Diário - Aliócha

+45
sparta
Einstein
soprano
DerekS.W
eduxx
Filho dos Deuses
LeoSilver
jean
Kaneki
Liszt
goth_angel_sinner
KKá
Spartacuz
Yusuke Urammeshi
Thomas Shelby 22
Diácono Lucas
5&4
@_Luan
Marcos081
Lemão
JovemRenascido
Vencedor disciplinado
Druidzin
Gardenzio
Neo11
Marverick
Zaheer
freedom.ever
Rottweiler
DarthVaderMax99
Eddie Red Pill
Caio_o
Samir
chopin
Drew
o2Lázaro
Aba Anônima
Dead
PILGRIM
Origami
VanGogh
Justiceiro do Sertão
Mike
Logos
Aliócha
49 participantes
Ir para baixo
Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

30/11/2022, 23:05
Eu te entendo quando você fala em desperdício. Eu mesmo penso isso com alguma frequência. Mas como disse um químico famoso, "na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma". Não há desperdício. Apenas transformação dinâmica.

Outra coisa: tudo tende ao seu oposto.

O mar já foi sertão, e o sertão pode virar mar. É como o símbolo do yin e yang, usado pelos orientais. De um certo modo, o viciado carrega em si a semente da abstinência - do oposto. Ela ainda está amadurecendo, mas irá crescer. Acho que a vontade pode aumentar o crescimento - regar a planta todos os dias, podar, etc, ela vai crescer com mais saúde, através do empenho e da força bem direcionada. Por outro lado, acredito que há uma parte de nosso desenvolvimento que não depende diretamente da nossa vontade. Por exemplo, um dia meus pais vão morrer, e eu vou ter que me sustentar por conta própria. Isso não depende em nada da minha vontade (literalmente, só Deus sabe quando isso vai acontecer, ninguém mais). É uma lei da vida, e só nos resta aceitar os mecanismos naturais. Lutar contra a natureza pode tornar uma pessoa louca. Em suma, a força de vontade é ESSENCIAL, totalmente VITAL, mas quando eu estudo a psicologia do inconsciente - apenas UM modo de ver as coisas, existem outros - eu percebo como boa parte das coisas que acontecem a nós, e dentro de nós mesmos, escapam totalmente à nossa consciência e à nossa própria força de vontade. Existem mesmo muitos casos em que a força de vontade não serve pra nada. (não me refiro, evidentemente, ao vício). Especialmente quando usamos ela ERRADAMENTE - o que é o mais comum. Geralmente, aplicamos muita energia em coisas que não podemos mudar, enquanto deixamos de aplicar energia nos lugares que efetivamente podemos mudar. Entender o que eu falei racionalmente é fácil - se for difícil de entender, é só ler de novo. O negócio é entender DENTRO. Nas REAÇÕES, NA INTIMIDADE, NAS EMOÇÕES.

Você falou de minhas qualidades. Eu realmente as possuo. Porém, todos precisamos de várias coisas. Eu já conheci pessoas extremamente inteligentes, mas que eram também extremamente babacas. Todas essas coisas que você falou são ótimas, mas elas não são garantia de nada. É aquilo: precisamos de várias coisas diferentes. Ter muito de uma coisa só e faltar o resto não é muito útil, ao meu ver. Acho que o mais importante de tudo é o equilíbrio emocional. Sem equilibro emocional, o cara pode ter milhões na conta, muitas mulheres querendo transar com ele, tudo do ponto de vista material, um monte de gente idolatrando o cara, muito talento, uma carreira brilhante. A falta de equilíbrio emocional pode fazer tudo isso ruir, facilmente.

Não adianta estar no palácio cercado de tudo do bom e do melhor, se a pessoa não controla a própria mente e as próprias emoções - logo, não consegue usufruir da experiência. Caso isso aconteça, ela pode simplesmente ficar viciada em pornografia ou outras drogas, mesmo tendo um imenso jardim do lado de fora. Chamam isso de desperdício. Mas nada se perde. Tudo se transforma.

Eu nem mesmo acredito em "estar parado". Pra mim não existe estar parado. Estar parado é uma ação. Mesmo que pareça algum tipo de inação, é efetivamente UMA AÇÃO - é uma escolha, deliberada. Terá as suas consequências. O mundo gira, o sol gira, tudo gira. Nós também giramos. Dentro de nós, todas as células TRABALHAM. TODAS. Elas correm do coração pro fígado, vão se encher de ar nos pulmões, tem que entregar proteínas no lugar tal, receber de um outro lugar, tem que se alimentar, evacuar, se reproduzir. Nossas células estão efetivamente trabalhando o tempo todo por nós, e sem feriado nem final de semana.

Eu entendo que do ponto de vista do senso comum, alguém diga: "fulano não faz nada, só fica parado". Mas isso não é verdade. É apenas que não vemos o movimento com nossos olhos. A quantidade de coisas que acontecem fora da nossa vista é IMENSA.

Outra: algumas coisas tem que ser GESTADAS. Uma criança leva 9 meses na barriga da mãe, até sair do corpo dela. Vai levar mais uns 10 anos, pra entrar na pré adolescência. Mulheres só podem engravidar depois da primeira menstruação, não antes disso. Quanto tempo leva pra um ser humano ficar maduro? É uma resposta relativa, difícil de responder, que exigiria entendermos o que significa exatamente maduro. Eu me considero intelectualmente maduro (com muito a aprender, a questionar, a rever e a flexibilizar) e emocionalmente imaturo (ainda engatinhando em alguns pontos, literalmente). Acaba que precisamos dos dois, e de mais coisas ainda, pra dizer que se é "maduro".

No começo não tínhamos consciência de que o vício é um problema. Certo. Acho que antes deu descobrir o fórum, eu realmente não sabia que pornografia faz mal.

Agora temos consciência de que o vício é um problema. Ok. Vamos combater o vício.

E quanto às milhares de outras coisas, que falhamos todos os dias, que batemos a cabeça, nos desesperamos, enrolados em problemas - financeiros, familiares, amorosos, etc? Quanta inconsciência há ainda em nós?

Porque muitos aqui ainda não conseguiram vencer o vício? Pode ser que seja "mera desculpa", como você falou. Mas eu acredito que ainda impera a inconsciência. Eu particularmente, acredito que quem está em um caminho de sofrimento e miséria, está agindo em ignorância. Com certeza. O mais curioso é que não adianta muito os outros verem, ou apontarem pra ela os erros. ELA MESMA tem que ver. Enquanto ela não ver, e não admitir, NADA PODE SER FEITO. Essa é a verdade.

Saber que pornografia faz mal é uma coisa.

Agora, lidar com todos os problemas que estão por trás disso - frustrações das mais diversas, neuroses, pressões, lidar com a vida, com trabalho, com problemas financeiros, família, e um vasto etc - isso é outra coisa.

Eu não acho que temos tanta consciência assim.

Grato pela mensagem, caro Marco. Muito me tocou e me motivou. Agradeço profundamente as suas palavras! Em algum momento, eu vou olhar seu diário também!

Hoje a tarde eu saí pra trabalhar. Mais tarde do que de costume - tive uns problemas em casa. De modo que hoje rendi pouco no trabalho, mas deu pra adiantar algumas coisas.

A noite, muitos pensamentos me vieram a mente.

De que eu estou fracassando na minha vida. Estou desperdiçando a minha vida. Sou um fracassado.

Meus caros, o que eu vou falar aqui não é fácil de fazer. Nada fácil. Mas é possível. E dá pra praticar - ou seja, ir ficando melhor com o tempo. Vejam que esse é o real desafio. Acompanhem.

Primeiro, eu notei como esses pensamentos começaram pequenos, e depois cresceram. Sem dúvidas, há um caminho muito bem traçado em relação a esses pensamentos. Pois são pensamentos recorrentes meus.

Segundo, eu notei como esses pensamentos, quando tomam conta da consciência, possuem um alto potencial para jogar para os vícios.

Ou seja, LIDAR COM ESSES PENSAMENTOS - qualquer tipo de padrão negativo que se instale na nossa consciência - É UMA PEÇA CHAVE PARA VENCER O VÍCIO. Sem dúvidas!

Um pensamento é como uma folha que caí. O vento bate e ela vai pra longe, muito longe. Outras folhas vão cair, vão aparecer e vão voar. Até aí tudo bem, e teríamos IMENSA saúde se fossemos como um rio, que está sempre correndo NO PRESENTE. Todo o problema aparece quando NOS AGARRAMOS a essa folha que está voando.

A folha caí e voa, mas nós ficamos agarrados a ela. Corremos atrás dela. Se nos escapar, vamos ficar pensando nela. Podemos passar décadas pensando em algo. Uma vingança. Um amor que ficou para trás. Oportunidades perdidas. Etc.

Todo o problema acontece quando ficamos agarrados a um pensamento. Que em sua natureza, é um como uma folha que cai e sai voando. Milhares de outras folhas caem e saem voando, mas nós ficamos presos a uma única.

Isso se chama APEGO.

Eu tenho um fortíssimo APEGO à ideia de "sou um fracassado".

Durante boa parte da minha vida, esse foi o modo como eu vivi e existi no mundo.

Evidentemente, isso me faz regredir. Assim como a pornografia. As duas coisas estão associadas. Pois os pensamentos, efetivamente, quando dizem respeito a algo significativo para nós, possuem o poder de ativar o vício.

É fácil entender como pode ser tão complicado desembolar esse nó. São 20 anos de tramas e mais tramas, fios e mais fios. O nível de cristalização energética nisso tudo é muito grande. Aqui eu associo tudo isso à pornografia. Pra mim é muito claro que uma coisa leva à outra. O circuito da pornografia invariavelmente, passa pelos sentimentos e pelos pensamentos. As duas coisas estão realmente, amigos, profundamente ligadas. Eu associo completamente o vício em pornografia à minha vida emocional.

Mas aí alguém vai perguntar: ok, mas e a solução disso daí?

Primeiro, que são coisas necessariamente lentas. Pode levar muito tempo para um homem ou uma mulher ficar maduro (a).

Segundo: todo e qualquer exercício de movimentação é bem vindo. Corpo ou mente. Eu admito aos senhores que falho brutalmente no que diz respeito ao meu corpo...(outra falha no meu desenvolvimento, a bem falar a verdade). Porém, continuo com a psicoterapia. O que é movimentação também.

O terceiro ponto, que me parece ser o mais prático....embora o mais difícil de todos.

Vejam, isso é simples, mas muito difícil de praticar.

Se todo pensamento é como uma folha que caí e sai voando - o pensamento sobre consumir porn é como uma folha que cai e saí voando.

Nós temos a tendência de sair correndo atrás dela.

Quando poderíamos simplesmente observa-la por um tempo e deixa-la ir.

Isso exige um mínimo de CONTROLE. De AUTO CONTROLE.

Não acho que precisa ser um iogue pra isso. Não, de jeito nenhum!

Acho que AFASTAR O CELULAR OU COMPUTADOR, PARAR UM POUCO, DAR UMA RESPIRADA, e simplesmente AGUARDAR a fissura passar já poderia ser o suficiente. RESPIRAR BEM. Isso é simples e acessível a qualquer um. Respiração é alimento e o corpo gosta e se sente nutrido. Simplesmente ficar parado porra.

É simples. Mas exige um mínimo de controle. Eu sei que existem pessoas que, nesse momento, não conseguem fazer isso. Mas eu acredito que consigo sim, fazer isso.

O outro passo seria penetrar nas sombras desses pensamentos, afim de descobrir a verdade sobre eles. Mas isso exige uma certa coragem. Que ainda é fraca em mim. (o que não impede com que isso se manifeste as vezes).

Geralmente amigos, comigo em particular, o vício sempre chega bem devagar. Apenas uma ideia. Só uma ideazinha. Uma simples palavra que aparece na mente. Uma simples palavra, entendem? Pode ser o nome de qualquer atriz, sei lá.

Sabem qual é a verdade? Que muitos de nós não damos atenção ao indício. Indicío que é CLARO E EVIDENTE. Não damos a devida atenção. Continuamos como se nada tivesse passado pela nossa cabeça.

Na verdade, eu acredito que já caímos aí. Nesse ponto, ainda é possível reverter a situação, porém, com certeza, o controle sobre a situação vai diminuir. Pois esse mesmo pensamento, que começou pequeno, vai voltar com mais força. Podem ter a certeza de que volta com mais influência sobre nós.

Se conseguirmos PARAR, NOS AFASTAR DE TUDO, RESPIRAR, E AGUARDAR UM POUCO - aqui convém até fazer uma pequena oração silenciosa - acredito que boa parte da situação vai estar dominada.

Não damos atenção ao pensamento pequeno. Isso já é uma queda assumida, clara e evidente.

É como ver um estabelecimento com letreiros vermelhos chamado "Eros". "Que besteira. Isso não é um prostíbulo, é apenas um bar". Veja como ignoramos o indício. Pequeno, mas é um indício bem claro, vocês não acham? (claro, foi apenas o exemplo que me ocorreu na cabeça agora). Aí entramos no bar, e é cheio de luzes vermelhas, com muitas mulheres com roupas provocantes. "Isso não é um puteiro. Eu vou beber só uma cerveja, eu não vou recair de novo em prostituição". Aí a mentira já está prestes a ganhar, amigos.

Eu acho que a coisa começa no primeiro pensamento. Ele é a chave e a raiz do processo, na minha interpretação desse momento.

Isso exige um senso de PRESENÇA....

Quem fica VOANDO, no mundo da imaginação, da fantasia, não vai dar a devida atenção a esses pensamentos.

Amigos, as coisas vão se encaixando uma na outra. Quem quer que observe bem as coisas, vai entender tudo. As grandes descobertas da humanidade surgiram da observação.

Eu quero prestar mais atenção em mim mesmo. Especificamente, em todos os pensamentos-gatilhos, os quais eu já sei que há um caminho perfeitamente traçado que vai dar na pornografia. É simples. Eu já sei exatamente quando o processo se inicia. Eu posso cortar a coisa na raiz, por assim dizer. Isso vai me exigir sobriedade, uma certa atenção. Mas não pode ser nada tenso. Tem que ser flúido, por assim dizer. Eu acredito que consigo prestar atenção nos pensamentos-gatilho em sua raíz, até mesmo porque eu já os identifiquei razoavelmente bem.

Em suma, creio que estou a falar de auto conhecimento.

Hoje, com fé em Deus, recebi a graça de passar um dia sem consumir pornografia.

A graça é como uma chama....ela tem que ser alimentada, se não, apaga.

Por hoje é só, amigos.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________
Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

30/11/2022, 23:41
Mudei de nick e avatar. Agora sou o Aliócha.

Isso pode ser uma mudança de visual. Não me identifico mais com o antigo nick. Espero, levando a sério a minha fé em Deus, me tornar um cara melhor e vencer o vício.

Com vocês eu me fortaleço. Obrigado.

_______________________________________
Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

2/12/2022, 19:09
Amigos, eu estou muito perdido. Meio desesperado. Estou mesmo pensando em largar o trabalho que estou fazendo e retornar pra casa de minha família - apesar de que não tenho a mínima ideia do que eu faria lá.

Lição 1: para onde você for, levará os seus problemas com você. Pode ir pra qualquer lugar do mundo. Argentina, México, França, Japão. Pode ir até com um milhão no bolso. Levará TODOS OS SEUS PROBLEMAS E TENDÊNCIAS COM VOCÊ. É IMPOSSÍVEL fugir de si mesmo, mas ao que tudo indica, eu ainda estou tentando fugir de mim mesmo. Ainda estou sob o signo da irracionalidade.

Me sinto hipócrita em relação às minhas palavras, pois não me sinto a altura delas. Apesar de que elas vem de mim. Talvez todas as coisas corretas que eu falo aqui, existam efetivamente dentro de mim. Só preciso desenterrar elas, afinal.

Vou optar por ser claro e prático. Afim de evitar deambulações filosóficas que não tem me levado muito adiante.

Fato 1: o modo como eu me relaciono com os outros, o modo como eu me relaciono comigo, o modo como eu usufruo da vida, está COMPLETAMENTE EQUIVOCADO.

A sensação é que minha vida é um equivoco de ponta a ponta. Uma grande mentira, a qual eu não estou mais conseguindo mais me livrar.

Depressão é uma palavra que faz parte do repertório médico, mas não é nesse sentido que eu vou usa-la aqui. Minha ideia é a seguinte, amigos. A depressão é como um sinal da vida, para nos chamar a atenção de que estamos vivendo errado.

Sentir-se deprimido só é normal quando se está cometendo um equívoco em algum aspecto da vida.

Pode ser uma relação que não nos serve mais, e a qual estamos presos, sem conseguir sair.

Pode ser uma insatisfação profissional.

Pode ser qualquer coisa.

No meu caso, o fato deu não me permitir o mínimo contato íntimo, ou sequer carinho. Zero. Absolutamente zero. Não obstante, isso é uma necessidade minha. Ou seja, eu não aprendi a satisfazer as minhas necessidades. É estranho dizer isso, mas é exatamente assim.

Sou uma pessoa inconciliada com os meus próprios desejos. Eu, literalmente amigos, RARAMENTE faço o que eu REALMENTE QUERO. Meu desejo aponta pra um lado. Minhas ações e reações vão na direção oposta. Ou seja, é um nível de DIVISÃO INTERNA muito grande. Muitas vezes isso me deixa TENSO, como se minha alma estivesse sendo puxada e esticada para dois lados diferentes. É muito foda viver assim, é o que posso dizer a vocês. No final das contas, o que eu preciso é de conciliação e de unidade comigo mesmo.

Eu evidentemente preciso resolver isso, pois sinto que posso enlouquecer, caso viva mais muitos anos desse jeito. Porém, o que eu NÃO POSSO é esperar resolver isso, pra ADIANTAR NO REBOOT. Eu sem dúvidas tenho cometido esse erro! É preciso ADIANTAR O REBOOT, INDEPENDENTE DE QUALQUER OUTRA QUESTÃO OU PROBLEMA.

ADIANTAR NO REBOOT é o que interessa.

Se eu falo tanto de minha vida psicológica e emocional aqui, é porque na minha concepção as duas coisas andam juntas. Mas vamos falar mais de REBOOT.

Como eu disse no início desse post, TUDO ou QUASE TUDO no meu modo de viver está equivocado, em relação às metas do reboot.

Eu estou vivendo um estilo de vida que tem tudo a ver com o vício. Essa é a verdade.

Acredito que um dos meus grandes problemas seja a FALTA DE HONESTIDADE EMOCIONAL comigo mesmo. Sem esse fator amigos, fica muito, muito complicado vencer o vício.

Eu parei pra pensar que faz muito tempo que eu não saio para me divertir...

Muito tempo mesmo...

Isso está me fazendo falta, e eu não me dei conta disso. Das últimas vezes que saí, foi pra beber. Porém, percebi que essa é uma atividade muito pobre, que até pode relaxar na hora, mas no final das contas, não soma com nada.

Tomar um bom banho, vestir uma roupa legal e diferente e sair uma noite, iria me fazer bem.

Apesar do fato de que eu não sei bem fazer isso...

Vencer o reboot é sair da zona de conforto, afinal. Tudo poderia ser resumido nessa frase.

Quem não sair da zona de conforto, não vai vencer.

Eu estou agarrado à minha zona de conforto. Talvez por isso esteja estagnado. Ou saio da zona de conforto. Ou não vou atingir os 90 dias. Isso, nesse momento amigos, me parece uma verdade universal e indiscutível. De fato, é assim para mim agora. Se lembrem dessas palavras. Se eu não conseguir mais dias no reboot e permanecer recaindo, significa EXATA E LITERALMENTE isso: O Aliócha (vai levar um tempo pra se acostumar ao novo nick, hehe) NÃO ESTÁ SAÍNDO DA SUA ZONA DE CONFORTO, por isso SEU REBOOT NÃO VAI PRA FRENTE.

Sabe qual é o complicado? Quem vê de fora, alerta, aponta, indica, as vezes solta fogos de artíficio, é cru e direto (o que sempre pode ser interpretado como uma ofensa, por quem está na defensiva, como eu estou). Claro, isso PODE ajudar, mas....

Se a própria pessoa se recusa a ver, NADA PODE SER FEITO. Absolutamente NADA. Nesse sentido, estamos todos entregues à nossa própria sorte. As vezes a vida pode colocar uma lição mais dura e severa para nós, para que consigamos perceber onde estamos errando.

Qual é o ponto sobre mim que eu me recuso obsessivamente em ver?

Uma resposta muito íntima e pessoal. Devo deixar isso para meditação. Até mesmo porque EU MESMO NÃO VEJO isso, então não tenho como responder de forma consciente. O único modo de responder isso é, sem dúvidas, em um estado meditativo. A consciência e a racionalidade não alcançam esse ponto.

Estou com medo de assumir meus sentimentos. De me relacionar. Expressar aos outros as minhas necessidades. Acho que esses são os meus principais problemas.

Emocionalmente, eu sou uma pessoa muito adoecida. Mas ok, vamos voltar ao reboot. O que fazer para conseguir mais dias limpos?

1) parar de usar qualquer tipo de droga. Fácil falar, as vezes muito difícil de fazer. Acaba que todas as drogas dão uma desregulada no sistema.

Drogas relaxam, e algumas podem ter efeitos interessantes. Porém, elas não acrescentam nada à nossa vida. É um relaxamento vazio, que não faz crescer. É uma distração temporária do que é inevitável e vai sempre retornar.

2) continuar trabalhando todos os dias, mínimo de 4 horas/dia. (isso eu tenho conseguido fazer até que bem, raramente eu deixo de ir trabalhar)

3) incrementar complexidade na rotina.

Esse é o ponto principal, acredito eu.

Tem a ver com aquele papo de entropia psíquica, amigos. Essas ideias podem ajudar no reboot. Recapitulando:

1) Estado de foco e concentração - qualquer atividade que exiga isso, pode ser qualquer coisa = baixa variação no sistema psíquico, o que dá sensação de ORDEM.

2) estado de dispersão - aquele "não tem nada pra fazer, vou usar o celular" - alta variação no sistema psíquico, o que causa sensação de DESORDEM.

Amigos, eu observo inclusive, que sempre que estamos no estado de dispersão, a energia tem sempre um FOCO AUTOMÁTICO.

No nosso caso, pode ser mesmo a pornografia. Ou certos pensamentos.

Não tem nada pra fazer e tá de bobeira em casa? PIMBA! Pode ter certeza que a ideia de consumir porn pode passar pela sua cabeça. Isso acontece, realmente, de modo AUTOMÁTICO.

Como desfazer esse "agregado" gigante de energia, acumulado ao longo de muitos anos, cujo qualquer vacilo nosso, a energia vai diretamente para aquele ponto?

Temos que alterar a nossa rotina.

Eu já disse que a minha rotina está doente. Essa é a verdade.

Sinto como tivesse que partir, mais uma vez, do zero. Não tem problema.

Eu devo ser humilde e reconhecer que tenho feito as coisas do jeito errado.

Ou saio da zona de conforto. Ou não vou conseguir vencer o vício. Esse é um dos principais pontos pra mim. Preciso ser muito honesto. Ou pedir muita coragem à Deus, para que eu consiga superar os meus medos. As minhas sombras se tornaram grandes demais, e elas estão tentando me engolir.

Em suma, alterar a rotina.

Parar de usar qualquer tipo de droga e buscar prazer COM OUTRA COISA. Buscar prazer com outra coisa, amigos. O reboot é sobre isso.

Com o que? Vou enumerar possíveis atividades, que devem SER FEITAS. É SENTIR PRAZER, é isso!

1 ) fazer trilha na natureza (uma possibilidade aqui onde eu moro!)

2) escrever (essa eu já faço com alguma constância, mas poderia perfeitamente alcançar maiores níveis de foco e concentração nessa atividade)

3) praticar fotografia (um hobby que eu gosto, mas que eu nunca mais fiz, sendo que tenho uma câmera aqui)

4) personalizar meu ambiente (arrumar as coisas de um jeito diferente, decorar, colocar uns cartazes na parede, pegar até umas caixas de feira, pendurar na parede, etc)

5) fazer qualquer tipo de exercício físico (essa parte é difícil pra mim, hehe)

6) Cantar. Hoje de manhã, por exemplo, eu coloquei várias músicas que eu gosto muito e cantei junto. A voz é vibração, amigos. A voz faz todo o organismo vibrar. Os indianos sabem desse poder, e utilizam muito a voz em processos espirituais e até de cura. Claro, eu não preciso chegar nesse nível. Apenas preciso ME SENTIR VIVO, COM VOZ, DIZER O QUE EU QUERO E PENSO. Quem canta seus males espanta!! Então eu quero cantar muito, pra espantar o porn pra longe!!!

7) procurar alguma atividade EM GRUPO. (isso é FUNDAMENTAL. É SOCIALIZAÇÃO, pra aprender a lidar com gente. Aprender até a lidar com as mulheres bonitas, hehe). Eu ainda não sei que tipo de atividade em grupo seria essa. Mas eu preciso MUITO disso. Eu me tornei um cara EXTREMAMENTE FECHADO amigos. Não deixo ninguém me tocar, exceto alguns amigos muito íntimos, outros, eu não deixo de jeito nenhum. Eu basicamente tranquei meu coração, joguei a chave fora, e agora estou desesperado, pois que trancado, tentando encontrar a chave de volta).

Tem outras opções. Eu me perdi um pouco no item 7. Vou fazer essas listas, colocar mais opções aqui depois.

Por fim, sobre as motivações do reboot.

Poderiamos dividir as motivações em INTRÍNSECAS e EXTRÍNSECAS. (é apenas uma possibilidade, um jeito de ver as coisas).

Motivação INTRÍNSECA é quando você faz algo PORQUE VOCÊ QUER, que vem de dentro, escolha de livre e espontânea vontade. A motivação vem da atividade EM SI.

Motivação EXTRÍNSECA é quando você faz algo por qualquer tipo de pressão EXTERNA, nem sempre de livre e espontânea vontade. Muitas vezes, a motivação é PELA RECOMPENSA, e não pela ATIVIDADE EM SI.

Um trabalhador que se submete a um emprego que ele acha ruim. Talvez pague pouco. Ele não tem opções e precisa do dinheiro. Ele vai trabalhar apenas pelo dinheiro. A atividade em si é desprovida de maior sentido para ele. São motivações EXTRÍNSECAS.

Alguém que tem problemas com DE, por exemplo. Talvez tenha alguém que só queira resolver a DE e nada mais. Não liga pro resto. Essa pessoa está pensando apenas na recompensa (curar a DE), não na atividade em si. E se ela tiver com 100 dias de reboot e tiver uma DE? O que ela vai fazer? Será que o abalo psicológico não vai levar ele pra pornografia? A quebra das falsas expectativas?

O que eu quero dizer é que de algum modo, temos que aprender a apreciar o reboot.

Fazer o reboot pelo reboot, e não por qualquer outro motivo. O reboot pelo reboot. Esse seria o modo ideal, ao menos para mim. Admito aos senhores que não tenho sido honesto nesse ponto. Eu preciso encontrar MOTIVAÇÕES INTRÍNSECAS fortes o suficiente, para que eu consiga seguir em frente. Preciso ADICIONAR SENTIDO à essa luta.

Sem falsas expectativas com o reboot.

Seria bom enxergar a coisa como um desafio saudável. Uma progressão. Podemos até mesmo medir o progresso, o que sem dúvidas nos dá uma sensação de CONTROLE. É isso que nós precisamos. CONTROLE. (só cuidado pra não controlar o lado errado, hehe).

Pra mim, isso aqui é uma luta pela ENERGIA. Pra que serve energia? Quando bem direcionada, para "trabalhar e amar". Uma frase do Freud que é muito boa, e a qual eu acho uma excelente direção. Para a energia. Queria eu trabalhar e amar. Trabalhar, muito pouco, pois não disponho realmente da minha energia - poucos dias de reboot, ainda estou fraco. Amar, queria eu. Só quando eu conseguir encontrar as chaves do meu coração, que está trancado. Eu me tornei feroz com os outros, como um animal que foi muito maltratado e ficou traumatizado com o contato.

Seguindo com o reboot, as coisas vão melhorar.

Reboot É LIBERAÇÃO DE ENERGIA.

Caras, IMAGINEM TER ESSA QUANTIDADE DE ENERGIA QUE VAI NA PMO, PARA VOCÊ?

Seria sem dúvidas uma benção.

Irei reler o meu próprio post, para me orientar nos próximos dias.

A chave é acrescentar complexidade à rotina. Aprender coisas novas. Ir a lugares novos.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________

Gardenzio e eduxx gostam desta mensagem

avatar
Tiago M
Moderador
Moderador
Mensagens : 2183
Data de inscrição : 31/07/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

2/12/2022, 20:41
Caro, vi que você mudou seu nickname. Qualquer mudança que deseje fazer no título do seu diário, basta ir na primeira página e editar a primeira mensagem, alterando seu título. Antes você não poderia fazer isso por que a primeira mensagem era de outro usuário. Como este usuário se autoexcluiu do fórum, tomei a liberdade de apagar a mensagem cujo conteúdo não era nada de significante, apenas informando que iria acompanhá-lo. Agora, portanto, a primeira mensagem é de sua autoria e você pode mudar o título como quiser.

Atenciosamente, Tiago M.

_______________________________________


Diário Parte 1
Diário Parte 2

Último record: 134 dias

Aliócha gosta desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

6/12/2022, 09:37
Amigos, eu estou muito mal. Aliás, o mal estar é o meu normal. A depressão é o meu normal.

Dizem que eu sou inteligente, porém, eu sei que o controle que eu tenho sobre a minha consciência é quase zero. O que torna a vida impossível, independente da profissão, situação financeira ou lugar que mora. Pessoas "bem sucedidas" segundo "fatores extrínsecos e sociais" - dinheiro, fama, etc - podem perfeitamente dar um fim à própria vida. Se elas não tiverem um certo controle do que ocorre dentro de sua cabeça. Nada tem a ver com dinheiro, nem com escolaridade. Educação e estudo ajuda muito, mas vejam meu caso. Acaba que no final das contas, amigos, quem tem o controle da sua consciência é que fica realmente bem. Pois esse vai conseguir sentir as coisas boas da vida, independente de onde esteja ou o que faça.

Eu acordei com um desejo de dar um fim à minha própria vida. Nessas, fumei um beck. Não, não foram as drogas que me deixaram assim. A psicologia - um ramo da psicologia, na verdade - me ensina que o problema e a sua solução estão na história de vida do sujeito. O sofrimento da pessoa existe por um motivo, uma espécie de "segredo íntimo". Muitas vezes, nem a própria pessoa alcança todos os fios desse novelo. Eu estou longe de desembolar isso. Eu sofro por um motivo bastante particular, o qual é, em certa medida, do meu conhecimento. Não foram as drogas que me deixaram com vontade de tirar a minha vida.

Eu comecei a assistir um podcast. Trata-se do "à deriva", do Petry. Querem um podcast riquíssimo, com pessoas muito diferentes e variadas, e com um entrevistador que é simplesmente brilhante? Podem assistir esse canal aí. Recomendo.

Pois bem, comecei a ver o vídeo de uma mulher que trabalhava como auxiliar de necrópsia, ou algo do tipo. Fiquei ouvindo os detalhes da profissão, mas a parte que eu mais gostei foi quando ela começou a falar do percurso de vida dela.

Ela disse que ela só completou o ensino médio aos 30 anos. E trabalhava 8 horas por dia, ganhando salário mínimo, tendo que pegar ônibus, etc.

Ela ouvia aulas de direito administrativo enquanto arrumava a casa, fazia comida, no trabalho, sempre que dava.

Passou em um concurso difícil. Assumiu o cargo.

E entrou em uma faculdade de direito posteriormente.

Dai eu, o Aliócha, posso me lamentar com a forma absolutamente desastrosa que eu conduzi a minha vida. Posso ficar aqui, chorar, ir beber, até que a morte venha me visitar. Sabe o que essa mulher me diria?

"Comece agora".

É simples. Comece agora.

As palavras dessa mulher me tocaram, porque ela está mesmo certa. Se eu quiser mesmo me tornar um cara forte, posso começar HOJE a treinar. E me dedicando bastante, eu posso realmente ficar muito forte mesmo...ainda que não tenha me dedicado a isso na primeira metade da minha vida.

Começar agora. Isso me deu uma certa paz. Não interessa o quão ruim as coisas estão, sempre pode-se começar a melhorar a partir de agora. Esse pensamento afasta a morte de mim. Embora ainda me sinta realmente muito deprimido para qualquer coisa.

Bom, o post passado tem várias coisas legais. Uma essencial é SAIR DA ZONA DE CONFORTO. Eu estava falando a sério quando eu disse: "se o Aliócha não conseguir mais dias limpos, é porque ele não está saindo da zona de conforto. Esse é o motivo do fracasso de seu reboot". Chegaria ao radicalismo de dizer que esse é o real, único e exclusivo motivo do meu fracasso no reboot, ao menos no que diz respeito à circunstância atual. Sair da zona de conforto e viver, ou ficar no mesmo lugar e continuar consumindo porn - e enlouquecer e tirar a minha vida. É a escolha que a vida coloca diante de mim, nesse momento. Viver ou morrer.

Isso foi bem claro. Bem verdadeiro. Isso seria o suficiente pra escrever aqui no fórum. Isso já diz TUDO. Literalmente, amigos, minha vitória ou meu fracasso depende apenas disso daí. É o que eu sinto.

Dia desses eu acabei caindo no canal de um coach. Bom, eu não gosto nem um pouco de coach. Nada mesmo. Coach é uma mistura de várias coisas (psicologia, filosofia, misticismo, etc). Eu ganho muito mais estudando diretamente psicologia e filosofia. Porém, o nome do vídeo me chamou a atenção. "Comportamento evitativo". Isso é evidentemente algo do repertório da psicologia, mas lá estava no canal de um coach. Resolvi assistir.

Não gostei muito do jeito do cara, mas o conteúdo que ele passou foi ok. Correto e coerente. Acaba que me ajudou um pouco.

Acho que essa reflexão tem TODO o sentido pra mim.

O que me impede de ir em uma festa e tentar beijar alguma mulher? Ou de pegar uma mochila e viajar pra Minas Gerais, um estado que eu sempre quis conhecer? Ou ainda, de ir fazer uma corrida? De começar a praticar uma arte marcial? O que me impede? Comportamento evitativo explica isso. É certo que isso já foi objeto de muitos estudos e observações. Porque as pessoas não fazem o que elas supostamente querem. Porque elas evitam as experiências que teoricamente, seriam boas.

Eu também disse no post passado que preciso necessariamente reestruturar minha rotina. Ou fracassarei. Vejam como está tudo claro como água. Ou faço isso. Ou fracasso. Acredito não haver meio termo.

Reestruturar a rotina significa incorporar novos hábitos. Variar, mudar. Fazer coisas que eu não fazia antes. Estou começando a achar que esse é o segredo do reboot.

Pois bem, o que me impede?

O tal vídeo do coach me deu uma primeira reflexão. Eu vou pesquisar mais sobre isso.

Gostaria de me aprofundar em algumas questões de natureza psicológica. Coisa útil para o reboot, acredito eu.

Eu compreendo em parte, qual é o meu grande pecado psicológico. Aliás, são vários. Eu literalmente, vivi de modo muito equivocado, até aqui. Todo dia é dia de aprender.

Meu grande erro foi me tornar um cruel ditador de mim mesmo.

Me pautar por ideiais tão perfeitos, que não existem. Me frustrar por não alcançar o inatingível. Eu vivi muitos e muitos anos assim.

Também, acabei me tornando uma pessoa intolerante. Internamente intolerante. Digo isso porque eu não saio por aí batendo em quem pensa diferente de mim, ou de quem veste azul ou vermelho. Mas intimamente, carrego um grande desprezo pelas pessoas. No fundo, por mim mesmo. Pessoas são apenas pessoas. O presidente da república pode ter muitos poderes, mas seu sangue é vermelho, se bater vai doer, e se tratar com respeito e educação, ele vai gostar. Como toda e qualquer pessoa. É incrível como pode ser difícil entender que pessoas são apenas pessoas. E que elas tem reação de pessoas. Ninguém espera que um gato ande de pé, e se ouvimos ele miar, tudo bem.

Bom amigos, do ponto de vista dos relacionamentos, eu estou f-o-d-i-d-o. Não aprendi coisas mínimas e básicas sobre isso até aqui. Devo reclamar menos. E começar agora. Não interessa o quão ruim as coisas estão, sempre dá pra melhorar a partir de agora. Realmente não interessa. A um tempo atrás eu conheci uma mulher de mais de 30 anos, muito rica, que nunca tinha pegado um ônibus. Eu peguei um ônibus com essa mulher, pela primeira vez na vida dela. Ela gostou. Está tudo bem, vamos aceitar as coisas como elas são. Me deu uma leve vontade de rir dela (rir com algum desprezo, algo como: "porra, você nunca pegou um ônibus, como assim!!!). Mas Deus é amoroso. Que o amor de Deus entre no meu coração...pois eu estou realmente precisando.

Em verdade, eu me sinto morto por dentro, amigos.

Isso porque eu tenho feito as coisas DO MEU JEITO. Contra a própria realidade das coisas. Tenho ido na contramão das leis da natureza. Por isso, sofro e me deprimo. Mas porque tanta teimosia?

Isso se explica por um radical estreitamento da visão. Padrões mentais rígidos, que excluem tudo, ficando sempre no zero a zero. Um alto foco em um ponto. E a total cegueira em relação ao resto. Esses são os meus problemas.

O sofrimento da pessoa tem suas causas em sua história de vida. Em algum ponto, podemos nos desesperar. O desespero é um tipo de apego, sem dúvidas. Eu acho que passei tempo demais vivendo em desespero. Isso não é nada saudável. Acho que gastei energia demais tentando me manter integro.

Pois bem, por fim, o segredo da coisa, amigos, reside em algo que eu ainda não possuo. Que vou chamar de FLEXIBILIDADE PSICOLÓGICA.

Eu não quero ser hipócrita. Eu me tornei um cara extremamente inflexível psicologicamente. Muito mesmo. Porém, esses conceitos me ajudam a superar o próprio problema.

A flexibilidade psicológica consiste em buscar outras possibilidades de ação, quando as coisas não saem conforme o esperado. Flexibilidade psicológica é também, dançar conforme a música, e tirar o maior proveito possível disso. Independente de qual for a música.

Quem é inflexível, vai ficar reclamando e muito, se tiver que ir em uma festa em que toca uma música que ele não gosta. Apenas o fato dele não gostar da música, vai ser o suficiente para ele excluir qualquer possibilidade de fruição, de algo bom, interessante, ou proveitoso da experiência.

Por outro lado, alguém com mais flexibilidade psicológica, pode curtir e muito a festa. Mesmo que não goste da música. Porque?

Porque onde um não enxerga nada de bom, o outro enxerga várias possibilidades de ação.

Ele pode, por exemplo, ficar com alguém. Isso vai tornar a festa mais interessante pra ele. Pode representar fruição e prazer. Que o outro, o inflexível, jamais vai ter. Pois está preso em padrões, possui a visão curtíssima.

Sabem, eu mesmo não alcancei a verdade psicológica dessa afirmação, mas ao que tudo indica, qualquer situação PODE ser uma oportunidade de crescimento. Qualquer uma.

Uns ficam arruinados e vão encher a cara por perder o emprego. Outros, enxergam nisso uma oportunidade pra tentar fazer algo diferente e variado.

Isso parece aqueles papos de coach empreendendor. Não tenho esse perfil. Mas posso afirmar aos senhores, a partir de algumas observações, que absolutamente qualquer situação pode ser olhada de múltiplas formas diferentes. Tudo consiste no filtro com que olhamos a realidade. E, parece-me, o principal da vida, o mais útil, o que a torna mais proveitosa, é sempre aprimorar e limpar esse filtro. É o que eu chamei no início de controle da consciência. Quem tem esse controle é que vai viver bem.

O filtro que eu quero usar hoje me foi sugerido em uma entrevista de podcast.

Começar hoje. Qualquer coisa pode ser começada hoje.

Vou ficar por aqui, amigos.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________
Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2564
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 26
Localização : Cattolica Eraclea

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

7/12/2022, 13:34
Salve ilustríssimo Aliócha!

Cara, sempre acho interessante suas profundas reflexões...

Veja, o intelecto é muito bom, ele pode nos guiar ao entendimento de muitas coisas. Então não acho que seja desprezível.

Veja, a inteligência é sempre uma ferramenta que podemos usar ao nosso favor. Só que existem diversos tipos de inteligência, e você deve saber melhor do que eu... ashuashaush

Tem pesquisadores que elencam os diversos tipos de inteligência, mas, grosso modo, eu colocaria que existe a inteligência técnica que nos é útil para construir coisas, é útil para um engenheiro construir uma ponte, um prédio, para alguém saber montar um protótipo de um carro, saber consertar uma moto, uma bicicleta, etc... É uma inteligência útil para essas coisas, mas inútil, para, por exemplo, resolver um conflito no trabalho.

Há os pesquisadores das ciências humanas que nos são muito úteis para entender os fenômenos sociais e saber interpretá-los de forma + ou - coerente e ética com a realidade dos fatos e as possíveis análises da fenômenos pregressos semelhantes... Mas esse mesmo tipo de inteligência é totalmente inútil para saber curar um bebê que está com uma tosse há mais de 3 dias e que ninguém sabe identificar qual sua origem...

Mas para não estender-me demais, o ponto mesmo que queria elencar é que a inteligência nos é útil para a determinada habilidade que ela é voltada.

Desse modo, até a sua consciência que você falou que é zero pode ser expandida. O autoconhecimento - por meio da filosofia, psicologia, e outras áreas do conhecimento que versam sobre isso - tratam justamente de poder nos fazer melhorar enquanto pessoas, e é possível, consequentemente, você melhorar nesse aspecto...

Interessante que tanto eu como você temos um um interesse em psicologia e filosofia. É suspeito eu falar isto, mas é algo que é bom mesmo de se fazer... Filosofia e psicologia abrem muito a mente humana sobre fenômenos psíquicos, sociais, individuais e coletivos. É muito válido. O estudo e sempre útil e salutar.

Continue buscando seu crescimento. Eu imagino não ser fácil lidar com vários problemas e nem sequer imagino metade das coisas que você já possa ter vivido, mas uma coisa para mim é sempre verdadeira e é que há sempre uma semente de melhoria e crescimento em momentos de adversidades.

Não deixe a esperança se esvair, pois precisamos sempre da esperança para seguirmos dia após dia. A esperança está para alma tal qual o alimento está para o corpo. Ambos fazem-se sempre necessários.

Você consegue, meu irmão. Continue buscando seu caminho. Você irá conseguir superar.

grande abraço!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

NOSCE TE IPSUM

Diário - Aliócha - Página 17 1920px-Flag_of_Sicily.svg



Aliócha gosta desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

15/12/2022, 19:59
Estou aqui me destruindo, amigos....

Ontem estava andando próximo a uma cachoeira. Pensando em como poderia escorregar, bater a cabeça numa pedra e morrer lá. A 2 horas de distância da cidade, longe de qualquer ajuda. Eu estava realmente pedindo pela minha morte. "É só cair e bater a cabeça na pedra, só isso", eu pensava.

Retornei pra casa, pois julguei que estava em uma situação de risco. Voltei com pressa, porque eu fiquei com medo da morte.

Chegando na cidade, enchi a cara (o que não me parece nada demais, pra alguém que estava pedindo a morte). Conversei, ri, e no final da noite, vomitei um bocado....

Hoje foi o dia todo de porn.

Hoje também vi umas falas do Walter Casagrande...o Casão. Uma figura bastante conhecida aqui no Brasil. Vi ele falar sobre dependência em drogas. E também sobre recuperação para o vício em drogas. Ele presta um grande auxílio às pessoas, ao falar sobre tudo isso de forma clara e honesta.

Ouvindo esse cara, eu pensei: "porra, esse cara é um exemplo....ele fala verdades". Resolvi ouvir mais atentamente. Pra mim foi tudo muito claro e simples. Porra.

"Se eu sentir vontade de dizer que eu amo, que eu to com saudade, que quero te beijar, que eu não gostei do que você fez, eu vou lá e falo. Aprendi isso em grupos terapêuticos"

"Pra você lidar com sua fragilidade, tem que colocar ela pra fora. Tem que falar. Quando você não fala, o problema só aumenta. Aí o vício também aumenta. Fica difícil de sair depois".

Eu pensei: "porra caralho, esse cara está falando exatamente o que eu preciso.

Meu principal pecado é a falta de honestidade emocional.

Eu fico ereto, amigos, por uma mulher que está do meu lado. Ereto. Já estive apaixonado, e meu coração acelerava...

O que eu fiz, em 99,% das situações em que isso me aconteceu?

Eu menti.

Eu não falei a verdade.

Eu inventei desculpas, pra não assumir meus reais sentimentos.

Eu concordo 1000% com as coisas que o Casão falou.....

Quer ficar viciado? Não assuma quem você é!

Eu não assumo quem eu sou! Por isso, mergulhei tanto no vício!

"Quando eu estive internado pela primeira vez, por 1 ano, não foi difícil largar a droga. Eu estava em um ambiente propício, com todo o apoio, preparado para isso. Largar a droga foi a parte mais fácil, durante a internação. A parte mais difícil e complicada é ter que lidar com as próprias emoções. Quando eu saí da clínica, sóbrio, minha cabeça estava uma completa bagunça. Eu não sabia se sentia raiva ou amor. Sentia vontade de chorar, mas não sabia porque. A droga paralisa o sentimento, então quando eu deixei de usar, não sabia o que tava acontecendo comigo."

Ele falou várias outras coisas.....

Realmente foi muito útil pra mim. O Casão passa verdade em sua fala. Eu consigo sentir isso. Ele realmente passou pelo que passou. E superou. E agora ajuda outras pessoas.

Porra. Ou paro com as droga (porn incluido,,,se não for a pior!!!)

Ou eu vou colapsar.

Se eu continuar usando porn assim, vou colapsar.

....

Excelente reboot para todos.

_______________________________________
Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2564
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 26
Localização : Cattolica Eraclea

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

15/12/2022, 21:08
Força, ilustre Aliócha!

De fato, o Casão tem um testemunho e tanto. Triste é saber que tem gente que fala dessa doença que ele tem com desdém, apenas com o único intuito de rebaixá-lo enquanto pessoa, pois os argumentos já não os possuem. É uma tática muito bem sabida, difundida e usada: "quando lhe faltar argumentos, ataque a honra e a dignidade da pessoa". Triste, porém. Mais triste ainda é saber que essa tal tática é usada por supostos defensores da moral e dos bons costumes... kk Palhaçada, né... Seria cômico ou hilário se não fosse tão podre...

No mais, encontre forças dentro de você, meu nobre. Não se deixe levar por caminhos que façam o mal a você mesmo. Acho que você foi sábio ao perceber a situação e fugir dela. Há momentos em que o melhor a se fazer é mesmo fugir da tentação.

Siga em frente, meu amigo. Não desista. Continue caminhando.

Grande abraço e estaremos por aqui, meu bom!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

NOSCE TE IPSUM

Diário - Aliócha - Página 17 1920px-Flag_of_Sicily.svg



Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

16/12/2022, 01:02
Curiosamente, em uma entrevista falando de uma polêmica ,o Casão falou o seguinte: "eu aprendi a lidar com minhas emoções. Eu tive que aprender isso, pra me livrar do vício. O que gera a recaída é o desequilíbrio emocional. Então eu tive que aprender a lidar com meus sentimentos.".

De uma polêmica para como acabar com o vício com uma verdade.

Eu devia escrever isso bem grande na parede do meu quarto. Pra mim foi uma mensagem de luz. Ele tem essa autoridade pra passar luz e esperança pra quem passa por esse problema. Os vídeos em que ele fala sobre o vício me tocaram muito profundamente. Me ajudou muito. Eu estou exatamente perto do fundo do poço do vício, um lugar que o Casão esteve e superou! Eu estou desesperado, kkkk. Totalmente viciado. Kkk. Putz.

Passo a passo de como devo enfrentar o vício.

1 - honestidade emocional. Esse será meu pilar.

Meus amigos, eu sou de uma desonestidade profunda comigo mesmo...

Uma das coisas que eu mais disse pra mim mesmo nessa vida foi: "isso não é nada. É bobagem".

Uma vez eu fui humilhado por uma pessoa. Constrangido diante de amigos.

Vocês acham que eu fui honesto comigo mesmo e falei o que devia falar? Nem um pouco, senhores.

O resultado disso? Desequilíbrio emocional. Terminei essa noite bebendo, fumando e consumindo porn.

A consciência que eu tinha da relação entre esses fatos, na época? ZERO. É realmente impressionante .

O desequilíbrio emocional gera a recaída. Perfeito. Isso é absolutamente verdadeiro, cristalino.

Por fim, em relação a esse pilar, existe um livro FUNDAMENTAL chamado "Comunicação não Violenta"
. De um cara chamado Marshall alguma coisa.

Amigos, esse é um livro de luz e de bençãos.....

É realmente um livro muiito lindo, incrível, curativo e essencial.

Basicamente,o autor explica os mecanismos básicos dos conflitos entre as pessoas. E nisso entra às emoções., Daí ele propõe um método, chamado comunicação não violenta. Que visa exatamente diminuir ou acabar com os conflitos. Uma das bases do método é exatamente a honestidade emocional.

Devemos dizer como estamos nos sentindo....

Ao invés de culpar ou agredir o outro.

Ser agressivo com o outro não vai ajudar em nada .

Já ser honesto sobre seus sentimentos, gera mais compreensão e empatia .

Uma vez eu comecei a brigar com meu irmão....

Eu fiquei xingando ele....

E ele se controlou pra não me bater....

Mas uma hora eu caí no chão e disse: "meu irmão, minha dor é muito grande. Dói. Por favor me ajude."

Nesse momento, ele se aproximou de mim e me ajudou. Ignorou todas as ofensas.

A verdade liberta, porra.

As vezes falar a verdade exige sair da zona de conforto!!!!

Um sim, amigos as vezes pode ser uma ótima mudança de vida. Um sim baseado na verdade emocional. E não no medo, na culpa, na auto negação, no perfeccionismo, etc.

Deus me ajude a falar sim pra próxima dama que se interessar por mim. Últimamente eu só penso em socar a mulher que tocar em mim. Isso é absolutamente doentio. É um problema que me fere muito porém eu devo buscar ficar mais relaxado em relação a isso.

Ter problemas é uma coisa. Todos tem problemas.

Enlouquecer e surtar por causa deles é outra coisa.

Eu evidentemente devo diminuir a pressão sobre esse tema.

Devo entregar isso nas mãos de Deus....e não me preocupar.

Eu estou espiritualmente desnutrido amigos......

Tem comida aqui em casa...mas eu estou desnutrido.

É exatamente isso que quis dizer Jesus ."nem só de pão vive o homem".

Se entregar a Deus. Não me refiro aqui a nenhum dogma, religião ou livro. Deus é acima de tudo uma experiência . É pessoal.

Se entregar a Deus é uma decisão....

Eu ainda não tomei essa decisão.....por isso sofro.

Até onde vai minha prepotência e meu egoísmo? Continua.

O meu Reboot vai ter que ser ZERO DROGAS. Vai ser osso. Já existe um caminho traçado. Quem venceu essas pedras contribui muito em conhecimento pra quem ainda está nela.

Até o próximo post.




_______________________________________
Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

17/12/2022, 09:54
Ainda estou caótico por dentro.

1 dia sem porn...graças a Deus.

Ontem eu tomei 1 cerveja. Mas só uma. Ou seja, senti o efeito, mas não senti a parte negativa, pois foi uma quantidade pequena.

Dormi e acordei pensando no trabalho. O trabalho está LOUCO (ou serei eu?). Os dois, quem sabe. Mas eu estou tendo muitas dificuldades, não estou tendo supervisão, e algumas coisas simplesmente não tem critério para ser feito. Isso tudo em um prazo apertado, em uma fase em que a estratégia é essencial.

Isso chegou a me preocupar ontem. "Será que vou conseguir? Vou largar isso e pedir desligamento". Porém, devemos entregar as coisas nas mãos de Deus, amigos. Fazer o nosso melhor, o que for possível fazer, e entregar o resto nas mãos de Deus. Só isso vai trazer a paz, nada mais.

Eu ainda estou descontrolado. Só mais dias de reboot.

Estou inclusive enrolado financeiramente. Coisa que nunca foi do meu perfil, mas está acontecendo. Estou fora de controle, e as finanças também ficaram. Estou com dívidas. Nada muito alto, mas ainda assim, dívidas. Finanças, como todas as coisas da vida, tem muito a ver com emoções.

Preciso ir trabalhar, mas estou aqui enrolando. Eu irei. Estou perdido quanto a algumas coisas. Isso me causa desânimo (não saber como proceder em certas coisas, e não estar com um superior agora, pra tirar a dúvida). Porém, irei adiantar outras coisas, enquanto aguardo instruções.

Sempre dar pra mudar o foco. Sempre. Sempre. E sempre.

As pessoas não são perturbadas pelas coisas, mas pelo modo como as veem. Isso é uma frase de um filósofo grego chamado Epicteto.

"Das coisas existentes, algumas são encargos nossos outras não. São encargos nossos o juízo, o impulso, o desejo, a repulsa – em suma: tudo quanto seja ação nossa. Não são encargos nossos o corpo, as posses, a reputação, os cargos públicos – em suma: tudo quanto não seja ação nossa. Por natureza, as coisas que são encargos nossos são livres, desobstruídas, sem entraves. As que não são encargos nossos são débeis, escravas, obstruídas, de outrem"

Mais Epicteto. Pode levar muitos anos pra realmente entender isso a fundo. Eu acredito que seja assim, de fato, como ele diz, porém, preciso viver mais e escavar mais a consciência pra experimentar isso na minha vida.

Em meu orgulho e prepotência, eu ainda não tomei minha decisão definitiva de me entregar a Deus.

Embora eu esteja o tempo inteiro pensando nisso. Contemplando. Mas sem coragem de colocar os pés nessa água.

Sem coragem pra me enfrentar de verdade. É isso que é esperado de nós.

O reboot possui vários pilares, porém, eu estou tendendo a valorizar muito mais um. Que é a questão da honestidade emocional. Simplesmente pelo fato de que, provavelmente, foi exatamente por causa da falta de honestidade emocional que eu caí no vício em pornografia. Isso me parece extremamente óbvio e evidente.

Logo, tudo que eu preciso é ser honesto comigo mesmo, porra.

Tem MUITO, MUITO A APRENDER.

Eu não beijo na boca a 6 anos. Eu tenho necessidades, mas as nego. Negar as próprias necessidades é desonestidade emocional. É como estar com fome, alguém te oferece comida, e você, sabe-lá por qual motivo - medo, culpa, vergonha, rigidez mental - recusa e diz que está ótimo. Eu fiz isso durante longos anos seguidos. E isso me levou ao desespero. Isso pode ser corrigido pelo exercício da honestidade emocional.

É simples.

É apenas eu me perguntar: "o que eu realmente quero?".

É simples. Nisso, se chega à verdade. Não o que eu não quero. Nem o que a culpa impede. Ou a vergonha. É o que eu realmente quero. Do fundo do meu coração. É só deixar o coração falar, só isso. Eu preciso disso, senhores, muito mais do que vocês imaginam. Viver desconectado dessas coisas me deixou doente. A linguagem do coração não é intelectual, nem conceitual. Muitas coisas sequer possuem um nome exato. As palavras me servem apenas para induzir as perguntas investigativas....mas o que ocorre depois não é intelectual. Vem de outro lugar.

O contato com isso é fonte de profunda cura. Pra mim, com certeza.

No mais, importante pensar em outros pilares do reboot.

Vou desenvolver outro no próximo post.

Sobre MUDAR DE VIDA.

Está fazendo as mesmas coisas? Não vai vencer o vício!!!! É bem simples!!!

Isso merece ser desenvolvido, mas deixarei para a próxima.

Vou trabalhar. Eu estou muito envolvido com o trabalho. Confuso. Ontem passei por umas situações que me deixaram refletindo muito. No fundo, está tudo muito desorganizado.

A grande sacada é MANTER O CONTROLE DA CONSCIÊNCIA.

Ou seja, FAZER O POSSÍVEL.

O resto, NAS MÃOS DE DEUS.

Porque se preocupar, ficar super preocupado, com coisas que estão fora do nosso alcance? Vocês não acham que isso faz sentido?

A entropia pode ser revertida entregando as coisas nas mãos de Deus.

Por fim, senhores, é fundamental NÃO COMETER OS ERROS QUE COMETI ONTEM.

Porque eu quero vencer, recuperar a minha vida.

Para isso, devo CORRIGIR OS ERROS QUE COMETI ONTEM. Eis outra chave, muito simples.

Ser um pouco melhor do que ontem. Seguindo esse raciocínio, talvez seja possível alcançar mais dias.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________

Einstein gosta desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

22/12/2022, 14:41
Tomando coragem pra criar um pouco de resistência contra o vício.

Parar de verdade, provavelmente eu não quero....

O Toguro disse certa vez: "o cara não passar meros 15 dias sem porn é pura falta de vontade". Eu acho a frase um pouco radical, mas ela tem a sua verdade.

Esses dias consumi um material extremo. Não só péssimo, como extremamente destruidor. Quando eu consumo esses materiais, sinto que estou flertando com a morte....

Ontem sai e acabei conhecendo uma menina. Acredito que ela se interessou por mim. Não tenho certeza se sexualmente, mas ela estava muito interessada nas coisas que eu falava, e queria continuar em minha companhia. Na verdade, ela estava realmente interessada em mim, amigos. Ficou junto e perto de mim. Ela era bonita também.

Eu não senti nada....

"Você não tem a capacidade para perceber, sentir, se outro ser humano está interessado sexualmente em você. Nessa parte específica, você está morto".

Eu nem estava sentindo meu coração bater. Tamanha a depressão, por conta do tipo de material que eu tinha consumido na tarde do mesmo dia.

Continuei a conversa, sem nenhuma pretensão de tentar ficar com ela. Nenhuma. Ficamos só conversando. Depois de um tempo, ela me chamou pra ir beber cerveja com ela. Aí eu pensei: "essa mulher quer transar comigo. É isso". Eu entrei em conflito e desarmonia. Até pensei em ir beber mesmo com ela, justamente por causa do conflito em que eu estava. Vai que o álcool me relaxava? E a gente já tava num papo afinado, sabem? Ela gostou de mim.

Mas aí eu decidi ir embora. Eu estava simplesmente deprimido demais, entendem? Fraco, o corpo fraco, a vontade fraca, tudo fraco. Eu sequer estava realmente interessado nela - mesmo ela sendo bonita. Fui pra casa.

Há uma coisa, meus amigos.

Cada um só muda quando realmente quer mudar.

Ninguém é obrigado a porra nenhuma. Ninguém é obrigado a largar a pornografia.

Quem quer MESMO largar, vai, luta e vence. É uma escolha. Uma decisão.

Lógico, pra largar a pornografia, tem que mudar de vida.....

E se eu entrasse numa academia, por exemplo, por uns 3 meses? Com a academia, a alimentação já ia ficar mais rica. Em 3 meses, meu corpo ia estar diferente. Não só os músculos, como o coração, fígado, ossos, articulações, cérebro, etc.

E se eu decidisse arranjar uma namorada?

Largar a pornografia é mudar de vida.

São coisas impossíveis? Lógico que não, porra. Eu posso malhar por uns meses, e arranjar uma namorada. Difícil não significa impossível.

Aí é que entra a resistência. A resistência, meus amigos. Aquela contra força, que quer nos deixar no mesmo lugar.

Em termos psicológicos, a resistência tem outras implicações.

É preciso lutar contra a resistência, senhores....essa é a questão.

Uma coisa muito foda da vida é que somos 100% responsáveis por nossos atos, falas e pensamentos. Lógico, é algo que costumamos negar o tempo inteiro. Negamos essas coisas o tempo todo. Porque realmente, é muito difícil ser responsável pela própria vida.

Ninguém é obrigado a ser responsável pela própria vida e levar ela a sério. Só não adianta reclamar depois, quando for parar no hospício, no presídio, nas ruas, nos vícios, etc.

Eu acho que no final das contas o reboot é muito difícil? O que vocês acham?

Porque o reboot é sobre gerenciar as próprias emoções.

Vencer as resistências.

Eu estou fodido, amigos.

O trabalho está se arrastando. Penso todos os dias em desistir. Mas ainda estou na missão. Está perto de acabar - e só vou receber o dinheiro se eu terminar. Se eu largar antes de finalizar, não vou receber o resto do dinheiro. Hoje mesmo vou trabalhar, senhores, por algumas horas.

Eu me senti tão mal ontem com o material que eu consumi, que refleti longamente depois do orgasmo.

"Pense bem. Perceba o nível de depressão em que isso te deixou. Se você consumisse isso todos os dias, com certeza iria surtar e se jogar da ponte. Meu amigo, pare pra pensar se você quer realmente consumir algo que depois, faz com que seu coração bata fraco, e que te deixa, no final das contas, absolutamente afastado e fechado para qualquer tipo de amor. A vida não tem graça nenhuma sem amor, caralho. É horrível. Isso que você consumiu é falta de amor, é destruição. Pois o prazer é grande. Mas vai acabar com você. Sem culpa...sem culpa...isso é um mantra...sem culpa...sem culpa...".

É isso, senhores.

Recomeçando.....

As coisas só se resolvem por uma decisão interna, livre e espontânea. Não acreditem em um real sucesso, antes desse momento.

Um ótimo reboot para todos.

_______________________________________

Gardenzio gosta desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

22/12/2022, 19:06
Gostaria de reforçar as últimas palavras do post.

As coisas só funcionam por uma decisão INTERNA, LIVRE E ESPONTÂNEA.

É que o poderíamos chamar de BOA VONTADE.

Não esperem resultados antes disso.

Tem que querer de verdade, digamos assim.

Deus nos ajude a sair dessa enrascada que é o vício em porn.

Se cuidem. Até a próxima.

_______________________________________

Kaneki e Gardenzio gostam desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

2/1/2023, 08:08
Virei o ano afundado no vício.

Porém, eu decidi que quero mudar de vida.

Cada um só muda quando quer, senhores. Essa é a verdade. E cada um é absolutamente livre para escolher se quer mudar ou não. E quando.

Esse é o motivo de ter vencedores aqui no fórum - tomaram uma decisão interna firme e foram até as ultimas consequências. Também, esse é motivo de ter vários que estão a muito tempo sem marcas significativas - não querem mudar, ainda tiram algum benefício oculto do vício em porn, ou algo do tipo. Eu devo me enquadrar na segunda categoria.

Nesse ano de 2022 eu não obtive grandes marcas...

A uns dias atrás, eu estava bebendo com um amigo. Quando falei pra ele que queria mudar de vida. De estilo de vida, de hábitos.

Caras, eu vivo de um jeito absolutamente terrível e desastroso....

Porém, EU QUERO MUDAR.

Minha primeira medida vai ser.....

Entrar em uma academia e fazer musculação!!!!!!!!!!

Vou tratar isso como um remédio. E é mesmo um remédio!

Amigos, musculação regula TUDO NO MEU ORGANISMO.

Me tira da depressão.

Relaxa a mente.

Dá um senso de auto cuidado.

Melhora a auto estima.

Praticamente elimina a fissura - em mim, pelo menos.

Vou malhar, e vou ver isso como um REMÉDIO.

Musculação: medida BÁSICA de saúde, inclusive MENTAL. Pra mim é um REMÉDIO MESMO, entendem? É assim que eu vou tratar isso. Como um tratamento de saúde mental.

Eu QUERO MUDAR DE VIDA e essa vai ser a minha primeira medida para esse ano de 2023.

Em poucos dias puxando peso, já vou estar bem melhor....

E se eu ficasse com o corpo forte? Eu já sou inteligente e com ótima conversa. Se tivesse um corpo mais forte e mais firmado, eu ia ficar muito mais atraente....

Porém, isso são outras coisas. Não estou pensando em ficar forte, nem em "pegar mulher", nem em ficar atraente.

Eu preciso disso como um tratamento de saúde mental. Pra evitar o colapso e o surto, entendem? Eu preciso disso muito mais do que vocês imaginam, senhores.

O fato de que só nós podemos mudar nossas vidas.....me dá uma sensação de absoluta solidão.

No comando do barco, é só você e você, chapa....

Eu sigo, amigos.

Não vai dar pra me matricular hoje mesmo, pois estou em outra cidade. Vou viajar ainda por alguns lugares, então ainda vai levar uns dias pra eu ir na academia e fazer minha inscrição.

Desejo o melhor para todos vocês.

Excelente reboot para todos.

_______________________________________

Rottweiler e Solo gostam desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

6/1/2023, 01:16
Vou abrir meu coração pra vocês...

Sabem, eu me considero uma pessoa muito, muito doente. É como eu me sinto agora. Se eu for no médico, ele não vai dizer nada. Talvez me mande pro psicólogo. Algo como: "seus exames não indicam nada de anormal, o seu problema é psicológico/psíquico/mental, então, eu vou te indicar um psicólogo, você vai lá e troca uma ideia com ele, sobre sua vida, sobre como se sente, etc".

Pois bem, vou no psicólogo. Para quem tem mais grana, pode escolher linhas e correntes específicas da psicologia....o que naturalmente trará um grande ganho....pois existem modos diferentes de tratar a mesma coisa, para quem tem perfil e constituição diferente...mas vamos considerar que eu fui no famoso postinho. O do SUS, que tem esse serviço GRATUITO.

Lá explico toda a minha situação....

Eu já sei qual o meu caso. Ao menos definir ele. Sim, eu sei exatamente qual o meu problema. Ou melhor, eu consigo definir meu problema de um modo claro, coeso e lógico. Sem dúvidas, existem AMPLAS PARTES do problema que eu absolutamente NÃO VEJO. O tamanho dessa zona cega? Quem sabe? Será que eu não erro na vida justamente pela zona cega?

Penso muitas vezes, que se trata muito mais do que NÃO SABEMOS, ao invés de se tratar do que SABEMOS. O negócio é que é complicado lidar com o que não se sabe exatamente o que é. Pra esses casos, a FÉ pode ser uma ferramenta. Bom, a minha fé está fraquíssima. Eu estou quase desistente da vida, senhores. Infelizmente, estou me sentindo como um soldado com vontade de desertar. De desistir da missão.

As pessoas cometem grandes equívocos em relação aos psicólogos. Acham que vão receber algum tipo de resposta. Que algo vai se resolver, sei lá. Bom, isso é mera ilusão, senhores. Quem conhece um pouco desse processo, sabe que não é isso o que acontece. E quem disser o contrário, não é sério.

Ao ir ao psicólogo, eu percebo como alguns processos são lentos. Muito lentos....

Ontem eu vi um filme que eu achei fenomenal, chamado "Cão Branco". É um filme da década de 80, um pouco antigo, Hollywood lado B. No filme, uma mulher resolve ficar com um cachorro que ela atropela na rua. Trata o cachorro, cuida, dá carinho, alimento, tudo. No entanto, um dia o tal cão ataca mortalmente uma pessoa negra.

O cachorro foi treinado para atacar e matar pessoas negras....

A mulher então, se junta a um grupo de especialistas em animais, incluindo um adestrador negro. Com o intuito de, digamos assim, curar as feridas emocionais daquele cachorro. Pois, conforme diz o adestrador, o "treino" desses cachorros consiste exatamente em espancamentos sistemáticos, por pessoas negras. Desde recém nascidos. E essa é a trama básica do filme.

Sabem, eu gostei do filme, se trata de um filme anti racista e etc, mas a questão é que eu me identifiquei com o cachorro....

Não no sentido do racismo, claro. A questão dos cachorros não é racial, mas VISUAL, ou seja, o BRANCO ou o PRETO enquanto COR que é o GATILHO que ativa o COMPORTAMENTO. Igualzinho a gente. Existe uma linha da psicologia chamada behaviorismo. É aquele lance dos ratos no laboratório. Nós temos MUITO em comum com os bichos, amigos. E os psicólogos tem conhecimento desse fato.  Também isso explica o vício em pornografia.

A questão é que eu me identifiquei com o cachorro....

Bateram muito em mim...

E eu fiquei traumatizado...

O próprio vício em porn, é um condicionamento. É também um trauma. É uma resposta a um acontecimento, porém, a questão é que essa resposta foi ficando automática. Ficou, por assim dizer, congelada.

Eu fiquei pensando - como a mulher do filme, que queria salvar o cachorro. "Que tipo de ajuda eu preciso?".

Eu penso, amigos, que meu problema é acima de tudo, espiritual. Espiritual é uma palavra que pode ser genérica, mas eu não to afim de explicar agora o que eu entendo por isso.

E quando eu falo de problema, eu estou falando, não tenham dúvidas, de VÍCIO EM PORNOGRAFIA. Eu estou falando de muitas coisas aqui, mas mesmo que não pareça, o vício perpassa tudo isso.

Eu devo ter escolhido o vício em pornografia para me defender da vida. Isso me parece bastante razoável...

Voltando ao "que tipo de ajuda eu preciso?". Pois bem.

Eu digo aos senhores que eu tenho uma visão HOLÍSTICA da coisa. O que eu quero dizer com isso?

Quero dizer, por exemplo, que uma desordem meramente psicológica - como o ressentimento - apesar de ser um fenômeno emocional, possui suas implicações fisiológicas e físicas. Logo, os fenômenos são "globais", digamos assim, e as coisas estão totalmente interligadas.

Seguindo essa lógica, por quanto mais lados diferentes atacarmos, melhor....pois corpo/mente/alma estão totalmente ligados e interconectados. O que bater em um, o outro vai sentir e não tem jeito. Tais coisas não são e nunca foram separadas, senhores. Se o foi, foi meramente para fins didáticos. E isso não se deu sem equívocos. (é apenas a minha opinião, hehe).

Com isso, quero dizer que não devemos dispensar o médico, o psicólogo, o padre, o terapeuta, o astrólogo, o nutricionista, etc. Cada um deles tem a sua importância e contribui por um lado que o outro, por si só, não seria capaz de abarcar...

Tudo isso pra dizer que se deve trabalhar nas três linhas....

Corpo....(esse é o meu ponto fraco, sem dúvidas, de tal modo que eu deveria colocar o CORPO como uma prioridade)

Mente...(bem desenvolvida, porém, com um excesso de rigidez, de racionalidade, e também um caráter terrivelmente "obsessivo", coisas que eu devo necessariamente melhorar pra ficar bem)

Alma...(a minha está realmente bastante problemática....fraca...sem vontade...perdendo a vontade de viver)

Estou falando de muitas coisas, mas tudo isso pra falar do vício em pornografia....

Porra meus amigos, o vício me fodeu. Linhas pra caralho pra dizer isso...

Indo a fundo na verdade psicológica, não foi o vício que me fodeu. Porque não foi o vídeo que apareceu na minha frente, do nada. EU QUE FUI ATÉ ELE. Logo, o problema está EM MIM, e não NO COMPUTADOR.

Eu uso o vício em pornografia, como um modo de não me responsabilizar pela minha vida. É bem isso, senhores.

Eu não quero assumir a responsabilidade pela minha vida.

Largar o vício em pornografia significa, PARA MIM, ao nível emocional, ANDAR COM MINHAS PRÓPRIAS PERNAS, COM MEU TRABALHO, VIVER A MINHA VIDA, NÃO DEVER NADA A NINGUÉM, etc.

Já falei muito de emoção. De psicologia. Está na hora de colocar mais química e fisiologia nesse negócio. Preciso estudar mais questões do corpo.

Sabem, eu tive que viajar. Passei por alguns lugares. E agora estou na casa de minha mãe....

Minha conclusão é que esse lugar me enlouquece....

Mas quem dera eu estivesse falando de um lugar físico. Como seria incrível se os lugares fossem meramente "físicos".

Para onde quer que você vá, vai levar sua paisagem interior consigo, e verá a realidade conforme tais lentes. Eis a verdade.

O objetivo do ser humano: alterar sua paisagem interior, polir suas lentes, ver claro, e assim ser feliz. Com uma paisagem interior adequada. Coerente. Harmônica. Com boas lentes, pois assim verá claro, e vendo claro, vai fazer o certo.

Eu acredito nisso. Porém, não estou, efetivamente trabalhando para isso....

Eu estou como o louco, que quer comprar um carro novo por 50 reais....

Estou quase batendo no gerente, porque ele se recusa a me vender um carro novo por 50 reais....

Domingo eu irei retornar para a minha rotina normal.

A primeira coisa que farei quando chegar em casa, onde eu realmente moro, vai ser me matricular na academia....

Sem musculação, não tem reboot pra mim. Podem anotar isso. Podem me cobrar. Não existe o reboot para mim, sem o fator CORPO.

Sem dúvidas, essa é a prioridade número 1 pra mim. Começar de novo a musculação. Vou tratar como um remédio. E de fato, no meu caso particular, musculação é muito mais efetivo do que qualquer anti depressivo ou ansiolítico da vida. Eu não sou psiquiatra, mas sinto em mim que isso é realmente verdade!

Remédio é aquilo. Tomar todo dia. Minha mãe tem problema de pressão alta, e toma todos os dias o remédio dela. Sem isso, ela pode ter alguma complicação, e até morrer.

CORPO - Musculação. Isso já resolve 1/3 (ou muito mais) do meu problema.

O bicho pega mesmo é no espírito.....

Caras....é muito grande a teimosia do ser humano em querer fazer as coisas DO SEU jeito. Do MEU JEITO.

Porra caralho.....as coisas começam a dar errado....muito errado...e eu insisto em querer as coisas DO MEU JEITO.

Que tipo de maldito egoísmo é esse???

Eu, tendo o privilégio de ter fontes mui incríveis e maravilhosas, do mais sublime tesouro espiritual, sei que as coisas não PRECISAM ser assim....

Sei que há um outro caminho....

Eu tenho a certeza de que existe um caminho para ficar longe do vício....nesse caso, me refiro a um caminho espiritual....o qual exige um longo trabalho....não se vence o Diabo apenas com orações e fórmulas prontas, meus amigos.

Nesse momento, só consigo pensar que isso é um maldito egoísmo muito filho da p. Algo que me lembra o vício em porn. O vício em porn também é um nível de egoísmo imenso. (é como eu estou me sentindo agora).

Não entendo. Há tanto amor, senhores, disponível. E eu estou seco disso. Basta QUERER VER. Essa é a questão. Eu não quero sentir o amor em mim? Porra....

Eu só vou melhorar se parar com o porn. Fato.

Não sei o que fazer agora. Estou em uma casa cheia de dispositivos eletrônicos. Tem um quarto com uma smart tv não bloqueada. Porn em full HD, caralho. Caras....

Vou embora em breve.

Depois que eu fizer meu primeiro dia de musculação, eu volto pra mais um post.

Meu plano pra 2023?

1 - Fazer musculação e ficar FORTE.

2 - Arrumar um trabalho.

3 - Me livrar do vício.

4 - transar....

Não é nada impossível, porra!

Sobre vida sexual, eu diria que chega a ser monstruoso, o modo como eu estou afastado de qualquer tipo de amor....

Eu seria capaz de esganar uma mulher linda, maravilhosa e com ótimo papo, que tocasse no meu corpo, querendo transar comigo.

Doí pra caralho estar 10000% fechado para o amor. Algumas pessoas ao longo da minha vida me disseram que isso não é nada sério. Que eu deveria me preocupar com outras coisas. Eu acho que elas não tem a mínima noção do que elas estão falando. Isso doí muito caras.

No entanto, eu devo arcar com as consequências. Mesmo que, de coisas que eu não me recorde. Eu simplesmente já expeli muito, muito ódio e ressentimento.....então não posso esperar beijinhos e carinhos tão rápido. Na verdade, tais coisas me parecem impossíveis agora. A vida não tem graça nenhuma sem amor, e em parte, é por isso que eu sinto constantemente vontade de acabar com ela. Eu não acho que exista uma fórmula exata para o meu caso. Mas de uma coisa, todos nós sabemos: distante da pornografia, com o tempo, as coisas voltam a brilhar, e podemos até mesmo sorrir....

Deus é tão grande! Como eu me tornei tão egoísta? Eu fiquei "louco", é claro, mas será que eu me tornei tão insano e cruel, ao ponto de desistir da minha vida, até tirar ela, ao invés de fazer a porra do reboot?

Me parece que eu virei as costas para o espiritual.

Por isso, vivo nas trevas.

Isso é o vício em pornografia. Trevas.

Só longe do porn eu vou recuperar meu espírito....

Porn: contamina a alma e afasta de Deus e de todas as coisas boas.

Quem quiser se aproximar de Deus, senti-lo mais fortemente em sua vida, não o conseguirá fazer de um modo mais profundo, enquanto estiver contaminado com isso.

Senhores, eu não estou espiritualmente forte no momento, mas ainda tenho esperanças, sim, de que vou ficar bem, vou trabalhar legal, vou AMAR, ter um corpo forte, até arranjar uma namorada um dia, vou ficar em paz com minha família, vou ter uma casa arrumada decentemente, e comida não me há de faltar, amém.

Até a próxima....

Excelente reboot para todos aqueles que realmente querem fazer o reboot.

_______________________________________

Gardenzio e Solo gostam desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

7/1/2023, 23:08
Mais um post....

Temo estar fazendo posts contra produtivos, intimistas, ou muito particulares....

Minha vontade é continuar escrevendo. Pra mim, as coisas se encaixam....

Eu recai ontem.....

Eu tenho problemas emocionais muito sérios....

Por mais que esses problemas possuam como pano de fundo UMA VIDA INTEIRA....

A realidade é que o vício em pornografia constitui um cerne central dos meus problemas....

Problemas familiares...

Problemas sexuais....

Problemas com o trabalho....

Com os amigos....

Ressentimento, rancor, inveja....

Falta de cuidado consigo mesmo....

Claro, há toda uma vida por trás, PORÉM....

A pornografia, sem sombra de nenhuma dúvida, constitui um cerne central disso tudo.

Eu não tenho palavras para descrever os danos emocionais disso. Não sou psicólogo, nem tenho estudo e preparo para escrever um livro sobre esse assunto, eu tenho só a minha experiência. E eu afirmo que isso fode o emocional.....é como um estupro.....é simplesmente algo muito, muito violento pra parte emocional....

Porra, a sensação que eu tenho é que estou me violentando, me humilhando, ao permanecer nesse vício. É exatamente isso.

Comecei assim, porque achei que está na hora de parar de viajar em teorias, psicologia, etc, etc, etc e ir direto ao ponto, que é o vício em pornografia. Sim, porque O PONTO É O VÍCIO.

Pode ser simples. Pode ser complexo - porque daria pra escrever milhões de páginas sobre o vício.

Bom...eu nunca acreditei em fórmula pronta pra resolver algo como um vício....

Mas já tenho vários indícios, senhores....

Como eu já disse, a primeira coisa que farei quando chegar na cidade onde eu moro, é me matricular na academia de musculação....eu devo chegar lá na segunda ou terça.

Eu sei que essa atividade tem tudo o que preciso, pra FAZER UMA MUDANCA, UMA VIRADA DE VIDA. Sim, meu intuito é mudar de vida. Acho que a musculação é o começo ideal. Não consigo pensar em outra coisa tão poderosa, pra me fazer mudar de vida....

Eu estou me sentindo um adolescente obeso, alvo de bullying, fracassado com as meninas....que está tomando a decisão de mudar completamente, de corpo, de mentalidade, mudar tudo. Ficar forte, não ser mais zoado, com uma auto estima suficiente pra conseguir beijar e transar normalmente. Mudar de vida. De fato, eu presenciei esse processo, com dois amigos, na adolescência. Foi exatamente como eu descrevi. Eles colocaram na cabeça que iam mudar e conseguiram.

A boa notícia é que não são só os adolescentes que mudam de vida. Tenho uma tia que parou de fumar aos 65 anos,. Ela resolveu MUDAR aos 65 anos. Faz mais de 10 anos que ela não coloca um cigarro na boca.

Parar de me drogar. Malhar. Me alimentar bem. Parar de vez com o porn - malhar todo dia, se for o caso. Ver minha auto estima aumentar. Putz. O pacote de benefícios da musculação me parece absolutamente COMPLETO. Aliás, eu digo que de todas as atividades físicas que eu tentei, a que me deixa em melhor estado é exatamente a musculação, de longe.

Farei isso por motivos médicos. Psiquiátricos. Porque se eu não mudar de vida, eu vou surtar. Então, eu realmente vou malhar por questões básicas de saúde mental. Claro, tem todo o resto do pacote, mas esse é o meu motivo pra entrar na academia e pegar pesado.

Eu estou disposto. Pode parecer que estou enrolando, kkkk, mas é porque eu to viajando e tal.

Todos teremos que parar de ver pornografia alguma hora......

Se não por bem.....

Vai ser por mal....

Se eu parar de ver pornografia, minha vida vai mudar bastante......

Fica a lembrança, de quando eu passei 120 dias distante do porn....

Eu ainda tinha muitos problemas. Continuei com vida sexual nula (isso é muito foda, não conseguir transar, sou um cara adulto que não consegue se relacionar intimamente ou sexualmente, e isso realmente me faz sofrer muito, acreditem!).

Porém, é outra coisa sem porn.

Até as cores ficaram mais vivas.

O poder espiritual aumenta muito......sim, sim, o reboot faz aumentar o poder espiritual, não tenham dúvidas disso.

Sentir Deus operando na minha vida pode ser uma possibilidade real, SE eu manter o reboot, seguir, viver longe disso.

Bom, não é que eu quero parar de ver pornografia.....(me forçar a parar, negar o desejo que existe em mim). Eu entendo quando alguém fala isso, mas ao meu ver, é uma lógica contra produtiva pra se pensar o vício.

Eu quero malhar, para não ter que ver pornografia.....percebam a diferença.

E assim o farei.

Podem esperar por mim que eu volto, pegando firme nos pesos e mandando o vício pro espaço, a partir de segunda ou terça feira!!!!

Farei o que for necessário para ME MANTER NA MUSCULACAO. Eu aceito dicas e ajudas pra vencer a resistência a essa atividade.

Meu corpo é fraco. Tenham isso em mente.

Eu me alimento mal. Tenham isso em mente.

Eu não cuido do meu corpo.

Minha auto estima é baixa.

Acredito que a musculação ia "matar muitos coelhos" com uma cajadada só!!!!

Eu não tenho como afirmar que estou bem, porém, gostaria que as bênçãos de Deus se derramem sobre cada um de nós.....e também sobre nossas famílias.

Eu estou necessitado dessa graça., sabem.....

Acredito que seguir um caminho espiritual verdadeiro e autêntico não é fácil, exatamente porque um tal caminho exige grandes esforços. Como, por exemplo, manter o reboot firme. Pegar, por assim dizer, o caminho estreito. É, não é fácil pegar o caminho estreito, árduo, e com pedras pontudas. Por outro lado, não chegaremos em lugar nenhum, se sempre pegarmos o caminho largo e fácil - como recair em porn, por exemplo.

Mesmo com minha pouca fé, eu gostaria sim, que todos aqui recebam as graças de Deus.....e afirmar que sim, tal amor existe. É mesmo, eu diria, meu objetivo de vida. Tais palavras chegam a me emocionar.

Fico por aqui....

Que quem ler essas palavras possa, ainda que por alguns segundos, sentir um pouco desse Amor....

Excelente reboot para todos.

_______________________________________

Gardenzio, Rottweiler, Lima Gomes e Solo gostam desta mensagem

Lima Gomes
Lima Gomes
Mensagens : 708
Data de inscrição : 19/07/2020

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

7/1/2023, 23:30
Desejo boa sorte nesse recomeço e força ! Bora pra frente !

_______________________________________
Meu diário:
https://www.comoparar.com/t10805-diario-de-conquista

"Ele fortalece o cansado e da grande vigor ao que está sem forças. " Sl 40,29

Gardenzio gosta desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1789
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

13/1/2023, 08:57
Continue nos mandando atualizações sobre a sua situação.

Tmj!!

_______________________________________
O que eu preciso ter em mente?

- Largar o vício em PMO é a prioridade da minha vida agora;
- As minhas neuroses devem ser ignoradas;
- A congruência me fará plenamente satisfeito comigo mesmo;
- O processo que eu inicio agora precisa ser uma decisão firme e definitiva.

Palavras chave: Saúde mental, auto-cuidado, virtudes, bons hábitos.


Meu diário https://www.comoparar.com/t12388p350-diario-da-minha-vitoria


Gardenzio gosta desta mensagem

Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

19/1/2023, 23:57
Senhores, eu não tenho o que acrescentar.

Infelizmente, eu estou imerso em uma mentalidade de completa derrota.

A cadeia de fatos da minha vida me levou ao desespero....e do desespero à desistência.

Eu não tenho o perfil de quem vai cometer suicídio. Minhas crenças me protegem disso. Porém, não escapei da completa e absoluta depressão. E suicídio não é uma impossibilidade pra mim. Sim, eu tenho crenças que "me protegem" disso...porém é apenas questão da entropia psíquica aumentar. Aumentando muito, posso perfeitamente ter uma atitude extrema.

Pornografia a vontade. Zero resistência ou desejo de parar.

O dia inteiro sem fazer nada. Nada. E quando eu digo nada, é nada mesmo. O diabo está sendo a minha companhia diária. Estou muito próximo dos mortos.....e não consigo me conectar bem com os vivos. Eu criei um certo ódio a tudo o que me parece feliz e radiante. Isso é bizarro, mas é verdade. Minha negatividade assumiu a dianteira da minha vida.

(lógico...eu tenho um outro lado sabem....um lado amoroso, parceiro, compreensivo, companheiro, etc.....mas esse lado está visivelmente apagado, em ultimo plano....sei lá. Ele não morreu...porque essas coisas não morrem nunca.....só está adormecido.....e talvez acorde na hora certa).

O dia inteiro na cama.

Esperando o dia da minha morte. Não adianto a minha morte com o suicídio, porém, não vivo. Estou parado, esperando o dia da morte chegar.

Acordo de manhã pensando: "menos um dia de vida, daqui a pouco chega a hora deu partir".

"Em breve meu corpo vai adoecer....é questão de tempo até eu ter alguma doença grave....então eu vou estar mais perto de acabar com a minha vida. Eu não vou lutar, se eu tiver um câncer. Nem tratamento eu faria. Do jeito que eu tô, eu ficaria grato por uma doença fatal, que desse cabo da minha vida. Tomaria remédios para dores e pronto (é o jeito para muitos....e nem assim é fácil...ao contrário.....as pessoas agonizam MUITO com certas doenças, mesmo tomando remédios para diminuir a dor). Orar, pra ter paciência até meu último dia sobre a terra. Não quero viver, portanto, o quanto antes eu morrer, melhor".

Eu desisti de viver, senhores.

Eu não sou guerreiro. Acho que nunca fui.

Só vim dar essas péssimas novas.

Sei que meu caso TEM JEITO.

Estou, por assim dizer, tomando coragem pra começar a consertar minha vida. Porque sei que ela pode ser "consertada".

Eu tenho acesso a umas fontes muito incríveis de conhecimento espiritual.....muito incríveis mesmo...

Eu sou muito rígido....auto punição....etc....isso fode 100000% a minha vida.  Eu perdi a minha vida em parte por causa disso.

Fico pensando como eu iria me explicar "no mundo espiritual"...

Quer dizer....a luz me foi apresentada, senhores!!!!!!!!! Ou ao menos, o caminho para ela! De fonte segura! De fonte cristalina, purríssima! É como diz o evangelho de João. "E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más."

Essa consciência de que eu "sei" o caminho, porém, o desprezo todos os dias, não me deixa em paz. Só fico pensando que ainda vou arder muito por essa escolha. Sei lá.

Eu sou ignorante pra caralho.

Não falo isso pra me diminuir. Embora alguns conhecidos me digam isso. Me disseram hoje que eu não estou dando valor às coisas boas e incríveis que eu tenho. Isso tem um fundo de verdade....

Mas eu estou dizendo que sou ignorante pra caralho baseado nos resultados da minha vida,

Eu quero morrer.

Do que adianta tanta porra de conhecimento, habilidades, aplausos, talentos, dinheiro, ou seja lá o que for, se no final das contas eu quero morrer? Minha opinião no momento é que tudo isso não serve DE NADA, ABSOLUTAMENTE NADA, se o resultado disso for uma tragédia ou um suicídio. Ou algo do tipo.

Se eu tivesse 1 milhão de dólares na minha conta agora, e pudesse viajar pra qualquer lugar do mundo, eu iria estar me sentindo igual. Isso é certeza absoluta.

A vida é de uma solidão atroz....no sentido de que só eu próprio posso consertar ela.

Ninguém viveu a minha vida, portanto, ninguém é capaz de compreender a cadeia de fatos que me levou a esse ponto.

Porque esse meu estado é o  resultado de uma longa cadeia de fatos, senhores. Eu definitivamente não estou me sentindo assim por um fato fortuito, ou por algo que me aconteceu ontem. Não, não. É uma longa cadeia de coisas, que foi dar nisso. Foram muitos anos vivendo errado, pra dar nisso. Põe pelo menos uns 20 anos ai na conta.

Estou, como eu disse, tomando CORAGEM pra consertar a minha vida. Minha sensação é de que minha vida até aqui foi um fracasso. Mas o resto PODE ser diferente. A quem cabe a escolha?  Apenas a mim. Nisso, a solidão é absoluta e atroz. Os outros podem ficar tristes ou felizes com a minha escolha, mas quem vai mesmo dar a jogada SOU EU, APENAS EU, E MAIS NINGUÉM.

Por isso, acho que a vida é de uma solidão brutal e cruel. Posso ter pessoas perto de mim, ajudando, fazendo companhia, etc. Mas essa responsabilidade que me foi dada sobre a minha vida, sobre a minha existência.....no momento me parece demais. Não sei o que fazer.

Uma vez, a tempos atrás, estava com uma amiga que estava muito mal da cabeça...e ela me disse o seguinte: "Uma vida pra gerir.....isso é um problema!!!!! Eu não posso com isso!!!!!!!"....

Quando eu lhe respondi, gentilmente: "um problema.....mas também UMA SOLUÇÃO. Porque VOCÊ É A CHEFE DA SUA VIDA! A GERENTE! A PRESIDENTA! Portanto, o problema PODE SER TAMBÉM UMA SOLUÇÃO".

Gostaria, sinceramente, de resgatar o lado meu que disse isso pra ela.

Espero voltar com notícias melhores.

Não tenho como explicar o tipo de prisão que me encontro agora. Nem é o caso. Foge do alcance e das competências do fórum. Mas eu vivo como um presidiário, senhores. Minha liberdade INTERIOR beira o ZERO. Não quero me comparar aos outros - cada um tem desafios MUITO ESPECÍFICOS MESMO - mas acredito que deve ter gente PRESA - fisicamente - que deve estar em um estado interior MELHOR do que o meu. Eu sou preso POR DENTRO, INTERIORMENTE. Nem todos vão entender o que eu digo, mas eu não ligo.

Voltei só pra dar notícias.

Só volto de novo ao fórum quando estiver disposto ao reboot....

Ou tomando alguma medida nesse sentido.....

Caso contrário, não vou aparecer aqui.

Ficar enchendo o diário de coisas....pode ter alguma utilidade. Sei que ajudo alguém com meus posts,

Mas sem resultados, é enganação, mentira, e perda de tempo. É o que eu to pensando agora.

Continuem no reboot....se não quiserem degenerar mentalmente.

Porque porn, além de deixar broxa, enlouquece. Fode a saúde emocional. Mesmo. Eu sou uma testemunha disso.

Por hora é isso.

Até a próxima.

_______________________________________
Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

20/1/2023, 18:32
Estou aqui, disposto a recomeçar....

Consegui respirar, e dissipar um pouco o desespero....(porque eu estive realmente bastante desesperado....de tanto porn na cuca). Fui na praia....tomei um banho de sol. Tomei sorvete. Tudo sozinho, mas não importa. Deu pra diminuir um pouco o desespero.

Senti claramente que excesso de pornografia pode me causar um colapso mental. Isso é estranho...não sei o que dizer sobre isso.

Vou começar....devagar, mas com firmeza. Muita paciência comigo mesmo. Aceitar que estou nesse ponto.....e partir adiante. Com todo meu conhecimento acumulado até aqui. Não tem porque eu colapsar....é só ir na manha.....

Excelente reboot para todos.

_______________________________________

Gardenzio gosta desta mensagem

Drew
Drew
Mensagens : 1789
Data de inscrição : 09/08/2020
Idade : 26
Localização : Brooklyn 1986

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

21/1/2023, 21:52
Bom recomeço. Força!!!

_______________________________________
O que eu preciso ter em mente?

- Largar o vício em PMO é a prioridade da minha vida agora;
- As minhas neuroses devem ser ignoradas;
- A congruência me fará plenamente satisfeito comigo mesmo;
- O processo que eu inicio agora precisa ser uma decisão firme e definitiva.

Palavras chave: Saúde mental, auto-cuidado, virtudes, bons hábitos.


Meu diário https://www.comoparar.com/t12388p350-diario-da-minha-vitoria


Rottweiler gosta desta mensagem

Gardenzio
Gardenzio
Mensagens : 2564
Data de inscrição : 02/11/2016
Idade : 26
Localização : Cattolica Eraclea

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

22/1/2023, 10:22
Ilustre Aliocha! Continue firme, meu amigo.

Todos os problemas humanos possuem solução. Tire um tempo para si, para refletir sobre sua vida, e aos poucos já ajustando as coisas que precisarem, um dia de cada vez.

Torcendo por vc, meu nobre. Grande abraço!

_______________________________________
Acessar meu diário

https://umavidaemliberdade.blogspot.com/

NOSCE TE IPSUM

Diário - Aliócha - Página 17 1920px-Flag_of_Sicily.svg



Aliócha
Aliócha
Mensagens : 977
Data de inscrição : 25/03/2016

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

25/1/2023, 20:56
Obrigado, companheiros.

O computador pifou. Estou com um celular lento, ruim pra internet. Com bloqueio falho, infelizmente. Eu não mexo com celular ou computador a fundo, se não eu mesmo resolvia. Mas já desisti. Não consegui resolver o caso do bloqueio efetivo do celular.

Bom... hoje foi meu primeiro dia na musculação....

Eu estou 100% convencido que esse é o REMÉDIO que eu preciso....

Estou dizendo que é só manter a musculação, pra eu ficar bem, feliz, longe de drogas, pra eu ficar realmente um cara show. Inteligente (que eu já sou) e FORTE (em todos os sentidos, não só no físico).

Estou dando meu vício em pornografia praticamente resolvido companheiros, através da prática constante de musculação.

Pretendo começar a estudar fisiológia do exercício. Isso me parece fundamental no momento. Possívelmente meu maior interesse agora.

Me interesso mais na parte da alimentação (o que acontece com o que comemos, como o corpo usa aquilo pra construir a si mesmo) do em outras áreas. Acaba que fisiologia do exercício é um tema amplo, com a sua complexidade. Estou sem livros disso, mas em breve quero entender como a célula transforma um alimento em energia.

Senhores, eu devo dizer que eu me neguei os prazeres da vida.

Eu neguei a existência do corpo e seus prazeres.

Não liguei pros exercícios físicos. Zero movimento do corpo. Não liguei pro cuidado do meu corpo. Nem mesmo pra sua higiene (meses sem escovar os dentes). Me neguei 100% o sexo. Eu não beijo na boca a 6 anos, senhores. E não só me neguei o sexo, como me neguei o toque físico. Zero carinho. Nem da minha mãe, porque eu não me permiti. Eu neguei o prazer da comida e dos alimentos. Pode parecer absurdo (e é, acreditem!), mas em uma ocasião eu comi arroz integral puro..... quando tinha uma moqueca de camarão (algo que eu adoro, kkkk, muito gostoso mesmo). E estava livre, disponível, era só se servir, literalmente.

Então essas coisas todas me levaram a um tipo de loucura, senhores.

Acredito que essa é uma causa fundamental do meu vício. Um "erro" psicólogico extremamente grave, que evidentemente só traz sofrimento.

Acaba que a musculação vai me ajudar nisso aí. Eu quero é comer bem, construir a mim mesmo com os blocos da minha casa - literalmente. Os alimentos na verdade são isso: são os materiais que usamos na construção do nosso corpo.

Agora isso, eu desejo ir atrás de trabalho. O que realmente não seria nada difícil.

Optei por um trabalho formal. As velhas 8 horas por dia, com uma folga na semana, acho. Trabalho tranquilo e comum. Nada extremamente desgastante. Aqui não se precisa pegar ônibus pra trabalhar. Leva uns 10 minutos pra chegar nos estabelecimentos. Tem um rio próximo. Se a pessoa quiser dá pra tomar banho de rio e tomar sol antes de ir trabalhar, acordando mais cedo. Eu gostaria de um emprego diurno. Realmente, não me sinto disposto a trabalhar na noite, no meio de comida e bebida. Por isso,vou focar nos estabelecimentos que funcionam de dia. Por fim, uma grande vantagem daqui é que dá pra encontrar e bater um papo com vários donos de estabelecimento, na rua, ou até em uma cachoeira. Algo impensável em uma cidade grande. O contato e a proximidade é muito maior. Logo, é relativamente fácil pra mim trabalhar aqui. Porque as pessoas já me conhecem.

Eu estou, honestamente, em um lugar muito, muito privilégiado. E pretendo fica mais. Esse lugar literalmente me curou aos poucos. Perfeito, amigos!

Ando a ler o tio Freud. A interpretação dos sonhos. É muito interessante, se bem que eu tenho um interesse muito forte por esse tema. É um livro grande também. Minha edição tem quase 800 páginas. Mas tio Freud escreve muito bem. Claro, e com um estilo bastante amigável.

Em suma, continuo com os estudos de psicologia. Tio Freud tem a sua contribuição . E acho que sim, que esse conhecimento pode me ajudar no vício em pornografia.

Há ainda um passo. Que vou chamar aqui de se entregar a Deus. Algo que eu almejo e vejo como a coisa mais nobre que se pode fazer na vida.

Minha ideia de se entregar a Deus não envolve nenhum batismo, nem livro sagrado, nem templo, nada disso.

Pra mim é só ter dentro de si o compromisso de cultivar uma relação com o divino. Sozinho, evidentemente. Calmo. Um momento de mergulho em si. Um momento de fortalecimento. Se lembrem que pensamentos são correntes elétricas. Se lembrem que pensamentos tem poder. Bastaria aqui eu falar no nome do ex presidente. E pensar nele. Isso causa sensações. Possui efeitos físicos literalmente. Um pensamento pode nos fazer chorar. Ou rir.

Isso é a porra de um poder muito grande, senhores, que TODOS temos a nossa disposição. Já me ocorreu de escrever um livro sobre isso uma vez. Ainda não. Ainda preciso experimentar mais dessa riqueza, e procurar por autores que falaram desses assuntos.

Vou ficar por aqui.

Amanhã, lá estarei malhando.

Excelente Reboot pra todos.

_______________________________________

Kaneki e Gardenzio gostam desta mensagem

Kaneki
Kaneki
Moderador
Moderador
Mensagens : 4396
Data de inscrição : 27/10/2015
Idade : 26
Localização : MG

Diário - Aliócha - Página 17 Empty Re: Diário - Aliócha

26/1/2023, 08:19
Bora pra frente amigo, quando paramos de ignorar o problema e aceitamos que só existe uma solução tudo é diferente. Rumo à vitória, abçs.

_______________________________________


Meta: 7 dias

Links:
Contador principal:

Rottweiler gosta desta mensagem

Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos