem fazer nada o dia todo, TEM QUE DEDICAR UM TEMPO PRA CUIDAR DA PSIQUE. Pra cuidar do espírito.

Amigos, eu avanço em conhecimento....

A leitura muitas vezes é um ato passivo - como ver televisão, por exemplo. Mas outras vezes pode ser bem ativo. Especialmente quando se lê coisas profundas. Coisas verdadeiras, cristalinas e poderosas.

A cada dia que passa eu vejo a necessidade DE DEDICAR UM TEMPO DIÁRIO PRA LIMPEZA DA ALMA. PRO ORDENAMENTO, REFRESCAMENTO, LUBRIFICAÇÃO DO ESPÍRITO. Pro auto conhecimento. E pra conexão com Deus.

O que Deus espera de nós?

Que conheçamos a fundo as nossas falhas.

Que nos esforçemos pra supera-las.

Deve esperar outras coisas, mas isso ai é certo.

Ou seja, Deus espera de nós, dentre outras coisas, que superemos o vício em pornografia. De mim ao menos. Porque vício em pornografia pra mim representa a morte. E Deus não quer me ver vegetando na cama, com o pau na mão. Melhor seria se eu estivesse sendo útil para os outros, trabalhando, ou aprimorando minhas habilidades.

Eu estou vacilando, vacilando muito.

Ainda na pornografia.

Preciso superar o ressentimento sexual, amigos. Eu admito aos senhores que me tornei escravo desse sentimento - ressentimento sexual. Não foi fácil pra mim chegar aos 27 anos virgem, e estar numa festa universitária em que todo mundo tava semi nu, e transando nos quartos. Eu era virgem. Eu fui pro meu quarto no fundo da casa consumir pornografia. Passei por pelo menos 3 casais fazendo sexo, pra ir pro quarto me trancar bater punheta. Tudo isso se transformou num sentimento que vou chamar de ressentimento sexual. E pelos meus relatos, vocês podem imaginar de que tamanho ficou isso. Esse sentimento me mata aos poucos e me sufoca a muitos anos. É preciso superar isso. Talvez seja uma das minhas principais questões. Se não for a questão mais importante que eu tenho a superar. A quantidade de energia que essa "neurose" me consome é imensa.

O ressentimento sexual sem dúvidas me leva para a pornografia. Ressentimento sexual e pornografia tem tudo a ver, na minha opinião.

Vejam, não estou falando de coisas externas. Não estou dizendo: "preciso transar". Estou falando de meus sentimentos. Eles são meus e estão dentro de mim. Só eu posso ordenar eles.

Acho que estou desanimado. Sentindo que estou vacilando demais, por ainda estar nessa porra de vício em pornografia.

Eu posso chegar tão longe, amigos! Eu tenho potencial, tenho algumas habilidades muito boas! E recai mais uma vez! O que me falta, pra eu decolar????

Agora a tarde, trabalharei. E quero que o trabalho se torne um hábito. Nunca mais quero ficar olhando pro teto sem fazer porra nenhuma, exceto nos dias de folga e férias.

Desejo um excelente reboot para todos.

_______________________________________

eduxx e Einstein gostam desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

16/10/2022, 19:51
Mais um dia. Acertando o contador.

Hoje acordei tarde. Com ressaca de porn.

Aqui foi um dia de paz. Não sei explicar. Meu dia foi bom, hoje.

Arrumei a casa. Só ficou faltando o banheiro, e alguns detalhes. O resto foi limpo.

Hoje quero fazer o meu planejamento. Das coisas essenciais. Especialmente às relativas ao auto cuidado. A movimentação das minhas energias psíquicas.

O trabalho psicológico é realmente FUNDAMENTAL pra mim. Devo usar todos meus recursos disponíveis.

Também estou com outro trabalho, que não é psicológico. Bom, vou trabalhar amanhã basicamente o dia todo. Vou ter alguns pequenos intervalos durante o dia, mas até as 19 mais ou menos, eu estarei "pegando no batente". O dia de manhã é o de mais trabalho pra mim.

Como eu tinha dito anteriormente, a lição do trabalho se apresenta como vital, no meu atual momento, na minha vida. Quero levar isso pra frente. Trabalhar realmente traz ordem à consciência - exceto se for um trabalho estressante, extenuante ou ameaçador. Aí a pessoa termina no psiquiatra. kkk. Mas no geral, trabalho traz ordem. Preciso aprofundar esse conhecimento, essa vivência.

Na verdade, eu me refiro aos dois trabalhos, amigos.

O trabalho como profissão. Como trazer o dinheiro pra casa. Servir os outros com seus talentos e habilidades. Etc.

O outro trabalho é o psicológico. Esse é ESSENCIAL PRA MIM.

Ter um trabalho, uma profissão bem sucedida, ou dinheiro no bolso não é garantia de equilíbrio interno, sanidade, ou bem estar. De jeito nenhum!!!!!

Eu acredito que só o trabalho psicológico vai trazer esse bem estar!!!!

Se a pessoa jogar pesado no trabalho psicológico, ela vai ficar UMA VERDADEIRA ROCHA. Firme e forte, resistindo a qualquer vento.

Mas isso não vem de graça. É preciso trabalhar. Tempo. Energia. Dedicação. Atenção.

Exatamente como trabalhar de garçom, de pedreiro, jornalista, advogado, médico, etc.

Eu quero me aprimorar nesses dois tipos de trabalho.

Por hoje é isso.

Fazer uma listinha das coisas a fazer. É aquilo: um CHECKLIST. Que vai ficar ESTRATEGICAMENTE POSICIONADO. (isso é muito importante. Tem que estar em um lugar visível, chamativo, atraente, fácil).

Continuar minhas práticas terapêuticas. Até mesmo pra superar o "ressentimento sexual". Eu verdadeiramente preciso superar/entender esse ponto na minha vida. Acredito que ressentimento sexual e vício em pornografia tem tudo a ver. Frustração e ressentimento, é a mistura perfeita da pornografia.

Agora vou sair pra comprar umas coisas.

Devo levar meu dia de hoje na ordem. Na verdade, ainda preciso fazer comida. Tem um tempo que não faço uma refeição em casa realmente decente. Admito estar com preguiça de cozinhar agora, mas algo eu devo fazer.

Tenham fé, que as coisas passam. Até o vício em pornografia passa. São tudo fases, amigos. Vamos passar por isso com o máximo de serenidade possível.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________

eduxx gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2564
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 26
Localização : Cattolica Eraclea

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

17/10/2022, 08:17
Salve, ilustríssimo Vierkenes!

Cara, concordo com você e acho interessante o que você falou sobre voltar-se para um trabalho que cuide de mente. Também tenho descoberto que só voltando-se voluntariamente para cuidar de algo é que poderemos evoluir. Afinal, qual a coisa que conseguiremos conquistar sem esforço, não é mesmo?

Também concordo muito contigo que uma das coisas mais importantes que fazemos para nós mesmos é cuidar da mente. A parada é essa mesmo.

Continue com sua pegada, meu nobre. Desejando forças aqui para sua jornada.

Grande abraço!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

NOSCE TE IPSUM

Diário - Aliócha - Página 15 1920px-Flag_of_Sicily.svg



Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

23/10/2022, 10:02
Porra, eu tinha feito um outro post, todo bonitinho. Mas o jogo virou.

Eu recaí de novo.

Eu estou jogando minha vida fora.

Eu estou andando em círculos. Ou melhor, em espirais, amigos. Porque a cada volta, entendemos um pouco mais do percusso. Mesmo que PAREÇA igual, NUNCA é igual.

É aquele lance; não se banha duas vezes no mesmo rio.

E paciência, se o desenvolvimento emocional dos seres humanos é um tanto quanto lento. Isso é verdade.

Eu ainda cometo erros dos mais variados. Alguns óbvios. Alguns eu tenho ciência. Outros, eu não tenho a menor ideia.

Estou fazendo uma terapia, em ritmo intensivo. Esse trabalho de natureza psicológica é realmente essencial pra mim.

O negócio é manter o ritmo, acima de tudo. De resto, é aguardar um pouco os resultados. Já disse aqui várias vezes que não acredito em soluções mágicas e instantâneas.

Pois bem amigos, continuo nos meus estudos de psicologia.

Percebo que tem alguns temas e tópicos que eu consigo tirar uma lição prática mais efetiva. Outros temas são um pouco mais "abstratos", digamos assim - na verdade não são, hehe, essa é a questão. Porém, eu estou preferindo as coisas mais práticas e efetivas. Eu estou realmente muito mal. Preciso de coisas simples, digamos assim.

Vou tentar explicar uma coisa relativamente complexa, de um modo simples. Eu acredito que isso tem tudo a ver com o vício em pornografia. Acompanhem.

Alguém fez um estudo sobre pessoas que passaram por experiências de prisão. Presídios. Geralmente nos países comunistas do leste europeu e também na Ásia. Pois bem, o detalhe é que alguns desses estudos focaram as pessoas que ficaram bem.

Diante da experiência do presídio, uns podem se arruinar. Morrer lá, ou então ficar louco mesmo. Mas alguns conseguiram entrar e sair. E sairam bem, por incrível que pareça.

O que eu vou falar é muito profundo. Em parte é pra mim mesmo, mas vai que outros entendam. É pra mim mesmo, mas não tem a ver apenas comigo. É mais uma das coisas da mente humana. Acredito amigos, que esse ponto é uma chave fundamental. Escrevo pra tentar esclarescer.

O que fez esse cara que conseguiu encarar 20 anos numa prisão soviética e ficar relativamente saudável?

E outra: porque tem gente que tem TUDO, pode ir e vir, dinheiro na conta, comida, festa, drogas e ainda assim, se arruina, se perde no tédio, no vazio, e as vezes até se mata?

Eu tenho uma teoria sobre isso. (eu evidentemente me encaixo na segunda categoria....se for comparar)

A questão, amigos, é que o cara que ficou 20 anos preso USAVA CORRETAMENTE A SUA ENERGIA.

Ele estava preso, mas não estava parado.

Ele sabia que o ser humano é rico e amplo.

Por isso, desenvolveu uma técnica para fazer folhas feitas de sabão. Nisso, começou a escrever um livro, riscando a folha de sabão com um palito de fósforo.

Todos os dias fazia um treino físico. Todo santo dia.

Ele mediu e remediu a sua própria cama, de vários modos diferentes. Depois analisou cuidadosamente as cobertas, pensando se não seria possível melhora-las de algum modo.

O cara estava preso, sim, MAS ELE TINHA REPERTÓRIO INTERNO, ELE CONSEGUIA APLICAR A SUA ENERGIA DE UM MODO ÚTIL, PRODUTIVO.

O que, PERCEBAM, envolve DIRETAMENTE NÃO GASTAR SUA ENERGIA DO MODO ERRADO. Esse ponto é FUNDAMENTAL. Prestem atenção nisso.

E o que acontece com o outro caso? Da pessoa que tem TUDO e se sente fraca, perdida, querendo morrer?

Ela não sabe usar a energia dela. Literalmente, investe uma quantidade IMENSA de energia em coisas que JAMAIS PODERÁ MUDAR. (esse é o meu caso).

É como ficar esmurrando uma parede amarela, por ter ódio do amarelo. Esmurra a tal ponto que não se sente energia pra mais nada - se machuca e tudo. E no final das contas, a parede amarela continua lá. É mais ou menos isso que acontece comigo. E talvez, aconteça também com outros viciados de modo geral.

As vezes não tem propósito nem objetivo. Ai tudo fica realmente vazio.

Não é que falta energia. É que a energia é usada do MODO ERRADO. São coisas diferentes, amigos.

Eu diria, falando de modo leviano, mas curto e grosso, que não existe FALTA DE ENERGIA. Existe ENERGIA QUE FLUI NO LUGAR ERRADO. Percebem a diferença?

Acho que o negócio É ENCONTRAR AS BRECHAS NA REALIDADE, PARA AGIR. Mesmo que sejam coisas pequenas. Isso é o que previne da loucura. Loucura é querer que o amarelo vire azul, sem nenhum tipo de equipamento pra isso. Prevenção da loucura é procurar uma lata, um lápis, riscar a parede, pintar, até raspar a tinta, se for o caso.

Loucura: ficar consumindo pornografia, achando que está saciando alguma coisa. Um desejo baseado em falsas premissas NUNCA poderá ser de fato satisfeito. (quem derá eu entendesse isso a um nível profundo, mas na verdade eu não entendo. Entendo apenas do ponto de vista intelectual).

Prevenção da loucura: ver O QUE PODE SER DE FATO FEITO. Senti vontade de ver P. O que eu realmente quero? Será que é transar ou beijar na boca? Se for isso, como posso, efetivamente, conseguir o que quero, ou ao menos tentar, na prática? Será que é realmente isso?. Só estou parado demais. Então vamos fazer umas flexões.

Eu ainda consumo pornografia. Na verdade, falando em aspectos psicológicos mais profundos, sem dúvidas, o vício é mesmo em me ferir. Me ferir de novo, e de novo. Esse é o vício, em termos psicológicos. Acho que existem grandes chances deu buscar mesmo repetir certas feridas. Claro, isso é inconsciente. É mais uma das possíveis contribuições da psicologia para ajudar a vencer o vício em pornografia.

Isso representa energia fluindo no lugar errado.

Logo, não vou ter força para fazer as coisas realmente importantes e boas da vida. Se minha força foi toda pra punheta? Ou melhor, indo pra coisa por trás da punheta, se minha força foi toda para me ferir mais uma vez? Sempre há algo por trás da punheta, amigos. Quem bate uma na verdade quer algo. Sem dúvidas. E seria muito raso dizer simplesmente "sexo". Na maior parte das vezes, é mais do que isso. Quem souber O QUE REALMENTE QUER, O QUE REALMENTE SE PASSA DENTRO DE SI, quando se quer consumir porn JÁ SAIU NA FRENTE. Esse é o ponto - que eu ainda estou vacilando!

Onde eu DEVERIA fazer força, eu não fiz.

E onde eu deveria aceitar e ficar tranquilo, eu me revoltei, até ficar fraco de tanta revolta.

Equilibrar essa balança ai. Eis a solução para a minha vida. Parar de reclamar e xingar porque a parede é azul. E ir atrás de todas as coisas necessárias, depois simplesmente pintar ela. É simples, no final das contas. Mas as vezes dá muito trabalho chegar na simplicidade.

TUDO consiste no uso da energia psíquica, amigos....

O cara do presídio soviético dá grandes lições....

É questão de olhar ao redor e enxergar as oportunidades. Mesmo que seja numa cela.

É simples até. Não é?

Eu tenho até que bastante conhecimento, amigos.

Mas a pornografia me enlouqueceu um pouco. É uma das minhas maiores fraquezas.

Eu estou entendendo o que devo fazer.

1 - Devo APRENDER a redirecionar a minha energia. Esse é o ponto básico, que deve ser desdobrado EM MEDIDAS PRÁTICAS.

2 - Isso não pode acontecer se eu não FAZER OUTRAS ATIVIDADES, ATIVIDADES VARIADAS, APRENDER ALGO, QUALQUER COISA. (isso também é toda uma ciência).

3 - Devo PARAR de alimentar minhas neuroses (essa parte é mais difícil). Na verdade é simples, mas é difícil de fazer. Trata-se tão somente de sentir a porra da dor, tranquilo, ao invés de ir beber. Ou consumir porn. Simples, mas difícil. O tipo de coisa que não se consegue sem ajuda espiritual, sem boa vontade.

4 - Devo simplesmente OLHAR UM POUCO AO REDOR. Pois na verdade, amigos, não deveria existir tal coisa que se chama tédio. A verdade mesmo, nua e crua, É QUE SEMPRE TEM O QUE SE FAZER. Então é bom olhar ao redor com um pouco mais de atenção.

Isso são princípios.

Eu estou muito mal. Uma voz em mim está dizendo: "você pirou, enlouqueceu de vez". "vamos beber. É muito estresse. A loucura tem um custo alto, só bebendo pra relaxar".

Como a coisa está pegando, amigos, o primeiro passo é não alimentar o fluxo negativo.

No meu caso em particular, falando por experiência própria, o consumo de porn FODE COMPLETAMENTE TUDO, A PORRA TODA, causa caos, verdadeira entropia psíquica.

Então, no resumo da ópera, o negócio é parar de ver porn.

Como fazer isso?????

Novamente, um plano simples. mulher que pariu. Eu ainda consumo porn. Não vamos nos culpar.

1 - Dar um jeito de manter o celular distante de mim. Até hoje não encontrei uma porra de um bloqueador decente. Pro celular.

2 - Voltar a trabalhar, pelo menos umas 4 horas por dia. É muito bom pra manter uma certa ordem na consciência.

3 - Permanecer firme na terapia. São coisas que tem a sua efetividade, na melhora geral do ânimo.

Esse é o máximo que consigo fazer por hoje. Na verdade, pretendo reler o meu post. Deve ter algo que preste aqui, hehe, com certeza.

Estou um tanto quanto cansado. Cansado por estar usando minha energia do modo errado. Daí vem o cansaço. Não me falta energia. É que ela flui errado. Entendendo onde está o escoadouro e corrigindo os vazamentos, qualquer um fica supimpa, firme e forte.

Espero um dia estar a altura da tarefa a que me proponho. Eu realmente acho que ainda não é o caso. Me sinto aquém das coisas que eu escrevo aqui.

Desejo um excelente reboot para todos.

_______________________________________

eduxx gosta desta mensagem

avatar
sparta
Mensagens : 24
Data de inscrição : 21/09/2022
Idade : 22
Localização : goiania go

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

23/10/2022, 10:23
caramba man toda vez que venho aqui é uma baita aula se como se viver seloko , nunca tinha comentando mais hj decidir comentar no seu diario pra dizer que estou torcendo e acompanhando , que Deus te abençõe rumo a vitoria...

_______________________________________
Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

25/10/2022, 20:25
Infelizmente amigos, o vício de instalou na minha vida.

Não sei o que dizer. Só faço recair.

Claro, isso tem vários motivos. Consigo identificar alguns deles.

Eu realmente preciso resolver minha disfunção psicológica, no que diz respeito a expressão sexual. Tenho mais de 30 anos e não aprendi a como beijar na boca, não aprendi a expressar meu desejo pra uma mulher. Não aprendi a tocar uma mulher, nem a ser tocado por uma uma. É um comportamento disfuncional. Toda essa parte da minha vida é disfuncional. Essa disfunção em nada corresponde ao meu real desejo, que sempre foi namorar, transar, até casar quem sabe, ou ter filhos. Mas acaba que eu sou 100% impotente sexualmente - e isso é também, 100% psicológico. E isso não seu sem um custo muito alto pra mim, que me deixou ferido de um modo muito profundo.

Claro, esse não é o único fator envolvido no vício.

Hoje eu recebi o pagamento do meu trabalho, e é absurdamente baixo....

Eu sequer tive acesso aos valores exatos. Além do mais, eu levei mais de 20 dias pra receber, e apenas uma parte.

A demora no pagamento, e o valor extremamente baixo me deixaram desanimado com esse trabalho....

Pensei em desistir, mas acho mesmo que eu devo continuar. Primeiro, por ser um trabalho temporário. Segundo, um trabalho com margem de tempo, de liberdade, etc. Terceiro: é melhor do que não fazer nada. Ou melhor do que um trabalho com uma rotina mais pesada e extenuante. Quarto: não dependo desse dinheiro pra sobreviver....se não, seria melhor vender água no sinal do que fazer o que estou fazendo.

Claro, eu desanimei. Desanimei com a minha vida, mais uma vez.

O peso da pornografia nisso? Creio que seja completo.

Mesmo que eu minta pra mim mesmo.

Que eu não queira ver.

A pornografia é a base que me permite ter uma vida lixo.

Se estivesse livre de porn, minha vida não estaria péssima.

Alguém ai tem alguma dúvida?

Porque caralhos eu não larguei essa porra ainda?

Como superar numa boa, compreender, levar na tranquilidade, ou aceitar humildemente, o fato de que eu me tornei um homem sexualmente 100% impotente? Não é fácil, amigos. É que meu caso não é de disfunção erétil. Minha disfunção é psicológica. Mas dá no mesmo, porque não consigo usufruir dessa parte da vida. São coisas que não existem pra mim. Como conviver com essas coisas e levar uma vida tranquila?

Meramente fazer força em outras direções?

Tipo....se não posso comer pão com queijo, me satisfaço apenas com as bolachas? E esqueço o pão com queijo?

Bom, a pornografia me enlouquece bastante.

Não estou tendo clareza agora.

De volta ao início.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________
Drew
Drew
Mensagens : 1789
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

26/10/2022, 21:59
Cara, eu me sinto assim com relação à maneira como lido com as mulheres, mas eu me motivo sabendo que largar a PMO é o primeiro passo para um dia ter uma vida sexual saudável e feliz, uma mente mais equilibrada, cumprir meus objetivos com relação a casamento e família. Não deixar que esse vício me torne um fracassado.
Só temos uma certeza, não perdemos nada parando com PMO, então por que não testar essa hipótese? Pode ser que eu seja o mesmo cara sem PMO, e eu só esteja me escondendo atrás de uma desculpa, ou pode ser que o meu eu sem PMO seja um cara extraordinário.
A certeza que eu tenho é de que sem PMO eu vou sair ganhando de qualquer maneira.
Vlw, tmj!

_______________________________________
O que eu preciso ter em mente?

- Largar o vício em PMO é a prioridade da minha vida agora;
- As minhas neuroses devem ser ignoradas;
- A congruência me fará plenamente satisfeito comigo mesmo;
- O processo que eu inicio agora precisa ser uma decisão firme e definitiva.

Palavras chave: Saúde mental, auto-cuidado, virtudes, bons hábitos.


Meu diário https://www.comoparar.com/t12388p350-diario-da-minha-vitoria


eduxx gosta desta mensagem

eduxx
eduxx
Mensagens : 388
Data de inscrição : 20/07/2022
Idade : 29
Localização : Brasil

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

27/10/2022, 18:07
vierkenes escreveu:Porra, eu tinha feito um outro post, todo bonitinho. Mas o jogo virou.

Eu recaí de novo.

Eu estou jogando minha vida fora.

Eu estou andando em círculos. Ou melhor, em espirais, amigos. Porque a cada volta, entendemos um pouco mais do percusso. Mesmo que PAREÇA igual, NUNCA é igual.

É aquele lance; não se banha duas vezes no mesmo rio.

E paciência, se o desenvolvimento emocional dos seres humanos é um tanto quanto lento. Isso é verdade.

Eu ainda cometo erros dos mais variados. Alguns óbvios. Alguns eu tenho ciência. Outros, eu não tenho a menor ideia.

Estou fazendo uma terapia, em ritmo intensivo. Esse trabalho de natureza psicológica é realmente essencial pra mim.

O negócio é manter o ritmo, acima de tudo. De resto, é aguardar um pouco os resultados. Já disse aqui várias vezes que não acredito em soluções mágicas e instantâneas.

Pois bem amigos, continuo nos meus estudos de psicologia.

Percebo que tem alguns temas e tópicos que eu consigo tirar uma lição prática mais efetiva. Outros temas são um pouco mais "abstratos", digamos assim - na verdade não são, hehe, essa é a questão. Porém, eu estou preferindo as coisas mais práticas e efetivas. Eu estou realmente muito mal. Preciso de coisas simples, digamos assim.

Vou tentar explicar uma coisa relativamente complexa, de um modo simples. Eu acredito que isso tem tudo a ver com o vício em pornografia. Acompanhem.

Alguém fez um estudo sobre pessoas que passaram por experiências de prisão. Presídios. Geralmente nos países comunistas do leste europeu e também na Ásia. Pois bem, o detalhe é que alguns desses estudos focaram as pessoas que ficaram bem.

Diante da experiência do presídio, uns podem se arruinar. Morrer lá, ou então ficar louco mesmo. Mas alguns conseguiram entrar e sair. E sairam bem, por incrível que pareça.

O que eu vou falar é muito profundo. Em parte é pra mim mesmo, mas vai que outros entendam. É pra mim mesmo, mas não tem a ver apenas comigo. É mais uma das coisas da mente humana. Acredito amigos, que esse ponto é uma chave fundamental. Escrevo pra tentar esclarescer.

O que fez esse cara que conseguiu encarar 20 anos numa prisão soviética e ficar relativamente saudável?

E outra: porque tem gente que tem TUDO, pode ir e vir, dinheiro na conta, comida, festa, drogas e ainda assim, se arruina, se perde no tédio, no vazio, e as vezes até se mata?

Eu tenho uma teoria sobre isso. (eu evidentemente me encaixo na segunda categoria....se for comparar)

A questão, amigos, é que o cara que ficou 20 anos preso USAVA CORRETAMENTE A SUA ENERGIA.

Ele estava preso, mas não estava parado.

Ele sabia que o ser humano é rico e amplo.

Por isso, desenvolveu uma técnica para fazer folhas feitas de sabão. Nisso, começou a escrever um livro, riscando a folha de sabão com um palito de fósforo.

Todos os dias fazia um treino físico. Todo santo dia.

Ele mediu e remediu a sua própria cama, de vários modos diferentes. Depois analisou cuidadosamente as cobertas, pensando se não seria possível melhora-las de algum modo.

O cara estava preso, sim, MAS ELE TINHA REPERTÓRIO INTERNO, ELE CONSEGUIA APLICAR A SUA ENERGIA DE UM MODO ÚTIL, PRODUTIVO.

O que, PERCEBAM, envolve DIRETAMENTE NÃO GASTAR SUA ENERGIA DO MODO ERRADO. Esse ponto é FUNDAMENTAL. Prestem atenção nisso.

E o que acontece com o outro caso? Da pessoa que tem TUDO e se sente fraca, perdida, querendo morrer?

Ela não sabe usar a energia dela. Literalmente, investe uma quantidade IMENSA de energia em coisas que JAMAIS PODERÁ MUDAR. (esse é o meu caso).

É como ficar esmurrando uma parede amarela, por ter ódio do amarelo. Esmurra a tal ponto que não se sente energia pra mais nada - se machuca e tudo. E no final das contas, a parede amarela continua lá. É mais ou menos isso que acontece comigo. E talvez, aconteça também com outros viciados de modo geral.

As vezes não tem propósito nem objetivo. Ai tudo fica realmente vazio.

Não é que falta energia. É que a energia é usada do MODO ERRADO. São coisas diferentes, amigos.

Eu diria, falando de modo leviano, mas curto e grosso, que não existe FALTA DE ENERGIA. Existe ENERGIA QUE FLUI NO LUGAR ERRADO. Percebem a diferença?

Acho que o negócio É ENCONTRAR AS BRECHAS NA REALIDADE, PARA AGIR. Mesmo que sejam coisas pequenas. Isso é o que previne da loucura. Loucura é querer que o amarelo vire azul, sem nenhum tipo de equipamento pra isso. Prevenção da loucura é procurar uma lata, um lápis, riscar a parede, pintar, até raspar a tinta, se for o caso.

Loucura: ficar consumindo pornografia, achando que está saciando alguma coisa. Um desejo baseado em falsas premissas NUNCA poderá ser de fato satisfeito. (quem derá eu entendesse isso a um nível profundo, mas na verdade eu não entendo. Entendo apenas do ponto de vista intelectual).

Prevenção da loucura: ver O QUE PODE SER DE FATO FEITO. Senti vontade de ver P. O que eu realmente quero? Será que é transar ou beijar na boca? Se for isso, como posso, efetivamente, conseguir o que quero, ou ao menos tentar, na prática? Será que é realmente isso?. Só estou parado demais. Então vamos fazer umas flexões.

Eu ainda consumo pornografia. Na verdade, falando em aspectos psicológicos mais profundos, sem dúvidas, o vício é mesmo em me ferir. Me ferir de novo, e de novo. Esse é o vício, em termos psicológicos. Acho que existem grandes chances deu buscar mesmo repetir certas feridas. Claro, isso é inconsciente. É mais uma das possíveis contribuições da psicologia para ajudar a vencer o vício em pornografia.

Isso representa energia fluindo no lugar errado.

Logo, não vou ter força para fazer as coisas realmente importantes e boas da vida. Se minha força foi toda pra punheta? Ou melhor, indo pra coisa por trás da punheta, se minha força foi toda para me ferir mais uma vez? Sempre há algo por trás da punheta, amigos. Quem bate uma na verdade quer algo. Sem dúvidas. E seria muito raso dizer simplesmente "sexo". Na maior parte das vezes, é mais do que isso. Quem souber O QUE REALMENTE QUER, O QUE REALMENTE SE PASSA DENTRO DE SI, quando se quer consumir porn JÁ SAIU NA FRENTE. Esse é o ponto - que eu ainda estou vacilando!

Onde eu DEVERIA fazer força, eu não fiz.

E onde eu deveria aceitar e ficar tranquilo, eu me revoltei, até ficar fraco de tanta revolta.

Equilibrar essa balança ai. Eis a solução para a minha vida. Parar de reclamar e xingar porque a parede é azul. E ir atrás de todas as coisas necessárias, depois simplesmente pintar ela. É simples, no final das contas. Mas as vezes dá muito trabalho chegar na simplicidade.

TUDO consiste no uso da energia psíquica, amigos....

O cara do presídio soviético dá grandes lições....

É questão de olhar ao redor e enxergar as oportunidades. Mesmo que seja numa cela.

É simples até. Não é?

Eu tenho até que bastante conhecimento, amigos.

Mas a pornografia me enlouqueceu um pouco. É uma das minhas maiores fraquezas.

Eu estou entendendo o que devo fazer.

1 - Devo APRENDER a redirecionar a minha energia. Esse é o ponto básico, que deve ser desdobrado EM MEDIDAS PRÁTICAS.

2 - Isso não pode acontecer se eu não FAZER OUTRAS ATIVIDADES, ATIVIDADES VARIADAS, APRENDER ALGO, QUALQUER COISA. (isso também é toda uma ciência).

3 - Devo PARAR de alimentar minhas neuroses (essa parte é mais difícil). Na verdade é simples, mas é difícil de fazer. Trata-se tão somente de sentir a porra da dor, tranquilo, ao invés de ir beber. Ou consumir porn. Simples, mas difícil. O tipo de coisa que não se consegue sem ajuda espiritual, sem boa vontade.

4 - Devo simplesmente OLHAR UM POUCO AO REDOR. Pois na verdade, amigos, não deveria existir tal coisa que se chama tédio. A verdade mesmo, nua e crua, É QUE SEMPRE TEM O QUE SE FAZER. Então é bom olhar ao redor com um pouco mais de atenção.

Isso são princípios.

Eu estou muito mal. Uma voz em mim está dizendo: "você pirou, enlouqueceu de vez". "vamos beber. É muito estresse. A loucura tem um custo alto, só bebendo pra relaxar".

Como a coisa está pegando, amigos, o primeiro passo é não alimentar o fluxo negativo.

No meu caso em particular, falando por experiência própria, o consumo de porn FODE COMPLETAMENTE TUDO, A PORRA TODA, causa caos, verdadeira entropia psíquica.

Então, no resumo da ópera, o negócio é parar de ver porn.

Como fazer isso?????

Novamente, um plano simples. mulher que pariu. Eu ainda consumo porn. Não vamos nos culpar.

1 - Dar um jeito de manter o celular distante de mim. Até hoje não encontrei uma porra de um bloqueador decente. Pro celular.

2 - Voltar a trabalhar, pelo menos umas 4 horas por dia. É muito bom pra manter uma certa ordem na consciência.

3 - Permanecer firme na terapia. São coisas que tem a sua efetividade, na melhora geral do ânimo.

Esse é o máximo que consigo fazer por hoje. Na verdade, pretendo reler o meu post. Deve ter algo que preste aqui, hehe, com certeza.

Estou um tanto quanto cansado. Cansado por estar usando minha energia do modo errado. Daí vem o cansaço. Não me falta energia. É que ela flui errado. Entendendo onde está o escoadouro e corrigindo os vazamentos, qualquer um fica supimpa, firme e forte.

Espero um dia estar a altura da tarefa a que me proponho. Eu realmente acho que ainda não é o caso. Me sinto aquém das coisas que eu escrevo aqui.

Desejo um excelente reboot para todos.


Boa Tarde meu amigo Viek, como vai?


Sobre fornecer energia para os lugares corretos, você me definiu....


E é realmente o que acontece comigo também, infelizmente...


Será que saindo do vício, isso pode vir a melhorar?


Ou será que depende de fato, da força de vontade?


Será que foi o vício que nós deixou assim?


De qualquer forma, podemos sair dessa!!!


Grande abraço e força;

_______________________________________
Meu diário: https://www.comoparar.com/t12707-depoimento-de-um-viciado-diario-eduxx


Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

30/10/2022, 19:33
Sabem, esse ano de 2022 foi praticamente só recaídas. De janeiro pra cá, eu não devo ter passado dos 25 dias, em nenhum momento....

Para de ver pornografia é a única solução....

Por outro lado, o fato de que eu tenho 33 anos e sou 100% impotente (sempre fui, desde os 14 anos), transformou minha vida em um mar de desgosto.

Claro, a vida não é só isso. Por outro lado, não consigo lidar bem, aceitar. O fato de que sou efetivamente, 100% impotente.

Posso trabalhar. Posso ter dinheiro. Posso ter amigos. Mas a minha casa sempre permanecerá trancada para todos. Meu corpo permanecerá intocado. Isolado. Se eu quiser um orgasmo, só se eu me masturbar. Não consigo ter nenhum tipo de carinho físico, de ninguém. E evidentemente, jamais terei filhos, já que não sei o que é transar. Se eu adotar, só se for pra ser pai solo.  Já que não tenho a capacidade pra namorar, ou me relacionar com uma mulher nesse sentido.

Eu sinto pânico todas as vezes que alguma mulher que me atrai, ou que eu quero, me toca. Isso não aconteceu comigo apenas uma vez. Na verdade, isso me acontece SEMPRE, desde os 14 anos de idade, ou antes. Isso já me ocorreu DEZENAS de vezes ao longo da minha vida.

Não sei. Não consigo acreditar que eu vá ser feliz assim. Realmente, eu não acredito que eu vá conseguir me sentir bem. Enquanto eu tiver uma disfunção que me impede de acessar todas as coisas da vida relativas a sexualidade, prazer, amor sexual, toque físico, etc.

Na verdade, algumas vezes que penso sobre isso me dá vontade de desistir de viver....

Então não sei como vencer esse sentimento.

O desgosto, o ressentimento o ódio, está mais forte do que a vontade de vencer a pornografia.

Eu não consigo sentir o amor. Eu morri por dentro, e nada mais me toca. Tudo em mim é cinismo e desprezo. Se alguma mulher atraente viesse até mim, interessada, eu seria capaz de dar um soco nela. Um comportamento de uma pessoa doente. Que é o que eu me tornei.

Estou 500000% fechado pra qualquer coisa que se pareça com o amor.

No entanto, tenho que continuar.....a vencer o vício.....

Não consigo conceber a vitória sobre o vício, quando estou envenenado, engasgado, com esses sentimentos....

Foda.

Acho que vou parar de postar. Eu falo coisas uteis, mas devo estar mentindo pra mim mesmo. Enrolando.

Eu acho que quero morrer. Na verdade, emocionalmente eu já estou morto  faz MUITO TEMPO. O corpo vive, mas por dentro, eu mal sinto o coração bater. Minha pele é de pedra, praticamente. Quando eu passo a mão em um cachorro ou em um gato, eu não consigo sentir nada. Aliás, eu sequer consigo tocar as pessoas. Só cachorros e gatos. Nada de errado em dar carinho pros bichos. Agora, conseguir dar carinho exclusivamente , APENAS pros bichos, ai eu quero ver quem segura essa onda! Quero ver!!!!!

Não quero viver. Deve ser isso.

Desculpem o post pessimista. Quis expressar como estou me sentindo agora.

Estou acompanhando o resultado das eleições. Que a essa hora, já está praticamente definida.

Desejo o melhor pra todos....pro país também.

Excelente reboot pra vocês...

_______________________________________

eduxx gosta desta mensagem

Rottweiler
Rottweiler
Mensagens : 1439
Data de inscrição : 22/07/2019
Idade : 31

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

30/10/2022, 22:37
vierkenes, você é um cara de uma sensibilidade incrível. Parece meio clichê dizer para uma pessoa que não está se sentindo bem, pra ela ficar bem. Mas não desista. Recomece. É só isso, não vou prolongar muito. Melhoras.

_______________________________________
01 02 03 04 05
06 07 08 09 10
11 12 13 14 15
16 17 18 19 20
21 22 23 24 25
26 27 28 29 30
31 32 33 34 35
36 37 38 39 40


Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

31/10/2022, 00:02
Algumas respostas...

Caro Drew, muito obrigado pela sua mensagem....

Você está 100%...qualquer outra coisa diferente disso é mentira ou desculpa. Parece que eu ando mentindo pra mim mesmo, me escondendo atrás de desculpas. E seu post me ajudou um pouco a perceber isso...

Também me fez refletir sobre metas para o reboot....

Vejam, eu acho que as coisas funcionam quando as fazemos por motivos INTRINSECOS, e não EXTRINSECOS. Qual a sacada?

Se eu faço o reboot por motivos externos, as coisas tendem a dar errado. Por exemplo, se faço porque minha namorada mandou. Ou ainda, se faço esperando firmemente uma recompensa futura. E se a recompensa não vier, o que farei? Volto pra pornografia?

Já se eu faço por motivos INTERNOS, aí a coisa tende a dar certo. Sem expectativas. Acima de tudo, sem FALSAS expectativas.

O lance é fazer o reboot por amor a nós mesmos....esse é o segredo.

Eu acho que enlouqueci um pouco com o fato de que sou 100% impotente. Mas se eu continuar a usar pornografia por causa disso, além de impotente, eu vou me tornar também um possível suicida. Porque a pornografia fode e mata a gente por dentro. Degenera o espírito e os sentimentos. Se eu simplesmente desistir do reboot e consumir pornografia normalmente, acredito que minha situação pode piorar MUITO, pode ficar realmente grave.

Você está 100% certo....e pra ser honesto, há uma parte em mim que ainda não aceita isso. Simplesmente.

Eu aprendi que O ÚNICO MODO DE RESOLVER AS COISAS É POR LIVRE E ESPONTÂNEA VONTADE. Quem quer, QUER. É simples. Quem não quer, não quer.

Quem quer, faz e age, não importam as circunstâncias ou as dificuldades.

Quem não quer, SEMPRE vai arranjar um motivo, uma desculpa. Se não houve uma, se inventa, e pronto.

Desconfio que não existe remédio para isso.

Para escolhas pessoais.

Para decisões maduras.

Para QUERER algo.

Tem que partir de dentro. Se não, as chances de dar certo são muito pequenas.

Grato, Drew!

Eduxx....

Espero ter ajudado com meus posts. De fato, eu falo bastante de psicologia. E psicologia é sobre os seres humanos. Somos diferentes, mas muitas estruturas básicas são praticamente as mesmas. Todos tem um pulmão, um coração, um consciente e um inconsciente, etc.

De modo que isso que eu falei sobre a energia é algo relativamente normal mesmo.

Vencer o vício em pornografia é superar um dos maiores gargalos energéticos que temos. A quantidade de energia que o vício leva da gente é IMENSA! Talvez seja um dos maiores desvios energéticos que temos. Já que somos viciados.

Então sim, saindo do vício, COM CERTEZA ABSOLUTA a circulação geral MELHORA MUITO.

TUDO depende da força de vontade. A minha, infelizmente, não é muito forte....

Não acredito que foi o vício que nos deixou assim. Mas é só minha opinião.

Grato pelo post....

Rottweiler....

Seu post me deu um novo ânimo....

Não estou em condições de garantir nada. Nem de grandes conquistas (agora né). Mas eu senti daqui o seu apoio.

Muito obrigado....

Voltando pra mais um post....

Pra mim, parece ESSENCIAL resolver minhas questões EMOCIONAIS.

Não acredito ser possível vencer o vício, quando o DESGOSTO, O RESSENTIMENTO, O CINISMO, O ÓDIO e todas essas coisas negativas crescem muito dentro da gente...

São as doenças morais. Não é câncer, nem cirrose, nem enfisema, mas os danos dessas coisas que eu falei também são brutais.

Lógico, as coisas devem ser uma via de mão dupla.....um vai e vem infernal....

O desgosto alimenta o vício em pornografia.

E o vício em pornografia alimenta o desgosto.

Quem veio primeiro? O ovo ou a galinha? Não tô afim de tentar responder isso agora.

Vencer o vício, porra. É a única saída.

Como conseguimos mentir pra nós mesmos até hoje?

De que não é desse jeito?

Vejam como é sutil a mente....

Vários anos de reboot e de fórum, e até hoje existe uma parte em mim que não aceita a verdade, nua e crua.

Vencer o vício. É a única saída. Essa é a verdade nua e crua.

Aceitar. Ou sofrer mais, pra depois aceitar. Sofrendo ou não sofrendo, vamos vencer o vício. Pelo simples fato de que A VERDADE SE IMPÕE.

Podemos negar, negar, fugir, sair, se masturbar, beber, o que for. NADA DISSO VAI ADIANTAR. Diante da DOR, SOMSO FORÇADOS A RETORNAR AO BOM CAMINHO.

É questão de sofrer menos - quem se empenha no reboot, vence, etc. Ou de sofrer mais - quem se engana, se ilude, e leva mais tempo no vício.

Sabem, não vai ser fácil reverter meu estado.

O desgosto pela minha vida cresceu demais....

Evidentemente, O ÚNICO caminho pra eu melhorar é vencer o vício em porn.

Um dia desses eu saí com uma mulher que me atrai MUITO, MUITO MESMO.

Mas como sou 100% impotente, nada aconteceu. Esse é o padrão em 99% dos casos.

Não consegui falar pra ela o que eu sentia por ela...

Eu chegava a ter ereção, quando ela ficava muito perto de mim. Só pra vocês terem ideia.

Não falei mais nada com ela...

Ai um dia ela aparece aqui em casa.

Acompanhada de um cara. Que ela me apresentou como seu namorado (recente, já que quando estive com ela, ela não namorava nem nada).

Dentro de mim, eu pensei: "é vierkenes, eu sou a morte, e estou crescendo dentro de você. Você não consegue expressar seus sentimentos mais nobres, valorosos e bonitos. O amor que você deixa de expressar por MEDO E COVARDIA vai virar necessariamente ÓDIO E RESSENTIMENTO. Eu sou a morte, e estou crescendo em você". Foi isso o que eu pensei, quando vi eles na minha casa.

Não os recebi. Parece que ela queria minha companhia. Eu fiquei parado alguns segundos pensando. "O que faço? Digo que não posso sair? Não vou me sentir bem com eles dois....não mesmo. Na verdade, eu acho que vou passar mal quando ouvir os dois se beijando. O que você vai fazer? Vai deixar a morte crescer dentro de você? Vai MENTIR, vai SAIR COM ELES e se expor ao que pra você, é um tipo de tortura?".

Eu estava passando mal com esses pensamentos. Passando mal mesmo. Ai eu pensei: "porra, tenho que ter o mínimo de dignidade e respeito próprio. Se não vou acabar me matando mesmo. Não quero ver eles. Nem estar com eles. Foda-se. Felicidades ao casal, mas longe de mim. É simples".

Inventei uma desculpa qualquer e eles foram embora.

Se isso tivesse ocorrido apenas uma vez, ou duas na minha vida, não seria grandes problemas, sabem. Poderia ficar chateado na hora, mas logo iria passar. São coisas pequenas. Pequenas decepções. Ficamos chateados por um tempinho, mas depois a coisa passa.

A questão é quando isso acontece ao longo dos últimos 20 anos. Esse é o meu problema.

O desgosto, comum de sentir numa situação como essa, deixa de ser uma reação emocional passageira.

Sabem, sentir coisas negativas, de um modo eventual, não gera grandes danos...

Podemos brigar com alguém, sentir raiva, algo do tipo. Mas nos acertamos depois, principalmente se for alguém próximo, alguém que pede desculpas, e aceita desculpas. Etc.

O GRANDE PROBLEMA, meus amigos, é quando a coisa se torna CRÔNICA.

Aquela raiva, aquele desgosto, que DEVERIA ser passageira - uma reação a um fato, a um momento - se torna CRÔNICA. Se torna CONSTANTE. Se torna DIÁRIA.

Deixa de existir aquela fluidez. De quem sente raiva ao ser agredido, mas que depois se acalma, pede desculpas, etc. Ao invés disso, a raiva vai virando uma COURAÇA. UMA CAPA GROSSA. É como se fossemos colando a raiva em nós com cimento. Com cola. Tornando concreto. Tornando diário. Ela fica ENTRANHADA no corpo. Na carne, nos pensamentos, nos ossos.

Isso equivale a uma infecção na parte emocional....

É literalmente como um câncer em crescimento....

Eu acho que esse é o meu caso.

Bom, continuo com minhas terapias....

Elas são efetivas. Só não são instantâneas. Nem lineares. Mas elas funcionam.

Peço HUMILDEMENTE UMA AJUDA COM A PORRA DO CELULAR. Se alguém puder me orientar ou dar uma dica sobre isso, eu agradeço.

Vejam, no meu computador o bloqueio é 100% efetivo. Blok Supreme, modo bloqueio total. 100% efetivo pra mim.

Problema é o celular.

Todas as vezes que recaio é no celular.

Meu aparelho DESATIVA TODAS AS PORRAS DOS BLOQUEADORES QUE EU BOTO NELE.

Eu já investi uma boa quantidade de energia tentando resolver isso.

Já olhei em fóruns. Fuçei toda a configuração. Testei vários bloqueadores. NENHUM DELES FUNCIONA. BASTA EU DESLIGAR E LIGAR O CELULAR QUE PARA DE FUNCIONAR.

O que vocês sugerem?

Me livro do celular?

Eu não quero ficar sem celular. Não mesmo....

Será que deveria trocar o aparelho? E fazer um questionário minucioso com o vendedor, PRA QUE EU NÃO PEGUE UM APARELHO QUE TENHA O MESMO PROBLEMA?

Se minha situação ficar GRAVE, eu vou JOGAR FORA O CELULAR E FODA-SE.

Antes o celular do que a minha vida. kkkkk. Complicado é que eu uso mesmo o celular....

Se alguém puder me orientar a isso, eu vou ficar PROFUNDAMENTE GRATO.

Amigos.....estou emocionado pela ajuda de vocês.

Infelizmente, eu não tenho sido exemplo aqui.....

Não sei o que dizer.

Não tenho OUTRA ALTERNATIVA QUE NÃO SEJA PARAR DE VER PORN.

Vamos ver até onde vai a minha teimosia. Essa obsessão em MENTIR PRA MIM MESMO. Em me negar. Essa AMPLA FALTA DE AUTO CONHECIMENTO. Porra!

Grato pelo apoio...eu estou precisando. Embora, eu NÃO ESTEJA LEVANDO O REBOOT A SÉRIO.

Sou vítima da loucura e da ilusão.

Pretendo retomar a postar....mas estou cansado de vir aqui. A impressão é que tudo que eu falo são mentiras. Já que me contador não passa dos 10 dias. A vários meses.

Vou ficar por aqui.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________

eduxx gosta desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

31/10/2022, 00:52
Outro post, um acréscimo...

Eu estou muito mal. Com pensamentos suicidas.

O vício em porn tem 100% a ver com isso.

Cansei de jogar minha vida fora.....

Primeiro de tudo, EU ESTOU ERRADO, POIS SE ESTIVESSE CERTO, CONSEGUIRIA FICAR 20 LONGE DE PORN.

Segundo: EU POSSO CONTROLAR A MINHA VIDA. Mas pra isso, primeiro tem que ter BOA VONTADE.

Boa vontade implica em SER HUMILDE E ADMITIR QUE EU TO FAZENDO MERDA COM A MINHA VIDA.

E que efetivamente tenho o controle.

Eu vou tirar a bateria do celular e guardar em um lugar diferente do aparelho.....vou recorrer a isso por enquanto. Se for usar, coloco a bateria, e depois tiro. Acho que isso pode funcionar um pouco.

Os próximos dias vão ser foda.

Preciso minimizar o estado mental de desespero.

Desespero não leva a NADA. Só faz com que a gente se afogue mais rápido. Eis a verdade.

Eu consigo sentir a parte boa da vida. Pois já tive experiências transcendentais. Já tive vislumbres muito fortes sobre as maravilhas da vida, em sessões de meditação....

Acho que teimosia é um grande problema, amigos....

Mas talvez não haja nada a ser feito.

Ajudamos e damos conselhos, mas caso a pessoa NÃO QUEIRA ouvir ou seguir, só resta um caminho: deixar ela sofrer, até ela entender. Que está errada.

Eu devo estar nesse processo.

Não sei o que farei. Deixei o vício me dominar completamente de novo......

Tenho um trabalho longo pela frente, mas não sinto nenhuma vontade de trabalhar. Se não fui demitido, é porque estão com falta de pessoal. Se não, eu já teria sido demitido faz tempo.

Só existe um tesouro: nós mesmos. É nosso principal capital. O lugar mais valioso para investirmos.

Eu estou falhando em cuidar de mim mesmo.

Bom trabalho pra todos....

_______________________________________

eduxx gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2564
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 26
Localização : Cattolica Eraclea

Diário - Aliócha - Página 15 Empty Re: Diário - Aliócha

31/10/2022, 16:50
Nobre vierkenes.

Independentemente do que estiveres passando, estaremos aqui para lhe ajudar no que por possível.

Pare um pouco, tire um tempo para si, pense na sua vida. Você faz reflexões bem profundas e me parece que teu nível de consciência sobre si é bem alto. Portanto, me parece que você também tem um pouco das respostas quando diz a si mesmo o que precisa ser feito.

Adote as medidas que você considerar como válidas para seu reboot, só não desista de lutar. Essa batalha faz parte, e mares calmos não criam bons marinheiros. Eu creio, assim, que todas as nossas dificuldades e adversidades servem para crescermos e nos fazer seres humanos melhores. Um passo de cada vez que você for dando, as coisas irão se abrindo para você.

Continue caminhando.

Grande abraço!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

NOSCE TE IPSUM

Diário - Aliócha - Página 15 1920px-Flag_of_Sicily.svg



Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos